Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 16 de junho de 2012

Sub-17: com direito a gol de bicicleta, Flamengo bate vasco e vai à final da Taça GB




Vasco x Fla sub-17 (Foto: Reprodução) Flamengo e vasco se enfrentaram neste sábado, em Itaguaí, pelo returno da Taça Guanabara da categoria sub-17. Melhor para o Mengão, que venceu por 4 a 2 e se garantiu, com uma rodada de antecipação, na final da competição. Renan Donizete, Marquinhos, Renato Maceió e Douglas Baggio fizeram os gols flamenguistas no jogo, este último em uma linda bicicleta.

O jogo começou com o Flamengo saindo na frente, com Renan Donizete. Filho do famoso Pantera, o jovem imitou a tradicional comemoração do pai, como um felino andando pelo gramado. Ainda no primeiro tempo, o vasco virou para 2 a 1, mas o Mengão buscou o empate antes do intervalo, com Marquinhos.

Na segunda etapa, Renato Maceió, em bela arrancada, fez 3 a 2 para o Flamengo e Douglas Baggio, de bicicleta, fechou o caixão vascaíno. Neste domingo, o Fluminense encara o Madureira e, se ao menos empatar, garante a outra vaga na final também com uma rodada de antecipação. No caso de derrota tricolor, a definição fica para a última jornada.

Renato elogia time B do Santos, mas diz que Neymar daria mais trabalho




luiz antonio renato flamengo  (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) Será um Santos diferente contra o Flamengo. Semifinalista da Libertadores, o técnico Muricy Ramalho vai usar os reservas na quinta rodada do Brasileirão. Neymar, Ganso e companhia não estarão no Rio para o jogo deste domingo, às 16h, no Engenhão. No discurso rubro-negro, pouco importa. Depois de Joel Santana ter dito que seria melhor enfrentar os titulares do Peixe para dividir a responsabilidade, o meia Renato demonstrou indiferença com a possibilidade de enfrentar a equipe “B” do clube paulista.

- A equipe do Santos é de qualidade. É um plantel muito bom. Os que vão entrar virão motivados para mostrar o trabalho. Independentemente de ser titular ou reserva, temos que vencer e subir na tabela. Não tenho preferência. A minha preferência é ganhar, fazer um bom jogo. A gente tem que procurar sempre vencer.

Renato, no entanto, reconhece que o time principal do Santos ofereceria dificuldades maiores.

- Sabemos que o time titular joga de uma maneira, que tem jogadores como Neymar e Ganso, que são de muita qualidade. Mas temos de nos preocupar com a gente, fazer um grande jogo, colocar em prática tudo aquilo que procuramos treinar ao longo da semana para sair com o resultado positivo. Aproveitamos bastante a semana livre com treinos físicos e táticos. Joel pôde trabalhar um pouquinho mais.

O Flamengo está escalado para a partida e vai jogar com Paulo Victor, Wellington Silva, Marllon, Marcos González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson; Diego Maurício e Vagner Love.

O Mengão tem seis pontos e está em oitavo. O Santos, com três, é o 16º.

Exame aponta lesão, e Léo Moura não tem previsão de retorno




Léo Moura flamengo saindo do treino amparado pelo médico Márcio Tannure (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) O Flamengo perde Léo Moura por tempo indeterminado. Na manhã deste sábado, o lateral-direito passou por uma ressonância magnética que apontou uma lesão de grau 2 no músculo adutor da coxa esquerda. O departamento médico não estabeleceu um prazo para o retorno. Léo se machucou no coletivo de sexta-feira, está vetado para o jogo contra o Santos, neste domingo, e também é certo que ele não enfrentará o Grêmio, no fim de semana seguinte, em Porto Alegre. Na ausência dele, Wellington Silva assume a posição.

O ano de 2012 tem sido de lesões em série para o camisa 2, que tem 33 anos. Em fevereiro, ele machucou o joelho direito. Em março, sofreu uma lesão na parte posterior da coxa direita. Na terceira rodada do Brasileirão, contra a Ponte Preta, sentiu dores na coxa esquerda e ficou fora da partida contra o Coritiba, há uma semana. Quando se preparava para voltar, fica novamente fora de combate. De 32 jogos do time na temporada, ele participou de 22.


Luiz Antonio invade coletiva de Renato, vira motorista e trava chileno


A descontração de alguns jogadores do Flamengo não ficou só no rachão da manhã deste sábado. Depois do recreativo, o meia Renato foi escolhido para a entrevista. Durante o papo com os jornalistas, o camisa 11 foi interrompido por Luiz Antonio. O volante parou um carrinho de golfe na porta da sala de imprensa para esperar o companheiro. Acabou entrando no local e “tumultuou” o ambiente. Renato chegou a convidá-lo a ficar ao lado dele na mesa.

Enquanto o meia ainda atendia os jornalistas, Luiz voltou ao carrinho e dirigiu pelo estacionamento. Quando Maldonado tentou deixar o CT, o camisa 8 parou o veículo na frente do carro do chileno para impedir a passagem.

- Acabou o futebol, acabou o respeito – brincou Maldonado.

luiz antonio renato flamengo coletiva (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Luiz Antonio brinca durante a coletiva de Renato (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
Luiz voltou à sala de imprensa a pedido de Renato para buscá-lo. Enquanto isso, quase todos os jogadores relacionados para a partida contra o Santos aguardavam a dupla para deixar o Ninho do Urubu de ônibus e seguir para a concentração.

- Bora, aspira! Me leva para o vestiário – ordenou o camisa 11.

O Flamengo enfrenta o Peixe neste domingo, às 16h, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.



Love e Paulo Victor dão susto, e Mattheus estreia em rachão do Fla



vagner love flamengo treino contusão (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) O último treino do Flamengo antes da partida contra o Santos foi marcado por descontração, dois sustos e uma estreia. No rachão disputado na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu, os jogadores se divertiram no recreativo, vencido pela equipe de Renato. Mas alguns momentos mereceram preocupação. Primeiro, Vagner Love sentiu dores na perna direita após uma dividida com o goleiro Marcelo Carné. Depois, Paulo Victor recebeu uma bolada forte no rosto ao fazer a defesa num chute de Muralha. Ambos foram avaliados pelo médico Marcelo Soares e voltaram a participar normalmente da atividade. Após o treino, Love foi para o departamento médico. O atacante e o goleiro, no entanto, não preocupam para a confronto contra os paulistas.

Convocado por Joel Santana para o jogo, o meia Mattheus fez a estreia dele no rachão. O jogador atuou como zagueiro e levou algumas broncas do goleiro Felipe e de Vagner Love. Ele entrou na equipe de Léo Moura, que não treinou por conta de um problema na coxa esquerda. O camisa 2 está vetado e será substituído por Wellington Silva, que também não participou do último treinamento. Ele está gripado, mas não será problema para a partida.

Os outros garotos recém-promovidos ao grupo principal também participaram. O zagueiro Frauches ficou na equipe de Léo Moura. Já Thomás e Adryan reforçaram o time de Renato. Ainda não foi desta vez que os três foram convocados por Joel.

Depois do rachão, Renato e Bottinelli treinaram cobranças de pênalti. O aproveitamento de ambos foi bom. Os atletas que não foram relacionados partiram para um treino físico. Entre eles, Welinton, que perdeu a vaga de titular para Marllon, e Kleberson. O Penta começou o Brasileirão na equipe de cima, passou a ser reserva e continua perdendo espaço.

O atacante Deivid também ficou fora do treino. Ele sente dores no tendão de Aquiles do pé direito.

Flamengo e Santos se enfrentam às 16h (de Brasília). O Rubro-Negro tem seis pontos e está em oitavo. O Peixe, que jogará com reservas por conta da disputa da Libertadores, é o 16º, com três.

Os convocados do Flamengo:
Goleiros: Paulo Victor e Felipe
Zagueiros: Marcos González, Marllon e Thiago Medeiros
Laterais: Magal e Wellington Silva
Volantes: Airton, Luiz Antonio, Ibson, Muralha e Amaral
Meias: Renato, Bottinelli e Mattheus
Atacantes: Vagner Love, Diego Maurício, Negueba e Hernane



Na quinta rodada, Joel estica prazo para acertar o Fla: 'Um ou dois jogos'



Zinho e Joel Santana  (Foto: Richard Fausto de Souza / Globoesporte.com)
Logo após o empate por 1 a 1 com o Sport na primeira rodada do Brasileirão, Joel Santana pediu “quatro ou cinco jogos” para organizar o time do Flamengo. Isso depois de a equipe ter ficado 27 dias só treinando por conta das eliminações no Carioca e na Libertadores. Neste domingo, o Rubro-Negro fará a quinta partida no campeonato, contra o Santos, no Engenhão. De lá para cá, algumas mudanças ocorreram: Ronaldinho Gaúcho saiu, Ibson chegou, Paulo Victor e Marllon viraram titulares. A equipe ainda está em formação, e Joel estica o prazo.

