Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 8 de maio de 2010

Novo Basquete Brasil: Flamengo vence mais uma na HSBC Arena

Os Irmãos Machado brilharam e o Flamengo conseguiu mais uma vitória sobre o Franca, na noite deste sábado, na HSBC Arena. Com 23 pontos de Marcelinho e 17 de Duda, o Mengão fez o dever de casa, bateu o rival por 80 a 73 e assumiu a frente na série semifinal melhor de cinco jogos.

O time agora vai para São Paulo com vantagem de 2 a 1, e se vencer o jogo na casa do adversário, terça-feira, garante vaga em mais uma final do Novo Basquete Brasil.





Petkovic está liberado no Flamengo; time só será confirmado no Maracanã

O treinamento deste sábado, no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, foi importante para Petkovic. O sérvio, que tinha torcido o tornozelo direito na sexta-feira, está liberado para enfrentar o São Paulo, no domingo, às 16h, no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. A tendência é de que o jogador seja titular.

Em relação ao time, o técnico Rogério Lourenço resolveu fazer “mistério” e só vai divulgar a escalação no Maracanã. Porém, a tendência é de que o lateral-direito Leonardo Moura, os volantes Willians e Maldonado e o atacante Vagner Love sejam poupados.

O objetivo é dar uma segurada nos jogadores mais desgastados, pois na quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, o Flamengo pega o Universidade do Chile, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América.

Sendo assim, o Flamengo pode enfrentar o São Paulo com a seguinte formação: Bruno; Everton Silva, David, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Toró, Kleberson, Fierro e Petkovic; Adriano.

“Tive tranquilidade e confiança, apoio da família, dos amigos que torceram por mim e isso é coisa do futebol. Me agarrei nesta alegria e sabia que o jogo de quarta-feira passada (com o Corinthians) era importante e que eu precisava estar bem. Entrei, ajudei o time e agora é uma nova competição. Treinei forte, me preparei e espero que esse início seja muito bom para mim e para o Flamengo”, afirmou Kleberson.

A partida, mesmo sendo apenas a primeira rodada do Campeonato Brasileiro, será importante para o volante e também Adriano. Isso porque, este será o último jogo antes da convocação do técnico Dunga, na terça-feira, para a Copa do Mundo da África do Sul.


Rogério Lourenço é efetivado no Flamengo

Às vésperas da estreia do Flamengo no Campeonato Brasileiro, a presidente do clube, Patrícia Amorim, confirmou neste sábado a efetivação do técnico Rogério Lourenço no comando técnico do clube.

- Rogério Lourenço vai ser o técnico do Flamengo. Vai ser efetivado. Só falta resolver os problemas financeiros e assinar o contrato - explicou a mandatária rubro-negra.

Ao avançar para as quartas de final da Copa Libertadores, Rogério Lourenço mostrou personalidade nos dois jogos à frente do clube e agradou a cúpula de futebol do Fla. Amorim espera que o novo treinador faça muito sucesso na Gávea.

- É minha vontade e acredito que seja dele também. Não sei por quanto tempo, pois nessa vida somos todos interinos. Quero que ele fique por muito tempo - garantiu.

Com o time misto, o Flamengo enfrenta o São Paulo neste domingo, às 16h, no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.



Na véspera da estreia no Brasileirão, Fla treina ao som de funk

Treino descontraído, animado e com direito a trilha sonora no Flamengo na véspera da estreia no Campeonato Brasileiro, domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, contra o São Paulo. Neste sábado, enquanto os jogadores participavam de um rachão seguido de trabalho de finalização, uma casa de eventos ao lado do Ninho do Urubu tocava sem parar e em alto e bom som músicas de funk.

A ausência na atividade foi Petkovic. O sérvio, que torceu o tornozelo direito no treino de sexta-feira, fez trabalhos físicos específicos, mas está liberado para encarar o Tricolor paulista. Não se sabe, no entanto, se será titular. Disputa a vaga com Michael ao lado de Adriano no ataque.

A presidente Patrícia Amorim compareceu ao treinamento e conversou por um longo período com o treinador Rogério Lourenço, agora efetivado. O Flamengo deve poupar apenas quatro jogadores no confronto com o São Paulo: Léo Moura, Willians, Maldonado e Vagner Love.


O ano de Kleberson e do Flamengo



O ano de 2010 começou cercado de expectativa para a torcida rubro-negra. Afinal, o time da Gávea entrava na temporada com o título de campeão brasileiro e preparado para disputar sua décima Copa Libertadores da América. Buscando repetir o feito da geração de Zico e companhia, em 1981, os jogadores rubro-negros sabem que esta competição é a prioridade do clube e da torcida e também sonham em fazer história conquistando o segundo título da Libertadores da história do Flamengo.

Para alguns atletas rubro-negros, a temporada é especial também em suas seleções nacionais. É o caso de Kleberson. Figurinha carimbada nas convocações de Dunga para a seleção brasileira nos amistosos e jogos válidos pelas Eliminatórias nos últimos anos, o jogador vive a expectativa de ir para a Copa do Mundo da África do Sul.

"Esse ano é um ano importante demais para o Flamengo e para o Kleberson. Um ano de Copa do Mundo, um ano em que estou tentado fazer história no clube com a Libertadores... Claro que quando saí do time fiquei triste por não poder ajudar o time, mas fiquei tranqüilo e tenho certeza de que esse ano ainda vai ser muito bom tanto para o clube quanto para mim", afirmou o camisa 15.

No que depender da torcida que vem de casa, Kleberson irá mesmo brilhar neste ano. Seu filho, Klebinho, de seis anos, ficou no colo do papai orgulhoso durante toda a entrevista coletiva após o treino deste sábado e apostou na convocação para a Copa.

"Acho que ele vai sim", disse o menino de ouro de Kleberson, que espera repetir a boa atuação da última quarta neste domingo, contra o São Paulo.

"Mantive a tranqüilidade e agora chegou a oportunidade certa. Foi um ano muito bom para nós dois e espero começar bem o Brasileiro, me firmar nessa reta final da Libertadores e ir bem para conseguir mostrar que tenho condições", completou.


Álvaro só deve ter condições de jogo contra o Vitória

Fora do time do Flamengo desde a partida contra o Universidad Católica, dia 14 de abril, o zagueiro Álvaro ainda não está totalmente recuperado da lesão na paturrilha direita. Ele está fora da estreia do clube no Campeonato Brasileiro.

- Acho que só volto no sábado. Ainda vou conversar com o departamento médico para ver, ainda está complicado - reconhece o defensor rubro-negro, que deve voltar somente no próximo sábado, contra o Vitória, pela segunda rodada do Brasileiro.

Desde então, a vaga no setor direito da defesa do Rubro-Negro foi ocupada por David. Portanto, quando voltar terá de brigar pela posição.

Com contrato até o dia 30 de junho, Álvaro pode não renovar com o clube até o fim da temporada. Parte da cúpula de futebol anda insatisfeito com seus rendimentos nas últimas partidas.

Atual campeão brasileiro, o Flamengo encara o São Paulo neste domingo, às 16h, no Maracanã, pela primeira rodada do Brasileirão 2010.

Fierro empolgado com nova oportunidade

A Copa do Mundo está chegando e Fierro está cada vez mais próximo de embarcar do Rio de Janeiro para a África do Sul. Antes disso, no entanto, o camisa número 16 do Flamengo terá compromissos importantes com o Rubro-Negro. No domingo, o jogador tem grandes chances de ser titular na partida de estreia do Fla no Campeonato Brasileiro de 2010, contra o São Paulo.

Depois disso, o meia voltará ao seu país natal, o Chile, no meio de semana, para enfrentar o Universidad de Chile em Santiago. Cada vez mais empolgado com a possibilidade de defender a seleção de seu país na Copa do Mundo da África do Sul, Fierro agradece o apoio dos companheiros de Flamengo nesta missão, analisa o novo confronto com "La U" e também o palco da partida de volta das quartas de final da Libertadores.

Confira a entrevista exclusiva ao site oficial do Flamengo:

Convocação - Estou tranquilo. Na terça-feira o Chile já vai anunciar os convocados e acho que já fiz a minha parte. Não estou ansioso, mas domingo espero jogar bem, espero que todos no Chile estejam assistindo e que eu mostre meu trabalho para todos terem certeza de que posso ajudar na Copa.

Apoio do grupo - É muito legal ter esse apoio do grupo. Todos estão preocupados e empenhados em ajudar tanto a mim quanto ao Maldonado, na Seleção Chilena, e também o Kleberson e o Adriano, no Brasil. Todos sabem o quanto a Copa do Mundo é importante para nós e também acho que é bom para o clube.

Flamengo x São Paulo – É claro que é uma boa oportunidade para mim. Cada jogo aqui no Flamengo é importante e uma partida contra o São Paulo é sempre complicada. Este jogo é fundamental para nós no campeonato. É sempre bom começar vencendo.

