Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 23 de abril de 2011

A 180 minutos do título: Fla joga tudo na Taça Rio para frear os rivais

O Flamengo olha para frente, arregala os olhos e enxerga, de longe, a taça de campeão carioca. Vencedor da Taça Guanabara, o Rubro-Negro está a 180 minutos do título estadual. Para chegar à conquista sem a necessidade de duas partidas finais, o time de Vanderlei Luxemburgo precisa derrotar o Fluminense neste domingo, na semifinal da Taça Rio, e passar pelo Vasco na decisão, dia 1º de maio.

Treino do Flamengo (Foto: Divulgação / Alexandre Vidal)
Rubro-negros conversam com Luxemburgo antes de treino do Fla (Foto: Divulgação / Alexandre Vidal)
 
O treinador tem batido nessa tecla desde a classificação do time para a fase decisiva do segundo turno e contaminou os jogadores.

- Queremos eliminar os jogos finais do Carioca, conquistar o título e ganhar tempo para a Copa do Brasil. Eu aposto muito nisso, confio na minha equipe e sei que ela cresce nas fases finais – disse o lateral-direito Léo Moura.

Léo, no entanto, não esquece dos obstáculos. Por outro lado, ressalta que os rivais têm um caminho ainda mais difícil.

- Temos a vantagem de estar na final, mas sabemos que não vai ser fácil. O Fluminense é um adversário dificílimo, vem de uma vitória importante pela Libertadores, quando muitos não acreditavam na classificação (para as oitavas de final). Temos de fazer o melhor para chegarmos mais uma vez.

O Rubro-Negro está definido para o jogo. A semifinal será no Engenhão, às 16h (de Brasília). Dezessete mil ingressos já foram vendidos. O time terá a seguinte escalação: Felipe, Léo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim; Willians, Fernando, Renato e Thiago Neves, Ronaldinho e Wanderley.


Fla-Flu: 17 mil ingressos vendidos para o clássico deste domingo

Os torcedores de Flamengo e Fluminense já compraram 17 mil ingressos para a semifinal da Taça Rio, neste domingo, no Engenhão. Rubro-negros e tricolores ainda podem adquirir bilhetes, sendo que cada um só pode comprar três ingressos no máximo.

Pontos de venda:
Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora e Rua Mário Ribeiro)
Bilheterias do Engenhão
Bilheteria das Laranjeiras
Estádio do Caio Martins
Posto BR - Avenida Américas 3757 – Barra da Tijuca
Posto BR - Av. Santa Cruz, Numero 6066 – Bangu
Posto BR - Estrada dos Bandeirantes, 3300 – Jacarepagua
Posto BR - Avenida Lucio Costa, 6660 – Barra da Tijuca
Posto Shell - Av. Roberto Silveira 283 - Icaraí – Niteroi
Posto Shell - Avenida Roberto Silveira, 9 - Parte Icaraí
Posto Shell - Rua Felipe Cardoso, 1975 – Santa Cruz
Lojas South
Site www.ingressomais.com.br

Preços dos Ingressos:
Setor Norte: R$ 30 (R$ 15, meia-entrada) – Fluminense
Setor Sul: R$ 30 (R$ 15, meia-entrada) – Flamengo
Setor Oeste Inferior: R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) – Fluminense
Setor Oeste Superior: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada) – Fluminense
Setor Leste Inferior: R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) – Flamengo
Setor Leste Superior: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada) – Flamengo

.

Após dia de fisioterapia, Ronaldinho Gaúcho volta a treinar normalmente

Ronaldinho no rachão (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com)
Depois de ficar fora do coletivo de sexta-feira, Ronaldinho Gaúcho voltou a treinar normalmente neste sábado. Mostrando o bom humor característico, o meia-atacante do Flamengo participou do rachão, brincou bastante e correu sem maiores problemas.

Na sexta, enquanto o grupo treinava no campo, Ronaldinho tratou de uma torção no joelho esquerdo na fisioterapia, para onde voltou após os trabalhos deste sábado. Ele tem presença garantida no Fla-Flu das 16h deste domingo, válido pela semifinal da Taça Rio.

Os jogadores voltaram a treinar pênaltis. Mas desta vez a tarefa estava mais difícil, já que Felipe também voltou a treinar com o grupo. Na sexta, ele trabalhou na sala de musculação. O goleiro não deu moleza para os cobradores e defendeu um batido por Thiago Neves, por exemplo.

Ronaldinho Gaúcho foi um dos que conseguiram superar os goleiros em todas as cobranças. Bateu três e fez todas. Com 100% de aproveitamento na sexta, Renato bateu quatro e marcou três neste sábado. Léo Moura mais uma vez foi mal e converteu apenas um de três tentativas.

Ronaldinho no rachão (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com)Craque converteu todos os pênaltis que tentou (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com)

A presidente Patricia Amorim acompanhou todos esses detalhes de perto. Como sempre acontece às vésperas de jogos, a dirigente esteve presente no treino.

O Flamengo está definido por Vanderlei Luxemburgo com Felipe, Léo Moura, Wellington, David e Rodrigo Alvim; Fernando, Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Wanderley.

Time vencedor do rachão (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com) 
Time vencedor do rachão (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com)

Fla-Flu: Mengão tem mais vitórias e títulos em todas as competições

Na história do Carioca, o Fla-Flu foi disputado 236 vezes. Foram 84 vitórias do Mengão, 79 empates e 74 triunfos tricolores.

Na soma de todas as competições e amistosos, são 373 confrontos: 131 vitórias do Mengão, 123 empates e 119 vitórias do Flu. Os rubro-negros marcaram 545 gols e os tricolores 501.


Títulos


Campeonato Carioca
Flamengo       31
Flu                30

Taça Guanabara
Flamengo       19
Flu                 8

Taça Rio
Flamengo        8
Flu                 2

Copa Libertadores
Flamengo        1
 Flu                0

Copa Mercosul
Flamengo         1
Flu                    0

Mundial FiFa
Flamengo         1
Flu                  0

Copa do Brasil
Flamengo          2
Flu                   1

Copa dos Campeões (CBF)
Flamengo          1            2001
 Flu                   0             

Campeonato Brasileiro
Flamengo           6
Flu                    3






Globo cede e pagará R$ 100 milhões ou excedente

A Globo vai arcar com R$ 100 milhões ou o excedente dos gastos dos clubes com  passagens aéreas e hotelaria durante o Brasileiro. A emissora também concordou na última reunião em manter e ratear entre os participantes da Série A o valor das  premiações de 2012 a 2015, mesmo que um clube grande seja rebaixado.

Estas foram as exigências para a alteração da cláusula do contrato referente ao fundo em parceria com a CBF, que na prática continuará existindo.





Luxa não se vê em vantagem no confronto com Enderson Moreira


Luxemburgo treino Flamengo (Foto: Vipcom)
Se para o novato Enderson Moreira a proximidade do primeiro Fla-Flu provoca frio na barriga, para Vanderlei Luxemburgo trata-se de mais um grande jogo. No clássico deste domingo, pela semifinal da Taça Rio, a equipe de um treinador multicampeão enfrenta o time de um coadjuvante.

Enderson é interino no Fluminense. Cabe a ele a responsabilidade de conduzir o Tricolor até a provável chegada de Abel Braga, em junho. A experiência tem sido carregada de emoção. Depois de estar à beira do campo na heroica vitória por 4 a 2 sobre o Argentinos Juniors, na última quarta-feira, que garantiu a vaga nas oitavas de final da Libertadores, chegou a vez de brigar pelo título do segundo turno do Carioca.

