Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 8 de janeiro de 2011

Ronaldinho volta segunda; Fla planeja estreia em fevereiro

Enquanto os advogados de Flamengo e Ronaldinho trabalham na noite deste sábado e na tarde de domingo, o astro está em Florianópolis para curtir dois dias de folga. O clube rubro-negro foi informado sobre a viagem e recebeu o aviso de que ele voltará ao Rio de Janeiro na segunda-feira para resolver as questões finais e assinar o contrato até a Copa do Mundo de 2014. Na noite deste sábado, o jogador foi assistir ao show da cantora Amy Winehouse na capital catarinense.

Está praticamente descartada a participação do jogador na pré-temporada em Londrina (PR), que termina no dia 17 de janeiro. O jogador deve ganhar alguns dias para organizar a vida na cidade em que viverá nos próximos três anos e meio.

Há uma forte corrente que deseja adiar a estreia dele para fevereiro. O motivo é simples: o Flamengo está em fim de contrato com a Batavo e prefere dar o benefício do primeiro jogo – com a gigantesca repercussão na mídia – ao novo patrocinador. Desta forma, a tendência é que o jogador seja preparado para o duelo contra o Boavista, pela sexta rodada da Taça Guanabara.

Ao contrário de Grêmio e Palmeiras, o Flamengo não foi traído pela língua solta. A diretoria quase não deu entrevistas e, quando deu, evitou declarações comprometedoras. Neste sábado, após reunião com o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, Patrícia Amorim confirmou o acerto entre os clubes:

- Pela primeira vez o Flamengo falou. A gente aguentou, foi cauteloso. Que a torcida tenha consciência de que o clube fez a sua parte.

Como repetiram durante quase toda a semana, os dirigentes consideraram que o Grêmio forçou a barra e que a combinação entre melhor proposta e vontade do jogador de atuar no clube mais popular do país foram determinantes para o acordo.



Rapidinhas do Mengão!

Jogadores terão folga após amistoso contra o Londrina

O técnico Vanderlei Luxemburgo dará folga aos jogadores do Flamengo após o amistoso contra o Londrina, neste domingo, às 16h. Depois do primeiro jogo do ano, o grupo só vai voltar ao trabalho na tarde de segunda-feira. Desde que chegou à cidade paranaense, na madrugada da última terça-feira, a delegação realizou treinos físicos e técnicos exaustivos pela manhã e à tarde.

Garotada na Copinha

Já os garotos que participam da pré-temporada e estão inscritos na Copa São Paulo de Futebol Júnior vão voltar a São José dos Campos. São eles: o atacante Guilherme Negueba, o meia Adryan, o volante Muralha e o lateral-direito Digão. Depois de servirem o time de base, retornarão aos treinos com os profissionais.


No primeiro coletivo do ano, Vander e Wanderley são titulares do Fla

O Flamengo pode encorpar caso a contratação de Ronaldinho Gaúcho se confirme. Mas, por enquanto, o Rubro-Negro tem uma cara mais jovem e um pouco menos conhecida em relação à temporada passada. Na tarde deste sábado, Vanderlei Luxemburgo comandou o primeiro coletivo de 2011 e definiu a equipe que começa o amistoso contra o Londrina, neste domingo, às 16h, no estádio do Café.

wanderley flamengo treinoWanderley será titular no ataque do Flamengo domingo (Foto: Richard Fausto / Globoesporte.com)

A ideia de Luxemburgo é dar ritmo a todos os jogadores. Sendo assim, está definida a utilização de uma equipe em cada tempo. A formação que vai iniciar o jogo terá Felipe, Léo Moura, Welinton, David e Egídio; Willians, Fernando, Renato e Vander; Wanderley e Deivid. Na etapa final, estarão em campo Paulo Victor, Digão, Jean, Ronaldo Angelim e Rodrigo Alvim; Muralha, João Vitor, Fierro e Adryan; Negueba e Romário.

Na última atividade antes da partida, titulares e reservas se enfrentaram por aproximadamente 45 minutos e empataram por 1 a 1. Romário abriu o placar, enquanto Deivid deixou tudo igual.

Recém-chegados ao clube, o meia Vander e o atacante Wanderley foram titulares. Ambos participaram bem do coletivo e ganharam elogios do treinador. Foi o armador quem criou o lance do gol dos titulares. Após chute cruzado, Deivid completou de carrinho. O jogador, ex-Bahia, ainda acertou a trave. Wanderley demonstrou força e muita disposição na disputa com os zagueiros Ronaldo Angelim e Jean.

Foto: David, Vander, Fernando e Rodrigo Alvim no treino

O meia Marquinhos, muito gripado, não participou e dificilmente terá condições de enfrentar o Londrina. O meia Darío Bottinelli e o volante Maldonado continuam entregues à preparação física e estão fora. Fernando treinou no lugar do chileno.

Durante a atividade, os novatos receberam apoio constante dos companheiros, especialmente quando falhavam na tentativa de executar alguma jogada.

- Estamos nos conhecendo, vendo as características de cada um. O Vander é mais rápido, vai para cima. O calor atrapalhou um pouco, pois temos trabalhado sempre em período integral, físico e com bola. O Wanderley é mais de área, mas também busca o jogo. É um jogador importante. Vai ajudar bastante, segura o adversário, faz o pivô – comentou Fernando.



Léo Moura amplia contrato com o Flamengo até o fim de 2012

O Flamengo apostou na relação com o seu capitão e anunciou a ampliação do contrato com o lateral-direito Léo Moura por mais um ano. O compromisso do jogador de 32 anos com o clube rubro-negro, que anteriormente terminaria no fim deste ano, agora vai durar até dezembro de 2012, com direito a reajuste salarial com porcentagem não divulgadas por ambas as partes.

Em dezembro do ano passado, mesmo com propostas de Internacional e Santos, Léo não escondeu a sua identificação com o clube que defende desde 2005.

- Sou um cara muito dedicado ao Flamengo. Amo o clube, sou feliz no clube. Vai depender do Flamengo, se acham que devem me negociar. Ou me eternizar, que é o que eu quero, vou ficar muito feliz - disse o jogador na ocasião.

Garantido por mais dois anos no Fla, Léo pretende estender ainda mais o compromisso quando este novo contrato terminar. Ele teria interesse em jogar até 2015, quando teria 37 anos e encerraria a carreira no clube rubro-negro.

Léo Moura já entrou em campo com a camisa do Flamengo 308 vezes, marcou 38 gols e deu 51 assistências. Entre seus principais títulos no clube estão o Campeonato Brasileiro de 2009, a Copa do Brasil de 2006 e o tricampeonato carioca (2007/08/09).



Torcida se antecipa ao Fla e apresenta bandeira de Ronaldinho

O Flamengo ainda aguarda o 0,01% para anunciar Ronaldinho Gaúcho. Mas a festa no Rio de Janeiro começou neste sábado. Logo após a declaração do vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, praticamente selando o destino do astro, a cidade foi tomada camisas rubro-negras.

bandeira ronaldinho gauch flamengoA bandeira com Ronaldinho Gaúcho vestindo a faixa rubro-negra (Foto: Eduardo Peixoto / Globoesporte.com)

A grande prova de otimismo em relação à contratação veio da maior torcida do clube, que investiu R$ 350 na confecção de uma bandeira.

- Decidimos correr o risco. Na terça-feira pedimos a bandeira e na quinta ela estava pronta. Tem até a faixa que ele usa na testa já com o CRF (Clube de Regatas do Flamengo) – disse Anderson Macula.

Por enquanto, o clube é prudente ao programas a apresentação. O departamento de marketing pensou em organizar levar Ronaldinho a três lugares diferentes: Apoteose, Gávea e algum ponto no subúrbio. Porém, na sexta-feira, ganhou força a ideia de realizar a festa na praia de Copacabana, com um show do grupo Revelação. O Maracanãzinho também foi citado.

De toda forma, os rubro-negros se preparam para a festa que deve parar o Rio de Janeiro. A contratação remete à chegada de Romário, em 1995. O então melhor jogador do mundo trocou o Barcelona pela Gávea em uma negociação que até hoje é considerada a mais ousada do futebol brasileiro.

- Acho que dá para superar aquela chegada. Foi uma carreata pelo Rio inteiro em carro aberto, mas não houve grande aglomeração. Na praia seria ideal. Se na porta do hotel, sem nada garantido, foram 500 pessoas, imagina com um showzão e o Ronaldinho? – afirmou Macula.


Novela fica muito perto de um final feliz




Patrícia Amorim anuncia acordo com Milan. Para Galliani, Ronaldinho é 99,99% do Flamengo





Flamengo e Milan anunciam acordo por Ronaldinho Gaúcho

Falta pouco para acabar a novela Ronaldinho Gaúcho, e o final feliz, ao que tudo indica, caberá ao Flamengo. A presidente Patrícia Amorim e o vice do Milan, Adriano Galliani, deixaram juntos a reunião deste sábado, no apartamento do dirigente italiano, e anunciaram o acordo entre os dois clubes a respeito da transferência do atacante.