Flamengo x "La U" - É um confronto difícil. Vamos enfrentar um time que faz jogo duro, tem boa técnica, também tem muitos jogadores na seleção e sabemos que vai ser complicado passar por eles. O primeiro jogo, no Maracanã, é fundamental. Precisamos fazer uma boa vantagem aqui no Rio.

O time chileno - Eles são um time rápido, que tem jogadores que correm muito no meio, e vão querer fazer um gol fora de casa. Temos que saber disso e jogar com inteligência, porque jogar em Santiago vai ser ainda mais complicado. Já enfrentamos o time deles lá, sofremos muita pressão e sabemos que vai ser difícil voltar de lá com a vaga.

Estádio Santa Laura - É um estádio pequeno, a torcida coloca muita pressão mesmo, ainda mais do que no estádio do Colo Colo, onde jogamos. Mas o Flamengo é um time forte, é um grupo de qualidade e nós vamos fazer o máximo para conseguir o resultado.


Juniores perdem clássico na Gávea

O Flamengo perdeu sua invencibilidade na Taça Rio de Juniores. Enfrentando o campeão da Taça Guanabara, o Fluminense, o Rubro-Negro não manteve o bom retrospecto e acabou derrotado por 3 a 1 na Gávea. Mesmo jogando em casa e reforçada por atletas do time profissional, a equipe do técnico Paulo Henrique não conseguiu impor seu ritmo e seu melhor futebol e acabou perdendo três pontos importantes na competição.

A equipe jogou com: Marcelo Carné, Galhardo, Marlon, Christianno e Jorbison; Lenon, João Vitor, Guilherme e Camacho; Dudu e Diego Maurício.

Na próxima quarta, o time enfrenta o Olaria, às 15h, na Rua Bariri.


Rogério começa a escrever sua história

O jovem zagueiro Rogério participou da conquista do título brasileiro do Flamengo em 1992. Aos 21 anos, teve a chance de conviver com jogadores como Júnior e Zinho, que fizeram história no futebol brasileiro e ganhou o apelido de Capitão Furacão do locutor Januário de Oliveira. Agora, depois de vencer a ‘batalha das nações’ em sua prova de fogo na nova carreira de treinador, começa hoje o seu primeiro Campeonato Brasileiro no comando de um time profissional.

O adversário é um velho conhecido de Rogério. Naquele título de 1992, ele marcou dois gols contra o São Paulo em duas vitórias sobre o rival: por 3 a 2 no dia 19 de fevereiro e por 1 a 0 no dia 14 de junho, ambas no Maracanã, mesmo palco do jogo de hoje.

As recordações são as melhores para quem assume um time que defende o título da competição. Criado nas categorias de base do Flamengo como jogador e treinador, Rogério ganhou o sobrenome Lourenço em sua nova carreira e assumiu a função com o respaldo da presidente Patrícia Amorim por ser prata da casa, assim como era Andrade, seu antecessor, que trilhou um caminho parecido, saindo de interino a efetivo.

“Neste começo de campeonato, é difícil fazer qualquer prognóstico com relação a favoritos. Há duas competições em disputa no momento para os principais clubes, e ainda o fator da janela de transferência. Sabemos que muitos jogadores podem deixar o País, pois não há como competir com a Europa se acontecer uma proposta”, disse, conformado, Rogério.

A esperança é com a reposição bem feita de peças para que ele possa começar a escrever uma história de conquistas em sua nova carreira. Vice-campeão mundial sub-20 com a seleção brasileira, Rogério carrega a responsabilidade de comandar um time campeão, com a maior torcida do País e acostumado a títulos. Nada que assuste o Capitão Furacão.


Rivalidade acirrada entre Flamengo e São Paulo

Sobram polêmicas e farpas no relacionamento entre Flamengo e São Paulo nos últimos anos. Hoje, às 16h, no Maracanã, os clubes se enfrentam na abertura do Campeonato Brasileiro. São 12 títulos da competição em campo numa disputa política acentuada pela eleição do Clube dos 13 e a famosa Taça de Bolinhas.

Na eleição do Clube dos 13, os dois clubes ficaram ao lado de Fábio Koff, contra Kléber Leite, apoiado pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e por Márcio Braga, ex-presidente do Flamengo. Talvez, um dos raros momentos de união recente entre os clubes.

Desde a contratação de Adriano pelo São Paulo em 2008, passando pelos três títulos consecutivos do clube paulista até a decisão da CBF de não entregar a Taça de Bolinhas ao Flamengo, motivos não faltaram para aumentar a rivalidade entre os dois clubes.

Até o goleiro Rogério Ceni apimentou a disputa ao tratar um jogo lotado no Maracanã como algo que só havia acontecido pela presença do São Paulo em campo, quando o Flamengo venceu por 1 a 0 no Brasileiro de 2007 e terminou com a melhor média de público numa guerra travada pelos dois clubes até a última rodada.

A Taça de Bolinhas, que seria entregue ao primeiro clube que conquistasse cinco títulos brasileiros, está em um cofre e ainda não foi entregue ao São Paulo oficialmente. Ricardo Teixeira diz que, como torcedor, o Flamengo é hexa, mas, para a CBF, o clube é penta.

No campo, os dois times também disputam a Copa Libertadores, com jogos na quarta-feira, o que vai levar ambos a poupar titulares, mas Adriano e Kléberson, por exemplo, convocáveis por Dunga na terça-feira, estarão em campo.

“Temos um grupo forte, homogêneo, e é assim que se vai bem no Brasileiro. Temos laterais de qualidade, um ótimo goleiro, dois grandes atacantes e buscamos uma maior consistência defensiva. Quem jogar tem que estar 100%”, disse o técnico Rogério Lourenço.

Michael acredita que o Flamengo será o time mais visado no Brasileiro


Michael não foi esteve no elenco do Flamengo campeão brasileiro de 2009. Entretanto, o jogador sabe que o Rubro-Negro será o time mais visado na competição, que começa neste sábado. No domingo, às 16h, no Maracanã, os cariocas enfrentam o São Paulo.

“É muito bom começar o Brasileiro contra um grande, como o São Paulo. É o confronto dos dois últimos campeões brasileiros e servirá para mostrar toda a nossa capacidade. Todos vão querer vencer o Flamengo, mas estamos preparados para superar qualquer obstáculo e motivados pela boa campanha na Libertadores”, afirmou.

Apesar de a próxima partida do Flamengo ser pelo Brasileiro, Michael analisou o Universidade do Chile, adversário de quarta-feira, dia 12, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América.

“Nós conhecemos este adversário (duelaram na fase de grupos da competição). Mas agora é uma história diferente. O time já sabe o que tem de ser feito. É um novo campeonato. Precisamos fazer o dever de casa e ter a devida noção de que será um jogo de muita catimba por parte deles. Estamos muito confiantes de que poderemos passar para a semifinal”, disse.

Michael acredita que, por não ter participado do jogo com o Corinthians, no Pacaembu (estava suspenso), poderá render diante do São Paulo, caso seja escalado pelo técnico Rogério Lourenço.

“Estou mais descansado por não ter atuado no Pacaembu e trabalhei bem durante a semana. Quero jogar no domingo. A Libertadores é a nossa prioridade, mas agora estamos pensando somente no Brasileiro”, encerrou.

Flamengo está preparado para retomar maratona de jogos

Após a derrota na final da Taça Rio que garantiu ao rival Botafogo a conquista do Campeonato Carioca, o Flamengo atuou apenas uma vez por semana: às quartas-feiras contra o Corinthians, pela Copa Libertadores. Classificado na competição continental e prestes a iniciar o Campeonato Brasileiro, o time se vê preparado para retomar a maratona de jogos.

"Agora é trabalhar. É diferente, sem dúvidas, mas o time está bem, está preparado fisicamente e não acredito que vá sentir esse desgaste. Até porque alguns jogadores devem ser poupados e vamos tentar ir bem tanto no Brasileiro como na Libertadores", afirmou o zagueiro David, confiante. A preocupação é maior entre os jogadores mais velhos, como o meia Petkovic.

"É impossível um jogador aguentar 90 minutos em vários jogos decisivos no meio e no final da semana. Não é só porque tenho 37 anos que falo isso. Até um atleta de 22 vai sentir", garantiu o ídolo do clube carioca, que vê no rodízio de jogadores a saída para os possíveis problemas com lesão e fadiga muscular.

"O cansaço acumula e é importante revezar e dar chances a outros jogadores. Temos um elenco forte, uma comissão técnica inteligente e é só ter bom senso", disse. Com a autoridade de preparador físico, Alexandre Sanz, confia no desempenho do elenco: "Os atletas, além de estarem preparados, estão mostrando muita garra e muita vontade de jogar e vencer os jogos. Isso é muito importante, porque esse espírito está dentro deles".

Atual campeão, o Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro neste domingo, quando recebe o São Paulo no Maracanã, às 16 horas (de Brasília). Na quarta-feira, a equipe enfrenta o Universidad do Chile no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. A maratona continua no final de semana seguinte, quando pega o Vitória fora de casa.

