Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 13 de março de 2010

Flamengo x vasco


Ficha técnica


Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 14 de março de 2010 (Domingo)

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols Cortez (Foto)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Eduardo Couto (RJ)

Flamengo: Bruno, Leonardo Moura, Álvaro, Fabrício e Juan; Toró, Willians, Kléberson e Vinícius Pacheco(Pet); Vágner Love e Adriano
Técnico: Andrade

vasco: Fernando Prass, Gustavo, Fernando e Tite; Élder Granja, Paulinho, Rafael Carioca, Carlos Alberto e Márcio Careca; Philippe Coutinho e Rafael Coelho( Dodô)
Técnico: Vágner Mancini

Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país


Confira a classificação geral do Carioca

As duas equipes com pior campanha, com exceção dos finalistas, serão rebaixadas para a Segunda Divisão



TOTAL 1º turno 2º turno
Flamengo 28 19 9
vasco 28 19 9
Fluminense 26 16 10
Botafogo 24 18 6
Boavista 19 10 9
Olaria 18 12 6
América 17 10 7
Bangu 15 9 6
Volta Redonda 14 8 6
Madureira 13 13 0
Duque de Caxias 11 2 9
Friburguense 8 7 1
Macaé 7 4 3
Resende 6 0 6
Americano 4 3 1
Tigres 3 3 0

Fim da casa vascaína


Torcida do vasco foi transferida para Complexo penitenciário de Bangu 1, 2, 3 e 4



Infográfico mostra o terreno antes e depois da implosão

'Vamos nos casar em breve', diz Adriano sobre a noiva Joana Machado

Patricia Poeta entrevistou o Imperador em um hotel, na Barra da Tijuca. Ele entrou em detalhes de sua briga com a noiva.

Fantástico


“É paixão, é paixão. Vamos casar se Deus quiser”, disse Adriano com exclusividade ao Fantástico na tarde deste sábado (13) se referindo a noiva Joana Machado.

A ENTREVISTA COMPLETA VOCÊ VÊ NESTE DOMINGO, NO FANTÁSTICO

Ele foi entrevistado pela apresentadora Patrícia Poeta, no hotel onde os jogadores do Flamengo ficam concentrados, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Fantástico


Patrícia conta que foi ao treino do Flamengo convencer o Imperador a falar com exclusividade para o programa.

“A gente estava perdendo as esperanças de falar com ele, porque o empresário disse que ele não falaria. Mas fui à coletiva de ontem tentar mesmo assim ”, diz Patrícia.

A apresentadora do Fantástico comenta que Adriano foi muito simpático e estava bem disposto.

“Eu disse a ele que era meu dever fazer as perguntas. Ele disse que não teria problema e que não tinha o que esconder”, conta ela.

Fantástico
A integra da entrevista você confere domingo, no Fantástico

Poeta conta que o jogador deu detalhes sobre a briga que teve com a noiva Joana Machado e que essas notícias o magoaram muito essa semana.

O jogador também falou sobre a possível convocação para a Seleção de Dunga.

“Ele quer muito ir à Copa, pois, segundo ele, será a ultima de sua vida. Ele disse que está fazendo dieta e que quer dar a volta por cima, focando sobretudo no trabalho.”


Mãe de Adriano organiza grupos de orações para o filho, diz jornal

Dona Rosilda, mãe de Adriano, já organizou grupos de orações para tentar mudar a cabeça do filho. A informação está em uma reportagem de cinco páginas da edição deste domingo de ‘O Dia’ contando detalhes da rotina de festas e confusões do atacante no Rio.

Adriano, porém, nunca teria comparecido aos grupos de orações.

- Ele não dá notícias. Deixa de estar em casa, confortável, para ficar lá dentro do Cruzeiro. Dá mais valor aos meninos de lá do que à própria mãe – diz Dona Wanda, avó do jogador.

O jornal teve acesso a um vídeo feito pela polícia em que Adriano é visto na Vila Cruzeiro conversando com um traficante conhecido como Rala Rala. Porém, um policial que investigou o jogador garante que nunca foram vistas imagens de Adriano carregando uma arma nas visitas à favela.

Segundo o jornal, Adriano recentemente comprou duas motos para poder circular tranqüilamente pela Vila Cruzeiro. Em uma delas, teria queimado o pé, no episódio da bolha dias antes da penúltima rodada do Campeonato Brasileiro de 2009, em que o Imperador desfalcou o Flamengo no jogo contra o Corinthians.

A reportagem fala ainda das festas que Adriano faz na Vila Cruzeiro e na Barra da Tijuca. O jogador teria comprado uma serpentina que deixa o chopp a uma temperatura de dois graus em apenas 20 minutos. Entre as confusões geradas pelas noitadas estão ocasiões em que amigos teriam forçado o Imperador a treinar ainda embriagado por conta da noite anterior.

Uma das ressacas teria acontecido no dia em que a delegação do Flamengo encontrou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pouco depois do título nacional. Adriano teria combinado com dirigentes do Rubro-Negro de ir ao encontro em Brasília, e o embarque estava marcado para 8h30m no Aeroporto Santos Dumont. Porém, ele ficou em uma festa em um hotel até 6h. Acordou às 11h, conseguiu fretar um jatinho e chegou no horário.


Leonardo Moura: ‘Quem pensa em ir para brigar tem de ficar em casa’

A morte de um bandido torcedor do vasco, na madrugada de sexta-feira, em São Gonçalo, fez a Polícia Militar redobrar a atenção para o clássico contra o Flamengo, às 19h30m (horário de Brasília) de domingo, no Maracanã. O tenente-coronel Luiz Octávio disse que existe todo um aparato de segurança para que não haja encontro entre as torcidas organizadas rivais, nem no estádio, nem em outros pontos da cidade. Serão mais de 200 homens fazendo a segurança dentro do Maracanã. Fora do estádio, a segurança ficará a cargo do 6º BPM.

- Tivemos uma reunião e definimos os procedimentos para este clássico. As principais torcidas organizadas serão escoltadas na chegada e na saída do Maracanã. A Força Jovem se concentrará em São Januário e de lá segue escoltada pelo GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) até o Maracanã. A mesma coisa será feita com as torcidas do Flamengo, que virão de outros pontos, como do Centro e da Central do Brasil – explicou Luiz Octávio.

Quem também mostrou preocupação com a violência foi Leonardo Moura. O lateral-direito lamentou a morte do vascaíno Anderson Ferreira Ribeiro, de 19 anos, que não resistiu a um tiro na coxa durante o confronto entre 100 torcedores que foi registrado na 74ª DP, em Alcântara, na madrugada da última sexta-feira.

- Isso mancha um pouco o clássico. Tem de acabar com essa guerra de torcidas. Guerra só dentro de campo. Fora é preciso ter paz. Isso fica ruim para o futebol carioca. Quem pensa em ir ao Maracanã para brigar tem de ficar em casa – condenou Léo Moura.

Mais de 27 mil ingressos vendidos para o clássico entre Flamengo e vasco

O Flamengo divulgou, neste sábado, a última parcial para o clássico com o vasco, às 19h30m (horário de Brasília) de domingo, no Maracanã. Foram vendidos 27.191 ingressos até o fim desta tarde. A partida, que será válida pela terceira rodada da Taça Rio, tem uma carga total de 67.707.

Na última sexta-feira, foram comprados 20.189. Ou seja, só neste sábado foram quase 7 mil comercializados. As vendas continuam neste domingo, apenas entre 9h e 17h, nos postos credenciados. As bilheterias do Maracanã não estarão funcionando.


