Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 6 de novembro de 2010

Flamengo x Atlético-PR




Ficha técnica



Estádio: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)

Data: 7/11/2010

Hora: 19h30h (de Brasília)

Árbitro: Jose Henrique de Carvalho (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcia Lopes (RO)

Flamengo: Marcelo Lomba; Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Renato e Guilherme Negueba; Deivid e Val Baiano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Atlético-PR: Neto, Wagner Diniz, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Chico, Vitor, Paulo Baier e Iván González; Guerrón e Nieto. Técnico: Sérgio Soares.


Basquete: Flamengo tem sua estreia no NBB novamente adiada

O Flamengo teve mais uma vez sua estreia no NBB adiada. Depois da mudança do jogo contra Franca por causa da disputa da Liga Sul-Americana, o time rubro-negro precisou mudar a data da partida contra o Vila Velha por causa de um evento que será realizado na Arena da Barra. O duelo estava marcado para o dia 14, no Rio de Janeiro, mas será disputado no 17, às 20h, em Vila Velha.

Com o adiamento, o Flamengo vai jogar no dia 14 pelo Estadual, contra, às 11h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. O primeiro jogo em casa da equipe carioca no NBB será no dia 21, contra o Vitória.



Bielsa convoca Maldonado, Fierro e Valdivia em sua despedida do Chile

Em sua despedida da seleção chilena, o técnico Marcelo Bielsa convocou neste sábado 23 jogadores para o amistoso contra o Uruguai, no próximo dia 17, em Santiago. Entre os adversários do botafoguense Loco Abreu estão o volante Maldonado e o meia Fierro, do Flamengo, e o meia Valdivia, do Palmeiras. Os três, no entanto, não irão desfalcar os seus times em compromissos no Campeonato Brasileiro ou na Copa Sul-Americana.

– Acredito que é mais um passo dado para eu me consolidar novamente na seleção. O Uruguai é um tradicional adversário e jogaremos na capital de nosso país. Será uma grande oportunidade para mim, quero estar no grupo que disputará a Copa América no ano que vem – disse Maldonado.

Como prometido, Marcelo Bielsa renunciou ao cargo no comando da seleção chilena na última quinta-feira assim que foi proclamada a vitória de Jorge Segovia nas eleições para presidente da federação de futebol do país andino. Desde então, nomes como Carlos Alberto Parreira e Claudio Borghi, atual técnico do Boca Juniors, surgiram como possíveis substitutos.

Confira os 23 convocados:

Goleiro: Claudio Bravo (Real Sociedad, ESP).

Defensores: Gonzalo Jara (West Bromwich, ING), Osvaldo González (Toluca, MEX), Waldo Ponce (Racing, ESP), Arturo Vidal (Bayer Leverkusen, ALE) e Gary Medel (Boca Juniors, ARG).

Meio-campistas: Claudio Maldonado (Flamengo, BRA), Gonzalo Fierro (Flamengo, BRA), Marco Estrada (Montpellier, FRA), Matías Fernández (Sporting Lisboa, POR), Mauricio Isla (Udinese, ITA), Charles Aránguiz (Quilmes, ARG), Carlos Carmona (Atalanta, ITA), Pedro Morales (Dínamo Zagreb (CRO), Rodrigo Tello (Eskisehirspor, TUR) e Jorge Valdivia (Palmeiras, BRA).

Atacantes: Jean Beausejour (Birmingham, ING), Humberto Suazo (Monterrey, MEX), Mark González (CSKA Moscou, RUS), Emilio Hernández (Argentinos Juniors (ARG), Alexis Sánchez (Udinese, ITA), Fabián Orellana (Granada, ESP) e Mauricio Pinilla (Palermo, ITA).

Willians será homenageado pelos 100 jogos com a camisa do Fla

O volante Willians, que completou 100 jogos pelo Flamengo na última quarta-feira, no empate por 2 a 2 com o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro, será homenageado pela diretoria rubro-negra neste domingo. De acordo com o gerente de futebol do clube, Isaías Tinoco, momentos antes da partida com o Atlético-PR, neste domingo, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 19h30m (de Brasília), ele será presenteado com uma placa e uma camisa comemorativa com o número 100.

- Tenho uma ligação forte com o Flamengo e sua torcida. Completar 100 jogos com a camisa do clube é motivo de muito orgulho e fico feliz de receber essa homenagem da diretoria – disse o jogador, por meio de sua assessoria de imprensa.

Contratado no fim de 2008, Willians estreou no dia 25 de janeiro de 2009, na vitória por 1 a 0 sobre o Friburguense, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Desde então, o volante soma 47 vitórias, 29 empates, 24 derrotas e três gols marcados, além do título do Campeonato Brasileiro do ano passado.

Há dez dias, o Santos declarou interesse pelo jogador. Ele tem contrato até 2013 e multa rescisória em torno de R$ 10 milhões para clubes brasileiros. A diretoria rubro-negra informa que não irá negociar o volante, pelo menos até o fim da temporada.

Guilherme Negueba: talento com latinha foi primeiro passo até o Fla

A camisa de treino ganhou o número 36 e foi personalizada há poucos dias. A inscrição Negueba revela o apelido que carrega desde pequeno, quando chegou à categoria infantil do Flamengo. Pegou tanto que resolveu assumir. O primeiro nome é Guilherme, mas pouca gente usa. Nos treinos, Vanderlei Luxemburgo o chama de “neguinho”. O novo titular do meio-campo do Flamengo estreia neste domingo, na partida contra o Atlético-PR, em Volta Redonda, pela 34ª rodada do Brasileirão.

Neste sábado, o técnico decidiu desfazer o ataque 3D, sacou Diego Maurício e Diogo, lançou Val Baiano ao lado de Deivid na linha de frente, com Renato e Guilherme Negueba na armação. Aos 18 anos, o garoto, que ficou na reserva contra o Ceará, foi relacionado pela terceira vez e vai começar a partida.

- Estou pronto. Ele está me dando uma chance, sou dos juniores e estou aqui para somar com o elenco. Não esperava porque estava há pouco tempo nos juniores, jogando a OPG (Taça Otávio Pinto Guimarães, uma espécie de Carioca do segundo semestre). Fiz um bom treino contra o profissional, e o Luxemburgo me deu a oportunidade – disse.

O caminho de Negueba até a Gávea começou com uma latinha. Foi assim que ele acabou descoberto em Piedade, Zona Norte do Rio. Na festa de um primo, brincava na rua com os amigos e chamou a atenção.

- Foi tudo muito rápido. Foi brincando com uma latinha que me chamaram para jogar futebol de salão no Jacarepaguá Tênis Clube. O cara chegou para mim e disse que se eu fizesse com a bola o que fazia com a latinha chegaria muito longe. Depois do Jacarepaguá, fui para o Jequiá da Ilha (do Governador). Foi lá que um amigo do Marcio Braga (ex-presidente rubro-negro) me viu jogando e fez o convite para um teste no Flamengo – contou.

Negueba passou por toda a base rubro-negra e tem contrato até 2012. Tem sido tratado com carinho e atenção pelos companheiros e recebido conselhos de Luxemburgo. O técnico aprecia o desempenho do garoto nos treinos e o define como "jogador de futebol de qualidade".

- Meu ponto forte é partir para cima, com muita velocidade, chegar à linha de fundo e cruzar. Ele está me dando muita força, está falando para eu ir com calma, que minha hora vai chegar. Sou muito novo ainda. Os companheiros me ajudam bastante. É uma experiência muito boa. Há pouco tempo, via esses jogadores pela televisão. Agora estou com eles. É um sonho se realizando – comentou.

O time que vai enfrentar o Atlético-PR: Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Renato e Guilherme Negueba; Deivid e Val Baiano.


Novamente titular, Val Baiano diz que volta mais leve e confiante

“Deus é mais! Desta cadeira eu quero é distância!”. São frases de um bem-humorado Val Baiano, ao se aproximar dos jornalistas para a entrevista coletiva no início da tarde deste sábado, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Depois de ficar fora das partidas contra Inter e Vasco por conta de uma lesão na panturrilha direita, e de ter sido reserva contra Corinthians e Ceará, o camisa 9 recupera a condição de titular. Neste domingo, contra o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão, ele formará o ataque com Deivid.

Na véspera da partida, Vanderlei Luxemburgo realizou um coletivo de 40 minutos. O técnico decidiu abandonar o ataque 3D, sacou Diogo e Diego Maurício, e escalou Val e Deivid na frente, com Renato e Guilherme Negueba, de 18 anos, na armação.

