Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 4 de setembro de 2010

Quase 18 mil ingressos vendidos para Flamengo x Santos

Mais de 17 mil ingressos já foram vendidos para a partida entre Flamengo e Santos, que será realizada no próximo domingo (05.09), às 16h, no Maracanã. E a venda continua no dia do jogo. Todos os torcedores poderão adquirir seus ingressos nos pontos de venda, citados abaixo, no mesmo horário, com exceção da bilheteria 7 do Maracanã.

Vale ressaltar que cada torcedor, sócio ou não, só poderá comprar três ingressos cada. Aqueles que adquirem meia-entrada deverão, obrigatoriamente, apresentar documento que comprove seu direito (carteira de identidade, carteira de estudante ou comprovação de matrícula do ano de 2010) para ingressar no estádio.

AVISO IMPORTANTE
Como as obras para a reforma do Complexo do Maracanã, os torcedores com direito a gratuidades (menores de 12 anos acompanhados de responsáveis, deficientes físicos e idosos maiores de 65 anos), terão seus direitos garantidos nas arquibancadas verdes e amarelas, com acesso pelas rampas do Belline e UERJ.

Os portadores de deficiência física que utilizam cadeira de rodas terão acesso à gratuidade exclusivamente pela entrada da torre de vidro, no portão 18 (Rua Eurico Rabelo). Seu respectivo acompanhante deverá portar ingresso de arquibancada verde ou amarela, que também lhe darão acesso pelo mesmo setor (cada cadeirante só poderá ser acompanhado por uma pessoa).

SERVIÇO
Jogo: Flamengo x Santos
Data: 05/09/2010 (domingo)
Horário: 16h
Local: Estádio Mario Filho – Maracanã

Capacidade do Estádio (liberada para venda): 39.292 ingressos
Arquibancadas Verdes "A": 8.852 ingressos
Arquibancadas Verdes "B": 8.731 ingressos
Arquibancadas Amarelas "A": 4.996 ingressos
Arquibancadas Amarelas "B": 4.499 ingressos
Arquibancadas Brancas: 10.977 ingressos
Cadeiras Especiais LADO "A": 701 ingressos
Cadeiras Especiais LADO "B": 536 ingressos

Preços dos Ingressos:
Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 40,00
Arquibancadas verdes ou amarelas ½ entrada: R$ 20,00
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 50,00
Arquibancadas brancas ½ entrada: R$ 25,00
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 150,00
Cadeiras Especiais ½ entrada: R$ 75,00

Pontos de venda
Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora)
Blheterias do Fluminense F. C
Bilheteria nº. 08 do Maracanã
Bilheterias do São Cristóvão F.R
Bilheterias do Ginásio do Tijuca Tênis Clube
Rua São João nº. 34 loja 114 – Centro – Niterói
Bilheteria do Maracanã nº. 08
HSBC Arena - Av. Abelardo Bueno, 3401 - Barra da Tijuca
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)


Flamengo x Santos



Ficha técnica




Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 5/9/2010

Hora: 16h (de Brasília)


Árbitro: Leandro Pedro Vuaden/RS (FIFA)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock/SC e Thiago Gomes Brigido/CE (FIFA)


Flamengo: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Toró (Maldonado) Correa, Willians, Renato (Petkovic); Diogo e Deivid. Técnico: Silas

Santos: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Zezinho e Marquinhos; Zé Eduardo e Keirrison. Técnico: Dorival Júnior

O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o Brasil


Vascaína presa, se passava por Patricia Amorim


Acusada de aplicar golpes em pelo menos 30 pessoas, uma mulher foi presa neste sábado, no Rio de Janeiro. Ela entregava contratos com falsificações da assinatura da presidente do Flamengo, Patricia Amorim. Os documentos seriam contratos falsos com profissionais liberais.

Entre as vítimas estaria a treinadora Georgette Vidor. A dirigente do clube ainda vai comparecer à 16ª DP, na Barra da Tijuca.


'Motorista' Diogo aposta no diálogo para se entrosar com Deivid

Se os jogos em sequência tornam pequeno o tempo para treinamentos, a nova dupla de ataque do Flamengo tem feito do carro de Diogo o “campo” para adquirir o entrosamento necessário e acabar com a seca de gols rubro-negra. Recém-chegado da Turquia, Deivid ainda está sem automóvel no Rio de Janeiro e faz do companheiro uma espécie de motorista no dia a dia.

Hospedados no mesmo hotel, na Barra da Tijuca, os atacantes participaram de apenas duas atividades juntos antes da estreia, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, contra o Santos, pela 19ª rodada do Brasileirão. A falta de contato com a bola nos pés, no entanto, foi superada na base do diálogo nos percursos até a Gávea e o Ninho Urubu.

- Tivemos pouco tempo para treinar, mas ele está sem carro e eu praticamente sou o motorista dele. Nós vamos conversando, vamos tentando ver a melhor forma de jogar. Vamos nos conhecendo ao menos na base da conversa – disse Diogo.

Para o ex-jogador do Olympiacos, o mais importante no momento é que a dupla resolva o problema do Flamengo, que tem seu pior ataque na era dos pontos corridos.


- Não importa quem vai fazer o gol. Se o Deivid tocar para o Diogo, o Diogo para o Deivid ou para o Pet ou para o Renato...O importante agora é vencer os jogos. O time é um todo. Cada um tem que fazer sua parte.

Surpreso com a rápida recuperação da torção no tornozelo esquerdo, que o tirou do confronto com o Cruzeiro, na última quarta-feira, Diogo chamou a atenção para os perigos do Peixe mesmo sem Neymar, suspenso, mas lembrou que o Fla não pode desperdiçar a oportunidade de se recuperar diante do torcedor.

- Não esperava me recuperar tão depressa, mas graças a Deus deu certo. Estou bem para um jogo importantíssimo. Jogamos em casa, contra uma grande equipe, mesmo com desfalques, mas é uma boa oportunidade para o Flamengo se recuperar.

Com 21 pontos, o Flamengo é o 15º colocado no Campeonato Brasileiro.


FOTO: em forma, Silas participa de rachão no Ninho do Urubu

O sábado foi de trabalho e diversão para o Flamengo, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande. Durante a manhã, a equipe rubro-negra treinou a parte tática, bolas paradas e fez mistério sobre a escalação para a partida de domingo, às 16h (de Brasília), contra o Santos, no Maracanã, pela 20ª rodada do Brasileirão. Entre uma atividade e outra, porém, sobrou tempo para diversão. E o tradicional recreativo das vésperas de jogos contou com um reforço: o técnico Silas. De boné para trás, o comandante, que está no clube há menos de uma semana, mostrou que está em boa forma e participou com desenvoltura da brincadeira. Ele, no entanto, não deu sorte. Seu time, o de colete, saiu derrotado.

