Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 19 de janeiro de 2013

Torcidas do Fla protestam por valor de ingressos e não entram no Engenhão


Torcida Jovem do Flamengo (Foto: Divulgação)
 
 
Algumas facções organizadas do Flamengo, dentre elas a Nação 12 - idealizadora do movimento -, a Torcida Jovem e a Fla-Manguaça aderiram o protesto contra o preço dos ingressos cobrados para as partidas do Campeonato Carioca. O manifesto ocorreu de maneira pacífica contou com aproximadamente 300 torcedores, que não entraram no Engenhão para acompanhar a partida do Flamengo, neste sábado, contra o Quissamã. Eles ficaram do lado de fora como se estivessem nas arquibancadas, com bandeiras, instrumentos de percussão e cantando.

Os reponsáveis pela manifestação deixaram claro que o protesto não é contra o clube, comandado desde o último dia 2 por Eduardo Bandeira de Melo, e sim contra o valor cobrado pelos ingressos. Uma carta foi enviada ao presidente rubro-negro para explicar o motivo do protesto. De acordo com Diego Lima, da Nação 12, a manifestação só terminará quando os valores diminuírem.



Paulo Pelaipe, sobre Carlos Eduardo: 'O Flamengo levará a melhor na disputa contra o Flu


Paulo Pelaipe - Flamengo (Foto: Paulo Sérgio)Depois da escolha de Carlos Eduardo em defender o Flamengo em 2013, noticiada pelo LANCE!Net na tarde deste sábado, a reportagem entrou em contato com o diretor executivo do Rubro-Negro, que disse que a negociação está próxima de ser concluída e demonstrou bastante confiança na disputa com o Fluminense, outro clube interessado em contar com o meia do Rubin Kazan (RUS) na temporada. O anúncio da contratação do jogador por parte da diretoria do Fla deve acontecer até segunda-feira. O contrato será por empréstimo de 18 meses.

– Nós sempre deixamos claro que queremos o Carlos Eduardo. A negociação está muito bem encaminhada, perto de ser concretizada. Hoje não tem nada certo ainda, mas até segunda deve estar definida a situação. O Flamengo levará a melhor na disputa contra o Fluminense – contou Pelaipe.

Desde o fim de 2012, o empresário do meia, Jorge Machado, vem conversando com Paulo Pelaipe, que aguardava a liberação do Rubin Kazan (RUS) – o que aconteceu nos últimos dias com a prorrogação do vínculo com o clube russo – para prosseguir com a negociação. O diretor executivo também nunca negou que o Flamengo tentava acertar a contratação do meia, como aconteceu com outros nomes.

No início do mês, outros dois clubes entraram na briga com o Flamengo por Carlos Eduardo: Santos e Fluminense. O Santos acabou desistindo por causa dos valores pedidos pelo staff do jogador. Já o Fluminense continuou na briga. Porém, o fato de chegar no Rubro-Negro sendo titular absoluto, já que o clube da Gávea não possui camisa 10 atualmente, pesou na decisão para que a escolha pelo Flamengo fosse tomada.

Atuações: Hernane se destaca. Ramon, expulso, fica com a pior nota





notas flamengo (Foto: arte esporte)


Dorival diz que é cedo para análises e condena a expulsão de Ramon



Dorival Junior na partida do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem) Na estreia do Campeonato Carioca, o Flamengo venceu o Quissamã por 2 a 0, na tarde deste sábado, no Engenhão. Em começo de temporada, com um time ainda sem jogadores considerados titulares, sem reforços como Elias, Gabriel e João Paulo e em formação Dorival Júnior disse que é cedo para qualquer tipo de análise.

- Não podemos criar expectativa grande, temos que ter calma, paciência, é o início de um novo momento para o Flamengo. Espero que as coisas aconteçam dentro de um equilíbrio natural. A partir do momento que tiver toda equipe poderemos sentir um pouco mais de como será. É muito pouco, mas gera uma expectativa melhor – afirmou Dorival.

O treinador exaltou Hernane, mas usou o mesmo discurso de que é cedo para dizer se ele será o dono da camisa 9.

- Sempre acreditamos que o Hernane pudesse, mas ainda é cedo, temos que ter calma. Mas precisamos de jogadores para encorpar a equipe. Essa equipe vai ter que evoluir muito para passar confiança para o torcedor. Mas ainda teremos a estreia dos reforços, dos jogadores que seguem treinando. A estreia é uma coisa e a manutenção pela busca de qualidade é outra – completou o treinador.

Ramon hostilizado e condenado 

Dorival não poderá contar com Ramon no próximo jogo, contra o Madureira, quarta-feira, às 17h, em Conselheiro Galvão. O lateral-esquerdo foi expulso depois de levar o segundo amarelo, já no fim da partida deste sábado.

Na saída de campo, Ramon ouviu o coro de “burro” da torcida presente ao Engenhão. Dorival condenou a atitude do jogador:

- Totalmente desnecessária e vai prejudicar sobremaneira para os próximos jogos.

Caso tenha condições físicas, João Paulo poderá fazer sua estreia diante do Madureira. Felipe Dias seria a outra opção.

Herói da estreia, Hernane recebe apoio de Felipe: 'A gente vê o esforço'


No primeiro jogo do Flamengo na temporada, coube a Hernane, que se acostumou com a função de reserva em 2012, ganhar o papel de protagonista. Autor dos dois gols da vitória sobre o Quissamã, na estreia no Campeonato Carioca, o atacante recebeu elogios do goleiro Felipe, que acredita que o atacante pode brilhar durante todo o campeonato.

