Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 21 de julho de 2012

Veja os resultados de sábado da Série A



Campeonato Brasileiro 2012 (11ª rodada)


Sport 1 x 4 Atlético-MG
vasco 2 x 0 Santos
Corinthians 1 x 1 Portuguesa


Ainda com Joel, diretoria do Fla já pensa em Dorival


Dorival Junior (Foto: Aldo Carneiro)
Joel Santana ainda é o técnico do Flamengo, mas a diretoria rubro-negra já estuda o nome de Dorival Junior para substituí-lo. Embora o atual treinador ainda vá comandar a equipe no jogo deste domingo, contra o Cruzeiro, uma derrota pode acabar selando sua saída.

Ainda não houve um contato direto com o treinador que acabou de ser demitido. Porém, desde que Dorival deixou o Internacional o nome dele tem sido tratado pelos dirigentes em telefonemas e sua contratação é tida como um caminho natural caso Joel seja demitido.

Ao contrário de outros nomes que surgiram em pauta para assumir o comando rubro-negro, Dorival não encontra resistência de nenhuma das alas da alta cúpula de dirigentes. Considerado um treinador sério e moderno, o único empecilho poderia ser uma alta pedida salarial para acertar.

A demissão de Joel já chegou a ser dada como certa no Flamengo, mas a busca por um camisa 10 acabou permitindo-lhe uma sobrevida. O diretor de futebol, Zinho, e o vice de futebol, Paulo Cesar Coutinho, concentraram suas forças, embora em vão, nas tentativas por Diego e Riquelme. Agora, o assunto 'Joel' volta à pauta.


Camisa 10, encostada desde saída de Ronaldinho o ''vagabundo'', espera novo dono


Faz quase dois meses que Zinho disse ter em mente o nome ideal para vestir a camisa 10 do Flamengo. Pensou em Diego, pensou em Conca, pensou em Riquelme. Tentou, mas não conseguiu contratar nenhum deles até essa sexta-feira, data do fechamento da janela de transferências do exterior. O número eternizado por Zico está disponível desde a saída de Ronaldinho Gaúcho. A última vez em campo foi em 26 de maio, na segunda rodada do Brasileirão. O meia jogou mal no empate por 3 a 3 com o Inter e acabou substituído sob vaias no segundo tempo da partida. A 10 saía de cena.

Desde então, o diretor de futebol tenta encontrar um novo dono para a camisa. As opções são cada vez mais limitadas. A partir de agora, ele passa a buscar um meia no mercado nacional. Na Série A, só atletas que ainda não fizeram sete jogos por seus clubes podem se transferir. Um nome de peso disponível é algo raro.

Na avaliação de Zinho, como os jogadores do elenco já têm numeração fixa, o mítico número deve ficar vago até a chegada de um reforço. O dirigente quer um nome que seja o modelo ideal para vestir a 10 e reconhece que será difícil encontrá-lo no Brasil. Tudo indica que a camisa continuará abandonada, à espera de um jogador de peso.

- Dentro do elenco, acho que ninguém deveria usar essa camisa, pois cada um já tem o seu número. É minha opinião. Mas se algum jogador disser que gostaria de vestir a 10, a comissão técnica achar certo e eu, como diretor, aprovar, legal - disse Zinho, no início de junho.

A diretoria tentou uma contratação até o fim do prazo. O meia argentino Diego Morales, de 25 anos, jogador do Tigre-ARG, esteve entre os cotados. O vice de futebol Paulo César Coutinho viajou nesta sexta-feira para tentar contratá-lo, mas ao chegar na Argentina soube que ele estava sendo negociado com outra equipe. Tentou interromper as tratativas, mas não conseguiu. Coutinho volta ao Rio sem ter cumprido a missão.

O técnico Joel Santana tenta encontrar o 10 dentro do grupo. Tentou Bottinelli, que veste a 18, mas não gostou nada da falha do argentino no primeiro gol da derrota por 3 a 0 para o Corinthians, quarta-feira passada. Botti foi sacado no intervalo do confronto. Adryan, o 37, é um camisa 10 em potencial. Mas aos 17 anos carregaria responsabilidade demais. O mesmo ocorre com Mattheus, que completou 18 anos no início deste mês. O meia veste a 43.

Número à parte, o Flamengo precisa somar. É o décimo colocado, com 15 pontos. Neste domingo, enfrenta o Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no estádio Independência, em Belo Horizonte.


Declaração de Joel Santana sobre Juan não soa bem no Flamengo


Joel Santana na coletiva do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo) 
O sol esquentou na manhã deste sábado e Joel Santana recorreu à sombra de uma árvore para fugir do calor no treino no Ninho do Urubu. Mas a chapa segue quente para o treinador. Na entrevista coletiva de sexta-feira, ele escorregou em uma de suas declarações ao comentar o caso Juan, e gerou mal estar interno.

No clube e entre grande parte dos jogadores, a paciência com Joel se esgotou. E Zinho certamente não deve ter gostado do que ouviu do treinador. Em uma de suas declarações, ao comentar o desfecho do caso Juan, o técnico disse:

- No caso do Juan, até porque o conheço há muito tempo, acho que o Inter deve ter chegado primeiro. Acho que ele viria para cá se o Flamengo tivesse chegado na frente... Jamais renunciaria a uma proposta de um clube que ele conhece, a casa dele.

Um influente dirigente da sede da Gávea ironizou:

- Joel poderia deixar de ser técnico e virar dirigente. Se bem que acho que já começaria mal se pensa isso das conversas com Juan.

A negociação com o zagueiro causou dor de cabeça ao diretor de futebol. E, ao contrário do que supôs Joel, Zinho disse na semana passada que a negociação começou bem antes do que a oferta do Internacional.

- Comecei a conversar com o Juan no dia 11 de maio, no meu primeiro dia de Flamengo. Num primeiro momento, ele disse que talvez não fosse a hora de voltar, que precisava conversar com a família dele. Juan pediu para que eu fizesse uma proposta por escrito para ajudar a convencer o Roma a liberá-lo. A proposta foi enviada por e-mail do dia 10 de julho (terça-feira passada). Na quinta-feira, um dia antes de sair a notícia sobre o acerto com o Inter, eu liguei para ele. Ele me disse que tinha uma proposta, mas não disse qual era o clube. Se ele fez a opção de jogar no Inter porque a proposta era melhor, porque ficaria mais seguro, é um direito dele. Mas não venha dizer que o Flamengo demorou para fazer uma proposta. Foi uma escolha dele – declarou Zinho.

Neste sábado, somente depois do treino encerrado, Zinho e Patricia Amorim chegaram ao CT. O Flamengo passou em branco na janela de transferências internacionais. Nesta sexta-feira à noite, poucas horas antes do fechamento das janelas, Zinho deu por encerrada a tentativa de contratar algum reforço de fora do país.

A presidente Patricia Amorim, que apareceu no Ninho do Urubu e aproveitou para passear pelo CT a bordo de um carrinho, disse que o clube não derrapou, e tratou de minimizar os fracassos nas negociações.

- Não tem tragédia alguma, algo absurdo.




'Experiente' Luiz Antonio tranquiliza os mais novos no Flamengo


Luiz Antonio - Flamengo (Foto: Cléber Mendes)
Algumas promessas do Flamengo terão a responsabilidade de conduzir o time em um momento de ebulição na Gávea por conta dos resultados ruins e dos insucessos nas contratações no período da janela de transferência internacionais. No confronto contra o Cruzeiro, neste domingo, Marllon, Luiz Antonio e Adryan deverão ser titulares. Após cumprir suspensão, Luiz, de 21 anos, volta ao time e explica como os mais jovens estão se ajudando neste período conturbado.

- Estamos bem. Estamos procurando ajudar os que estão subindo. Eu não tenho muita experiência, mas procuro passar um pouco para os mais novos nesse momento de pressão - disse Luiz Antonio, que jogou 26 dos 38 jogos do Flamengo em 2012.

Um resultado insatisfatório no estádio da Independência, em Belo Horizonte, neste domingo, pode culminar com a demissão do técnico Joel Santana. Luiz Antonio diz que o Flamengo precisa esquecer esses problemas durante o jogo e conseguir a vitória para acalmar os ânimos.

