Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 27 de outubro de 2012

Gols Flamengo 14 X 11 Botafogo 27.10.2012 Torneio Rio-São Paulo Showbol




Autor de um golaço na semifinal, Fábio Baiano prega respeito ao Corinthians


Autor do gol mais bonito da semifinal do Torneio Rio-São Paulo de showbol (assista ao lance no vídeo acima), o rubro-negro Fábio Baiano está confiante para a decisão. Após eliminar o Botafogo, neste sábado, o Flamengo disputa o título contra o Corinthians, neste domingo, às 11h30m, no ginásio Isaque de Oliveira Ramos, em Casimiro de Abreu (RJ) - o SporTV transmite ao vivo.

Para Fábio Baiano, o Flamengo tem de entrar na final com os pés no chão. Respeitando o adversário, ele pede que sua equipe repita a grande atuação deste sábado, contra o Botafogo. Campeão carioca e brasileiro, o time da Gávea busca uma inédita tríplice coroa no showbol.

- Vamos buscar mais um título, mas vai ser um jogo difícil, porque o Corinthians tem uma equipe boa que passou pelo Fluminense na semifinal. Temos que jogar do jeito que jogamos hoje: procurando sempre o gol. Djalminha e Cleisson têm se destacado e a gente precisa apenas jogar o nosso melhor futebol - afirmou o jogador.

Considerado o "motorzinho" do Flamengo, Fábio tentou descrever a jogada onde fez um dos gols mais bonitos da história do showbol, em chute forte e preciso do seu campo de defesa.

Fábio Baiano Flamengo showbol (Foto: Max Santos/Divulgação) 
Fábio Baiano (à dir.) comemora com Marquinhos (ao centro) e Cleisson (Foto: Max Santos/Divulgação)

- Na hora em que eu levantei a cabeça ele (Gabriel, goleiro do Botafogo) estava adiantado e a bola estava quicando. Não tive dúvida nenhuma e chutei para o gol. Fui feliz - divertiu-se o atleta.

Flamengo e Corinthians se enfrentam em uma final pela segunda vez na história do showbol. Em 2010, os times decidiram o Campeonato Brasileiro e quem se deu melhor foi o Rubro-Negro, que desbancou o rival com uma vitória por 9 a 7.


Flamengo e Madureira duelam pelo Carioca de Futebol 7


Flamengo e Madureira se enfrentam neste domingo (28) pela semifinal da Taça Cidade Olímpica, segundo turno do Campeonato Carioca de Futebol 7. A disputa acontece às 11h20 (Brasília) na Arena Rio Fut7, no Aterro do Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro. A entrada é franca.

flamengo futebol de 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7) 
Flamengo mantém os 100% na competição (Foto: Davi Pereira/Jornal F7)

Essa não é a primeira vez que os clubes se encontram no campeonato. No primeiro turno da disputa da Taça Cidade Maravilhosa, ficou tudo igual entre as equipes, deu 1 a 1.

Para a partida, a equipe do Madureira vem de uma sequência de bons resultados. Venceu Fluminense e, na última quarta-feira (24), eliminou a equipe do Vasco nas quartas-de-final, com um placar de 2 a 0.

Madureira futebol de 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7) 
Equipe do Madureira tem sequência com bom desempenho  (Foto: Davi Pereira/Jornal F7)

O Flamengo tem 100% de aproveitamento no campeonato. O treinador da equipe acredita no bom desempenho e vai pra cima da vitória.

- O esporte hoje se encontra em um nível muito elevado, onde não existe melhor e nem pior. Os 100% que temos hoje poderá ter servido de nada, caso a gente entre em campo e perca a vaga na final. Madureira tem um bom time e já provou para todos - declarou treinador da equipe do Flamengo, José Moraes, após a vitória do rubro-negro sobre o Boavista nas quartas de final.



Wellington Silva dá receita diante do Atlético-MG: ‘Cabeça no lugar’


O Flamengo trabalha com os pés e a cabeça para buscar uma vitória sobre o Atlético-MG, quarta-feira, em Belo Horizonte. Com uma semana inteira para trabalhar a equipe, Wellington Silva acredita que o time possa evoluir, mas deu a receita para enfrentar o Galo e o apoio da torcida mineira no estádio Independência.

- Essa semana sem jogo valeu pelo descanso, para treinar mais. Vai ser um jogo muito difícil, mais ainda por ser na casa deles. A pressão vai ser grande, a torcida vai apoiar. Temos que chegar lá com a cabeça no lugar, tranquilidade, sem se afobar, e com calma buscar a vitória – ensinou o novo dono da lateral direita.

Com os recentes problemas de contusão – casos de Léo Moura e Cáceres – Wellington Silva destacou a importância do grupo nas rodadas restantes do Brasileirão.

- Essas contusões na fase final atrapalham. Precisamos de todos, não apenas de 11, mas o elenco completo é que faz falta – completou o jogador.

Os jogadores ganharam o domingo de folga e se reapresentam segunda-feira pela manhã, no Ninho do Urubu.


Flamengo vence Botafogo e decide o Rio-São Paulo contra o Corinthians


Atual campeão carioca e brasileiro de showbol, o Flamengo terá a possibilidade de conquistar a inédita tríplice coroa da modalidade neste domingo, quando enfrentará o Corinthians na final do Torneio Rio-São Paulo, às 11h30m. Jogando em Casimiro de Abreu (RJ), o Mengão derrotou o Botafogo por 14 a 11, neste sábado, pela semifinal do campeonato. A final entre os dois clubes de maior torcida do país será uma reedição do Brasileiro de 2010, quando o time da Gávea levou a melhor.

O jogo começou movimentado. Logo no primeiro minuto, Marquinho soltou uma bomba, a bola bateu no travessão e entrou: 1 a 0. O empate alvinegro não demorou a sair. Aos três, Bruno Carvalho acertou bonito chute, calando a maioria de torcedores rubro-negros presentes ao ginásio Isaque de Oliveira Ramos.

Flamengo x Botafogo, semifinal do Torneio Rio-São Paulo de showbol. (Foto: Max Santos / Divulgação ) 
Com um início arrasador, o Flamengo chegou a abrir 7 a 3 no marcador. (Foto: Max Santos / Divulgação )

Entretanto, o Flamengo marcou dois gols em sequência, com Marquinhos e Djalminha, pulando à frente no placar. O Botafogo não se entregou e balançou a rede novamente aos oito, com Julinho. O jogo seguiu movimentado. André Cruz e Cleison marcaram novamente para o Rubro-Negro, enquanto André Silva diminuiu para o Glorioso: 5 a 3.

Aos 15, Fábio Baiano arrancou em velocidade e bateu para o gol. Gabriel deu rebote e Cleisson conferiu de cabeça. O mesmo Cleisson voltou a marcar no minuto seguinte, aumentando a vantagem da equipe flamenguista para quatro gols. Edmar, aos 17, recolocou o Botafogo na partida e Alemão, aos 19 reduziu a diferença para dois gols.

De pênalti, Julinho deixou o Glorioso a um gol do empate, a cinco minutos do fim, mas Junior Baiano voltou a marcar para o Flamengo, aos 23. O time de General Severiano não desistiu e fez mais um logo após a saída, com Julinho. No minuto final, André Cruz anotou o nono do Fla, mas Alemão e Bruno Carvalho balançaram a rede nos últimos segundos, empatando a partida: 9 a 9.

Flamengo x Botafogo, semifinal do Torneio Rio-São Paulo de showbol. (Foto: Max Santos / Divulgação )
A partida continuou movimentada no segundo tempo. Aos quatro, Gelson Baresi fez 10 a 9, em lance que gerou muitas reclamações dos botafoguenses, que pediram falta na jogada. Cleisson, de cabeça, marcou mais um aos seis, assim como Fábio Baiano que assinou uma obra de arte aos sete. Percebendo Gabriel adiantado, ele chutou do seu campo de defesa, fazendo um golaço.

