Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Dívida? 'Cresci com o Bota, mas o clube também cresceu comigo', diz Zé Roberto

Membro de uma geração que ficou marcada por resgatar o orgulho e a auto-estima dos botafoguenses, Zé Roberto terá pela frente pela primeira vez no domingo, às 16h, no Maracanã, a torcida que o idolatrou por duas temporadas. O próprio jogador, porém, já adiantou que o re-encontro para ele não terá nenhum sabor especial. Reflexo talvez do que pensa o próprio de sua passagem por General Severiano.

Na opinião de Zé Roberto, ele seguiu para o futebol alemão no início de 2008 sem nenhuma dívida com o Botafogo. O meia-atacante admitiu que o clube foi importante para seu crescimento profissional, mas fez questão de lembrar que também teve papel fundamental para que o Alvinegro se re-encontrasse no cenário nacional.

- Cresci junto com o Botafogo. No clube, eu evoluí, mas o Botafogo também cresceu e passou a ser respeitado. Não tenho dívida nenhuma com o Botafogo. Fiz o meu melhor e ajudei. Procurei ganhar títulos, entrar para a história, e agora quero fazer isso aqui no Flamengo. Deixei grandes amigos que nem estão mais lá. Tenho respeito como tenho pelo Vitória.

Negociado com o Schalke 04 após uma série de problemas disciplinares, Zé Roberto garantiu também que não guarda mágoas do ex-clube e esquece os problemas do passado.

- Não guardo mágoa. A diretoria mudou toda e eu não saí brigado com ninguém. Não tem porque ficar chateado. Estou feliz no Flamengo.

Em 116 partidas, Zé Roberto marcou 23 gols com a camisa do Botafogo entre 2005 e 2007. Já na Gávea, o jogador tem três jogos e dois gols.

Jônatas completa 200 jogos pelo Flamengo

Para o lugar de Marcelinho Paraíba, Cuca deu indícios de que deve escolher Jônatas para o clássico deste domingo. Se ele realmente enfrentar o Botafogo, estará completando 200 jogos com a camisa do Flamengo. Uma marca considerada importante e especial pelo volante, que dá claros sinais de amadurecimento e aos poucos vai recuperando o seu espaço na Gávea.

Depois de um 2008 sem muitas oportunidades, Jônatas começou o ano sendo testado aos poucos por Cuca. Em todos os jogos ele soube aproveitar a chance e, com isso, a confiança do técnico e da torcida começaram a transparecer. Mas Jônatas tem jogado em uma função diferente, quase como um meia de ligação. Não que isso chegue a ser novidade, já que já atuou assim pelo Espanyol - que o emprestou ao Flamengo até julho. Mas ele faz questão de dizer que é volante.

Fiel às suas raízes, extrovertido com os companheiros de grupo e introvertido com a mídia em geral, Jônatas concedeu entrevista exclusiva ao LANCENET! sonhando dias melhores pelo clube que o revelou.

L! - Como é estar completando 200 jogos pelo Flamengo? Ano passado você poderia ter completado esta marca, mas não te-
ve oportunidade. É melhor que este ja acontecendo isso agora?

Se puder entrar como titular e completar 200 jogos será importante. Fico feliz, mas penso em fazer mais pelo Flamengo. O objetivo é completar 300, 400. Mas a felicidade pela marca alcançada não tem explicação. Sou identificado com clube e
muito feliz aqui. Como o momento não era tão bom ano passado, acho que vai ser bem melhor completar essa marca especial agora pelo momento que estou passando e por se tratar de um clássico. Só tenho a agradecer ao Cuca e ao grupo que
reconhecem meu potencial e confiam em mim.

L! - E esse nova função tática, jogando mais adiantado quase como uma meia? Como está se sentindo?

Foi até bom você ter perguntado isso. Ele falou que eu ia jogar de meia, mas não é bem assim. Sou um terceiro homem de meio campo, que joga com três volantes. Ele gostou que eu joguei mais pelo lado esquerdo, mais à vontade. Mas Kleberson e
Toró ficaram um pouco mais atrás. Me sinto bem jogando desse jeito, mas não me chamo de meia. Eu sou um volante. Como tenho um pouco mais visão de jogo e gosto de enfiar bola, ali mais na frente fica melhor pra isso. Também dá para fazer uma
tabela com Obina e ficar mais perto do gol. Está sendo legal. Mas onde Cuca precisar, estou à disposição.

L! - Antes do belo gol contra Mesquita, você lembra qual tinha sido o último pelo Flamengo?

Não... Não estou lembrando... Qual foi?

L! - Foi um que deu a vitória do Flamengo contra o Botafogo no Brasileiro de 2006. Consegue lembrar?

É verdade. Fazia tempo (risos). Comecei a jogada no meio, deixei a bola correr. No fundo, quebrei o zagueiro na canhota, cavei pro Vinícius Pacheco e na hora de tocar de rosca a bola desviou em alguém e acabou encobrindo o goleiro.

L! - Essa lembrança ajuda para repetir a dose contra o Botafogo?

A expectativa é de fazer mais um gol, seja entrando como titular ou no segundo tempo. Vou tentar me acostumar a fazer gol. É bom pra quem joga perto da área. Até porque sempre sobra uma bola ali perto...

L! - Contra o Boavista, você estava jogando mais adiantado, foi substituído no intervalo e uma parte da torcida falou mal do Cuca na hora. Como você tem sentido o carinho da torcida?

É legal. Fiquei surpreso em Volta Redonda, quando pediram minha entrada (contra o Bangu) poque nem apareço muito na imprensa e tal. Nem acreditei muito. Mas quando saio na rua o pessoal torce, comenta, dá um carinho que fortalece mais ainda a nossa confiança.

L! - Por falar em confiança, como tem sido o seu relacionamento com Cuca? Em 2005 vocês tiveram alguns problemas.

É outra relação agora. Eu era bem mais garoto naquela época. Tinha uns 21 anos e ele estava começando a carreira como treinador também, mesmo já tendo passado pelo São Paulo. O tempo passa e vamos aprendo. O clima agora está legal.

L! - Ele sempre tem te elogiado, mas diz que você tem de jogar aos poucos pois faz parte de um processo de readaptação por ter ficado um tempo sem jogar.

Esse processo que ele diz é porque falta ritmo de jogo. Eu realmente estava um tempo sem jogar e é bom ir entrando aos poucos. Não adianta só ele querer me ajudar, eu também quero e é isso que está acontecendo.

Cuca x Ney Franco? A amizade impera até nos momentos de rivalidade

Em General Severiano, Ney Franco revelou nesta sexta-feira que Cuca foi um dos responsáveis por sua ida para o Botafogo. Na Gávea, o rubro-negro não escondeu a admiração pelo alvinegro tanto como pessoa quanto como profissional. No entanto, quando está em jogo a liderança do Grupo B da Taça Guanabara o melhor a ser dito é: "Amigos, amigos, negócios à parte".


Sem querer confundir as coisas, Cuca enumerou as qualidades do rival de domingo, às 16h, no Maracanã, e garantiu: sua relação com Ney Franco é tão boa que nem vale a pena falar de futebol para não atrapalhar.

- Não vejo como tirar proveito dessa amizade. O Ney é uma pessoa muito tranquila, sensata, do bem, ótimo profissional e é um amigo que eu tenho. Apesar de não termos uma convivência um na casa do outro. É um cara muito bacana e positivo. Nem falamos sobre desafio. Temos um respeito mútuo.

E os resultados mostram que a relação entre os dois é amistosa também dentro de campo. Em clubes invertidos, Cuca e Ney Franco se enfrentaram na decisão do Estadual de 2007. O resultado? 2 a 2 nas duas finais. Nos pênaltis, porém, o rubro-negro, hoje botafoguense, não deu mole e venceu nos pênaltis.

Ronaldo Angelim desfalca o Fla até a fase final da Taça Rio

O que parecia apenas um susto se tornou em problema grave para o Flamengo na reta final da Taça Guanabara e Cuca não poderá contar com Ronaldo Angelim pelas próximas seis semanas.

