sábado, 12 de janeiro de 2013

Bandeira e Vagner Love explicam saída: 'Era boa para as duas partes'


O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, e Vagner Love fizeram na noite deste sábado, na Gávea, um pronunciamento sobre a saída do atacante, que está voltando ao CSKA Moscou. Ambos não quiseram responder perguntas e mostraram tristeza por conta do anúncio. Apesar disso, ressaltaram que a decisão foi boa para o clube e para o jogador. O primeiro a falar foi Bandeira, que vestia bermuda e camisa da torcida Flaloha, organizada do Fla no Havaí.

- Infelizmente é para dar uma notícia que não é muito boa, a saída do Vagner Love do Flamengo nesse momento. Recebemos proposta do CSKA, entendemos que era boa para as duas partes. Resolvemos aceitar. Deixar claro que tenho respeito e admiração pelo Vagner Love. Sempre se comportou de maneira correta, honrou o manto sagrado, a camisa do Flamengo. Ìdolo da torcida, meu ídolo, ídolo dos meus filhos. Gostaria de desejar sorte na nova etapa da carreira e que no futuro possa vir encerrar a carreira dele no Flamengo. Não há muito o que falar.

Eduardo Bandeira de Mello e Vagner Love Flamengo (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com) 
Eduardo Bandeira de Mello e Vagner Love explicam saída (Foto: Fred Huber / Globoesporte.com)
 
Love que ainda trajava uniforme do Flamengo utilizado durante as concentrações, disse estar de "coração na mão" por conta da decisão de aceitar a oferta para voltar ao CSKA.

- Só concluindo o que o presidente disse. Saíram muitas coisas antes do acordo. Diziam que eu estava chateado, que estava isso ou aquilo. É a segunda vez que estou encontrando o presidente, não houve desentendimento. Recebemos a proposta, conversamos, vimos o que era melhor para as duas partes. Por isso estou de saída do Flamengo, coração na mão, todo mundo sabe meu desejo. Mas podem ter certeza de que minha história não vai acabar. Acredito que estou deixando a porta aberta para voltar e realizar meus sonhos aqui. Um beijo, agradeço a todos os rubro-negros pelo carinho. Vou ter sempre muito carinho sempre. Com certeza não vai parar por aqui - disse o atacante, que deu um rápido abraço em Bandeira antes de se retirar.

Love avisou neste sábado aos companheiros que havia acertado o retorno ao CSKA. Na despedida, no saguão do hotel Windsor, na Barra da Tijuca, o atacante aparentou desconforto com a situação. Ele comentou que não desejava sair do Flamengo daquela forma, mas que depois do que ouviu em uma reunião com a diretoria não teve outra escolha. Ele seguiu com a delegação para o Ninho do Urubu e nem participou do treinamento da tarde, apenas se despediu dos companheiros.

A questão financeira pesou na saída do atacante. Até agora, o Flamengo pagou € 4 milhões aos russos (R$ 10,8 milhões na cotação atual). O clube ainda deve € 6 milhões (R$ 16,2 milhões) pela contratação do atacante. No acordo inicial entre os clubes, o saldo deveria ser quitado até 2014. O CSKA propôs esquecer a dívida e fez uma proposta salarial vantajosa a Vagner Love para tê-lo de volta. Aos companheiros, o Artilheiro do Amor disse que viajará a Moscou na próxima terça-feira.

Em sua segunda passagem pelo Fla,  o Artilheiro do Amor disputou 52 jogos e marcou 24 gols. Somando os seis meses em que esteve no clube em 2010, Love disputou 81 partidas e marcou 47 vezes (média de 0,58 gol/jogo). Ele não conquistou título algum no clube de coração.


Com início arrasador, Flamengo vence Limeira e aumenta marca histórica


Olivinha basquete Flamengo x Limeira (Foto: Alexandre Vidal / Fla imagem)
A marca de melhor início de temporada do NBB de nove vitórias consecutivas estabelecida na última quinta-feira, diante do Joinville, parece não ter saciado o desejo de vitórias dos jogadores do Flamengo. O líder do campeonato queria mais, e a décima vitória veio neste sábado, em grande estilo. Diante de um ginásio do Tijuca completamente lotado, a equipe rubro-negra pisou no acelerador e atropelou o Limeira por 98 a 83, pela 14ª rodada. Com mais um resultado positivo, a equipe carioca aumentou o recorde histórico para dez triunfos seguidos e se manteve na liderança isolada da competição, como única com 100% de aproveitamento.

Com 23 pontos, Benite foi o destaque da partida no Tijuca Tênis Clube. Marquinhos, com 20, Caio Torres, com 16, e Olivinha, com 15, também se destacaram. Pelo lado do Limeira, os maiores pontuadores foram Diego, com 24 tentos anotados, e o americano Carter com 14.

A equipe rubro-negra volta à quadra nesta segunda-feira contra o São José, às 20h, em partida válida pela terceira rodada. Já o time paulista viaja até Santa Catarina para enfrentar o Joinville, na quinta-feira, às 20h, pela 15ª rodada.

O Limeira deve estar até agora tentando entender o que aconteceu nos primeiros dez minutos.  O Flamengo entrou em quadra como um furação. Voando baixo, os donos da casa encurralaram a equipe paulista desde o início e não deram qualquer chance para o adversário. Com um aproveitamento quase perfeito nos arremessos de quadra e uma defesa que não deixava os jogadores paulistas respirarem, o time rubro-negro venceu o primeiro quarto por 22 a 8.

O Limeira até voltou melhor no período seguinte e diminuiu a diferença para 22 a 13 logo no primeiro minuto. Mas o time comandado por José Neto continuava a todo vapor. Com Gegê, Shilton e Duda nos lugares de Kojo, Caio Torres e Marquinhos, respectivamente, a correria continuou a mesma dos primeiros dez minutos. Só que a pontaria rubro-negra, aos poucos, foi ficando descalibrada. A equipe paulista se aproveitou e diminuiu a diferença para apenas seis pontos.

O técnico José Neto não pensou duas vezes, pediu tempo e recolocou Marquinhos e Caio Torres em quadra. As mudanças deram certo e os donos da casa frearam a reação de Limeira. No fim, a diferença de apenas oito pontos (36 a 28) para o líder do campeonato ficou de bom tamanho para a equipe paulista.

Num repeteco do primeiro tempo, o Flamengo voltou do vestiário disposto a matar o jogo. E a tática do técnico José Neto deu certo. Com menos três minutos de bola em jogo, o Flamengo fez 11 a 2 e a diferença que era de apenas oito pontos aumentou para 17 (47 a 30). O técnico Demétrius parou o jogo, mexeu no time, mas de nada adiantou. O Flamengo não deixava o Limeira respirar e a vantagem chegou a ser de 22 pontos. Mas bastou os donos da casa tirarem o pé do acelerador para Limeira acerta a pontaria nas bolas de três pontos e diminuir a diferença para 14 ao final do terceiro período.

A reação de Limeira não parou por aí. A equipe voltou para o último período disposto a tudo para acabar com a invencibilidade do Flamengo. A diferença chegou a cair para nove pontos e a partida ganhou em emoção. Mas duas bolas desperdiçadas de maneira infantil pelo time paulista permitiu que a diferença subisse para 13 pontos. Limeira não se entregou e lutou até o fim, mas o time rubro-negro mostrou maturidade para jogar com a vantagem debaixo do braço e ampliar para dez vitórias consecutivas a marca de melhor início de temporada.

Os resultados da 14ª rodada:

Tijuca 58 x 79 Joinville
Basquete Cearense 84 x 85 Pinheiros
Brasília 68 x 67 Paulistano
Bauru 91 x 67 Palmeiras
Liga Sorocabana 87 x 70 Suzano


Acabou o amor: Love se despede do grupo e não joga mais pelo Flamengo


Vagner Love treino Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
No dia em que abriu os braços para receber e apresentar o volante Elias, o Flamengo estendeu as mãos para cumprimentar e dar adeus ao principal expoente do time na última temporada: Vagner Love. Neste sábado, o atacante avisou aos companheiros que acertou o retorno ao CSKA, da Rússia.