O Botafogo só voltou a balançar a rede aos 10, com Nilsinho. A partir de então, os times passaram a desperdiçar muitas chances. Na mais incrível delas, Possato e Julinho avançaram contra um marcador e se enrolaram no momento da conclusão. Aos 21, o Alvinegro acabou castigado, quando Cleisson marcou o 13º do Fla.

A três minutos do fim, Bruno Carvalho renovou as esperanças botaofoguenses, deixando sua equipe mais uma vez a dois gols do empate. Só que, Djalminha fez 14 a11 a um minuto do fim, selando a vitória do Flamengo.

Botafogo: Gabriel, Max, Alemão, Julinho, Possato e Bruno Carvalho. Entraram: Sidcley, Edmar, André Silva, Télvio e Nilsinho. Técnico: Gonçalves.

Flamengo: Robertinho, Emerson, André Cruz, Junior Baiano, Marquinhos e Djalminha. Entraram: Gelson Baresi, Piá, Maurinho, Fábio Baiano e Cleisson. Técnico: Ernesto Paulo.




Cáceres inicia treino entre titulares, mas volta a sentir dor no quadril

A manhã de sábado na Gávea teve o desenho do Flamengo que enfrentará o Atlético-MG, na quarta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O time treinou com Paulo Victor (Felipe se queixou de dores nas costas, mas não é problema), Wellington Silva, Renato Santos, Gonzalez e Ramon; Amaral, Cáceres, Renato e Cléber Santana; Liedson e Vagner Love. No entanto, logo no início Cáceres deixou a atividade, sentindo dores no quadril, e deu lugar a Ibson.

O volante já desfalcara o time na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo pelo mesmo motivo. Neste sábado, foi avaliado pelo departamento médico, que garantiu que ele treinará normalmente na segunda-feira, às 9h30m, no Ninho do Urubu.

dorival junior flamengo  treino (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com) 
Dorival conversa com jogadores durante treino na Gávea (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
 
Recuperado de um estiramento na coxa direita, Léo Moura atuou entre os reservas. Love também deixou o treino, mas apenas por precaução, por um incômodo no joelho. Hernane fez dupla com Liedson.

Adriano compareceu normalmente ao treino pela manhã, mas fez um trabalho com bola com um terceiro grupo.





Contra caldeirão e invencibilidade, Dorival usa maturidade como escudo


A tarefa que o Flamengo tem pela frente ainda não foi feita neste Campeonato Brasileiro: superar o Atlético-MG dentro do estádio Independência. No local, o anfitrião está invicto após 16 partidas disputadas até agora, com 13 vitórias e três empates - melhor campanha em casa da competição. Atento ao adversário, o técnico Dorival Júnior atribuiu a força do rival ao apoio de sua torcida, que desde o fechamento do Mineirão para obras viu a equipe precisar sair de Belo Horizonte e mandar seus jogos na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

dorival junior flamengo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo) 
Dorival aposta na experiência de seus principais jogadores para o Fla suportar a pressão contra o Galo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo)
 
Envolvido na disputa pelo título brasileiro, o Atlético-MG deve lotar o Independência, com aproximadamente 20 mil torcedores. Para suportar a pressão do caldeirão, o comandante rubro-negro, mesmo reticente, apoia-se na maturidade dos jogadores como um escudo para o Flamengo usar na partida da próxima quarta-feira.

- A torcida do Atlético-MG sempre fez diferença. No Mineirão, era a força da equipe. Tiraram a torcida do seu habitat natural, mas ela voltou agora nessas condições no Independência, que é um aliado muito grande e foi fundamental na campanha. Pode ser que sim (jogadores do Fla sentir a pressão), pode ser que não. A equipe do Flamengo tem jogadores maduros para enfrentarmos qualquer condição sem que nos incomodemos - afirmou o treinador, que já esteve à frente do adversário mineiro entre 2010 e 2011.

Se seguir essa linha de pensamento, a tendência é que o técnico arme uma formação com jogadores mais experientes em campo e preserve os jovens do time, como Adryan, Luiz Antonio, Thomás e Nixon, por exemplo. Ainda sem esboçar os titulares nos treinos da semana, Dorival deu pistas de que pode repetir a mesma formação que derrotou o Atlético-MG por 2 a 1 no Engenhão, em jogo adiado da 14ª rodada do primeiro turno.

Zona de rebaixamento ainda preocupa

Com 40 pontos, e sete à frente do Z-4, o Flamengo está na 14ª posição e ainda não se vê livre do risco de rebaixamento, restando seis jogos para o fim do Brasileiro. Embora o time tenha só 4% de chances de queda para a Série B, segundo o matemático Tristão Garcia, Dorival ainda se mostra preocupado e pregou cautela até ter confirmada a permanência do Rubro-Negro na Primeira Divisão.

- É a realidade. Se existe risco matemático, existe risco real. Não há porque minimizarmos essa condição. Temos que ser realistas, e no futebol brasileiro tudo pode acontecer. Não podemos relaxar achando que está definido (o Z-4). Não está - ressaltou.

Flamengo e Atlético-MG se enfrentam na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no estádio Independência, pela 33ª rodada do Brasileirão.




sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Reunião de 8 horas na Gávea deixa acordo do Flamengo com Adidas encaminhado


Em reunião de mais de oito horas na Gávea, nesta sexta-feira, os departamentos jurídicos do Flamengo e da Adidas avançaram na redação do contrato de patrocínio e deixaram o documento da proposta encaminhado para ser finalizado na semana que vem. As duas partes saíram satisfeitas e consideram que o próximo encontro praticamente definirá a redação que será enviada para o Conselho Deliberativo.

A Adidas pagará ao Flamengo R$ 363 milhões por dez anos de contrato e exclusividade de fornecer material esportivo. Já no ano que vem o clube ganhará R$ 25 milhões de adiantamento e, conforme estipulado em contrato, o Rubro-Negro receberá R$ 30 milhões por anos nos cinco primeiros ano de vínculo e R$ 35 milhões nos últimos cinco.




Próximo adversário, Atlético-MG vira exemplo para Fla de Dorival em 2013



Se depender de Dorival Júnior, o Atlético-MG vai passar de adversário na próxima quarta-feira, em Belo Horizonte, a aliado do Flamengo. Pelo menos como exemplo para reagir após um período negativo. Reconhecendo que o Rubro-Negro faz uma campanha abaixo da média no Campeonato Brasileiro, o técnico busca respaldo para apostar numa temporada melhor do clube em 2013. E para isso, ele usa a fase ruim como aprendizado e se espelha no time mineiro, ao lembrar que o rival também lutou para fugir do Z-4 no Brasileirão de 2011 antes de atingir resultados expressivos este ano.

- Estou tentando fazer o melhor, trabalhando com intensidade. A falta de resultados às vezes neutraliza a demonstração de evolução. É difícil explicar futebol, nem sempre as coisas acontecem como a gente quer. E o resultado não espelha o que vem sendo o desenvolvimento do trabalho. Infelizmente o que joga é o percentual de acertos, os jogos... Se o Flamengo conseguir sair dessa condição, vai sair muito forte para o ano que vem. Com o Atlético-MG aconteceu isso em 2011. Os jogadores lançados eram pouco conhecidos, o time teve uma fase ruim, mas as coisas vieram a acontecer no fim do ano. Depois, teve a conquista do Campeonato Mineiro em 2012, agora está bem no Brasileiro... Tudo é questão de tempo - salientou o treinador, que já dirigiu o Atlético-MG e livrou a equipe do rebaixamento em 2010.

Dorival junior flamengo treino (Foto: Thiago Lima / Globoesporte.com) 
Ex-Atlético-MG, Dorival Júnior lembra reação do Galo como exemplo (Foto: Thiago Lima / Globoesporte.com)
 
Sem citar jogos específicos, Dorival lamentou a perda de alguns pontos, que em sua visão deixariam o Flamengo hoje entre a décima e a sexta posição na tabela. Mas o comandante rubro-negro se mostra otimista em relação aos futuros resultados do trabalho, e garante que o clube ainda vai colher os frutos, mesmo que seja com outro técnico.