- Flamengo e Milan chegaram a um acordo sobre a transferência. Faltam dois ou três dias para acertar isso, pois faltam detalhes dessa transferência, desse contrato. Não é uma negociação tranquila, fácil, mas é importante que Flamengo e Milan chegaram a um acordo. Agora falta a conversa com o jogador - afirmou a dirigente, na portaria do apartamento de Galliani no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Adriano Galliani reforçou as palavras de Patrícia Amorim:

- Acredito que (Ronaldinho) é 99,99% do Flamengo - afirmou, antes de sair para almoçar com Assis, representante e irmão do jogador.

O Flamengo aguarda a chegada ao Rio dos advogados de Ronaldinho Gaúcho, que estão em Porto Alegre, para que eles leiam o contrato. E já planeja uma apresentação de gala: as opções são a praia de Copacabana e o Maracanãzinho. O jogador e Assis permanecerão na cidade à espera dos últimos detalhes.

Grêmio e Palmeiras também mantiveram negociações nos últimos dias com Assis e Ronaldinho Gaúcho, mas não se reuniram com Adriano Galliani. Patricia Amorim esteve à frente de uma comitiva rubro-negra no encontro deste sábado, com o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso, o diretor de marketing Harrison Baptista, o vice de finanças Michel Levy e o vice geral Hélio Paulo Ferraz.

No Twitter, Felipe avisa que vai ser o camisa 1 do Flamengo

A camisa 1 do Flamengo vai voltar a ser usada. Após o treino da manhã deste sábado, o goleiro Felipe informou, via Twitter, que será o dono do número, que desde a prisão de Bruno estava encostado. Durante o período em que foi titular, no segundo semestre do ano passado, Marcelo Lomba manteve o 29. Na pré-temporada em Londrina, no Paraná, os jogadores têm treinado com uniformes sem numeração. Os jogadores do Rubro-Negro usam números fixos.}

Neste domingo, o Flamengo faz o primeiro jogo de 2011. O adversário será o Londrina, no estádio do Café, às 16h. O técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não informou a escalação da equipe, mas disse que pretende usar todos os jogadores que estão na cidade paranaense.

Felipe twitter camisa 1
Felipe vibra com o fato de usar a camisa 1 do Flamengo (Foto: Reprodução / Twitter)



Otimista, comitiva rubro-negra se reúne com Adriano Galliani

Com um intervalo de pouco menos de 12 horas, representantes do Flamengo voltaram a participar de uma reunião na tentativa de fechar a negociação por Ronaldinho Gaúcho. Desta vez, com o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani. Por volta de 11h, chegaram ao apartamento do italiano, no Leblon (Zona Sul do Rio de Janeiro), a presidente rubro-negra, Patrícia Amorim, o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso, o diretor de marketing Harrison Baptista e o vice de finanças Michel Levy. Meia hora depois, foi a vez do vice geral do clube, Hélio Paulo Ferraz.

Patrícia Amorim chegando para reunião com Ronaldinho GaúchoPatrícia Amorim chega para reunião por Ronaldinho Gaúcho (Foto: Eduardo Peixoto / Globoesporte.com)

- Estamos na expectativa, otimistas. Vamos lá - afirmou Patrícia Amorim, para em seguida responder sobre a possibilidade de encerrar com sucesso as negociações ainda neste sábado. - Depende do Galliani.

A comitiva rubro-negra, que na noite dessa sexta-feira havia se encontrado com Assis, representante e irmão de Ronaldinho Gaúcho, vai aproveitar a reunião com Galliani para formalizar a sua proposta na tentativa de ganhar a disputa com Grêmio e Palmeiras, também interessados no atacante. A oferta será de € 3 milhões (cerca de R$ 6,5 milhões) mais a prioridade na compra de jovens jogadores. O encontro deste sábado em princípio estava marcado para a tarde, mas foi antecipado.



Flamengo negocia a contratação de João Vitor, do Grêmio Prudente

O Flamengo tenta reforçar o seu meio-campo para a temporada 2011. O clube negocia a copntratação do volante João Vitor, de 22 anos, que atualmente defende o Grêmio Prudente. O jogador tem contrato com a equipe paulista até o fim de 2013 e se encaixa na filosofia do treinador Vanderlei Luxemburgo, que quer diminuir a média de idade do elenco.

Três volantes que faziam parte do grupo rubro-negro no ano passado já deram adeus. Kleberson e Correa estão fora dos planos, enquanto Toró, que já havia acertado sua saída, fechou com o Atlético-MG.

Recentemente, o Flamengo contratou outro jogador que estava no Grêmio Prudente: o atacante Wanderley. Porém, no caso de João Vitor, as partes ainda tentam um acordo financeiro.



Guilherme Negueba e Adryan são convocados por Luxemburgo

Depois de participarem da goleada do Flamengo sobre o Gurupi-TO, por 7 a 1, pela segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante Guilherme Negueba e o meia Adryan se juntam ao grupo principal rubro-negro neste sábado. Ambos ficarão à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo para o amistoso contra o Londrina, neste domingo, no estádio do Café, às 16h. Depois da partida, retornam a São José dos Campos.

A convocação faz parte do planejamento do treinador, que fez o mesmo com o lateral-direito Digão e o volante Muralha, também inscritos na Copinha.

- Alguns que estão lá vêm para cá. E os daqui vão para lá também. Foi a abertura que dei para os jogadores da base poderem estar aqui – comentou o técnico.

O Flamengo assumiu a liderança da Grupo K, com quatro pontos, mesmo número do Mogi Mirim, mas com um saldo de gols superior (seis a dois). No domingo, a garotada enfrenta o São José, às 21h (de Brasília), em São José dos Campos.


Deivid bota fé em Deivid: ‘Estou apostando muito em mim’

Ele só pede um pouco de paciência. Sabia que seria difícil quando chegou, mas reconhece que foi pior do que o previsto. Ninguém esperou tanto a pré-temporada do Flamengo quanto Deivid. Londrina é o ponto de partida para começar a justificar o prestígio que o levou ao Rubro-Negro, em agosto da temporada passada. Maior salário do grupo, o atacante está incomodado, inquieto. Não gostou nada de ter feito só quatro gols em 17 jogos pelo Brasileirão 2010. Um ano que ele pretende esquecer.

- Foi o mais difícil (da carreira), até porque cheguei com um peso muito grande. Saíram (Vagner) Love e Adriano, e o clube estava atrás de um jogador que os substituísse à altura, havia muita expectativa sobre mim, não consegui render o esperado. Fiquei meio frustrado, mas nunca abaixei a cabeça, sei do meu potencial. Só eu posso atravessar essa frase e tentar fazer uma grande temporada. Estou chegando no meu nível físico ideal – disse.

Motivos para o baixo rendimento são apontados pelo próprio jogador: passou muito tempo no futebol europeu (cinco anos); chegou ao clube longe da forma física ideal e sentiu o ritmo intenso do futebol brasileiro; a readaptação ao estilo de jogo foi lenta e acabou atropelada pela pressão de substituir o Império do Amor e ao mesmo tempo fugir da ameaça de rebaixamento.

Deivid não chegou sozinho. Teve a companhia de Diogo. Sob as bênçãos de Zico, o maior ídolo rubro-negro, numa pomposa apresentação no salão nobre da Gávea, receberam o “passe” do Galinho. “A bola está com eles”, disse o então dirigente. Antes mesmo da estreia, viraram salvadores da pátria. O Rubro-Negro contratava, enfim, substitutos bem conceituados, capazes de substituir Adriano e Vagner Love. Estava formado o ataque D2, que ganhou letra e musica. O que era fantasia virou pesadelo.

- Como tinha a história do Império do Amor, criou-se a dupla D2. Sempre deixamos claro que teríamos de vencer, como o Adriano venceu, para conquistar esse prestígio. Ele conseguiu isso porque venceu no campo. Chegamos com a música D2 pronta. Fiquei com o pé no chão, sabia que era tudo fantasia. Tinha de provar para depois colher os frutos. Mas, quando aparecem situações assim, você tem de demonstrar força para atravessar – afirmou.

O ataque D2 já não existe mais. Diogo, que fez um gol e 17 partidas, não será aproveitado, apesar de o contrato de empréstimo com o Olympiacos, da Grécia, terminar só em junho. O centroavante Val Baiano também não faz parte dos planos. Luxemburgo só não desistiu de Deivid.

- Sei que ele espera muito de mim, pelo fato de termos feito sucesso juntos em outros clubes (Corinthians, Cruzeiro e Santos). Ele aposta todas as fichas em mim e espero corresponder dentro de campo, jogando bem e fazendo gols – afirmou.

A resposta para a confiança do treinador é o trabalho. Deivid tem se dedicado nos treinos da pré-temporada e nota sua evolução física.

