Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 27 de dezembro de 2008

Gilmar volta a negar Adriano no Flamengo

A onda de boatos sobre uma possível volta de Adriano ao Flamengo fez com que o empresário do jogador, Gilmar Rinaldi, reiterasse que não existe chance de essa transferência acontecer no momento. Nesta sexta-feira, o jornal italiano "Corriere dello Sport" já colocava o Imperador no clube da Gávea.

Gilmar fez questão de dizer que a notícia de que Adriano voltará ao Rubro-Negro teria sido plantada por Joana Machado, ex-namorada do atacante. O empresário criticou a atitude de Joana e disse que ela pretende se promover.

– Essa menina, a Joana, nem namorada do Adriano é mais. Ela só está falando esse tipo de coisa para aparecer no Carnaval do ano que vem. Não existe chance de o Adriano voltar ao Fla agora – garantiu.

Diretoria do Fla rebate acusações de conselheiro

O Flamengo, através de seu site oficial, respondeu às acusações feitas pelo conselheiro William Pereira dos Santos, responsável pela gestão financeira do clube no governo do Presidente Edmundo Santos Silva, publicadas na edição deste sábado do jornal "O Globo".

De acordo com o conselheiro, o Flamengo gastou R$ 37 milhões a mais do que o orçamento previsto. William diz ainda que em 2006 e 2007 o clube gastou R$ 1.125.000 na construção de um estádio na Gávea que não saiu e não sairá do papel.

A diretoria do clube rebate às declarações dizendo que prevê um superávit em 2008 e que a gestão de Márcio Braga arrecadou mais do que gastou. Deste superávit, a maior parte foi utilizada para o pagamento de dívidas provenientes da gestão Edmundo Santos Silva. O Flamengo segue afirmando que Willian foi funcionário remunerado como gerente financeiro do clube entre 1999 e 2002, período em que o Rubro-Negro teve um prejuízo de mais de R$ 160 milhões. Sobre a contratação de Kleberson, a diretoria se defende dizendo que foi instaurado um inquérito em que ficou provado que não houve qualquer irregularidade.

Confira a íntegra da nota oficial do Flamengo:

"Em função da matéria publicada pelo jornal O Globo de hoje, dia 27 de dezembro, em que há citações de falas do conselheiro William Pereira dos Santos, responsável pela gestão financeira do clube no governo do Presidente Edmundo Santos Silva, o Clube de Regatas do Flamengo sente-se na obrigação de esclarecer os seguintes pontos:

1- O orçamento de 2008 previa receitas de 100 milhões de reais , com despesas do mesmo valor, embora os números não sejam definitivos, pois o exercício ainda não se encerrou e as projeções indicam que haverá um superávit operacional de 5 a 10 milhões de reais.

2- Durante a gestão do atual presidente Márcio Braga, o Flamengo arrecadou aproximadamente 400 milhões de reais , tendo gasto 350 milhões. Ou seja: teve superávit primário em nos 5 anos. E, é mister lembrar, todo este superávit foi utilizado para pagamento de dívidas, principalmente, da gestão de Edmundo Santos Silva.

3- De 1999 a 2002, quando o Sr. William Pereira dos Santos,funcionário remunerado, foi gerente financeiro do clube, o Flamengo apresentou prejuízo de mais de 160 milhões de reais , tendo sua dívida crescido de 100 milhões para mais de 260 milhões de reais, como mostram as prestações de contas de 1999 a 2007.

4- Dos 160 milhões de prejuízos apresentados durante a gestão de Edmundo Santos Silva/William Pereira dos Santos, aproximadamente 60 milhões dizem respeito a compromissos fiscais não quitados. O restante refere-se a ações cíveis e trabalhistas geradas por falta de pagamento, recibos de quitação, rescisões contratuais, cumplicidade de ex-funcionários em depoimentos, e toda sorte de desídia.

5- Algumas são famosas: como a do atleta Petkovic ( 11milhões), PSP e Segil (14 milhões), Atlético de Madrid/Gamarra ( 7 milhões ), Coritiba/Mozart ( 4 milhões), Oscar ( 1 milhão), Lê ( 2 milhões), Junior Baiano ( 1 milhão), Athirson ( 1 milhão), Evaristo ( 1 milhão), Fabão( 1 milhão), dentre outras.

6- Dentre as ações trabalhistas movidas contra o clube, uma se destaca, já que foi movida pelo próprio William Pereira dos Santos, que, por pouco mais 3 anos de " trabalho", reivindicou valores milionários por conta de danos morais, horas-extra e outros supostos direitos. Entretanto, no acordo, o ex-funcionário aceitou receber a "insignificante" quantia de R$ 80.000,00 ( valor já quitado).

7- Cabe ainda registrar que a comissão de inquérito da transferência do atleta Kleberson, solicitada pelo Conselho Fiscal e aberta pelo Conselho de Deliberativo, concluiu o óbvio: não houve qualquer irregularidade na transferência do atleta.

Ademais, é bom não esquecer que o coadjuvante da matéria, ex-sócio Paulo Cesar Ferreira, suspenso por 1 ano do clube e posteriormente expulso por expor a instituição de forma irresponsável e mentirosa, também foi eliminado dos quadros do clube Marimbás, localizado em Copacabana, em razão de conduta incompatível com a convivência societária.

Por fim, para tranquilizar o associado, gostaríamos de ratificar que o passivo fiscal foi composto na gestão Marcio Braga por meio da Timemania, bem como a dívida trabalhista tem sido rigorosamente honrada mediante mecanismo criado junto ao Ministério do Trabalho.

Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2008
Delair Dumbrosck
Presidente em exercício
C.R.Flamengo"

Na onda do 'sonhar não custa nada', Fla observa a situação de Fred

Adriano acenou com a possibilidade de retornar ao país, e o Flamengo foi atrás. Até o momento, sem êxito. Agora, a história pode se repetir com outro alvo. Há duas semanas, o atacante Fred avisou que não continuaria no Lyon. A idéia dele era retornar imediatamente ao Brasil, mas o clube frances sinalizou que não vai liberá-lo antes de junho, quando termina o contrato.

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Kleber Leite, sonha repatriar o jogador para o Campeonato Brasileiro.

- A torcida pode ter certeza que estamos bem antenados com o que ocorre no mercado. E o Fred é um nome que estamos de olho – diz o dirigente.

Enquanto projeta mais à frente, o Flamengo se depara com problemas mais palpáveis. Um deles é a montagem do elenco para a próxima temporada. A diretoria espera anunciar até o dia 5 de janeiro as duas últimas contratações: um jogador para o meio-campo e um atacante.

Luizinho deve renovar. Leo Medeiros está fora

Em relação aos jogadores do atual elenco, mais duas definições. O lateral-direito Luizinho está muito próximo de prorrogar o contrato que terminaria no fim deste ano. Já o volante Leo Medeiros, que retorna de empréstimo ao Atlético-PR, tem propostas do Bahia e do Avaí. Este último clube acertou com o lateral-esquerdo Eltinho na última sexta-feira.

Flamengo e Corinthians planejam clássico pela paz na Palestina

A primeira partida de Ronaldo pelo Corinthians contra o Flamengo pode se transformar num ato a favor da paz. Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", os dois clubes estão negociando com o Itamaraty a realização de uma partida pelo fim dos conflitos na Palestina no primeiro semestre de 2009.

De acordo com o colunista, o presidente do Flamengo, Marcio Braga, e o vice-presidente de Marketing do Corinthians, Luís Paulo Rosenberg, já tiveram uma reunião com a ministra Vera Cíntia Alvarez, coordenadora-geral de Intercâmbio e Cooperação Esportiva do Ministério das Relações Exteriores. A grande atração seria Ronaldo Fenômeno, contratado pelo clube paulista após treinar por vários meses no carioca, do qual diz ser torcedor.

Secretária promete edital de licitação do Maracanã para janeiro

A secretária estadual de Turismo, Esportes e Lazer do Rio de Janeiro, Márcia Lins, promete para o próximo mês o tão esperado edital para a licitação da Parceria Público-Privada (PPP) que administrará o Maracanã. De acordo com o jornal "O Globo", a empresa de consultoria internacional Booz & Co. está finalizando um estudo de viabilidade econômica do estádio, que será entregue aos representantes da Fifa durante a visita às cidades candidatas a sedes da Copa do Mundo de 2014, no fim de janeiro.

