Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 13 de junho de 2009

Diário do Imperador: dezenas de fotos, ‘puxão de orelha’ e aplausos em Curitiba


O termômetro em Curitiba aponta 13° C, a previsão dos meteorologistas é de que durante a noite a temperatura caia para 7° C. Mas, no que depender de calor humano, Adriano pode ficar tranquilo de que não passará frio na estadia do Flamengo na capital paranaense, onde enfrenta o Coritiba, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Couto Pereira, pela sexta rodada do Brasileirão.

A delegação pousou no Aeroporto Internacional Salgado Filho somente por volta das 17h. Durante o voo de uma hora e meia, no entanto, “recebeu” um puxão de orelha enquanto dormia. Enquanto alguns fãs observavam o cochilo de forma tímida na esperança do despertar o Imperador, uma torcedora não pensou duas vezes antes de mandar, através do capitão Bruno, um recado:

- Não vou atrapalhar, ele está dormindo. Mas fala para ele parar de faltar os treinos, hein?!

A mensagem não foi repassada, e após uma conversa rápida com Júnior, ex-jogador do clube e comentarista da TV Globo, Adriano seguiu sua rotina de fotos e autógrafos sempre com simpatia. No setor de desembarque, no entanto, uma saída rápida. Acompanhado por seguranças, ele passou pelos cerca de 50 rubro-negros ao som do já famoso “Ô, o Imperador voltou”. No hotel, poucos torcedores prestigiaram a equipe e após um dia próximo dos súditos, o Imperador seguiu para seus aposentos.


2ª divisão: o vasco continua na merda!!!


Classificação




PG J V E D GP GC SG %
Guarani 16 6 5 1 0 11 5 6 89%
Brasiliense 12 6 4 0 2 11 6 5 67%
Ponte Preta 11 6 3 2 1 11 5 6 61%

vasco 11 6 3 2 1 7 3 4 61%

Portuguesa 11 6 3 2 1 9 7 2 61%
Duque de Caxias 10 6 3 1 2 12 9 3 56%

Ipatinga 10 6 3 1 2 12 9 3 56%

Bahia 10 6 3 1 2 8 5 3 56%

Bragantino 10 6 3 1 2 11 9 2 56%

Atlético-GO 10 6 3 1 2 10 10 0 56%

Vila Nova 10 6 3 1 2 4 6 -2 56%
12º América-RN 9 6 3 0 3 8 9 -1 50%
13º Paraná 8 6 2 2 2 8 9 -1 44%
14º Figueirense 7 6 2 1 3 11 9 2 39%
15º ABC 6 6 2 0 4 4 12 -8 33%
16º Fortaleza 4 6 1 1 4 10 14 -4 22%

Juventude 4 6 1 1 4 8 12 -4 22%

São Caetano 4 6 1 1 4 2 7 -5 22%
19º Campinense 3 6 1 0 5 8 15 -7 17%

Ceará 3 6 0 3 3 7 11 -4 17%

Bruno dá a receita para o Flamengo vencer

A derrota por 4 a 2 para o Sport no último domingo já faz parte do passado no Flamengo. No entanto, Bruno usa esse resultado adverso para opinar a forma como o time tem de jogar em mais uma partida fora de casa, neste domingo, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

- Jogando fora temos de marcar com muito mais atenção e armar os contra-ataques. Já passou da hora de o Flamengo aprender que não dá para jogar de igual para igual fora de casa. O segredo é marcação. Vencer por 1 a 0 já está muito bom - disse.

Bruno negou que o clima no Flamengo esteja pesado, mas reconheceu que uma vitória jogando longe do Rio é fundamental para o time ganhar moral e embalar na competição.

- Nunca teve crise aqui, quase sempre são pessoas que querem criar isso no ambiente. Temos de ter paciênmcia e tranquilidade. Mas é lógico que vencer fora de casa é muito importante. Esse ano é o que estamos jogando melhor fora de casa e temos de fazer no Maracnaã como fizemos em 2007. Os adversários têm de tremer aqui - analisou.

René Simões alerta: 'Flamengo não é só Adriano'

Apesar de ser o principal jogador do Flamengo, o técnico René Simões não quer o Coritiba preocupado apenas em marcar o atacante Adriano, domingo, às 16h, no Couto Pereira. Segundo o treinador, a equipe não pode deixar a bola chegar aos pés do Imperador.

Para isso, o objetivo é deixar o centroavante fora da área, onde, de acordo com René, Adriano não está na sua melhor forma.

- A bola para chegar no Adriano tem que passar por um longo caminho. Então temos que cortar esse caminho. Não podemos deixar ele trabalhar dentro da área, onde é muito perigoso. Temos que deixar ele fora da área, onde ele não está na mesma forma que antigamente - declarou o técnico.

Prestes a completar seis jogos pelo Fla, Ibson descarta ser poupado no Brasileirão

Prestes a ter o contrato encerrado com o Flamengo, no próximo dia 4 de julho, Ibson vive momento de indefinição na Gávea. Enquanto o clube tenta um acordo para a compra de seus direitos federativos com o Porto, o volante segue firme no discurso de que só pensa em entrar em campo e fazer o melhor no tempo que lhe resta. No entanto, esse simples ato de entrar em campo pode fazer com que o jogador veja seu mercado ficar restrito em breve.

Foto: Ibson com Adriano no embarque para Coritiba neste sábado à tarde

Neste domingo, às 16h, no estádio Couto Pereira, o camisa 7 estará em campo para encarar o Coritiba, por mais uma rodada do Brasileirão. Esta será sua sexta partida com a camisa do Flamengo na competição, número limite para transferências dentro do país. Hora de pensar em se preservar? Não na opinião de Ibson.

- No momento não estou pensando nisso. Estou focado na partida contra o Coritiba. Mas tenho contrato com o Flamengo e vou jogar normalmente.

Sendo assim, caso não tenha problemas de lesão durante a semana, Ibson completaria contra o Internacional, domingo, dia 21, no Maracanã, sua sétima partida pelo Fla na competição. Encerrando justamente contra o clube que já manifestou publicamente o interesse em contratá-lo a possibilidade de defender outro clube no Brasil em 2008. Além do Colorado, o volante poderá encarar também o Fluminense, no fim de semana seguinte, antes de ter o contrato encerrado.

Brasília vence o Fla e empata a final do NBB

O Brasília entrou na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, neste sábado, disposto a não repetir a história do ano passado, quando foi varrido pelo Flamengo na decisão do Nacional. Mais equilibrada e consistente, a equipe da capital brasileira venceu o adversário por 81 a 71 e empatou em 1 a 1 a série melhor de cinco que decide o Novo Basquete Brasil (NBB). O resultado manteve a "maldição" do mando de quadra no confronto entre as duas equipes, uma vez que o mandante não venceu nenhum dos quatro jogos disputados neste ano.

O apoio da torcida não foi suficiente para que o Flamengo repetisse a boa atuação da primeira partida da final. Com um jogo muito concentrado no ala-armador Marcelinho Machado e no pivô Baby, o Rubro-Negro errou muito e não conseguiu conter a coletividade do Brasília, que foi liderado pelo ala Alex, cestinha da equipe com 17 pontos, e pelo armador Valtinho, que anotou 12 pontos e oito assistências.

O próximo jogo entre as duas equipes acontece neste domingo, mais uma vez no Rio de Janeiro, a partir das 13 horas (de Brasília).

O Flamengo começou o jogo liderando o placar, mas foi rapidamente superado pelo Brasília, que teve um ótimo aproveitamento na linha de três pontos no primeiro quarto, principalmente com o ala Alex, que encaixou quatro arremessos de longa distância no período.

