Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Atuação de árbitro revolta Kleber Leite: ‘Trata-se de um débil mental’

Se na arquibancada, a revolta do torcedor foi com a atuação frustrante do Flamengo na derrota por 3 a 1 para o Resende, neste sábado, no Maracanã, pela fase semifinal da Taça Guanabara, dentro de campo a ira dos jogadores e dirigentes se voltou para o árbitro Felipe Gomes da Silva.

No intervalo, pouco após a expulsão de Fábio Luciano, o vice-presidente de futebol, Kleber Leite, tentou invadir o gramado para protestar contra o trio de arbitragem, mas foi contido por Ibson. O volante, no entanto, não conseguiu conter o desabafo do dirigente.

- Supõe-se que este sujeito que não esteja no melhor da sanidade mental. Normal ele não está. Não houve pênalti. Trata-se de um débil mental!

Ao término do jogo, Juan também demonstrou insatisfação. Revoltado, o lateral-esquerdo criticou a arbitragem. E também o calor da tarde do sábado de Carnaval no Rio.

- Mais uma vez o time jogou mal, e dessa vez o árbitro ajudou muito (o adversário). Não deu. É ridículo ter que jogar nesse horário. Ridículo!

Cuca exime arbitragem de culpa e projeta reunião para colocar o 'preto no branco'

O tempo está passando, o Campeonato Carioca já chegou em sua metade e o Flamengo segue sem empolgar nem um pouco o torcedor. A incerteza quanto ao potencial do time tem levado irritação às arquibancadas e até Cuca já não esconde a preocupação. Depois da derrota por 3 a 1 para o Resende pela semifinal da Taça Guanabara, neste sábado, no Maracanã, o treinador tomou uma decisão: é hora de repensar o trabalho e agir enquanto é tempo.

Para isso, Cuca pretende convocar uma reunião com a cúpula do futebol rubro-negro na próxima semana.

- Quando acaba um jogo, eu tenho que pensar no futuro. Pretendo ter uma reunião com a diretoria em cima de avaliações para o futuro. O Flamengo vive um momento delicado no financeiro e vamos colocar o preto no branco. Temos que seguir o nosso caminho pensando no decorrer do ano. Essa é minha idéia. Vou arregaçar as mangas e ir atrás disso.

O treinador evitou “chororô” e não culpou o árbitro Felipe Gomes da Silva pelo revés. Segundo Cuca, a equipe voltou a repetir os erros apresentados no clássico contra o Botafogo e, mesmo antes dos erros da arbitragem, o Resende já poderia ter feito o primeiro gol.

- Nossa parcela de culpa é de 100%. O pênalti é questionável, a expulsão, mas antes eles já tinham tido duas chances de gol. Repetimos os erros da partida contra o Botafogo. A arbitragem não serve como desculpa. Quando se tem nove jogadores, é muito complicado reverter a situação. Até tentamos.

A soberba foi descartada como uma das razões para a eliminação. Cuca disse que o elenco foi alertado sobre a "obrigação" de vitória e garantiu que não faltou respeito ao adversário.

- A responsabilidade era toda nossa e alertamos o grupo sobre isso. Tivemos uma preleção interativa, todo mundo se cobrou, nos programamos para fazer uma grande partida, mas não fizemos.

Com a derrota, o carnaval rubro-negro será mais curto. O elenco folga apenas neste domingo e na segunda-feira, às 15h, se reapresenta na Gávea.

Após tragédia, Bruno tenta levantar o astral: 'Fomos guerreiros'

Um dos líderes do elenco rubro-negro, Bruno tentou manter a serenidade após a derrota por 3 a 1 do Flamengo para o Resende, neste sábado, no Maracanã, pela semifinal da Taça Guanabara. Disposto a evitar polêmicas, o goleiro não criticou o desempenho da equipe e ainda elogiou o espírito de luta no segundo tempo, quando o time atuou com nove jogadores.

- Mesmo com menos dois, fomos para cima. Fomos guerreiros. Infelizmente, não conseguimos. O time deles partiu no contra-ataque.

Bruno defendeu também Obina e Leo Moura, vaiados pelo torcedor. Segundo o camisa 1, apontar culpados para a tragédia não vai ajudar.

- Todos nós temos uma parcela de culpa, não adianta eleger apenas um. Isso não vai resolver nosso problema.

Eliminado da Taça Guanabara, o Flamengo entra em campo agora somente no dia 4 de março, para encarar o Ivinhema-MS, em Campo Grande, pela Copa do Brasil.

Fábio Luciano pede desculpas à torcida do Fla

Representante dos jogadores dentro e fora de campo, Fábio Luciano foi o primeiro rubro-negro a dar a cara a tapa após a derrota do Flamengo por 3 a 1 para o Resende, neste sábado, no Maracanã, pela semifinal da Taça Guanabara. Em entrevista coletiva, o zagueiro, que levou cartão vermelho, lamentou a frustração do torcedor em pleno carnaval.

- Não vai ser um carnaval feliz. Queríamos vencer para o torcedor poder pular tranquilo. Como capitão, peço desculpas em nome do grupo.

Expulso ainda no primeiro tempo por Felipe Gomes da Silva em lance esquisito, Fábio Luciano admitiu ter xingado, sem revelar exatamente o palavrão que usou, após a quinta repetição da cobrança de um impedimento, mas garantiu que foi apenas como desabafo pela situação, e não para ofender o árbitro.

- O que irritou bastante a gente foi voltar o lance um monte de vezes para a bola sair da área. Pelo que conheço de regra, não é necessário que saia em um impedimento, só no tiro de meta. Poderíamos ter dado sequência desde o primeiro lance. Depois disso, acabei falando um palavrão mesmo, mas pela situação. Ele nem estava próximo de mim para achar que foi para ele. Mas assumo que prejudiquei a equipe com isso. Com dois a menos, as coisas complicam.

Além de Fábio Luciano, Airton também foi expulso na partida deste sábado. Suspensos, os dois se juntam a Ronaldo Angelim na lista de ausências no setor defensivo para a estreia do Flamengo na Taça Rio. Com isso, o técnico Cuca conta apenas com Douglas, Thiago Sales e o jovem Wellinton para a posição.

Juan reclama do horário do jogo no Maraca

De volta ao time depois de quase um mês, o lateral-esquerdo Juan desabafou após a partida em que o Flamengo foi eliminado da Taça Guanabara depois de ser derrotado por 3 a 1 pelo Resende, no Maracanã. O camisa 6 reclamou muito do horário (16h) do confronto no calor do verão carioca e apontou culpados.

- Não dá para aceitar jogar neste horário. Temos de ir a campo num calor desse, isso é um abusrdo. É culpa da p... da Televisão - disse Juan à Rádio Globo, admitindo que o Flamengo não esteve bem em campo.

- Mais uma vez não conseguimos jogar bem e fomos surpreendidos pelo Resende, que fez um bom jogo. Temos de levantar a cabeça e ver no que erramos - encerrou Juan.

Flamengo 1 x 3 Resende











Ficha técnica:

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 21/02/2009

Hora: 16h (de Brasília)

Renda: R$ 454.380,00

Público: 27.761 pagantes / 30 mil presentes

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Eduardo Souza Couto (RJ) e Rodrigo Pereira (RJ)

Cartões amarelos: Aírton, Juan, Obina (FLA), Leandro, Bruno Leite, Márcio Gomes, Marquinhos (RES)

Cartões vermelhos: Aírton (FLA), 27'/1ºT; Fábio Luciano (FLA), 45'/1ºT; Leandro (RES), 8'/2ºT

Gols: Bruno Meneghel, 28'/1ºT (0-1), Hiroshi, 31'/2ºT (0-2); Josiel, 41'/2ºT (1-2); Bruno Meneghel, 46'/2ºT (1-3).


Flamengo: Bruno, Aírton, Fábio Luciano e Thiago Sales; Leonardo Moura (Maxi, 37'/2ºT), Willians, Ibson, Marcelinho Paraíba e Juan; Zé Roberto (Kleberson, 29'/1ºT) e Obina (Josiel, 23'/2ºT).

Técnico: Cuca.

Resende: Cléber, Leandro, Breno e Naílton; Bruno Leite, Márcio Gomes (Hiroshi, 32'/2ºT), Fred (Fábio Azevedo, intervalo), Léo e Marquinhos; Bruno Meneghel e Fabiano (Beto, 21'/2ºT).

Técnico: Roy.



Juan e Léo Moura: a dupla da folia do Flamengo

Pergunte para qualquer rubro-negro qual a principal arma da equipe. A resposta é quase unânime: a força dos laterais Leonardo Moura e Juan. Só que em 2009 eles ainda não mostraram o futebol que tanto encanta a torcida. É por isso que a dupla encara a partida decisiva de neste sábado, às 16h, contra o Resende, no Maracanã, como a chance de dar a volta por cima.