- Temos que procurar não pensar muito nisso. Ele é o nosso treinador e está fazendo tudo para nos ajudar. Se vai sair ou não, é um problema para a diretoria resolver. - Não podemos pensar que se perder pode virar um caos. O pensamento tem que ser, primeiramente, na vitória. Seja ela jogando bem ou mal - encerrou Luiz Antonio.




Joel confessa que agressividade no futebol pode levá-lo a se aposentar


Necessidade de resultados. Tentativas frustradas de reforços. Eliminações, derrotas marcantes, viradas em casa, entrevistas que dão margens a várias interpretações. A vida de Joel Santana não está nada fácil na sua quinta passagem pelo Flamengo. Da torcida, já existe uma corrente pedindo seu desligamento do clube. A áurea vivida pela fase ‘Papai Joel’ parece não mais existir. Com a atual pressão por parte de torcedores e a exigência por resultados faz com que técnico veja o mundo do futebol agressivo demais.

- Já começa a passar pela cabeça em ter um descanso do futebol. Mas também não vou dizer que é amanhã - revela Joel Santana

Em entrevista exclusiva ao Esporte Espetacular, ele abre seu coração. Fala com toda sinceridade desse seu momento vivido, um dos mais complicados na sua longa carreira como treinador de futebol.

- Nós chegamos ao Flamengo com duas competições altamente importantes: Libertadores e Campeonato Carioca. Nós não tivemos sossego em seis meses – afirmou Joel Santana.

Joel assumiu o Fla após passagem de Vanderlei Luxemburgo pelo clube. A missão entregue ao Natalino era a de renovar o time, principalmente o ambiente, que estava carregado após divergências entre Luxa e Ronaldinho.

- Fomos obrigados a fazer uma nova equipe dentro de um Brasileirão. E você não faz uma equipe do porte do Flamengo da noite para o dia – disparou.

Na entrevista, Joel também volta a comentar sobre o caso Riquelme, mandando um recado ao argentino e afirma que durante seu trabalho, o 'Flamengo nunca foi uma bagunça'. Essas e mais explicações sobre a atual situação do clube mais popular do país, sob a ótica do seu treinador, você verá domingo, no Esporte Espetacular.

Joel Santana no treino do Flamengo (Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo) 
Joel Santana fala com exclusividade para o Esporte Espetacular.  (Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo)
 
 
 

Com Zico e Patricia Amorim, Fla inaugura Arena Maestro Júnior



Se no gramado as coisas não vão tão bem para o Flamengo, ao menos os rubro-negros tiveram uma "alegria retrô" na manhã neste sábado, na inauguração da Arena Maestro Junior, na Gávea. Além do homenageado, estiveram presentes no evento a presidente Patricia Amorim e ex-craques do clube, como o maior ídolo Zico.

Quando chegou ao clube, Zico foi muito festejado por torcedores e antigos companheiros. Com a presidente Patricia Amorim, apenas um frio aperto de mão antes da inauguração da placa. Havia um constrangimento no ar por causa da saída conturbada do Galinho após um período como diretor de futebol do clube.

Junior, Patrícia Amorim e Zico na inauguração da arena beach Flamengo (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com) 
Zico, Junior e Patrícia Amorim na inauguração da arena no Flamengo (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com)

Depois de ler uma placa de homenagem a Júnior, o jogador que mais defendeu a camisa rubro-negra (876 jogos), a mandatária fez um agradecimento e citou Zico, que, de óculos escuros e braços cruzados, não demonstrou qualquer reação.

- Parabéns ao Cacau Cotta (vice-presidente do Fla Gávea e de Administração). Quando as coisas dão certo no Flamengo, damos nome. Neste caso é Cacau Cotta. Quando as coisas saem errada, é Patricia Amorim. Agradeço ao Zico em nome do Flamengo por prestigiar o amigo Júnior. Quando formos fazer uma homenagem ao Zico, vamos ter que entregar a chave do clube - discursou Patricia Amorim, que deixou o local antes mesmo de o amistoso começar.

Zico disse que o único motivo de ter aceitado participar do evento foi a amizade com Júnior.

- Faço qualquer coisa por ele. Disse a ele que, caso estivesse no Rio, participaria. A instituição vem sempre em primeiro lugar - disse o Galinho, que chegou ao Rio na sexta-feira e não quis fazer comentários sobre o atual momento do time no Brasileiro.

- Eu estava fora. Só vejo as manchetes.

inauguração Flamengo arena Maestro Júnior beach soccer (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com)Arena dentro da Gávea leva o nome do ex-jogador do Flamengo (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com)

Júnior, que começou sua trajetória esportiva nas areias de Copacabana, agradeceu a homenagem feita pelo clube. O Maestro espera que o local seja bem utilizado daqui para frente.

- Receber homenagem em vida tem uma importância maior. Minha origem foi na praia, é mais um reconhecimento para mim. Durante minha vida profissional, passei mais tempo aqui do que na minha casa. Ter este espaço com meu nome é motivo de orgulho. Independente de quem esteja aqui, a instituição vai permanecer. Que este espaço possa dar mais conquistas para o Flamengo.

Júnior, Zico & Cia vencem amistoso
Depois da inauguração oficial, era hora de os craques irem para a areia. A Seleção Brasileira de Masters tinha, entre outros, Júnior, Zico, Adílio, Júlio Cesar "Uri Geller", Claudio Adão, Júnior Negão e Magal. A Seleção Carioca atuou com jogadores como Gottardo, Duílio e Arthurzinho. Júnior, Zico & Cia venceram por 4 a 2.

O Galinho deixou sua marca duas vezes. Os ex-jogadores do Fla mostraram que, apesar de a idade e o fôlego não serem os mesmos, a categoria permanece. E o entrosamento também. Depois de um belo passe de calcanhar de Zico, Júnior elogiou o companheiro.

- Boa, Galo.

Zico destacou a importância de Júnior para o desenvolvimento do futebol de areia no Brasil e disse que homenageá-lo com o nome da arena na Gávea é muito justo.

- Se o futebol de areia é o que é hoje, é por causa do Júnior. Ele que começou tudo, é uma homenagem muito justa. Tive o prazer de participar daquela arrancada também.


Vetados, Bottinelli e Felipe ficam fora de viagem para Belo Horizonte




Em baixa com Joel Santana, Bottinelli não viaja para Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro neste domingo, às 16h, no estádio Independência. Mas a questão não é técnica, e sim de saúde. Segundo o departamento médico, o argentino apresentou um quadro febril e foi vetado da partida. Não é o único desfalque. O goleiro Felipe participou do rachão da manhã deste sábado jogando na linha e sofreu um entrose no joelho esquerdo. Assim, Marcelo Carné ficará no banco de reservas.

Bottinelli falhou no primeiro gol na derrota por 3 a 0 para o Corinthians, marcado por Douglas, e foi substituído no intervalo. Segundo o técnico Joel Santana, o meia foi sacado pela perseguição dos torcedores, que passaram a vaiá-lo a cada toque na bola. A relação entre técnico e jogador está longe de ser das melhores. Nos treinos de quinta e sexta-feira, Bottinelli esteve entre os reservas.

Flamengo equipe posada treino  (Foto: Maurício Val / Vipcomm) 
Time vencedor do rachão no Ninho do Urubu posa para foto (Foto: Maurício Val / Vipcomm)

Recuperado de dores lombares, González treinou normalmente e está à disposição de Joel para o jogo contra o Cruzeiro. Cáceres, ainda à espera da regularização da documentação, não viaja com o grupo na tarde deste sábado para Belo Horizonte. Deivid, com incômodo na panturrilha direita, também está fora do jogo.

O Flamengo ocupa a décima colocação do Brasileiro, com 15 pontos, dois a menos do que Cruzeiro, que está em sexto. O provável time para o jogo deste domingo é Paulo Victor, Léo Moura, Arthur Sanches, Marllon e Ramon; Airton, Ibson, Renato e Adryan; Hernane e Vagner Love.