- Quatro ou cinco jogos foi modo de dizer. A equipe está chegando. Dá um crédito de confiança, mais um ou dois jogos. Ainda não estamos numa posição em que gostaríamos de estar. O jogo contra o Inter é que está dando a diferença. Se não tivéssemos bobeado naquele jogo, quando vencíamos por 3 a 1, já estaríamos na zona da Libertadores. Não estariam me perguntando sempre se eu vou cair.

Na segunda rodada, Flamengo e Inter empataram por 3 a 3. Depois, novo empate: 2 a 2 com a Ponte Preta. A primeira vitória só foi conquistada na quarta rodada, contra o Coritiba: 3 a 1. O time está em oitavo no campeonato, com seis pontos.

- O time está se organizando e o que eu queria era repetir a equipe, deixar a equipe postada. O time treinou bem, gostei dos treinamentos. Espero que a equipe consiga fazer aquilo que vai precisar fazer no jogo. Ser alegre, feliz, tomar a iniciativa. Vamos ver se a equipe se comporta.

Joel fez três coletivos seguidos na semana e usou sempre a mesma formação: Paulo Victor, Léo Moura, Marllon, Marcos González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson; Diego Maurício e Vagner Love. No coletivo da manhã de sexta, no entanto, Léo Moura se machucou e está vetado. Wellington Silva será o substituto.

Flamengo e Santos vão se enfrentar às 16h (de Brasília).



Camisa 10 do Fla pode ficar vaga

A camisa 10 do Flamengo ficou vaga após a saída de Ronaldinho Gaúcho. Desde então, a diretoria já avisou que está atrás de um jogador de peso para ser o craque do time e não deixar a torcida orfã.

 Três nomes foram cogitados para assumir a camisa 10, mas todos são muito difíceis e, caso o clube não consiga um grande reforço para posição, a ideia é deixar o número vago e apostar nos garotos das divisões de base. Diego (do Wolfsburg), Conca (do Guangzhou) e Renato Augusto (do Bayer Leverkusen) são apostas muito caras, mas são os nomes que se encaixam no perfil escolhido.

 – Se não contratarmos um camisa 10 de peso, nós vamos apostar nos jogadores que já temos. No Flamengo não pode jogar qualquer um. Nosso elenco tem jogadores de qualidade, jogadores jovens e temos confiança na capacidade deles – afirmou o vice de futebol, Paulo César Coutinho.

A camisa 10 sempre ficou marcada no Flamengo por ser utilizada por grandes jogadores. O de maior destaque foi Zico, mas depois dele muitos outros craques vestiram a camisa rubro-negra com o número às costas. Disputar o Campeonato Brasileiro sem que nenhum jogador utilize a camisa 10 seria uma novidade.

Há o temor de que dar o número que era de Ronaldinho a um jogador muito novo pode causar uma pressão ainda maior nos ombros de um menino.

Enquanto Joel Santana não tem o seu camisa 10 ideal, ele vai improvisando com Ibson. O jogador já até atuou na posição com o próprio treinador no Flamengo, em 2007, mas costuma render mais quando vem de trás, jogando como um volante que tem liberdade para atacar. Ele ainda não conseguiu ter atuações convincentes, embora tenha tido contribuição nos lances de gol do time nos últimos jogos.

Bottinelli poderia ser o armador da equipe. Ele foi contratado no começo de 2011, ainda sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, mas não conseguiu ter uma sequência de boas atuações. O argentino chegou a decidir alguns jogos, mas não caiu no gosto de Joel Santana. Recentemente, o clube tentou envolvê-lo numa negociação com o Cruzeiro, mas ele preferiu permanecer no Flamengo, mesmo no banco de reserva.



Flamengo procura parceiro para viabilizar a chegada de camisa 10



Renato Augusto, Diego, Conca, Juan, Adaílton e Anderson Polga 

O desejo do Flamengo de ter a sua 10 vestida por um jogador tarimbado do futebol mundial depende, antes de qualquer início de negociação com um dos nomes pretendidos, de um parceiro para viabilizar uma possível operação.

Ciente de que uma eventual transação envolvendo Conca, Diego ou Renato Augusto despenderá cifras milionárias, o clube foi ao mercado nos últimos dias em busca de um investidor, mas ainda não o encontrou.

Não foi traçado o perfil ideal do mecenas que o Rubro-Negro deseja para ter o seu novo camisa 10 no Campeonato Brasileiro. Até porque, o próprio Flamengo sabe que não está na condição de escolher.

Os potenciais parceiros envolvidos no projeto fracassado por Ronaldinho não querem, por ora, participar do novo sonho de consumo rubro-negro. Eles sequer foram consultados pelo clube, já ciente de uma negativa.

E não foi só a Traffic que se sentiu lesada na investida pelo atacante. Patrocinadores e empresas terceirizadas que confeccionaram produtos licenciados do jogador que chegaram a ir para o mercado não querem arriscar, agora, um novo investimento sem a garantia de um retorno.

As dificuldades com as quais se deparam o departamento de futebol para a contratação do meia pedido por Joel Santana fazem o clube ter um plano B.

Segunda opção que praticamente pode ser cravada como uma solução caseira. É um consenso entre a diretoria que, se não for possível contratar um 10 tarimbado, o clube não investirá em apostas ou nomes desconhecidos, como já foi feito recentemente na aquisição de jogadores para outras posições carentes do time do Flamengo.

A prioridade, então, será de quem já está no grupo. Leia-se nas entrelinhas, Bottinelli ou os jovens efetivados da categoria de base e que voltaram a ter espaço com Joel Santana.

E o treinador do Fla, na espreita, prefere aguardar uma posição oficial da diretoria, mas com a certeza de que o time terá caras novas ao longo da competição.

– Os reforços vão chegar de acordo com o que vai acontecer. Um está esperando a competição terminar, o paraguaio está vindo... O Rio é bom, não é? Rio, Nova York, Paris... Somos escolhidos porque somos diferentes – despistou Joel, referindo-se, por último, ao volante paraguaio Cáceres, que deverá chegar ao clube rubro-negro já na próxima semana.

Enquanto as negociações não evoluem, o Flamengo tenta se firmar no decorrer do Campeonato Brasileiro sem a mística da camisa famosa na História do futebol por ter o responsável por decidir os jogos.


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Petkovic vai doar par de chuteiras da despedida ao acervo do Maracanã


Petkovic Novo Maraca
O Maracanã completa 62 anos neste sábado. Como parte das comemorações, o ex-jogador de Flamengo,  o sérvio Petkovic, vai doar ao acervo do Museu do Maracanã o último par de chuteiras usado em sua carreira profissional, que teve o ponto final em uma partida entre Flamengo e Corinthians, em 2011, no Engenhão.

A visitação ao público, que será gratuita neste sábado, começa a partir de 12h. Os interessados poderão ver uma exposição com peças que estão sendo usadas na obra do Maracanã.

Ao anoitecer, uma iluminação especial idealizada pelo designer Peter Gasper será ligada sobre a Torre de Vidro do estádio.

Welinton fica fora da lista de Joel para o jogo contra o Santos


welinton flamengo (Foto: VIPCOMM)
Welinton não perdeu apenas o posto de titular da zaga do Flamengo. O jogador não foi relacionado pelo técnico Joel Santana para a partida contra o Santos, neste domingo, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Thiago Medeiros, contratado depois de ser destaque do Madureira no Campeonato Carioca, entra na lista e será opção para o setor.

Welinton perdeu a posição para Marllon, que substituiu Marcos González nas partidas contra Ponte Preta e Coritiba enquanto o chileno defendia a seleção de seu país. Com a volta do titular, o camisa 3 foi parar no banco. A diretoria não descarta negociá-lo por empréstimo, mas antes pretende contratar um reforço. Adaílton, ex-Santos, que está no Sion, da Suíça, é o alvo da vez.

