Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 28 de março de 2009

Torcida do Fla debocha do Bota e supera público dos donos da casa no Engenhão

O Flamengo esteve presente na casa do Botafogo para enfrentar e golear o Resende por 4 a 0 e deixou sua marca. Mesmo sem chegar perto de lotar o Engenhão, a torcida rubro-negra garantiu o segundo maior público de 2009 no estádio.

Foram 10.298 pagantes e 13.265 presentes. O maior público é da partida Bangu x Fluminense, com 12.845 pagantes. Os donos do estádio aparecem somente em terceiro. No duelo Botafogo x Macaé, 8.409 pessoas pagaram ingresso. Somados os últimos três jogos do Alvinegro no estádio, a presença nas arquibancadas chega a apenas 11.309.

Durante os 90 minutos, a torcida flamenguista não esqueceu dos botafoguenses e debochou com as músicas tradicionais remetendo ao “chororô” de 2008: “E ninguém cala esse chororô” e “Mamãe eu quero” foram os hits.

Essa foi a segunda vez que o Flamengo jogou no Engenhão desde a sua inauguração, em 2007. No ano passado, o time também goleou por 4 a 0, com todos os gols no segundo tempo. Só que o adversário foi o América.

Públicos pagantes do Engenhão em 2009:

1. Bangu x Fluminense - 12.845
2. Flamengo x Resende – 10.298
3. Botafogo x Macaé - 8.409
4. Madureira x Vasco – 6.824
5. Mesquita x Fluminense - 4.706
6. Botafogo x Duque de Caxias - 4.595
7. Botafogo x Volta Redonda - 4.583
8. Botafogo x Bangu - 3.896
9. Botafogo x Americano - 2.818

'Não jogamos com sentimento de vingança', diz Cuca

Comum após as vitórias do Flamengo, a euforia ficou esquecida neste sábado. Em tom comedido, o técnico Cuca vetou qualquer tipo de vingança sobre o Resende depois da goleada por 4 a 0, neste sábado, no Engenhão

- A gente não jogou com raiva, sentimento de vingança. Não diria que a gente pôs pingo no “is”. A normalidade é sempre o Flamengo vencer o Resende, o grande vencer o pequeno. Mas não adianta tirar o que eles fizeram de bonito naquela ocasião – afirmou, referindo-se à vitória do time do Sul Fluminense por 3 a 1 na semifinal da Taça Guanabara.

Menos de uma semana depois de perder por 2 a 0 para o Vasco e praticamente chegar ao fundo do poço, o Rubro-Negro, na análise do treinador, soube crescer com vitórias importantes sobre Madureira e Resende.

- Fico muito feliz por ver o torcedor reconhecer o esforço da equipe e a qualidade do jogo, principalmente no segundo tempo. A equipe cresceu em um momento crucial, na reta final. Em duas partidas decisivas conseguiu fazer oito gols – analisou.

A melhora do Flamengo coincide com uma renovação silenciosa da equipe. Aos poucos, o treinador deu chance a jogadores jovens e que entenderam a necessidade de dedicação máxima.

- Ocorre uma renovação ao natural. Com Everton Silva, Aírton, Willians, Erick, Welinton... e o torcedor está entendendo e apoiando os meninos.

O Flamengo tem 13 pontos no Grupo B e na próxima rodada enfrenta o Americano, em Campos. O jogo será na terça-feira.

Erick Flores comemora outra boa atuação

O grande nome do Flamengo na vitória de 4 a 0 sobre o Resende, no Engenhão, foi o atacante Josiel. Com dois gols, o camisa 9 do Flamengo chegou a 11 neste Campeonato Carioca e divide a artilharia da competição com Bruno Meneghel, do próprio Resende. No entanto, os gols de Josiel tem saído porque, no meio de campo, Erick Flores tem feito boas partidas.

O camisa 30 do Flamengo foi mais uma vez o destaque da equipe rubro-negra na tarde deste sábado. O apoiador fez ótimas jogadas e arrancou aplausos da torcida com seus dribles em velocidade. Erick Flores espera se firmar cada vez mais na equipe titular do Flamengo.

- Com a boa partida que eu fiz contra o Madureira, a confiança só aumentou. Fico feliz pela oportunidade que tive - afirmou o apoiador.

Fla pode perder Zé Roberto por lesão

O Flamengo pode perder um jogador para a partida contra o Americano, na próxima quinta-feira, em Campos. O meia-atacante Zé Roberto sentiu uma fisgada no músculo posterior da coxa direita na vitória rubro-negra de 4 a 0 sobre o Resende, neste sábado, no Engenhão.

Aos 15 minutos do segundo tempo, o jogador dominou uma bola na entrada da área e arriscou um chute. Em seguida, Zé Roberto colocou a mão na coxa direita, olhou para o banco de reservas e pediu para ser substituído. O apoiador teve que sair de campo na maca e foi para o vestiário mancando muito.

Cinco minutos antes, Zé Roberto tinha acabado de marcar o segundo gol rubro-negro na partida.

Show de Josiel, artilheiro do campeonato

No reencontro com o seu carrasco da semifinal da Taça Guanabara, o Flamengo não deu chance para o azar e bateu o Resende na tarde deste domingo, no Engenhão, por 4 a 0. O grande destaque da partida mais uma vez foi o atacante Josiel. O camisa 9 da Gávea anotou dois gols e chegou aos 11 gols, dividindo a artilharia do Campeonato Carioca com Bruno Meneghel, que passou a tarde em branco. Zé Roberto e Kleberson anotaram os outros gols rubro-negros na partida.

Flamengo 4 x 0 Resende


Ficha técnica:

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 28/3/2009
Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: William de Souza Nery (RJ)

Renda/público: R$ 219.600,00 / 10.298 pag./ 13.265 presentes

Cartões amarelos: Zé Roberto, Ibson (FLA); Souza e Viola (RES)
Cartões vermelhos: Márcio Gomes, aos 28'/1ºT (RES)

Gols: Josiel, 2'/2ºT (1-0); Zé Roberto, 10'/2ºT (2-0); Josiel, 20'/2ºT (3-0); e Kleberson, 43'/2ºT (4-0).


Flamengo: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Willians, Ibson (Kleberson, 29'/2ºT), Léo Moura e Erick Flores (Maxi, 26'/2ºT); Zé Roberto (Jônatas, 16'/2ºT) e Josiel.
Técnico: Cuca.

Resende: Cléber, Bruno Leite (Hiroshi, 22'/2ºT), Breno, Naílton e Marquinhos; Márcio Gomes, Fred, Léo (Souza, 30'/2ºT)e Bruno Reis; Bruno Meneghel e Viola (Taércio, 11'/2ºT).
Técnico: Antonio Carlos Roy.

Nova data de jogo dá tranquilidade ao Fla

O jogo do Flamengo contra o Americano foi remarcado por conta da Seleção Brasileira. Agora o jogo acontecerá na terça-feira, um dia antes do julgamento de todos os que foram expulsos contra o Vasco: Willians, Léo Moura e Cuca, além do goleiro Bruno por causa de jogada violenta.

A nova data deu uma tranquilidade maior a Cuca, que não precisará se preocupar com o julgamento no decorrer da partida:

– É bom porque no dia seguinte vamos ao tribunal nos explicar para quem é de direito. Tenho certeza que o bom senso vai prevalecer.

Erick Flores ganha fã dentro do elenco

A boa atuação de Erick Flores contra o Madureira, quarta-feira, trouxe alívio não apenas ao próprio jogador. O lateral-direito Léo Moura também ficou feliz por ver que o companheiro, enfim, conseguiu demonstrar em um jogo o talento que exibe nos treinamentos.

- Sempre fui fã do Erick. Ele tem qualidade é rápido. Trata-se de uma joia do Flamengo e se for titular vai ajudar da melhor forma possível – disse o jogador.

Na partida deste sábado, contra o Resende, Erick ainda não tem a escalação garantida. O técnico Cuca está em dúvida se o coloca na vaga de Willians ou Everton Silva ou o mantém no banco.

- Quando jovem faz partida boa tem de ter calma. Mas não estou dizendo que ele ficará no banco. Vamos ver – declarou o treinador do Flamengo.

Everton
O jogador realizou um exame de ressonância magnética que apontou lesão de grau 1 (o mais leve) na coxa direita. Desta forma, ele segue fora do banco de reservas contra o Resende, neste sábado.

Flamengo em defesa da honra

A ferida da eliminação na semifinal da Taça Guanabara ainda está aberta. E o Flamengo vai ter uma chance de dar o troco no Resende neste sábado, às 16h10, no Engenhão. O jogo pode não ter o mesmo valor, mas é encarado como uma decisão pelo lado rubro-negro.

Uma vitória pode deixar o time mais perto da classificação às semifinais. Em compensação, uma derrota pode trazer de volta o clima pesado que apareceu após a eliminação na Taça Guanabara.

Sobre a partida, a maioria desconversa ao falar em revanche. Eles preferem acreditar que é uma segunda chance para o time. Mas Léo Moura relembra que os problemas no ano começaram justamente com a derrota por 3 a 1 para o Resende. Por isso, uma vitória hoje terá um gostinho especial.