- Alguns resultados deixamos escapar e seriam importantes. Alguns pontos a mais hoje, e a gente estaria entre décimo e sexto lugar, o que na minha concepção seria o ideal para o Flamengo (esse ano). Gerou um prejuízo muito grande, tivemos dificuldade nesse período, fizemos uma campanha abaixo do esperado. Mas acredito que o trabalho que vem sendo desenvolvido em algum momento começará a dar resultado. Não sei quando. Tem que trabalhar de uma maneira consciente, traçando objetivos e cumprindo etapas. Temos feitos bons jogos, reagindo bem em campo, nos treinos, demonstrando uma intenção de acerto muito grande e com isso fico um pouco menos preocupado. Infelizmente, no Brasil, o treinador vive da semana, mas estou tranquilo. O trabalho bem realizado deixa alguma coisa plantada e futuramente alguém vai colher coisas boas - previu.

Após uma semana sem jogos, o Flamengo ainda terá mais quatro dias de preparação antes da partida contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 33ª rodada do Brasileirão. Restando seis partidas para o fim do Brasileiro, o Rubro-Negro é o 14º colocado, com 40 pontos, sete à frente da zona de rebaixamento.



Cobertura do Maracanã começará a ser erguida no dia 22 de novembro



Obras Maracanã (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com)
O presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), Ícaro Moreno Júnior, confirmou na tarde desta sexta-feira que a futura cobertura do Maracanã começará a ser erguida no próximo dia 22 de novembro. Uma placa no canteiro do estádio já faz a contagem regressiva.

Todo o processo estrutural foi iniciado no mês de setembro, com a fixação de 60 anéis de compressão de 40 toneladas cada um e a chegada dos cabos tensionados, que já estão sendo esticados nas arquibancadas.

Orçada em mais de R$ 859 milhões, a inauguração da obra está prevista para fevereiro do ano que vem e atualmente está com 70% de conclusão.

- Temos novidades. No dia 22 vamos começar a subir nossa cobertura. Inclusive, alguns alemães estão aqui ajudando nesse processo. Estamos trabalhando forte para isso. Sempre tenho dito que o estádio do Maracanã será o melhor do mundo. São os projetos mais modernos – disse ele, que confirmou as instalações das cadeiras apenas para fevereiro.

Após a colocação da estrutura, que tem forma de uma teia de aranha, alpinistas profissionais terão a responsabilidade de instalar a lona, que vai cobrir cerca de 75 mil dos 78.639 lugares do estádio. De acordo com o projeto, cerca de metade da água da chuva que cair sobre a cobertura será captada e drenada por meio de 60 calhas de concreto por um sistema de sucção a vácuo. A água, então, seguirá para dois reservatórios subterrâneos com filtros para tratamento e posteriormente será direcionada aos banheiros.
Obras Maracanã (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com) 
Cabos estão sendo esticados para o inicio do içamento  (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com)
 
 

Flu abre semifinal contra o Corinthians, enquanto Bota e Flamengo duelam a seguir


Atual campeão do Torneio Rio-São Paulo de showbol, o Fluminense abre as semifinais da edição 2012 neste sábado, contra o Corinthians às 10h30m. No outro confronto do dia, às 11h30m, o Botafogo, do técnico Gonçalves, encara o todo poderoso Flamengo, que busca a inédita tríplice coroa no showbol. Os dois jogos serão realizados no ginásio Isaque de Oliveira Ramos, em Barra de São João, distrito de Casimiro de Abreu (RJ). O SporTV transmite as partidas ao vivo.

showbol, com Fluminense x Corinthians e Botafogo x Flamengo (Foto: Reprodução) 
Flu, Corinthians, Bota e Fla lutam pelo título da sexta edição do Rio-São Paulo (Foto: Reprodução)
 
Considerado o favorito antes da competição, o Flamengo acabou ficando em segundo em sua chave, terminando atrás do Fluminense na classificação. O Tricolor superou o rival na tabela por conta da vitória no Fla-Flu, da segunda rodada.

Por não ter sido o primeiro, o Rubro-Negro terá de encarar o líder do grupo B, Botafogo, na semifinal. O time de General Severiano somou uma vitória e dois empates na primeira fase, com direito a reação épica no clássico contra o vasco, na segunda rodada. Na ocasião, o Glorioso perdia por 8 a 4, quando foi buscar um empate que parecia improvável.

O Corinthians, por sua vez, vem para a semifinal com um desempenho bem parecido com o Botafogo. Com os mesmos cinco pontos do rival, o Alvinegro do Parque São Jorge ficou em segundo na chave devido ao saldo de gols.

O Timão é o único representante paulista na semifinal do Torneio Rio-São Paulo. Maior vencedora da competição, a equipe do Parque São Jorge busca o tricampeonato. Por outro lado, os cariocas querem atingir uma marca importante no torneio. Caso um time do Rio vença a edição 2012, o estado empatará em títulos com São Paulo.

Confira todos os campeões do Rio-São Paulo de showbol:

2007 - Corinthians
2008 - Santos
2009 - Corinthians
2010 - Flamengo
2011 - Fluminense



Fabiana Beltrame conquista o ouro no Sul-Americano de Remo



Os remadores do Flamengo mostraram garra e fizeram bonito em suas provas no Campeonato Sul-Americano de Remo, que está sendo disputado em Curauma, Valparaíso, no Chile. Fabiana Beltrame confirmou favoritismo na briga pelo ouro no single skiff peso-leve e sagrou-se campeã sul-americana. Beatriz Tavares, que disputou o Double skiff junior com a atleta do Botafogo, também assegurou o primeiro lugar. Yanka Britto ficou com a prata no skiff pesado. No masculino, João Hildebrando ficou em terceiro lugar na disputa do 2 Sem peso-leve, que só contou com três guarnições. Segundo o técnico Alexandre Clark, pelos critérios do campeonato, o terceiro colocado não medalha, apenas os dois primeiros.

Fabiana Beltrame não teve dificuldade em vencer sua prova, com boa vantagem sobre as adversárias. Amanhã, sábado, a remadora do Flamengo ainda compete no Double, com a também rubro-negra Yanka Britto.

Na briga pelo ouro no Double junior feminino, Beatriz Tavares e se sua companheira, Camila Serrão, do Botafogo, lideraram todo o percurso e chegaram em primeiro lugar, com ampla vantagem de dois barcos sobre as adversárias. Yanka também fez a diferença ao se classificar em segundo no single skiff, e subiu ao pódio para receber a medalha de prata. Além dos brasileiros, o argentino Santiago Fernandez, que é representante do Flamengo, assegurou o ouro no skiff pesado masculino. 

"Os resultados estão dentro do previsto, e a expectativa de novas medalhas amanhã é grande também", disse Clark.


Canoagem assegura dois ouros no primeiro dia de Sul-Americano


Após superar uma série de problemas de saúde, Wladimir Moreno, o "Coração Valente" da canoagem, deu a volta por cima e subiu no lugar mais alto do pódio. Em final válida pelo Campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade, que está sendo realizado em Tigres, na Argentina, o rubro-negro surpreendeu ao fazer o melhor tempo no C1 1.000m. No ano passado, o canoísta foi submetido a uma delicada cirurgia no coração, que o impediu de disputar as principais competições da modalidade.

Além de Wladimir, o C2 de Erlon de Souza e Ronilson Matias, o dueto que disputou as Olimpíadas de Londres, também garantiu o ouro na distância de 1.000m.

Pedro Sena, técnico da equipe de canoagem do Flamengo e da seleção brasileira, ficou feliz com os resultados obtidos logo no primeiro dia de competição. "Foram duas vitórias muito legais. O Wladimir vem se recuperando bem, correspondendo aos treinamentos com muita garra. Está mostrando, mais uma vez, o porquê do apelido Coração Valente".

Wladimir ainda terá mais um desafio: chegar à final dos 5.000m e garantir seu segundo ouro na competição, que segue até domingo (28.10). Erlon e Ronilson ainda têm chances nas distâncias de 500m e 200m.