- O professor optou por mim novamente, espero entrar e corresponder. Foi aqui que fiz meu primeiro gol com a camisa do Flamengo. Vou entrar mais tranquilo, mais confiante, já sem aquele peso de não ter feito gols. O time tem crescido, feito bons jogos. Tive o problema na panturrilha, não foi uma lesão muito grave e só fiquei fora de dois jogos. Vou procurar fazer uma boa partida para que possamos terminar bem o campeonato e com a vaga na Sul-Americana - disse.

O Raulino de Oliveira virou uma espécie de estádio da sorte de Val Baiano. Foi na Cidade do Aço que ele desencantou, no jogo contra o Atlético-GO, há um mês. Vivia fase difícil, um jejum de dez partidas e era motivo de chacota entre os torcedores. Com três gols no Nacional, curte o momento “xodó” e tem recebido carinho.

- Sempre fica aquela confiança. Voltar ao lugar onde você fez o primeiro gol dá boas recordações. Lembro que o Diego Maurício começou a jogada pela direita com o Marquinhos, que, consciente, viu a minha entrada no segundo poste. Subi por trás dos zagueiros e acertei uma bonita cabeçada. Um gol que vai ser inesquecível (assista ao vídeo ao lado). Espero que possa fazer nas duas traves desta vez (risos) – brincou.

No último treino, Luxemburgo deixou Val mais fixo na área, e Deivid mais livre. Nenhum deles marcou, mas procuraram fazer tabelas e dar opções aos meias. A falta de entrosamento não será problema.

- Comentei com o Deivid para não sair muito nas laterais, porque temos a qualidade de Léo Moura e Juan pelas alas. Pedi para ele se aproximar, para tentarmos tabelas e envolver a defesa do Atlético. Mas não vejo dificuldades, joguei umas duas vezes com ele, é inteligente. A defesa vai se preocupar com os dois – comentou.

O time que vai enfrentar o Atlético-PR: Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Renato e Guilherme Negueba; Deivid e Val Baiano.

Flamengo e Atlético-PR se enfrentam às 19h30m (de Brasília). Os cariocas têm 40 pontos, em 13º lugar. O Furacão tem 50, em oitavo.

Luxa barra Diogo e Diego Maurício e vai de Negueba e Val Baiano

Com os jogadores reunidos no centro do campo do estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, Vanderlei Luxemburgo começou a distribuir coletes, no fim da manhã deste sábado. Léo Moura e Juan foram os primeiros, depois Angelim e Welinton, Renato, os volantes Maldonado e Willians, Deivid, Val Baiano e Guilherme Negueba. O camisa 9 e o garoto de 18 anos, promovido recentemente ao grupo profissional, que ficou no banco pela primeira vez no jogo contra o Ceará, serão titulares neste domingo, na partida diante do Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão.

Depois de duas tentativas, o técnico barra Diego Maurício e Diogo e, por enquanto, abandona o ataque 3D. Após o empate por 2 a 2 com o Vozão, na última quarta, Luxa criticara a falta de movimentação da dupla e decidiu mudar.

Em quase 40 minutos de treino coletivo, o treinador rubro-negro interrompeu a atividade várias vezes, especialmente para orientar o posicionamento defensivo em cobranças de escanteio, de faltas laterais e da intermediária. O volante Correa e o meia Marquinhos alçavam as bolas.

Os jogadores também trabalharam jogadas de ultrapassagem pelas laterais. Renato e Juan pela esquerda; Negueba e Léo Moura pela direita. O garoto foi orientado por Renato e Léo Moura em alguns momentos. Demonstrou personalidade, partiu para cima e tentou alguns dribles mais ousados, como uma caneta no volante Fernando.

- Passa, neguinho! Chega cruzando, neguinho! – orientava Luxemburgo.

Os titulares venceram por 2 a 0, e Negueba participou dos dois gols. No primeiro, encarou a marcação e bateu cruzado. O goleiro Paulo Victor deu rebote, e Renato pegou a sobra. No segundo, dominou a bola pela direita, ergueu a cabeça e cruzou para a área. Willians apareceu para cabecear, de peixinho.

A nova dupla de ataque, com Val Baiano e Deivid, procurou se movimentar e dar opções aos armadores. Nesta formação, Deivid joga um pouco mais afastado da área, enquanto Val fica centralizado à espera de cruzamentos.

O time que vai enfrentar o Atlético-PR: Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Renato e Guilherme Negueba; Deivid e Val Baiano.

A formação reserva teve Paulo Victor, Galhardo, Jean, David e Rodrigo Alvim; Fernando, Fierro, Correa e Marquinhos, Diego Maurício e Diogo.


Flamengo lança projeto Rubro-negro para sempre

O dia 9 de novembro de 2010 ficará marcado na história do Flamengo. E não será por nenhuma conquista dentro dos campos. A grande vitória se dará pelo lançamento do projeto "Rubro-negro para sempre", que vai eternizar nos muros do Centro de Treinamento do clube a paixão do torcedor e ainda vai torná-lo protagonista na história. A coletiva de lançamento acontecerá no salão nobre da Gávea, sede social do Flamengo, às 10h30.

Até lá, o Site Oficial do Flamengo dará mais informações sobre o projeto ao torcedor. Basta ficar ligado no www.Flamengo.Com.Br para saber tudo sobre o Rubro-negro para sempre.

No lançamento estarão presentes:
Patrícia Amorim - Presidente do Clube de Regatas do Flamengo
Alexandre Wrobel - Vice Presidente de Patrimônio do Flamengo
Henrique Brandão - Vice Presidente de Marketing e Comunicação do Flamengo
Jean Jereissati - Diretor Regional Ambev
Rafael Pulcinelli - Gerente de Marketing Ambev

Serviço
Evento: coletiva de imprensa Flamengo e Brahma
Data: 9/11, terça-feira
Horário: 10h30 horas
Local: Sede social do Flamengo – Gávea

Torcedor poderá comprar produtos oficiais no Raulino de Oliveira

O Flamengo entrará em campo pela última vez neste Brasileirão em Volta Redonda, diante do Atlético-PR neste domingo (07.11), às 19h30. E o torcedor que for ao Raulino de Oliveira assistir a partida poderá comprar produtos oficiais num quiosque oficial, que será montado no Espaço do Torcedor, situado no acesso verde das ARQUIBANCADAS.

Os Flamenguistas poderão adquirir antes, durante e depois do jogo produtos oficiais como camisas de jogo, a linha casual 2011 da Olympikus, entre outros itens para toda a família. Vale ressaltar que com a venda desses produtos (oficiais), o Flamengo ganha royalties, o que não acontece com os produtos piratas.


Geração do tri carioca em 1979 é homenageada com linha retrô

O torcedor do Flamengo saudoso dos bons tempos de Zico & Cia. já pode vestir a camisa-símbolo da arrancada do clube para os seus mais importantes triunfos. Já está nas lojas desde essa sexta-feira uma linha retrô masculina e feminina inspirada na conquistra do tricampeonato carioca de 1978-79-79 (Especial).

A camisa, usada também na conquista do Brasileiro de 1980, é a rubro-negra tradicional, com listras mais finas. Os números são recortados e bordados. Na frente, o CRF mais fino, estilo anos 30, no lado esquerdo do peito. À direita, os autógrafos bordados dos jogadores. A lista é extensa: Leandro, Rondinelli, Andrade, Adílio, Zico, Nunes e Júlio César, o Uri Geller, participam da linha Braziline, que já pode ser encontrada ao preço é de R$ 89.

camisa comemorativa Flamengo tri craquesAndrade, Zico, Rondinelli e Adílio são alguns dos homenageados com a linha retrô do tri (Foto: Divulgação)


Vanderlei Luxemburgo põe fim no ataque 3D

O técnico Vanderlei Luxemburgo organizou um coletivo no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, para deixar o time pronto para pegar o Atlético-PR no domingo. Cansado dos últimos resultados com Diogo e Diego Maurício, o treinador desistiu de escalar o ataque 3D e, agora, aposta em Val Baiano e Guilherme Negueda, que ainda não havia jogado pelo Flamengo.

Antes do coletivo, o preparador Mello realizou um trabalho físico e, diferente de seu costume, não fez muitas brincadeiras. O clima no Rubro-negro é de seriedade para tirar a equipe da proximidade da zona de rebaixamento.

O time titular no coletivo foi: Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado, Willians, Renato e Guilherme Negueda; Deivid e Val Baiano.



Flamengo e Traffic estudam parceria para Arena

Flamengo e Traffic estão fazendo uma análise preliminar sobre a construção de uma Arena para o clube, em formato de parceria. O Fla tem feito cálculos sobre a viabilidade financeira do projeto, além da melhor localização na cidade, levando em conta o sistema de transporte - áreas de difícil acesso, por exemplo, estariam inicialmente descartadas.