- Atacante vive de gols. A torcida pode não confiar muito no Hernane, não dar valor, mas a gente vê o esforço dele. Hoje ele foi feliz, decisivo e quem sabe ele não deslancha? Ano passado ele foi artilheiro do Paulista, que é o Estadual mais forte do Brasil. Esperamos que ele seja o Hernane daquele campeonato. Ele já começou com pé direito e espero que continue assim.

Com a missão de substituir o ídolo Vagner Love - que retornou para o CSKA -, Hernane mostrou faro de artilheiro e bom desempenho na bola aérea ao marcar dois gols de cabeça: momento com o qual ele sonhava enquanto treinava durante os últimos meses.

- Eu estava trabalhando todo dia esperando essa oportunidade. E, graças a Deus e aos meus companheiros, pude fazer esses dois gols e sair com a vitória - disse o atacante.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Madureira em Conselheiro Galvão, às 17h (de Brasília).

Flamengo 2 x 0 Quissamã - Campeonato Carioca 2013 - Todos Gols Hernane



Flamengo 2 x 0 Quissamã


Ficha técnica

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 19/1/2013

Hora: 17h (de Brasília)

Árbitro: Leonardo de Castro Moreira (RJ)
Auxiliares: Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ) e Michel Correa (RJ)

Gols:  Hernane,  3min do 1º tempo e 39min do 2º tempo

Cartão amarelo:  Ramon(Fla)   Rinaldo Catitu, Edson (Qui)
Cartões vermelho: Ramon

Renda : R$ 187.800,00
Público: 9.839 torcedores

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Frauches e Ramon; Cáceres, Ibson e Rodolfo(Luiz Antonio); Nixon( Felipe Dias) , Rafinha( Romário) e Hernane.
Técnico: Dorival Júnior.

QUISSAMÃ:  Ricardo, Diguinho, Edson, Douglas e Thiago Reis(Fred); Cleiton, Arimax(Ricardinho), Bruno Reis, Marquinhos e Thiaguinho; Rinaldo(Fabricio)
Técnico: Marcelo Buarque.


Flamengo 2 x 0 Quissamã

2º tempo

39min


GOOOOOOOL DO FLAMENGO!! Ibson inicia a jogada com um toque de calcanhar para Romário. O camisa 18 faz o cruzamento com precisão e encontra Hernane, que cabeceia e faz o seu segundo no jogo



Sem cara de clássico, Fla derrota Palmeiras e vence a 13ª consecutiva


Nem parecia um jogo entre clubes com duas das maiores torcidas do país. Com poucos torcedores vestindo verde e branco ou vermelho e preto, Flamengo e Palmeiras protagonizaram o primeiro clássico entre “times de futebol” da história do NBB, neste sábado, em Mogi das Cruzes, em situações completamente opostas na tabela. E como já era previsível, deu a lógica. Único invicto e recordista de vitórias em um início de temporada da competição, o time carioca não encontrou maiores dificuldades para vencer o penúltimo colocado por 106 a 61 (52 a 48), ampliar seu recorde para 13 triunfos consecutivos e se manter na liderança isolada com 26 pontos. Com a derrota, sua 13ª em 15 partidas, a equipe paulista está cada vez mais perto de disputar o quadrangular que rebaixará duas equipes na edição 2013/2014 do NBB.

Maior pontuador da equipe na temporada, Marquinhos desta vez não repetiu suas atuações. Mesmo em uma tarde pouco inspirada, o ala anotou 20 pontos. Com 28 pontos e seis assistências, Benite foi o cestinha do clássico. Pelo lado do Palmeiras, o maior pontuador foi Caleb Brown, com 15 pontos.

Duda na partida do Palmeiras contra o Flamengo basquete NBB (Foto: João Pires / LNB) 
Duda tenta parar ataque do Palmeiras (Foto: João Pires / LNB)
 
Como já se tornou hábito, o Flamengo terá pouco tempo de descanso. Com partidas atrasadas a cumprir em razão de sua participação na Liga-Sul-Americana, o time carioca volta à quadra já na próxima segunda-feira, contra o Minas, às 20h, em Belo Horizonte, em partida válida pela segunda rodada. Já o Palmeiras terá três dias a mais para se preparar para encarar o Joinville, quinta-feira, em Santa Catarina, às 20h, pela 17ª rodada.

O JOGO

O adversário pode mudar, mas a estratégia do Flamengo de começar o primeiro quarto a 100km/h já virou rotina. Neste sábado não foi diferente. Para abrir os trabalhos, uma sequência de 10 a 0 que obrigou o espanhol Arturo Alvarez a pedir tempo. A ação do técnico palmeirense pouco mudou o panorama da partida. Principalmente em razão da pontaria certeira de Benite, implacável nas bolas de três. Com quatro arremessos certos em quatro tentados, o armador anotou 14 pontos e foi o responsável direto pela vitória parcial de 29 a 14 a favor do time rubro-negro.

