Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 8 de novembro de 2008

Ibson completa 150 jogos pelo Flamengo

O clássico é decisivo para as pretensões do Flamengo neste Campeonato Brasileiro, mas para Ibson também é motivo de comemoração. O jogo deste domingo contra o Botafogo, no Maracanã, será o de número 150 do volante com a camisa do Flamengo.

Ibson, que completou 25 anos na última sexta-feira, foi revelado pelo clube e estreou pelo Flamengo no dia 15 de junho de 2003, no clássico contra o vasco. O Mengão venceu por 2 a 1.

- Fico feliz em completar essa marca, mas espero completar 200, 300 jogos, que é uma marca mais significativa - projeta

Pelo Flamengo, Ibson foi campeão do Campeonato Carioca de 2004 e de 2008. Segundo o volante, uma partida que ficou na sua memória foi contra o Santos, pela Copa Sul-Americana, quando os dois clubes empataram em 2 a 2.

- São muitas lembranças boas: dos títulos conquistados e alguns jogos que ficam na memória, como contra o Santos, quando marquei dois gols - recordou.

Apito amigo, marca pênalti ilegal e vasco vence 1 x 0 Santos

A insatisfação tomou conta do elenco santista após a derrota por 1 a 0 para o vasco, no galinheiro de São Januário. Os jogadores reclamam do pênalti marcado sobre Jonílson no segundo tempo, que convertido por ed o imundo, sacramentou o placar adverso no Rio de Janeiro.

Um dos mais inconformados foi o meia Molina, que conteve suas palavras para evitar punições mais rígidas do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

– Não adianta falar da arbitragem se não podemos tomar suspensão. Todo mundo viu que não foi pênalti – reclamou o colombiano.

Kléber também disparou contra o árbitro e diz que se ele apitar outros jogos do vasco, o risco de rebaixamento deixará de existir.

-Se colocar um árbitro desse o vasco nunca vai cair para a segunda divisão, é uma vergonha para o futebol brasileiro.

Leonardo Moura não treina e dúvida continua

Os torcedores do Flamengo continuam preocupados com o possível desfalque do lateral-direito Leonardo Moura no clássico deste domingo, às 19h10 (de Brasília), no Maracanã, diante do Botafogo, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador, que não tinha participado do treino de sexta-feira, voltou a ser ausência no trabalho realizado na manhã deste sábado, na Gávea. Ele segue se queixando de dores na coxa direita e deverá se submeter a um teste de vestiário.

"Preferimos preservar o Leonardo Moura do treino porque trata-se de uma lesão muscular e não é bom forçar o jogador. Ele tem experiência para cuidar desse tipo de dor e vamos aguardar para fazermos a revisão somente neste domingo, quando poderemos dizer se ele vai ou não a campo", disse Walter Martins, médico do Flamengo.

Luizinho, que será o substituto de Leonardo Moura caso o titular não possa atuar, também não participou do treino deste sábado, mas, segundo o departamento médico, o jogador ficou fazendo reforço de musculatura e não preocupa para a partida diante dos botafoguenses.

O atacante Obina, expulso no empate por 2 a 2 com a Portuguesa, é outro que fica de fora e o ataque será formado por Marcelinho Paraíba e Maxi. Desta maneira e com essa dúvida na lateral, o Flamengo vai jogar com: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura (Luizinho), Aírton, Ibson, Sambueza e Juan; Marcelinho Paraíba e Maxi. Após o trabalho deste sábado começou o período de concentração para a partida.

Não ganha nada, time sofredor



Ministério Público aperta o cerco no Maracanã

O promotor Rodrigo Terra, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor do Ministério Público do estado do Rio de Janeiro, instaurou inquérito civil para apurar a falta de segurança em jogos no Maracanã, alegando que as áreas de escape da arquibancada estão sendo ocupadas em dias de jogos, o que fere o artigo 13 do Estatuto do Torcedor (fala sobre o direito à segurança dos espectadores nos locais nos quais são organizados eventos esportivos antes, durante e após a realização dos jogos).

Segundo Rodrigo Terra, há distribuição equivocada do público na arquibancada do Maracanã, o que resulta na superlotação. O promotor acredita que a prática pode resultar em uma tragédia, já que as áreas de escape ocupadas impedem a saída dos torcedores:

– O inquérito tem o objetivo de procurar os motivos dessa superlotação e encontrar soluções junto aos clubes. Com as áreas de escape lotadas, há a possibilidade de tragédia. Trabalharemos para evitar isso.

Caso aconteça algum problema que cause ferimentos aos torcedores, Rodrigo Terra lembra que os clubes serão processados para recuperar os danos. Por isso, há a necessidade de alterar esse quadro:

– A divisão de torcedores no Maracanã não acontece como deveria. O grande problema é a divisão de torcedores pelo anel da arquibancada.

Procurada pela reportagem do LANCE! para falar sobre o tema, a Superintendência de Desportos do Estado do Rio disse que não recebeu nenhuma notificação. E informou que a venda de ingressos e disposição dos torcedores no Maracanã é responsabilidade dos clubes que mandam seus jogos no estádio.

Flamengo se baseia na Suderj

O diretor de arrecadação do Flamengo, Flávio Pereira, disse que o clube vende a carga de ingressos que é repassada pela Suderj, com base em laudo estipulado pela Defesa Civil. Flávio também informou que o Rubro-Negro não tem responsabilidade pela disposição dos torcedores no estádio.

– Se o torcedor compra um ingresso da fileira 365 e resolve sentar na fileira 2, não é nossa responsabilidade, mas do próprio torcedor. Nós vendemos somente a quantidade de ingressos que a Suderj libera – disse Flávio.

Segundo o diretor, a quantidade de ingressos colocadas à venda garante segurança ao torcedor.

Fla aposta no 'homem das neves' para derrotar o Botafogo

Dizer que ele vivia entre pingüins e focas é exagero. Mas o camisa 10 que o Flamengo “reapresenta” à torcida no clássico deste domingo, contra o Botafogo, tem uma ligação intrínseca com o gelo.

Rubens Sambueza nasceu no primeiro dia de 1984, em Neuquén, província da Patagônia argentina. Desde cedo, acostumou-se ao frio. Por isso, não se importa com o apelido de “Homem das Neves”. Mas prefere sugerir algo ligado a um ritmo musical brasileiro à torcida do Flamengo.

- Onde nasci tem muita neve e frio no inverno. Se me chamarem de homem das neves não será um apelido ruim, mas podem me chamar de Samba. Eu prefiro – diz, com um largo sorriso.

Os primeiros chutes aconteceram ainda na Patagônia, aos quatro anos sempre acompanhado do pai e da mãe A infância no paraíso turístico e as visitas ao Glacial Perito Moreno cessaram aos 12 anos. Tomou a decisão de morar em Buenos Aires, em um alojamento do River Plate.

- Por sorte, não sofri com a saudade e nem pensei em voltar. Sempre tive a ambição de jogar na Primeira Divisão e por isso nada me incomodava – diz.

Na cultura do futebol argentino, os apelidos aos jogadores são quase obrigatórios. E foi durante um treino do River, quando ainda era da equipe júnior, que Sambueza descobriu o seu. Rolou a bola por baixo das pernas do então experiente jogador Nelson Rivas (atualmente auxiliar do técnico Simeone) e virou “Cañito”. Na Gávea, a habilidade apareceu no jogo contra o Atlético-MG. Mas...

- Não adiantou nada. Dei duas canetas, mas não serviram porque perdemos o jogo. O mais importante é ganhar – declara, preferindo esquecer o jogo em que foi improvisado na ala esquerda e o time foi derrotado por 3 a 0.