Rubro-negros não se iludem e ignoram tabu contra o Furacão no Rio

O Flamengo está em alerta. Na 13ª posição no Campeonato Brasileiro, com 40 pontos, o Rubro-Negro ainda não conseguiu afastar o perigo do rebaixamento. Está cinco pontos à frente do Atlético-MG, que é o primeiro do Z-4. Neste domingo, o time de Vanderlei Luxemburgo tenta subir na tabela e respirar um ar mais puro na classificação. O adversário será o Atlético-PR, que briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem. O Furacão tem 50 pontos, em oitava.

O confronto será em Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira. As equipes já se enfrentaram na Cidade do Aço pelo Nacional. Foi em junho de 2004. Os cariocas venceram por 3 a 0, gols de Negreiros, Ibson e Roger. Aliás, o retrospecto do Flamengo contra o Atlético-PR no Rio é quase perfeito. Em 13 partidas, o time jamais perdeu. Foram 11 vitórias e dois empates.

O tabu não ilude os rubro-negros, principalmente porque o adversário ainda sonha alto na competição.

- Futebol é uma situação em que as coisas podem acontecer. Tenho que envolver o Flamengo com as nossas necessidades. Não posso deixar jogarem tranquilos porque o Flamengo nunca perdeu (para o Atlético-PR, no Rio). Vai que toma uma cacetada. É difícil jogar contra o Atlético-PR na casa dele e temos de fazer com que a torcida jogue junto aqui – comentou.

O lateral-direito Léo Moura concorda, pede atenção e agressividade. O discurso do capitão é de otimismo.

- Dentro de casa temos de pensar sempre em vitória. Contra o Atlético-PR, temos que entrar para matar o jogo. Eles têm uma equipe boa e vão fazer um jogo duro aqui. Do jeito que temos jogado, vamos conseguir uma vitória – afirmou.

Flamengo e Atlético-PR se enfrentam às 19h30m (de Brasília).


Jogadores do Flamengo dão autógrafos na porta de hotel

O Flamengo já está em Volta Redonda para o jogo contra o Atlético-PR, domingo, às 19h30, no Raulino de Oliveira. Na manhã deste sábado, ao deixarem o hotel em que estão hospedados, os jogadores encontraram alguns torcedores que os aguardavam. A torcida esperava pelo elenco na porta do hotel, vestidos com a camisa do Flamengo, para tirar fotos com o time e pedir autógrafos.

Após a parada para atender os torcedores, o time rubro-negro se encaminhou ao estádio Raulino de Oliveira para realizar o treino deste sábado, que acontecerá às 11h.



Basquete: Flamengo vence o Macaé e mantém invencibilidade

Mesmo com um time desfalcado, o Flamengo conquistou sua sétima vitória no Campeonato Estadual. Na noite dessa sexta-feira (05.11), a equipe, que contou com três jogadores do time juvenil e um do infanto, derrotou o Macaé por 87 x 65, no ginásio do Clube Municipal e manteve a invencibilidade na competição. Marcelinho foi o cestinha, com 38 pontos. O próximo desafio do Flamengo no Estadual será na quarta-feira (10.11), contra o Cabo Frio, às 20h, no Municipal.

O Flamengo entrou em quadra com três desfalques: Duda, que ficará cinco semanas afastado das quadras por causa de uma torção no tornozelo direito, Teichmann, que se recupera de uma lesão na perna esquerda, e Jefferson, com uma lesão grau 2 no adutor da coxa direita. Assim como no primeiro turno, quando venceu por

99 x 80, o jogo foi duro. O Rubro-negro começou abrindo 10 x 3 e passou todo o primeiro uarto na frente até fechar em 26 x 17. No segundo quarto, o Macaé encostou 29 x 28, mas o Flamengo voltou a acertar os contra-ataques e foi para o intervalo vencendo por 44 x 37.

A equipe rubro-negra voltou desconcentrada para o segundo tempo e deixou o Macaé empatar (46 x 46) e depois passar a frente (48 x 50). Mas uma cesta de três de Guto colocou o Flamengo em vantagem novamente: 51 x 50. O Rubro-negro conseguiu manter a vantagem até o final do quarto: 59 x 51. No último quarto, mesmo com os juvenis na quadra, o Flamengo soube impor seu ritmo e vencer por 87 x 65.

"Acho que valeu pela superação. O time sofreu copm os desfalques e a grande quantidade de faltas marcadas em cima dos nossos pivôs. Mesmo assim, vencemos", disse o técnico Paulo Chupeta, que elogiou o infantil Marcelão. "Ele não sentiu o peso da camisa, pontuou, pegou um rebote... É uma grande promessa", completou.

Para o pivô Bábby, o jogo começou lento, mas o Flamengo soube superar as dificuldades. "O importante foi que vencemos e estamos melhorando a cada jogo", disse.

O Flamengo começou com Marcelinho (38), Guto (11), Fred (14), Wagner (3) e Bábby (12). Entraram: Átila (1), Marcelão (5), Hélio (3), Guilherme (-), Ricardo (-) e Luiz (-).

Mudanças de datas

A estreia do Flamengo no NBB (Novo Basquete Brasil), contra o Cetaf/Vila Velha, foi adiada para o dia 17.11, às 20h, em Vila Velha. Originalmente, a partida aconteceria dia 14, no Rio, mas o Flamengo perdeu o mando de quadra por conta de um evento do Sebrae que será realizado na HSBC Arena. Com isso, a quadra não estará disponível para a partida. No dia 14.11, o Flamengo vai enfrentar o Tijuca, às 11h, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, pelo Estadual. O primeiro jogo da equipe em casa será dia 21.11, contra o Vitória.


Luxa enche a bola de Angelim e Welinton: ‘Eles se completam’

Contra o Ceará, a defesa do Flamengo foi o melhor ataque. No empate por 2 a 2, os zagueiros Welinton e Ronaldo Angelim viraram armas ofensivas e ajudaram o Mengão a conquistar um ponto em Fortaleza. Jogadas trabalhadas nos treinos, segundo Vanderlei Luxemburgo. O técnico, aliás, se mostra satisfeito com o desempenho da dupla de zaga.

- Desde que cheguei aqui, coloquei o Welinton para jogar e gostei. Já tinha visto jogar, é jovem (21 anos), criado no Flamengo, tem potencial, mas precisa melhorar bastante. O Angelim já fez gol de título. Gol de cabeça não é novidade para ele. Se posiciona bem, tempo de bola bom. Quando resolvi colocar o Angelim contra o Corinthians foi por causa do Ronaldo, por conta da experiência dele (tem 34 anos). Eles se completam. Welinton vai aprender muita coisa ao lado do Angelim – disse.

A dupla será mantida na partida deste domingo, contra o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão. Luxemburgo só pretende divulgar a escalação da equipe momentos antes do confronto. A principal dúvida está no ataque, chamado 3D. Diogo, Diego Maurício e Deivid não foram bem contra Corinthians e Ceará. Val Baiano corre por fora.

- Eu gostei muito do que a equipe fez contra o Ceará, teve domínio. Sentiu bem a proposta do adversário. Pela situação que estamos vivendo, o resultado não foi o que gostaríamos. Mas o trabalho é muito bom, a sequência é muito boa – destacou.

Sob o comando de Luxa, o Rubro-Negro disputou seis partidas. Foram duas vitórias e quatro empates. O time tem 40 pontos e é o 13º colocado. O Furacão está em oitavo, com 50, e briga por uma vaga no G-4. A partida será no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 19h30m (de Brasília).


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Por fim de ano digno do Fla, Léo Moura alerta: ‘Serão cinco finais’

Na visão de Léo Moura, o Flamengo está em evolução. Pena que o time tenha começado a se encontrar na reta final do Campeonato Brasileiro. A cinco rodadas do término do Nacional, o Rubro-Negro ainda se vê cercado pela ameaça do rebaixamento. Está em 13º na tabela, com 40 pontos, cinco à frente do Atlético-MG, que abre o Z-4.

- O grupo está se encontrando nesta fase final. Infelizmente estamos chegando na forma ideal no fim do campeonato. São mais cinco jogos pela frente, serão cinco finais. Queremos terminar o ano de uma forma digna, para disputar a Sul-Americana. Vamos em busca disso porque ano que vem é mais um campeonato que dá direito a jogar a Libertadores – comentou.

Neste domingo, a equipe enfrenta o Atlético-PR, em Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira, pela 34ª rodada, às 19h30m (de Brasília). O adversário é perigoso e ainda briga por uma vaga na Libertadores. O Furacão tem 50 pontos e é o oitavo. Apesar de o rival estar em um momento melhor, Léo prevê um confronto equilibrado.

- Dentro de campo, quando a bola rola, o que foi feito fica para trás. Nosso momento é bom. Se repetirmos o desempenho do jogo contra o Ceará dentro da nossa casa, dificilmente seremos batidos.

O capitão do Rubro-Negro diz que o segredo é manter a cabeça fria, apesar de todas as dificuldades.