Apesar da superioridade adversária, a equipe rubro-negra não permitiu que a desvantagem ultrapassasse os dez pontos (28-19) ao fim do primeiro quarto e se manteve dentro do jogo graças à boa atuação de Marcelinho, que marcou seis pontos no período e foi responsável por uma bela assistência embaixo da cesta para o irmão Duda.

Logo no início do segundo quarto, o pivô Estevam sofreu falta em um arremesso certeiro e, com o lance livre, abriu 12 pontos para o Brasília. Nervosos, os jogadores rubro-negros cometeram muitas faltas, incluindo uma antidesportiva do pivô Baby.

O Flamengo ensaiou uma recuperação após uma cesta de três de Marcelinho, mas foi rapidamente contido pelo Brasília graças a outro arremesso de longa distância do ala Diego. Ao contrário do primeiro jogo, quando desperdiçou a liderança, a equipe brasiliense mostrou-se mais equilibrada e foi para o intervalo vencendo por 44 a 35.

A equipe carioca despertou no início do terceiro quarto e, após uma cesta de três do ala-pivô Jefferson, reduziu para apenas dois pontos a desvantagem no placar, incendiando a torcida rubro-negra.

Após o susto inicial, o Brasília voltou a se encontrar no jogo e recuperou o comando do marcador ao fim do terceiro quarto, abrindo mais de dez pontos (59-47) com bons lances de Alex e Valtinho, além de um toco espetacular de Estevam sobre Baby, que cometeu diversos erros no ataque do Flamengo.

No último período, o Brasília administrou a vantagem obtida nos três quartos anteriores e, apesar de alguns erros da equipe e uma pequena reação do Flamengo, manteve-se na frente no placar e garantiu o empate na série final do NBB.

No time de Adriano, Cuca faz gol contra, mas sai como herói em recreativo

O clima no Flamengo é tenso, mas nada que um recreativo de véspera de jogo não resolva. Neste sábado, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, o elenco participou de um animado rachão sob chuva e deu um tempo nos problemas para o duelo de domingo, às 16h, no Couto Pereira, contra o Coritiba, pela sexta rodada do Brasileirão. Ao lado dos comandados, Cuca se destacou na atividade.

Jogando no time de colete azul, o mesmo de Adriano, o treinador começou a “pelada” como vilão, mas inverteu a situação e deixou o campo como herói do empate por 9 a 9. Logo no início da atividade, Cuca tentou cortar um cruzamento e mandou a bola para as próprias redes: gol contra e gozação.

A partir deste momento, a equipe branca passou a comandar o placar. Adriano até fez sua parte, com três gols, entretanto a virada não acontecia. Recheado de gritos e provocações a brincadeira pegou fogo nos minutos finais. Perdendo por 9 a 8, Cuca, que já havia marcado um gol, deu o recado para o observador técnico Marcelo Salles, que atacava de árbitro:

- Fera, só termina quando a gente empatar.

E a partida seguiu arrastada e com reclamações do time branco até que na base do abafa Josiel mandou a bola para a área, Everton escorou, o treinador fez o gol de carrinho e saiu comemorando. Festa para o time de colete, que tinha também Ibson e Adriano, e irritação dos rivais. Com o empate nos acréscimos, Jônatas tirou a equipe branca de campo em “protesto” contra a arbitragem e encerrou a atividade.



‘Nem tudo é culpa do treinador’, defende Everton Silva

A derrota para o Sport de virada com quatro gols sofridos em oito minutos e o clima ruim após as polêmicas envolvendo Adriano deixaram Cuca pressionado na Gávea. Um novo revés diante do Coritiba, neste domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela sexta rodada doBrasileirão, pode deixar o clima insustentável para o treinador no Flamengo, mas no elenco ele encontrou um defensor: Everton Silva.

Escalado para a vaga de Léo Moura na partida no Paraná, o lateral-direito eximiu Cuca de culpa pelo último resultado e chamou a responsabilidade para o elenco.

- Nem tudo é culpa do treinador. Somos homens e temos que assumir e dividir a responsabilidade. Não foi ele que falhou nos gols, fomos nós. A culpa é de todos. Penso assim. Vamos acertar os nossos erros.

Com sete pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro.

Após 'vexame' no Recife, Fla promete partir para cima do Coritiba

A semana do Flamengo foi atribulada: polêmica com Adriano, perdão e irritação de Cuca. No entanto, nada foi capaz de tirar da cabeça dos rubro-negros a incrível derrota de virada por 4 a 2, em apenas oito minutos, para o Sport, na última rodada do Brasileirão. Os cariocas planejavam conquistar 100% nas duas partidas consecutivas fora de casa para se aproximar dos líderes, e triunfar no Couto Pereira, domingo, às 16h, diante do Coritiba se tornou obrigação.

Com a cabeça cheia pelos problemas com o Imperador, Cuca tenta colocar o foco no duelo em Curitiba, prevê igualdade, mas avisa: só a vitória interessa.

- Sempre que se trabalha em um time grande como o Flamengo há a responsabilidade de buscar resultados positivos. Ainda mais depois de uma derrota como a que ocorreu. Vamos enfrentar um time que está na parte baixa da tabela e será um confronto igual por ser na casa deles.

Com sete pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro.


Sincero ao extremo, Everton Silva garante: ‘O momento na lateral é meu’

O garoto tímido e assustado da primeira entrevista coletiva com a camisa do Flamengo não existe mais, restou apenas o modo educado de falar e a personalidade. Substituto de Léo Moura na partida contra o Coritiba, neste domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela sexta rodada do Brasileirão, Everton Silva surpreendeu mais uma vez. Fato comum em seus pronunciamentos à imprensa, o lateral-direito fez da sinceridade sua principal característica.

Substituto natural de Léo Moura, o jovem que veio do Friburguense não poupou o companheiro ao comentar a disputa atual pela posição de titular, mas, como ele mesmo costuma dizer, “com muito respeito e humildade”.

- Comigo é mais na base da força. O Léo é mais habilidoso, tem mais experiência. Ele não vem jogando muito bem, tenho que ser sincero, mas tem nível de seleção brasileira. É um baita lateral. Mas sinto que esse momento na lateral do Flamengo é meu. Vou fazer de tudo nessa partida contra o Coritiba.

Dono da posição no início da Taça Rio, quando Léo ocupou o meio-campo, Everton Silva não se contenta mais em ser somente uma opção.

- Era titular no início do ano e agora estou tendo a oportunidade de voltar. Com todo o respeito e humildade, vou fazer de tudo para conquistar a vaga. Estou fazendo o meu trabalho sério e firme para recuperar a confiança do Cuca.

Com sete pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro.


Flamengo/Cia. do Terno x Universo/BRB/Financeira Brasília

A quadra da HSBC Arena será palco do segundo jogo da série melhor-de-cinco do playoff final do Novo Basquete Brasil. O Flamengo recebe o Universo/BRB/Financeira Brasília, hoje, sábado (13/6), a partir das 12h, com transmissão ao vivo do Sportv. Se vencer o segundo jogo, o Mengão estará ainda mais próximo de conquistar o bicampeonato nacional consecutivo.

No primeiro confronto entre as duas equipes, disputado na última quinta-feira, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, o Flamengo levou a melhor e venceu o adversário por 81 a 74, abrindo vantagem de 1 a 0 na série final.

Vice-campeão do Campeonato Nacional de 2008, o time do Brasília fará de tudo para quebrar a invencibilidade do Flamengo, que sofreu apenas duas derrotas na competição (ambas no turno), e conta com o apoio de sua apaixonada e participativa torcida, considerada o sexto jogador.

- “Ganhamos um jogo, foi uma vitória muito importante, sim, mas a série está aberta. Faltam ainda duas vitórias, sabemos que Brasília é uma equipe muito forte, que vem ao Rio para buscar vitórias, mas em casa somos mais fortes e vamos lutar pela vitória no sábado. Todos estão de parabéns pela determinação, pela superação, conseguimos tirar uma diferença de 14 pontos e mostramos nossa força, mais uma vez, vencendo um jogo duríssimo” - afirmou Marcelinho Machado, cestinha da competição com 945 pontos (média de 27,0 por partida).