– A motivação é dobrada. Depois do jogo contra o Resende, fomos questionados e ninguém aqui achou isso justo. Temos de fazer de tudo para vencer, até porque a vitória nos deixará mais perto da classificação. Além disso, tem, sim, o prazer de vencermos quem nos tirou da final. Respeitamos, mas desta vez vai dar Flamengo – afirmou Léo Moura, que volta ao time após suspensão.

Mas o que a torcida do Flamengo espera é que o time tenha aprendido com os erros da semifinal. Os espaços deixados e o descontrole emocional não podem entrar em campo.

– O que não podemos fazer é dar espaços como na semifinal. Além disso, perdemos jogadores por expulsão. O Engenhão tem um campo menor e nós temos de entrar com calma – analisou Léo Moura.

Quem sabe encarando de frente o trauma da semifinal o time não se fortalece na busca pelo título?

Dorival defende Cuca de expulsão e pode ser testemunha de defesa do Flamengo

Não basta ser amigo. É preciso ter lealdade aos companheiros. Este é o pensamento do técnico Dorival Júnior em relação a Cuca, treinador do Flamengo. Além de terem jogado juntos no Palmeiras (92) e no Juventude (95), o comandante cruzmaltino achou a expulsão do colega injusta no Vasco x Flamengo. E está disposto a testemunhar a favor do flamenguista no TJD.

- Se convidado, irei com o maior prazer. Não escutei o que ele falou com o árbitro, mas é normal gritarmos e gesticularmos na beira do campo. Nem sempre o que é relatado na súmula corresponde à verdade. Estarei sempre à disposição do Cuca – afirmou.

Para descontrair o ambiente, depois de passar por uma sabatina de perguntas assim que terminou o treino da última sexta-feira, o técnico Dorival Júnior “criou” uma enquete semelhante às veiculadas pelo Esporte Espetacular, da TV Globo. E arrancou risadas dos jornalistas ao pedir para não participar da eleição.

- Só não me perguntem quem foi melhor: Romário ou Edmundo? – brincou, às gargalhadas.

Fla consegue seguro antivandalismo, e ônibus vai para a pista

Apresentado no último dia 18 de março, o ônibus do Flamengo fará sua estreia transportando o time neste sábado, contra o Resende. O clube conseguiu a apólice de seguro antivandalismo e também acertou a contratação de um motorista para o veículo.

A estreia, curiosamente, será contra o Resende. No dia da apresentação, um detalhe chamou a atenção. O veículo foi emplacado na cidade do Sul Fluminense e o time da região foi o responsável pela eliminação do Rubro-Negro na Taça Rio.

- É bom estrear contra o Resende porque acaba com esse negócio de superstição. Ele vai nos trazer sorte – afirmou o diretor de marketing do Flamengo, Ricardo Heinrichsen.

Pintado nas cores do clube, o ônibus, apelidado de “Uru-busão” tem bancos de couro, duas mesas para prática de jogos, telas de LCD e muito conforto.

Flamengo massacra o Paulistano no Maracanãzinho e volta ao topo do NBB

O Paulistano cruzou a ponte aérea nesta sexta-feira e bem que tentou surpreender o Flamengo no Rio de Janeiro, mas vai voltar com uma derrota feia na bagagem. Do início ao fim do jogo, o Rubro-Negro mostrou que não estava disposto a deixar a zebra passear no Maracanãzinho. Resultado: um massacre na quadra e o retorno à liderança do Novo Basquete Brasil.

Foto: Hélio conduz a bola perseguido por Mineiro, que jogou de máscara devido a uma lesão

Com boa atuação do ala-pivô Jefferson e do ala Marcelinho Machado, o Fla dominou a partida e atropelou o rival. A vitória por 105 a 71 fez o time do técnico Paulo Chupeta voltar ao primeiro lugar da tabela, já que o então líder Brasília perdeu fora de casa para o Bauru.

Jefferson foi o cestinha da noite, com 23 pontos, além de 11 rebotes. Marcelinho contribuiu com 21 pontos e ainda anotou seis rebotes, cinco assistências e três roubadas. O armador Hélio também teve boa atuação, com 14 pontos e sete passes decisivos.

A notícia ruim foi o resultado de um exame do pivô Baby, que tem uma lesão no tendão de Aquiles e pode ficar um mês e meio afastado. Mesmo após saber sobre a lesão, ele atuou por 12 minutos nesta sexta-feira e anotou cinco pontos.

O Paulistano jogou desfalcado de Dedé, seu principal jogador, e não conseguiu resistir ao Flamengo. O maior pontuador da equipe de São Paulo foi Thomas, com 15, seguido por Jefferson, com 14.

Foi a 13ª vitória do time carioca em 15 jogos na competição. O Paulistano perdeu a terceira
seguida e agora tem seis vitórias em 16 partidas.

Apesar do público apenas razoável no Maracanãzinho, o Rubro-Negro mostrou desde o início que tinha mais time que o adversário. A equipe da casa fechou o primeiro quarto em 29 a 19 e, no intervalo, já liderava por 15 pontos.

Na volta do vestiário, não houve acomodação. O ritmo continuou o mesmo, e o Flamengo ampliou a vantagem. O Paulistano cometia muitos erros – foram 23 no total – e não conseguia reagir. A torcida, portanto, comemorou mais uma vitória.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Flamengo x Resende


Ficha técnica



Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)


Data: 28/03/2009
Hora: 16h10 (de Brasília)


Árbitro: William Marcelo de Souza Nery
Auxiliares: José Carlos Batista de Arruda (RJ) e Ronaldo Cristino Kenupp (RJ)

Flamengo: Bruno, Everton Silva (Erick Flores), Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton (Erick Flores), Willians, Leonardo Moura e Ibson; Zé Roberto e Josiel.
Técnico: Cuca.

Resende: Cléber, Bruno Leite, Breno, Naílton e Marquinhos; Márcio Gomes, Fred, Bruno Reis (Hiroshi) e Léo; Bruno Meneghel e Viola.
Técnico: Roy.

Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país e a Rádio Globo RJ também acompanha.

Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília).

Emerson já está inscrito na CBF

O Flamengo poderá contar com Emerson nas duas últimas rodadas do Estadual. O documento de transferência internacional chegou nesta sexta-feira e o atacante está regularizado na CBF.

Emerson não joga desde o ano passado, quando estava no futebol do Qatar. O atacante tem treinado com o grupo desde segunda-feira passada, quando foi apresentado.

- Chegou a documentação. Ele vai ter condições de jogo na semana que vem - confirmou o vice de futebol do Flamengo, Kléber Leite.

Já o outro reforço, Alex Cruz, não vai ser mais emprestado. Com contrato por três meses, podendo renovar até o final do ano, o jogador, ex-Ivinhema, vai treinar na Gávea para se adaptar ao clube.

- Alex veio para o Brasileiro, já que não pode jogar na Copa do Brasil nem no Estadual. Pensamos em emprestá-lo, mas mudamos de ideia por não haver tempo. Achamos melhor deixar ele se adaptar ao Flamengo - disse Kléber Leite, que está preparando-se para evitar desfalca ro elenco na janela de transferências do meio do ano.

Rapidinhas do Mengão!


Flamengo tenta vingança contra o Resende, time que o desmascarou
Adversário foi o responsável pela eliminação vexatória da equipe rubro-negra na Taça Guanabara. Léo Moura fala em motivação dobrada

Josiel e Bruno Meneghel fazem o duelo dos artilheiros surpreendentes
Obina e Viola eram os mais cotados de Flamengo e Resende para a função de homem-gol

Fla traça estratégias para não repetir vexame contra o Resende
Time lista cuidados para não transformar possível revanche em mais um tropeço

Cuca adota a tática do desentendido e não confirma time do Flamengo
Treinador prefere não responder se Erick Flores será escalado contra o Resende, neste sábado

Everton corre contra o tempo para ajudar o Fla
Apoiador vem se recuperando de contusão na coxa

Erick Flores: cinco quilos mais forte; e só
Meia do Flamengo foi submetido a trabalho de fortalecimento muscular, mas agora deseja apenas manter o porte físico

Reforço que não pode jogar chega ao Flamengo
Alex Cruz faz trabalhos físicos. Ele não pode ser inscrito na Copa do Brasil e nem no Carioca

‘Se queremos descontar alguma coisa tem que ser jogando bola’, alerta Juan
Reencontro com o Resende, que eliminou o Flamengo da Taça Guanabara, acontece neste sábado

Juan descarta ‘marra’ em desabafo: ‘Só eu sei o que passei’
Jogador novamente sofreu com as cobranças da torcida e lamenta que pressão sobre ele esteja forte

Pelé ataca dirigentes do Flamengo, e Kleber Leite responde pesado

Durante evento na última quinta-feira, em Curitiba, Pelé lamentou o estado de penúria de Flamengo e Corinthians, os dois clubes mais populares do Brasil, e culpou a falta de honestidade como fator preponderante para isso. Na Gávea, o vice-presidente de futebol do Rubro-Negro, Kleber Leite, até concordou com as palavras do ex-jogador. Mas fez uma ressalva grave.