Patricia Amorim minimiza a falta de reforços: ‘Não tem nenhuma tragédia’


Patrícia Amorim e Zinho Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
Além do fraco desempenho do time no Campeonato Brasileiro, a gestão de Patricia Amorim tem sido criticada pela dificuldade nas contratações. Na última quinta-feira, após ser comunicada pelo diretor de futebol Zinho sobre o insucesso na tentativa de fechar com o meia Riquelme, a presidente mostrou-se desnorteada com o fracasso da negociação e tentou argumentar, dizendo até que o clube poderia abrir o cofre e aumentar a oferta. O dirigente, que havia cumprido todas as exigências do argentino, avisou que não adiantaria insistir.

Além da questão técnica, a chegada de um camisa 10 serviria também como trunfo político da presidente. Desde a saída conturbada de Ronaldinho Gaúcho, Patricia Amorim tenta dar uma resposta, tentando trazer um jogador de nome. A dirigente se aproximou do futebol nos últimos dias, alimentou esperança, mas acabou por amargar mais um "não". Além de Riquelme, o zagueiro Juan, que trocou o Roma-ITA pelo Inter, e o meia Diego, do Wolfsburg-ALE, foram tentativas frustradas.

- Me preocupo em fortalecer o trabalho do Zinho. Quem fala pelo futebol é o Zinho. A gente tem vice-presidentes que o acompanham, ele é um executivo atuante. Se as coisas não saíram, não era para sair mesmo. No caso do Riquelme, o Flamengo deu todas as garantias e fez todo o trabalho necessário. E a gente leu na imprensa hoje (sexta-feira) que o Boca (Juniors) só liberaria por empréstimo. Em relação ao trabalho com o agente dele foi tudo bem feito. No caso do Juan, a gente gostaria muito, mas temos um teto (salarial), temos uma realidade. Procuro passar essa segurança para o trabalho dele (Zinho), para que ele tenha autonomia e força para trabalhar. Não tem nenhuma tragédia, algo absurdo.

A avaliação que a presidente faz do elenco rubro-negro é positiva.

- Eu penso que o nosso time é extremamente capaz, um time bastante razoável. Temos jogadores experientes como o Léo Moura, Ibson, Vagner Love, o Cáceres chegou agora. E se quiser tem Adryan, Mattheus, Thomás. A gente tem peças de reposição. Está bom. Os resultados não vieram, por isso a gente tem que se preocupar. Temos sempre a intenção de reforçar o nosso time. Bons jogadores sempre interessam ao Flamengo. Pelo que o Zinho me passa, não tem nada fechado. Fechou a janela internacional, mas tem o mercado nacional – disse Patricia.

No caso de atletas da Série A, o Flamengo pode contratar aqueles que ainda não passaram o limite de seis jogos por seus clubes, mas nomes de peso não estão disponíveis. Ao longo da sexta-feira, último dia da janela de transferências internacionais, os dirigentes tentaram contratar o meia Diego Morales, do Tigre-ARG. O vice de futebol Paulo César Coutinho foi a Buenos Aires, mas passou em branco. O zagueiro Sidnei, do Benfica-POR, também entrou na lista de possíveis reforços, mas não passou disso.

- Para jogar no Flamengo tem que de fato ter muita disposição. O Flamengo é sempre um clube muito visado. A gente não sabe o que acontece nos outros clubes, mas no Flamengo tudo é uma notícia, um acontecimento. Às vezes isso pode assustar alguns jogadores. Não assustou o Love, o Ibson. Estou tentando reproduzir palavras do próprio Zinho. Não é fácil. Ser presidente de um clube menor é mais fácil que ser presidente do Flamengo. A gente vai trabalhando, temos trabalhado. Ano passado foi um ano que ficamos um bom tempo invictos, chegamos à Libertadores. Esse ano está mais difícil, às vezes as coisas não fluem. Continuo muito confiante no grupo. Claro que sempre que chega mais uma peça soma. Às vezes o resultado não acontece, chega uma peça nova e traz um comportamento mais solto - comentou a presidente.

Assim como Zinho e o técnico Joel Santana, a mandatária aposta nos garotos revelados na base para a sequência da temporada.

- Se não vier ninguém, a gente vai jogar de igual para igual com todos os times com o grupo que temos, revelando os meninos, que são a marca do nosso trabalho. Do Paulo Victor ao Marllon, passando por Thomás, Negueba, Adryan, Mattheus, Diego Maurício, Muralha, Luiz Antonio. É um momento mais delicado, mais difícil. Vamos ver se o Flamengo joga bem contra o Cruzeiro e consegue trazer uma vitória para que a gente possa ter uma semana mais tranquila. Cada rodada é uma novela, uma emoção.

Patricia Amorim pediu licença da presidência do Flamengo e vai viajar na próxima quinta-feira para Londres para descansar e acompanhar a participação dos atletas rubro-negros nos Jogos Olímpicos. Ela ficará por lá até o dia 3 de agosto. Na ausência dela, o vice-presidente Hélio Paulo Ferraz assume.

O Flamengo enfrenta o Cruzeiro neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Independência, em Belo Horizonte. O time tem 15 pontos e está em décimo.





Lesionados, suspensos e pendurados para a rodada #11 do Brasileirão 2012


Suspensos e lesionados do brasileirão 2012 - 20/07/2012 (Foto: Globoesporte.com)




sexta-feira, 20 de julho de 2012

Fla fracassa de novo e fica de mãos vazias no fechamento da janela

mãos 
vazias (Richard Souza / Globoesporte.com) 
O Flamengo passou em branco na janela de transferências internacionais. O diretor de futebol do clube rubro-negro, Zinho, deu por encerrada a tentativa de contratar algum reforço de fora do país na noite desta sexta-feira, último dia da janela de transferências internacionais. A cartada final frustrada foi o meia Diego Morales, de 25 anos, jogador do Tigre-ARG.

O vice de futebol Paulo César Coutinho chegou a viajar para a Argentina nesta sexta-feira com a intenção de trazer o jogador, mas vai voltar de mãos vazias. Morales, que começou a ser oferecido ao Rubro-Negro da Gávea no mês passado, já estava negociado com um clube do Oriente Médio, quando o dirigente chegou a Buenos Aires. Coutinho ainda entrou em contato com o vice de finanças Michel Levy, que está de férias naquele país, para tentar atravessar o negócio, mas sem sucesso.

Antes de Diego Morales, o Flamengo tentou os meias Riquelme e Diego e o zagueiro Juan. Fracassou em todas as investidas. Agora, só resta o mercado nacional. No caso de jogadores da Série A, o clube pode contratar aqueles que ainda não fizeram sete jogos por suas equipes no Brasileirão. Os nomes de peso, no entanto, não estão disponíveis.

Flamengo bem representado em Londres


O Flamengo está pronto para encarar mais uma olimpíada. Com 20 atletas na delegação brasileira, o clube da Gávea pode ser um dos maiores fornecedores de medalhas para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres. Estrelas rubro-negras, como Cesar Cielo, Fabiana Beltrame, Diego Hypolito, todos campeões mundiais, estarão defendendo as cores do país. O Flamengo será representado em seis modalidades e tem reais chances de chegar às finais no remo, natação, canoagem, judô, ginástica artística e basquete. 

Além dos convocados, o clube carioca ainda terá dois atletas no Projeto Vivência Olímpica, que visa os Jogos do Brasil, em 2016: Isaquias Queiroz, da canoagem, e Rebeca Andrade, da ginástica. A comissão técnica rubro-negra também carimbou seis passaportes. Estarão presentes os técnicos Renato Araújo e Ricardo Pereira (ginástica masculina e feminina, respectivamente), Marco Veiga (natação), José Neto (auxiliar técnico do basquete) e Rosicléia Campos (judô), além da nutricionista Renata Parra.

Na última edição das Olimpíadas, em Pequim-2008, o Flamengo teve apenas três atletas titulares em ação. Na ocasião, o Rubro-Negro foi representado pelos ginastas Diego Hypolito, Daniele Hypolito e Jade Barbosa.

"Nos Jogos Olímpicos de Londres teremos a terceira maior participação de atletas rubro-negros, número superado somente nos Jogos de Seul-88 e de Los Angeles-84", afirmou Marcelo Freitas, supervisor de esportes olímpicos e de remo do Flamengo.

