Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 14 de janeiro de 2012

Corinthians nega contato com Ronaldinho e se irrita por ser envolvido em novela



ronaldinho gaucho londrina x flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
Os rumores de que o Corinthians teria aproveitado a turbulência entre Ronaldinho Gaúcho e Flamengo para fazer uma proposta pelo meia não foram bem aceitos pela diretoria do Timão. Na chegada a Londrina, palco do amistoso contra o Fla, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), o clube paulista negou qualquer envolvimento nisso.

- Não houve, nem há proposta do Corinthians pelo Ronaldinho Gaúcho e isso não passa de especulação – disse Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Timão.

Ronaldinho Gaúcho está com cinco meses de salário atrasado no clube carioca. O meia tem R$ 3,75 milhões para receber da Traffic, parceira do Rubro-Negro na contratação do pentacampeão. Esse e outros atrasos têm gerado um clima de desconforto no time da Gávea, que adotou lei do silêncio sobre o assunto.

Diante disso, o comentário que rola nos bastidores do Corinthians é de Assis, irmão e empresário de Ronaldinho Gaúcho está plantando essa notícia para pressionar o Flamengo e a Traffic a resolverem a situação do camisa 10. Em outros tempos, o Timão teve interesse no meia, mas não é caso agora, garante a diretoria.

O fato é que o Corinthians acredita estar sendo envolvido em um balão de ensaio para que o jogador consiga receber o dinheiro. A pendência com Ronaldinho, aliás, tem ameaçado a presença do jogador na estreia do Flamengo na Libertadores da América, dia 25 de janeiro, contra o Real Potosí, na Bolívia.
 
 

Thiago Neves confirma a máxima:

                                                    



       Não  existe ex-viado

Flamengo vence Araraquara e se iguala ao Uberlândia na liderança



Kammerichs  Flamengo x Franca basquete nbb (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
A missão não tinha nada de impossível. Na casa do lanterna do NBB, o Flamengo entrou em quadra na noite de sábado sabendo que a vitória era um degrau para grudar na liderança do campeonato. E no meio do caminho o objetivo já estava mais do que garantido.Sem piedade, o Rubro-Negro abriu 20 pontos de vantagem sobre o Araraquara antes do intervalo. Não satisfeito, ainda fez a diferença pular para 47 e assegurou o massacre: 99 a 52.

Com 11 triunfos em 13 jogos, o Flamengo se iguala ao Uberlândia, que folgou na rodada de sábado. Quem também tinha a chance de chegar ao topo era Bauru, que foi a Brasília, mas não conseguiu derrubar o atual campeão do NBB. Agora mineiros e cariocas dividem o alto da tabela.

Cestinha do time, Marcelinho foi discreto desta vez. Fez apenas 12 pontos e abriu caminho para seu irmão Duda, cestinha com 20. O pivô Caio Torres anotou 17 e ainda pegou sete rebotes. Pela equipe da casa, Thiago comandou o ataque com 17 pontos.

O Flamengo já mostrou desde o início que a zebra não teria espaço para passear em Araraquara. Apertou a defesa logo de cara e venceu o primeiro período por 20 a 11. O ataque bem distribuído era comandado por Caio Torres, que fez dez pontos antes do intervalo e ajudou o time visitante a sair com 41 a 21 no placar.

O estrago só aumentou no terceiro período. Caio fez mais sete pontos, Duda chegou a 13, e a diferença no placar pulou para 33 pontos: 72 a 39. Sem forças para reagir, Araraquara ainda viu a vantagem do primeiro tempo mais do que dobrar. Quando soou a última sirene, o massacre estava completo: 99 a 52.

Confira os resultados da rodada de sábado do NBB:

Franca 79 x 44 Vila Velha
Brasília 88 x 81 Bauru
Araraquara 52 x 99 Flamengo
Minas 84 x 75 Liga Sorocabana
Pinheiros 89 x 76 Joinville
Paulistano x São José
Limeira x Tijuca

Léo Moura revela tristeza pela perda de Thiago Neves e deseja boa sorte

Léo Moura lamentou a perda de Thiago Neves para o Fluminense. O lateral-direito disse que o grupo e a torcida do Flamengo sentem com a saída do meia, que deve ser anunciado pelo Tricolor a qualquer momento.

- O Thiago fez um bom campeonato, mas essa situação não depende da gente. Nós ficamos tristes, a torcida também. Ele é um grande jogador. Agora, tem que buscar um substituto que possa ajudar nossa equipe. Só nos resta desejar boa sorte – afirmou o lateral-direito.

Sobre Ronaldinho Gaúcho, Léo Moura preferiu não entrar na polêmica em relação ao incômodo do camisa 10 com o atraso de R$ 3,75 milhões na parte que se refere a Traffic.

- Nem entramos nesse assunto com Ronaldo, existem pessoas do lado de fora para cuidar da carreira dele – completou o jogador.

Na tarde deste sábado, o Rubro-Negro realizou o último treino da pré-temporada em Londrina. Neste domingo, o time enfrenta o Corinthians, às 16h, em amistoso no estádio do Café. Depois do jogo, a delegação vai para São Paulo e viaja no fim da tarde de segunda-feira para Sucre, na Bolívia. É lá que o grupo vai se preparar para o primeiro jogo da pré-Libertadores, contra o Real Potosí, no dia 25.


Fla fracassa na tentativa de manter Thiago Neves, que vai para o Flu



thiago neves flamengo   (Foto: Janir Junior/Globoesporte.com)
O Flamengo não tem mais condições de manter Thiago Neves e vê o Fluminense muito perto de anunciar o jogador. Apesar de nenhum integrante da diretoria se manifestar, a derrota já é dada como certa. O rival carioca já acertou as bases com o Al Hillal, da Arábia Saudita, e o jogador firmou contrato de quatro anos com o Tricolor e sua patrocinadora.

Procurado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, o empresário do jogador, Léo Rabello, mantém o discurso de que desconhece a negociação e reafirmou que o meia garantira não ter nada acertado com o Fluminense. Rabello promete convocar uma entrevista coletiva na próxima segunda-feira para explicar detalhes do imbróglio. E se o empresário e a diretoria do Flamengo não se pronunciam, o lateral-direito Léo Moura, ainda que com tristeza, já deseja sorte ao ex-companheiro.

- O Thiago fez um bom campeonato, mas essa situação não depende da gente. Nós ficamos tristes, a torcida também. Ele é um grande jogador. Agora, tem que buscar um substituto que possa ajudar nossa equipe. Só nos resta desejar boa sorte – afirmou o lateral-direito.

O Fluminense recebeu o OK dos árabes na última sexta-feira, mas ainda mantém silêncio. Entre os jogadores, a chegada já é dada como certa. Thiago, inclusive, já ligou para funcionários de apoio do clube e avisou: "Pode preparar meu material que estou de volta".

Thiago Neves já teria assinado, por quatro anos, o contrato de trabalho com o clube e o de imagem com a patrocinadora, que será responsável pelo pagamento de grande parte de seus salários. A burocracia em relação ao pagamento da transferência é que estaria impedindo o anúncio oficial, que deve ser feito até terça-feira. O clima nas Laranjeiras é de vitória em cima do rival rubro-negro. Tanto que os dirigentes já até pretendem dar ao novo reforço a camisa 10.

Thiago Neves Flamengo (Foto: André Durão / Globoesporte.com) 
Thiago Neves já telefonou para funcionários do Flu avisando sobre o retorno (Foto: André Durão)

Neste sábado, o técnico Abel Braga manteve o discurso cauteloso.

- Não sei nem se vem. Estou alheio a qualquer negociação. Meu negócio é no campo. Mas todo treinador quer grandes jogadores. E o Thiago é um grande jogador - declarou.

 Negociações

Para conseguir a liberação do Al Hilal, a Unimed teria desembolsado cerca de R$ 16 milhões por 90% dos direitos econômicos de Thiago Neves. Os outros 10%, atualmente, pertencem ao Flamengo. A empresa seria a grande responsável pelo pagamento do salário do jogador. Ao Fluminense restaria um valor bem menor, cerca de R$ 50 mil. São dois contratos diferentes. Um de imagem com a Unimed e outro de trabalho com o Tricolor.