Benite diminuiu seu percentual de acertos no começo do segundo quarto, mas o Flamengo não. Pelo menos até a metade do período, quando a diferença se manteve em 15 pontos. José Neto, então, aproveitou para rodar o time, e colocou Gegê, Duda e Feliz em quadra. Sem o mesmo ritmo dos demais companheiros, a equipe caiu de produção, e o Palmeiras diminuiu o prejuízo para nove pontos (36 a 27). Mas foi só um susto. Rapidamente, o trio esquentou e a vantagem voltou a ser confortável até o estouro do cronômetro (52 a 38).

partida do Palmeiras contra o Flamengo basquete NBB (Foto: João Pires / LNB) 
 Partida teve poucos torcedores com camisas dos times (Foto: João Pires / LNB)
 
Se antes de a bola subir, a torcida do Flamengo presente ao Ginásio Professor Hugo Ramos já era maioria, depois do intervalo, então, as camisas do Palmeiras praticamente desapareceram. Os poucos que permaneceram, que sequer vestiam a camisa do clube ou de qualquer torcida organizada, passaram a provocar os rubro-negros e por alguns instantes ameaçaram a paz que reinava absoluta. Os seguranças, porém, agiram rápido, convenceram os baderneiros de ambos os lados a deixarem o local e o bate-boca, que nem chegou a virar uma confusão, quase não foi notada.

Enquanto isso, em quadra, o Flamengo seguia soberano. Com os titulares ou os reservas, a diferença só crescia e, de 14 pontos ao fim do primeiro tempo, pulou para 30 a dez minutos para o fim do primeiro clássico entre clubes de camisa do NBB.

Com a vitória praticamente assegurada, o técnico José Neto aproveitou para dar um descanso ao ala Marquinhos. Mesmo com seu principal pontuador na competição sentado no banco de reservas durante todo o último quarto, o time carioca fez 28 a 13 nos dez minutos finais, venceu por 106 a 61 e deu mostras que pretende bater seu próprio recorde de 17 vitórias consecutivas na temporada regular, conquista na primeira edição do NBB, em 2008/2009.



Flamengo 1 x 0 Quissamã

1º tempo

3min

GOOOOOOOL DO FLAMENGO!! Rodolfo cobra o escanteio com precisão, e Hernane sobe para testar com força para o fundo das redes!

Carlos Eduardo está por detalhes do Flamengo



Carlos Eduardo - Hoffenheim (Foto: Sascha Schuermann/AFP)
O LANCE!Net apurou que, na disputa com o Fluminense, o meia Carlos Eduardo escolheu o Flamengo e o anúncio por parte da diretoria rubro-negra deve acontecer até a próxima segunda-feira. O contrato será por empréstimo de 18 meses. Em entrevista exclusiva por telefone, o jogador afirmou que o novo clube será anunciado muito em breve.

- A negociação está bem avançada e muito em breve será anunciado o clube em que irei jogar - afirmou o jogador.

Desde o fim de 2012, o empresário do meia, Jorge Machado, vem conversando com o diretor executivo do Flamengo, Paulo Pelaipe, que aguardava a liberação do Rubin Kazan (RUS) - o que aconteceu nos últimos dias com a prorrogação do vínculo com o clube russo - para prosseguir com a negociação. Desde que assumiu o cargo, vale ressaltar, o nome de Carlos Eduardo nunca foi descartado pela diretoria do Flamengo.

Entretanto, no início deste ano, outros dois clubes entraram na briga com o Flamengo por Carlos Eduardo: Santos e Fluminense. O Santos acabou desistindo por causa dos valores pedidos pelo staff do jogador. Já o Fluminense continuou na briga. Porém, o fato de chegar no Rubro-Negro sendo titular absoluto, já que o clube da Gávea não possui camisa 10 atualmente, pesou na decisão para que a escolha pelo Flamengo fosse tomada.


Nixon é o camisa 10 do Fla, e Cáceres ganha a vaga de Amaral

E a camisa 10 do Flamengo vai voltar a desfilar no gramado. E com um garoto sendo o dono da mítica numeração na tarde deste sábado, no Engenhão. Aos 20 anos, Nixon recebeu o uniforme e formará o trio de ataque ao lado de Rafinha e Hernane. Cáceres ganhou a vaga na disputa por Amaral, na única dúvida que Dorival Júnior tinha para a partida contra o Quissamã.

O número eternizado por Zico estava disponível desde a saída de Ronaldinho Gaúcho. A última vez em campo foi em 26 de maio, na segunda rodada do Brasileirão. Na partida, ex-camisa 10 mjogou mal no empate por 3 a 3 com o Internacional e acabou substituído sob vaias no segundo tempo da partida. A 10 saía de cena.

Adriano foi contratado em agosto do ano passado e recebeu o número 10. Mas em recuperação de uma cirurgia no tendão de Aquiles e, depois de uma série de indisciplinas, foi dispensado sem atuar uma única vez.

Diante do Quissamã, o time vai a campo com Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Frauches e Ramon; Cáceres, Ibson e Rodolfo; Nixon, Rafinha e Hernane.



Movimento exalta 60 anos de Zico e promete grande festa dia 3 de março


Homenagem aos 60 anos de Zico, que serão completados em março. Panfleto distribuído no Engenhão (Foto: Janir Junior)
No dia 3 de março, Zico completará 60 anos. E a festa da torcida do Flamengo já vai começar e pretende se estender até a data que é tratada como Natal rubro-negro. Nas redes sociais crescem a cada dia as adesões a todos os tipos de comemorações. Na próxima terça-feira, será lançado o movimento Zico 60 anos: um mundo rubro-negro. A ideia é a realização de uma série de ações para festejar o aniversário do maior ídolo da história do clube, e pintar o Brasil com as cores preto e vermelho para saudar o eterno camisa 10.

Antes do jogo deste sábado entre Flamengo e Quissamã, na rodada inicial do Campeonato Carioca, foi anunciado através da distribuição de panfletos com a imagem de Zico para terça-feira, na quadra do Tijuca Tênis Clube um evento para convidados. Segundo a organização, nomes como Diogo Nogueira, Arlindo Cruz, baterias do Salgueiro e Vila Isabel animarão a festa.