A maior esperança de medalhas rubro-negra vem da natação, que terá oito representantes. Campeão olímpico e mundial, Cesar Cielo vai competir os 50m e 100m livre e o revezamento 4x100m livre, que conta com os rubro-negros Nicholas Santos e João de Lucca como principais reservas. Leonardo de Deus, medalha de ouro nos 200m borboleta no Pan de Guadalajara, também briga pelo pódio. Henrique Barbosa e Tales Cerdeira completam a relação. No feminino, o Flamengo terá a garra e a determinação de Joanna Maranhão e de Daynara de Paula.

"A natação ressurgiu no Flamengo a partir de 2010, de um projeto da presidente Patricia Amorim, que se mostrou vitorioso no último Maria Lenk. Em tão pouco tempo deu excelentes resultados para o Rubro-Negro e também para o Brasil. Basta ver o número de atletas do clube que está na seleção brasileira de natação e em outros esportes. Vou tentar fazer o meu melhor, defender o título nos 50m livre, brigar por medalha nos 100 metros e espero ter a torcida de toda essa Nação", afirmou o astro Cesar Cielo.

No remo, a campeã mundial Fabiana Beltrame unirá forças com Luana Bartholo na disputa do Double Skiff peso-leve. Além da dupla, o Flamengo ainda terá Kissya Cataldo na luta por medalha na categoria aberta do single skiff.

"A expectativa para os Jogos está grande, mesmo sendo a minha terceira vez, sempre dá um friozinho na barriga, principalmente agora que, além de representar o Brasil, vou representar a maior torcida do Brasil, e isso é uma grande responsabilidade", disse a campeã mundial em skiff peso-leve.

A canoagem brasileira terá dois únicos representantes, ambos do Flamengo. O dueto formado por Erlon de Souza e Ronilson Matias está preparado para conquistar um lugar no pódio da mais importante competição desportiva mundial. Os rubro-negros serão os representas do C2 1.000m, e conseguiram manter o excelente nível nas competições que antecederam aos Jogos de Londres. Nas três etapas da Copa do Mundo que disputou, o barco do Flamengo conquistou a medalha de prata.

Na seleção brasileira de ginástica artística, o rubro-negro Diego Hypolito é uma das principais estrelas da modalidade e esperança de medalha no solo. Além dele, sua irmã, Daniele Hypolito, também está cotada para chegar à final por equipe. No individual geral, Sergio Sasaki, o último rubro-negro a assegurar a vaga, é outro com chances de pódio.

Faltando menos de um mês para os Jogos, o Flamengo ganhou uma representante no judô. Érika Miranda será o Flamengo nos tatames de Londres, e tem grandes chances de ficar entre as finalistas da categoria até 52kg (meio-leve). A judoca fechou contrato de um ano com o Rubro-Negro no dia 28 de junho e reforçou a relação de atletas rubro-negros nos Jogos.

Um dos maiores cestinhas do NBB e principais responsáveis pela classificação do basquete para os Jogos de 2012, o capitão rubro-negro Marcelinho Machado terá a companhia de Caio Torres e Marquinhos – mais recente contratação do Flamengo – na seleção.

"Estou muito feliz de poder jogar uma Olimpíada no estourar do cronômetro. Buscamos isso por muito tempo e agora chegamos com condições de brigar por medalha. O basquete brasileiro foi muito vitorioso no passado e criou-se uma lacuna de 16 anos. Acho que é importante voltar de maneira positiva. Além disso, estarei ao lado de companheiros de Flamengo, como o Caio e o Marquinhos, o que facilita o entrosamento", disse Marcelinho.

O Flamengo também terá um representante na delegação argentina, com o remador Santiago Fernandez. Nos jogos paraolímpicos, o clube será representado pelo timoneiro Maurício Abreu, no barco Quatro Com LTA misto, e a experiente judoca Karla Cardoso, na categoria até 48kg /B3 (baixa visão). Nos Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008, a judoca do Flamengo conquistou a medalha de prata.

Confira a relação dos atletas do Flamengo que estarão em ação nos Jogos Olímpicos de Londres:

Natação:
Cesar Cielo: 50m livre, 100m livre, Revezamento 4x100m livre
Leonardo de Deus: 200m borboleta, 200m costas
Henrique Barbosa: 200m peito
Tales Cerdeira: 200m peito
Nicholas Santos: Revezamento 4x100m livre (Reserva) 
João de Lucca: Revezamento 4x100m livre (Reserva)
Joanna Maranhão: 400m medley 
Daynara de Paula: 100m borboleta 

Remo:
Fabiana Beltrame: Double Skiff peso-leve
Luana Bartholo: Double Skiff peso-leve
Kissya catlado: Single Skiff

Canoagem:
Erlon de Souza: C2 1000m 
Ronilson Matias: C2 1000m

Judô:
Érika Miranda: meio-leve (52kg)

Ginástica Artística:
Daniele Hypolito (equipe)
Diego Hypolito (solo)
Sergio Sasaki (individual geral)

Basquete:
Marcelinho Machado – ala/armador 
Caio Torres - pivô
Marquinhos - ala


Joel lamenta opção de Adriano de treinar longe do Fla: ‘Será uma perda’



Joel Santana na coletiva do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
Adriano decidiu que vai seguir a recuperação da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo por conta própria e não mais no CT do Flamengo. Segundo a assessoria de imprensa do atacante, ele tem se tratado numa academia da Barra da Tijuca. O jogador faz uso de um fisioterapeuta próprio e tomou a decisão, ainda de acordo com a assessoria, pela comodidade de a academia ser mais perto de sua casa. A comunicação ao clube ocorreu nesta quinta-feira. O Imperador deixou de realizar toda a programação feita para ele pela equipe médica do Flamengo desde a segunda-feira.

Nesta sexta, o técnico Joel Santana, que elogiou o empenho do jogador há alguns dias, lamentou a decisão, mas não acha que a chance de um futuro acerto entre as partes irá diminuir.

- Não fica distante, não. Queremos ver ele bom. Só a presença do Adriano aqui engrandece a gente. Ninguém tem o Imperador todos os dias. Para nós era legal ver o Adriano todo dia aqui. Para os garotos era algo legal. Não é bom o Adryan, o Mattheus, o Negueba e outros meninos verem o Adriano aqui, conversarem com ele? Ele está no convívio, no ninho dele. Onde foi feito, criado. Precisa ter o apoio da gente, de brincar, de jogar uma piada. Vai ser uma perda. Gostaria que ele estivesse aqui com a gente. É importante não só para nós, como também para os rapazes que estão sendo criados - disse o técnico.

Questionado se Adriano teria tomado uma decisão errada do ponto de vista da recuperação, Joel preferiu evitar qualquer desconforto:

- Isso eu não sei. Cada um tem sua maneira de ser. Não posso responder o que está se passando na cabeça dele. De repente é mais fácil na academia perto da cada dele. Não sei, sinceramente. Gostaria de responder se tivesse conversado com ele.

Depois de deixar o Corinthians, em março, Adriano foi recebido pelo Flamengo para tratar seu problema no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Chegou-se à conclusão de que uma nova cirurgia se fazia necessária, e assim foi feito, em13 de abril, pelo médico do clube José Luiz Runco. Ultimamente, o atacante intensificava no Ninho do Urubu seu trabalho de fisioterapia. Ele já havia, inclusive, trabalhado com bola, ainda que sozinho, no CT do Flamengo.

Na semana passada, o técnico Joel Santana comentou com algum entusiasmo sobre a recuperação de Adriano. Após conversar com o jogador no café da manhã, o treinador disse ter percebido empolgação no atleta e chegou a dizer que valia a pena apostar em sua recuperação.


Patricia Amorim pede licença no Fla e vai a Londres na próxima semana


patricia amorim flamengo   (Foto: Marcelo Baltar/Globoesporte.com)
Patricia Amorim vai se ausentar da presidência do Flamengo por tempo determinado a partir da próxima semana. Na quinta-feira, a mandatária embarca para Londres para descansar e assistir às provas dos atletas do Flamengo nos Jogos Olímpicos, que começam na sexta. No fim de junho, ela pediu licença do cargo por quatro dias para resolver questões particulares.

- Todo ano tiro alguns dias sempre em julho. Vou para os Jogos Olímpicos assistir e representar o Flamengo. Temos 20 atletas e seis treinadores. Volto antes do outro fim de semana. O (César) Cielo vai nadar no dia 3 (de agosto). É o último dia que eu fico por lá - disse.