Na despedida, no saguão do hotel Windsor, na Barra da Tijuca, o jogador aparentou desconforto com a situação. Ele comentou que não desejava sair do Flamengo daquela forma, mas que depois do que ouviu em uma reunião com a diretoria não teve outra escolha. Ele seguiu com a delegação para o Ninho do Urubu e nem participou do treinamento da tarde, apenas se despediu dos companheiros. Procurados pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, o diretor de futebol Paulo Pelaipe e o vice de futebol Wallim Vasconcellos não atenderam os telefones.

Apenas pequenos detalhes burocráticos impedem o anúncio oficial da transferência e o fim da segunda passagem do Artilheiro do Amor no clube do coração. Desta vez, ele disputou 52 jogos e marcou 24 gols.

Somando os seis meses em que esteve no clube em 2010, Love disputou 81 partidas e marcou 47 vezes (média de 0,58 gol/jogo). Ele não conquistou título algum no clube de coração.


Com proposta do Náutico, Cleber Santana diz que Fla tem prioridade


cleber santana flamengo (Foto: Ivo Gonzalez /Globo)
A já difícil negociação entre Náutico e o meia Cleber Santana ganhou mais um complicador: a vontade do atleta. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM por telefone, neste sábado, ele revelou que sua preferência é continuar no Flamengo, mas ainda aguarda contato da diretoria rubro-negra para definir seu futuro.

- Eu sei que o Dorival quer contar comigo e estou treinando normalmente. Agora, com essa mudança na direção, não sei o que pensam a meu respeito. Estou tranquilo e trabalhando. Enquanto nada se define, continuo sendo jogador do Flamengo - disse.

O meia revelou ainda que recebeu sondagem do Sport, mas que não chegou a ser uma proposta concreta. De acordo com o próprio Cleber Santana, outros clubes também manifestaram interesse em ter o jogador, mas as conversas não avançaram.

- No Sport foi apenas uma sondagem e nada concreto. Propostas mesmo foram do Criciúma, Goiás e Botafogo, mas ainda pretendo continuar no Flamengo.

Quem mais esteve próximo de anunciar o jogador foi justamente o Náutico. O aleta chegou a afirmar que a negociação estava certa.

- Na verdade eu já tinha tudo acertado com o Náutico, mas, ao que parece, algum dirigente do clube falou algo que não foi bem digerido na Gávea - explicou, dizendo que esse seria o motivo pela não conclusão do negócio.

O contrato de empréstimo de Cleber Santana com o Flamengo acaba no dia 31 de janeiro, mas existe um pré-contrato que poderia ser validado na sequência, com término em 2014, desde que aprovado pelo diretor executivo do Fla, Paulo Pelaipe. No Náutico, a proposta é para ficar nos Aflitos por três anos.


Após reintegração, Alex Silva ganha elogios por empenho nos treinos


Alex Silva parece mesmo estar firme no propósito de recuperar espaço no Flamengo e conseguir a confiança dos torcedores. O empenho do zagueiro nos treinos da pré-temporada tem rendido elogios de membros da comissão técnica. Reintegrado há dez dias, Pirulito participou de todas as atividades realizadas pelo grupo até agora.

O jogador recebe atenção especial do departamento médico e da preparação física. No ano passado, quando estava emprestado ao Cruzeiro, sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo que o afastou de toda a temporada. Na reta final da recuperação, encerrou o vínculo com a Raposa e se preparou para voltar ao Flamengo, agora sob a gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello.


Alex silva, Treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem) 
Alex Silva é elogiado em sua volta ao Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

Contratado em julho de 2011, o zagueiro, de 27 anos, teve uma primeira passagem curta e tumultuada pelo Flamengo. Chegou para ser titular absoluto de Vanderlei Luxemburgo e ajudou o time a conquitar a vaga na Libertadores de 2012. Após a virada do ano, no entanto, ficou tudo de cabeça para baixo. Alex foi afastado após se recusar a viajar à Bolívia para a partida contra o Real Potosí, pela pré-Libertadores, há um ano. Ele reclamava de luvas atrasadas, que somariam R$ 250 mil, e entrou com ação na Justiça para deixar a Gávea. Tinha o ex-vice de finanças Michel Levy como desafeto. Levy chegou a chamá-lo de “bichado” quando o jogador fez cobranças públicas. Depois de uma longa novela, as partes chegaram a um acordo e Pirulito retirou a ação. Em troca, teve sua saída facilitada.

De volta o Rubro-Negro, disse recentemente que quer ficar pelo menos até junho de 2014, quando termina o seu contrato, e que está arrependido pela forma como saiu em 2012.

- Eu me arrependo de certas atitudes, mas sou ser humano. Eu me arrependi de sair da forma como foi, houve precipitação da minha parte. Não é porque estou voltando ao Flamengo que estou falando isso, não faço média. Mas poderia ter tido mais paciência, uma conversa melhor com a antiga administração. Não fui o errado na história. Mas é passado. Espero que a torcida me entenda. Se alguém está magoado, que lembre que sou ser humano e que todo mundo erra. Errei, espero que a torcida entenda e possa me apoiar. Juntos, vamos lutar por títulos pelo Flamengo.  

Além de Alex, o Flamengo tem os zagueiros Marcos González, Renato Santos, Welinton e Frauches no elenco profissional.


Bottinelli chega a acordo com o Fla para poder assinar com o Coritiba



Bottinelli - Flamengo x Fluminense (Foto: Alexandre Loureiro)O maior entrave para que o meia argentino Darío Bottinelli assine contrato de dois anos com o Coritiba parece ter sido resolvido. O jogador e seu empresário, Jorge Dinatale, chegaram a um acordo com o Flamengo, em relação à dívida que o Rubro-Negro tem com o atleta, para que ele possa, enfim, assinar a recisão com o clube da Gávea.

De acordo com Jorge Dinatale, o Flamengo deve dois meses de salários atrasados ao jogador, além do décimo terceiro e férias. Para que Bottinelli possa fechar com o Coxa, o empresário e o meia aceitaram as condições sugeridas pela diretoria rubro-negra: o pagamento de metade da dívida, que será efetuada no decorrer de 2013.

- Foi complicado, mas felizmente chegamos a um acordo. Eles (Flamengo) vão pagar metade da dívida e, com isso, o Bottinelli irá assinar a recisão contratual - informou o empresário, que preferiu não detalhar os valores.

Segundo Dinatale, a quebra do vínculo com o Flamengo será concluída nesta segunda-feira. Com isso, Bottinelli viajará para a a capital paranaense, onde assinará um contrato de empréstimo de dois anos com o Coritiba. Os direitos econômicos do jogador, agora, estão dividos entre o próprio atleta e uma empresa privada.

- O Bottinelli vai assinar essa recisão na segunda. Acredito que ele viajará ainda na próxima semana para fechar contrato com o Coritiba - disse.

Darío Bottinelli tinha contrato com o Flamengo até o próximo dia 25. O argentino, que custou cerca de R$ 3 milhões aos cofres rubro-negros, sai sem render custo algum ao clube da Gávea.




Reforço número 1, Elias veste a 8: ‘Conheço o peso dessa camisa’


O reforço número 1 da gestão de Eduardo Bandeira de Mello vestiu rubro-negro pela primeira vez na manhã deste sábado. O volante Elias, de 27 anos, foi apresentado no Ninho do Urubu pelo diretor de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe. O jogador chega por empréstimo junto ao Sporting, de Portugal, e com contrato de uma temporada. Em agosto, o Rubro-Negro terá a opção de compra de 50% dos direitos econômicos com valor fixado (não divulgado). No fim do vínculo, caso não tenha exercido a prioridade na compra, o Flamengo terá de pagar 500 mil euros aos lusos (cerca R$ 1,3 milhão).