O agente de Thiago Neves, Léo Rabello, desconhece o acerto do jogador com o Fluminense e com a Unimed e assegura que não negociou com qualquer outro clube além do Flamengo. Em conversa com o meia, ouviu que não há negociação com o Tricolor e a patrocinadora. Mas, na última sexta-feira, não descartava que o acordo tenha acontecido sem o conhecimento dele.

- Eu não sei de nada. Estive viajando por alguns dias e não tratei nada com o Fluminense ou com a Unimed. Falei por telefone com o Thiago (nesta sexta), e ele jura que também não tratou com nenhum outro clube. Até o presente momento estou acreditando no jogador. Ele não pode acertar nada. O Thiago pode apenas conversar. Ele me deu a palavra dele. Disse que só sabe dessas notícias pela imprensa. Ele ligou para o Michel Levy (vice de finanças do Fla) e garantiu que é tudo mentira, que está fechado com o Flamengo. Se não for verdade, será uma decepção. O Celso Barros (presidente da patrocinadora do Flu) sempre prometeu que seria ético comigo, que não atravessaria nada antes de as negociações com o Flamengo terminarem. Se fizeram o negócio, foi na calada da noite. Comigo não fizeram nada. Se ele fez, foi antiético - disse.

Segundo Léo Rabello, ele e o Flamengo fizeram contato com o Al Hilal na última quinta. O Rubro-Negro teria dado a garantia necessária para quitar os € 6,5 milhões (R$ 14,7 milhões) em três parcelas. Mas o empresário reconheceu que a diretoria rubro-negra teve dificuldades para levantar a verba e perdeu tempo.

- O Flamengo custou a viabilizar o dinheiro. Não podia assinar o contrato sem ter a certeza de que pagaria. Já o Fluminense tem a Unimed para bancar.

Vibração nas Laranjeiras

Se do lado rubro-negro o clima é de derrota, nas Laranjeiras é grande a expectativa para receber de volta o jogador, e em grande estilo. Thiago Neves deverá vestir novamente a camisa 10. O número pertence a Rafael Moura, mas a numeração oficial para a temporada 2012 ainda não foi divulgada. Chegou a ser sugerido dar-lhe a camisa 7, a mesma que usava no Flamengo em 2011 e que deve ficar vaga com a iminente saída de Marquinho para o Roma-ITA. O presidente Peter Siemsen, no entanto, interveio e externou seu desejo de dar a camisa usada por ídolos como Rivellino e Assis ao novo reforço.

- Camisa 7? No Fluminense, Thiago Neves vem para ser o número 10. Se for para ser o 7, que fique no Flamengo - disse o mandatário, em reunião na última quinta nas Laranjeiras.

Com duas passagens pelo Tricolor, entre 2007 e 2009, Thiago reencontrará velhos amigos como Fred, Rafael Moura e Ricardo Berna no elenco comandado pelo técnico Abel Braga. Na noite da última sexta-feira, o reforço comemorou com amigos próximos o desfecho da negociação, e, empolgado com a volta para casa, já teria até ligado para o capitão Fred para dar as boas notícias. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, o camisa 9 tinha aberto as portas para o retorno de Neves às Laranjeiras.

- Estamos esperando por ele. Somos muito amigos, passamos o fim de ano juntos: eu, ele, Rafael Moura, Marquinho... Thiago vai ser muito bem recebido no Fluminense. Mesmo que ele não fosse querido como pessoa, todos iriam respeitá-lo, afinal de contas estamos falando de um dos melhores jogadores em atividade no Brasil. As portas das Laranjeiras estão abertas pra ele. Thiago também é ídolo do Fluminense. Fez história e tem identificação com o clube - disse o capitão e ídolo tricolor.


Luxa saca Airton e escala Itamar no time do Fla. R10 treina normalmente

itamar flamengo treino   (Foto: Janir Junior/Globoesporte.com)
Vanderlei Luxemburgo fez uma mudança no time titular do Flamengo no treino da tarde deste sábado. O técnico sacou o volante Airton e lançou o atacante Itamar na equipe. É a última atividade antes do amistoso contra o Corinthians, neste domingo, no estádio do Café, às 16h, em Londrina. Desta forma, a equipe passa a jogar com dois atacantes de ofício, Deivid e Itamar, com Ronaldinho recuado para a armação. 

Ainda com participação incerta no amistoso e na viagem para a Bolívia, na segunda, e no olho do furacão da crise rubro-negra, R10 trabalhou normalmente e procurou passar orientações para os companheiros. Após a atividade, demonstrou certa descontração e brincou com Junior Cesar. Luxa acompanhou tudo à beira do gramado.

O time trabalhou em Londrina com a seguinte formação: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Willians, Luiz Antonio, Renato e Ronaldinho; Itamar e Deivid.

Itamar teve boa participação nos 45 minutos finais do amistoso contra o Londrina, quinta-feira passada, também no estádio do Café. Apesar de ainda estar acima do peso, o jogador se apresentou com agilidade e força física e foi boa opção ofensiva.

Depois de ter tirado R9 do Mengão, Corinthians pode repetir dose com R10


O torcedor rubro-negro não esquece da surpresa que foi ver Ronaldo Fenômeno acertar com o Corinthians, em 2008. Então que ninguém se assuste se Ronaldinho Gaúcho acabar, de uma hora para a outra, no Parque São Jorge. Assis tem uma proposta do clube paulista para o irmão disputar a Libertadores. Em um primeiro momento, o empresário não era favorável à transferência. Considerava que seria muito ruim para a imagem de R10 uma mudança assim.

Mas diante do atual quadro – em que Traffic e Flamengo não assinam o contrato e a dívida de R$ 3,75 milhões continua – o Timão passou a ser uma saída. Principalmente porque Ronaldinho está feliz no Brasil e não teria vontade  de voltar a jogar e morar na Europa (Assis diz ter propostas de clubes italianos e espanhóis também). E o caso esquentou. Vale lembrar que o Corinthians é o principal clube patrocinado pela Nike no país. Ronaldinho Gaúcho é uma das principais estrelas da empresa. E o Flamengo atualmente tem a Olympikus como fornecedora de material esportivo.

Assis deu um prazo ao Flamengo para resolver o impasse com a Traffic e voltar a pagar os salários de Ronaldinho Gaúcho: a estreia na Taça Libertadores, dia 25, contra o Real Potosi. E agora já ameaça deixar o meia no Brasil e diz que ele pode não seguir na próxima segunda-feira com o grupo rubro-negro para a Bolívia.

O impasse para a assinatura do contrato entre a Traffic e o Flamengo está no acerto do programa sócio-torcedor. A Traffic quer assumir e desenvolver o “Cidadão Rubro-Negro”. Mas o clube carioca tem um contrato com a empresa Golden Goal, que não aceita rescindir sem receber a alta multa prevista. O acordo foi assinado em 2009 e vai até julho de 2014. Há um clima de déjà vu no ar…



Vagner Love: 'Ainda espero por uma melhor oferta do Flamengo'


vagner love treino praia (Foto: André Durão / Globoesporte.com)
Vagner Love deveria ter se reapresentado ao CSKA na última segunda-feira e seguido para a pré-temporada da equipe na Espanha. No entanto, permanece no Rio de Janeiro para resolver problemas particulares. Enquanto isso, mantém a esperança de ficar de vez no país. Após sete anos no futebol russo, o atacante não esconde o desejo de retornar ao futebol brasileiro. Embora não admita a preferência pelo Flamengo – seu time de coração -, o clube carioca é o único que apresentou proposta ao time russo e admite abertamente que busca a contratação do “artilheiro do amor”.

Love, porém, está ciente de que os russos recusaram a primeira proposta rubro-negra. Agora, a expectativa é por uma nova oferta dos dirigentes do Flamengo.

- Ainda espero por uma melhor oferta do Flamengo. O CSKA pediu € 10 milhões (R$ 23,4 milhões), mas acredito que, com um valor menor, eles (russos) liberam. Pode até ser de forma parcelada, mas precisa ser um parcelamento menor que o Flamengo ofereceu – disse Vagner Love, após uma “pelada” com os amigos, na manhã deste sábado, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O CSKA rejeitou a primeira oferta do Flamengo de € 6 milhões (R$ 13,6 milhões) pelo atacante. Na semana passada, o clube se pronunciou de maneira oficial sobre a proposta e a classificou como “inadequada”. O Rubro-Negro propôs quitar o valor em cinco anos. Os russos pedem €10 milhões (R$ 23,4 milhões). O Flamengo já rechaçou qualquer possibilidade de aumentar o valor da oferta, mas admite diminuir o número de parcelas para contar com Vagner Love em seu elenco.