O vice-presidente Hélio Paulo Ferraz, que tem acumulado a vice-presidência de finanças nas férias de Michel Levy, irá responder pelo clube, mas o dirigente não tem participado ou interferido no dia a dia do futebol.

A presidente chegou a ser convidada pela CBF para chefiar a seleção feminina de futebol durante os Jogos Olímpicos, mas recusou o convite para ficar mais perto do Flamengo

Thomás volta a ser relacionado no Flamengo


Thomás - Flamengo (Foto: Cléber Mendes)
O meia-atacante Thomás voltou a ser relacionado pelo técnico Joel Santana visando o jogo contra o Cruzeiro, no próximo domingo, no Independência. O jogador não vinha sendo aproveitado pelo treinador, mas, provavelmente, ficará no banco de reservas com a possível saída de alguns jogadores na 11ª rodada do Brasileirão.

Thomás jogou poucas partidas sob o comando de Joel e após jogos inconsistentes, o técnico decidiu rebaixá-lo para o time de juniores. No treinamento desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, o meia-atacante fez boas jogadas atuando pelo time reserva e até recebeu conselhos.

- Vá com calma, garoto. Está muito afoito - disse Joel, aos risos.

Ao saber que iria viajar com o elenco para Belo Horizonte, Thomás exprimiu sua felicidade pelo Twitter.

- Amanha viajar para BH para o jogo de domingo. Voltei a ser relacionado! Muito feliz! - publicou Thomás.


Joel Santana testa Airton na zaga e Adryan no ataque em treino fechado

 Só depois de 1h40m de treino fechado à imprensa, Joel Santana permitiu que os jornalistas entrassem no Ninho do Urubu para assistir ao trabalho do Flamengo na manhã desta sexta-feira. Antes do acesso, fez testes na equipe titular durante um coletivo: Adryan entrou no ataque, e Airton foi testado na zaga.

Com as mudanças, a equipe começou escalada com Paulo Victor; Léo Moura, Marllon, Airton e Ramon; Amaral, Ibson, Renato e Luiz Antonio; Adryan e Vagner Love. No momento em que os jornalistas entraram, havia uma equipe diferente, com Arthur Sanches na zaga, Airton como primeiro volante, e Hernane no ataque. Ibson e Renato passaram a assistir à atividade ao lado do campo 1.

O zagueiro Marcos González ficou na fisioterapia. Ele sente um desconforto na região lombar desde o Fla-Flu, desfalcou o time contra Bahia e Corinthians, e é dúvida para jogo de domingo, apesar de ter treinado normalmente na quinta-feira. O chileno vai viajar com a delegação para Belo Horizonte. O atacante Deivid, que se recupera das dores na panturrilha direita, correu em volta do gramado e continua fora. 

O Flamengo enfrentará o Cruzeiro neste domingo, às 16h, no estádio Independência. Com 15 pontos, o time está na décima posição no Brasileiro.





quinta-feira, 19 de julho de 2012

Flamengo vai jogar duro contra a imprensa



A diretoria do Flamengo pretende jogar mais duro contra veículos de comunicação que julga estarem fazendo campanha contra. Vai pedir direito de resposta às acusações amigavelmente, mas, se não for atendida, pretende ir à Justiça para conseguir um espaço para dar sua versão dos fatos noticiados.



Veja os resultados desta quinta da série A



Campeonato Brasileiro 2012 (10ª rodada)

Atlético-GO 3 x 2 Figueirense
Fluminense 4 x 0 Bahia
Coritiba 1 x 1 Palmeiras


Adriano decide seguir recuperação por conta própria


Adriano no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
Adriano não aparece no Ninho do Urubu para se tratar desde a semana passada. O Imperador deixou de realizar toda a programação feita para ele pela equipe médica do Flamengo desde a segunda-feira. Segundo informou a assessoria do jogador, ele decidiu seguir a recuperação por conta própria e tem se tratado numa academia da Barra da Tijuca. O jogador faz uso de um fisioterapeuta próprio e tomou a decisão, ainda de acordo com a assessoria, pela comodidade de a academia ser mais perto de sua casa.

Apesar de não aparecer desde a segunda, Adriano só avisou nesta quinta-feira ao Flamengo que resolveu tomar um caminho diferente. O responsável por informar ao clube que seus serviços não seriam mais necessários foi o empresário do Imperador, Luca, relatou uma vez mais a assessoria de imprensa do jogador. Circula no clube a informação de que parentes do atacante o pressionam para que ele abandone o futebol profissional.

Até o fim da tarde, o Flamengo não sabia sobre a decisão de Adriano. Em entrevista coletiva, o diretor de futebol, Zinho, disse só saber que o jogador não estava indo ao Ninho do Urubu. À noite, o vice de futebol, Paulo César Coutinho, comentou o assunto. Ele reiterou que o atacante não tem contrato com o Fla e que o clube segue de "braços abertos".

- Está treinando numa academia. É coisa dele. Continuo na torcida para que se recupere, mas ele não é funcionário do clube. No CT ou na academia, o Flamengo continua de braços abertos - disse Coutinho.

José Luiz Runco, chefe do departamento médico do Flamengo e responsável por supervisionar a recuperação de Adriano, está com a seleção brasileira que vai disputar os Jogos Olímpicos de Londres. Ele havia informado que o atacante tinha programação no Ninho do Urubu de segunda a sábado. A posição do clube, no entanto, sempre foi mantida: como não tinha contrato, o atleta não precisava cumprir regras. A diretoria apenas emprestava as instalações e o serviço dos profissionais para auxiliar Adriano.

No último domingo, dia de folga do Imperador na programação feita pelo Flamengo, o atacante foi visto na Vila Cruzeiro, comunidade onde foi criado. Na segunda, não apareceu para se tratar. Nas duas noites seguintes, Adriano foi visto na casa de shows "Barra Music" e, novamente, não foi ao Ninho do Urubu durante o dia.

Depois de deixar o Corinthians, em março, Adriano foi recebido pelo Flamengo para tratar seu problema no tendão de Aquiles do pé esquerdo. Chegou-se à conclusão de que uma nova cirurgia se fazia necessária, e assim foi feito. Ultimamente, o atacante intensificava no Ninho do Urubu seu trabalho de fisioterapia. Ele já havia, inclusive, trabalhado com bola, ainda que sozinho, no CT do Flamengo.

Na semana passada, o técnico Joel Santana comentou com algum entusiasmo sobre a recuperação de Adriano. Após conversar com o jogador no café da manhã, o treinador disse ter percebido empolgação no atleta e chegou a dizer que valia a pena apostar em sua recuperação.


Um dia após falha, Bottinelli treina no terceiro time do Flamengo

Bottinelli, flamengo x Corinthians (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
No dia seguinte ao jogo contra o Corinthians, os titulares do Flamengo realizaram um treino regenerativo no Ninho do Urubu. O técnico Joel Santana mandou a campo aqueles que não participaram de toda a derrota para o clube paulista, por 3 a 0, e os demais reservas. Darío Bottinelli, titular nesta quarta-feira, treinou na terceira equipe. Bottinelli falhou no primeiro gol do Timão, marcado por Douglas, e acabou substituído no intervalo. Segundo o técnico Joel Santana, o argentino foi sacado pela perseguição dos torcedores, que passaram a vaiá-lo a cada toque na bola.

O time de baixo teve os titulares Marcos González e Ramon. O zagueiro não jogou contra o Corinthians porque ainda sentia dores nas costas. No caso do lateral-esquerdo, uma cláusula contratual não permite que ele enfrente o clube com quem tem contrato. Ele foi emprestado ao Rubro-Negro por um ano e meio.

A equipe teve a seguinte formação: Marcelo Carné, Wellington Silva, Welinton, González e Ramon; Cáceres, Luiz Anotonio, Mattheus e Adryan; Negueba e Diego Maurício.

Cáceres, que ainda não poderá estrear contra o Cruzeiro, jogou na função de primeiro volante, que é desempenhada por Airton na equipe de cima. No Libertad-PAR, ele jogava na função de segundo jogador de meio-campo. O paraguaio mostrou muita disposição, procurou orientar os companheiros, pediu bola e foi duro na marcação. Outro que também abusou da força foi González, que não poupou vontade nas divididas.