Os dados mostram a importância da dupla. Juntos, eles já marcaram 50 gols pelo clube: 27 com Léo Moura e 23 com Juan. Foi com as boas atuações que eles conseguiram chegar à Seleção Brasileira.

Para o técnico Cuca, a falta de boas atuações até o momento se deve à intensa marcação que Léo e Juan recebem. O treinador disse que os adversários sabem como a dupla gosta de jogar e montam a defesa em função deles:

– Então, temos de buscar alternativas para nós. A responsabilidade do ataque e das boas jogadas não pode ser só do Léo e do Juan.Éclaro que eles têm liberdade para subir, mas nem sempre vai dar certo. Apesar disso, tenho confiança nos dois.

De fato, Leonardo Moura e Juan estão vendo a partida de hoje, que vale vaga na final da Taça Guanabara, de maneira diferenciada. O lateraldireito acha que é nas horas difíceis que o bom futebol dos grandes jogadores resolve aparecer.

– Eu acredito nisso. Tenho quatro anos de Flamengo e o Juan, três. Sempre conseguimos ajudar. E este ano não vai ser diferente – afirmou.

Juan está ainda mais empolgado. Após ficar cinco jogos fora por causa de lesão, o lateral espera brilhar:

– O Léo continua sendo a nossa referência. Está faltando mesmoéotime encaixar para nós dois brilharmos. Mas isso vai acontecer e nós ainda sonhamos com a Seleção.

Na reta final, Fla comemora o retorno de quem está mais acostumado a decidir

A cena logo na primeira partida da temporada foi vista como filme repetido para a torcida do Flamengo. Jogo difícil contra o Friburguense, sofrimento até o fim e Juan como herói. Melhor jogador da equipe em 2008, o lateral-esquerdo dava o pontapé inicial para mais uma temporada como destaque. Tudo dentro da normalidade até o intervalo da partida contra o Bangu, na rodada seguinte.

Lesionado, Juan teve que se acostumar com uma rotina incomum em sua passagem pela Gávea. Trocou a bola pelas séries de fisioterapia e viu pela televisão Ronaldo Angelim, Josiel, Zé Roberto e Bruno salvaram a equipe na Taça Guanabara. Na reta decisiva, porém, o alívio.

Recuperado da lesão na perna direita, Juan estará em campo na semifinal contra o Resende, domingo, às 16h, e demonstra ansiedade pelo retorno.

- A importância do jogo motiva bastante. Ficar fora foi bem difícil, não poder ajudar os companheiros, mas volto em um momento importante e espero corresponder a altura. Procuro ter vontade, raça e determinação. Ajudar sempre no ataque e na defesa, participar do jogo. A seriedade é o que procuro mais ter para ajudar o Flamengo.

Tanta motivação não se confunde com irresponsabilidade. Apesar da fome de bola, Juan não promete ficar em campo até o apito final.

- Só vamos poder saber na hora do jogo. Não sei como vou me sentir, se vai dar para jogar os 90 minutos

Nas últimas três decisões em que o Flamengo participou, Juan foi importante em todas, com um gol na final da Copa do Brasil de 2006 e assistências nos jogos decisivos dos estaduais de 2007 e 2008.

No mesmo time de Cuca, Josiel dá furada em treino do Fla

Apesar de ter marcado gols importantes para o Flamengo, Josiel vai ficar na reserva contra o Resende. No rachão desta sexta-feira, jogando no mesmo time do treinador Cuca, o atacante deu uma furada no treino

Fla abate dívida com funcionários, mas situação dos jogadores segue indefinida

Se em época de decisão qualquer estímulo extra é sempre bem-vindo, uma decepção também pode causar mal-estar. Após a reunião realizada com o vice de futebol, Kleber Leite, quinta-feira, na Gávea, o elenco rubro-negro passou a sexta-feira apreensivo e à espera do pagamento dos 50% do salário do mês de dezembro, conforme ficou acordado. Até o início da noite, no entanto, o dinheiro não tinha entrado na conta dos jogadores.

A expectativa pelo pagamento era tanta que alguns jogadores ficaram ligados na internet durante toda a tarde no hotel em que o Flamengo está concentrado em busca de uma boa notícia. Mas a cada checada na conta bancária a surpresa não era agradável. Alguns jogadores, inclusive, não fizeram questão de esconder a insatisfação com a indefinição.

A diretoria rubro-negra esperava a liberação de verbas nesta sexta-feira para quitar metade de dívida com o elenco e prometeu ainda colocar os salários em dia na primeira semana após o carnaval. Além dos salários de dezembro, o clube passará a dever a partir do dia 25 também o mês de janeiro.

Dívida com funcionários é abatida

Frustração para uns, alívio para outros. Em situação mais delicada que o departamento de futebol, os funcionários do clube receberam nesta sexta-feira parte dos atrasados, que incluía, além do mês de dezembro, também o 13º.

O pagamento, por sinal, só foi possível graças a uma ação dos próprios funcionários no Ministério do Trabalho.

- Conseguimos pagar parte do acordo com os funcionários nesta sexta. Com a interferência do Ministério do Trabalho, conseguimos a liberação de parte da verba que temos a receber da Petrobras para que isso fosse possível – explicou o vice-presidente de finanças do clube, Sebastião Pedrazzi.

Neste sábado, às 16h, no Maracanã, o Flamengo entra em campo para encarar o Resende, pela semifinal da Taça Guanabara.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Flamengo x Resende


Ficha técnica:

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 21/02/2009

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Eduardo da Souza Couto e Rodrigo Pereira.

FLamengo
1- Bruno, 14- Aírton, 3- Fábio Luciano e 13- Thiago Sales; 2- Leonardo Moura, 8-Willians, 7- Ibson, 11- Marcelinho Paraíba e 6- Juan; 10- Zé Roberto e 18- Obina.

Técnico: Cuca

Resende
1- Cléber, 3- Leandro, 4- Naílton e 5- Breno; 2- Bruno Leite, 8- Márcio Gomes, 7- Fred, 10- Léo e 6- Marquinhos; 11- Bruno Meneghel e 9- Fabinho.

Técnico: Roy.

Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h45m (de Brasília).

Flamengo pode trocar patrocinador em breve

A diretoria rubro-negra estuda a possibilidade de não assinar o acordo de R$ 14,2 milhões anuais com a Petrobras. O objetivo é encontrar um novo patrocinador que possa injetar dinheiro no clube imediatamente.

Fato que não acontece com a estatal pois o Flamengo deve R$ 9,1 milhões em impostos desde agosto de 2008. Isso significa que o clube não pode ter a Certidão Negativa de Débito com o Governo Federal e passar a receber a verba da Petrobras.

Nos bastidores, a diretoria pensa, inclusive, em não jogar com o logotipo da empresa no uniforme contra o Resende. A Oi e a Suvinil aparecem como opções. O presidente em exercício Delair Dumbrosck confirmou.

– É real a possibilidade de assinarmos com uma nova empresa e de ficarmos com a Petrobras. Em 30 dias resolveremos isso - disse.

O assunto gerou discórdia.

– O Fla deveria pagar as dívidas e receber o patrocínio da Petrobras. Até porque por um novo contrato o Fla perderia 20% de receita que seria o custo de uma empresa de publicidade para intermediar – disse Leonardo Ribeiro, presidente do Conselho Fiscal do Flamengo.

Serviço da semifinal Flamengo x Resende

Vai assistir à semifinal entre Flamengo e Resende, neste sábado, no Maracanã, às 16h? Veja aqui tudo o que você precisa saber para comprar o ingresso ou então para planejar a sua ida ao estádio.

Local do jogo
Maracanã - Estádio Jornalista Mário Filho
Endereço: Avenida Maracanã, Maracanã. Rio de Janeiro (RJ)

Preço dos ingressos
Arquibancada verde e amarela: R$ 30 (inteira) e R$ 15(meia)
Arquibancada branca: R$ 40 (inteira) e R$ 20(meia)
Cadeiras de campo: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Cadeiras especiais: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)

Pontos de venda

- Gávea
- Laranjeiras
- São Cristóvão
- Bilheteria 8 do Maracanã
- Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - das 11h às 17h)

Como chegar ao estádio

Ônibus:
> ZONA SUL - 422, 432, 433, 434, 435, 438, 455, 456 e 464
> ZONA NORTE - 232, 238, 247, 249, 606, 634, 638 e 711
> ZONA OESTE - 240, 260, 383, 391, 457, 456,241 e 268

Metrô:
> Descer na estação Maracanã, da linha 2.