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Pet viaja à Argentina para conseguir visto de trabalho e pode estrear contra o Inter

A forma física em dia e as boas exibições nos treinamentos da semana deixaram o torcedor rubro-negro curioso para ver Petkovic em campo, e o sérvio dará neste sábado o último passo no processo para reestrear com a camisa do Flamengo. O meia viajará até a Argentina para conseguir o visto de trabalho.

Sem jogar há seis meses, Pet precisa sair do país, visitar um consulado brasileiro e voltar para estar apto a trabalhar. O jogador retornar aos treinamentos na próxima terça-feira na parte da tarde. Com a documentação em dia, a tendência é que Petkovic fique no banco de reservas já no compromisso diante do Internacional, dia 21, às 18h30m, no Maracanã, pela sétima rodada do Brasileirão.

Petkovic deixou o Flamengo em 2002. Com a camisa rubro-negra ele entrou em campo 121 vezes e marcou 43 gols.

Irritado e sob risco, Cuca não se contém em entrevista e expõe clima quente no Fla

As aparências não enganam mais no Flamengo. Visivelmente constrangido e chateado com as polêmicas envolvendo Adriano nos últimos dias, Cuca está próximo de seu limite no comando rubro-negro. Preocupado com a repercussão negativa que os desmandos do Imperador possam gerar para sua própria imagem, o treinador “conta até 20” antes de tomar qualquer atitude intempestiva. Nesta sexta-feira, no entanto, ele não aguentou e, mesmo querendo dizer o contrário, deixou evidente que o clima não é dos melhores.

Um resultado negativo no duelo contra o Coritiba, domingo, às 16h, no Couto Pereira, pela sexta rodada do Brasileirão, inclusive, pode colocar um ponto final na passagem de Cuca pela Gávea. Além da insatisfação do próprio treinador, dirigentes já o criticaram publicamente após a derrota de virada por 4 a 2 diante do Sport. A falta de opções no mercado pode retardar a saída, mas dependendo do que acontecer na rodada, o nome de Ney Franco, amigo pessoal de Kleber Leite e que balança no Botafogo, pode ganhar força.

Após criticar abertamente o tratamento que Adriano tem recebido no clube na coluna do jornalista Renato Maurício Prado, de “O Globo”, Cuca não se conteve em entrevista coletiva no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, e, bastante irritado, rebateu os repórteres ao ser questionado sobre os efeitos de uma nova ausência do Imperador. Perguntado sobre qual o “remédio” para aliviar o clima no clube, o treinador respondeu:

- Remédio para quê? Eu não estou doente. Não vai mais ter falta nenhuma. O “se” não joga. Isso é um absurdo. Eu não estou nervoso.

O fato, no entanto, é que a postura de Cuca desagradou, e muito, a diretoria. O presidente em exercício Delair Dumbrosck qualificou as declarações como infelizes e o vice de futebol Kleber Leite interrompeu o feriado com a família para ter uma conversa séria com o treinador. Para consumo externo, o discurso foi ameno.

- Vocês estão colocando pêlo em ovo e dando uma dimensão maior para essa situação do Adriano. Está superado e já está enchendo o saco isso. O problema aqui é zero – disse o dirigente.

Cuca evitou criticar abertamente a postura do clube, mas admitiu que é necessário um “sincronismo maior” no relacionamento com o Imperador.

- Não tenho que estar insatisfeito com a diretoria, mas comigo mesmo. Tenho buscado um algo mais para sempre melhorar. O Adriano é imprescindível. Nós precisamos dele e ele de nós. Necessitamos apenas de um sincronismo maior. Isso acontece no dia-a-dia e vai acontecer naturalmente. Problemas eu tenho como todo mundo, mas soluções existem. Realmente falei o que foi escrito, não nego. Mas longe de ser insatisfação. Só expus meu sentimento.

O desempenho do atacante em campo também não tem deixado Cuca nada satisfeito. Para o treinador, Adriano está estagnado fora do peso ideal e não tem tido o esforço necessário para inverter o quadro. Publicamente, ele apenas reforça os prejuízos que esta situação causa para o jogador.

- Cada um interpreta de uma maneira. Falei apenas o meu sentimento para melhorar. Não falei mal nem desrespeitei ninguém. Disse que o Adriano requer muito mais da força do que da habilidade e que 5kg a mais pesam no rendimento dele. Isso não é crítica. Está se criando uma coisa muito grande e exagerada.

Mais uma vez, Kleber Leite tentou contemporizar:

- Isso é óbvio. Não há novidade nenhuma nisso. Do Bruno ao ponta-esquerda o jogador tem que se manter bem na parte física.

Criançada enfrenta chuva para ver de perto o Imperador

Nem a forte chuva que castigou o Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, nesta sexta-feira, foi capaz de adiar o sonho de dezenas de crianças em conhecer o Imperador.

Aproveitando o feriado prolongado, alunos dos núcleos das escolinhas do Flamengo pelo Rio de Janeiro foram levados ao local para acompanharem o coletivo da equipe profissional e observarem Adriano de perto. Em ônibus alugados, eles enfrentaram o temporal e comentavam entre si: “Olha lá, é o Adriano”; “O Adriano está ali, de casaco branco”. O atacante, no entanto, não teve contato com os jovens, que deixaram o CT antes do fim da atividade.

Ao lado de Josiel, Adriano marca dois gols, e titulares goleiam em coletivo

Sob forte chuva, Cuca acabou com o mistério e definiu que Josiel será o companheiro de ataque de Adriano na partida de domingo, às 16h, no Couto Pereira, contra o Coritiba, pela sexta rodada do Brasileirão. O treinador comandou um coletivo por cerca de 45 minutos, nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, e viu o Imperador se dar bem ao lado do novo companheiro: foram dois gols na vitória por 6 a 1 dos titulares.

Além do atacante, o jovem Everton foi o outro destaque da atividade. O meia, que alternou com Juan o posicionamento na ala esquerda, foi responsável por três assistências. Ibson, Josiel e Juan, duas vezes, também marcaram para os titulares. Fierro descontou. O chileno, por sinal, foi testado na vaga de Toró na parte final do coletivo. O volante sentiu uma fisgada na coxa direito e foi poupado, mas não será problema para o duelo contra os paranaenses.

Com a escalação confirmada por Cuca, o Flamengo encara o Coritiba com: Bruno, Aírton, Welinton e Ronaldo Angelim; Everton Silva, Toró, Ibson, Everton e Juan; Josiel e Adriano. O Mengão tem sete pontos no Brasileirão e ocupa a 11ª posição na tabela.


Após ver Fla no Maracanã, africano se emociona com seleção em Bloemfontein

Em 49 anos de idade, o sul-africano Michael Van Wik pode dizer nesta sexta-feira que é um homem feliz. Emocionado, ele levou a filha Michele, de 18, ao estádio Seisa Ramabodu para ver o primeiro treino da seleção brasileira em Bloemfontein antes da Copa das Confederações. Há pouco tempo atrás, esteve no Rio e conheceu o Maracanã. Está realizado.

- Eu fui ao maior estádio do mundo, o Maracanã, no Rio, ver o Flamengo jogar. Agora estou vendo a maior seleção do mundo aqui. É um sonho realizado – comemorou Michael.

Parte da torcida que fez uma linda festa em Bloemfontein, Michele usava uma camisa do Brasil com o número 10 e o nome de Ronaldinho Gaúcho nas costas.

- Meu pai comprou no Rio e trouxe para mim. Sei que Ronaldinho não está aqui, mas o meu jogador preferido é o Kaká – disse a moça.