Nos treinos coletivos da semana, Welinton formou a zaga reserva ao lado de Arthur Sanchez. Na manhã desta sexta, Thiago Medeiros foi improvisado por Joel na lateral esquerda. Em entrevista coletiva, o técnico disse que a mudança no time titular era apenas uma opção técnica.

- Nem sei se ele (Welinton) está em negociação. Foi uma decisão tomada, coloquei o Marllon, voltou o González e tenho que tirar um. Nossa defesa é uma das mais vazadas da competição (sofreu sete gols). Normal, natural, mexi no setor. 

Welinton, de 23 anos, tem contrato até março de 2016 com o clube, faz parte do grupo principal desde 2009, mas ainda não conseguiu conquistar a confiança da torcida. Ele disputou 135 partidas e marcou três gols. As principais conquistas dele pelo clube são os Cariocas de 2009 e 2011 e o Brasileirão de 2009. Vale lembrar que ele disputou os quatro primeiros jogos do Brasileirão e, para ser negociado com algum clube da Primeira Divisão, não pode atingir o limite de sete.

Flamengo e Santos vão jogar às 16h (de Brasília). O Rubro-Negro está definido com Paulo Victor, Wellington Silva, Marllon, Marcos González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson; Diego Maurício e Vagner Love. Joel costuma relacionar 20 jogadores para as partidas, mas a lista ainda não foi divulgada. O grupo inicia a concentração para o jogo na noite desta sexta-feira.




RJ define as cores das cadeiras do Maracanã: azul, branco e amarelo


O governo do Rio de Janeiro apresentou nesta sexta-feira o projeto de como será a pintura das cadeiras do Maracanã. Nada de cinza ou vermelho, como chegou a ser divulgado anteriormente. O palco da final da Copa do Mundo de 2014 terá assentos brancos, azuis e amarelos.

Contando com o verde do gramado, isso quer dizer que as cores da bandeira do Brasil estarão representadas no estádio. Antes da obra de modernização para 2014, o Maracanã também tinha cadeiras brancas, verdes, amarelos e azuis espalhadas pelos setores.

- Ficou muito bonito, pois mistura as cores do Brasil e do Rio de Janeiro (azul e branco). - Estamos vivendo um novo momento. Há 20 anos, o Rio de Janeiro foi palco de uma desgraça vista pelo mundo inteiro: na final do Brasileiro entre Flamengo e Botafogo, aqueles torcedores caindo... O estádio estava defasado e abandonado. Hoje temos essa felicidade de ver um futuro Maracanã, que será repleto de modernidade com essa concessão que faremos. Só tenho a agradecer a todos meus companheiros e aos operários - disse o governador vascaíno, Sergio Cabral.

Maracanã (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com) 
As cores do novo Maracanã: 'pilastras' são apenas da maquete (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com)

A diferença é que agora as cores estão divididas por camadas. A parte mais próxima do gramado é a amarela. Em seguida, uma faixa azul pega a parte intermediária das arquibancadas. No alto, cadeiras brancas.

A maquete com a nova pintura foi revelada durante a comemoração do aniversário do Maracanã, que completará 62 anos no sábado. O governo do Rio de Janeiro revelou que até o final do mês será decidido qual o tipo de cadeira será usada na arena.

- Vamos definir o modelo das cadeiras até o fim desse mês de junho. Duas ficaram para a final e o custo está sendo levando em consideração. Mesmo sendo até 3% do valor total da obra do Maracanã, as cadeiras não são baratas – disse o presidente da Empresa de Obras Públicas, Ícaro Moreno, que ainda garantiu que a Fifa liberou o atual modelo de grama e de drenagem.

- Conversamos com a Fifa e está tudo acertado. Vamos manter o que estava planejado no projeto. A grama será a bermuda e começará a ser colocada, através de rolos, em dezembro. O Maracanã está com 56% das obras concluídas e agora entraremos no processo de finalização.

Capitão do tricampeonato da Seleção em 1970, o ex-lateral Carlos Alberto Torres foi homenageado com uma exposição no Maracanã. Seu filho, o ex-zagueiro Alexandre Torres, também teve um "presente": eternizou os pés na Calçada da Fama do estádio.

- Não sei se mereço tanto, mas acabei de receber um elogio do Parreira, que está aqui, e isso já me deixa tranquilo - afirmou Alexandre.


maquete do novo estádio do Maracanã (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com) 
A maquete completa de como ficará o Maracanã para a Copa (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com)


Vigiado: Joel dá chance a Diego Maurício e monitora comportamento


O bom desempenho na vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba, sábado passado, deu a Diego Maurício a vaga de titular no ataque do Flamengo ao lado de Vagner Love. Joel Santana manteve o jogador na equipe de cima em todos os coletivos da semana e ele será escalado para enfrentar o Santos, domingo, às 16h, no Engenhão. Diego está sob observação. Não só dentro de campo. O treinador diz que está atento ao comportamento do atacante.

- Temos procurado falar com ele. Está tendo a oportunidade, teve alguns deslizes e hoje um jogador tem que entender que no mundo do futebol, ainda mais pelo que nós representamos no Flamengo, não adianta só produzir. Tem que produzir com qualidade.

Diego Maurício treino Flamengo (Foto: Marcia Feitosa / VIPCOMM) 
Diego Maurício em treino do Flamengo: titular contra o Santos (Foto: Marcia Feitosa / VIPCOMM)
 
Os atrasos foram um dos principais problemas disciplinares do jogador, desde os tempos de Vanderlei Luxemburgo. Com Joel, houve uma vez que chegou ao treino 40 minutos depois do horário marcado. Disse que havia dormido demais e foi perdoado. Luxa era mais duro e chegou a deixar o garoto fora das convocações.

Joel lembra que Diego Maurício não é o único alvo das conversas. Os garotos recém-promovidos têm recebido atenção especial. Mattheus, Adryan, Thomás e Frauches foram integrados ao grupo principal esta semana.

- Temos feito reuniões com eles. São meninos que vão fazer uma base de um clube muito forte. Têm que estar prontos para elogios e cobranças. Aqui a cobrança é muito forte. Umas verdadeiras e outras de uma criatividade que eu vou te contar. Vamos tratar a molecada com carinho. Não podems transferir responsabilidades para eles. Muitos jogadores foram lançados antes da hora e não aconteceu nada com ele. Com a equipe pronta, ele vai junto. Se não estiver pronta, vão cobrar dele também. Não é para cobrar deles agora. Tem que cobrar do treinador.

Dos garotos que subiram, Mattheus foi o único convocado para a concentração, que começa na noite desta sexta. Ele, no entanto, não tem presença no banco de reservas garantida.

Joel justifica escalação de Marllon

O técnico decidiu manter o Marllon na zaga titular. Com o retorno de Marcos González da seleção chilena, Welinton foi para o banco. Existe a possibilidade de o zagueiro ser negociado com algum clube brasileiro.

- Nem sei se ele está em negociação. Foi uma decisão tomada, coloquei o Marllon, voltou o González e tenho que tirar um. Nossa defesa é uma das mais vazadas da competição (sofreu sete gols). Normal, natural, mexi no setor.

O Mengão está escalado: Paulo Victor, Wellington Silva, Marllon, Marcos González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson; Diego Maurício e Vagner Love.

Seleção dos ‘coroas’ do Brasileirão é um timaço




Enquanto o futebol brasileiro se esforça para segurar os jovens valores, os ‘velinhos’ mostram que estão com a bola toda. Formando uma seleção apenas com os coroas do Brasileirão, constatamos um timaço que faria frente a qualquer adversário. O problema seria o fôlego, mas no quesito talento….