Locais de venda
Bilheterias da Gávea
Bilheterias do Fluminense
Bilheterias de São Januário
Bilheterias do São Cristóvão
Bilheterias do Tijuca Tênis Clube
Niterói - Rua São João 34 loja 114
HSBC Arena

Preços dos ingressos

Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 40
Arquibancadas verdes ou amarelas meia: R$ 20
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 50
Arquibancadas brancas meia: R$ 25
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 150
Cadeiras Especiais meia: R$ 75
Cadeiras Comuns inteiras: R$ 30
Cadeiras Comuns meia: R$ 15

Rapidinhas do Mengão!


Andrade leva a dúvida entre Pet ou Pacheco para o Maracanã

Andrade tinha dito na sexta-feira que ainda iria decidir entre Petkovic e Vinícius Pacheco para o clássico contra o Vasco, neste domingo, no Maracanã. Após o treino deste sábado, o treinador brincou sobre a única dúvida no time, mas não deu pistas de quem será o escolhido como titular.

- Pode colocar (no jornal) o nome do Pet com o do Pacheco entre parênteses. Ou então coloca o do Pacheco com o do Pet entre parênteses. Se fizer isso, pode ficar tranquilo que você não vai errar. Só amanhã vou decidir. Estou pensando ainda – brincou Andrade.

Descontração Imperial

Adriano foi um dos jogadores mais animados do treino deste sábado. O retorno do atacante ao grupo foi comentado por Leonardo Moura.


- Nós queremos vê-lo sempre assim. O grupo fica melhor com a alegria dele e fica triste quando ele está ausente, quando acontecem esses problemas... Mas daqui para frente vai ser só felicidade – disse o lateral-direito.

Sem Dodô?

A possibilidade de Dodô não enfrentar o Flamengo, neste domingo, foi comentada por Léo Moura.

- Ele é um jogador de muita qualidade. Se não for jogar, quem entrar vai querer dar contar do recado. Não tem de ficar feliz se ele não jogar, nem triste se ele jogar. Tem é que ter cuidado com todo mundo – disse o lateral.


Cartolas na Gávea

Muitos dirigentes rubro-negros apareceram na Gávea, neste sábado, para acompanhar o último treino rubro-negro antes do clássico com o Vasco. Além do vice de futebol, Marcos Braz, estiveram presentes o vice de finanças e administração, Michel Levy, a de esportes olímpicos, Cristina Callou, e o presidente do Conselho de Administração, Maurício Gomes de Mattos.

Paizão

Marcos Braz levou ao treino seu filho Enzo, de quatro anos. O garoto ganhou um uniforme completo do Flamengo, vestiu na mesma hora e foi a campo brincar ao fim da atividade dos jogadores. O vice de futebol chegou a brincar de cobranças de pênalti com ele.

Léo Moura revela saudades de jogar clássico contra o vasco

O lateral-direito Léo Moura revelou que sente saudades de disputar um clássico diante do vasco.

O chamado "clássico dos milhões" aconteceu apenas uma vez na temporada passada, já que o vasco estava na Segunda divisão.

Léo Moura, presente nesta partida, afirmou que já testava com saudades de jogar esta partida e espera o melhor do Mengão.

- Esse é um tipo de jogo que dá saudades de jogar. Trata-se de um grande clássico. Sabemos que existe a dificuldade e nós esperamos que o Flamengo possa sair vencedor - disse.

O jogador também falou sobre os dois treinadores estarem escondendo a escalação, um dia antes do confronto. Para Léo Moura, isso é normal em jogo desta magnitude.

- Flamengo e vasco sempre foi assim, ninguem quer revelar o time que colocará em campo. Independente disso, vamos entrar em campo para fazer o melhor para o Flamengo sair com a vitória - completou.

Léo Moura: 'Queremos o Adriano sempre assim, feliz e alegre'

A participação de Adriano no rachão deste sábado, que antecede o clássico contra o vasco, animou o lateral-direito do Flamengo, Léo Moura.

O jogador que vive grande fase no Mengão, vibrou com a volta do Imperador e principalmente ao ver o jogador alegre e feliz no treinamento, diferentemente do que vinha sendo noticiado. O lateral foi só elogios ao atacante.

- Queremos ele sempre assim, feliz e alegre. O grupo fica melhor com ele assim e acredito que daqui para frente será só felicidade. Ele é especial, e tem uma influencia muito grande em nosso grupo - afirmou.

Treino recreativo do Flamengo é animado por torcedores

O Flamengo realiza na tarde deste sábado o último treino antes do clássico contra o vasco, no próximo domingo, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio.

O tradicional rachão é disputado em clima bastante animado e conta com as presenças de Adriano e Vágner Love, que voltarão a formar a dupla de ataque do Mengão.

A movimentação é acompanhada por cerca de 200 torcedores que fazem bastante barulho na Gávea. A alegria é embalada pela boa campanha tanto na Taça Rio quanto na Libertadores.

O destaque do coro de rubro-negros são as crianças de um núcleo da escolinha de Vila Valqueire, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os jovens puxam gritos de apoio especialmente para Adriano e Love, os mais assediados.

FOTO: Depois de problema intestinal, Vagner Love treina com o grupo

Rodrigo Benchimol/GLOBOESPORTE.COM

O atacante Vagner Love participou normalmente do treino do Flamengo, na tarde deste sábado, na Gávea. O jogador havia sido liberado da atividade da última sexta-feira por conta de problemas intestinais. Mas ele mostrou estar recuperado e disputou o animado rachão no mesmo time de Adriano, Pet e Maldonado. Apenas Fernando, que será desfalque por causa de uma lesão na coxa esquerda, e Denis Marques, que sentiu dores na coxa direita, não treinaram. O Fla enfrenta o vasco, à 19h30m (horário de Brasília) de domingo, no Maracanã, pela quata rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

A carona

[titinha.jpg]

Aprovado pela Nação, Fabricio agradece reconhecimento


"Como você avalia as primeiras partidas de Fabrício pelo time titular do Flamengo"? Esta era a pergunta da enquete do site oficial do clube na última semana. E a resposta foi mais do que positiva para o defensor rubro-negro.Dentre as três opções, a escolhida por grande maioria dos internautas foi "Ótimas. Sempre soube que ele tinha potencial para assumir a vaga", com 60% dos votos.

Já 38% dos torcedores afirmaram que as atuações do jogador foram "Boas, mas acho cedo para pensarmos que ele é titular absoluto". E apenas 2% ainda não estão totalmente convencidos, e responderam "Não me agradou. Ele ainda não está maduro". Comunicado pela equipe do site oficial do resultado da enquete, Fabrício ficou feliz com o reconhecimento e agradeceu aos torcedores.

"É bom ter esse reconhecimento, ainda mais para quem foi criado aqui, e agora está conseguindo uma sequência de jogos. Saber que estou agradando é muito bom, fico muito feliz e agradeço à torcida por estar ao meu lado", disse ele.

No próximo domingo, Fabrício está confirmado, mais uma vez, como titular da equipe rubro-negra. Com ele em campo, o time sofreu apenas dois gols nos últimos cinco jogos. Apesar disso, o técnico Andrade acredita que a defesa ainda pode melhorar.

"Conseguimos um equilíbrio, mas ainda podemos melhorar. Os jogadores têm consciência do que precisa ser corrigido, e vamos trabalhar em cima disso para não cometer erros em momentos decisivos", explicou.

