Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 4 de outubro de 2008

Fla e Corinthians largam mal na Superliga

Os representantes brasileiros não conseguiram uma boa colocação no grid de largada da etapa da Bélgica da Fórmula Superlegue. Neste sábado, no circuito de Zolder, o piloto Tuka Rocha classificou o carro do Flamengo na 13ª posição. Já Antônio Pizzonia, que compete pelo Corinthians, vai largar no 15º lugar. A pole position ficou com Paul Meijer, do Borussia Dortmund, da Alemanha.

A previsão metereológica para este domingo aponta que a corrida será disputada sob chuva. Para Pizzonia, esse fator pode ajudar os brasileiros na briga pelas primeiras colocações.

- Como a previsão para amanhã (domingo) é chuva, creio que terei condições de passar, mesmo com eventual problema de visibilidade. No seco, nesta pista é muito difícil de ultrapassar - disse o brasileiro.

Veja o grid de largada para a corrida da Bélgica:

1º- Borrussia Dortmund (Alemanha)
2º- Anderletch (Bélgica)
3º- Liverpool (Inglaterra)
4º- Sevilha (Espanha)
5º- Beijing Gouan (China)
6º- Porto (Portugal)
7º- Milan (Itália)
8º- Atlético de Madrid
9º- Tottenham Hotspur (Inglaterra)
10º- Basel (Suíça)
11º- Galatasaray (Turquia)
12º- Glasgow Rangers (Escócia)
13º- Flamengo (Brasil)
14º- Roma (Itália)
15º- Corinthians (Brasil)
16º- Olympiacos (Grécia)
17º- Al Ain (Emirados Árabes Unidos)
18º- PSV Eindhoven (Holanda)

Torcida do Fla aponta o sonho

Nordestinos comparecem aos Aflitos para empurrar o Rubro-Negro na tentativa do hexa


A torcida do Flamengo usou parte dos Aflitos para pedir o presente de 2008. Na parte da arquibancada do estádio do Náutico onde há a inscrição “hexa é luxo” – referência à seqüência de títulos pernambucanos do Timbu – os rubro-negros aproveitaram para imaginar um fim de ano feliz. Para seguir em boas condições de realizar o desejo da torcida, o Fla, quarto colocado, duela com o Náutico às 18h20m. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

Estádio dos Aflitos - Náutico - Recife


Capacidade: 23.000
Dimensoes do Gramado: 110m x 70m

Descrição: Nome Oficial: Estadio Eladio de Barros Carvalho - Aflitos
Endereco: Av. Conselheiro Rosa e Silva, 1086 - Recife (PE)
Inauguracao: 25/06/1939
Proprietario: Clube Náutico Capibaribe

Ficha Técnica:

Náutico x Flamengo

Estádio: Aflitos, Recife (PE)
Data: 04/10/2008
Hora: 18h20 (de Brasília)


Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes (Fifa-SP)
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN)

Náutico: Eduardo, Vágner, Adriano e Everaldo; Ticão (Ruy), Hamilton, Derley, Valdeir e Alessandro; Kuki e Clodoaldo.
Técnico: Roberto Fernandes.

Flamengo: Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Toró, Kleberson e Ibson; Marcelinho Paraíba e Vandinho.
Técnico: Caio Júnior

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Flamengo agradece hospitalidade do Sport


Depois de calorosa recepção por parte dos torcedores nordestinos na noite da última quinta-feira, no aeroporto de Guararapes, em Recife, a delegação do Flamengo foi mais uma vez bem recebida, agora pelos dirigentes do Sport, na Ilha do Retiro, onde o elenco carioca fez último treinamento antes de enfrentar o Náutico, no próximo sábado, no Estádio dos Aflitos.

Segundo o vice-presidente do Sport, José Alves Oliveira Sobrinho, a equipe da Gávea merece todo respeito do clube pernambucana e sempre será muito bem-vindo na cidade, em retribuição ao tratamento recebido quando esteve no Rio de Janeiro.

"O Sport foi muito bem recebido no Rio de Janeiro por todos do Flamengo. Essa rivalidade pelo titulo brasileiro de 1987 fica só para as torcidas. Fora de campo, a gente respeita muito o Flamengo e suas conquistas. Sempre que o Flamengo vier à Recife, o Sport estará de portas abertas para recebê-lo", afirma José Alves.

O gerente de futebol do Flamengo, Isaías Tinoco, retribuiu carinho afirmando que o campo da Gávea sempre estará à disposição do Sport quando o clube for à capital fluminense.

Sport fecha a Ilha, e torcida do Fla não perdoa: ‘Pentacampeão’

Por precaução, o Sport fechou o treino do Flamengo na Ilha do Retiro, nesta sexta-feira. A medida, que tinha como objetivo evitar possíveis provocações dos torcedores do Leão aos cariocas, gerou protestos dos flamenguistas que desejavam assistir à atividade.

- Partiu da nossa diretoria a decisão de não abrir. Poderia haver protestos por causa da rivalidade de 1987. E para nós, 1987 tem de ficar no passado. Fomos muito bem tratados no Rio na semana passada e queremos retribuir – diz o diretor de patrimônio do Sport, José Alves.

Quase simultaneamente à explicação, cerca de 40 torcedores do Fla se posicionaram em frente a um dos portões principais do estádio e começaram a cantar os gritos de incentivo ao time. Para provocar o Sport, puxaram o coro de “pentacampeão”.