A adaptação ao Flamengo é das mais tranqüilas. O compatriota Maxi e o chileno Fierro ajudam. Mas para praticar o português, ele comprou apostilas e gosta de folhear o dicionário.

O calor do Rio de Janeiro contrasta com a infância entre bolas de neve. Por isso, nada melhor do que aproveitar as praias cariocas no tempo livre. Mas, por enquanto, o local favorito ainda é o Maracanã. E domingo, ele sonha com algo inédito desde que chegou: um gol.

- Que me iluminem – diz, apontando para o céu.

Botafogo x Flamengo: um clássico contaminado por rivalidade e as trapalhadas internas





















Mais do que rivais dentro de campo, as duas equipes parecem concorrer também quando o assunto é interferências externas. Se Carlos Augusto Montenegro afirmou que o problema do time alvinegro é “falta de qualidade”, Marcio Braga também deu sua colaboração ao dizer que a equipe da Gávea “não parte para dentro” nos momentos decisivos.

Ficha do jogo:

Botafogo: Renan, Thiaguinho, Renato Silva, Andre Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Fábio.

Técnico: Ney Franco.

Flamengo: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leo Moura (Luizinho), Aírton, Ibson, Sambueza e Juan; Marcelinho Paraíba e Maxi.

Técnico: Caio Júnior.

Estádio: Maracanã.

Data: 09/11/2008.

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

Auxiliares: Ediney Mascarenhas (RJ) e Vagner Santos (RJ).

Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país. Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h10m (de Brasília).

Fábio Luciano também discorda de Marcio Braga

Fábio Luciano, zagueiro e capitão do Flamengo, garantiu que o grupo rubro-negro continua motivado em busca do hexacampeonato da competição, mesmo após as polêmicas declarações do presidente Marcio Braga ao jornal O Globo.


Faltando cinco jogos para o término do torneio, o camisa 3 rubro-negro afirmou que o objetivo de todos do elenco é vencer os jogos que restam.

- Vamos continuar sonhando porque temos chances. Quando a pontuação não der mais para brigar, serei o primeiro a reconhecer. Mas enquanto houver esperança, vamos lutar. Acho que podemos vencer os cinco jogos que faltam, temos que pensar assim. Se não fosse assim, teríamos que pedir férias. É uma situação difícil, os adversários são fortes, mas vamos lutar até o fim - afirmou o zagueiro

Sobre o clássico, Fábio Luciano acredita que o jogo contra o Botafogo, domingo, bastante disputado.

- O Botafogo ainda tem pequena chance de Libertadores, assim como nós temos de titulo. Vamos respeitar o adversário, sabendo da força deles e vamos fazer a nossa parte. Em se tratando de clássico, eles certamente estão sendo motivados. Porque nos vencendo a situação pode clarear para eles - disse.

Obina processará grife, diz colunista

Parece que Obina não gostou de saber que circula pelo Rio camisas com uma estampa mostrando seu rosto no corpo esguio do recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", o atacante do Flamengo vai processar a grife M2 por vender as camisas com a montagem estampada.

O advogado do jogador, Marcos Motta, teria tentado fazer um acordo amigável com a grife. Mas não obteve sucesso e, com isso, dará entrada na Justiça com uma ação.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Kleber Leite defende as categorias de base

Uma das principais críticas feitas pelo presidente Márcio Braga ao Flamengo é em relação a falta de jogadores formados nas categorias de base do clube. Segundo o dirigente, em entrevista ao jornal "O Globo", apenas Ibson pode passar ao restante do grupo o que é ser Flamengo. Mas o vice-presidente de futebol do clube, Kléber Leite, fez questão de mostrar que a história não é bem assim.

O dirigente listou todos os jogadores revelados pelo clube que estão no elenco, que estão emprestados para ganhar visibilidade e voltarem mais maduros em 2009 e até as promessas do juvenil e dos juniores. Além disso, Kléber exaltou o trabalho feito por Rivelino Serpa, coordenador das categorias de base.

- As peças estão aí. Se são usadas ou não, é outra história. Temos um trabalho maravilhoso sendo realizado nas categorias de base. Acabou essa história de empresário e acordos. O Rivelino é uma pessoa íntegra e competente - afirmou o dirigente ao LANCENET!.

Sobre a negociação do atacante Pedro Beda, Kléber foi enfático: tratou-se de um sacrifício necessário para manter o goleiro Bruno na Gávea. Mas o dirigente garante que o mesmo não vai acontecer com jogadores vistos como fundamentais para o futuro rubro-negro como Paulo Sérgio, Erick Flores, Fabrício e Guilherme Camacho. Os dois primeiros estão na Gávea enquanto os dois últimos estão emprestados ao Paraná.

- Vendas são necessárias para equilibrar o caixa. A gente corria o risco de perder o Bruno a qualquer momento por conta de uma dívida. Conseguimos quitar parte da dívida com a venda do Pedro Beda - explicou, referindo-se às parcelas de empréstimo do goleiro.

Confira a lista elaborada por Kléber Leite:

No elenco:
- Diego (Goleiro)
- Marcelo Lomba (Goleiro)
- Thiago Salles (Zagueiro)
- Aírton (Volante)
- Jônatas (Volante)
- Ibson (Volante)
- Paulo Sérgio (Atacante)
- Erick Flores (Atacante)

Emprestados:
- Wilson (Goleiro, Figueirense)
- Fabrício (Zagueiro, Paraná)
- Egídio (Lateral-esquerdo, Juventude)
- Rômulo (Volante, Paraná)
- Guilherme Camacho (Apoiador, Paraná)
- Fellype Gabriel (Atacante, Portuguesa)

Promessas dos Juniores:
- Wellington Pecka (Volante)
- Bruno Paulo (Apoiador)

Promessas do Juvenil:
- Rafael Galhardo (Lateral-direito)
- Jórbison (Lateral-esquerdo)
- João Vítor (Volante)
- Diego Maurício (Atacante)

Caio Júnior está invicto em clássicos


A campanha do Flamengo no Maracanã neste Brasileiro não é das melhores. O clube perdeu 14 pontos contra equipes de outros estados. Porém, quando o assunto são os duelos regionais, o aproveitamento de Caio Júnior está acima da média.

Nos cinco clássicos que disputou desde que chegou à Gávea, em maio, o treinador venceu três e empatou dois. Ele fecha o ciclo contra o Botafogo neste domingo.

- Este retrospecto me orgulha muito e tem de ser considerado – analisa o treinador.

Confira o desempenho de Caio Júnior nos clássicos:

Fluminense 0 x 1 Flamengo
Flamengo 3 x 1 vasco
Flamengo 0 x 0 Botafogo
Flamengo 2 x 2 Fluminense
vasco 0 x 1 Flamengo

Com recado na caixa postal, Fla tenta trocar árbitro do clássico

Quando ligar o celular, o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Sérgio Correa, poderá ouvir um apelo do Flamengo. O vice-presidente de futebol do clube rubro-negro, Kleber Leite, deixou um recado na caixa postal pedindo a mudança do árbitro para o clássico de domingo.

A escolha de Marcelo de Lima Henrique não agradou ao Botafogo e nem ao Fla. Protagonista do clássico do chororô, na final da Taça Guanabara deste ano, o árbitro sofre com a pressão de todos os lados.

- Até para o árbitro está desconfortável. O Flamengo se sente ameaçado com esta escalação. Espero que algo possa acontecer e a mudança seja feita – declara o dirigente, dizendo que infringir o estatuto do torcedor não é o mais importante neste momento:

- Não me apeguei ao estatuto, mas sim ao bom senso.

Flamengo e Botafogo se enfrentam no próximo domingo, às 19h10m, no Maracanã.