- Quero agradecer o apoio de todos os torcedores do Flamengo, tenho recebido com muito carinho, isso é muito importante. O que me motiva é o grande o clube que o Flamengo é, o projeto dessa diretoria é muito bom, e eu espero voltar a jogar, voltar a aparecer, para voltar à seleção brasileira. Conheço o peso dessa camisa. Não assusta. Já tive a chance de jogar em outra grande equipe (Corinthians). Estou acostumado com esse peso, com esse desafio. Será natural.

Após usar a camisa 7 no Corinthians e a 77 no Sporting Lisboa, Elias será o 8 do time rubro-negro e espera que o número lhe dê sorte nesta nova jornada.

- Fiz minha história no Corinthians com a 7, fui muito feliz, mas agora escolhi a 8 para fazer a minha história no Flamengo.

elias flamengo (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com) 
Elias recebeu a camisa 8 em sua apresentação no Flamengo (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com)
 
Assim como Alexandre Pato, que trocou o Milan pelo Corinthians, o volante foi questionado se estaria dando um passo para trás por voltar de forma precoce para o Brasil. A resposta seguiu a linha do atacante. Elias exaltou o Flamengo.

- Acho que dei um passo para frente e ele também. O Brasileiro é o segundo campeonato do mundo, é um passo à frente que estou dando. Estou em um dos maiores clubes do Brasil e do mundo. Tudo na vida é desafio. O que me motivou é que o Flamengo sempre briga por títulos.

Elias foi formado nas divisões de base do Palmeiras e ganhou projeção no Corinthians entre 2008 e 2010. Posteriormente, acertou com o Atlético de Madri, mas não teve sucesso no clube espanhol e seguiu em 2011 para o Sporting por 8,8 milhões de euros (R$ 23 milhões) - a maior negociação da história do time de Lisboa, com quem tem contrato de 2016.

Ele chegou na janela de verão e alternou bons e maus momentos. O clube esperava maior retorno de um jogador que custou alto investimento. Sem se envolver em polêmicas, o volante era um dos líderes do elenco, usou a braçadeira de capitão, mas o Sporting faz uma das piores campanhas da sua história.

- Foi boa a minha passagem na Europa, aprendi muito, uma filosofia nova de futebol. É importante para o jogador. Fui campeão pelo Atlético de Madri, campeão da Liga Europa. Não foi excelente, como gostaria que fosse, mas foi boa.

No Corinthians, jogou com Ronaldo em 2009, e chegou a ser eleito pelo Fenômeno como destaque do Campeonato Paulista daquele ano. Pelo Timão, Elias conquistou o Brasileiro da Série B em 2008, e Campeonato Paulista e Copa do Brasil (2009).

O jogador ainda não tem previsão de estreia, mas não deve participar do primeiro jogo no Campeonato Carioca, dia 19, no Engenhão.

- Estou sem treinar há dez dias, vim para o Brasil para resolver a minha situação. Estava correndo, mas não é a mesma coisa. Vamos ver como serão os próximos dias.

Elias está concentrado com o grupo rubro-negro desde a noite de quinta-feira. Neste domingo, os jogadores terão folga.

Ficha técnica:
Nome completo: Elias Mendes Trindade
Data de nascimento: 16/05/1985
Naturalidade: São Paulo (SP)
Posição: Meia
Peso: 75 kg
Altura: 1,73m
Clubes: Palmeiras, Náutico, São Bento, Juventus, Ponte Preta, Corinthians, Atlético de Madri e Sporting.



Antes da apresentação oficial, Elias já treina no Flamengo


A apresentação de Elias no Flamengo está marcada para este sábado, mas o volante já começou a treinar. Ele fez uma corrida de 20 minutos em torno do campo 5 do Ninho do Urubu, ao lado do preparador físico Marcos Lima, antes de conceder sua primeira entrevista coletiva como jogador do Rubro-Negro. Enquanto o atleta fazia a atividade física, o técnico Dorival Júnior comandava um treino de finalizações.

Elias assinou contrato de empréstimo de um ano. O Flamengo tem a opção de compra de 50% dos direitos econômicos dele em agosto. O jogador estava no Sporting, de Portugal.

elias flamengo (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com) 
Elias correu por 20 minutos em torno do gramado (Foto: Richard Souza/Globoesporte.com)

Dorival Júnior abre disputa por posição no gol e na lateral esquerda


Felipe no treino do Flamengo (Foto: Alexandre Cassiano / Ag. O Globo)
O Flamengo entra na última semana da pré-temporada na próxima segunda-feira. Hora de treinos físicos e técnicos darem lugar aos trabalhos táticos e coletivos. Dorival Júnior vai começar a montar a versão 2013 do time e já deixou claro que pelo menos em duas posições a briga para ser titular está aberta: no gol e na lateral esquerda.

A tendência é que Felipe e Ramon iniciem o ano na equipe de cima, mas a primeira entrevista do treinador dá esperança a Paulo Victor e a João Paulo, que ainda nem foi apresentado. No gol, Dorival diz que já tomou uma decisão, mas avisa que os treinos da semana que vem poderão mudá-la.

- Na minha cabeça, não (não há dúvida sobre quem será titular). Mas a semana é que vai mostrar – disse.

Quando chegou ao Flamengo, Dorival Júnior encontrou Paulo Victor como titular. O time vivia uma forte crise no Campeonato Brasileiro, e o treinador decidiu mudar. Promoveu o retorno de Felipe, que perdera o posto após ser diagnosticado e internado com dengue. Dorival alegou que precisava de mais experiência naquele momento.

Na reta final do Brasileirão, Felipe se afastou novamente. O jogador se machucou em 31 de outubro, durante o jogo contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela 33ª rodada. A torção no tornozelo esquerdo o afastou dos cinco jogos seguintes. Na ocasião, Dorival afirmou que Paulo Victor faria os três últimos jogos como titular, ainda que Felipe estivesse em condições.

Ramon Flamengo treino praia (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
Na lateral esquerda, Ramon é o dono da camisa 6, mas a chegada de João Paulo pode representar uma mudança. O reforço disputou o Brasileiro pela Ponte Preta e se destacou. No Troféu Armando Nogueira, teve a melhor média de um lateral-esquerdo: 6,02. Ironicamente, o único gol dele na Série A pela Macaca foi justamente contra o Flamengo, no empate por 2 a 2 entre os times, pelo primeiro turno, em Campinas.

- Fica em aberto (a posição de titular). Pelo campeonato que fez no Mogi e na Ponte, João Paulo chega muito bem referendado. É esperar que exista a confirmação da qualidade dele.

Ramon teve desempenho irregular no segundo semestre do ano passado. Magal era o reserva imediato, mas não teve o contrato renovado na virada para 2013.

Além de João Paulo, o volante Elias e o meia-atacante Gabriel foram contratados. Ambos chegam com status de titular, o que representaria alterações na base da equipe que terminou 2012. O Flamengo estreia no Carioca no dia 19, contra o Quissamã.



Arma no banco do Fla, Duda agarra chance e busca 10ª vitória seguida


Duda, Flamengo e Joinville (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com)
A última temporada não saiu do jeito que Duda Machado desejava. Depois de cinco meses parado por conta de uma cirurgia no ombro direito, o ala-armador voltou à quadra após perder toda a fase de preparação física e não conseguiu acompanhar o ritmo forte do time. Na troca de comando da equipe, ganhou uma nova chance dada pelo técnico José Neto. E não quer desperdiçá-la. Cada vez que é chamado para deixar o banco de reservas, Duda sabe que precisa dar conta do recado. Na quinta-feira, contra o Joinville, foi assim. Entrou no segundo quarto, incendiou o time e a torcida, e contribuiu com 18 pontos. Foi o segundo maior pontuador do Flamengo, ficando atrás apenas de Marquinhos (23), no jogo do recorde de vitórias seguidas no início de temporada.  Neste sábado, ele e seus companheiros buscam o 10º triunfo no NBB 5. O adversário da vez será o Limeira. A partida está marcada para as 18h, no ginásio do Tijuca.