O estádio utilizado pelo time de Dunga é cercado por uma favela no bairro de Mangaung. O treino foi aberto para o público, que foi ao delírio com a presença dos craques. Robinho e Kaká eram os mais festejados.


Melhoramentos no CT de Vargem Grande

Por trás da reforma no gramado da Gávea, clube esconde boa surpresa: modernização da área de musculação e reabilitação

Oficialmente, o Flamengo deixou a Gávea provisoriamente e passou a treinar no Ninho do Urubu para germinar as sementes de inverno do gramado da sua sede principal. Mas por trás disso há outra justificativa. O clube fez uma parceria com a Technogym e renovará a sala de musculação com aparelhos ultramodernos.

Internamente, o projeto está sendo tratado como o Reffis carioca e será inaugurado daqui a 15 dias. O São Paulo tem no seu centro de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica (Reffis) um dos pontos altos de sua estrutura.

O gerente de futebol do Rubro-Negro, Isaías Tinoco, foge das comparações. Mas promete equiparar o Flamengo aos outros clubes do Brasil:
- Foi um investimento feito à base de permuta e inteligência. Daremos um enorme salto de qualidade. Não devemos nada a ninguém.

CT beneficiado

Há alguns meses o Flamengo iniciou a melhoria de sua estrutura interna. Primeiro, o clube reformou o vestiário. O passo seguinte foi construir um auditório para palestras e reuniões. Também foi inaugurada a Fla Vídeos e Estúdios, onde o observador técnico Marcelo Salles, dentre outras funções, cataloga os jogadores que interessam ao clube.

O “Reffis rubro-negro" beneficia indiretamente o CT. No próximo dia 18 será entregue uma aparelhagem nova ao lugar. Mas as duas bicicletas ergométricas que existiam até poucas semanas já foram substituídas.
- Trouxe tudo o que estava na Gávea para cá (Ninho do Urubu). Vamos ampliar a sala de musculação e mais para frente, com as edificações do CT, vamos modelar ainda mais – disse Isaías Tinoco.

3ª Regata Estadual de Remo

Flamengo entra em cena neste domingo, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

A 3ª Regata do Campeonato Estadual de Remo 2009 será disputa neste domingo (14/6), nas raias da Lagoa Rodrigo de Freitas, a partir das 9h, com a realização de 13 provas.

Com a 1ª Regata empatada e os excelentes resultados obtidos na 2ª, o Flamengo conseguiu abrir uma boa vantagem de 26 pontos em cima do arqui-rival vasco. Agora, o Mengão terá que manter o bom nível técnico para ampliar ainda mais a diferença de pontos e continuar na briga pelo título de campeão.

Até o momento, o Flamengo está na liderança do Estadual com um total de 162 pontos, seguido pelo vasco, com 136. Botafogo, Guanabara e Escola Naval totalizam 77, 17 e 9, respectivamente.

Confira as provas da 3ª Regata do Estadual de Remo 2009:

Prova 1: 9h – Double Skiff – Júnior B/Feminino
Prova 2: 9h10 – Single Skiff – Peso-leve
Prova 3: 9h25 – Four Skiff – Sub-23/Feminino
Prova 4: 9h40 – 4 Com – Sub-23
Prova 5: 9h55 – Double Skiff – Júnior B
Prova 6: 10h05 – Single Skiff – Infantil
Prova 7: 10h15 – Four Skiff – Master C/Misto
Prova 8: 10h25 – 2 Com – Aberto
Prova 9: 10h40 – Double Skiff – Aspirante/Feminino
Prova 10: 10h55 – Single Skiff – Peso-leve/Sub-23
Prova 11: 11h10 – Four Skiff – Aspirante
Prova 12: 11h25 – Double Skiff – Infantil/Feminino
Prova 13: 11h35 – 8 Com – Júnior A

Fla tenta levar três promessas do Grêmio

A contratação de Perea, dada como próxima de um final feliz, reforçaria o ataque do Flamengo e ajudaria a resolver uma pendência financeira entre o clube e o Grêmio. Mesmo assim, a venda não seria capaz de liquidar totalmente as dívidas que os gaúchos possuem com o rival.

Por conta disso, o Rubro-Negro fez uma proposta adicional. Três promessas do Grêmio interessam e, caso sejam negociadas, quitariam integralmente a dívida.

Tratam-se dos zagueiros Saimon e Mario Fernandes e do apoiador Maylson.

Acontece que o Grêmio não pretende abrir mão das promessas. Mario, inclusive, é considerado o novo Lúcio, capitão da Seleção Brasileira.

O desejo rubro-negro mostra a preocupação do clube com o setor defensivo. A diretoria ainda busca um substituto para Fábio Luciano. Atualmente, praticamente todos os zagueiros do clube atuam pela esquerda.

Dando continuidade à reformulação do elenco, o Flamengo dispensou nesta quinta-feira os atacantes Arthuro e Alex Cruz, que faziam período de testes no clube. O volante Jônatas também não vai continuar. Já o argentino Maxi tem sondagens de clubes sul-americanos e pode sair nas próximas semanas.


Josiel: 'O jogo será de igual para igual'

Depois da derrota surpreendente para o Sport, Flamengo volta a campo neste domingo em busca da recuperação no Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro encara o Coritiba, penúltimo colocado na tabela, no Couto Pereira. Para Josiel, que ainda busca uma vaga no ataque titular, porém, os jogadores terão uma pedreira pela frente.

Segundo o jogador, será um duelo de igual para igual.

- É um jogo difícil fora de casa ainda mais na situação complicada em que eles estão. E nós também estamos precisando dos pontos para recuperar a derrota contra o Sport. Vai ser de igual para igual, com os dois precisando da vitória. Será um bom jogo, disputado e corrido. O Coritiba vai vir para cima e temos que aproveitar os espaços - afirmou o acatante.

Coritiba praticamente confirmado para encarar o Flamengo

O técnico René Simões praticamente confirmou a equipe do Coritiba que irá enfrentar o Flamengo, domingo, às 16h, no Couto Pereira. A única dúvida é no ataque. Com dores no músculo posterior da coxa, o atacante Ariel foi poupado e deu lugar a Bruno Batata.

A principal novidade do time foi na lateral esquerda. Muito criticado, o lateral-esquerdo Vicente deixou o time titular para a entrada de Guaru.

As outras alterações são as entradas do lateral-direito Rodrigo Heffner, do zagueiro Cleiton e do armador Renatinho nos lugares de Márcio Gabriel, Pereira e Marcelinho Paraíba, suspensos, respectivamente.

O Coritiba, 19º colocado no Brasileirão, com um ponto, entrará em campo com: Vanderlei, Cleiton, Rodrigo Mancha e Felipe; Rodrigo Heffner, Leandro Donizete, Pedro Ken, Renatinho e Guaru; Marcos Aurélio e Ariel (Bruno Batata).

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Everton não vê problema em atuar na ala

Sem Kleberson, que segue com a Seleção Brasileira, e Willians, suspenso, Cuca apostas suas fichas em Everton. E o jogador, que é meio-de-campo de origem, não vê problema em atuar como ala contra o Coritiba, domingo, no Couto Pereira.

E o jogador destacou as principais diferenças entre as posições.

- No meio-de-campo, você se movimenta mais para receber a bola. Na ala, o jogador tem uma liberdade maior para receber a bola e ir para frente e partir para cima. Mas é preciso mais poder de marcação - disse.

Everton ainda revelou estar adpatado à nova função.

- Sempre joguei no meio mais solto. Mas na ala esquerda vou ter liberdade para atacar também e vou ter de marcar. Vou esperar a confirmação, pois é o Cuca quem escala. Se ele optar por mim na ala, sem problemas. Já tive bons jogos nesta função - finalizou.