Luxemburgo é um treinador acostumado a decisões. É recordista de títulos do Brasileirão, com cinco troféus, mas não acredita que o currículo seja capaz de fazer a diferença no confronto com Enderson.

- Não tem nada a ver. Ele está começando a carreira dele como fiz com a minha. E está fazendo bem feito. Substituiu o Muricy (Ramalho, hoje no Santos) lá atrás no grupo e conseguiu classificar o Fluminense. O que muda é só um jeito que cada um tem de montar o time.

Até a última terça-feira, o Flamengo era apontado como favorito para o confronto. Campeão da Taça Guanabara, invicto há 22 jogos no ano, time que tem Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves. O Flu, por sua vez, via a conquista da vaga na próxima fase da disputa continental como algo pouco provável. No dia seguinte, o Rubro-Negro só empatou com o modesto Horizonte-CE pela Copa do Brasil, em casa, enquanto os tricolores fizeram, de novo, um milagre.

- Quando começar o jogo, muda tudo. Você entra em campo e sai com uma derrota ou uma vitória. É assim que funciona. Estamos preparados para jogar. É clássico. Se o Fluminense perdesse a classificação, seria o Fluminense jogando contra nós do mesmo jeito. Estamos preparados para jogar um grande clássico.

Flamengo e Fluminense se enfrentam às 16h (de Brasília), no Engenhão. O vencedor vai encarar Vasco ou Olaria na decisão, no dia 1º de maio.




Salve São Jorge guerreiro!




.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Filho do Bebeto treina coletivo entre os reservas

Aos 17 anos, Matheus, filho de Bebeto, teve a chance de treinar com os profissionais no coletivo desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Meia-atacante, ele treinou entre os reservas. Isso faz parte da integração que o técnico Vanderlei Luxemburgo está promovendo com as categorias de base. O atacante Romário e o meia Adryan também participaram de alguns treinos no time de cima.

– Vou trazer o Matheus outras vezes para treinar aqui. Tenho a impressão de que, depois da Copa São Paulo do ano que vem, vou ter muitos deles aqui nos profissionais e já quero contar com eles bem ambientados. Por enquanto, eles vão e voltam – explicou Luxemburgo.

Este ano o treinador tem dado chances aos jogadores da base.

Zagueiro do Boavista interessa ao Flamengo

Com poucas opções no elenco para a defesa, o Flamengo não esconde que pode contratar um jogador para a posição. Atento às opções no mercado interno, o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso não dá detalhes, mas confirma que o zagueiro Gustavo do Boavista é um dos jogadores que interessam à comissão técnica.

– Estamos conversando com o Boavista. Mas este não é o momento de falar sobre contratação. Estamos focados na semifinal contra o Fluminense – explicou Veloso.

O interesse do Flamengo partiu do técnico Luxemburgo. Na partida contra o Boavista, ainda na Taça Guanabara, a atuação do zagueiro, que atua pelo lado direito, agradou ao treinador. Há uma semana, o Boavista foi novamente procurado pelos dirigentes do Flamengo.

A tarefa de trazer Gustavo, no entanto, não será das mais fáceis. Com mais três anos de contrato, ele faz parte do projeto da parceria entre o Clube de Saquarema e o Duque de Caxias. Este último, pretende montar um time de nível para disputar a Série B do Campeonato Brasileiro e, quem sabe, conseguir acesso à elite do futebol brasileiro.

A zaga é um dos setores mais contestados do elenco do Flamengo. Apesar dos poucos gols no Estadual e Copa do Brasil, os torcedores não sentem confiança em Welinton, principalmente. Muitos deles acreditam que em confrontos com times mais fortes, o sistema defensivo poderá sofrer e prejudicar a campanha do time no Campeonato Brasileiro. 
 
 
 

Parabéns, Flamengo! 50 anos da conquista do Rio-São Paulo!

Renato Abreu: 'É o momento de Flamengo e torcida estarem juntos'

O meia Renato Abreu, um dos jogadores com mais moral junto à Nação Rubro-Negra, cobrou apoio total da mesma, principalmente após os protestos nos empates com Macaé e Horizonte, ambos por 1 a 1.

"Esse é o momento de o Flamengo e sua torcida estarem juntos. É uma semifinal, temos de pensar no Flu e depois conseguir uma vaga na Copa do Brasil contra o Horizonte-CE, na quarta-feira", avisou.
 
Apesar de o time não estar jogando bem ultimamente, o Urubu-Rei destacou que os objetivos têm sido cumpridos.

"Não tem muito o que inventar: a equipe está produzindo e tem de se dedicar. A gente vem procurando fazer as coisas da melhor maneira possível. Todas as metas que almejamos estão sendo conquistadas", concluiu.


Brasil faz bonde sem freio em Barcelona

Quatro jogos, quatro vitórias, 23 gols marcados e apenas um sofrido. Esta é a campanha da seleção brasileira sub-18, que avançou hoje para as quartas de final da Copa Mediterrâneo, disputada em Barcelona. E o Flamengo, clube com o maior número de jogadores convocados (4), se fez ainda mais presente com o volante Luiz Philippe. O jovem acertou uma bomba de fora da área e marcou um dos gols da vitória brasileira diante do Gironès-Sàbat, por 3 a 0.

Com o resultado, o Brasil sub-18, que conta ainda com os rubro-negros Cesar, Frauches e Lorran, enfrentará o Bescanó neste sábado, às 4h (de Brasília).

Empolgado com os bons resultados e com o bom trabalho dos companheiros de Flamengo na seleção brasileira, Cesar revelou como foi a comemoração do gol de Luiz Philippe.

"Ele acertou uma bomba de fora da área e fez um golaço. Depois, correu o campo todo para me dar um abraço. Ele é muito fera!", disse o jovem goleiro do Flamengo, que fez questão de enviar uma foto do último rachão brasileiro, que antecedeu a vitória desta sexta.

"É para mostrar que estamos sem freio por aqui também. Montamos o nosso bonde e ganhamos no rachão e no jogo", comemorou Cesar.

Os demais gols da seleção brasileira sub-18 foram marcados por Thiago Alves e Bressan. 



Campeão do UFC na torcida pelo Mengão no Fla-Flu


 
O Flamengo neste domingo (24.04) terá em sua torcida no Engenhão um integrante acostumado a derrotar seus adversários pelo mundo inteiro. O lutador de MMA (estilo de luta que mistura as artes marciais), José Aldo estará presente no clássico para torcer pelo seu time de coração e sentir pela última vez antes de defender o seu cinturão dos pesos penas do UFC a magia da nação rubro-negra.

Torcedor do Mengão desde criança, José Aldo foi convidado a ir ao estádio assistir o Fla-Flu e ficou muito feliz em poder ter a chance de conhecer a presidente rubro-negra, Patricia Amorim.

"Sempre que posso vou ao estádio e fico no meio da torcida do Flamengo, vibrando e cantando junto com os torcedores. Nasci em Manaus e virei rubro-negro graças a um amigo meu. Será uma grande honra se eu conseguir conhecer a presidente. Nunca a conheci pessoalmente, vai ser um grande dia", disse o lutador, que sabe como poucos como enfrentar um adversário perigoso.

"Para enfrentar adversários complicados costumo me focar muito e pensar em tudo que passei até o momento da luta. Lembro dos treinamentos, dos dias de trabalhos que passei. Aliás, é a minha dica para os jogadores. Quando eles entrarem em campo têm de lembrar do que foi treinado, trabalhar com confiança e mostrar tudo o que sabem. Se fizerem isso, vão conseguir nocautear rápido o Fluminense, ou então finalizá-los", avisou Aldo.