- Eu conversei com o Duda, dizendo que estava vindo para o Flamengo e que queria dar uma oportunidade para ele jogar. E isso ia depender dele. Duda comprou a ideia. É um jogador que ajuda demais a equipe e se encaixa no projeto. E a torcida gosta dele por ser vibrante. Espero que continue assim - disse Neto.

Em seis anos defendendo o time da Gávea, o irmão caçula de Marcelinho Machado garante que nunca fez parte de um grupo que foi submetido a um trabalho tão forte. Também não se lembra de ter integrado um elenco que tenha mostrado um entrosamento tão bom num período relativamente curto.

- O grupo foi formado para essa temporada e perdeu logo no início o seu capitão. Isso é uma coisa que não é fácil. A partir do dia que meu irmão se machucou a gente se fortaleceu ainda mais. Para mim foi ainda mais difícil porque nos últimos seis anos passei jogando com ele e saber que pode ficar fora durante toda a temporada... Perdi meu companheiro de quarto, o amigo com quem estava sempre conversando nos treinos e viagens. Mas acho que nós estamos no caminho certo. Foi muito bom ter batido esse recorde e fiquei feliz de ter podido contribuir. Essa é a função de quem vem do banco. Tentar fazer o que fazem os titulares e dar algo a mais. Mas o mérito é do time. A defesa está muito boa. Acho que passei por um período difícil e agora estou colhendo os frutos - afirmou Duda.

Gege e Duda,NBB, Flamengo e Joinville (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com) 
Gegê e Duda (à direita) comemoram mais uma vitória no NBB (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com)


Para o jogador, o grupo está com os pés no chão. E a ideia é que se mantenha assim. Neto sempre lembra que o perigo é exatamente baixar a guarda.

- Essa competição é muito dura e não se pode relaxar nem um pouco. Você pode ser surpreendido porque as outras equipes estão trabalhando também e se reforçando. Temos que trabalhar cada dia mais. A partida contra Limeira vai ser duríssima para nós. Mas vamos tentar aumentar o recorde de vitórias - admitiu o treinador.

Do outro lado, a motivação do time paulista é exatamente evitar que isso aconteça. Depois de passar pelo Tijuca, a equipe comandada pelo ex-armador Demétrius tentará fazer com que a passagem pelo Rio de Janeiro seja perfeita.

-  É um jogo que tem um fator motivacional pelo desafio de tentar quebrar a sequência de jogos deles. A  torcida é um reforço, vai comparecer, mas na quadra é cinco contra cinco e possbilidade de ganhar existe. O Flamengo, comparado ao campeonato passado,  tem um time que vem trabalhando mais em conjunto, mais coeso na defesa, correndo bem contra-ataque - disse o técnico.

Tijuca busca segunda vitória

Depois de fazer um jogo equilibrado contra o Limeira, o Tijuca tenta passar pelo Joinville, às 16h. A equipe catarinense, com cinco derrotas consecutivas, quer voltar aos trilhos. Na lanterna do campeonato, o anfitrião, que jogará em seu ginásio, sonha com o mesmo. O time de Miguel Ângelo da Luz tem até o momento apenas uma vitória em 12 jogos. Os dois times ainda não venceram em 2013. 

A rodada:

16h - Tijuca x Joinville
16h - Basquete Cearense x Pinheiros (SporTV2)
16h30m - Brasília x Paulistano
18h - Bauru x Palmeiras
18h - Liga Sorocabana x Suzano
18h - Flamengo x Limeira
19h - Uberlândia x Vila Velha
19h - Franca x Minas

Alvo de Fla e Santos, Carlos Eduardo diz que não sabe onde vai jogar



Alvo de Flamengo e Santos, o meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan, manifestou-se via Twitter na noite desta sexta-feira. Segundo o jogador, a decisão sobre seu futuro ainda não foi tomada. Ele está em Antália, na Turquia, onde o clube russo realiza a intertemporada.

- Ainda não decidi nada sobre meu futuro. Estou na Turquia trabalhando com o Rubin Kazan. As coisas precisam ser feitas com calma e dignidade – postou.


print do Twitter do Carlos Eduardo (Foto: Reprodução / Twitter) 
Carlos Eduardo usou o Twitter para falar de sua situação (Foto: Reprodução / Twitter)

Carlos Eduardo tem contrato até o meio do ano que vem, mas será liberado para jogar no Brasil por empréstimo de uma temporada. Para isso, terá de renovar com os russos pelo mesmo período. O clube do leste europeu acredita que ele poderá ganhar valor de mercado para uma futura negociação. O Rubin Kazan investiu 24 milhões de euros (R$ 64,5 milhões na cotação atual) para contratá-lo. Flamengo e Santos teriam de arcar apenas com o salário do jogador.

Nesta sexta-feira, o empresário do jogador, Jorge Machado, adotou dois discursos sobre o assunto. Primeiro, afirmou à Rádio Brasil, do Rio, que o desejo do meia é atuar no futebol carioca. Depois, no entanto, disse ao site do jornal A Tribuna, de Santos, que Cadu prefere jogar no Peixe.

No Santos, o técnico Muricy Ramalho afirmou em coletiva que Carlos Eduardo garantiu que quer jogar na Vila Belmiro. No Flamengo, o diretor de futebol Paulo Pelaipe teria a garantia de que neste momento ele só defenderia o Rubro-Negro no retorno ao país.



sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Flamengo empata e se complica na Copa São Paulo

Em partida disputada na noite desta sexta-feira São José do Rio Preto, o Flamengo empatou em 2 a 2 com o América-SP. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou a cinco pontos e se complicou na competição. A equipe dificilmente estará entre as sete melhores segundo colocadas. Os paulistas, por sua vez, terminaram como líderes do Grupo E e avançaram.

Logo aos sete minutos, o volante Vitor Hugo perdeu a bola à frente da defesa e o atacante Luan aproveitou o vacilou para colocar o time paulista em vantagem. O Rubro-Negro conseguiu chegar ao empate aos 33 minutos com Renan. O camisa 10, que é filho do ex-jogador Donizete Pantera, fez jogada individual e chutou cruzado.

O América voltou a marcar no fim do primeiro tempo após contra-ataque que foi concluído com êxito pelo camisa 10 Kairon.

Novamente em desvantagem, o Flamengo teve maior posse de bola no segundo tempo e conseguiu o empate com Romário, que marcou de cabeça após cruzamento do lado direito.

Apesar da pressão no fim do jogo, os rubro-negros não conseguiram bater o time paulista.

Na despedida do Mogi Mirim, João Paulo revela paixão pelo Flamengo


João Paulo, lateral do Mogi que negocia transferência para o Flamengo (Foto: Carlos Velardi / EPTV)
João Paulo vai realizar um sonho de criança em 2013: jogar no time do coração. Anunciado como reforço do Flamengo na última quinta-feira, o lateral-esquerdo revelou a paixão pelo clube carioca na despedida do Mogi Mirim, onde realizava a preparação para o Paulistão.

-Estou feliz da vida, realizado. Vou jogar no meu time de coração. Sou Flamengo desde criança. Sem contar que vou morar perto da minha família, que mora em Santa Tereza, no Rio de Janeiro – comemorou o jogador, de 26 anos.

O lateral foi emprestado pelo Desportivo Brasil, clube da empresa de marketing esportivo Traffic, por dois anos. Em julho, o Rubro-Negro terá a opção de comprar 30% dos direitos econômicos. O Fla 
será responsável pelo pagamento do salário. 

 João Paulo disputou o Brasileiro pela Ponte Preta e, no Troféu Armando Nogueira, teve a melhor média de um lateral-esquerdo: 6,02. Ironicamente, o único gol dele na Série A pela Macaca foi justamente contra o Flamengo, no empate por 2 a 2 entre os times, pelo primeiro turno, em Campinas.

Após o campeonato, ele despertou o interesse do Vasco da Gama e quase foi parar na Colina. A negociação não vingou, e João retornou ao Mogi, com quem tinha vínculo de empréstimo, até o acerto com o Flamengo.