- Quando você pega o trabalho desde o começo, a tendência é que você possa render melhor. Estou apostando muito em mim nesta temporada. Acho que estou me preparando bastante, me preparando bem. Consegui atingir aquilo que eu queria na parte física até agora. Espero pode ajudar o Flamengo, ganhar títulos. Ano passado, eu tive bem abaixo do que estava esperando. Espero que este ano possa voltar a fazer os gols e a ganhar os títulos que sempre ganhei. Esperamos que o ano do Flamengo seja totalmente diferente. Jogadores que chegaram no meio do ano passado estavam sem ritmo. Agora, desde o começo, é outra história. Esperamos fazer um belo Carioca, conquistar o título. Vamos nos preparar para o Brasileiro, Copa do Brasil e Sul-Americana - frisou.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Com cinco gols de Thomas, Fla goleia o Gurupi-TO: 7 a 1

Depois de um tropeço na estreia, o Flamengo se recuperou na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2010. Com uma bela atuação do meia Thomas, autor de cinco gols, o Rubro-Negro carioca bateu o Gurupi (Tocantins) por 7 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, em jogo pela segunda rodada do Grupo K.

Com a goleada, o Fla assumiu a liderança da chave, com quatro pontos. Mesmo número do Mogi Mirim, mas com um saldo de gols superior (seis a dois).

Na abertura da rodada, o Mogi Mirim derrotou o São José por 3 a 2.

Após um empate sem gols na primeira rodada (diante do Mogi Mirim), o Flamengo se lançou ao ataque logo no início da partida desta sexta e precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Lucas deu belo passe para Thomas, que tocou na saída do goleiro Leoander.

Mas o time de Tocantins não se intimidou diante do time carioca e conseguiu o empate aos 13, em uma bela cobrança de falta de Leonam.

Sete minutos depois, o Fla retomou a liderança. Leoander saiu do gol e derrubou Douglas na área. Lucas cobrou com categoria, no canto direito.

Com o Fla em vantagem, o meia Thomas deu uma mostra de sua habilidade. O meia pegou a bola junto à linha lateral pela esquerda e iniciou uma arrancada em direção ao gol, deixando três adversários para trás. E chutou sem defesa para marcar o terceiro do Fla aos 36.

No segundo tempo, o camisa 16 seguiu dando muito trabalho à defesa do Gurupi. Aos 23, o meia recebeu de Rafinha, aplicou um drible de letra sobre o marcador e concluiu para fazer o quarto gol rubro-negro.

Rafinha ampliou o marcador aos 33, chutando cruzado após uma arrancada pela direita. Mas a noite era de Thomas, que ainda teve tempo de marcar mais duas vezes. Aos 44, o meia mostrou tranquilidade, ao aproveitar uma sobra na área, driblar o marcador e tocar para o gol vazio. No minuto seguinte, Thomas fechou o placar, ao cobrar com categoria um pênalti.

As equipes voltam a campo no domingo. O Flamengo enfrenta o São José, às 21h (de Brasília), também no estádio Martins Pereira. Às 19h, o Mogi Mirim encara o Gurupi no mesmo local.



Na estreia do novo técnico, Fla bate Joinville, e Marcelinho vai aos 5 mil

À beira da quadra, o argentino de barba nem se preocupava em esconder a barriga na camisa pólo listrada em rubro-negro para dentro da calça social preta. Os sapatos, também pretos, guardavam as meias da sorte. E a mão esquerda carregava uma toalha vermelha para enxugar o suor na "sauna" do Tijuca Tênis Clube, no Rio. Era Gonzalo García, novo técnico do basquete do Flamengo, que estreou na noite desta sexta-feira com uma vitória apertada sobre Joinville, pela nona rodada do NBB. Para completar a festa da torcida, o placar de 85 a 78 ainda incluiu um feito pessoal de Marcelinho, que chegou à marca de 5 mil pontos com a camisa do clube.

Foi a sexta vitória do Flamengo no NBB, em sete partidas. Joinville tem seis triunfos em nove jogos. Os catarinenses voltam à quadra no domingo, às 12h, contra o Minas. Os cariocas folgam na décima rodada.

Quase sempre de pé, Garcia não se exaltou. Ainda se deu ao luxo de sentar na segunda metade da partida, quando a diferença no placar pulou para a casa dos dez pontos. Mas sua presença se fez notar antes mesmo de a bola subir. O ala-armador Duda, um dos favoritos do antecessor Paulo Chupeta, começou no banco e abriu espaço no time titular para o americano David Teague.

- Eu sabia que haveria um pouco de nervosismo, foi a minha primeira vez com os jogadores e a primeira vez deles comigo. Então é lógico que cometeríamos muitos erros. Gostei muito da defesa no primeiro tempo, especialmente no segundo quarto, mas não gostei do nosso segundo tempo defensivo - analisou o técnico.

O problema é que, com a bola quicando, o jogo demorou a deslanchar. Com muitos erros nos dois lados, o placar ficou em 2 a 0 para o time da casa durante quase quatro minutos. Duas cravadas, de Teichmann e Bábby, ampliaram a diferença para 6 a 0. Os visitantes só foram pontuar quando o período inicial já passava da metade.

O técnico argentino logo mostrou outra diferença em relação a Chupeta: rodou bastante o elenco. Ainda no primeiro quarto, os cinco titulares já tinham ido para o banco, inclusive Marcelinho, que tinha seis pontos e precisava de mais dois para chegar à marca de 5 mil. Na virada do período, placar baixo: Fla 15 a 9.

Tiagão acertou a mão da linha de três e, com duas cestas seguidas, colocou Joinville no jogo. No meio do segundo quarto, os catarinenses chegaram a abrir quatro de vantagem, e García mandou o time titular de volta à quadra. Jeff Teague enfim começou a converter seus arremessos, mas àquela altura as ações já estavam equilibradas.

Basquete Marcelinho FlamengoMarcelinho comandou a vitória do Flamengo e atingiu a marca de 5 mil pontos com a camisa do clube (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Marcelinho chegou aos 5 mil pontos com a camisa do clube ao acertar um arremesso de média distância a 1m50s do intervalo. Pouca gente no ginásio percebeu o feito. No intervalo, com o Fla vencendo por 31 a 28, aí sim, o ala foi homenageado e recebeu uma placa comemorativa.

- É uma marca interessante, uma honra para mim. Quando eu fui chamado para vir para o Flamengo, sonhava com muitas coisas. Pouco a pouco fui conseguindo. É claro que eu achava que essa marca ia acontecer em algum momento do jogo. Aconteceu logo no segundo quarto. Mas o importante foi a vitória. Aos poucos vamos pegando essa filosofia nova do treinador, não dá para ser em apenas um jogo - afirmou Marcelinho.

O tributo animou o Flamengo, que emplacou uma sequência de 7 a 0 no início do terceiro período e jogou a vantagem para a casa dos 10 pontos. Mais confortável em quadra, o time anfitrião aproveitou os erros do rival e, na virada para os últimos 10 minutos, vencia por 59 a 47.

No quarto final, com García de braços cruzados e atento à beira da quadra, a torcida viu seus jogadores se esforçando para controlar a partida. Detalhista, o técnico argentino chegou a tirar Marcelinho só para dar instruções. Joinville não desistiu e chegou a encurtar a diferença para quatro, mas não deu. Enquanto o hino do clube era cantado nas arquibancadas, o Rubro-Negro manteve a cabeça no lugar e garantiu a vitória.

Resultados do NBB nesta sexta-feira:


Flamengo 85 x 78 Joinville
Pinheiros 77 x 66 Brasília
Paulistano 66 x 95 Uberlândia
Assis 78 x 81 Limeira
Bauru 92 x 74 São José
Vila Velha 76 x 84 Araraquara
Vitória 83 x 80 Franca



Patricia Amorim: 'As conversas avançaram muito hoje'

O Flamengo passou o dia observando o chamado Dia D do Grêmio. O clube carioca não se surpreendeu com as ações desta sexta-feira. Dirigentes rubro-negros tiveram diversas reuniões internas e mantiveram contatos telefônicos com o empresário e irmão do atleta, Roberto Assis, até o início da noite - quando foi acertado um encontro. Às 21h30m, a presidente Patricia Amorim, acompanhada de outros dirigentes, chegou na casa de Assis, na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com o objetivo de sacramentar a negociação com o atleta. Às 23h20m, a mandatária deixou o apartamento sorrindo muito e se dizendo muito animada e confiante:

- As conversas avançaram muito hoje. Mas só quem pode liberar o jogador é o Milan. Amanhã à tarde teremos uma reunião na casa do Adriano Gallliani (diretor do Milan) para tentar resolver tudo. A princípio o Assis vai ficar aqui no Rio de Janeiro - disse Patricia, antes de deixar o local acenando positivamente para a imprensa.

Além da presidente, estiveram na casa Assis o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso; o marido de Patricia, Fernando Sihman; o diretor da Traffic, Fernando Gonçalves; e o diretor de marketing do Flamengo, Harrison Baptista. Um pequeno grupo de torcedores do Flamengo, percebendo a grande movimentação no local, também esteve presente em frente ao apartamento de empresário. Aos gritos de “já é nosso”, a confiança era grande no acerto com o jogador.

Luiz Augusto Veloso deixou o prédio minutos depois de Patrícia Amorim e preferiu não se pronunciar. No entanto, o dirigente confirmou que Ronaldinho está no Rio de Janeiro.