O auge da comemoração será no dia do aniversário, em 3 de março. Existe a ideia de estimular os torcedores a colocarem bandeiras nas janelas e o uso da camisa 10.  No Twitter foi criada uma conta com o nome de @Zico60anos para mobilizar a torcida e anunciar as festividades.

Zico também será homenageado pelo clube. Nos últimos três anos, o ídolo se manteve afastado da Gávea depois de sair do cargo de diretor de futebol por conta de questionamentos do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro. Na ocasião, o ex-jogador disse que a então presidente Patricia Amorim não deu o respaldo necessário, e a relação azedou. O Galinho apoiou a Chapa Azul, que saiu vencedora das urnas com o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

As eleições do dia 3 de dezembro de 2012 ficaram marcadas pela aparição de Zico na Gávea para votar. O ex-jogador foi ovacionado e exaltado por torcedores que gritavam seu nome e cantavam o hino do clube. Exatamente três meses depois, no dia 3 de março, a festa promete ser ainda maior.



Dirigentes vão pagar ingressos nos jogos, define diretoria



Eduardo Bandeira e Paulo Pelaipe coletiva Flamengo (Foto: Fernando Azevedo / Fla Imagem)
As filas não precisarão ser enfrentadas, mas os preços, sim. Por iniciativa da própria diretoria do Flamengo, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e seus 16 vice-presidentes decidiram pagar o valor de ingresso para cada convidado que levarem aos jogos da equipe ao longo da temporada 2013. A medida, anunciada pelo site do clube, já começa neste sábado no Engenhão, onde o Rubro-Negro recebe o Quissamã às 17h (de Brasília), na estreia do Campeonato Carioca.

Segundo a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), o preço das entradas do estadual é definido pelos clubes mandantes, exceto quando a renda for dividida. No entanto, há um valor mínimo estabelecido de R$ 10 para os ingressos de jogos entre clubes pequenos, e de R$ 20 quando houver pelo menos um dos quatro times grandes da capital envolvido.

Curiosamente, o diretor de competições da entidade, Marcelo Vianna, que assina a nota oficial, declarou em entrevista recente à Rádio Tupi que os valores dos ingressos para clássicos já estavam definidos, entre R$ 30 e R$ 60.



Vice do Flamengo confirma Liedson perto de acerto com Porto: "restam detalhes"


 Liberado pela diretoria do Flamengo para buscar outro clube, o atacante Liedson deve retornar para o futebol de Portugal. Sem espaço no elenco e treinando em períodos diferentes dos outros jogadores, o jogador deve resolver a questão neste final de semana. Em entrevista à 'Rádio Renascença', de Portugal, o vice presidente de futebol do rubro-negro, Wallim Vasconcelos, afirmou que 'restam apenas detalhes' para que a negociação se concretize.

"Se for bom para as três partes envolvidas, vamos fazer o negócio", disse Wallim.

Liedson tem um dos salários mais altos do elenco e a nova diretoria decidiu que o jogador não era fundamental para o grupo. O atacante deve assinar contrato por seis meses, com opção de renovação por mais um ano, de acordo com jornais portugueses.

O atleta de 35 anos, que disputou a Copa do Mundo de 2010 por Portugal, chegaria ao Porto para suprir uma carência no elenco dirigido por Vítor Pereira, que conta apenas com o colombiano Jackson Martínez como centroavante.

Em sua segunda passagem pelo Flamengo, na temporada passada, Liedson disputou 16 partidas e marcou quatro gols. O centroavante também foi artilheiro do Campeonato Português nas temporadas 2004/2005 e 2006/2007, somando 114 gols em 213 partidas disputadas pelo torneio.




'Mobilidade e participação', atributos do novo trio de ataque do Flamengo




montagem Flamengo Rafinha Hernane Nixon (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)
Com a saída de Vagner Love, a indefinição sobre o futuro de Liedson e a carência de atacantes no elenco, o Flamengo que estreia neste sábado contra o Quissamã, às 17h, no Engenhão, terá dois garotos de 19 anos na frente, além de um jogador que chegou ao clube com status de vice-artilheiro do Campeonato Paulista de 2012, com apenas um gol a menos que Neymar. Rafinha, Nixon e Hernane são as soluções de improviso para um time que, há um ano, estreava no Campeonato Carioca com uma dupla formada por Ronaldinho Gaúcho e Deivid.

Enquanto aguarda a chegada de reforços para o ataque, Dorival Júnior revela o que espera do ataque rubro-negro.

- Mobilidade constante e participação, bem dentro do que foi treinado. São garotos, à exceção do Hernane. Temos que dar um tempo maior, estão treinando por uma necessidade – disse o treinador.

Dorival exalta os jovens, analisa o futebol de Rafinha e Rodolfo - que farão o primeiro jogo como profissionais - e prega cuidado para não queimar as jovens promessas.

- Acredito que eles ainda não possam ser cobrados, é muito cedo para isso, pois estão num processo de observação, nosso trabalho vai ser contínuo. Espero que possam fazer uma grande partida. Rodolfo tem muita habilidade, jogadas curtas, envolventes. São dois jogadores agudos. O Rafinha é insinuante, vai para cima, um bom perfil para atacante. São dois jogadores com velocidade, não tínhamos no ano anterior, éramos meio carentes nesse sentido. Garotada sempre precisa de período maior, pois não conhece totalmente a reação dentro de campo. A personalidade vai sendo consolidada entre 17 e 20 anos, só espero que sejam felizes e desenvolvam o mesmo que fizeram nas categorias de base, e que a torcida saiba entender esse momento.