Dia do Flamenguista promete pintar o Brasil de vermelho e preto

No próximo domingo (28.10), os rubro-negros comemoram o Dia do Flamenguista. Tombada como Patrimônio Cultural da Cidade do Rio de Janeiro, a torcida do Flamengo ganhou o seu dia, de acordo com decreto municipal, de 2007, celebrado no mesmo dia do padroeiro do clube, São Judas Tadeu. No entanto, como é um clube nacional, o Mais Querido promete pintar o Brasil de vermelho e preto, ainda mais com um belo concurso lançado pelo Projeto Embaixadas da Nação.

Responsável por tocar o Projeto junto às Embaixadas da Nação, Mauro Chaves, idealizou um concurso entre as inúmeras Embaixadas, espalhadas por todo o Brasil. Quem comprovar, por meio de fotos, que ‘pintou’ a cidade de vermelho e preto ganhará o Troféu Nação Rubro-Negra, a ser entregue no 3º encontro Internacional de Embaixadas, que será realizado no dia 17 de novembro, na Gávea.

Os rubro-negros que não fazem parte de nenhuma Embaixada também estão convocados a saírem às ruas com o manto sagrado nesta data especial. Além disso, os torcedores podem mostrar seu amor pelo clube expondo suas bandeiras em suas casas, carros e etc.

Em março de 2007, o Governo do Rio de Janeiro instituiu o Dia do Flamengo, a ser festejado em 17 de novembro. No mesmo ano, em outubro, a Prefeitura do Rio de Janeiro tombou a torcida do Flamengo como patrimônio cultural da cidade por promover verdadeiros espetáculos, instituindo o Dia do Flamenguista, a ser comemorado no dia 28 do mesmo mês.



Domingo é dia do flamenguista e clube fará festa no Centro do Rio


Domingo é dia de comemoração para o torcedor do Flamengo. O time não joga - só enfrenta o Atlético-MG na quarta-feira -, já sabe que passará o ano de 2012 sem festejar uma taça sequer, mas 28 de outubro é dia do flamenguista, data criada por ser o do padroeiro do clube, São Judas Tadeu. E para celebrar o dia especial,os torcedores rubro-negros poderão se encontrar com ídolos do passado e do presente, no centro do Rio de Janeiro, a partir das 10h.

Já confirmaram presença no Espaço Rubro-Negro, que fica na rua Buenos Aires, Adílio, Julio César "Uri Geller", Nunes e Índio. Para começar a festejar o dia do flamenguista, o ex-ponta esquerda que costumava entortar os laterais adversários, fez na semana passada uma tatuagem na perna direita com o símbolo do Flamengo e disse que ficou "tontinho" de dor.

Uri Geller, Flamengo (Foto: Pedro Monteiro) 
Julio César 'Uri Geller' sendo tatuado na perna direita (Foto: Pedro Monteiro)

Léo Moura lança linha de camisas



Léo Moura está aderindo a um novo caminho na carreira. Além de jogador, o lateral do Flamengo lançou sua própria marca de camisas sociais, a LM. O objetivo do atleta era encontrar algo com a 'sua cara' nesse modelo de roupa. A parceria é com as estilistas Marcella Vinhaes e Laura Sena, da MA Vinhaes.

O jogador rubro-negro se mostrou empolgado com o novo projeto e já está negociando com grandes lojas de departamentos para a disponibilização. Por enquanto, elas podem ser encontradas no Ateliê MA Vinhaes, no Rio de Janeiro.

leonardo moura flamengo (Foto: Divulgação) 
 
Léo Moura vestiu os modelos da marca (Foto: Divulgação)
 
 
 
 
 

Prejuízo bilionário do BNDES gerou processo contra Wallim


O processo contra o candidato a presidente do Flamengo, Wallim Vasconcellos, cinco ex-presidentes do BNDES e mais 13 ex-diretores do banco acusa a todos de responsabilidade na aprovação de um empréstimo que gerou prejuízo bilionário para o banco. Na época, Wallim também era diretor do banco.

No seu primeiro mandato (1994-98), o presidente Fernando Henrique Cardoso criou o Plano Nacional de Desestatização, que negociou para a empresa privada grande parte das estatais brasileiras, especialmente nos setores bancário, de telefonia, energia, mineração e siderurgia.

Nesse processo, em 1998, a empresa norte-americana AES ganhou a concorrência para comprar a Eletropaulo, empresa elétrica da Grande São Paulo. Para pagar, pegou empréstimo de US$ 1,4 bilhão junto ao BNDES com juros de 8% ao ano, abaixo da taxa Selic da época. Depois de muito pouco tempo, a AES parou de pagar. Em 2003, já no governo Lula, houve uma renegociação em que a empresa entregou ações sem direito a voto da e refinanciou US$ 800 milhões em mais 11 anos, com três de carência.

Em 2004, a partir de uma denúncia do próprio presidente do BNDES na época, Carlos Lessa. O Ministério Público julgou que essas 18 pessoas envolvidas na operação lesaram os cofres públicos. Entre as decisões tomadas pelo banco estavam a aceitação das chamadas “moedas podres” pelo valor de face.  Esses títulos, pelo alto risco de nunca serem honrados, eram negociados no mercado da época por valores que raramente passavam de 20% do valor de face.

Dos 18 réus, oito foram condenados em primeira instância e dez, inclusive Wallim, foram absolvidos. A absolvição significa, de forma provisória, que essas pessoas não tiveram responsabilidade no prejuízo causado ao banco. O caso está na segunda instância, para todos os réus.




Sem marcar há um mês, Love sente o joelho e não treina finalizações


Vagner Love - Flamengo (Foto: André Portugal)Por conta de dores no joelho, o atacante Vagner Love não participou do treinamento de finalizações comandado pelo técnico Dorival Júnior, nesta sexta-feira. O atacante realizou normalmente o treino tático, mas foi liberado para a segunda parte da atividade.

- Ele sentiu um incômodo no joelho, por isso não participou do treino de finalizações, ainda mais por conta do treino de ontem, que foi bastante puxado - afirmou Dorival.

O Artilheiro do Amor não marca gols há um mês. A última partica que o atacante balançou as redes, foi contra o mesmo Atlético-MG, na vitória rubro-negra, por 2 a 1, no Engenhão.

Dorival freia empolgação para volta de Adriano: 'Não vou ser irresponsável'

 
 
adriano dorival junior flamengo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo)
Quando foi apresentado oficialmente em seu retorno ao Flamengo, em agosto, Adriano tinha como meta estrear contra o Atlético-MG, em jogo adiado da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas suas ausências a treinos atrasou o planejamento do jogador, que só começou a treinar normalmente com o elenco nesta semana, justamente antes do novo duelo contra o time de Cuca, na próxima quarta-feira. A participação efetiva do Imperador nos três dias de atividade no Ninho do Urubu fez crescer a expectativa de que ele poderia ser relacionado para a partida. Porém, a estreia ainda não será agora. Dorival Júnior explicou que o atacante ainda não está totalmente à sua disposição e que só irá contar com ele quando estiver seguro de que não há riscos de uma nova lesão.

- Num primeiro momento, não (pensa em levar Adriano para o banco). Primeiro, estou aguardando uma posição do departamento físico. A partir do momento que o departamento responda positivamente, o jogador passará a minha alçada e, aí sim, vamos definir o momento adequado para o retorno. Deixei isso claro desde o início, independente da própria vontade do atleta. Quero ter certeza que não vai expor o jogador. Ontem foi o primeiro trabalho efetivo do Adriano, o primeiro treino dentro de uma normalidade junto com o elenco, sem que tivesse sentido alguma coisa. Ainda é pouco para se ter segurança. Isso pode demorar mais uma semana, dez ou 30 dias. Não tenho pressa. Não vou ser irresponsável de colocar o atleta em campo correndo risco de uma lesão futura, que tiraria a motivação dele e seria prejudicial ao extremo nesse momento de recuperação - analisou.


adriano flamengo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo) 
Imperador participou dos três dias de treino do Flamengo nesta semana (Foto: Ivo Gonzalez /Globo)
 
Dorival também toma cuidado com o assunto Adriano no atual momento do Flamengo, que ainda não está livre dos riscos de rebaixamento. Restando seis jogos para o fim do campeonato, o Rubro-Negro está na 14ª posição com 40 pontos, sete à frente do Sport, o primeiro clube no Z-4. O comandante cerca o Imperador de cuidados para que ele tenha um aproveitamento acima do que apresentou no Corinthians, sua última equipe. Em quase um ano no time paulista, o atacante disputou oito partidas e marcou apenas dois gols.

