sábado, 27 de setembro de 2008

Fla pega o Sport para continuar sonhando...


O duelo de rubro-negros, neste sábado às 18h20 no Maracanã, será de grande importância para o futuro do Flamengo. Como o Sport, campeão da Copa do Brasil, já está classificado para a Libertadores, os pernambucanos não têm muito a perder na partida. Já os cariocas precisam dos três pontos para continuar sonhando com o hexacampeonato brasileiro.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO x SPORT

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26/9/2008
Hora: 18h20 (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Wenderson Mozzer (MG)

FLAMENGO: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim; Léo Moura, Ibson, Kleberson, Everton e Juan; Marcelinho Paraíba e Josiel.
Técnico: Caio Júnior.

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Carlinhos Bala, Júnior Maranhão, Andrade, Kássio e Dutra; Luciano Henrique e Roger.
Técnico: Nelsinho Baptista.

Caio Júnior sonha com 70 pontos para Fla ser campeão


O técnico do Flamengo, Caio Júnior, já tirou a calculadora do bolso e fez as contas para levar o clube carioca ao título do Campeonato Brasileiro. O treinador acredita que seu time possa ser campeão com 70 pontos. Atualmente a equipe tem 43, sete a menos do que o Grêmio, líder na tabela. Ainda restam 12 rodadas na competição.

"Óbvio que precisamos acreditar no título. Acreditar na nossa tabela porque temos chance de chegar aos 70 pontos. O Grêmio tem um Gre-Nal pela frente, pode tropeçar. Mas o mais importante é fazermos a nossa parte. Só assim poderemos sonhar com o título", comenta.

Para chegar aos 70 pontos pretendidos por Caio Júnior no final do torneio nacional, o Flamengo encara o Sport, no próximo sábado, no Estádio do Maracanã, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco pede calma e prevê dificuldades contra os pernambucanos.

"É preciso tranqüilidade para darmos seqüência aos bons resultados. Eles possuem grandes jogadores lá, com passagens por grandes clubes. Temos que tocar bem a bola, atacar na hora certa para não sofrermos pressão", comenta Leonardo Moura, lateral-direito da equipe carioca.

Léo Moura muda estilo pelo time

Leonardo Moura tem sido muito cobrado pelos torcedores por não ter repetido as atuações que o consagraram. O lateral-direito explicou que mudou um pouco seu estilo de jogar em prol da tática da equipe.

"Pela liberdade do Juan e pelas circunstâncias táticas, tenho ficado mais preso na defesa. Mas gosto de atacar e sempre que encontrar uma brecha vou subir", afirmou.

Mas quando está no ataque, Leonardo Moura não costuma ficar preso ao seu setor. Além da ala direita, é comum ver o jogador caindo pelo meio e até ajudando Juan na esquerda. Para o lateral, essa movimentação é importante para abrir espaços para os jogadores do meio-de-campo terem oportunidades.

"Sempre tento flutuar de um lado para o outro e assim dar alternativas no ataque. Temos de tocar a bola e, quando tiver liberdade no meio, rolar para chutar de longe", disse.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Nelsinho quer Sport defensivo para vencer o Flamengo


Recife (PE) - Para enfrentar o Flamengo pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Nelsinho Baptista aposta em uma defesa forte. Isto porque, de acordo com o comandante do Sport, a equipe carioca é muito ofensiva e, para não perder, os pernambucanos terão que se defender bem e aproveitar os espaços dados pelo Rubro-negro.

"É um time que tem uma movimentação boa. Na frente só tem o Josiel, mas tem o Marcelinho e o Everton, que chegam muito na frente. Os volantes são o Kléberson e o Ibson e os laterais chegam muito. Vamos tentar neutralizar e aproveitar os espaços que eles deixam. Porque a distribuição de bola deles é muito forte. Vamos procurar marcar e sair pro jogo', declarou Nelsinho.

A escalação do Leão deve ser a mesma que empatou sem gols com o São Paulo na Ilha do Retiro. A única mudança será o retorno do atacante Roger, que foi impedido de atuar contra o clube que detém seus direitos federativos devido a uma cláusula contratual.

O Sport enfrenta o Flamengo neste sábado às 18h20 no Maracanã. O Leão ocupa a décima colocação na tabela com 39 pontos conquistados, enquanto o Rubro-negro está em quarto lugar com quatro pontos a mais.

Rapidinhas do Mengão!

Fla aposta no ‘arretado’ Marcelinho para vencer muralha do Sport e seguir no G-4.
Atacante fez quatro gols nos últimos quatro jogos. Defesa pernambucana não sofre gol há 440 minutos. Duelo acontece neste sábado, no Maracanã.

Chuva expõe estado precário de parte da arquibancada da Gávea.
Vigas à mostra e ‘cachoeira’ indicam abandono do local. Flamengo não tem obra emergencial preparada.

Fla troca show por mais três pontos na tabela do Campeonato Brasileiro.
Jogadores e técnico repetem o discurso de que o importante é a vitória.

Caio Júnior admite que time do Flamengo ainda não está pronto.
A 12 jogos do fim do Brasileiro, técnico afirma que não encontrou escalação ideal do setor ofensivo.

Marcelinho Paraíba prestigia SuperSurf e dá sorte a seus conterrâneos.
Atacante do Flamengo vai à Barra da Tijuca e vê Fábio Gouvêia e Jano Belo brilharem na praia carioca.

Regata Campeonato Estadual de Remo

Última disputa do Estadual 2008 será neste domingo.

A 8ª Regata do Campeonato Estadual de Remo 2008 será realizada no próximo domingo (28/9), a partir das 9h, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Confira as provas da 8ª Regata do Estadual 2008:

1ª prova: Skiff Peso-leve (Fem.)
2ª prova: Double Peso-leve/ Sênior B
3ª prova: Four Infantil (Fem.)
4ª prova: Oito Com Máster C
5ª prova: Skiff Peso-leve
6ª prova: Double Junior A
7ª prova: Four Sênior B
8ª prova: 4 Com Estreante
9ª prova: Skiff Junior B
10ª prova: Dois Sem Junior A (Fem.)
11ª prova: Four Sênior A (Fem.)
12ª prova: Oito Com Sênior A

Jailton, o 'Patinho Feio' eficiente da Gávea

Titular do Flamengo desde a era Ney Franco, Jailton manteve a posição com Joel Santana e agora com Caio Junior. Por ser contestado por parte da torcida, não seria exagero se ele fosse chamado de "Patinho Feio" da Gávea. No último jogo do Flamengo, porém, o volante viveu uma situação inusitada. Apesar da vitória por 1 a 0 sobre o Ipatinga, a torcida reprovou a atuação do time, que foi vaiado no final da partida. A exceção foi justamente o camisa 14, que foi aplaudido quando substituído pelo técnico Caio Junior.

"É uma coisa que eu não estou acostumado, mas não me preocupo com isso. Não me abalo com as vaias e nem me empolgo com os aplausos. Sei que se jogar bem os 90 minutos e falhar nos acréscimos serei cobrado. Mas é claro que fico feliz com o reconhecimento da torcida", disse.


Típico atleta que "joga para o time", Jaílton tem um papel importantíssimo no esquema do técnico Caio Júnior. É ele que protege a zaga e ajuda os zagueiros. O volante se defende das criticas e do apelido de "brucutu" e possui a seu favor dois argumentos incontestáveis: não é expulso desde 2006, quando ainda jogava no Ipatinga, e tem uma média de duas faltas por jogo neste Brasileirão.


"Muitos confundem seriedade com violência. Na posição em que jogo, não posso dar mole senão os atacantes saem na cara do gol. Então tenho que marcar em cima e muitas vezes a falta se faz necessária. Mas as pessoas preferem dizer que sou violento, em vez de analisar o contexto do lance em que a falta aconteceu. São esses comentários que digo que são críticas sem sentido. Mesmo assim, estou sempre analisando o que fiz durante o jogo passado para melhorar no seguinte", explica.