Rafinha 

Aos 19 anos, o jogador fará sua estreia no profissional. Aos 17, foi relacionado por Vanderlei Luxemburgo para um jogo do Campeonato Brasileiro. Foi campeão da Copinha em 2011. Também teve o nome envolvido em uma polêmica interna no Flamengo. Em 2010, o presidente do Conselho Fiscal do clube, Leonardo Ribeiro, foi pivô da saída de Zico, quando o maior ídolo rubro-negro ocupava o cargo de diretor executivo. Ribeiro afirmava que o contrato celebrado entre Flamengo e CFZ - com a cessão de quatro jogadores para as categorias de base da Gávea, incluindo Rafinha - seria lesivo aos interesses do clube rubro-negro. Segundo ele, jogadores que eram do CFZ, que foi vendido por Zico à empresa MFD, começaram a chegar às categorias de base do Fla, ganhando espaço dos atletas que pertenciam ao Rubro-Negro. Os direitos desses jogadores eram repartidos, 50% para a MFD e 50% para o Flamengo, o que causaria prejuízo ao clube no futuro. Agora, na nova gestão e sem peças no elenco, Rafinha fará sua estreia no profissional.


 Nixon 

 O jogador começa 2013 como terminou 2012: titular do Flamengo. Na última partida do time na temporada passada, começou o clássico contra o Botafogo e fez gol no empate por 2 a 2, o primeiro dele como profissional. Nixon começou no Porto, de Caruaru (PE), e teve a oportunidade de chegar ao Rubro-Negro por intermédio da torcida Fla-Sertão, que agora virou Fla-Juazeiro. Demorou para aparecer. Ficou cinco meses sem jogar porque ainda estava federado pelo ex-clube, sofreu uma lesão no púbis e fraturou o nariz. Só no fim do primeiro turno do Carioca de juniores de 2011 a situação começou a melhorar. O início difícil torna a fase atual ainda mais importante, e a reta final de 2012 o ajudou a ganhar confiança. Em sete jogos no ano passado pelo profissional, fez um gol.


Hernane 

Com contrato até 31 de maio, Hernane passou ileso aos cortes que o técnico Dorival Júnior e o diretor Paulo Pelaipe fizeram no elenco do Flamengo para a temporada. Em tempos de busca por reforços, Hernane ainda procura espaço. O jogador terá mais cinco meses para tentar mostrar que tem condições de continuar no Rubro-Negro. Mas ele quer mais. Quer começar a temporada como titular para tentar repetir no Campeonato Carioca o que fez no Paulistão de 2012. Pelo Mogi Mirim, o atacante fez 16 gols. Neymar, 17. Hernane estreou pelo Flamengo em junho do ano passado e marcou um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba, no Engenhão, pela quarta rodada do Brasileiro. O jogador disputou 14 partidas e fez três gols. Em setembro, o então diretor de futebol Zinho tentou convencer o atacante a deixar o clube. No entanto, ele não quis ser envolvido no troca-troca com o Avaí e ficou no clube, com a esperança de ganhar espaço.




sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Melhores Momentos - Brasil 0 x 2 Peru - Sul-Americano sub 20




Decepção: sub-20 joga mal, perde para o Peru e está fora do torneio

Atual tricampeão do Sul-Americano sub-20, o Brasil encerrou a sua participação na competição, disputada na Argentina, de forma melancólica. Nesta sexta-feira, no Estádio Bicentenário, em San Juan, o time foi derrotado por 2 a 0 pelo Peru e acabou eliminado do torneio, ficando fora também do Mundial da categoria, que será disputado na Turquia, em junho. Os gols da vitória peruana foram marcados por Reyna, em posição duvidosa, e Flores.

Ficha técnica

Brasil 0 x 2 Peru


Local: Estádio Bicentenário, San Juan (ARG)

Data: 18/01/2013

Hora: 21h (horário de Brasília)

Árbitro:  Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Diego Bonga (ARG) e Wilson Arellano (BOL)

Cartão amarelo: Leandro, Mattheus (BRA); Campos, Chavez (PER)

Gols: Reyna, 23'/1ºT (0-1); Flores, 45'/2ºT (0-2)

Brasil: Luiz Gustavo; Igor Julião, Luan, Dória e Mandur; Misael, Lucas Cândido, Rafinha e Felipe Anderson (Mattheus); Leandro (Adryan) e Bruno Mendes
Técnico: Emerson Ávila

Peru: Campos; Miguel Araújo, Diego Chaves, Marcos Ortíz e Guarderas; Cartagena, Gómez, Hinostroza e Flores (Torrejon); Cristian Benavente e José Reyna (Deza)
Técnico: Daniel Ahmed






Colocado à prova, Dorival destaca o Carioca: ‘Quando perde é sufoco’


Dorival Junior no treino do Flamengo  (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Logo depois da vitória de Eduardo Bandeira de Mello nas urnas e a chegada de Paulo Pelaipe para comandar o futebol do Flamengo, a permanência ou não de Dorival Júnior entrou em pauta. Com contrato até o fim de 2013, o treinador, escolhido pela gestão anterior, foi mantido no cargo. A partir deste sábado, quando o time fará sua estreia no Campeonato Carioca, começará uma avaliação mais de perto do trabalho do treinador, que mistura o imediatismo da ânsia dos torcedores por um título regional com a necessidade de tempo para conseguir resultados.

- Time grande não pode deixar de brigar por títulos. Ah, canso de ouvir que o campeonato regional não serve para nada. Talvez não sirva quando você ganhe, pois quando perde é um sufoco - afirmou Dorival Júnior, que pela primeira vez como comandante do Rubro-Negro disputará o Carioca.