Pendurado com dois cartões amarelos e com leves dores na coxa direita, Ronaldo Angelim seria poupado no clássico contra o Botafogo para voltar zerado na semifinal da competição. No entanto, ao tentar sentar para acompanhar o treinamento de sexta-feira, na Gávea, o zagueiro sentiu um estalo no local dolorido, agravou a lesão e teve que ser submetido a uma cirurgia no local.

Operado pelo médico José Luiz Runco, na noite de sexta-feira, no Hospital Pasteur, no Méier, Rio de Janeiro, Angelim terá alta neste domingo e só retorna ao time na reta final da Taça Rio, no início de abril.

Substituto natural pelo lado esquerdo da defesa, Thiago Sales entra em seu lugar no clássico deste domingo, às 16h, contra o Botafogo. Douglas e o jovem Wellinton são as outras opções de Cuca para o setor.

Sem furar fila, Thiago Sales comemora oportunidade no clássico contra o Bota

Paciente, Thiago Sales soube esperar por sua vez na fila. Depois de comprovar a fama de zagueiro-artilheiro já em seus primeiros jogos como profissional, ele viu o prestígio que tinha com Joel Santana ir parar na África do Sul com a saída do treinador e foi deixado de lado com a chegada de Caio Júnior. Desde então, só observou Leonardo, Dininho, Douglas, Fabrício e até mesmo os volantes Jaílton e Aírton em campo na zaga rubro-negra. Agora, chegou sua vez.

Com Ronaldo Angelim preservado por Cuca por estar pendurado, o jovem de 21 anos terá a missão de compor a zaga pela esquerda no clássico contra o Botafogo, domingo, às 16h, no Maracanã, e espera ter a mesma sorte do último confronto com o Glorioso.

- Fico surpreso e feliz por jogar mais um clássico. Estou na expectativa. Tive uma boa atuação no último jogo contra o Botafogo, na Taça Rio de 2008, e fiz um gol de cabeça. Espero que tudo aconteça bem e o Flamengo possa confirmar o primeiro lugar.

A boa lembrança de um ano atrás não é a única que Thiago Sales tem dos jogos diante do adversário de domingo. O zagueiro lembra que o Botafogo era freguês nos tempos de divisões de base e recorda uma partida em especial.

- Na base, o Flamengo sempre levava vantagem. Lembro de um 4 a 1 em que fiz dois gols de cabeça.

Em 12 partidas pelo time profissional do Flamengo, Thiago Sales marcou cinco gols.

Lei Agnelo-Piva poderá sofrer mudanças

Ministro dos Esportes irá levar ao Presidente Lula proposta para beneficiar clubes formadores de atletas olímpicos

Site Oficial do Ministério dos Esportes

12/02/2009 às 13:00h -

O Ministério do Esporte vai apresentar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no prazo de 60 dias, uma proposta de decreto para regulamentar a distribuição dos recursos da Lei Agnelo-Piva, de forma a beneficiar também os clubes formadores de atletas olímpicos. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (12), pelo ministro do Esporte, Orlando Silva, após reunião com representantes dos Clubes Formadores de Atletas Olímpicos.

“Entendemos ser legítimo e necessário o apoio aos clubes responsáveis pela formação dos nossos atletas olímpicos do país. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é parte fundamental nesse processo, pela direção que ocupa nos destinos do esporte brasileiro, e participará das discussões sobre o novo decreto”, defendeu Orlando Silva. A reunião dos representantes dos clubes, do COB e do Ministério será marcada para pós o carnaval, uma vez que Carlos Alberto Nuzmann está fora do País.

A proposta dessa mudança, segundo o ministro, é que o esporte brasileiro saia fortalecido. “Tenho a impressão que o COB, como tem interesse de fortalecer os clubes que formam os atletas, deve apoiar esse decisão”, acredita.

A Lei Agnelo-Piva destina verbas provenientes de loterias para o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e para o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). Os clubes esperam ser incluídos entre os beneficiários do repasse.

Entre os presentes na audiência estiveram Arialdo Boscolo, presidente da Confederação Brasileira de Clubes (CBC), Sérgio Bruno Zech Coelho, presidente do Minas Tênis Clube, Antônio Moreno Neto, presidente do Clube Pinheiros, o consultor jurídico do Flamengo, Pedro Trengrousen, e o vice-presidente do Conselho de Clubes Formadores de Atletas, Marcio Braga, além de Ricardo Leyser Gonçalves, secretário Nacional de Esporte e Alto Rendimento. Também participou via telefone do encontro o presidente do Flamengo e vice do conselho, Marcio Braga

Ségio Bruno Zech, que também preside o Conselho Formador dos Clubes de Atletas Olímpicos, aposta que essa mudança será o reconhecimento do trabalho que os Clubes Formadores fazem há muito tempo no Brasil. “Tivemos uma boa acolhida. O ministro Orlando Silva se mostrou muito simpático e, dentro disso, vamos buscar junto com o Ministério do Esporte e com o COB, inclusive, uma saída e uma solução para que nós que estamos na base e outros clubes, que nunca fizeram esporte e muitos que pararam de fazer, voltem a formar atletas para as nossas seleções”, disse.

Bruno Zech argumenta que ao longo do tempo os clubes formadores de atletas olímpicos gastaram em investimentos e por isso seria necessário contar com uma parcela desse recurso. “O número que a gente está pleiteando é proporcional a quantidade de clubes possíveis de serem beneficiados, algo em torno de 30% do total da Lei Agnelo- Piva”, informa

Pelo Carioca de juniores, Fla goleia o Boavista por 6 a 1

Guilherme Camacho marcou três gols e foi o grande destaque da vitória rubro-negra.

A equipe de juniores do Flamengo goleou o Boavista por 6 a 1, no Maracanã, e chegou a terceira vitória consecutiva no Campeonato Carioca. Com o resultado, o rubro-negro chegou aos 12 pontos e manteve a vice-liderança da Taça Guanabara. O líder do primeiro turno continua sendo o Tigres, que venceu o Resende por 2 a 1 e manteve o 100% de aproveitamento, chegando aos 15 pontos.

No confronto de ontem, a equipe comandada por Armênio Moura não deu chances ao Boavista. Guilherme Camacho (3), Lucas, Rafael Mazzei e Vinicius Paquetá marcaram os gols da vitória rubro-negra.

Na próxima rodada a garotada do Fla enfrenta o Botafogo, domingo, às 13h45m, no Maracanã. O confronto é válido pela 7ª rodada do Campeonato Carioca. Vale lembrar que a primeira rodada foi remarcada para 01/03, contra o Friburguense, no Maracanã.

O Flamengo enfrentou o Boavista com: Marcelo; Rafael Mazzei, Lucas, Henrique e Jorbison; Lenon, Paulista, Dieguinho e Guilherme Camacho; Bruno Paulo e Vinícius Paquetá. Técnico: Armênio Moura.

Em casa, Limeira quebra a invencibilidade do Mengão

Quando desceu para o vestiário ao fim do primeiro tempo, o Flamengo caminhava tranquilo para sua quinta vitória no Novo Basquete Brasil (NBB). Com 14 pontos de vantagem, o Rubro-Negro percebeu, na segunda etapa, por que Limeira é o atual campeão paulista. A equipe do interior de SP emplacou uma reação fantástica, virou o jogo para 108 a 101 e fez a festa com a sua torcida.

Foi a terceira vitória de Limeira, que tem duas derrotas no NBB. O Flamengo, com quatro vitórias e uma derrota, agora divide a liderança com Joinville, que massacrou o Saldanha da Gama nesta sexta-feira.

Os campeões paulistas tiveram um trio de jogadores pontuando acima da casa dos 20. Nezinho marcou 27 pontos, Shamell anotou 24 e Guilherme terminou com 23. Pelo Flamengo, Marcelinho não estava com a pontaria em dia. O veterano terminou com 21 pontos e deu seis assistências, mas acertou apenas quatro de seus 12 arremessos. O irmão Duda também anotou 21 pontos.

Na próxima rodada, o Flamengo faria sua primeira partida em casa, contra Assis, mas o jogo foi adiado porque o clube carioca vai participar da Liga Sul-Americana. Ainda não há uma data definida para o confronto. Limeira visita Araraquara na próxima quarta-feira, às 20h, e busca sua quarta vitória na competição.