- A colocação é perfeita. O Pelé tem toda a razão. Mas o momento mais nebuloso da história do Flamengo teve a participação dele. O desaparecimento de US$ 80 milhões que o Flamengo paga até hoje. Ele estava na farra da ISL – disse o dirigente.

No início dos anos 2000, o Flamengo fechou uma parceria com a empresa de marketing esportivo ISL. A intermediária da negociação foi a Pelé Sports e Marketing. Depois de sucessivas acusações de fraudes, o então presidente do Flamengo Edmundo Santos Silva sofreu impeachment em 2002.

- Se alguém tem conhecimento das falcatruas que ocorreram aqui chama-se Pelé. Ele tem conhecimento de causa. Houve roubo aqui, inclusive com a participação dele no processo. Não estou dizendo que ele é ladrão, mas sim que ele entende o que ocorreu aqui – afirmou Kleber Leite.

Na última quinta, Pelé considerou “absurdo” o estado em que se encontram Corinthians e Flamengo.

- Se fossem honestos na administração, só com a venda de produtos eles montariam um time.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Ibson é absolvido pelo TJD

Expulso na partida contra o Duque de Caxias, Ibson foi absolvido nesta quinta-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ). O volante já cumpriu a suspensão automática de um jogo e vai poder enfrentar o Resende neste sábado, no Engenhão.

Ibson foi denunciado pela Procuradoria do TJD no artigo 250 (Praticar ato desleal). Ele poderia pegar uma suspensão de uma a três partidas caso fosse punido.

Campeonato Carioca, 2º turno Taça Rio: classificação

Colocação Time PG J V E D GP GC SG %
vasco 15 5 5 0 0 12 2 10 100%

Fluminense 15 5 5 0 0 12 4 8 100%
Madureira 9 5 3 0 2 8 8 0 59%
Resende 7 5 2 1 2 5 7 -2 46%
Tigres Brasil 5 5 1 2 2 11 8 3 33%

Americano 5 5 1 2 2 9 10 -1 33%
Cabofriense 0 5 0 0 5 2 12 -10 0%

Duque de Caxias 0 5 0 0 5 3 15 -12 0%











Colocação Time PG J V E D GP GC SG %
Botafogo 10 5 3 1 1 14 8 6 66%

Flamengo 10 5 3 1 1 12 8 4 66%

Bangu 10 5 3 1 1 8 6 2 66%
Friburguense 9 5 3 0 2 6 8 -2 59%
Volta Redonda 7 5 2 1 2 9 5 4 46%

Macaé 7 5 2 1 2 8 7 1 46%
Boavista 6 5 2 0 3 6 9 -3 40%
Mesquita 0 5 0 0 5 3 11 -8 0%

Garçom Erick Flores ganha elogios de Cuca: ‘Ele já é importantíssimo’

Erick Flores sequer ficou no banco nas últimas partidas. Contra o Madureira, porém, ele surgiu direto no time titular do Flamengo. E não decepcionou. O jogador, aos 19 anos, foi o principal assistente de Josiel na vitória por 4 a 2. Foram dois passes para gol e uma outra jogada que Josiel também concluiu para as redes. Nesta o auxiliar marcou impedimento.

- Gostei da estreia (em 2009) porque ele deu agilidade ao time. - Ganha mais possibilidades. Se ele entra mal, não te dá e tem que buscar outra coisa. Vai me fazer pensar até sábado e já se tornou importantíssimo pela criatividade que deu – declarou o técnico.

Apesar dos elogios, o treinador rubro-negro não quis adiantar se pensa em efetivar o jovem na equipe titular. Contra o Resende, sábado, Léo Moura tem retorno garantido ao meio-campo depois de cumprir suspensão.

- Ainda é cedo para pensar nisso. Vamos trabalhar. Ele não disputa necessariamente a posição com Léo Moura – afirmou.

'Parte da torcida vem para apoiar e outra para torcer contra', constata Cuca

Pouco menos de quatro mil torcedores pagaram ingresso para assistir a Madureira 2 x 4 Flamengo na quarta-feira, em Edson Passos. Retrato da descrença da torcida na equipe? Talvez. De uma forma ou de outra, o técnico Cuca reparou que o comportamento dos rubro-negros mudou depois dos resultados recentes.

- Parte da torcida vem para apoiar, outra para torcer contra, desabafar. Temos que aguentar – declarou o treinador.

No jogo contra o Madureira, novamente o jogador mais visado pelos torcedores foi o lateral-esquerdo Juan. Ele recebeu algumas vaias e quando foi cobrar o pênalti ouviu a torcida gritar o nome do goleiro Bruno. Quando fez o quarto gol, o lateral não se conteve e desabafou: “Eu sou o cara”, disse, enquanto comemorava.

Boa parte desta impaciência dos torcedores vem da derrota por 3 a 1 para o Resende, na semifinal da Taça Guanabara. O time do Sul Fluminense novamente aparece no caminho neste sábado, no Engenhão. Cuca ignorou a possibilidade de revanche.

- O jogo é importante por termos a possibilidade de somar três pontos e continuar em busca de uma vaga na semifinal da Taça Rio – afirmou.

A três rodadas do fim do segundo turno, o Flamengo tem o mesmo número de pontos do que Botafogo e Bangu. Nos critérios de desempate, o time ocupa a segunda colocação

quarta-feira, 25 de março de 2009

Dentro de casa, Flamengo se impõe e passa pelo Pinheiros de Marquinhos

Ganhar do Flamengo no Maracanãzinho tem sido uma missão árdua no Novo Basquete Brasil. Ainda mais quando o principal jogador adversário compra briga com a torcida carioca. Na noite desta quarta-feira, quando o Pinheiros visitou o Rubro-Negro, o cestinha Marquinhos provocou e foi provocado pelo público. Com a bola na mão, ele sofreu com a pontaria torta nos chutes de três e não evitou a derrota da equipe paulistana no Rio de Janeiro.

A vitória por 86 a 81 mantém o Fla no pelotão dos líderes do campeonato. Marcelinho comandou o time da casa com 26 pontos, seguido pelos 12 de Hélio, os 11 de Duda e os 10 de Coloneze. Olivinha comandou o Pinheiros com 24 pontos. Marquinhos anotou 22 e ainda pegou sete rebotes, mas pecou nos tiros de três, com apenas três acertos em 12 tentativas.

No domingo, durante o Jogo das Estrelas. Marquinhos encantou a torcida no Maracanãzinho com um show de enterradas. Na quarta-feira, contudo, a lua-de-mel chegou ao fim. Logo no início da partida, os torcedores rubro-negros pegaram no pé do ala do Pinheiros, que respondeu fazendo gestos. Mais tarde, ao acertar uma cesta de três, ele voltou a fazer sinais para o público e levou uma falta técnica.

Após um primeiro quarto equilibrado, o Flamengo aproveitou para abrir vantagem no segundo e foi para o intervalo com vantagem de nove pontos (55 a 46).

No terceiro período, as defesas venceram os ataques, mas ainda assim o Fla conseguiu ampliar um pouco mais a vantagem. Na virada para o último quarto, o Rubro-Negro vencia por 73 a 60. Marquinhos, que vinha tendo atuação discreta, acordou e fez seu time reagir nos últimos minutos. Mas já era tarde. Com a cabeça no lugar, o Flamengo controlou as ações na quadra e conquistou sua 12ª vitória no NBB.

O C.R.Flamengo está apoiando a “Hora do Planeta”, ato simbólico de preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas.

A “Hora do Planeta” é um ato simbólico no qual governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a demonstrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas.

A WWF-Brasil, que organiza o evento no país, convida empresas, governos e sociedade civil a apagarem as luzes por sessenta minutos no próximo dia 28 de março, entre 20h30 e 21h30.

O projeto foi lançado oficialmente no Brasil em 28 de janeiro, com a adesão oficial da prefeitura do Rio, com o prefeito Eduardo Paes anunciando o apagar das luzes em ícones como o Cristo Redentor, Pão de Açúcar, a orla de Copacabana, além do morro Dona Marta. Mais de 82 países e 2140 cidades do mundo estão apoiando o ato.

O Flamengo apoia a “Hora do Planeta” e convida todos os seus torcedores a aderirem ao movimento. Junte-se a nós nesse ato, convide seus amigos. O meio ambiente precisa cada vez mais de nossa ajuda.

FERJ é condenada por litigância de má fé com o Fla

A entidade estaria dificultando o andamento de processo de prestação de contas movido pelo Flamengo em 1997.


A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) foi condenada pelo juízo da 38ª Vara Cível por litigância de má-fé em ação de prestação de contas movida pelo Flamengo. A entidade estaria dificultando o andamento do processo movido pelo Flamengo em 1997.


Em 1996, uma parcela da bilheteria (2%) era destinada para a compra de troféus, mas o Flamengo contestou estas contas na Justiça. O Tribunal de Justiça (TJ-RJ) mandou que a Federação prestasse contas, mas isso não foi feito na época do ex-presidente Eduardo Vianna.

Já sob o comando do atual presidente, Rubens Lopes, a FERJ alegou que não poderia apresentar a prestação de contas do período, pois os documentos sumiram na mudança de sede.