O lateral-esquerdo Juan ouviu a manifestação enquanto participava do treino recreativo. Ele lamentou a opção por deixar os torcedores fora da Ilha.

- Seria legal se eles pudessem assistir e passar este incentivo para a gente – diz o lateral.

Apesar do problema, vale lembrar que o Flamengo não enfrenta o Sport, mas sim o Náutico, neste sábado, no Recife. A partida acontece às 18h20m. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

Náutico x Fla: nenhum dos dois pode pensar nem em empatar


Timbu precisa dos três pontos para escapar das últimas posições. Flamengo sonha com o título e vitória.

Jogo duro:
Náutico, 13º lugar no Brasileiro. Objetivo principal: escapar do rebaixamento.
Do outro lado, o Flamengo, quarto colocado na tabela. Alvo: o título do torneio.
Pois bem. Se desejam seguir firmes e fortes com seus propósitos, os dois times têm de fazer as lições de fim de ano no duelo deste sábado, às 18h20m, nos Aflitos. A partida será transmitida pelo Premiere Esportes e terá acompanhamento em Tempo Real no GLOBOESPORTE.COM, a partir de 18h.


Um postulante à primeira posição não pode se contentar apenas com triunfos diante de sua torcida. E por mais que os rubro-negros tenham demonstrado força no Recife, o estádio terá maioria de adeptos do Timbu.

O Flamengo tem 46 pontos e uma rodada teoricamente complicada pela frente. Além de jogar fora do Maracanã, os adversários que estão à frente atuam em casa. O Palmeiras duela com o Atlético-MG e o Grêmio recebe o Botafogo. O Cruzeiro jogou na quinta e derrotou o Sport por 1 a 0. Portanto, para evitar perder contato com os líderes, só resta aprender a nova obrigação: ganhar três pontos como visitante.

- Quem deseja ser campeão precisa vencer fora de casa. Sabemos que será um jogo complicado, mas temos que pensar somente na vitória. Vencer fora de casa no Brasileirão é fundamental para chegar ao topo da tabela. O Flamengo está pronto para superar todas as adversidades. Treinamos bem durante a semana e estamos prontos para fazer uma boa partida – declara o lateral-esquerdo Juan.

Juan: 'Os times daqui acham que gramado ruim ganha jogo'

Lateral-esquerdo critica ‘armas’ dos clubes pernambucanos. Jogadores do Fla gostariam que a CBF tomasse alguma atitude

Há quem avalie como exagerada a preocupação doFlamengo com o gramado dos Aflitos, considerado um dos piores do Brasil. Porém, todos os jogadores rubro-negros não deixam de reclamar das condições do campo em que vão entrar neste sábado, para o jogo das 18h20m.

Juan aumentou a lista dos insatisfeitos. Ele lembrou que a Ilha do Retiro, estádio do Sport, também tem um piso irregular e cogitou a possibilidade de isso ser um “trunfo” para as equipes pernambucanas.

- O time, a torcida e o gramado são as grandes armas do Náutico. Os times daqui acham que gramado ruim ganha jogo – declara o lateral-esquerdo da seleção brasileira.

Na primeira visita, neste ano, o Flamengo se deu bem e venceu o Sport por 2 a 1, na Ilha. Obina fez os dois gols. Apesar disso, não é raro ouvir jogadores comentando internamente que jogos em gramados tão ruins deveriam ser proibidos.

- Deveria haver algum tipo de fiscalização para o jogo ficar mais bonito - analisa o goleiro Bruno.

Em quarto lugar, o Flamengo visita o Náutico neste sábado às 18h20m. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real a partir de 18h. O Premiere transmite o duelo.

Torcida Fla-Recife tem até sede própria

São apenas cinco meses de existência, mas a Fla-Recife, que foi fundada em abril, se diz a única torcida organizada com sede própria fora do Rio de Janeiro. Ela está orgulhosa por estar prestes a receber o título de representante oficial do clube pelo projeto Embaixadas da Nação.

Desde o último dia 14, ela ganhou uma sede. São 80 integrantes cadastrados que ajudam com contribuições financeiras.

– Nós estamos em contato direto ou pelo orkut com várias outras torcidas do Fla no Brasil. Pelo o que vejo, somos a única com sede própria. As outras costumam se reunir para assistir aos jogos em bares. Optamos por investir nisso e, a cada jogo, são uns 60 rubro-negros unidos aqui - conta o diretor Marco Quintanilha.

A torcida guarda um detalhe curioso: não aceita a filiação de qualquer torcedor. A preocupação em evitar qualquer tipo de manifestação de violência e tornar o ambiente sempre familiar são os ideais que ela procura seguir. Tanto que abriu mão de comprar os tradicionais instrumentos de bateria para ter a sede.

– Assistir jogo em bar estava se tornando um programa perigoso. Quase saiu briga num jogo por conta da rivalidade local – explicou vice presidente, César Ribeiro

Fla-Recife promete apitaço nos Aflitos

O espaço que a torcida do Flamengo terá nos Aflitos é apenas 10% da capacidade do estádio. A maioria da arquibancada será mesmo do Náutico. Mas os cerca de dois mil torcedores rubro-negros prometem fazer muito barulho neste sábado. Só a Fla-Recife, por exemplo, comprará mil apitos para distribuir durante o jogo. Além dela, outras torcidas como a Fla-Fortal, Fla-Bahia, Fla-Natal, Fla Manguaça-RN, Fla-Glória (de Sergipe) e Raça-Fla de Maceió já confirmaram presença.