- Eu sei que todos estão esperando a estreia do Adriano. Ansiedade existe, todos têm. Para mim seria confortável demais colocá-lo e falar: "Vai lá e resolve". Mas não é assim. Vai ser bonito até a estreia, mas depois vai ter a cobrança em campo. Não tenho dúvidas de que ele iria ser útil ao nosso grupo, independente do momento, mas não podemos expor o atleta. Ele é diferenciado, por isso não posso colocá-lo numa fria, onde não possa responder à confiança que todos depositam nele. Quero que ele volte numa condição melhor do que apresentou na última passagem pelo Corinthians.

Flamengo e Atlético-MG voltam a campo na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 33ª rodada do Brasileirão.


Rapidinhas do Mengão


Flamengo não sabe quando pagará time

O Flamengo não tem dinheiro para pagar os salários de setembro, e nem sabe quando terá. As informações são do próprio vice de Finanças, Michel Levy. À coluna, Levy disse, por SMS, que pagará “quando tiver dinheiro”. Levy não quis explicar como pretende acertar as dívidas por considerá-las “assunto interno”. E não explicou por que não entregou o balancete do primeiro semestre no dia 22, como prometera uma semana antes.

Guerra no escuro

A polêmica sobre a candidatura de Wallim Vasconcellos esquentou o clima no Flamengo. Membros da comissão eleitoral e do Conselho de Administração são acusados e trocam acusações de tomar partido a favor ou contra pondo interesses polítícos acima do estatuto. Publicamente ninguém assume as críticas.

Às pressas

O Flamengo só entregou na quarta-feira a posição do clube sobre o regulamento do Estadual de 2013 à Ferj. Ninguém na cúpula do clube tomou a iniciativa e o diretor executivo de futebol Zinho, quando cobrado, pediu ao departamento jurídico do clube um documento argumentando a favor de manter o regulamento dos últimos anos.



Sistema de drenagem de alto desempenho começa a ser instalado no Maracanã


No início dessa semana, começou a ser implantado no Maracanã o novo sistema de drenagem do estádio. A promessa é de que o sistema será de alta performance, com capacidade de vazão de água da chuva de 230 milímetros por hora. Para se ter noção do desempenho da tecnologia, essa capacidade representa mais que o dobro do índice pluviométrico do Rio de Janeiros nos meses de dezembro e janeiro, que é de 110 milímetros por hora.

Ícaro Moreno Júnior, presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop) – órgão responsável pela reforma do Maracanã, garante que o Templo do Futebol terá um sistema de drenagem que permitirá que todas as partidas sejam realizadas sem nenhum tipo de problema, mesmo sob a mais forte chuva. Ícaro ressalta também que o sistema será mais uma das tecnologias sustentáveis e ambientalmente corretas que farão parte da estrutura do estádio.

Daniel Gomes, engenheiro responsável pela implantação do projeto, explica como o sistema, que é conhecido como “espinha de peixe” irá ser ambientalmente eficiente. “A água das chuvas será reaproveitada na irrigação do próprio gramado e nos banheiros, entre outras finalidades. Quando chover, a água escorrerá pelos dutos até um coletor periférico já implantando em torno do campo, de onde será conduzida para reservatórios construídos sob a arquibancada”.

O sistema deve estar finalizado no fim de janeiro, após o processo de implantação de uma camada de 30 centímetros de areia misturada com matéria orgânica, que serve de adubo para o gramado logo abaixo do mesmo, e, mais abaixo, uma faixa de brita. A nova cobertura do Maracanã também irá contribuir com a captação da água da chuva.

- Isso faz parte da certificação Leed (Leardership in Energy and Environmental Design), concedido a empreendimentos que apresentam alto desempenho ambiental e energético, em atendimento aos padrões internacionais – salientou Ícaro Moreno, que também explicou que aproximadamente metade da água da chuva que cair sobre o Novo Maracanã será captado pela cobertura e drenado por sistema de sucção a vácuo. Em seguida, a água será levada a dois reservatórios subterrâneos, onde será tratada e direcionada aos banheiros.




O Novo Maracanã irá abrigar as finais da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014, e será inaugurado em fevereiro de 2013.



Muralha sofre fratura no pé esquerdo e não joga mais em 2012


Muralha e Airton treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla imagem)
O técnico Dorival Júnior não poderá mais contar com Muralha este ano. O volante fraturou o quinto dedo do pé esquerdo e está fora de combate. De acordo com o médico Marcio Tanurre, o jogador não precisará passar por cirurgia, mas só voltará a ter condições de jogo em 2013.

- Muralha está com uma fratura na base do quinto dedo do pé esquerdo e fará tratamento conservador. Não é cirúrgico. Ele só retorna ano que vem. Esse ano não joga mais – afirmou o médico ao site oficial do Flamengo.

A última partida de Muralha com a camisa rubro-negra foi no dia 12 de setembro, contra o Santos, na Vila Belmiro. Antes de fraturar o dedo do pé, o jogador já havia se recuperado de uma lesão no abdômen.

Quem também segue fora do time é Airton. Recuperando-se de dores no músculo posterior da coxa direita, o volante tem feito fisioterapia e trabalho na academia e ainda não treinou nesta semana.

Vagner Love, que não participou do treino de finalizações na manhã desta sexta-feira, teve um pequeno incômodo no joelho, segundo Dorival Júnior, mas não preocupa para a partida contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Independência.




Dorival lembra 'melhor jogo' contra o Atlético-MG e indica repetir formação



Se nos treinos da semana Dorival Júnior ainda não começou a esboçar a equipe que enfrenta o Atlético-MG, na próxima quarta-feira em Belo Horizonte, em entrevista coletiva ele deu pistas que pode repetir a formação que venceu o rival por 2 a 1, no jogo adiado da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador classificou aquela partida como "a melhor sob seu comando" e lembrou que o adversário mineiro não sofreu mudanças desde o último duelo entre as equipes.

- Nós montamos uma equipe contra o Atlético-MG, naquela rodada que ficou em branco, que teve boa produção, jogou de maneira inteligente e fez um grande resultado. Talvez tenha sido a melhor partida do Flamengo no Brasileiro. Estou pensando muito (se vai repetir aquele time), até porque a equipe do Atlético-MG não mudou em relação àquela. Voltam o Léo (Moura) e o Cáceres, ainda não na totalidade, mas buscando o recondicionamento físico. Quero pensar muito bem, o jogo será importantíssimo e decisivo, tanto para o Flamengo como para o Atlético-MG - observou o técnico, elogiando também o desempenho do time na derrota por 1 a 0 para o Fluminense, na 27ª rodada, quando teve praticamente a mesma formação titular, mas com Ibson na vaga de Cáceres.

dorival junior flamengo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo) 
Dorival considera jogo contra o Galo no primeiro turno o melhor do Fla em 2012 (Foto: Ivo Gonzalez /Globo)
 
Na vitória por 2 a 1 no Engenhão, o Flamengo foi a campo com Felipe, Wellington Silva, González, Frauches, Ramon, Amaral, Cáceres, Léo Moura, Cleber Santana, Vagner Love e Liedson. Com Cleber Santana de volta após cumprir suspensão diante do São Paulo e com Cáceres e Léo Moura liberados pelo departamento médico, Dorival Júnior poderá, se quiser, usar a mesma formação, com exceção da dupla de zaga, que ganhou a entrada de Renato Santos.