Vagner Love também ressaltou que não vem tendo contato com os dirigentes do Flamengo. Quem está à frente da negociação é seu advogado, Diego Souza. Neste sábado, Love reiterou ao GLOBOESPORTE.COM sua vontade de permanecer no Rio de Janeiro e voltar a jogar no futebol brasileiro. O atacante, que tem o carinho dos dirigentes do CSKA, já falou sobre seu desejo e acredita que, com uma melhor oferta, os russos serão flexíveis quanto a sua liberação. Ele reconheceu só ter proposta do Flamengo, mas admitiu defender qualquer outro clube brasileiro. O jogador, inclusive, negou que tenha dito em dezembro que jogaria “até” no Vasco e se disse aberto a propostas outros times do Brasil.

Na próxima segunda-feira, o jogador terá de comparecer a uma audiência judicial com a ex-esposa. Caso sua situação não seja resolvida neste semana, Love terá de se reapresentar ao CSKA entre quarta e quinta-feira.

Love jogou no Flamengo entre janeiro e junho de 2010 e marcou 23 gols em 27 jogos. Ele formou o Império do Amor com Adriano, mas apesar dos gols – e da artilharia do Carioca – não conquistou título.


Bonde sai dos trilhos, e Ronaldinho fica quase sozinho na esquina

O som continua no volume mais alto no vestiário. A trilha sonora também permanece sob o comando de Ronaldinho Gaúcho. Mas o relacionamento dos jogadores mais experientes com a estrela da companhia já não é o mesmo do ano passado. E, caso o camisa 10 não embarque com o elenco para a Bolívia, a vaga de titular no amistoso contra o Corinthians, neste domingo, ficará ameaçada.

Em Londrina, Ronaldinho sempre ficou ao lado dos fieis escudeiros Rodrigo Alvim e Willians. Com o volante a proximidade é tão grande que antes do treino da manhã desta sexta-feira, poucas horas depois do amistoso contra o Londrina, a dupla reclamou de dores musculares e pediu para não participar do trabalho físico. Como o exame no vestiário não constatou qualquer lesão, eles tiveram que suar sob os gritos do preparador Antônio Mello.

As brincadeiras que marcaram o ano de 2011, com Ronaldinho e seu largo sorriso, foram pouco vistas em Londrina. Na maior parte do tempo, o camisa 10 preferiu ficar quieto. Durante a última semana, depois de um puxado treino físico, o jogador sentou sozinho num banco de madeira e permaneceu por bons minutos com a expressão cansada e o olhar perdido.

Na semana de declarações polêmicas e brigas do elenco com o vice-presidente de finanças, Michel Levy, Ronaldinho Gaúcho teve participação ativa na decisão do grupo de não dar entrevistas na última terça-feira.

jogadores no treino do Flamengo conversam com Luxemburgo (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
Estranhamente, Renato Abreu, um dos líderes do elenco, ficou longe da reunião. Desde então, o jogador também decidiu não conceder entrevistas. A lei do silêncio durou apenas um dia. Curiosamente, Alex Silva e Deivid, dois jogadores que reclamaram das dívidas, foram os primeiros a conversar com os jornalistas.

O capitão esteve apenas uma vez com os jornalistas e foi para gravar a participação na escalação dos times que a TV Globo exibe antes das partidas. Na ocasião, brincou e disse que voltaria a falar quando tudo estivesse em paz.

- É hora de os chefes falarem – disse o jogador.

Amistoso decepcionante

ronaldinho gaucho londrina x flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
No primeiro jogo da temporada, Vanderlei Luxemburgo decidiu escalar durante 45 minutos no amistoso com o Londrina o provável time titular. A má atuação técnica e a apatia de Ronaldinho Gaúcho não chamaram atenção apenas do público no estádio e dos telespectadores.

Internamente, alguns companheiros estranharam o comportamento do camisa 10. Em dois lances, Ronaldinho foi desarmado com facilidade. Na saída para o intervalo, ele explicou com tranquilidade que a diferença de ritmo entre os dois times tinha a ver com o tempo de preparação:

- Eles já estão no quinto jogo e nós apenas no primeiro jogo.

Quando os reservas já estavam em campo para segundo tempo do amistoso, um a um, quase todos os titulares foram para o banco e assistiram à vitória rubro-negra por 1 a 0, gol de falta de Bottinelli.
O goleiro Felipe preferiu ficar atrás de um dos gols. Ronaldinho não saiu do vestiário e fez sessão de massagem.

Agora, às vésperas do segundo amistoso antes da viagem paraa Bolívia, Assis, irmão e empresário e Ronaldinho, jogou mais gasolina na fogueira. Ao colocar em dúvida a presença do camisa 10 na viagem e na estreia da pré-Libertadores, Assis pode ter criado uma situação ainda mais problemática e que poderá ter desdobramento na escalação do time.

Como o jogo contra o Corinthians é encarado como importante teste para o confronto contra o Real Potosí, se Ronaldinho decidir não acompanhar a delegação ele não enfrentará o campeão brasileiro. Nesse caso, Léo Moura voltaria a usar a braçadeira de capitão.

Internamente, muitos acreditam que R10 não tomaria uma atitude tão drástica assim. Existe a expectativa de que nesse sábado as arestas possam ser aparadas e a crise não exploda de vez. Mas é inegável que a música que embalava o animado grupo rubro-negro já não agrada a todo mundo.

E se Ronaldinho Gaúcho não quiser ficar sozinho na esquina vai precisar sorrir. E fazer sorrir novamente.


Viagem de Ronaldinho Gaúcho para a Bolívia está ameaçada.



O barril de pólvora do Flamengo está prestes a explodir. Os últimos dias foram conturbados, com cobrança de atrasados feita pelos jogadores, desencontro entre o departamento financeiro e o futebol, e office boy indo a Londrina levar os contratos de Felipe e Renato para serem assinados às pressas. Mas o clube se afunda cada vez mais na crise. O Rubro-Negro fechou a semana sem um acordo com a Traffic, e a viagem de Ronaldinho Gaúcho para a Bolívia está ameaçada.

Ronaldinho Gaúcho no treino do Flamengo  (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo) 
Ronaldinho pode ficar fora da viagem à Bolívia (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)

O avião que levará a delegação de São Paulo a Santa Cruz de La Sierra no fim da tarde de segunda-feira poderá decolar sem Ronaldinho. Sem receber a maior parte dos salários há cinco meses (total de R$ 3,75 milhões), parte de responsabilidade da Traffic, o futuro do atacante está em xeque. No início da madrugada deste sábado, Assis, irmão e empresário do camisa 10, não garantiu o embarque do jogador:

- Hoje não tenho como responder (se ele viaja). Espero uma resposta do Flamengo e da Traffic. Só depois tomarei uma posição. Quero uma solução. Não pode ter mais um ano de espera. Não podemos fazer nada com a imagem do atleta, pois não existe acordo entre as partes. É complicado e ficamos de mãos atadas. Estou aguardando os parceiros se pronunciarem - afirmou, por telefone.

Internamente, porém, a cúpula de futebol ainda acredita que Ronaldinho viajará com a delegação. Isso tudo às vésperas dos jogos decisivos contra o Real Potosí pela pré-Libertadores, dias 25 de janeiro e 1º defevereiro. O clube volta a ficar em estado de ebulição.

Traffic e Flamengo caminham para um entendimento e precisam assinar o contrato para que, enfim, o dinheiro seja depositado. A solução do caso ainda esbarra nas questões técnicas ligadas ao futuro programa de fidelidade para o torcedor. A novela se arrasta sem um capítulo final.

Apesar de o jogador ter contrato até o fim de 2014, o futuro dele no Flamengo está em risco. Assis diz que R10 tem propostas, uma inclusive é de um clube brasileiro que jogará a Libertadores.

Londrina x Gávea

Luxemburgo no treino do Flamengo em Londrina (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
Em Londrina, Vanderlei Luxemburgo está no limite da paciência com a falta de reforços, a situação de Ronaldinho Gaúcho e também a falta de decisões por parte do primeiro escalão do Rubro-Negro. A ausência de Patricia Amorim em Londrina foi questionada pelo grupo, que aguardava uma satisfação da presidente.