Denunciado no STJD, Obina corre risco de ficar até três partidas fora

Expulso na partida contra a Portuguesa, na última rodada, o atacante Obina foi denunciado pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e será julgado na próxima terça-feira pela Segunda Comissão Disciplinar. Se for condenado, o xodó da torcida do Flamengo corre o risco de ficar até três partidas fora do time. Patrício, da Lusa, que se envolveu no lance e acabou expulso, também será julgado. As informações são do site “Justiça Desportiva”.

Obina e Patrício foram expulsos após o gol de Maxi, o de empate do Fla. Os dois jogadores discutiram e trocaram empurrões na tentativa de pegar a bola no fundo do gol. Os atletas foram denunciados no artigo 255 (praticar ato de hostilidade contra adversário ou companheiro de equipe).

Na próxima partida do Rubro-Negro, neste domingo, contra o Botafogo, no Maracanã, Obina cumpre suspensão automática.

Leo Moura sente dores na coxa e não sabe se enfrenta o Botafogo

O técnico Caio Júnior ganhou um problema inesperado para o clássico de domingo, contra o Botafogo. O lateral-direito Leo Moura deixou o treino do Flamengo na manhã desta sexta-feira, na Gávea, com dores no músculo adutor da coxa direita e não tem escalação garantida.

Durante a atividade tática, Luizinho treinou na direita. Nas demais posições, Caio confirmou a equipe. Aírton roubou a vaga de Toró e Sambueza entra no lugar de Kleberson. O ataque terá Maxi e Marcelinho Paraíba.

- O Botafogo tem um meio-campo de qualidade e será um jogo muito difícil. Eles querem vencer o Flamengo de qualquer jeito – diz o técnico Caio Júnior.

O Flamengo entrará em campo no domingo com a seguinte formação: Bruno; Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leo Moura (Luizinho), Aírton, Ibson, Sambueza e Juan; Marcelinho Paraíba e Maxi.

Ibson completa 25 anos nesta sexta e recebe 'presente' do elenco do Fla

Fábio Luciano foi o encarregado de armar a arapuca para Ibson. O capitão trancou o portão que dá acesso ao gramado e distribuiu ovos para os companheiros sujarem o aniversariante.

No dia em que completou 25 anos, o volante Ibson não escapou do tradicional banho de farinha com ovo. Diego Tardelli foi um dos que "prestigiaram" o aniversariante na manhã desta sexta-feira, na Gávea.

Flamengo encara clássico como uma final

O ditado diz que no campeonato por pontos corridos cada jogo é uma final. Esse pensamento será levado ao pé da letra pelo Flamengo neste domingo. Caso queira continuar sonhando com o título, o time terá de vencer a primeira “final”, contra o Botafogo.

E decisão contra o Alvinegro não é novidade para o Flamengo. Os dois últimos títulos cariocas do Rubro-Negro foram conquistados com vitórias sobre o rival.

Neste ano, além da final do Carioca, as equipes se enfrentaram na decisão da Taça Guanabara e na semifinal da Taça Rio, único triunfo do Botafogo em jogos decisivos.

Jaílton participou dos dois títulos e sabe muito bem como é enfrentar o Botafogo. Ele quer que o grupo consiga resgatar o espírito decisivo daquelas partidas.

– Para vencer esse jogo teremos de entrar com a mesma determinação que tivemos nas finais contra o Botafogo. Isso será fundamental para conquistarmos a vitória – disse.

O zagueiro Ronaldo Angelim tem opinião parecida. Mesmo com o bom retrospecto, o camisa 4 lembra que nenhuma partida foi fácil de ser vencida. Por isso, ele quer concentração e seriedade.

– Será mais um jogo difícil. Eles ainda têm chances na Libertadores e vão querer vencer. Teremos de suar muito para repetir a dose das duas finais do Estadual – explicou.

Independentemente de ser contra o Botafogo, o técnico Caio Júnior, que não participou de nenhuma das finais, sabe que cada vez mais os jogos viram decisões.

– Clássico envolve rivalidade, mas não é só por isso que precisamos vencer. Restam cinco jogos e cada um será mais importante do que o outro – afirmou.

Marcio Braga joga a toalha e critica time: 'Está faltando certa arrogância'

O presidente Marcio Braga foi o primeiro a demonstrar uma confiança exacerbada na conquista do título brasileiro deste ano pelo Flamengo, dizendo que já preparava a festa. Agora, ele é o primeiro a entregar os pontos. Sendo exagerado ou não novamente, isto é para ser avaliado por otimistas e pessimistas, mas o dirigente fez críticas ao time rubro-negro e se disse abatido como nos tempos de criança quando seu time perdia após o empate com a Portuguesa no último sábado, no Maracanã.

- Fiquei muito abatido, como nos tempos de criança. Com aquele empate, o Flamengo saiu da competição. Para ser campeão, acho que não dá mais, mas temos todas as condições de brigar por vaga na Libertadores - disse por telefone, do Uruguai, onde participa de um seminário, ao jornal "O Globo".

O presidente ainda fez críticas duras ao time:

- Na hora do salto de qualidade, eles não estão avançando. O time está intimidado. Desde a Libertadores foi assim. O maior problema é o time, que não reage. Está faltando certa arrogância, que é característica rubro-negra. A equipe não é pior nem melhor que as demais, mas precisa ir para dentro.

Marcio Braga ainda contradiz a prória gestão do futebol, que fez muitas contratações e desfez-se de várias revelações do clube, como Renato Augusto e Pedro Beda, ao dizer que o time tem hoje poucos jogadores criados na Gávea:

- A gente sabe que o Flamengo só é forte quando tem um time basicamente feito em casa. Já conquistamos títulos com Piá e Manguito (zagueiro que não foi formado no Flamengo e sim foi contratado do Olaria). São estes jogadores que entendem a cultura do clube. Hoje, não temos nenhum craque feito em casa, a não ser o Ibson, mas uma andorinha só não faz verão.

Ingressos para Botafogo x Flamengo

Os ingressos para o clássico entre Botafogo e Flamengo, domingo, às 19h10, no Maracanã, estão à venda das 10h às 18h nos seguintes postos: General Severiano, Caio Martins, Marechal Hermes, Engenhão, Citibank Hall (Barra de Tijuca) e Maracanã (Bilheterias 5 e 7).
No dia do jogo, as entradas só serão vendidas no Maracanã.
Está disponível uma carga de 81 mil ingressos.

Confira os preços:

Cadeiras comuns - R$30

Arquibancadas verdes/amarelas - R$40

Arquibancadas brancas - R$50

Cadeiras especiais - R$200 reais

*Estudantes que apresentarem carteira pagam meia entrada.

De novo titular, Sambueza diz que mereceu vaias quando foi improvisado

Sambueza estava em campo na vexatória derrota do Flamengo por 3 a 0 para o Atlético-MG. Escalado na ala esquerda, o argentino não foi bem e recebeu vaias da torcida. Neste domingo, contra o Botafogo, ele terá a primeira chance na equipe titular em sua real posição: apoiador. Espera que, desta vez, corresponda às expectativas. Mas ele não quer a responsabilidade de ser ídolo.

- É a posição em que me sinto melhor. Recebi a camisa 10 e sabia que muitos jogadores que foram ídolos do Flamengo usavam este número. Mas não quero ser ídolo, só quero jogar bem para que Caio e torcida gostem – declara o argentino.

Sambueza garante que não se incomodou com as vaias que recebeu. Aliás, ele as considera justas.

- Fui vaiado porque joguei mal. Aquele jogo já passou e só penso no próximo – diz o camisa 10 rubro-negro.

O Flamengo enfrenta o Botafogo no próximo domingo, às 19h10m, no Maracanã.