Os números, aliás, são aliados do jogador desde que chegou ao Flamengo, em 2007. Em 78 jogos, sendo 64 como titular, São 43 vitórias, 17 empates e 18 derrotas, com um aproveitamento de 62,71%. Sem o volante em campo, o rendimento do time cai para 57,01, com 20 vitórias, 10 empates e 10 derrotas, em 38 jogos.


Além disso, o jogador nunca foi expulso jogando pelo rubro-negro. Nessas 78 partidas o jogador recebeu apenas 12 cartões amarelos, o que dá uma média de um cartão a cada 6,5 jogos.


"No início, quando cheguei ao Flamengo, assim como todo jogador, você joga para mostrar a todos que valeu a pena o clube ter te contratado. Quer agradar à torcida, à diretoria, ao treinador, aos companheiros etc. Hoje, depois de um ano e meio e quase 80 partidas pelo clube, já entro em campo mais tranqüilo, ciente de que tenho uma função a cumprir dada pelo treinador e foco em fazê-la da melhor forma possível. Para isso entro muito concentrado e não me preocupo mais se A ou B vão criticar ou elogiar. Só me preocupo em ajudar o Flamengo a sair de campo com a vitória", analisa.

Fla se prepara contra ferrolho do Sport


Time precisa superar forte bloqueio para continuar no G4
Para cumprir com a sua obrigação de vencer em casa, o Flamengo terá de saber enfrentar o bloqueio defensivo do Sport, neste sábado, no Maracanã. O time de Pernambuco tem na retranca uma característica marcante e, na Gávea, todos já estão se preparando.

No treino da última quarta-feira, no Ninho do Urubu, Caio Júnior armou o time de juniores num esquema parecido com o do Sport: um 3-4-1-2 bem fechadinho. Os titulares tiveram dificuldades e acabaram empatando em 1 a 1. Nesta quinta-feira, o técnico comandou um trabalho tático dando indícios de que quer anular as armas do Sport.

A preocupação é válida. Afinal, nas últimas dez rodadas, o time pernambucano sofreu apenas sete gols (sendo três contra o Coritiba). Além disso, o goleiro do Sport não sabe o que é ser batido há quatro jogos. E contra times com ataques respeitáveis: Internacional, Palmeiras, Figueirense e São Paulo.

Ou seja, o Sport tem números que comprovama sua capacidade defensiva e que merecem uma atenção especial. Por isso, o LANCE! levou o assunto aos jogadores rubro-negros que terão a incumbência de furar esse bloqueio.

– Não dá para falar antes como será o jogo. Mas só tem um segredo para furar uma defesa fechada: muita movimentação, troca de bola e passes rápidos. Só assim vamos conseguir abrir espaço. Além disso, precisamos ter paciência – disse Everton, que formará o trio ofensivo com Marcelinho Paraíba e Josiel.

Além deles, os laterais também têm papel fundamental quando o assunto é atacar. Juan, que ao lado de Leonardo Moura tem liberdade ofensiva, também deu dicas.

– Tocar a bola com qualidade, muita movimentação e ter atenção para evitar um contra-ataque. Mas temos de fazer de tudo para encurralar o adversário e, sobretudo, ter a competência de fazer um gol rapidamente – disse o lateral-esquerdo, para depois lembrar de outro detalhe.

Bola parada decide jogo também – completou. Se as dicas vão dar certo só amanhã que será possível saber. O negócio é conseguir furar o ferrolho.

Fiscalização de carteiras de estudante no Maracanã

Informação do Gepe sobre ingressos de estudante


Major Busnello, Comandante do GEPE, informa que, a partir do próximo jogo entre Flamengo x Sport Clube do Recife que será realizado no sábado dia 27/09, haverá uma fiscalização feita pela Polícia Militar na frente às roletas de acesso do Maracanã, exigindo a apresentação da carteira de estudante para os portadores de ingressos de meia entrada.


‘Temos de fazer gol no início’, avisa Juan

Nas contas do Flamengo para a disputa pelo título, o jogo contra o Sport está marcado como três pontos. Entretanto, a obrigação não quer dizer que os jogadores e a comissão técnica considerem o jogo fácil. Muito pelo contrário.

O lateral-esquerdo Juan está preocupado com a defesa do adversário deste sábado, no Maracanã. O time pernambucano não sofre gol há quatro jogos.

- Eles vão jogar recuados, esperando um erro nosso. Temos de fazer gol no início. E os lances de bola parada podem ser fundamentais – declara o lateral-esquerdo.

O Flamengo ocupa a quarta posição na tabela, com 43 pontos. O Sport, já classificado para Taça Libertadores porque foi o campeão da Copa do Brasil, está em décimo lugar, com quatro pontos a menos que o time carioca.

Bruno: 'A maioria da imprensa torce pelo Fla'

Goleiro rubro-negro brinca para explicar motivo de pressão da imprensa

Mesmo em quarto lugar no Campeonato Brasileiro, o Flamengo sofre pressão como se estivesse na zona de rebaixamento. Ao ser perguntado se as vitórias do Flamengo tinham que ser sempre com emoção e na dificuldade, Bruno respondeu de maneira bem-humorada.

- Aqui no Flamengo as coisas são mais difíceis. Tudo é mais difícil. Primeiro porque temos a maior e melhor torcida do país e depois porque, mal ou bem, a maioria da imprensa torce pelo Flamengo e a cobrança por parte de vocês (jornalistas) é maior - brincou.

Ingressos para Flamengo x Sport

Confira os preços:

Arquibancadas Verdes ou Amarelas inteiras: R$ 30
Arquibancadas Brancas inteiras: R$ 40
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 120
Cadeiras Comuns inteiras: R$ 20

Postos de venda:

Bilheterias da Gávea (Flamengo)
Bilheterias do Fluminense, em Laranjeiras
Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - horários: seg. a qui. 11h às 17h; sex. 9h às 13h e sáb. das 10h as 13h)

Bilheteria 8 do Maracanã

Bilheterias do São Cristóvão

Flamengo vive clima de final de campeonato, diz Bruno

Ainda sonhando com a conquista do título brasileiro, apesar de estar sete pontos atrás do líder Grêmio, o Flamengo sabe que não pode mais tropeçar. Por isso mesmo, o goleiro Bruno admitiu nesta quinta-feira que o clima no elenco flamenguista é de final de campeonato para o jogo de sábado, contra o Sport, no Maracanã.

"Cada jogo para nós é uma final de campeonato. Todos os jogadores estão cientes disso. Esperamos vencer mais uma partida mas sabemos da dificuldade de enfrentar o Sport", afirmou Bruno aproveitando para pedir o apoio dos flamenguistas. "A torcida pode acreditar, porque estamos muito motivados. Temos que entrar focados e ligados, encarando a partida como uma decisão.

Mas Bruno lembrou das dificuldades que o Flamengo terá contra o Sport, que conquistou o título da última Copa do Brasil. "O Sport é uma equipe muito boa. Eles possuem jogadores rápidos, que puxam muito bem os contra-ataques. Acredito que o Sport vai partir para cima do Flamengo, mesmo jogando no Maracanã. Com isso, podemos aproveitar os espaços que eles vão dar", disse o goleiro.

Flamengo terá dificuldades para fazer gols


A missão do ataque do Flamengo não será das mais fáceis neste sábado contra o Sport no Maracanã. A equipe pernambucana vem crescendo neste Campeonato Brasileiro, principalmente a sua defesa, que não sofre gols há quatro partidas. Internacional, Palmeiras, Figueirense e São Paulo até tentaram, mas não conseguiram furar o ferrolho rubro-negro.