Com a decisão, a juíza da 38ª Vara Cível, Camilla Prado, expediu um mandado de busca e apreensão de toda a documentação requerida pelo perito.

- Agora o oficial de Justiça vai tentar pegar esta documentação. Se não conseguir, vamos tentar em outras frentes - afirmou o advogado do Flamengo no caso, Dr. Ércio Braga.

Flamengo x Pinheiros

Flamengo/Petrobras estreia no returno do NBB nesta quarta-feira.

Depois de encerrar sua participação no turno do NBB na vice-liderança da tabela de classificação, com 24 pontos (13 jogos/11 vitórias/duas derrotas), o Flamengo/Petrobras volta à quadra nesta quarta-feira (25/03) para enfrentar o Pinheiros.

A partida será realizada no Ginásio do Maracanãzinho, às 19h, e contará com atrações à parte, como sorteio de brindes oficiais durante o intervalo e o som contagiante da DJ Flávia Xexeo.

Cuca exalta o artilheiro Josiel: 'Vamos apostar nele até o fim'

A vitória por 4 a 2 sobre o Madureira, nesta quarta-feira, em Edson Passos, não foi suficiente para arrancar um sorriso do técnico Cuca na entrevista coletiva após a partida. O comandante do Flamengo, no entanto, tem um motivo para se alegrar: o rendimento do atacante Josiel, autor de três gols.

Cuca lembrou que o feito vai dar mais confiança ao camisa 9, que já foi perseguido pela torcida rubro-negra. O treinador afirmou que Josiel é a sua aposta para o ataque até o fim da competição

- Mais importante do que o número de gols é o moral que ele ganha depois deste jogo. Agora ele pode se sentir titular até o fim do campeonato. É nele que vamos apostar até o fim - afirmou.

Cuca fez uma análise sobre o desempenho da equipe diante do Tricolor Suburbano, e disse ter ficado satisfeito, principalmente com o primeiro tempo. Ele lembrou que o time deu alguns vacilos na segunda etapa e o adversário complicou a partida.

- O primeiro tempo foi muito bom, soubemos jogar com velocidade. Na parte final, o time deu uma desorganizada, tivemos algumas falhas que não podem acontecer. O Madureira quase complicou a nossa vida - disse.

Elenco exalta postura séria em partida de ‘vida ou morte’

Mais do que colocar o Flamengo novamente na zona de classificação para a semifinal da Taça Rio, a vitória por 4 a 2 sobre o Madureira, nesta quarta-feira, em Edson Passos, pela quinta rodada da competição, foi importante para trazer de volta a auto-confiança para um elenco devastado pelas críticas nas últimas rodadas.

Se virou senso comum dizer que o Rubro-Negro não se comporta bem em jogos decisivos, os jogadores fizeram questão de ressaltar a postura firme em um duelo que poderia minar as chances do tricampeonato.

- Era um jogo que poderia deixar a gente fora. Era como se fosse uma final e entendemos esse espírito. Por isso, vencemos. Não está fácil, mas temos a consciência de que podemos melhorar o padrão tático para não ter mais esse sufoco que tivemos no segundo tempo – disse o lateral-esquerdo Juan.

O capitão Fábio Luciano fez coro com o discurso do companheiro. Ele exaltou o espírito de luta apresentado diante do Tricolor Suburbano e pediu a mesma atenção na próxima rodada.

- O resultado foi importante para manter a gente vivo. Corremos, nos esforçamos, lutamos e tem que ser sempre assim. Temos mais uma decisão sábado contra o Resende.

Com 10 pontos, o Flamengo é o líder temporário do Grupo B da Taça Rio, com um ponto e um jogo a mais que o Botafogo. No próximo sábado, o rival é o Resende, às 16h10m, no Engenhão.


Vitória faz Ibson chutar para longe uma ‘crise inexistente’

Nos altos e baixos da gangorra rubro-negra, a perspectiva é de três dias de paz na Gávea. Depois de mais de uma semana de turbulência, causadas pelo empate contra o Tigres e a derrota no clássico contra o Vasco, o momento no Flamengo é de “curtir” a vitória por 4 a 2 sobre o Madureira, nesta quarta-feira, em Edson Passos, pela quinta rodada da Taça Rio.

A liderança provisória do Grupo B e a boa atuação maquiam a crise que ronda o clube. Crise que, por sinal, os jogadores tentam negar, mas acabam revelando nas entrelinhas.

- Muita gente diz que tem crise, mas a gente se gosta muito. Precisávamos vencer de qualquer maneira. O importante era conquistar os três pontos. Foi uma vitória muito importante – disse ao Sportv.

Com 10 pontos, o Flamengo é o líder temporário do Grupo B da Taça Rio, com um ponto e um jogo a mais que o Botafogo. No próximo sábado, o rival é o Resende, às 16h10m, no Engenhão.

Torcida chega fazendo protesto e sai pedindo Josiel na seleção brasileira

Primeiro, a torcida do Flamengo pediu raça antes mesmo de o jogo em que venceu o Madureira por 4 a 2 o Madureira começar em Edson Passos. Depois, um cartaz exibido na arquibancada expressava o descontentamento com a atual diretoria e pedia que Zico e Leonardo assumissem imediatamente a presidência: “Chega de amadorismo! Zico e Leonardo salvem a nação. Falo em nome de 35 milhões de rubro-negros”.

No fim, as críticas foram esquecidas, e um coro surgiu de parte das arquibancadas do estádio Giulite Coutinho:

- Josiel é seleção! Josiel é seleção!

O centroavante, sempre contestado, fez três gols na vitória por 4 a 2 e chegou a nove na artilharia. Ele está a dois do goleador do Carioca, Bruno Meneghel, do Resende.

Aliviado, Josiel garante: ‘Não é a primeira vez que faço três gols’

De execrado à aclamado como postulante a uma vaga na seleção brasileira, Josiel garantiu com os três gols marcados na vitória por 4 a 2 sobre o Madureira, nesta quarta, pela quinta rodada da Taça Rio, uma tregua ao bombardeio de críticas que o ataque rubro-negro vinha sofrendo nas últimas rodadas. Aliviado, o camisa 9 conteve a empolgação com a atuação de gala e disse que o que aconteceu em Edson Passos não é novidade na sua carreira.

- Não é a primeira vez que faço isso. Tivemos vontade. Conversamos sobre isso e precisávamos colocar em prática. Qualidade a gente tem. Fizemos um bom jogo e fomos soberanos diante de um adversário complicado. Estamos novamente no páreo - disse o atacante ao Sportv, sem revelar quais as outras partidas em que marcou em dose tripla.


Vice-artilheiro do Estadual com nove gols, dois a menos que Bruno Meneghel, Josiel fez questão de elogiar a postura da equipe contra o Tricolor Suburbano.

- Tivemos todos os méritos e está aí o resultado, com muita força de vontade e dedicação.


Com 10 pontos, o Flamengo é o líder temporário do Grupo B da Taça Rio, com um ponto e um jogo a mais que o Botafogo. No próximo sábado, o rival é o Resende, às 16h10m, no Engenhão.


Com show de Josiel, Fla vence o Madureira

O Flamengo afastou um pouco da crise que rondava a Gávea ao derrotar o Madureira na tarde desta quarta-feira por 4 a 2, no Estádio Giulite Coutinho em Mesquita. O nome da partida foi o atacante Josiel, que marcou três vezes e foi a nove gols, ficando a dois do artilheiro Bruno Meneghel, do Resende.

Com o resultado, o Rubro-Negro foi a dez pontos e assumiu a liderança provisória do Grupo B na Taça Rio. O Botafogo pode retomar esta condição na partida desta noite contra o Americano. O Tricolor Suburbano, que enfrenta o Boavista na próxima rodada, segue na terceira colocação do Grupo A, com nove pontos. O Flamengo encara o Resende, no sábado, no Engenhão.


A necessidade da vitória fez com que o técnico Cuca ousasse desde a escalação da equipe até a postura que foi demonstrada em campo. Sem contar com os suspensos Willians e Leonardo Moura, o treinador optou por Toró na contenção e pelo jovem Erick Flores na criação.

Desde o início, o Flamengo ditou o ritmo do jogo, principalmente com as jogadas de Juan pela esquerda, que explorava muito bem a avenida Claudemir. Apesar das boas jogadas de linha de fundo, o Rubro-Negro demorou a dar seu primeiro chute a gol.


A rigor, este só aconteceu aos 23 minutos. Juan tabelou com Erick Flores e chutou com firmeza. O goleiro Renan deu rebote e Josiel conferiu. Porém, o camisa 9 estava impedido e o auxiliar anulou o lance corretamente.


Pouco depois, foi a vez de Erick Flores fazer bela jogada pela esquerda. A aposta de Cuca foi ao fundo e cruzou de canhota na cabeça de Josiel, que marcou pela primeira vez em sua tarde inspirada.


O Flamengo não demorou a ampliar a sua vantagem. Em mais uma bela jogada de Erick Flores, Josiel recebeu livre dentro da área e teve calma para dominar e fazer o gol.


Apesar de parecer entregue, o Madureira diminuiu quando menos se esperava. Bruno recebeu lançamento longo e, de canhota, bateu no canto de Bruno, que não teve reflexo para fazer a defesa.