– Tudo será feito para que o Flamengo se sinta em casa – disse Marcos Quintanilha, diretor da Fla-Recife.

E, com certeza, o Flamengo tem motivos para se sentir assim em Pernambuco. O simples fato de ser uma cidade nordestina já lhe dá essa condição. Afinal, são cerca de 12 milhões de rubro-negros no Nordeste todo (ou 23,8%) segundo pesquisa feita pelo Ibope em 2003. O Corinthians aparece na segunda posição, com 8,7%.

Por aqui, porém, as três maiores torcidas são do Sport, Santa Cruz e Náutico. O Flamengo aparece logo na quarta posição. Mas este não é o único fator para que o time se sinta em casa, em Recife. Pra começar, o desembarque da delegação rubro-negra no início da madruga foi calorosa. Algumas dezenas de torcedores recepcionaram o time no aeroporto.

Mas durante a tarde foi possível perceber que o Flamengo desperta os sentimentos de rivalidade – muitos do Sport, que ainda discute com o Fla quem foi o campeão do Brasileiro de 87 – e amor dentro da cidade.

Enquanto o LANCE! fotografava os integrantes da Fla-Recife, na praia de Boa Viagem (um dos cartões postais da cidade), muitos carros passaram buzinando. A maioria para provocar os rubro-negros. Mas uma parte para manifestar sua paixão.

A cena chamou tanta atenção de quem passava, que os moradores de um prédio na orla também participaram: uma família numa varanda começou a gritar e acenar com bandeiras e camisas do Fla.

Mesmo tendo apenas 2.600 lugares nos Aflitos, a torcida do Flamengo promete incomodar.

Caio Júnior recebe incentivo de Marcelo Faria

Logo após o almoço, o técnico Caio Júnior recebeu a visita do ator Marcelo Faria, no saguão do hotel onde o Flamengo está hospedado, no Recife.

Marcelo está na capital pernambucana para encenar a peça "Dona Flor e seus dois maridos", na UFPE. Depois de cumprimentar o técnico flamenguista, o ator prometeu comparecer ao estádio dos Aflitos neste sábado, às 18h20m, para apoiar.

- Sou Flamengo de verdade, de ir ao Maracanã em todos os jogos.

Aproveitei que a delegação está aqui e vim dar uma força. Vou ao estádio torcer. Tenho espetáculo às 21h, mas saio no meio do segundo tempo para dar tempo - diz Marcelo.

Jogadores rubro-negros aproveitam a manhã para descansar

Mesas vazias e silêncio. A manhã de sexta-feira do FLAMENGO no Recife foi de descanso. Depois de desembarcarem com festa no fim da noite de quinta , os jogadores dormiram até tarde.

Apenas o zagueiro Jaílton e o atacante Marcelinho Paraíba apareceram para tomar café da manhã. Os demais permaneceram nos quartos à espera do almoço, que começa ao meio-dia.

O Flamengo treina às 16h, na Ilha do Retiro(Sport), visando ao jogo contra o Náutico, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real o duelo, que começa às 18h20m.

Qual a melhor camisa?





Qual a alternativa correta?

Resposta: a,b,c,d,e

Delegação do Fla desembarca no Recife com festa e ônibus cercado

Rubro-negros de Recife foram receber calorosamente os jogadores do Flamengo

Já passava de meia-noite quando a delegação do Flamengo apareceu no portão de desembarque do aeroporto de Guararapes, no Recife. Teoricamente, seria uma chegada normal.
Mas, centenas flamenguistas mudaram o panorama. Enquanto desciam as escadas rolantes, os jogadores escutaram o “Tema da vitória”.

- E essa galera aí? Por isso que é a melhor torcida do Brasil – diz o goleiro Bruno.

Os integrantes da Fla Recife pediram fotos e autógrafos dos atletas. O argentino Sambueza se impressionou.

- É fantástico. Dá muito mais vontade de vencer os jogos para recompensá-los – diz o apoiador.

Antes de o ônibus deixar o aeroporto, torcedores cercaram o veículo para cantarolar músicas de incentivo.

Fabio Luciano foi um dos jogadores rubro-negros mais assediados

Durante o vôo

Se fora do avião, os jogadores encontraram uma multidão para recepcioná-los, dentro dele, silêncio quase absoluto, cochilo da maioria e baralho para alguns. O capitão Fábio Luciano preferiu aproveitar as horas no ar para adiantar a leitura de um livro sobre o mercado de ações americano.

Antes do embarque, porém, o grupo aproveitou para implicar com o roupeiro Babão. Figura folclórica nos bastidores do Rubro-Negro, ele é conhecido por sua sisudez. Logo que tentou entrar, acabou barrado pelos funcionários da companhia aérea. Foi a senha para os jogadores iniciarem os deboches.

- Não deixa não, Babão – gritou Angelim.

Responsável pela delegação, o gerente de futebol Isaías Tinoco já estava dentro da aeronave quando foi “alertado”.

- Poxa, professor. Você largou o Babão sozinho lá fora – brincou Ibson.