Em meio ao turbilhão durante a semana, Vanderlei e o diretor executivo de futebol, Luiz Augusto Veloso, pouco conversaram nos dias em que o dirigente esteve na pré-temporada. No treino da tarde desta sexta-feira, Veloso deixou o CT SM Sports pouco antes de a imprensa ser autorizada a entrar. Requisitado pelos jornalistas para esclarecer a situação de Thiago Neves, disse através da assessoria de imprensa que o Flamengo não se pronunciaria.

Como não é novidade, Luxa também está insatisfeito com o vice de finanças Michel Levy, seu maior desafeto no clube. Ultimamente, por conta da aversão de Veloso aos microfones, Levy passou a ser a principal voz no departamento de futebol.

Em vez de estancar a crise, a entrevista de Patricia Amorim ao GLOBOESPORTE.COM jogou lenha na fogueira. Na coletiva de terça-feira, Vanderlei defendeu a presidente. Mas não teve o mesmo respaldo.

Entre as declarações mais fortes de Patricia que causaram maior desconforto em Londrina, a dirigente afirmou:

- Quem manda no clube sou eu;

- Se o treinador quer ser vice de finanças, e o vice de finanças quer ser treinador, a coisa não vai acabar bem;

- Recebo e-mails, mensagens de texto do Vanderlei, algumas sobre problemas (em relação a Ronaldinho). Mas tem coisas que devem ser resolvidas no futebol. Gosto de ser comunicada, mas não adianta transferir. Isso tem que ser resolvido no dia a dia entre eles.



sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Advogado do Bruno ex-camisa 1 do Flamengo diz que Macarrão pode ter matado Eliza por amar demais o amigo



Quase dois anos após o desaparecimento de Eliza Samudio, que teve um filho com o goleiro Bruno Fernandes, surge outra versão para o caso, que aponta o amigo e secretário particular do ex-camisa 1 do Flamengo, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, como autor do crime. Atual advogado de Bruno, Rui Pimenta tentará inocentar o seu cliente sustentando a tese de que Macarrão pode ter matado a modelo por nutrir um sentimento homossexual pelo jogador. Para o defensor, a tatuagem - com a frase ‘Bruno e Maka. A amizade nem mesmo a força do tempo irá destruir, amor verdadeiro' - nas costas do secretário seria prova deste amor.

"Não é usual um amigo gravar nas costas uma gravação de amor a outro homem, o sujeito grava nomes de mulher. Mas colocar provas de amor na própria carne, tem que ter um sentimento maior", disse Pimenta ao site R7.

Segundo Pimenta, Macarrão poderia ter decidido cometer o crime para tentar ajudar Bruno, já que Eliza cobrava do jogador que pagasse pensão alimentícia para o filho, e as brigas entre os dois já tinham rendido queixa na delegacia, quando a modelo acusou o goleiro de agressão. Ainda segundo o advogado, Bruno nunca quis que Elisa fosse morta e jamais determinou que o crime fosse cometido. Pimenta disse esperar que Macarrão confesse o amor que sente por Bruno para livrá-lo da prisão. Pimenta sugere ainda que Macarrão seja avaliado por psiquiatras forenses.

Pode ganhar a liberdade em até 45 dias

Rui Pimenta informou também que espera que Bruno deixe a prisão em até 45 dias para responder ao processo em liberdade. O goleiro e Macarrão estão na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), desde junho de 2010. Em fevereiro termina o recesso do Judiciário e o advogado acredita que seu pedido de habeas corpus para Bruno, feito em dezembro, será logo analisado pelo Supremo Tribunal Federal.

Ainda segundo o defensor, Bruno treina na cadeia e tem esperança de voltar a defender o Flamengo - clube pelo qual se sagrou campeão brasileiro em 2009. Pimenta, porém, disse que há interesse de times de São Paulo e da Bahia na contratação do goleiro. Advogado do Fla, Rafael de Piro informou que o contrato de Bruno foi suspenso, mas só acaba em 31 de dezembro. A decisão de aceitar o goleiro de volta, segundo ele, caberia à presidente do clube, Patrícia Amorim.

Uma prova de amizade

A tatuagem de Macarrão já havia chamado a atenção: na época em que o desaparecimento de Eliza estava sendo investigado, Macarrão negou ser homossexual e disse que o desenho em suas costas se refere à amizade que tem por Bruno. Ele chegou a denunciar à administração da Penitenciária Nelson Hungria, onde está preso, e à Justiça, que os demais presos o chamavam de ‘bicha'. A declaração foi dada à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que apurou ainda supostas ameaças de morte a Macarrão.

Flamengo tem mais um desafio no Novo Basquete Brasil


A vitória sobre o Limeira, na última rodada, já ficou no passado. O Flamengo volta à quadra nesse sábado (14.01), em novo desafio pelo NBB 4. A equipe rubro-negra enfrenta o Araraquara, às 18h, no Ginásio Clube 22 de agosto, em Araraquara (SP), pela penúltima rodada do primeiro turno da competição.

O Flamengo ocupa a vice-liderança da competição, com 10 vitórias em 12 jogos (83,33% de aproveitamento). O líder é o Uberlândia, que também sofreu duas derrotas no torneio, mas tem um jogo a mais (84,62% de aproveitamento). Já o Araraquara, adversário desse sábado, é o lanterna na classificação geral, com apenas uma vitória em 12 partidas (8,33%).

O Rubro-negro  tem o melhor ataque do NBB4, com média de 91,33 pontos por jogo. Além disso, tem o segundo jogador mais eficiente da competição, o argentino Kammerichs (média de 16,75), e o mais eficiente em bolas de três pontos, o capitão Marcelinho (média de 3,30 por jogo).

"Teremos mais um jogo difícil pela frente e temos que estar bem concentrados. É muito importante conseguirmos vitórias fora de casa, pois o NBB é um campeonato forte e o equilíbrio vai prevalecer até o final. Essas conquistas na casa do adversário vão fazer a diferença no fim", disse o capitão Marcelinho.




Flamengo não desiste oficialmente de Thiago Neves


Thiago Neves (Foto: Cleber Mendes)
Embora o Al Hilal (SAU) tenha aceitado a proposta do Fluminense, o Flamengo não desistiu da contratação de Thiago Neves. Segundo nota da asssessoria de imprensa do clube nesta sexta-feira, a diretoria do Rubro-Negro cumpriu todos os acordos pedidos pelos árabes e aguardam os documentos para acertar a permanência do apoiador na Gávea.

Segundo o empresário do camisa 7, Leo Rabello, a presidente do Flamengo, Patricia Amorim, entrou em contato com o secretário-geral do Al-Hilal e o representante do clube árabes confirmou que estava tudo certo com o Fla.

- Só tratei para o Flamengo. O Thiago acabou de me garantir que não havia nada em relação ao Fluminense. Acho que ele não vai repetir o mesmo erro - disse Leo Rabello à 'Rádio Globo'.

A diretoria do Flamengo mandou uma proposta de 6,5 milhões de euros (R$ 14,8 milhões) em três parcelas, na última semana do ano passado. A nova oferta foi recuada pelo Al Hilal ainda em 2011. A diretoria rubro-negra entrou em contato com os árabes no início de janeiro, mas enviou exatamente a primeira proposta que havia sido recusada em 2011.


Junior Cesar quer dar resposta à torcida na estreia da Libertadores


Junior Cesar - Flamengo (Foto: Cléber Mendes)
O lateral-esquerdo Junior Cesar ressaltou a importância de uma boa atuação do Flamengo no jogo de ida, diante do Real Potosí, pela primeira fase da Libertadores.

- É um jogo importante. Em Potosí nós teremos extrema responsabilidade, temos que dar uma resposta não só para a torcida, mas também para nós que estamos treinando muito todos os dias - destacou.

Para o amistoso contra o Corinthians, no domingo, o lateral lembrou a ausência de Thiago Neves, que acabou não renovando.

- Temos uma base ou até mesmo um time que permaneceu com todos os jogadores, só tem a ausência do Thiago Neves. Nosso treinador é muito inteligente e vai arrumar a melhor maneira para vencermos - enfatizou.


Negueba sente dores no joelho e não deve enfrentar o Corinthians domingo

Negueba tem poucas chances de participar do amistoso contra o Corinthians, domingo, em Londrina. O atacante do Flamengo sofreu uma pancada no joelho esquerdo no segundo tempo do jogo contra o Londrina, nesta quinta-feira, sente dores e está em tratamento. Ele ficou apenas 11 minutos em campo e teve de sair carregado. Ele mantém uma bolsa de gelo na parte atingida e realizou exercícios na sala de musculação na manhã desta sexta.