A defesa do Sport está há 444 minutos sem sofrer gols. É o terceiro melhor desempenho na competição perdendo apenas para o líder Grêmio e para o Botafogo. Já os defensores do Flamengo não tiveram a mesma eficiência e Bruno só ficou no máximo 259 minutos sem levar gol.

Veja abaixo o desempenho das defesas de todos os clubes do Brasileiro:

Clube - tempo máximo sem levar gol

1 - Grêmio - 549 minutos
2 - Botafogo - 478
3 - Sport - 444
4 - Santos - 366
5 - Portuguesa - 351
6 - Atlético-PR - 288
7 - Figueirense - 281
8 - Coritiba - 275
9 - Cruzeiro - 273
10- Náutico - 272
11- Ipatinga - 267
12- Flamengo - 259
13- Vitória - 247
14- Internacional - 246
15- Goiás - 243
16- vasco - 242
17- Palmeiras - 205
18- São Paulo - 189
19- Atlético-MG - 178
20- Fluminense - 165

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Empresário diz que Jônatas está insatisfeito no Flamengo

O meio-campista Jônatas vem sendo pouco utilizado pelo treinador Caio Júnior nas partidas do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Segundo empresário do jogador, Eduardo Uram, o atleta está insatisfeito no clube. Mesmo assim, Uram prefere não polemizar o assunto.

"Eu tenho pouco a falar sobre isso. Tem sido minha linha e vai continuar sendo minha linha. Não costumo interferir neste tipo de coisa, que é assunto de comissão técnica", afirma o agente, em entrevista à Rádio Brasil.

"Posso dar apenas minha opinião de coisas que eu escuto, de pessoas ligadas ao Flamengo, que o Jônatas é um grande jogador e que não tem sido aproveitado da melhor forma. O Jônatas é um jogador que qualquer clube do Brasil e do mundo gostaria de ter, um jogador de nível de Seleção Brasileira", comenta.

O empresário ainda acredita que o meio-campista possa dar a volta por cima no time da Gávea.

"É evidente que o jogador não está contente de não estar sendo nem relacionado, mas o futebol é dinâmico e essa situação pode mudar", aposta.

Com os direitos econômicos presos ao Espanyol, da Espanha, Jônatas está emprestado ao Flamengo até junho de 2009, mas dificilmente ficará no clube carioca após o final do Campeonato Brasileiro.

Lateral da seleção brasileira derrota Ronaldo no futevôlei

Aos poucos, Ronaldo comprova que está recuperado da grave lesão no joelho esquerdo. Na tarde desta quinta-feira, o atacante jogou um animado futevôlei no campo da Gávea.

O Fenômeno fez dupla com o auxiliar de preparação física do Flamengo, Marcelo Salles. Do outro lado da rede - que na verdade era uma fita - estavam Juan e Jônatas. A partida foi equilibrada, mas a dupla comandada pelo lateral-esquerdo da seleção brasileira venceu por 15 a 13.

- É sempre um estímulo a mais poder ficar perto do Ronaldo. Ele é um cara vencedor e que muda o nosso astral - diz Juan.

Depois da "brincadeira", Ronaldo fez um trabalho físico puxado até o anoitecer.

Josiel desencanta em treino ‘mordido’ dos titulares na Gávea

O sufoco que tomou dos juniores na véspera acordou o time titular do Flamengo. Nesta quinta-feira, em atividade tática semelhante a um coletivo, os jogadores estavam mais “ligados” e chegaram a arrancar aplausos dos cerca de 80 torcedores que estiveram na Gávea.

O técnico Caio Júnior manteve a equipe que derrotou o Ipatinga por 1 a 0, na última rodada do Brasileirão. O destaque positivo foi o atacante Josiel, que desencantou e fez dois belos gols.

No entanto, o fato que mais chamou a atenção foi o excesso de gritos dos jogadores a cada lance. Bruno, um dos mais empolgados, vibrou com os gols como se estivesse em uma partida para valer.

- No Flamengo tudo é muito difícil. Nossa torcida é a maior e a melhor, a imprensa está sempre de olho no que fazemos. No jogo contra o Sport (no próximo sábado, no Maracanã) não podemos errar.

O Flamengo foi escalado com: Bruno; Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leo Moura, Kleberson, Ibson, Everton e Juan; Marcelinho Paraíba e Josiel.

Dunga chama Juan(Flamengo) e mais 21 atletas para partidas com Venezuela e Colômbia

A seleção enfrenta a Venezuela, em San Cristóbal, no dia 12 de outubro, e três dias depois pegará a Colômbia, no Maracanã, em jogo que marcará a abertura do returno das eliminatórias sul-americanas.

Confira os 22 convocados:

Goleiros
Julio César (Inter de Milão)
Doni (Roma)

Laterais
Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
Juan Maldonado (Flamengo)
Kleber (Santos)

Zagueiros
Lúcio (Bayern de Munique)
Alex (Chelsea)
Juan (Roma)
Thiago Silva (Fluminense)

Meio-campistas
Lucas (Liverpool)
Gilberto Silva (Panathinaikos)
Anderson (Manchester United)
Kaká (Milan)
Elano (Manchester City)
Josué (Wolfsburg)
Julio Baptista (Roma)
Mancini (Inter de Milão)

Atacantes
Robinho (Manchester City)
Jô (Manchester City)
Luis Fabiano (Sevilla)
Alexandre Pato (Milan)

Torcida lança camisa 'Fica, Ronaldo'


Ronaldo classificou como namoro de longa data sua relação com o Flamengo. E para levá-lo ao altar, a torcida rubro-negra pretende bancar o "dote" do jogador. A idéia da campanha "Fica, Ronaldo" é arrecadar ao menos R$ 1 milhão para ajudar o clube rubro-negro a contratar o Fenômeno.

Nesta quinta-feira, o grupo de torcedores que encabeça o projeto mostrou o modelo da camisa, que estará à venda em breve por R$ 10. Antes, eles esperam contar com o apoio do departamento de marketing do Rubro-Negro para dar força e credibilidade à idéia.

Ronaldo foi informado sobre a campanha na última segunda-feira. Ficou emocionado e disse que "não merecia" tanto carinho:

- Por que vocês fazem tudo isso por mim? - questionou o atacante.

O Fenômeno realiza a etapa final da recuperação da cirurgia no joelho esquerdo no Flamengo desde o início de setembro. Na última quarta-feira, ele afirmou que ainda não se sentia pronto para jogar no clube. A expectativa é de que ele volte aos campos no início de 2009. O Manchester City, clube de Robinho, aparece como principal rival dos cariocas.

Caio Júnior diz que Sport leva vantagem psicológica na partida deste sábado


Praticamente livre de qualquer ameaça de descenso e garantido na Taça Libertadores de 2009, o Sport teria tudo para ser um adversário "tranqüilo" para o Flamengo, principalmente no Maracanã, neste sábado, às 18h20m, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Entretanto, justamente essa falta de obrigação faz da equipe pernambucana, atualmente em décimo lugar, com 40 pontos, uma ameaça perigosa.

- Eles levam vantagem psicológica. Venceram a Copa do Brasil e jogam o Brasileiro sem compromisso - declara o técnico Caio Júnior.

No primeiro turno, o Flamengo venceu jogando na Ilha do Retiro por 2 a 1, gols de Obina. O treinador lembrou que o Sport ainda vivia uma ressaca pela conquista da Copa do Brasil e que agora a situação é diferente. E um exemplo recente o faz abrir ainda mais os olhos.

- Eles têm um sistema defensivo muito forte. Foi assim que atraíram o Palmeiras e fizeram três gols no Palestra Itália - afirma o comandante rubro-negro.

Em 2007, durante a arrancada que tirou o Flamengo da zona de rebaixamento e o colocou na terceira posição, o Sport foi o único time de fora do Rio de Janeiro que tirou pontos da equipe no Maracanã. Houve empate por 1 a 1. O zagueiro Thiago Sales fez o gol dos cariocas.