Antes da reunião, o otimismo rubro-negro já era muito grande. Tinha partido de uma intervenção exatamente de Galliani, que teria recomendado a proposta rubro-negra como "a melhor". Galliani é parte interessada - pois apenas Flamengo e Palmeiras teriam feito ofertas razoáveis para ressarcir o clube italiano. A oferta do Grêmio, segundo um dirigente rubro-negro, seria "muito baixa". O Flamengo teria se oferecido para pagar € 3 milhões (R$ 6,18 milhões).

Na análise da cúpula rubro-negra, o Grêmio estaria "forçando a barra" ao anunciar festa e acerto. Assis também teria dito ao Flamengo que a discussão de cláusulas contratuais com o Grêmio “não queria dizer nada”. Ele teria segundo informações dos cartolas rubro-negros, ficado incomodado com a entrevista do presidente do Tricolor gaúcho, Paulo Odone, quarta-feira, confirmando um acerto. A fonte rubro-negra cita que o documento registrado em cartório pelo Grêmio nada mais era do que uma tentativa frustrada de dar as garantias que o condutor da negociação havia exigido até 14h de quinta-feira.

De toda forma, o Flamengo aumentou a proposta direta a Ronaldinho em R$ 200 mil. Com a nova movimentação, o valor bruto do salário – que independe de ações de marketing – igualou-se ao do Palmeiras. Os cariocas seguem assegurando que a proposta gremista é muito inferior financeiramente às demais.

Outro detalhe revelado e prometido a Ronaldinho é relacionado à Traffic, principal parceira rubro-negra no negócio. A empresa garantiu que vai montar um escritório no Rio de Janeiro exclusivamente para tratar da imagem do astro.

Uma das exigências para o acerto foi um camarote exclusivo para a família Assis Moreira no Engenhão. Atualmente, a Batavo, patrocinadora do clube, é a única que tem tal benefício. Entretanto, como o contrato com a empresa de laticínios termina no fim de janeiro, o espaço ficará vago.

Novatos do Fla passam por ‘batismo’

A descontração marcou o início do treino do Flamengo nesta sexta-feira. A equipe rubro-negra trabalhou no estádio do Café pela primeira vez desde a chegada a Londrina, no Paraná. A atividade foi aberta ao público e cerca de duas mil pessoas compareceram. Antes de o técnico Vanderlei Luxemburgo trabalhar exaustivamente cruzamentos e finalizações, os novatos do time passaram pelo tradicional "batismo". O goleiro Felipe, os meias Darío Bottinelli e Vander e o atacante Wanderley foram atirados ao ar.

felipe Flamengo treino físico estádio caféFelipe é jogado para ar antes do treino rubro-negro (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

Diante de 2 mil torcedores, Luxa mostra velho estilo em Londrina

Diante de uma boa plateia, o tradicional estilo Luxemburgo apareceu pela primeira vez em 2011. Com aproximadamente 2 mil torcedores presentes ao estádio do Café, o treinador do Flamengo comandou o primeiro treino aberto do time em Londrina. E não poupou orientações e cobranças em voz alta aos jogadores.

Os laterais estiveram entre os principais alvos do treinador. O jovem lateral-direito Digão teve que ouvir uma bronca de Luxemburgo.

- Tem que ser em linha reta. Está entendendo o que eu estou falando? - gritou.

O técnico interrompeu várias vezes o treinamento, no qual os jogadores realizaram conclusões e cruzamentos. O chileno Fierro se destacou, acertando a grande maioria dos arremates.

Bottinelli e Maldonado não participaram do treino e ficaram realizando atividades físicas.

Torcedores presentes ao treino demonstraram o amor pelo Flamengo. Léo Moura, Felipe e Luxemburgo tiveram os nomes gritados pelos rubro-negros.

No domingo, no próprio estádio do Café, o Flamengo realiza o primeiro jogo do ano, um amistoso contra o Londrina. A partida está marcada para as 16h (de Brasília).



Luxemburgo diz ter certeza em títulos invictos do Fla em 2011

A fase inicial de treinos do Flamengo em Londrina (Paraná) está ampliando a confiança do treinador Vanderlei Luxemburgo em um bom desempenho do clube na temporada. Na tarde desta sexta-feira, durante homenagem ao clube na sede da prefeitura local, o treinador disse "ter certeza" que a equipe vai conseguir vencer competições em 2011 sem perder um jogo sequer.

- Tenho certeza que sairemos daqui para conquistar muitos títulos invictos - afirmou.

O treinador e o capitão Léo Moura, representando o elenco, foram homenageados com placas durante a cerimônia na prefeitura de Londrina. Toda a delegação rubro-negra compareceu ao local.

Torcedores do Fla aproveitaram a visita dos jogadores para pedir autógrafos e tirar fotos com seus ídolos.



David: ‘Precisamos de jogadores experientes, de respeito, com história’

Até a metade do ano passado, o Flamengo tinha um império. De amor e um bocado de polêmicas. Ainda assim, com Adriano e Vagner Love, a sensação era de que tudo estava bem, já que o ataque fazia mais gols do que o time sofria, intimidava, e as vitórias apareciam. A queda do Império do Amor se deu no fim do mês de maio, depois da eliminação precoce na Libertadores. Pouco depois, Adriano decidiu aceitar a proposta do Roma para voltar à Itália, e Vagner Love teve de reapresentar-se ao CSKA, da Rússia.

O Rubro-Negro perdia seus astros, mas se apoiava, por exemplo, na história e no prestígio de Petkovic e na chegada de reforços, especialmente os atacantes Deivid e Diogo. Não vingou. O time jamais esteve na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas o risco foi constante. Dissolveu-se apenas na penúltima rodada por conta de combinações de resultados de concorrentes.

A nova temporada começa com uma reformulação do plantel, coordenada diretamente pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Na reapresentação do grupo no último dia 3, o aviso: “os que não viajarem para Londrina estão fora dos planos”. Pet, Kleberson, Val Baiano, Diogo e Correa. Todos estão disponíveis e com futuro incerto.

Caso consiga equacionar as saídas, o Flamengo diminuirá a média de idade do elenco, como almeja Luxemburgo. Kleberson (31 anos), Petkovic (38), Val Baiano (29) e Correa (30) formavam a base do que o treinador chamava nas conversas internas de “time matusalém”, em referência ao personagem mais longevo da bíblia, que morreu aos 969 anos. De todos da lista, apenas Diogo (23) não está perto ou acima dos 30.

A diretoria se esforça para contratar Ronaldinho Gaúcho Thiago Neves. Por enquanto, não há um astro no equipe que trabalha na pré-temporada em Londrina. O goleiro Felipe é tratado como principal reforço até então, já que o meia argentino Darío Bottinelli, um achado de Luxa, é quase um desconhecido. Dos que já estavam no grupo, o lateral-direito Léo Moura e o meia Renato são os únicos que podem ser considerados ícones. O atacante Deivid tem a confiança do treinador, mas ainda precisa acontecer. A cota de apostas foi aplicada sobre os mais jovens, como o zagueiro David, de 23 anos.

- Acredito que podemos brigar por títulos. Precisamos de jogadores experientes, de respeito, com história no futebol. Mas nosso grupo tem jogadores com talento, vontade, a filosofia do Vanderlei é muito boa. Ele chegou para nos tirar do risco de rebaixamento. Começando do zero, pode render bastante – disse o zagueiro David.

Os contratados têm menos de 30 anos: Felipe (26), Bottinelli (23), Vander (20) e Wanderley (22). Ainda que os negócios de peso não se concretizem, David demonstra otimismo.

- É diferente quando é um time com nomes e um de garotos. Mas a garotada tem vontade, valor, talento. Se mostrarem potencial, o Flamengo pode brigar por títulos também. Ano passado, mudamos muito de treinador (Andrade, Rogério Lourenço, Silas e Luxemburgo). Agora, é começar do zero e trabalhar com o Vanderlei. Por isso confio em títulos - comentou.




Torcedor entrega camisa do Flamengo a Adriano Galliani

Enquanto Grêmio, Flamengo, Palmeiras e Corinthians se digladiam por Ronaldinho, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, permanece no Rio de Janeiro à espera da decisão. Nesta sexta-feira, o dirigente recebeu um mimo pela declaração de que é torcedor do Fla no Brasil.

O torcedor e conselheiro do clube carioca, José Carlos Peruano, foi à porta do prédio onde o italiano está hospedado no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e entregou uma camisa do Rubro-Negro carioca e um diploma de torcedor a Galliani.

O italiano ficou exultante com o presente e reiterou que, se dependesse dele, Ronaldinho Gaúcho jogaria na Gávea, mas disse que acataria a vontade do jogador. Ele também confirmou que falou por telefone com Roberto Assis, empresário e irmão do astro, que permanece no Rio de Janeiro nesta sexta-feira.

Xará do chefe, Wanderley chega de mansinho ao Flamengo

Discreto e realista. É com os pés bem presos ao chão que Wanderley se apresenta ao Flamengo. Nesta sexta-feira, ele treinou pela primeira vez no Rubro-Negro, mas ainda longe do grupo. Na entrevista coletiva, fala mansa, muitos sorrisos e sinceridade.