- Ele sofreu um trauma no joelho, melhorou, mas ainda esta com dor. Vamos avaliar a evolução, para ver se teremos que fazer um exame. Uma contusão óssea é sempre dolorosa. Ainda é precoce dizer se joga no domingo, mas é difícil – afirmou o médico Marcelo Tannure.

Negueba está nos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo para os jogos contra o Bonsucesso, dia 21, na estreia do time no Carioca, e Real Potosí, dia 25, pela pré-Libertadores. 

A partida contra o Corinthians será às 16h (de Brasília), no estádio do Café. Depois do jogo, a delegação rubro-negra viaja para São Paulo e no fim da tarde de segunda-feira seguirá para a Bolíva. A preparação será realizada em Sucre.     



Al Hilal aceita proposta do Fluminense por Thiago Neves

Depois de uma semana inteira de negociação, o Fluminense acertou nesta sexta-feira a contratação de Thiago Neves por quatro anos. O Al Hilal (SAU), clube detentor dos direitos econômicos do meia, aceitou a proposta elaborada pelo Tricolor, e agora restam apenas detalhes burocráticos para o anúncio oficial.

O clube saudita aguarda um documento assinado pelo Fluminense para dar como sacramentada a transferência, o que deve ocorrer nas próximas horas. Em Mangaratiba (RJ), onde o grupo faz sua pré-temporada, os jogadores dão como certa a chegada de Thiago Neves, que vai para a sua terceira passagem nas Laranjeiras - as outras haviam sido em 2007 e 2009.

A diretoria tricolor só deve se manifestar quando o documento liberatório estiver assinado pelo Al Hilal.

Sexta-feira 13 de reflexão e semblantes sérios no treino do Flamengo


Luxemburgo no treino do Flamengo em Londrina (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
A sexta-feira 13 foi de nuvens carregadas no céu de Londrina. E de um ambiente cinza no Flamengo. Mesmo depois de a situação dos atrasados ter sido aparentemente superada, algo estranho paira no ar. Um dia após a vitória por 1 a 0 sobre o Londrina, Vanderlei Luxemburgo se mostrou pensativo e com semblante sério. Ronaldinho Gaúcho também não destilou seus largos sorrisos.

Ronaldinho tem demonstrado disposição nos treinamentos na pré-temporada em Londrina, mas no ambiente interno deixa clara sua insatisfação. A cobrança pública de dinheiro por parte de Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, foi também um reflexo do pensamento do camisa 10, que nos bastidores questiona os cinco meses de atraso nos pagamentos que cabem a Traffic, num total de R$ 3,75 milhões.

O jogador ironiza a situação com trocadilhos e músicas que fazem menção ao débito que a empresa tem com ele. Traffic e Flamengo caminham para um entendimento. Somente a partir daí, o dinheiro poderá ser depositado.

- Está bem adiantado, aguardamos apenas a assinatura por parte da Traffic – afirmou o vice jurídico Rafael de Piro, que depois do treino desta sexta-feira teve uma longa conversa com Vanderlei Luxemburgo sobre o caso do jogador.

Ronaldinho Gaúcho no treino do Flamengo em Londrina (Foto: Janir Junior / GLOBOESPORTE.COM)
Durante a semana, a presidente Patricia Amorim disse que os problemas com Ronaldinho devem ser resolvidos no departamento de futebol. Com o atraso, porém, Vanderlei se sente de mãos atadas para fazer cobranças mais duras, mas já demonstra certo incômodo com a postura do camisa 10. Na reapresentação do time ainda no Rio, o jogador alegou insônia para dormir em dois treinos realizados na parte da manhã.

No amistoso com o Londrina, Ronaldinho teve atuação apagada. Com a substituição de todos os titulares no intervalo, o camisa 10 foi o único jogador que não voltou para o campo para assistir ao segundo tempo da partida. Enquanto o grupo principal ficou no banco de reservas, o capitão se isolou no vestiário para uma sessão de massagem. Nesta sexta, o jogador treinou com um brinco de brilhante, o que não é permitido por Vanderlei Luxemburgo.

O técnico reflete sobre o momento do clube e demonstra preocupação com a ausência de reforços. Por enquanto, apenas Magal e Itamar foram contratados.



Meu Jogo Inesquecível: no tri do Fla, José Aldo, tenso, não viu o gol de Pet

Aos 15 anos de idade, o adolescente José Aldo Júnior ainda não sonhava ser o campeão dos pesos-pena do UFC, maior organização de MMA do planeta. No ano de 2001, ele ainda morava em Manaus e tinha uma vida humilde, como todos os seus amigos. Em comum com o cotidiano dos dias atuais, poucas coisas. Uma delas, no entanto, permanece totalmente inalterada: a paixão pelo Flamengo. Naquele dia 27 de maio de 2001, José Aldo estava tenso. Afinal de contas, o seu Flamengo disputava a final do Campeonato Carioca contra o Vasco e poderia conquistar o seu quarto tricampeonato estadual.

josé aldo meu jogo inesquecível (Foto: André Durão/Globoesporte.com) 
José Aldo tem orgulho da paixão pelo Flamengo. Para ele, a final do Estadual de 2001, decidida com o famoso "gol do Pet" no fim foi o jogo que mais o marcou na vida.  (Foto: André Durão/Globoesporte.com)

- Naquele dia eu acordei nervoso. Lembro que fui cortar o cabelo à tarde e pedi para o barbeiro andar rápido, porque não podia perder o jogo. Todo mundo se reuniu na minha casa, e eu estava travado, tenso.

O primeiro gol do jogo, de Edílson, de pênalti, deu esperanças ao jovem torcedor rubro-negro. Mas o empate do vasco, com gol de Juninho Paulista, no fim do primeiro tempo, quase tirou as esperanças do futuro astro dos octógonos.

- No gol do Edílson eu comemorei muito, parecia que tinha sido campeão. O Vasco tinha um time muito forte, e o Flamengo estava abalado com a briga do Pet com o Edílson. Eles não se falavam, e a gente achava que isso podia atrapalhar o time. Quando o Vasco empatou, foi uma ducha de água fria. Passei o intervalo inteiro calado. Só mesmo com o meu pensamento positivo para não desanimar de vez. Eu acredito sempre. Foi o que deu força para torcer ainda mais no segundo tempo.

O segundo gol do Flamengo, novamente de Edílson, aos oito minutos do segundo tempo, deu novo ânimo ao manauara.

- Lembro que foi em um cruzamento do Pet de dentro da área. Foi na hora certa. Tinha tempo para fazer mais um, mas o jogo foi andando, e nada de o gol sair. Parecia que eu ia ter um negócio, estava nervoso demais.

Aos 41 minutos do segundo tempo, Edílson sofreu falta de Fabiano Eller próximo à grande área do Vasco. Para Aldo, era a hora.

- Saí de casa, não vi nem o Pet ajeitar a bola. Não aguentava de tanto nervoso. Fiquei do lado de fora. Sabia que, se fosse gol, ia sair todo mundo para a rua, comemorando. Fiquei esperando. Aquele silêncio demorou muito tempo para acabar. Acho que foi o tempo de a bola ir até o gol, mas demorou demais. Quando eu já achava que ele tinha chutado para fora, veio aquela gritaria, todo mundo correndo pro lado de fora. Ali o nervosismo virou euforia. Gritei como nunca na minha vida. Foi a maior felicidade. Quando o jogo acabou, descemos a rua comemorando. Foi um golaço do Pet, não tem como esquecer jamais.

Mas quem imagina que José Aldo é flamenguista por influência do seu pai, se engana.

- Virei Flamengo por causa de um amigo meu, flamenguista doente. Meu pai era botafoguense mas nunca influenciou nenhum filho a torcer para o time dele. Hoje eu também torço pelo Fogão, em homenagem ao meu pai.

Anos mais tarde,  já morando no Rio de Janeiro, José Aldo teve a chance de se encontrar com Petkovic, mas se manteve distante.