Toró treina, mas Aírton é o titular

Recuperado de dores na coxa esquerda, Toró voltou a treinar com o grupo do Flamengo nesta quinta-feira na Gávea. Mas o volante participou de todo o treino tático entre os reservas. Caio Júnior manteve a equipe que participou do coletivo de quarta, com Aírton entre os titulares.

A escolha por Aírton se deve à altura. Com 1,81m, o volante aumentaria a estatura do Flamengo, que não terá Obina, suspenso, e Kleberson, barrado, para o clássico com o Botafogo no Maracanã.

Titulares: Bruno, Jaílton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Aírton, Ibson, Sambueza e Juan; Marcelinho Paraíba e Maxi.

Kléber Leite diz que vaga não é mais obrigação

Vice de futebol do Flamengo muda discurso após quatro partidas

Depois da derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG, o vice de futebol do Flamengo, Kléber Leite, afirmou que a conquista de uma vaga na Libertadores era uma obrigação por todo o investimento e planejamento que a diretoria fez para 2008 e 2009. Nesta quinta-feira, o dirigente mudou o discurso.

– Pelo nosso elenco, o Fla tem condições de conseguir a vaga. Não vou usar a palavra obrigação porque ela é muito forte, mas temos condições para isso – disse Kléber Leite, mantendo a esperança no título. – Nesta reta decisiva, tudo pode acontecer. Este é o campeonato das nuanças – afirmou o dirigente.

Ramires: 'Meu sonho é jogar no Flamengo'

Em entrevista ao programa Na Berlinda da Rádio LANCE! o volante Ramires, do Cruzeiro e da Seleção Brasileira, confessou um antigo sonho muito comum aos jogadores de sua geração: jogar no Flamengo. O cruzeirense admitiu que atualmente seu fanatismo pelo Rubro-Negro diminuiu um pouco, visto que ele é profissional. Mas Ramires ainda espera um dia vestir o manto sagrado.

- Já fui bem mais fanático. Depois que você vira profissional, você passa a torcer pelo time que você joga. A minha família fica dividida. Meu sonho desde menininho é jogar no Flamengo. Quem sabe um dia vou ter a honra de jogar no Flamengo - imagina.

Sobre a disputa pelo título do Brasileirão, a qual Flamengo e Cruzeiro estão envolvidos, o volante celeste concordou que sua equipe se distanciou um pouco da briga e deu o caminho para a taça.

- Estávamos a um ponto do líder e agora estamos a quatro, tendo pela frente jogo difíceis. Ainda dá para sermos campeões, mas temos que trabalhar para errar menos. Acho que a equipe que errar menos fica com o título - sentencia.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Marcelinho Paraíba assume que não está bem

As atuações ruins de Marcelinho Paraíba fizeram com que, até Caio Júnior, comentasse sobre a sua queda de rendimento. O atacante disse que assistiu às últimas partidas do Flamengo neste Brasileiro e já sabe o que fazer para voltar a jogar bem.

- O mais importante é ter personalidade para assumir isso (de que não está bem). Preciso segurar mais a bola na frente, não perdê-la tanto e não errar tantos passes. Tenho que me movimentar mais e ir para cima do adversário quando estiver no mano a mano. E tentar fazer mais gols analisou Marcelinho Paraíba.

Marcelinho Paraíba está há seis jogos sem marcar um gol e foi substituído contra o Vitória e a Portuguesa. O jogador começa a ser questionado por parte da torcida, mas tem a confiança de Caio Júnior.

- Sei que nos últimos jogos meu rendimento caiu. Faltou um pouco de concentração, mas me preparei esta semana e sei que preciso melhorar - completou o atacante.

Fla paga setembro e promete quitar todas as dívidas na próxima semana

A partir da próxima semana, o Flamengo pode dizer que está com os salários em dia. Essa é a promessa da diretoria. Depois de Diego Tardelli deixar o clube em situação embaraçosa ao justificar o sucesso do São Paulo, a resposta foi quase imediata. Nesta quinta-feira, o grupo recebeu o pagamento referente ao mês de setembro. O próximo passo é quitar outubro e as premiações atrasadas.

- Um mês (setembro) está completamente sanado. Na próxima semana colocaremos tudo em dia – garante o vice-presidente de futebol do Fla, Kleber Leite.

O atacante Marcelinho Paraíba não se arrepende de ter trocado o “mês de 30 dias” da Alemanha pela instabilidade do Flamengo.

- Mesmo na Europa, sabia de tudo o que se passa por aqui. Queria voltar e jogar no Flamengo porque era um sonho de infância. Só não podemos deixar este problema financeiro entrar em campo e nos atrapalhar. Agora é hora de colocar o coração na ponta da chuteira.

E ninguém calaaa…


Esse chororôôô...
Chora o presidente,
chora o Montenegro,
chora o torcedor...


Árbitro do 'chororô' é escalado para apitar Botafogo x Flamengo

Além de sofrer a derrota de perder o Engenhão, o Botafogo tem mais um motivo para reclamar antes do jogo contra o Flamengo, neste domingo, no Maracanã. O árbitro escalado pela CBF para apitar a partida é ninguém menos do que Marcelo de Lima Henrique, o mesmo que esteve em campo na final da Taça Guanabara deste ano, no famoso jogo do “chororô”.

Na ocasião, Marcelo de Lima Henrique marcou um pênalti de Ferrero em Fábio Luciano, que causou revolta no Botafogo, que relatou uma atitude arrogante do árbitro em campo. Após a decisão, jogadores e o presidente Bebeto de Freitas choraram no vestiário. A confusão ocorrida no campo gerou denúncia aos atletas pela Procuradoria do Tribunal de Justiça da Federação do Rio de Janeiro, e o árbitro ficou marcado pelos alvinegros.

Carlos Augusto Montenegro, que na ocasião esteve envolvido na polêmica que sucedeu ao caso, voltou a não medir as palavras ao comentar a escalação de Marcelo de Lima Henrique.

- O presidente da Comissão de Arbitragem tinha que vir a público para dizer o motivo disso. É um árbitro polêmico, metido a machão, que não gosta do Botafogo e já disse que torce pelo Flamengo. Então por que vai apitar essa partida? A CBF já tirou o jogo do Engenhão e agora toma essa atitude. Eles não querem apenas matar o Botafogo, mas também tripudiar e cuspir em cima - desabafa Montenegro ao GLOBOESPORTE.COM, por telefone.

Comportamento ‘estranho’ da torcida não incomoda o técnico Caio Júnior

A confiança da torcida do Flamengo terminou. Os seguidos tropeços no Maracanã transformaram uma relação harmoniosa e empolgante em hostilidade e descrença em relação ao título brasileiro e até mesmo à vaga na próxima Taça Libertadores.

Um dos mais visados pelas vaias, o técnico Caio Júnior garante que não se incomoda com o comportamento estranho. Afinal, em quinto lugar, o Flamengo faz a sua melhor campanha desde o início da era pontos corridos.

- Ano passado, o Flamengo fez 61 pontos e foi terceiro colocado. Agora, temos 57 e ainda faltam cinco rodadas para o fim. O comportamento da torcida foi diferente porque aquele time de 2007 tinha como objetivo escapar do rebaixamento e a vaga na Libertadores veio como gratificação. Neste ano, criou-se a obrigação do título – explica o treinador.

No último sábado, mesmo quando vencia a Portuguesa por 1 a 0, o Rubro-Negro jogou sob protestos. No intervalo, Juan reclamou das vaias e o rendimento do time caiu ainda mais. O comandante tenta evitar este conflito entre torcida e jogadores na retal final.