Luiz Antonio, que cumpriu suspensão contra o Corinthians, também treinou. Com a volta de Léo Moura para a lateral direita, ele passa a disputar uma vaga no meio com Ibson e Renato. Mattheus e Adryan, que entraram no segundo tempo, também foram escalados e tiveram boa movimentação.

Novidades no treino
Joel completou a atividade com dois jogadores da base. O lateral-esquerdo Felipe Dias e o atacante Nixon, um dos artilheiros da equipe de juniores na última edição do Carioca da categoria, foram escalados. O time formou com Felipe, Frauches, Rômulo, Thiago Medeiros e Felipe Dias; Amaral, Vitor Saba e Camacho; Bottinelli, Thomás e Nixon.

O Flamengo é o décimo na tabela do Brasileiro, com 15 pontos. O time volta a jogar no próximo domingo, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. A equipe treina às 9h30m da manhã desta sexta-feira.

Zinho explica não de Riquelme: 'Ficou assustado com time e pressão'

Fracassou a última cartada do Flamengo para contratar um camisa 10 na atual janela de transferências internacionais. O meia Riquelme recusou a proposta do Rubro-Negro para atuar no Brasil. E a justificativa dada pelo argentino para o diretor de futebol Zinho foi o nível da partida na derrota por 3 a 0 para o Corinthians, nesta quarta-feira, no Engenhão. Segundo o dirigente, Riquelme ficou assustado com o que viu em campo e na arquibancada.

- Foram palavras do Riquelme que o problema não foi financeiro, mas sim futebolístico. Ele falou que nossa proposta foi excelente, mas que assistiu ao jogo com o Corinthians e ficou assustado, com a atuação do time e as cobranças, a pressão da torcida. Queríamos um ano e meio de contrato. Ele pediu dois, e nós aceitamos. Ele queria receber ' limpo', aceitamos (U$ 2,5 milhões). Pediu garantia de receber em dia, e nós conseguimos. Não foi problema financeiro. Ele deve acertar com outro clube, mas não será por dinheiro - explicou o diretor de futebol.

O jogador, de 34 anos, anunciou sua saída do Boca Juniors no dia da derrota para o Corinthians na final da Libertadores, mas ainda não decidiu seu futuro.

Zinho também comentou a polêmica com o vice-presidente de finanças Michel Levy durante a negociação.

- Houve uma polêmica com o vice de finanças porque eu estava negociando com o meu jogador, mas como no Flamengo é impossível negociar sem que as coisas vazem... A primeira opção era o Diego, mas teriam novas possibilidades. Não falava da minha boca, parecia que não queria o Riquelme. Belíssimo jogador, nome maravilhoso, mas infelizmente não virá. Tive resposta via empresário dele, o Román elogiando, dizendo que quer falar comigo, agradeceu pelo esforço que o Flamengo fez.

O Flamengo se comprometeu a pagar R$ 500 mil de salário e deu garantias de que faria o pagamento.

Antes de conversar com Riquelme, o Flamengo negociou com Diego, mas o Wolfsburg não aceitou a proposta do clube. A janela para contratar jogadores que atuam no exterior fecha nesta sexta-feira.

Imprensa portuguesa põe zagueiro Sidnei, do Benfica, na mira do Flamengo


Sidnei benfica x beira mar (Foto: Agência Reuters)
Além do meio-campo, o Flamengo tenta reforçar a zaga antes do fechamento da janela de transferências internacionais, nesta sexta-feira. De acordo com informações da imprensa portuguesa, o Rubro-Negro disputa com o Zaragoza, da Espanha, a contratação de Sidnei, ex-Inter. O jogador, de 22 anos, pertence ao Benfica, mas segundo o site “Mais Futebol” o jogador tem vontade de voltar ao Brasil.

Formado nas categorias de base do Colorado, Sidnei teve passagens por diversas seleções de base. Junto com o atacante Alexandre Pato, ele fez parte da equipe que conquistou a Recopa Sul-Americana 2007. Chegou a jogar no Brasileiro daquele ano e na temporada seguinte, mas não virou titular. Em julho de 2008, foi negociado com um grupo português de investimentos e repassado ao Benfica, que adquiriu 50% dos direitos econômicos. Em 2009, o clube português comprou mais 20%. Em 2011, Sidnei foi emprestado ao Besiktas, da Turquia. O Benfica tem interesse de emprestar o jogador para que ele ganhe experiência.

O Flamengo tentou contratar Juan, ex-Roma, para a posição, mas o jogador acertou com o Inter por duas temporadas.


Cáceres busca espaço no meio de campo do Flamengo: 'Quero um lugar'



Caceres, Flamengo, Engenhão (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
Victor Cáceres conta os dias para estrear com a camisa do Flamengo. No início da semana, o volante viveu a expectativa de enfrentar o Corinthians, mas a regularização na CBF não ocorreu. Nesta quarta-feira, ele assistiu à derrota rubro-negra por 3 a 0 de um camarote do Engenhão. Agora, espera ter a chance de jogar contra o Cruzeiro no domingo, em Belo Horizonte, pela 11ª rodada.

Cáceres vai disputar uma vaga no congestionado meio-campo do Flamengo. Contra o Corinthians, o setor começou com Airton, Renato, Ibson e Bottinelli. Só o primeiro se salvou. Renato e Bottinelli erraram nos dois primeiros gols da equipe paulista, e Ibson não conseguiu ajudar na criação. O paraguaio chega ao clube com muita vontade de virar titular.

- A expectativa é de poder jogar. Há muitos meio-campistas bons no Flamengo. Tenho que treinar bem e tratar de ganhar um lugar para jogar. Quero um lugar na equipe.

Cáceres se destacou na campanha do Libertad-PAR na última edição da Libertadores não só pelo poder de marcação, mas pela força na bola aérea ofensiva.

- Minha maior característica é a recuperação de bola e o primeiro passe. Tenho boa altura e também sei fazer gols de cabeça.

Contra o Corinthians, ele viu a torcida rubro-negra revoltada com o desempenho ruim do time, mas as  referências que recebeu são bem diferentes. 

 - É uma das maiores torcidas do mundo. Sei que incentivam muito e ajudam a ganhar partidas.

O jogador diz que foi muito bem recebido pelos companheiros e acredita que a adaptação será rápida.

- Estou muito feliz porque é um grupo ótimo. Em muitas equipes grandes você chega e há divisão de grupos, mas o Flamengo tem um grupo muito unido, pessoas muito boas. É bom encontrar uma equipe assim. E a cidade é muito linda, creio que vou me adaptar rápido e vou poder levar uma vida tranquila.

A estreia de Cáceres contra o Cruzeiro, domingo, depende da regularização na CBF. O Flamengo aguarda o envio da documentação da Federação Paraguaia de Futebol e tem até esta sexta-feira, último dia da janela de transferências internacionais, para dar condições de jogo ao volante.



Sem chances, sem gols. Em jejum, Love faz queixa: ‘A bola não chega’


Vagner Love perdeu a paciência com o esquema de jogo do Flamengo. Contra o Corinthians, o atacante passou a maior parte do tempo fora da área. Com um meio-campo nada criativo, saía o tempo inteiro para buscar jogo. Em alguns momentos, o Artilheiro do Amor arriscou jogar como armador. Não deu certo. A derrota por 3 a 0 para os paulista, pela décima rodada do Brasileirão, deixou o problema do time ainda mais evidente. Tanto que o camisa 99 queixou-se pela falta de oportunidades. Em 90 minutos, não conseguiu finalizar uma vez sequer. Das sete finalizações da equipe, nenhuma foi dele. Foi a primeira vez que isso ocorreu com o jogador nesta edição do campeonato.

- A bola não chega, aí fica complicado - disse, em entrevista à “Rádio Tupi”, na saída de campo.

vagner love flamengo alessandro corinthians (Foto: Bruno Gonzalez / Agência O Globo)Love não conseguiu finalizar contra o Corinthians (Foto: Bruno Gonzalez / Agência O Globo)

O técnico Joel Santana começou a partida com um meio-campo formado por Airton, Renato, Ibson e Bottinelli. O argentino até começou bem, mas depois da falha individual que originou o primeiro gol dos corintianos passou a ser vaiado a cada toque na bola. Foi sacado no intervalo. O treinador lançou Adryan aberto pelo lado esquerdo, e o garoto de 17 anos tentou investir nas jogadas de velocidade. Esbarrou na forte marcação. Mattheus também entrou e substituiu o atacante Hernane. Canhoto, o meia jogou aberto pelo lado direito e buscou principalmente os cruzamentos para a área. O goleiro Cássio e a zaga bloquearam o gol alvinegro.