- A esperança do torcedor estava focada no Thiago Neves e no Ronaldinho, dois excelentes jogadores. Esperavam jogadores de nome. Cheguei com calma, de mansinho, às escondidas, sem muita festa, mas para mostrar meu valor e fazer gols também. Vou me dedicar na pré-temporada para que, no futuro, possa corresponder e ajudar o Flamengo – disse.

wanderley flamengoWanderley chega com humildade ao Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

Wanderley foi promovido a profissional pelo técnico Vadão, na Ponte Preta. De lá, foi para o Cruzeiro e conquistou o título mineiro em 2009. Também teve passagens por São Caetano, Santo André e Grêmio Prudente, quando acabou rebaixado no Brasileirão do ano passado. Em 17 jogos, foram cinco gols. Meio sem jeito, o jogador se apresenta.

- Tenho disposição e procuro fazer gol. Sou um atacante de ofício. Quero aprender com o Vanderlei – afirmou.

As brincadeiras por ter o mesmo nome do técnico já começaram e servem para se aproximar dos novos companheiros.

- É bacana, o pessoal brinca, fala que ele é meu xará. Vou ter de mudar o nome. Ele é mais famoso. O meu é Wanderley Júnior, o meu pai também é Wanderley – comentou, aos risos.

O atacante, de 22 anos, assina contrato por três temporadas, com opção de renovação por mais duas. O Flamengo adquiriu a parte dos direitos econômicos que pertencia ao Cruzeiro. Um grupo de investidores detém outra parcela.

Patricia Amorim fala sobre como é ser presidente: 'tem que ser muito macho

Patricia Amorim decidiu encarar a gestão de um clube de massa em 2009 ao ser eleita a primeira presidente mulher do Flamengo. Nadadora do Rubro-Negro desde pequena e acostumada ao ambiente da Gávea, teve pela frente um ano difícil, com polêmicas envolvendo jogadores dentro e fora dos gramados. Apesar da responsabilidade sobre outros esportes, como basquete e remo, foi no futebol que os maiores desafios surgiram. Para isso, sua paciência e sutileza feminina fizeram a diferença. Em entrevista exclusiva à repórter Clicia Oliveira, Patricia falou sobre Dilma Roussef, também primeira presidente mulher, só que do Brasil, vaidade, o clube de coração, família e muito mais.

- O Flamengo é um clube de vanguarda, esta à frente do seu tempo. Acho que ele conseguiu perceber a necessidade de mudança. O fato de ser uma mulher tem todo um charme, é algo contemporâneo. Há a questão da sensibildade, que é importante. Para a Dilma, há a questão social, aqui é mais a questão de atender ao sócio e ao torcedor, de ter a grande nação satisfeita.

A mulher no poder

Aos 41 anos, Patricia é mãe de quatro filhos homens. Admite que vive em num universo bem masculino, o que, segundo ela, não compromete em nada sua feminilidade. Dentro do clube, diz que possui um relacionamento ótimo com todos, com treinador, jogador, comissão técnica e atletas em geral:

- Sempre uma palavra doce no momento certo, uma dura no momento necessário. Mas o comando pode ter um toque mais sensível, mais presente, e não autoritário. Desde a época em que eu nadava eu tinha que treinar com os homens e tinha que ser a melhor mulher.

Apesar de considerar a aceitação mais difícil por ser mulher, em função de haver um mundo masculino de "palavrões" e comportamentos diferentes, Patricia se considera acostumada após muitos anos e tantas equipes que liderou. Ao ser chamada de senhora, ela acha que soa velha demais, prefere ser chamada de presidente. Mas afirma ser bom o relacionamento no clube:

- Espero que eles não tenham problema também porque não tem solução, quem é a presidente sou eu.

Patricia Amorim em família

E como é ser presidente de um clube como o Flamengo tendo que cuidar de quatro pequenos torcedores rubro-negros? Patricia Amorim conta:

- Procuro não levar para casa as novidades do clube. Até lá eu sou questionada se a contratação foi boa, se tem novidade de jogador, técnico. A cobrança já vem de casa.

Sobre os cuidados com lar, a presidente revela que não gasta muito do seu tempo com isso. Familiares estão sempre em volta, moram perto, mas para dar conta de tudo em sua vida e dar um trato na casa ela conta com uma força extra:

- Quando preciso, meu marido troca de posição, pega as crianças na escola e vai às reuniões. Mas escovar o dente é comigo, senão eles não escovam. O banho passa por um controle, é o tipo de preocupação que eu tenho.

Vaidade

Sobre vaidade, Patricia Amorim diz que acabou deixando um pouco de lado depois que assumiu a presidência do Flamengo. Nos poucos momentos que restam, ela comemora poder ir a um salão de beleza e se atualizar sobre as novidades da moda e da maquiagem. No ambiente masculino, a presidente declara que é preciso usar roupas mais fechadas para não dar chances às brincadeiras e conta um caso engraçado em que o ritmo da agenda a traiu:

- É tanta confusão que as vezes eu estou na borda de uma piscina, depois no campo de futebol, em seguida vou para uma sessão solene, outras estou na Câmara, onde trabalho. Certa vez, antes de ir para uma reunião, estava almoçando com o setor jurídico do Flamengo no Jóquei Clube e notei que estava com um pé de cada sapato. Depois decidi que precisava tomar um pouco mais de conta de mim.

Com a piscina do clube ao fundo, onde tudo começou para Patricia, o "EE de Bolsa" encerrou a entrevista com a primeira presidente mulher do Flamengo. E ela deixou um recado para os marmajos:

- Para ser presidente do Flamengo tem que ser muito macho - finalizou.


Wanderley se junta ao grupo e treina pela primeira vez no Fla

Reforço para o ataque, Wanderley treinou pela primeira vez como jogador do Flamengo. Na manhã desta sexta-feira, ele trabalhou na academia e correu em volta de um dos campos do CT onde o Flamengo trabalha em Londrina, no Paraná. O jogador trabalhou ao lado do volante Maldonado e do meia argentino Darío Bottinelli sob orientação do preparador físico João Marcos.

Aos 22 anos, Wanderley estava no Grêmio Prudente, rebaixado para a Segunda Divisão do Brasileiro, e assina contrato de três anos com o Rubro-Negro, com opção de compra por mais dois. Ele tem passagens por Ponte Preta, Cruzeiro, São Caetano e Santo André.

Com a chegada do jogador, o Fla passa a ter três atacantes no grupo que trabalha na cidade paranaense. Os outros são Deivid e o garoto Romário. Diego Maurício está com a Seleção Brasileira Sub-20 e Guilherme Negueba disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior.



Willians elogia o grupo, mas diz que Fla precisa de reforços

Willians terminou 2010 com propostas de Inter, Santos e São Paulo, além de sondagens de equipes estrangeiras. Num primeiro momento, a possibilidade de disputar a Taça Libertadores o seduziu. Na volta das férias, segunda-feira, lá estava ele, na Gávea. Concentrado com o grupo do Flamengo para a pré-temporada em Londrina, o volante confirma que foi procurado por outros clubes.

- Algumas situações chegaram ao meu empresário, mas acabei ficando no Flamengo, o clube que eu gosto, que me deu bastante lucro. Vou aprender muito aqui ainda. Pretendo fazer um ano novo ainda melhor. O Vanderlei (Luxemburgo) e a comissão técnica vão poder nos ajudar, são excelentes profissionais – disse.

Willians está no Flamengo desde 2009, quando conquistou o título carioca e o Brasileirão. Em 2010, foi eleito o terceiro melhor da posição. No ano anterior, conquistara a prata.

O compromisso do volante com o Flamengo termina em 31 de dezembro de 2014. Tempo suficiente para fazer planos. Se a Libertadores é um sonho, que seja realizado com o Rubro-Negro.

- Este ano teremos campeonatos que podem nos levar à Libertadores. Acho que o pessoal que está aqui tem qualidade. O grupo é forte, sim. Tem de se reforçar, mas é um grupo excelente. Muitos estavam no ano passado. Com um pouco mais de trabalho, escutando o que o professor pede, podemos nos acertar – frisou.

Para ir à competição continental, o Fla tem três caminhos: Copa do Brasil, Sul-Americana e Brasileirão. Enquanto elas não chegam, o pensamento está no Carioca.

- É Flamengo, né? A nossa equipe não deve nada para ninguém e estamos na luta para sermos campeões – comentou.

Até agora, o Flamengo contratou quatro jogadores: o goleiro Felipe, os meias Darío Bottinelli e Vander e o atacante Wanderley. clube negocia para ter Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves.


Flamengo contrata atacante Wanderley, ex-Cruzeiro

Depois de deixar Val Baiano e Diogo fora dos planos e ainda sonhar com Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo se reforça com um novo atacante. É Wanderley, ex-Cruzeiro, que estava no Grêmio Prudente e defendeu São Caetano, Santo André e Ponte Preta. O jogador, de 22 anos, chegou a Londrina na noite desta quinta-feira e vai treinar pela primeira vez com o grupo na manhã desta sexta.