Flamengo desiste de Morais e aguarda acerto com gremista

Enquanto aguarda uma proposta definitiva do Grêmio para quitar a dívida de R$ 7 milhões dos gaúchos pela compra de Rodrigo Mendes, em 2000, e anunciar Perea como reforço para o ataque, o Flamengo desistiu da contratação do meio-campo Morais. O clube carioca estava próximo de um acordo com o jogador, mas o Corinthians decidiu adquirir seus direitos federativos e tirou o Rubro-Negro da jogada.

- O Corinthians vai exercer o direito de compra do jogador e, logicamente, desistimos do negócio – explicou o diretor de futebol, Plínio Serpa Pinto.

Já o caso do atacante colombiano deve ser resolvido no início da próxima semana. Segundo o dirigente, o interesse partiu do clube gaúcho para elucidar a dívida antiga. No entanto, caso o acerto não seja com Perea outro jogador gremista pode ser envolvido no negócio.

- O Grêmio ficou de nos procurar novamente em breve. Eles querem resolver a questão da dívida (R$ 7 milhões) e pretendem pagar parte em dinheiro e outra parte com os direitos federativos de algum jogador. Ofereceram o Perea e pode ser que outro jogador também seja envolvido. Decidiremos isso na próxima semana – disse Plínio.

Empresário de Perea, Jorge Machado não se opõe ao negócio e aguarda apenas a liberação do Grêmio para concluir a transação.

- O Grêmio nos passou que está negociando com o Flamengo por conta desta dívida e que vai avisar quando tiver alguma definição. Tive apenas uma conversa preliminar com o Plínio (Serpa Pinto), mas o Flamengo é um baita clube, todo mundo sabe de sua grandeza, o Perea também, e seria uma grande oportunidade. Apesar de ele estar feliz no Grêmio – Jorge Machado.



Basquete: serviço geral da HSBC Arena

A HSBC Arena disponibilizou todos os dados necessários para o conforto do torcedor que comparecer às finais do Novo Basquete Brasil, entre Flamengo/Cia. do Terno e Universo/BRB/Financeira Brasília, nos próximos dias 13, 14 e 21 de junho.

Confira as informações abaixo:

DATAS
13/6 – 12 horas – HSBC Arena (Rio de Janeiro)
14/6 – 13 horas – HSBC Arena (Rio de Janeiro)
21/6 – 12 horas – HSBC Arena (Rio de Janeiro)

ABERTURA DOS PORTÕES
Duas horas antes do início do evento

PÚBLICO ESTIMADO
Serão colocados à venda 15.000 ingressos.

PONTOS DE VENDA
Internet: http://www.ingressofacil.com/

Pontos Oficiais:
Estádio do Maracanã (Bilheteria 8): Rua Eurico Rabelo, S/N - Maracanã
Clube de Regatas do Flamengo: Avenida Borges de Medeiros, 997 - Gávea
Sede do Fluminense: Rua Álvaro Chaves, 41 - Laranjeiras
Terra Encantada: Avenida Ayrton Senna, 2800 - Barra da Tijuca
São Cristovão (Campo): Rua Figueira de Melo, 200 - São Cristovão
HSBC Arena: Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401 – Barra da Tijuca

INÍCIO DAS VENDAS
Sexta-feira, dia 5 de junho

VALORES DOS INGRESSOS
R$ 20,00 – Cadeira Nível 3
R$ 40,00 – Camarote
R$ 30,00 – Cadeira Nível 1
R$ 50,00 – Cadeiras Nível Central
R$ 80,00 – Cadeira Premier

Estudantes têm direito a meia-entrada.

Condição Especial
R$ 5,00 com camisa do FlaBasquete – Nível 3

Outras informações sobre os jogos
http://www.ingressofacil.com.br/

SERVIÇO MÉDICO
Haverá posto médico e UTI móvel

ACESSO – Entrada nos dias de jogos
Rampa Principal (Portão Principal)
Av. Abelardo Bueno, 3401
Não será permitida a entrada com objetos cortantes e/ou contundentes e garrafas.

BARES
Cadeiras 1: 5 bares
Camarotes: 2 bares
Cadeiras 3: 4 bares

COMO CHEGAR

Confira como chegar à HSBC Arena: http://www.hsbcarena.com.br/site/img/mapa-arena_gr.jpg

ESTACIONAMENTO
A HSBC Arena possui 1.100 vagas no estacionamento interno.
Preço: R$15,00 por veículo

Na área externa à HSBC Arena, a Rio Rotativo disponibiliza área de estacionamento em frente ao Autódromo. São cerca de 2.500 vagas com cartão de estacionamento no valor de R$2,00.

ACESSOS
Linhas de ônibus:
Linha 268 - Praça XV - Riocentro (via Autódromo e via HSBC Arena)
Linha 706 - Alvorada - Taquara (Via Autódromo e via HSBC Arena)
Linha 708 - Largo do Remi - Alvorada (circular via Autódromo e via HSBC Arena)
Linha 736 - Cascadura - Riocentro (via Autódromo e via HSBC Arena)
Linha 2113 - Castelo - Taquara (via zona Sul e Barra) (via Autódromo e via HSBC Arena)

VIAS DE ACESSO
Linha Amarela – Une o subúrbio a Barra da Tijuca
Linha Vermelha – Une a Baixada Fluminense à Zona Sul, com saídas para a Linha Amarela
Avenida das Américas (principal via da Barra - possui cerca de 40 quilômetros);
Avenida Ayrton Senna (liga a Barra ao bairro de Jacarepaguá e à Linha Amarela);
Avenida Lucio Costa (ao longo do litoral da Barra).

PRINCIPAIS DISTÂNCIAS:
Aeroporto Internacional - HSBC Arena: 40 min
Aeroporto Santos Dumont - HSBC Arena: 60 min
Aeroporto de Jacarepaguá - HSBC Arena: 15 min
Hotéis em Copacabana - HSBC Arena: 40 min
Hotéis em São Conrado - HSBC Arena: 20 min
Hotéis na Barra da Tijuca - HSBC Arena: 15 min

Fla usa ônibus do futebol para convocar torcida para final do basquete

O Flamengo está a duas vitórias do bicampeonato nacional de basquete e até o departamento de futebol entrou na onda para motivar os companheiros de clube. Disposto a lotar a Arena da Barra nos segundo e terceiro jogos da decisão contra o Brasília, o Rubro-Negro usou o ônibus personalizado que conduz a delegação como outdoor para convocar o torcedor. Nesta quinta-feira, durante o treinamento no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, o veículo exibiu a convocação

zagueiro por um lance, Cuca empurra e tira Maxi do treino

Improvisado como zagueiro no treino de finalização do Flamengo, o técnico Cuca teve uma atitude desastrada no treino desta quinta-feira. Durante um cruzamento, ele empurrou Maxi. O argentino caiu, torceu o tornozelo direito e está fora da partida contra o Coritiba, domingo. Enquanto os companheiros observavam, o preparador de goleiros Roberto Barbosa caiu na gargalhada com a cena inusitada.





















Corajoso

No duelo entre atacantes e goleiros, Adriano fez um gol em um, Marcelo Lomba, mas provocou outro.

- Quero o russo – disse, referindo-se a Paulo Victor, em quem não conseguiu fazer gol nesta quinta.

A resposta foi corajosa. O goleiro relembrou o apelido de Adriano no início da carreira.

- Então está bom, Scooby Doo.

Recentemente, Emerson contou que os jogadores têm receio de chamar o Imperador desta forma.

Kleberson comemora participação contra Paraguai

O meia Kleberson, do Flamengo, afirmou após a partida da Seleção Brasileira que foi muito bom voltar a defender o Brasil. O jogador participou de sete minutos da vitória por 2 a 1 contra o Paraguai pelas Eliminatórias.