Pouco antes do intervalo, Josiel marcou pela terceira vez e devolveu a calma ao Flamengo. Depois de cruzamento de Juan, o atacante aproveitou falha de Eduardo Luiz e cabeceou para o gol.


O Flamengo voltou para a etapa complementar disposto a liquidar a fatura. Logo no começo, Everton Silva fez excelente jogada pela direita e cruzou rasteiro para Josiel. Desta vez, o atacante falhou e perdeu gol feito.


Pouco depois, Erick Flores saiu de maca e Cuca foi obrigado a mexer. Jônatas entrou e a postura tática da equipe foi modificada, já que Ibson foi adiantado como principal homem da criação.


Melhor em campo, o Flamengo seguiu criando chances e devendo em capricho nas conclusões. Sempre presente no ataque, Everton Silva teve boa oportunidade de marcar, mas chutou por cima.


O Madureira ameaçava com raridade, mas chegava sempre com susto. Em um deste lampejos, Luiz Cláudio teve ótima chance na área, mas chutou muito mal, por cima do gol de Bruno.


O Flamengo teimava em perder gols e se recusava a matar a partida. Aos 26, foi a vez de Juan tabelar com Josiel e chutar para a defesa de Renan. Tirando proveito da ineficácia rubro-negra, o Madureira marcou com Alex Alves e colocou fogo no jogo.


Tentando desafogar a situação do Flamengo, Cuca pôs o argentino Maxi no lugar de Zé Roberto para dar velocidade ao time. E logo o Rubro-Negro conseguiu este sossego quando Eduardo Luiz fez pênalti ao colocar a mão na bola de forma tola. Juan foi para a cobrança, deslocou o goleiro e sacramentou a vitória rubro-negra, que devolverá a paz na Gávea, pelo menos até o próximo jogo.


Flamengo 4 x 2 Madureira

Ficha técnica:

Estádio: Giulite Coutinho, Mesquita (RJ)

Data: 25/03/2009
Hora:16h (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Renda/público: R$ 59.465,00 / 3.962 pagantes

Cartões amarelos: Ricardo, Amarildo, Wagner (MAD); Toró, Everton Silva (FLA) Cartões vermelhos: Ricardo, 48'/2ºT (MAD)

GOLS: Josiel, 26'/1ºT (0-1); Josiel, 29'/1ºT (0-2); Bruno, 41'/1ºT (1-2); Josiel, 43'/1ºT (1-3); Alex Alves, 29'/2ºT (2-3); Juan, 37'/2ºT (2-4).

Madureira: Renan, Claudemir, Ricardo, Eduardo Luiz e Amarildo, Wagner (Warley, 31'/2ºT), Paulo Victor, Abedi (Luiz Cláudio, intervalo) e Bruno; Alex Alves e Jones (Adriano Felício, 21'/2ºT).
Técnico: Róbson Gabriel.

Flamengo: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Toró (Kleberson, 27'/2ºT), Ibson e Erick Flores (Jônatas, 13'/2ºT); Zé Roberto (Maxi, 33'/2ºT) e Josiel.
Técnico: Cuca.

Flamengo x Resende: ingressos à venda

Os ingressos para o duelo entre Flamengo e Resende já estão à venda. A revanche da semifinal da Taça Guanabara, vencida pelo time da Serra por 3 a 0, acontece neste sábado, às 16h10m, no Engenhão. Os bilhetes custam R$ 30 (R$ 15, meia-entrada). Os postos de venda antecipada são: Gávea, Caio Martins, Marechal Hermes, estádio João Havelange, Bilheteria 6 do Maracanã e Citibank Hall. No dia do jogo, as entradas serão vendidas apenas nas bilheterias do Engenhão.

Preços dos ingressos:

- Cadeira superior e inferior inteira: R$ 30 (R$ 15, meia-entrada)

Locais de vendas:

- Gávea (Flamengo)
- Caio Martins
- Marechal Hermes
- Estádio Olímpico João Havelange (somente a partir do dia 26/03/2009)
- Bilheteria 06 do Maracanã
- Citibank Hall (Barra da Tijuca)

Flamengo e loteria se encontram para acertar contrato de patrocínio

Em meio ao caos financeiro que atravessa o clube, o vice de Esportes Olímpicos do Flamengo, João Henrique Areias, irá se reunir hoje com o presidente da Loterj, Sérgio Ricardo de Almeida, para tentar acertar a parceria entre o clube e a empresa que administra as loterias estaduais, segundo informações do jornal “O Globo”, desta quarta-feira. - Temos várias hipóteses para estudar. Nossa diretoria se reuniu e aprovou o patrocínio, faltando definir como será - explicou Almeida

Ao que tudo indica, o encontro deve selar o acordo do novo contrato de patrocínio, que irá ajudar o Flamengo a pagar os salários atrasados do time de basquete, que recentemente venceu o campeonato sul-americano e é o atual vice-líder da liga Novo Basquete Brasil (NBB), com 24 pontos.

Na última sexta-feira, o Flamengo acertou o pagamento de três dos quatro meses de salário que o clube deve à comissão técnica e aos jogadores de basquete. Entre os prêmios dos títulos Estadual, Brasileiro e Sul-Americano, além do mês de fevereiro, porém, ainda faltam cerca de R$ 500 a serem quitados pela diretoria.

Cuca dá conselhos e pede para xodó se mudar para perto da Gávea

O moral de Everton Silva não para de subir no Flamengo. Se não bastassem os elogios do presidente Delair Dumbrosck, o lateral-direito também caiu nas graças do técnico Cuca. No treino de terça-feira, véspera do jogo contra o Madureira, o treinador ficou mais de 15 minutos sentado no gramado conversando com o jogador. A pauta? Nada sobre futebol. As orientações foram para a vida.

- Estamos vendo um jeito de ele se mudar. Ele mora muito longe da Gávea e perde mais de uma hora e meia vindo de ônibus. Já falei com o Isaías (Tinoco, gerente de futebol) e vamos providenciar isso. Também dei alguns toques sobre alimentação – declarou.

Everton Silva chegou à Gávea no início do ano por indicação de Cuca. Ele estava no Friburguense. Depois de começar uma partida em que o time jogou com reservas, agradou ao vice-presidente de futebol Kleber Leite e não demorou a conseguir a vaga na lateral direita. A contratação dele tornou-se exemplo no Flamengo porque o clube deseja diminuir a folha salarial e apostar em novos valores.

Ele está confirmado na partida contra o Madureira, nesta quarta, às 16h. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.

Fla busca a reabilitação contra o Madureira



Ficha técnica:


Madureira x Flamengo


Estádio: Giulite Coutinho, Mesquita (RJ)

Data: 25/03/2009
Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)


Madureira: . Renan, Claudemir, Ricardo, Eduardo Luiz e Amarildo; Wágner, Paulo Victor, Abedi e Bruno; Alex Alves e Jones.
Técnico: Róbson Gabriel.

Flamengo: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Toró (Jônatas), Ibson e Kleberson (Erick Flores); Zé Roberto e Josiel.
Técnico: Cuca.

terça-feira, 24 de março de 2009

Em nota oficial, Marcio Braga acusa Ferj de apropriação indevida

No mesmo dia que conseguiu o efeito suspensivo livrando-se provisoriamente da suspensão de 1..440 dias imposta pelo TJD-RJ, o presidente licenciado do Flamengo, Marcio Braga, emitiu uma nota oficial em que ataca a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e deixa subentendido que a pesada pena que lhe foi imposta tem a ver com a posição contrária do Rubro-Negro em relação a alguns atos da mesma Ferj.

No pronunciamento distribuído à imprensa, o dirigente diz que a federação, cujo presidente é Rubens Lopes, contribui para enfraquecer economicamente o futebol carioca ao se apropriar indevidamente de patrimônio dos clubes.

Marcio se recupera de uma cirurgia cardiovascular e ainda não tem data para retornar à presidência.

Confira a íntegra da nota oficial:

"O presidente do Flamengo, Marcio Braga, em licença para recuperação de cirurgia cardiovascular, tomou conhecimento da decisão proferida pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação de Futebol do Estado Rio de Janeiro – Ferj , que lhe impõs uma suspensão de 1.440 dias e tem a esclarecer o que segue:

1- Em nenhuma de suas entrevistas ou pronunciamentos se dirigiu ao referido Tribunal, cuja composição sequer conhece;

2- O Flamengo tem se insurgido reiteradamente contra atos da FERJ, como por exemplo:

a) o desconto indevido de 10% da renda bruta de cada partida realizada no Estado do Rio de Janeiro quando o estatuto só permite o desconto de até 10% da renda líquida;

b) o desconto indevido de 10% dos valores recebidos pelos direitos de transmissão do campeonato carioca, contrariando o disposto nos respectivos contratos;

c) o golpe de prorrogação do mandato do atual presidente da FERJ até 2014 em Assembléia Geral realizada às escondidas sem a convocação do Flamengo.