Tendo rodados por grandes clubes como Vasco, Santos, Atlético-MG e Inter, Dorival conhece bem a filosofia do futebol brasileiro. Depois de chegar no meio da temporada com o clube passando por turbulências, o técnico, agora, inicia uma nova fase, mas com um velho chavão:

- O treinador depende de resultados, unicamente do seu trabalho. Nesse início tudo é bonito, a garotada sendo lançada, mas eu dependo de resultados, sei disso e vou fazer o meu melhor. Se tivermos esse tempo, faremos um grande trabalho, mas é moroso, precisa de aceitação da torcida. Não é do dia para a noite.

Além da saída de Love, Welinton, Wellington Silva e Liedson, Dorival não poderá contar na estreia com jogadores que despontam como titulares, caso de Elias.

- Cada jogador que estamos deixando ao lado é por um motivo, alguns voltando de lesão, caso de Airton, Muralha, Gabriel, que chegou agora. Outros de adaptação física, caso do Elias. Nós já prevíamos um trabalho mais longo para ter uma base mais consolidada, casos do Gonzalez, Renato, Alex. Queremos melhorar o condicionamento do Thomás, para que amanhã não tire o jogador por 15 dias. Pré-temporada é curta, preparamos para o ano, não apenas para uma partida - destacou o treinador.

Diante do Quissamã, o treinador leva uma equipe com novidades, como o trio de ataque formado por Hernane, Nixon e Rafinha - o último fará o primeiro jogo como profissional. A única dúvida está entre Amaral e Cáceres. No mais, a equipe que fará a estreia no estadual terá Felipe, Léo Moura, Renato Santos, Frauches e Ramon; Amaral ou Cáceres, Ibson e Rodolfo; Rafinha, Hernane e Nixon.

Dorival pede doação e afirma que novos reforços chegarão para suprir carências, principalmente no setor ofensivo.

- O Flamengo, quando vai a campo, independentemente do time, o jogador tem que se doar. Não vamos abrir mão, vamos lutar pelo título carioca com qualquer formação que seja. Com um pouco mais de dificuldades? Concordo. Saindo um pouco atrás? Também. Mas a diretoria trabalha forte para que, em vez de saídas, tenhamos chegadas também. Chegarão mais alguns nomes que venham ajudar o elenco, mas com calma, muito bem executado, dentro da possibilidade, num momento de transição difícil.

O treinador disse que, caso a nova diretoria decidisse pela sua saída, ele entenderia:

- Tinha contrato até o ano que vem, logicamente que com a mudança de diretoria havia possibilidade de permanência ou não. Espero responder a confiança.



Quem vai parar o Flamengo?


São 12 jogos e 12 vitórias. O Flamengo atropelou mais um ontem. E a vítima da vez foi o novato Suzano, que foi massacrado por 105 x 74. O Fla é o único time ainda invicto no NBB e já tem o recorde de maior invencibilidade na competição. Mas com a série de triunfos ainda intacta, eu pergunto: até quando vai durar?

Olhando o calendário dos rubro-negros, acho que dá pra aumentar ainda mais esse recorde. Amanhã o jogo é contra o Palmeiras, em SP. Um dos times mais fracos do NBB, amplo favoritismo do Fla. Depois tem o Minas fora, e Paulistano e Pinheiros em casa. Três jogos bem complicados, mas em que o rubro-negro entra em quadra com maior probabilidade de vencer. Se confirmar as vitórias, a sequência de vitórias chegará a 16.


Aí vem o grande desafio: o forte Uberlândia, em Minas. Os mineiros são vice-líderes do NBB, estão contando com a volta do armador Valtinho e são fortíssimos em casa. Sem dúvidas será o maior desafio para o Flamengo até então. Mas com a força que os cariocas estão demonstrando, uma vitória é bem possível. Aí, meus amigos, essa sequência de vitórias pode chegar tranquilamente a mais de 20.

Mas como explicar tamanha força dos rubro-negros? Olhando as estatísticas do NBB, fica até fácil falar do sucesso do time. O Flamengo tem o melhor ataque da competição (90,42 pontos por jogo), o cestinha e o maior reboteiro do campeonato (Marquinhos — foto acima — e Olivinha, respectivamente), é um dos times que menos arremessa de 3 pontos e o que mais chega à linha de lance livre. E tem mais. O Fla é o segundo melhor em rebotes, atrás apenas do Paulistano, e o segundo que menos comete erros, perdendo só da Liga Sorocabana.

Mesmo sem um banco tão competitivo, o Flamengo é o time que joga da maneira mais inteligente no NBB — leia-se sem forçar tantos arremessos de longa distância. Méritos pro excelente trabalho do técnico José Neto, que vai confirmando que a diretoria fez uma ótima aposta ao contratá-lo.

Então, mais uma vez, eu pegunto: até quando vai durar a invencibilidade do Flamengo? Deixem suas apostas nos comentários ou pelo Twitter no @blog3pontos.


Cleber Santana rebate acusação do presidente do Criciúma: 'Leviandade'


Cleber Santana Flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal / Fla imagem)
O meia Cleber Santana divulgou nesta sexta-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, uma nota de repúdio ao presidente do Criciúma, Antenor Angeloni. O dirigente dissera na última quinta-feira que o jogador fez o clube "de bobo" na negociação por sua contratação e que, agora, não quer o meia "nem de graça". Cleber Santana,defende o Flamengo, mas negocia uma possível transferência para outros clubes, entre eles o Avaí.