- O estudo indica a necessidade de um consórcio formado por empresas com experiência em diferentes setores, como gestão de arenas, entretenimento, construção, conteúdo de futebol e até mesmo administração de museu. Além de ser um espaço histórico, o Maracanã ficará cada vez mais moderno e gerido de forma profissional - acrescenta Márcia Lins.

A secretária também confirmou que já no próximo Campeonato Carioca o estádio terá o setor das 36 mil cadeiras azuis com lugares marcados, como ocorre no teatro. A intenção é expandir a medida para as arquibancadas, o que ainda gera polêmica, mas é fundamental para a Copa de 2014, por ser uma exigência da Fifa. Segundo Márcia Lins, já na primeira partida do Estadual do Rio, dia 25, entre Flamengo e Friburguense, os assentos numerados serão respeitados:

- Queremos criar essa cultura no torcedor e por isso vamos começar apenas pelas cadeiras azuis. Mas o objetivo é, mais adiante, adotar a medida em todo o estádio. Os lugares já são numerados, por conta do Pan, mas não era levado adiante por pedido dos clubes. É exatamente como foi feito com sucesso nos cinemas.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Luizinho está bem perto de renovar com o Fla

O Flamengo está próximo de renovar contrato com o lateral-direito Luizinho para a próxima temporada. O contrato do jogador com o Rubro-Negro no fim deste mês, mas Luizinho está confiante em sua permanência na Gávea. O jogador espera que esta situação se resolva rapidamente.

- Meu empresário (Eduardo Uram) falou que está quase certo de eu ficar no Flamengo. Tive propostas de clubes que subiram para a Primeira Divisão, mas não foram vantajosas para mim - disse Luizinho.

O lateral-direito foi reserva de Leonardo Moura em toda a temporada. No entanto, Luizinho se destacou neste ano pela polivalência, já que ele atuou na lateral-esquerda e no meio-de-campo também. O jogador ressaltou a sua importância para o time.

- Ter elenco é fundamental. Ganhei quase todos os jogos que fiz - finalizou.

Fla vai treinar em três períodos na Granja Comary durante a pré-temporada

Se 2008 ficou conhecido pelo excesso de rachões, o planejamento para a próxima temporada no Flamengo promete ser mais puxado. O técnico Cuca avisou que pretende marcar atividades em três períodos durante a estadia na Granja Comary, em Teresópolis.

- É hora de o time acumular combustível para o resto da temporada – declara Cuca.

O treinador fez o mesmo procedimento quando estava no Botafogo. As atividades são às 7h, 10h e 16h. O Flamengo se reapresenta dia 7 de janeiro e a princípio segue para Teresópolis no dia 10.

Fla faz proposta para comprar os direitos econômicos do volante Ibson

Assédio de outros clubes fez diretoria se antecipar e pedir para o empresário do jogador negociar com o Porto

O Flamengo antecipou as pautas das prioridades e apresentou nesta sexta-feira uma proposta oficial para comprar os direitos econômicos do volante Ibson. Os dirigentes rubro-negros enviaram ao empresário do jogador, Eduardo Uram, os valores que desejam pagar para ter o jogador.

- A informação procede. Mas não quero mais falar sobre este assunto – diz Uram.

O empresário se desgastou nesta semana ao dizer que gostaria que Ibson fosse para o São Paulo em troca de Richarlyson. Os dois clubes negaram a possibilidade.

No meio deste ano, o Porto pediu € 4 milhões (cerca de R$ 13 milhões) para vender o jogador. No entanto, o Flamengo assegura que o valor diminuiu bastante.

Airton nega favoritismo do Flamengo ao tri

O volante Airton teve um ano dos mais proveitosos no Flamengo. Ele chegou no início do ano para defender os juniores do Flamengo e três meses depois estava na equipe titular. Agora, assinou contrato por cinco anos de duração, o que lhe dá mais segurança para desenvolver seu futebol com mais tranqüilidade.

O volante, em entrevista à "Rádio Brasil", se confessou agradecido ao técnico Caio Júnior que lhe deu as primeiras oportunidades de entrar na equipe titular. Ele ainda disse ter consciência de que a saída de Jailton abre uma nova oportunidade para que ele comece o ano como titular.

O jogador também disse não considerar o time rubro-negro como favorito absoluto para conquistar o tricampeonato no Cariocão. “O estadual é muito difícil. Os pequenos estão bem preparados e os outros grandes vão fazer tudo para evitar mais uma conquista histórica da nossa”, ressaltou.

Fla diz que São Paulo sempre o atrapalha de forma antiética na luta por Ibson

O Flamengo observa atentamente à nova movimentação do São Paulo em busca de Ibson. E, assim como das outras vezes, o clube carioca reprova o comportamento dos paulistas.

Desta vez, o empresário do jogador, Eduardo Uram, sugeriu uma troca por Richarlyson. O assunto não foi bem aceito na Gávea.

Foto: Ibson se pendura no companheiro Marcelo Lomba durante treino do Fla

- Essa idéia partiu do Uram, mas não tem o menor fundamento. O Richarlyson é um grande jogador, mas estamos muito felizes com o Ibson. Sei do interesse do São Paulo pelo Ibson. Eles nos atrapalharam muito da segunda vez que o trouxemos. Na primeira, só pagamos os salários. Na segunda, estava tudo muito bem encaminhado e o São Paulo se meteu. Pagamos mais caro (cerca de R$ 1,6 milhão). Não foi ético – diz o vice-presidente de futebol do Fla, Kleber Leite, em entrevista à Rádio Globo.

O contrato de Ibson com o Flamengo termina no dia 4 de julho de 2009. A princípio, ele retorna ao Porto. O clube português quer cerca de R$ 13 milhões para vendê-lo.

- Essa situação nos preocupa. O ideal seria encontrar uma solução para conseguir o Ibson em definitivo – afirma Kleber Leite.

Dirigente do vasco aguarda ajuda do Mengão

Flamengo e vasco sempre foram grandes rivais. Com Euviros Miranda na presidência do clube de São Januário, então, a rivalidade aumentou muito, até porque Euviros sempre disse que uma vitória sobre o maior rival era como se fosse um título.

Com a queda para a segunda divisão e com a mudança de presidência, o ambiente mudou no vasco. Tanto é que o Flamengo prometeu ajuda ao clube. Alguns até disseram que seria uma ajuda fantasiosa.

O gerente de futebol do vasco, Carlos Alberto Lancetta, não acredita em deboche por parte da diretoria rubro-negra. "Isso não existe, não é deboche, não acredito, a ajuda é muito boa sim, vemos com bons olhos a ajuda do Flamengo".

Porém, na primeira tentativa de ajudar o Vasco, fracasso do Fla. Jaílton já era dado como certo em São januário, mas preferiu o Fluminense. Lancetta comenta o caso. "Queremos jogador que queira jogar no vasco, vestir a camisa, estar comprometido com a camisa do vasco. Boa sorte para o Jaílton", afirmou.

Jornal italiano põe Adriano no Flamengo

O jornal italiano Corriere dello Sport publicou que Adriano será emprestado pela Inter de Milão ao Flamengo. O diário já havia anunciado em primeira mão o acerto entre o zagueiro Thiago Silva e o Milan.

Disputado por Chelsea e Flamengo, o futuro de Adriano deve ser mesmo no Rio de Janeiro. Segundo o periódico, a Inter cederia Adriano na esperança de que o time recupere a boa forma do atacante.

Para o jornal, o recente romance com a carioca Joana Machado teria influenciado no possível retorno do jogador ao Brasil. A diretoria do Flamengo não confirmou a notícia, mas o vice de futebol, Kléber Leite estaria sendo esperado em Milão no início de janeiro. O atacante seria o principal presente de Natal, mesmo que atrasado, para a torcida do Flamengo.

Outro destino de Adriano poderia ser Londres. Pretendido pelo Chelsea, time treinado por Luis Felipe Scolari, o jogador não evoluiu nas negociações com os ingleses.

Pesou contra o time inglês o fato de que Adriano não poderia disputar a Copa dos Campeões ¿ o atacante já atuou pela Inter - e só seria usado nos jogos do Campeonato Inglês. Havia o interesse da equipe de Milão em envolver o brasileiro em uma troca com o marfinense Didier Drogba.