Com tudo resolvido, o roupeiro colocou a mala no bagageiro e caiu no sono. Após o desembarque, os jogadores seguiram para o hotel, no bairro da Boa Viagem, onde realizaram a ceia antes de dormir. Nesta sexta-feira, eles treinam na Ilha do Retiro visando ao jogo contra o Náutico, sábado, às 18h20m, no estádio dos Aflitos.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Jogadores relaxam antes da viagem

Obina, Ibson e Vandinho mostram descontração no aeroporto no Rio


Enquanto aguardava o embarque para Recife, onde o Flamengo enfrenta o Náutico, sábado, pelo Brasileirão, Obina ficou um bom tempo falando com familiares ao celular. O clima entre os jogadores era muito bom, mesmo com uma pressão por uma vitória fora de casa


Ibson e Vandinho se divertiram na internet com um computador portátil no aeroporto

Caio pensa na Libertadores, mas, por enquanto, só quer falar de título

Em 2007, faltando 11 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, na Gávea só se falava em vaga na Libertadores, nas chances que o time tinha. Este ano, em quarto lugar, a história é parecida, mas o sonho é bem mais alto: o título. Para o técnico Caio Júnior, uma vaga na principal competição continental é uma realidade, mas ele quer falar mesmo é sobre as chances de a equipe levantar a taça.

- Pelo que se encaminha, a classificação para a Libertadores é muito possível. Mas a nossa mira tem que ser o título. É para isso que temos trabalhado tanto.

O treinador tem tentado mexer com os brios de seus jogadores a cada jogo, para que o time não pense num adversário antes de enfrentar o outro. Caio trabalha com metas e acha que o Flamengo pode se fortalecer ainda mais se vencer o Náutico nos Aflitos, neste sábado.

- Se conseguirmos uma vitória, vamos voltar ao Rio com moral. Nossa torcida estará motivada e certamente vai lotar o Maracanã, pois temos três jogos seguidos em casa (Atlético-MG, vasco e Coritiba).

Tropa de elite rubro-negra está de volta

A necessidade de vencer o Náutico em Recife e a lesão de Everton fizeram com que Caio Júnior promovesse o retorno de Toró ao time titular. A intenção é dar liberdade a Ibson e Kleberson. Mas, automaticamente, ele remonta uma das formações da famosa Tropa de Elite, que deu a arrancada no Brasileiro de 2007 e conquistou a vaga na Libertadores desse ano.

A única diferença do quarteto usado na reta final do Brasileiro é a saída de Cristian, hoje no Corinthians, e a entrada de Kleberson. Apesar disso, a estrutura do time em campo é basicamente a mesma.

Toró sabe disso, mas evita qualquer tipo de comparação entre a equipe de Joel e a de Caio.

– Joel Santana trabalha de uma maneira, e Caio Júnior, de outra. São momentos diferentes. Por isso não dá para fazer comparações – afirmou Toró.

Nem mesmo fato de ser integrante da Tropa faz com que ele saia em defesa dela. Ao contrário, ele prefere elogiar a qualidade de todo o batalhão.

– O Flamengo em si é todo uma Tropa de Elite. A galera está toda focada para conquistar esse título – disse o cabeça-de-área.

A mesma união também é demonstrada por Bruno.

– Toró é um jogador de qualidade e vai entrar e nos ajudar. Ele tem o nosso apoio e toda a nossa confiança – elogiou o goleiro.

Mas se no ano passado a Tropa de Elite funcionou com Souza na comissão de frente, desta vez a situação é diferente já que Vandinho formará dupla com Marcelinho Paraíba. Em 2007 o ataque reclamava que faltava chegar mais bolas. Agora não existe mais isso.Pelo menos Vandinho garante que não faltará munição.

– A bola está chegando. E vai continuar assim. O que falta é chutarmos mais a gol. O próprio Caio disse que estamos tocando bem a bola. Temos de arriscar mais, pois uma hora a bola entrará – disse o atacante, que é um dos mais novos membros da Tropa.

Vencer o Náutico nos Aflitos é uma batalha tão difícil que fez Caio Júnior reviver o passado. Nada mais normal do que privilegiar a força de quem já conseguiu e promete repetir a dose: colocar a Tropa na elite do Brasileirão.

Botafogo x Fla pode mesmo ser no Maracanã

Após o quebra-quebra promovido pela torcida do Fluminense na partida de domingo, danificando 352 cadeiras do setor Sul - cujo conserto custou R$ 30 mil ao Botafogo - alguns dirigentes do clube já cogitam que o clássico contra o Flamengo, em 9 de novembro, seja realizado mesmo no Maracanã, para haver mais lucro.

A complicada situação financeira do Botafogo, que deve dois meses de salários aos jogadores, atingiu também os torcedores. Mesmo com os ingressos sendo vendidos a R$ 2,00, apenas 10.864 pagantes, ontem no Engenhão .




Náutico realiza mais um treino secreto


Para não dar chances ao Mengão, o treinador do Náutico, Roberto Fernandes, comandou mais um treino secreto no centro de treinamento do Timbu. Nesta quarta-feira, o time realizou trabalhos em dois períodos, mas apenas na parte da tarde foi aberto à imprensa.

Mesmo assim, o treino foi regenerativo, sem que se conhecesse o time que enfrentará o Flamengo, neste sábado, nos Aflitos. Certo mesmo é a ausência do atacante Felipe entre os titulares. Segundo Roberto Fernandes, é uma tática para surpreender o adversário no segundo tempo, já que Felipe desponta como atacante decisivo.