Confira todos os resultados da quinta rodada do NBB:

Franca 59 x 66 Brasília
Joinville 93 x 50 Saldanha da Gama
Lajeado 84 x 93 Vila Velha
Limeira 108 x 101 Flamengo
São José 88 x 89 Minas
Assis 87 x 77 Pinheiros
Bauru 88 x 72 Paulistano

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sem correr riscos, Cuca promete time forte no clássico

Dentro de campo, um treino tático e nenhuma pista. Na sala de imprensa, algumas brechas dadas por Cuca permitiram que o quebra-cabeça com a escalação do Flamengo no clássico contra o Botafogo, domingo, às 16h, no Maracanã, pela última rodada da primeira fase da Taça Guanabara.

Sem contar com Ronaldo Angelim, Leo Moura e Zé Roberto, poupados no treino desta sexta-feira, o treinador só irá confirmar a equipe titular no sábado, mas frisou que não fará nada que possa prejudicá-lo nas semifinais. Sendo assim, o pendurados Ronaldo Angelim, Aírton e Marcelinho Paraíba serão poupados.

- Tudo que está se projetando é visando a hora H, a hora da chegada. Queremos ter o resultado lá na frente. É natural que agora se questione uma ou outra coisa, mas vamos fazer o melhor. Não precisa tomar o terceiro cartão para ficar fora. O natural é poupá-los. Vamos avaliar.

Sendo assim, a tendência é que o canhoto Thiago Salles entre no lugar de Angelim, com Willians deslocado para a vaga de Airton na zaga e Toró escalado no meio-campo. Já Jônatas e Kleberson disputam a posição de armador deixada por Marcelinho Paraíba.

Cuca diminuiu o impacto do tropeço contra o Boavista, quarta-feira, com um time misto, e lembrou que a situação do Flamengo segue inalterada. No entanto, não escondeu que não fará testes contra o Glorioso e aguarda uma posição do departamento médico quanto a Zé Roberto e Leonardo Moura.

- Vamos ver como os que foram poupados vão ficar para definir. Vamos forte. Sempre visando a semifinal. Eu não poupei ninguém. Quem saiu foi para estar mais inteiro na semifinal. Se tivéssemos vencido do Boavista, jogaríamos o clássico pelo empate. Como empatamos, também jogamos pelo empate.

O treinador falou mais uma vez que o clássico é uma excelente oportunidade para o Rubro-Negro pagar a dívida de uma boa atuação que tem com o torcedor e apresentou o principal motivo para isso.

- O clássico vai dar a divisão da responsabilidade. Temos tudo para jogar bem.

A tendência é que o Flamengo defenda a liderança do Grupo B da Taça Guanabara domingo, às 16h, no Maracanã, contra o Botafogo, com Bruno, Willians, Fábio Luciano e Thiago Salles; Leo Moura, Toró, Jônatas (Kleberson), Ibson e Egídio; Zé Roberto e Obina.

Sem condição de pagar o que deve, Fla deixa Paraíba à vontade para definir futuro

O Flamengo até vem tentando driblar as dificuldades, mas, a cada dia que passa, o problema causado pela crise financeira fica mais evidente na Gávea. A vítima da vez pode ser o meia-atacante Marcelinho Paraíba. Insatisfeito com os constantes atrasos de salários, o jogador por pouco não deixou o clube no fim de janeiro, deu um prazo para a diretoria e pode anunciar o fim de sua história com o Rubro-Negro ainda nesta sexta-feira.

Apesar do pagamento na última semana dos salários de dezembro, o clube ainda deve uma grande quantia ao jogador, entre 13º e luvas, que procurou a diretoria para encontrar uma solução. A resposta do vice-presidente de futebol Kléber Leite não foi nada positiva.

- Não tem nada disso de liberar o jogador. O que eu coloquei para o Marcelinho é que em função de problemas, que não são só nossos, mas do mundo, não temos condições de cumprir o acordo com as luvas para este ano. Se porventura, o jogador se sentir insatisfeito, o Flamengo entende o direito dele de procurar outro clube. Apenas isso.

Especula-se que a dívida do Flamengo com o jogador gire em torno de R$ 800 mil. O empresário do atleta, Orlando Almeida, reafirmou que Paraíba prefere seguir na Gávea, mas cobra uma solução para o problema financeiro, que aparentemente não será dada pela diretoria.

- O Marcelinho quer ficar no Flamengo, já dissemos isso. Ele vai para o jogo de domingo normalmente. Estamos esperando uma posição da diretoria. Fico até chateado, porque ninguém me procurou. Na segunda-feira estaremos no Rio para resolver esta questão. Já até passou o prazo e queremos uma solução - explicou o empresário do jogador, Orlando Almeida.

Clubes que disputam a Libertadores, como Palmeiras e Cruzeiro, já manifestaram o interesse em contratá-lo anteriormente. Em 24 partidas pelo Rubro-Negro, Paraíba marcou dez gols e deu sete assistências.

PM tem planejamento especial para a rodada de domingo

A Polícia Militar do Rio de Janeiro está preparando um esquema especial para tentar dar segurança aos torcedores na última rodada da Taça Guanabara. Os quatro clubes grandes jogarão às 16h: Botafogo e Flamengo, no Maracanã, vasco (contra o Madureira), no Engenhão, e Fluminense (contra o Tigres). A preocupação é que aconteçam conflitos na entrada e na saída das torcidas dos estádios, que são próximos. O Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) terá o apoio dos batalhões próximos aos locais para aumentar a segurança.

- Vamos trabalhar com o Gepe cobrindo a parte interna e os batalhões de área vão cobrir a parte externa. Temos um grande plano de acompanhamento das torcidas organizadas para a entrada e saída do Maracanã, Engenhão e São Januário - disse ao GLOBOESPORTE.COM O Major Busnello, comandante do Gepe.

Busnello disse que não há um local específico onde o Gepe concentrá esforços, como por exemplo os trens, meio muito utilizado pelos torcedores para chegar, principalmente, ao Maracanã e ao Engenhão.

- Não tem como definir e prever onde vão acontecer os problemas. Vamos fazer a segurança em todas as principais vias para os estádios.

Serviço do jogo Botafogo x Flamengo no Maracanã

Vai assistir ao clássico entre Botafogo e Flamengo neste domingo, às 16h no Maracanã? Veja aqui tudo o que você precisa saber para comprar o ingresso ou então para planejar a sua ida ao estádio.

Local do jogo
Maracanã - Estádio Jornalista Mário Filho
Endereço: Avenida Maracanã, Maracanã. Rio de Janeiro (RJ)

Preço dos ingressos
Arquibancada verde e amarela: R$ 30 (inteira) e R$ 15(meia)
Arquibancada branca: R$ 40 (inteira) e R$ 20(meia)
Cadeiras de campo: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Cadeiras especiais: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)

Pontos de venda - das 9h às 17h ( No dia do jogo, apenas as bilheterias 5, 6, 7 e 8 do Maracanã, a partir das 12h )
- Gávea
- Laranjeiras
- São Cristóvão
- Bilheteria 8 do Maracanã
- Engenhão
- General Severiano
- Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - das 11h às 17h)

Como chegar ao estádio

Ônibus:
> ZONA SUL - 422, 432, 433, 434, 435, 438, 455, 456 e 464
> ZONA NORTE - 232, 238, 247, 249, 606, 634, 638 e 711
> ZONA OESTE - 240, 260, 383, 391, 457, 456,241 e 268

Metrô:
> Descer na estação Maracanã, da linha 2 (torcida do Botafogo)
> Descer na estação São Cristovão, da linha 2 (torcida do Flamengo)

Vai de carro? Faça o seu caminho com o Live Maps (veja o passo a passo no quadro abaixo)

Previsão do tempo
Sol com probabilidade de chuva no meio da tarde. Máx.: 33º e Min.: 21º.

Observações

Como usar o Live Maps
1 - Acesse o Live Maps no endereço http://www.livemaps.com.br

2 - Clique em Como chegar

3 - Coloque o endereço de sua casa e do estádio em questão e aguarde a rota ser traçada

Rapidinhas do Mengão!