Silas no treino do Flamengo

De boné para trás, Silas participa do coletivo no Ninho do Urubu




FOTO: Fla se entende com o Vitória, e Marquinhos está de volta

O sábado foi de cara nova no Ninho do Urubu. Não, o Flamengo não anunciou nenhum reforço surpresa. Trata-se de Marquinhos, que está de volta. O Rubro-Negro carioca resolveu a pendência jurídica que obrigou o apoiador a voltar ao Vitória mesmo após ser apresentado e entrar em campo pelo clube contra o Internacional, em Porto Alegre. Já incorporado ao elenco e regularizado, o jogador terá condição de entrar em campo a partir do jogo contra o São Paulo, quarta-feira, no Morumbi, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Marquinhos no treino do FlamengoMarquinhos participa de treino no Ninho do Urubu, neste sábado



Flamengo treina parte tática no Ninho do Urubu

O elenco do Flamengo encerrou, neste sábado (04.09), sua preparação para a partida de domingo (05.09), contra o Santos, no Maracanã. O técnico Silas comandou uma atividade tática de portões fechados para a imprensa no Ninho do Urubu. Quando os jornalistas tiveram acesso ao treinamento, os jogadores já disputavam o tradicional "rachão". Depois, o treinador ainda trabalhou jogadas de bola parada e bola aérea.

Silas segue sem dar pistas da equipe que começará jogando contra o Peixe, que, por sua vez, não terá alguns de seus principais jogadores, como Ganso, lesionado, e Neymar, além de Robinho, André e Wesley que foram negociados. O recém contratado Keirrison, no entanto, deve jogar, e o treinador rubro-negro não acredita que o jogo será mais fácil por conta dos desfalques da equipe da Baixada Santista.

"Com a ascensão do Inter, o bom momento do Fluminense, os olhos se voltaram para outras equipes. O Santos não jogou bem contra o Avaí, mas ganhou. São quatro vitórias seguidas. Não dá para confiar que será fácil pela falta do Ganso, do Neymar, do Robinho ou do André. Toda a atenção que tivermos é necessária para o jogo", disse.

David volta a ser titular no time do Flamengo

Suspenso por ter sido expulso no jogo contra o Cruzeiro, o zagueiro Jean não poderá estar em campo contra o Santos, neste domingo, no Maracanã, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Silas confirmou a entrada de David, que parece ter conquistado a confiança do novo técnico rubro-negro, apesar do pouco tempo de convivência.

Após a saída de Álvaro, David resgatou a vaga de titular na equipe. Porém, enfrentou problemas com a renovação de seu contrato. Para manter o vínculo, o Rubro-Negro comprou 60% dos direitos econômicos do defensor junto ao Panathinaikos, da Grécia, ex-equipe do atleta.

– Na zaga, a mudança é natural. Sai o Jean e entra o David – disse Silas.



Deivid: 'Voltei para vencer a Libertadores pelo Fla'

No peito, resiste a saudade do subúrbio, mais precisamente de Marechal Hermes, onde foi criado. Na mente, uma convicção, quase obsessão: conquistar a Libertadores pelo Flamengo. Também da infância, Deivid guarda a dor da perda da mãe, da qual nem pôde acompanhar o funeral, por conta de uma proibição médica. Dias antes da morte da pessoa mais importante de sua vida, o atacante havia quebrado a perna. Naquele momento, pensou em parar, largar tudo.

Mas, como antídoto para a saudade, seguiu em frente, fez fama e fortuna. Nesta entrevista exclusiva ao LANCENET!, Deivid, estreante de domingo, abre o jogo, fala com sinceridade da má impressão transmitida pelo futebol carioca, da falta de estrutura nos clubes do Rio, de sua admiração por Luxemburgo, e, claro, do Rubro-Negro, paixão de uma vida inteira.

LANCENET: Conte como foi a negociação para acertar com o Fla?

“O Zico me ligou no fim de abril. Disse que tinha recebido convite da Patricia Amorim, que havia resolvido assumir o Flamengo e que gostaria de contar comigo. Expliquei que havia recebido propostas de clubes de São Paulo, Minas, Sul e daqui do Rio. Disse que, se fosse um projeto bom e vencedor, aceitaria. Ele garantiu que montaria um time forte, para conquistar o Brasileiro. Por conta da credibilidade dele, decidi rescindir com o Fenerbahçe.”

L: Qual seu objetivo maior no Rubro-Negro?

“O ponto alto seria conquistar a Libertadores, já que o clube está sem vencê-la desde 1981. É um título que ficará marcado. Sonho em conquistá-lo, lógico. É um título que ainda me falta.”

L: O Flamengo ainda tem chance de conquistar o Brasileiro?

“Claro. Mas temos de fazer a diferença em casa, onde não podemos perder e, fora, ganhar um ponto, às vezes três. Isso tem de começar a partir deste domingo. Estou pronto. Senti um pouco, mas é normal.”

L: Você já disse diversas vezes que é flamenguista. Ia muito ao Maracanã torcer, quando criança?

“Quando o dinheiro dava, né? Morava no subúrbio e tinha de guardar grana para tomar café da manhã, antes de treinar. Quando dava, pegava o Japeri (trem) e ia. Acompanhei muitos jogos pelo radinho também. Gostava de ver o Romário. Lembro até daquele jogo em que ele brigou com o Cafezinho (ex-jogador do Madureira). Vim jogar pelo juvenil do Nova Iguaçu, aqui na Gávea, e assisti àquele jogo. Vai ser legal vestir a camisa pela qual sempre torci.”

L: Qual foi o momento mais difícil de sua carreira?

“Quando quebrei a perna e perdi a minha mãe. Quebrei a perna em um dia e ela morreu seis depois, isso há dois anos. Nem pude vir ao velório, pois o médico disse que poderia dar uma embolia, uma trombose. Ele disse que o risco de morte era de 90% a 100%. Vi que o dinheiro não traria minha mãe de volta. Ela foi meu pai e minha mãe. Perdi meu pai muito cedo, com apenas dois meses. E ela, com sete filhos em casa, virando-se com quinhentos reais por mês. Fui pobre, mas com educação e respeito.”

L: Fale um pouco da sua infância, em Marechal Hermes?

“Eu, minha mãe e meus seis irmãos morávamos em um quarto e sala. Mas tenho saudade. Soltava pipa, jogava bola de gude, rodava pião, jogava futebol descalço. Sinto saudade daquele ar, da vaquinha para comprar cerveja. Meu filho não vai ter a infância que tive. O que é normal. Hoje, a molecada quer jogar videogame e ficar na internet. Vejo crianças de 14 anos chegando em casa às seis da manhã. Eu, com 16, tinha de estar em casa às 19h. É diferente. Minha infância foi muito boa. Não a troco por nada.”