- Neste momento a oportunidade é deles (González e Renato Santos). É uma zaga que passa confiança, espero que possam dar a resposta em campo. Não gosto de alterar muito a equipe, mas infelizmente tivemos muito isso ao longo de todo o campeonato. Chegamos a ter seis jogadores fora de combate, o que para uma equipe em formação é ruim.

Restando seis jogos para o fim do Brasileiro, o Flamengo ocupa a 14ª posição, com 40 pontos. O time volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), contra o Atlético-MG, no Independência, pela 33ª rodada.


Adriano reclama de perseguição de fotógrafos: 'Não me deixam em paz'


adriano flamengo (Foto: Thiago Lima/Globoesporte.com)
O atacante Adriano desabafou durante o treino técnico da manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. No meio da atividade, o jogador se dirigiu aos fotógrafos que registravam sua participação em campo e reclamou de perseguição.

- Vocês me amam, não me deixam em paz, tem que ter muita cabeça mesmo. Manda as fotos para minha avó, ela vai gostar - disse o jogador.

Depois de faltar ao treino físico de terça-feira, Adriano se empenhou bastante nos últimos dias. O atacante, porém, não tem data para estrear pelo Flamengo, já que a comissão técnica não considera o jogador pronto para entrar em campo. Ele, que assinou contrato com o Rubro-Negro no dia 21 de agosto, continua visivelmente acima do peso.

Faltam seis rodadas para o fim do Brasileirão, e a participação do atacante no jogo entre Flamengo e Atlético-MG, quarta-feira, em Belo Horizonte, já está descartada.

Na torcida pelo Imperador, Renato quer vê-lo de volta: 'Adriano é Adriano'



Adriano flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)
O retorno de Adriano aos treinos com bola já mexe com os jogadores do Flamengo, que ficam na expectativa pela sua reestreia com a camisa rubro-negra. Nesta quinta-feira, o atacante treinou em dois períodos, assim como todo o elenco, e mostrou estar disposto a recuperar sua forma física, que ainda não é a ideal. O suficiente para gerar alvoroço sobre quando se dará o retorno do atacante aos jogos oficiais.

Para Renato, as conquistas do Imperador na carreira fazem com que tudo em torno dele vire assunto. O meia também garantiu que Adriano está motivado por trabalhar junto com o elenco e que segue em constante evolução.

- O Adriano é o Adriano. Conquistou o seu espaço com trabalho, com gols, tanto que hoje estou aqui falando dele. É um jogador que vem crescendo, teve uma batalha no tendão e, quanto maior a motivação para ele trabalhar, melhor. Esse é o ambiente de trabalho dele, que ele gosta de trabalhar, ele está há muito tempo sem atuar e isso dá motivação para ele voltar mais rápido - disse Renato.

O meia também fez questão de destacar a importância de ter um jogador do quilate de Adriano no comando do ataque do Rubro-Negro.

- Com certeza é um reforço de nome dentro do futebol. Uma grande referência para os jogadores de frente, como Vagner, Liedson, Hernane, mas o Adriano sem dúvida nenhuma é um jogador que por ter conquistado tudo que conquistou, é uma grande referência no futebol, então para nós está sendo excelente tê-lo conosco - finalizou.

Ainda sem Adriano, o Flamengo enfrenta o Atlético-MG, quarta-feira, às 22h (de Brasília), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 40 pontos, o Rubro-Negro está na 14ª posição na competição nacional.


Com penhoras, Fla faz cortes em obras do CT e atrasa pagamentos


O Flamengo tenta concretizar sonhos, mas a dura realidade financeira coloca pedras no caminho. Os alicerces de dinheiro estão abalados por conta de penhoras por falta de pagamento de impostos de 2007, 2008 e 2009. Cerca de R$ 20 milhões estão retidos. O aperto que assola a Gávea tem reflexos no Ninho do Urubu, nas obras de construção do centro de treinamento. Além de atrasos nos pagamentos da empreteira e do aluguel dos contêineres, o número de funcionários que trabalhavam no dia a dia foi reduzido numa política de corte de gastos.

- Houve atraso, sim, no pagamento relacionado à empresa de concretagem, mas nada absurdo, duas, três semanas. Aconteceu. Estamos dando uma segurada no ritmo de gasto diante da escassez de dinheiro por conta da penhora de cerca de R$ 21, 22 milhões devido a dívidas antigas . Não posso ocultar que diminuímos o gasto, o aporte financeiro. Mas praticamente 70% das obras estão prontas, foi feita a parte de tubulação interna, recebemos nesta quinta-feira pisos, aparelhos de ar-condicionado – afirmou o vice-presidente de patrimônio Alexandre Wrobel, responsável por conduzir as obras.

flamengo obras no ninho do urubu (Foto: Janir Junior/Globoesporte.com) 
Obras do Ninho do Urubu têm ritmo mais lento (Foto: Janir Junior/Globoesporte.com)

Longe do ar-condicionado, não existe refresco. De mãos atadas, Wrobel aperta de um lado, ajusta de outro, mas nada pode fazer com as combalidas contas bancárias do clube. O módulo do time profissional ganha forma, mas a construção do sonho do CT concluído ainda não tem data exata para virar realidade.

Nos últimos dias, o número de funcionários que circulam pelo Ninho do Urubu diminuiu. O trânsito de tratores e caminhões, também.

Recentemente, o clube também atrasou pagamentos da empreja NHJ, responsável pelo aluguel dos contêineres. Funcionários da empresa confirmaram que houve contratempos.

- Acho que o máximo que chegou a ficar acumulado de atraso foi um mês, um mês e meio. Inclusive, já devolvemos alguns contêineres que não estavam mais sendo utilizados – disse Wrobel.

Existia no departamento de futebol a ideia de realizar a pré-temporada de 2013 no Ninho do Urubu, mas é muito pouco provável que as instalações estejam prontas. A equação é simples: redução de gastos diminui o efetivo de pessoas envolvidas nas obras, que não param, mas seguem em ritmo bem mais lento.

- A ideia (da pré-temporada no Ninho) não está 100% descartada. Tendo dinheiro, colocando gente para trabalhar, pode acelerar – completou o vice de patrimônio.

Em agosto, sem poder prever a asfixia financeira que viria assombrar o clube, Wagner Barroso, um dos responsáveis pelo projeto do Flamengo, apostou que em dezembro os atletas teriam o espaço - com uma área de 136 mil metros quadrados, seis campos, hotel para hospedar as equipes principal e de base, sala de imprensa, departamento técnico e médico, piscinas fisioterápicas, vestiários e sala de musculação - liberado para suas atividades.

- O término das obras está previsto para o final de 2012 com a conclusão dos Blocos 16 e 17 – disse Wagner, em agosto.

Numa parceria, a Brahma investiu dinheiro para fazer o campo 5 – onde o time profissional treina atualmente – e também ajuda na parte de mobília e decoração do bloco 17. Mas para evitar problemas como o enfrentado agora por conta de penhoras, a empresa injeta o dinheiro sem que passe pelas contas bancárias do clube.

Salário de setembro atrasa

Além das obras do CT, a diretoria reclama que a penhora prejudicou no pagamento das parcelas da negociação com Cleber Santana e Renato Santos junto ao Avaí, e também na quitação dos salários dos jogadores. O mês de agosto foi pago com atraso, depois de o clube conseguir um empréstimo bancário.

O vencimento de setembro, que deveria ter sido depositado nesta quinta-feira, só deverá ser quitado na próxima semana, mas nenhuma data-limite foi estipulada. O clima é de apreensão no clube.