- Não pedi foto. Andei ao lado dele, mas não pedi. Fiz papel de fã mesmo. Que eu tenha visto jogar, foi o meu grande ídolo. O Adriano também, pelo Brasileiro de 2009, mas foi só uma temporada. O Pet  teve uma história maior no Flamengo, marcou mais. Na despedida dele, contra o Corinthians, jogou muito. Achei que poderia ter ficado mais um tempo. Mas  decidiu encerrar ali, paciência... - encerrou o campeão.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Léo Moura: ‘Torcemos para que Thiago Neves permaneça’

O time titular do Flamengo que entrou em campo para enfrentar o Londrina nesta quinta-feira, no Paraná, teve apenas uma mudança em relação ao que encerrou a temporada passada. No meio, o volante Luiz Antonio ocupou o lugar que foi de Thiago Neves em 2011.

A permanência do jogador no Rubro-Negro é incerta, e o Fluminense é forte adversário na disputa para contratá-lo.

Os companheiros de Thiago no Fla aguardam o desfecho do negócio. O lateral-direito Léo Moura, um dos líderes do grupo, acompanha as notícias sobre o caso e espera uma resposta positiva.

- Torcemos para que o Thiago permaneça, mas não sabemos o que vai acontecer. Se ele não permanecer, temos jogadores com capacidade para substituí-lo. Temos o Botti (Bottinelli), por exemplo, que já tivemos o prazer de jogar com ele no ano passado - disse o camisa 2.

Foi de Bottinelli o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Londrina, no estádio do Café. Neste domingo, o Flamengo vai enfrentar o Corinthians, às 16h (de Brasília), no mesmo local. Depois, a preparação será em Sucre, na Bolívia, para o jogo contra o Real Potosí, pela pré-Libertadores, no dia 25.

- A pré-temporada é sempre dolorida, são muitos treinos, dá saudade de casa. É a minha décima primeira, estou calejado. Temos de nos preparar, o ano é de grandes competições, de Brasileiro, de Libertadores. Temos de nos preparar bem.

Para Bottinelli, gol de falta sobre o Londrina supera o primeiro pelo Fla

A bola que viajou do pé direito de Darío Bottinelli e foi parar no ângulo do goleiro Danilo, do Londrina, era muito mais do que uma cobrança de falta. Carregava o desejo do meia argentino de, enfim, se firmar no Flamengo. Depois de um 2011 difícil, o jogador inicia a temporada à espera de dias melhores e com a possibilidade de assumir a vaga de Thiago Neves, que ainda não acertou a permanência.

Assim como no ano passado, Botti começa 2012 sendo decisivo em um amistoso de pré-temporada. Na estreia dele pelo Rubro-Negro, há um ano, fez o gol da vitória sobre o América-MG, por 2 a 1, a primeira da equipe, também em Londrina. Nesta quinta-feira, contra o time que leva o nome da cidade, acertou uma linda cobrança: 1 a 0.

- O deste ano foi mais bonito para mim. É muito treinamento. Faço sempre tiros de falta com o Ronaldo - disse, em entrevista ao SporTV.

Perguntado se a categoria nas cobranças de falta lembra o estilo de Zico, maior ídolo rubro-negro, o gringo foi sucinto.

- É uma boa comparação. Estou tranquilo, tenho que fazer as coisas, estou pegando o ritmo de jogo.

O Flamengo volta a jogar no próximo domingo, último dia da preparação no Paraná. O adversário será o Corinthians, às 16h, no mesmo local. Depois do jogo, a delegação seguirá para São Paulo, ficará um dia na capital paulista e vai viajar para a preparação em Sucre, na Bolívia. Os jogos contra o Real Potosí, pela pré-Libertadores, serão em 25 de janeiro, em Potosí, e 1º de fevereiro, no Rio.

bottinelli flamengo x londrina (Foto: Marcos Zanutto/VIPCOMM) 
Bottinelli some na comemoração com os companheiros (Foto: Marcos Zanutto/VIPCOMM)

Lesão de Negueba não preocupa os médicos do Fla

Negueba pouco jogou contra o Londrina. Aos 12 minutos do segundo tempo, o atacante, que havia entrado no intervalo, levou uma forte pancada no joelho direito e teve de ser substituído. 

Camacho, que voltou de empréstimo, ocupou a vaga e teve boa movimentação. Os médicos do Flamengo ainda vão avaliar a lesão do jogador, mas ao que tudo indica não foi nada sério.

Negueba foi substituído por precaução. Para não desgastar o time em um jogo logo no início da temporada e para ampliar o leque de observações do elenco, o técnico Vanderlei Luxemburgo alterou os 11 jogadores no intervalo. 

Com dois armadores, Bottinelli e Camacho, a equipe rubro-negra melhorou depois de uma primeira etapa fraca e deu poucos espaços para o Londrina. A movimentação dos atacantes Itamar e Jael também melhorou a atuação do time.

Luxa, após amistoso com Londrina: 'Para primeiro teste, foi bom'

O Flamengo fez na noite desta quinta-feira seu primeiro jogo na temporada 2012. O time encarou o Londrina, em amistoso no estádio do Café, e venceu pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado por Bottinelli, de falta,  já no segundo tempo, quando só os reservas estavam em campo (os titulares jogaram os primeiros 45 minutos). Apesar da atuação sem muito brilho, o técnico Vanderlei Luxemburgo viu com bons olhos o desempenho da equipe.

- Tivemos erros normais para um primeiro jogo de temporada. Mas para primeiro teste, foi bom. Encarei como preparação, como treino - ressaltou o treinador após a partida.

Vanderlei ressaltou que o objetivo de momento é colocar o time em forma para as competições oficiais, que se iniciam ainda neste mês de janeiro.

- Analisar agora é complicado, os jogadores ainda não estão preparados. O jogo foi para começar a dar ritmo. Os dois amistosos, contra Londrina e Corinthians (domingo), vão servir de preparação para a estreia no estadual (dia 21, contra o Bonsucesso) e a pré-Libertadores (dia 25, contra o Real Potosí, na Bolívia) - acrescentou.

Após encarar o Corinthians, domingo, o Flamengo deixa Londrina rumo a São Paulo. Depois de treinar na segunda-feira, a equipe titular viaja rumo a Sucre, na Bolívia, para iniciar a adaptação à altitude.

Gol do Flamengo! Bottinelli cobra falta com perfeição e manda para a rede, aos 31 do 2º

Londrina 0 x 1 Flamengo



Ficha técnica


Local: Estádio do Café, em Londrina-PR

Data: 12/01/2012


Ábitro: Leonardo Zanon

Auxiliares: João Carlos de Souza e Alexandre Cavalcanti


Público pagante: 3.898

Público presente: 4.214

Renda: R$ 99.975,00


Cartões amarelos: Fernando e Rogério (Londrina); Junior Cesar e Muralha (Flamengo)

Gol: Darío Bottinelli, aos 31 do segundo tempo


Flamengo:  Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Airton, Willians, Luiz Antonio e Renato; Ronaldinho Gaúcho e Deivid.

Segundo tempo: Paulo Victor, João Felipe, Gustavo, David Braz e Magal; Vitor Hugo, Muralha, Bottinelli, Negueba (Camacho); Itamar e Jael.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Londrina: Danilo, Ayrton, Rogério e Fernando e Wendell (Fabinho); Silvio, Serginho Paulista (Elias), Bruno (Rodrigo Ribeiro) e Rodrigo (Éverton); Arthur (Alexandre Oliveira) e Warlley (Joel).

Técnico: Cláudio Tencatti


R10 fala pela primeira vez no ano, mas só sobre jogo: 'O corpo não responde'

Ronaldinho concedeu na noite desta quinta-feira sua primeira entrevista em 2012. O jogador foi abordado pelos jornalistas na saída de campo ao fim do primeiro tempo do amistoso entre Flamengo e Londrina, no estádio do Café. O craque foi quem mais buscou o jogo, mas teve atuação sem muito brilho ao longo dos 45 minutos iniciais, que terminaram sem gols.

- Difícil, estamos numa série de trabalhos físicos, ainda demos o azar de pegar o campo pesado. A cabeça pensa, mas o corpo não responde. A maior dificuldade é colocar o trabalho físico no jogo - explicou Ronaldinho, em declarações transmitidas pelo SporTV.

ronaldinho gaucho londrina x flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem) 
Ronaldinho em ação no amistoso contra o Londrina (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
 
O jogador, que não voltou para o segundo tempo (Luxa mudou o time inteiro) lembrou ainda que o time rival já vem se preparando há mais tempo e, por isso, levou alguma vantagem.