Foto: Adriano e Zagalo, Flamengo 4 x 0 vasco

Campeonato Brasileiro 27/10/2000

Flamengo: Júlio César; Maurinho, Gamarra, Juan e Athirson; Leandro Ávila, Rocha, Petkovic e Denílson; Edílson e Adriano. Técnico: Zagallo.

Meta do Fla é manter Ibson até dezembro

A prioridade do Flamengo para 2009 não são as contratações, e sim a manutenção da base formada nesta temporada. Só que um dos pilares da equipe é hoje uma incógnita para o restante do próximo ano. Ibson tem contrato até o dia 5 de julho e a cúpula de futebol do clube já estuda maneiras de prorrogar o vínculo pelo menos até dezembro.

Sempre criativo quando o assunto é contratações, o vice-presidente de futebol, Kléber Leite, não pareceu muito animado. Mas o dirigente garantiu que já está pensando em alternativas para mantê-lo até dezembro.

- Temos de buscar investidores, fazer alguma engenharia. É muito ruim começar o ano tendo a certeza de que perderemos uma peça importante em julho - explicou.

O técnico Cuca também está na torcida pela permanência de Ibson, mas ressalta que questões contratuais precisam ser respeitadas.

- É um jogador que tem nível de Seleção Brasileira. Ele é regular e joga bem a maioria das partidas. É fundamental. Claro que eu gostaria de contar com ele até o fim do ano e já pedi isso à diretoria - disse.

Alheio a isso, Ibson quer curtir as férias, mas deixa claro o seu desejo.

- Quero continuar no Flamengo - finalizou o volante.

Irritado com demissão de Adílio, Bebeto por pouco não tirou o filho do Fla

Mais do que as críticas de torcedores e ídolos do passado, a demissão de Adílio por pouco não causou ao Flamengo prejuízos mais significantes. Pai de uma das maiores promessas das categorias de base do clube, Matheus, de 14 anos, Bebeto quase tirou o filho da Gávea.

O tetracampeão mundial é mais um dos ídolos rubro-negros indignados com a situação política atual do clube e não escondeu a irritação.

- Realmente fiquei muito triste. O Adílio vinha fazendo um trabalho maravilhoso nas divisões de base, conquistou títulos, revelou jogadores e de uma hora para outra mandaram embora. Do nada. Essas coisas me chateiam demais. Não é só isso. Há outras coisas que têm me deixado triste.

Uma das opções de Bebeto era levar Matheus para o São Paulo, clube que considera o mais bem estruturado do país. No entanto, o coração rubro-negro o fez reconsiderar a idéia.

- Fico preocupado. Nós somos flamenguistas. Eu quero que o meu filho brilhe no Flamengo. Mas acontecendo essas coisas... O Flamengo é minha casa. Foi um momento.

Torcedor fanático do Flamengo, Matheus prefere não bater de frente com o pai.

- Quero ficar. Mas não sei. Ele que tem que ver.

Em 2007, Matheus recebeu uma proposta para se transferir para a base do Deportivo La Coruña, da Espanha, mas recusou para não sair do Fla.


Deus é Flamengo!

Governo do Rio planeja construir cobertura no Maracanã

Provável palco da final da Copa do Mundo de 2014, o Maracanã deverá receber uma cobertura, evitando que torcedores peguem chuva. O projeto deverá custar a metade dos R$ 400 milhões orçados para a reforma do estádio visando ao Mundial, segundo a coluna do jornalista Ancelmo Gois, publicada no jornal "O Globo".

A secretária de Esportes do Governo do Rio de Janeiro, Márcia Lins, garante que a cobertura será erguida de forma a não interferir na fachada do estádio, que é tombada pelo Patrimônio Histórico. A obra não é uma condição para que o estádio receba jogos do Mundial, mas uma iniciativa do Comitê Organizador do Mundial, com o objetivo de dar mais conforto aos torcedores.

O Governo do Rio também estuda uma forma de cumprir a exigência da Fifa de que o período máximo de evacuação do estádio seja de oito minutos. Um estudo foi encomendado à firma inglesa Steer Davies Gleave.

Eurico ironiza ajuda do Fla ao vasco

A recente iniciativa da diretoria do Flamengo em ajudar o vasco, seu arqui-rival no Rio de Janeiro, na temporada 2009, quando o Clube dono do galinheiro de São Januário disputará a Série B do Brasileirão, não começou bem. Não por culpa da diretoria rubro-negra, uma vez que foi Jaílton quem preferiu assinar com o Fluminense em vez de ir para São Januário.


E não seria nem ao menos necessário que o ex-volante do Flamengo deixasse bem claro que não estava a fim de disputar a Segunda Divisão do futebol nacional. Para o ex-presidente vascaíno Eurico Miranda, que nunca escondeu de ninguém que uma vitória sobre o time da Gávea era conquistar um campeonato à parte, tudo não passa de hipocrisia.

- O Flamengo ajudar o Vasco no ano que vem? Isso é teatro, o mais puro teatro. Eles jamais fariam isso - garante Eurico à coluna Painel FC, do jornal "Folha de S. Paulo".

Foto: euviros miranda querendo ir para a merda junto com o vasco!!!

Na última rodada do Brasileirão 2008, o vasco precisa derrotar o Vitória em casa e torcer por alguns resultados para não ser rebaixado, entre eles a conquista dos três pontos do Rubro-Negro sobre o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Na semana que antecedeu as partidas, Eurico declarou que não havia a menor possibilidade de ele torcer pelo Flamengo.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Empresário propõe troca de Ibson por Ricky

Como está pessimista em relação à permanência de Ibson até o fim de 2009, Eduardo Uram já começa a pensar em alternativas proveitosas para Flamengo e o jogador. Segundo o empresário, uma troca envolvendo Richarlyson, do São Paulo, seria uma boa solução.

O Tricolor Paulista já tentou contar com Ibson algumas vezes, mas sempre esbarrou na vontade de ele jogar pelo Flamengo. Acontece que, por conta da Libertadores, o São Paulo não se importaria em ter Ibson apenas por seis meses. Para compensar a perda do Flamengo, a idéia de Uram é levar Richarlyson para a Gávea por empréstimo de um ano.

– Seria muito bom para todo mundo. No Flamengo, o Richarlyson teria o espaço que não tem no São Paulo. E o Ibson disputaria mais uma Libertadores antes de decidir seu futuro no meio do ano. Mas como não conversei com nenhuma das partes envolvidas isso não passa de uma idéia – afirmou Eduardo Uram, em entrevista à Rádio LANCE!.

Kléber Leite confirmou que não sabe nada sobre o assunto, mas garantiu que irá estudar qualquer possibilidade. No entanto, o dirigente disse que a prioridade é manter Ibson até o fim do ano.

– Vamos tentar definir isso antes da pré-temporada – afirmou.

Angelim vai inaugurar estádio no Ceará

Um dos melhores zagueiros do Campeonato Brasileiro de 2008, Ronaldo Angelim está de férias em Juazeiro do Norte, interior do Ceará, onde seus pais moram. Mesmo assim, os convites para bater uma bolinha com os amigos de infância não param de surgir ao camisa 4 do Flamengo.

E neste domingo, dia 28, Angelim foi convidado para ser a principal estrela da inauguração do novo estádio da cidade de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza. O Domingão, com capacidade para 10.500 pessoas, receberá a partida amistosa entre o Horizonte e o Ceará.

A nova arena, que vai sediar os jogos do time da cidade no Campeonato Estadual da Primeira Divisão, já está sendo considerado pela Federação Cearense de Futebol como o mais moderno fora da capital. O evento, que contará com várias autoridades locais, será aberto ao público e os portões estarão abertos a partir das 14h. A partida começará às 19h30.

Ronaldo Angelim, que é torcedor confesso do Fortaleza, principal rival do Ceará, atuou no Pici por mais de cinco anos e conquistou vários títulos. No entanto, antes de ir para o Tricolor atuou ainda pelo Alvinegro. Como é uma partida amistosa, resta saber se Angelim voltará a vestir a camisa do Vozão.

Prestes a se formar treinador, Leonardo fecha o mercado: 'Só Fla, Milan ou seleção'

Dirigente foi especulado como possível substituto de Carlo Ancellotti, mas diz que sua vocação é para ser dirigente

As más campanha do Milan tanto no Campeonato Italiano quanto na Copa da Uefa já fazem a imprensa italiana contestar o nome de Carlo Ancellotti e começar a especular nomes para substituí-lo no comando da equipe no restante da temporada. Depois do nome de Zico, outro brasileiro foi colocado entre os preferidos do Rossonero: Leonardo.