Flamengo goleia Boavista e está nas semifinais do Carioca Fut 7



O Flamengo bateu o Boavista por 5 a 1 na noite desta quinta-feira (25), e garantiu vaga na semifinal da Taça Cidade Olímpica, segundo turno do Campeonato Carioca de Futebol 7. O rubro-negro foi preciso em suas conclusões, definindo o resultado já no primeiro tempo. O duelo aconteceu na Arena Fut7, no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Domínio vermelho e preto

A bola mal rolou e Victor Boleta colocou o Flamengo em vantagem, marcando de bico. Logo em seguida, Wesley Neiva deixou o seu. O Boavista apostava na velocidade de Rafael Balbino para tentar reverter o placar adverso, mas enquanto atacava, Alan Gerbasi não perdoou e ampliou o marcador. Minutos depois novamente Alan deixou o Flamengo com uma margem confortável.  4 a 0 Flamengo.

Na segunda parte, os comandados de José Moraes passaram a administrar o resultado. O Flamengo diminuiu o ritmo de jogo e manteve a posse de bola. Rafael Signorelli deu ainda mais tranquilidade ao Flamengo, fazendo o quinto gol.

No minuto final, Rafael Balbino fez o de honra para o Boavista, mas já não havia como derrubar o placar que o Fla havia conquistado na primeira etapa. Placar final: 5 a 1 para o Flamengo.

- Administramos o jogo e com o placar feito eu optei por colocar um goleiro linha, garantindo a posse de bola - declarou o treinador do Fla, José Moraes.

A vitória colocou o rubro-negro na semifinal, diante do Madureira. A partida acontece no próximo domingo (28), às 11h20, na Arena Rio Fut7, no Aterro do Flamengo.

Flamengo vence o Boavista nas quartas de final do Fut 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7) 
Flamengo enfrenta o Madureira nas semifinais do Carioca Fut 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7)
 
 
 

Em duelo de forças da Sul-Americana, Flamengo cai diante do Peñarol


Flamengo não conseguiu conter ofensiva dos donos da casa  (Foto: Divulgação)
Garantidos na próxima fase da Liga Sul-Americana, Flamengo e Peñarol se encontraram nesta quinta-feira para disputar a liderança do Grupo C. Os donos da casa levaram a melhor e protagonizaram uma virada espetacular no Ginásio Ilhas Malvinas, em Mar del Plata. A equipe argentina perdeu os dois primeiros quartos, mas aproveitou a avalanche de erros do rival rubro-negro para reverter a situação e emplacar 77 a 72, em sua terceira vitória consecutiva na primeira etapa da competição.

Notórios pontuadores nas partidas anteriores, Marquinhos e Marcelinho não conseguiram repetir o desempenho usual e, juntos, marcaram menos que Leonardo Gutierrez, que acumulou 22 pontos e foi cestinha do jogo, empatado com o rubro-negro Benite. Dependente das cestas de três pontos e pouco eficaz na conversão dos lances livres, o Flamengo avança à segunda fase com duas vitórias, sobre o uruguaio Hebraica e o chileno Deportes Castro.

Em um início de jogo equilibrado, o Flamengo conseguiu se sobressair com bom contra-ataque e manteve distância do adversário no placar durante boa parte do primeiro tempo. No fim do segundo quarto, a vantagem era de 10 pontos para a equipe carioca. Mas os argentinos voltaram do intervalo com novo ânimo e emplacaram seis pontos consecutivos, para logo depois empatar e assumir a ponta do marcador.

Com performances inspiradas de Gutierrez e do ala Marcos Daniel, os donos da casa aproveitaram a sequência de passes errados do rubro-negro para cravar uma vantagem segura, que nem uma cesta de três de Marquinhos no finalzinho do jogo foi capaz de anular. A 13s do término do jogo, o técnico José Alves Neto fez pedido de tempo e tentou arquitetar uma virada dramática, mas a estratégia não surtiu efeito. Com a vitória, o Peñarol, estreante na competição, já desponta como um dos favoritos ao título.



quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Walter Oaquim: ‘Paulo Schmitt é o Torquemada do Flamengo’

Walter Oaquim, vice-presidente de relações externas do Flamengo, sobre o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt. O cartola, como alguns colegas, ficou revoltado com a perda de um mando de jogo pelo seu clube por conta dos rojões atirados pelos torcedores durante o jogo contra o Atlético-GO, válido pela 26ª rodada do Brasileiro.

Há vários anos, Schmitt(foto) estabeleceu um rodízio entre todos os procuradores do STJD, para que a cada rodada um grupo assista a todas as partidas e aos principais programas esportivos. O objetivo é captar lances de indisciplina, como mau comportamento de torcedores, e agressões e simulações cometidas pelos jogadores, para denunciá-los às comissões disciplinares. O trabalho foi iniciado quando Rubens Approbato  Machado presidia o STJD e foi ampliado com a posse de Flavio Zveiter.

Tomás de Torquemada (1420-1498) foi o primeiro e mais famoso chefe da inquisição do reino de Aragão e Castela, que mais tarde se tornaria a Espanha. Ganhou fama por ser implacável com os suspeitos de cometer heresias, por torturar barbaramente para arrancar confissões e por estimular os cidadãos a vigiar e delatar seus vizinhos, caso não fossem cristãos. Seu principal alvo eram os muçulmanos e judeus convertidos a quem acusava de não serem verdadeiros cristãos. Muitos cidadãos dessas etnias se convertiam formalmente para escapar da perseguição a quem assumisse publicamente outra religião.

‘Joguem a bola para os sócios’, pede Wallim

 O economista Wallim Vasconcellos, candidato a presidente do Flamengo, pela chapa Fla Campeão do Mundo, afirmou que não pode ser impedido de concorrer por causa de um processo na Justiça em que ainda não há decisão final. E acusou alguns adversários sem nomeá-los de “querer decidir a eleição no tapetão”.

Wallim responde a um processo por atos cometidos quando era diretor do BNDES. O processo foi aberto em 2004 por denúncia do então presidente do banco, Carlos Lessa, contra três ex-presidentes e 15 ex-diretores, incluindo Wallim.

Na decisão de primeira instância, Wallim foi inocentado, mas o Ministério Público recorreu e entrou com um recurso. Na segunda-feira, o caso foi apreciado pela comissão eleitoral. Wallim venceu por 5 votos a 2. No dia 8, o Conselho de Administração dará a palavra final. Wallim pediu que o órgão “jogue a bola para os sócios decidirem”.

- Não conheço o regimento, mas não vejo como ser assim. O processo não acabou e na primeira instância fui inocentado. Como posso ser tratado como culpado? – explicoi Wallim Vasconcellos à De Prima.

Novo voto divergente

Membros de chapas concorrentes na eleição tentam impugnar a candidatura mais uma vez. A tentativa ganha corpo pelo apoio do membro da comissão eleitoral Siro Darlan. O desembargador apontou o fato de o processo ainda estar em andamento para se colocar contra a aprovação da candidatura.

Na reunião da noite desta quinta-feira, a Comissão Eleitoral resolver manter o parecer favorável à participação de Wallim. Mais uma vez, porém, Siro Darlan votou de forma divergente e manifestará contrariedade na reunião do Conselho de Administração, no dia 8 de novembro.

Confira a íntegra da entrevista

O que é esse processo?
“Ele foi aberto em 2004, no começo do governo Lula, contra quem tinha trabalhado no BNDES no governo FHC. Foi aberto pelo então presidente do BNDES e tinha motivação política. A prova de que minha conduta foi correta é que o próprio BNDES está pagando meus advogados”.

Siro Darlan, da comissão eleitoral, diz que pelo regime eleitoral um réu não pode se candidatar…
“Não conheço o regimento, mas não vejo como ser assim. O processo não acabou e na primeira instância fui inocentado. Como posso ser tratado como culpado?”.

O que julga mais grave?
“Esse processo corre em segredo de Justiça. Quando me candidatei, entreguei os documentos da ação e disse que eram confidenciais. Mas alguém do Flamengo – de fora da comissão eleitoral – vazou”.

Mas, se corre em segredo de Justiça, por que os entregou?
“Não tenho nada a esconder. Meus advogados me aconselharam”.

Se acontecer, é o fim da chapa?
“Não. A candidatura não é minha, mas de um grupo. Há outras pessoas prontas para assumir”.