L: Como você encara a relação entre jogador de futebol e balada?

“Não sou contra. Cada um faz o que quer. Gosto de sair para jantar com a família, de ir para a balada, mas sei o momento certo, até onde posso ir. Sei da responsabilidade que tenho com o clube e a família. Não adianta seguir um cara solteiro. Sei o meu limite. Não sou santo. Gosto de tomar a minha cerveja, mas com responsabilidade.”

L: Como conseguia dinheiro para se divertir, na juventude?

“Eu fazia tudo. Cheguei a vender churrasquinho, milho, pipoca, colocar entulho para fora, carregar terra, pedra e areia. Dificilmente ia à praia, por exemplo. Para conseguir isso, tinha de passar por baixo da roleta ou dar calote. ”

L: Esperava encontrar uma estrutura melhor no Fla?

“Não. Sabia que o Flamengo vem assim há muito tempo. Tanto que o Zico falou que um dos seus objetivos é fazer um centro de treinamento. Comentávamos no Fenerbahçe, até quando o Zico era o treinador, como que o Flamengo e o Corinthians não têm um estádio? Isso eu não consigo entender. O que o Flamengo tem de torcedores é uma coisa impressionante. O próprio Cristian (volante) comentava que o Flamengo era um clube bom de se trabalhar, tinha um ambiente bom, mas que não tinha estrutura.”

L: A estrutura é determinante para um time ser campeão?

“Não. Se fosse, São Paulo e Cruzeiro seriam campeões todo ano. O que ganha título é time bem montado, bem taticamente em campo.”

L: Qual o melhor treinador com o qual você trabalhou?

“Vanderlei Luxemburgo. O cara consegue tirar o máximo do jogador só com uma conversa ou um vídeo. Isso já aconteceu várias vezes comigo e com outros jogadores também. Ele é fera”

L: O jogador brasileiro perdeu credibilidade porque sai daqui já pensando em voltar?

“Perdeu um pouco, sim. Por isso, os argentinos são muito mais valorizados. Basta pegar a cotação deles no mercado europeu para perceber isso. Já vi vários que batem e voltam. Isso é ruim para nós. Os jogadores brasileiros não têm uma boa imagem na Europa.”

L: A imagem do futebol do Rio mudou, em sua opinião?

“Quando um jogador recebia uma proposta de um clube do Rio, pensava dez vezes antes de vir. Além da falta de estrutura e do atraso nos salários, os jogadores que atuavam no no Rio tinham fama de treinar pouco e de querer saber somente de praia. Com a vinda para cá de Muricy, Zico, Deco, Belletti, Emerson, Adriano e Vagner Love, entre outros, essa imagem mudou. Mas ainda falta alguma coisa. É só pegar os títulos que os cariocas ganharam de 2000 para cá. Foram apenas dois, enquanto os paulistas...”

L: Sua intenção era cumprir o contrato com o Fenerbahçe. Por que mudou de ideia?

“Aceitei a proposta do Flamengo porque foi legal para mim, para o clube e para o Fenerbahçe. O Zico falou que faria um grande time para conquistar o título brasileiro. E que tinha um projeto para ganhar a libertadores.”

L: Em algum momento pensou em parar de jogar futebol?

“Pensei sim. Quando jogava no Nova Iguaçu, passei um período que não tinha dinheiro para treinar. Pensei em ajudar a minha mãe, em ir trabalhar, mas ela não deixou. Falava para eu ir atrás dos meus sonhos. Caso não conseguisse, era porque Deus não quis. Ela pedia para eu ir até onde pudesse. Tenho certeza que onde ela estiver, estará feliz, porque fez de tudo para eu chegar até aqui.”

L: Foi difícil a sua adaptação ao futebol europeu?

“Quando saí do país, tinha 23 anos. Não estava bem preparado. Quando fui para a França, minha esposa estava grávida. Fui naquela: vou levantar um dinheiro, se amanhã eu quebrar uma perna, já tenho umas economias guardadas. Depois fui para o Bordeaux. Meu corpo estava lá, mas minha cabeça, aqui no Brasil. Não me arrependo. Apesar da dificuldade, foi uma grande lição de vida aquela experiência na Europa.”

L: Alguns jogadores já discutiram por conta de brincadeiras envolvendo dinheiro. O que você acha dessa polêmica?

“Acho uma palhaçada. É somente brincadeira. Veja o Roberto (Carlos). Ele é muito brincalhão. Por isso aquela história do relógio (certa feita o lateral disse que seu relógio era mais caro do que um apartamento). Para falar alguma coisa, tem de conhecer a pessoa. Um dia, o Vampeta ficou puto, chegou no ônibus e disse, para mim: “Sai daí, ô juvenil, porque eu ganho mais do que você”. Mas foi em tom de brincadeira. Nada me magoa. Não tenho inimigos. Faço amigos. Sempre vejo o lado positivo das coisas.”

L: Vai dedicar seu primeiro gol pelo Flamengo a alguém?

“Não gosto de prometer nada para a torcida. Prometo mesmo é muita vontade, raça e determinação. Mas, quando marcar pela primeira vez, vou dedicar para minha mãe. Ela não está aqui, em vida, mas tenho certeza de que onde estiver ficará muito feliz.”


Marcelo Lomba reconhece que precisa treinar mais com os pés

Sob as traves, não há o que dizer de Marcelo Lomba. O goleiro do Flamengo tem demonstrado segurança e muitas vezes evita resultados ainda piores para o time, que não está em boa fase. Foi assim contra o Cruzeiro, na última quarta-feira, na derrota por 1 a 0. Não fossem as defesas do camisa 29, o placar teria sido dilatado. No entanto, no mesmo jogo, chamou a atenção a dificuldade que ele enfrenta para jogar com os pés. Em duas bola recuadas, se atrapalhou e quase foi surpreendido pelos atacantes adversários. Não foi a primeira vez. Na derrota para o Internacional, dia 25 de julho, no Beira-Rio, também errou em uma reposição.

- Neste último jogo, aconteceu. As bolas vêm sendo bastante recuadas, estou trabalhando isso, treinando. Não quero ela perto de mim, mas se tiver que ajudar eu vou tirar, se os zagueiros puderem ajudar, vão tirar. Contra o Atlético-PR, fui bem. Tenho treinado, assim como treino todos os fundamentos. Vou treinar mais com os pés, sim – afirmou.

A ideia do trabalho de Marcelo Lomba é justamente aprimorar sua habilidade com os pés. Nos últimos jogos da equipe, ele acabou sendo exigido neste sentido, já que muitas bolas foram recuadas.

O Flamengo enfrenta o Santos neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. O Rubro-Negro está em 15º, com 21 pontos.