- Não podemos deixar a ansiedade tomar conta. Temos de ter tranquilidade neste momento do campeonato. Fazendo quatro ou cinco pontos, ficaremos tranquilos. Vai começar por este jogo de domingo, um jogo difícil mesmo em casa.

As cinco finais do Flamengo são: Atlético-PR (em casa), Atlético-MG (fora), Guarani (c), Cruzeiro (c) e Santos (f).

Na noite desta sexta-feira, os jogadores fizeram um treino físico e técnico no local da partida. Neste sábado, a atividade será às 11h.


Contra o Atlético-PR, Luxemburgo quer fumaça e gritos da torcida

Luxemburgo quer tirar o Flamengo a todo custo da chamada zona de desconforto do Brasileirão e conta com a torcida rubro-negra. A convocação começou logo depois da partida contra o Ceará, na última quarta-feira, e foi reforçada após o treino desta sexta, em Volta Redonda, local do jogo contra o Atlético-PR, domingo, pela 34ª rodada, às 19h30m (de Brasília). A equipe está em 13º lugar na tabela, com 40 pontos, cinco à frente do Atlético-MG, que abre o Z-4.

Luxemburgo Flamengo VRLuxemburgo autografa o pandeiro de um torcedor do Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

- Quero convocar o torcedor para o jogo, fazer deste estádio a nossa casa. A torcida do Flamengo faz uma diferença danada. Ela tem que vir e ajudar a equipe, ser o centroavante da equipe. Eles ajudam a botar a bola para dentro. Estamos jogando partidas decisivas. É uma situação desconfortável, é verdade que são cinco pontos de distância (para a zona de rebaixamento), mas precisamos sair e buscar a vaga na Sul-Americana – afirmou.

Assim como na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, em jogo realizado em Volta Redonda, a diretoria vai permitir a entrada gratuita de mulheres acompanhadas de outro torcedor que tenha ingresso. A promoção é válida apenas para as que estiverem com a camisa do Flamengo. Só será permitida uma acompanhante por torcedor. A plateia feminina, segundo o treinador, é muito bem-vinda.

- O torcedor daqui é diferente daquele que vai ao Maracanã. O do Maracanã está mais acostumado. É legal que as mulheres venham ao estádio, é um torcedor diferente, mas eu quero fumaça. Tomara que essa mulherada faça uma algazarra com aqueles gritinhos (imitou o som), e o time do Atlético sinta-se pressionado pelas mulheres (risos) – brincou.

Sempre que tem uma oportunidade, Luxemburgo reclama do fechamento do Maracanã para as obras da Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, Flamengo e Fluminense sentem muito a falta do estádio.

- Este é um problema que o Flamengo sente. O calor da torcida passa muito para dentro do campo. Estou aqui há seis jogos e não consegui perceber isso. Faz diferença. Os jogadores sentem falta. O Atlético-MG também sente em Sete Lagoas ou em Ipatinga – comentou, ao citar o fechamento do Mineirão.

Os jogadores realizaram um treino físico e técnico no local da partida. Neste sábado, o grupo volta a trabalhar, às 11h.

Fla pega congestionamento no Rio e faz treino noturno em Volta Redonda

Quando decidiu antecipar a viagem do Flamengo a Volta Redonda da manhã de sábado para a tarde desta sexta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo pretendia dar mais tempo de descanso aos jogadores. No entanto, por conta de um congestionamento na saída do Rio, a delegação levou quatro horas para chegar à Cidade do Aço, local da partida contra o Atlético-PR, neste domingo, às 19h30m (de Brasília), pela 34ª rodada do Brasileirão. Normalmente, o percurso é feito em duas horas.

- Foram quase quatro horas de viagem, pegamos quase duas horas de congestionamento quando saímos da Barra. Mas vamos jantar mais cedo, descansar. Atrapalhou um pouco, mas nada para se desesperar - disse Luxemburgo.

Com os refletores do estádio Raulino de Oliveira acesos, o treino do Rubro-Negro começou pouco depois das 20h. Os atletas que iniciaram a partida contra o Ceará, na última quarta, correram de tênis em volta do gramado. Os demais fizeram um trabalho físico um pouco mais puxado, além de uma atividade técnica. Apesar do atraso, alguns torcedores foram pacientes e esperaram para prestigiar a equipe.

Os meias Petkovic e Kleberson ainda se recuperam de lesões musculares e não viajaram com o grupo. O volante Maldonado, que cumpriu suspensão na rodada passada, está novamente à disposição e deve voltar ao time titular no lugar de Correa.

Luxemburgo preferiu não adiantar a escalação e já avisou que só vai divulgá-la momentos antes do confronto. A expectativa gira em torno do ataque 3D. Em dois jogos, a formação ofensiva com Diogo, Diego Maurício e Deivid não funcionou.

- Vou ver o time que vou colocar depois de receber a análise do último jogo do Atlético-PR. Vamos montar a equipe com calma – afirmou o técnico.

O Flamengo volta a treinar no fim da manhã deste sábado, às 11h, também no Raulino. O time está em 13º na tabela do Nacional, com 40 pontos, cinco à frente do Atlético-MG, que abre o Z-4.


Rubens Lopes: 'Aventura ninguém quer fazer'

Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), demonstrou toda sua preocupação com o impacto que a ausência do Maracanã vai causar no Campeonato Carioca do próximo ano.

Em entrevista à Rádio Brasil, Lopes chegou a dizer que muitas pessoas nem conhecem e sabem onde fica o Engenhão, estádio que vai ser o palco dos grandes jogos do Carioca:

– Precisamos desenvolver uma cultura de o torcedor ir ao Engenhão. Vai depender de uma ação conjunta. Para o desconhecido, ninguém vai. Aventura ninguém quer fazer.

O dirigente elogiou a beleza do Engenhão, mas lamentou a queda que as receitas devem sofrer. Ele ponderou que grandes jogos no Maracanã abrigavam 80 mil pessoas, número que cairá pela metade com a nova realidade.

O cartola disse que, por ora, o Estádio de São Januário não recebe clássicos. Segundo o dirigente, há impedimentos por parte da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

D2 x Império do Amor: Deivid e Diogo custam mais e rendem menos

Eles chegaram sob as bênçãos de Zico, o maior ídolo rubro-negro. Na pomposa apresentação no salão nobre da Gávea, receberam o “passe” do Galinho, então diretor-executivo de futebol do clube. “A bola está com eles”, disse o então dirigente. Antes mesmo da estreia, viraram salvadores da pátria. O Rubro-Negro contratava, enfim, substitutos bem conceituados, capazes de substituir Adriano e Vagner Love. Estava formado o ataque D2, que ganhou letra e música.

Há pouco mais de dois meses no clube, Diogo e Deivid não vingaram. Motivos para o baixo rendimento são apontados pelos próprios. Fator 1: ambos passaram muito tempo no futebol europeu (Diogo, dois anos; Deivid, cinco). Fator 2: chegaram ao clube longe da forma física ideal e sentiram o ritmo intenso do futebol brasileiro. Fator 3: a readaptação ao estilo de jogo é lenta. Fator 4: de cara, viram a Gávea ferver numa crise política e o time passar por mudanças no comando técnico.

Fato é que os números são marcadores implacáveis. Diogo, 23 anos, disputou 14 partidas com a camisa rubro-negra até então. Fez apenas um gol. Foram 12 jogos de um longo e incômodo jejum.

- O maior da minha carreira - frisou, em recente entrevista.

D2 x Império do Amor

Adriano

Jogos em 2009: 30
Gols: 19
Jogos em 2010: 18
Gols: 15

Vagner Love

Jogos em 2010: 29
Gols: 23

Diogo

Jogos em 2010: 14
Gols: 1

Deivid

Jogos em 2010: 15
Gols: 4

Deivid, 31 anos, atacante de currículo abarrotado de títulos, avisou que só poderá render aquilo que se espera em 2011. Enquanto isso, ajuda como pode. Em 15 jogos, fez quatro gols. É o vice-artilheiro da equipe na competição. Esta atrás do meia Petkovic, que tem cinco, e ao lado de Vagner Love, que antes de voltar ao CSKA, da Rússia, disputou cinco partidas do Nacional.

O custo-benefício do ataque D2 decepciona. O rendimento é bem diferente dos 38 gols que os integrantes do Império do Amor marcaram no primeiro semestre. Claro que cabe a ressalva de que muitos tentos foram em equipes pequenas do Campeonato Carioca. Mas é como se Adriano e Vagner Love ainda rondassem a Gávea.