O lateral ainda precisa fazer exames médicos, mas a expectativa do comando do futebol é que ele inicie o trabalho com o grupo neste sábado. O jogador chega para disputar posição com Ramon, que teve desempenho irregular no segundo semestre do ano passado. Magal era o reserva imediato, mas não teve o contrato renovado na virada do ano.






Elias é aprovado nos exames médicos e aguarda apresentação

reforço
liberado (Raphael Marinho / Globoesporte.com) 
O volante Elias, principal reforço anunciado pelo Flamegno até agora, realizou exames médicos nesta sexta-feira e foi aprovado. O jogador, que defendia o Sporting, de Portugal, ficará no Rubro-Negro por um ano. O contrato é de empréstimo, e o clube tem a opção de compra de metade dos direitos econômicos em agosto, com preço fixado. Ele aguarda a definição da data de apresentação, que deve ocorrer no início da próxima semana.

O meia Gabriel e o lateral-esquerdo João Paulo ainda não passaram pela bateria. Eles serão examinados na segunda-feira. O Flamengo adquiriu 50% dos direitos econômicos de Gabriel junto ao Bahia, e ele vai assinar por cinco anos. Já João Paulo chega por empréstimo de dois anos. Em julho, o Rubro-Negro terá a opção de compra de 30% dos direitos econômicos, com preço fixado.

O Flamengo ainda tenta a contratação do meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan, da Rússia, por empréstimo.



Fla segue rotina de treinos técnicos: passe, controle e posse bola




Enquanto não começa a comandar treinos táticos e coletivos, Dorival Júnior põe os jogadores do Flamegno para trabalhar fundamentos. Na tarde desta sexta-feira, o time realizou uma atividade de troca de passes no Ninho do Urubu. Os toques deveriam ser sempre de primeira e em velocidade. Depois, o treinador fez o grupo exercitar o controle de bola. Na parte final do treinamento, um trabalho técnico de posse de bola com dois times em campo reduzido.

Para encerrar o nono dia de pré-temporada, os atletas disputaram um rachão, o segundo desta fase inicial de treinos. A equipe de Léo Moura venceu, com direito a um bonito gol de voleio do goleiro Felipe. Paulo Victor, que jogava de zagueiro, tentou evitar com a mão, fez a defesa, mas pela regra do recreativo o gol foi validado.

Treino Flamengo (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Jogadores do Flamengo em treino técnico nesta sexta-feira (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
Neste sábado, os rubro-negros voltam a treinar em dois turnos. No domingo, os atletas serão liberados para curtir a primeira folga desde o retorno aos trabalhos. A partir de segunda-feira, Dorival vai orientar atividades táticas e promover coletivos para começar a definir o time da estreia no Carioca. O Flamengo começa a Taça Guanabara contra o Quissamã, dia 19, às 17h (de Brasília), no Engenhão.




Agente de Carlos Eduardo muda versão e dá preferência ao Santos


Meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan  (Foto: Diego Guichard/GLOBOESPORTE.COM)
Duas entrevistas, dois discursos diferentes. Primeiro, o empresário Jorge Machado, que gerencia a carreira do meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan, da Rússia, afirmou à Rádio Brasil, do Rio, que o desejo do jogador é atuar no Rio de Janeiro - o Flamengo quer contar com o atleta em 2013. Depois, no entanto, Machado voltou atrás e disse que a preferência de Cadu, como é conhecido o brasileiro, é defender o Santos.

- A preferência dele é o Santos. Nós temos um problema com a liberação lá porque o clube investiu 24 milhões de euros (R$ 64,5 milhões na cotação atual) nele e não vai querer liberar por dois anos - disse Machado, em entrevista ao site do jornal "A Tribuna", de Santos.

A nova afirmação do empresário vai ao encontro do que foi revelado pelo técnico Muricy Ramalho, do Santos, na entrevista coletiva desta sexta-feira. De acordo com o treinador, a cabeça de Carlos Eduardo está no Peixe.

- Ele quer e está fazendo sacrifício para voltar ao Brasil. Vai prolongar seu contrato com o time russo e tem algumas propostas, mas a cabeça dele é jogar no Santos. Já ouvimos isso dele, mas não tem nada acertado - disse Muricy.

Carlos Eduardo tem contrato com o Rubin Kazan até meados de 2014. Os rurros aceitam liberar o meia-atacante por uma temporada. Em troca, o clube russo deseja ampliar o vínculo do brasileiro por mais um ano. A ideia é que, atuando no Brasil, o ex-jogador de Grêmio e Hoffenheim, da Alemanha, volte a ficar em evidência.

Renovações de contrato de Renato e Léo Moura são registradas pela CBF

 A renovação de contrato de Renato com o Flamengo, assinada na quinta-feira, foi registrada pela CBF em seu Boletim Informativo Diário (BID), nesta sexta. O jogador, que estava uma semana treinando com os companheiros mesmo sem contrato, renvou seu compromisso até o fim do ano. Curiosamente o nome do meia rubro-negro aparece como Carlos (Carlos Renato Abreu) na lista da CBF.

Outro jogador do Flamengo que teve seu nome registrado no BID foi Léo Moura, que também assinou até o fim de 2013.









Ingressos para jogos entre grandes e pequenos no Carioca sofrem aumento

Os clubes e Federação de Futebol do Rio se reuniram nesta sexta-feira em um Arbitral para definir o valor dos ingressos para o Carioca-2013. Neste ano, o torcedor vai ter que pagar mais para ver das arquibancadas os jogos entre os grandes e os pequenos. Os valores definidos foram R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia. Em 2012, o preço foi de R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia.

O argumento dos dirigentes é elevar um pouco o preço para dar liberdade a fazer promoções em jogos que forem considerados pouco apelativos. A proposta de elevação dos preços foi feita pelo representante do Botafogo e foi aceita pelos clubes, tendo apoio do diretor de competições da Ferj, Marcelo Viana. A iniciativa é uma alternativa a aumentar o lucro dos pequenos nos duelos com os grandes.

Nos confrontos entre pequenos, os valores não foram alterados com relação ao ano passado: R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia.

Já os valores dos jogos no Engenhão entre grandes e pequenos ficaram em R$ 40 a inteira, para as arquibancadas dos setores leste e oeste, nos setores inferior e superior. Nos setores norte e sul, o Botafogo sugeriu preços mais populares, com R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia. Nos clássicos, as arquibancadas leste/oeste vão custar R$ 60. Norte/sul ficará a R$ 30.

Flamengo tira estrelas do Botafogo para a temporada 2013 de Fut 7


Não foi fácil, mas dessa vez quem levou a melhor foi o Flamengo. O gestor José Moraes conseguiu realizar seu grande sonho, e contratou os irmãos Luizinho e Helcinho, que estavam no rival Botafogo. A saída da dupla foi tranquila e a direção do Glorioso fez questão de desejar boa sorte aos irmãos.

- Desejamos toda sorte do mundo aos meninos, pois são pessoas de bem. Nunca nos deram problemas e nos ajudaram em grandes conquistas. As portas estarão sempre abertas para eles em nosso clube - declarou Marcelo Robmar.

Luizinho e Helcinho futebol de 7 (Foto: Joaquim Azevedo/Jornal F7) 
Luizinho e Helcinho reforçam o Flamengo em 2013 (Foto: Joaquim Azevedo/Jornal F7)

A dupla atuou dois anos com a camisa do Botafogo. Só em 2012 foram três títulos: Mundial de Clubes, Liga Nacional e Brasileiro de Clubes. Luizinho trabalhou com José Moraes na Seleção Brasileira de Futebol de 7, onde se sagrou Campeão do Mundo, o que só fez aumentar a admiração do treinador pelo atleta.

- Hoje eu e Helcinho iremos defender as cores do Flamengo. Será um novo desafio para nós. Agradeço demais pelo que fizeram por nós no Botafogo. Não teríamos esse reconhecimento no esporte se não fossem eles - disse Helcinho através de seu perfil em uma rede social.