Para Silas, pressão por arrancada pode atrapalhar: ‘É perigoso’

O Flamengo chega à metade do Campeonato Brasil à procura de um novo rumo. A irregularidade foi a marca do time no primeiro turno. Em 18 jogos, cinco vitórias, seis empates e sete derrotas. Os números denunciam. A equipe tem o pior ataque da competição, com 14 gols. Os jogadores de frente não marcam há oito partidas, e o Rubro-Negro não sabe o que é vencer há quatro rodadas. Neste domingo, a intenção é fazer do último compromisso pela primeira parte do Nacional, contra o Santos, um marco da reação. A todo momento, a arrancada que resultou no título do ano passado é citada. Serve de inspiração, mas também pode representar um perigo, segundo o técnico Silas.


- Eu não acho bom, não. É perigoso ficar sempre achando que vai dar uma arrancada, às vezes pode não acontecer. Estamos quatro pontos à frente da zona de rebaixamento, a luz vermelha não acendeu ainda e nem pode acender. Mas influencia na parte mental. O cara não quer mais sair para ir ao shopping, não quer ir para a rua porque vai ser cobrado pela torcida. O clima está bom, o time está bem, falta acertar as situações que já vimos, como a falta de ritmo, que no segundo tempo cai um pouco. A maioria deles (jogadores) já viveu os dois lados da experiência, o de ser campeão e o lado ruim. Eles também são experientes com relação a isso – frisou.

O goleiro Marcelo Lomba entende a insatisfação dos torcedores. Lembra que no ano passado o time brigou pelas primeiras posições, mas atualmente vive dificuldades.

- Eu não mudo a minha rotina. Estou acostumado com o Flamengo. Claro que a vida mudou nos últimos meses, mas não vou deixar isso me afetar. É óbvio que é a hora de trabalho, de pensar primeiro no clube. A torcida quer resultados, viemos de um título do Brasileiro e é disso que vamos atrás. Na cabeça deles, não vai passar que vamos brigar pela zona de rebaixamento. Penso em vencer, no G-4, jogo a jogo. Uma sequência boa de vitórias pode ajudar – comentou.

Silas e Lomba têm discursos parecidos quando falam da importância dos torcedores.

- O torcedor já demonstrou que nos momentos mais difíceis ele está ao lado do time. Os atletas precisam do torcedor. Enquanto houver chances, temos de ter todo mundo junto - comentou.

Lomba convoca os rubro-negros, quer apoio. Será a última partida antes do fechamento do Maracanã para as obras da Copa do Mundo de 2014.

- Eu gosto de jogar no Maracanã, fui criado assim, jogava as preliminares da base. Sou acostumado e gosto. Vamos ter de nos adaptar a jogar em Volta Redonda ou no Engenhão. Nossa torcida é o 12º jogador. Com ela, tudo sempre acontece. É o último jogo e pedimos que
compareçam, que ajudem – destacou.

O próximo jogo com mando de campo rubro-negro será no dia 11, contra o Vitória, em Volta Redonda. O clube também pode entrar em acordo com o Botafogo para jogar no Engenhão.

Flamengo e Santos se enfrentam às 16h (de Brasília), pela 19ª rodada.



Fla lança canal para celular; campanha do CT já tem valor pré-definido

Neste domingo, os torcedores rubro-negros que comparecerem ao Maracanã para assistir ao jogo contra o Santos, às 16h, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, poderão acompanhar o lançamento da campanha “Flamengo móvel” nos telões do estádio.

A novidade visa estreitar a relação com o torcedor por meio de mensagens eletrônicas (SMS) contendo vídeos, fotos, notícias e conteúdo exclusivo do clube via celular.

Através do canal “Mengo 3434”, o torcedor pagará apenas R$ 0,31, mais impostos, para ter acesso ao conteúdo, que atualizará em tempo real o dia-a-dia do Flamengo.

Além do lançamento do canal móvel, a diretoria realiza os últimos ajustes no projeto “Abrace o CT”, que colocará nomes de torcedores no muro do Ninho do Urubu. A expectativa é anunciar, em breve, a venda prévia dos espaços no centro de treinamento. Inicialmente, o valor do espaço será em torno de R$ 200. Estima-se que até o final do mês o projeto seja concluído e as vendas comecem.

Fechando a série de iniciativas, o departamento de marketing está em fase final de ampliação do programa Cidadão Rubro-Negro. O programa se transformará em um evoluído sócio torcedor. Os torcedores terão benefícios exclusivos e um programa de pontos que permitirá trocas por camisas e ingressos. A ideia é viabilizar uma iniciativa popular, sem gastos excessivos para o torcedor. A ação deverá ser anunciada em outubro.



Nunes, Júnior e Tita falam do péssimo momento do ataque do Mengão

Rio - A torcida do Mengão já não tem qualquer dúvida sobre a péssima fase do ataque da equipe. Mas os números são capazes de assustar até o flamenguista mais fanático. Com 14 gols, média de apenas 0,77 por partida, o Flamengo tem o pior ataque do Brasileiro desde que a competição passou a ser disputada por pontos corridos, em 2003. Até mesmo em 2004, quando ocupava a lanterna da competição na 18ª rodada, o Flamengo havia feito mais gols (17).

Além disso, o atual ataque é o segundo pior do Flamengo na história do Campeonato Brasileiro. Só não é pior do que o do time de 1971, que fez 13 gols em 19 jogos disputados.

Para o ex-jogador rubro-negro Júnior, a situação vivida pelo setor ofensivo da equipe é preocupante. No entanto, o Maestro não coloca a responsabilidade apenas nos atacantes.

“A culpa não pode ser colocada apenas nos homens da frente. Os meias e os laterais não vinham tendo participações boas. Nas duas últimas partidas, estiveram melhor”, disse Júnior, que afirmou acreditar no potencial dos reforços Diogo e Deivid, que devem jogar juntos na partida de amanhã, contra o Santos. “Acredito que o segundo turno vai ser diferente. Com jogadores como Deivid e Diogo, o Flamengo deve superar tudo isso”, disse.

Com 99 gols marcados pelo Flamengo, o ex-atacante Nunes ressaltou a importância do treinamento dos centroavantes para que os gols voltem a sair. “Na minha opinião, qualquer atacante só melhora de rendimento treinando finalizações, domínio e cabeceio. Eu aconselho que os atacantes do Flamengo trabalhem muito para marcar gols e acabar com essa situação incômoda”, disse o Artilheiro das Decisões.

Um dos melhores atacantes da história rubro-negra, Tita, autor de 135 gols pelo clube, enxerga a falta de gols com outra ótica. Para ele, a má forma de Val Baiano, que vem sendo utilizado na equipe titular, foi crucial para a falta de gols. “O Val Baiano está atuando fora de forma, e isso definitivamente vem atrapalhando a equipe. O Flamengo precisou dele para conseguir gols, mas piorou a situação. Vamos torcer para que o Deivid e o Diogo entrem em boa forma para que os gols voltem a sair”, lembrou o ex-jogador.