- Faz parte (receber vaias). Eles (jogadores) têm de se acostumar. A mim, não incomoda ser ofendido – garante Caio.

Muros da Gávea podem ter nova pintura em 2009

Flamengo prepara uma transformação visual externa para potencializar sua força com a torcida rubro-negra

Ainda engatinhando, o projeto de revitalização da Gávea pode dar seus primeiros passos a partir de dezembro ou janeiro. É quando a diretoria acredita que começará a executar uma transformação visual nos muros do clube.

Quem está desenvolvendo a idéia é o diretor de arte Luiz Stein, que já vem tentando tirar do papel esta idéia desde a época do ex-presidente Edmundo Santos Silva. De lá pra cá, todos seus sucessores aprovaram o conceito de uma nova estética para o exterior da Gávea. Mas só agora isso está se tornando uma realidade.

– Já mandamos uma proposta formal para um estudo preliminar. É preciso um levantamento topográfico, uma planta do muro – explica Luiz Stein, que é torcedor fanático do Flamengo.

Aliás, foi num jogo contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, que ele começou a desenvolver essa idéia. Tudo por conta de umas faixas rubro-negras pintadas neste estádio. Foi aí que ele percebeu que o seu clube não usava o design como forma de expressar a sua força.

– A fase é de cálculos e captação de recursos. Estamos buscando parcerias e já conversamos com algumas empresas. Mas vamos começar, nem que seja com nossos próprios recursos. E a idéia é a de, no máximo em janeiro, omuro comece a ser pintado – garante Luiz Paulo Segond, vice-presidente do Fla-Gávea.

Mas esse novo visual externo também tem data para terminar. É que, dentro do projeto de revitalização do clube, os muros serão derrubados. A idéia é cercar a Gávea com grades (mais ou menos como o vizinho Jockey Club) e Luiz Stein desenvolver um novo trabalho artísticos nas calçadas. Mas tudo isso ainda depende de aprovação.

Atualmente, a Gávea ocupa um quarteirão numa zona nobre da cidade. Cada um dos três muros laterais (a entrada principal não será modificada) receberá uma pintura diferente.

Fla está imbatível com Aírton como titular

Aírton não sabia e nem deu muita importância. Contudo, os números são favoráveis ao volante do Flamengo. Desde que estreou no time titular do Rubro-Negro, em abril deste ano, o volante jamais perdeu. São sete jogos, com cinco vitórias e dois empates. No atual Campeonato Brasileiro, o aproveitamento chega a 88% (cinco triunfos e uma igualdade).

- Não passava pela minha cabeça que ainda não tinha perdido. Deve ser coincidência. Nem sei se essa estatística me ajuda. É melhor perguntar ao Caio (Júnior). Talvez eu esteja com sorte – diz Aírton.

O primeiro jogo de Aírton foi contra o vasco, pelo Campeonato Carioca. O Flamengo entrou em campo com a equipe reserva e abriu 2 a 0. Com cãibra, o volante de 18 anos teve de deixar o campo no início do segundo tempo. Sem ele, o time cruzmaltino chegou ao empate.

A escalação de Aírton contra oBotafogo, no próximo domingo, ainda não está garantida. Ele disputa uma posição com Toró no meio-campo.

Retrospecto faz Caio Júnior apostar na dupla Maxi e Marcelinho Paraíba

Teoricamente, Vandinho e Josiel seriam os reservas imediatos do centroavante Obina. Entretanto, o técnico Caio Júnior escolheu Maxi para substituir o baiano, que está suspenso. A opção tem um motivo. O treinador do Flamengo consultou os jogos da equipe neste Brasileiro e viu que a dupla Maxi e Marcelinho tem bom rendimento. Os dois jogaram juntos contra Grêmio e Figueirense e o Rubro-Negro venceu ambos.

- Ele e Marcelinho fizeram boas partidas contra o Grêmio e o Figueirense. É uma dupla que já deu certo – diz o técnico rubro-negro.

No primeiro ensaio, os dois foram bem. Apesar de serem jogadores leves e sem presença de área, cada um marcou uma vez no coletivo de quarta-feira.

Em quinto lugar no Brasileirão, com 57 pontos, o Flamengo enfrenta o Botafogo, domingo, no Maracanã. A partida acontece às 19h10m.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Brasileirão: classificação e próximos jogos


TimePGJVEDGPGCSG%
São Paulo62331711556312563%
Palmeiras6133187851381362%
Grêmio6033179748291961%
Cruzeiro58331841149351459%
Flamengo5733169853351858%
Botafogo49331471246351149%

Coritiba49331310104639749%
Goiás48331391150401048%

Internacional4833139114241148%
10º Vitória4533136144139245%
11º Sport4233119133736142%
12º Atlético-MG41331011124555-1041%
13º Santos40331010134247-540%
14º Fluminense3733910144244-237%
15º Náutico363399153447-1336%

Portuguesa363399154258-1636%
17º Atlético-PR353398163346-1335%

Figueirense3533811143863-2535%
19º vasco ridículo vice lanterna, 2ª divisão
343397175164-1334%
20º Ipatinga313387183256-2431%


Classificados para a Copa Libertadores

Classificados para a Copa Sul-Americana

Rebaixados para a Série B
PGPontos Ganhos
JJogos Disputados
VVitórias
EEmpates
DDerrotas
GPGols Pró
GCGols Contra
SGSaldo de Gols
%Porcentagem de aproveitamento dos pontos

Campeão da Copa do Brasil de 2008, o Sport já está classificado para a Copa Libertadores de 2009. Se a equipe pernambucana terminar entre os quatro primeiros no Brasileiro, o quinto colocado se classificará para a competição continental. No caso de o time do Recife ficar entre 5º e 12º lugares, o 13º conquistará vaga na Copa Sul-Americana do próximo ano.

Obs: O Fluminense mantém 1 x o Figueirense em jogo adiado

34ª rodada

Sáb, 08/11/2008

18:30 Figueirense x Atlético-PR
18:30 vasco x Santos
18:30 Portuguesa x São Paulo

Dom, 09/11/2008

17:00 Palmeiras x Grêmio
17:00 Cruzeiro x Fluminense
17:00 Coritiba x Náutico
17:00 Sport x Goiás

19:10 Botafogo x Flamengo
19:10 Vitória x Atlético-MG
19:10 Internacional x Ipatinga

Titulares vencem coletivo por 3 a 1

Sambueza e Airton ganharam uma chance no meio-campo. Maxi formou a dupla de ataque com Marcelinho Paraíba.

Depois de dois treinamentos físicos, o elenco do Flamengo se reapresentou na tarde desta quarta-feira, na Gávea, para o primeiro treinamento coletivo da semana. A atividade faz parte da preparação para o jogo de domingo, contra o Botafogo, no Maracanã.

No treinamento, as novidades foram as entradas de Maxi, Sambueza e Airton na equipe titular. Com Toró poupado do coletivo devido a dores musculares, o jovem Airton foi escalado como primeiro volante. O camisa 10 Sambueza ganhou uma chance no meio-de-campo, no lugar de Kleberson. Sem poder contar com Obina, que está suspenso, Caio Júnior optou pelo argentino Maxi ao lado de Marcelinho Paraíba.

Os titulares entraram em campo com: Bruno; Jailton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Airton, Ibson, Sambueza (Fierro) e Juan; Maxi e Marcelinho Paraíba. O time principal venceu o coletivo por 3 a 1, com gols de Ibson, Marcelinho Paraíba e Maxi. Fierro descontou para os reservas com um bonito gol de falta.

A boa noticia do dia foi a presença do atacante Diego Tardelli na atividade. O jogador, que vem se recuperando de uma cirurgia no braço direito, atuou por cerca de 25 minutos na equipe reserva. Diego comemorou a volta aos gramados e afirmou que está pronto para ajudar nessa reta final de campeonato.