Veja como seria a seleção dos ‘coroas’ do Brasileirão, com jogadores acima de 33 anos:

1 – Rogério Ceni (São Paulo) – 39 anos
2 – Leonardo Moura (Flamengo) – 33
3 – Índio (Inter) – 37
4 – Gilberto Silva (Grêmio) – 35
5 – Marcos Assunção (Palmeiras) – 35
6 – Felipe (Vasco) – 34
7 – Zé Roberto (Grêmio) – 37
8 – Juninho Pernambucano (Vasco) – 37
10 – Deco (Fluminense) – 34 anos
11 – Emerson Sheik (Corinthians) – 33
9 – Loco Abreu (Botafogo) – 35

Outras opções:

Goleiros: Dida (Portuguesa) – 38 anos, Harlei (Goiás) – 40 anos e Magrão (Sport) – 35
Laterais: Leo (Santos) – 36 e Alessandro (Corinthians) – 33
Zagueiros: Ronaldo Angelim (Barueri*) – 36 anos
Volantes: Tinga (Cruzeiro) – 34 e Túlio (Figueirense) – 36
Meias: Paulo Baier (Atlético-PR*) – 37, Kleberson (Flamengo) – 33, Fernandes (Figueirense) – 34, Renato Abreu (Flamengo) – 34, Danilo (Corinthians) – 33, Lincoln (Coritiba) – 33, Souza (Cruzeiro) – 33, Roger (Cruzeiro) – 33, Tcheco (Coritiba) – 35 e Gilberto (América-MG) – 36
Atacantes: Marcelinho Paraíba (Barueri*) – 37 anos, Araújo (Náutico) – 34, Iarley (Goiás) – 38, Junior (Bahia) – 36, Fábio Júnior (América-MG*) – 34 e Liédson (Corinthians) – 34

(*) Times da Série B

Flamengo vai recolher camisas de R10 e entregá-las para doação

No domingo, na partida entre Flamengo e Santos, no Engenhão, o Exército da Salvação irá coletar camisas rubro-negras com o nome de Ronaldinho Gaúcho. O meia trocou a Gávea pelo Atlético-MG após entrar na Justiça. A ideia foi dos publicitários Fábio Meneghini e Washington Olivetto e foi publicada nesta sexta na coluna de Ancelmo Gois, em "O Globo".

Para o comentarista do SporTV Telmo Zanini, a brincadeira é curiosa, mas não deveria ter sido adotada pela diretoria do Flamengo. O jornalista, inclusive, criticou a postura dos cartolas rubro-negros desde a saída do antigo técnico Vanderlei Luxemburgo, em fevereiro.

- Pior do que o comportamento do Ronaldinho, que foi lamentável, só mesmo a atuação da diretoria do Flamengo em todo o episódio. Na época em que o Flamengo demitiu o Vanderlei Luxemburgo e ficou com o Ronanldinho, eu achei um absurdo. Em um grupo, em um esporte coletivo, você não pode transgredir a hierarquia, a disciplina daquele jeito. Naquele momento, o Flamengo deveria ter ficado com o técnico. De lá para cá, só fez aumentar essa cachoeira de desmandos, de medidas equivocadas. É terrível o comportamento da direção do Flamengo - disse Telmo, no "Redação SporTV" desta sexta.

ronaldinho gaucho flamengo deixa o gramado (Foto: Marcelo Carnaval / Agência O Globo)Marcelo Courrege, repórter da TV Globo, acredita que o clube da Gávea deveria deixar o caso Ronaldinho Gaúcho para trás e pensar somente em sua campanha no Brasileirão.

- Parece coisa de marido traído, que está com raiva da mulher e sai difamando para todo mundo. Eu acho que o Flamengo aumenta o caso a cada postura, a cada notícia dessa que surge. A cada medida, por mais gaiata que seja, você dá mais peso à crise.




Muricy fecha portões por conversa de 30 minutos com elenco e treina time B contra o Flamengo


O técnico Muricy Ramalho retardou a abertura dos portões no CT Rei Pelé em prol de uma conversa particular com o elenco santista que durou cerca de 30 minutos nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé. Em seguida, o treinador comandou um treino-tático com o time B que enfrentará o Flamengo neste domingo, às 16h (de Brasília), no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Além da ausência dos titulares, Muricy conta com muitos desfalques no departamento médico. Bernardo, David Braz, Galhardo, Fucile e Pedro Castro não estão a disposição para o duelo contra os cariocas.

Por conta disso, o técnico escalou o time com vários jovens revelados pelo clube, e formou a equipe no esquema 4-4-1-1.

“O trabalho que teve foi esse, tivemos uma conversa antes, por isso. O time ainda não está definido. Estamos com muitos jogadores machucados, esta difícil até para formar o banco, mas temos que jogar”, afirmou Muricy.

O técnico santista dará descanso para os titulares visando o jogo de volta da semifinal contra o Corinthians na próxima quarta-feira, no estádio do Pacaembu. O comandante santista, inclusive, poupará o atacante Borges contra o Flamengo, que briga por uma vaga na equipe titular com Elano e Alan Kardec.

Muricy prevê que chegará atrasado no Engenhão, já que promoverá um treino-tático na manhã do domingo com os titulares que enfrentarão o Corinthians. Por isso, o auxiliar-técnico Tata comandará os reservas contra o Mengão.

O time B do Santos enfrentará o Flamengo com a seguinte formação: Aranha; Maranhão, Bruno Rodrigo, Gustavo Henrique e Emerson Palmieri; Ewerton Páscoa, Anderson Carvalho, Crystian, Gerson Magrão e Felipe Anderson; Rentería



Exame de Ronaldinho com traço de álcool aparece





Adaílton sobre interesse do Fla: 'Marca muito expressiva'


Adaílton (Foto: Ivan Storti)Com boas passagens por Santos e Seleção Brasileira de base, o zagueiro Adaílton, de 29 anos e atualmente no Sion, da Suíça, pode pintar como novo reforço do Flamengo. Questionado sobre o interesse, ele se mostrou orgulhoso, mas evitou falar demais.

- Claro que é sempre uma marca muito expressiva. Logicamente que quando se fala em Flamengo em qualquer lugar do mundo, logo dizem: "Poxa, Flamengo, Zico..." Agora tem o Vagner Love, que todo mundo conhece. Todo mundo fica feliz com qualquer tipo de possibilidade (de vestir a camisa do Flamengo) por mínima que seja, mas pretendo falar disso somente quando exister algo concreto - afirmou ao MAIS.

Augusto Castro, agente do zagueiro, confirma a consulta por parte do Flamengo, mas afirmou estar à espera uma proposta oficial.

- Empresários me procuraram falando do nome do Flamengo, mas essa bola ainda não rolou. Esperamos por uma proposta oficial. Quando ela surgir, ouviremos o Flamengo com o maior carinho. Não só o Flamengo, como qualquer outro clube brasileiro que nos procurar. Seria uma grande contratação - elogiou.

O pentacampeão Anderson Polga, de 33 anos, que teve seu contrato com o Sporting de Lisboa encerrado, é outra opção. Juan, da Roma, segue sendo o sonho da diretoria rubro-negra para o setor defensivo.

Problema jurídico facilita vinda do jogador para o Brasil

Uma questão judicial fez o Sion, da Suíça, ter uma péssima temporada, terminando em último lugar no campeonato nacional. De acordo com o agente de Adaílton, esse fator facilita um eventual retorno ao Brasil:

- Por problemas na Justiça, o clube dele perdeu 37 pontos e só não foi rebaixado porque um clube intermediário desistiu de disputar a Primeira Divisão. Por isso, surgiu a oportunidade de ele voltar para o Brasil. Se eu pudesse ajudá-lo em sua decisão, o diria que é o momento ideal para voltar ao Brasil.

Ciente da necessidade do Fla de contratar um zagueiro, Augusto destacou o porte físico e a experiência de seu cliente.

- O Flamengo está buscando um jogador para a posição. Ele tem 1,90m, foi capitão no Santos, no Rennes, no Santos e no Sion - concluiu.

BATE-BOLA
Augusto Castro, empresário de Adaílton

O Flamengo busca não gastar muito dinheiro com contratações. O Adaílton seria caro?
Pela boa relação que tenho com o clube, acredito que não teríamos problema. A minha empresa (Goal Sports Promotion) seria parceira do Flamengo nessa questão, sem problemas. Poderíamos tentar a rescisão contratual com o clube suíço (Sion).

Já recebeu outras sondagens por ele?
Muita gente me ligou do futebol brasileiro, principalmente depois do que aconteceu na Suíça.

Ele é experiente, tem 29 anos. Chegaria para acertar a defesa do Flamengo?
Sem dúvida seria uma ótima contratação para o Flamengo. Já conquistou títulos na Seleção de base, conquistou um Mundial Sub-20.


Léo Moura ''bichado'' se machuca no terceiro coletivo seguido e não pega o Santos

O time do Flamengo estava definido para o jogo contra o Santos, neste domingo, às 16h, no Engenhão. Na manhã desta sexta-feira, Joel Santana comandou um treino coletivo pelo terceiro dia seguido e repetiu a formação da equipe. Mas no fim da movimentação, Léo Moura se machucou em disputa com Thiago Medeiros e deixou o treino com a mão no músculo adutor da coxa esquerda rumo ao departamento médico do clube. Assim, o lateral que ficou fora do jogo contra o Coritiba por conta de dores musculares, também não enfrenta o Peixe.