- É um jogo de preparação, para nós é o primeiro. Para eles, o quinto ou o sexto. Nota-se uma diferença de ritmo de jogo. Sabíamos que isso aconteceria. Temos que continuar para chegar bem na estreia na Libertadores.

Com o futuro no Flamengo dependendo da assinatura de contrato entre o clube e a Traffic, Ronaldinho não foi perguntado especificamente sobre o assunto. A única abordagem foi um questionamento sobre como estava sua cabeça.

- Está tudo ótimo - encerrou R10.

O imbróglio entre Flamengo e Traffic faz com que Ronaldinho não receba a maior parte (a que cabe à empresa) de seus ordenados há cinco meses. O montante devido ao jogador já chega a R$ 3,75 milhões. Roberto Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, já avisou que a paciência chegou ao limite e revelou que há propostas de outros clubes.

Flamengo se impõe no último quarto e arranca vitória na casa do Limeira


Quando entrou em quadra na noite desta quinta-feira, o Flamengo sabia que o adversário da vez estava dez posições abaixo na tabela. Moleza? Longe disso. A equipe carioca, que vinha de uma derrota em casa para Uberlândia, penou para impor seu jogo na casa do Limeira. No fim das contas, com a raça dos pivôs e a pontaria dos alas, deu a lógica. Vice-líder do Novo Basquete Brasil, o Rubro-Negro deslanchou nos minutos finais e arrancou a vitória por 91 a 80.

Os cestinhas do Flamengo foram os alas David Jackson, com 23 pontos, e Marcelinho, com 20. Mas quem fez a diferença foi a dupla de pivôs. Caio Torres anotou 19 pontos e 10 rebotes, enquanto o Federico Kammerichs colaborou com 12 pontos e nove rebotes – e o argentino não saiu da quadra um minuto sequer.

NBB Flamengo x Limeira Kammerichs (Foto: João Pires/LNB) 
Kammerichs (à esquerda) luta pela bola no garrafão: o argentino jogou os 40 minutos (Foto: João Pires/LNB)

- Estou bem (risos). Não sei como aguentei tanto tempo, mérito da preparação física. Fiquei feliz porque pude pontuar, precisávamos disso depois de uma derrota dura em casa. Sabia que jogar aqui seria muito difícil. O importante é se recuperar rápido e se manter bem na tabela – afirmou Kammerichs, em entrevista ao SporTV após a partida, referindo-se à derrota para Uberlândia, que lidera o NBB.

NBB Flamengo x Limeira Marcelinho (Foto: João Pires/LNB)
O Flamengo não se intimidou com a pressão da torcida no início do jogo e conseguiu abrir cinco pontos de vantagem no primeiro quarto. A equipe do argentino Gonzalo García virou a primeira parcial vencendo por 24 a 19. Mas se havia alguma facilidade, ela acabou por aí.

O segundo período foi mais equilibrado, e Limeira conseguiu reduzir a vantagem em um ponto. Na saída para o vestiário, a vantagem da equipe carioca era de 45 a 41. Mesmo sem jogar um basquete vistoso, os rubro-negros conseguiam se manter à frente.

Veio o terceiro quarto, e a torcida empurrou Limeira para equilibrar ainda mais o placar. O time da casa venceu o período por 24 a 20 e, na virada para os dez minutos finais, tudo igual na contagem: 65 a 65.

O jogo continuou parelho no quarto final, com o Limeira correndo atrás e empatando o placar em alguns momentos. Com 47 segundos no relógio, um lance simbólico: o argentino Kammerichs pegou um rebote ofensivo, sofreu a falta e converteu a cesta. A vantagem foi para sete pontos, deixando os anfitriões numa enrascada e selando a sorte do jogo.

Marcelinho fez 20 pontos (Foto: João Pires/LNB)

Office boy corre e garante escalação de Felipe e Renato no Flamengo

A pré-temporada já ultrapassou uma semana, mas só nesta quinta-feira o Flamengo resolveu as pendências nos contratos do goleiro Felipe e do meia Renato. Os dois ficariam fora do amistoso desta noite contra o Londrina, mas o clube enviou um office boy às pressas à cidade paranaense para colher a assinatura da dupla.

O Rubro-Negro anunciou a renovação de ambos antes da virada do ano, mas a burocracia interna atrasou a conclusão dos negócios.

No primeiro teste de 2012, o técnico Vanderlei Luxemburgo vai mandar a campo um meio-campo cauteloso, com quatro volantes: Airton, Willians, Luiz Antonio e Renato. Bottinelli e Itamar ficam no banco. Confira a escalação completa: Felipe; Léo Moura, Welinton, Alex Silva e Junior César; Airton, Willians, Luiz Antonio e Renato; Ronaldinho e Deivid.

A partida começa às 21h (de Brasília) desta quinta-feira, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha e Tempo Real, com vídeos.


Love não convence CSKA, e negócio depende de nova atitude do Flamengo

Se não buscar uma solução financeira, a ideia do Flamengo de ter novamente Vagner Love vai se transformar em novo fracasso. O CSKA Moscou está irredutível e já disse mais de uma vez que não aceita a oferta de € 6 milhões (R$ 13,6 milhões) pelo atacante. Na semana passada, o clube se pronunciou de maneira oficial sobre a proposta e a classificou como “inadequada”. O Rubro-Negro propôs quitar o valor em cinco anos. Os russos pedem €10 milhões (R$ 23,4 milhões).

Em resumo: ou o Flamengo toma uma nova atitude e se movimenta, ou o Artilheiro do Amor vai continuar longe. Love procurou os russos para uma conversa, tentou convencê-los, mas ouviu que sobre a proposta atual não haverá diálogo. Valor e forma de pagamento estão muito aquém do desejado.

- É definitivo. O CSKA não aceita seis milhões em cinco anos. Eles não gostaram nem do valor e nem do parcelamento. Cabe ao Flamengo fazer nova proposta porque dessa forma não vai sair a negociação. Só vamos à Rússia se tiver nova oferta – disse o advogado do jogador, Diogo Souza.

Vagner deveria ter se reapresentado na terça-feira. No entanto, justificou a ausência e continua de férias no Rio. Na segunda-feira, ele terá de comparecer a uma audiência judicial com a ex-esposa. Não há uma data certa para o retorno a Moscou.

Até agora, o Flamengo apenas disse que não pode aumentar o valor. A possibilidade seria reduzir o prazo de pagamento de cinco para três anos. Enquanto isso, o jogador recebe sondagens de clubes do exterior, mas ainda aguarda.

O atacante jogou no Flamengo entre janeiro e junho de 2010 e marcou 23 gols em 27 jogos. Ele formou o Império do Amor com Adriano, mas apesar dos gols – e da artilharia do Carioca – não conquistou título.

Na Rússia, já são sete temporadas pelo CSKA. Lá, conquistou o campeonato nacional por duas vezes, foi pentacampeão da Copa da Rússia, tri da Supercopa da Rússia e campeão da antiga Copa da Uefa, atual Liga Europa.

Governo ''vascaíno'' do Rio assina convênio para captar energia solar no Maracanã


FRAME - Maracanã Reforma Projeto (Foto: Reprodução / TV Globo)
Em parceira com a Light, o governo do Rio de Janeiro garantiu a instalação de placas de captação de energia solar no Maracanã, que está sendo reformado para a Copa do Mundo de 2014. O convênio “Maracanã Solar” vai viabilizar a implantação de um anel fotovoltaico sobre a estrutura metálica que sustentará a nova cobertura de lona tensionada, gerando energia limpa equivalente ao consumo de 240 residências e evitando a emissão de 2.560 toneladas de CO2 na atmosfera.

Aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o projeto foi desenvolvido pela mesma empresa que está projetando a nova cobertura, a alemã SBP (Schlaich Bergermann und Partner), e não terá custo para o governo. Além disso, a implantação do anel fotovoltaico não influenciará no cronograma da obra e não vai interferir no projeto final da obra.

A chuva captada também será utilizada para os banheiros, que terão torneiras inteligentes com fechamento automático e descargas ecológicas. O Maracanã receberá ainda um moderno sistema de iluminação com lâmpadas de led em 23.500 luminárias de baixa manutenção e longa vida útil. Equipamentos econômicos de ar-condicionado e bombas mecânicas eficientes também estão na lista para a reforma.