O zagueiro rubro-negro espera, a cada partida, seguir provando ao treinador que pode ser titular do Flamengo.

"Estou trabalhando e tendo uma sequência, e saber que estou agradando é muito bom. É um combustível a mais para eu seguir trabalhando para manter essa média dos últimos jogos", concluiu.


Conmebol confirma inscrição de mais três atletas por clube antes das oitavas

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou neste sábado que os clubes poderão realizar três novas inscrições de jogadores na Taça Libertadores antes das oitavas de final. As inclusões precisarão ser feitas até 48 horas antes do jogo de ida.

Além das três novas incorporações permitidas pela Conmebol, os clubes já tinham direito a fazer três substituições na lista de 25 jogadores, de acordo com o regulamento do torneio. No caso brasileiro, os atletas precisam estar devidamente regulamentados na CBF.

O Brasil tem cinco representantes na competição: Flamengo, Internacional, Cruzeiro, São Paulo e Corinthians. Destes, os três primeiros chegaram a solicitar à entidade a inclusão de mais atletas.

Flamengo tem dúvida no meio para clássico contra o Vasco

O Flamengo tem apenas uma dúvida para definir o time que enfrenta o Vasco, neste domingo, no Maracanã, pela quarta rodada da Taça Rio, e ela não está no ataque.

Após Adriano treinar durante toda a semana para recuperar seu condicionamento físico, a volta do Império do Amor ao lado de Vágner Love no ataque rubro-negro está garantida.

O técnico Andrade, no entanto, ainda não definiu a formação do meio de campo do Flamengo: ele não disse se começará a partida com Vinícius Pacheco ou Petkovic na criação.

Na última quarta-feira, pela Libertadores, o Mengão venceu o Caracas (VEN), por 3 a 1, e os iniciaram o duelo juntos - porém, Pacheco formou a dupla de ataque com Love.

Morte dois dias antes do clássico deixa polícia alerta para Flamengo x vasco

Uma briga dois dias antes do clássico deste domingo, às 19h30m, no Maracanã, deixou a polícia em alerta para a partida entre Flamengo e vasco. Facções organizadas dos dois clubes se envolveram em um confronto que terminou com um morto e três feridos na madrugada desta sexta. A confusão aconteceu em São Gonçalo, no estado do Rio, e terminou com seis detidos.

Cerca de 100 torcedores participaram do confronto, que foi registrado na 74ª DP, em Alcântara. Anderson Ferreira Ribeiro, de 19 anos, torcedor do vasco, não resistiu a um tiro na coxa e morreu. O troco dos vascaínos veio quando alguns dos feridos eram levados ao Pronto Socorro de São Gonçalo. Próximo ao local, brigões reconheceram Diego Arantes de Lima, de 22 anos, como um dos rubro-negros envolvidos no primeiro confronto. Diego foi espancado e internado com ferimentos no rosto. O outro ferido, Alexander Santana Fortunato, de 34 anos, também foi atingido por um disparo, mas nega ser integrante de qualquer facção.

A polícia suspeita que o confronto tenha sido marcado pela internet, hipótese que está sendo investigada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática. O caso vem sendo comentado em comunidades de sites de relacionamento e existe o temor de vingança no domingo. Dentro do Maracanã, 200 policiais cuidarão da segurança. O efetivo da área externa ainda não foi definido.

A principal organizada do vasco será escoltada de São Januário até o Maracanã. Os torcedores do Mengão também serão escoltados por policiais e conduzidos por um trajeto beirando a linha do trem. Haverá reforço em Niterói e São Gonçalo.

Flamengo só deve chegar a Santiago no dia do jogo contra o Universidad de Chile

A delegação rubro-negra só chegará a Santiago no próprio dia do jogo contra o Universidad de Chile, quarta-feira, pela Libertadores. Dois motivos levaram a diretoria a tomar essa decisão. O principal foi a indisponibilidade de avião para ser fretado na terça-feira. Mas o fato de os terremotos estarem sendo constantes no país também pesou na decisão.

Inicialmente, a ideia era chegar a Santiago na terça-feira, para realizar o treino de reconhecimento no estádio Monumental, e voltar logo depois do jogo. Mas a solução será treinar na tarde de terça na Gávea e dormir em Porto Alegre. Somente na manhã de quarta-feira o time segue para a capital chilena, onde descansará no hotel durante algumas horas. Dessa forma, o desgaste da viagem acaba sendo menor.

Afinal, são cerca de três horas de voo entre o Rio de Janeiro e Santiago. Tempo bem maior do que a uma hora entre Porto Alegre e a capital chilena.

- O motivo principal é que não tinha aeronave para fretar na terça-feira. Só a partir de quarta. E daqui do Rio para lá é longe. Então vamos dormir em Porto Alegre para descansar. E a viagem de quarta-feira, por ser bem mais curta, não se torna tão desgastante. Isso sem falar que pode haver um pouco de tensão nos jogadores pelo fato de estar lá no Chile, que vem sofrendo com esses terremotos todos. Isso acaba dando uma maior tranquilidade também – explicou Bernardo Monteiro, assessor da presidente Patrícia Amorim.

Os voos rubro-negros (Porto Alegre-Santiago-Rio) devem ser abertos para os torcedores interessados, mas ainda não há uma confirmação de horários e valores. O retorno ao Brasil continua sendo logo após o jogo terminar. Flamengo e Universidad de Chile se enfrentam às 21h50m (horário de Brasília), da próxima quarta-feira.


sexta-feira, 12 de março de 2010

Flamengo vence o Pinheiros por 83 a 69 e chegou mais perto da liderança

Com a derrota do Brasília para o Minas, na abertura da rodada de sexta-feira do NBB, cresceram os olhos de Flamengo e Franca, que perseguem o líder na tabela de classificação. E os dois aproveitaram a chance. O Mengão foi a São Paulo e arrancou uma vitória na casa do Pinheiros, por 83 a 79, enquanto os francanos venceram o Londrina por 81 a 73.

Mesmo com a derrota, o Brasília se mantém na liderança, com 36 pontos. O Franca agora tem 35 e um jogo a mais que o Fla, terceiro colocado com 34. O Minas, com uma partida a mais que os cariocas, também tem 34.

Em São Paulo, o Flamengo conseguiu frear a boa fase do Pinheiros, que vinha numa boa sequência de vitórias. Marcelinho Machado, que tinha marcado 63 pontos na rodada anterior, contra o São José, fez “apenas” 29 nesta sexta. Wagner, com 17 pontos, e Duda, com 16, ajudaram o ala no ataque. Pelo lado dos paulistas, o cestinha foi o americano Shamell, com 22 pontos, seguido por Olivinha, com 19.



Desafio entre Oscar e Marcelinho

Ídolos rubro-negros disputaram quem mais acerta bolas de três pontos

Nesta sexta-feira, Marcelinho e Oscar voltaram a se encontrar no treino do Flamengo. Depois de ter entrevistado o ala do Flamengo, na última quinta-feira, o Mão Santa bateu bola com a equipe e, no final do treinamento, Marcelinho e ele fizeram um desafio. Os craques arremessaram da linha dos três pontos. Na primeira rodada, Oscar venceu o ala rubro-negro por 5 a 4 e, na segunda e última rodada, Marcelinho levou a melhor vencendo por 4 a 3. No final, os dois se abraçaram e disseram que estava tudo em casa.