A confiança demonstrada pelo lutador no octógono também pôde ser sentida na entrevista que o campeão concedeu ao site oficial. José Aldo acredita que o Flamengo vencerá o Fluminense e arriscou até mesmo um placar.

"Não tem como o Flamengo perder. Vamos vencer por 2 a 1, com dois gols do Thiago Neves", arriscou o lutador, que na cerimônia de pesagem de suas lutas costuma carregar uma camisa, ou uma bandeira do Rubro-Negro.

"O Flamengo é conhecido no mundo todo. Poucos não conhecem o time, mas quando me perguntam, explico com todo carinho. Estava até pensando em vestir a camisa na hora da luta, mas não posso por causa de meus patrocinadores. Porém, vou ver se a levo na mão" contou Aldo. 

Com apenas 24 anos, José Aldo se tornou o primeiro campeão peso pena do UFC. No próximo dia 30 o lutador terá de defender seu cinturão pela primeira vez em Toronto, Canadá, contra Mark Hominick.

"Estou em fase final de treinamento e nada melhor do que um Fla-Flu para me animar. Semana que vem viajo, aí é perder um pouco de peso e estarei pronto para o combate", afirmou o lutador, que pensa em lutar em breve no Rio.

"Minha ideia é estar no card principal do UFC Rio. Espero vencer a minha luta no Canadá e terei quatro meses para me recuperar. Gostaria que os jogadores fossem me ver lutar também, seria uma inversão (risos), me sentiria muito motivado e orgulhoso", concluiu. 



Resultados das divisões de base do Flamengo

CAMPEONATO ESTADUAL DE JUNIORES
Flamengo 1 x 1 Volta Redonda
Gol: Luis Antonio
Próximo jogo: Flamengo x América  – Gávea – 23/04 – sábado – 10:00

CAMPEONATO ESTADUAL JUVENIL
Flamengo 5 x 1 América
Gols: Romário (2) – Adriano (1) – Juan Felipe (1) – Lucão (1)
Próximo jogo: Flamengo x Americano  – Gávea   – 23/04 – sábado – 13:00

CAMPEONATO ESTADUAL INFANTIL
Flamengo 2 x 1 América
Gols: Arlindo (2)
Próximo jogo: Flamengo x Americano  – Gávea   – 23/04 – sábado – 15:00

Lesão de Maldonado abre disputa por vaga no meio-campo


Fernando treino do Flamengo (Foto: Richard de Souza / Globoesporte.com)
Não bastasse a indefinição na lateral esquerda e no ataque, o Flamengo perdeu um jogador importante no meio-campo. Na próxima terça-feira, Maldonado terá o joelho esquerdo operado mais uma vez por conta de uma grave lesão. O volante ficará pelo menos seis meses fora de combate, e Vanderlei Luxemburgo precisa encontrar um substituto. A primeira opção é Fernando. O jogador foi escolhido para entrar no time que enfrenta o Fluminense, neste domingo, no Engenhão, pela semifinal da Taça Rio, às 16h (de Brasília). A chance, no entanto, não garante continuidade.

- O titular da posição pode ser ele, o Luis Philipe (Muralha), que está na Seleção sub-18, ou até o Fierro, embora esta não seja a sua característica, joga mais como quarto homem de meio-campo. Renovei o contrato do Fernando (no fim do ano passado, até dezembro de 2011), ele tem potencial. Agora, se vai jogar ou não, não é problema meu. É problema dele – avisou o técnico.

Fernando fez sete jogos nesta temporada e foi discreto. Além dele e de Muralha, o grupo conta com Lorran, de 18 anos, que também está com a Seleção Brasileira na Espanha. João Vitor, de 19, participou de toda a pré-temporada em Londrina, disputou os amistosos preparatórios, mas voltou a treinar com os juniores. Um deles será o companheiro de Willians.

A possibilidade de contratar um reforço não está descartada. Como a janela de transferências do exterior está fechada, o mercado nacional é a única opção. Se alguém chegar, só poderá ser inscrito para a Copa do Brasil. O regulamento da competição permite novos atletas até a fase de quartas de final (o Flamengo está nas oitavas e disputa uma vaga com o Horizonte-CE). No Carioca, as inscrições estão encerradas.

- A possibilidade de contratação está sempre aberta. Só podemos trazer jogadores de fora em agosto, mas dentro do Brasil tudo está aberto. Nunca fechei isso. Se vou contratar ou não, é outra história.

Enquanto isso...

correa flamengo treino (Foto: Márcia Feitosa / Vipcomm)
Afastado do grupo desde o último dia 3 de janeiro, data em que os jogadores voltaram das férias, Correa treina diariamente na Gávea sem sair do lugar e recebe salário normalmente. O volante e o meia Petkovic são remanescentes da lista de jogadores que Vanderlei Luxemburgo não queria mais no Flamengo. Kleberson, Val Baiano e Diogo eram os outros encostados, mas já deixaram o clube.

Correa pertence ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia. O vínculo de empréstimo com o Rubro-Negro expira em 15 de junho e ele aguarda uma definição sobre o futuro. Passados quase quatro meses, o técnico não o procurou. O contato mais frequente com o departamento de futebol passa por Isaías Tinoco. O gerente costuma visitar Correa e Pet nos treinos.



Luxa se defende por mudanças: ‘Se não mexesse, diriam que sou omisso’

O torcedor do Flamengo até sabe qual é a base do time desta temporada, mas cada partida reserva uma surpresa. Seja por necessidade ou opção, Vanderlei Luxemburgo tem feito mudanças constantes na equipe que disputa o Carioca e a Copa do Brasil. O treinador usou 31 jogadores até agora. A troca de peças se concentra na lateral esquerda e no ataque, setores mais carentes do time. Quem entra não sabe por quanto tempo vai ficar. Quem sai não sabe se volta. Luxa se justifica.

dúvidas luxa (Foto: ArteEsporte)Luxemburgo ainda procura o time ideal do Flamengo (Foto: ArteEsporte)

- Dizem que mexo muito na equipe. Se não mexesse, diriam que sou omisso. Eu não jogo, dou oportunidade aos atletas. Se tivesse a equipe pronta, não mexeria. Só estou mexendo porque ainda não encontrei a equipe ideal.

Na lateral esquerda, Egídio foi quem mais teve oportunidades. Das 20 partidas oficiais na temporada, o camisa 6 jogou 13. Só não foi titular em duas. Opção mais recente do técnico na posição, Rodrigo Alvim esteve em campo cinco vezes, quatro delas como titular.

Tamanha necessidade fez Luxemburgo improvisar um zagueiro e um meia na esquerda. Ronaldo Angelim jogou três vezes como titular da lateral, enquanto Renato preencheu o “buraco” em duas oportunidades, a última delas nos 45 minutos iniciais do empate por 1 a 1 com o Horizonte-CE, pela Copa do Brasil, na quarta-feira passada.

- Coloquei o Renato ali, mas não foi sem saber. Não foi improvisação. Fiz analisando o adversário, tentando sair mais forte na jogada ofensiva. Vi que eles estavam fechados – explicou Luxa, após o jogo.

A mutação também acomete o ataque. Deivid sempre foi a primeira opção do treinador. Das 14 vezes em que esteve em campo, 11 foram como titular. Os cinco gols dão ao camisa 9 o posto de vice-artilheiro da equipe no ano, mas não o sustentam na equipe. As vaias da torcida são constantes, e o jogador reconhece que falta confiança.

- Coloco o Deivid e a torcida fica no pé. Aí tenho que preservar o Deivid. Coloquei o Wanderley, teve o Negueba... – lembrou o técnico.