-“Estou muito feliz. É muito bom voltar a trabalhar normalmente com o grupo. A parte mais difícil já passou e agora só depende de mim. Falta um pouco de confiança, mas vou me acostumando. Para o jogo de domingo não vai dar, mas para o próximo já estou à disposição. Quero voltar logo para ajudar nessa reta final do Brasileirão”.

Programação das Embaixadas da Nação

Novas Embaixadas receberão seus diplomas no dia do aniversário do Flamengo

DIA 15/11/2008

10h00min - Deverão chegar à Sede do Clube de Regatas do Flamengo, onde se realizará o congraçamento entre os membros das futuras Embaixadas, a cerimônia de entrega dos diplomas - Auditório Rogério Steinberg -, seguindo-se um coquetel para os presentes;

11h00min - Início da solenidade de entrega dos diplomas de nomeação das novas Embaixadas da Nação;

12h00min - Fim da solenidade; início do coquetel.

14h00min - Horário livre

16h00min - Reunião, no Auditório Rogério Steinberg, com as Embaixadas da Nação para que dúvidas, sugestões, etc. sejam colocadas e discutidas, tais como: necessidade de padronização das camisas exclusivas de cada Embaixada, camisa padrão das Embaixadas, utilização de produtos licenciados pelo Flamengo e outros.

Nesta reunião serão distribuídos os ingressos para o jogo Flamengo x Palmeiras, no Maracanã.

17h00min - Fim das atividades do dia.

DIA 16/11/2008

09h00min - Manhã Livre

12h30min - Saída do hotel e ida ao Bar do Chico´s, nas proximidades do Maracanã, para encontro com os componentes das cinco Embaixadas anteriormente nomeadas.

13h00min- Almoço livre

15h45min - Entrada no Maracanã

17h00min - Jogo Flamengo X Palmeiras

19h00min - Fim das atividades do evento.

19h30min - Saída do Maracanã e retorno ao Hotel

20h30min - Fim das atividades

Rapidinhas do Mengão!!!

Fla ganha reforço interno para a reta final do Campeonato Brasileiro
Diego Tardelli participa de coletivo, e Caio Júnior pretende relacioná-lo para o jogo contra o Palmeiras, dia 16, no Maracanã

‘Não tirei o Kleberson porque ele está mal’, afirma Caio Júnior
Treinador justifica saída do pentacampeão da equipe dizendo que precisa buscar alternativas para melhorar o rendimento

Na fita métrica, Aírton pode roubar vaga de Toró no time titular
Caio Júnior pensa em ter equipe mais alta contra o Botafogo e faz série de elogios ao jovem volante

Caio Júnior barra Kleberson e dá chance a Sambueza entre os titulares
No primeiro treino com bola visando ao clássico contra o Bota, Maxi entra na vaga de Obina, que está suspenso

Torcedor do Flu recua e retira queixa contra o goleiro Bruno, do Flamengo

Incidente aconteceu em junho e camisa 1 do Fla tinha provas de que não agrediu o estudante tricolor em lanchonete no Rio de Janeiro

Na era dos pontos corridos, São Paulo é o time mais difícil de ser vencido
Tricolor tem o menor número de derrotas entre as equipes que disputam o Brasileirão. Estatísticas conspiram a favor de mais um título são-paulino

Profissionais trabalham contra o desgaste do elenco na reta final
Ibson revela que partes técnica, física e psicológica têm sido cuidadas no elenco do Flamengo

Taxista argentino vira flamenguista fanático a distância
Graças ao irmão que mora no Brasil, Jonatan Baez se apaixona pelo Flamengo e vira fã de Bruno e Caio Júnior

Botafogo não limita ingressos para o Flamengo

De modo a conseguir recursos para sanar parte da crise financeira instalada no clube, a diretoria do Botafogo resolveu não limitar os ingressos para a torcida do Flamengo, no clássico do próximo domingo, no Maracanã. À venda desde esta quarta, as entradas contam, pela mesma razão, com preços inflacionados: de R$ 30 a R$ 200.

Com essa medida, os torcedores rubro-negros poderão adquirir seus ingressos em qualquer ponto de venda, e sem qualquer restrição quanto ao local de entrada com os mesmos.

A expectativa do Alvinegro é aproveitar a empolgação dos arqui-rivais e, dessa forma, embolsar uma renda gorda com o clássico, que seria revertida em sua totalidade para o pagamento dos salários atrasados.

Assim, o clube espera ganhar uma sobrevida no caso da Ministério Público, que está prestes a intimar a diretoria a pagar multa de R$ 2 mil por conta do débito com seus funcionários, próximo dos três meses.

De qualquer forma, por conta do melhor momento no Campeonato Brasileiro, é provável que a torcida do Flamengo seja maioria no estádio, o que, ao menos para efeito de mando de campo, contradiz a luta do clube para transferir a partida de volta para o Engenhão, onde certamente não agiria dessa maneira.

Vale lembrar que a CBF exige que o mandante destine no mínimo 20% da carga total ao visitante. No caso do Maracanã, portanto, que terá 81 mil bilhetes à venda neste domingo, trata-se de 16.200 mil.

LOCAIS DE VENDA, DAS 10H ÀS 18H:

General Severiano - Sede do Botafogo
Caio Martins - Niterói
Marechal Hermes
Engenhão - Engenho de Dentro
Citibank Hall - Barra da Tijuca
Maracanã - Bilheterias 5 e 7


CONFIRA OS PREÇOS EM CADA SETOR:

Arquibancada Branca: Inteira R$ 50,00; Meia R$ 25,00

Arquibancada Verde/Amarela: Inteira R$ 40,00: Meia R$ 20,00

Cadeiras Azuis Inferiores: Inteira R$ 30,00; Meia R$ 15,00

Cadeiras Especiais: Inteira R$ 200,00; Meia R$ 100,00

Fla fará homenagem a facções de fora do Rio

A diretoria do Flamengo irá oficializar o projeto "Embaixadas da Nação" no dia 15 de novembro com a presença de 13 torcidas de fora do Rio de Janeiro. A solenidade será realizada no Auditório Rogério Steinberg, na Gávea, às 10h.

As facções foram convidadas para participar da solenidade.

Fla-Bahia
Fla-Fortal
Fla-GV
Fla-Jacobina
Fla-Jequié
Fla-Joinville
Fla-Manaus
Fla-Minas
Fla-Natal
Fla-Recife
Fla-São Luíz
Fla-Sertão Juazeiro
Fla-Vitória

Serão distribuídos diplomas para esta torcida e haverá uma reunião para definir padrões e o uso de produtos licenciados pelo Flamengo. No dia seguinte, as facções serão convidadas para assistir à partida entre Flamengo e Palmeiras, no Maracanã.

Flamengo busca dinheiro para pagar salários

O Flamengo ainda não pagou os salários do mês de setembro e as premiações dos jogadores. Em compensação, 60% dos funcionários do clube, que representam os que ganham os menores salários, receberam o pagamento.

Para quitar o que falta ser pago aos jogadores e aos funcionários, a diretoria do Flamengo tem em mãos a autorização do Conselho de Administração para a antecipação de R$ 11,8 milhões. Além disso, o clube está reabrindo crédito junto aos bancos para pegar uma parte da quantia por empréstimo e deixará como garantia o novo contrato de TV assinado com a Rede Globo.

O vice de futebol do Flamengo, Kléber Leite, garantiu que até esta quinta-feira todos os salários dos jogadores serão pagos.