Segundo o empresário do jogador, o ex-zagueiro André Cruz, ele assina contrato com o Rubro-Negro por três anos, com opção de compra por mais dois.

Com a chegada do reforço para a pré-temporada, o Fla passa a ter três atacantes no grupo. Os outros são Deivid e o garoto Romário. Diego Maurício está com a Seleção Brasileira Sub-20 e Guilherme Negueba disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Ficha técnica:

Nome: Wanderley Santos Monteiro Júnior
Data de nascimento: 11/10/88
Naturalidade: Campinas, São Paulo
Altura: 1,82m
Peso: 81kg

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Assis avisa ao Fla que resposta sobre Ronaldinho sai nesta sexta

Ronaldinho arrepiado com a torcida, Adriano Galliani declarando que se dependesse dele o Flamengo seria o destino, Assis avisando que não fechou contrato com ninguém. As declarações da coletiva desta quinta-feira, teoricamente, foram boas para o Rubro-Negro. Porém, os indícios conduzem o jogador ao Grêmio.

Nesta sexta-feira, o objeto de desejo e o irmão dele viajam para Porto Alegre e, segundo o Rubro-Negro foi informado, haverá uma reunião para traçar o destino. Ao mesmo tempo, o clube gaúcho avisa que aguarda Ronaldinho no Olímpico para assinatura de contrato.
Apesar disso, o Flamengo ainda tem esperança. O vice de finanças Michel Levy, um dos condutores da negociação, não joga a toalha e exalta a postura silenciosa da diretoria durante toda a longa novela. Confira a entrevista:

GLOBOESPORTE.COM: Como o Flamengo analisa a entrevista coletiva de Assis, Ronaldinho e Adriano Galliani nesta quinta-feira?

MICHEL LEVY: O Flamengo recebeu bem. A demonstração do Galliani foi explícita e por ele o Ronaldinho iria para o Flamengo. Mas é claro que tem jogador, empresários, propostas e outras coisas mais.

Houve outro contato com o Assis?
Eu o procurei pouco depois. Ele avisou que terá uma reunião com a família e que amanhã (sexta) se pronunciaria. Não tem nada definido.

Mas em Porto Alegre o Grêmio dá como certa a assinatura de contrato nesta sexta-feira, justamente o dia que Ronaldinho e Assis voltam a Porto Alegre. Não é um indicativo de fim da novela?
Eu nunca desanimei e continuo não desanimando. Continuo otimista. Tenho sempre que acreditar na palavra das pessoas. O Assis em momento algum disse que assinou. Se disser, nós retiramos a proposta na hora. Grêmio fala o que ele quiser. Se o Grêmio anunciou que está pronto, parabéns.

A proposta do Flamengo é a maior?
Só tenho cópia da minha. Não vi a do Grêmio e a do Palmeiras. O Andrés falou que paga R$ 1,8 milhão. Então bota no papel, ué. Falar é mole. O meu está escrito. Não é de boca.

De toda forma, a postura ponderada e quieta do Flamengo chamou atenção durante toda a negociação. Serve de aprendizado para futuras transferências?
Entendo que o Flamengo está trabalhando planejado, coordenado e por critério. E com respeito ao torcedor, sem fazer factoide. Esse é o compromisso. A principal preocupação dos envolvidos é o respeito ao nosso torcedor. Não vou criar factoide daquilo que não tenho. Essa conduta nesse episódio está sendo repetida em outros casos. Deixamos o torcedor tranquilo quando comunicamos que o jogador tal assinou contrato e será apresentado. Não é para explodir balão.


Al Hilal diz se aceita proposta do Fla por Thiago Neves nesta sexta-feira

Se a novela Ronaldinho Gaúcho parece interminável, o fim da espera do Flamengo por Thiago Neves está próximo. Pelo menos é que diz o empresário do jogador, Léo Rabello. Segundo o agente, o prazo para a resposta do Al Hilal sobre o desfecho do negócio se encerra nesta sexta-feira. Na última quarta, o Rubro-Negro enviou à Arábia Saudita uma contraproposta, mas ainda em um valor abaixo do que o clube espera para liberar o apoiador.

- O prazo para a resposta ao Flamengo termina amanhã (sexta) – disse Léo Rabello, ainda otimista.

O Flamengo planeja adquirir 20% dos direitos econômicos de Thiago Neves e contratá-lo por três anos. O jogador está no Rio à espera do acordo.

Fla faz acordo com Olympiacos para pagar dívida, mas Diogo segue fora

O corte da pré-temporada do Flamengo foi o sinal de que Diogo não faz mais parte dos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo. Entretanto, o clube ainda tem um compromisso financeiro a cumprir com o Olympiacos pela contratação do jogador, realizada no segundo semestre do ano passado.

Cobrado pelos gregos formalmente, o departamento jurídico rubro-negro enviou uma resposta à Fifa sobre a dívida de € 350 mil (R$ 790 mil), a última parcela do empréstimo para ter o atacante até junho de 2011. O valor total do negócio é de € 1 milhão (cerca de R$ 2,3 milhões). O Fla já pagou R$ 1,5 milhão.

- Enviamos uma resposta à Fifa comunicando que o pagamento ao Olympiacos será feito de forma parcelada – informou o vice jurídico Rafael de Piro, sem dar detalhes sobre o parcelamento.

O acordo não abre possibilidade para a parmanência de Diogo. O fato de o jogador ter contrato apenas até o fim do primeiro semestre não o enquadra no planejamento do técnico Vanderlei Luxemburgo.

O departamento jurídico ainda não começou a analisar a situação dos jogadores que foram excluídos da viagem ao Paraná. Petkovic, Correa, Val Baiano e Kleberson também não serão aproveitados.

Comissão inicia movimento para expulsar Ricardo Teixeira do Fla

Internamente, o Flamengo fez a primeira movimentação para retaliar o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, pela decisão de não reconhecer o título brasileiro de 1987. O presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro, solicitou, e o Conselho de Administração aceitou a criação de uma Comissão de Inquérito.

Ricardo Teixeira será notificado para prestar esclarecimentos. Caso não compareça será julgado à revelia sob acusação de 'cometer grave indisciplina por não zelar pelo patrimônio do clube do qual é benemérito'. O pedido é de que ele seja expulso do quadro social. Houve tentativa semelhante há seis meses, mas o prazo se esgotou e o processo foi extinto.

Em um âmbito superior, a presidente Patrícia Amorim recebeu um ofício de Leonardo Ribeiro recomendando que tente destituir Ricardo Teixeira da presidência da CBF.

- Ele tomou a decisão da unificação dos títulos sem consultar a assembléia geral da CBF. Todas as bases históricas foram modificadas. Foi um atentado contra a história – disse Leonardo Ribeiro.

Ronaldinho agradece 'carinho' da torcida do Fla; clube segue em silêncio

A partida era na “casa” do Flamengo. A porta do Copacabana Palace era a entrada para um jogo invisível. Bandeiras, músicas, batucada... As centenas de torcedores esperavam por um anúncio (improvável) de que Ronaldinho Gaúcho trocaria o Rubro-Negro de Milão pelo do Rio de Janeiro.

As palavras de Assis apenas embaralharam o negócio. Depois de conversar (e animar) por mais de 15 dias com Grêmio, Palmeiras e Flamengo, o irmão e empresário do astro avisou que a partir de agora é que as negociações vão começar. Previsão de fim? Apenas terça ou quarta-feira da próxima semana.

- Sempre fui muito sincero e nunca dei nenhum tipo de definição. Manifestei que existia um clube prestigioso como o Milan e que não seria fácil. Hoje vamos começar a negociar com os clubes brasileiros – declarou o empresário.

A coletiva começou com respostas mornas e evasivas. Depois, o que se viu foram jornalistas cariocas levantando a bola do Flamengo, enquanto gaúchos traziam o Grêmio à pauta. Assis e Ronaldinho se esquivaram sem deixar pistas. Só que o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, resolveu esquentar as coisas. Ele se disse torcedor do Flamengo e destacou que o clube seria sua preferência se pudesse escolher. Ronaldinho sorriu, Assis ficou desconcertado e ouviram-se aplausos (não de jornalistas) no Salão Cristal.

- Ainda estou administrando as palavras do Galliani – disse Assis, na pergunta seguinte.

O Flamengo esteve representado na plateia da coletiva por dois funcionários curiosos e o presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro. A mobilização de centenas de rubro-negros em frente ao Copacabana não foi em vão. Após a entrevista pouco esclarecedora, Ronaldinho acenou para a multidão que gritava “vem para o Mengão”.

- Quero agradecer o carinho. É de arrepiar chegar em um hotel e ver tanta gente entusiasmada – disse, sempre sorridente.

Parte da diretoria assistiu à coletiva em um hotel no Leblon. Sabia que não haveria anúncio oficial de qual seria o novo clube de Ronaldinho e tenta uma nova reunião ainda nesta quinta-feira para evoluir nas tratativas. A resposta padrão a qualquer pergunta é "calma que ainda estamos na briga".