- Apesar do pouco tempo que fiquei em campo, fiquei muito feliz pela chance que tive. Depois do grande tempo que estive afastado da Seleção, foi uma emoção enorme entrar em campo com a Amarelinha. Foram sete minutos que valeram ouro. Estou motivado e ansioso para a disputa da Copa das Confederações. Sei que terei outras chances e vou aproveitá-las melhor ainda. Defender a Seleção Brasileira é um orgulho para mim - afirmou por intermédio da sua assessoria de imprensa.

A Seleção já viajou para a África do Sul, onde vai disputar a Copa das Confederações de 14 a 28 de junho.


Flamengo goleou principal time de Bloemfontein em 1992

A seleção brasileira chega nesta quinta-feira a Bloemfontein, local da estreia na Copa das Confederações contra o Egito, no dia 15. O Flamengo já esteve na cidade sul-africana, em 1992, para fazer um amistoso contra o principal time da cidade, o Bloemfontein Celtics.

Fundado em 1969, o Bloemfontein Celtic usa um uniforme com as cores verde e branco e manda seus jogos no Free State Stadium, que foi reformado e ampliado e agora tem capacidade para cerca de 48 mil torcedores.

O Flamengo venceu o amistoso, disputado no dia 6 de agosto de 1992, por 4 a 0. Djalminha (2), Paulo Nunes e Gaúcho marcaram os gols do time brasileiro. A equipe jogou com Adriano (Roger); Charles Guerreiro, Gotardo (Claudio), Mauro e Piá (Fabio); Fabinho, Marquinhos e Djalminha (Zanon); Paulo Nunes (Sandro Becker), Gaúcho (Luís Antonio) e Marcelinho (Júlio Cesar).


Adriano acorda cedo e energiza perna esquerda no treino no Flamengo

Quinta-feira, feriado de Corpus Christi e treino às 9h30m. Enganou-se quem sugeriu que Adriano poderia utilizar a combinação anterior para faltar à atividade do Flamengo. O Imperador chegou cedo e saiu tarde do CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande.

Na atividade tática disputada por três times, ele não deu tanta sorte. A equipe dele, com colete laranja, sofreu bastante e não conseguiu fazer gol. Logo depois, enquanto alguns companheiros foram embora – Zé Roberto foi um deles – o atacante treinou cobranças de pênalti. Posteriormente, participou do treino de finalizações e brincou com o técnico Cuca:

- Você está me boicotando. Só joga a bola no meu umbigo, em vez de mandar no peito.

Por fim, para encerrar a maratona, deu (muitos) chutes a gol com a perna esquerda. Até o momento, em dois jogos, o atacante ainda não conseguiu finalizar “em cheio” com o pé preferido. O gol dele, contra o Atlético-PR, foi feito em uma cabeçada.

Adriano está confirmado no time titular do Flamengo na partida de domingo contra o Coritiba, no Couto Pereira. Ele deve formar a dupla de ataque com Josiel ou Aleílson.

Flamengo vence o Brasília no primeiro jogo das finais do NBB

Universo/BRB/Brasília 0 x 1 Flamengo/Cia. do Terno

Em partida realizada no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF), na tarde desta quinta-feira (11/6), o Flamengo derrotou o Universo/BRB/Financeira Brasília pelo placar de 81 a 74 (33 a 40) e abriu vantagem de 1 a 0 na série melhor-de-cinco do playoff final do NBB.

O cestinha da partida foi Marcelinho, com 32 pontos. Pelo time adversário, Alex foi o maior pontuador ao anotar 23 pontos.

Destaque para a torcida do Mengão que compareceu em peso, dando um verdadeiro show fora de quadra.

Confiante na repetição do mesmo resultado de 2008, quando o Fla foi campeão em cima do Brasília, a torcida do Mengão que foi ao ginásio Nilson Nelson não economizou nas provocações. Aos gritos de “vice de novo”, festejou a vitória que deixa o time a dois passos do bicampeonato.

A equipe do técnico Paulo Chupeta agora joga em casa, na Arena da Barra, no sábado, às 12h, e no domingo, às 13h. Se vencer as duas, levanta a taça.


‘Chatinho’, Petkovic demonstra alegria de iniciante no treino do Flamengo

Mau humor e Petkovic não combinam neste retorno do apoiador ao Flamengo. O sérvio puxa a fila das brincadeiras e se empenha como poucos nos treinos. Na manhã desta quinta-feira, o jogador foi o protagonista do treino no CT Ninho do Urubu.

- O Pet é chato demais – berrou Jônatas.

Não era reclamação negativa, mas sim uma constatação positiva do comportamento do meia no treinamento. Pet deu carrinho, reclamou da arbitragem e fez catimba. Praticamente como se estivesse em um jogo oficial. E a atuação foi coroada com ótimos passes. No treinamento de finalizações, o desempenho foi bom. Mas na função de “provocador”, o sérvio esteve melhor ainda. Ao fim, vestido com a roupa do patrocinador, ele recebeu um pedido de Ibson:

- Pet, me arruma este patrocínio também!

A resposta veio em tom de deboche:

- Eles me dão essas roupas porque sou bonito. Não preciso nem jogar bola.

Petkovic não foi regularizado na CBF e ainda não pode estrear no Flamengo. A previsão é que ele esteja à disposição do técnico Cuca na partida contra o Internacional, dia 21 de junho, no Maracanã.

Léo Moura não enfrenta o Coritiba; Emerson dificilmente joga

O departamento médico do Flamengo confirmou na manhã desta quinta-feira a ausência de Léo Moura na partida deste domingo contra o Coritiba, às 16h (de Brasília), no Couto Pereira, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador está com uma lombalgia e não participou do treino no Ninho do Urubu.

Outro titular que está machucado, Emerson deu voltas ao redor do campo ao lado do goleiro Diego, mas dificilmente será liberado. Ele se recupera de uma entorse no joelho esquerdo – a terceira em menos de um mês – e dificilmente será relacionado para a viagem.

Na lateral direita, o substituto será Everton Silva. O jogador foi titular na vitória por 2 a 1 sobre o Santo André, na terceira rodada, e recebeu elogios de Cuca na ocasião. No ataque, Aleílson e Josiel disputam um lugar ao lado de Adriano.

Outro desfalque confirmado é Willians, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O Flamengo deve entrar em campo com a seguinte formação: Bruno; Everton Silva, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Toró, Ibson e Everton; Josiel (Aleílson) e Adriano.


Apesar das aparências, Kleber Leite nega insatisfação de Cuca no Flamengo

Cabisbaixo e isolado, Cuca não fez a menor questão de esconder a insatisfação com a ausência de Adriano nos treinamentos marcados para a terça-feira ainda no Ninho do Urubu. Aos jornalistas, o treinador fez uso de um discurso sutil, mas o desconforto é evidente. Tanto que já foi colocada em questão a satisfação dele no comando do Flamengo. De pronto, Kleber Leite fez questão de sair em defesa do funcionário.

- Me perguntaram o motivo de o Cuca estar desanimadinho, mas cada um expressa o que está sentindo de um jeito. O dele é esse.

O dirigente, inclusive, garantiu que o treinador está motivado para o restante da temporada e deu a entender que, após a incrível virada sofrida diante do Sport, no fim de semana, a equipe terá novidades no duelo contra o Coritiba, domingo, às 16h, no Couto Pereira.

- Algumas novidades deverão acontecer. Sinto o Cuca muito animado com as perspectivas no Campeonato Brasileiro. Não tem motivo para estar desanimado. Ele está no clube mais importante do Brasil, com a maior torcida, grande elenco, vindo de um título... Não há motivo para estar triste. Pelo contrário, ele está animadíssimo.

Sem Willians, suspenso, Cuca pode perder ainda Léo Moura e Emerson, que se recuperam de lesão, para o compromisso na capital paranaense.