Léo Moura passará por uma ressonância magnética neste sábado para saber a gravidade na lesão. Sem o titular, Wellington Silva assume a lateral direita do Flamengo.

Léo Moura flamengo saindo do treino amparado pelo médico Márcio Tannure (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Léo Moura deixa treino amparado pelo médico Márcio Tannure (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
Durante a atividade, Joel orientou o posicionamento, principalmente o defensivo. A todo momento, ouvia-se a voz do técnico dizendo “pega, pega”. Com o treino muito truncado, o time titular mostrava muita dificuldade para concluir as jogadas ao chegar na área, mas Diego Maurício marcou os dois gols da equipe, um deles sem chances de defesa para Felipe.

diego mauricio flamengo treino (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
A ausência na atividade ficou por conta de Deivid. Com dores no tendão de Aquiles do pé direito, o atacante desfalcou o time reserva e também está fora do jogo contra o Santos.
 
A equipe titular treinou com Paulo Victor, Léo Moura (Wellington Silva), Marllon, Marcos González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson, Diego Mauricio e Vagner Love. No fim, Joel tirou Luiz Antonio para a entrada de mais um atacante Hernane.

O jogo entre Flamengo e Santos é válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro começa jogando com Paulo Victor, Wellington Silva, Marllon, González e Magal; Airton, Renato, Luiz Antonio e Ibson; Diego Maurício e Vagner Love. Com seis pontos, o Flamengo ocupa a oitava colocação, enquanto o Santos, envolvido com a Libertadores, aparece em 16º lugar, com apenas três pontos.


Flamengo sonho alto para reforçar time no Brasileirão

           Renato Augusto, Diego, Conca, Juan, Adaílton e Anderson Polga: listão do Fla


O Flamengo procura reforços para três posições e a lista que se encontra em poder da diretoria é, no mínimo, ambiciosa e financeiramente distante da atual realidade rubro-negra.

A camisa 10 que foi envergada por Ronaldinho é a que encabeça as opções mais tarimbadas e, ao mesmo tempo, dispendiosas: Diego, do Atlético de Madrid (ESP); Renato Augusto, que está no Bayer Leverkusen (ALE); e Conca, jogador do Guangzhou Evergrande, da China, são os alvos do Flamengo.

No atual momento, não há negociações em curso com os três jogadores. Houve apenas contatos prévios como forma de sondagem com representantes desses alvos para saber a atual situação de cada um em seus respectivos clubes.

A própria diretoria está ciente de que um eventual início de conversa mais concreta seria difícil em função dos valores envolvidos (veja detalhes nos quadros abaixo).

Ao mesmo tempo em que se depara com a realidade financeira que inviabilizaria a contratação de algum desses reforços, a cúpula quer agir com pressa por entender que a vaga deixada por Ronaldinho precisa ser ocupada rapidamente.

Em um patamar mais praticável estão os nomes escolhidos para reforçar a defesa e a lateral esquerda.

Os preferidos para a zaga eram Juan, da Roma (ITA), e Anderson Polga, que deixou o Sporting, de Portugal, no fim de maio. Adaílton, do Sion (SUI), tornou-se uma opção. Isso porque a pedida salarial de Juan, em um primeiro momento, foi considerada alta pelo Flamengo. Já Polga foi oferecido por empresários e encontrou rejeição interna.

Para a lateral, Ramon, do Corinthians, já tem as bases salariais acertadas, mas não será liberado antes do fim da participação do clube na Libertadores.

OS ALVOS

Diego
Wolfsburg (ALE)
Sonho Na lista de reforços para vestir a 10, Diego é um nome que agrada à cúpula do Flamengo. O grande problema é que ele tem os direitos econômicos vinculados ao Wolfsburg, da Alemanha, e o clube só aceita negociá-lo de maneira definitiva. Diego estava emprestado ao Atlético de Madrid na temporada passada, mas terá de retornar ao clube alemão. O meia destacou-se no Campeonato Espanhol. Foram 30 partidas, três gols marcados e cinco assistências, conquistando a Liga Europa. O interesse de Diego era de permanecer na Espanha. Recentemente, alguns clubes brasileiros tentaram o empréstimo dele, sem sucesso.
Valor de mercado
R$ 25,9 milhões

Conca
Guangzhou Evergrande (CHN)
Prioridade do rival O argentino deixou o Fluminense no ano passado para ganhar cerca de R$ 60 milhões do clube chinês nos dois anos e meio de contrato. Depois de uma temporada, o meia quer voltar para o futebol brasileiro. No país, entretanto, a prioridade de Conca é o Fluminense. Até o momento, por sua vez, o Tricolor não apresentou uma oferta pelo jogador e diz que não é possível repatriar Darío neste momento. Segundo o site de cotação de jogador, Transfermarkt, Conca está avaliado hoje em um milhão de euros (R$ 2,6 milhões). O clube chinês não estipulou oficialmente um valor para negociar o meia.
Valor de mercado
R$ 2,6 milhões

Renato Augusto
Bayer Leverkusen (ALE)
Cria do Fla Revelado pelo próprio Flamengo, o meia está avaliado em pouco mais de R$ 36 milhões. Em função de uma lesão na coxa em meados de abril, não participou dos jogos do time alemão no fim da temporada. O jogador disputou apenas 24 partidas no período de um ano. O Flamengo já havia cogitado a possibilidade de contratar Renato Augusto, propondo envolver outros jogadores do clube na negociação com o Bayer. A diretoria, então, aposta na vontade do jogador de retornar para o país, visando a um espaço na Seleção Brasileira, como um facilitador em uma possível negociação.
Valor de mercado
R$ 36,3 milhões

Adaílton
Sion (SUI)
Opção viável O jogador tem contrato vigente com o Sion até julho deste ano. O zagueiro foi oferecido à diretoria recentemente. O nome, inicialmente, ficou em segundo plano, enquanto o Rubro-Negro tentava Juan e Anderson Polga. Mas em função da dificuldade do acerto com Juan, que era o preferido, o Flamengo voltou as atenções para Adaílton para garantir, ao menos, um zagueiro para reforçar o time no Campeonato Brasileiro. Oficialmente, o clube não confirma, mas as negociações estão adiantadas. No meio do ano passado, o Botafogo tentou a contratação do jogador, mas sem sucesso.
Valor de mercado
R$ 3,8 milhões

Anderson Polga
Sem clube
Livre O zagueiro foi oferecido por meio de empresários ao Flamengo tão logo que deixou o Sporting, de Portugal, após o término do contrato. O nome, entretanto, ganhou resistência por parte de pessoas da diretoria e também da comissão técnica. A contratação, para o Flamengo, despenderia apenas de gastos com salários do jogador, que está com 33 anos. Anderson Polga também despertou a atenção de outros clubes brasileiros, mas, até o momento, não recebeu propostas, apenas sondagens. Recentemente, a imprensa em Portugal chegou a noticiar o interesse do Flamengo na contratação do defensor.
Valor de mercado
Sem vínculo com clube algum

Juan
Roma (ITA)
O sonho Nome preferido para reforçar a zaga, Juan pediu alto para o Flamengo. Foram cerca de R$ 400 mil em salários, valor considerado elevado demais pela diretoria rubro-negra. O contato aconteceu há mais de um mês, mas o próprio jogador havia manifestado o interesse em permanecer no clube italiano, com o qual tem mais um ano de contrato. Nos últimos dias, Juan foi oferecido ao Internacional. A diretoria rubro-negra considera remota a possibilidade de um avanço nas negociações para ter o zagueiro. No ano passado, o Flamengo já havia tentado trazer o jogador, mas não obteve êxito.
Valor de mercado
R$ 5,1 milhões



Coisa de maluco: Ibson lembra papo com Pelé e volta à turbulência do Fla


Afinal, Ibson é maluco ou não? Essa foi a palavra que o jogador mais ouviu quando resolveu trocar o Santos, time da moda, pelo Flamengo, que enfrentava um momento de pressão depois das eliminações na Libertadores e no Carioca. Para se defender das acusações sobre sua sanidade mental, o volante diz que não rasga dinheiro, mas confessa que foi uma loucura quando recebeu um convite e se viu cara a cara com Pelé. Aos 28 anos, ele se orgulha de ter defendido o time do Rei do futebol, mas diz que o Rubro-Negro de Zico é diferente de tudo.