A apresentação dos novos contratados acontece no próximo sábado (12), às 17h, no Iate Clube Jardim Guanabara.


Renato Santos aproveita treino na praia e mata saudade da esposa


Em regime de concentração há quase uma semana, o grupo do Flamengo terá a primeira folga da pré-temporada no domingo. Após os treinos deste sábado, os jogadores serão liberados e poderão ir para casa. Na manhã desta sexta-feira, o zagueiro Renato Santos aproveitou alguns minutos depois do trabalho físico na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, para matar saudade da esposa. Verônica foi até o local e acompanhou toda a atividade à distância. Enquanto o marido treinava, ela o fotografava. Antes de o defensor voltar para o hotel, tiveram uma rápida conversa em um banco do calçadão em clima de namoro. Renato aproveitou para fazer carinhos na barriga de Verônica, que espera o primeiro filho do casal. Eles estão juntos há nove anos.

Renato Santos no treino do Flamengo na praia (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Renato Santos e esposa no treino do Flamengo na praia (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
 

Novo gerente de marketing no Flamengo




O Flamengo anunciará na próxima semana a chegada de Gabriel Skinner para a função de gerente de marketing. Ex-funcionário da Olympikus e do próprio Flamengo, Skinner terá como uma das atribuições administrar o contrato do Rubro-Negro com a Adidas, nova fornecedora de material esportivo do clube.













Fla aguarda liberação do Rubin Kazan para contratar Carlos Eduardo


Meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan  (Foto: Diego Guichard/GLOBOESPORTE.COM)
O Flamengo espera uma ligação do empresário de Carlos Eduardo, Jorge Machado, com uma resposta positiva do Rubin Kazan, da Rússia, sobre a liberação do meia-atacante por empréstimo de uma temporada. O diretor de futebol rubro-negro, Paulo Pelaipe, tenta a contratação do jogador para ser o principal reforço da nova gestão. Como recebeu o pagamento de luvas dos russos, Carlos Eduardo chegaria sem custos para o Flamengo, que ficaria responsável apenas pela composição do salário.

Segundo o GLOBOESPORTE.COM apurou, Pelaipe teria a garantia de que o jogador defenderá o Flamengo na volta ao Brasil. O Rubin Kazan, que investiu € 24 milhões no jogador em 2010 (R$ 64,5 milhões na cotação atual), quer ampliar o contrato por mais um ano (o atual termina na metade de 2014) e esperar que o meia-atacante volte a ficar em evidência para ganhar valor de mercado para uma futura negociação. Procurado pela reportagem, o dirigente rubro-negro preferiu não comentar o assunto.

Paulo Pelaipe trabalhou com Carlos Eduardo no Grêmio. O meia-atacante surgiu no Olímpico em 2007 e foi um dos protagonistas da equipe vice-campeã da Libertadores da América. No mesmo ano, foi vendido para o Hoffenheim, da Alemanha. O diretor do Flamengo é um admirador do jovem e tem relação de longa data com o empresário Jorge Machado. A mudança para o Rio de Janeiro e a transferência para o clube brasileiro de maior torcida também são atrativos para o atleta. Além disso, Cadu acredita que estaria mais próximo de voltar à seleção brasileira.

- O Carlos quer jogar no Rio de Janeiro. Dependendo do clube, quer jogar no Rio, acha que o Rio de Janeiro vai exacerbar toda situação dele de seleção brasileira. É um jogador especial, apesar de o Brasil conhecê-lo pouco, só na Libertadores do Grêmio e logo depois foi para a Alemanha. Ele quer que o Brasil o conheça, e o Rio de Janeiro é uma cidade que dá muita vontade nele de jogar - disse Machado, em entrevista à Rádio Brasil, sem citar diretamente o Flamengo.

Além do Rubro-Negro, o Santos quer contratar o jogador, que está na cidade turca de Antália, na intertemporada do Rubin Kazan. O técnico Muricy Ramalho o elogiou nesta sexta e disse que Carlos Eduardo quer defender o Santos.

- Ele quer e está fazendo sacrifício para voltar ao Brasil. Vai prolongar seu contrato com o time russo e tem algumas propostas, mas a cabeça dele é jogar no Santos. Já ouvimos isso dele, mas não tem nada acertado. Ele joga pelo lado do campo e é canhoto. Precisamos de um nome ali. É uma oportunidade de negócio que se encaixa, viria só pelos salários.

O Fluminense também já foi apontado como possível destino, principalmente pela boa relação entre Jorge Machado e o diretor Rodrigo Caetano. O técnico Abel Braga, no entanto, disse que o nome não está em pauta.



Atriz tieta jogadores do Flamengo

A atriz Carolina Dieckmann tietou o meia Ibson, o atacante Vagner Love e lateral Léo Moura, do Flamengo. A Rubro-Negra postou a foto em seu Instagram: “eu e meus craques ❤ #mengo”, escreveu.


carolina




Satisfeito com chegada de trio, Dorival ainda espera um camisa 10

Na primeira entrevista de 2013, Dorival Júnior manteve o discurso que o marcou na temporada passada. Se antes pedia paciência aos torcedores do Flamengo para organizar um time que sofria no Campeonato Brasileiro, agora o pedido é para que os rubro-negros tenham calma com a montagem do grupo e da nova equipe. Nesta sexta-feira, o técnico mostrou-se satisfeito com a contração dos três primeiros reforços, mas não quer que o clube pare por aí. Elias, Gabriel e João Paulo foram anunciados nesta quinta e devem ser apresentados na próxima segunda. A busca por um camisa 10, segundo ele, continua.  

- Estamos atrás, vamos ter paciência, mas caso não achemos é natural dar chance aos que aqui estão. O Mattheus, por exemplo, que ano passado começou a ter suas oportunidades. Tudo vai ser de maneira tranquila com a manutenção de uma base de um ano anteiror, acrescentando jogadores. É importante que a torcida tenha paciência. Acho que são jogadores importantes (trio contratado), com algumas características pontuais detectadas ao longo de quatro, cinco meses de trabalho. Que venham, sejam felizes, que possam fazer o melhor pelo Flamengo. Acredito muito nesse primeiro momento da equipe, na reformulação que vai existir e também na manutenção de jogadores importantes, alguns garotos aparecendo, é uma mescla interessante. Naturalmente que se precisa de tempo para que se alcance a regularidade. Acredito muito nessa nova formação.

Um dos nomes que a diretoria trabalha para reforçar o Flamengo é o do meia Carlos Eduardo, do Rubin Kazan, mas Dorival se limitou a elogiar o jogador.

- Não vou falar de nomes. Sobre ele, só posso dizer que é um grande jogador e todo grande jogador interessa a um grande clube.

Dorival Junior no treino do Flamengo na praia (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Dorival Junior no treino do Flamengo na praia (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

Sobre o volante Elias, principal nome anunciado até agora, Dorival destaca a versatilidade. O treinador espera que o jogador, que estava em baixa no Sporting, de Portugal, volte a se destacar como nos tempos de Corinthians, entre 2008 e 2010. 

- Penso no Elias na mesma função que vinha atuando no Corinthians, por último no Sporting, um jogador de chegada rápida, vem bem de trás, tem velocidade na retomada de bola. Se repetir o que fez da Ponte Preta para frente, será um reforço muito grande para a formação que consideremos ideal para a equipe.

Dorival descartou usar Gabriel como um camisa 10, responsável pela criação de jogadas. O meia-atacante, de 23 anos, também tem facilidade de realizar mais de uma função. Foi assim que se destacou no Bahia e conseguiu ser uma das revelações do último Brasileiro.

- O Gabriel já jogou em várias funções. Lateral, meia, atacante, ala pelo lado, atacante pelo lado. Não tem essa característica (camisa 10).

O técnico quer mais reforços e, apesar de dizer que ainda conta com jogadores como Liedson e Cleber Santana, que ainda podem deixar o clube, afirma que o grupo não está fechado para saídas.