Estas e outras atitudes da FERJ contribuem para o enfraquecimento econômico do futebol carioca. A FERJ não pode continuar se apropriando indevidamente do patrimônio dos clubes, em especial do Flamengo.
Rio de Janeiro, 24 de março de 2009

Clube de Regatas do Flamengo"

Rapidinhas do Mengão


Fla não esconde desconforto com arbitragens do Carioca
Fábio Luciano sugere que presidente da comissão de arbitragem aprenda com os jogos europeus

Em vez de antecipar escalação, Cuca opta pelo mistério no Flamengo
Treinador avisa que desta vez só vai liberar relação dos titulares minutos antes do jogo. Há duas vagas indefinidas

Escorpião? Emerson rejeita apelido do Qatar na chegada ao Flamengo
Atacante fez 33 gols em 29 jogos no Al-Sadd na temporada 2007/08.

Lateral de nome difícil é a nova atração do time profissional
Cuca promove Jorbison, de 17 anos, ao time profissional. Ele é apontado como substituto de Juan. Alex Cruz será emprestado

Cuca desabafa e conclui: ‘Tem coisa boa guardada’

O discurso é de mártir do massacre contra o Flamengo. O técnico Cuca vestiu a capa da conquista sofrida e acredita que, por trás das provações, haverá no horizonte rubro-negro o título do Campeonato Carioca.

Nesta terça-feira, o treinador recebeu elogios do capitão Fábio Luciano por sua perseverança e motivação, apesar das pancadas que recebeu da crítica e da torcida.

A resposta do treinador foi em tom de desabafo. Ele afirma que, se fosse em outra etapa da carreira, já teria abandonado o clube. Agora, vislumbra a reviravolta.

- Há um tempo eu já teria saído, mas aprendi a tolerar certas coisas. Confio no grupo e podemos ser campeões – declarou.

Desde janeiro, o treinador passou por diversos problemas internos. A começar pelos salários atrasados. Há também problemas de aceitação da filosofia da nova comissão técnica. Para piorar, dentro de campo, as atuações estão longe de convencer.

- Tem coisa boa guardada depois dessas provações que passamos. Não vou me entregar – filosofou Cuca, que recebeu apoio da diretoria depois da derrota por 2 a 0 para o Vasco.

Em terceiro lugar no Grupo B da Taça Rio, o Flamengo enfrenta o Madureira nesta quarta-feira, em Edson Passos.

Rivais zombam da campanha do vasco para a Série B 2009
























Internautas lançam camisas para Fla, Flu e Bota com lema 'A gozação não pode parar', zombando o vasco

Rachão animado faz Flamengo fugir da realidade de depressão pós-derrota

Quem faz rachão seus males espanta. Menos de 48 horas depois de perder por 2 a 0 um clássico com direito a olé, os jogadores do Flamengo estão devidamente recuperados. Depois de uma ponderada reunião de apoio na última segunda-feira, a terça acabou reservada para um disputado, motivado e alegre recreativo na Gávea. A crise passa longe.

Confira a galeria de fotos do rachão!

As únicas expressões de irritação surgiram quando o time de camisa branca marcou na morte súbita e tripudiou da equipe de colete azul. No restante do tempo, jogadas ríspidas, gritaria e sorrisos. Para disciplinar os jogadores, foram escalados dois juízes. O técnico Cuca gostou.

- Esse grupo aí fez 14 jogos no ano e perdeu dois. Por que ficar triste, entrevado por causa de uma derrota num clássico? Temos que descobrir por que não ganhamos. Faltou aptidão para decidir o jogo em contra-ataques. Queremos essa alegria (do rachão) transportada para dentro do campo – disse.

A reunião interna de quase uma hora que antecedeu ao treino de segunda foi a principal responsável pela mudança de ambiente, na análise do capitão Fábio Luciano.

- Foi bem interessante. A gente sabe que pode jogar melhor. Traçamos objetivos, pensamos em chegar novamente às semifinais e não repetir os mesmos erros.

Em terceiro lugar no Grupo B da Taça Rio, o Flamengo enfrenta o Madureira nesta quarta-feira, em Edson Passos, e tenta se recuperar do fracasso contra o vasco.

Diretoria do Fla venderá atletas para quitar dívida

A dívida do Flamengo com o Atlético de Madrid (ESP) pela contratação de Gamarra, em 2000, é de cerca de R$ 6 milhões. Para quitá-la, a diretoria encontrou uma solução: vender seus jogadores.

O primeiro da lista é o zagueiro Fabrício, que está emprestado ao Hoffenheim (ALE) e com direitos fixados em cerca de R$ 10,7 milhões – o Fla tem 85% dele.

– Se até 31 de maio, o Fla vender o Fabrício, o dinheiro servirá para pagar ao Atlético de Madrid. É um acordo interessante para tirar este peso que representa 5% do nosso financeiro. Se até lá, não o vendermos, o Fla passará 80% da do valor da venda de qualquer jogador para o Atlético até quitar tudo – disse Kléber Leite.

Fla consegue efeito suspensivo, e Marcio Braga está livre até julgamento de recurso

Após ser julgado no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) e pegar quatro anos de suspensão, o presidente licenciado do Flamengo, Márcio Braga, está livre para voltar ao cargo, pelo menos até o julgamento do recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Isso porque o clube da Gávea teve o efeito suspensivo deferido pelo presidente do STJD, Rubens Approbato.

Agora, Marcio Braga responderá no pleno do STJD, mas a data do julgamento ainda não foi marcada. O presidente rubro-negro foi condenado no TJD-RJ pelas declarações que deu à imprensa sobre o "caso Jéferson", desaprovando a perda de seis pontos fora de campo do vasco na Taça Guanabara. As informações são do site Justiça Desportiva.

O presidente Marcio Braga está licenciado, pois passou por uma cirurgia cardíaca e ainda não foi liberado pelos médicos para voltar ao cargo. Enquanto isso, Delair Dumbrosck comanda o clube em seu lugar.

Madureira x Flamengo: ingressos à venda

Os ingressos para a partida entre Madureira e Flamengo já estão à venda para o confronto da tarde desta quarta-feira, às 16h, no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos. Os bilhetes custam: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada) a cadeira especial e R$ 20 (R$ 10, meia) a arquibancada.

Os postos de venda antecipada são: Gávea, Laranjeiras, São Cristóvão F. R, estádio Conselheiro Galvão, Bilheteria 8 do Maracanã e Parque Terra Encantada. No dia do jogo, as entradas serão vendidad apenas nas bilheterias de Edson Passos.

Preços dos ingressos:
- Cadeira Especial: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada)
- Arquibancada: R$ 20 (R$ 10, meia)

Locais de vendas:
- Gávea (Flamengo)
- Laranjeiras (Fluminense)
- São Cristóvão F.R
- Estádio Conselheiro Galvão (Madureira)
- Bilheteria 08 do Maracanã
- Parque Terra Encantada (Barra da Tijuca) - horário: 11h às 17h

segunda-feira, 23 de março de 2009

Entre lágrimas e sorrisos, Emerson se declara e recebe a '11 de Romário'

Foi acariciando o escudo e balbuciando um “que alegria” que Emerson vestiu pela primeira vez a camisa do Flamengo, na noite desta segunda-feira, na Gávea. Quem está acostumado às entrevistas coletivas mecânicas, surpreendeu-se com o brilho no olhar do novo reforço.

Houve sorrisos, declarações nada forçadas de amor ao clube, reverência a ídolos do passado e choro. As lágrimas surgiram no momento em que o jogador lembrou a história da idade adulterada, quando ainda era um adolescente de 14 anos em Nova Iguaçu. No documento falsificado, Emerson diminuiu a idade em três anos.


- Me prenderam em 2005 no aeroporto, quando estava voltando para o Qatar. Passei por um constrangimento muito grande ao ser abordado, preso na frente de toda a minha família. Os pais têm que cuidar mais dos seus filhos e não deixar essas coisas acontecerem. Fico emocionado com tudo isso.

Depois das lágrimas, a felicidade. Kleber Leite entregou a Emerson a camisa número 11 e avisou: “Ele chega com a bênção de Romário”. Ele disse que sabe das dificuldades financeiras do Flamengo, mas preferiu largar os dólares do mundo árabe para realizar um sonho.

- É o momento mais feliz da minha carreira. O Flamengo abriu as portas e estou aqui porque é um desejo. Tinha outras propostas mais vantajosas, mas vestir essa camisa usada por Zico e Junior, nossa, é uma alegria muito grande. Por paixão e amor você faz coisas que é difícil explicar. Sempre quis jogar aqui. Não sei até quando o dinheiro é mais importante do que isso. Estou fazendo o que meu coração está mandando.

A estreia ainda não tem data para acontecer, mas deve demorar, no máximo, mais duas semanas. Por Emerson, seria antes. Há três ou quatro meses sem jogar, ele foge do rótulo de salvador da pátria.

- De jeito algum. Estou aqui para somar forças. Futebol é coletivo. Não estamos falando de tênis. Podemos sair dessa situação. O Flamengo está na briga. Se ganhar na quarta, volta tudo ao normal.

Pelo Fla, Cuca não conseguiu vencer clássico

O técnico Cuca vive um jejum incômodo pelo Flamengo: não consegue vencer clássicos. Contando a sua primeira passagem, em 2005, com a de agora, ele disputou cinco partidas contra os grandes cariocas. Empatou três e perdeu duas vezes.