A falta de oportunidades faz o jejum de Love aumentar. Ele não marca há cinco partidas. Contra o Bahia, cumpriu suspensão. De volta contra o Corinthians, não conseguiu dar fim ao maior período dele no clube sem fazer gol. Ele tem quatro gols no Brasileiro.

O Flamengo está na décima posição, com 15 pontos. Na próxima rodada, o time enfrenta o Cruzeiro, domingo, em Belo Horizonte.

Finalizações de Love no Brasileiro

Sport: 2 (7 do Flamengo)
Inter: 2 (15)
Ponte Preta: 1 (12)
Coritiba: 3 (11)
Santos: 3 (9)
Grêmio: 1 (11)
Atlético-GO: 1 (12)
Fluminense: 4 (14)
Bahia: não atuou (6)
Corinthians: 0 (7)




Flamengo tem obstáculo por Riquelme: dinheiro a empresários


Riquelme seleção argentina (Foto: Getty Images)
O Flamengo quer anunciar a contratação de Riquelme nesta quinta-feira, mas ainda tem barreiras a ultrapassar antes de assinar com o jogador. O Rubro-Negro ainda não aceitou pagar a comissão pedida por dois intermediários do negócio. O clube carioca  também foi informado por esses agentes que o Grêmio também tem interesse em contar com o meia, de 34 anos, e aceitou pagá-los. Porém, o clube gaúcho nega o interesse.

O Rubro-Negro ofereceu R$ 500 mil de salário a Riquelme, o teto estabelecido pelo clube (o que o iguala a Vagner Love como maior salário do grupo). O mesmo valor foi proposto a Diego, mas o Wolfsburg não aceitou. Riquelme quis se certificar de que receberá em dia, e o Rubro-Negro atendeu. A garantia de pagamento está vinculada ao contrato de direitos de transmissão de televisão.

O clube, representado pelo diretor de futebol Zinho, procurou oficialmente os empresários do argentino e aguarda uma resposta. Se necessário, o advogado André Galdeano embarca para Buenos Aires nesta quinta com o contrato em mãos para finalizar o negócio – a janela de transferências internacionais se encerra nesta sexta.

A segurança sobre o salário não é o único entrave. O pagamento da comissão de dois empresários, um deles o ex-jogador Jorge Baidek, que atuou no Grêmio, pode pesar contra o Flamengo. Os agentes dizem que só os gaúchos aceitaram pagá-los.

Ao contrário do que informou repetidas vezes em entrevistas, o diretor de futebol Zinho negocia diretamente há 15 dias com os representantes do argentino. Riquelme acabara de dizer que não ficaria no Boca e pediria a rescisão de contrato, que terminaria no fim de 2013. Segundo a imprensa argentina noticiou nesta quarta, ele está cotado para acertar com o Rosário Central, da segunda divisão local, ou o Villarreal.



Os gols de Flamengo 0 x 3 Corinthians

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Flamengo 0 x 3 Corinthians



Ficha técnica



Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 18/7/2012

Hora:  21h50 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE) (FIFA)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) (FIFA) e Autemir Hausmann (RS) (FIFA)

Gols
Corinthians: Douglas, aos 27min do 1º tempo e aos 39min do 1º tempo; e Danilo, aos 9min do 2º tempo

Cartões amarelos
Flamengo: Aírton  e Adryan
Corinthians: Chicão

Renda/público: R$ 321.605,00 / 12.027 pagantes

Flamengo: Paulo Victor; Léo Moura, Marllon, Arthur Sanches e Magal; Aírton, Botinelli (Adryan), Ibson e Renato; Vagner Love e Hernane (Matheus)
Técnico: Joel Santana

Corinthians Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo Andre e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Douglas (Edenilson); Romarinho (Jorge Henrique) e Emerson
Técnico: Tite

Adriano ainda não foi ao Ninho do Urubu nesta semana para treinar



Adriano no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)O atacante Adriano ainda não foi ao Ninho do Urubu nesta semana para dar prosseguimento ao seu trabalho de recuperação da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. A assessoria de imprensa do atleta ainda não divulgou a versão do Imperador para as ausências. Ele é esperado na tarde desta quinta no CT. De acordo com o "Ego", Adriano foi a uma casa de shows na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, nas noites de segunda e terça-feira.
 
José Luiz Runco, chefe do departamento médico do Fla e o responsável por supervisionar a recuperação de Adriano, está com a Seleção Brasileira que irá disputar os Jogos Olímpicos de Londres. Ele já informou que o atacante tem programação no Ninho de segunda a sábado. A posição do clube, no entanto, não muda: como não tem contrato, o atleta não precisa cumprir regras. A diretoria apenas empresta as instalações e o serviço dos profissionais para auxiliar o atleta.

Apesar disso, Zinho, diretor de futebol rubro-negro, teve uma conversa com Adriano e deu prazo até o dia 1º de agosto para o atacante apresentar evolução em sua condição física. Se o resultado for positivo, o clube poderia propor um contrato ao Imperador.

Adriano fez a cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo no dia 13 de abril. Pouco antes de completar três meses, fez um treino leve com bola.




Com Olimpíada na Record, Globo troca vasco por Flamengo e Palmeiras por Corinthians



No primeiro domingo com a Olimpíada na concorrência, a TV Globo trocou a transmissão do jogo do Campeonato Brasileiro e vai passar o jogo do Corinthians ao invés do Palmeiras. 

Inicialmente estava previsto ser transmitido para TV aberta o confronto Cruzeiro x Palmeiras, direto do estádio Independência, em Belo Horizonte. Agora, porém, no dia 29 de julho, a emissora irá mostrar Bahia x Corinthians, no estádio de Pituaçu, em Salvador. 

A CBF confirmou a troca dos horários das partidas nesta quarta-feira. Assim, Cruzeiro x Palmeiras será às 18h30 e Bahia x Corinthians, às 16h. 

Este será o primeiro domingo em que a Globo terá a concorrência direta da TV Record, que detém os direitos dos Jogos Olímpicos para TV aberta. Nesta data e horário, a Olimpíada terá dois jogos de futebol masculino, além de duelos no basquete e vôlei e de outras modalidades. 

Outra alteração feita a pedido da TV Globo envolve clubes cariocas e o vasco sofrerá a mesma perda que o Palmeiras. 

Na quarta-feira, dia 8 de agosto, Sport x vasco será agora às 19h30, na Ilha do Retiro, enquanto que Figueirense x Flamengo acontecerá às 21h50, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. 

Pela tabela oficial, o Corinthians tinha previsto 10 jogos na TV aberta para SP (sendo três clássicos), o Flamengo terá nove para o Rio (dois clássicos) e o São Paulo terá sete para SP (1 clássico). 

Botafogo e vasco surgem empatados com quatro (mas o alvinegro com um clássico justamente contra o rival rubro-negro), seguidos por Santos (sendo um clássico contra o Corinthians) e Fluminense (dois, sendo um clássico). 

Na lanterna entre os grandes paulistas e cariocas, aparece o Palmeiras, com apenas um confronto --e justamente o dérbi ante o Corinthians. 




Arte - RENDIMENTO DOS CLUBES COM DIREITO DE TV




Júnior critica amadorismo do departamento de futebol do Flamengo



Conhecedor como poucos do ambiente do Flamengo, o ex-jogador e comentarista Júnior, ídolo da torcida rubro-negra, acredita que o clube tem que profissionalizar seu departamento de futebol para acabar com os atritos entre integrantes da diretoria.

- Tem que mudar a mentalidade de quem comanda. Não pode ter um departamento de futebol comandado por amadores, por voluntários. Você precisa ter profissionais, com a diretoria cobrando destes, mas sem interferir - destacou Júnior no "Arena SporTV" desta quarta-feira.