Flamengo x vasco: mais de 20 mil ingressos já foram vendidos

Os torcedores se movimentam para garantir presença no clássico do próximo domingo, entre Flamengo e vasco, às 19h30m, no Maracanã. Até o fim da tarde desta sexta-feira, 20.189 ingressos já tinham sido comercializados. A partida, que será válida pela terceira rodada da Taça Rio, tem uma carga total de 67.707.

A comercialização dos bilhetes prossegue neste sábado, das 9h às 17h. Confira os pontos de venda:

Locais de venda

Bilheterias da Gávea
Bilheterias do Fluminense
Bilheterias de São Januário
Bilheterias do São Cristóvão
Av. Borges de Medeiros, 997 (somente para sócios do Flamengo)
Bilheterias do Tijuca Tênis Clube
Niterói - Rua São João 34 loja 114 (Loja da 2ª divisão Cruzmaltina)
HSBC Arena
Bilheterias 05 e 08 do Maracanã - exceto na quarta-feira (10)
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Preços dos ingressos

Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 40
Arquibancadas verdes ou amarelas meia: R$ 20
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 50
Arquibancadas brancas meia: R$ 25
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 150
Cadeiras Especiais meia: R$ 75
Cadeiras Comuns inteiras: R$ 30
Cadeiras Comuns meia: R$ 15

FOTO: Adriano recebe a visita de Patricia Poeta na Gávea

Rodrigo Benchimol/GLOBOESPORTE.COM

No mesmo dia em que concedeu entrevista coletiva, Adriano recebeu na Gávea uma visita ilustre. A jornalista Patricia Poeta, apresentadora do 'Fantástico', da Rede Globo, conversou com o Imperador na sede do Flamengo

Adriano se consulta com psicóloga, mas garante: 'Não perdi a alegria de jogar'

Entre sorrisos e "cobranças" à imprensa, Adriano concedeu, nesta sexta-feira, na Gávea, sua primeira entrevista coletiva desde a briga que teve com Joana Machado, sua noiva, na favela da Chatuba, na madrugada de sexta-feira da semana passada. Confirmado no time titular para o jogo contra o Vasco, domingo, às 19h30m, no Maracanã, o atacante negou alcoolismo ou uso de drogas, garantiu que o episódio está totalmente superado, e disse que pretende brilhar no clássico para "sair de cabeça erguida".

- Nunca usei drogas, nunca provei nada. Quando falam do Adriano aumentam demais. De repente é porque moro na favela, e aí associam - disse o jogador.

No período em que esteve ausente do clube, pessoas ligadas ao jogador afirmaram que ele voltara a falar em parar de jogar futebol, devido à tristeza depois da briga com Joana. Adriano afirmou que essa hipótese não foi cogitada. Mas disse que se consultou com uma psicóloga indicada pela presidente do Flamengo, Patrícia Amorim.

- Precisava desabafar com alguém. Sou uma pessoa muito fechada - disse o Imperador, que garante estar de bem com a vida.

- O que aconteceu, aconteceu. Acontece na vida privada de todo mundo. Quem nunca brigou com a mulher? Passou, estou feliz de estar treinando com o grupo. Não perdi a alegria de jogar. Infelizmente, aconteceu uma coisa na minha vida que se fosse com outra pessoa não repercutiria tanto. Isso me dá mais força.

Ausente na vitória por 4 a 0 sobre o Resende, assim como nos 3 a 1 sobre o Caracas, Adriano passou a semana tentando perder peso - chegou à seleção para o amistoso contra a Irlanda, no dia 2, pesando 106 quilos. Nesta sexta, o atacante participou apenas da primeira parte do coletivo. Ficou 35 minutos em campo e depois foi para a sala de musculação completar a preparação. Ele teme a falta de ritmo pelo tempo que ficou sem jogar, mas garante que a pausa foi benéfica em relação ao fôlego para o clássico. Segundo Adriano, seu peso atual é 101 quilos e ele jamais esteve oito quilos acima do ideal, que considera 99.


Confira os principais trechos da entrevista:

Nos últimos dias, seu nome esteve envolvido até com o uso de drogas. Gostaríamos que você esclarecesse se isso é verdade.

Nunca usei drogas, nunca provei nada. Quando falam do Adriano aumentam demais. De repente é porque moro na favela e aí associam. Mas lá tem coisas boas, pessoas boas, não vou sair de lá . Sempre fiz os exames e nunca fui acusado. Aí fico chateado porque as pessoas botam isso no jornal e tenho minha família. Ela se preocupa. Não tem nada ver. Meu filho vai à escola e vão dizer: “seu pai é drogado”. Antes de falarem, têm de saber o que aconteceu.

Você voltou a ter problemas com álcool? Ricardo Teixeira, presidente da CBF, disse que não tem problema beber uma cervejinha, mas tem em beber um engradado.

Qual jogador que não bebe cerveja? Quase todos bebem. É porque é o caso do Adriano. Eu tive um problema na época do São Paulo e todo mundo já associa. Se eu tivesse com esse problema de novo, não estaria aqui. Ele (Ricardo Teixeira) falou isso para eu tomar cuidado, não exagerar. E falou a coisa certa. Mas tem gente que toma 10 (cervejas) e fica bem, não fica embriagado. Tem gente que bebe um copinho e fica mal.

Mas quando a polêmica toda aconteceu, o vice de futebol, Marcos Braz, disse que você estava tendo os problemas públicos e notórios.

Ele (Marcos Braz) falou 45 minutos bem de mim e vocês (jornalistas) só colocaram esse final. Aceito todas as críticas. Se eu estiver errado, eu aceito. Mas tem de saber o que aconteceu. Falaram até que eu já estava morto. Isso é não ter noção. Como (eu teria morrido) se estava casa da minha mãe? Fiquei três dias na comunidade. Dizer isso é preconceito. Só pode. Saiu foto da casa da minha mãe em Búzios. Não quero que amanhã ou depois um cara que tenha raiva de mim faça algo desonesto por já saber onde é minha casa. Não precisa dizer quanto custa a casa. Eu abri mão de R$ 17 milhões para ficar aqui. Sabe o que é isso? Sou uma pessoa tranquila, muito humilde, vou na minha comunidade, brinco com o grupo...

Você é uma pessoa que parece se abalar com mais facilidade diante dos problemas. Isso realmente acontece?

Sou uma pessoa que me preocupo com a minha família. E se acontece algo com quem gosto, me abato muito mais rápido. Aconteceu esse episódio com a minha noiva, mas ela não estava errada. Não a agredi, nem ela a mim. Falaram até que eu a acorrentei. Ela queria o meu bem, mas não entendeu. Os jogadores estavam lá, como fazemos todas as quinta-feiras, queriam conhecer a minha comunidade, levei eles lá e ficamos umas duas horas e meia. Como eu não apareci em casa, ela foi lá e chegou lá nervosa, me empurrando, discutiu um pouco com o Bruno. Isso faz parte. Se a pessoa gosta de você, ela quer cuidar. Ela ficou com medo que eu não cheguei na hora que eu tinha determinado e acabou acontecendo isso (risos). Foi bom para eu aprender. Agora vou chegar no horário, se não....


Disseram que o Dunga teve uma conversa com você durante o período com a seleção brasileira para o amistoso com a Irlanda. Como foi essa conversa?

Ele conversou de uma maneira geral e com todo mundo. Claro que ele pergunta como cada um está, diz para se cuidar mais. Mas ele me conhece muito bem como jogador e sempre me passa confiança.