Neste ano, Cuca empatou com o Botafogo e perdeu para o Vasco. Em 2005, o treinador viu sua equipe empatar com os dois adversários e perder a final da Taça Rio para o Fluminense, o que acabou com a chance do Rubro-Negro de disputar a final do Estadual.

2005
Flamengo 2 x 2 Botafogo
Flamengo 2 x 2 Vasco
Flamengo 1 x 4 Fluminense

2009
Flamengo 1 x 1 Botafogo
Flamengo 0 x 2 Vasco

Obina pode alcançar recorde negativo

A fase de Obina realmente não é boa. O atacante do Flamengo vive um de seus maiores jejuns de gols com a camisa rubro-negra. Após passar em branco no clássico com o vasco, o xodó da torcida amargou seu 12º jogo seguido sem balançar redes e está perto de igualar um recorde negativo.

Desde que chegou ao Flamengo, em 2005, Obina enfrentou várias vezes a seca de gols. Mas a pior de todas foi entre o final do Brasileiro de 2007 e o início do Estadual de 2008. Neste período, o atacante ficou 13 partidas sem balançar redes. E agora está a apenas um jogo de igualar a marca negativa.


É a segunda vez que Obina fica 12 jogos sem marcar. A sequência ruim foi em julho e agosto do Campeonato Brasileiro de 2008. Além disso, o atacante já ficou outras cinco vezes sem balançar redes por sete partidas. A vida não está fácil para ele no Flamengo.

Rapidinhas do Mengão!

Cuca é citado na súmula do clássico e pode ser suspenso por até um ano
Treinador teria xingado o juiz Luís Antônio Silva dos Santos após expulsão

'É necessário encontrar soluções e não culpados’, pede Cuca
Treinador tenta manter a serenidade às vésperas de partida decisiva contra o Madureira

Procuradoria do TJD pede tape do clássico para analisar entrada de Bruno
Goleiro rubro-negro pode ser denunciado por agressão a Edu Pina

Musa do Brasileirão está de volta
Inscrições para a edição 2009 começam em abril.

Constrangidos, jogadores do Fla se fecham em reunião e ‘convocam’ Emerson

As fisionomias fechadas dos jogadores do Flamengo contrastavam com os sorrisos de Emerson na tarde desta segunda-feira. Mas antes de entrar em campo para participar do primeiro treino, o centroavante notou que há algo fora da normalidade no novo clube.

Sentado na grade que dava acesso ao campo, ele ouviu o capitão Fábio Luciano chamá-lo para uma reunião com todo o elenco no vestiário. A crise o sugava. A lavagem de roupa suja depois da derrota por 2 a 0 para o vasco durou pouco mais de 50 minutos e teve a presença do vice-presidente de futebol Kleber Leite.

Foto: Obina ajeita a bermuda na chegada à Gávea

Depois do clássico, o dirigente garantiu a permanência do técnico Cuca. O Flamengo está na terceira posição do Grupo B e fora da zona de classificação para as semifinais da Taça Rio.

O próximo jogo será quarta-feira, às 16h, contra o Madureira. A partida será em Edson Passos

Contra descontrole emocional, Ibson pede diálogo e reflexão

Com cinco cartões vermelhos nas últimas cinco partidas pelo Campeonato Carioca, o Flamengo dentro de campo é o reflexo do momento conturbado que vive fora dele: instável e desequilibrado emocionalmente. E enquanto a paz não se instala pelas bandas da Gávea, a equipe segue pagando caro pelo destempero. Primeiro, a derrota para o Resende na semifinal. Agora, revés diante do Vasco.


Único “isento” entre os expulsos, Ibson levou o cartão vermelho na vitória sobre o Duque de Caxias, mas assume a responsabilidade e clama por momentos de reflexão.

- Fica a lição. Estamos perdendo muitos jogadores nos últimos jogos, eu mesmo fui expulso. Não sei o motivo de isso acontecer. Temos quatro jogos e precisamos fazer o nosso papel para chegar às semifinais.

O volante acredita que a solução dos problemas rubro-negros passa pelo diálogo aberto dentro do clube e conta com o apoio do treinador.

- Temos que conversar para tentar se acertar, consertar os erros. O Cuca tem conversado bastante, é um grande treinador, temos que passar confiança.

Cuca minimizou as expulsões de Willians e Léo Moura no clássico contra o Vasco e as classificou como atípicas.

Derrota respinga nos centroavantes: ‘Time carece de matador’, diz presidente

Se Obina e Josiel tinham dúvida de que não desfrutam de muito prestígio no Flamengo, as declarações do presidente Delair Dumbrosck no início da tarde desta segunda-feira trataram de confirmar a impressão.

Na última semana, o dirigente afirmou que gostaria que houvesse mais critério no Rubro-Negro na hora das contratações. A derrota por 2 a 0 no clássico contra o Vasco mostrou o tamanho do problema.

- Quando falo que precisamos de mais critério, ficou bem claro ontem (domingo). O time carece de um centroavante matador – afirmou, por telefone.


Josiel fez seis gols neste ano, mas em todas as partidas que foi titular o técnico Cuca preferiu substituí-lo. Contra o Vasco, Obina entrou no intervalo e completou 12 jogos em 2009 sem balançar as redes.


Nesta segunda-feira, o Flamengo apresenta Emerson, 30 anos. O jogador assina contrato até o fim do ano, mas há possibilidade de o clube rescindir depois de quatro meses. O centroavante estava no Qatar, onde era o jogador mais bem pago do país.

Ao contrário de Marcio Braga, que não opinava nas contratações, Delair tomou posição diferente e gosta de participar das decisões tomadas no departamento de futebol.

Confira a entrevista do presidente rubro-negro. GLOBOESPORTE.COM:

O Flamengo apresenta hoje o Emerson, jogador pouco conhecido no Brasil, mas com enorme cartaz no Oriente Médio. Ele faz parte da nova filosofia de contratações?
Delair Dumbrosck: Antes, o departamento de futebol tinha liberdade para contratar quem quisesse. Agora, tudo passa pela presidência. E o Emerson foi um nome discutido. Ele vem com um contrato de risco e muito bem recomendado por Leão, Zico...

Mas qual foi o critério utilizado, por exemplo, para se desfazer do Diego Tardelli e do Vandinho, que têm feito gols no Atlético-MG e no Sport, e manter os atuais centroavantes?
Isso é um problema do técnico. Ele que decide. Mas essa questão de fazer gol fora do Flamengo é subjetiva. O Dimba veio para cá como maior artilheiro do Brasil e não fez nada. Com o Souza foi parecido. Por outro lado, trouxemos o Everton Silva para a lateral e o menino está muito bem. Quem esperaria que teríamos esse retorno com ele?

Para o presidente, ainda há clima para o Cuca permanecer no cargo?
A análise do rendimento do técnico é do departamento de futebol. Vou cobrar do vice-presidente. Mas precisamos de tranquilidade. Quando você casar, verá que não adianta separar depois de cada briga, cada crise. Se for assim, vai casar e descasar todos os dias. O mesmo vale para o futebol. Não adianta demitir todo mundo depois de uma ou duas derrotas.

Há quem diga que a “vida útil” desse elenco chegou ao fim. O desgaste com a torcida é cada vez maior e vem desde os vexames de 2008. Chegou a hora de uma profunda reformulação?
Essa semana vou convocar uma coletiva e vamos colocar diversas posições sobre o futuro do clube.

Então vai haver reformulação?
Não posso falar isso agora. Tudo tem seu momento, eu estou acompanhando de perto. O mais importante é que os jogadores saibam que desejamos esse penta-tri (quinto tricampeonato carioca da história do Flamengo). Eu quero ganhar esse título e eles são nossos sócios nesta parceria. Todo mundo tem a sua culpa pelo momento atual.

Então o senhor planeja uma reunião com os atletas?
Acho que vou lá bater um papo, sim. Contar um pouco da história e mostrar que, se formos campeões, todo mundo vai lucrar.

Cuca lamenta contra-ataques desperdiçados pela equipe

O Flamengo até reclamou da arbitragem de Luiz Antônio dos Santos, mas não condicionou o resultado negativo contra o Vasco às expulsões de Willians e Léo Moura. A maior prova disso foi a postura de Cuca após a derrota por 2 a 0. No lugar do “chororô”, o treinador se ateve aos detalhes e lamentou os contra-ataques perdidos por Zé Roberto e Éverton Silva quando o placar ainda apontava 0 a 0 e o rival tinha 11 em campo, no primeiro tempo.

- Assumo a maior parte da derrota. Só que antes de o Vasco fazer o gol, tivemos chances claríssimas. Foi um jogo típico de que quem saísse na frente ganharia.

Assim como os jogadores, Cuca acredita que quem abrisse o placar dificilmente perderia as rédeas da partida.

- Com dez, estávamos melhor do que o Vasco. Depois do gol, é natural o time se abrir para buscar o empate. E tivemos chance de empatar. Não foi um domínio do Vasco, mas eles tiveram chances e mataram o jogo.