Legião estrangeira favorece desempenho de Maxi

Coincidência ou não, Maxi Biancucchi recuperou o espaço no Flamengo, após praticamente ser carta fora do baralho, depois das chegadas de Sambueza e Fierro ao clube. Com os "hermanos" próximos, o argentino não esconde que se sentiu mais ambientado e o grupo ficou fortalecido.

- É bom. Você pode falar a mesma língua e também trouxe uma qualidade diferente ao time. Aqui no Flamengo temos um grupo de muita qualidade. Então, quando um jogador vem e é fácil encaixar. Mas temos que pensar em ganhar os jogos como for, seja com chileno, argentino ou o que for.

Cotado para ocupar a vaga do suspenso Obina no clássico de domingo, contra o Botafogo, Maxi admite que, caso seja escalado, mudará o estilo de jogo da equipe.

- Acho que sou um jogador que se movimenta mais por fora do que o Obina e o Josiel, por exemplo.

Vaiado ao ser chamado por Caio Júnior para o jogo contra a Portuguesa, o atacante não tira a razão do torcedor e promete se esforçar para merecer aplausos em uma próxima oportunidade.

- O Flamengo tem uma torcida muito grande, e quando ela não está gostando do time o jogador sente. Mas temos que estar a altura do clube e entrar sempre com vontade para reverter a situação.

Ibson defende o meio-campo de críticas

Setor mais criticado do Flamengo nas últimas rodadas, o meio-campo pode ter novidades na partida contra o Botafogo, domingo, às 19h10m, no Maracanã. Entre os mais vaiados da equipe, estão Ibson, Kleberson e Marcelinho Paraíba, que recebem protestos, principalmente, pela falta de criatividade. Problema do excesso de volantes? Não, na opinião de Ibson.

- Ano passado jogamos assim. Com Cristian, Toró, eu, Renato Augusto e Souza, sem homem de criação. Renato Augusto fazia o papel de segundo atacante. Então, não há dificuldade nenhuma.

Só que ao mesmo tempo em que é criticado pela inoperância ofensiva, o setor também sofre com acusações de fragilidade na marcação. Ibson mais uma vez defende os companheiros.

- Às vezes os erros acontecem. Pecamos e erramos, mas temos que reconhecer a qualidade e o mérito do adversário, que consegue sair da nossa marcação. Marcamos forte com três zagueiros, além do Toró, de mim, e do Kleberson, e a equipe adversária conseguiu buscar espaço.

Com 57 pontos, o Flamengo é o quinto colocado no Campeonato Brasileiro.

Dia do Flamengo, 17 de novembro

Governo do Rio oficializa o Dia do Flamengo

Plantão | Publicada em 09/03/2007 às 19h09m

Agência Placar/globo.com

RIO - Na quarta-feira (17 de março/2007), dia em que o Flamengo conquistou a Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Estadual, ficou definido que o clube terá um dia oficial, a ser comemorado na data de sua fundação, em 17 de novembro. O "Dia do Flamengo" só será válido dentro do Estado do Rio de Janeiro.

A lei, decretada pela Assembléia Legislativa, foi sancionado pelo governador Sérgio Cabral. A novidade, porém, foi divulgada somente nesta sexta, através de nota enviada pela assessoria do clube.

Confira abaixo a íntegra do decreto assinado por Sérgio Cabral

LEI Nº 4.998 DE 07 DE MARÇO DE 2007.

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - Fica instituído o Dia do Flamengo no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, a ser festejado no dia 17 de novembro, data de fundação da agremiação.

Art. 2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Art. 3º - Ficam revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 07 de março de 2007.

SÉRGIO CABRAL

Governador

Flamengo 113 anos

O Clube de Regatas do Flamengo comemora seus 113 anos no sábado, dia 15 de novembro.

Veja a programação : (evento exclusivo para sócios e convidados de sócios)

7h ------- Alvorada no Remo (toque de alvorada, hasteamento das bandeiras e queima de fogos).
8h ------- Chocolate Amigo na Boca Maldita.
9h ------- Jogo entre os sócios da FLAPEL.
10h ------- Ato Ecumênico na Capela de São Judas Tadeu.
10h -16h -Recreação para as crianças no parquinho.
11h ------- Jogo feminino entre atrizes e modelos.
11h ------- Reco-Reco na Boca Maldita.
12h ------- Jogo de encerramento entre artistas e celebridades.

Local: Sede do C.R.Flamengo
Av. Borges de Medeiros, 997 - Gávea / RJ

Federação Gaúcha divulga os grupos do Campeonato Brasileiro Sub-20

A Federação Gaúcha de Futebol divulgou nesta semana a composição dos grupos do Campeonato Brasileiro Sub-20, que, chancelada pela CBF, chega à sua terceira edição. A competição, que teve o Inter como campeão em 2006 e o Cruxeiro em 2007, começa no dia seis de dezembro. A final será disputada no dia 21 do mesmo mês.

Em 2007, vasco, São Paulo e Sport foram os clubes da primeira divisão que não participaram da competição. A equipe carioca e a paulista seguem de fora para este ano. O Leão, por sua vez, decidiu disputar em 2008. Corinthians e Juventude se juntam aos demais 18 clubes da Série A para completar o campeonato.

O sistema de disputa é o mesmo do ano passado. Serão quatro grupos de cinco clubes. As equipes se enfrentam em jogo único dentro dos grupos, classificando-se dois de cada para as quartas-de-final.

Confira a divisão dos grupos e suas respectivas sedes:

Grupo 1 Corinthians, Grêmio, Botafogo, Náutico e Coritiba Porto Alegre (São José)
Grupo 2 Santos, Cruzeiro, Juventude, Goiás e Vitória Porto Alegre (PUC)
Grupo 3 Fluminense, Atlético-MG, Palmeiras, Figueirense e Ipatinga Alvorada (RS Futebol)
Grupo 4 Flamengo, Internacional, Atlético-PR, Sport e Portuguesa Alegrete (Municipal)

Primeira rodada (Coritiba, Ipatinga, Vitória e Portuguesa de folga):

6/12 Grupo 1 Corinthians x Náutico
06/12 Grupo 1 Botafogo x Grêmio
06/12 Grupo 3 Fluminense x Figueirense
06/12 Grupo 3 Palmeiras x Atlético-MG
07/12 Grupo 2 Santos x Goiás
07/12 Grupo 2 Juventude x Cruzeiro
07/12 Grupo 4 Flamengo x Sport
07/12 Grupo 4 Atlético-PR x Internacional

Vencer ou Vencer

Se o Flamengo ainda sonha em conquistar o hexa brasileiro, será preciso o time repetir outras campanhas rubro-negras na competição e vencer cinco jogos seguidos. O clube da Gávea só conseguiu tal façanha apenas outras três vezes na história do Brasileirão.

A primeira delas foi em 1978. O Flamengo conseguiu derrotar Bangu, Nacional (AM), Portuguesa, Paysandu e XV de Novembro (SP). Em 1982, O Rubro-Negro foi além e venceu as seis primeiras partidas. São Paulo, Náutico, Treze (PB), duas vezes, e Ferroviário, duas vezes, foram derrotados.

Para dar esperanças à torcida, a últimas vez em que o Flamengo conseguiu ganhar cinco seguidas foi em 2007, com boa parte dos jogadores que seguem no elenco. Na arrancada rumo a uma vaga na Libertadores, o Rubro-Negro passou por Paraná, Vasco, Grêmio, América (RN) e Corinthians.

Veja abaixo as escalações dos times do Flamengo nestas três ocasiões e quem marcou os gols.

1978

Flamengo 4 x 1 Bangu
Time: Cantarele, Ramirez, Adriano, Cidade(Jorge Luís), Júnior, Carpegiani, Adilio, Tita, Júnior Brasilia(Santos), Radar e Luís Paulo.
Gols do Fla: Radar(4).