Júnior, que já trabalhou no departamento de futebol do Flamengo, acredita que situações como a que o Zinho passou na última terça-feira não podem ocorrer. Na ocasião, o atual diretor de futebol do clube se surpreendeu com a informação de um suposto encontro entre Michel Levy, vice de finanças, com Riquelme na Argentina.

Indignado, Júnior diz que esta não é a primeira vez que algo do tipo acontece no Flamengo e acredita que este tipo de situação pode ser considerada até uma forma de agressão.

- Ontem (terça-feira) apareceu uma história de que o Michel Levy teria tido um encontro com Riquelme e isto criou uma situação constrangedora com o Zinho. Mas isso é normal no Flamengo. É uma forma de agredir que está na sua frente (...) O vice-presidente de finanças não tem a mesma autoridade que um tetracampeão mundial como o Zinho. Precisaria mudar uma série de coisas lá dentro - complementou.



Torcida do corinthians passará a do Flamengo em 2028, diz estudo, de um imbecil!


Um estudo ainda inédito promete esquentar as discussões sobre qual a maior torcida do Brasil. Se, por ora, o Flamengo reina soberano, a Pluri Consultoria garante que o Corinthians passará o Rubro-Negro em 2028.

A projeção leva em conta as 20 últimas grandes pesquisas de opinião sobre predileção clubística e uma projeção sobre expectativa do crescimento 

Responsável pelo estudo, Fernando Ferreira, sócio-diretor da Pluri, trabalha com um cenário de 29,2 milhões de rubro-negros contra 25,1 milhões de corintianos (NR: a 4ª Pesquisa L! Ibope, de 2010, indicava que o Fla possuía 33,4 milhões de torcedores e o Timão 25,8 milhões), mas aponta redução gradual nesta diferença.

- O Corinthians está com a faca e o queijo na mão. Em São Paulo o clube tem 14 milhões de torcedores, o que representa quase a população do estado do Rio - disse Ferreira, que recomendou que o Flamengo siga o exemplo de gestão do Timão:

- Caso repita a receita, o Fla tem poder para vencer todos os títulos em três anos.

Informado sobre a projeção, Marcus Duarte, diretor-executivo de marketing do Fla, contestou os métodos usados para a aferição:

- É sempre muito arriscado fazer uma projeção deste tipo.






Léo Moura reforça desejo de ficar no Flamengo, mas não descarta saída


Leo Moura no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
A espera de Léo Moura para voltar a jogar acaba nesta quarta-feira. Afastado do time do Flamengo há quase um mês com uma lesão muscular de grau 2 na coxa esquerda, o lateral-direito retorna contra o Corinthians, às 21h50m (de Brasília), no Engenhão, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O capitão, no entanto, vive outra expectativa: a renovação de contrato. O vínculo com o clube termina em 31 de dezembro. Até agora, só uma reunião para tratar do assunto foi realizada e as partes não chegaram a uma conclusão.

- Nós tivemos um encontro neste período em que eu estava machucado, mas depois não fui mais procurado pela diretoria. Talvez porque o clube esteja envolvido nessa busca de reforços, essa questão de encontrar um camisa 10. Estou esperando, mas também tenho que pensar no futuro da minha família, já que provavelmente será o meu último contrato – disse o jogador, que está com 33 anos.

Léo, que completou sete anos de clube nesta temporada, pretende renovar por mais três. A ideia da diretoria é fechar por um período de um ano. A partir de 30 de junho, o camisa 2 ganhou o direito de assinar um pré-contrato com outro clube. A vontade é ficar, mas o jogador diz que não pode descartar uma saída. 

- Todo mundo sabe o que eu quero, que meu desejo é ficar no Flamengo e encerrar a carreira aqui. Se aparecer algo bom para mim e para o clube, aí vamos conversar, ver o que é melhor para as duas partes. Felizmente sei que sou um jogador que tem mercado, que muitas portas estariam abertas. Mas estou tranquilo, não estou incomodado com nada, e espero que as coisas se resolvam da melhor maneira possível.

O lateral não joga desde 6 de junho, contra a Ponte Preta. Ele ressalta que a principal preocupação no momento é retomar o ritmo e o bom desempenho.

- Tenho que voltar a jogar, fazer o meu melhor e estou pensando nisso agora. Tenho mais seis meses de contrato e quero ajudar o Flamengo a lutar pelo título do Campeonato Brasileiro. Vamos ver o que vai acontecer.

Léo Moura está bem perto de alcançar uma expressiva marca com a camisa do Flamengo. Faltam apenas dez partidas para ele chegar ao 400º jogo.

O diretor de futebol Zinho já disse algumas vezes que foi autorizado pela presidente Patricia Amorim para renovar o contrato do capitão rubro-negro.



Flamengo costura acordo com Deivid para quitar dívida de R$ 8 milhões



Atacante Deivid concede entrevista coletiva  (Foto: Janir Junior /globoesporte.com)
Além do vai e vem entre o campo e o banco de reservas, Deivid é um credor do Flamengo. Mas segundo o diretor de futebol Zinho, um acordo para quitar a dívida que o clube tem com o atacante está sendo costurado. O dirigente procurou o jogador para elaborar uma forma de dissolver o saldo até o fim do ano, quando termina o contrato do camisa 9. A presidente Patricia Amorim participou de uma das conversas.

Deivid não recebe os direitos de imagem há 24 meses. Segundo o GLOBOESPORTE.COM apurou, cada parcela seria num valor de R$ 340 mil - totalizando um débito de R$ 8,1 milhões. Porém, o clube alega que o total de cada parcela é de R$ 250 mil - o que reduziria a dívida para R$ 6 milhões. Em 30 de janeiro, o atacante entrou com uma ação na 37ª Vara Cível do Rio de Janeiro sob alegação de pendência no pagamento dos direitos de imagem, num total de R$ 6,46 milhões, e reivindicando uma indenização por dano material. Segundo ele, a dívida não foi abatida depois da ação.

- Eu e a presidente tivemos uma conversa com o Deivid e seu representante. Vimos como estava a questão da dívida, e vamos começar a pagar. E não só os salários, como os direitos de imagem. Quando começarmos a quitar a dívida, a ideia é parar a ação na Justiça. Entrando um dinheiro de patrocinador, de direitos de televisão, vamos ajustando. Foi um papo muito bom, o Deivid foi solícito e deixou claro o seu desejo de acertar tudo. Ele é profissional, apesar dos problemas nunca deixou de treinar, sempre cumpriu seus compromissos. Antes mesmo do jogo contra o Bahia, no domingo, tive outra conversa com o Deivid. O resultado da conversa foi o melhor possível – explicou Zinho, sem dar detalhes sobre o papo e sobre o acordo.

Deivid foi titular contra o Bahia, mas acabou substituído no segundo tempo com dores na panturrilha direita. O problema tira o atacante da partida contra o Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h50m, pela décima rodada. A tendência é que a dupla de ataque seja formada por Love, que volta de suspensão, e Hernane. A escalação provável: Paulo Victor, Léo Moura, Arthur Sanches, Marllon e Magal; Airton, Ibson, Renato e Bottinelli; Hernane e Love.

Com retorno esperado, González segue fora do time do Flamengo

González tinha o retorno confirmado até o fim do treino da tarde dessa terça-feira, mas, na manhã desta quarta, o site oficial do Flamengo publicou nota afirmando que o zagueiro continuará fora do time rubro-negro. O chileno chegou a treinar normalmente, mas segue com dores na região lombar e, por isso, será preservado para a próxima partida, domingo, contra o Cruzeiro, em Minas.

- Estou fazendo o trabalho de fisioterapia e treinando junto da equipe para não ficar fora de forma, mas ainda sinto dores - disse o jogador, que não atua desde o Fla-Flu do dia 8, ao site oficial do clube.

O médico Márcio Tanure também falou sobre o caso de González e deixou claro que é mais uma questão de precaução mesmo.

- O González já pode treinar com bola e participar das atividades junto com a equipe. A questão é que ele ainda sente um pouco de dor, o que o deixa inseguro. Vamos analisar o comportamento dele nos próximos dias para ver se ele poderá jogar a próxima partida - afirmou o médico, também ao site do Flamengo.

Sem González, a tendência é que Joel Santana utilize Arthur Sanches, que já havia sido escalado na vitória sobre o Bahia. O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira para enfrentar o Corinthians, às 21h50m, no Engenhão.