Com sete pontos, o Flamengo é o terceiro colocado do Grupo B da Taça Rio, fora da zona de classificação para a semifinal, e encara o Madureira, quarta-feira, às 16h, em Édson Passos.

Fla pode ganhar patrocínio de loteria

Se no futebol a situação financeira piora a cada dia, no basquete o Flamengo busca soluções para pagar os salários atrasados. A principal delas é ganhar um patrocínio. Conforme matéria publicada nesta segunda-feira no jornal "O Globo", o presidente da Loterj, Sérgio Ricardo de Almeida, confirmou o interesse em se tornar parceiro do clube, campeão sul-americano.

- A ideia surgiu quando o governador Sérgio Cabral recepcionou o time, depois do título sul-americano. Pode ter patrocínio. Podemos comprar direitos de alguns jogos, pôr placas nos ginásios ou levar às partidas os ganhadores da raspadinha, para vincular esse jogo com o time, que é a cara do Rio e do Brasil.

O Flamengo confirma que trabalha também em outras frentes. O vice de Esportes Olímpicos, João Henrique Areias, comemora a venda de metade das camisas para ajudar o basquete nas lojas e através do site http://www.flabasquete/. Fora isso, negocia com a prefeitura de Londrina a realização do jogo contra o Assis, pelo Brasileiro - que pagaria as despesas do clube, de cerca de R$ 70 mil.

Areias disse ainda que outras prefeituras, do interior do Estado do Rio, estão negociando com o clube.

- Já pagamos três dos quatro meses atrasados, mas ainda faltam R$ 500 mil, sendo do mês de fevereiro e dos prêmios dos títulos Estadual, Brasileiro e Sul-Americano - lembra o dirigente.

domingo, 22 de março de 2009

Rapidinhas do Mengão!

Nova esperança rubro-negra, Emerson assiste derrota da arquibancada
Proibido de dar entrevistas, atacante prestigia novos companheiros e vê derrota por 2 a 0 no clássico contra o Vasco

No 'Clássico dos Milhões', arbitragem polêmica gera novas reclamações
Luís Antônio Silva dos Santos distribui cartões e irrita jogadores na partida

Kleber Leite pede calma, reflexão e garante: ‘O treinador continua firme’
Dirigente acompanha Cuca na entrevista coletiva e coloca um ponto final nas dúvidas sobre a continuidade do trabalho

Bruno não quer saber de chororô: ‘Juiz não ganha jogo’
Goleiro lamenta expulsões de Léo Moura e Willians, mas lembra que o vasco também perdeu jogadores importantes no clássico

Para rubro-negros, sair atrás no placar foi preponderante para a derrota
Juan e Bruno lamentam primeiro gol sofrido e lateral exalta a luta e determinação da equipe dentro de campo

vasco supera o Flamengo e quebra jejum de dois anos sem vencer o seu arquirrival
Elton e Jéferson garantiram a vitória, e time da Colina mantém liderança do Grupo A com vantagem de gols sobre o Fluminense. Árbitro expulsou cinco

'Basquete express': Fla inova nas arquibancadas
Funcionários com máquinas de cartões de crédito e débito vendem camisa promocional durante o clássico contra o Vasco

Marcelinho perde o jogo e vai ter que pagar uma picanha para o irmão Duda
Craque diz que ainda tentou fazer uma ‘vaquinha’ com os colegas de time após o Jogo das Estrelas, mas vai ter que bancar o almoço sozinho

Clássico termina empatado no juniores
Com promessas Phillipe Coutinho e Guilherme Camacho em campo, Flamengo e vasco não saem do 1 a 1 no Maracanã

vasco 2 X 0 Flamengo

Ficha técnica:

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 22/3/2009
Hora: 18h (de Brasília)

Árbitro: Luiz Antônio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Jorge Luis Campos Roxo (RJ) e Silbert Faria Sisquim (SP)

Renda/público: R$ 1.213.044,00 / 69.648 pagantes e 73.371 presentes

Cartões amarelos: Carlos Alberto, Ramon, Titi, Nilton, Jéferson, Fernando e Elton (VAS); Willians, Aírton, Ronaldo Angelim e Fábio Luciano (FLA)

Cartões vermelhos: Willians, 16'/1ºT (FLA), Carlos Alberto, 33'/1ºT (VAS), Leonardo Moura, 8'/2ºT (FLA), Ramon, 13'/2ºT, Titi, 48'/2ºT (VAS).

GOLS: Elton, 11'/2ºT (1-0); Jéferson, 15'/2ºT (2-0).

vasco: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Edu, 26'/2ºT) e Carlos Alberto; Alex Teixeira (Rodrigo Pimpão, 14'/2ºT) e Elton (Léo Lima, 37'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

Flamengo: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton (Everton, 30'/2ºT), Willians, Ibson e Léo Moura; Zé Roberto (Kleberson, 10'/2ºT) e Josiel (Obina, intervalo). Técnico: Cuca.

Uma provocação em vermelho e preto no Maracanã: 'Antes vice, agora Segundona'

O clima não chegou a esquentar, mas, no primeiro encontro após o rebaixamento do vasco para a segunda divisão, no clássico deste domingo, às 18h, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca a torcida do Flamengo não perdoou e tirou uma onda com os rivais.

No setor amarelo das arquibancadas destinadas aos rubro-negros foi exibida uma faixa com os dizeres:



"Antes vice, agora Segundona".


Flamengo e vasco unidos pela crise

Se dentro de campo impera a rivalidade entre Vasco e Flamengo, fora dele as suas diretorias lutam contra um mal em comum. É que a falta de pagamento de impostos vem impedindo os dois clubes de acertarem os seus patrocínios com empresas estatais. Ambos não têm a Certidão Negativa de Débito (CND) com a União e, com isso, estão impedidos de fechar com Eletrobrás e Petrobras, respectivamente.

Em São Januário, passam de R$ 8 milhões as dívidas com impostos e tributos (Imposto de Renda, FGTS, etc) que não são recolhidos desde meados de 2007. A diretoria chegou a entrar com ação na 6ª Vara Tributária, mas perdeu a tentativa de acordo (pagar cerca de R$ 2 milhões à vista e parcelar o restante da quantia em seis vezes).

Mas os dirigentes continuam tentando resolver a situação e redistribuíram o processo na 30ª Vara Federal do Rio de Janeiro. O desespero se explica: se o Vasco não conseguir a CND até sexta-feira (quando a estatal se reúne internamente para definir seus gastos) irá ter de esperar para receber qualquer valor da Eletrobrás, que está disposta a pagar R$ 14 milhões anuais, apenas em maio.

A situação do Flamengo também é delicada. Oficialmente, o clube deve cerca de R$ 9 milhões ao Governo Federal (mas este valor pode girar em torno de R$ 12 milhões se considerados multas e outros reajustes). Isso sem falar na dívida na esfera municipal.

– Há uns seis meses que o Fla começou a parar de pagar tributos. Nos últimos três, parou de vez. Se não acontecer algo excepcional, não existe a possibilidade de pagar nos próximos meses – disse o vice jurídico do Fla, Adalberto Ribeiro.

Sem a mínima previsão de conseguir a CND, a diretoria rubro-negra praticamente descartou a renovação com a Petrobras, que pagaria R$ 14,2 milhões anuais, e procura um novo patrocinador.

O valores dos dois clubes são bem parecidos, assim como a consequência do não recebimento: os salários atrasados. Mas Flamengo e Vasco estão do mesmo lado e tentam, através do Clube dos 13, vingar a medida provisória para incluir na Timemania estas dívidas com o Governo Federal. Mas a união é só fora de campo.

Confira as semelhanças das crises de Vasco e Flamengo:

Patrocínios estatais
Enquanto o Vasco já chegou a um acordo para receber R$ 14 milhões anuais da Eletrobrás, o Flamengo não deve completar 25 anos de parceria com a Petrobras, que pagaria R$ 14,2 milhões anuais em caso de acordo.

Falta de CND
Para receber o patrocínio das estatais, Vasco e Fla precisam da Certidão Negativa de Débito com a União. Mas o Vasco deve, só de atrasos de impostos básicos desde meados de 2007, cerca de R$ 8 milhões. O Flamengo deve R$ 9 milhões (acredita-se, na Gávea, que esse valor seja maior, na ordem de R$ 12 milhões por reajustes e multas), pois desde agosto de 2008 parou-se de pagar esses tributos.

Problemas nos CTs
Desde junho de 2006 que o Vasco não paga o aluguel do Vasco-barra. Ao todo, são cerca de R$ 3 milhões. Desde 2002, o clube também não paga o IPTU de lá e o valor já chega a mais de R$ 3,5 milhões. Já o Flamengo, que possui o terreno do Ninho do Urubu, não tem como usar a Lei de Incentivo para captar os R$ 25 milhões para concluir as obras por conta das dívidas.

Flamengo x vasco

FICHA TÉCNICA:


Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22/3/2009
Hora:- 18h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antonio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Jorge Luis Campos Roxo (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

vasco: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson e Carlos Alberto; Alex Teixeira e Elton.
Técnico: Dorival Júnior.

Flamengo: Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Willians, Ibson e Léo Moura; Zé Roberto e Josiel.
Técnico: Cuca.

Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 17h50m (de Brasília).