De olho na Libertadores, Fla escala time misto no domingo

Torcendo fora d’água, Cielo leva ouro também no revezamento 4x100m

Após vencer os 100m livre no Troféu Maria Lenk, na manhã deste sábado, Cesar Cielo ainda ganhou mais uma medalha de ouro – só torcendo, fora d'água. A equipe do Flamengo venceu o revezamento 4x100m livre, mesmo tendo nadado apenas a série fraca na sexta-feira. O tempo dos rubro-negros (3m20s39) não foi superado na série forte deste sábado, o que garante o ouro para Cesão, ao lado de Thiago Sickert, Ramom Melo e Nicholas Santos.

No sábado, o melhor tempo foi do Pinheiros, com 3m21s03, seguido pelo Minas, que fez 3m21s71. A divisão das séries leva em conta os tempos da edição anterior do Maria Lenk. Como no ano passado o Flamengo sequer disputou a competição, a equipe não pôde competir na série forte. Após a disputa de sexta, os quatro nadadores rubro-negros tiveram de secar os rivais no sábado. Na classificação geral dos tempos, o ouro acabou saindo para a equipe da Gávea.

- Foi legal a gente ter vencido porque esse é o nosso primeiro ano. Não é um revezamento de estrelas, então eu acho que a gente tem que valorizar essa molecada que conseguiu nadar muito bem. Estávamos disputando com revezamentos que nadam e treinam juntos há anos – disse Cielo.

Um dos novos nomes da natação, Ramom Melo comemorou muito o seu primeiro ouro no Troféu Maria Lenk. O nadador rubro-negro, de apenas 18 anos, parecia nem acreditar na façanha conquistada ao lado de Cesão.

- Quando a gente saiu da prova ontem, o Cielo falou que achava que a gente ia levar esse revezamento. A gente se superou mesmo. Eu nadei dois segundos abaixo do meu tempo. Cada um deu o máximo e, hoje, ficamos só na torcida. É claro que seria bom se a gente estivesse nadado ao lado deles também. Mas só de vencer no Maria Lenk é muito bom.

No feminino, a vitória foi do Pinheiros, com 3m47s01, seguido pelo Minas, com 3m51s38, e pelo Corinthians, com 3m53s71.

Cielo ainda não decidiu se vai reforçar a equipe do Flamengo na série fraca do revezamento 4x100m medley, na noite de sábado.

Cesar Cielo fecha o Maria Lenk com a medalha de ouro nos 100m livre

O brasileiro Cesar Cielo encerrou sua participação no Troféu Maria Lenk mantendo sua rotina de ouro. O nadador do Flamengo ganhou a prova dos 100m livre na manhã deste domingo, em Santos, com o tempo de 48s63, quinta melhor marca do ano na prova. Cielo virou os 50m em 23s08 e bateu na frente, superando Vinicius Waked, do Minas, que chegou em segundo, com 49s86, e Bruno Fratus, do Pinheiros, com 50s40.

- Foi bem legal. É um pouco difícil nadar tão cedo assim. Mas foi bom. Vim para o Brasil e fiz o que queria fazer – afirmou Cielo, em entrevista ao SporTV após a prova.

Cesar Cielo ia nadar os 50m borboleta no Maria Lenk, mas desistiu e encerrou sua participação no torneio disputado na Unisanta, em Santo.

No feminino, a vitória nos 100m livre ficou com Tatiana Lemos, recordista sul-americana da prova. A atleta do Pinheiros nadou em 55s91. Em segundo ficou Flávia Delaroli, também do Pinheiros, com 56s62. A terceira colocada foi Daynara de Paula, do Minas, com 56s62.

Brasileirão começa com abismo financeiro entre os clubes

Certa vez, em uma entrevista, o então presidente do Cruzeiro, Alvimar Perrella, me disse que com a criação do Campeonato Brasileiro por pontos corridos será cada vez mais difícil para os clubes de fora do eixo Rio-São Paulo conquistarem o título nacional por causa da concentração de receitas nestas cidades. A verdade é que o último time a quebrar essa hegemonia foi a própria Raposa, campeã em 2003. Depois disso, cinco títulos seguidos de paulistas - Santos (2004), Corinthians (2005) e São Paulo (2006, 2007 e 2008) – e um do Flamengo no ano passado.

Para o Campeonato Brasileiro que começa neste fim de semana, as diferenças financeiras entre os clubes são gigantescas. Se pegarmos o caçula Atlético Goianiense e compararmos com os campeões de receita, Corinthians e Flamengo, fica fácil explicar o quanto é complicado competir num mesmo certame com realidades tão diferentes.

O Atlético-GO vai receber de cota de televisão R$ 3,4 milhões. Somam-se a isso, R$ 350 mil de patrocínios e R$ 150 mil de material esportivo por ano. O valor total chega a R$ 3,9 milhões.

A comparação com os gigantes chega a ser bizarra. No ano do centenário, o Corinthians vai faturar mais de R$ 80 milhões, 20 vezes mais do que o pobre rubro-negro de Goiás. São R$ 21 milhões de direitos de TV, R$ 43 milhões de patrocínios e R$ 16,5 milhões de material esportivo. A conta do Flamengo bate na casa dos R$ 72 milhões. Nisso tudo, não está somado o que os clubes faturam com o pay-per-view, bilheterias e venda de jogadores.

Mas futebol é futebol. Organização, pagamentos em dia e uma observação na hora de descobrir novos talentos podem equilibrar as coisas. Esta aí o exemplo do próprio Atlético Goianiense, que eliminou na Copa do Brasil o Palmeiras, que fatura por ano em direitos de TV, patrocínio e material esportivo R$ 47,2 milhões. A sorte está lançada. Os mais ricos saem na frente, mas pode haver surpresas como as boas campanhas de Avaí e Grêmio Barueri, que agora é Prudente, em 2009.

Ranking do dinheiro no Campeonato Brasileiro

1. Corinthians R$ 80,5 milhões (R$ 21 mi – TV; R$ 43 mi – patrocínios; R$ 16,5 – material)
2. Flamengo R$ 72 milhões (R$ 21 mi – TV; R$ 30 mi – patrocínios; R$ 21 mi – material)
3. Palmeiras R$ 47,2 milhões (R$ 21 mi – TV; 17mi – patrocínios; R$ 9,2 mi – material)
4. Santos R$ 43 milhões (R$ 18 mi – TV; R$ 20 mi – patrocínios; R$ 5 mi – material)
5. vasco** R$ 42,2 milhões (R$ 21 mi – TV; 16 mi – patrocínios; R$ 5,2 mi – material)
6. São Paulo* R$ 41 milhões (R$ 21 mi – TV; 20 mi – material)
7. Cruzeiro R$ 38 milhões (R$ 15 mi – TV; 15 mi – patrocínios; 8 mi – material)
8. Atlético-MG R$ 35 milhões (R$ 15 mi – TV; R$ 14 mi – patrocínios; R$ 6 mi – material)
9. Fluminense R$ 32,5 milhões (R$ 15mi – TV; R$ 14 mi – patrocínios; R$ 3,5 mi – material)
10. Grêmio R$ 31,1 milhões (R$ 15 mi – TV; R$ 14 mi – patrocínios; R$ 2,1 mi – material)
11. Internacional R$ 26,8 milhões (R$ 15 mi – TV; R$ 9 mi – patrocínio; R$ 2,8 mi – material)
12. Botafogo* R$ 22,2 milhões (R$ 15 mi – TV; R$ 7,2 mi – material)
13. Vitória R$ 14,2 milhões (R$ 11 mi – TV; R$ 1 mi – patrocínios; R$ 2 mi – material)
14. Atlético-PR R$ 14,1 milhões (R$ 11 mi – TV; R$ 1,4 mi – patrocínios; R$ 1,7 mi – material)
15. Goiás R$ 11,75 milhões (R$ 11 mi – TV; R$ 500 mil – patrocínios; R$ 250 mil – material)
16. Atlético-GO R$ 3,9 milhões (R$ 3,4 mi – TV; R$ 350 mil – patrocínios; R$ 150 mil – material)

* São Paulo e Botafogo ainda não fecharam patrocínio fixo para a temporada. Se o Tricolor conseguir pelo menos os R$ 18 milhões do ano passado, pula para a terceira colocação com R$ 59 milhões de receita. Já o clube carioca, se conseguir igualar os R$ 9 milhões que tinha em 2009 passa a ser o décimo colocado

** Asfixiado financeiramente, o clube ainda luta para conseguir as certidões negativas de débito (CNDs) e receber a segunda parcela da estatal, no valor de R$ 7 milhões.

Obs.: Guarani, Grêmio Prudente, Ceará e Avaí não fazem parte da lista porque não divulgaram os valores de patrocínio e material esportivo.


Moacir, ex-Fla e seleção, vive drama no Equador, diz colunista

O ex-jogador Moacir, que completará 74 anos no próximo dia 18, está vivendo momentos complicados no Equador, onde mora com dificuldades. Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", o ex-meia do Flamengo e da seleção brasileira, precisa voltar ao Brasil para se tratar de um câncer.