Pela primeira vez, Leo Moura admite deixar o Fla
Ao elogiar atuação de Everton Silva contra o Boavista, lateral-direito admite: ‘No meio do ano eu posso ir embora’

Zé Roberto: 'Não me importo com a reação da torcida do Botafogo'
Ex-ídolo alvinegro, atacante do Flamengo diz que clássico de domingo não terá sabor especial: 'O sentimento que eu podia ter já foi embora'

Na falta de jogadores, goleiro vai para linha em treino do Flamengo
Paulo Vítor completa time durante atividade comandada por Cuca

Leo Moura, Zé Roberto e Ronaldo Angelim são poupados em treinamento
Trio faz apenas musculação, mas apenas o zagueiro preocupa para o clássico contra o Botafogo

Sem condição de pagar o que deve, Fla deixa Paraíba à vontade para definir futuro
Diretoria admite que não tem como quitar o valor devido e entende caso o meia-atacante decida sair. Empresário do atleta cobra solução

Rubro-negro admite desconforto com falta de atuação convincente
Leonardo Moura diz que nem sempre é possível jogar bonito, mas que o próprio elenco carece de uma boa exibição

Zico x Zidane? ‘Não tem nem comparação’, garante Leo Moura
Lateral-direito não pensa duas vezes antes de dar o voto no maior ídolo da história do Flamengo

Vandinho acerta com o Sport
Clube confirma acerto salarial com o atacante, que se apresenta no sábado

Flamengo x Limeira, hoje

Mengão quer garantir mais uma vitória fora de casa.

Líder na tabela de classificação, com 100% de aproveitamento, a equipe do Flamengo/Petrobras entra em quadra, esta noite, disposta a defender sua invencibilidade no Novo Basquete Brasil. Às 20h, na quadra do ginásio Vô Lucato, em Limeira (SP), o time de Paulo Chupeta enfrenta os donos da casa, atuais campeões paulistas.

O Flamengo vem de quatro vitórias seguidas e está em primeiro lugar na tabela de classificação, com oito pontos. O Winner/Limeira se encontra em sétimo lugar, com 75% de aproveitamento (quatro jogos / duas derrotas e duas vitórias).

Segundo informações do departamento de Esportes Olímpicos do C.R.Flamengo, o time do Flamengo/Petrobras embarca no próximo domingo, dia 15, para a Colômbia, onde irá disputar a Liga Sul-Americana de Clubes. O embarque está previsto para às 5h50 – vôo AV-6086 – Galeão.

Leonardo Moura reforça torcida por fim do jejum de Obina

Classificado com duas rodadas de antecedência para a semifinal da Taça Guanabara e em vantagem na luta pelo primeiro lugar do Grupo B sobre o Botafogo, só uma coisa incomoda o elenco do Flamengo a esta altura da competição: o jejum de Obina.

Xodó da torcida, o Anjo Negro goza de prestígio também no elenco e ninguém esconde a torcida para que o camisa 18 desencante logo. Depois de Bruno garantir ter certeza de que Obina irá comparecer nos momentos mais difíceis, foi a vez de Leonardo Moura, nesta quinta-feira, reforçar a confiança no atacante.

=Estou torcendo muito para que ele se encontre. Tem trabalhado duro desde a pré-temporada e ainda não achou aquele golzinho. Tomara que ele repita a dose de 2006 na Copa do Brasil e que o Flamengo seja campeão – disse o lateral, que apostou no amigo para destaque da competição nacional.

O Flamengo só estreia na Copa do Brasil após o fim do primeiro turno do Campeonato Carioca, dia 4 de março, contra o Ivinhema, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Campeonato Carioca : classificação

Grupo A
Colocação Time PG J V E D GP GC SG %
Americano 9 6 2 3 1 8 4 4 50%
Cabofriense 8 6 2 2 2 10 8 2 44%
Fluminense 8 6 2 2 2 8 7 1 44%
Duque de Caxias 8 6 2 2 2 8 11 -3 44%
Resende 7 6 2 1 3 9 11 -2 38%
Madureira 7 6 1 4 1 5 6 -1 38%
Vasco 5 6 3 2 1 10 4 6 27%
Tigres Brasil 5 6 1 2 3 5 12 -7 27%














Grupo B
Colocação Time PG J V E D GP GC SG %
Flamengo 16 6 5 1 0 12 5 7 88%
Botafogo 15 6 5 0 1 15 5 10 83%
Mesquita 8 6 2 2 2 9 10 -1 44%
Macaé 7 6 2 1 3 7 8 -1 38%
Boavista 7 6 1 4 1 9 8 1 38%
Friburguense 5 6 1 2 3 8 14 -6 27%
Bangu 4 6 1 1 4 8 12 -4 22%
Volta Redonda 4 6 1 1 4 5 10 -5 22%

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Flamengo não cria empecilhos para a saída de Vandinho

Se um acordo financeiro é o que falta para Vandinho acertar sua saída do Flamengo, de uma coisa ele pode ter certeza: a diretoria do clube carioca não criará empecilhos para sua liberação. Última opção de ataque na preferência de Cuca, o atacante está autorizado a negociar seu futuro.

- Houve uma sondagem do Sport e temos um acordo com o jogador parar liberá-lo em caso de proposta. Está livre para negociar - disse Eduardo Manhães, diretor de futebol do Fla.

A única exigência do clube carioca é o recebimento do valor proporcional ao que foi pago pelo empréstimo de Vandinho, o que daria R$ 150 mil. Contratado em julho de 2008, o atacante tem vínculo com o Rubro-Negro até o fim deste ano.

No início da temporada, Vandinho já havia sido liberado e despertou o interesse de vasco e Avaí. O jogador, porém, bateu o pé e preferiu buscar seu espaço no Flamengo, mas sequer entrou em campo.

Reunião definirá futuro de Marcelinho Paraíba

Há pouco mais de duas semanas, o Flamengo prometeu pagar em 15 dias parte de suas dívidas com Marcelinho Paraíba. O prazo expirou e o clube ainda não cumpriu suas obrigações no acordo.

Uma nova reunião entre a diretoria rubro-negra e os empresários do jogador deve ser realizada nesta quinta-feira. Se as arestas não forem aparadas da maneira que Marcelinho espera, é possível que ele deixe o clube. No entanto, a sua intenção é de permanecer na Gávea.

Perguntado sobre a situação do Flamengo com Paraíba, o diretor de futebol Plínio Serpa Pinto generalizou.

– A situação dele é igual a de todos - declarou o dirigente.

Na última semana chegou a ser ventilado um interesse do Palmeiras pelo jogador, mas a diretoria alviverde negou a veracidade desta informação.

Música de Tim Maia vira hit da torcida do Fla

Apesar do pequeno público nesta quarta-feira contra o Boavista - pouco mais de 6 mil pagantes - a torcida do Flamengo lançou um hit que em breve deve ecoar com maior força nos jogos do time no Maracanã. A facção Urubuzada criou uma paródia para 'Vale Tudo', música gravada por Tim Maia, cantor que morreu em 1998.

A "nova" canção chama-se "Dá-lhe, Mengo" e a letra revela que a torcida rubro-negra está muito confiante que o clube conquistará o tricampeonato estadual.

Em 2007, a torcida do Corinthians também fez uma paródia com uma canção de Tim Maia: " Não Quero Dinheiro". A Fiel não passa um jogo sem cantá-la em altos brados.

Confira as versões original e rubro-negra de 'Vale Tudo':


Vale TudoDá-lhe, Mengo
Vale, vale tudo
Vale, vale tudo
Vale o que vier, vale o que quiser
Só não vale dançar homem com homem
Nem, mulher com mulher, o resto vale
Dá-lhe! Dá-lhe, Mengo!
Dá-lhe! Dá-lhe, Mengo!
Não é mole não ganhar do meu Mengão
Rubro-Negro é a minha paixão
Este ano, sou tricampeão

Rapidinhas do Mengão!