– Geralmente os gols saem entre os 15 minutos iniciais e últimos 15 minutos de jogo, e como Felipe é um jogador de explosão, velocista e com boa pontaria, ele se torna uma arma para o Náutico no segundo tempo. Não tenho uma equipe que segure o resultado desde o início, por isso, adotei esta tática – comentou Roberto Fernandes.

Provavelmente, o Náutico deverá permanecer com o time que empatou sem gols com o Palmeiras no último domingo, com Kuki e Gilmar no ataque. Mas Clodoaldo corre por fora e pretende recuperar sua posição que era ao lado de Kuki.

Gramado dos Aflitos segue na polêmica

A partida de sábado contra o Náutico, em Recife é encarada no Flamengo como decisiva para a conquista do hexa. O Rubro-Negro terá que encarar o péssimo gramado do estádio dos Aflitos.


O atacante Vandinho que tem experiência pela série B, sabe das dificuldades e espera aproveitar as chances para poder matar o jogo.

O campo dos ''Aflitos'' é muito parecido com vários da série B, vai ser ruim tanto para a gente quanto para eles( jogadores do Náutico). Será uma partida muito difícil, diz o atacante.

Com nova chance entre titulares, Toró espera agarrar oportunidade

Toró já tinha sido confirmado pelo técnico Caio Júnior como o substituto de Everton visando o confronto do Flamengo com o Náutico, neste sábado, nos Aflitos, e nesta quarta-feira ele participou de todo o coletivo vencido pelos titulares. O meio-campo mostrou-se muito feliz com seu retorno ao time.


"Me sinto pronto para esta partida. Será um jogo importante para o Flamengo e estou aqui para ajudar. Aqui no clube não existe vaidade, eu sempre treinei forte, me dedicando, para corresponder na hora que o treinador precisar. Vou encarar o jogo com toda seriedade possível para tentar agarrar essa chance", declarou o jogador, que ressaltou o bom momento vivido pelo rubro-negro.

"É sempre bom voltar ao time quando ele está vencendo e, para mim em especial, é um momento de reafirmação. O grupo tem muita qualidade e quero mostrar o meu potencial", acrescentou.

Em quarto lugar no Brasileiro, com 46 pontos, quatro a menos que o líder Palmeiras, a equipe comandada por Caio Júnior terá pela frente um adversário dos mais encardidos. Os pernambucanos estão em 13º lugar e ainda lutam para fugir das últimas posições. Somado a isso, o gramado do estádio dos Aflitos sempre é alvo de reclamação dos jogadores.

"Nessa competição não tem jogo fácil e time bobo. Precisamos dar a vida lá em Recife. Será um jogo complicado, já que o Náutico é muito difícil de ser batido jogando nos Aflitos. O campo é muito irregular e dificulta bastante. Mas time que deseja ser campeão não pode escolher adversário, campo e horário", opinou.

Na atividade realizada nesta tarde, na Gávea, o time titular formou com Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Ibson, Toró e Kléberson; Marcelinho Paraíba e Vandinho.

Fla estica prazo e agenda reunião final com patrocinador


No vôo entre Brasília e Rio de Janeiro, o presidente Marcio Braga viu a situação entre Flamengo e Petrobras ganhar uma sobrevida. Na caixa postal de seu celular, o dirigente encontrou um recado do diretor da empresa, Wilson Santa Rosa.
Os dois marcaram uma reunião na próxima semana. Em pauta, a continuidade ou o fim da relação de 24 anos. Marcio Braga adotou um discurso conciliador, mas fez ressalvas.

- Estendemos o prazo. Confesso que sou Petrobras Futebol Clube porque é uma das maiores empresas do mundo. Mas farei o rompimento se não pagarem o justo preço (o clube quer R$ 20,6 milhões). Não temos o maior contrato do Brasil e precisamos rever isso. Não vivemos só de honras e glórias. Preciso de dinheiro para pagar o nosso pessoal.

Nesta quarta-feira, a Petrobras divulgou um comunicado informando que ainda não dava a relação com o Flamengo como encerrada e avisou que cobraria a multa de R$ 1,6 milhão porque os atletas da ginástica olímpica não utilizaram o logotipo da empresa no Campeonato Brasileiro. A diretoria rubro-negra admite a falha.

Bruno: ‘Gramado dos Aflitos é horrível’


Jogadores do Flamengo concordam. Clube tem bom retrospecto neste Brasileiro em campos com condições ruins

Em votação realizada pelo programa Globo Esporte, os capitães dos times da Série A elegeram o gramado dos Aflitos como o pior do Brasileirão. E, no Flamengo, a opinião é compartilhada pela maioria dos jogadores.

O GLOBOESPORTE.COM fez uma enquete com 11 atletas. Seis deles escolheram o campo do Náutico como o mais ingrato da Primeira Divisão. Logo atrás aparece o Ipatingão, com quatro citações. A Ilha do Retiro teve um voto solitário.

Curiosamente, o Rubro-Negro se deu bem nos outros campos criticados. Neste ano, visitou e derrotou Sport (2 a 1) e Ipatinga (3 a 1). O goleiro Bruno dá o alerta para os companheiros evitarem a desculpa do “gramado ruim”.

- O gramado dos Aflitos é horrível. Treinamos lá antes de enfrentar o Sport e as condições são precárias. Mas temos de jogar na raça, com bolas altas – diz o camisa 1 rubro-negro.

O Flamengo viaja nesta quinta-feira para Recife. A partida contra o Timbu acontece no sábado, às 18h20m.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Adeus vasquinho...