Vai de carro? Faça o seu caminho com o Live Maps (veja o passo a passo no quadro abaixo)

Previsão do tempo
Sol, com possibilidade de chuva à tarde. Máx.: 36º e Min.: 20º

Observações

Como usar o Live Maps
1 - Acesse o Live Maps no endereço http://www.livemaps.com.br/

2 - Clique em Como chegar

3 - Coloque o endereço de sua casa e do estádio em questão e aguarde a rota ser traçada

TJD-RJ pede a eliminação do vasco do Campeonato Carioca

A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) denunciou nesta sexta-feira o Vasco no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o que pode significar a eliminação do clube do Campeonato Carioca. Segundo o o artigo, nenhum clube pode "pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário, ou beneficiar-se de medidas obtidas pelos mesmos meios por terceiro". A punição é a exclusão do campeonato e uma multa de R$ 50 mil a R$ 500 mil.

O julgamento vai ser marcado para depois do Carnaval. Toda a confusão aconteceu porque o Vasco resolveu escalar o meia Jéferson na primeira rodada da Taça Guanabara após conseguir uma vitória na Justiça do Trabalho em que recuperava os direitos federativos do jogador. A decisão partiu do departamento jurídico do clube, encabeçado pelo advogado Luiz Américo. Mas o atleta não estava com o nome no Bira, o boletim informativo de registros da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, como determina o regulamento. Por isso, o clube perdeu seis pontos e acabou fora das semifinais da Taça Guanabara.

Quatro derrotas na Justiça Desportiva

O Vasco contesta a decisão do TJD-RJ, mas até agora teve quatro derrotas na Justiça Desportiva por ter escalado o meia Jéferson contra o Americano. A decisão de colocar o jogador em campo veio após o assessor jurídico Luiz Américo garantir ao departamento de futebol que o atleta estava regular.

No dia 12 de fevereiro, a quarta comissão disciplinar do TJD-RJ considerou o Vasco culpado por quatro votos a um. O clube recorreu. E no julgamento no Pleno do TJD-RJ nova derrota. Agora, por sete votos a um. O departamento jurídico do clube, por meio de Luiz Américo, teve na quinta-feira dois pedidos de efeitos suspensivos negados. Primeiro no TJD-RJ. Depois no STJD.

Rapidinhas do Mengão!


Juan faz coro com Cuca: ‘Se a gente der show e não vencer...’
Lateral diz que elenco só promete ‘muita vontade’ para vencer o Resende e lembra que dar espetáculo e sair derrotado não adianta nada

TJD-RJ pede a eliminação do Vasco do Campeonato Carioca
Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva denuncia o clube no artigo 231 do CBJD por causa do caso Jéferson

Thiago Sales assume o posto do ‘batalhador e discreto’ Ronaldo Angelim
Cuca confirma o jovem na zaga e discorda do camisa 4, que acreditava não fazer falta para a equipe

Jogo bonito? Cuca dispensa pelo título
Treinador admite que ser campeão exibindo um futebol vistoso seria o ideal, mas reforça que conciliar as duas coisas não é prioridade no momento

Pênaltis: Obina vai para o fim da fila
Cuca diz que Marcelinho é o cobrador oficial. Leo Moura fica como opção

Humildade para aliviar pressão: 'Não vou fazer falta, não', diz Ronaldo Angelim
Zagueiro volta a Gávea após operação na coxa direita, diz que time sentiria muito mais a saída de um meia ou atacante e elogia substituto

Willians já esperava boa fase: ‘Não vim para brincar nem ser jogador de banco’
Em menos de dois meses na Gávea, o volante já se tornou titular absoluto de Cuca e jogou seis das sete partidas na Taça GB

De olho em 2016, Hypolito quer lançar projeto para ajudar pequenos ginastas
Com patrocínio garantido, atleta busca um galpão para criar programa social

Chinelada na mão e cabelo loiro, vale tudo pelo fim do jejum de gols de Obina
Amigo faz aposta inusitada para motivar o atacante na partida contra o Resende, sábado, pela semifinal da Taça GB

Fla perde, mas se classifica para quadrangular final da Liga Sul-Americana

O Flamengo perdeu para os anfitriões do Cúcuta-Norte, da Colômbia, por 83 a 82, nesta quinta-feira, mas apesar de ter sofrido seu primeiro resultado negativo na 13ª edição da Liga Sul-Americana de basquete, garantiu vaga no quadrangular final do torneio. Após vencer suas duas primeiras partidas pelo grupo A da competição, o Flamengo entrou em quadra na noite desta quinta-feira em Cúcuta para disputar a última partida da primeira fase no grupo e para defender a liderança isolada da chave.

Porém, apesar de mais uma grande partida do ala Marcelinho Machado, cestinha do jogo com 26 pontos, o rubro-negro não conseguiu sair vencedor e terminou no segundo lugar do grupo, atrás do próprio Cúcuta. Com isso, ficaram fora Cocodrilos, da Venezuela, e Obras Sanitárias, da Argentina. As duas equipes se enfrentaram mais cedo e o time venezuelano venceu por 95 a 71.

No jogo desta noite, o Fla contou também com boas atuações do ala Jefferson William, autor de 17 pontos, e do pivô Baby, que fez três a menos, mas pegou ainda nove rebotes. Pelos colombianos, o destaque em quadra foi Eduardo Mendonza, que marcou 24 pontos, e Edgar, que fez 21.

- Tivemos um descuido no fim do jogo, que foi aproveitado pelo Cucuta, mas garantimos a nossa classificação, que era o nosso objetivo, ainda mais que a classificação final desta etapa, envolvendo o primeiro e o segundo colocados, pouco influi na fase final. Creio que tenha feito uma boa partida, mas ficaria por completo feliz se tivéssemos vencido e se fechássemos a fase de forma invicta -analisou Jefferson William, ala-pivô do Flamengo.

O clube rubro-negro volta a jogar pelo Novo Basquete Brasil(NBB), no dia 25 de fevereiro (quarta-feira), quando recebe o Joinville, às 20h, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada do turno da fase inicial.

Ferj confirma risco de punição ao vasco, mas diz aguardar mudança de posição

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, disse esperar que a diretoria do vasco abra mão de se beneficiar de decisões da Justiça Comum, evitando assim o risco de sofrer punições, como a exclusão do Campeonato Carioca. Em entrevista à Rádio Tupi, Lopes afirmou que a entidade teria o direito de aplicar uma sanção ao clube, mas que vai aguardar.

- Vou adotar a cautela. Como presidente, teria esse direito, mas não vou (tomar uma decisão) agora. O Vasco ainda pode corrigir, esclarecer a questão e abdicar de ser beneficiado por uma decisão de uma esfera que não é a Justiça Desportiva.

Uma hipótese levantada pelo presidente da Ferj seria que o Vasco abrisse mão de disputar as semifinais da Taça Guanabara, mesmo que recebesse os seis pontos perdidos de volta. E assim, não comprometesse a continuidade da competição.

Lopes reafirmou que o clube corre risco de punição.

- Se o Vasco da Gama se beneficiar de uma decisão vinda de fora da Justiça Desportiva, o que eu não acredito, pode ser punido.

Rubens Lopes reafirmou que a programação das semifinais da Taça Guanabara está mantida: Flamengp x Resende no sábado, às 16h, e Fluminense x Botafogo, quarta-feira, às 21h50m.

O presidente afirmou que a Ferj entrou em recesso às 18h30m desta quinta-feira e somente vai reabrir no próximo dia 26, após o jogo entre Fluminense x Botafogo.

Lopes criticou duramente o que chamou de ingerência da Justiça do Trabalho na Justiça Desportiva.

- É algo inconcebível, que acaba com toda a segurança jurídica de qualquer regulamento de qualquer campeonato. Nenhum campeonato assim vai ter começo, meio e fim. Vai virar uma confusão total.

Flamengo se mantém alheio à briga judicial: 'Isso é assunto do vasco'

A ação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que torna nula a punição do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) ao vasco e recoloca o time da Colina nas semifinais da Taça Guanabara, pode atrapalhar, e muito, a programação do Flamengo para a reta final do primeiro turno do Campeonato Carioca. No entanto, na Gávea, o clima é de indiferença com o que vai acontecer com o rival.

Vice-presidente jurídico do clube, o advogado Adalberto Ribeiro disse que a questão não é problema do Flamengo, mas achou estranho o envolvimento do TRT com o caso.

- Isso é assunto do Vasco. O Flamengo não tem nada a ver com isso. Nem sei detalhes do processo, só estou acompanhando pela imprensa. Mas, a princípio, o TRT não tem o poder de influenciar nesses casos.