Jogador Jogos Titular
Egídio 13 11
R. Alvim 5 4
Deivid 14 11
Wanderley 12 5
Negueba 9 3
D. Maurício 10 0

Wanderley tem 12 participações na temporada, cinco delas como titular. O desempenho supera o de Deivid. Ele fez seis gols em 2011 e é o artilheiro da equipe ao lado de Thiago Neves.

Negueba teve chance de começar três das nove partidas que disputou. Até então, só Diego Maurício não foi escalado desde o princípio. Até Ronaldinho, que é armador, virou atacante algumas vezes, como na final da Taça Guanabara, contra o Boavista.

Neste domingo, no Fla-Flu da semifinal da Taça Rio, novas mudanças. Uma delas por lesão. O volante Maldonado machucou novamente o joelho esquerdo, será operado na terça-feira e ficará pelo menos seis meses fora. Fernando assume a vaga, por enquanto. Rodrigo Alvim terá nova chance na esquerda, e Renato volta a jogar no meio-campo. Titular no meio de semana, Negueba volta ao banco, enquanto Wanderley será mantido como único homem de frente. A escalação: Felipe, Léo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim; Willians, Fernando, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Wanderley.

Depois de reconhecer que o time caiu de rendimento nas “três ou quatro últimas partidas”, Luxemburgo demonstra otimismo.

- Estamos aqui trabalhando. É isso que me faz acreditar. Não resta dúvida de que a coisa vai voltar a acontecer.

A concentração dos jogadores para o clássico começa na noite desta sexta-feira. Na tarde deste sábado, o grupo fará o último treino antes do jogo decisivo.



Renato supera Ronaldinho em enquete sobre cobranças de falta


renato abreu ronalinho gaucho flamengo x duque de caxias (Foto: Vipcomm)
Renato está em alta com a torcida do Flamengo. O meia, que teve seu nome gritado pelos rubro-negros na hora das cobranças de falta na última quarta-feira, no jogo contra o Horizonte-CE, pela Copa do Brasil, aparece também como preferido dos internautas. Em enquete realizada pelo GLOBOESPORTE.COM, o camisa 11 foi apontado como o cobrador ideal por 54% dos participantes. Dos 32.283 votos, ele recebeu 17.164.

Renato teve mais que o dobro de votos de Ronaldinho, que é o responsável do time por bater faltas e pênaltis. O craque teve 26% da preferência, com 8.112 votos. Thiago Neves aparece em terceiro, com 15 % e 5.089 votos, e Léo Moura em quarto, com 5% e 1.918 votos.

Neste domingo, Flamengo e Fluminense disputam uma vaga na final da Taça Rio. A partida será às 16h (de Brasília), no Engenhão.



Flamengo já pensa na volta de Emerson

 A diretoria do Fluminense bateu o martelo: Emerson não voltará a vestir a camisa do clube. Ontem, a mesma frase era repetida por diferentes integrantes do departamento de futebol tricolor: “Não existe mais ambiente para ele nas Laranjeiras”. Os dirigentes já estudam a melhor maneira de rescindir o contrato do atleta, que é válido até metade de 2012. A informação já chegou à Gávea, e o Flamengo se mexe para acertar o retorno do Sheik.

Representantes entraram em contato com Emerson ontem em nome do vice-presidente de finanças do Flamengo, Michel Levy. O dirigente, no entanto, nega qualquer negociação. Como o jogador ainda não acertou sua situação com o Tricolor — ele tem reapresentação marcada para segunda-feira, nas Laranjeiras —, o Rubro-Negro prefere esperar para fazer uma proposta oficial.

No Fluminense, o caso Emerson virou assunto proibido. Desde o afastamento do atacante, quarta-feira, horas antes da partida contra o Argentinos Juniors, nenhum jogador, integrante da comissão técnica ou dirigente se pronunciou sobre a polêmica.

Mas, internamente, todos lembram a sequência de atos de indisciplina do Sheik nos últimos meses. O grito do ‘Bonde do Mengão sem freio’ no ônibus da delegação tricolor, terça-feira, em Buenos Aires, foi apenas a gota d’água, que acabou com a paciência da diretoria.

Um dos episódios mais graves aconteceu no dia em que Muricy Ramalho anunciou sua saída do clube. Na ocasião, Emerson teria xingado o presidente do Tricolor, Peter Siemsen, no vestiário do Engenhão, na frente de todo o elenco.

O assessor especial da presidência e do futebol do clube, Mário Bittencourt, preferiu não comentar o futuro de Emerson. Ele reconheceu que o Tricolor ainda não definiu o que fazer.

“Essa é uma questão interna. Por enquanto, não vamos entrar em detalhes, pois não há necessidade de falarmos sobre o Emerson agora. Não quero citar hipóteses e nem acrescentar sobre o que já foi dito. Dependendo do que aconteça com o Fluminense, na próxima semana falaremos sobre esse assunto novamente”, disse Bittencourt.



Destaque nas faltas, Renato chama atenção também no treino de pênaltis





O Flamengo treinou cobranças de pênalti nesta sexta-feira, visando à semifinal da Taça Rio, contra o Fluminense, no próximo domingo. Renato, que teve seu nome gritado pela torcida na hora das cobranças de falta na última quarta, diante do Horizonte-CE, foi o que mais efetuou cobranças e o principal destaque. De 12 tentativas, o meia converteu todas.

Outros jogadores também tiveram bom aproveitamento. Bottinelli, Willians e Rodrigo Alvim bateram quatro vezes e cada e também ficaram com desempenho de 100%. Assim como Fernando, que cobrou oito e fez gol em todas. A pior marca foi do atacante Wanderley. Ele bateu quatro e balançou a rede apenas uma vez.

Ronaldinho Gaúcho não participou do treino desta sexta com os demais jogadores. Ele ficou na fisioterapia por conta da torção no joelho esquerdo sofrida na quarta-feira, mas não preocupa para domingo.

Felipe foi para a sala de musculação e foi mais um que ficou fora. Os goleiros Marcelo Lomba, Paulo Victor e Vinícius se revezaram na meta durante o treino de pênaltis.

Confira o desempenho dos jogadores que treinaram no time titular nesta sexta:

Renato: cobrou 12 e acertou 12
Fernando: cobrou oito e acertou oito
David Braz: cobrou oito e acertou seis
Thiago Neves: cobrou oito e acertou cinco
Willians: cobrou quatro e acertou quatro
Bottinelli: cobrou quatro e acertou quatro
Rodrigo Alvim: cobrou quatro e acertou quatro
Léo Moura: cobrou quatro e acertou duas
Wanderley: cobrou quatro e acertou uma


.

Com Ronaldinho na fisioterapia, Luxa comanda coletivo com mudanças



O técnico Vanderlei Luxemburgo comandou um coletivo nesta sexta-feira, no Ninho do Urubu, sem a  presença de Ronaldinho Gaúcho. O meia-atacante ficou na fisioterapia tratando da torção que teve no joelho esquerdo durante o jogo contra o Horizonte, na quarta. Segundo o médico José Luiz Runco, R10 não preocupa para o Fla-Flu de domingo.

Bottinelli, Renato e Fernando no treino do Flamengo (Foto: Richard Fausto / GLOBOESPORTE.COM)
Meio campo do Fla teve Bottinelli no lugar de Ronaldinho, Renato e Fernando, que substitui Maldonado (Foto: Richard Fausto / GLOBOESPORTE.COM)

- Estou com o Ronaldinho aqui no Flamengo há três meses e é a primeira fez que ele fica fora. Só não teve uma lesão grave porque a estrutura física dele é muito forte. Treinei a equipe com o desenho tático que vai jogar, só com o Bottinelli no lugar do Ronaldinho. Mas ele vai jogar - disse o técnico Vanderlei Luxemburgo.