A linha de frente atual é mais cara do que a anterior. Em 2009, o Flamengo desembolsava R$ 165 mil mensais para pagar o Imperador. Ele ainda recebia R$ 250 mil da Olympikus, fornecedora de material esportivo - o atacante comandou o time na conquista do Brasileirão. Antes de voltar ao Roma, da Itália, Adriano disputou o Estadual e a Libertadores da América. Na virada do ano, ganhou um aumento de R$ 100 mil em luvas, totalizando R$ 265 mil da parte do clube. Com a contratação de Vagner Love, o Fla passou a desembolsar mais R$ 360 mil. Desta forma, saíam dos cofres R$ 625 mil mensais para custear o Império do Amor.

Deivid e Diogo, juntos, custam ao Rubro-Negro quase R$ 710 mil por mês em salários. Adiciona-se a essa conta as 11 parcelas de R$ 218 mil do empréstimo do camisa 43 pagas ao Olympiacos e surgirá a conta total: R$ 928 mil por mês.

A diferença de R$ 300 mil aos cofres não compensou em campo. O Flamengo vai mal na tabela, está na 13ª posição no Brasileiro e ainda luta para evitar o rebaixamento. Mas, pelo menos, o preço alto tem algum benefício. A diretoria não pode se queixar de ausências e farras noturnas (públicas) dos novos atacantes.

Fla repete promoção para torcedoras em Volta Redonda contra Atlético-PR

O Flamengo fará mais uma vez promoção de arquibancada para torcedoras no jogo contra o Atlético-PR, domingo, às 19h30, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Assim como na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, a diretoria autorizará a entrada de mulheres acompanhadas de outro torcedor que tenha ingresso. A promoção é válida apenas para as que estiverem com a camisa do Flamengo. Só é permitida uma acompanhante por torcedor.

Confira as informações sobre venda de ingressos:

Preços:

Arquibancada - R$ 40
Cadeiras especiais - R$ 50

Aqueles que comprarem meia-entrada deverão, obrigatoriamente, apresentar documento que comprove seu direito (carteira de identidade, carteira de estudante ou comprovação de matrícula do ano de 2010).

Os torcedores menores de 12 anos, acompanhados de responsáveis, e os maiores de 65 anos terão direito à entrada gratuita no setor de arquibancadas do Raulino de Oliveira. Vale ressaltar que estes deverão portar documento de identificação válido (carteira de identidade, certidão de nascimento, carteira de motorista e etc).

Já os torcedores portadores de deficiência física terão direito à entrada no setor de cadeiras especiais (Branco) do Raulino de Oliveira.

Pontos de venda:

No Rio:

Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora)

Em Volta Redonda:

Loteria Volta Redonda – Av. Lucas Evangelista, Bairro Aterrado
Posto AP Gás – Rua Nestor Pelegrino, Aterrado
Neto Esporte – Av. Amaral Peixoto, Centro



Fla procura patrocinador para 2011

O Flamengo procura um patrocinador para 2011. A parceria com a Brasil Foods, dona da Batavo, termina no fim deste ano e não será renovada. O clube tem conversado com pelo menos quatro empresas. Uma delas seria a Petrobras, que durante 24 anos estampou sua marca na camisa rubro-negra (o vínculo terminou em abril de 2009). Segundo o vice de marketing do clube, Henrique Brandão, a ideia é garantir uma verba de R$ 22 milhões na próxima temporada com os espaços da frente e das costas.

- Temos falado pessoalmente com algumas empresas e temos empresas de marketing esportivo autorizadas a tratar do assunto para o Flamengo. O valor do patrocínio é negociável, mas vamos querer manter o nível (com a Batavo, são R$ 1,8 milhões por mês, ou seja, R$ 21,6 milhões ao ano). A ideia é que no Campeonato Carioca o time já possa entrar com o novo patrocinador estampado na camisa – disse.

O clube também conduz a renovação do contrato com o BMG para as mangas da camisa, que termina no fim do ano. A intenção é prorrogar por mais dois. O banco, inclusive, já encaminhou uma proposta ao Flamengo superior aos R$ 8,5 milhões pagos em 2010 (R$ 8 milhões para o futebol e R$ 500 mil para o basquete). Os novos valores estão um pouco abaixo dos R$ 10 milhões anuais para seguir patrocinando os dois esportes. O Conselho Deliberativo votará a renovação.

Clube vai entrar no varejo de eletroeletrônicos

O Flamengo fechou uma parceria com a empresa Hermes e com o site Compra Fácil para entrar no varejo de eletroeletrônicos. Até o início do ano que vem, o clube pretende lançar a Loja do Flamengo, que venderá produtos de diversos fabricantes. A ideia é usar o programa de fidelidade com o torcedor para premiar e atrair clientes e disputar com gigantes do setor.

- É a reformulação do programa Cidadão Rubro-Negro. Vamos montar um cartão onde o torcedor poderá comprar ingressos e produtos. As compras vão render pontos que poderão ser trocados por novos ingressos, camisas e produtos ligados ao clube. Está sendo implementado por etapas – explicou Henrique Brandão.

Trio carioca se preocupa com campo do Engenhão, mas Bota o garante

Nesta reta final de Campeonato Brasileiro, o Engenhão já tem recebido mais partidas do que o normal, devido ao fechamento do Maracanã para obras para a próxima Copa do Mundo. Em 2011, porém, a sequência promete ser ainda mais pesada, com o primeiro Estadual inteiro sem o Maior do Mundo desde 1950. Por essa razão, já há preocupação com problemas no gramado, muito criticado no começo desta temproada.

Além de Volta Redonda, com o moderno Raulino de Oliveira, o estádio do Macaé, o Moacyrzão, foi reformado e pode receber 20 mil torcedores. O Fluminense já fala abertamente que o considera uma boa opção para destacar alguns jogos, aliviando o Engenhão. Apesar do contrato com o Alvinegro, que prevê um número alto de partidas no local, o Fla também já sinalizou com a atitude e, inclusive, foi observar o local. O Nordeste também é possível, mas apenas durante o próximo Brasileirão.

Durante a reunião do Conselho Arbitral do Campeonato Carioca, na última quinta-feira, houve dúvidas em relação à utilização dos camarotes, e outros assuntos ainda serão discutidos nas próximas semanas, para aparar as arestas. Haverá rodadas em que três confrontos serão disputados sobre o gramado do estádio do Botafogo.

- Estamos nos cercando de cuidados e todos já viram que o campo melhorou muito durante o ano. A tendência é que ele receba manutenção no período que ficar parado, a empresa está de olho e dará continuidade em seus projetos. Temos confiança de que estará muito bom em 2011. Ainda há mais de 60 dias para o Estadual - defendeu Antonio Carlos Mantuano, vice geral do clube.

vasco apenas pondera

Também envolvido na questão, embora tenha seu estádio próprio, o vasco reafirmou que não pretende solicitar seus clássicos para São Januário.

- Pela dificuldade de acessibilidade, não comporta. Não vejo a desconsideração da possibilidade como uma derrota. Receber duas torcidas para um jogo grande lá, sem criar uma confusão, não é fácil mesmo - ponderou José Hamilton Mandarino, vice de futebol do clube cruzmaltino.


De volta ao seu palco da sorte, Val Baiano espera por uma nova chance

Enquanto Vanderlei Luxemburgo tenta afinar o ataque 3D (Diogo, Deivid e Diego Maurício), Val Baiano aguarda, pacientemente, por uma nova chance. Depois de sofrer uma lesão muscular na panturrilha direita, ficou fora dos jogos contra Inter e Vasco e desde então não voltou ao time titular. Contra Corinthians e Ceará, entrou no segundo tempo, mas não conseguiu fazer gols.

A lesão interrompeu o melhor momento de Val com a camisa rubro-negra. Depois de passar dez partidas em jejum e virar motivo de chacota entre os torcedores, desencantou contra Atlético-GO e Avaí (duas vezes) e passou a ser xodó. Neste domingo, vai voltar ao palco onde comemorou pela primeira vez pelo clube, há um mês. O Flamengo vai enfrentar o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão.

- O estádio de Volta Redonda costuma dar sorte aos atacantes do Flamengo. Fui muito bem lá da última vez, marquei o meu primeiro gol pelo Flamengo lá. Dali, a fase começou a virar. Tomara que a dose possa se repetir – disse.

Como o ataque titular não vem bem, o camisa 9 pode ter uma nova chance contra os paranaenses. Val tenta se manter tranquilo, paciente. Aceita a reserva sem reclamar, respeita a decisão do treinador e torce pelos companheiros.

- Na minha vida as coisas nunca foram fáceis. Deixo tudo acontecer no tempo de Deus. Vinha bem no time, me machuquei e perdi a posição. Tudo isso faz parte no futebol. O mais importante é saber lidar com isso. Sabemos que a dificuldade existe, todos os atacantes vem trabalhando para que tudo dê certo. Espero que os gols voltem no domingo e possamos dar mais um passo na tabela – comentou.