Dirigente do clube há seis anos, o ex-lateral-esquerdo da seleção brasileira e do Flamengo está concluindo seu curso de treinador na Itália. No entanto, o diploma servirá apenas para aumentar sua galeria de condecorações. Segundo Leo, seu plano de carreira não passa pelos gramados.

- A verdade é que estou fazendo o curso de treinador. Trabalho com gestão, que é o que eu adoro e tenho vocação. Esse é meu caminho e com certeza vou chegar no Flamengo. Mas esse curso é para fechar meu ciclo de ação. É importante, reconhecido pela Uefa, e por isso acabam ventilando a possibilidade.

Leonardo toma cuidado para não descartar completamente a possibilidade, mas deixa claro o bom relacionamento que tem com o atual comandante do Milan. O dirigente acha normal que seu nome seja especulado, e desde já fecha seu campo de possibilidades para as camisas que mais mexem com seu coração.

- Tenho uma relação excelente com o Ancellotti, de anos, convivemos perto, e não venho a almejar esta função. É natural surgir a notícia, até porque se um dia eu pensar nisso, só vai ser no Flamengo, no Milan ou na seleção brasileira. Não penso nisso hoje.

Adílio desmente Márcio Braga

Presidente diz que não afastou ídolo do clube, mas ex-jogador se diz desempregado

A torcida do Flamengo e os ex-jogadores do clube ficaram surpresos ao saber que o craque, Adílio, não seria mais treinador do time de juniores rubro-negro. A polêmica se arrastou por dias até que na última terça-feira, dia 23 de dezembro, o Presidente Marcio Braga disse em entrevista ao programa Redação Sportv, que teria conversado com Adílio e que não iria afastá-lo do clube e sim dá-lo outro cargo. Porém, em entrevista exclusiva ao site Justicadeportiva.com.br, Adílio disse que ainda não conversou com o Presidente e que, pelo que ele sabe, está demitido do clube.

”Não estive com o Marcio Braga. O que chegou até as minhas mãos é que eu estaria fora do Flamengo. Fiz uma boa campanha com a garotada, mas sei que futebol é assim mesmo. Quem conversou comigo na época foi o Isaias Tinoco, mas vamos ver. Estou esperando para ver o que acontece, vou curtir as festas de final de ano com minha família e pensar nisso só no ano que vem. Eu tenho que conversar com o Marcio Braga, mas se isso acontecer vai ser só em janeiro mesmo”, disse Adílio.

Em quatro anos à frente do time júnior, Adílio foi tricampeão carioca, bicampeão do Torneio OPG, campeão do Rio-São Paulo e da Taça BH e terceiro colocado no Mundial da Malásia. Nesse período, jogadores como Renato Augusto, Erick Flores, Thiago Sales e Rômulo estiveram sob o seu comando.

Cruzeiro briga com Fla por zagueiro são-paulino

Contratado pelo São Paulo junto ao Lyon, da França, para brigar com Rodrigo, Miranda e André Dias por um lugar na defesa do time, o ex-corintiano Anderson tem um novo interessado além do Flamengo: o Cruzeiro.

O representante do jogador, Marcelo Djian, esteve na capital mineira para acertar a transferência de outro atleta que está sob sua representação, o atacante Wellington Paulista, que trocou o Botafogo pela Toca da Raposa, e teria iniciado as conversas sobre Anderson.

Anderson atuou somente cinco vezes pela equipe do Morumbi e não deverá seguir no clube em 2009. Com Renato Silva, ex-Botafogo, já anunciado para compor o setor do hexacampeão brasileiro, a tendência é que o defensor seja liberado para atuar por outra equipe na temporada que está para se iniciar.

No início da semana, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, disse que a permanência do jogador no Morumbi não é tratada como prioridade. "É possível que ele saia", sintetizou o presidente.

Com 40 mil por jogo, Fla não alivia crise financeira

Há dois anos, um dos maiores motivos de orgulho do Flamengo tem sido a fidelidade de sua torcida. Com média superior a 40 mil pessoas por dois Campeonatos Brasileiros seguidos, o time rubro-negro tem levado multidões ao Maracanã quando joga. É o alívio em tempos de crise. Mesmo assim, líder de público e renda, o clube pouco consegue usufruir dessa participação ativa de seus fiéis seguidores. Os cofres continuam vazios.

Com dívidas que beiram os R$ 200 milhões (sendo metade trabalhista e metade fiscal), o Flamengo tem boa parte das rendas dos jogos comprometida. Neste ano, a grande esperança de salvação foi a Timemania, loteria criada para os clubes saldarem suas dívidas com o governo através da exploração de suas marcas. Entretanto, a baixa procura dos apostadores frustrou boa parte dos dirigentes. O governo estimou que a Timemania arrecadasse uma receita anual de R$ 520 milhões, e a realidade é que ela ficará em torno de R$ 130 milhões. Já há quem pense numa alternativa para saldar as dívidas de INSS, FGTS e Receita Federal: a Timemania 2.

Se no balanço financeiro o clube tem contas de país subdesenvolvido, nas arquibancadas o desempenho rubro-negro é similar aos dos principais clubes europeus. O Flamengo tem média de público superior às registradas no Campeonato Inglês e no Alemão, as maiores do Velho Continente, que registram cerca de 37 mil por jogo. Este ano, o Flamengo teve 40.694 de média - número que perde para o de 2007, quando o clube registrou mais de 41 mil pessoas. Aliás, quando foi campeão na década de 80, o rubro-negro passou a casa de 60 mil pessoas por jogo.

"Dizer que não há como investir no futebol dentro do Brasil é uma bobagem. Aqui há um mercado muito forte a ser explorado e tem uma economia estável. O problema é que a gente ainda tem uma estrutura que parou no tempo. Está viciada. E não é só nos clubes. Trata-se de um contexto. Assim, o dinheiro não entra", explica Leonardo, ex-jogador e atual dirigente do Milan.

O Flamengo foi responsável por 12% de toda a renda do Campeonato Brasileiro deste ano. Ao todo, o clube arrecadou R$ 12.586.681 brutos em 18 jogos (uma partida a menos que todos os outros participantes do campeonato porque teve portões fechados no jogo contra o Santos, na primeira rodada), com uma média de R$ 699.260, quase o triplo da registrada no Brasileiro.

Quantias que impressionam, mas que o clube quase não vê. Do total bruto arrecadado, o Flamengo só embolsou cerca de R$ 5 milhões - menos da metade do total. O resto ficou retido para o clube saldar dívidas. Com a folha salarial em torno dos R$ 3 milhões, o Brasileiro inteiro só paga um mês e meio de salários.

"O problema no Brasil é histórico. Os clubes vivem do dinheiro dos direitos de televisão e quase não ganham nada com merchandising, por exemplo. Não há uma visão de mercado", explica Leonardo. "Isso é fruto de como os clubes foram geridos ao longo dos anos. Na maior parte dos casos, não existe um retorno em infra-estrutura", completou.

Reféns da TV

Principal fonte de renda para os clubes até a década de 80, a participação das bilheterias nas contas das agremiações foi caindo gradualmente ao longo dos anos. Hoje, cotas de patrocinadores e da televisão formam a maior parte do faturamento.

"Antigamente, a bilheteria era praticamente 80% das receitas do clube. Hoje, não chega a 10%. Enquanto isso, a TV responde por mais de 60% do faturamento", comenta João Henrique Areias, consultor de marketing e ex-diretor do Clube dos 13 e do próprio Flamengo.

Mesmo com todos os problemas, o Flamengo anunciou que terá um aumento de R$ 30 milhões em suas receitas para o ano que vem. Além disso, o clube está próximo de conseguir verbas para investir em seu centro de treinamento através de incentivos fiscais, como foi feito com o São Paulo e o Atlético-MG.

Mas é a profissionalização do departamento de futebol a saída vista pelo presidente Márcio Braga, separando o social da principal atividade esportiva do Flamengo. Porém, para Areias, é preciso profissionalizar o clube como um todo para que se torne viável no futuro.