Quem também ficou fora da atividade foi Felipe. O goleiro fez trabalho na musculação e também não é problema para domingo.

No coletivo, Luxemburgo promoveu mudanças no time novamente. Fernando ganhou a vaga de Maldonado no meio de campo - o chileno sofreu nova lesão no joelho esquerdo e vai ficar parado por seis meses - foi muito cobrado pelo treinador sobre posicionamento.

- Maldonado se machucou e a chance surgiu. A oportunidade vai ser dada. Se vai dar certo ou não, é problema dele - avisou o treinador.


As alterações não pararam por aí. Rodrigo Alvim voltou à lateral esquerda, com Renato sendo deslocado para o meio novamente. Escolhido para a vaga de Ronaldinho no treino, Bottinelli arriscou dois bons chutes, um que passou rente à trave e outro que foi defendido por Vinícius.


No desenho tático, o time se posicionou com apenas um atacante. Renato, Bottinelli e Thiago Neves se revezavam na aproximação a Wanderley.

No time reserva, a novidade foi a presença do meia Mattheus, filho do tetracampeão Bebeto. O garoto tem apenas de 17 anos, mesma idade de Adryan.

A equipe principal treinou com Paulo Victor, Léo Moura, Wellington, David e Rodrigo Alvim; Fernando, Willians, Renato, Bottinelli e Thiago Neves; Wanderley. No Fla-Flu, o time terá Felipe e Ronaldinho.

Mattheus, filho do Bebeto, no treino do Flamengo (Foto: Richard Fausto / GLOBOESPORTE.COM)

Mattheus, filho do Bebeto, treinou no time reserva do Fla (Foto: Richard Souza/ GLOBOESPORTE.COM)

.

Conselho Fiscal do Fla vai sugerir abertura de concorrência



O Conselho Fiscal do Flamengo vai sugerir à diretoria que abra uma concorrência nos moldes sugeridos pelo Cade ao Clube dos 13 relativa aos direitos de mídia. O órgão acredita que a medida, mesmo de fachada, resguardará o clube no caso de a denúncia de suposta formação de cartel pela emissora carioca for acatada.





Contrato entre Fla e Globo sofrerá mudanças

 
O contrato de concessão dos direitos de TV do Brasileiro do Flamengo com a Globo está entre os que sofrerão alterações para evitar problemas no Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade). A emissora vai enviar até terça-feira a nova minuta, sem indícios do fundo em parceria com a CBF para passagens aéreas e outros.



Perto da idade de Cristo, Renato desvenda bomba santa do Fla

Renato Abreu durante entrevista (Foto: Julia Assis / Globoesporte.com)
No dia 9 de junho, Renato completará 33 anos, a idade de Cristo. Mas a 'bomba santa' vem desde os primeiros chutes na bola, ainda criança. Já são 54 gols marcados nas duas passagens pelo Flamengo - entre 2005 e 2007, e no retorno ano passado. O meia é o maior artilheiro rubro-negro do século XXI. Quando veste a camisa vermelho e preta, se prepara para a guerra sadia do futebol. Em época de violência urbana, a perna esquerda é sua arma. Com ela, o jogador pode ser reponsável por dias de paz na Gávea. Domingo, às 16h, pela semifinal da Taça Rio, o adversário será o Fluminense.

- É muito bom saber que sou o maior artilheiro do Flamengo neste século. Faz bem para o ego e dá prazer de continuar buscando o melhor. Não sou atacante, mas procuro aproveitar as chances que aparecem para fazer gol.

Renato precisa de mais dois gols para se tornar o 50º maior artilheiro de todos os tempos do Flamengo. Uma história escrita na maioria das vezes com seus potentes chutes de canhota. Para ele, não existe segredo, apenas técnica, mesmo que algumas pessoas acreditem que a pontaria seja por acaso.

- Em várias situações, você pode usar o chute como uma arma, num jogo ou decisão. Quando tenho chance sempre arrisco. Nos treinos, eu corrijo as finalizações. Chuto com a parte externa e interna do pé. Para nós jogadores existe técnica, mas para muitas pessoas que estão de fora parece um chute sem querer, que não é treinamento. Treinar dá a perfeição para a hora do jogo.
Mas a perfeição às vezes esbarra num jogador adversário. Aí, é de doer - ensina, para em seguida lembrar de um lance curioso.

- Não lembro em que jogo foi, mas já aconteceu de eu acertar uma bolada na cabeça do adversário. No momento, ele se fingiu de durão, mas depois de dois minutinhos caiu no chão. A bola foi muito forte, ele ficou tonto. Quando você acerta uma pessoa no estômago, na cabeça ou nas partes íntimas, é sempre complicado. Acabei machucando ele um pouquinho.

Desde as peladas de criança, Renato já aprimorava seu chute com conselhos do pai.

- Começou quando eu ainda era criança. Meu pai ficava no gol para eu chutar. Cada chute que eu dava errado, ele me ensinava a forma de chutar. Acabei pegando qualidade e também aprimorando a força.

O jogador revela que quando está chovendo, com a bola molhada seu chute ganha um veneno maior. Mas foi numa manhã de sol que a convite do GLOBOESPORTE.COM Renato foi conhecer o Forte de Copacabana. Ficou impressionado com a beleza natural nunca vista por ele daquele ângulo. Brincou nos canhões, fez menções à sua bomba e procurou conhecer um pouco mais da história.

- Estou indo para meu quinto ano no Rio, mas a gente que vem de São Paulo nunca conhece a cidade por inteiro. Não conhecia o forte. É belíssimo, e interessante como os canhões eram antigamente.

Os canhões de Renato vão sendo mantidos longe das ferrugens com algumas técnicas. O jogador, que tem sido improvisado na lateral esquerda, também destaca onde prefere atuar.

- Por conhecer os atalhos do campo, os caminhos longos que corria quando era mais jovem agora estão mais curtos. Hoje, não jogo só para mim, mas sim para o time. Sou naturalmente um meia, que joga mais ofensivo, mas gosto também de atuar como segundo volante, é uma função que me deu a oportunidade de fazer outros gols de fora da área. É difícil, pois exige na parte técnica, tática e física.

Renato Abreu durante entrevista (Foto: Julia Assis / Globoesporte.com)
Ao declarar que a camisa do Flamengo é muito linda, Renato completa com a declaração de identificação com o clube.

- A torcida, a camisa, tudo é bonito. Pesa muito. No meu caso, vesti muito bem, sei o que ela representa .Jogar no Flamengo é diferente de tudo. Passei por outro time grande, que é o Corinthians. O Flamengo impressiona, sem dúvida alguma deixa o jogador arrepiado. Infelizmente, não temos o Maracanã, que era um estádio fora do comum, que deixava o jogador feliz e motivado.

Neste domingo, às 16h (de Brasília), o palco da semifinal da Taça Rio contra o Fluminense, será o Engenhão. Em pleno domingo de Páscoa, dia que no calendário católico marca a ressurreição de Cristo, Renato espera que a 'bomba santa' surta efeito.

- Com o passar dos anos, você se aprimora, ganha experiência. Vou fazer a idade de Cristo. Já não é mais a mesma coisa de antigamente, mas procuro me cuidar para ajudar o Flamengo, se pintar uma chance, sempre buscar fazer gols.