Marcio Braga não faz por menos: 'Seremos campeões do Brasileiro'

Famoso por seu otimismo desenfreado, o presidente do Flamengo, Marcio Braga, volta a atacar com suas profecias. Agora, de acordo com a coluna "De Prima", do jornal "Lance!", Marcio Braga se mostrou extremamente confiante na conquista do sexto título brasileiro pelo seu clube, mesmo com o time estando a sete pontos do líder, o Grêmio.

Aliás, ele ignora o time gaúcho na disputa pelo título. Para o dirigente, o grande adversário na luta pelo campeonato é o Palmeiras, dirigido por Vanderlei Luxemburgo, torcedor confesso do clube carioca.

- Não acho que temos chance. Digo-lhe que seremos campeões do Brasileiro. Pode me cobrar. Vamos jogar com eles (Palmeiras) na nossa casa, que é o Maracanã, e vamos vencê-los - afirma o presidente rubro-negro.

O Flamengo ocupa atualmente a quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 43 pontos, o mesmo número que o São Paulo, mas com vantagem no número de vitórias e no saldo de gols. O time está atrás de Grêmio, que tem 50 pontos, Palmeiras (49) e Cruzeiro (46).

Raça + Jovem + Urubuzada = Flamengo

Torcida Fla-Jequié se apresenta

Em uma cidade do interior da Bahia marcada pelo grande número de torcedores do Mais Querido do Brasil, existia um grupo, que dentre essa maioria, tinha uma vocação, uma missão! Criar uma torcida organizada do Flamengo nesta cidade.

Além disso, era um sonho a de realizar, desse grupo de apaixonados rubro-negros, que mesmo de longe, nunca deixavam de acompanhar o seu clube do coração.

No entanto não seria uma tarefa fácil de realizar, haja vista que já havia sido tentada sem sucesso por outros grupos.

O intento de criar-se uma torcida organizada de um clube do RJ em uma cidade do interior da Bahia mostrava ser tarefa das mais difíceis. Incentivo, não havia; recursos, também não... Mas havia uma grande determinação e coragem nesse grupo para tornar possível aquilo que muitos chamaram de utopia.

O ano? 2007.

O time do Flamengo vinha nas últimas posições, mas empurrado de maneira sobrenatural pela sua impressionante torcida, deu a maior arrancada que um clube já havia dado em um campeonato brasileiro e fechou o ano com uma vaga na Libertadores.

O improvável mexeu com o brio e a paixão desse grupo de torcedores, que assim como o Flamengo, em que muitos não acreditavam, calou a boca dos corneteiros... Eles agora estavam decididos e dispostos a provar aos incrédulos que a partir daquele ano, o Clube de Regatas Flamengo teria nessa pequena cidade uma instituição séria e organizada o representando.

E assim surgiu a FLA-JEQUIÉ (Nome de Fundação: Avalanche Rubro-Negra Jequié), hoje reconhecida pelo Clube de Regatas Flamengo como uma Embaixada da Nação (Aguardando diploma), e como uma referência para as outras torcidas do Flamengo fora do RJ.

Eles puderam provar a todos que o improvável pode acontecer quando existe, organização, trabalho e muita dedicação! E no caso desse grupo em especial...Uma imensa paixão pelo Flamengo!

Ronaldo: 'Ainda não dá para jogar pelo Fla'

Atacante reconhece que hoje não poderia ser titular do clube do coração.

O atacante Ronaldo segue firme na sua rotina de recuperação. Em vez de treinar na Gávea nesta quarta-feira, o Fenômeno esteve no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Humilde, ele reconheceu que hoje não pode pleitear vaga em time algum do mundo, inclusive no Flamengo.

– Ainda não dá, sou consciente. Estou muito feliz pelo carinho que estou recebendo aqui no Flamengo. O namoro é de longa data, mas ainda não estou em condições. Para vestir esse manto tem de estar preparado e esse não é o meu caso – disse Ronaldo, que elogiou o CT do Flamengo. – O clube está no caminho certo, já que todos precisam ter um CT para ajudar a desenvolver os atletas e dar tranqüilidade para a equipe.

Assim como na segunda-feira, o atacante treinou com atletas da equipe de juniores do Flamengo. Além da parte física, Ronaldo bateu bola em um campo reduzido e foi o centro das atenções em Vargem Grande.

Kleberson vê evolução como dupla de Ibson

Jogadores são os únicos volantes na atual equipe titular de Caio Júnior.

Nas últimas partidas do Flamengo, o técnico Caio Júnior escalou Jaílton na zaga. Dessa forma, Kleberson e Ibson sobram como os únicos volantes no meio-de-campo.

Kleberson garante que, junto com o companheiro, está conseguindo fazer sua função sem maiores problemas.

- O Ibson e eu somos dois volantes que gostamos de sair para o jogo. A gente vê quem vai fazer isso no decorrer da partida. No jogo contra o Ipatinga, estava mais complicado para o meu lado mas pude cumprir bem minha função - garantiu Kleberson, que acredita ainda estar em evolução:

- Venho crescendo a cada dia, a cada jogo e esperamos fazer um bom jogo contra o Sport no sábado.

‘A partir de agora seremos mais fortes’, promete o técnico Caio Júnior

No pré-treino do Flamengo, de quarta-feira, em Vargem Grande, o técnico Caio Júnior reuniu-se com os jogadores, no CT Ninho do Urubu, e pediu união na reta final do Campeonato Brasileiro.

As constantes informações sobre insatisfações múltiplas no elenco foram o alvo. O capitão Fábio Luciano pediu a palavra e afirmou que o grupo estava ao lado do treinador. Caio completou dizendo ao grupo que o volante Cristian, atualmente no Corinthians, havia ligado para se explicar sobre as declarações que dera.

- O torcedor pode ter certeza que seremos mais fortes a partir de agora – promete Caio Júnior.

O zagueiro seguiu a mesma linha do treinador e promete um time tão unido quando em 2007.

- Estamos fechados com o nosso treinador. Nossa resposta será trabalhando e vencendo – diz Fábio Luciano.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Gestor da Série B diz que Flu e Vasco seriam ‘muito bem-vindos’

Enquanto torcedores de vasco e Fluminense ficaram assustados com a previsão de que são de 90% as chances de um carioca ser rebaixado para a série B neste Brasileirão, a notícia soou como música nos ouvidos de um empresário: José Neves, presidente da entidade gestora da competição.

Empolgado com o alto lucro proporcionado pela presença do Corinthians na Série B, ele torce para que os matemáticos estejam certos e que ao menos um dos times do Rio de Janeiro caia. De preferência, aliás, os dois.

- Não gosto de torcer contra, acho chato, mas que eles serão muito bem-vindos, serão. Eles e todos os 12 maiores clubes do Brasil, que são os de Rio, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Em defesa de seu argumento, Neves diz que este tipo de especulação sempre é feita nesta época do ano. E lembra que corintianos e atleticanos tiveram a mesma 'receptividade'.

- Isso é natural nessa época. Quando se passa dois terços do campeonato, começam as especulações. Tanto a imprensa quanto a FBA. Fizemos isso com o Corinthians, Atlético-MG e outros. Vasco e Fluminense não são intocáveis.

Clube dos 13 confirma assinatura do contrato com a Rede Globo

O Clube dos 13, através do seu presidente, Fábio Koff, confirmou nesta quarta-feira a oficialização da Rede Globo como detentora do direito de transmissão do Campeonato Brasileiro em TV aberta, fechada, pay-per-view e das placas publicitárias. O contrato, no valor de R$ 1,4 bilhão, vale pelo triênio 2009-2011 e é 60% superior ao assinado anteriormente.

A cifra ainda pode aumentar de acordo com as vendas de pacotes de pay-per-view e com a finalização das negociações envolvendo os direitos de telefonia celular, internet internacional e transmissão de TV para o exterior.