A dupla permanece no Rio de Janeiro nesta quinta-feira e segue para Porto Alegre nesta sexta. O prazo para a novela terminar foi esticado até “terça ou quarta-feira”, como disse Assis.

Frustração depois de mais de uma hora de espera

”Vai começar a festa...”. O canto da torcida do Flamengo se fazia ouvir a metros de distância do Copacabana Palace, hotel em que Ronaldinho Gaúcho esteve para anunciar a rescisão com o Milan, nesta quinta-feira. Empolgados com a possibilidade de o craque anunciar seu acerto com o time da Gávea, centenas de fãs foram chegando ao local desde o início da tarde.

A entrevista coletiva, marcada para começar às 15h, atrasou mais de uma hora, mas nem isso diminuía a empolgação dos rubro-negros. Aliás, a espera só serviu para a criatividade vir à tona. Enquanto aguardavam o “sim” de Ronaldo, os torcedores inventavam cantos. “Ôôôôô, assina Gaúcho” e “Ronaldinho, dá mole não, fica no Rio para jogar no meu mengão” eram os mais repetidos.

”Infiltrados” entre os rubro-negros, alguns torcedores do Grêmio também estavam presentes. Mas esses tinham esperança de Ronaldinho deixar para anunciar seu acerto em Porto Alegre. Hostilizados, a maioria decidiu ir embora.

Os gremistas contavam com o apoio irônico de um torcedor do Fluminense. Com a camisa tricolor, o empresário Vander Barros, que mora em Goiânia, mas passa férias no Rio, decidiu dar uma “forcinha” para os rubro-negros.

- Torço para que o Ronaldinho acerte com o Flamengo. Eles andam muito lá em baixo. Precisam de uma ajuda para tentar ficar menos longe do Fluminense – brincou.

À medida em que o tempo ia passando, a esperança flamenguista ia se transformando em frustração. Do lado de fora do hotel, as informações eram passadas para os torcedores através da musa do Fla, Nathália de Oliveira, que ouvia a coletiva no rádio. As respostas evasivas de Ronaldinho e Assis fizeram o torcedor perder a esperança de voltar para a casa com a certeza da contratação do craque. Muitos nem esperaram os momentos finais para ir embora. Não fizeram bem.

Com um sorriso simpático, Ronaldinho foi até à varanda do hotel para acenar para os torcedores que ainda estavam presentes ao fim ds coletiva. Em delírio, os rubro-negros voltaram a cantar as músicas que fizeram para o craque. “Assina, Ronaldo”, pediam. Em vão. O futuro do meia será decidido em breve. Resta saber em que cidade e que torcida vai poder comemorar.

Ronaldinho Gaucho coletiva Copacabana PalaceEsperança: Ronaldinho acena para a torcida ao fim da coletiva (Foto: Thiago Fernandes / Globoesporte.com)

Milan libera, mas não rescinde com Gaúcho. Futuro segue um mistério

Ronaldinho Gaúcho vai jogar no Grêmio, Flamengo, Palmeiras ou Corinthians? A questão que mobiliza o futebol brasileiro no início de 2011 não foi respondida na tarde desta quinta-feira. Em entrevista coletiva realizada no hotel Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio, Ronaldinho Gaúcho, seu irmão e empresário, Roberto Assis, e o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, se limitaram a oficializar que o clube italiano liberou o jogador para negociar com equipes brasileiras. Mas nem sequer a rescisão do atual compromisso foi de fato selada.

Horas depois de o presidente do Grêmio, Paulo Odone, dizer que Ronaldinho "vai suar a camisa" do clube como qualquer outro jogador do elenco, Assis afirmou que após a decisão do Milan é que começaria a definir o futuro do jogador.

- Hoje (quinta) se começa realmente a projetar o futuro do Ronaldo - disse o empresário, que planeja um desfecho para a novela no máximo até a próxima quarta-feira.

Ronaldinho evitou declarar se tem uma preferência de clube para atuar ou de cidade para morar.

- O Palmeiras tem Felipão. Grêmio é na minha cidade, e o Flamengo é o Flamengo, tudo isso aqui (gente lá fora). É difícil tomar uma decisão - disse o craque, que foi aguardado do lado de fora do hotel por dezenas de torcedores rubro-negros.

Galliani Ronaldinho gaúcho coletivaAdriano Galliani, vice-presidente do Milan, sorri com Ronaldinho (Foto: Alexandre Durão / Globoesporte.com)

Galliani abriu a entrevista, convocada pelo Milan, ressaltando que o contrato do jogador com o time italiano não está rescindido. Mas que a direção do clube italiano aceitava a decisão do atleta de voltar a atuar no futebol brasileiro.

- O Milan, a princípio, aceitou o desejo do Ronaldinho de jogar fora da Itália. O Milan veio ao Brasil entender o que o Ronaldinho quer. Gostaria de deixar claro que o Milan não rescindiu o contrato com Ronaldinho. Ele vai ver qual é a melhor decisão para ele. Se resolverem de fato partir, vai ser um grande dor para (Silvio) Berlusconi (presidente do Milan), que sempre disse que acha Ronaldinho o melhor do mundo - disse o dirigente, que afirmou que vai permanecer no Brasil até que o novo clube seja anunciado.

O evento foi realizado num salão do hotel. Cerca de cem de jornalistas marcaram presença. Do lado de fora, centenas de torcedores do Flamengo entoaram cânticos e exibiram camisas e bandeiras, numa tentativa de influenciar o craque a escolher o Rubro-Negro. Em todo o Brasil, gremistas, palmeirenses e até corintianos acompanharam tudo, mas continuam sem saber se Ronaldinho vai ou não jogar por seu time.

Galliani é flamenguista

Em momento descontraído da entrevista, Adriano Galliani surpreendeu a todos ao revelar por qual time brasileiro seu coração bate.

- Em nível sentimental, eu sou um torcedor do Flamengo. Mas a decisão final é do Ronaldinho - disse Galliani, que arrancou aplausos de alguns rubro-negros presentes (notadamente, não os jornalistas).

torcida do Flamengo faz festa em frente ao hotelBandeira do Flamengo é tremulada na porta do hotel (Foto: Eduardo Peixoto / Globoesporte.com)

A revelação de Galliani, da forma que se deu, chegou a constranger Assis.

- Ainda estou administrando o que o senhor Galliani disse - afirmou, sorrindo.



Surfe e esposa ‘vigilante’ garantem fôlego de Willians na volta aos treinos

O preparador físico Antônio Mello não tem poupado os jogadores do Flamengo nos primeiros dias da pré-temporada em Londrina. Treinos puxados, desgastantes, dores por todo o corpo e pernas pesadas com a retomada do ritmo de trabalho. Até o volante Willians, conhecido pelo vigor físico, reconhece que a carga é intensa. Sorte dele que durante as férias a esposa Mariana esteve atenta.

- Eu não fiz nada nas férias. Só fiquei com a minha esposa. Procurei me cuidar. Minha esposa pega no meu pé para eu não aprontar muito (risos). Acho que o privilégio é esse. Peguei muita onda em Santos. Por isso que venho para cá e tenho um vigor muito bom. O pessoal também tem. Só dar um pouco mais de força – disse.

O jogador não reclama. Sabe que o trabalho de base vai ser importante para dar fôlego ao grupo ao longo de uma temporada que promete exigir muito dos atletas. O volante também está confiante no sucesso do time no Estadual.

- A pré-temporada é muito boa. Os treinos têm sido bons. Mello e Vanderlei têm feito um trabalho físico muito bom. Se fizermos o que eles pedem, podemos chegar ao Carioca e dar muitos lucros ao torcedor flamenguista – comentou.

No próximo domingo, o Fla terá o primeiro teste do ano. A equipe vai enfrentar o Londrina, às 16h30m, num amistoso. Apesar do curto tempo de preparação, Willians diz que o jogo será importante.

- Precisamos ter o contato com a bola, aprendendo mais, acertando os detalhes. Esse amistoso vai dar um ritmo melhor para nós, para chegarmos no campeonato e podermos render – afirmou.


Flamengo realiza treino aberto ao público nesta sexta-feira

Por enquanto, o contato entre torcedores e jogadores do Flamengo em Londrina é mínimo. Com exceção do desembarque do time no aeroporto, no início da madrugada da última terça-feira, e de breves encontros durante a entrada e a saída dos jogadores do hotel, os rubro-negros da cidade paranaense ainda não tiveram chance de assistir a um treino do time. O CT em que o grupo trabalha, a 15 km do Centro, é praticamente uma fortaleza. Até a entrada dos jornalistas passa por uma burocracia exagerada.

O clube informou que vai promover o primeiro treino aberto do grupo nesta sexta. Será no Estádio do Café, às 16h30m. No domingo, o time fará um amistoso no mesmo local, contra o Londrina, às 16h.

Pela manhã, os jogadores vão treinar normalmente no CT, às 10h. Depois do almoço, descansam e terão um encontro com o prefeito de Londrina, Barbosa Neto, às 15h. Os rubro-negros vão à sede do governo municipal e depois seguem para o estádio.