O colunista afirma que o escritor Ruy Castro e o cineasta José Carlos Asbeg já estão se mobilizando para ajudar Moacir, mas sem a ajuda do Flamengo e da CBF ficaria muito difícil trazê-lo para o país.

Moacir Claudino Pinto jogou no Flamengo de 1956 a 1962 e foi reserva de Didi na Copa do Mundo de 1958. Depois do clube rubro-negro, ele só atuou em equipes estrangeiras da América do Sul, entre eles o River Plate, da Argentina; Peñarol, do Uruguai, e Barcelona de Guaiaquil, do Equador, onde encerrou sua carreira em 1966, aos 30 anos.


sexta-feira, 7 de maio de 2010

Novo Basquete Brasil: Fla atropela o Franca

Na primeira partida da semifinal do NBB entre Flamengo e Franca, o time carioca chegou no último quarto com uma vantagem de seis pontos. Incentivado pela torcida, porém, o time da casa se impôs e conseguiu a virada. No segundo jogo, com as arquibancadas da Arena da Barra ao seu favor, a equipe rubro-negra abriu uma vantagem ainda maior e, apesar dos paulistas ensaiarem uma reação, fez o seu dever de casa e empatou a série. No fim, vitória por 101 a 73.

Márcio, do Franca, foi o cestinha da partida, com 29 pontos. Pelo Flamengo, Marcelinho foi o maior pontuador, com 21.

Neste sábado, as duas equipes voltam a se enfrentar na Arena às 20h30m. Na outra série da semifinal, i Minas venceu o Brasília fora de casa e também empatou a disputa em 1 a 1.

Em um jogo nervoso, com reclamações da arbitragem de ambas as partes, o Flamengo construiu a vitória desde o primeiro quarto, fechado em 28 a 20. no segundo quarto, aumentou o ritmo e terminou o primeiro tempo com 53 a 41 no placar.

No terceiro quarto, a equipe rubro-negra abriu uma vantagem ainda maior: 80 a 62. Mas o Flamengo diminuiu o ritmo, e Franca passou a ameaçar. Mas a equipe da casa manteve a calma e voltou a dominar a partida, até fechar em 101 a 73.

No fim do jogo, Marcelinho comemorou a boa vitória em casa e convocou a torcida para a terceira partida da semifinal.

- Tem que ser assim. Estamos enfrentando uma grande equipe. Eu acho que tivemos muito mérito nisso (na vitória). Talvez a gente confundido um pouco no início do jogo irritação com vontade. Mas faz parte. Conseguimos controlar e ficamos à frente. E torcida é fundamental. Eles empurram a gente para frente. É cansativo fazer um jogo dessa intensidade, mas, com eles empurrando, fica mais fácil. Então, espero que todos compareçam amanhã - afirmou.

Pelo Franca, Márcio lamentou a quantidade de pontos sofridos nesta sexta.

- Hoje nosso time não foi o time que costuma ser. Fizemos 73 pontos, mas eles fizeram 101. Não estamos acostumados a sofrer tantos pontos. Foi o diferencial hoje. Agora, é tentar acertar isso no vestiário para que amanhã (sábado) a gente não leve tantos pontos.



Flamengo prepara pacotão para o marketing

O Flamengo vai lançar após a Copa um pacote de reformulação do marketing. Em parceria com a Olympikus, está planejada a expansão de lojas oficiais, não só no Rio. O programa Cidadão Rubro-Negro, que dará pontos em programa de fidelidade, vai incorporar os atuais sócios. A loja virtual Flashop também vai ser remodelada.


FOTO: Imperador troca chuteira roxa por modelo discreto

Nova chuteira de Adriano, atacante do Flamengo

Adriano vai aposentar a chuteira roxa e laranja. Nesta sexta-feira, o Imperador recebeu um novo calçado, bem mais discreto do que o anterior. O modelo preto e verde (apesar de na foto parecer azul) será utilizado pela primeira vez na partida contra o Universidad de Chile, quarta-feira, no Maracanã.

Conmebol divulgou os árbitros que apitarão os jogos de ida das quartas de final da Libertadores

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou nesta sexta-feira os árbitros que apitarão os jogos de ida das quartas de final da Copa Libertadores. O colombiano Óscar Ruiz será o responsável pela arbitragem do primeiro confronto entre Cruzeiro e São Paulo, em 12 de maio, em Belo Horizonte.

Já na partida entre Flamengo e Universidad do Chile, também no dia 12, no Rio de Janeiro, o árbitro será o paraguaio Carlos Amarilla. Internacional x Estudiantes, no dia 13 em Porto Alegre, terá a arbitragem do uruguaio Roberto Silvera.

Por fim, o árbitro do confronto entre Chivas e Libertad será o chileno Pablo Pozo.

Confira abaixo a lista de árbitros e assistentes para os jogos de ida das quartas de final da Copa Libertadores:

11 de maio:
Chivas(MEX) x Libertad (PAR), em Guadalajara
Árbitro: Pablo Pozo (CHI)
Assistentes: Patrício Basualto e Francisco Mondria (CHI)


12 de maio:

Flamengo x Universidad do Chile (CHI), no Rio de Janeiro

Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)

Assistentes: Nicolás Yegros e Rodney Aquino (PAR)



Cruzeiro x São Paulo, em Belo Horizonte
Árbitro: Óscar Ruiz (COL)
Assistentes: Abraham González e Humberto Clavijo (COL)


13 de maio:

Internacional x Estudiantes (ARG), em Porto Alegre
Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Assistentes: Miguel Cuevas e Carlos Pastorino (URU)



Trocou o Mengão pelo Cu rinthians, se fu...

O vasco é merda e o Cu rinthians...


arte1


Rogério adia definição sobre time misto; Petkovic torce o tornozelo

Vagner Love é o elemento número um na lista de jogadores fora da estreia do Flamengo no Brasileiro, contra o São Paulo. O técnico Rogério Lourenço evitou confirmar, mas o centroavante ficará fora da partida por causa do desgaste excessivo.

- O Love tem se dedicado muito na composição defensiva nas últimas partidas e isso causa um desgaste. Vamos avaliá-lo no sábado para saber se poderá ir para o jogo – disse o treinador.

Rogério refutou por diversas vezes o termo “poupar” ao se referir à possibilidade de alguns jogadores ficarem fora. Além de Love, Léo Moura, Maldonado e Willians não treinaram nesta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Apesar da pressão pública da presidente Patrícia Amorim para que Adriano e Kleberson participem do jogo por causa da convocação para a seleção brasileira, marcada para terça-feira, o comandante assegurou que tal fato não tem relevância na escalação.

- Isso não influencia em nada. O Adriano vai jogar porque está bem e o Kleberson provavelmente será titular pelo futebol de Copa do Mundo que demonstrou contra o Corinthians. Ainda não decidi o time. Vamos esperar para reavaliar os jogadores no treino de sábado. Mas só vai jogar quem estiver 100% – declarou

A favor do revezamento por causa dos jogos importantes, Petkovic seria beneficiado com a vaga de titular. No entanto, ele sofreu um entorse no tornozelo direito e não sabe se terá condições de jogo.

- Está bastante dolorido. Espero que amanhã sábado melhore, senão vou fazer o quê? - disse Pet.

O Flamengo deve entrar em campo contra o São Paulo, às 16h (de Brasília) de domingo, no Maracanã, com: Bruno; Everton Silva, David, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Toró, Fierro e Kleberson; Petkovic (Michael) e Adriano.


Juniores reforçados no Fla x Flu

A equipe de juniores do Flamengo terá reforços importantes no clássico contra o Fluminense, neste sábado, na Gávea. Buscando manter a invencibilidade na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca Sub-20, o Rubro-Negro enfrenta a equipe das Laranjeiras, às 15h, com o que tem de melhor. Os jovens Camacho e Lenon, que integram o grupo profissional, descem para integrar a equipe na partida.

Além disso, o técnico Paulo Henrique contará também com os laterais Galhardo e Jorbison, outros que tiveram passagem pelo profissional. A equipe está escalada para o clássico com Marcelo Carné, Galhardo, Marlon, Christianno e Jorbison; Lenon, João Vitor, Guilherme e Camacho; Dudu e Diego Maurício.

"É importante ter estes jogadores, que tem mais experiência, não só para o grupo como também para eles. É importante que eles estejam jogando. Nesta transição de base para o profissional, se o jogador não for aproveitado no time de cima, é importante que tenha oportunidade de jogar na base", analisou o técnico Paulo Henrique.

Lenon concorda. O volante, que está inscrito na Copa Santander Libertadores pelo profissional, sabe que a briga por uma chance no time principal é difícil e acredita que jogar um clássico, mesmo que nos juniores, é sempre uma boa oportunidade.

"Acredito que é uma boa oportunidade de mostrar serviço sim, sem dúvidas. Jogar pelo Flamengo, ainda mais um clássico, é sempre uma grande responsabilidade e espero estar bem para ajudar meus companheiros a conseguir a vitória", disse o volante.