Ronaldo Angelim será poupado no domingo
Zagueiro está pendurado e por conta disso não enfrentará o Botafogo

Sem prestígio com Cuca, Vandinho está prestes a deixar o Fla
Empresário do atacante diz que negocia com o Sport. Clube pernambucano avisa que desistiu por causa dos altos valores pedidos

Juan segue fora da equipe
Ao contrário da expectativa da comissão técnica, lateral-esquerdo não treinou nesta quinta-feira na Gávea. Maxi foi a outra ausência

Campeão sul-americano, Wellington é promovido aos profissionais
Zagueiro se reapresentou nesta quinta-feira e já treinou com os novos companheiros

Éverton Silva ganha espaço com Cuca
Rendimento no jogo com o Boavista faz lateral receber elogios do treinador

Cuca manda aviso para o time: 'Está na hora de fazermos um grande jogo'
Treinador aposta em uma grande atuação no clássico contra o Botafogo

Cuca espera resultado do Botafogo para decidir escalação do clássico
Se tiver o primeiro lugar garantido, treinador pode voltar a poupar alguns titulares

Botafogo x Flamengo: 68.230 ingressos já estão à venda para clássico de domingo

Já estão à venda os 68.230 ingressos para o clássico entre Flamengo e Botafogo pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. A partida válida pelo Grupo B do Estadual será disputada neste domingo, às 16h, no Maracanã.

As duas equipes já estão classificadas para as semifinais da Taça GB, e brigam para ver quem termina na primeira colocação do grupo.

Os torcedores poderão comprar as entradas para o jogo na Gávea, nas Laranjeiras, no São Cristóvão F. R., na bilheteria 8 do Maracanã e no Parque Terra Encantada, na Barra da Tijuca. Os ingressos de arquibancada estão custando R$ 30 (R$ 15 meia-entrada). As cadeiras comuns estão R$ 20 (R$ 10 meia) e as especiais R$ 120 (R$ 60 meia).


Capacidade do estádio (liberada para venda): 68.230 ingressos

- Arquibancadas Verdes “A”: 10.149 ingressos

- Arquibancadas Verdes “B”: 9.833 ingressos

- Arquibancadas Amarelas “A”: 6.299 ingressos

- Arquibancadas Amarelas “B”: 6.249 ingressos

- Arquibancadas Brancas: 11.051 ingressos

- Cadeiras Especiais LADO “A” (Torcida do Flamengo): 369 ingressos

- Cadeiras Especiais LADO “B” (Torcida do Botafogo): 364 ingressos

- Cadeiras Comuns: 23.916 ingressos

Preços dos Ingressos:

- Arquibancadas verdes, amarelas ou brancas: R$ 30 (R$ 15 meia-entrada)

- Cadeiras Especiais: R$ 120 (R$ 60 meia)

- Cadeiras Comuns: R$ 20 (R$ 10 meia)

Locais de vendas antecipadas:

- Bilheterias da Gávea (Flamengo)

- Bilheterias das Laranjeiras (Fluminense)

- Bilheteria 08 do Maracanã

- Bilheterias do São Cristóvão F.R

- Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - horários: qui: 11h às 17h; sex: 9h às 13h; e sáb: 10h às 13h)

vasco perde seis pontos no TJD por escalar Jéferson de forma irregular

O vasco foi julgado nesta quinta-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ), e condenado por quatro votos a um com a perda de seis pontos no Campeonato Carioca e uma multa de R$ 5 mil. Desta forma, a equipe vascaína, que tinha 11 na Taça Guanabara, agora tem apenas cinco e cai para a quinta posição. A pontuação neste momento é a mesma do Fluminense, que tem um jogo a menos. O clube foi punido por escalar irregularmente o jogador Jéferson na primeira rodada. A diretoria poderá entrar com um recurso até segunda-feira, e ele seria julgado já na terça para o torneio não ficar paralisado. Caso a punição seja mantida, a equipe não tem mais chance matemática de se classificar para a semifinal.

O departamento de futebol cruzmaltino disse que só escalou o jogador confiando na palavra do departamento jurídico, que é terceirizado, e porque tinha uma liminar. O procurador, Dr. José Flores, no entanto, afirmou que o clube realmente cometeu uma irregularidade e que o delegado da partida, Marcelo Abrandes, não tem o poder de regularizar um atleta.

- A condição do jogo só foi restabelecida no dia 28 de janeiro. Ele não tinha condição de jogo. Ele não estava no Bira. Tem que respeitar o regulamento. Caso contrário rasga o Bira. O juiz do trabalho re-estabeleceu o vínculo do trabalho entre o atleta e o clube. Mas ele não pode de maneira alguma re-estabelecer a condição de jogo de um atleta. Isso é função da Federação. A condição de jogo só seria estabelecida com a publicação do nome do atleta no Bira - disse.

O Vasco apresentou como testemunha de defesa o delegado do jogo, mas a acusação acabou se saindo melhor, já que perguntou se ele teria poder de inscrever um atleta no Bira. Ele respondeu que não, e disse ainda que não poderia impedir um time de escalar jogadores irregulares. Isto seria função para o departamento jurídico da Federação.

Na partida em que o Vasco foi punido, contra o Americano, o time de Campos saiu com a vitória por 2 a 0 em São Januário.

Flamengo mantém invencibilidade


O Flamengo/Petrobras manteve sua invencibilidade no Novo Basquete Brasil (NBB). O time carioca derrotou o São José/Unimed por 90 a 72, em São José dos Campos (SP) e seguiu na liderança da competição, com oito pontos e quatro vitórias. O ala Marcelinho foi o cestinha da partida, com 24 pontos para o rubro-negro.


Zé Roberto exalta determinação do time

Com sete reservas no time, o Flamengo acabou sentindo um pouco o desentrosamento. Ainda em busca de ritmo de jogo, Zé Roberto foi um dos titulares que estiveram em campo no empate em 2 a 2 com o Boavista e admitiu que os jogadores não se entenderam em certas horas.

Mesmo assim, o camisa 10 do Flamengo exaltou o espírito de luta da equipe, que não se abateu com a virada logo no início do segundo tempo e foi em busca do resultado positivo, que acabou não vindo.

– Sabemos que poderíamos ter caprichado mais, mas valeu pelo esforço. A equipe lutou, correu e soube recuperar o gol sofrido logo no início do segundo tempo. Em determinados momentos faltou organização e tranquilidade, mas o importante é o resultado – disse.

Jogadores lamentam tropeço no Maracanã

Os jogadores rubro-negros lamentaram nesta quarta-feira o empate por 2 a 2 com o Boavista, no Maracanã, pela sexta rodada da Taça Guanabara. Josiel e Fábio Luciano marcaram os gols do time, que já está classificado para a semifinal e entrou em campo com sete reservas. Com o resultado, o Flamengo perdeu os 100% de aproveitamento na competição.

Toró, que teve bastante trabalho em alguns momentos da partida para combater o ataque do Boavista, lamentou a falta de entrosamento do time em campo.

- O Boavista joga junto há bastante tempo. Sei que o Flamengo sempre tem a obrigação de vencer. Mas tem um bom tempo que essa equipe que entrou em campo não joga. O importante é que a gente já está classificado para a semifinal da Taça Guanabara e no domingo temos mais um jogo pela frente (o clássico contra o Botafogo) - disse.

O capitão Fábio Luciano, que fez o gol de empate do Flamengo no segundo tempo, lembrou que agora o time vai torcer por um tropeço do Botafogo para garantir antecipadamente o primeiro lugar no Grupo B. O Alvinegro enfrenta, fora de casa, o Friburguense nesta quinta-feira e está quatro pontos atrás do Rubro-negro na classificação.

- Vamos esperar o resultado do Botafogo e ver o que vai acontecer - disse o zagueiro.

Cuca: 'Foi um risco calculado'

O empate por 2 a 2 com o Boavista nesta quarta-feira, no Maracanã, pela sexta rodada da Taça Guanabara não agradou o técnico Cuca, mas o comandante rubro-negro defendeu as observações que fez no elenco ao escalar sete reservas. Com o resultado, o Flamengo não garantiu antecipadamente o primeiro lugar no Grupo B.

- O importante foi avaliar alguns jogadores. É melhor avaliar em uma partida assim do que colocá-los em xeque em um clássico. Era um risco calculado e deu para fazer as avaliações. Não fizemos uma grande partida. Não tivemos velocidade no primeiro tempo apesar do controle de bola. E tentamos buscá-la no segundo tempo. Mas depois que levamos o gol ficou mais difícil. O adversário se fechou mais e jogou no contra-ataque - disse Cuca.