- Dificilmente o grupo se manterá fechado. Nós sabemos que negociações acontecem. A qualquer momento podem aparecer jogadores oportunizando contratação ou uma venda. Estamos e estaremos sempre abertos. O Liedson está aqui dentro, contina fazendo parte dos planos, não há alteração nenhuma. O Cleber (Santana) mostrou qualidades e condições. Não temos nenhum meia nesse momento. Acredito que com o crescimento da equipe o Cleber deve crescer.

O Flamengo se prepara para a estreia no Campeonato Carioca. A partir da próxima semana, os treinos táticos e coletivos vão começar. O time começa o estadual contra o Quissamã, dia 19, no Engenhão.



Após marca histórica no NBB, Fla fecha com ala da seleção do Paraguai


Bruno Zanotti basquete (Foto: FIBA)
Um dia após a equipe vencer o Joinville por 97 a 64, conquistar sua nona vitória consecutiva no NBB e estabelecer a marca de melhor início de temporada da competição, que pertencia ao Brasília, na edição de 2009/2010, a diretoria do Flamengo concretizou a contratação do ala Bruno Zanotti, titular da seleção do Paraguai.

Natural de Durban, na África do Sul, e naturalizado paraguaio, o ala de de 30 anos e 1,97m assinou contrato apenas até o final de maio e chega para compor o elenco do líder invicto do NBB.

Oferecido ao Rubro-Negro, o ala com passagens pelo basquete da Itália, da Argentina e de Porto Rico agradou ao técnico José Neto. No entanto, o treinador rubro-negro deixou claro que o jogador paraguaio não chega para substituir o capitão Marcelinho, que foi submetido a uma artroscopia para reconstruir o ligamento cruzado anterior do joelho direito e que só deverá retornar às quadras em maio.

- Ele é um jogador experiente e que vem para compor o grupo, e não para substituir o Marcelinho. Desde o início da temporada a gente precisava desse jogador. Estávamos usando os meninos da base, mas a competição vai afunilando e precisamos de um atleta com mais experiência. Ele não vem para ser a estrela do time, até porque não trabalho dessa forma e nem acredito nisso. Ele teve várias passagens pela Argentina, também jogou na Itália e vem para nos ajudar. Ele vai entrar na rotatividade do grupo e nos ajudar nas posições 3 e 4, nas quais temos uma certa carência no grupo - explicou Neto.


Sob nuvens negras, Fla trabalha na praia sob olhar de poucos curiosos


O Flamengo voltou a treinar na praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira. Em frente ao hotel onde está concentrado, o elenco trabalhou a parte física, a exemplo da última segunda, sob nuvens negras e chuva fina, que inclusive afastou o alto número de curiosos que marcaram presença na atividade passada. Houve revezamento entre os jogadores que correram no calçadão e os que se submeteram ao circuito montado.

O técnico Dorival Júnior não deixou de participar, incentivando e cobrando com palmas e gritos, ao lado do preparador Celso de Rezende e seus auxiliares. O clima é ameno e facilita o empenho dos rubro-negros, que vêm sofrendo com o calor carioca desde o início da pré-temporada. Ainda, a movimentação foi pesada, e muitos mostraram cansaço nos intervalos.

À tarde, o treino acontece no Ninho do Urubu novamente, e a expectativa pelo primeiro coletivo do ano cresce. No sábado, o trabalho também será em dois períodos, e no domingo o grupo terá uma folga. A estreia no Carioca é no próximo dia 19 contra o Quissamã, no Engenhão.

treino do Flamengo na praia (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Treino do Flamengo na praia ocorreu em clima mais ameno (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
 
 

Flamengo e Santos crescem por Carlos Eduardo, que prioriza volta ao Brasil


Meia-atacante Carlos Eduardo, do Rubin Kazan  (Foto: Diego Guichard/GLOBOESPORTE.COM)
O Santos fechou com Montillo e Cícero. O Flamengo se reforçou com Elias e Gabriel. Agora, paulistas e cariocas disputam Carlos Eduardo. O meia-atacante do Rubin Kazan está em Antália, na Turquia, onde o clube russo realiza os treinos de intertemporada. A passagem dele pela cidade, no entanto, tem um único motivo: a liberação para voltar ao futebol brasileiro. A amigos, o jogador, de 25 anos, já deixou claro que atuará no Brasil em 2013. Será em São Paulo ou no Rio, mesmo depois de ter dito que a prioridade é retornar para Porto Alegre, pela proximidade da família - o Fluminense também cogitava a contratação. A decisão depende do clube do leste europeu. 

Os russos, que investiram € 24 milhões no jogador em 2010 (R$ 64,5 milhões na cotação atual), aceitam liberá-lo por empréstimo durante uma temporada. A intenção é ampliar o contrato por mais um ano (o vínculo atual termina na metade de 2014) e esperar que no Brasil ele volte a ficar em evidência e ganhe mais valor de mercado para uma futura negociação. Na disputa entre o Peixe e o Rubro-Negro, além do dinheiro, a qualidade do projeto para o meia-atacante fará a diferença.

Carlos Eduardo não era a prioridade do Santos, mas já foi sondado pelo clube. Em função da concorrência financeira desleal com times do Catar e da Arábia Saudita pelo também meia-atacante Nenê, do Paris Paris Saint-Germain, da França, o Peixe repensa o possível reforço. De acordo com o superintendente de esportes, Felipe Faro, a eventual contratação de Nenê inviabiliza a transferência do ex-gremista. Mas se antes a chegada do jogador do PSG era vista como provável na Vila, a chance de a negociação melar aumentou no fim da noite desta quinta-feira, segundo pessoas próximas ao atleta. Por isso, o foco do Alvinegro começa a mudar. De qualquer forma, a presença de Neymar balança Rubin Kazan e Carlos Eduardo. Jogar com o principal atleta brasileiro na atualidade pode pesar na decisão.   

- Estamos monitorando esta situação (do Carlos Eduardo), mas ele tem vínculo com o clube dele. É um jogador de uma outra realidade financeira. Está no radar - diz Faro.

- Consideramos uma negociação difícil, pelo fato de Nenê ter propostas de clubes do Oriente e da Arábia. Eu acho que é uma questão de saber se ele tem interesse em voltar ao Brasil e jogar no Santos – afirma o vice-presidente Odílio Rodrigues, dando pista de que o acordo com o atleta do PSG não será fácil, o que aumenta o interesse em Carlos Eduardo.

Por outro lado, no clube da Vila Belmiro a concorrência teoricamente seria maior. E é aí que o Flamengo pode ficar em vantagem. No Rubro-Negro, o jogador chegaria na condição de titular absoluto, o que o deixaria mais perto de realizar o desejo de voltar à seleção brasileira. No Ninho do Urubu, Carlos Eduardo reencontraria Paulo Pelaipe, com quem trabalhou no Grêmio. O meia-atacante surgiu no estádio Olímpico em 2007 e foi um dos protagonistas da equipe vice-campeã da Libertadores da América. No mesmo ano, foi vendido para o Hoffenheim, da Alemanha. Diretor de futebol do Flamengo, Pelaipe é um admirador do jovem e tem relação de longa data com o empresário Jorge Machado, agente do jogador. A mudança para o Rio de Janeiro e a transferência para o clube brasileiro de maior torcida também são atrativos que o atleta considera.  

Jorge Machado espera que Carlos Eduardo volte ao Brasil com a liberação do Rubin Kazan no fim de semana.

- Essa é a nossa expectativa. O Carlos Eduardo interessa a muitos clubes não só pelo futebol, mas pela pessoa que é. Ele quer voltar a jogar no Brasil porque acha que quem conseguir espaço com o Felipão (Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção) este ano vai ficar muito perto de jogar a Copa do Mundo no Brasil em 2014 - disse o agente.