Festival de jogos com gol no fim ajuda Ceará e prejudica o Flamengo

Petkovic Guarani x FlamengoGuarani surpreendeu contra o Flamengo e marcou duas vezes no fim, conseguindo a virada


Veja abaixo uma relação das vezes em que gols no fim de partida mudaram o resultado do jogo, entre beneficiados e prejudicados:


Nº de vezes que foi beneficiado Nº de vezes que foi prejudicado
Ceará 3 0
Guarani 3 1
Goiás 3 1
Botafogo 2 1
Grêmio 0 3
Palmeiras 1 3
Flamengo 2 3
Vitória 2 3
Prudente 0 2
São Paulo 1 2



Silas exclui Val Baiano e Leandro Amaral do jogo contra o Santos

No último mês, Val Baiano e Leandro Amaral tiveram a responsabilidade de resgatar a força do ataque do Flamengo pós-Império do Amor. Em um primeiro momento, não conseguiram sucesso e amargam jejum de oito e cinco jogos, respectivamente. A primeira consequência virá neste domingo. O técnico Silas não os colocou na lista de concentrados para a partida contra o Santos, no Maracanã. Os dois foram tiveram uma conversa à parte com o técnico e foram informados da decisão. Diogo, Deivid e Diego Maurício serão as três opções para o ataque.

Na entrevista coletiva de sexta-feira o treinador deu a entender que poderia tirar Petkovic ou Renato da equipe titular. Entretanto, Vinícius Pacheco não será o substituto. Silas conversou com o apoiador após o treino de quinta-feira, mas o manteve fora da relação nesta rodada.

O Flamengo não divulga a lista de concentrados, mas sabe-se também que os volantes Toró, Maldonado e Fernando estão entre os 19. Desta forma, cresce a chance de um dos três entrar no time titular.

O técnico Silas comandará um treino fechado na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu. Preocupado com o desgaste físico do elenco, ele evitou coletivo ou trabalho tático na sexta-feira e preferiu prolongar o tempo de recuperação após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, quarta-feira.

Flamengo e Santos se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília). O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.


sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Com o pior ataque do Brasileiro, Fla calibra pontaria para pegar o Santos

Sem vencer há quatro rodadas e com o pior ataque do Brasileirão (14 gols), o Flamengo aproveitou o treino desta sexta-feira, na Gávea, para calibrar a pontaria para o duelo com o Santos, no domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Com a ajuda do técnico Silas, os jogadores fizeram um trabalho intenso de finalização por quase uma hora e também simularam jogadas ofensivas. (confira alguns gols do treino no vídeo abaixo).



O exercício foi dividido em duas partes. Na primeira, eram feitos cruzamentos na área para aprimorar o chute em direção ao gol. Além de bolas alçadas, os rubro-negros ensaiaram jogadas de contra-ataque e a movimentação da equipe. A atividade contou com a participação de titulares e reservas. Destaque para os gols de Renato, Michael, Vinícius Pacheco e Diogo.

O Flamengo é o 15º na tabela, com 21 pontos, quatro à frente da zona de rebaixamento.

Vinícius Pacheco está nos planos de Silas e pode ganhar chance

O técnico Silas acena com a possibilidade de sacar Petkovic ou Renato da equipe titular do Flamengo. Contra o Santos, domingo, no Maracanã, não será surpresa se um dos dois começar no banco de reservas. Há uma preocupação com a condição física dos armadores, que sentem o desgaste da maratona de jogos. Uma das opções para o setor é Vinícius Pacheco. Na gestão de Rogério Lourenço, o camisa 22 vinha sendo escalado no ataque, fora de posição.

Pacheco e Silas já trabalharam juntos. Foi em 2007, quando o treinador era auxiliar de Zetti no Paraná Clube. Na última quinta-feira, tiveram uma conversa no gramado da Gávea após o treino. O jogador, que teve um bom início de temporada ao lado de Adriano e Vagner Love, pode passar a ter mais chances.

- Conversei com ele. Esteve comigo no Paraná na disputa da Libertadores e foi muito bem. No futebol, existe muito a confiança entre o técnico e o atleta. Está todo mundo procurando jogadores com as características dele. Preciso trabalhar com ele, devolver a confiança. É um jogador muito importante, que ajudou o Adriano, o Love. Não desaprende. Precisa de confiança e sequência. É o mesmo que acontece com o Val (Baiano, atacante). Aqui, tudo é flamengo. Vamos com esses jogadores até o fim do ano, exceto aqueles que liberarmos. Mas devemos continuar com 90% do grupo – frisou.

Flamengo e Santos vão se enfrentar pela 19ª rodada do Brasileirão, às 16h (de Brasília). O Rubro-Negro é o 15º na tabela, com 21 pontos, enquanto o Peixe está em terceiro, com 30. Na manhã deste sábado, o técnico Silas comanda o último treino antes do duelo. Será um trabalho com portões fechados, no Ninho do Urubu.


Dois pesos, duas medidas

Futebol-Parcial

Ronaldo

Ronaldo apareceu mais magro ontem em algumas fotos. Descobrimos como ele conseguiu:

ronaldo

Marcelo Lomba à espera de Diogo e Deivid: ‘Eles são a nossa esperança’

É com uma nova dupla de ataque que o Flamengo tenta decidir o que quer da vida no Brasileirão. Diogo e Deivid estreiam neste domingo cercados por expectativa e ao mesmo tempo sob pressão. O técnico Silas faz mistério, não confirma a escalação dos dois contra o Santos, mas dificilmente ficarão fora. O Rubro-Negro tem o pior ataque do campeonato, com 14 gols, e os homens de frente amargam oito partidas de jejum. O último a marcar foi Diego Maurício, em 21 de julho, contra o Avaí.

A participação de Diogo chegou a estar ameaçada. Ele sofreu uma torção no tornozelo esquerdo no domingo passado e passou boa parte da semana em recuperação. Nesta sexta-feira, treinou normalmente. Deivid ainda está longe da forma física ideal, mas se colocou à disposição para ajudar. Quer tirar o time da 15ª posição, com apenas 21 pontos.

Além de toda a expectativa da torcida, os jogadores esperam por eles. O goleiro Marcelo Lomba, por exemplo, diz que os atacantes dão mais peso ao time.

- Vão ajudar muito. São dois grandes jogadores, se destacaram no Brasil, na Europa. O nosso ataque vem fazendo poucos gols. Eles são a nossa esperança. O Val (Baiano) tem se dedicado bastante também. O Deivid e o Diogo são uma dupla de peso e incomodam os adversários – frisou.