- Em toda a minha carreira, deve ter sido a maior leviandade que ouvi de um dirigente. Infelizmente, não são todos que estão preparados para exercer um cargo tão importante. Em momento algum dei entrevistas para ninguém sobre propostas. Eles me ligaram há seis dias perguntando do  tempo de contrato com o Flamengo e eu simplesmente respondi. No dia seguinte me fizeram a proposta e não aceitei. Estou fazendo meu trabalho normalmente aqui na pré-temporada, pois respeito o Flamengo, clube que defendo, com muito orgulho. 

Chegar em casa e ler estas notícias te deixa triste e revoltado. Este senhor me tratou como um mau-caráter, faltou com o respeito à minha pessoa e com o profissional. Vou analisar com meu advogado e ver o que podemos fazer sobre estas mentiras que ele disse. Não posso deixar esta irresponsabilidade manchar a minha carreira - declarou Cleber Santana.

Enquanto não decide seu futuro, Cleber segue trabalhando normalmente com o grupo de jogadores do Flamengo.

Fla acusa antiga gestão de não passar IR à Receita: 'É crime', diz advogado


Eduardo Bandeira de Mello Flamengo Entrevista (Foto: Wagner Meier)
Nesta quinta-feira, ao publicar em seu site oficial o pagamento de dívidas referentes à gestão de Patricia Amorim, a nova diretoria - através do vice-presidente de finanças Rodrigo Tostes - afirmou que, durante os últimos três anos, os responsáveis pelo Flamengo não repassaram o Imposto de Renda de funcionários à Receita Federal, utilizando o dinheiro para outros fins, o que caracterizaria apropriação indébita ou sonegação de impostos. A atual direção, que abriu o jogo com o Fisco, age para equacionar os problemas e trouxe o assunto ao conhecimento público, na primeira grave acusação contra a ex-presidente.

- É crime, que pode ser tratado como sonegação fiscal ou apropriação indébita, a lei trata assim. Mas o Estado quer receber e cria possibilidade de pagamentos para que quem seria responsável pelo pagamento não seja punido judicialmente. Caso isso aconteça, quem responderia seria quem não pagou ou repassou o tributo devido à época, e não quem está lá agora. Isso gera as penhoras, que não são punições criminais, mas sim administrativas para garantir o pagamento de dívidas. Se o Estado autorizar renegociações, as penhoras vão parar. Ao assumir e tratar abertamente as dívidas, o Flamengo dá um passo à frente ao negociar com Estado, Fazenda... – disse o advogado criminalista André Perecmanis, do escritório Perecmanis In Klein.

Segundo a nota divulgada pelo clube, “o fator que dificultou o acesso às receitas neste início de ano foi o não pagamento de três anos do Imposto de Renda dos funcionários, fato que vem sendo apurado pelo trabalho de auditoria contratado junto à empresa Ernest & Young. Cada um deles tem 27,5% de seu salário retido no clube, que deve repassar à Receita Federal. Na última gestão, este repasse não aconteceu. O valor era descontado do funcionário, mas utilizado para outros fins”.

O departamento de comunicação do Flamengo disse que a nota, redigida em companhia de Rodrigo Tostes, “é bem clara sobre o não pagamento do IR, apropriação indébita e dos problemas acumulados com o Fisco” na gestão Patricia Amorim, além de confirmar que o clube trata com todos os órgãos o equacionamento das dívidas.

De acordo com parecer normativo da Receita Federal, “ocorrendo a retenção do imposto sem o recolhimento aos cofres públicos, a fonte pagadora, responsável pelo imposto, enquadra-se no crime de apropriação indébita previsto no art. 11 da Lei nº 4.357, de 16 de julho de 1964, e caracteriza-se como depositária infiel de valor pertencente à Fazenda Pública, conforme a Lei nº 8.866, de 11 de abril de 1994”.

Sem o repasse, os funcionários ficam sem direito à restituição do tributo.

- Vamos precisar de algum tempo, mas o Flamengo vai colocar as contas em dia. Começamos pelo nosso maior credor, que é o Fisco. Eles já entenderam que o Flamengo mudou - afirmou Tostes.

A diretoria do Flamengo tem tido reuniões frequentes com a procuradoria para apresentar um plano de quitação destas dívidas, além de garantir o pagamento em dia dos impostos correntes.

A auditoria contratada pelo clube pretende em 90 dias dar um parecer preciso da grave crise financeira rubro-negra, mas casos como o revelado pela diretoria começam a vir à tona.

Patricia não se pronuncia

Procurada pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM para falar sobre o assunto, Patricia Amorim disse que as dívidas também vêm de gestões anteriores e garantiu que diante das acusações, em breve, se pronunciará oficialmente.

Patricia Amorim, flamengo (Foto: Flickr / AmbevBrasil)
Em nota publicada nesta quinta-feira, Walter Oaquim, ex-vice-presidente de relações exteriores, jogou a culpa apenas na gestão de Márcio Braga (2007-08-09):

- No último trimestre de 2012, o Flamengo teve R$ 20 milhões penhorados, para pagar o imposto de renda de 2007-2008-2009 (gestão anterior), que eram destinados para pagamento de salários e outros débitos.

Mas, diante das evidências do não pagamento de impostos na gestão de Patricia, Oaquim se esquivou:

- Quanto a essa dúvida, não tenho elementos, acredito que o Michel (Levy) possa responder.

Procurado pela reportagem, o ex-vice-presidente de finanças Michel Levy não foi encontrado para se posicionar sobre o caso. O dirigente e Patricia Amorim cortaram relações ao fim do mandato, em dezembro.