O treinador comentou as atuações dos jogadores que tiveram uma chance nesta quarta-feira.

- O Egídio entrou bem. O Paulo Sérgio também. O Josiel foi bem no primeiro tempo. O Everton Silva foi muito bem também. O Jônatas está no processo de evolução e ficou alguns meses sem jogar - disse o treinador.

Cuca explicou o motivo de ter tirado Jônatas no intervalo da partida apesar de o jogador ter feito um bom primeiro tempo.

- Ele aproveitou a chance. É um processo mais complicado. O Jônatas ficou uns meses sem jogar. Quando fiz a troca pensava ter uma velocidade maior em campo. E acho que teríamos se a gente não tivesse levado um gol aos três minutos. Porque aí o adversário se fechou e ficou mais complicado. O passe do Jônatas passou a fazer falta então. Mas não poderia imaginar que levaríamos um gol com três minutos.

Com o empate, o Flamengo abriu quatro pontos de vantagem para o Botafogo, que nesta quinta-feira enfrenta o Friburguense fora de casa. Os dois clubes se enfrentam no domingo na última rodada da Taça Guanabara.

Com sete reservas, Fla empata com Boavista e perde os primeiros pontos

O técnico Cuca escalou um time repleto de reservas no Flamengo e o elenco rubro-negro só ficou no empate por 2 a 2 com o Boavista, nesta quarta-feira. Mesmo já classificado para próxima fase da Taça Guanabara e líder da competição, o clube perdeu os 100% de aproveitamento no primeiro turno do Estadual.

Após mais uma rodada, o Fla soma cinco vitórias e um empate em seis jogos disputados, chegando assim aos 16 pontos ganhos.

Cuca decidiu poupar o lateral-direito Leonardo Moura, o meia Marcelinho Paraíba e o atacante Obina. Além desse atletas, o Flamengo não contou com os meias Willians e Ibson, suspensos por causa do terceiro cartão amarelo recebido na vitória por 2 a 1 sobre o Macaé, e nem o lateral-esquerdo Juan, que segue no departamento médico.


Gols: Josiel aos 24; Roberto Santos aos 42 minutos do primeiro tempo; Santiago aos 3 minutos; Fábio Luciano aos 13 minutos do segundo tempo.


Flamengo 2 x 2 Boavista


Ficha técnica:

Data: 11/2/2009

Hora: 22h (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues e Francisco Pereira de Sousa

Renda/Público: R$ 61.622,00 / 6.257 pagantes

Cartões amarelos: Douglas, Toró (FLA); Roberto Santos, Leandro Cruz, Fernando Bob, Thiaguinho (BOA)
Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Josiel, 24'/1ºT (1-0); Roberto Santos, 42'/1ºT (1-1); Santiago, 3'2ºT (1-2);
Fábio Luciano,13'2ºT (2-2);

Flamengo: Bruno, Douglas (Aírton, intervalo), Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Everton Silva, Toró , Kleberson, Jônatas (Egídio, intervalo) e Everton (Paulo Sérgio, 25'/2ºT); Zé Roberto e Josiel.

Técnico: Cuca.

Boavista: Vinícius, Rogério Rios, Bruno Costa, Santiago e Hamilton; Thiaguinho, Fernando Bob, Bruno Moreno (Mancuso, 28'/2ºT) e Leandro Cruz (Paulo Rodrigues, 28'/2ºT); Tony e Roberto Santos (Romarinho, 32'/2ºT).

Técnico: Júlio Marinho.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Enigmático, Jônatas terá sua chance

Talentoso e inconstante com a bola nos pés e um enigma para muitos fora dos campos, Jônatas terá nesta quarta-feira, às 22h, no Maracanã, contra o Boavista, pela sexta rodada da Taça Guanabara, sua primeira chance como titular na temporada. E a atuação do camisa 5 já é cercada de expectativas por parte do torcedor.

Revelado em 2003 e capitão do título da Copa do Brasil três anos depois, Jônatas sempre foi tratado como craque em potencial dentro da Gávea, mas ainda não fez o que dele se espera. Contratado pelo Flamengo em 2008, após uma passagem pelo Espanyol, da Espanha, ele re-encontrou o bom futebol sob o comando do ex-desafeto Cuca, e enche de esperança o torcedor que espera ter nele a mesma confiança que o restante do elenco demonstra ter.

- Ele realmente não gosta de falar muito e dar entrevistas. Não tem nada contra a imprensa, mas prefere fazer o trabalho dentro de campo. E faz muito bem feito. Dentro do grupo o entrosamento é grande. É alegre, brinca com todo mundo e tem nosso respeito - disse o capitão Fábio Luciano.

O zagueiro, por sinal, engrossou o coro dos que não se cansam de elogiar a qualidade técnica do volante e aproveitou para valorizar também a postura do jogador durante a má fase em 2008.

- Na parte técnica, ele dispensa comentários. Tem qualidade diferenciada no passe, lançamento, visão de jogo... Ano passado não teve muitas oportunidades, mas soube esperar e está rendendo até acima do esperado.

Outro jogador experiente no elenco, Kleberson, que estará ao lado de Jônatas contra o Boavista, também defendeu o amigo.

- Nas câmeras você vê o Jônatas e acha que ele é tímido, acanhado, mas no vestiário e na concentração é outro tipo de pessoa. Eu também já fui muito acanhado, é normal. Mas ele é muito carinhoso. Todo mundo gosta dele. E a gente vê nos treinamentos a qualidade que ele tem, com toque refinado, que muda o jogo.

A empolgação do pentacampeão com o futebol do camisa 5 é tanta que Kleberson entrou na onda da torcida e comparou o jogador com um dos maiores craques da história recente.

- Brincam com ele, mas parece mesmo com o Zidane, que também é quieto fora de campo e dentro dele muda completamente.

Grêmio tenta evitar pagamento de dívida com o Flamengo

Nos próximos dias, o vice jurídico do Grêmio, Alberto Guerra, tentará evitar que o clube tenha cerca de R$ 7 milhões em cotas de TV e rendas de jogos repassados ao Flamengo. Por causa de uma dívida de 2002, referente à transação de Rodrigo Mendes com os cariocas, o clube perdeu um recurso antigo na Justiça, e o processo já está em fase de execução.

Guerra, que assumiu o cargo há apenas um mês, poderá alegar vício de origem no pedido dos cariocas para evitar a execução judicial.

Marcio Braga passa por intervenção cirúrgica

O presidente do Flamengo Márcio Braga passou nesta quarta-feira uma intervenção cirúrgica no coração. O dirigente rubro-negro sofreu um cateterismo para desobstruir as artérias cardíacas. Seu estado de saúde é bom, de acordo com a assessoria do clube.

Na próxima segunda-feira, Marcio Braga passará por outra intervenção cirúrgica, desta vez mais complexa. O presidente do Flamengo será submetido a uma operação de ponte de safena. Ele está sendo atendido pelo cardiologista Claudio Domênico e será operado pelo cirurgião Ricardo Miguel. O dirigente ficará internado até o dia 23.

Marcio Braga pediu licença do cargo de presidente do clube na última segunda-feira para tratar deste problema. O dirigente rubro-negro ficará um mês afastado das atividades do Flamengo. Assim mesmo, ele compareceu nesta terça-feira, na Gávea, para a inauguração da sala de imprensa Marilene Dabus.

A previsão para o retorno do presidente ao comando do Flamengo é no início de março.

Maiores artilheiros do Fla estrearam sem gol

Zé Roberto pode entrar para a história do clube se marcar pelo terceiro jogo seguido um gol. Apenas outros nove conseguiram tal feito. A marca é tão difícil que nenhum dos dez maiores artilheiros do Rubro-Negro conseguiram tal feito. Inclusive, apenas dois conseguiram desencantar logo na estreia.

Com exceção de Pirilo e Índio, todos os outros oito artilheiros sequer conseguiram marcar na estreia. Zico e Romário, por exemplo, tiveram que esperar quatro jogos para poderem comemorar pela primeira vez um gol com a camisa rubro-negra.