O Flamengo é o 13º colocado na tabela, com 40 pontos.

Patricia pede ajuda à Prefeitura para gratuidades gerarem menos prejuízo

Após a reunião do Conselho Arbitral da Federação de Futebol do Rio (Ferj), na tarde de quinta-feira, que serviu para divulgar regulamento e tabela do Carioca de 2011, ficou definido que os clubes teriam um novo capítulo em pauta na segunda, também na sede da entidade, para tratar de outro assunto inerente à competição: as gratuidades e as meia-entradas nos ingressos.

Em borderôs recentes, lembrou o presidente da Ferj, Rubens Lopes, até incríveis 80% dos bilhetes vendidos não representavam o valor total cobrado. Tudo porque há a distribuição deles para torcedores, há pessoas com benefícios por idade, deficiência física, além de muitos que adquirem sua entrada com carteiras de estudante irregulares.

Ainda não há um plano arquitetado para que tais mecanismos gerem menos prejuízo, mas a presidente do Flamengo, Patricia Amorim, vai pedir ajuda ao poder público na revisão de leis e na opressão de quem as descumpre, e já recebeu o apoio dos clubes rivais.

- Precisamos levar e discutir com o prefeito (Eduardo Paes) essa questão dos ingressos. É importante que ele participe junto a nós dessa reunião. Os preços estão cada vez mais caros porque, infelizmente, é o que se paga pelos elencos caros. Não dá para perder o controle dos valores dos bilhetes, ao mesmo tempo. É fundamental diminuir as gratuidades e benefícios. Tentaremos uma ação conjunta, pois o consumidor também não pode sair prejudicado.

Na visão da dirigente, estima-se que cerca de R$ 3 milhões possam ser perdidos na diferença dos ingressos ao longo do Campeonato Carioca de 2011. Quando questionada se desejava fazer alguma objeção durante o Arbitral, Patricia avisou que se preparará para a reunião de segunda.

- Prefiro deixar para a próxima oportunidade, quando serei mais dura na questão de ingressos.

Exemplo importante

Após confirmar nova promoção para que as mulheres não paguem no jogo de domingo, entre Flamengo e Atlético-PR, em Volta Redonda, ela lembrou que no último compromisso em casa do Rubro-Negro, diante do Corinthians de Ronaldo, só chegou a 9.782 pagantes.

- Não é um público de Flamengo x Corinthians. Entendemos que ainda não há cultura de ir ao Engenhão, mas tememos que as pessoas se afastem do convívio com o estádio. Se você parar para pensar, é um problema sério que precisa ser combatido - destacou.

Vice de futebol do Vasco, José Hamilton Mandarino defendeu a intervenção dos clubes.

- É uma discussão delicada, temos visto que o torcedor vem tendo dificuldades de comparecer aos estádios. Mas não podemos abrir mão de certas coisas. Deve haver o equilíbrio.

Flamenguista Nathalia acerta sete palpites e é líder isolada do Bolão

Emocionante, o Bolão das Musas tem uma nova líder. A flamenguista Nathalia cravou sete resultados (pontuação máxima da rodada) e agora está na ponta isolada da disputa, com 37. A ex-líderes Josi, do Atlético-PR, e Nina, do Grêmio, vêm logo atrás. A torcedora do Furacão marcou cinco pontos e tem 36.

Com 35 pontos, as tricolores Nina, do Imortal, e Ketlyn, do Fluminense. Quem também merece destaque na rodada são as outras musas que acertaram sete palpites. As beldades são: Luciana, do São Paulo, e Myriã, do Santos, que têm 32 pontos no geral cada.

Na lanterninha da competição, continuam Géssica, do Vitória, e Isabella, do Corinthians. As duas acertaram cinco palpites e estão com 24 pontos.

As piores pontuações da rodada ficaram por conta de uma dupla alviverde. Os chutes de Lílian, do Goiás, e Elkar, do Palmeiras, foram parar na arquibancada – as duas acertaram apenas três palpites.




TOP 5: ‘Papai Moicano’, Léo Moura elege penteados estilosos

Léo Moura estava na piscina da sede do Flamengo, na Gávea, quando uma senhora se aproximou: “Olha, não lembro o seu nome, mas pelo corte de cabelo sei que você é jogador de futebol.”

- Cabelo é importante porque cria uma identidade para o atleta. Faz parte da profissão cuidar do visual – disse.

O Papai Moicano, como se define, virou referência no Brasil quando o assunto é “cabelo de jogadores”. Por isso, teve a oportunidade de julgar os colegas de profissão e apontar os cinco melhores. Ah, ele pôde se incluir e, coincidentemente, ficou em primeiro lugar.

Léo Moura
“O meu é o mais estiloso, né? Tem muito moicano pirata por aí, mas o meu é o verdadeiro. Quero até agradecer a todo o pessoal do Santos, que também adotou o penteado. É todo mundo da família moicano.”

Valdivia
“É um cabelo grande e bom. Não adianta ter cabelo grande se não for bom. E aí dá para colocar uma tiara. Tem cara que gosta e fica legal.”

MONTAGEM - cabelos valdivia ronaldo carlos alberto kaka

Os eleitos por Léo Moura foram Valdivia, Ronaldo, Carlos Alberto e Kaká (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

Ronaldo
“O visual careca dele é clássico. Eu também já fui careca. É melhor raspar tudo logo do que cultivar cabelo ruim.”

Carlos Alberto
“Trança bem cuidada fica legal. Mas tem que se dedicar, ficar horas sentado fazendo. A do Love também é legal. Já pensei em fazer, mas não dá mais. Agora é só moicano.”

Kaká
“É um estilo asa-delta mais clássico e comportado. Também só é bom em quem tem cabelo liso.”



Renato vê evolução no time, mas reconhece que oscilações atrapalham

É consenso entre os jogadores do Flamengo que o time tem evoluído. Mas o grupo reconhece que ainda há muito a melhorar, deixar de oscilar. Com Vanderlei Luxemburgo no comando, foram seis partidas. A equipe venceu duas e empatou quatro. A preocupação em se afastar da zona de rebaixamento é permanente, tanto que a comissão técnica decidiu antecipar a viagem para Volta Redonda em um dia. No domingo, o time enfrenta o Atlético-PR, no estádio Raulino de Oliveira. A delegação seguiria para a Cidade do Aço apenas no sábado, mas vai na tarde desta sexta.

- O Vanderlei tem essa filosofia de trabalho, e nós sabemos do momento que passamos. Temos de somar pelo menos seis pontos nos últimos cinco jogos, ainda mais jogando em casa. Temos condições de recuperar. É válida essa concentração, vamos descansar mais e nos preparar melhor para o jogo, que é muito importante. Em Volta Redonda, nossa torcida sempre comparece em massa para apoiar. O Flamengo jogou muitas vezes lá e vamos procurar fazer o que temos feito de melhor. Temos progredido - disse o meia Renato.

O Flamengo é o 13º na tabela do Brasileiro, com 40 pontos, cinco a mais que o Atlético-MG, que abre o Z-4. O Furacão ainda sonha com uma vaga na Taça Libertadores de 2011 - é o oitavo colocado, com 50 pontos, a quatro do Botafogo, último integrante do G-4.

Para Renato, o Flamengo chega fortalecido ao jogo, apesar de ter cedido o empate ao Ceará na última quarta-feira, fora do Rio.

- Temos de pensar positivo. Arrancar um ponto do Ceará em Fortaleza é difícil. Esperamos ter uma melhor sorte no próximo jogo, em casa, contra um adversário que será difícil. Contra o Ceará, nosso time jogou como Flamengo. Ficamos duas vezes na frente, mas permitimos o empate por uma infelicidade – lembrou.

Empatar virou rotina no Rubro-Negro. O time é o líder do Brasileirão no quesito: 16 em 33 partidas.

- Em alguns jogos ficamos com o gostinho da vitória e acabamos empatando. Mas isso faz parte. Futebol é imprevisível. Pelo menos estamos somando pontos. Sem alguns desses empates, estaríamos numa situação pior. Temos que dar valor, principalmente para o empate com o Ceará. Demos trabalho para eles – afirmou.

Flamengo e Atlético-PR vão jogar às 19h30m (de Brasília).


quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Ranking de melhores clubes do mundo

O Internacional continua como melhor brasileiro colocado no ranking dos melhores clubes do mundo da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), mas caiu uma posição na lista de novembro: de oitavo para nono lugar.

O líder ainda é o Inter de Milão, possível adversário do Colorado no Mundial de Clubes em dezembro. Barcelona, Bayern de Munique e Chelsea também continuam entre os quatro primeiros. O Estudiantes, da Argentina, deixou o quinto lugar e foi para o sétimo, sendo ultrapassado por Liverpool e Atlético de Madri.