Flamengo quita salários atrasados e zera dívida com o time de basquete

O momento do basquete rubro-negro não poderia ser melhor. Não bastasse o recorde de nove vitórias nos nove primeiros jogos do Novo Basquete Brasil (NBB), o Flamengo ganhou um combustível a mais nesta quinta-feira. Com uma dívida oriunda da gestão Patrícia Amorim, a diretoria do clube quitou os dois meses de salários que devia aos jogadores.

NBB, Flamengo e Joinville (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com) 
O Flamengo bateu o Joinville nesta quinta-feira (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com)

Os vencimentos atrasados eram referentes, segundo o site oficial do Flamengo, aos meses de junho e novembro do último ano. Mesmo com a dívida, o elenco rubro-negro seguiu treinando normalmente sem tocar no assunto durante as entrevistas.

Nesta quinta-feira, após a vitória sobre o Joinville, no ginásio do Tijuca, o técnico José Neto comentou pela primeira vez sobre a incômoda situação, revelando que seus comandados jamais pensaram em desistir de atuar pelo clube.

- Os jogadores não costumavam comentar sobre os salários atrasados. Eles estavam tão determinados que parecia que não fazia diferença essa questão para eles. Foi muito legal o grupo mostrar o profissionalismo que mostrou - disse.

O Flamengo volta a jogar no sábado, quando recebe o Limeira às 18h, novamente no Tijuca Tênis Clube. O adversário ocupa a 11ª colocação na tabela, com 41% de aproveitamento.



quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Flamengo resolve no início, bate Joinville e quebra recorde de vitórias seguidas

Em 20 minutos a missão já estava praticamente cumprida. O Flamengo construiu uma frente confortável, minou as forças do Joinville e caminhou sem sustos em direção a seu nono triunfo em nove jogos no NBB 5: 94 a 67. Fez mais. Nesta quinta-feira, deu de presente para a sua torcida, que compareceu em peso ao ginásio do Tijuca, o recorde de vitórias seguidas num início de temporada que pertencia ao Brasília desde a segunda edição do campeonato. Por coincidência, a marca foi alcançada exatamente no reencontro do técnico José Neto com seu ex-time.

- Essa é uma marca importante. Era uma motivação a mais que a gente tinha para buscar mais uma vitória no campeonato e ficar mais tempo na liderança. O recorde é importante também para que a equipe ganhe ainda mais confiança. Esses jogadores vão ficar marcados na história do NBB. Eu espero que esse recorde fique ainda mais difícil de se alcançar. Quem sabe a gente busca a 10ª, a 11ª vitória - disse o treinador rubro-negro.

Na história do confronto, o time da Gávea nunca havia perdido para os catarinenses no Rio. Nas 12 vezes em que se enfrentaram, o Flamengo só perdeu uma. Com o resultado, segue na ponta da tabela de classificação como o único invicto. O rival amarga a quinta derrota consecutiva.

Basquete, NBB, Flamengo e Joinville (Foto: Marlon Falcão / Agência Estado) 
 Cestinha do jogo, Marquinhos sobre para a enterrada (Foto: Marlon Falcão / Agência Estado)

Com a nova marca assegurada, a equipe rubro-negra volta à quadra neste sábado, às 18h, contra o Limeira, no Ginásio do Tijuca. Na preliminar, lutando desesperadamente para deixar a lanterna da competição, os donos da casa recebem o Joinville, às 16h.

Como já está virando hábito, o ala Marquinhos foi o grande destaque do líder do campeonato com 23 pontos. Vindo do banco, o ala Duda também teve atuação de destaque com 18 pontos. Pelo lado do time catarinense, três jogadores anotaram 12 pontos: Victor Correa, Thyago Aleo e Diego.

O jogo

Caio Torres abriu a contagem para o Rubro-Negro. Marquinhos seguiu o pivô. A arquibancada ia no embalo. O dono da melhor campanha do campeonato começava melhor. O ritmo forte estava lá, mas o Joinville resistia. O experiente Ricardo Probst puxava o time de garotos, que não deixou o Flamengo fugir mais do que seis pontos (14 a 8). Aos pouquinhos, ia encontrando espaços e mesmo quando não tinha, arriscava de longe. Foi assim que Durval conseguiu virar o jogo a favor da equipe catarinense (16 a 14). Marquinhos diminuiu o prejuízo com dois lances livres no finalzinho do primeiro quarto: 16 a 16.

No período seguinte, o técnico José Neto optou por manter apenas Olivinha e Benite do quinteto titular em quadra. Duda e Gegê entraram, deram mais velocidade ao time, que fez oito pontos seguidos contra nenhum do adversário. Quando o Joinville olhou para o placar, o rival já tinha 33 a 19. Após dois ataques bem-sucedidos dos visitantes, os torcedores queriam mais. Duda obedecia. Chute de três certeiro. Benite também fazia sua parte. Shilton guardava o garrafão e ajudava a manter a vantagem na casa dos 12 pontos. Duda e pouco depois Marquinhos, com um enterrada, fizeram aumentar para 16 no último minuto do segundo período:  44 a 28.

Duda, Flamengo e Joinville (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com) 
Duda crava mais dois pontos na fácil vitória do Flamengo (Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com)

Marquinhos levanta a torcida

Enquanto a equipe aquecia, Neto levava uma conversa ao pé de ouvido com Kojo. O armador voltou para quadra e cadenciou o jogo. O Joinville tirou proveito de duas bobeadas do Rubro-Negro para tentar se aproximar (46 a 32). O ritmo de Marquinhos e seus companheiros não era tão intenso como no primeiro tempo, para alívio dos comandados do técnico Ênio Vecchi. Até a entrada de Gegê. Com o jovem armador, a velocidade estava de volta. Rapidinho a vantagem cresceu (68 a 45). Com o jogo nas mãos, Marquinhos foi descansar um pouco. Teve seu nome gritado pela arquibancada em reconhecimento. De lá, com 19 pontos na conta, o ala viu o Flamengo fechar o terceiro quarto: 69 a 47.  

A última etapa começou com Benite como o único titular em quadra. Os meninos Diego e Feliz ganharam vez. Ajudavam a administrar a vantagem confortável de 79 a 54. A seis minutos do fim, Marquinhos e Duda foram para o jogo. Mais dois pontos. Festa na arquibancada. O Joinville via a marcação apertar. A bola batia no aro e não caía. Do outro lado, a história era bem direrente. A cada cesta, o banco de reservas se levantava para comemorar. O treinador estava satisfeito. A invecibilidade segue intacta.

Elias chega ao Rio e tem primeiro contato com os jogadores do Flamengo


Elias já teve o primeiro contato com os novos companheiros. Na noite desta quinta-feira, dia em que foi anunciado pelo Flamengo, o volante chegou ao Rio e partiu direto para a concentração do time, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. No saguão do hotel, encontrou e conversou com alguns atletas que estavam pelo local. O jogador, que defendia o Sporting, de Portugal, vai assinar com o Rubro-Negro por um ano. O contrato é de empréstimo, e o clube tem a opção de compra de metade dos direitos econômicos em agosto com preço fixado. Abordado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, ele disse que só falará com a imprensa em sua apresentação, nesta sexta-feira.    

- Não posso falar hoje (quinta). Só vou falar amanhã (sexta) - disse, educadamente.

Elias, Flamengo (Foto: Raphael Marinho / Globoesporte.com) 
Elias já está com os novos companheiros de Flamengo (Foto: Raphael Marinho / Globoesporte.com)
 
Elias tem 27 anos, foi formado nas divisões de base do Palmeiras e ganhou projeção no Corinthians entre 2008 e 2010. Posteriormente, acertou com o Atlético de Madri, mas não teve sucesso no clube espanhol e seguiu em 2011 para o Sporting por 8,8 milhões de euros (R$ 23 milhões) - a maior negociação da história do time de Lisboa, com quem tem contrato de 2016.

Além do volante, o Flamengo anunciou nesta quinta as contratações do meia-atacante Gabriel, que estava no Bahia, e do lateral-esquerdo João Paulo, ex-Mogi Mirim.

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!