Ibson flamengo (Foto: Janir Junior / globoesporte.com) 
Ibson justifica troca de Santos por Fla: 'Vestir essa camisa é diferente' (Foto: Janir Júnior / Globoesporte.com)
 
- Diziam muito que eu era maluco por sair do Santos. Maluco eu não sou, não rasgo dinheiro. Claro que saí de um grande clube, com uma equipe que jogava junta há bastante tempo, e vim para um clube que estava em turbulência, que infelizmente não se classificou para a Libertadores, estava num clima ruim, ficou 30 dias parado. Mas eu cheguei bastante feliz, tenho o Flamengo guardado dentro do meu coração. Nosso time está bom, não temos uma equipe ruim. Espero que possamos mostrar isso dentro de campo - afirmou Ibson, dono da camisa 7, número que mereceu uma tatuagem em sua perna direita.

Ele explica por que acha que jogar no Flamengo é fora do comum:

- Aqui é mais complicado, a torcida, é pressão o tempo todo, são 40 milhões de torcedores, vestir essa camisa é diferente, não é fácil.

Na Baixada Santista, a mulher Cinthia fez amizade com a esposa de Edinho, filho de Pelé. As duas jogavam futevôlei juntas. Numa bela tarde de folga, o telefone tocou. Do outro lado da linha, veio um convite que mexeu com a cabeça do jogador.

- Foi uma coisa meio maluca conhecer o Pelé. Fizemos uma amizade bacana com o filho dele, Edinho. Minha esposa é amiga da mulher dele. Teve um dia que a gente estava em casa, e a esposa do Edinho ligou e convidou a gente para ir ao Guarujá, na casa do Pelé. Eu perguntei: “Para onde?” É, para a casa do Pelé. Fui muito bem recebido. Ele realmente é um cara sensacional, pegava meus filhos para brincar. Depois, eu estava concentrado, e minha esposa saiu para jantar com ele. Foi uma experiência muito bacana, meio louca, meio maluca. E não conversamos sobre futebol, até para ele deve ser complicado, as pessoas ficam muito em cima desse assunto. Foi uma reunião de família, conversa sadia - recordou.

tatuagem Ibson flamengo (Foto: Janir Junior / globoesporte.com)
Do passado para o presente, Ibson também conviveu com a maior estrela do futebol brasileiro na atualidade. Neymar virou um amigo e merece nota máxima na sua avaliação.

- Além de jogador, como ser humano o Neymar não é dez, é mil. A gente sempre se fala. Antes do jogo (contra o Corinthians, pela Libertadores, na quarta-feira), falei com ele, desejei sorte, estava na torcida. Não só ele como outros jogadores, como Edu Dracena, Arouca, Adriano, são amigos que eu fiz. Depois do jogo falei com o Borges. Temos uma amizade bacana. Pelos clubes que passei sempre fiz bons amigos. Isso é difícil de acontecer no futebol, mas nunca tive problema algum. Neymar é um garoto sensacional, sempre disposto a ajudar, último a sair do campo, treina sempre para melhorar.

Saiu de cena o menino da Vila, e o dia a dia de Ibson passou a ser ao lado da garotada do Flamengo. Apesar de ter bom relacionamento com todos os jogadores, o camisa 7 sempre é visto mais próximo dos jovens. A explicação vem escrita pela sua própria história no clube.

- Passei por essa transição dos juniores para o profissional quando subi em 2003. Você chega meio tímido, acanhado, olha para os caras que costumava ver pela televisão, e eles estão ao seu lado. Tento aproximar os mais novos. Mas brinco com todo mundo.

Brincadeiras à parte, Ibson tem duas marcas sérias em seu currículo: ter defendido os times que um dia foram de Pelé e Zico.

- É a camisa que Zico vestiu, como o Pelé vestiu a do Santos. É uma baita história, dois clubes que tiveram jogadores que marcaram a história do futebol, não só brasileiro como mundial. Fico feliz por ter vestido a camisa do Santos e do Flamengo.

Para voltar a vestir a camisa do Flamengo, além de um salário mais baixo do que recebia no Santos, Ibson tem que trilhar um longo caminho. Não em campo, onde é titular absoluto, mas sim para chegar até o Ninho do Urubu, já que mora perto de Maricá.

- Coisa de maluco, levo uma hora e meia ou uma hora e quarenta (minutos) todo dia. Mas estou procurando um apartamento, uma casinha para alugar aqui no Rio, porque está brabo. Niterói é a terrinha, bacana, não tenho vontade de sair de lá. Mas está difícil porque a esposa está cobrando, o marido está faltando em casa, chega tarde e quer dormir. Aí a patroa reclama - revelou Ibson, que não é nem maluco de questionar Cinthia.

Neste domingo, Ibson, do Flamengo que já foi de Zico, enfrenta o Santos, que já foi de Pelé. A partida será às 16h (de Brasília), no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

ibson durval neymar taça campeão paulista (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com) 
Ibson, Durval e Neymar na comemoração do título paulista deste ano pelo Santos (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)
 

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Recém promovido no Fla, Mattheus é convocado para Seleção Sub-20



Mattheus - Flamengo (Foto: Cléber Mendes)O meia Mattheus, filho de Bebeto, que foi promovido nesta semana aos profissionais do Flamengo, foi convocado pelo técnico Ney Franco para defender o Brasil no Quadrangular Internacional Sub-20. A lista de 18 jogadores foi divulgada na tarde desta quinta-feira e Mattheus é o único representante rubro-negro.

– Estou muito feliz de ter sido convocado novamente para defender a Seleção. Agradeço ao professor Ney pela oportunidade e posso garantir que me doarei ao máximo para conquistar mais um título pelo Brasil – disse o meia, ao LANCENET!

A delegação brasileira viaja no dia 26 deste mês para a Argentina, país sede. A estreia do Brasil será contra o Uruguai, no dia 28.

LISTA DE CONVOCADOS

Goleiros
LUIZ GUSTAVO (Vitória)
IGOR RAYAN (Cruzeiro)

Laterais
FABINHO (Fluminense)
HENRIQUE (São Paulo)
MANSUR (Vitória)

Zagueiros
LUIZ GUSTAVO (Palmeiras)
LUAN (vasco)
WELLINGTON CARVALHO (Fluminense)

Meias
RODRIGO CAIO (São Paulo)
JOÃO FELIPE (São Paulo)
MISAEL (Grêmio)
GIOVANNI (Corinthians)
MATTHEUS (Flamengo)
DERETTI (Figueirense)
MIKE (Internacional)

Atacantes
PAULO HENRIQUE (Atlético-MG)
BRUNO MENDES (Guarani)
ADEMILSON (São Paulo)


Zinho confirma interesse do Flamengo em Conca


Conca (Foto: ChinaFotoPress/Getty Images)Na edição da última quarta-feira, o jornal MAIS noticiou que Conca quer voltar para o Rio de Janeiro e informou a desistência do Fluminense na tentativa de repatriar o meia. Com o caminho livre para contratar o jogador, o Flamengo, na voz de seu diretor de futebol, mostrou interesse, mas alertou que o salário do argentino não pode ser exorbitante.

- É excelente jogador. Soube que a prioridade do jogador é voltar para o Flu, mas se ele tiver o interesse de jogar pelo Flamengo e se enquadrar na realidade financeira do clube, é claro que interessa. Se vier querendo ganhar os números que recebe na China não tem possibilidade nenhuma - avisou Zinho.

Fontes confirmaram que o Flamengo fez uma consulta direta a Conca sobre a possibilidade de voltar ao Brasil. O empresário do jogador, Régis Marques, garantiu que Conca não pedirá nenhuma quantia absurda caso volte para o futebol brasileiro.

- Ele vai se enquadrar nas condições que os grandes clubes brasileiros podem pagar, vai receber o que grandes jogadores recebem - explicou.

Questionado se o salário de Conca seria semelhante ao de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo - cerca de R$ 1,25 milhão -, Marques garantiu que não.

- Não, menos...

Rodrigo Caetano descarta volta ao Flu no momento

Os dirigentes do Flamengo podem se animar, pois o diretor executivo do Fluminense, Rodrigo Caetano, garantiu não existir qualquer possibilidade de repatriar o meia argentino.

- Querer todo grande clube brasileiro quer o Conca, mas desejo e realidade são duas coisas diferentes - disparou ao MAIS.