E como foi o encontro com o Jorginho no treino da última quinta-feira, na praia da Barra da Tijuca?

Eu nem sabia que ele estava na praia. Ele conversou, disse que não está dando bola para o que está saindo na imprensa, que sabe do que eu sou capaz e o que posso fazer dentro de campo. Depois ele apertou minha mão e falou “fique em paz”.

A presidente Patrícia Amorim disse, depois do episódio na Chatuba, que gostaria de conversar como você. Houve essa conversa?

Conversamos. Ela tem a preocupação de saber o que houve, até porque cada dia colocam uma coisa no jornal. O próprio Marcos Braz esteve comigo, disse que estava do meu lado, que o que houve era uma coisa ruim, mas que se aprende com a vida. Ela (Patrícia Amorim) me botou à disposição uma psicóloga. Não é psiquiatra. É bem diferente. Foi mais para eu desabafar. Eu precisava desabafar com alguém. Sou uma pessoa calada e fechada.

Você realmente pensou em parar de jogar nos últimos dias?

Não. Nós caímos para aprendermos a levantar. Estou muito mais maduro e isso (pensar em parar) não vai acontecer mais. Eu não estava feliz na Itália, queria voltar ao Brasil. Não pensei em parar, até porque seria uma decepção para mim, minha família, meus amigos, para muita gente.

Muitos jovens talentos estão surgindo recentemente como Wellington Silva, Phillippe Coutinho, Neymar. O que você poderia falar para eles? Que tipo de conselho pode dar para eles se prepararem para o crescente assédio?

Quando se tem um nome é difícil lidar com isso. Eles são muito novos, jovens, têm uma vida pela frente. Espero que eles possam manter a cabeça no lugar e que sejam jogadores exemplares, coisa que de repente alguns jogadores não são. Cada um tem a sua vida, sua maneira de viver. Até para não acontecer tudo isso que está acontecendo comigo.

Como você está agora?

Estou muito tranquilo. Tudo o que aconteceu me deixou mais feliz. Nem imaginava que tanta gente estava do meu lado. Foi bom para eu abrir meus olhos e ver que não tem só pessoas ruins que querem meu mal.

Mas todo mundo só conhece o Adriano dentro de campo. Fora dele, conhece pouco, até por você quase dar entrevistas.

Não venho mais dar coletivas para não ter atrito. Vou vir para desmentir? O que vai adiantar eu falar uma coisa para vocês escutarem os outros? Falaram que Adriano usa drogas, que vai ser pai, que é alcoólatra...

O que você está esperando desse jogo contra o Vasco? É um adversário bom para você mostrar que está bem?

É. Se eu for bem nessa partida, vai fazer bem para mim mesmo. Minha personalidade é forte. Vou fazer de tudo para fazer uma boa partida e sair de cabeça erguida.

Qual é o seu peso atual?

Falaram que eu estava com 106 quilos, mas estou com 101. Falam muito. Meu peso ideal é 99 quilos. Fiquei quatro dias parados e realmente engordei.

Hoje o Vagner Love tem dez gols no Carioca, o Dodô tem oito e você está com cinco. Ainda acredita que pode brigar pela artilharia?

Agora ficou complicado, mas vou tentar chegar lá. O trabalho da equipe vai prevalecer. Vou tentar fazer os gols para ajudar. Espero que possamos caminhar bem nesse campeonato e na Libertadores.

De olho na Libertadores, Andrade poupa Maldonado no clássico contra o vasco

Parado desde novembro do ano passado, quando sofreu uma cirurgia no joelho esquerdo, Maldonado vivia a expectativa de voltar ao time contra o vasco, domingo, às 19h30m, no Maracanã. Liberado pelos médicos e preparadores, o volante participou de 70 minutos do coletivo desta sexta-feira, na Gávea, mas Andrade decidiu poupá-lo para o confronto de quarta-feira, contra o Universidad de Chile, fora de casa, pela Libertadores.

- Ele não fica no banco por critério meu. Prefiro levá-lo para o Chile - disse o treinador, que tem apenas uma dúvida para o clássico: Petkovic ou Vinícius Pacheco no meio de campo.

- Um é experiente, tem grande visão de jogo. O outro é a juventude, dinâmica de jogo. É uma dúvida boa.

Pet voltou a ser titular na última quarta-feira, na vitória por 3 a 1 sobre o Caracas. Na ocasião, porém, Adriano estava ausente, e Vinícius foi adiantado para o ataque.

A escalação do Flamengo para o clássico é: Bruno, Léo Moura, Álvaro, Fabrício e Juan; Toró, Willians, Kleberson e Vinícius Pacheco (Petkovic); Vagner Love e Adriano.

Adriano: 'Não perdi a alegria de jogar'

Adriano concedeu nesta sexta-feira, na Gávea, sua primeira entrevista coletiva desde a briga que teve com Joana Machado, sua noiva, na favela da Chatuba, quinta-feira da semana passada. Confirmado no time titular para o jogo contra o vasco, domingo, às 19h30m, no Maracanã, o atacante garante que o episódio está totalmente superado.

No período em que esteve ausente, pessoas ligadas ao jogador afirmaram que ele voltara a falar em parar de jogar futebol, devido à tristeza depois da briga com Joana. Adriano garante que esta hipótese não foi cogitada.

- O que aconteceu, aconteceu. Acontece na vida privada de todo mundo. Quem nunca brigou com a mulher? Passou, estou feliz de estar treinando com o grupo. Não perdi a alegria de jogar. Infelizmente, aconteceu uma coisa na minha vida que se fosse com outra pessoa não repercutiria tanto. Isso me dá mais força - disse o jogador, que entrou na sala de imprensa bem-humorado, depois de cumprimentar a presidente Patrícia Amorim, que acompanhou o treino na Gávea.

Ausente na vitória por 4 a 0 sobre o Resende, assim como no 3 a 1 sobre o Caracas, Adriano passou a semana tentando perder peso - chegou à seleção para o amistoso contra a Irlanda, no dia 2, pesando 106 quilos. Nesta sexta, o atacante participou apenas da primeira parte do coletivo. Ficou 35 minutos em campo e depois foi para a sala de musculação completar a preparação. Ele teme a falta de ritmo pelo tempo que ficou sem jogar, mas garante que a pausa foi benéfica em relação ao fôlego para o clássico.

- Estou bem. Foram quatro dias que fiquei parado. Jogador perde um pouco de ritmo, mas fisicamente não perde muito. Fiz esse trabalho para ganhar aqueles quatro dias que perdi. Foi um trabalho bom - disse, referindo-se aos dias que ficou sem ir ao clube depois da volta de Londres, onde o Brasil venceu a Irlanda por 2 a 0.

No retorno ao Rio, Adriano não participou do treino de quinta-feira da semana passada, dia em que foi ao baile funk da Chatuba acompanhado de Álvaro, Vagner Love e Bruno, entre outros. O jogador só voltou ao trabalho na última segunda, depois de passar o fim de semana em Búzios.


Love é liberado por causa de infecção intestinal, mas enfrenta o vasco

Vagner Love não treinou nesta sexta-feira, na Gávea. O atacante foi liberado pelo departamento médico por conta de uma infecção intestinal, mas enfrentará o vasco, domingo, às 19h30m, no Maracanã. As principais atrações do coletivo comandado por Andrade foram Adriano e Maldonado.

Os jogadores que enfrentaram o Caracas, na última quarta-feira, na Venezuela, pela Libertadores, foram poupados desta atividade. Eles realizaram apenas um treino físico, correndo em volta do campo.