- A Light assumirá o investimento para implantação e manutenção das placas fotovoltaicas e, após a sua amortização, que será feita por meio da venda da energia gerada, a usina será transferida para o estado, que poderá optar por continuar vendendo esta energia ao mercado ou utilizá-la em imóveis estaduais - garante Regis Fichtner, secretário de Estado da Casa Civil do Rio, ao Portal da Copa.

A parceria ainda renderá R$ 10 milhões para que o estado invista em eficiência energética (troca de lâmpadas, climatização, entre outros) em outros bens públicos.

As informações são do Portal da Copa.

Flamengo mantém otimismo e vê Thiago Neves mais perto





Flamengo está confiante na permanência de Thiago Neves em 2012 Foto: Alexandre Cassiano



Flamengo está confiante na permanência de Thiago Neves em 2012 
 
LONDRINA - Desde a última sexta-feira, quando entrou em acordo com o Al Hilal sobre a venda dos direitos do meia Thiago Neves, o Flamengo mantém a convicção de que manterá o jogador em 2012. Ao receberem o "sim", informalmente, para a negociação, os dirigentes rubro-negros passaram a ter apenas um obstáculo para fechar a contratação: arrumar três milhões de euros, pouco menos de 50% do total do negócio, que o Al Hilal exige que sejam pagos de imediato para liberar o jogador.

Num clube sem dinheiro em caixa, fato evidenciado pelas recentes reclamações de jogadores por luvas atrasadas, conseguir três milhões de euros virou um problema. O clube passou a última semana buscando adiantamentos e tentando parceiros para viabilizar o pagamento da primeira parcela. Assim que o dinheiro for conseguido, a expectativa é que o "ok" oficial do Al Hilal seja imediato. Isto pode acontecer nesta sexta-feira, embora os dirigentes evitem falar no assunto para evitar estender a novela.

O interesse do Fluminense não assustou os dirigentes da Gávea. Assim como fez em nota divulgada na última quarta-feira, o empresário de Thiago Neves, Léo Rabello, também garantiu aos cartolas do Flamengo que não houve negociação entre Thiago Neves e o tricolor. Thiago é o único titular rubro-negro do ano passado que não foi mantido na equipe. Ele já perdeu metade da pré-temporada e, embora venha se exercitando em uma academia no Rio, dificilmente terá condições de enfrentar o Potosí, no dia 25 de janeiro. Pelo menos não como titular.


Belfort tira sarro do vasco ao pedir apoio da torcida


Vitor Belfort - Coletiva do UFC Rio (Foto: Alexandre Loureiro)
Apesar de cada vez mais consolidado no mercado brasileiro, o MMA não consegue se disassociar do futebol. Nesta quinta-feira, o esporte mais popular do país pautou a entrevista coletiva com os principais lutadores do card principal do UFC 142, que acontecerá no sábado, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro. Sobrou até gozação com a torcida vascaína.

Perguntado sobre uma eventual pressão da torcida na luta contra o americano Anthony Johnson, a segunda mais importante da noite, Vitor Belfort alfinetou o Cruz-Maltino.

- Cuido de tudo que possa estar no nosso controle. 

Estamos cortando peso, treinamos... Ninguém quer mais essa vitória do que nós. O Brasil inteiro quer essa vitória e contamos com a torcida. Nunca vi nenhum vascaíno deixar de ser vasco porque está perdendo, principalmente os vascaínos, que estão sendo vice sempre (risos) - disse, em tom amistoso.

O futebol já prometia ser assunto no evento por conta da rivalidade clubística entre José Aldo, que defenderá o cinturão dos pesos pena, e seu desafiante, Chad Mendes. O americano posou em algumas oportunidades vestindo camisas do vasco, time de coração de seu técnico, Fabio Pateta. Aldo é flamenguista.

A provocação despertou alerta para que a rivalidade ficasse apenas entre os lutadores.

- Não vejo problema nenhum. Chad pode aparecer com camisa de qualquer torcida. Vai ser Brasil contra Estados Unidos, e não Flamengo x vasco. É uma brincadeira interna nossa. Temos de deixar claro que não tem nada a ver. Não é a rivalidaed dos clubes. Conto com a torcida dos vascaínos - afirmou Aldo.
Belfort fez coro à ideia:

- É uma boa oportunidade de um vascaíno torcer para um flamengusita. O Aldo está ali representando o Brasil, a família dele, os valores que carrega.

O campeão dos pesos pena avisou ainda que, apesar de ter uma parceria oficial com o Flamengo, não entrará no octógono com camisa ou bandeira do cube.

- Vou entrar com bandeira do Brasil. Ali, é meu trabalho. Ali, sou Brasil - completou Aldo.




Mengão faz amistoso com camisa limpa e corre para ter patrocínio contra Corinthians

O Flamengo enfrentará o Londrina nesta quinta-feira, às 20h30m, no Estádio do Café, com o uniforme limpo no espaço destinado ao patrocinador master. O departamento de marketing do clube corre contra o tempo para conseguir estampar alguma marca no jogo de domingo, às 16h, contra o Corinthians, que será televisionado. Mas o desfecho das negociações ainda é incerto.

Caso consiga patrocinador pontual para o amistoso com o Corinthians – assim como aconteceu na estreia de Ronaldinho Gaúcho - teria que ter aprovação em reunião extraordinária do Conselho. Como o tempo é curto, a ideia pode não sair do papel.

Atualmente, a BMG, que estampa as mangas da camisa, paga R$ 8 milhões ao Rubro-Negro. Já a TIM, que coloca sua marca nos números, paga R$ 2 milhões. As duas empresas seguem no uniforme rubro-negro.




Prefeitura vascaína procura outra forma de incentivo a cariocas para CT



A Prefeitura do Rio procura alternativa à doação de dinheiro aos quatro grandes do Rio para aquisição ou reformas de CT. A isenção de impostos ou incentivos para aquisição de materiais podem ser a solução. O prefeito vascaíno Eduardo Paes pretende ajudar de olho nas seleções estrangeiras (e os torcedores) da Copa-14.



Advogado diz que ex-goleiro Bruno voltará ao Flamengo

Contrato do ex-atleta está suspenso, mas só se encerra no final deste ano. Advogado crê em libertação a tempo de retorno



Bruno, ex-goleiro do Flamengo (Foto: Alex de Jesus/Reuters)

Advogado de Bruno acredita que goleiro será libertado até o fim do ano



Recém-contratado pelo Flamengo, José Aldo ganha boné do clube


Duas semanas após a assinatura do contrato, o lutador José Aldo ganhou seu primeiro produto licenciado pelo Flamengo. Pouco antes da coletiva de imprensa do UFC Rio, a equipe que representa o atual campeão peso-pena da organização chegou ao Copacabana Palace com um boné em mãos, que traz o escudo do clube e o nome do manauara.


boné de José Aldo do Flamengo (Foto: Amanda Kestelman / Globoesporte.com) 
 Boné de José Aldo licenciado pelo Flamengo (Foto: Amanda Kestelman / Globoesporte.com)

Como Aldo possui muitos patrocínios na camisa, a ideia do Flamengo era que ele utilizasse o boné no evento. No entanto, isso dificilmente deve acontecer. A diretoria do clube também não sabe mais se o lutador usará também uma camisa do rubro-negro por baixo da de seus patrocinadores, como havia sido noticiado anteriormente. Chad Mendes, por sua vez, admitiu que pode levar a bandeira do Vasco ao octógono.

José Aldo defende o cinturão peso-pena contra o americano Chad Mendes na luta principal do UFC 142, no próximo dia 14, no Rio de Janeiro. A TV Globo e o canal Combate transmitem ao vivo, e o SPORTV.COM acompanha tudo em Tempo Real. O evento contará ainda com o duelo entre Vitor Belfort e o também americano Anthony Johnson, pelos pesos-médios.

CARD PRINCIPAL
José Aldo Jr. x Chad Mendes
Vitor Belfort x Anthony Johnson
Rousimar "Toquinho" Palhares x Mike Massenzio
Erick Silva x Carlo Prater
Edson Barboza Jr. x Terry Etim

CARD PRELIMINAR
Thiago Tavares x Sam Stout
Ednaldo "Lula" Oliveira x Gabriel Napão
Yuri "Marajó" Alcântara x Michihiro Omigawa
Ricardo Funch x Mike Pyle
Felipe "Sertanejo" Arantes x Antonio "Pato" Carvalho