Nesta temporada, Camacho e Lenon ainda não tinham jogado pelos juniores. No entanto, o meia fez dois jogos pelo profissional e o cabeça de área disputou cinco partidas.

Em nota oficial Fla garante que não deve a Petkovic

O Flamengo divulgou uma nota oficial nesta sexta-feira garantindo que não deve nada ao meia Dejan Petkovic. O advogado do jogador entrou com uma ação judicial contra o Rubro-Negro alegando um atraso no pagamento de um dos acordos que o atleta tem com o clube. A juíza Ana Paula Pontes Cardoso, da 31ª Vara Cível, determinou que em 15 dias o Flamengo acerte as pendências.

Porém, ao que indica, nem mesmo o jogador sabe exatamente do que se trata está suposta dívida rubro-negra. Nesta sexta-feira o jogador avisou que vai procurar saber o que aconteceu.

- Soube antes do treino a história. Vou apurar melhor para saber o que acontceu e poder me pronunciar. Acho que o Flamengo vem fazendo sua parte. Tenho muitos colaboradores - disse Pet.

Confira a nota na íntegra:

O Clube de Regatas do Flamengo, através do seu vice-presidente de finanças, Michel Levy, esclarece que não tem nenhuma dívida com o atleta Dejan Petkovic. No acordo feito entre o atleta e o clube em 2009 firmou-se que as parcelas da dívida trabalhista seriam pagas diretamente pelo Clube dos 13, o que tem ocorrido regularmente.

Venda de ingressos para quartas de final começa no domingo para sócios

A venda de ingressos para o jogo contra o Universidad de Chile, às 19h30m (horário de Brasília) de quarta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Libertadores, começará a ser realizada neste domingo. Mas somente para os sócios do clube, que só podem comprar na bilheteria da Gávea (Av. Borges de Medeiros, 997).

Apenas na segunda-feira é que as outras bilheterias serão abertas para o torcedor comum. Serão colocados à venda um total de 67.083 ingressos. Cada torcedor poderá comprar até 3 entradas. No caso dos sócios, só se estiverem com a mensalidade em dia. Confira abaixo todas as informações divulgadas pelo Flamengo sobre os serviços para o jogo.

Preços dos Ingressos:
Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 50,00
Arquibancadas verdes ou amarelas ½ entrada: R$ 25,00
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 80,00
Arquibancadas brancas ½ entrada: R$ 40,00
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 250,00
Cadeiras Especiais ½ entrada: R$ 125,00
Cadeiras Comuns inteiras: R$ 30,00
Cadeiras Comuns ½ entrada: R$ 15,00


Postos de venda:
Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora)
Bilheterias do Fluminense F. C. (exceto na quarta-feira dia 12/05)
Bilheteria nº. 11 de São Januário (exceto na quarta-feira dia 12/05)
Bilheterias do São Cristóvão F.R
Bilheterias do Ginásio do Tijuca Tênis Clube
Rua São João nº. 34 loja 114 – Centro – Niterói
Bilheteria do Maracanã nº. 05 e 08
HSBC Arena - Av. Abelardo Bueno, 3401 - Barra da Tijuca.
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Horário das vendas:
De 09:00h às 17:00h (Sistema de venda on-line - pré-venda).


De olho na Copa, Adriano e Kleberson são titulares no time misto de Rogério

Assim como a presidente Patrícia Amorim havia dito na última quinta-feira, Adriano e Kleberson estão entre os titulares que irão enfrentar o São Paulo, domingo, às 16h, no Maracanã. Na tarde desta sexta-feira, Rogério Lourenço comandou um trabalho tático no Ninho do Urubu e foi possível perceber que o Flamengo jogará com um time misto na primeira rodada do Brasileirão.

Adriano e Kleberson não serão poupados porque ainda tentam vaga na lista final de Dunga para a Copa da África do Sul. A convocação sai na terça-feira e Patrícia considera importante para o clube ter os dois jogadores no Mundial. Na quarta, o Flamengo enfrenta o Universidad de Chile, às 19h30m, no Maracanã, pelas quartas de final da Libertadores.

Quando os portões do Ninho do Urubu foram abertos para a imprensa, com pouco mais de 40 minutos de atraso, o trabalho tático era de ataque contra defesa. Os titulares jogaram com Everton Silva e Juan nas laterais, Rômulo, Toró, Kleberson, Fierro, Petkovic e Adriano. Não havia zagueiros na formação. O provável time que enfrentará o São Paulo só deve ter mesmo um atacante, com Pet e Fierro encostando no Imperador.

Brasileirão 2010


Sábado, 08/05/2010

18h30 Engenhão / Botafogo x Santos

18h30 Serra Dourada/ Atlético-GO x Grêmio

18h30 Palestra Itália / Palmeiras x Vitória


Domingo, 09/05/2010


16h Maracanã/Flamengo x São Paulo

16h Pacaembu/Corinthians x Atlético-PR

16h Mineirão/Atlético-MG x vasco

16h Beira Rio/Internacional x Cruzeiro

18h30 Castelão/Ceará x Fluminense

18h30 Ressacada/Avaí x Grêmio Prudente

18h30 Brinco de Ouro da Princesa/Guarani x Goiás



Goleiro do Flamengo fecha acordo de patrocínio

Bruno, um dos heróis da classificação para as quartas de final da Libertadores, assinou um contrato de patrocínio com o grupo Vulcabrás/Azaléia, dono da marca Olympikus, patrocinadora do Flamengo.

Mesmo antes de assinar o contrato, O goleiro já recebia uma linha diferenciada de camisas com sua assinatura. Formalizado o acerto, Bruno passa a receber novos produtos de jogo, treino e linha casual.

"Sempre fui um cara que jogou sem patrocínio. Mas eles mostraram uma atenção tão especial que isso foi importante para mim. É uma marca que chegou há pouco no futebol, tem tudo para crescer muito e eu quero crescer com ela", afirmou orgulhosamente.

A empresa também está muito satisfeita com o acerto. O diretor de marketing da Vulcabras, Tulio Formicola Filho, acredita que o carismo e a força do goleiro podem projetar a imagem da Olympikus.

"O Bruno é um grande goleiro e símbolo da raça e da força desta equipe do Flamengo. Desde que a marca chegou ao Flamengo, em 1º de julho do ano passado, temos nos empenhado em promover uma nova era no clube. Estender essa relação ao capitão e um dos maiores ídolos do time só reforça o compromisso da empresa com o Flamengo e com a torcida", garantiu Tulio.

Flamengo se resguarda no STJD por título de 87



O Flamengo entrou com medida cautelar no STJD e garantiu direito a recurso para o caso de a CBF não homologar o título Brasileiro de 1987. Apesar da posição contrária a da entidade na eleição para o Clubes dos 13, e da demonstração de pé atrás com Ricardo Teixeira, a atual diretoria do clube se diz confiante em uma vitória.



Na mira de clubes brasileiros, Emerson estende a mão ao Flamengo

Emerson acordou assustado nesta sexta-feira. Ao entrar em seu Twitter, deparou-se com uma avalanche de comentários sobre a possível ida dele para o Fluminense, conforme divulgou o colunista do Extra, Gilmar Ferreira. Os s torcedores do Flamengo lembraram que ele cometeria uma traição, assim como fez Ronaldo ao trocar a Gávea pelo Corinthians, e poderia sofrer retaliações por isso.

- Ainda não conversei com clube algum, mas sei que há interesse de vários do Brasil. Tenho amor pelo Flamengo e não gostaria de ser comparado com nenhuma atleta que deixou a nação magoada. Quero, sim, que o respeito, o carinho e admiração permaneçam e que eu seja sempre lembrado pela raça que tive dentro de campo – declarou, ao GLOBOESPORTE.COM.

Ainda em Dubai, o atacante do Al Ain confirmou o desejo de voltar ao Brasil no segundo semestre. E preferencialmente ao Mengão, clube que deixou em agosto de 2009. Mas, sem um dirigente à frente do futebol, a situação não é simples. O tempo corre, os dias passam e a vontade do Sheik fica mais distante, já que até o momento não houve qualquer contato. Por isso, ele não descarta jogar em outras equipes.

- Quero voltar ao Brasil e todos sabem que tive uma passagem boa pela Gávea. É difícil um clube como o Flamengo abrir as portas duas vezes em tão pouco tempo para um atleta. Eu tenho meus desejos e vontades, mas nem tudo depende somente deles – disse o jogador.

O contrato dele no Al Ain termina apenas em maio de 2011. No entanto, Emerson entrou em acordo com o dono da equipe para sair agora se houve algum clube disposto a pagar alguma compensação financeira. Ele explica por que resolveu voltar.

- Fiquei 12 anos fora do Brasil até voltar a jogar no Flamengo. Fiz amigos de verdade, como o Léo Moura e Fábio Luciano, reencontrei as amizades de Nova Iguaçu, onde nasci, e recuperei a alegria de atuar no Brasil. Estou sentindo falta – disse o atacante, que marcou 15 gols na temporada 2009/10.