O time que foi a campo nesta sexta-feira foi formado por: Marcelo Lomba, Everton Silva, David, Ronaldo Angelim e Rodrigo Alvim; Maldonado, Willians, Fierro e Ramon; Adriano e Bruno Mezenga.

O volante Fernando, com uma lesão na coxa esquerda, não foi a campo. Ficou fazendo tratamento e está vetado para enfrentar o vasco, time defendido por seu irmão, Carlos Alberto.



Facção organizada do Flamengo apoia Adriano

Os comentários sobre o problema do atacante Adriano com o álcool tornaram-se cada vez mais frequentes devido as polêmicas em que o Imperador se envolveu nos últimos tempos. Ciente do caso, o Flamengo trabalha para ajudar o jogador em sua recuperação, mas, em contrapartida, os torcedores manifestam seu apoio ao atacante em sites de relacionamento e a facção organizada, Fla Manguaça, foi além ao divulgar uma carta de apoio ao jogador contrariando tudo o que vem sendo dito sobre o problema do atacante com a bebida alcoólica.

Confira a íntegra da carta:


ADRIANO, IMPERADOR DOS NOSSOS SONHOS


Atribui-se ao maestro Tom Jobim a autoria da frase de que no Brasil o sucesso é interpretado como uma ofensa pessoal, já que a procura de imperfeições e vacilos dos nossos heróis é o esporte nacional praticado com mais afinco pelos chatos de plantão.

A Nação Rubro-Negra, a porção mais feliz que habita essas terras, tem imenso orgulho de ser governada por um Imperador generoso e atento às agruras de seus súditos, que esperaram tantos anos para poderem triunfar novamente. Adriano devolveu a todos nós a autoestima inflacionada que todo flamenguista tem tatuada na alma. É natural que os frustrados de sempre vistam suas fantasias de mexeriqueiros e façam da fofoca o refúgio de suas respectivas invejas.

O torcedor rubro-negro, ao revés, faz da crença em seu Imperador, o guerreiro que nos devolveu o direito de sonhar com a reconquista do planeta, a inspiração para apoiar e empurrar nosso exército a mais uma vitória, e depois a mais outra, e depois outra ainda mais, até que todos os nossos rivais tombem e estejam devidamente recolhidos às suas minúsculas insignificâncias.

À FLA MANGUAÇA, torcida que há 15 anos frequenta os estádios divulgando sua mensagem de paz e alegria, lembrando a todos que futebol é ainda melhor quando celebrado com cerveja, incomoda ainda mais toda essa hipocrisia, falso moralismo, conselhos abjetos e histeria coletiva contra o consumo de álcool. Imperador, não se iluda: essas candinhas, se pudessem, censuravam a alegria, proibiam a felicidade, acorrentavam o prazer e passavam a entoar seus sermões moralizadores como a panacéia para todos os males.

Imperador, fique tranquilo. Da arquibancada jamais lhe faltará incentivo, compreensão e confiança. Nosso apoio a você é incondicional, irrestrito. Só não é maior do que a nossa gratidão por tudo que você já nos deu.

Queda-de-braço no Conselho Fiscal do Fla. Entenda!




Num clima de guerra política, no próximo dia 22, haverá eleição para o Conselho Fiscal do Flamengo. O vice de Finanças da gestão Marcio Braga, Sebastião Pedrazzi, concorre à presidência. O opositor Leonardo Ribeiro tenta se reeleger. Seu grupo tenta impugnar Pedrazzi afirmando que ele não pode ser o juiz de suas próprias contas.




Exclusivo: Glenda e Dr. Luís Fernando Correia falam sobre problema de Adriano com o álcool

Flamengo negocia mais um patrocínio para o basquete




O Flamengo tentar selar, em no máximo uma semana, mais um patrocínio para o basquete (o principal é a BMG). O diretor de marketing, Harrison Baptista, está pedindo R$ 1,2 milhão/ano para ceder a barra traseira da camiseta e a frente do calção. A negociação faz parte do plano de promoção dos esportes olímpicos do clube.



Briga de torcidas deixa um morto e três feridos do '' vasco''

A briga entre a torcida do Mengão e vascaínos que resultou na morte de um torcedor ainda não identificado, na noite desta quinta-feira, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, deixou o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) em alerta para o clássico de domingo entre Flamengo e vasco , no Maracanã.

Segundo o comandante do Gepe, tenente-coronel, Luiz Octávio, as investigações estão em andamento e apontam para um suposto integrante de uma facção rubro-negra como o responsável pelo assassinato.

- Ao que parece, o torcedor morto foi baleado por algum integrante de uma facção organizada do Flamengo, e os feridos também são da facção vascaína Força Jovem. A investigação está sendo tratada pelas placas de automóveis para chegarmos ao responsável pelo disparo. Se o acusado for confirmado como integrante de uma facção do Flamengo, a mesma será punida e impedida de entrar no Maracanã com faixas, bandeiras e instrumentos, além deste cidadão responder por seus atos - disse o comandante ao LANCENET!

O ocorrido em uma dia no qual as duas equipes sequer estavam em campo alertou ao tenente-coronel, que já se reuniu com torcedores vascaínos e tem um encontro agendado para esta sexta-feira com as principais facções de Flamengo e vasco.

- Tive uma reunião com integrantes da força jovem, na quinta-feira, e acertei com eles o local de encontro e escolta para o clássico de domingo. Nesta sexta, tenho uma reunião agendada com eles, além da Raça Rubro-Negra e Torcida Jovem do Flamengo para definir o horário de saída de cada uma e encontro para as escoltas ao Maracanã - revelou.

Os vascaínos partirão de São Januário, local do ponto de encontro, enquanto os rubro-negros devem ser escoltados por um trajeto beirando a linha do trem. As regiões de São Gonçalo, Niterói e Itaboraí não serão esquecidas pela PM, que planeja forte efetivo para as áreas.

Dentro do Maracanã, 200 policiais cuidarão da segurança dos torcedores. O efetivo externo ainda será definido.

Apenas Pirilo supera o início avassalador de Vagner Love no Flamengo

Ao contrário de Romário, Vagner Love não teve recepção de gala, com desfile em caminhão do Corpo de Bombeiros pelas ruas do Rio de Janeiro. Tampouco mereceu uma estreia no Flamengo com o Maracanã lotado, como aconteceu com a volta de Adriano em 2009.

O artilheiro do amor conquistou o respeito e a admiração da torcida com o que dele se esperava: gols. Desde o primeiro jogo contra o Bangu, em um Engenhão quase vazio, o centroavante mostrou eficiência e fez dois. A forma letal com que encara a área adversária prosseguiu. Ele deixou sua marca em oito dos dez jogos que entrou e participou. No total, são 12 gols (dez no Estadual e dois na Libertadores). Marca que o deixa atrás apenas de Pirilo no ranking de atacantes com o melhor desempenho na primeira dezena de partidas.

- Espero que não pare. Até porque sei que esses gols ajudam o Flamengo – disse Love.

Recordista de gols em uma edição de Campeonato Estadual, Pirilo é o quarto maior artilheiro da história do clube ao lado de Romário (204 gols) e atrás de Zico (509), Dida (264) e Henrique (216). Love ainda está bem longe dos números deles e há um agravante para atrapalhar uma trajetória semelhante.

O contrato dele termina em julho e o CSKA o espera de braços abertos. Enquanto brilha no breve período na Gávea, o atacante mira os títulos para deixar o nome na história do clube.