Aniversário da Fla-Minas

Vida longa à Fla Minas!

A Fla-Minas de Três Pontas completa hoje 5 anos e seus componentes se preparam para comemorar com os companheiros do Rio de Janeiro no dia 11, jogo Flamengo x Atlético MG, no Maracanã.

Urubuzada apresenta Bloco Carnavalesco


Convite

Convocamos todos os associados e simpatizantes para a apresentação do Bloco Carnavalesco Urubuzada, visando mais um show no carnaval 2009.

Data: 4/10 – sábado

Horário: 12 h

Quadra do Badalo de Sta. Teresa

Local: rua Paraiso 43 – Sta. Teresa(próximo ao Largo das Neves)

Demais atrações:

Telão para assistir a partida entre Náutico x Flamengo

Churrasco liberado

1° Torneio de futebol da Urubuzada

Contamos com sua presença!

Saudações rubro-negra

Responsabilidade

Responsabilidade significa a obrigação de responder pelas próprias ações pressupondo que as mesmas estejam apoiadas em razões ou motivos.

A lamentar que o senhor Edmundo Santos Silva não esteja aqui para responder pelo processo movido pelo Clube Atlético de Madrid SAD,
quando da contratação do atleta GAMARRA em 13 de julho de 2000, e pela ausência de pagamento dos débitos relativos aos direitos federativos do referido atleta na ocasião.

O FLAMENGO foi condenado a pagar R$ 6.450.194,04 (seis milhões quatrocentos e cinqüenta mil, cento e noventa e quatro reais e quatro centavos), a sentença determinando o bloqueio dos créditos de patrocínio da Petrobras, o que traria diversos transtornos não fosse a habilidade do Departamento Jurídico do CRF em negociar o parcelamento da dívida deixada pelo senhor Edmundo Santos Silva, em 16 vezes, parcelamento este que já está sendo pago.

Sendo assim, cabe ressaltar que uma gestão de sucesso só se dá quando é feita com RESPONSABILIDADE e que a atitude da Diretoria atual em
solucionar os problemas de gestões anteriores tem sido intensa na busca de um futuro melhor para o FLAMENGO.

Por fim, tenham certeza que o FLAMENGO é muito grande e sempre vencerá!

Rio de Janeiro, 1 de outubro de 2008

A Diretoria

Clube de Regatas do Flamengo

Time titular é ‘campeão’ de triangular

O primeiro coletivo do Flamengo na semana foi diferente. Em vez de dois times, o técnico Caio Júnior dividiu o elenco – com auxílio de alguns juniores - em três equipes. E os titulares não decepcionaram.

Venceram os dois duelos e sagraram-se “campeões” do mini-torneio. Caio Júnior confirmou o que dissera e escalou a equipe com Toró no meio-campo e Vandinho no ataque.

- Estava tranqüilo esperando a oportunidade. O professor Caio me avisou que chegaria o meu momento - afirma Toró.

Na primeira parte, os titulares venceram o time de colete amarelo por 1 a 0, gol de Marcelinho Paraíba. O time encontrou dificuldades nas jogadas pelo meio, e a defesa por pouco não sofreu dois gols de Fernandão – um deles em belo voleio. No fim, Juan cruzou da esquerda e Marcelinho assegurou a vitória.

As laterais foram a saída para derrotar a equipe de azul. Leo Moura e Juan fizeram os gols da vitória por 2 a 0. Nesta parte, Caio Júnior fez duas modificações e trocou Angelim e Vandinho por Fierro e Obina.

Depois dos triunfos, os titulares foram liberados enquanto os times de amarelo e azul se enfrentaram.

Titulares: Bruno; Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim (Fierro); Leo Moura, Toró, Ibson, Kleberson e Juan; Marcelinho Paraíba e Vandinho (Obina).

Time amarelo: Diego; Leonardo, Vinícius Colombiano e Dininho; Davidson, Erick Flores, Fierro, Fernando e Eltinho; Obina e Fernandão.

Time azul: Marcelo Lomba; Thiago Sales, Aírton e Lucas; Luizinho, Jônatas, Sambueza, Maxi e Diogo; Paulo Sergio e Josiel.

Ingressos para Náutico e Flamengo estarão disponíveis nesta quinta

Os ingressos para a partida entre Náutico e Flamengo deste sábado, às 18h20m (de Brasília), nos Aflitos, pela 28ª rodada do Brasileirão, começam a ser vendidos a partir desta quinta-feira, às 8h, em Recife.

A torcida do Timbu poderá adquirir os ingressos em quatro localidades:
Estádio dos Aflitos, Banca Globo e as lojas Carol Esportes (Boa Viagem) e Futebol do Brasil (Areias).
Os preços variam entre R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudantes) para a arquibancada.

Já os rubro-negros terão de desembolsar R$ 40 (inteira) ou R$ 20 (estudantes).

Estatal "estranha" prazo para renovar contrato com Fla

Com a possibilidade de se encerrar uma parceria de 24 anos, a estatal Petrobras divulgou uma nota oficial, nesta quarta-feira, explicando a sua atual situação com o Flamengo. Segundo a empresa petrolífera, é "estranha" a posição do clube carioca em estabelecer um prazo para a aprovação de um novo contrato de patrocínio para o ano que vem - o vigente se encerra em janeiro de 2009.