"Nos anos 90, os clubes fizeram associações com investidores, mas os dirigentes continuaram sendo voluntários, com uma mera relação de apoio. No Flamengo, por exemplo, o José Carlos Dias não pode ser um dirigente amador. Ele não pode acumular o cargo com outra carreira. Para o clube, é muito ruim ele não estar lá 100%. O dirigente só terá condições de administrar a dívida do clube se passar o tempo inteiro lá", comenta Areais sobre o demissionário vice-presidente de finanças do clube. "É preciso criar um conselho de gestão, um de administração e um diretor executivo para o clube".

Fábio Luciano fica e Willian pode subir

Pelo lado esquerdo, tudo já está definido: Angelim, Fabrício e Thiago Sales serão os zagueiros. Pelo direito, ainda falta uma vaga.

– Fábio Luciano me ligou perguntando se eu iria ficar, se não ele sairia também. Mas ele ficará. Temos Douglas e vamos trazer mais um ou subir o Willian, da base. A tendência é essa – disse Kléber Leite.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Vaiado, Renato Gaúcho se declara para torcida do Flamengo

Ovacionado nos anos 80 e 90, Renato Gaúcho reencontrou a torcida do Flamengo como jogador no "Jogos das Estrelas" organizado por Zico, terça-feira, no Maracanã. No entanto, o histórico recente nos rivais vasco e Flu fez os rubro-negros esquecerem o ídolo que fazia jogadas inacreditáveis na Copa União de 1987 e castigou o camisa 7 com vaias.

A situação, no entanto, não foi capaz de fazer Renato dar mais uma de suas declarações polêmicas. O treinador tentou justificar a reação dos torcedores e disse que ainda voltará a dar alegrias para os rubro-negros.

- A torcida do Flamengo sempre vai estar no meu coração. Hoje ela me vaia até mesmo pelo gol que fiz em 95 e por ter treinado o Vasco. Mas tenho certeza de que quando eu trabalhar no Flamengo eles vão me apoiar tanto quanto na época de jogador.

Nome preferido de Marcio Braga para suceder Caio Júnior, Renato Gaúcho 'perdeu' a vaga no Flamengo para Cuca no início de 2009. Porém, o treinador diz que não tem pressa para assumir este posto.

- É um plano que eu tenho. Sem dúvida alguma. Quem não sonha um dia em treinar o Flamengo? Não posso pensar diferente. É um grande clube, com uma grande torcida, conheço bem, joguei anos lá, conquistei três título, joguei com meu ídolo Zico. É questão de tempo. Tudo acontece.

Entre 87 e 98, Renato Gaúcho jogou 213 partidas pelo Flamengo e marcou 68 gols.

Ministério do Esporte estuda novo projeto de lei da Timemania

O governo estuda mudanças na lei que criou a loteria Timemania, após um primeiro ano considerado "decepcionante" pelo Ministério do Esporte.

Segundo dados divulgados ontem pelo ministro Orlando Silva, a loteria arrecadou R$ 140 milhões em 2008, muito abaixo dos R$ 520 milhões inicialmente previstos pela Caixa Econômica Federal.

"Não era o que esperávamos e por isso estamos analisando uma série de alterações, possivelmente com o envio de novo projeto de lei ao Congresso", afirmou Silva.

A Timemania foi criada como forma de ajudar clubes de futebol endividados. A arrecadação é destinada ao saneamento principalmente de débitos com a Receita Federal.

O ministério e a Caixa identificaram dois problemas centrais. O primeiro é o custo do boleto, de R$ 2, o dobro dos de outras loterias. Além disso, houve erro de marketing. O foco na identificação do torcedor com o clube não surtiu efeito. "O apostador não escolhe a Timemania porque ama seu clube, como imaginávamos, mas porque quer ganhar o prêmio", declarou o ministro.

O governo também estuda prorrogar o período de transição de um ano para o abatimento de dívidas dos clubes. Por essa regra, que vence em março, as parcelas mensais não podem passar de R$ 50 mil, mesmo para equipes bastante endividadas, como o Flamengo, que teria de pagar R$ 800 mil ao mês.

Os clubes estão pressionando o ministério a dar mais um ano de prazo. "Estamos estudando isso com o Ministério da Fazenda. Talvez possamos aumentar um pouco o limite das parcelas, mas não há decisão ainda", disse Silva. Para que o prazo seja estendido, é preciso votar nova lei no Congresso.

Flamengo quer a confiança de volta em 2009

O Flamengo começou 2008 por cima, com o 30º título do Campeonato Carioca(bi, 2007/2008), mas terminou por baixo por conta da eliminação precoce e vexaminosa na Libertadores e da razoável quinta posição no Brasileiro, o que impediu o retorno à maior competição sul-americana. Como a base será mantida e as contratações, escassas, caberá ao mesmo grupo reconquistar a confiança abalada dos torcedores rubro-negros.

Mas não foram só derrotas expressivas que desanimaram os torcedores. Problemas extracampo com o elenco foram minando a confiança. Artilheiro do time na época, Marcinho ocupou o noticiário policial por duas vezes. A primeira, sozinho, quando atropelou uma pessoa na Favela da Rocinha. A segunda, junto com Bruno e Diego Tardelli, em Belo Horizonte após o empate em 1 a 1 com o Atlético Mineiro, quando participaram de uma festa com prostitutas que acabou na delegacia.

As constantes discussões por insatisfação em não jogar ou em ser substituído também contagiaram o ambiente ruim. Para Cuca, que assume o time com a responsabilidade de resgatar esse orgulho, somente as vitórias acalmarão os torcedores: – Só isso traz credibilidade. Às vezes não se consegue vencer e isso é normal no futebol. O ano do Flamengo não foi tão ruim assim. Nossa esperança é chegar bem em todos as quatro competições que iremos disputar. Esse time tem condições.

Para o volante Ibson, o Flamengo terá de mostrar durante toda a temporada o ímpeto que tomou conta da equipe no inicio do Campeonato Brasileiro.

– Começamos muito bem e a torcida veio junto conosco. Vamos buscar isso também no Carioca para conquistarmos o nosso tricampeonato. O time precisa de reforços, mas ter mantido a base, que é muito boa, foi ótimo – afirmou Ibson, antes do jogo beneficente organizado ontem por Zico.

Fala, presidente! Sentado à beira de um vulcão, Marcio Braga projeta 2009 do Fla

Prestes a iniciar o último ano do sexto mandato como presidente do clube, Marcio Braga recebeu a reportagem do Globoesporte.com para o quadro "Fala, presidente!". Criticado por ídolos da história do clube nos últimos dias, o dirigente admitiu que ainda há muito a ser melhorado na Gávea, O exemplo a ser seguido? O São Paulo, que tomou do Rubro-Negro a hegemonia no futebol nacional, com a conquista do hexacampeonato do Brasileirão.

- É um desastre para a tradição do clube. Mas de qualquer maneira, perder para o São Paulo é normal. É um clube mais bem organizado. É a vitória da profissionalização do clube. Temos que nos preocupar com 2009. Como está, tende a ganhar sempre.

O diferença do Fla para o clube paulista para Marcio Braga, no entanto, é óbvia. Na Gávea, falta paz para que as coisas aconteçam.

- Estamos sempre sentados na beira de um vulcão. A bunda está sempre quente.

Ainda assim, a idéia de tornar o futebol autônomo segue nos planos de Marcio Braga para o próximo ano. O presidente, por sinal, projeta um 2009 de redenção estrutural para o clube, com a conclusão do CT do Ninho do Urubu, além do surgimento de novas arrecadações.

Já dentro do gramado, pouca coisa vai mudar. Pelo menos no conceito. Segundo Marcio, a equipe tem que ganhar tudo que disputar. A começar pelo Estudal, onde pode se sagrar tricampeão pela quinta vez em sua história.

- O Flamengo tem que ganhar sempre!

Tais declarações, para Marcio, não devem ser extintas. Mesmo depois de ser criticados por jogadores e torcida, após dizer "que a festa do hexa estava pronta", entre outras coisas. O dirigente disse que isso faz parte do futebol e foi dito para sacodir a equipe.

- Errou o técnico. Não há nenhuma declaração que possa ter prejudicado a atuação do Flamengo. Não é possível ver o Flamengo perder jogos decisivos no Maracanã.

Por fim, Marcio Braga reforçou a vontade de colocar um ponto final no que chama de "Legião Estrangeira". Segundo ele, a ausência de jogadores formados no clube faz com que o time seja irregular.

- Quando a base não é formada na base, o time não fica forte. Tem altos e baixos.