- Meu objetivo é ser campeão, mas se vier a artilharia junto, ficarei muito feliz – afirmou Vagner Love.

Neste domingo, o atacante está confirmado no clássico contra o vasco, pela quarta rodada da Taça Rio. A partida começa às 19h30m (de Brasília).


Gols dos atacantes do Flamengo nos primeiros dez jogos*:

Jogador Gols
Pirilo 14
Vagner Love 12
Benitez 10
Nilson 10
Charles Baiano 10
Marciano 9
Romário 9
Luizão 7
Edmundo 6
Fernando Baiano 6
Dadá Maravilha 5
Dimba 5
Doval 5
Edilson 5
Henrique 5
Gaúcho 5
Souza 5
Renato Gaúcho 4
Adriano 4 (sete quando voltou)
Nunes 4
Leônidas 4
Dida 4
Sávio 4
Bebeto 3
Emerson Sheik 3
Jarbas 2
Obina 2
Zico 1
Zizinho 1

Fernando desfalca o Mengão contra o vasco. Maldonado é liberado para jogar

O jogo entre Flamengo e vasco, domingo, ás 19h30m, no Maracanã, não terá o duelo entre os irmãos Fernando e Carlos Alberto. O volante rubro-negro foi submetido a um exame de imagem que apontou uma lesão de grau um em sua coxa esquerda. Em compensação, Maldonado está liberado para o clássico.

O problema de Fernando foi sentido no começo do segundo tempo do jogo contra o Caracas, na última quarta-feira, na Venezuela, pela Libertadores. Ele teve de ser substituído por Rodrigo Alvim e chegou mancando ao Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira. No começo da noite, ele fez o exame que apontou a lesão. Ainda não há prazo de recuperação estipulado, mas é difícil até mesmo que ele enfrente o Universidad de Chile, na próxima quarta-feira, em Santiago.

- Vamos tratar essa semana para ver como ele vai se recuperar. Nesta sexta-feira, nós vamos reavaliá-lo e montar uma programação de tratamento – explicou Marcio Tanure, médico do Flamengo, sem dar previsões.

Andrade, no entanto, não tem do que reclamar. Desde o início da temporada ele aguarda o retorno de Maldonado, operado em novembro de 2009. O treinador decidirá nesta sexta se coloca o jogador no time titular ou no banco.

- Maldonado teve uma recuperação muito boa e está liberado para treinar com o grupo. Se ele irá jogar ou não é uma decisão da comissão técnica - disse José Luiz Runco, médico do Flamengo e da Seleção Brasileira.

Outro jogador que depende de avaliação médica é Álvaro. O zagueiro voltou a sentir as dores no joelho esquerdo que o incomodam há algum tempo. Ele será reavaliado nesta sexta-feira, mas não deve ser dúvida para enfrentar o vasco.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Love escancara a porta para o retorno de Adriano: ‘Saudade do Império do Amor’

Vagner Love se comportou muito bem sem Adriano no ataque do Flamengo. Nos últimos quatro jogos, o atacante marcou seis vezes e chegou a 12 gols em dez partidas pelo clube. Um número expressivo. Só que chegou a hora de o Império do Amor voltar à ativa.

Realizando trabalho físico à parte durante esta semana, o atacante será titular no clássico de domingo contra o vasco, no Maracanã. A partida começa às 19h30m (de Brasília).

- Estou com saudade do meu parceiro de ataque, saudade do Império do Amor. Domingo ele estará com a gente e vai mostrar quem ele é – disse Love.

Os dois participaram de seis partidas neste ano: quatro vitórias, um empate e uma derrota. Cada integrante do Império do Amor fez seis gols nestes duelos. A última vez que atuaram juntos foi na estreia da Taça Libertadores contra o Universidad Católica, dia 24 de fevereiro.

Destaque da heroica vitória por 3 a 1 sobre o Caracas, com dois gols, o atacante ganhou elogios de Andrade novamente pela disposição para ajudar a equipe defensivamente após a expulsão de Toró, no início do segundo tempo.


Flamengo x vasco: quase 14 mil ingressos já foram vendidos

Dos 67.707 ingressos colocados à venda para o jogo entre Flamengo e vasco, que acontecerá às 19h30m do próximo domingo, 13.824 já estão nas mãos dos torcedores. A partida será válida pela quarta rodada da Taça Rio do Campeonato Carioca e será disputada no Maracanã.

A comercialização dos bilhetes prossegue nesta sexta, das 9h às 17h.

Confira os pontos de venda:

Bilheterias da Gávea
Bilheterias do Fluminense
Bilheterias de São Januário
Bilheterias do São Cristóvão
Av. Borges de Medeiros, 997 (somente para sócios do Flamengo)
Bilheterias do Tijuca Tênis Clube
Niterói - Rua São João 34 loja 114 (Loja Mulambada Cruzmaltina)
HSBC Arena
Bilheterias 05 e 08 do Maracanã - exceto na quarta-feira (10)
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Preços dos ingressos

Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 40,00
Arquibancadas verdes ou amarelas meia: R$ 20,00
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 50,00
Arquibancadas brancas meia: R$ 25,00
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 150,00
Cadeiras Especiais meia: R$ 75,00
Cadeiras Comuns inteiras: R$ 30,00
Cadeiras Comuns meia: R$ 15,00

Zico defende Adriano: 'Ele é um cara do bem. Tomara que se resolva'

Na tarde desta quinta-feira, Zico serviu de “guia” do Maracanã em uma visita dos tenistas que disputarão o Rio Champions, neste fim de semana, evento que contará com a presença de nomes como Marat Safin e Mark Philippoussis. Durante o passeio, no entanto, não havia como o Galinho falar apenas de tênis. O maior ídolo da história rubro-negra comentou a fase de Adriano, que passou a semana afastado do time devido a uma briga com Joana Machado, sua noiva.

Zico acredita que Adriano irá superar o episódio.

- Quero que ele faça gol, é isso que me interessa. Ele é um cara do bem. Tomara que se resolva. Queremos ele bem, porque sabemos o quanto é importante para o Flamengo. Que ele possa ficar feliz com ele mesmo e se resolva.

O Galinho, no entanto, não quis comentar se o Imperador deve ou não ir à Copa do Mundo.

- Não sei. Isso já não é comigo.

Adriano comemora mais uma vitória na Libertadores: ‘Vibrei o tempo inteiro’

Depois de aproximadamente 50 minutos de treino físico na tarde desta quinta-feira, na Gávea, Adriano disse que acompanhou pela TV todo o jogo do Flamengo contra o Caracas, na última quarta-feira, na Venezuela. O Imperador comentou, via assessoria de imprensa, que ficou satisfeito com o resultado que garantiu ao time a liderança do Grupo 8 da Libertadores, com seis pontos.

O atacante não enfrentou o Caracas justamente para aprimorar a parte física ao longo desta semana. A partir desta sexta-feira, ele já volta a treinar com o restante do grupo para enfrentar o Vasco, domingo, no Maracanã.

- Assisti ao jogo em casa. Fiquei muito feliz com a vitória e vibrei o tempo inteiro com o time – disse Adriano.

A delegação rubro-negra que viajou para a Venezuela se reapresenta nesta sexta-feira. O treino está marcado para às 15h30m (horário de Brasília).