Ainda sem solução, Adriano se torna problema presidencial no Flamengo



Adriano flamengo apresentação patricia amorim (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Diante de nova conduta errada de Adriano, sobrou novamente para Zinho a missão de encontrar soluções para o futuro do jogador. Mas dessa vez o assunto virou problema presidencial. Ao mesmo tempo em que o diretor não foge da responsabilidade, a alta cúpula do Flamengo participará de qualquer medida em relação ao atacante, que já foi multado, levou três advertências – o que dá direito a demissão por justa-causa – e teve o contrato de imagem rescindido. Em breve, uma reunião entre os departamentos definirá o melhor rumo a tomar.

Comunicada sobre a necessidade de se posicionar no caso Adriano, a presidente Patricia Amorim ainda não apresentou definição sobre o assunto. O caso permanece em aberto. Zinho está no limite com o jogador, uma vez que já aplicou todas as punições possíveis.

Internamente, chegou a haver pressão de dirigentes para que Adriano ficasse no banco diante do São Paulo, no último domingo. Dorival Júnior e Zinho, cientes de que o jogador não estava nas condições ideais, se posicionaram contra a ideia. E, no treino de sábado, o atacante deixou claro que ainda precisa de tempo para estrear, ao deixar a atividade com dores musculares na coxa. A comissão técnica espera uma sequência de treinamentos de Adriano para que ele possa ser relacionado para um jogo.

A ideia da contratação do atacante veio com maior força de cima do clube do que do próprio departamento de futebol.

Com o novo problema, a demissão chegou a ser discutida no futebol, mas Adriano deve ser perdoado diante de nova ausência no treino de terça-feira e da má conduta fora de campo. Mas dessa vez o perdão – ou não – terá que ser presidencial.



Cáceres e Léo Moura treinam com bola, e Adriano mostra estilo 'tanque'


Caceres, Treino Flamengo, Ninho  (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
Dorival Júnior acompanhou de perto o treino técnico na tarde desta quinta-feira, no Ninho do Urubu. E teve boas notícias. Recuperado de uma pancada sofrida no quadril em choque com Paulo Victor, Cáceres treinou normalmente com bola. Depois de desfalcar o time diante do São Paulo, o volante não deve ser problema para a partida diante do Atlético-MG, quarta-feira, em Belo Horizonte. Léo Moura, que estava afastado por conta de estiramento na coxa direita, também treinou sem problemas.

Depois de treinar finalizações pela manhã, Adriano participou da atividade da tarde, quando o grupo foi dividido em seis times que trabalharam em espaço reduzido. Mesmo aparentando cansaço em alguns lances, o atacante mostrou o estilo “tanque” em certas jogadas, quando usava a força física para ganhar divididas e dar prosseguimento às jogadas.

Quem novamente não participou do treino com bola foi Airton, ainda com dores na coxa direita. O jogador realizou trabalho na academia do CT.

Depois do treino integral nesta quinta-feira, o time volta aos trabalhos nesta sexta pela manhã.

Adriano, Treino Flamengo, Ninho  (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com) 
Adriano mostrou estilo 'tanque' durante a atividade (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
 
 
 

STJD mantém perda de um mando de campo para Fla e Atlético-GO


 eres e Léo Moura treinam com bola, e Adriano mostra seu estilo 'tanque'
pontariaafiada Com Adriano mostrando disposição, Fla
treina finalização no Ninho do Urubu
punição (Alexandre Vidal / Flaimagem) 

Em julgamento na tarde desta quinta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em decisão unânime, manteve a perda de um mando de campo ao Flamengo e ao Atlético-GO por a torcida do time carioca ter arremessado rojões no gramado na partida entre as equipes, pela 26ª rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro havia entrado com recurso para anular a decisão, mas conseguiu apenas diminuir a multa de R$ 20 mil para R$ 10 mil, mesmo valor aplicado ao Dragão.

Com a pena, o Flamengo terá de enfrentar o Figueirense, em 3 de novembro, em Volta Redonda, pela 34ª rodada do Brasileirão. O local do jogo entre Atlético-GO e Corinthians, em 4 de novembro, porém, será definido até segunda-feira, mas deverá ser em Taguatinga.

Pela 33ª rodada, o Dragão enfrentará o Botafogo, no sábado, às 18h30m, no Engenhão. Já o Flamengo irá a Minas Gerais para jogar contra o Atlético-MG na próxima quarta-feira, às 21h50m, no Independência.

Das obras ao Fla: Amaral tem 'fome de três pratos' para duelo com R49


amaral flamengo (Foto: Raphael Marinho/Globoesporte.com)
A trajetória de Amaral lembra a de diversos jogadores brasileiros. Aos 24 anos, o volante ganhou a confiança de Dorival Júnior e assumiu a vaga de titular no Flamengo, mas teve que superar muitos obstáculos antes de vestir a camisa rubro-negra. Nascido e criado em Rio das Ostras, o jogador, que teve passagens pelo Quissamã e pelo Nova Iguaçu, chegou a abandonar o futebol por um ano para trabalhar com seu tio em obras, mas o destino o recolocou no caminho da bola.

- Cheguei a desistir do futebol por um ano, trabalhei para ajudar em casa. Eu trabalhava em obras com meu tio, fazia muita força, pegava muito peso. Minha vida não foi difícil, mas também não foi fácil. Resolvi voltar com o apoio dos amigos e Deus me iluminou - recorda o atleta.

Amaral chegou ao Flamengo em maio, após disputar o Carioca pelo Nova Iguaçu e assinou contrato por empréstimo até o fim da temporada. Titular nos últimos jogos, o volante terá a difícil missão de parar Ronaldinho Gaúcho na próxima quarta-feira, quando o Rubro-Negro enfrentará o Atlético-MG. A tarefa não será novidade, já que no primeiro turno o jogador foi um dos responsáveis por anular o craque, na vitória dos cariocas por 2 a 1, no Engenhão. E vontade parece que não vai faltar para repetir a dose.

- Trabalhei com Ronaldinho, conheço, é gente da melhor qualidade. Ele já me conhecia, pelo Nova Iguaçu eu joguei contra ele, já tinha uma certa amizade. Sempre respeitei ele, ele também sempre me respeitou, mas vai ser cada um pelo seu prato de comida. E se eu puder comer três pratos de comida, vou comer - afirmou Amaral.

O duelo de quarta-feira entre Atlético-MG e Flamengo, às 22h (de Brasília), será disputado no Independência, em Belo Horizonte, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 40 pontos, os rubro-negros estão na 14ª posição na competição nacional.


Rapidinhas do Mengão


Acordo Fla-Adidas deve sair em 7 dias

Menos de dez itens separam Flamengo e Adidas de um acordo para o já famoso contrato de dez anos. Na sexta-feira as partes voltam a negociar em São Paulo e até o início da semana que vem será fechado o texto que será levado ao Conselho Deliberativo. Um dos itens polêmicos é a exigência da  Adidas de que todos os executivos ligados ao esporte do clube usem apenas tênis da sua marca.

Despedida

O vice-presidente Hélio Ferraz participou da última reunião com a Adidas, em razão de sua saída da diretoria. A reunião serviu para elencar os pontos ainda em discussão e informar aos substitutos do cartola no Flamengo como está a negociação. Apesar de apelos de rubro-negros, Ferraz diz que não voltará atrás.

Nona opção

Paulo Cezar Mattos Ribeiro, vice do Conselho Deliberativo e atual candidato a vice na chapa de Patricia Amorim, foi o nono a ser convidado pela presidente. Oito conselheiros, todos de maior prestígio, recusaram o convite. Entre eles estão os presidentes do Conselho de Administração, do Deliberativo e da Assembleia Geral.

Com a barriga

O relator do Conselho Fiscal do Flamengo, Sebastião Pedrazzi, acusou o presidente do órgão, Leonardo Ribeiro, de estar propositalmente adiando a votação do balanço de 2011, que tem tendência de reprovação. Ribeiro, que pediu vistas do processo, prometeu que em 15 dias o caso será votado e enviado para decisão final do Conselho Deliberativo.