Veja abaixo a lista dos dez maiores artilheiros do Flamengo e quando eles marcaram pela primeira vez:


JogadorGols pelo FlaPrimeiro gol
Zico509 gols4º jogo
Dida264 gols3º jogo
Henrique216 gols8º jogo
Romário204 gols4º jogo
Pirilo204 golsFez três gols na estreia
Jarbas154 gols6º jogo
Leônidas153 gols2º jogo
Bebeto151 gols3º jogo
Zizinho146 gols10º jogo
Índio142 golsFez um gol na estreia

Campanha oficial de doação de sangue do Clube de Regatas do Flamengo

O Clube de Regatas do Flamengo tem o prazer de convidar seus milhões de torcedores a participarem de uma campanha de doação de sangue.

Os moradores do Rio de Janeiro terão um atendimento personalizado no HEMORIO, mas moradores de outras cidades podem e devem se organizar para participar também da campanha.

A campanha oficial será entre os dias 16 e 20 de Fevereiro, pois, devido ao Carnaval, os hemocentros necessitam de uma boa quantidade de sangue para conseguir realizar os atendimentos neste período.

Os jogadores de futebol, atletas dos esportes olímpicos, funcionários e mascotes também irão comparecer durante a semana para colaborar com a campanha.

Condições básicas para doação de sangue:

- Levar um documento oficial de identidade com foto (original)

- Ter entre 18 e 65 anos

- Pesar mais de 50 quilos

- Estar bem de saúde

- Não é necessário estar em jejum. Só deve ser evitada a ingestão de alimentos gordurosos nas 4 horas anteriores à doação e a de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas.

Informações do HEMORIO:

Endereço: Rua Frei Caneca, 08 – CENTRO – Rio de Janeiro RJ

Horário de Atendimento: 7:00 h às 18:00 h

Telefone: (21) 2299-9442 ou pelo 0800 282 07 08

Apoio:

FLASHOP - Rua da Quitanda, 87 - Centro - Rio de Janeiro

HEMORIO - www.hemorio.rj.gov.br

Flamengo/Petrobras viaja disposto a manter invencibilidade no NBB.

A equipe do Flamengo/Petrobras segue para São Paulo, disposta a se manter com os 100% de aproveitamento no Novo Basquete Brasil. O rubro-negro já soma três vitórias consecutivas e terá dois importantes confrontos esta semana, em São José e em Limeira (SP).

11/02 – quarta-feira

20h: JOGO: Flamengo/Petrobras x São José/Unimed/Vinac


14/02 – sábado

14h: JOGO: Flamengo/Petrobras x Winner/Limeira (transmissão Sportv 2)


Com time misto, Fla encara o Boavista


Ficha técnica:

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 11/2/2009

Hora: 22h (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues e Francisco Pereira de Sousa

Flamengo: Bruno, Douglas, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Everton Silva, Toró , Kleberson, Jônatas e Everton; Zé Roberto e Josiel.
Técnico: Cuca.

Boavista: Vinícius, Rogério Rios, Bruno Costa, Santiago e Hamilton; Thiaguinho, Fernando Bob, Bruno Moreno e Leandro Cruz; Tony e Roberto Santos.
Técnico: Júlio Marinho.

Transmissão: A Rede Globo transmite a partida e o Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h50m (de Brasília).

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

'A caminhada é longa, mas estamos no caminho certo', garante Fábio Luciano

Mesmo sendo um dos jogadores mais experientes do elenco, Fábio Luciano não quis saber de descanso e está confirmado no Flamengo que irá encarar o Boavista, quarta-feira, às 22h, no Maracanã, pela sexta rodada da Taça Guanabara. Sempre centrado, o capitão rubro-negro comemorou o início de temporada 100%, mas admitiu que a equipe ainda tem o que melhorar para convencer o torcedor.

- Estamos fazendo o mais importante, que é vencer. Sabemos que podemos render um pouco mais, mas isso vai acontecer com o decorrer dos jogos. Encontramos dificuldades que todo mundo encontra e estamos nos saindo bem. São cinco jogos e cinco vitórias. Estamos nos condicionando melhor, a parte técnica já existe. Estamos felizes com o retrospecto. A caminhada é longa, começam agora as semifinais, mas estamos no caminho certo.

Independentemente dos fatores que precisam ser melhorados, o zagueiro comemorou o início de temporada tranquilo, pelo menos no que diz respeito ao aspecto técnico. Fábio Luciano comemorou a classificação antecipada e a possibilidade de cumprir algumas metas pré-estabelecidas por Cuca.

- O resultado positivo te dá uma semana tranquila de trabalho, sem muita cobrança da imprensa, do torcedor. Mas se na quarta-feira o time perder, a cobrança vem forte. Estamos tendo semanas de tranquilidade, mas se o time não estivesse vencendo, não poderíamos seguir o planejamento do Cuca, iam cobrar.

Líder do Grupo B da Taça GB, com 15 pontos, o Flamengo encara o Boavista com sete reservas. Juan, lesionado, Ibson e Willians, suspensos, e Leo Moura, Airton, Marcelinho Paraíba e Obina não jogam.

Kleberson encara jogo como mais uma chance

Kleberson foi titular nas duas primeiras partidas do Flamengo no ano, não foi bem e acabou perdendo a vaga no time. Com a classificação às semifinais da Taça Guanabara garantida, o volante terá mais uma oportunidade de começar jogando nesta quarta-feira contra o Boavista.

Apesar de ter dito que ficou chateado por ter perdido a vaga, Kleberson tem noção de que a disputa no elenco do Flamengo é grande.

- Ficar fora deixa qualquer jogador chateado. Todo mundo quer ficar entre os 11 titulares. Mas a oportunidade está sendo dada. Em 2008 esperava por isso e neste ano não está sendo diferente. Somente os jogos e os treinos vão dizer se serei titular - conformou-se Kleberson.

Serviço do jogo do Flamengo no Maracanã

Vai assistir ao jogo do Flamengo contra o Boavista nesta quarta-feira, no Maracanã, às 22h? Veja aqui tudo o que você precisa saber para comprar o ingresso ou então para planejar a sua ida ao estádio.

Local do jogo
Maracanã - Estádio Jornalista Mário Filho
Endereço: Avenida Maracanã, Maracanã. Rio de Janeiro (RJ)

Preço dos ingressos
Arquibancada verde e amarela: R$ 30 (inteira) e R$ 15(meia)
Arquibancada branca: R$ 40 (inteira) e R$ 20(meia)
Cadeiras de campo: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Cadeiras especiais: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)

Pontos de venda ( Até as 17h. Depois, somente nas bilheterias do Maracanã)
- Gávea
- Laranjeiras
- São Cristóvão
- Bilheteria 8 do Maracanã
- Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - das 11h às 17h)

Como chegar ao estádio

Ônibus:
> ZONA SUL - 422, 432, 433, 434, 435, 438, 455, 456 e 464
> ZONA NORTE - 232, 238, 247, 249, 606, 634, 638 e 711
> ZONA OESTE - 240, 260, 383, 391, 457, 456,241 e 268

Metrô:
> Descer na estação Maracanã, da linha 2.

Vai de carro? Faça o seu caminho com o Live Maps (veja o passo a passo no quadro abaixo)

Previsão do tempo
Chuva à noite. Máx.: 36º e Min.: 23º

Observações

Como usar o Live Maps
1 - Acesse o Live Maps no endereço http://www.livemaps.com.br

2 - Clique em Como chegar

3 - Coloque o endereço de sua casa e do estádio em questão e aguarde a rota ser traçada


Recuperado da febre, Obina muda cor das chuteiras para dar fim ao jejum

Se o verde é a cor da esperança, Obina apelou para a superstição para dar fim ao jejum de gols na temporada. Recuperado da febre que o afastou do treinamento de segunda-feira, o atacante apareceu na Gávea nesta terça com novas chuteiras.

Sem balançar as redes desde a partida contra o Goiás, pela penúltima rodada do Brasileirão 2008, o atacante só terá outra chance no domingo, no clássico contra o Botafogo. Nesta quarta, no Maracanã, ele será poupado.