Caetano, inclusive, mostrou uma certa impaciência ao ser questionado se não havia nem uma mínima chance:

- Como vamos ter condições de trazê-lo se ele saiu daqui por um monte de dinheiro? (rindo de forma irônica)

Empresário quer ouvir negativa do Fluminense e vê Fla forte

Embora informado pelo MAIS que o Flu está fora da briga, o agente de Conca disse querer ouvir a negativa tricolor para buscar outros caminhos.

- Se o Rodrigo Caetano (diretor executivo tricolor) está falando isso, acho correto nessas condições, pois não vai ficar iludindo o Conca. Ele precisa escutar isso (a negativa) do Flu e ver o que vai fazer - disse.

Régis ainda garantiu que o argentino não tem resistência ao Flamengo, considerando-o capaz de contratá-lo.

- A gente sabe que o Flamengo pode pagar o que ele quer. Problema financeiro não teria, o que pesa é saber se vai querer o Flamengo. Mas olha: ele não tem nenhum problema com o Fla. Não é que ele não queira o Fla. Ele é um cara de palavra e quando saiu daqui disse que daria preferência ao Flu.

Tamanho do Fla e elogios de Zinho agradam a agente

Se Conca pensa duas vezes antes de começar a negociar com o Flamengo devido ao carinho pelo Fluminense, seu agente, Régis Marques, não encontra problemas para exaltar o Fla.

- Eu acho interessante ouvir isso, principalmente vindo do Zinho, do grande clube que é o Flamengo. O Flamengo é muito grande. Mas o Zinho falou o que todo mundo sabe. Ele é mesmo um grande profissional, jogou todos os jogos do Campeonato Brasileiro (de 2010), o custo-benefício é impressionante - afirmou.

Régis evita opinar, mas lembra que Conca é profissional e pode escolher o Fla.

- Ele pode ter um conflito emocional, tem um vínculo de amizade com o Flu, mas o Conca é profissional - concluiu.

BATE-BOLA
Zinho, diretor-executivo de futebol do Flamengo

O Conca tem a ver com o perfil que você traçou para o camisa 10. Ele é o jogador ideal?
É um excelente jogador, gosto muito da sua postura e eu, como diretor de futebol, claro que gostaria de ter o Conca conosco. Se encaixa no perfil de um camisa 10 e é muito bom, mas é muito caro. Se vier dentro da nossa realidade, nos interessa muito.

E o Renato Augusto: vocês o procuraram?
É um baita de um nome, mas eu particularmente não conversei com ele. Todos grandes jogadores interessam ao Flamengo.


Com dores, Deivid será reavaliado nesta sexta


Deivid - Flamengo (Foto: André Portugal)O atacante Deivid será reavaliado pelo departamento médico do Flamengo nesta sexta-feira. Com dores no tendão-de-aquiles do pé direito, o jogador ficou de fora do treino realizado pelo técnico Joel Santana nesta quinta e a sua participação na partida de domingo, contra o Santos, ainda é incerta.

– Vetamos o Deivid do treino desta quinta para o tratamento de uma leve lesão que o jogador sofreu no tendão-de-aquiles direito. Nesta sexta, antes do treino no Ninho do Urubu, faremos uma nova reavaliação para decidir se ele terá ou não condições de jogar a partida contra o Santos – disse ao LANCENET! Marcelo Soares, médico rubro-negro.

Deivid foi barrado por Joel Santana na partida diante do Coritiba, no último sábado, quando o Flamengo conquistou a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Diego Maurício acabou assumindo a sua posição, a pedido da diretoria que quer diminuir a média de idade do elenco.


Marllon diz que bagagem da base alivia pressão no Fla: 'Não sinto muito'



Marllon, zagueiro do Flamengo. (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Marllon tem 20 anos, mas assegura que está pronto para ser titular da zaga do Flamengo. Pelo segundo dia seguido, o técnico Joel Santana escalou o jogador no time de cima ao lado de Marcos González e deixou Welinton entre os reservas. Enquanto González defendia a seleção chilena, Marllon foi escalado para enfrentar Ponte Preta e Coritiba. Nem ele esperava ser mantido com o retorno do companheiro.

- Fiquei surpreso e pelo menos até agora estou escalado para começar. Mas nada foi definido e tenho que continuar trabalhando. É uma responsabilidade grande para mim, venho treinando bem, batalhando pela vaga e ela veio no momento certo, depois de uma vitória (3 a 1 sobre o Coxa). O time está evoluindo e a zaga evolui também.

O setor defensivo precisa melhorar. Em quatro jogos no Brasileirão, o Flamengo sofreu sete gols. Só Botafogo, que levou dez, e Náutico e Coritiba, que tomaram oito cada, foram mais vazados. Significa que Marllon vai entrar com a obrigação de ajudar a defesa a evoluir.

- Já vivencio essa pressão desde a base, então não sinto muito. A oportunidade veio na hora boa e tenho que justificar a minha chegada ao profissional. Joel me chamou quando ainda estava na base e falou que era para ficar tranquilo, esperando a chance de subir. Continuei trabalhando e agora estou no time. Eu não sei dizer ainda o motivo de tomarmos tantos gols, pois entrei agora na equipe. Tomamos gols bobos, em falhas nossas. Estamos trabalhando para que isso melhore.

O jogador, de 1,85m, elogiou Welinton e comentou a relação conturbada do companheiro com a torcida.

- A torcida cai muito em cima do Welinton. Joguei três jogos com ele e me senti muito bem, não vi problema. É um jogador bom, aprendo com ele, não vejo problema algum.

Marllon, no entanto, reconhece que jogar ao lado de González o deixa mais seguro.

- A experiência do González conta um pouco mais que a do Welinton, mas não vejo tanta diferença entre eles. O Welinton é mais rápido, mas o González é mais técnico. Acho que é a mesma coisa.

O Flamengo tem seis pontos e está em oitavo na tabela do Brasileiro. A partida contra o Santos será às 16h (de Brasília), no Engenhão.



Welinton recebe proposta do Bahia e Fla está disposto a aceitar

Welinton - Flamengo (Foto: Alexandre Loureiro)

O Flamengo recebeu uma proposta do Bahia para ter o zagueiro Welinton por empréstimo. A diretoria rubro-negra está disposta a aceitar a negociação, mas ainda depende de um aval do defensor para concluir a transferência.

A ideia dos dirigentes rubro-negros é de que Welinton consiga desenvolver seu futebol em outro clube, já que a pressão dos torcedores do Flamengo ficou muito grande e tem atrapalhado seu rendimento. O jogador ainda não foi consultado, mas a negociação já está bem encaminhada entre os dois clubes.

Welinton vinha sendo titular no Flamengo, mas com o retorno de González da seleção chilena, após os jogos pelas Eliminatórias da Copa de 2014, o técnico Joel Santana optou por escalar o jovem Marllon em seu lugar. Para a partida do próximo domingo, contra o Santos, é provável que Welinton não vá sequer para o banco de reservas.

A diretoria do Fla busca alguns nomes para reforçar o setor que é considerado o mais carente do elenco. Alguns nomes estão sendo estudados, mas o clube tem esbarrado nos altos valores.


Flamengo acerta com Marquinhos e renova com Caio Torres e Duda



basquete marquinhos pinheiros sky araraquara (Foto: João Pires / Pinheiros SKY)
O basquete do Flamengo não para de se reforçar. Depois de trazer o técnico José Neto, ex-Joinville, e acertar com Benite, Gegê, Shilton, Olivinha e o americano Kojo, o clube rubro-negro tirou Marquinhos do Pinheiros, renovou os contratos do ala Duda e do pivô Caio Torres e fechou o elenco para a próxima temporada.

Presença praticamente certa na seleção brasileira que disputará os Jogos Olímpicos de Londres, Marquinhos vai assinar um contrato de dois anos com o Flamengo.

Jogador do Pinheiros nas duas últimas edições do NBB, o carioca de 28 anos teve ainda duas rápidas passagens pela NBA: no New Orleans Hornets, em 2006/2007, e no Memphis Grizzlies, em 2008.

Além dos seis reforços acertados e das renovações de contratos de Marcelinho, Duda e Caio Torres, únicos remanescentes da equipe que foi eliminada pela São José nas semifinais da última temporada do NBB, Xupeta, Alexandre e Diego, todos vindos das categorias de base, completarão o elenco rubro-negro para a próxima temporada.

A diretoria do Flamengo também tinha esperanças de trazer o pivô Murilo, mas o melhor jogador da última edição do NBB preferiu seguiu os passos do armador Fúlvio e optou em renovar seu contrato com o São José, atual vice-campeão brasileiro.