Flamengo e Santos jogam às 16h, no Maracanã. Neste sábado, o técnico Silas comanda o último treino antes da partida, no Ninho do Urubu. Será um trabalho com portões fechados.


Silas não confirma nova dupla de ataque e pode sacar Renato ou Pet

A escalação do Flamengo para a partida contra o Santos, domingo, no Maracanã, passa primeiro pela preparação física. Silas diz que só vai divulgar o time pouco antes do jogo. Não quer dar pistas a Dorival Júnior. Na verdade, também pretende analisar a melhor formação para tentar diminuir o desequilíbrio que tem prejudicado o rendimento do time. Alguns jogadores, como os meias Renato e Petkovic, sofrem com o desgaste causado pela maratona de jogos. Titulares contra o Cruzeiro, é possível que um deles comece no banco.

- Ao comandante, cabe observar essa situação e não deixar ela passar. O importante é que sabemos o que cada um pode acrescentar. O Renato, mesmo sem ritmo, entrou com o coração, é Flamengo, ama o clube. E o Pet, numa jogada de bola parada, define o jogo. Temos de tentar aproveitar os dois da melhor maneira possível. Entender o momento de colocar um e deixar o outro no banco. Tem de ver o momento, o adversário. É um período de avaliação para a preparação física, alguns atletas ficaram um ano sem jogar. Isso pesa muito num momento desses, até para não perder um jogador por lesão – explicou.

O atacante Deivid, por exemplo, não joga uma partida oficial completa desde de novembro do ano passado. Fez toda a pré-temporada pelo Fenerbahçe, da Turquia, disputou amistosos, mas ainda não está no melhor da forma física. Ainda assim se colocou à disposição. Mas nem mesmo a nova dupla de ataque, com ele e Diogo, está confirmada. Diogo está recuperado de uma torção no tornozelo esquerdo e treinou normalmente com o grupo nesta sexta-feira.

- Diogo mostrou um condicionamento bom nos jogos que participou, treinou normalmente, é um bom sinal, mas vamos aguardar até amanhã porque o Dorival está sem o Neymar (suspenso). Vamos ver qual é a ideia dele. Gostaria de dar o time completo, mas vou segurar para quem sabe causar uma surpresa, quem sabe tirar proveito. Não é só a questão do condicionamento, mas as substituições. Dependendo de quem eu escolher, três opções são seguras. Tenho gente no meio-campo que não está 100%, mas não me perguntem mais nada sobre isso, ou vou começar a entregar (risos) - comentou.

Silas não terá o zagueiro Jean, suspenso. David entra na vaga dele. Nesta sexta, o técnico comandou um longo treino técnico na Gávea. Os titulares participaram apenas da primeira parte. Depois, foram poupados. Existe todo um cuidado para que a recuperação física seja a melhor possível. Houve também um trabalho intenso de finalização. Deivid e Diogo participaram.

A equipe volta a trabalhar na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu. Silas já avisou que a atividade será com portões fechados.

- Vamos treinar um pouco mais fechados, a bola parada. Ainda não tive como fazer isso desde que cheguei. A bola parada defensiva e a ofensiva são importantes. Quando está exposto, fica mais complicado – afirmou.

O Flamengo é o 15º na tabela, com 21 pontos. Está apenas quatro pontos à frente da zona de rebaixamento e não vence há quatro rodadas. A partida contra o Santos será às 16h (de Brasília).


Vagner Love faz visita surpresa ao Fla

As tranças não são mais rubro-negras. Culpa do CSKA, que não o deixou ficar no Flamengo. Mas Vagner Love, mesmo com os “cabelos” azuis, não deixou de visitar o clube que defendeu de janeiro a julho deste ano.

Artilheiro do time na temporada, com 22 gols, o atacante aproveitou a folga na Rússia para rever companheiros na tarde desta sexta-feira. Ele chegou sorridente, foi saudado aos gritos de “Volta” por cerca de 30 crianças que acompanharam o treino, na Gávea. Depois, conversou com Zico por alguns minutos e recebeu os cumprimentos de Petkovic e outros jogadores.



Angelim elogia David e Welinton e não teme a falta de entrosamento

Com Jean suspenso, o técnico Silas terá de fazer uma alteração na zaga do Flamengo para a partida deste domingo, contra o Santos, no Maracanã, pela 19ª rodada do Brasileirão. O camisa 26 foi expulso no duelo com o Cruzeiro, em Uberlândia, na última quarta-feira. David e Welinton estão na briga por uma vaga ao lado de Ronaldo Angelim.

- Os dois são jogadores de muita qualidade. O Welinton atuou muito bem quando entrou, o David ainda não jogou depois que renovou, mas já o conheço e sei o que pode jogar - disse Angelim, em entrevista ao site oficial do clube.

O jogador confia na qualidade no sistema defensivo da equipe e não teme a falta de entrosamento.

- Ali na zaga, quem quer que entre vai se sair bem. Tenho certeza de que qualquer um dos dois vai dar o melhor e ajudar o Flamengo - comentou.

O Rubro-Negro recebe o Santos, no Maracanã, às 16h. O time do técnico Silas é o 15º colocado, com 21 pontos.


'Vamos ter que avaliar bem os dois', diz preparador sobre Pet e Renato

O preparador físico Emerson Buck chegou ao Flamengo indicado pelo técnico Silas. E, de cara, já assumiu uma importante missão: deixar a dupla de armadores do time em condições ideais.

Renato e Petkovic não têm conseguido render o que se espera deles. Cada um com suas dificuldades. Renato estava no Al Shabab, dos Emirados Árabes, onde a carga de treinos é bem menos intensa. Aos 37 anos, Pet não suporta 90 minutos em nível máximo, especialmente num momento em que a maratona de jogos exige recuperação rápida.

- Vamos ter que avaliar bem os dois. Pet é mais uma questão de dosar. Temos que ter um cuidado especial quando é um veterano, para não lesioná-lo. Com o Renato, é questão de condicionamento físico. Ele já chegou começando a jogar, e é preciso dar uma lapidada. Sabemos que é difícil jogando no meio de semana, mas vamos fazer o possível para recuperá-lo - disse, em entrevista à Rádio Brasil.

Buck começa a mostrar serviço no clube justamente em um momento delicado no Campeonato Brasileiro, com dois jogos por semana. Ele explicou que não pode apertar muito nos treinamentos físicos nesta fase, e ressaltou que uma boa preparação emocional pode ser importante para o time se recuperar.

- É um momento de união e sacrifício para tirar o Flamengo desta situação. É um clube grande, de ponta, e deveria estar brigando lá na frente. Nesse momento não podemos puxar muito na parte física, mas vamos trabalhar o emocional e fazê-los comprar essa ideia.

Atualmente com 21 pontos, o Flamengo ocupa a 15ª colocação no Campeonato Brasileiro. Domingo, às 16h (de Brasília), o time enfrenta o Santos, no Maracanã.