Márcio Braga descarta saída de Adílio, mas dá apoio a Lourenço

Menos de um mês antes do início da Copa São Paulo de futebol junior, o Flamengo havia anunciado a troca de comando de seu time que participará da competição: sai o ídolo Adílio, entra o técnico Rogério Lourenço.

A mudança foi recebida com reservas pela torcida e por boa parte da imprensa. No entanto, o próprio presidente do clube, Márcio Braga, fez questão de explicar que não abriu mão dos serviços de Adílio, e que apenas optou por encerrar seu ciclo à frente do time sub-20 do Fla.

“O Adílio é tricampeão estadual dos juniores. Perdeu o título deste ano, é verdade, mas não vai ser demitido. Apenas será colocado em outro setor”, explicou Márcio Braga, em entrevista ao canal de TV por assinatura "SporTV", ainda que sem explicar qual vai ser a nova função do ex-jogador.

O dirigente ainda fez questão de defender o novo treinador do técnico sub-20 de seu time. “Por que falam que o Adílio saiu e o Rogério subiu? O Adílio é cria da casa, mas o Rogério também é. O Rogério é técnico da base, técnico da seleção brasileira sub-20”, credenciou Márcio Braga.

Ainda que mantido no Flamengo, Adílio ainda ganhou apoio de outros antigos ídolos do clube. Para Zico, atual técnico do Bunyodkor-UZB, o ex-treinador do sub-20 seria “uma opção” para comandar o time profissional que será orientado em 2009 pelo recém-contratado Cuca.

“Com todo o respeito ao Cuca, acho que teria sido uma grande sacada do Flamengo dar uma oportunidade ao Adílio no time profissional”, disse Zico, exaltando os três títulos estaduais de juniores conquistados pelo ex-colega.

Rubro-negros hostilizam o atacante Ronaldo

A torcida do Flamengo que foi ao Jogo das Estrelas, na noite desta terça-feira, no Maracanã, não perdoou o atacamte Ronaldo, que acertou com o Corinthians para 2009. Uma faixa estendida nas cadeiras inferiores mostrava toda a raiva dos flamenguistas com o Fenômeno.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Time de Zico vence Jogo das Estrelas por 9 a 7

Alguns quilos a mais, cabelos a menos. A idade faz diferença, mas, com a bola nos pés, Zico, além de fazer três gols, provou novamente que é craque também da cidadania, nesta terça-feira, durante o Jogo das Estrelas, no Maracanã.

O evento, que teve renda revertida para instituições de caridade e para as vítimas das enchentes em Santa Catarina, contou com um bom público, formado principalmente por flamenguistas, que se sentiam em casa. E neste clima de festa o placar, 9 a 7 para os Amigos do Zico, foi o que menos importou no final.

Ovacionado, Zico não escondeu a emoção por rever tantas estrelas do esporte. Além de jogadores consagrados, como Rivellino e Roberto Dinamite, outros esportistas também compareceram. O piloto de Fórmula 1, Felipe Massa, até marcou gol. Mas Zico fez questão de lembrar o verdadeiro motivo da festa.

– Sou um cara abençoado por Deus. Todo mundo entendeu a finalidade desse evento. E a torcida não está aqui apenas para rever os craques. É um ato de solidariedade de todos. Sei que ficamos devendo uma atração internacional – lamentou, lembrando que nas edições anteriores o jogo das Estrelas contou com as presenças de Maradona, do japonês Nakata e do holandês Seedorf.

Se o Galinho de Quintino agradecia a presença da torcida, das arquibancadas o povo já havia escolhido o alvo para perseguir. Depois de vaiarem Renato Gaúcho e Edmundo, Ronaldo, que acertou com o Corinthians depois de fazer juras de amor ao Flamengo, foi o grande "homenageado" da noite. O Fenômeno, inclusive, foi xingado diversas vezes. Brincadeiras à parte, quem compareceu voltou satisfeito. Teve a chance de rever seus ídolos e ajudou os mais necessitados.

FICHA TÉCNICA:
AMIGOS DE ZICO 9 X 7 ESTRELAS

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 23/12/2008 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vágner Tardelli

GOLS: Carlos Alberto, 9'/1ºT (0-1); Zico, 14'/1ºT (1-1); Ibson, 16'/1ºT (1-2); Bebeto, 20'/1ºT (1-3); Carlos Alberto, 25'/1ºT (1-4); Leonardo, 26'/1ºT (2-4); Bebeto, 37'/1ºT (2-5); Djalminha, 45'/1ºT (3-5); Zico, 6'/2ºT (4-5); Amoroso, 16'/2ºT (5-5); Edmundo, 18'/2ºT (6-5); Zico, 24'/2ºT (7-5); Felipe Adão, 28'/2ºT (7-6); Felipe Massa, 28'/2ºT (8-6); Edmundo, 32'/2ºT (9-6); Luisinho, 37'/2ºT (9-7).

AMIGOS DE ZICO: Carlos Germano (Fernando Henrique), Jorginho (Felipe Massa), Leandro (Gonçalves), Juan e Roberto Carlos (Athirson); Júnior (Fernando), Leonardo (Thiago Coimbra), Zico e Rivelino (Edmundo); Rivaldo (Amoroso) e Careca (Djalminha).

ESTRELAS: Milagres, Aílton (Thiaguinho), Mauro Galvão, Ricardo Rocha e Serginho (Rubens Júnior); Vampeta (Luisinho), Ibson, Carlos Alberto e Zinho (Hugo); Renato Gaúcho (Felipe Adão) e Bebeto (Alex Dias).

Júnior assume o papel de cabo eleitoral de Leonardo para a presidência do Fla

Há menos de um mês, Leonardo reiterou o desejo de se tornar presidente do Flamengo e disse que a hora "estava chegando". Pois se era por falta de apoio que o momento de trocar o Milan não tinha chegado, o ex-lateral-esquerdo já pode rever sua idéia.

Depois de ter o nome levantado por Zico, durante críticas a atual gestão, Leonardo ganhou mais um cabo eleitoral. Durante o "Jogos da Estrelas", realizado nesta terça, no Maracanã, Júnior, outro ídolo rubro-negro, deu total apoio a uma possível candidatura do dirigente do Milan nas eleições de 2009 no clube.

- Pode ser a salvação do Flamengo. Infelizmente, não vejo nomes dentro do clube que possam modificar o quadro atual. É uma pessoa extremamente capacitada, formada e formatada para exercer um cargo executivo. Mas precisa que as pessoas lá de dentro aceitem isso, o que eu acho difícil. É conveniente para muita gente que o clube permaneça desta forma.

Primeira aposta de Marcio Braga para reformular o futebol do Flamengo, Júnior dirigiu o Fla-Futebol em 2004. Tal experiência fez com que o ex-jogador não tivesse dúvidas quanto ao modelo de gestão que deve ser implantado na Gávea.

- O que aconteceu em 2004, com a idéia do Marcio de profissionalizar o futebol, não foi o início de uma reformulação total. Mas foi o pontapé inicial para fazer o que na maiores dos clubes da Europa acontece. Não adianta ter um dirigente voluntário, amador, que tenha a empresa dele, vá trabalhar e só chegue no clube às 18h. Tudo já aconteceu. Precisa é de um profissional executivo, que seja cobrado e chegue lá às 7h e a saia às 19h.

Júnior deixou o Fla-Futebol em 2004 após não ter sido consultado sobre a contratação do atacante Dimba, polêmica na ocasião e que deixou o elenco insatisfeito.

Reforços do Flamengo foram indicados por Cuca

Até agora a diretoria do Flamengo anunciou apenas dois nomes para reforçar o elenco para 2009. São eles o zagueiro Douglas e o meio campo Williams, ambos vindos do Santo André. As duas indicações foram feitas pelo treinador da equipe carioca, Cuca.

"Eu indiquei os atletas. Quando saí do Fluminense, fiquei em casa descansando e vendo futebol. São dois ótimos jogadores, com potencial e vão buscar o espaço deles. A torcida do Flamengo pode ter certeza disso", afirmou Cuca.

Indagado sobre a frase dele próprio na apresentação, quando disse estar com gana de vencer, Cuca explicou o motivo.

"É porque nesse ano pouco me importa o lado financeiro, quero trabalhar duro, fazer o Flamengo ser campeão. O Flamengo tem que pensar na Libertadores, mas voltar à Libertadores sendo campeão brasileiro", completou o comandante.