Novo representante do UNICEF no Brasil visita o Flamengo


Foto: Fernando Azevedo / Fla ImagemNovo representante do UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) no Brasil, Gary Stall visitou a sede social do Flamengo, na Gávea, na manhã dessa quinta-feira (14.06). Recebido pela presidente do clube, Patricia Amorim, o dirigente reiterou a parceria entre o Rubro-negro e a instituição. Além disso, o encontro firmou o acordo para um curso de capacitação de todos os profissionais do Flamengo que lidam com crianças e adolescentes, como professores de escolinhas, chefes de equipes, entre outros. Também estiveram presentes o desembargador Siro Darlan, o vice-presidente de comunicação e marketing Henrique Brandão e o diretor de responsabilidade social Mauro Chaves.

O curso de capacitação será realizado no fim do mês, na sede do clube, e será dividido em três partes: na aula inaugural, o desembargador Siro Darlan falará sobre a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente; depois, o representante do UNICEF fará uma apresentação sobre o trabalho realizado pela instituição no mundo e, especificamente, no Brasil e a importância da parceria com o Flamengo; por fim, será feita a leitura do decálogo, o conjunto de dez princípios relacionados à proteção e à promoção de direitos de crianças e adolescentes - atletas e não atletas - dentro e fora do clube.

Cesar Cielo leva o ouro nos 50m livre no Trofeo Settecolli



Foto: Leandra BenjaminA hegemonia de Cesar Cielo nos 50m livre segue na temporada olímpica. O velocista voltou a vencer a prova nesta quinta-feira (14.06), com 22s17, no Trofeo Settecolli, no Foro Itálico, em Roma (ITA). O francês Florent Manaudou levou a medalha de prata (22s18) e o finlandês Ari-Pekka Liukkonen ficou com o bronze (22s30). O italiano Marco Orsi foi quarto (22s32), seguido do brasileiro Bruno Fratus (22s37), empatado com Andrea Rolla, da Itália. Cielo lidera o ranking mundial da prova, com o tempo de 21s38, feito em maio, no Troféu Maria Lenk, quando estava em uma outra etapa da preparação para os Jogos Olímpicos, de 27 de julho a 12 de agosto.

O nadador do Flamengo é campeão olímpico, bicampeão mundial e recordista mundial da distância (20s91) e na temporada de 2012 venceu todos os 50m que disputou e segue dominando a prova - GP de Missouri, Sul-Americano de Belém, Troféu Maria Lenk e, agora, o Trofeo Settecolli.

O próximo desafio de Cielo será os 100m livre, no sábado (16.06). Na ocasião, o nadador do Flamengo vai encontrar os franceses Fabien Gilot e William Meynard, os italianos Filippo Magnini e Luca Dotto, o holandês Sebastian Verschuren e o cubano Hanser Garcia. Cielo tem como melhor marca os 48s28, também obtido no Troféu Maria Lenk, em maio, correspondente à sexta marca do mundo este ano. Na mesma piscina do Foro Itálico, em 2009, Cesar Cielo conquistou o título e o recorde mundial nos 100m livre (46s91).
 
 
 
 

Psicólogo que trabalhou com Bruno no Fla alerta: ‘Nunca aceitou ajuda’


Goleiro Bruno (Foto: Alex Araújo / G1)
Bruno, atualmente detido em Minas Gerais, conseguiu no último dia 29 liberdade provisória no processo que responde por cárcere privado e agressão. Agora, o goleiro aguarda o habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF) para responder fora da prisão, onde está desde julho de 2010, ao processo pela acusação de participação no desaparecimento e suposta morte da ex-namorada Eliza Samudio. Além do contrato com o Flamengo (que está suspenso), os advogados do jogador garantem que, em caso de liberdade, ele já tem propostas de outros clubes e decidiria seu futuro depois de se reapresentar ao Rubro-Negro. Mas a possível transição do sistema carcerário para os gramados deixa em alerta o profissional que trabalhou com Bruno durante quatro anos no clube da Gávea, onde, segundo ele, o ex-camisa 1 sempre relutou em receber ajuda psicológica.

Paulo Ribeiro trabalhou com Bruno de 2006 a 2010 no Flamengo. Ex-psicólogo do clube, ele acompanhava e monitorava os jogadores, e hoje afirma que o goleiro nunca aceitou qualquer tipo de ajuda médica. Ribeiro conta que o atleta demonstrava alterações de humor e atitudes intempestivas em alguns jogos.

- O Bruno sempre foi difícil e nunca procurou ou aceitou ajuda, não me procurou para nada. A primeira questão do paciente é admitir que tem algum tipo de problema e procurar ajuda. Isso não constava no perfil dele. Ele nunca admitiu ou teve uma conversa comigo. E, nesse tempo em que está na prisão, ele sofreu transformações e pressões, está acuado, e terá que ter um acompanhamento psicológico. Mas ele não é dado a essa habilidade – analisou o psicólogo Paulo Ribeiro.

Psicólogo Paulo Ribeiro (Foto: Divulgação)
 Recentemente, um amigo de Bruno enviou um par de chuteiras para que o goleiro pudesse treinar na prisão. Porém, mais do que mãos e pés, a cabeça do jogador está em questão.

- O único ofício que o Bruno tem é jogar futebol, não tem outra profissão. Mas essa transição da prisão para o mundo exterior é delicada, ele vai sair uma outra pessoa por tudo que passa lá dentro. Antes de acontecer a prisão, assim como outros jogadores e celebridades, ele não tinha restrições, a fama proporcionava a ele entrar de graça em shows, não enfrentar fila de passaporte... Tinha muitas facilidades. Na prisão, ele perdeu isso, teve que lidar com pessoas diferentes, outro linguajar e comportamento.

Recentemente, o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael de Piro, comentou a situação do goleiro. Caso seja solto, Bruno já informou - através de seu advogado, Rui Pimenta - que pretende se reapresentar ao Rubro-Negro, clube com o qual tem contrato até dezembro de 2012. Nos bastidores do clube, porém, a hipótese de aproveitar o jogador é considerada remotíssima. Dirigentes estimam que o desgaste de imagem seria insuportável.

- O contrato está suspenso por causa da prisão. A gente não paga, ele não trabalha, claro. Se for solto e não houver restrição para deixar a comarca do crime, dormir fora de casa, essas restrições comuns, em tese ele deve se apresentar ao Flamengo. Ninguém pode impedir o jogador de trabalhar. Se vai continuar sendo jogador, se vai ser vendido, emprestado, isso não é mais uma decisão jurídica. Passa a ser uma decisão do departamento de futebol, da presidência. O que a gente normalmente conversa com a presidência é esperar para ver o que vai acontecer. Diante de uma nova realidade, você senta e decide. Vamos esperar um quadro novo, diferente, real – disse De Piro.

No fim de maio, o advogado Rui Pimenta afirmou que o goleiro teria ofertas de vários clubes.

- Ele volta ao Flamengo assim que for solto. Mas se o Fla não o quiser, clubes do Sul, do Rio e de São Paulo estão interessados. Vocês o verão treinando na Gávea. O sonho dele é sair da cadeia, voltar ao Flamengo, ir para a Seleção Brasileira e defender um pênalti do Messi em jogo contra a Argentina. Quando a Justiça marcar o julgamento, ele vai se sentar no banco dos réus e será julgado normalmente. Ele só não pode sair do Brasil.

Caso Eliza Samudio

Bruno e mais sete réus irão a júri popular no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. Para a polícia, Eliza foi morta em junho de 2010 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o corpo nunca foi encontrado. Em fevereiro de 2010, a jovem deu à luz um menino e alegava que o atleta era o pai da criança. Atualmente, o menino mora com a mãe de Eliza, em Mato Grosso do Sul.

O goleiro, o amigo Luiz Henrique Romão – conhecido como Macarrão – e o primo Sérgio Rosa Sales vão a júri popular por sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Sérgio responde ao processo em liberdade. O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso e vai responder no júri popular por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Dayanne, ex-mulher do goleiro; Wemerson Marques, amigo do jogador; e Elenílson Vítor Silva, caseiro do sítio em Esmeraldas, respondem pelo sequestro e cárcere privado do filho de Bruno. Já Fernanda Gomes de Castro, outra ex-namorada do jogador, responde por sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho dela. Eles foram soltos em dezembro de 2010 e respondem ao processo em liberdade. Flávio Caetano Araújo, que chegou a ser indiciado, foi inocentado.