Flamengo 2 x 1 Nacional(AM)
Time: Cantarele, Ramirez, Rondineli, Dequinha, Júnior, Adilio, Carpegiani, Tita(Valdo), Júnior Brasilia, Radar e Santos(Jorge Luís).
Gols do Fla: Santos e Adilio.

Flamengo 2 x 1 Portuguesa (SP)
Time: Cantarele, Ramirez, Rondineli, Dequinha(Nelson), Júnior, Merica, Carpegiani, Adilio(Lino), Júnior Brasilia, Radar e Tita.
Gols do Fla: Júnior e Tita.

Flamengo 2 x 0 Paysandu (PA)
Time: Cantarele, Ramirez, Rondineli(Nelson), Dequinha, Júnior, Merica, Carpegiani, Luís Paulo, Júnior Brasilia, Radar e Tita (Valdo).
Gols do Fla: Tita e Radar.

Flamengo 2 x 1 XV de Novembro (SP)
Time: Cantarele, Ramirez, Adriano, Nelson, Júnior, Merica, Carpegiani, Tita, Júnior Brasilia(Cidade), Radar(Evilásio) e Luís Paulo.
Gols do Fla: Júnior e Tita

1982

Flamengo 3 x 2 São Paulo
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Andrade, Adilio, Zico, Chiquinho(Vitor), Nunes e Lico.
Gols do Fla: Zico(2) e Andrade.

Flamengo 4 x 3 Nautico
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Vitor(Popéia), Andrade, Zico, Lico, Nunes e Adilio.
Gols do Fla: Zico(2), Lico e Leandro.

Flamengo 5 x 0 Treze (PB)
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Vitor(Edson), Andrade, Zico, Popéia, Nunes e Adilio.
Gols do Fla: Andrade(2), Adilio, Nunes e Zico.

Flamengo 3 x 0 Ferroviário (CE)
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Andrade, Adilio, Zico, Popéia, Nunes e Edson(Vitor).
Gols do Fla: Zico(3).

Flamengo 3 x 1 Treze (PB)
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Vitor, Andrade(Popéia), Zico, Tita, Nunes e Adilio.
Gols do Fla: Tita(2) e Adilio.

Flamengo 2 x 1 Ferroviário (CE)
Time: Raul, Leandro, Marinho, Mozer, Júnior, Vitor, Andrade, Zico, Tita, Nunes e Adilio.
Gols do Fla: Tita e Nunes.

2007

Flamengo 1x0 Paraná
Time: Bruno, Leonardo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim (Thiago Sales), Juan, Romulo, Cristian, Ibson (Luizinho), Toró, Maxi (Léo Medeiros), Souza. Técnico : Joel Santana.
Gols do Fla: Fabio Luciano.

Flamengo 2x1 Vasco
Time: Bruno, Leonardo Moura, Rodrigo Antonio, Ronaldo Angelim, Juan, Romulo (Colace), Cristian, Ibson, Toró (Obina), Maxi (Renato Augusto), Souza. Técnico : Joel Santana.
Gols do Fla: Toró, Ibson.

Flamengo 2x0 Gremio
Time: Bruno, Leonardo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim, Egidio, Jailton, Cristian (Léo Medeiros), Ibson, Toró, Maxi (Renato Augusto), Souza (Obina). Técnico : Joel Santana.
Gols do Fla: Souza, Ibson.

Flamengo 1x0 América (RN)
Time: Bruno, Leonardo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim, Juan, Jailton, Cristian, Ibson, Toró (Léo Medeiros), Maxi (Obina), Souza (Roger). Técnico : Joel Santana.
Gol do Fla: Souza.

Flamengo 2x1 Corinthians
Time: Bruno, Leonardo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim (Rodrigo Antonio), Juan, Jailton, Cristian, Ibson, Toró, Maxi (Roger), Souza (Obina). Técnico : Joel Santana.
Gols do Fla: Ibson, Roger.

Prestigiado com Caio Júnior, Maxi garante: 'Tenho que melhorar muito'

Provável substituto de Obina no clássico contra o Botafogo, domingo, às 19h10m, no Maracanã, Maxi Biancucchi é o novo xodó de Caio Júnior. Aproveitado nas últimas três rodadas e muito elogiado pelo treinador, o argentino não esconde a ansiedade para satisfazer de vez a torcida rubro-negra.

Muito sincero, o primo de Messi admitiu que ainda está devendo com a camisa do Flamengo e disse que esse deve ser o motivo dele não ser titular.

- Não devo estar jogando da melhor forma e não estou passando para o treinador a confiança. Talvez não tenha tido essa seqüência por não ter feito um jogo que deixasse o treinador tranqüilo. Fico chateado comigo mesmo por não demonstrar ainda para o treinador um nível de jogo. Tenho que melhorar muito, mas vai chegar esse momento.

Se hoje Maxi é praticamente o 12º jogador de Caio Júnior, em certo momento ele sequer era relacionado para o banco. Situação que ele encarou com normalidade por respeito aos companheiros.

- Uma motivação é estar no Flamengo. Lógico que o jogador sempre quer jogar, mas tem um treinador que escolhe e um grupo de atletas que estão na mesma situação. Temos que esperar a oportunidade e saber aproveitar.

Neste Brasileirão, Maxi participou de 20 jogos e marcou três gols.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Flamengo/Petrobras garantiu mais uma vitória fácil no Estadual.

Com o placar final em 112 a 65 (50x29), o time do Flamengo/Petrobras garantiu mais uma vitória pelo Campeonato Estadual de Basquete 2008. A partida, contra o Cabo Frio/Sika, foi disputada nesta segunda-feira (3/11), na Gávea, e válida pelo returno. Com o resultado, o rubro-negro segue firme e forte na briga pelo tetracampeonato estadual de basquete.

Marcelinho e Hélio(foto) foram os grandes destaques da partida, com 39 e 29 pontos, respectivamente. Duda (15) e Fernando Mineiro (11) também marcaram boas e significativas cestas, contribuindo para a quinta vitória consecutiva da equipe da Gávea.

O jogo foi totalmente dominado pelos donos da casa, que se mantiveram à frente durante todos os períodos. O terceiro quarto foi o mais disputado, com os adversários encostando no placar rubro-negro.

Na sexta-feira (7/11), o Flamengo recebe o Iguaçu BC, às 20h, no Hélio Maurício. No confronto do turno, a equipe da Gávea venceu por 118 a 54.

Períodos Flamengo x Cabo Frio:

1º quarto: 23x14
2º quarto: 27x15
3º quarto: 28x23
4º quarto: 34x13

Treino físico e piscina marcam o dia dos jogadores na Gávea

A semana livre para treinamentos fez com que o planejamento da comissão técnica do Flamengo deixasse os titulares com saudades da bola. Desde o empate por 2 a 2 com a Portuguesa, no último sábado, os jogadores não tiveram mais nenhum contato com a principal companheira de trabalho.

Após folgar no domingo, o elenco rubro-negro se reapresentou segunda-feira na Gávea e quem enfrentou a Lusa fez somente musculação. Nesta terça, mais treino físico para todo o grupo. Depois de testes de esforço pela manhã, um trabalho na piscina foi realizado para relaxar na parte da tarde.

Somente os reservas participaram de um coletivo sob o comando de Caio Júnior na segunda-feira. Nesta quarta, o Flamengo volta a trabalhar às 16h, na Gávea, e a expectativa é de que o treinador finalmente comece a definir a equipe que irá enfrentar o Botafogo, domingo, às 19h10m, no Maracanã, pela 34ª rodada do Brasileirão