O grupo rubro-negro se apresenta dia 7 de janeiro e no dia 9 deve seguir para Teresópolis, na Granja Comary, para a pré-temporada.

Marcio Braga dá razão às críticas de Zico e diz que Fla poderia ter fechado

Zico falou e o presidente do Flamengo balançou a cabeça positivamente. Depois das críticas sobre a falta de estrutura do clube, o presidente Marcio Braga respondeu ao ídolo rubro-negro na manhã desta terça-feira, ao Redação SporTV.

Em vez de confrontá-lo, o presidente deu razão ao ex-jogador, que estava na bancada do programa, e esmiuçou a crise financeira enfrentada pelo clube.

- O Zico tem toda a razão. O que acontece no Flamengo são as dificuldades encontradas lá desde o mandato de Edmundo Santos Silva, que deixou um rombo muito grande. O Flamengo estava em estado de insolvência em 2004. Teríamos de vender todos os bens para pagar aos credores e ainda sim existiria uma dívida de R$ 139 milhões. Não ter fechado as portas, só com milagre. Agora tiramos a cabeça de dentro d’água. O Flamengo está avançando. Podemos estar atrasados, mas estamos caminhando – declara.

Em seu discurso crítico, Zico lamentou que a criação de uma empresa para gerir o futebol não tenha ido adiante. O atual presidente concordou, mas culpou o estatuto antiquado do Flamengo pela demora.

- Se não separar o futebol das atividades sociais e olímpicas, o clube vai acabar. Tem de haver autonomia. Encaminhamos ao Conselho Deliberativo no início deste ano para que este aprove a reforma institucional e permita a criação da sociedade empresária do futebol. Ano que vem, em 2009, o Conselho votará esta questão – declara Marcio Braga.

Outra queixa do ídolo rubro-negra foi a vontade que os dirigentes têm de retirar o futebol profissional da Gávea. Marcio Braga explicou que a idéia é reformular a sede principal. O CT ficaria para as divisões de base.

- Programa de revitalização é para manter o futebol na Gávea e o Flamengo vai ter que jogar no Maracanã. Será a casa de espetáculos e na Gávea continuaremos a preparação do time profissional e das divisões de base. Só falta termos as licenças – diz o dirigente.

Bruno, do Fla, completa 24 anos nesta terça

O goleiro Bruno, um dos destaques do Flamengo no último Campeonato Brasileiro, completa 24 anos nesta terça-feira. Titular do gol rubro-negro há dois anos e meio, o camisa 1 tem contrato com o clube até 2010.

O ano de 2008 foi de alegrias e tristezas para Bruno. Além de ter conquistado o bicampeonato Carioca pelo Fla, ele entrou para a História do Maracanã como o primeiro goleiro a marcar um gol no estádio. A maior felicidade no ano veio no nascimento de sua segunda filha, Maria Eduarda.

Por outro lado, Bruno teve a decepção da eliminação na Libertadores e da não obtenção da vaga para a mesma competição em 2009.

Além de Flamengo, Botafogo, , Flu e vasco querem Juninho

O Botafogo, que já acreditava estar adiantado nas negociações pela volta de Juninho, pode ter dificuldades pela frente.

Em primeiro lugar, o São Paulo exige um ressarcimento financeiro para liberar o zagueiro. Além disso, Flamengo, Fluminense e Vasco entraram na briga pelo jogador, que atuou em General Severiano no ano passado.

O superintendente de futebol do Tricolor paulista, Marco Aurélio Cunha, confirmou o interesse do Fluminense por meio de conversas efetivas.

- Pelo que eu sei, tem o interesse do Vasco e do Fluminense, além do Botafogo. Se tivesse tempo de adaptação, ele poderia ser um grande jogador aqui. Enfim, ele pode até sair, mas, isso envolve custo. Nós investimos nele e queremos um retorno. Houve uma conversa com o Fluminense e sei que o Vasco gosta do jogador - revelou o dirigente, à Rádio Brasil.

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio manteve o discurso, mas acrescentou o Flamengo na lista.

- Realmente tem clubes interessados. O Flamengo, o Fluminense e o Botafogo querem o jogador. Ainda vamos ver o que acontece - disse o dirigente, dando a entender que dificilmente o jogador segue no Morumbi.

No Tricolor e sem mágoas do Fla, Jaílton revela: ‘A Série B me tirou do vasco’

Apesar de ter sido muito contestado durante a temporada, quando vestiu a camisa do Flamengo, o volante Jaílton terminou o ano de 2008 despertando o interesse de dois clubes cariocas: Flu e vasco. Nesta terça-feira, ele acertou a transferência para o Tricolor e assinou contrato de um ano.

Jaílton chegou a fazer exames em São Januário, mas revelou que o fato de o clube ter sido rebaixado e disputar a Série B em 2009 ajudou no acerto com o Fluminense.

- Recebi propostas de dois clubes grandes e com tradição no futebol, mas o Vasco está numa situação complicada. Passei dois anos jogando na primeira divisão e este é o sonho de qualquer jogador, para aparecer mais dentro da profissão. Não querendo menosprezar o vasco e nem a proposta que recebi, mas foi a Série B que me tirou do Vasco – afirma o ex-volante rubro-negro.

O fato de ter acertado com um rival do Flamengo não chega a preocupar Jaílton. Ele acredita que vai poder realizar o trabalho nas Laranjeiras da mesma forma que fez na Gávea.

- Estou muito tranqüilo quanto a isso. Enquanto estive no Flamengo eu procurei fazer o meu trabalho da melhor maneira possível e agora vou fazer o mesmo com a camisa do Fluminense. Não guardo mágoas de ninguém do meu antigo clube. É bola para frente e muito suor em 2009. Estou feliz com este acerto – diz.

FOTO: camisa ‘traíra infiel’ critica ida de Ronaldo para o Corinthians

Na antevéspera do Natal, Ronaldo ganhou mais uma retaliação de rubro-negros. Uma loja especializada em futebol lançou nesta terça-feira um modelo de camisa intitulado “traíra infiel”. Disponíveis nas cores vermelho e preto, os modelos lembram a ida do jogador para o Corinthians. Na parte da frente há uma adaptação da canção “Vou festejar”, de Jorge Aragão: “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu amor”. Atrás, o número 9 do jogador e a palavra “infiel”, fazendo um contraponto à torcida corintiana.




















No Fla, Jaílton era um anti-herói intocável

Contratado ao Ipatinga em fevereiro de 2007 a pedidos do técnico Ney Franco, Jaílton teve altos e baixos no Flamengo. Por ser proveniente de um clube considerado pequeno, o volante demonstrou personalidade invejável para alguém que passa a ter a responsabilidade de defender o clube mais popular do país.

Foi esta capacidade de adaptação que abriu caminhos para Jaílton. Com a confiança do treinador, não demorou muito para tornar-se titular. Depois, com a chegada de Joel Santana, voltou a perder espaço. O seu lugar teve de ser conquistado nos treinamentos.

Quando Joel optou por colocá-lo entre os titulares, ninguém mais o desbancou. Jaílton fez parte do meio-de-campo apelidado de Tropa de Elte, ao lado de Cristian, Ibson e Toró.

Com a vinda de Caio Júnior, Jaílton ganhou nova função: terceiro zagueiro. A improvisação deu certo para o esquema do time, mas a torcida jamais aprovou a escalação de Jaílton, seja em qual posição que fosse.

Presidente do Fla considera que repatriar Adriano agora é ‘muito difícil’

O interesse do Flamengo em Adriano pode não ultrapassar o campo dos sonhos. Dentro do clube há um desânimo generalizado em relação à possibilidade de o Imperador ser emprestado pelo Inter de Milão ao clube. Geralmente otimista, o presidente Marcio Braga adota um tom cético.

Foto:Adriano cumprimenta o técnico Mourinho em jogo do Inter

- Acho que ele não vem. É muito difícil. O Gilmar (Rinaldi, empresário do jogador) ligou para o Kleber e disse que só poderia ir à Itália em janeiro. Aí vai enrolando, enrolando e o tempo passa – declara.

O Imperador curte o fim de ano no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, ele está confirmado no jogo das estrelas, organizado por Zico, no Maracanã. Machucado, o atacante do Inter ficará só observando.