"(Sobre o prazo dado pelo Flamengo para aprovação da nova proposta para 2009), a Petrobras estranha tal posição, já que o atual contrato está em vigor e com pendências a serem resolvidas", diz um trecho da nota. Tais diferenças, de acordo com a estatal, se referem a uma multa de 10% do valor do patrocínio (cerca de R$ 1,6 milhão).

"(A multa) foi motivada pela ausência da marca da Petrobras no uniforme de competição da equipe de ginástica artística (do Flamengo), durante o Campeonato Brasileiro da modalidade, ocorrido em maio, na cidade de Maceió", diz a nota.

"Este fato e outros em análise motivaram a reprovação do relatório de comprovação do cumprimento das contrapartidas apresentado pelo Flamengo. Não existe qualquer interesse em reter pagamentos por parte da Petrobras, e sim que os compromissos contratuais sejam cumpridos e que as obrigações legais sejam respeitadas".

"A pendência existente no pagamento será regularizada, deduzindo-se o valor da multa já citada, assim que as situações de descumprimento das contrapartidas contratuais forem regularizadas e a Certidão Negativa de Débito da Secretaria Municipal de Fazenda for apresentada pelo Clube de Regatas Flamengo", completa.

A Petrobras também nega qualquer débito contratual com o Flamengo. "Em março do corrente ano, quando da assinatura do contrato de patrocínio, foi paga a primeira parcela correspondente a 50% do valor total previsto, ficando o restante a ser pago em seis parcelas iguais, a partir do sexto mês do contrato, ou seja, setembro".

"(A Petrobras) propôs e foi aceito pelo Flamengo um aditivo contratual, para que todo o valor fosse desembolsado durante o ano de 2008, uma vez que as contrapartidas negociadas com o clube são válidas somente até o final deste mesmo ano. Com isso, o cronograma de pagamento foi regularizado dentro do período de julho a dezembro".

"Lamentamos qualquer mal-entendido que possa estar atrapalhando uma parceria de 24 anos, fato inédito na história do futebol brasileiro. Uma grande marca com um grande clube", encerra o comunicado da Petrobras.

A rubro-negra Sabrina Sato

As atenções do Flamengo ficaram divididas nesta quarta-feira. Enquanto o time principal treinava, Sabrina Sato roubou a atenção em outro ponto da sede. A apresentadora recebeu um kit do marketing rubro-negro, participou de uma matéria para o canal oficial do clube e declarou-se uma torcedora dividida: "Eu gosto de time grande. Em São Paulo, sou corinthians e no Rio sou Flamengo".

Fla se prepara para jogo de força

A escalação de Toró no meio-campo do Flamengo não é à toa. Além do "merecimento" do volante durante os treinos, a estratégia do técnico Caio Júnior de povoar a intermediária defensiva tem um outro motivo: prevenir o possível jogo de força física contra o Náutico, nos Aflitos, no próximo sábado.

O gramado do estádio é um dos mais criticados do país. Por isso, a idéia rubro-negra é de que ocorra um jogo mais truncado.

- Se isso (gramado ruim) se confirmar, não se pode apostar muito no toque de bola. Tem que jogar mais simples - diz o técnico Caio Júnior.

Em 2007, já classificado para a Libertadores, o Flamengo perdeu por 1 a 0 para o Náutico no Recife. Ibson estava na partida, mas acha que o gramado não pode ser desculpa.

- Temos de nos adaptar ao campo. Ano passado foi complicado, mas não podemos repetir aquela atuação - diz o volante.

O Flamengo é o quarto colocado do Campeonato Brasileiro, com 46 pontos.

Fla corre atrás de um novo patrocinador

Depois de 25 anos, o casamento entre Flamengo e Petrobras encaminha-se para o fim no dia 31 de dezembro. A empresa enviou uma carta ao clube na última terça-feira informando que não aceitou a proposta de aumento de R$ 16,2 para R$ 20,6 milhões do patrocínio anual.

Diante da negativa, o presidente do Rubro-Negro, Marcio Braga, avisou ao departamento de marketing para buscar uma alternativa no mercado.

Nos últimos anos, a relação entre o clube e a estatal se deteriorou. Além das dificuldades para receber as cotas mensais por causa da burocracia - atualmente, duas prestações (cerca de R$ 2,6 milhões) estão retidas -, o Flamengo considera que o valor recebido está abaixo do que merece.

Só para sacanear vasCAINDO!!!

Nação mobilizada para o hexa

Pela Internet, a torcida já se mobiliza para repetir o show que deu nas arquibancadas em 2007 para empurrar o time na arrancada da zona de rebaixamento para a vaga na Libertadores. Torcedores do Nordeste prometem invadir o Estádios dos Aflitos no sábado e os cariocas projetam grande festa para a partida contra o Atlético-MG, dia 11, no Maracanã.

No site de relacionamento Orkut, diversas comunidades integradas por rubro-negros lançaram a campanha ‘Rumo ao Hexa’, que foi aderida por milhares de membros. A promessa é de novas músicas para a partida contra o Galo. Antes disso, porém, torcedores prometem atender a convocação dos jogadores em Recife.

“Vamos fazer o Mengão se sentir em casa com nosso apoio'', prometem os torcedores.

Fábio Luciano:'Serão 11 decisões'

O zagueiro Fábio Luciano afirmou nesta terça-feira que o Flamengo deve encarar cada jogo até o fim do Campeonato Brasileiro como uma decisão. Após a rodada do fim de semana, o Flamengo entrou de vez na briga pelo título. O capitão espera que a força da torcida rubro-negra faça novamente a diferença na reta final da competição.