Vagner Love se orgulha de ser multifunção: 'Tenho que dar exemplo'

Vagner Love foi considerado o destaque do Flamengo na vitória por 3 a 1 sobre o Caracas, na última quarta-feira, pela Taça Libertadores. Não somente pelos dois gols marcados, mas principalmente pela atuação sem a bola nos pés. O desempenho do jogador no auxílio à marcação e o fôlego demonstrado durante os 90 minutos mereceram elogios. Mas para ele, não se tratou de um sacrifício.

Desde que chegou ao Flamengo, seu clube de coração, Vagner Love prometeu fazer o máximo para que a realização de um sonho combinasse com sucesso profissional. Para o atacante, o bom desempenho nas últimas partidas vem da motivação em servir como uma das referências do grupo e colocar em prática o verdadeiro significado da expressão “segunda pele” como sinônimo de amor à camisa.

- Tenho que dar exemplo mesmo. A torcida gosta quando vê um atacante buscando o jogo atrás, ajudando e marcando gols. Desde novo tenho essa característica de jogar com e sem a bola. O futebol de hoje é muito dinâmico, e é preciso ajudar os companheiros. Quando cheguei, disse que daria minha vida pelo Flamengo, e enquanto tiver saúde vou dar meu máximo - disse.

Após a vitória na Venezuela, Andrade não se mostrou surpreso com o comportamento de Vagner Love no que diz respeito ao que vai além dos gols. No entanto, isso não impediu que o treinador se derretesse em elogios ao atacante que, na ausência de Adriano, tornou-se a referência da equipe:

- Ele vive um grande momento. É um jogador de grupo e que gosta de ajudar. Eu, por exemplo, não peço que volte para marcar. O Flamengo acertou em cheio na contratação do Vagner.

Willians motivado para o clássico

Um clássico entre Flamengo e vasco é sempre uma oportunidade de fazer história. Para os jogadores de ambos os lados, é o momento de dar aquele algo a mais para ganhar moral com a torcida e ajudar sua equipe a sair vitoriosa. O volante Willians é um que está mais do que motivado para o duelo contra os cruzmaltinos, domingo, às 19h30, no Maracanã.

Expulso na estreia da Copa Libertadores, contra o Universidad Católica, Willians foi suspenso e ficou de fora do segundo jogo do Rubro-Negro na competição, na quarta-feira (10.03). Enquanto os companheiros viajaram para a Venezuela e enfrentaram o Caracas, o camisa 8 seguiu na Gávea, treinando forte para o Clássico dos Milhões.

"É sempre bom trabalhar forte. Não fui para o jogo, então tenho que fazer o meu trabalho aqui para estar bem no domingo. Fiquei um tempo parado, machucado, estou suspenso hoje, então é sempre bom ter uma oportunidade de jogar para não perder ritmo", disse.

Recuperado de uma lesão que o afastou de todo o primeiro turno do Estadual, o jogador agrade ao departamento médico e promete provar, em campo, que pode ser, nesta temporada, o mesmo Willians que foi o maior ladrão de bolas do Campeonato Brasileiro de 2009.

"Estou tranqüilo. A comissão técnica está me tratando bem, os médicos foram muito atenciosos, como sempre, e o objetivo é esse: ir bem contra o Vasco. É uma motivação muito grande disputar um clássico contra o vasco e vou fazer o meu melhor para me sair bem", completou.

Desde que chegou à Gávea, Willians já disputou 62 jogos pelo Flamengo, sendo 59 deles como titular. O volante marcou três gols, deu quatro assistências, levou 24 cartões amarelos e foi expulso quatro vezes.


Flamengo confirma partida contra Universidad de Chile para Santiago

O Flamengo confirmou na manhã desta quinta-feira que a partida contra o Universidad de Chile, na próxima quarta, será realizada no estádio Monumental, em Santiago. Havia a possibilidade de o time chileno agendar a partida, válida pela terceira rodada da Taça Libertadores, para a cidade de Coquimbo, no norte do país e distante cerca de 500km da capital.

Esta opção não encontrou receptividade na diretoria rubro-negra por causa da complicada logística de viagem. Inicialmente, o duelo aconteceria no estádio de Sausalito, em Viña Del Mar. Entretanto, o forte terremoto que castigou o Chile no fim de fevereiro interditou o local.

Assim como fez na viagem a Caracas, o Flamengo planeja fretar um avião para facilitar o deslocamento. Há a remota possibilidade de a delegação chegar a Santiago no dia do jogo e retornar tão logo a partida acabe. A medida seria tomada para evitar que os jogadores se assustem com os pequenos tremores de terra que ainda ocorrem na cidade.

O Mengão lidera o Grupo 8 da Libertadores, com seis pontos em dois jogos. A equipe desembarcou no Rio nesta quinta e agora prepara-se para o clássico contra o vasco, domingo, no Maracanã.


Patrícia Amorim recepciona jogadores do Flamengo na chegada ao Rio de Janeiro

A vitória por 3 a 1 sobre o Caracas, fora de casa, teve o devido reconhecimento da presidente do Flamengo, Patrícia Amorim. Na manhã desta quinta-feira, a dirigente foi ao aeroporto Tom Jobim recepcionar a delegação no retorno da Venezuela, após o segundo triunfo em duas rodadas na Taça Libertadores.

Ela cumprimentou os jogadores, o técnico Andrade, o vice-presidente de futebol Marcos Braz e exaltou a superação da equipe, que fez dois dos três gols quando estava com um jogador a menos (Toró foi expulso). Porém, deixou claro que o clássico contra o vasco, domingo, virou prioridade.

- O time conseguiu um resultado muito importante, em outro país. Mas minha presença aqui significa que não vamos relaxar. Tivemos um avião fretado justamente para diminuir o cansaço dos jogadores – disse Patrícia.

Mesmo cansados por causa das 6h de voo, os jogadores não dispensaram as compras no free shop. Eles foram liberados e se apresentam nesta sexta à tarde visando ao clássico pela quarta rodada da Taça Rio. De volta à equipe titular após 40 dias de afastamento, Petkovic gostou da atuação dele:

- Fui bem, todo o grupo foi bem.

Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM

Presidente Patrícia Amorim cumprimenta o zagueiro Álvaro no desembarque do Flamengo

Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM

Atacante Vagner Love tira foto com torcedores

Adriano faz treino físico na praia na manhã desta quinta e encontra Jorginho

Adriano segue o trabalho especial para recuperar a melhor forma física. O atacante fez, na manhã desta quinta-feira, um trabalho na praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A movimentação na areia durou cerca de 45 minutos e o Imperador ainda encontrou, por acaso, o auxiliar técnico da seleção brasileira, Jorginho. Ele caminhava na areia quando reparou a presença do jogador rubro-negro. Os dois conversaram rapidamente de forma descontraída, e logo depois, Adriano voltou à atividade.

O jogador deixou a praia da Barra por volta das 10h15m. Falou rapidamente com alguns fãs que pediram autógrafos e não quis papo com a imprensa. Adriano entrou no carro, que estava estacionado em um posto de gasolina, e saiu com a música bem alta.

Adriano se reapresentou ao Flamengo na semana passada após defender a seleção brasileira no amistoso contra a Irlanda, em Londres, na Inglaterra, oito quilos acima do peso. Por isso, o atacante foi afastado pela comissão técnica para fazer um trabalho especial. Além disso, o Imperador se envolveu em uma confusão com a namorada Joana na madrugada de sexta-feira quando estava em um bar na favela da Chatuba, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Divulgação/TeT Comunicação

Adriano trabalha na areia da Praia da Barra