Outra novidade do novo contrato é o processo de fidelização e distribuição de cotas do pay-per-view de acordo com a preferência do torcedor-consumidor.

Em comunicado, Cristian pede desculpas a Caio Jr.

Confira o comunicado de Cristian:

Fiquei muito chateado com o que li no Diário Lance!, na manhã desta quarta-feira. Minhas palavras a respeito do Caio Junior foram mal interpretadas e fiz questão de ligar para ele hoje mesmo, pois é um profissional honesto que luta como todos para ganhar a vida. Tenho um grande carinho pelo Flamengo e torço muito para que o time seja campeão brasileiro.

Por isso, não gostaria que supostas declarações minhas tumultuassem o ambiente do clube. Além disso, estou me adaptando muito bem ao Corinthians e desejo paz para trabalhar aqui. Como fiz pelo telefone, peço agora desculpas publicamente ao Caio Júnior, mesmo tendo a convicção de que não pretendia criar tal situação.

Caio Jr. e elenco negam racha no Flamengo

O técnico Caio Júnior e os jogadores do Flamengo desmentiram supostas declarações do volante Cristian, atualmente no Corinthians, de que há desentendimentos dentro do grupo rubro-negro.

O jogador teria dito que muitos atletas não gostam do treinador, o que foi negado pelo zagueiro e capitão Fábio Luciano. Segundo ele, o elenco do Flamengo não tem rachas.

"São declarações sem fundamento, que infelizmente foram dadas, mas o que impera no Flamengo é união e alegria. Como capitão, eu posso falar isso e não penso em sair", afirmou o defensor.

Caio Júnior afirmou que nunca teve nenhum tipo de desentendimento nesses cinco meses à frente do time flamenguista. "Tenho um diálogo franco e aberto com os jogadores. A única dificuldade que eu tenho é selecionar 11 jogadores para colocar em campo", destacou.

O comandante ainda lembrou sua passagem no Palmeiras para afirmar que muito do que se diz não passa de especulação.

"Dizem também que eu não me dava bem no Edmundo, na época do Palmeiras, mas mantenho contato e falo com ele até hoje", afirmou o treinador, que teria recebido uma ligação do próprio Cristian como pedido de desculpas.

Nesta quarta-feira, o técnico comandou um coletivo entre titulares e juniores, que terminou empatado. O time treinou mais uma vez com Josiel no ataque, ao lado de Marcelinho Paraíba.

Nem pênalti inventado salva titulares de empate com juniores

Treino é treino e jogo é jogo. A surrada frase até garante um “desconto” para a fraca apresentação dos titulares do Flamengo na tarde desta quarta-feira, no Ninho do Urubu. Porém, depois de ser vaiado na vitória sobre o Ipatinga, o time repetiu os erros e por pouco não sofreu uma derrota vexatória para os juniores. No fim, empate por 1 a 1.

O técnico Caio Júnior não mexeu na equipe. Everton continuou no meio-campo, e Josiel foi o atacante escolhido para formar dupla com Marcelinho Paraíba.

Desprotegido, o trio de zagueiro composto por Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Jaílton virou preza fácil para o rápido time sub-20. Bruno Paulo, sem cerimônia, deu uma desconcertante caneta no capitão. Pouco tempo depois, o meia Renan Silva aproveitou o buraco na intermediária, avançou sozinho, chutou de fora da área e acertou o canto direito de Bruno.

- É sempre bom fazer um gol desses. Às vezes a gente treina aqui sozinho, sem ninguém ver. Um coletivo contra os profissionais é a chance que temos para aparecer – comemorou Renan.

Em vez de melhorar, o time titular piorou nos minutos seguintes. Ibson deu uma entrada violenta e sem bola em Vander, que se contorceu no chão de dor. Em seguida, o mesmo Vander chutou de fora da área e acertou o travessão.

Na parte final, os juniores cansaram. Foi a senha para a pressão dos titulares. Diego, que reforçava a equipe sub-20, fez boas defesas. Ele só não contava com um pênalti inventado pelo auxiliar de Caio Júnior, Julio César Camargo, em disputa entre Josiel e o volante Pecka.

Marcelinho Paraíba aproveitou-se que o batedor oficial Leo Moura bebia água ao lado do campo e cobrou. Para fora. Em nova tentativa, o lateral, que voltou ao treino, converteu. Mas, para o placar não valeu. Josiel e Juan também puderam cobrar. Diego defendeu ambas

Restando dois minutos para o fim, Kleberson chutou forte de fora da área e empatou. Mas a má impressão ficou no ar.

- Quero que o Flamengo jogue melhor do que contra o Ipatinga. Por isso, apostei na manutenção da equipe. Esse coletivo foi muito bom porque os meninos do Adílio (técnico dos juniores) se aplicaram muito e tiveram qualidade – diz Caio Júnior.

O Flamengo, em quarto lugar na tabela, enfrenta o Sport no próximo sábado, no Maracanã. E a escalação do time titular deve ser: Bruno; Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leo Moura, Ibson, Kleberson, Everton e Juan; Marcelinho Paraíba e Josiel.

Coletivo anterior

Antes dos titulares, os reservas e alguns juniores disputaram um bom coletivo e empataram por 3 a 3. Obina, duas vezes, e Fernando fizeram para o time vermelho, cujo destaque foi Erick Flores. Sambueza, Vandinho e Toró marcaram para o time amarelo.

Fla fica sem verba de patrocinador

A parceria do Flamengo com a Petrobras, que em 2009 completa 25 anos, está seriamente ameaçada para o ano que vem. O clube da Gávea está sem receber da empresa, que, por sua vez, cobra multa do clube por não cumprimento de contrato.

Pelo acordo firmado para 2008, a estatal ficou de pagar R$ 16,2 milhões ao clube. Em abril, quando o contrato foi assinado, a empresa estatal quitou metade deste valor.

São dois os motivos de o clube não estar recebendo há um mês uma parte dos outros R$ 8,1 milhões. Um deles é que o Fla não tem a Certidão Negativa de Débito com a Fazenda Municipal. O outro é que a Petrobras cobra multa de R$ 1,6 milhão por descumprimento de contrato - questões como jogador levantar a camisa em comemorações e uniformes dos esportes olímpicos sem o logo da empresa nas costas.

- Essas questões são para ser tratadas internamente entre o Fla e a Petrobras - diz o vice jurídico rubro-negro, Adalberto Ribeiro.

Mas a verdade é que a relação entre clube e empresa não está boa e o processo de renovação para 2009 será tumultuado. O Fla acredita que deve receber mais (pelo menos R$ 20 milhões anuais) pelo novo contrato e acusa a Petrobras de fazer pouco caso do assunto.


Tanto que deu um prazo até o próximo dia 30 para resposta de uma contraproposta enviada essa semana. Apesar do pouco tempo, os dirigentes rubro-negros dizem que desde junho discutem verbalmente o assunto e que o presidente Marcio Braga chegou a visitar a empresa em julho.

Problemas com Caio Júnior vêm à tona no Fla

Apesar do quarto lugar na tabela, o Flamengo vive um momento delicado no Brasileiro. Ninguém admite publicamente, mas internamente o clima não é dos melhores com Caio Júnior. Muitas pessoas do clube (influentes ou não) foram consultadas pelo LANCE! e confirmaram que o ambiente está estranho, pesado.

Quem viu o jogo contra o Ipatinga percebeu claramente um constrangimento geral quando Jaílton foi substituído por Sambueza. Naquele momento, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim abriram os braços e demonstraram uma clara desaprovação com a alteração. A mudança deixou outros jogadores constrangidos e, no vestiário, após o jogo, o assunto foi debatido.

Mas esse acontecimento é como a ponta de um iceberg. Existe um descontentamento interno e de diversos setores do clube com o trabalho do outrora elogiado Caio. Se no começo do Brasileiro o treinador era unanimidade na Gávea (tanto que renovou contrato com multa rescisória alta e não divulgada), a situação agora parece ser outra.