O melhor desempenho no "top 10" foi do Real Madrid, que deixou a 19ª colocação e pulou para oitavo. Anderlecht e Inter estão empatados na nona posição, fechando o grupo dos dez melhores colocados.

O segundo melhor brasileiro da relação é o Cruzeiro, que era o 12º e agora está em 14º. O São Paulo subiu da 21ª para a 16ª colocação. O ranking é divulgado todo mês desde 1991. São levados em consideração os resultados conseguidos em torneio nos últimos 365 dias.

Confira os 10 primeiros colocados:

1. Inter de Milão (303 pontos)
2. Barcelona (297 pontos)
3. Bayern de Munique (262 pontos)
4. Chelsea (238 pontos)
5. Liverpool (237 pontos)
6. Atlético de Madri (234 pontos)
7. Estudiantes (233 pontos)
8. Real Madrid (222 pontos)
9. Anderlecht e Internacional (221 pontos)

Veja os outros brasileiros dos 359 times da lista:

14. Cruzeiro (203 pontos)
16. São Paulo (201 pontos)
29. Corinthians (179 pontos)
46. Fluminense (164 pontos)
48. Flamengo (161 pontos)
67. Palmeiras e Santos (140 pontos)
135. Grêmio (112 pontos)
140. Vitória (110 pontos)
168. Atlético-MG (100 pontos)
171. Avaí (98 pontos)
188. Botafogo e Goiás (94 pontos)
255. Atlético-PR (80 pontos)
268. vasco (78 pontos) é muito ridículo
318. Atlético-GO (70 pontos)
348. Ceará (66 pontos)


Fla escolhe uniformes para 2011; coleção fará referência aos 30 anos do Mundial

O ano de 2010 ainda não terminou, mas a diretoria do Flamengo trabalha 2011 intensamente nos bastidores. A reformulação do elenco, a evolução nas obras do CT Ninho do Urubu, e a busca por um novo patrocinador master para a próxima temporada são os principais objetivos dos dirigentes.

Enquanto caminha nas prioridades, o clube lançará no início do próximo ano a sua nova coleção de uniformes. Os 30 anos do título Mundial de Clubes, conquistado em 13 de dezembro de 1981, nos 3 a 0 sobre o Liverpool, em Tóquio, serão celebrados nas camisas nº. 1 e 2 do futebol.

Em relação ao modelo atual, algumas mudanças serão significativas. Na camisa rubro-negra, a altura da gola será alterada, as listras serão um pouco mais largas, e as mangas voltarão a ter o tradicional vermelho e preto. Já o modelo branco será parecido com o usado na decisão de 1981. As duas camisas terão um selo comemorativo referente à conquista histórica.

O clube nomeou uma “comissão de uniformes” para realizar os ajustes necessários da nova coleção, que também contará com novos modelos para treinamento. A atual terceira camisa não deve emplacar o próximo ano. Um novo desenho será proposto pela comissão apenas para a utilização em jogos festivos.

As mudanças ainda terão de passar pelo crivo do conselho deliberativo. Porém, internamente não se acredita no veto dos novos uniformes por parte dos conselheiros. A diretoria segue negociando com algumas empresas o contrato de patrocínio para 2011. Os dirigentes continuam otimistas em fechar o contrato até o fim do mês de novembro. Desta forma, a confecção da nova coleção será facilitada para a Olympikus, fornecedora de material esportivo do clube.



Flamengo volta às quadras pelo Campeonato Estadual

Depois de conquistar a vaga no hexagonal final da Liga Sul-Americana de Clubes, em Santiago del Estero, na Argentina, o Flamengo volta à quadra na noite dessa sexta-feira (05.11) pelo Campeonato Estadual. Invicta na competição, a equipe enfrenta o Macaé, às 20h30, no Ginásio do Clube Municipal, pela segunda rodada do returno.

O Flamengo tem três desfalques para a partida. O ala/armador Duda, que sofreu um entorce no tornozelo direito na primeira partida da Liga Sul-Americana, vai ficar de quatro a cinco semanas parado. Já o ala/pivô Jefferson ainda se recupera de uma lesão grau 2 no adutor da coxa direita, também sofrida na Argentina. Por fim, o ala Teichmann, com uma lesão na perna esquerda, só voltará às quadras na próxima segunda-feira (08.11).

Os juvenis Guilherme e Ricardo e o infanto Marcelão foram chamados pelo técnico Paulo Chupeta para a partida.

Em busca do hexacampeonato estadual, o Flamengo contabiliza seis vitórias na competição. No primeiro turno, o Flamengo venceu o Macaé por 99 x 80, fora de casa. Apesar da diferença de 19 de pontos, a partida foi uma das mais equilibradas até agora.

Os jogos do Estadual estão servindo de preparação para o NBB e para o hexagonal final da Liga Sul-Americana, de 24 a 28 de novembro. A estreia do Mengão no NBB acontece dia 14.11, contra o Cetaf/Vila Velha, no Rio.


Guilherme diz que vai guardar lições da primeira viagem como profissional

O meia Guilherme, de 18 anos, não vai esquecer a primeira viagem como profissional do Flamengo. O jogador fez parte da delegação que viajou a Fortaleza para enfrentar o Ceará. Nesta quarta-feira, no empate por 2 a 2, no Castelão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, ganhou do técnico Vanderlei Luxemburgo a chance de ficar no banco de reservas. Ainda não foi desta vez que entrou, mas diz que aprendeu muito com a experiência.

- Estava acostumado com os juniores e tem sido muito bom para mim este contato com o grupo principal. Tenho recebido muitos conselhos – disse o garoto, que é parceiro de quarto do meia Renato nas concentrações.

Guilherme se impressionou com a recepção que o Flamengo teve na capital cearense. Na chegada ao aeroporto, na última segunda-feira, no treino no campo do Fortaleza, e durante a partida no Castelão, os rubro-negros da cidade e de outras partes do Nordeste abraçaram o time.

- Me impressionou demais. Muita gente pedindo autógrafos, querendo tirar fotos. Muito legal o carinho dos torcedores daqui – afirmou.

O meia ganhou a chance de ficar no banco depois que Petkovic e Kleberson foram vetados pelo departamento médico por conta de lesões musculares. Segundo o departamento médico rubro-negro, ambos devem continuar fora contra o Atlético-PR, domingo, em Volta Redonda. Guilherme deve ter mais uma oportunidade.

Carioca-2011 tem grupos definidos e começa 19 de janeiro

A Federação Carioca de Futebol (FERJ) divulgou nesta quinta-feira o regulamento e a tabela do Campeonato Carioca 2011. Não há mudanças significativas em relação aos últimos anos. A principal novidade é a divisão inédita dos grupos. Pela primeira vez Flamengo e vasco estarão de um lado, e Botafogo e Fluminense no outro.

O campeonato começa no dia 19 de janeiro, uma quarta-feira. Ao todo serão 23 datas. Para evitar confusões em relação aos jogos decisivos, todos os clássicos e partidas das semifinais e finais terão o mando da FERJ. Por sua vez, todos os clássicos serão realizados no Engenhão.

Flamengo e vasco farão o primeiro clássico da competição, na quarta rodada. Fluminense e Botafogo jogam na sexta rodada.

Outra novidade será a não realização de semifinais e finais da Taça Guanabara durante o Carnaval. O preço dos ingressos ficará a critério dos clubes.

Os torneios de 3º e 4º colocados de cada turno mudarão de nome. Na Taça Guanabara se chamará Washington Rodrigues. Na Taça Rio- em comemoração aos 41 anos do tricampeonato - Carlos Alberto Torres.

Quanto à inscrição de jogadores, o atleta precisa aparecer no Boletim Informativo de Registro de Atletas (BIRA) cinco dias antes do primeiro jogo para disputar a primeira rodada. O prazo final de inscrições para a Taça Guanabara é no penúltimo dia antes da quarta rodada.

Jogos da 1ª rodada da Taça Guanabara

Boa Vista x América
vasco x Resende
Americano x Nova Iguaçu
Flamengo x Volta Redonda
Bangu x Fluminense
Macaé x Cabofriense
Olaria x Madureira
Botafogo x Duque de Caxias

Grupo A: Flamengo, vasco, América, Boavista, Volta Redonda, Nava Iguaçu, Americano e Resende

Grupo B: Botafogo, Fluminense, Bangu, Olaria, Madureira, Cabofriense, Macaé e Duque de Caxias



Léo Moura defende Marcelo Lomba: ‘Tem crédito com o grupo’

No dia seguinte ao empate por 2 a 2 com o Ceará, o goleiro Marcelo Lomba preferiu não dar entrevista. Com o semblante fechado, pediu desculpas e voltou ao hotel após dar um mergulho no mar com os companheiros. Lomba não teve uma noite feliz na partida desta quarta-feira, no Castelão, e falhou nos dois gols do adversário. Ainda no estádio, o técnico Vanderlei Luxemburgo disse que erros são normais e procurou dar confiança ao jogador.