Apesar de tratar com distanciamento o tema, o Flamengo seria um dos principais prejudicados com o retorno do vasco às semifinais. O Rubro-Negro espera decidir uma vaga na decisão da Taça GB contra o modesto Resende, sábado, às 16h, no Maracanã, e com a classificação do rival teria pela frente o Fluminenese.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Definido o trio de arbitragem de Fla x Resende

Foi definido na tarde desta quinta-feira, por sorteio, o trio de arbitragem que comandará a partida entre Flamengo e Resende, no próximo sábado, pela semifinal da Taça Guanabara. O árbitro Felipe Gomes da Silva será auxiliado por Eduardo da Souza Couto e Rodrigo Pereira.

Felipe já comandou três partidas neste Campeonato Carioca e está entre os dez melhores no ranking das notas do LANCE!. O árbitro atuou em Caxias 1 x 1 Tigres, Resende 1 x 3 Vasco e Fluminense 4 x 0 Tigres.

Nesta semifinal da Taça Guanabara, a Comissão de Arbitragem do Rio escalará três auxiliares atrás dos gols. Os trios ficarão concentrados desde a manhã do dia anterior aos jogos no hotel Atlântico Sul. Para o jogo de sábado entre Flamengo e Resende, a concentração começará nesta sexta-feira, às 8h30.

Raio X da crise financeira do Mengão

Qual a explicação para Marcelinho Paraíba e outros jogadores ouvirem que só receberão em 2010 um compromisso assumido pela diretoria em 2008? Por que os salários no Flamengo nunca estão em dia? Para onde vai todo o dinheiro arrecadado por um dos clubes com maior receita no país?

Para responder a essas questões, o LANCENET! inicia nesta quinta-feira uma série de reportagens sobre o caos financeiro que tomou conta da Gávea. Para se ter uma noção, dos R$ 94 milhões de receitas previstas para 2009, 88% serão usados para pagar dívidas antigas e recentes. Os quase R$ 12 milhões de diferença são insuficientes para arcar com os R$ 45 milhões anuais que o clube gasta com a folha salarial.

São tantos problemas que o vice de finanças nos últimos quatro anos, José Carlos Dias, renunciou ao cargo. Os novos responsáveis por administrar o dinheiro rubronegro – o vice Sebastião Pedrazzi e o diretor Luís Felipe Brandão – fizeram um relatório sobre os problemas do clube para 2009. O LANCE! teve acesso ao documento, que foi distribuído durante a última reunião do Conselho de Administração, assinado pelo presidente Marcio Braga e chamado por seus idealizadores de Pacote da Crise.

Nele, encontram-se 21 medidas para que o Flamengo tente superar a crise em 2009 e quase todos os compromissos financeiros que o clube tem a cumprir e a receber.

São tantas coisas que os novos administradores esqueceram-se de contabilizar no relatório receitas na casa dos R$ 40 milhões (com contrato de material esportivo e venda de jogadores) e algumas despesas na casa dos R$ 11,5 milhões.

Mas não é apenas com base nesse relatório que o LANCENET! decidiu fazer a série. O próprio José Carlos Dias fez um balanço de tudo o que foi pago na sua passagem pelo clube e o que ainda precisa ser feito. Outros dirigentes influentes na Gávea também foram consultados. E quase todos estão desnorteados diante do caos que está instalado.

Volta de Juan ao time na semifinal inibe avanços de defensores

Com o retorno de Juan, recuperado de lesão na perna direita, para a semifinal contra o Resende, domingo, às 16h, no Maracanã, o Flamengo vai perder uma de suas principais armas no primeiro turno da Taça Guanabara: as subidas de Willians para o ataque.

Em treinamento realizado nesta quinta-feira, na Gávea, Cuca trabalhou bastante os avanços de Leonardo Moura e Juan e deixou o volante fixo para fazer a cobertura da dupla dos alas. A missão, no entanto, não tira o sono de Willians, que confia no senso coletivo da equipe para ter seu trabalho facilitado.

- Não vou ter a liberdade que eu tinha para sair. Vou cobrir mais os zagueiros e laterais. Com a entrada do Juan, vou ficar bem mais na defesa do que nos outros jogos. O time ataca bastante, mas se jogarmos como o Cuca pede, vai ser tranquilo. Com muita pegada e aproximação na marcação.

Desconhecido na chegada ao Flamengo, Willians se tornou titular absoluto de Cuca e participou de seis das sete partidas da equipe na temporada. Tal condição não faz o jogador se sentir dono da posição e o volante garante que disposição não vai lhe faltar para permanecer prestigiado.

- Tenho que trabalhar sempre mais. Tem muito jogador bom, como o Toró, o Jônatas, o Kleberson, que joga muita bola. Tenho que abraçar a chance e colocar o coração na ponta da chuteira para não sair.

Treino pesado e atenção aos detalhes para Fla não vacilar na reta decisiva

Agitado, Cuca levou o elenco do Flamengo à exaustão no treino desta quinta-feira, na Gávea. Após reunião com a cúpula do futebol, o treinador comandou uma atividade técnica e tática por mais de uma hora e meia e fez questão de se preocupar com os mínimos detalhes.

Com Thiago Sales no lugar de Douglas na zaga, Cuca não deixou de puxar a orelha dos jogadores a cada erro cometido. Tanto na saída de bola quanto no ataque, o treinador repetiu bastante as jogadas. As subidas dos zagueiros para o campo ofensivo, principalmente pelo lado direito com Aírton, receberam atenção especial do comandante. Cuca trabalhou também lances de bola parada e reposição veloz para o ataque com o goleiro Bruno.

A atividade confirmou também a participação de Obina na partida contra o Resende. O atacante participou de toda a atividade e marcou um gol. Josiel permaneceu entre os reservas.

Neste sábado, às 16h, o Flamengo encara o Resende, no Maracaña, pela semifinal da Taça Guanabara. Na próxima quarta-feira, Fluminense e Botafogo decidem a outra vaga na decisão.

Fla promete colocar salários em dia depois do Carnaval

Em semana de decisão, qualquer estímulo extra é bem-vindo. Sendo assim, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Kleber Leite, prometeu, em reunião realizada antes do treinamento desta quinta-feira, quitar parte da dívida com o elenco antes da semifinal da Taça Guanabara, sábado, às 16h, no Maracanã, contra o Resende.

O dirigente revelou ainda que a expectativa é que o clube regularize o pagamento do departamento de futebol na primeira semana após o Carnaval.

- Da forma como agimos ao longo do tempo, tivemos uma conversa franca e atualizamos o elenco sobre o momento que vivemos. Falamos do caminho que estamos tentando percorrer. Podemos depositar amanhã (sexta-feira) 50% dos salários de dezembro e na primeira semana depois do carnaval podemos colocar os salários em dia. Esse tipo de satisfação é obrigação.

Kleber Leite revelou que a cúpula do clube tem trabalhado em três frentes para evitar maiores abalos por conta do caos financeiros. E não teve dúvidas em avisar que cortes radicais podem acontecer em breve.

- Esperamos anunciar uma série de medidas e ações para que possamos partir para um novo tipo de expectativa. Colocamos também de uma maneira superficial esses assuntos. Há um grupo trabalhando por dinheiro novo, um outro minimizando os gastos e outro para o somatório dessas ações. Vamos ter que reduzir gastos. Doa a quem doer.

O dirigente não condicionou as más atuações do Flamengo no início de 2009 ao atraso no pagamento e reiterou que a resolução do problema independe do que vem acontecendo dentro de campo.

- Melhor correr o risco do problema técnico do que perder a dignidade. É muito desagradável esse tipo de conversa. Pagar em dia não é favor, é obrigação.

O Flamengo deve os salários de dezembro ao elenco, além de luvas e premiações para alguns atletas. No próximo dia 25, vence o mês de janeiro.

Com dívida milionária nos esportes olímpicos, Fla 'leiloa' time de basquete

Com uma dívida que chega a R$ 2 milhões com os atletas dos esportes olímpicos, o Flamengo recorre a novas fórmulas para quitar seus compromissos. Após firmar uma parceria com a prefeitura de Niterói para salvar a ginástica, o clube carioca pretende "leiloar" o time de basquete para garantir os pagamentos em dia na modalidade.

De acordo com o vice-presidente de esportes olímpicos, João Henrique Areias, o Rubro-Negro tem um projeto para oferecer a equipe a uma cidade do estado do Rio de Janeiro e vender cotas de patrocínio a pessoas físicas e jurídicas do município interessadas em financiar o time. A ideia é que o clube consiga arrecadar R$ 150 mil por mês, totalizando R$ 1,5 milhão ao longo de dez meses.