Correa diz que Santos perdeu seus diferenciais, mas continua perigoso

O Santos foi campeão paulista e da Copa do Brasil conduzido por um quinteto cheio de talento. Com Wesley, Paulo Henrique Ganso, Robinho, André e Neymar, jogou bonito, distribuiu goleadas, encantou e foi eficiente. Mas o time do técnico Dorival Júnior vem sendo obrigado a passar por mudanças. Wesley, Robinho e André foram para a Europa, enquanto Ganso sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo, passou por cirurgia e só volta a jogar no ano que vem.

Neste domingo, o Peixe enfrenta o Flamengo, no Maracanã, pela 19ª rodada do Brasileirão. Além dos quatro, Neymar não joga. O atacante recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Avaí, nesta quinta-feira, e vai desfalcar a equipe contra o Rubro-Negro. O volante Correa reconhece que são jogadores que fazem falta ao adversário, mas ainda assim diz que é preciso respeitar a garotada da Vila Belmiro.

- São jogadores de qualidade. André, Robinho, Ganso e Neymar foram diferenciais, mas o Santos conquistou o que conquistou não foi por acaso. Temos de respeitar, mas no momento em que começar o jogo vamos buscar a vitória. Já falei que chega de dar bobeira – disse.

Correa deve ser mantido como titular. Contra o Cruzeiro, na derrota por 1 a 0, ele jogou quase como um terceiro zagueiro e teve muito trabalho. Diz que não sentiu qualquer desconforto e está pronto para ajudar o novo técnico de qualquer forma.

- Houve a mudança contra o Guarani também. Fui recuado e saía quando tinha a possibilidade. O professor (Silas) assistiu ao jogo, gostou da forma como atuei e manteve. Já cheguei a fazer a função de terceiro zagueiro no Palmeiras. Não importa a posição. Precisamos de algo mais para vencer – disse.

Flamengo e Santos se enfrentam às 16h. Os cariocas estão em 15º, com 21 pontos. Os paulistas ocupam a terceira posição, com 30.


Showbol





Obras do Maracanã avançam, e anel inferior começa a ser demolido

O Maracanã amanheceu nesta sexta-feira com mais um etapa das obras que visam à Copa do Mundo de 2014. Uma escavadeira começou a demolir parte do anel inferior. No domingo, às 18h30m (de Brasília) Flamengo e Santos disputam a última partida no estádio antes do fechamento do estádio para o término dos trabalhos.

escavadeira maracanã obras

Obras no Maracanã começam a acelerar

A presidente da Suderj, Marcia Lins preferiu não entrar em detalhes para dizer se o Maracanã ainda tem condições de receber partidas do Campeonato Brasileiro. Segundo ela, o estádio continua normalmente o seu processo de obras.

- A questão não é o Maracanã ter condições de receber os jogos. A obra continua avançando e, a partir da transferência, a gente vai acelerar o processo dentro do cronograma estabelecido. A retirada total das cadeiras azuis já foi feita, já começou o processo de demolição. O Maracanã continua em obras normalmente como previsto. O que aconteceu de diferente é que não tem mais os jogos.

Márcia Lins voltou a frisar que a decisão de fechar o estádio no returno do Brasileirão coube à Federação de Futebol do Rio e à CBF.

- O Maracanã é locado para a realização dos Campeonatos Estadual e Brasileiro através de um convênio com a Federação, que tem a legitimidade de decidir junto com a CBF qual é a melhor forma de realização de seu campeonato. No entendimento deles, essa foi a melhor forma e isso foi anunciado.

Porém, ela ressaltou que a Suderj precisará ser consultada, caso os clubes consigam manter o Maracanã aberto, pois o consórcio precisaria se adequar a essa decisão.

- Se a CBF voltar atrás, terá de nos procurar para nós conversarmos. Vamos sentar da mesma forma com o consórcio e avaliar dentro do que estamos realizando essa hipótese.


Masters da Gávea x Meninos da Vila: filosofias distintas no duelo do Maraca

Qual será o caminho ideal para montar um time vencedor: apostar nos mais novos ou nos mais experientes? Essa discussão não é nova. Logo após a eliminação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, a principal preocupação da CBF foi dar início ao processo de renovação dos jogadores. A equipe foi considerada "velha" em comparação com outras que tiveram mais êxito na competição como Espanha e Alemanha. O duelo entre Flamengo e Santos neste domingo, pelo Brasileirão, será uma boa oportunidade de confronto entre estas duas filosofias.

O Peixe mantém a lógica dos anos anteriores e possui o time com menor média de idade do campeonato. Os Meninos da Vila encantaram os amantes do futebol técnico com as conquistas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. O Rubro-Negro acabou perdendo o Carioca para o Botafogo e foi eliminado da Libertadores nas quartas de final. No Brasileiro, a situação também é oposta: paulistas estão entre os primeiros colocados, cariocas perto da zona de rebaixamento. Estes resultados são indicadores de que o melhor caminho é a juventude? O veredicto pode sair após a partida no Maracanã.

Dos jogadores que têm participado regularmente dos jogos do Santos, Neymar é o mais garoto, mas não joga neste domingo porque levou o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 sobre o Avaí. E é justamente dos pés dele que têm saído as jogadas de mais habilidade do time. O atacante de 18 anos é, obviamente, um dos maiores defensores da filosofia do clube, que conta ainda com Alex Sandro (19), Danilo (19), Zé Eduardo (20), Rafael (20) e Keirrison (21), para citar os mais novos entre os titulares.

- O Santos sempre aposta nos jovens e isso traz resultados. A vantagem de ter um elenco jovem é que se joga com alegria, um futebol rápido, habilidoso - afirmou Neymar.

O técnico Dorival Júnior fica feliz de trabalhar em um lugar onde as categorias de base são muito valorizadas, mas diz que a idade não é pré-requisito para garantir vaga no time.

- O Santos, como sabemos, sempre teve essa tradição de revelar jovens jogadores. Nesse ano, o clube está com uma safra excelente, das melhores que já se viu. Agora, o que conta para mim é a qualidade do jogador, sua capacidade. Não escalo só porque são jovens, escalo porque têm qualidades. Quando se tem um jogador como o Neymar tem de escalar. Independentemente da idade.

No time-base do Flamengo, também há espaço para os jovens, como é o caso de Marcelo Lomba (23), Willians (24) e Diogo (23), por exemplo. Mas os trintões como Petkovic (37), Leo Moura (31), Jean (30), Renato (32), Deivid (30) e Ronaldo Angelim (34) costumam predominar no elenco. Correa, que está a apenas um ano de integrar o grupo dos mais velhos, não acredita que essa característica do elenco seja prejudicial.