A pré-temporada termina em 17 de janeiro, quando a delegação retorna ao Rio. A estreia no Campeonato Carioca será dois dias depois, contra o Volta Redonda, no Engenhão, às 21h50m.



Confiantes em ter Ronaldinho no Fla, rubro-negros vão para porta de hotel

torcida Ronaldinho Gaúcho no hotelTorcedores do Flamengo decidiram ir para a porta do Copacabana Palace, onde Assis e Ronaldinho Gaúcho poderão anunciar o destino do craque. Durante a tarde desta quinta-feira, o grupo mostrava grande esperança de que o jogador fosse escolher o Flamengo como seu próximo clube (Foto: Alexandre Durão / GLOBOESPORTE.COM)



Achado de Luxa, Bottinelli se encanta com o Fla: ‘É o que todo jogador quer’

Vanderlei Luxemburgo trabalhou dois meses na contratação de Darío Bottinelli. Conta que, na reta final do negócio, quase perdeu o jogador. O técnico do Flamengo viu no argentino a possibilidade de preencher uma lacuna no meio-campo rubro-negro. Uma peça que, segundo ele, anda escassa no futebol brasileiro. “El Pollo” (frango em espanhol), apelido que carrega desde a infância, trabalhou com os novos companheiros pela primeira vez nesta quinta-feira. Por questões burocráticas, só chegou a Londrina na noite desta quarta.

O primeiro contato com o grupo encantou Bottinelli, que tem passado boa parte do tempo na companhia dos chilenos Fierro, com quem divide quarto na concentração, e Maldonado.

- As expectativas são grandes. É um sonho chegar a um clube tão importante e espero estar à altura do Flamengo. O grupo me recebeu muito bem. Espero atingir o nível que todos querem, conquistar títulos com o Flamengo e ser um jogador importante para a equipe – disse, após o primeiro treino.

Depois de fazer sucesso no Chile, pelo Universidad Católica, o jogador, de 23 anos, quer seguir o caminho de compatriotas que brilham no futebol brasileiro.

- A chegada do Conca (Fluminense) abriu o mercado para outros argentinos. Montillo (Cruzeiro), D’Alessandro (Inter) e agora para mim. Os argentinos se adaptam bem ao Brasil, que está mais perto do futebol europeu do que a Argentina. É mais uma etapa da minha vida e vivo uma expectativa grande de jogar num clube importante. Em nível futebolístico, é o que todo jogador quer – comentou.

Bottinelli gosta de jogar entre volantes e atacantes. Além da ligação, diz que parte na direção do gol e arrisca chutes de longa distância. Entretanto, está à disposição de Luxemburgo para testar alternativas.

- Minhas características são o jogo solto, a dinâmica, explosão, arremate de fora da área e a entrega. No México (defendeu o Atlas), precisei muito do físico. Espero reunir o que querem o técnico e os companheiros – destacou.

“El Pollo” ainda terá de voltar à Argentina na próxima semana para tratar da transferência para o Brasil. Neste domingo, o Flamengo enfrenta o Londrina, em amistoso no estádio do Café, às 16h30m. A participação de Bottinelli ainda vai ser avaliada pela comissão técnica.

- Fiquei envolvido com a mudança, cheguei mais cansado. Mas estou bem para estar em função da equipe – avisou.

Bottinelli é o terceiro estrangeiro do Fla (Fierro e Maldonado são os outros). Ele vai utilizar a camisa 18, a mesma que usou durante toda carreira.


Representante de Pet diz que ainda não foi avisado da dispensa pelo Fla

Vanderlei Luxemburgo deixou Petkovic fora da pré-temporada do Flamengo e disse que não conta com ele e outros jogadores para 2011. A dispensa, entretanto, não foi comunicada ao jogador e ao seu representante. Josias Cardoso ainda espera que a diretoria rubro-negra entre em contato para começar a resolver a situação.

- Ninguém da diretoria me ligou. O Pet tem contrato até dez de 2011, temos que fazer uma análise sobre a cláusula, não saberia responder sobre rescisão no momento. Ainda é prematuro, só vamos saber disso depois que eu meu reunir com a Patricia (Amorim, presidente), ou outro dirigente do Flamengo - disse o representante, em entrevista à "Rádio Brasil".

Josias Cardoso garante que o ocorrido não vai mudar a relação de Petkovic com os rubro-negros.

- O Pet tem um amor pelo Flamengo e pelos torcedores que está muito acima da decisão do treinador. O que o Luxemburgo disse não muda nada o amor que tem pelo clube. Vou esperar que ele volte de férias pra saber o que vamos fazer em 2011 - declarou.

Uma das possibilidades é o América-MG. O Coelho, que volta à Série A do Brasileiro este ano, tentou a contratação do meia, mas por enquanto levou um "não".

- Eu recebi um telefonema do América. Eles queriam saber se havia algum interesse, e eu disse que o contrato do Pet com o Flamengo ainda estava em vigor.

Nem mesmo a diretoria do Flamengo começou a agir em relação ao caso. Segundo o vice jurídico do clube, Rafael de Piro, o clube ainda aguarda um comunicado oficial do departamento de futebol sobre os jogadores dispensados.


Ciceroneado por Fierro e Maldonado, Bottinelli treina pela primeira vez

O meia Darío Bottinelli participou pela primeira vez de um treino do Flamengo nesta quinta-feira. O argentino chegou a Londrina na noite desta quarta para se juntar ao grupo rubro-negro na pré-temporada. Companheiro de quarto do meia Fierro, realizou boa parte das atividades físicas ao lado do chileno. Nos intervalos das corridas em volta do gramado, trocou algumas palavras com o também chileno Maldonado.

Bottinelli se apresentou mais tarde para providenciar documentos no Rio. Na próxima semana, ele deve ter de voltar à Argentina para tratar dos últimos detalhes da transferência. O jogador só poderá ser inscrito a partir do dia 15.

No próximo domingo, o Flamengo enfrenta o Londrina, num amistoso no estádio do Café. A partida será às 16h30m. A escalação de Bottinelli ainda depende de uma avaliação da comissão técnica.


Jornal português diz que Fla também sondou Nuno Gomes, do Benfica

O atacante português Nuno Gomes pode deixar o Benfica e ir para o Flamengo, divulgou nesta quinta-feira o jornal luso "A Bola". Pouco aproveitado no time de Lisboa, o jogador está insatisfeito e estaria sendo sondado pela equipe rubro-negra, que ainda está na 'jogada' também por Ronaldinho Gaúcho.

O jornal "Record" destaca ainda que o atacante português "já não aguenta mais" e está "cansado de ficar excluído".

O jogador, que participou apenas de quatro jogos e fez um gol pelo Benfica nesta temporada, anunciou em outubro de 2010 que não renovaria seu contrato com os 'encarnados' e que sairia no final da campanha no Português.

Nuno Gomes já disputou cerca de 300 partidas e marcou 121 gols pelo clube de Lisboa, segundo colocado no campeonato nacional.






quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Darío Bottinelli chega a Londrina

O técnico Vanderlei Luxemburgo terá mais um jogador à disposição nesta quinta-feira. Na noite desta quarta, o meia Darío Bottinelli chegou a Londrina para se juntar ao grupo do Flamengo na pré-temporada. O desembarque na cidade paranaense ocorreu pouco antes das 22h. Do aeroporto, ele se dirigiu ao hotel onde a delegação se concentra, no Centro.

- Espero me adaptar rápido. Acredito que em cerca de duas semanas vou poder estar bem preparado fisicamente. Vinha treinando e jogando normalmente, só estava de férias neste momento. O Flamengo é um grande clube, sei da responsabilidade, sei que é o clube mais querido do país e espero me sair bem aqui - disse, em entrevista ao site oficial do Fla.

Bottinelli teve de providenciar documentos no Rio, por isso o atraso na viagem. Agora, 24 atletas participam da preparação. Mais cedo, o lateral-direito Digão e o volante Muralha foram integrados ao grupo. Ambos estão na lista de jogadores que disputam a Copa São Paulo de Futebol Júnior, mas serão chamados sempre que Luxemburgo julgar necessário.

O aproveitamento de Bottinelli nos amistosos contra Londrina, no dia 9, e América-MG, dia 16, ainda será analisado pelo departamento de futebol. Como o jogador só poderá ser inscrito a partir de 15 de janeiro, é possível que ele tenha de voltar à Argentina para resolver questões relacionadas à transferência.

Nesta quinta, a equipe volta a trabalhar em dois períodos. Pela manhã, às 10h. À tarde, às 16h30m.

Os jogadores que estão em Londrina:

Goleiros: Felipe, Marcelo Lomba, Paulo Victor e Vinícius
Laterais: Léo Moura, Digão (Copa SP), Egídio e Rodrigo Alvim
Zagueiros: Welinton, David, Ronaldo Angelim e Jean
Volantes: Fernando, João Victor, Maldonado, Luiz Felipe "Muralha" (Copa SP) e Willians
Apoiadores: Renato, Bottinelli, Vander, Marquinhos e Fierro
Atacantes: Romário e Deivid