- Queremos envolver uma prefeitura, uma universidade e empresas locais, no que chamaríamos de "Clube dos 30". Seriam 30 cotas com valores de R$ 5 mil, em média. Se a prefeitura puder, ajuda a financiar. Se não puder, atua como facilitadora, dando um ginásio bom e ajudando a conseguir apoio de pessoas físicas ou jurídicas - explicou, em entrevista exclusiva ao GLOBOESPORTE.COM.

Areias se apoia no exemplo do time de basquete de Uberlândia, que foi campeão brasileiro em 2004 após um acordo que envolveu três níveis de patrocínio: prefeitura, universidade e empresas.

- O Flamengo é um dos melhores times do Brasil e o único do Rio de Janeiro a disputar o NBB. A cidade que apoiar a equipe vai ganhar projeção para o país inteiro. Além disso, o time poderia ser um laboratório para a universidade. Em Uberlândia, os estudantes de fisioterapia acompanhavam a equipe de basquete, por exemplo. Já as empresas patrocinadoras ganhariam publicidade no ginásio do clube e um espaço na universidade parceira, para divulgar seus produtos e fazer contato direto com clientes em potencial. Todo mundo sai ganhando - disse o dirigente.

Desta forma, o basquete do Flamengo, atual campeão brasileiro, passaria a treinar e jogar na cidade que acolher o projeto, mas manteria o nome do clube. Segundo Areias, o objetivo é imitar o município de Franca, em São Paulo, que conta com uma forte tradição no esporte.

- Já resolvemos praticamente todos os problemas da ginástica e estamos tentando viabilizar o basquete com esse modelo. Em seguida, vamos partir para vôlei, basquete e natação.

Ginastas terão que criar instituto para receber verbas da prefeitura de Niterói

Na modalidade dos irmãos Hypolito e Jade Barbosa, mais novidades. Para receber a verba de R$ 80 mil mensais prometidos pela prefeitura de Niterói, os ginastas terão que criar uma entidade própria. Segundo Areias, o município deu aos atletas um modelo de instituto, baseado no Projeto Nomes - parcerias com Gerson (futebol), Fernanda Keller (triatlo) e os irmãos Grael (vela), entre outros.

- O clube não vai receber nada. O instituto (dos atletas) vai receber os recursos financeiros de acordo com uma planilha aprovada pelo clube e pela prefeitura para manter toda a ginástica do Flamengo. Vai ser bom para eles (ginastas), que vão amadurecer e pensar como empresários. Com o mercado em crise, é importante que eles saibam ser empreendedores. Os atletas serão empresários deles mesmos - finalizou o dirigente.

Flamengo vence mais uma na Liga Sul-Americana

O Flamengo voltou a vencer na Liga Sul-Americana de Basquete, que está sendo disputada em Cúcuta, na Colômbia. Nesta quarta-feira, o derrotado foi o Obras Sanitarias, da Argentina. O Rubro-Negro teve mais dificuldades do que na estreia e só garantiu o triunfo no fim. O placar final foi 85 a 82 (50 a 33, no primeiro tempo).

Beneficiado pelo cansaço dos argentinos, que tiveram que jogar três prorrogações nesta terça-feira para vencer o Cúcuta Norte, o Fla começou impondo seu jogo e chegou ao intervalo com 17 pontos de vantagem. Marcelinho Machado foi o principal nome da equipe mais uma vez. Além de ser o cestinha com 23 pontos, ele também pegou 12 rebotes.

A equipe carioca relaxou nos dois últimos períodos e viu a vantagem ser reduzida para três pontos a menos de um minuto para o fim da partida, mas a experiência dos comandados de Paulo Chupeta prevaleceu e eles conseguiram segurar o resultado positivo.

Com a vitória, o Flamengo lidera o Grupo A da Liga Sul-Americana, com duas vitórias em dois jogos. Os dois melhores se classificam para as semifinais do torneio. Nesta quinta, pela última rodada da primeira fase, o Fla enfrenta os donos da casa, o Cúcuta-Norte, enquanto o Obras Sanitarias joga contra o Cocodrilos, da Venezuela.

Banda troca os Flamengos e executa hino do Mengão carioca

Um fato curioso aconteceu antes do início da partida entre vasco e Flamengo-PI, nesta quarta-feira, no Albertão. A banda responsável por executar o hino nacional e o dos dois clubes cometeu uma gafe histórica. Em vez de tocar a canção do time da casa, os militares entoaram a música do Flamengo carioca.

O fato causou uma revolta geral nos torcedores vascaínos que compareceram ao estádio. Entre vaias e gargalhadas, os cruzmaltinos não perdoaram a falha.

Em campo, vasco e Flamengo-PI estrearam na primeira fase da Copa do Brasil.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Cuca passa confiança, e atacante Obina desencanta em jogo-treino na Gávea

Acabou o jejum de gols de Obina, pelo menos em treinamentos. Mantido por Cuca entre os titulares, o atacante, que não marcava desde o amistoso contra o Tupi-MG, na pré-temporada, balançou a rede no jogo-treino realizado contra o Sendas, na Gávea. Após desperdiçar três boas oportunidades, o atacante do Flamengo abriu o placar na vitória dos titulares por 3 a 0, nesta quarta-feira.

Aposta do elenco e do treinador para a fase decisiva da Taça Guanabara, o Anjo Negro foi escalado ao lado de Zé Roberto. Ausentes no clássico contra o Botafogo, Marcelinho Paraíba, Aírton e Juan participaram normalmente da atividade. Na zaga, a surpresa: Thiago Sales, que não foi bem diante do Alvinegro, foi barrado e deu lugar a Douglas.

Durante o início do jogo-treino, que durou cerca de 50 minutos em sua primeira parte, os titulares não foram bem e erraram muitos passes. Nas duas primeiras boas oportunidades, Obina parou nas mãos do goleiro do time de São João de Meriti.

Minutos depois, uma cena chamou atenção. Pênalti sobre Leo Moura e nada do xodó pegar a bola. Marcelinho Paraíba foi o responsável pela cobrança e acertou a trave. O gol de Obina saiu após boa jogada de Juan, que o atacante dominou de costas para a baliza, girou e chutou no canto esquerdo do goleiro.

Obina ainda deu o passe para Josiel, que entrou no lugar de Zé Roberto, marcar o terceiro gol. Ibson completou o placar.

Os titulares treinaram com a seguinte formação: Bruno, Aírton, Fábio Luciano (Thiago Sales) e Douglas; Leo Moura, Willians, Marcelinho Paraíba, Ibson e Juan; Zé Roberto e Obina.


Thiago Sales surpreende e aparece careca no treino do Flamengo na Gávea

Substituto imediato de Ronaldo Angelim, que está operado e só retorna ao time daqui a seis semanas, Thiago Sales apresentou novo visual nesta quarta-feira, na Gávea, e recebeu uma má notícia. Com a cabeça completamente raspada, o zagueiro viu Cuca escalar Douglas em seu lugar no jogo-treino contra o Sendas. Ainda na primeira parte da atividade, no entanto, ele entrou na vaga de Fábio Luciano, cansado.

Fla entra em acordo com patrocinador, e novo contrato renderá R$14, 2 milhões

Após meses de negociações, enfim Petrobras e diretoria do Flamengo firmaram um acordo para seguir com o patrocínio. O novo contrato dará aos cofres rubro-negros R$14,2 milhões, divididos entre futebol, basquete e remo, além da FlaTV. A assinatura do compromisso, porém, ainda depende do envio da documentação de regularidade fiscal do clube.

O patrocinador voltará a investir no clube somente após o cumprimento das exigênicas legais. A parceira entre Flamengo e Petrobras já dura 25 anos.

Flamengo x Resende: ingressos à venda para jogo da semifinal da Taça Guanabara

Os ingressos para o duelo entre Flamengo e Resende, pela semifinal da Taça Guanabara, já estão à venda. A partida acontecerá neste sábado, às 16h, no Maracanã. Foram colocados 67.859 bilhetes à disposição dos torcedores, que poderão comprar suas entradas nos seguintes locais: Laranjeiras, Gávea, São Cristóvão F. R., Bilheteria 8 do Maracanã e Parque Terra Encantada.

Quem vencer o jogo se classifica para a final do primeiro turno do Campeonato Carioca e enfrentaráFluminense ou Botafogo, que fazem a outra semifinal do torneio, na próxima quarta-feira, também no Maracanã.