- Pode parecer um chavão, mas a partir de agora, são 11 jogos e 11 decisões. Sabemos da força da torcida, que é única. Ela é forte dentro e fora de casa e pode fazer a diferença. Lutaremos até o fim - disse.

O Flamengo está a quatro pontos dos líderes Palmeiras e Grêmio. Para Fábio Luciano, o time nunca deixou de acreditar na possibilidade da conquista, mesmo após o declínio no meio do Brasileiro.

- Chegamos a estar a 11, 12 pontos do líder, mas agora estamos a quatro. Há várias equipes na briga pelo título. A briga vai acontecer até o fim do campeonato, mas o bom é que o Flamengo está nela - concluiu.

Fla terá dois desfalques contra o Atlético-MG

O Flamengo ainda tem pela frente o Náutico, nos Aflitos, mas já sabe que não poderá contar com dois jogadores para a partida contra o Atlético-MG, dia 11 de outubro. Juan e Fierro foram convocados para as seleções Brasileira e chilena para a disputa das Eliminatórias e estarão fora do duelo no Maracanã.


Com as duas ausências, Caio Júnior perde de vez duas opções para a lateral-esquerda. Fierro pode ser aproveitado na posição e nos últimos dois jogos o treinador não colocou laterais no banco de reservas por causa disso. Sambueza deverá ser testado na função.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Caio Júnior desiste de recuar Marcelinho

Marcelinho Paraíba no Flamengo de Caio Júnior é atacante. Nesta terça-feira, o treinador descartou a possibilidade de recuar o jogador para o meio-campo e atuar com mais dois homens de frente.

- Testei o Marcelinho com o Vandinho e o Josiel em treinamento e vi que dá problema no posicionamento. O Marcelinho não pode correr atrás dos volantes adversários – diz o treinador.

Apesar das duas últimas vitórias contra Ipatinga e Sport, Caio Júnior reconhece que a equipe está devendo. Principalmente no setor ofensivo.

- Criamos pouco nos últimos jogos e é a hora de corrigir isso. Temos de ganhar do Náutico – afirma o técnico.

Leo Moura volta aos treinos no Fla

O técnico do Flamengo, Caio Júnior, comandou na tarde desta terça-feira, na Gávea, um treino técnico, com a divisão do grupo em três equipes. A grande novidade da atividade foi o retorno do lateral-direito Leo Moura, que ficou fora dos outros treinamentos desta semana por causa de uma entorse no tornozelo esquerdo.

Apesar de já praticamente ter confirmado a equipe titular, o treinador só realiza a primeira atividade tática visando ao jogo contra o Náutico nesta quarta-feira. Vandinho será o atacante ao lado de Marcelinho Paraíba e Toró entra na vaga de Everton, que está vetado por causa de dores na coxa direita.

Drama de Flu e Vasco não deixa Fábio Luciano feliz. Nem triste

Zagueiro dá conselhos para os rivais deixarem a zona de rebaixamento

A agonia de Fluminense e vasco no Campeonato Brasileiro não comoveu Fábio Luciano. O capitão do Flamengo afirmou na manhã desta terça-feira que o fato de os dois estarem nas duas últimas posições da tabela afeta seus sentimentos. Apesar da “indiferença”, o zagueiro deu conselhos aos rivais.

- Não estou feliz ou triste com isso. Mas só eles podem reverter essa situação. A cabeça dos jogadores conta muito neste momento e o apoio da torcida também – diz.

Bem longe dos rivais, o Flamengo ocupa a quarta posição na classificação, com 46 pontos e enfrenta o Náutico no próximo sábado, no Recife.

Sem Everton, Caio Júnior pretende colocar Toró no time titular do Fla

O treino na manhã desta terça-feira, na Gávea, foi físico, mas mesmo assim o técnico Caio Júnior deu o caminho para a escalação do Flamengo na partida contra o Náutico, sábado, no Recife.

O departamento médico confirmou a ausência de Everton, que sente dores na coxa direita, e o treinador já tem a opção para substitui-lo: Toró. Ele ocuparia a posição de primeiro volante e desta forma Ibson e Kleberson seriam adiantados.

- Pode ser o Toró. Ele merece ser uma alternativa, pois tem treinado muito bem. A partir de amanhã (quarta-feira) vou testar - diz.

Toró não entra em campo desde a partida contra o Fluminense, dia 31 de agosto. Caio descartou a possibilidade de escalar Sambueza. Ele pensa que a função do argentino é semelhante à de Kleberson e Ibson e estuda testá-lo na ala esquerda quando Juan estiver na seleção brasileira. Já o chileno Fierro corre por fora.

- Ele é uma opção interessante. É um jogador moderno e que só foi avaliado durante meio jogo (contra o Ipatinga) – explica Caio Júnior.

Josiel perde a vaga para Vandinho

No ataque, depois de três jogos sem marcar Josiel vai para o banco de reservas. Caio Júnior confirmou o que dissera na coletiva após a partida contra o Sport: chegou a hora de Vandinho.

- Quero colocá-lo de início. Ele é um atacante com mobilidade. Começou a carreira no Paraná como centroavante, mudou e agora está mais versátil – explica o treinador rubro-negro.

Provável escalação: Bruno; Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leo Moura, Toró, Kleberson, Ibson e Juan; Marcelinho Paraíba e Vandinho.