- São dois grupos diferentes, cada um já viveu situações boas e ruins. O Santos tem os meninos, mas eles já foram campeões e passaram por situações difíceis também. O momento do Flamengo é ruim, o Santos vive um bom momento. Vamos dar a volta por cima dentro de campo. Temos de ver no que estamos errando, encarar com naturalidade, trabalhar e corrigir. Não adiantar falar e não fazer. Futebol é resultado e tem de ser conquistado dentro de campo.

Média de idade dos times no Brasileirão 2010
1) Santos 22,91 11) Fluminense 27,36
2) Atlético-PR 24,90 12) Atlético-MG 27,45
3) Avaí 25,09 13) Vitória 27,54
4) Prudente 25,09 14) Corinthians 27,63
5) Vasco 25,27 15) Goiás 27,63
6) Grêmio 26,36 16) Guarani 27,81
7) Cruzeiro 26,63 17) Atlético-GO 28,00
8) São Paulo 26,72 18) Ceará 28,18
9) Palmeiras 26,90 19) Internacional 28,45
10) Botafogo 27,36 20) Flamengo 29,18
OBS: Foram computados somente os times-bases de cada equipe no Brasileirão.

















Flamengo x Santos: venda de ingressos

Preços:

Arquibancadas verdes ou amarelas inteiras: R$ 40
Arquibancadas verdes ou amarelas ½ entrada: R$ 20
Arquibancadas brancas inteiras: R$ 50
Arquibancadas brancas ½ entrada: R$ 25
Cadeiras Especiais inteiras: R$ 150
Cadeiras Especiais ½ entrada: R$ 75

Pontos de venda:

Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora)
Blheterias do Fluminense
Bilheteria nº 8 do Maracanã
Bilheterias do São Cristóvão
Bilheterias do ginásio do Tijuca Tênis Clube
Rua São João nº. 34 loja 114 – Centro – Niterói
HSBC Arena - Av. Abelardo Bueno, 3401 - Barra da Tijuca
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Horário de venda:

De 9h às 17h (sistema de venda on-line - pré-venda)



Qual o Flamengo ideal?

Já não dá mais pra contratar ninguém e o fantasma do rebaixamento começa a rondar a Gávea. Ainda que Diogo e Deivid façam o que deles se espera - gols e um ataque realmente ameaçador para os adversários, isso me parece pouco, diante da evidente falência de outros setores do time - notadamente o meio-campo.

Qual seria, então, a saída? Que escalação você sugeriria ao técnico Silas, caso pudesse?

A minha: Marcelo Lomba (mas, pelo amor de Deus, não recuem mais bolas que o obriguem a jogar com os pés), Leonardo Moura, Jean(David), Ronaldo Angelim e Juan (não vejo substitutos que possam rejuvenescer ou melhorar muito a zaga, no elenco atual); Maldonado, To (sim, eu estou sugerindo a escalação do Toró! Logo eu...), Williams e Correa (que, me garantem os que o conhecem bem, é meia de origem e sabe fazer lançamentos e cobrar bem faltas); Diogo e Deivid.

Petkovic ficaria no banco, para eventuais entradas a partir dos 30 minutos do segundo tempo, quando extremamente necessário (é duro, mas forçoso reconhecer que seu belíssimo canto de cisne foi o hexampeonato). E Renato Abreu trataria de treinar muito para voltar minimamente à forma e, talvez, disputar posição no meio, com o Toró...

O panorama é sombrio para os rubro-negros. Que precisam começar a fazer contas para não entrar na zona da degola e a rezar para que os novos atacantes consigam fazer milagres...


Neymar recebe terceiro amarelo e não pega o Flamengo

Santos - O técnico Dorival Júnior irá reestruturar o esquema do Santos para o próximo jogo, contra o Flamengo, domingo, às 16h, no Maracanã.

Isso por conta da suspensão do melhor jogador em campo no jogo contra o Avaí, o jovem Neymar. Ao simular um pênalti, aos 27 minutos da etapa final, o garoto levou o terceiro cartão amarelo e não estará no último jogo no Maracanã antes do estádio ser fechado para reformas visando a Copa de 2014.

“O Neymar acrescenta muito ao nosso time, principalmente agora sem Ganso. Vamos buscar uma adaptação rápida para jogar sem ele. Pelo time que temos, nós temos condições de jogar bem sem ele”, disse Dorival Júnior.

Este foi o sexto cartão amarelo do atacante em 13 jogos disputados pelo Brasileirão. “O juiz só amarelo para o Neymar, vou fazer o que?”, disse o jogador, que reclamou também da intimidação por parte dos zagueiros do Avaí. “Estou cansado de ficar escutando besteirinha de jogador falando que vai me quebrar”, disparou.

Dorival defendeu seu pupilo: “Não estamos reclamando da dura marcação, mas está na hora de policiar os jogadores que querem intimidá-lo. Mas nós intimidamos com a bola.”



Brasileirão 2010: Classificação e próximos jogos

Clubes PG J V E D GP GC SG
1FluminenseFluminense38181152311417
2CorinthiansCorinthians34171043291811
3SantosSantos301793529227
4BotafogoBotafogo3018864281810
5InternacionalInternacional281784522193
6CruzeiroCruzeiro281877419154
7CearáCeará251867515132
8Atlético-PRAtlético-PR24187382228-6
9PalmeirasPalmeiras241859419190
10AvaíAvaí231865728280
11 vasco23175841718-1
12GuaraniGuarani23185852023-3
13São PauloSão Paulo22185762223-1
14VitóriaVitória22185762122-1
15FlamengoFlamengo21185671415-1
16GrêmioGrêmio19184772124-3
17Atlético-MGAtlético-MG171852112131-10
18Grêmio PrudenteGrêmio Prudente16184771923-4
19Atlético-GOAtlético-GO141835101825-7
20GoiásGoiás131834111532-17

PG = Pontos Ganhos J = Jogos V = Vitórias E = Empates D = Derrotas GP = Gols Pró GC = Gols Contra SG = Saldo de Gols


Próximos jogos

19ª rodada

Data Hora Mandante


Visitante Local
04/09/2010 18h30 Botafogo - x - Grêmio Engenhão
04/09/2010 18h30 Ceará - x - vasco Castelão
04/09/2010 18h30 Corinthians - x - Goiás Pacaembu
05/09/2010 16h Avaí - x - Atlético-PR Ressacada
05/09/2010 16h Palmeiras - x - Cruzeiro Palestra Itália
05/09/2010 16h Guarani - x - Fluminense Brinco de Ouro
05/09/2010 18h30 Atlético-MG - x - São Paulo Mineirão
05/09/2010 16h Flamengo - x - Santos Maracanã
05/09/2010 18h30 Atlético-GO - x - Vitória Serra Dourada
05/09/2010 18h30 Internacional - x - Grêmio Prudente Beira-Rio