Confira abaixo a capacidade do Maracanã, os preços dos ingreços e os postos de venda:

Capacidade do Estádio (liberada para venda): 67.859 ingressos

- Arquibancadas Verdes “A”: 10.149 ingressos

- Arquibancadas Verdes “B”: 9.833 ingressos

- Arquibancadas Amarelas “A”: 6.299 ingressos

- Arquibancadas Amarelas “B”: 6.249 ingressos

- Arquibancadas Brancas: 11.051 ingressos

- Cadeiras Especiais LADO “A” (Torcida do Flamengo): 233 ingressos

- Cadeiras Especiais LADO “B” (Torcida do Resende): 379 ingressos

- Cadeiras Comuns: 23.666 ingressos

Preços dos Ingressos:

- Arquibancadas Verdes ou Amarelas inteiras: R$ 30 (meia - R$ 15)

- Arquibancadas Brancas: R$ 40 (meia - R$ 20)

- Cadeiras Especiais: R$ 120 (meia - R$ 60)

- Cadeiras Comuns: R$ 20 (meia - R$ 10)

Locais de venda:

- Bilheterias da Gávea (Flamengo)

- Bilheterias das Laranjeiras (Fluminense)

- Bilheteria 08 do Maracanã

- Bilheterias do São Cristóvão F.R

- Parque Terra Encantada (Av. Ayrton Senna 2800, Barra da Tijuca - qua e qui: 11h às 17h; sex: 9h às 13h; e sáb: 10h às 13h)

Juan analisa início: 'O time ainda não tem a força do ano passado'

Fora do time desde a segunda rodada do Campeonato Carioca, quando se machucou durante a vitória por 2 a 1 sobre o Bangu, o lateral-esquerdo Juan passou os últimos jogos observando bem o rendimento dos companheiros em campo. E sabe que o Flamengo ainda não rendeu o esperado pelos torcedores apesar de ter a melhor campanha da competição.

O jogador participou normalmente dos treinos com bola nos últimos dois dias e deve ser confirmado na semifinal da Taça Guanabara. Ele espera que o Flamengo comece a subir de produção.

- Nosso grupo é forte e de qualidade. Mas não tem ainda a força do ano passado. Não podemos nem falar que o time não se encaixou já que é praticamente o mesmo. Mas sei que estamos no caminho certo.

Juan, que participou de uma campanha organizada pelo Flamengo para conseguir mais doadores de sangue para o HemoRio, prometeu muita determinação nesta volta ao time em um momento decisivo da Taça Guanabara.

- Está chegando a hora de voltar e vou dar o sangue pelo Flamengo.

O lateral também comentou o atraso de salários. O assunto vem ganhando espaço no clube nas últimas semanas e gerando um clima desconfortável no elenco.

- Atrapalha mais no dia-a-dia. Todo mundo fica preocupado, tem seus problemas para resolver. Mas, ao entrar em campo, a gente se esquece disso, e só pensa na partida, mesmo.

Cuca admite dar uma chance a Josiel

O ano de 2009 tinha tudo para ser o da consagração no Flamengo. Após sete jogos no Campeonato Carioca, no entanto, Obina ainda não marcou. Pior, perdeu dois pênaltis, um contra o Bangu, outro contra o Botafogo. E ainda vê a sombra de Josiel, autor de três gols na temporada, crescer cada vez mais. O técnico Cuca já admite dar uma chance ao jogador.

- Pode, sim. Vamos ver os treinos da semana. O Josiel tem entrado bem. Ele tem feito gol.

O treinador, porém, mantém a confiança no potencial de Obina. Cuca considera que o atacante será muito importante para o Flamengo ao longo da temporada.

- No primeiro jogo ele foi muito bem, aí vieram os outros jogos e ele perdeu uns gols, veio o pênalti contra o Bangu, agora o outro contra o Botafogo. Fui jogador e sei como é. Estou aqui para apoiar - disse Cuca.

O técnico também explicou o motivo de Obina cobrar o pênalti no clássico contra o Botafogo.

- O Obina treinou pênalti comigo um dia antes do jogo e bateu muito bem. Ele estava com confiança. Mas o goleiro foi bem na bola. O Renan tem méritos. E depois que ele perdeu sei que a pressão da arquibancada passou a ser muito grande. Sei como é difícil. Não tinha jeito. Ele foi preservado. O Josiel entrou e foi muito bem.

O elenco rubro-negro também tem procurado apoiar Obina. O capitão Fábio Luciano garante que apesar do jejum de gols, o atacante tem ainda a confiança dos companheiros.

- A gente conversa com ele todos os dias. Só passamos que precisa continuar fazendo a mesma coisa todos os jogos. O Josiel fez três gols de oportunismo. Ficamos felizes quando o Obina pegou a bola para bater o pênalti, porque mostrou que tinha confiança. Estamos passando tranquilidade. O gol vai sair.

Curiosidade ou não, o supersticioso Cuca resolveu trocar o número de Obina no início da temporada após saber da "maldição da camisa 9" dos atacantes do Flamengo nos últimos anos. Obina começou vestindo a 9, mas passou em branco depois de ter várias chances na estreia do Campeonato Carioca. Já na segunda rodada, o atacante passou a usar o número 18. Mas entre os supersticiosos há quem acredite que a mudança não adiantou muito. Já que 1 + 8 = 9.

- Vou ajudá-lo porque sei que o Obina será muito importante para a gente - completou Cuca.

Ferj divulga datas e horários das semifinais da Taça Guanabara

Federação confirma Flamengo x Resende para sábado, e Fluminense x Botafogo para a Quarta-Feira de Cinzas.

Conforme a expectativa da comissão técnica rubro-negra, o Flamengo enfrentará o Resende pela semifinal da Taça Guanabara no próximo sábado, às 16h, no Maracanã. A data fazia parte do planejamento do clube, que livraria os jogadores de ficarem concentrados durante o carnaval.

Além disso, o Flamengo terá mais de uma semana para se preparar caso se classifique para a semifinal da Taça GB. Outra suposta vantagem é ter como adversário um clube de menor porte. Assim sendo, o Maracanã ficará rubro-negro em praticamente sua totalidade.

A concentração durante a festa popular ficou para Fluminense e Botafogo. Os rivais se enfrentarão na Quarta-Feira de Cinzas, às 21h50, também no Maracanã. Os vencedores de cada jogo farão a final do primeiro turno no dia 1º de março.


vasco corre risco de eliminação no Carioca

Além de ter seu recurso negado nesta terça-feira pelo Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), o clube pode até ser excluído do Campeonato Carioca.

Na argumentação de seu voto, o auditor-relator, Sérgio Saraiva, disse que o clube poderia ter sido denunciado no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e o Tribunal decidiu, por cinco votos a quatro, investigar a ação do clube sob a luz deste artigo.

O artigo fala sobre "pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário, ou se beneficiar de medidas obtidas pelos mesmos meios por terceiro".

A punição prevista no mesmo é exclusão do campeonato que estiver disputando, além de multa que pode variar de R$50 mil a R$ 500 mil. A procuradoria do TJD-RJ vai analisar se entra com denúncia ou não contra o clube.

O vasco, após a decisão favorável ao Brasiliense suspendendo o vínculo dentre o Gigante da Colina e Jéferson, recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-DF) para reativar ao contrato e poder utilizar o atleta no Campeonato Carioca.

Flamengo bate Cocodrilos com facilidade em sua estreia na Liga Sul-Americana

O Flamengo estreou com vitória na Liga Sul-Americana de Basquete nesta terça-feira, contra o Cocodrilos, da Venezuela. O atual vice-campeão do torneio jogou em Cucuta, na Colômbia, e não teve dificuldades contra a equipe que é formada pela base da seleção venezuelana. O Rubro-Negro venceu por 105 a 80 (52 a 42).

Talvez cansado pela viagem, o Flamengo começou a partida em ritmo lento, tanto que o primeiro quarto foi o único em que o time venezuelano ofereceu resistência, tanto que o período terminou empatado em 24 pontos. 24 também foi o número de pontos marcado pelo cestinha da partida, o ala-armador Marcelinho Machado.

A equipe carioca se acertou no segundo período e não deu mais chances para o adversário. O rubro-negro foi para o intervalo com 10 pontos de frente. Nos dois últimos quartos, o time se acertou de vez na defesa e continuou aumentando a vantagem no placar, até chegar à vitória por 105 a 80.

Com a vitória, o Flamengo lidera o Grupo A da Liga Sul-Americana, que também tem o Obras Sanitarias, da Argentina, e Cucuta, da Colômbia. Os dois melhores se classificam para as semifinais do torneio. Nesta quarta o Fla enfrenta o Obras Sanitarias.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Julgamento do caso Jéferson: vasco é humilhado no Tribunal de Justiça Desportiva



vasco perde no TJD: 7 a 1 contra o recurso

Henrique Marques foi o único auditor a votar a favor do recurso do vasco. No encerramento da sessão, o presidente do TJD, Antônio Vanderler, acompanhou a maioria dos auditores. O placar final foi de 7 a 1, pois um dos auditores faltou ao julgamento.