O discurso dele faz surgir a questão sobre um suposto arrependimento da saída no ano passado. A resposta mistura certeza e emoção.

- Nunca me arrependo do que faço. Mas no jogo contra o Grêmio no Maracanã que o Flamengo venceu e conquistou o titulo brasileiro fiquei triste e me imaginei dentro do gramado comemorando o hexa. Mas fiquei feliz ao ver uma bandeira com o meu rosto e meus amigos comemorando– declarou Emerson.


Campeonato Brasileiro dá a largada na corrida por pontos e pelo título

Mais de 100 milhões de torcedores começam, neste sábado, a acompanhar o mais disputado campeonato nacional do planeta. Serão 38 rodadas, 380 jogos, mais de 500 atletas, nove estados, 17 estádios... e três grandes interrogações. Quem leva? Quem vai para a Libertadores? Quem cai?

O Brasileirão de 2010 é um gigante equilibrado: ninguém pode responder hoje quem chegará em dezembro com a mão na taça. O que se sabe é que é uma corrida de fundo que se estenderá até o dia 5 de dezembro pelos gramados do país.

CONFIRA A PONTUAÇÃO DO CAMPEÃO ANO A ANO
ANO
CAMPEÃO
PONTOS SOMADOS
2003 Cruzeiro 100
2004 Santos 89
2005 Corinthians 81
2006 São Paulo 78
2007 São Paulo 77
2008 São Paulo 75
2009 Flamengo 67

Desde 2003, a competição é disputada por pontos corridos, e o equilíbrio tem sido sua marca evidente. Tanto que a pontuação do time que leva a taça vem caindo, ano após ano.

Em 2006, o campeão São Paulo chegou a 78 pontos, enquanto o Flamengo fez apenas 67 em 2009. Em 2003, na estreia dos pontos corridos, o Cruzeiro chegou à marca de 100 pontos, mas o Brasileirão contava com 24 equipes à época.

Duelo de gerações

Como é de costume em anos de Copa, o campeonato tem uma pausa programada, entre os dias 6 de junho e 14 de julho, quando a seleção se torna protagonista do futebol brasileiro. Mas o passado, presente e provável futuro do time canarinho estarão em campo, ao longo dos sete meses da disputa entre os clubes, com estrelas como Ronaldo, Roberto Carlos, Adriano, Robinho e os Meninos da Vila, que darão ao Brasileirão ares de encontro de gerações. Quinze anos de vida separam o jovem Neymar (18), que acaba de conquistar seu primeiro título como profissional, do experiente Fenômeno (33), que já disputou quatro Copas.

O camisa 9 do Timão, inclusive, fez questão de garantir que participará da competição, afastando as especulações de que poderia encerrar sua carreira antes do fim da temporada.

CONFIRA A MÉDIA DE PÚBLICO DE CADA EDIÇÃO DOS PONTOS CORRIDOS
ANO MÉDIA DE PUBLICO
2009 17.541
2008 16.992
2007 17.461
2006 12.401
2005 14.034
2004 8.073
2003 10.468

- Quando eu sentir que não dá mais, que não me divirto mais, vai ser a hora de encerrar. Por enquanto ainda me divirto - declarou Ronaldo.

Também por conta da Copa do Mundo, mas a de 2014, que será disputada no Brasil, alguns dos principais palcos do campeonato correm o risco de saírem de cena durante o Brasileiro. Sofrendo vistorias da Fifa e com necessidades de reformas, Maracanã, Morumbi e Mineirão, entre outros dos estádios que receberam 6.766.471 torcedores no último ano – com média de público de 17.541 por partida – aguardam avaliações e definições para darem início às obras exigidas pelo evento.

17 estádios, 11 cidades

Os times mandarão seus jogos em 17 estádios diferentes, distribuídos por 11 cidades. O de maior capacidade, detentor dos seis maiores públicos de 2009, é o Maracanã, preparado para receber até 82.238 espectadores, de acordo com a CBF, seguido por Mineirão (75.783) e Morumbi (67.428). Mas as torcidas também poderão assistir às suas equipes em arquibancadas de menor estatura. A Ressacada, em Florianópolis, casa do Avaí, e São Januário, sede do Vasco, têm capacidade para cerca de 15 mil torcedores.

Com o sinal verde neste sábado, o Brasileirão dá início a uma rotina de fins de semana em que as rivalidades locais dividirão espaço com alguns dos duelos mais clássicos do futebol nacional. Com a linha de chegada ainda distante, uma coisa é certa: o público não quer nem saber de pé no freio.

Confira a capacidade dos estádios:

ESTÁDIO CIDADE CAPACIDADE
Maracanã Rio de Janeiro 82.238
Mineirão Belo Horizonte 75.783
Morumbi São Paulo 67.428
Castelão Fortaleza 58.400
Beira-Rio Porto Alegre 56.000
Serra Dourada Goiânia 50.409
Olímpico Porto Alegre 45.000
Eduardo José Farah Presidente Prudente 44.414
Engenhão Rio de Janeiro 44.000
Pacaembu São Paulo 37.952
Barradão Salvador 35.632
Brinco de Ouro Campinas-SP 32.453
Palestra Itália São Paulo 29.876
Arena da Baixada Curitiba 25.180
Vila Belmiro Santos-SP 21.256
São Januário Rio de Janeiro 15.150
Ressacada Florianópolis 15.000

Universidad de Chile escolhe estádio acanhado para receber o Flamengo

O Universidad de Chile anunciou nesta sexta-feira que a partida contra o Flamengo, pelas quartas de final da Taça Libertadores, será no estádio Santa Laura, que pertence ao modesto Unión Española. O local é acanhado, com o gramado bem próximo aos alambrados, e deve receber entre 16 e 18 mil torcedores.

Contra o Alianza Lima, pelas oitavas, “La U” jogou no estádio Monumental, que pertence ao Colo Colo. Foi lá também que a equipe derrotou o Rubro-Negro por 2 a 1, na primeira fase.

- A partida será no Santa Laura. Não teremos as 40 mil pessoas do Monumental. Como o público será menor, vamos subir um pouco o preço dos ingressos – disse o presidente do time chileno, Frederico Valdés.

O Universidad de Chile ficou desabrigado desde agosto de 2008, quando começaram as obras no estádio Nacional. Sem lar, o time já rodou por Viña Del Mar, Coquimbo e outros estádios de Santiago. O Santa Laura fica na região norte da cidade e em 2009 Inter e Fluminense jogaram nele contra La U pela Copa Sul-Americana.

Também nesta sexta-feira a Conmebol divulgou as datas dos confrontos. Na próxima quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), haverá o primeiro jogo no Maracanã. A partida de volta acontecerá na quinta-feira seguinte, dia 20 de maio, às 22h15m (de Brasília).


Procurador do Flamengo explica situação jurídica de Petkovic

A novela Petkovic e Flamengo promete nos próximos capítulos. O sérvio entrou mais uma vez na justiça contra o Rubro-Negro. O motivo: Fla não está em dia. Dentre uma das cláusulas do contrato, o clube tinha como responsabilidade pagar os honorários do advogado do atleta.

Segundo Rafael de Piro, procurador geral do Flamengo, esses honorários ainda não foram quitados pelo clube da Gávea, e assim sendo, Pet tem o direito de cobrar essa quantia de maneira não parcelada, e sim, em sua totalidade. Rafael alerta que estas parcelas precisam ser pagas.

- A decisão ainda não foi publicada, mas parece que o pedido é sobre um acordo antigo, acho que de 2004. Mas o problema é com o advogado do Petkovic, que não recordo o nome. O Flamengo, parece que não pagou os honorários dele, que, segundo o acordo feito, ficou a cargo do clube. Essa parcela é que não foi cumprida. O acordo foi feito pela gestão antiga e não cabe mais o jurídico discutir. A parcela tem de ser paga - explicou.

Rafael destacou que com ele a frente do caso, já que o antigo acordo fora feito pela antiga gestão, outros problemas em relação ao contrato de Pet não irão se repetir. Segundo ele, no atual acordo com o jogador tudo está em dia, e assim permanecerá.

- Não há nada relativo ao atual acordo com Pet. Realmente, neste novo acordo, existe uma cláusula que garante ao jogador exercer o direito de receber o total da dívida, caso o Flamengo atrase uma das parcelas. Mas posso garantir que, quanto a isso, está tudo em dia - garantiu o procurador.

O retorno de Petkovic ao Flamengo no ano passado foi também uma maneira que clube e jogador encontraram para solucionar uma dívida do Rubro-Negro com Pet.


Libertadores: confira datas e horários dos confrontos das quartas de final

Com o fim das oitavas de final, estão definidos os quatro confrontos das quartas de final da Libertadores da América. São eles: Flamengo x Universidad de Chile, Chivas Guadalajara x Libertad, São Paulo x Cruzeiro e Estudiantes x Internacional.

Como na rodada anterior, os brasileiros são maioria, o que aumenta a chance de um clube nacional ser campeão após quatro anos – o Brasil perdeu as últimas três finais da competição.