A torcida do Flamengo reza por isso.



quinta-feira, 21 de abril de 2011

Renato minimiza críticas da torcida a R10: ‘Vão continuar em lua de mel’


Renato treino Flamengo (Foto: Maurício Val / VIPCOMM)
A torcida do Flamengo espera o melhor de Ronaldinho e cobra. No improvável empate por 1 a 1 com o Horizonte, nesta quarta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, os cerca de nove mil torcedores que foram ao Engenhão chiaram com o desempenho ruim do time e do craque. Vanderlei Luxemburgo reconheceu que a equipe não vem bem há “três ou quatro jogos” e não poupou o camisa 10. Para o meia Renato, trata-se de um momento comum e que não terá efeitos importantes.

- Todos os jogadores já passaram por essa fase. Você vive uma lua de mel com a torcida, depois é o pior. Eles vão continuar em lula de mel. Tem de ter paciência. Não foi o dia dele de acertar.

Renato fala por experiência própria. No ano passado, quando voltou dos Emirados Árabes, sentiu dificuldades na readaptação, demorou a entrar em forma e foi cobrado.

- Os jogadores estão sujeitos a isso. Fui vaiado no ano passado, o Léo Moura também já foi. A torcida quer sempre mais. Mas com certeza vai nos ajudar na Taça Rio e dar confiança ao grupo.

O Flamengo volta a jogar neste domingo, contra o Fluminense, às 16h. O vencedor será finalista do segundo turno do Carioca e enfrentará vasco ou Olaria.




Sem Adriano, Corinthians abre os olhos para o futebol carioca

A diretoria do Corinthians admite que o substituto de Adriano deve vir do futebol brasileiro, já que não é possível esperar pelo mês de agosto, quando abre a janela de transferência internacional. E os últimos acontecimentos no Rio de Janeiro despertaram atenção da comissão técnica.

Loco Abreu, do Botafogo, Emerson Sheik, do Fluminense, e Deivid, do Flamengo, passaram a ser vistos nas últimas horas como alvos palpáveis, de possível tentativa. Não há qualquer proposta oficial na mesa, mas as últimas notícias envolvendo o trio fizeram Andrés, Tite & Cia. despertarem atenção para o Rio.

Na cabeça dos corintianos, a eliminação do Botafogo na Copa do Brasil, com direito a participação na briga generalizada ao final da partida contra o Avaí, pode fazer Loco Abreu voltar a pensar sair do clube.

Em relação a Emerson Sheik, a confusão em terras argentinas deve acabar em rescisão de contrato nos próximos dias. E seu futebol agrada ao treinador corintiano, assim como a boa parte da diretoria.

Deivid, por sua vez, é um sonho antigo de Andrés, que nunca escondeu sua admiração pelo atacante do Flamengo. Desde que chegou ao clube rubro-negro, jamais reeditou o futebol apresentado por Santos, Cruzeiro e no próprio Timão.

– O Sheik é um baita jogador, mas não sabemos como será a rescisão de contrato dele...– afirmou o diretor-adjunto Duílio Monteiro Alves, sem negar que o assunto despertou atenção do Alvinegro.

Ao LANCENET!, uma pessoa ligada a Andrés Sanchez confirmou que a diretoria passou a olhar o trio carioca com outros olhos nas últimas horas. Porém, ressaltou que não há qualquer proposta oficial por eles.

Até agora...


.

De geração para geração: filhos de Fierro e Bottinelli também são amigos

Fierro e Bottinelli estão sempre juntos nos treinos e concentrações do Flamengo. Por conta do idioma, o chileno e o argentino ficaram muito próximos. Ao que tudo indica, a amizade chegou à próxima geração. Na atividade da tarde desta quinta-feira, no Ninho do Urubu, os filhos da dupla, Benjamin e Darío, ambos de quatro anos, passaram o tempo todo à beira do gramado. Enquanto os pais disputavam um jogo-treino contra os juniores, as crianças se divertiram com as pedrinhas do estacionamento do CT.

Benjamin Darío Filhos Fierro Bottinelli treino Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)Benjamin e Darío distraídos com as pedras dos estacionamento (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
Benjamin é figura conhecida e vai ao clube desde que tinha nove meses. Vestido com a camisa personalizada do Flamengo, com número 10, o garotinho bateu bola no campo e recebeu a atenção de Fierro. Darío usava a camisa do Universidad Católica do Chile, ex-clube do pai, com o número 18 e o sobrenome Bottinelli.
- Ele é fanático por futebol - disse "El Pollo".

Bottinelli Fierro treino Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Após o treino, os quatro ficaram juntos no gramado do CT (Foto: Richard Souza /  Globoesporte.com)
 
 
 

Rapidinhas do Mengão!

Reservas vencen juniores em jogo-treino

Depois do empate por 1 a 1 com o Horizonte, quarta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, os titulares do Flamengo realizaram um trabalho regenerativo no Ninho do Urubu, nesta quinta. Os reservas e aqueles que não participaram de toda a partida enfrentaram os juniores num jogo-treino.

Observados por Vanderlei Luxemburgo, os profissionais venceram por 2 a 0, gols de Marquinhos e Deivid. O time teve a seguinte formação: Paulo Victor, Galhardo, Jean, Angelim e Rodrigo Alvim; Fernando, Fierro, Marquinhos e Bottinelli; Diego Maurício e Deivid.

Treino é antecipado

O treinamento do Flamengo previsto para a tarde desta sexta-feira mudou de horário. A atividade que seria realizada às 16h passou para 10h. Motivo: para que os jogadores possam almoçar com a família nesta Sexta-Feira Santa. A concentração para o Fla-Flu de domingo, pela semifinal da Taça Rio, começa à noite.

Campo 1 volta a ser utilizado

O campo número 1 do CT está novamente à disposição do departamento de futebol. Durante as férias dos jogadores, em dezembro passado, o gramado ficou amarelado e com buracos. Depois de um longo período de recuperação, ele ainda não está perfeito, mas voltou a ser aproveitado.

treino Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) Deivid conduz a bola durante jogo-treino contra os juniores (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)


Renato: 'Precisamos dar meia volta por cima'

Após dois empates consecutivos e atuações criticadas, o Flamengo tenta se concentrar ao máximo para o jogo deste domingo. Apesar do momento não ser dos melhores, o meia Renato afirma que o clube precisa apenas de alguns ajustes para voltar a apresentar um futebol que empolgue a torcida.

O camisa 11 ressalta que o time está trabalhando por etapas e avisa que a derrota, em algum momento, será normal.

- Digamos que não seja a volta por cima (do time). Meia volta, digamos assim. Estamos fazendo um trabalho com metas e objetivos. Infelizmente, não vai ser em todos os jogos que vamos vencer. Claro que vamos cair uma hora, é normal. Tem outros jogos em que vamos nos surpreender - disse Renato, que fez questão de afirmar que não há momento de transtorno no Rubro-Negro e o momento é de união do elenco:

- Acho que, em um balanço geral, temos de rever todos os nossos conceitos. Analisar aquilo que precisa fazer. Temos de nos juntar. Não é um momento de transtorno, é um momento de pensar naquilo que cada um tem de fazer. Ver o que errou. Desde o começo vem trabalhando junto conseguindo os resultados juntos. Não vai ser dessa vez que cada um vai para um lado.

O meia lembrou ainda que o resultado contra o Horizonte (CE) não pode abater a equipe para o clássico contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Rio.

- Temos um jogo importante contra o Fluminense, que vem de uma motivação boa. Vai ser um espetáculo bonito. Vamos trabalhar com alegria e seriedade dentro de campo - salientou.


.