20:29

Resende comemora

O presidente do Resende cumprimenta o advogado do Fluminense.

20:28

vasco já perdeu recurso: 6 a 0 até o momento

Os auditores Edécio Nogueira e Henrique Marques também votam contra. Ainda restam dois votos.

20:23

Goleada: 5 x 0 contra o vasco

Mesmo faltando ainda quatro votos, o Vasco teve negado seu recurso. O clima entre os simpatizantes da causa do Vasco é de revolta.

20:21

4 x 0 contra o vasco

O auditor Jorge Lira também vota contra: 4 a 0 contra o recurso do Vasco para recuperar os pontos na Taça Guanabara.

20:19

3 a 0 contra o vasco

Daniel de Marco votou contra o recurso do Vasco também. Agora é a vez de Jorge Lira. Faltam seis votos.

20:12

2 x 0 contra o vasco

Jorge Antônio Augusto foi o segundo a votar contra o Vasco. Ele ainda critica o clube por ter ido à Justiça Comum. Ainda faltam sete votos.

20:10

1 x 0 contra o vasco

O relator Sérgio Saraiva votou contrário ao recurso do Vasco. Além disso, ele pede à procuradoria analisar a infração no artigo 231 que poderia até mesmo excluir o clube do campeonato.

20:03

Relator: vasco poderia até ser expulso do campeonato

Ainda sem revelar o voto, o relator Sérgio Saraiva diz que o vasco poderia ser até excluído do campeonato e ainda levar multa de R$
50 mil a R$ 500 mil, segundo o artigo 231 DO CBJD.

No galinheiro de São Januário, funcionários fazem manifestação por salários atrasados

Cerca de 100 funcionários do clube fizeram um protesto nesta manhã em São Januário por causa dos mais de três meses de salários atrasados.

Os manifestantes ficaram indignados com a notícia de que o vasco já teria pago os salários atrasados dos funcionários. Eles fizeram muito barulho na porta da presidência do clube, pedindo uma solução para o problema, mas Roberto Dinamite não apareceu na sede vascaína. Gritos de "Dinamite mentiroso", "Roberto pinóquio", "Solução" e "Dinheiro" foram proferidos pelos manifestantes. A segurança foi reforçada, mas não foi registrado nenhum ato de violência ou vandalismo.

Os funcionários fizeram questão de ressaltar que ainda não estavam fazendo greve, mas apenas lutando pelos seus direitos trabalhistas.

De acordo com informações da Rádio Brasil, que conversou com um dirigente cruzmaltino que não quis se identificar, o clube estaria devendo aos funcionários os salários dos meses de outubro, novembro e dezembro - janeiro venceria no próximo dia 20 -, além do 13º salário.

Flamenguista sacaneia vascaino até em Teresina, PI

Um torcedor do Flamengo causou um pequeno tumulto entre os vascaínos que compareceram ao Albertão nesta terça-feira para acompanhar o treino da equipe em Teresina.

Sem se incomodar com a hostilidade dos rivais, o torcedor do Mengão só deixou o local após ser fotografado pela imprensa e receber uma sonora vaia dos cruzmaltinos. No local, ele estava acompanhado de dois fãs do rival

Após sentir dores na coxa, Jônatas deixa o treino

Jônatas saiu do treino desta terça-feira à tarde sentindo a parte posterior da coxa esquerda. O jogador passou a preocupar a comissão técnica do Flamengo para a semifinal da Taça Guanabara. Ainda não se sabe a gravidade do problema.

Jônatas participava normalmente do treino técnico e tático quando sentiu o problema. O meia iniciou um tratamento com gelo e será reavaliado pelo departamento médico nas próximas 24 horas. Apenas nesta quarta-feira é que se vai saber se a lesão é grave ou não.

Após começar a temporada na reserva, o jogador participou dos últimos dois jogos do Flamengo no Campeonato Carioca como titular.

Marcelinho Paraíba está mais perto de um acordo para ficar no Flamengo

Marcelinho Paraíba apareceu para treinar nesta terça-feira, mas o jogador segue chateado com a situação no Flamengo. Sem receber salários e luvas, o atacante cogita deixar o clube. Mas segundo o vice de futebol, Kleber Leite, um acordo está próximo. O dirigente se reuniu na segunda-feira com o empresário de Marcelinho, Luiz Alberto Araújo, e a conversa foi proveitosa. A chance de o atacante permanecer no clube aumentou.

- Tive uma reunião com o procurador dele. Está muito próximo de um acordo. Até porque há um entendimento do outro lado que o mundo mudou. E é necessário que mudem as estratégias também. É necessário uma readequação para o convívio voltar a ser da melhor forma. O procurador parece que entendeu isso também. E saímos da reunião com uma possível solução. Eles (empresário e Marcelinho Paraíba) ficaram de conversar.

O acordo, segundo Kleber Leite, não é para Marcelinho Paraíba deixar o clube. Mas, sim, para permanecer até o fim do contrato. Desde o início do ano surgem notícias sobre uma possível transferência do jogador.

- Se aceitar a nossa proposta, o Marcelinho Paraíba continua por aqui.

Cuca critica 'fogo amigo' e diz que não tem problema com Jônatas

O técnico Cuca não gostou nada de saber que a imprensa divulgou nesta terça-feira uma notícia sobre uma discusão entre ele e Jônatas, que teria acontecido no intervalo da partida contra o Boavista, na quarta-feira passada, no Maracanã. O meia ficou irritado ao saber que seria substituído após o primeiro tempo e questionou a decisão do treinador no vestiário.

Incomodado com o assunto, Cuca criticou o chamado "fogo amigo" no Flamengo, ou seja, pessoas do clube que passam notícias para a imprensa com o intuito de prejudicar o trabalho que é feito no departamento de futebol.

- Vocês estão comentando uma suposta discussão que ocorreu seis dias atrás. Estou fora. Quem passa notícia assim é coisa de mau gosto. Quem fala isso quer perturbar o ambiente. Não consigo entender o que acontece. Gostaria de saber a vantagem que tem para essas pessoas - desabafou o comandante rubro-negro.

O treinador admitiu que é impossível controlar o que é passado por pessoas do clube aos jornalistas. Mas negou que tenha qualquer problema com Jônatas.

- Não tem como blindar nada. Há várias formas de se passar notícias. Só acho que vocês (jornalistas) precisam ser críticos e saber se a fonte tem ou não credibilidade. Não tive problemas com o Jônatas.

O zagueiro e capitão Fábio Luciano confirmou que Jônatas não gostou de ser substituído pelo treinador no intervalo da partida contra o Boavista. Mas negou que os dois tenham discutido no vestiário. Houve apenas, no calor do jogo, uma conversa educada.

- Eles tiveram uma conversa. Aqui as coisas tendem ser aumentadas. Uma conversa vira uma discussão. Uma discussão vira uma briga e uma briga pode dar até em morte. Se tivesse tido um problema muito grande naquele jogo, o Jônatas estaria treinando separado. Ou nem jogaria contra o Botafogo. Ele não gostou de sair, queria jogar mais. O Cuca achou melhor tirá-lo. Mas tudo se resolveu ali mesmo. Uma conversa é uma conversa. Tem respeito, tem uma hierarquia. Uma conversa não pode virar uma discussão - disse o zagueiro.

Cuca e Jônatas tiveram um problema na primeira passagem do treinador pelo clube, em 2005.

Kleber Leite faz comparação: 'O Flamengo hoje é o Japão pós-guerra'

Cheio de dívidas, o Flamengo vive um momento complicado. O vice-presidente de futebol Kleber Leite tenta buscar alternativas para pagar os salários do elenco, mas admite que a situação é muito difícil.

- O Flamengo hoje é um Japão pós-guerra. Está tudo bem, tudo tranquilo e de repente surge uma dívida do Gamarra de R$ 10 milhões. Uma outra de R$ 1 milhão e assim vai. Aí o orçamento vai para o espaço. Não tem jeito - disse, nesta terça-feira, ao garantir que a diretoria só deve um mês de salários atrasados ao elenco já que o mês de janeiro vence no dia 25 de fevereiro.

Kleber Leite vai se reunir com alguns rubro-negros influentes para tentar encontrar alguma alternativa para minimizar as dívidas no departamento de futebol. Mas já deixou claro aos jogadores que eles estão livres para se transferir para outros clubes caso desejem.