Um ano depois e ainda mais fortes, Fla e Brasília se reencontram na final do NBB






















Na final do Novo Basquete Brasil, Flamengo e Brasília estão em casa. Arroz-de-festa em decisões nos últimos anos, a dupla reedita a partir desta quinta-feira o embate de 2008, quando os cariocas conquistaram o título nacional. A rivalidade entra em quadra às 12h, no ginásio Nilson Nelson, na capital federal, com transmissão ao vivo do SporTV. Os rivais são os mesmos da última temporada, com uma diferença: os dois times estão ainda mais fortes agora.

Boa parte da evolução das duas equipes se deve às contratações de Baby, pivô do Fla, e Alex, ala-armador do Brasília. Com passagem pela NBA e pelo basquete russo, Baby fincou sua bandeira no garrafão rubro-negro e ajudou a tirar um pouco do peso das costas de Marcelinho.

- Estou com uma sensação muito boa. A gente já está fazendo história com este time. Não queremos que lembrem da gente como aquele time que era bom e não ganhou. Quero ser o primeiro campeão do NBB – afirmou Baby.

Do outro lado da quadra, Alex repete a confiança do adversário. Com a experiência de quem já jogou pelo Maccabi Tel Aviv, de Israel, um dos times mais importantes da Europa, o ala-armador fez um ótimo NBB e quer repetir as atuações na série final.

- Voltei para conquistar o título. Para este primeiro jogo, teremos a volta do (armador) Valtinho e fizemos mudanças táticas. Vamos agarrar ao máximo esta chance. Queremos a vitória aqui para ir ao Rio mais tranquilos – explicou o confiante Alex.

Universo/BRB/Brasília x Flamengo/Cia. do Terno

A bola vai subir nesta quinta-feira (11/6) para o primeiro jogo da série melhor-de-cinco do playoff final do Novo Basquete Brasil. A partida, que terá início às 12h, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, será transmitida ao vivo pelo Sportv.

O Universo/BRB/Financeira Brasília foi uma das duas únicas equipes que conseguiu quebrar a invencibilidade do Flamengo na competição. Jogando no Maracanãzinho, em partida válida pela 13ª rodada do primeiro turno da fase de classificação, o Mengão acabou superado pelo placar 82 a 78. A revanche veio no returno, com o Mengão derrotando os donos da casa por 100 a 92.

Pelo extinto Campeonato Nacional Masculino, em 2008, as duas equipes se enfrentaram cinco vezes, com o Mengão levando a melhor em todas: turno (106 a 102); returno (103 a 96) e playoff final (93 a 66, 91 a 76 e 101 a 96, respectivamente).

Com o comando técnico de Lula Ferreira, o Universo/Brasília conta com excelentes jogadores, como os armadores Valtinho e Ratto, o ala Alex e os pivôs Estevam e Cipriano.

O time de Paulo Chupeta, que encerrou participação na fase de classificação na liderança, com 54 pontos (28 jogos/26 vitórias/2 derrotas), luta pelo bicampeonato nacional com um grupo forte, praticamente formado por jogadores remanescentes do de 2008.

Tudo indica que será um confronto digno de uma final equilibrada e muito disputada devido à regularidade das duas equipes finalistas.

Líder do Fla, Marcelinho aposta no jogo coletivo para derrotar o Brasília na final

Cestinha do Novo Basquete Brasil com média de 26.3 pontos por partida, Marcelinho não quer saber de feitos individuais. Apesar de ser a maior chave do sucesso para o Flamengo ter chegado à decisão contra o Brasília, o ala de 34 anos afirma que a possibilidade de título não está apenas em suas mãos.

- Nosso jogo coletivo tem que ser o diferencial. Todos precisam entrar em quadra muito concentrados na vitória. Tem gente que diz que é o Flamengo do Marcelo ou o Brasília do Alex, mas a verdade é que temos vários jogadores capazes de decidir uma partida – afirmou o capitão do Rubro-Negro.

Confiante em um bom resultado no jogo 1 desta quinta-feira, às 12h, no ginásio Nilson Nelson (o SporTV transmite ao vivo), Marcelinho não está tão confiante no desempenho do Flamengo na Arena da Barra, palco dos jogos 2 e 3, no fim de semana.

- Eu acho que a Arena é o melhor ginásio do Brasil atualmente, mas fico com o pé atrás porque vai ser a primeira vez que vamos jogar lá, e logo na final. Não conhecemos muito bem a quadra, não temos pontos de referência. Mas se o Flamengo mantiver a parceria para a próxima temporada, será a melhor coisa. Aí começaremos jogando lá e pegaremos o ritmo logo no início do campeonato – explicou.

Os gols de Brasil 2 x 1 Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010

Brasil 2 x 1 Paraguai

Ficha técnica

Estádio: Arruda, Recife (PE)
Data: 10/06/06

Hora: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Óscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham González (COL) e Wilson Berrío (COL)

Cartões amarelos: Lucio, Felipe Melo e Ramires (BRA); Julio Cáceres e Victor Cáceres (PAR)

Público/renda: 55.252 pagantes/ R$ 4.322.555,00

GOLS: Cabañas, aos 25'/1ºT (0-1); Robinho, aos 40'/1ºT (1-1); Nilmar, aos 4'/2ºT (2-1)

Brasil: Julio Cesar; Daniel Alves, Lucio, Juan, Kléber; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Ramires - 14'/2ºT), Kaká; Robinho (Kleberson - 39'/2ºT) e Nilmar (Pato - 29'/2ºT). Técnico: Dunga

Paraguai: Villar; Verón, Julio Cáceres, Da Silva, Caniza; Bonet (Benitez - 24'/2ºT), Ledesma (Aquino - 17'/2ºT), Victor Cáceres, Rivero; Martínez (López - 33'/2ºT) e Cabañas. Técnico: Gerardo Martino



quarta-feira, 10 de junho de 2009

Perea muito perto de acerto com o Fla

Duas semanas após ser descartado por membros da diretoria rubro-negra, o colombiano Perea está muito próximo de ser anunciado como reforço do Flamengo. No fim da fila de atacantes de Paulo Autuori no Grêmio, ele se recupera de uma artroscopia no joelho e surge como substituto de Josiel, que dificilmente seguirá no clube após o término do seu contrato, dia 31 de julho.

A diretoria rubro-negra não confirma oficialmente, mas internamente a contratação é dada como certa. O vice de futebol, Kleber Leite, tentou disfarçar, mas mostrou conhecimento até mesmo da situação médica do jogador.

- Em três semanas ela vai estar pronto para jogar.

O dirigente explicou que Grêmio e Flamengo conversam para encontrar uma solução para uma dívida de R$ 7 milhões do clube gaúcho referente à contratação de Rodrigo Mendes, em 2000.

- Temos uma relação muito estreita com o Grêmio, assim como com o Cruzeiro. São relações afetivas. Estamos conversando com o clube para desenvolver uma forma de resolver uma dívida antiga. Há a boa vontade deles resolverem e nossa também. Inclusive trabalhamos neste processo ontem (terça-feira). Desenvolvemos esse tema, não posso falar muito, mas estamos caminhando para uma solução interessante para as duas partes.

Atualmente o ataque do Flamengo conta com Adriano, Emerson, Josiel, Aleílson e Maxi.

Rapidinhas do Mengão!