A Conmebol divulgou, nesta sexta-feira, as datas e os horários dos jogos de ida e volta. Confira abaixo:

Jogos de ida:

11/05 - 22h15m - Chivas x Libertad
12/05 - 19h30m - Flamengo x Universidad de Chile
12/05 - 21h50m - Cruzeiro x São Paulo
13/05 - 21h15m - Internacional x Estudiantes

Jogos de volta:

18/05 - 22h15m - Libertad x Chivas
19/05 - 21h50m - São Paulo x Cruzeiro
20/05 - 19h45m - Estudiantes x Internacional
20/05 - 22h15m - Universidad de Chile x Flamengo


Léo Moura aproveita para cobrar aposta do freguês Roberto Carlos

Classificação embaixo do braço e é hora de Léo Moura cobrar a quem lhe deve. No caso, o alvo será Roberto Carlos. Os laterais apostaram a doação de cestas básicas no confronto entre Flamengo e Corinthians, pelas oitavas de final da Libertadores.

O jogador rubro-negro saiu vitorioso e fez questão de lembrar o amigo.

- Agora ele tem de pagar. Mas ele sabe que é por uma boa causa. Dentro de campo existe uma rivalidade, mas é só ali, futebol é assim... Como eu disse antes, não queria colocar a mão no meu bolso. Deixa para ele... Mas sabemos que tudo isso (aposta) foi por uma boa causa – disse Léo Moura.

Cantores também entraram na onda

Além de Léo Moura e Roberto Carlos, os cantores Thiaguinho, do Exaltasamba, e Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, também apostaram dez cestas básicas. No Twitter, o vocalista do grupo paulista avisou que cumprirá a promessa.

- Brunão, precisamos marcar o dia pra eu pagar minha aposta. A derrota do Corinthians vai servir para algo bom, pelo menos – disse Thiaguinho, no microblog.


Atual campeão, Fla inicia Brasileiro sob risco de perder ‘meio time’

A Taça Libertadores hipnotiza. Mas o Flamengo tem um título – e que título – a defender a partir deste domingo. Depois de sair de uma fila de 17 anos, o clube ostenta o escudo da CBF centralizado no peito do uniforme para lembrar que é o atual campeão brasileiro. Só que a preparação para o torneio não foi das mais adequadas. O Império, que varia entre o amor e ódio da torcida, está a perigo e apenas a sobrevivência na Libertadores é capaz de mantê-lo inabalável.

O planejamento feito pela diretoria termina no fim do primeiro semestre, quando acabam os contratos de jogadores importantes, como Vagner Love, Adriano, Petkovic, Maldonado e David. E ainda não há um gestor no departamento de futebol para executar as renovações ou contratações. O técnico Rogério Lourenço recebeu do antecessor – e campeão brasileiro – Andrade uma equipe desgastada, sofrida com o vice do Carioca e, principalmente, pela sequência de crises extracampo. Por enquanto, a classificação às quartas de final da Libertadores o ajudou a administrar problemas e conquistar o respaldo para iniciar o trabalho. A força do elenco atual credencia o Flamengo a entrar na lista de favoritos. Resta saber, porém, como será o dia seguinte à saída (ou conquista) do torneio continental.

Entrevista: Léo Moura

Léo Moura chegou ao Flamengo no início do Brasileiro de 2005. Iniciou com a complicada experiência de lutar contra o rebaixamento. Conseguiu. Nas edições seguintes acompanhou a flagrante evolução do clube e no ano passado, enfim, pôde comemorar o primeiro título.

Ícone de uma geração vitoriosa e jogador mais regular nos primeiros meses de 2010, o lateral-direito conta o que espera do seu sexto Campeonato Brasileiro no Rubro-Negro.

Depois de cinco Brasileiros disputados pelo Flamengo, como será começar o de 2010 defendendo o título?

Será realmente uma experiência nova. Acredito que esse Brasileiro será tão difícil quanto o do ano passado, porque ficamos visados em função do título. Acho que todos os jogos contra nós serão como verdadeiras finais. Todos os adversários vão querer nos vencer.

O que o Flamengo tem de fazer para conseguir brigar pelo título sem depender de uma arrancada na reta final?

Acho que o principal é ter regularidade. Temos que vencer as partidas em casa e buscar alguns pontos preciosos fora. Acho que a equipe que é forte em casa tem grandes chances de chegar longe.

Os contratos de vários jogadores terminam no primeiro semestre. Teme um desmanche e o enfraquecimento do Flamengo?

Realmente se isso acontecer será muito ruim. Acredito que o primeiro passo para um time ser bem sucedido é a manutenção da base e já tivemos experiências positivas em relação a isso. Mas pelo o que ouvimos no dia a dia, acredito que a maioria dos jogadores que tem contrato vencendo deve renovar, até porque são jogadores importantes.

O que mudou do atual time do Flamengo para o do ano passado? Alguns jogadores saíram, outros chegaram... A forma de o time jogar é a mesma?

Nosso time mudou um pouco em relação ao ano passado, mas acho que depois da chegada do Rogério, ele conseguiu armar novamente a equipe e estamos jogando da mesma maneira. O Rômulo passou a fazer o papel que o Airton fazia, mais plantado protegendo a zaga e dando um pouco mais de liberdade para mim e o Juan.

Além do Flamengo, quem você colocaria como favoritos ao título do Brasileiro e por quê?

Acho que o Cruzeiro, que tem um time forte e manteve a base, e o Santos, que está jogando um futebol de alto nível.

Curiosidades históricas

- Nos últimos dez anos, o Flamengo terminou apenas quatro vezes entre os dez primeiros: oitavo em 2003, terceiro em 2007, quinto em 2008 e campeão ano passado.

- Apenas três times em todo o país fizeram parte da Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro desde o ínicio, disputado desde 1971: Flamengo, Cruzeiro e Internacional.

- Zico é o maior artilheiro da história do Flamengo em Campeonatos Brasileiros, com 139 gols marcados.

- A maior goleada do Flamengo na história do Campeonato Brasileiro foi de 8 a 0, sobre o Fortaleza, em 4 de fevereiro de 1981. A pior goleada sofrida pelo Flamengo foi para o Botafogo, por 6 a 0, em 15 de novembro de 1972.

- Retrospecto do Flamengo no Brasileirão: em 1.024 jogos, foram 431 vitórias, 281 empates e 312 derrotas; 1.421 gols marcados e 1.154 gols sofridos.


Preparador de goleiros diz que Bruno é um 'monstro'

O goleiro Bruno novamente foi decisivo para o Flamengo. Ao defender a perigosa cobrança de falta realizada pelo zagueiro Chicão, nos minutos finais do duelo diante do Corinthians, o camisa 1 sacramentou a classificação do Rubro-Negro às quartas de final da Libertadores.

Momentos antes da cobrança efetuada pelo jogador do Timão, Bruno temeu pelo mesmo fim do jogo contra o Internacional, pela Copa do Brasil 2009. Quando o Fla foi eliminado nos últimos minutos no gol de Andrezinho, de falta. O preparador de goleiros do clube, Roberto Barbosa, explicou a dificuldade de executar a defesa naquele momento de partida:

- Era um momento complicado. O Corinthians tem bons cobradores de falta. O Chicão e o Roberto Carlos estavam na bola, ficou difícil a situação do Bruno. Felizmente ele estava num bom momento, atento. Quando ele está ligado ele é um monstro - avaliou, em entrevista à Rádio Brasil.

São Paulo vai com time reserva contra o Flamengo

O São Paulo deve mesmo encarar o Flamengo, na estreia da equipe no Brasileirão, com um time misto. Três dias após a partida de domingo no Maracanã, o Tricolor começa a disputa com o Cruzeiro para decidir uma vaga na semifinal da Libertadores (a grande prioridade do clube).

Ricardo Gomes fechou o treinamento por uma hora e comandou um coletivo. A atividade se encerrou menos de cinco minutos após a imprensa ser liberada. Mesmo assim, foi possível ver a provável equipe que irá começar o confronto com o Flamengo.

O treinador escalou o time com Rogério Ceni, Wellington, Xandão, Miranda e Junior Cesar; Jean, Richarlyson, Cleber Santana e Léo Lima; Marcelinho Paraíba e Washington.

Assim, aumenta a possibilidade de Fernandão ser titular em Minas Gerais. Já que Washington estará no time considerado reserva. O novo reforço chega nesta sexta a São Paulo e deve ser apresentado no sábado ou na segunda-feira.

Jogadores aprovam efetivação de Rogério Lourenço como técnico

Apesar de Patrícia Amorim ainda não cravar que Rogério Lourenço será efetivado como técnico, os jogadores já saíram em defesa do novo comandante. Após o jogo contra o Corinthians, na última quarta-feira, no Pacaembu, líderes como Bruno, Leonardo Moura e Ronaldo Angelim disseram que o treinador tem o aval do grupo para assumir de vez o cargo que era ocupado por Andrade.

- Ele é o nosso treinador – disse o lateral-direito.

- Se Léo Moura disse isso, está dito. Todos nós concordamos – emendou Angelim.