Sheik e o bonde sem freio nas areias

Emerson encarou na tarde desta quinta-feira o teste de popularidade pós-polêmica. Pouco mais de 12h depois de retornar da Argentina suspenso pela diretoria do Fluminense, o jogador foi à praia da Barra da Tijuca, no Rio, aproveitar o feriado de sol forte.

Em vez de ofensas dos tricolores, quem esteve nas imediações da barraca do Pepê relatou que houve forte assédio dos rubro-negros, com direito a trilha sonora: “Bonde do Mengão sem freio”. Foi justamente o funk que embala o Flamengo no Campeonato Carioca o estopim para a dispensa de Sheik da delegação tricolor em Buenos Aires.

Na terça-feira, após o treino no estádio Diego Armando Maradona, o jogador escutava a música no mp3 player e cantarolou em voz alta o hit rubro-negro. Os dirigentes consideraram a atitude inconveniente e o suspenderam até segunda, dia 25 de abril.

Sheik ficou fora da vitória por 4 a 2 sobre o Argentinos Jrs, que garantiu a classificação às oitavas da Libertadores  e também não enfrenta o Flamengo neste domingo, pelas semifinais da Taça Rio. Emerson foi sucinto no aeroporto e apenas disse que estava feliz pela vaga da equipe tricolor.

O silêncio deve terminar na próxima semana. Ele vai dar entrevista depois que resolver a situação com o Flu. Por causa do desgaste da polêmica, o caminho natural é a rescisão do contrato. O caminho  deve ser o Ninho do Urubu.



Maldonado sofre nova lesão no joelho esquerdo e para por seis meses


Maldonado (Foto: Richard Fausto de Souza / Globoesporte.com)
Depois do empate decepcionante diante do Horizonte na quarta-feira, o Flamengo recebeu mais uma notícia ruim nesta quinta-feira. O volante Maldonado teve constatado o rompimento no enxerto do joelho esquerdo e terá de passar por nova cirurgia no local. A previsão inicial de volta aos gramados é de seis meses, segundo o médico do clube José Luís Runco.

A contusão é semelhante à que Maldonado sofreu em novembro de 2009, quando defendia a seleção chilena em amistoso contra a Eslováquia. Na ocasião, o volante acabou desfalcando o Flamengo nos quatro últimos jogos da campanha do hexacampeonato brasileiro.

De acordo com as palavras do médico José Luís Runco, a nova contusão não aconteceu na partida desta quarta-feira, diante do Horizonte. O próprio Maldonado acredita que a situação do seu joelho se agravou na decisão da Taça Guanabara, contra o Boavista. No entanto, ele seguiu treinando e jogando normalmente, apesar das dores existentes.

- Não aconteceu na partida deste meio de semana. O Maldonado acredita que foi contra o Boavista (num lance em que ele caiu de costas, quando teria o fácil domínio da bola). Ele sentia um incômodo nos treinos, mas achou que dava para continuar. A nova cirurgia será na próxima terça-feira. A tendência é de que a recuperação leve uns seis meses - disse Runco.

A contusão frustra os planos de Maldonado em relação à seleção chilena. Ele já havia recebido ligações da federação de futebol de seu país e estava bem cotado para representar o Chile na próxima Copa América, que será realizada no meio deste ano, na Argentina. Maldonado deve começar a fazer fisioterapia daqui a 15 dias.

O técnico Vanderlei Luxemburgo não tem muitas opções à altura para substituir Maldonado. Volantes de origem, o treinador tem apenas Fernando e Muralha no elenco, além do titular Willians. Galhardo e Fierro também podem ser utilizados na posição.



JOGA FORA NO LIXO!

Sem Adriano, diretor do Corinthians admite contratar outro  atacante

 
***
Se a política de contratar flamenguistas acima do peso continuar, é capaz da Sandra de Sá aparecer no Parque São Jorge.



Fla não terá patrocínio pontual na semifinal da Taça Rio

Ronaldinho Gaúcho na partida do Flamengo contra o Horizonte (Foto: Maurício Val / VIPCOMM)
O endereço do site oficial do Flamengo será mantido na camisa do clube na semifinal da Taça Rio, no próximo domingo, contra o Fluminense. Havia a expectativa de que o departamento de marketing negociasse o espaço para anúncio pontual, como aquele que foi feito na estreia de Ronaldinho Gaúcho, em fevereiro, contra o Nova Iguaçu.

No primeiro jogo do craque, o clube vendeu os espaços do peito e das costas por R$ 600 mil e a barra do uniforme (também frente e costas) por R$ 300 mil. Depois disso, o marketing rubro-negro decidiu estampar o endereço do site em todas as partidas. Caso passe à final do returno, é possível que o clube negocie novamente as áreas.

Mesmo com a chegada de Ronaldinho, o  Mengão ainda não conseguiu um novo patrocinador master, e os  valores estão bem abaixo dos R$ 30 milhões projetados inicialmente. Desde o último dia 10, a marca da TIM aparece dentro do número do uniforme dos jogadores. A parceria com a empresa de telefonia renderá ao clube R$ 2 milhões por ano. O acordo vai até 2013, com os valores corrigidos a cada temporada.




Fla-Flu: ingressos estão à venda

Os torcedores de Flamengo e Fluminense já podem adquirir ingressos para o clássico de domingo entre os dois clubes, pela fase semifinal da Taça Rio. Cada torcedor só pode comprar três ingressos.

O jogo será disputado no domingo, às 16h (de Brasília), no Engenhão.

Pontos de venda:
Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora e Rua Mário Ribeiro)
Bilheterias do Engenhão (não venderá ingressos para o clássico na quarta-feira)
Bilheteria das Laranjeiras
Estádio do Caio Martins
Posto BR - Avenida Américas 3757 – Barra da Tijuca
Posto BR - Av. Santa Cruz, Numero 6066 – Bangu
Posto BR - Estrada dos Bandeirantes, 3300 – Jacarepagua
Posto BR - Avenida Lucio Costa, 6660 – Barra da Tijuca
Posto Shell - Av. Roberto Silveira 283 - Icaraí – Niteroi
Posto Shell - Avenida Roberto Silveira, 9 - Parte Icaraí
Posto Shell - Rua Felipe Cardoso, 1975 – Santa Cruz
Lojas South
Site www.ingressomais.com.br


Preços dos Ingressos:
Setor Norte: R$ 30 (R$ 15, meia-entrada) – Fluminense
Setor Sul: R$ 30 (R$ 15, meia-entrada) – Flamengo
Setor Oeste Inferior: R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) – Fluminense
Setor Oeste Superior: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada) – Fluminense
Setor Leste Inferior: R$ 60 (R$ 30, meia-entrada) – Flamengo
Setor Leste Superior: R$ 40 (R$ 20, meia-entrada) – Flamengo



Fla negocia de boina a miniatura com imagem de Ronaldinho

 
 
O Flamengo está nas últimas tratativas para o licenciamento de produtos com o uso da imagem do clube e de Ronaldinho Gaúcho. Para o meia estão previstos produtos como boinas, produtos alimentícios, boné e miniaturas. O marketing do clube espera conluir as negociações em maio.
 
 
 
 

Tim estima que atingiu R$ 100 mi de torcedores com acordos

A Tim estima que conseguiu atingir 100 milhões de brasileiros torcedores com seu programa de patrocinar camisas do Flamengo,  Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Bahia e Vitória. O número supera um pouco os resultados da 4ª Pesquisa LANCE!-Ibope, do ano passado. A empresa prepara agora chips vinculados aos clubes e ativações com descontos em ingressos.