Adriano é fotografado no treino com a barriga à mostra
Imperador dá sinais de que está perdendo o excesso de peso aos poucos

Kleber Leite rebate são-paulino: ‘Ele deve ter problemas suficientes para resolver’
Conselho de Marco Aurélio Cunha incomoda dirigente, que manda que ele gaste o tempo com questões do São Paulo

Petkovic comanda garotada e se destaca em primeiro treino com bola
Meia gesticula, orienta bastante e fa
z gol em coletivo dos reservas. Sérvio ainda não está regularizado

Cheio de desfalques, Cuca vê Aleílson brilhar em treinamento coletivo
Atacante treina entre os titulares e marca dois na vitória por 4 a 1 sobre o time juvenil. Everton Silva, Fabrício, Everton e Josiel são outras novidades

Adriano reaparece, mas não toca na bola
Com a programação atrasada pela falta ao treino da véspera, Imperador realiza apenas testes físicos e exames no Ninho do Urubu

Aírton é papai

Entre as muitas baixas do time titular do Flamengo no jogo-treino realizado contra os juvenis nesta quarta-feira, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, uma foi por um bom motivo. Com o parto da esposa marcado para a tarde desta quarta, Aírton foi liberado para acompanhar e filmar o nascimento da filha Alice e retorna normalmente na quinta.

Erick Flores na seleção sub-20
Pouco aproveitado por Cuca nas últimas partidas, Erick Flores foi convocado nesta quarta-feira para a seleção brasileira sub-20 que inicia na próxima segunda-feira, na Granja Comary, em Teresópolis, a preparação para o mundial da categoria. O meia foi prontamente liberado pela comissão técnica. Já o zagueiro Welinton, que fez parte da delegação que conquistou o sul-americano no início do ano, ficou fora da lista.

Mezenga volta
Um dos artilheiros da segunda divisão do futebol turco pelo modesto Orduspor, Bruno Mezenga se reapresentou nesta quarta-feira ao Flamengo. Apontado como uma das maiores promessas das categorias de base do clube no meio da década, o atacante retorna ao Fla após passar também por clubes como Fortaleza e Macaé. Não se sabe ainda, no entanto, se o jogador será integrado ao elenco. O Rubro-Negro está aberto a propostas.

Novo preparador físico
O Flamengo encontrou uma solução interna para o problema na preparação física da equipe. Com a saída de Riva Carli, que seguiu para o Atlético-PR nesta quarta-feira, o clube efetivou Alexandre Sanz no cargo. O profissional fazia parte da comissão técnica permanente e agora assume o cargo principal.

Marco Aurélio Cunha: 'Adriano acha que pode fazer o que quiser'

A segunda falta em menos de uma semana aos treinos no Flamengo não surpreendeu a ninguém no São Paulo, clube que Adriano defendeu por seis meses na temporada 2008. O jogador, que no Morumbi utilizou a camisa 10, teve um bom desempenho dentro de campo, marcando 17 gols em 21 partidas. Mas fora dele, o Imperador também deu o que falar.

Para o médico e superintendente de futebol do Tricolor, Marco Aurélio Cunha, Adriano precisa de ajuda médica especializada para não se tornar um caso perdido. O jogador tem um sério problema: não consegue acatar ordens com tranquilidade.

- O Adriano precisa de ajuda médica. Não adianta a família querer tomar conta, o empresário querer tomar conta, o clube querer tomar conta. Tem de ser uma pessoa especializada em lidar com esse tipo de situação. O Adriano tem um problema que é não saber acatar ordens. Por todo o poder, fama e riqueza que ele adquiriu, ele acha que pode fazer o que quiser. É o falso poder nas mãos.

Marco Aurélio deixou claro que é preciso fazer isso enquanto é tempo.

- Ele tem esse falso poder enquanto é jogador. Depois, não vai ter mais nada. Alguém precisa organizar a cabeça dele. Ele precisa compreender que um atleta profissional tem obrigações, tem de seguir as regras do clube. Para ele, a Itália era ruim, mas aqui não é diferente. Ele precisa treinar bem, jogar bem.

No São Paulo, Adriano se envolveu em uma polêmica no dia 29 de fevereiro. Ele chegou 28 minutos atrasado ao treino, ameaçou agredir um fotógrafo, se negou a fazer fortalecimento muscular no Reffis como estava planejado e ainda foi embora do CT da Barra Funda sem ter autorização da diretoria. Além de ter sido multado em 40% do seu salário pelo presidente Juvenal Juvêncio, Adriano teve de pedir desculpas perante todo o elenco em uma reunião ocorrida na véspera da partida conta o Mirassol, pela fase de classificação do Campeonato Paulista.

Mesmo com esse problema, Marco Aurélio Cunha acredita que o São Paulo teve êxito em relação ao Imperador. E manda um recado ao Flamengo.

- Nós investimos na contratação do Adriano, procuramos o jogador. Para isso, ele teve de se enquadrar nas regras do clube. É verdade que ele teve um ou dois problemas, mas no geral, sua conduta foi boa. Agora no Flamengo é diferente. Ele escolheu jogar no Flamengo. E isso é muito perigoso. Afinal, ele pode achar que está acima de qualquer coisa – concluiu.


No meio da tabela, Fla encara duelo contra o Coxa como uma decisão

O Coritiba é o vice-lanterna, ainda faltam 33 partidas para o fim do Brasileirão, mas o duelo deste domingo, às 16h (de Brasília), no Couto Pereira, é tratado como decisivo na Gávea. Na 11ª posição, com sete pontos em cinco rodadas, o Flamengo planeja se manter o mais perto possível dos líderes e, principalmente, a tranquilidade distante da zona de rebaixamento.

Para Cuca, um resultado positivo passou a ser ainda mais necessário depois da derrota de virada para o Sport, na última rodada, fora de casa.

- O jogo tem caráter decisivo para o Coritiba e para nós. Eles têm que dar uma resposta ao torcedor, e a gente, recuperar o espaço perdido no último jogo, quando a vitória se desenhou, e a gente não soube receber. Precisamos vencer para se aproximar dos líderes e se distanciar do grupo que está lá embaixo.

O duelo contra o Leão, apesar da derrota, serve como exemplo positivo para o Rubro-Negro, assim como outras exibições no próprio Brasileirão.

- Temos que jogar como jogamos com o Sport, fora o apagão, contra o Santo André, contra o Cruzeiro. Vai ser um jogo duro. Eles vão lutar como nunca para reagir.

O Flamengo disputou três partidas fora de casa na competição e conquistou uma vitória e duas derrotas.


Preparador físico do Flamengo pede demissão e acerta com o Atlético-PR


Um dos integrantes da comissão técnica de Cuca pulou do barco flamenguista nesta quarta-feira. O preparador físico Riva Carli pediu demissão e se transferiu para o Atlético-PR, onde trabalhou por vários anos.

Riva chegou à Gávea no fim de 2008 indicado pelo atual treinador. Ele substituiu Ronaldo Torres, que era querido pelo elenco, e teve problemas para trabalhar. Logo na pré-temporada, em Teresópolis, alguns jogadores reclamaram dos métodos dele. Pouco tempo depois, Juan discutiu e ofendeu o preparador durante um treino. O GLOBOESPORTE.COM registrou a cena.

Além do preparador físico, Cuca levou para o Flamengo os auxiliares Eudes Pedro e Dirceo Stival, o Cuquinha. Os dois permanecem. Entretanto, o clima na comissão técnica está tenso. O treinador sente-se sem respaldo da diretoria para punir Adriano pelas faltas aos treinamentos e tirar do time titular atletas que não estão em boa fase, como Léo Moura.

Brasil x Paraguai


Ficha técnica:

Estádio: Arruda, Recife (PE)

Data: 10/5/2009

Hora: 21h50 (de Brasília)


Árbitro: Óscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham González e Wilson Berrío (COL)

Brasil: Júlio César, Maicon, Lúcio, Juan e Kleber; Felipe Melo, Gilberto Silva, Elano e Kaká; Robinho e Alexandre Pato (Nilmar).

Técnico: Dunga.

Paraguai: Villar, Verón, Da Silva, Julio César Cáceres e Caniza; Vera, Barreto, Víctor Cáceres e Riveros; López e Cabañas.

Técnico: Gerardo Martino.