O grupo pensa da mesma forma. O lateral-direito Léo Moura, capitão do time, disse que a preocupação de todos é dar apoio ao goleiro.

Foto: Léo Moura foi um dos mais assediados na Praia do Futuro

- De maneira alguma podemos crucificar o Lomba. É um cara que já nos salvou em muitos momentos, tem crédito com o grupo. O Flamengo é um grupo. Não é só ele no gol ou o Deivid na frente. Temos de pensar assim e dar apoio para ele. São nos momentos difíceis que o jogador se supera - destacou.

O empate com o Ceará mantém o Flamengo na 13ª posição, com 40 pontos, na zona de classificação para a Copa Sul-Americana. No entanto, ainda há a preocupação com o Z-4. O time está cinco pontos à frente do Atlético-MG, 17º colocado.

Contra o Vozão, os rubro-negros ficaram duas vezes em vantagem no placar, mas permitiram que o adversário reagisse. Em 33 partidas no Nacional, o Flamengo empatou 16 vezes. É o recordista até aqui.

- É difícil alguma equipe chegar ao Castelão com a postura que tivemos. Tivemos um pouquinho de falta de sorte no fim, mas o time está no caminho certo, está jogando como o Flamengo deve jogar. Temos que analisar as circunstâncias dos jogos que empatamos. Contra o Ceará, estávamos na frente, mas eles buscaram a igualdade. É importante sempre conquistar pontos fora de casa e, dentro de casa, a intenção é sempre vencer. Nem todos os jogos que empatamos foram resultados ruins - afirmou o lateral.

A delegação volta ao Rio na parte da tarde. A chegada está prevista para 21h (de Brasília). Nesta sexta, o grupo se reapresenta às 16h, e, em seguida, segue para Volta Redonda, onde treinará no estádio Raulino de Oliveira. No domingo, o Flamengo enfrenta o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão, no mesmo local.

- Vai ser um grande jogo. Convoco a nossa torcida para comparecer em massa ao Raulino. Vamos fazer um bom jogo - disse.


Antes da volta ao Rio, Fla treina na praia e relaxa no mar de Fortaleza

O grupo de jogadores do Flamengo foi dividido no fim da manhã desta quinta-feira. Aqueles que começaram a partida contra o Ceará, nessa quarta-feira, fizeram um trabalho regenerativo na piscina de hidromassagem do hotel onde a delegação se concentra, em Fortaleza. Os demais trabalharam com o preparador físico Antônio Mello, na Praia do Futuro.

Depois, os atletas aproveitaram para se refrescar no mar. Os rubro-negros atraíram a atenção das pessoas que estavam no local e dos vendedores ambulantes. Foram vários pedidos de fotos.

A delegação volta ao Rio na parte da tarde. A chegada está prevista para 21h (de Brasília). Nesta sexta, o grupo se reapresenta no Ninho do Urubu. No domingo, o Flamengo enfrenta o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Brasileirão, no mesmo local.

Treino físico dos resevas do Flamengo na praia no CearáJogadores realizam treino físico nas areias cearenses (Foto: Richard Fausto / Globoesporte.com)


Luxa convoca torcida para jogo em V. Redonda e chia sem o Maracanã

Cada ponto será importante para o Flamengo, terá peso de ouro nas últimas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. Com 40 pontos, o Rubro-Negro está em 13º lugar, na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, mas ainda convive com o risco de rebaixamento. Neste domingo, o time jogará contra o Atlético-PR, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, distante cerca de 120 km do Rio.

Diante da necessidade de vitória, o técnico Vanderlei Luxemburgo convoca a torcida para o duelo e diz que vai tentar fazer com que o clube ajude a lotar o estádio na Cidade do Aço, que tem capacidade para 20 mil pessoas.

- Vamos jogar em casa, vou convocar o torcedor para ir a Volta Redonda, vou falar com a Patrícia (Amorim, presidente do clube) para colocar ônibus do Rio para o torcedor que está acostumado a ir ao estádio. Isso faz diferença. Você vai à (Arena) Baixada, a Porto Alegre, e o torcedor sempre dá apoio às equipes – comentou.

Luxa também chiou pela falta do Maracanã, fechado para as obras da Copa do Mundo de 2014.

- Os governantes também têm que provocar uma situação para que os torcedores do Rio não sejam prejudicados. A política colocou o Rio na Copa do Mundo, como sede, mas esqueceu que Flamengo e Fluminense seriam prejudicados. Fluminense e Flamengo levariam 50, 60 mil pessoas ao Maracanã, mas estão levando dez mil ao Engenhão – frisou.

Após o empate por 2 a 2 com o Ceará, que não mudou em nada a situação do Flamengo na tabela, o técnico ratificou que o foco dele e do grupo está na reta final do Nacional.

- Cada jogo nosso é decisivo para manter o Flamengo na Primeira Divisão. Não existe projeto para o ano que vem. Tudo aquilo que falamos são possibilidades. O grande projeto do Flamengo é ficar na Primeira Divisão – ressaltou.

A delegação rubro-negra retorna ao Rio na tarde desta quinta-feira. Nesta sexta, o grupo vai treinar no Ninho do Urubu, à tarde.


Luxemburgo ameniza erros de Lomba e valoriza empate no Castelão

Os erros cometidos pelo goleiro Marcelo Lomba nos dois gols do Ceará foram encarados com naturalidade por Vanderlei Luxemburgo. O técnico do Flamengo defendeu o jogador das críticas e classificou o empate por 2 a 2, no Estádio Castelão, como um resultado bom.

"É normal errar, isso é do futebol. Não posso crucificar o garoto e esquecer o que ele fez para trás, com boas defesas, bom posicionamento. Sou uma pessoa que entende o erro individual. Se isso não existisse, todo jogo terminaria empatado. Nós ganhamos, nós perdemos. O Marcelo está no 'nós'", disse o treinador.

A primeira falha de Lomba ocorreu em uma saída precipitada da meta. Ele espalmou a bola para fora da área, Magno Alves pegou a sobra e marcou o gol de empate. No segundo tempo, quando o Flamengo mais uma vez vencia, o goleiro espalmou um chute da direita nos pés de Magno Alves, que novamente não desperdiçou, mandou para a rede e definiu o resultado.

"Temos que valorizar o empate. Tínhamos uma vantagem por duas vezes, poderíamos ter feito o terceiro gol quando estava 2 a 1, mas aí eles é que tiveram uma chance e conseguiram o empate. Mas gostei da equipe. Analisando o campeonato, entendo que é um resultado bom, avançamos um pouquinho mais (na tabela)", emendou Luxemburgo.

O Flamengo passou a somar 40 pontos, na 13 colocação do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso da equipe será às 19h30 (de Brasília) de domingo, em Volta Redonda.


Em dia de audiência, polícia faz buscas pelo corpo de Eliza Samudio na Grande BH

Luxa defende 3D, mas critica Diogo e Diego Maurício

O técnico Vanderlei Luxemburgo continua defendendo o seu ataque 3D, mas não deixou de alfinetar as atuações individuais de alguns dos protagonistas dessa formação. O treinador elogiou a movimentação de Deivid, mas chegou a classificar Diogo e Diego Maurício como "dois postes" para explicar as dificuldades encontradas pelo esquema no jogo contra o Ceará, nesta quarta-feira.

- Nós encaixamos o 3D no time deles, mas faltou um pouco mais de movimentação. O Deivid se movimentou bem, mas o Diogo e o Diego Mauricio ficaram muito parados, pareciam dois postes. No intervalo, conversamos, o Diogo começou a se movimentar um pouquinho, mas ele reforçaram a marcação e tive que mudar - explicou.




Melhores momentos: Ceará 2 x 2 Flamengo pela 33ª rodada do Brasileirão 2010

Correa sai em defesa de Marcelo Lomba

Visivelmente abatido, o goleiro Marcelo Lomba deixou o gramado do Castelão na noite desta quarta-feira, após em 2 a 2 entre Ceará e Flamengo. Após dar um forte abraço no arqueiro, o volante Correa comentou o resultado e saiu em defesa do companheiro, que falhou nos dois gols da equipe cearense.

- É um grande goleiro e já fez várias defesas que salvaram a nossa equipe. Acontece. Mas o time, de uma forma geral, fez um grade jogo. A gente fica chateado, é claro, mas sabemos que o Ceará é muito forte dentro de seus domínios, onde perdeu somente um jogo neste Brasileiro. Agora, é pensar no próximo jogo, em casa, para somarmos os três pontos - comentou Correa.

No próximo domingo, o Rubro-Negro enfrenta o Atlético-PR em Volta Redonda, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.