Torcida pede Renato nas faltas e põe o meia em saia-justa

Ronaldinho chegou ao Flamengo e de cara assumiu a condição de principal cobrador de pênaltis e faltas do time. Foi com este último quesito que ele fez o gol do título da Taça Guanabara. Pelo que se viu no jogo contra o Horizonte, nesta quarta-feira, nas oitavas de final da Copa do Brasil, os rubro-negros pensam em outra opção: Renato.

Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho na partida do Flamengo contra o Horizonte (Foto: Futura Press)Renato e Ronaldinho conversam com o árbitro do jogo contra o Horizonte. Torcida pediu o primeiro nas cobranças de falta (Foto: Futura Press)

Durante o empate por 1 a 1 com os cearenses, no Engenhão, sempre que surgia uma oportunidade perto da área adversária o nome do meia era gritado. Houve revezamento entre eles nas tentativas. Thiago Neves também se apresentou. Questionado sobre os pedidos dos torcedores, Renato se viu numa saia-justa.

- O torcedor acredita muito no meu potencial no chute de fora da área, de longa distância, forte. Gosto disso também. Fico feliz de a torcida gritar, mas nós treinamos muito durante a semana. O Ronaldinho treina também, o Thiago. A maioria das bolas o Vanderlei (Luxemburgo) pede para ele (Ronaldinho) bater escanteios, faltas laterais. Fico mais como opção. Quando surge a oportunidade, tenho de chutar.

Ao privilegiar o astro, o time abre mão de Renato, cujo aproveitamento em bolas paradas é o melhor do elenco. Desde que voltou ao Rubro-Negro, em julho de 2010, o jogador marcou cinco vezes em cobranças de falta. A primeira foi no empate por 3 a 3 com o Fluminense. Depois foi a vez de o goleiro Renan, do Inter, ser surpreendido pela curva. O Guarani também sofreu um gol do camisa 11. Antes de Ronaldinho estrear, ele marcou de falta contra o América. Já com o craque no time, teve a primeira chance na vitória por 3 a 0 sobre o Murici, pela Copa do Brasil, em Maceió, em meados de fevereiro. Aproveitou a brecha e marcou.
 
- O Ronaldinho sempre treinou bem, vai continuar batendo as faltas. Quando surgir a chance para mim, vou bater também.

O Flamengo volta a jogar no domingo, contra o Fluminense, pela semifinal da Taça Rio, às 16h, no Engenhão. A partida de volta contra o Horizonte será na quarta-feira que vem, no Ceará, às 21h50m.


Aqui vão dez sugestões de livros para Ronaldinho e Cia

1. HENFIL E O URUBU – Henfil. Ed. 34. 1996. 127 páginas. Caro Ronaldinho, parece mais fácil encarar os zagueiros do Flor do que o livro do Zélins? Ok, então encare as tiras do Henfil. O traço caligráfico do cartunista vai te transportar à época de ouro do clube, te colocar no lugar do torcedor mais fanático, zoar dos nossos rivais, e de quebra te explicar porque os rubro-negros têm tanto orgulho do seu mascote Urubu. Já estou até vendo o teu sorriso.






2. O VERMELHO E O NEGRO. Ruy Castro. Ed. DB, Ediouro. 2001. 208 páginas. É, chegado o momento de ler mais letras que figuras, amigo. E com este livro não vai custar nada, afinal a sua prosa é tão ligeira quanto os passes do Violino. Aqui você vai entrar em contato com a história do clube desde sua fundação, há mais de um século, por quatro rapazes boêmios num café do Largo do Machado. Vai conhecer os primeiros anos do remo, o começo do futebol, nossos Validos, Geraldos e Rondinellis, os tricampeonatos cariocas, a conquista do mundial de 1981 até chegar ao século XXI.





3. PENTATRI – A historia dos 5 tricampeonatos cariocas do Flamengo. Paschoal Ambrosio. Filho. Ed. Maquinaria. 2009. 168 páginas. Percebeu que o último livro termina no tetratri do Pet? Deu até vontade de meter golaços de falta né? Pois aqui vai um manual prático de como ganhar um tricampeonato carioca e se tornar hegemônico localmente. Cinco receitas diferentes, falta a tua. Pois é, na Gávea se coleciona os Carioquinhas assim, de três em três. Leitura obrigatória até o final da Taça Rio.







4. FLA X FLU… E AS MULTIDÕES DESPERTARAM! Nelson Rodrigues e Mário Filho. Ed. Europa. 1987. 191 páginas. Já está pensando nas semi-finais da TR? Quer saber como se tornar herói num Fla-Flu sem perguntar ao primo do Messi? Dá uma lida nesse item de colecionador, das plumas dos irmãos que fundaram a mística do clássico mais fratricida e charmoso do mundo. Gre-Nal? Barça-Madrid? Milan-Inter? Fala sério, R10! Lê logo essa parada…




5. UMA VIAGEM A 1912 – Surge o futebol do C.R.Flamengo. Marcelo Abinader. Ed. Águia Dourada. 2009. 190 páginas. Ah, o último livro te deixou com vontade de saber mais sobre Borgerth e aqueles rapazes que saíram das Laranjeiras e fundaram o futebol do Mengão? Curioso pelo rubro-negrismo mais pioneiro e revolucionário? Cai dentro dessas páginas e descobre como o clube se tornou Campeão de Terra e Mar.






6. ACIMA DE TUDO RUBRO NEGRO – Álbum de Jayme de Carvalho. Claudio Cruz e Wilson Aquino, Ed. Sindicado Nacional dos Editores de Livros. 2007. 72 páginas. Calma, R10! Falta menos… Para te animar vai uma leitura empolgante, que mistura música e futebol. Aqui você vai descobrir como nasce a Charanga Rubro Negra, ícone dessa torcida vanguardista, bem-humorada e acima de tudo apaixonada pelo Flamengo. Que torcida é essa?!? Se você se entrar no ritmo dessa batucada tem tudo pra triunfar no Mengão.






7. OS 10 MAIS DO FLAMENGO (Coleção Ídolos Imortais). Roberto Sander. Ed. Maquinaria. 2007. 184 páginas. É, peixe… aqui o bagulho é esquisito mesmo. Sabe por que? Porque pra fazer essa listinha de dez teve ídolo disputando por décadas com ídolo, todos campeões pelo clube. Quer saber como ficar pra sempre marcado na memória dos rubro-negros? Você vai ver que não basta ganhar um Carioquinha invicto, isso até o Romário já fez.







8. GRANDES JOGOS DO FLAMENGO – Da Fundação ao Hexa. Roberto Assaf e Roger Garcia. Ed. Panini Books. 2010. 127 páginas. Tá certo, o último livro te deixou bolado. Mas não é pra desanimar, as glórias têm que acontecer naturalmente e é trabalho de todo dia. É fazer o dever de casa jogo a jogo. Vamos por partes, uma coisa de cada vez…





9. HISTORIAS DO FLAMENGO – Mario Filho. Ed. Pongetti, Ed. Gernasa.Agora que você está quase especialista no assunto já chegou a hora de cavucar os sebos e morrer uma parte do salário nessa raridade fora de catálogo. Pelo simples prazer de conhecer as proezas e os causos do Flamengo AZ (antes do Zico) nas palavras do pai da crônica esportiva brasileira.




10. HEXAGERADO – O título mais esperando dos últimos 17 anos – Arthur Muhlenberg. Ed. 7 Letras. 2009. 100 páginas. Para terminar o assunto e fazer um bom jabá vamos fechar com o livro do patrão. Se deixaram você chegar até aqui, f… A essa altura você já é um rubro-negro apaixonado e está preparado para saborear a história do Hexa a partir das crônicas do Arthur. É a leitura perfeita para começar o Campeonato Brasileiro com palhaçadinha zero.