Além da insatisfação natural dos jogadores que não são aproveitados, o técnico perdeu a confiança de nomes importantes dentro de um grupo que se conhece desde 2007. O assunto foi minimizado na época, mas a substituição de Ibson contra o São Paulo é outro exemplo.

Foi a partir do episódio da transferência de Cristian para o Corinthians que as coisas começaram a mudar. O grupo não gostou como o caso foi conduzido. Publicamente, Caio tratou o assunto sem alarde e com a mesma educação de sempre. Mas negou um desentendimento admitido pelo próprio Cristian.

A qualquer momento, os jogadores devem ter uma conversa com o treinador sobre todos os acontecimentos. A torcida espera que todos os envolvidos encontrem um denominador comum em prol do Fla. O momento não é de crise, mas de união nessa reta final.

Aírton: de Vargem Grande para Ipanema

Volante muda-se para o bairro famoso, mas mantém a humildade: ‘Ainda não sou ninguém’. Jogador está perto de renovar por cinco anos com o Flamengo.


Em abril, Aírton sequer havia estreado no time profissional do Flamengo. Ia e voltava dos treinos na Gávea de ônibus e morava na concentração, em Vargem Grande. Mas os tempos mudaram. Pouco mais de cinco meses depois, o volante tem endereço novo.

Às vésperas de ter 50% do passe comprado pelo Rubro-Negro, ele ainda se adapta ao apartamento que escolheu para morar em Ipanema, badalado bairro carioca. A escolha não foi pelo glamour.

- Garoto de Ipanema? Não, isso não é comigo (risos). Estou morando sozinho, mas às vezes minha namorada (Darlene) e minha mãe ficam comigo. É bem mais perto da Gávea – declara.

O carro importado está longe de ser um sonho de consumo. Aírton vai aos treinos andando. E deixa claro que o sucesso não subiu à cabeça:

- Ainda não sou ninguém. Não conquistei nada.

Nesta semana, o Flamengo promete entregar ao Nova Iguaçu os cheques referentes à compra de 50% dos direitos econômicos dele por R$ 500 mil. Antes mesmo de fechar o negócio, a diretoria rubro-negra já negociou 20% deste percentual com a Traffic. Há um contrato por mais cinco anos com o jogador “na gaveta”.

- Minha idéia é ficar aqui e fazer história.

Confiante, Josiel afirma: “Os gols vão sair na hora certa”

Artilheiro do Campeonato Brasileiro 2007, o atacante Josiel passou em branco nas duas primeiras partidas com a camisa rubro-negra. Vindo de um período de quase três meses sem atuar, o camisa 9 da Gávea acredita que os gols vão sair no momento certo da competição.

-“Estou tranqüilo, entendo a reação da torcida até pelo fato de eu ter sido artilheiro no ano passado e não ter marcado em dois jogos. Mas não posso desistir. Os gols vão sair na hora certa e depois vou engrenar com todo o time. A cobrança é maior sobre mim pelo que já fiz, mas preciso me manter tranqüilo. Se não for assim a ansiedade pode atrapalhar ainda mais”.

Mostrando bastante personalidade, Josiel admiti que não teve boas atuações nas duas primeiras partidas.

-“Tenho rendido menos do que se espera. Ano passado tive uma regularidade grande, mas o que tenho a fazer é trabalhar mais do que os outros companheiros para voltar a ser o goleador de antes. Estou aqui para ajudar. Não vou resolver nada sozinho, mas minha luta vai ser sempre pra fazer o melhor possível para o time”.

Para Josiel, os trabalhos físicos e técnicos durante a semana serão importantes para recuperar a sua melhor forma.

-“Com jogos só nos fins de semana eu vou crescer fisicamente e tecnicamente e melhorar meu rendimento. Já estou melhor fisicamente e a adaptação tem que ser a mais rápida possível, porque estamos na reta final. Tenho que pegar o ritmo para render o que todos esperam”.

Obina dá apoio a Josiel

Um dos jogadores que mais vestiu a camisa do Flamengo no atual elenco, 152 no total, o atacante Obina deu total apoio ao novo titular do ataque rubro-negro, o centroavante Josiel. Mesmo disputando uma posição com o camisa 9, Obina afirma que esse é o momento de passar confiança ao artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2007.

-“A briga é boa por uma vaga no ataque, mas de uma forma saudável. O momento atual é do Josiel. Eu e os outros atacantes corremos por fora, mas sempre torcendo por ele e fazendo de tudo para ajudá-lo. O Josiel tem o nosso carinho e sabemos que precisamos dos gols dele. Vamos sempre fazer de tudo para ajudá-lo. É essa união que faz o time vencer no futebol. É torcer pelo companheiro e cada um se preparar da melhor forma possível para ajudar quando for preciso”.

Elenco volta aos trabalhos na parte da tarde

Caio Júnior organizou uma atividade técnica, de ataque contra defesa.

Depois de um forte treinamento físico pela manhã, o elenco do Flamengo se reapresentou na parte da tarde para um treinamento com bola, no campo da Gávea. São os primeiros preparativos para o importante jogo de sábado, contra o Sport, no Maracanã, em jogo válido pela 27

Na atividade técnica, Caio Júnior dividiu o elenco em três equipes, que se revezavam no trabalho de atacar e defender. O treinador rubro-negro escalou a equipe titular com: Bruno, Léo Moura, Ronaldo Angelim e Juan; Jailton, Kleberson, Ibson e Everton; Marcelinho Paraíba e Josiel.

O elenco do Flamengo volta aos trabalhos hoje, 24/9 às 15h, no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande.

Coincidências com 2007 animam Flamengo

No ano passado, o Flamengo arrancou da zona do rebaixamento para a terceira posição do Brasileiro, com direito à vaga para a Libertadores. Este ano, a degola nunca preocupou, mas o time quer a mesma arrancada, só que para o título. E a reta final está repleta de coincidências para quem é supersticioso.

Dos últimos 12 jogos do time em 2007 – alguns ainda válidos pelo primeiro turno do Brasileiro por conta da paralisação para o Pan-Americano – oito foram no Maracanã, incluindo dois clássicos, e quatro fora. Este ano a situação é exatamente a mesma. A coincidência é tanta que até alguns adversários se repetem, como Atlético-MG no Maracanã, Vasco, Cruzeiro no Mineirão e Náutico nos Aflitos.

Para animar mais, ainda que pequenas, as chances matemáticas de conquistar o título subiram de 3% para 4% segundo o matemático do site Infobola, Tristão Garcia.

Alheio a números e superstições, o técnico Caio Júnior comemorou a volta ao G4 e, principalmente, a queda de produção do líder Grêmio.

– O Flamengo é candidato ao título, sim. Está em aberto e vai seruma briga boa até o final. O Grêmio parou de vencer e terá pela frente o clássico contra o Internacional. Estamos nesta briga – disse.

O atacante Marcelinho Paraíba foi outro que comemorou a volta ao grupo de elite. Ele lembra que o importante nesse momento é pontuar:

– Vamos ter jogos em casa que serão fundamentais nesta corrida. Não vai faltar garra e vontade para vencermos todos os jogos - acrescentou.

Alheio a números, Caio Júnior comemorou a briga boa pelo título do Brasileiro.

- Temos condições de disputar o título e de jogar a Libertadores. Todas as equipes que estão no bloco de cima, os oito primeiros, têm chances. Todos vão brigar pelo título até o fim - afirmou o treinador.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Paraíba conta com apoio da torcida do Fla

Um dos destaques do Flamengo nas últimas rodadas, Marcelinho Paraíba conta com um importante trunfo para essa reta final do Campeonato Brasileiro: a torcida rubro-negra. Segundo o camisa 11 da Gávea o time é praticamente imbatível quando o Maracanã está cheio.