Mas o capitão do time foi o mais enfático. Sem esquecer de Andrade e Marcos Braz, Bruno reconheceu que a mudança no comando técnico deu nova cara ao Flamengo. Principalmente pelo fato de Rogério ter o seu estilo próprio de comandar.

- Andrade nos ajudou muito e faz parte dessa vitória. Temos de valorizar o trabalho que foi feito lá atrás tanto por ele, como pelo Marcos Braz... Mas o Rogério tem um estilo completamente diferente do Andrade, que é mais calmo. Rogério tem mais personalidade, fala a língua do boleiro e foi peça fundamental nessa classificação (para as quartas de final da Libertadores) – disse o goleiro.

Logo após o jogo contra o Corinthians, Patrícia Amorim chegou a dizer que Rogério estava efetivado no cargo. Quando chegou ao Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, a presidente do Flamengo foi mais cautelosa e ressaltou que a confirmação dele no posto é a tendência.

O cuidado é explicável. Apesar do desejo mútuo, diretoria e treinador ainda não sentaram para discutir o assunto. Isso passa, principalmente, pela questão salarial, já que ele é onerado como técnico das categorias de base e auxiliar. Não como treinador do time principal.

- Ainda não conversei sobre isso (efetivação) com a presidente. Mas estou mais preocupado no momento em dar sequência ao trabalho – disse Rogério.

Na tarde desta sexta-feira ele comanda o treino, no Ninho do Urubu, visando a estreia do Flamengo no Brasileiro, domingo, contra o São Paulo, no Maracanã.


'Moda Love' toma conta da internet

A ordem para os rubro-negros nas redes de relacionamento da internet é clara: abrir qualquer programa de edição de imagem e aplicar tranças rubro-negras e barba sobre a foto do perfil. Depois do gol salvador contra o Corinthians, Vagner Love ganhou uma homenagem dos torcedores do Flamengo e em poucas horas milhares de pessoas aderiram à idieia da "Moda Love".

As montagens se multiplicam e sobraram até para os famosos. Há montagens com Adriano, o presidente Lula e Dunga vestidos à la artilheiro do amor. Nas comunidades do Orkut, os tópicos sobre a homenagem receberam dezenas de comentários.

moda love montagem flamengo orkut Torcedores do Flamengo aderem à moda Love. Na brincadeira, sobrou até para Dunga (Foto: Orkut)

La U pode enfrentar o Flamengo desfigurada por causa da Copa

A Copa do Mundo pode ajudar o Flamengo contra o Universidad de Chile, seu adversário nas quartas de final da Libertadores: o time chileno pode enfrentar os rubro-negros desfigurado na segunda partida, em casa, dia 19. Tudo por conta de um acordo entre os clubes chilenos com a Associação de Futebol do Chile (ANFP) visando à preparação da sua seleção para a África do Sul.

Segundo o tratado, os jogadores que atuam no país que forem convocados pelo técnico Marcelo Bielsa devem se apresentar a partir do próximo dia 15 para o início da preparação para a Copa do Mundo, em Santiago. Inicialmente, serão chamados 30 atletas, sendo que sete serão cortados antes da seleção viajar para a África do Sul.

Deste número inicial, quatro jogadores são do Universidad de Chile: o goleiro Pinto e os apoiadores Iturra, Estrada e Seymur. Para piorar, a La U também deve contar com mais dois desfalques a partir da mesma data: os uruguaios Victorino e Fernandez. Ou seja, o adversário do Flamengo nas quartas de final pode estar desfalcado de seis importantes nomes de seu elenco.

Por conta desta situação, o Flamengo recebeu a informação de que a Universidad de Chile age nos bastidores da Conmebol para alterar a data dos jogos contra o Flamengo que estão marcados para os dias 12 e 19 de maio. Por conta disso, a diretoria rubro-negra está enviando uma carta à Confederação Sul-Americana para que não haja mudanças.

Por sua vez, o time rubro-negro não corre o risco de ficar sem Maldonado e Fierro no dia 19, em Santiago. Afinal, o acordo com a ANFP envolve apenas os clubes chilenos, e os jogadores rubro-negros podem se apresentar um pouco depois (se forem chamados por Bielsa). Até mesmo ficarem no Chile após esse jogo.

Uma outra polêmica entre La U e o Flamengo diz respeito ao local onde o jogo será realizado. Na fase de grupos, os times se enfrentaram no Estádio Monumental, na capital, mas o Colo Colo já avisou que não vai cedê-lo novamente. A Universidad Católica também não vai ceder o Apoquindo. Com isso, existem três opções: a primeira é o estádio Santa Laura, do União Española, que fica em Santiago e tem capacidade para 18 mil pessoas; a segunda é o Sausalito, que fica na cidade de Viña del Mar, que fica a 100 km (ou 90 minutos de carro da capital) e tem capacidade para 18 mil; e a terceira é o estádio Francisco Sanchez Rumoroso, em Coquimbo, cidade a 400km de Santiago (ou uma hora de avião), e tem capacidade para 16 mil pessoas.


Se chegarem à semifinal, jogadores do Mengão ganharão nova bolada

A injeção de ânimo financeiro no Flamengo tem feito sucesso desde a reta final do Campeonato Brasileiro de 2009, quando o time arrancou para a conquista do título, com uma proposta elaborada pelo então vice-presidente de futebol Marcos Braz de pagar R$ 60 mil a cada quatro pontos conquistados em dois jogos consecutivos. Num acordo feito também por ele antes de sua saída, o valor corresponde a 60% da premiação oferecida pela Conmebol por cada fase vencida na Libertadores.

Com a classificação para as quartas de final, o clube terá direito a receber US$ 200 mil (R$ 368 mil). Para os jogadores, serão R$ 221 mil, de acordo com o câmbio de ontem. Se for para a semifinal, o prêmio sobe para US$ 250 mil (R$ 460 mil) e o time, então, receberia R$ 276 mil. Um total de R$ 497 mil. Do restante do valor, metade fica com a comissão técnica e a outra parte vai para os cofres do Flamengo.

Mesmo sem Marcos Braz, o acordo vai ser cumprido com os jogadores. Goleiro e capitão do time, Bruno responde pelo grupo quando o assunto é premiação e sempre tratou diretamente com o dirigente qualquer reivindicação dos jogadores. Tal liberdade e a classificação para as quartas de final depois de eliminar o Corinthians podem ir por água abaixo se o time não chegar ao título da competição, o que aconteceu apenas uma vez em sua história, em 1981.

“Se a gente não for campeão, de nada terá adiantado passar pelo Corinthians. Na semana que vem já vamos ter as quartas de final pela frente”, disse Ronaldo Angelim, que participou das eliminações do Flamengo nas oitavas de final em 2007 e 2008. “Mas alívio só vou ter mesmo se o time conquistar o título da competição”.

O zagueiro ainda comemorou o fato de ter aumentado a sua coleção de camisas históricas, que guarda em Juazeiro do Norte. Contra o Corinthians, conseguiu a de Ronaldo e, caso o Flamengo consiga conquistar o título, ele ainda terá chance de conseguir outras relíquias.
“Essa eu vou colocar num quadro”, afirmou Ronaldo Angelim, com mais de 500 camisas na sua coleção.


Rogério será efetivado e terá aumento salarial

Rogério Loureço será efetivado como técnico do Flamengo, mas ainda na condição de funcionário do clube, mesma fórmula utilizada pela diretoria quando Andrade deixou o rótulo de interino para trás e começou para valer sua carreira de treinador no clube durante o Campeonato Brasileiro de 2009, que terminaria como campeão. Rogério vai receber um significativo aumento de R$ 7 mil para R$ 50 mil.

O aumento é um voto de confiança da presidente Patrícia Amorim ao trabalho do treinador. Ele assumiu o time no dia 24 de abril, depois que Joel Santana anunciou a sua permanência no Botafogo e frustrou os planos do Flamengo.

No discurso, a dirigente ainda não mostrou total firmeza na efetivação de Rogério. Por enquanto, ele segue no comando do time. O aumento salarial garante uma certa tranquilidade e a certeza de que seu trabalho está sendo valorizado. No momento, o técnico ocupa um posto semelhante ao de Andrade no Brasileiro do ano passado, inclusive com valores parecidos. A Copa Libertadores ainda será o seu termômetro, mas dificilmente algo vai acontecer no clube antes da parada para a Copa do Mundo da África do Sul, no dia 6 de junho.

“O Rogério é cria da casa, ex-jogador do clube e está reagindo muito bem ao desafio de ser treinador. Ainda não o efetivamos, mas caminhamos para isso. Acredito que ele terá ainda muito tempo como técnico do Flamengo”, disse Patrícia. “Essa parada da Copa vai nos dar tempo para trabalhar”.

A presidente segue sem pressa de anunciar um novo vice-presidente de futebol para ocupar a vaga deixada por Marcos Braz. No momento, sua meta ainda é procurar um nome para ser diretor executivo do departamento. A dificuldade é grande em encontrar um nome de consenso no grupo político que comanda o clube.