Júlio César sonha voltar...como dirigente

Ligado na TV ou plugado no computador, Júlio César viveu durante o Brasileirão de 2008 um conflito de sentimentos. Com o coração, acompanhava os jogos do Flamengo e torcia para que a campanha que começou de forma arrasadora tivesse continuidade e culminasse com o hexacampeonato nacional. No entanto, a razão o fazia crer que em caso de conquista muitos problemas internos do clube passariam despercebidos e a alegria imediata poderia se tornar em mal no futuro. No fim das contas, o deu São Paulo como campeão, mais uma vez. Nada que impeça o goleiro de fazer sua reflexão.

- Eu sou rubro-negro e é claro que torci pelo hexa. Mas é bom que os clubes estruturados, como o São Paulo, conquistem os títulos, pois aí servirão de exemplo. Se o Flamengo ganha, sem CT, com salário atrasado, esse tipo de problema tende a ser camuflado e continuar. Não é possível um clube como o Flamengo não ter um CT. É a única coisa que falta.

Rubro-negro fanático, Júlio César foge do lugar comum. Estabilizado na Itália e na seleção brasileira, o goleiro não faz promessas de um retorno em fim de carreira para a Gávea. Seus planos são mais ambiciosos. O projeto é voltar, sim, mas como dirigente e trocar as críticas pela ação, apesar de já perceber melhorias nos últimos anos.

- Quando eu saí o time brigava para não cair. Hoje já está brigando por título. Então melhorou, não é? Mas falta essa estrutura. Quero voltar um dia para ver se consigo melhorar isso.

Tetracampeão carioca, campeão da Mercosul e da Copa dos Campeões pelo Flamengo, Júlio César vestiu a camisa do clube em 285 partidas, entre 1997 e 2004.

Flamengo deve dispensar Sambueza nos próximos dias

O técnico Cuca já começou a conversar com a diretoria rubro-negra sobre dispensas do atual elenco. Nos bastidores do clube da Gávea há a informação de que um dos jogadores não pretendidos por Cuca seria o argentino Sambueza.

O empresário do jogador, Roberto Miguel, informa que o Flamengo deve dinheiro ao atleta. "O clube ainda deve pelo empréstimo do Sambueza. Dos US$ 430 mil, o Flamengo só depositou US$ 180 mil até o momento e o jogador ainda não recebeu os salários de outubro, novembro e dezembro".

Mesmo assim, segundo Roberto Miguel, o argentino que continuar no Flamengo. "Alguma coisa acontece, pois a culpa não é do jogador. Sambueza tem uma cabeça muito boa, nunca reclamou de nada, nem quando foi assaltado na cidade. Ele quer continuar no clube", assegurou.

Rubens Sambueza não fez gols com a camisa do clube e tem contrato até junho do ano que vem.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Jônatas fica até junho, e Fla renova contrato de Diego

Presente em nove de cada dez listas de dispensas especuladas, o volante Jônatas não deixa o Flamengo antes do fim de seu contrato, em junho. Em reunião na tarde desta segunda-feira, na Gávea, o empresário do jogador, Eduardo Uram, e o vice-presidente de futebol do clube, Kleber Leite, decidiram mantê-lo no elenco.

Apesar de o técnico Cuca não fazer questão de segurar o jogador, há fatores que impedem a liberação. O Flamengo ainda deve uma parcela ao Espanyol pelo empréstimo por 18 meses e o clube espanhol não tem mais vaga de estrangeiro nesta temporada.

- Posso dizer que ele fica – diz Uram.

O empresário aproveitou para deixar tudo fechado para a renovação de contrato do goleiro Diego. Já as situações de Jaílton e Luizinho não foram definidas. O primeiro deve seguir para o Vasco, mas há a possibilidade de ser negociado com o exterior. O segundo fica sem contrato no fim do ano, mas há interesse em mantê-lo.

Zico faz duras críticas à diretoria do Fla

Principal ídolo da história do Flamengo, Zico criticou duramente a diretoria do clube nesta segunda-feira. Em entrevista à "Rádio Globo", o eterno camisa 10 da Gávea afirmou que a vaidade de integrantes do comando rubro-negro prejudicaram o clube.

- O Flamengo se deixou levar pela pompa de ter a maior torcida e não trabalhou da forma que deveria. Existe uma vaidade muito grande. No Flamengo, as pessoas se preocupam muito em aparecer - afirmou.

Zico criticou o presidente Márcio Braga por não ter conseguido implantar o Fla-Futebol, uma espécie de sociedade anônima que iria administrar as receitas do futebol.

- O Márcio Braga tinha um projeto na cabeça que era o Fla-Futebol e ele sequer existiu. Quando o Júnior trabalhava no departamento de futebol, ficou acertado que ele responderia por tudo. Uma vez ele teve de viajar para resolver problemas pessoais e anunciaram a contratação do Dimba nas costas dele - disse.

Sobraram críticas também para o vice-presidente de futebol, Kleber Leite.

- Pedi em certa ocasião para o Kleber para que o futebol profissional não fosse retirado da Gávea. Pouco tempo depois, ele transferiu e o time passou a fazer muitos treinos no Fla-Barra. Isso prejudicou o acesso da torcida - afirmou.

Dininho acerta com o Santo André

O Santo André anunciou nesta segunda-feira a contratação do zagueiro Dininho, que foi dispensado pelo Flamengo. O defensor é o quinto reforço do Ramalhão para a temporada de 2009, quando a equipe disputa a primeira divisão do Campeonato Paulista e do Brasileirão.

O atleta de 33 anos, que assinou por um ano com o clube, declarou estar bastante empolgado para defender as cores do Santo André.

- Estou animado com este acerto. O Santo André é um clube que está crescendo e estou chegando para ajudar. A diretoria me apresentou um projeto muito interessante e acredito que temos totais condições de fazer uma boa temporada.

Além de Dininho, o Ramalhão já havia contratado o zagueiro Vinicius, o lateral esquerdo Bruninho, o volante Dirceu e o meia Élvis.

Léo Moura e Ibson elogiam escolha de Cuca

Ibson e Léo Moura participaram de uma pelada no Iate Club, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro ao lado de outros destaques do futebol nacional como Diego Souza, Leandro, Diguinho, Vágner Love, Tartá e André Lima. No entanto, o time de astros não conseguiu superar o time do Modus Iate Club, ficando no empate em 6 a 6.

Mas como não poderia deixar de ser, a série de contratações para a próxima temporada foi tema das declarações dos jogadores do Flamengo. Cuca, o novo técnico do Rubro-negro carioca, foi o reforço mais comentado pelos dois jogadores que fizeram questão de elogiar o trabalho do treinador.

- Nunca tive a oportunidade de ser comandado pelo Cuca e agora finalmente terei. É um treinador que admiro e, pelas vezes que o enfretamos quando ele estava a frente do Botafogo, deu para perceber que é um técnico muito tático. Estamos acostumados a enfrentá-lo mas isso logo passa assim que começar o Carioca - contou o lateral Léo Moura.

Ibson reconheceu que Cuca criou uma identificação muito grande com o Botafogo, mas não teme que isso atrapalhe o comando da equipe rubro-negra.

- Isso é normal no futebol. Ainda não tive a chance de falar com ele depois que virou nosso treinador mas não vejo nenhum problema. Acho que não teremos nenhum tipo de atrito - declarou ele.

Já sobre a sua renovação com o Rubro-negro, Ibson preferiu desconversou:

- Temos ainda muito tempo para isso. Meu contrato com o Fla vai até março.

Josiel e Vandinho não devem ficar no Fla

Contratados como a solução do ataque do Flamengo, Vandinho e Josiel não devem permanecer em 2009. Os dois atacantes não estão nos planos de Cuca e serão negociados.

Vandinho interessa a outros clubes do Brasil e o seu empresário, Luiz Alberto, não quer que ele continue na Gávea em 2009. Segundo ele, o atacante não foi bem aproveitado.

– Estou apenas esperando pela liberação do Vandinho. Pela minha vontade, ele não fica mais. Outros clubes querem o futebol dele e ele pode ser mais aproveitado do que no Flamengo – afirmou Luiz Alberto.

Já Josiel, que chegou como artilheiro do Brasileiro de 2007 e não marcou gols na cinco partidas que disputou, também deve ter seu futuro longe da Gávea. Grêmio e Goiás estariam interessados no futebol dele, assim como um clube japonês.

Como tem contrato até 30 de maio de 2009, Josiel seria emprestado para algum clube brasileiro. Se for para o Japão, será negociado em definitivo.