- Com a torcida empurrando, ajudando do começo ao fim, não tem para ninguém. O Sport já aprontou para cima de alguns times de São Paulo, mas aqui é o Rio de Janeiro. Com o Maracanã lotado vamos lutar muito pela vitória. Quando o time é apoiado por uma torcida apaixonada como a nossa, que pede raça e grita o jogo todo, a gente tira aquela algo a mais que às vezes determina uma vitória - afirmou.

Para Marcelinho Paraíba, o que a torcida do Flamengo fez no ano passado serve de exemplo. e por isso o atacante pediu o comparecimento dos rubro-negros neste sábado contra o Sport no Maracanã:

- Eu acompanhei o Brasileiro do ano passado à distância e vi a torcida lotando o estádio. Tem que ser igual agora, a começar pelo Sport. Esse jogo define nosso futuro no campeonato. Vencendo daremos um passo importante para o título.

Sol, praia e suor para rubro-negros!


Apesar da ressaca no mar, a paisagem e o clima eram favoráveis a uma manhã de praia no Rio. Mas os jogadores do Flamengo não tiveram tanta sorte. Eles realizaram um puxado treino físico nas areias do Leblon. O preparador Ronaldo Torres promete que o suor trará benefícios: "Vamos chegar nesta reta final em ascensão na parte física. Pelo menos neste quesito será igual a 2007", diz, referindo-se à seqüência de jogos que garantiu ao Rubro-Negro a participação na Taça Libertadores.

A luta na parte de cima da tabela - 66 é o número de pontos para Libertadores


Confira a situação de cada time:

1º lugar - Grêmio
Pontos - 50
Chance de título - 36%
Chance de vaga na Libertadores - 89%
Jogos que faltam - Internacional (F), Botafogo (C), Santos (C), Portuguesa (F), Sport (C), Cruzeiro (F), Figueirense (C), Palmeiras (F), Coritiba (C), Vitória (F) e Ipatinga (F).

2º lugar - Palmeiras Pontos - 49
Chance de título - 39%
Chance de vaga na Libertadores - 89%
Jogos que faltam - Náutico (F), Atlético-MG (C), Figueirense (F), São Paulo (C), Fluminense (F), Goiás (C), Santos (F), Grêmio (C), Flamengo (F), Ipatinga (F), Vitória (F) e Botafogo (C).

3º lugar - Cruzeiro Pontos - 46
Chance de título - 14%
Chance de vaga na Libertadores - 68%
Jogos que faltam - São Paulo (F), Sport (C), Ipatinga (C), Atlético-MG (F), Atlético-PR (F), Grêmio (C), Goiás (F), Fluminense (F), Náutico (F), Flamengo (C), Internacional (F) e Portuguesa (C).

4º lugar - Flamengo Pontos - 43
Chance de título - 4%
Chance de vaga na Libertadores - 40%
Jogos que faltam - Sport (C), Náutico (F), Atlético-MG (C), Vasco (F), Coritiba (C), Vitória (F), Portuguesa (C), Botafogo (F), Palmeiras (C), Cruzeiro (F), Goiás (C) e Atlético-PR (F).

5º lugar - São Paulo Pontos - 43
Chance de título - 3%
Chance de vaga na Libertadores - 34%
Jogos que faltam - Cruzeiro (C), Ipatinga (F), Náutico (C), Palmeiras (F), Vitória (C), Botafogo (F), Internacional (C), Portuguesa (F), Figueirense (C), Vasco (F), Fluminense (C) e Goiás (F).

6º lugar - Botafogo Pontos - 42
Chance de título - 2%
Chance de vaga na Libertadores - 26%
Jogos que faltam - Fluminense (C), Grêmio (F), Vitória (C), Santos (C), Ipatinga (F), São Paulo (C), Atlético-MG (F), Flamengo (C), Goiás (F), Atlético-PR (C), Figueirense (C) e Palmeiras (F).

7º lugar - Vitória Pontos - 40
Chance de título - 1%
Chance de vaga na Libertadores - 14%
Jogos que faltam - Goiás (F), Portuguesa (C), Botafogo (F), Fluminense (C), São Paulo (F), Flamengo (C), Náutico (F), Atlético-MG (C), Atlético-PR (F), Grêmio (C), Palmeiras (C) e Vasco (F).

8º lugar - Coritiba Pontos - 40
Chance de título - 1%
Chance de vaga na Libertadores - 21%
Jogos que faltam - Atlético-PR (C), Internacional (C), Portuguesa (F), Goiás (C), Flamengo (F), Atlético-MG (C), Ipatinga (F), Náutico (C), Grêmio (F), Santos (C), Vasco (C) e Sport (F).

9º lugar - Goiás Pontos - 39
Chance de vaga na Libertadores - 10%
Jogos que faltam - Vitória (C), Fluminense (F), Internacional (C), Coritiba (F), Vasco (C), Palmeiras (F), Cruzeiro (C), Sport (F), Botafogo (C), Portuguesa (F), Flamengo (F) e São Paulo (C).

11º lugar - Internacional Pontos - 39
Chance de vaga na Libertadores - 9%
Jogos que faltam - Grêmio (C), Coritiba (F), Goiás (F), Atlético-PR (C), Atlético-MG (F), Náutico (C), São Paulo (F), Ipatinga (C), Santos (F), Fluminense (C), Cruzeiro (C) e Figueirense (F).

Risco de haver ao menos um carioca rebaixado no Brasileiro é de 90%

O Campeonato Brasileiro começa a chegar na reta final e a calculadora vira instrumento primordial na rotina dos técnicos, jogadores e torcedores. Seja para calcular as chances de levantar a taça, abocanhar a sonhada vaga na Libertadores ou ficar ligado no risco de ir para a Série B, é a hora da matemática invadir os gramados pelo Brasil. Os mais preocupados devem ser os torcedores cariocas, já que, segundo o matemático Tristão Garcia, há 90% de chances de ao menos um dos times deste estado ( Fluminense e vasco) estar entre os rebaixados. A probabilidade de a dupla Flu-vasco estar junta na Segundona em 2009 é de 32%

O número de pontos sonhado pelos clubes que lutam para se afastar das quatro últimas posições é 46, mas Garcia acredita que com 45 a equipe ainda tem chance de fugir da degola.

- Com 46, o time se livra sem dúvida. Com 45, já começou a escapar. Abaixo disso é possível, mas precisa ter sorte. Está mais fácil fugir do rebaixamento este ano. Nesta última rodada, por exemplo, a maioria dos times que estão em baixo perderam. Há 90% de chance de algum time do Rio de Janeiro estar entre os quatro últimos. No caso de dois times do Rio caírem juntos, a chance é de 32% - afirma.

O matemático disse ainda que há 99% de chance de um clube que já foi campeão brasileiro cair nesta edição.

- Existe 99% de chance de um campeão brasileiro cair (Fluminense, Vasco, Santos, Atlético-PR e Atlético-MG). Considero até o 12º lugar, o Atlético-MG.

Confira a situação de cada time:


20º lugar - Ipatinga
Pontos - 24
Risco de rebaixamento - 75%

Jogos que faltam - Vasco (C), São Paulo (C), Cruzeiro (F), Figueirense (F), Botafogo (C), Portuguesa (F), Coritiba (C), Inter (F), Sport (C), Palmeiras (F), Grêmio (C) e Fluminense (F).


19º lugar - Fluminense
Pontos - 25
Risco de rebaixamento - 69%
Jogos que faltam - Botafogo (F), Goiás (C), Atlético-PR (F), Vitória (F), Palmeiras (C), Figueirense (F), Vasco (C), Cruzeiro (F), Portuguesa (C), Inter (F), São Paulo (F) e Ipatinga (C).