- Pagar em dia não é favor, é obrigação. E damos total liberdade para o jogador procurar outro caminho se achar que deve. O Fierro, por exemplo, recebeu uma proposta do Palmeiras nos últimos dias. Mas preferiu ficar no Flamengo. Eu não posso me sentir no direito de segurar os jogadores nesta situação - disse Kleber.

Nesta quarta-feira, Kleber Leite vai se reunir com os jogadores para dar mais detalhes da situação financeira do clube.

Na Gávea, Kleber Leite afirma que Flamengo só deve um mês de salários

A dívida do Flamengo com o elenco vem causando dificuldades para o trabalho do técnico Cuca. Nesta terça-feira, o vice-presidente de futebol, Kleber Leite, fez questão de afirmar que os jogadores estão apenas com um mês de salários atrasados. O problema, segundo ele, é menor do que vem sendo divulgado na imprensa.

- O Flamengo quitou o 13º salário e hoje só devemos um mês (dezembro). Aqui no Flamengo, por causa de um acordo feito com os jogadores, se trabalha o mês no dia 25. Serão dois meses de salários atrasados se não pagarmos até o dia 25 - disse Kleber Leite.

O dirigente, porém, confirmou que outros acordos, como luvas, que complementam os salários dos jogadores, não estão sendo pagos. É, por exemplo, o caso do meia-atacante Marcelinho Paraíba.

- No momento, estamos com um mês de salários atrasados e temos dívidas com alguns jogadores em relação às luvas. A facilidade que se tinha para alocar dinheiro por causa da crise mundial não existe mais. Apesar dos problemas, posso garantir que aqui o que nunca faltou é vontade para solucionar problemas.

Dirigente nega discussão com Fábio Luciano

Ao lado do capitão Fábio Luciano, Kleber Leite fez questão de negar qualquer discussão com o zagueiro no vestiário após o empate contra o Botafogo, no último domingo, no Maracanã. O jogador teria, como representante do elenco, tirado satisfações sobre o pagamento dos salários atrasados.

- O que aconteceu foi uma reunião em que estavam presentes não só eu e o Fábio Luciano, mas o Cuca, o Bruno, o Plinio (Serpa Pinto, diretor do Flamengo). No mundo do futebol, poucas vezes convivi com uma pessoa tão preparada e educada com o Fábio Luciano. A chance de ele ser grosseiro, de zero a dez, é zero.

O zagueiro admitiu a reunião com o dirigente e pediu para não ser mais o porta-voz dos jogadores. Por isso, Kleber Leite vai passar a conversar mais com o elenco para expor as condições financeiras do clube.

- A gente convive e fala diariamente sobre isso (salários atrasados). E sobre vários assuntos. Vivo os melhores momentos da minha carreira no Flamengo. Por isso, vou sempre ajudar o clube. A conversa foi feita em uma sala reservada. Falamos sobre vários assuntos, como o adversário do Flamengo na semifinal, a lesão do Ronaldo Angelim e também sobre o atraso de salários. Foi uma reunião para buscar soluções, e não, para cobrar ninguém - disse o jogador.

Josiel: 'Eu deveria ser titular'

O atacante Josiel está de bem com a vida após marcar mais uma vez com a camisa rubro-negra. O autor do gol do empate do Flamengo por 1 a 1 com o Botafogo já pensa numa vaga de titular. Mesmo dando todo o apoio ao seu rival de posição Obina, que ainda não marcou neste ano, o atacante lembra que é precisa fazer em campo para garantir um lugar no time principal.

- Se é pelos números, deveria ser eu. Mas tenho de respeitar o treinador. O importante é que todos estejam preparados e o tempo que tiver em campo dar o melhor - disse Josiel.

E o momento de Josiel realmente é especial. No ano passado, com Caio Júnior no comando da equipe rubro-negra, tiveram treinos em que o atacante ficou treinando sozinho, chutando bolas na parede. Ele garante que não pensou em desistir em nenhum momento.

- Joguei tudo para este ano - afirmou.

Confira a íntegra da entrevista coletiva de Josiel na tarde desta segunda-feira:

MAU MOMENTO NO ANO PASSADO
"Saia com minha família mas se tivesse como evitar, eu evitava. Tem que saber lidar com a imprensa, com a torcida, com as críticas e tudo mais.

MÁGOA COM CAIO JÚNIOR
"No ano passado, não dei nenhum chute, nenhuma cabeçada porque não tive chance, nem para errar. Sei que tenho condições. Não cheguei aqui de graça. As coisas aconteceram de uma maneira tão ruim que nem nos treinos eu conseguia render. E foi o Caio que pediu minha contratação"

VALORIZAÇÃO

''Três gols contam muito. Foram decisivos e ajudaram a equipe a conseguir a liderança. É bom já ter esse reconhecimento''

VOLTA POR CIMA

''É difícil ter sido artilheiro do Campeonato Brasileiro, chegar aqui e não ter chance. Agora, todos estão vendo o meu trabalho. Não cogitei sair porque joguei tudo para este ano. É a volta por cima. Momento ruim, todo mundo passa mas consegui dar a volta por cima e é um recomeço, uma nova etapa''

BOA FASE COM CUCA
"O Cuca falou: 'Vai, esse ano vai depender de ti'. Ele me passou confiança e me deu tranquilidade para trabalhar com ele"

OBINA
"Sei de tudo que ele está passando e falei para ele não deixar a ansiedade atrapalhar. Às vezes, isso acaba extrapolando, como aconteceu nos pênaltis. Capacidade, ele tem. Mas tudo sai no seu tempo e na hora certa. Não há mal que dure para sempre. Tudo puxa para um lado ou para o outro. Para mim, está dando certo. Para ele, não está dando tão certo. Mas não pode desanimar. Uma hora, isso vai virar. Quem sabe, os dois possam estar no mesmo lado juntos"

TITULAR?
"Se é pelos números, deveria ser eu. Mas tenho de respeitar o treinador. O importante é que todos estejam preparados e o tempo que tiver em campo dar o melhor"

META DE GOLS
"Não vou revelar para não atrapalhar, para não criar abstração. Quero chegar nesta meta aos poucos, fazendo os meus gols, mesmo que sejam gols chorados"

NOVO XODÓ?
"Não sou xodó. Prefiro fazer meu papel e ser importante para o time. Mas esta questão é muito relativa. O Obina é xodó e ontem foi vaiado. Independentemente disso tudo, quero fazer a alegria deles e minha também"

RENOVAÇÃO DE SEU CONTRATO (acaba em junho deste ano)
"Não gosto de pensar muito na frente que pode virar tudo ao contrário. Minha preocupação maior é agora e discutir a renovação na hora certa. Contra minha vontade ou não, tenho contrato lá (no Qatar). De qualquer maneira, quero voltar para lá com moral e fazendo gols, até por uma questão de valorização"

Sem receber salários, Marcelinho Paraíba falta a mais um treino no Flamengo

Mais uma vez, Marcelinho Paraíba não deu as caras no Flamengo. O atacante era esperado para treinar nesta segunda-feira à tarde junto com os reservas. Mas não apareceu, como aconteceu no último sábado, quando segundo o departamento de futebol, foi liberado para resolver problemas particulares.

Nesta segunda-feira, para evitar mais polêmica com o jogador, a versão oficial da diretoria rubro-negra é que não houve tempo de Marcelinho Paraíba voltar de João Pessoa (PB), onde estava. Mas poucas horas antes, no HemoRio, onde acompanhava o goleiro Diego e o lateral Juan apoiarem a campanha de doação de sangue feita pelo clube, o supervisor Isaías Tinoco dizia que aguardava normalmente o jogador para o trabalho com bola na Gávea.

Marcelinho Paraíba e a diretoria rubro-negra estão em crise por causa do atraso de salários. O clube deve ao jogador, além de salários, o 13º, luvas e premiações. A diretoria rubro-negra já disse que só poderia quitar as dívidas em 2010, o que deixou o atacante muito irritado.

Enquanto isso, alguns jogadores que não participaram do clássico contra o Botafogo treinaram nesta segunda-feira. Entre eles, o lateral-esquerdo Juan, que participou normalmente de uma atividade com bola e deve ser liberado para jogar a semifinal da Taça Guanabara.

Além de Juan, Maxi, Airton, Erick Flores, Willians, Antônio, Everton e Welinton se reapresentaram para o treino. O restante do elenco volta a trabalhar nesta terça-feira, às 9h.

O atacante Maxi, que estava com uma tendinite no pé direito, treinou normalmente com bola. Outro jogador que estava machucado também não sentiu a antiga lesão. Everton parece ter superado as dores na coxa direita, que o tiraram do clássico contra o Botafogo.

Já o meia Willians, com dores na coxa esquerda, se restringiu a fazer um trabalho de fisioterapia.