Fla inaugura sala de imprensa





















O Flamengo presenteou os jornalistas nesta terça-feira com um novo local de trabalho. Com a presença do presidente licenciado, Marcio Braga, e do interino, Delair Dumbrosky, o clube inaugurou a sala de imprensa que leva o nome da assessora de imprensa Marilene Dabus. Durante o coquetel de apresentação do local, os dirigentes não cansaram de elogiar a homenageada.

- É mais do que justo dar o nome da Marilene para esta sala. Trata-se da primeira mulher a trabalhar com jornalismo esportivo no Brasil - disse Marcio Braga.

A jornalista, que deu início a carreira cobrindo o Flamengo em 1969, pelo jornal Última Hora, não escondeu o orgulho com a homenagem.

- Esta é uma vitória de todos nós. Espero que só coisas boas sejam noticiadas neste espaço.

Responsável pela comunicação no departamento de futebol do clube, o jornalista Leonardo André fez questão de ressaltar a dedicação dos funcionários do clube.

- Todos trabalharam com muita dedicação neste período para que conseguíssemos esta vitória. Independentemente de quem esteja no clube no momento, a conquista é de todos que passaram por aqui, como o Mansur, o Bafinha, entre outros.

O primeiro jogador a conceder entrevista coletiva no espaço foi o capitão Fábio Luciano.

'De outro mundo', Henry da Gávea estreia com a camisa do Mengão

Quando foi anunciado como reforço para 2009, Éverton Silva passou quase que despercebido pela torcida do Flamengo. Situação que certamente seria diferente caso fosse apresentado por seu apelido: Henry. Batizado pelo elenco rubro-negro com o nome do craque francês, o lateral-direito, que veio do Friburguense, terá a oportunidade de estrear na próxima quarta-feira, às 22h, contra o Boavista, no Maracanã, pela sexta rodada da Taça Guanabara.

Assustado, o jogador já passou pelo seu primeiro teste na Gávea e deu a primeira entrevista coletiva. Bem-humorado, Éverton Silva se livrou bem das perguntas dos repórteres.

- Isso me assusta. Sempre fui jogador de time pequeno. Assusta ver todos vocês em cima de mim. Parece até que sou de outro mundo, mas é assim mesmo. Nervosismo passa por qualquer jogador que vá estrear pelo Flamengo. Comigo não é diferente. Até porque estou substituindo o Leo Moura, um jogador com nível de seleção brasileira. Espero corresponder.

O fato de atuar no Maracanã, no entanto, não assusta Éverton Silva. O lateral-direito, inclusive, já viveu bons momentos no estádio.

- Joguei poucas vezes lá, mas já fiz um lindo gol contra o Fluminense, jogando pelo Friburguense, em 2008.

Sobre o apelido que recebeu dos companheiros, ele se mostra resignado.

- Eles me chamam de Henry. Acho que não tem nada a ver, não. Mas está tudo certo.

Com 15 pontos e 100% de aproveitamento, o Flamengo é o líder do Grupo B da Taça Guanabara e o primeiro time classificado para a semifinal da competição.

Após inadimplência, ginastas sofrem com falta de água no Flamengo

O socorro da prefeitura de Niterói(RJ) pode ter mantido Daniele e Diego Hypolito e Jade Barbosa no Flamengo, mas a situação dos ginastas do clube ainda é precária. A água do ginásio do clube foi cortada, e os ventiladores, desligados. As informações são da coluna “Gente Boa”, do jornal “O Globo”.

O problema é ainda pior para Jade Barbosa, que sofre constantemente com pedras nos rins e precisa beber bastante água. De acordo com a publicação, a solução foi colocar um isopor à disposição dos atletas durante o treino desta segunda-feira.

A crise nos esportes olímpicos do clube rubro-negro chegou ao ápice em janeiro, quando o clube anunciou que não teria como pagar os salários dos ginastas de alto rendimento – apenas o basquete, que conta com patrocínio próprio, e o remo, cuja manutenção é garantida pelo estatuto, teriam a permanência assegurada.

Desolados, Diego, Daniele e Jade procuravam outros clubes quando a prefeitura de Niterói acertou um convênio com o clube para pagar os R$ 80 mil que a ginástica custa ao Flamengo por mês.

Punição em 2006 faz com que Fla perca mando de campo na Copa do Brasil

O Flamengo ficou dois anos sem disputar a Copa do Brasil, por ter se classificado à Taça Libertadores. Portanto, só nesta temporada que o clube irá pagar suspensão de um mando de campo, de acordo com o site justiça desportiva. Um celular foi encontrado no gramado do Maracanã, no primeiro jogo da decisão de 2006 contra o vasco, vencido pelos rubro-negros por 2 a 0.

A estreia do Fla na competição nacional será contra o Ivinhema, do Mato Grosso do Sul, e, a princípio, o jogo de volta será no estádio da Cidadania, em Volta Redonda, a 124km do Rio de Janeiro, desta forma acima dos 100km exigidos pelo STJD. Se vencer fora de casa por uma diferença de dois ou mais gols, o Rubro-Negro cumpre a suspensão na segunda fase da competição.

O julgamento do Flamengo aconteceu em agosto de 2006, quando, enquadrado no artigo 213 (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto), o clube foi condenado à perda de um mando de campo. A pena seria cumprida no Campeonato Brasileiro do mesmo ano, porém o STJD decidiu que a punição tem que ser cumprida na competição de origem.

Setorista do Flamengo(Dennis Nery), analisa Wellinton Souza



Zagueiro rubro-negro foi campeão sul-americano sub-20 com o Brasil




É um zagueiro jovem de boa velocidade e bom posicionamento. Atua pelo lado direito da zaga, na mesma função do Fábio Luciano. Dificilmente terá alguma chance já que, além do capitão do Flamengo, o elenco rubro-negro conta com Douglas (ex-Santo André) para a mesma posição. Além disso, o jogador pode ser negociado com o futebol italiano e, provavelmente, nem deverá vestir a camisa rubro-negra como profissional.

Dados do jogador:

Nome Completo: Welinton Souza Silva
Data de Nascimento: 10 de Abril de 1989
Local de Nascimento: Rio de Janeiro
Posição: Zagueiro
Jogos pelo Flamengo (profissional): nenhum

Bruno, do Fla: 'Ainda preciso amadurecer'

Em entrevista concedida ao SporTV, o goleiro Bruno, do Flamengo reconheceu que ainda precisa melhorar o seu temperamento para alçar voos maiores em sua carreira.

Para chegar à Seleção Brasileira, o camisa 1 acredita que precisa melhorar neste aspecto e preencher ainda mais o seu currículo de conquistas. Bruno ainda fez elogios ao atual goleiro do Brasil.

- A Seleção está muito bem servida. O Júlio César é acima da média. Preciso melhorar a minha cabeça, amadurecer. Eu falo o que penso, mas às vezes vejo que devo ficar na minha. Estou melhorando isso. Também é importante que eu ganhe mais títulos para ter caixa de chegar à Seleção - declarou.

Presidente interino do Flamengo ironiza críticas de Eduardo Paes: 'É vascaíno'

A crítica do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, ao apoio da prefeitura de Niterói ao Flamengo foram recebidas com ironia pela diretoria rubro-negra. Com bom humor, o presidente em exercício do clube, Delair Dumbrosck, disse que o político tem que se preocupar mais com o time de coração do que com os problemas que surgem na Gávea.

- O Eduardo Paes é vascaíno. Antes de tecer qualquer comentário sobre o Flamengo, ele tem que se preocupar com o vasco(2ª divisão). Acredito que ele deveria arregaçar as mangas e ajudar o Roberto Dinamite neste novo projeto.

Durante a coletiva de apresentação do novo projeto para ativar os esportes amadores no Engenhão, Eduardo Paes fugiu da resposta sobre a possibilidade de apoiar o Flamengo e afirmou: "Talvez eu conheça melhor como o Flamengo é administrado do que o prefeito de Niterói".

No entanto, na opinião de Dumbrosck as palavras do prefeito não representam o fechamento das portas para uma parceria.

- Ele não disse nada que nunca apoiaria o Flamengo, só que talvez nos conheça melhor do que o prefeito de Niterói