18º lugar - Portuguesa
Pontos - 26
Risco de rebaixamento - 62%

Jogos que faltam - Santos (F), Vitória (F), Coritiba (C), Grêmio (C), Náutico (F), Ipatinga (C), Flamengo (F), São Paulo (C), Fluminense (F), Goiás (C), Sport (C) e Cruzeiro (F).


17º lugar - vasco
Pontos - 26
Risco de rebaixamento - 53%

Jogos que faltam - Ipatinga (F), Figueirense (C), Sport (F), Flamengo (C), Goiás (F), Atlético-PR (C), Fluminense (F), Santos (C), Atlético-MG (F), São Paulo (C), Coritiba (F) e Vitória (C).

16º lugar - Atlético-PR
Pontos - 27
Risco de rebaixamento - 55%
Jogos que faltam - Coritiba (F), Santos (F), Fluminense (C), Inter (F), Cruzeiro (C), Vasco (F), Sport (C), Figueirense (F), Vitória (C), Botafogo (F), Náutico (F) e Flamengo (C).

15º lugar - Figueirense
Pontos - 28
Risco de rebaixamento - 37%
Jogos que faltam - Atlético-MG (F), Vasco (F), Palmeiras (C), Ipatinga (C), Santos (F), Fluminense (C), Grêmio (F), Atlético-PR (C), São Paulo (F), Náutico (C), Botafogo (F) e Inter (C).

14º lugar - Santos
Pontos - 29
Risco de rebaixamento - 21%
Jogos que faltam - Portuguesa (C), Atlético-PR (C), Grêmio (F), Botafogo (F), Figueirense (C), Sport (F), Palmeiras (C), Vasco (F), Inter (C), Coritiba (F), Atlético-MG (F) e Náutico (C).

13º lugar - Náutico
Pontos - 29
Risco de rebaixamento - 22%
Jogos que faltam - Palmeiras (C), Flamengo (C), São Paulo (F), Sport (F), Portuguesa (C), Inter (F), Vitória (C), Coritiba (F), Cruzeiro (C), Figueirense (F), Atlético-PR (C) e Santos (F).

12º lugar - Atlético-MG
Pontos - 33
Risco de rebaixamento - 6%

Jogos que faltam - Figueirense (C), Palmeiras (F), Flamengo (F), Cruzeiro (C), Inter (C), Coritiba (F), Botafogo (C), Vitória (F), Vasco (C), Sport (F), Santos (C) e Grêmio (F).

‘Joguei abaixo do que eu posso’, reconhece o atacante Josiel

Na manhã desta terça-feira, o grupo do Flamengo participou de um treinamento físico na praia do Leblon. À tarde haverá uma atividade tática, na Gávea.

A relação entre torcida do Flamengo e centroavantes nos últimos anos é marcada por poucos aplausos e muitas vaias. E, em apenas dois jogos, Josiel experimentou uma dose moderada do segundo tipo de reação.

O jogador foi titular contra São Paulo e Ipatinga e teve atuações pouco convincentes. Domingo, ao ser substituído por Obina, teve a participação reprovada por boa parte dos 27 mil presentes no Maracanã.

O imediatismo da cobrança não o impressiona. Josiel foi artilheiro do último Campeonato Brasileiro, quando estava no Paraná, e sabe da responsabilidade que carrega.

- Compreendo (a reação da torcida) porque fui artilheiro. Joguei abaixo do que eu posso, mas potencial eu tenho. Só falta encaixar melhor. Não posso querer atropelar e achar que em dois jogos vou resolver tudo – diz o atacante.

Fla faz acordo com a TV Globo e negocia com estatal Petrobras.

Segundo informações extra-oficiais o contrato com a emissora foi aumentado em cerca de 50% e o clube tenta um reajuste significativo com a estatal de petróleo.

Flamengo e Petrobras abriram negociações no começo do ano, mas não chegaram a um acordo. Na época, cogitou-se até a possibilidade de ruptura da longa parceria de 24 anos.

O presidente flamenguista Márcio Braga tentou esse ano mudar o fornecdor de material esportivo, mas na justiça, a empresa que tem contrato até 2009 garantiu o direito de manter a aliança com o Flamengo.

Confira nota divulgada pelo presidente do Flamengo, Márcio Braga:

O Clube de Regatas do Flamengo assina hoje o contrato de transmissão das próximas temporadas do Campeonato Brasileiro com a Rede Globo de Televisão.

Após longa negociação, conquistas importantes devem ser ressaltadas como, por exemplo, a adoção de critérios técnicos para o rateio dos valores do pay-per-view (fidelização) e a reserva contratual para que o Flamengo desenvolva a FlaTV e ações promocionais com seus próprios patrocinadores.

Os valores pagos pela Rede Globo aumentaram em relação às temporadas anteriores e refletem o aquecimento econômico do mercado desportivo brasileiro nas áreas de publicidade e marketing.

O Clube de Regatas do Flamengo reconhece que a Rede Globo tem contruibuido significativamente para o desenvolvimento do futebol brasileiro e ainda pode contribuir muito mais. O preço pago é justo, em especial pela exclusividade da transmissão, que garante o padrão Globo de qualidade aos torcedores e aos clubes.

Agora é a hora de negociar o contrato de patrocínio em valores de mercado. O contrato com o patrocinador oficial (Petrobras) se encerra em dezembro deste ano.

O Clube de Regatas do Flamengo vem conversando sobre a renovação há seis meses e deseja fazê-lo a preço de mercado, por isso, em deferência especial aos 24 anos de relacionamento, o Clube ofereceu preferência ao patrocinador com 100 dias de antecedência ao término do contrato para que possa discutir outras propostas somente após a palavra final da Petrobras.

Caio espera que Fierro melhore com o tempo

A posição do meia-atacante Fierro na sua estréia pelo Flamengo contra o Ipatinga surpreendeu. O jogador atuou aberto pela direita, praticamente na posição de Leonardo Moura, que teve de ficar preso na defesa para ajudar a marcar. Mas, mesmo com liberdade, o chileno não conseguiu se destacar.

Coloquei o Fierro para ganhar mais o meio-de-campo. Ele entrou com vontade, recebeu diversas bolas, mas poderia ter executado melhor as jogadas. Ele acabou errando alguns passes e cruzamentos. Como foi apenas a estréia, sabemos que ele vai melhorar. Ele ainda vai alcançar o melhor ritmo de jogo – afirmou o técnico Caio Júnior.

Fierro entrou no intervalo no lugar de Everton e teve 45 minutos para mostrar serviço ao treinador e à torcida rubro-negra.

Técnico do Fla admite responsabilidade pelo título brasileiro

Em todo jogo no Maracanã, a torcida do Flamengo estende na grade de proteção da arquibancada a já famosa faixa "O Brasileiro é obrigação". A exigência já foi, inclusive, alvo das críticas de alguns jogadores, mas conta com o consentimento do técnico Caio Júnior.

"O clube investiu e tem um bom elenco. Por isso, temos sim a obrigação de disputar o título. Se vamos ganhar, ou não, é uma outra história, pois isso pode ser decidido nos detalhes. Mas temos de lutar por esse objetivo até a última rodada", frisou o treinador.

Caio disse ainda que entende as vaias da torcida após a magra vitória (1 a 0) sobre o Ipatinga, domingo, no Maracanã. Ele assegurou que a realidade será outra no jogo contra o Sport, sábado, também no Maracanã.

"A torcida é exigente. Quer o título e quer ver o time jogando bem. Entendo o torcedor e eles podem ter certeza de que vamos fazer de tudo para que o próximo jogo seja muito melhor", afirmou, em entrevista à Rádio Brasil.

A segunda-feira está sendo de folga para o elenco rubro-negro. Todos voltam ao trabalho somente nesta terça pela manhã, na Gávea. Com 43 pontos, o time é o quarto colocado do Brasileiro. O líder Grêmio soma 50. Em seguida aparecem Palmeiras, com 49, e Cruzeiro, com 46.

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!