Dívida dos clubes brasileiros até 2011


Os 20 clubes apresentaram um endividamento total de R$ 3,86 bilhões em 2011, frente aos R$ 3,23 bilhão de 2010, evolução de 19%. Isso representou um acréscimo no endividamento de R$ 628,4 milhões, superior à receita gerada no período.



Info_Divida (Foto: Infoesporte)



 Globoesporte.com  /   sáb, 19/05/12





Time milionário e enorme dívida: duas realidades de um mesmo Flu

Inegavelmente o Fluminense é um clube de grandes números. Nem todos, porém, pendem para o lado positivo. Nas Laranjeiras, duas realidades distintas convivem num mesmo espaço. Se possui um elenco com estrelas internacionais, um dos mais valorizados do país, o time carioca tem também a segunda maior dívida entre as equipes brasileiras, mais de R$ 400 milhões, segundo relatório divulgado pela consultoria financeira BDO.

A diferença expressiva entre quanto arrecada e quanto consegue investir no departamento de futebol não é segredo para ninguém. Atende pelo nome de Unimed, mais precisamente de Celso Barros, presidente da empresa de saúde que patrocina o clube desde 1998, injetando dinheiro na contratação e pagamento do salário de atletas.

A folha salarial do clube atualmente é mais de R$ 7 milhões. O Fluminense cuida de 30%, enquanto a patrocinadora responde pelo restante. Enquanto jogadores como Deco, Fred e Thiago Neves recebem juntos, mais de R$ 2 milhões por mês, sempre em dia, outras centenas cobram na Justiça dívidas produzidas por administrações ruins ao longo dos anos.

 Dez milhões penhorados

Já chega a dez milhões de reais o dinheiro da Globo para o Fluminense retido judicialmente devido a penhoras.

O clube também é uma espécie de campeão brasileiro da sonegação: não pagou Imposto de Renda e INSS entre 2007 e 2010.




Ainda à espera de resolução sobre futuro, Liedson treina sozinho


Na manhã desta sexta-feira, enquanto os jogadores treinavam em um dos campos do Ninho do Urubu, Liedson terminou seu trabalho na sala de musculação, caminhou sozinho e deixou o CT no seu carro. E ainda sem saber o caminho que terá pela frente. A situação do atacante, que não tem se concentrado e nem treinado com o grupo, segue à espera de uma definição.

- Ele está treinando, e estamos conversando para chegar a uma solução - afirmou o diretor executivo de futebol do Rubro-Negro, Paulo Pelaipe.

Liedson no treino do Flamengo (Foto: Janir Júnior) 
Liedson deixa o CT após fazer trabalho na sala de musculação (Foto: Janir Júnior)

Nessa quinta-feira, Liedson alegou problemas particulares para não treinar pela manhã. Reapareceu à tarde e trabalhou sozinho na sala de musculação. Nesta sexta, fez o mesmo trabalho e foi visto - uma cena rara nos últimos dias quando não foi a campo - apenas ao deixar o CT.

Dorival Júnior, que contava com o jogador, depois disse que ele não estava mais no grupo e teve discurso parecido com o de Pelaipe nesta sexta.

- Liedson tinha uma negociação em andamento, estamos aguardando a definição - disse o treinador.
A contratação de Liedson foi no dia 2 de agosto do ano passado. Ele assinou contrato até o fim de 2013 e despertou o interesse do Porto, que pode ser o seu destino.

Sem Vagner Love, que voltou para o CSKA, e Liedson, o time que estreia neste sábado no Campeonato Carioca contra o Quissamã terá Rafinha, Hernane e Nixon como homens do setor ofensivo.


Arquibancadas do Maracanã ganham cores, mas apenas para teste


As arquibancadas do Maracanã começaram a ganhar cores nesta semana. Mas apenas com tons provisórios. O consórcio responsável pelas obras do estádio carioca pintou algumas faixas no concreto para testar a impermeabilidade.

O palco das finais da Copa das Confederações e Copa do Mundo, que terminou 2012 com 80% de conclusão, terá cadeiras amarelas, azuis e brancas (completando as cores da bandeira do Brasil com o verde do gramado). Mas os assentos ainda não começaram a ser instalados.

A situação do Maracanã tem preocupado a Fifa, já que a previsão de entrega da arena é apenas para 28 de maio, a menos de 20 dias do início da Copa das Confederações. O primeiro jogo no estádio será em 16 de junho (México x Itália). Depois, mais duas partidas: Espanha x Taiti (20 de junho) e a final (30 de junho).


 
arquibancada estádio maracanã (Foto: Carlos Eduardo Cardoso / Agência O DIA / Agência Estado) 
Maracanã está com faixas de tintas coloridas no concreto(Foto: Carlos Eduardo Cardoso / Agência O DIA / AE)
 
maquete do novo estádio do Maracanã (Foto: Felippe Costa / Globoesporte.com) 
Maquete mostra como ficarão arquibancadas com cadeiras azuis amarelas e brancas (Foto: Felippe Costa)
 
 
 


Nova contratação do Flamengo, Wallace foi apresentado na manhã desta sexta-feira. O jogador, que rescindiu seu contrato com o Corinthians, assinou por quatro anos com o Rubro-Negro e realizou exames médicos no Ninho do Urubu. Animado, o defensor, que já vinha treinando na pré-temporada em São Paulo, colocou o time carioca acima do atual campeão mundial e deu o prazo de uma semana e meia para poder estrear.

- Extremamente feliz, sair de uma equipe de massa como o Corinhtians e vir para uma muito maior. São as duas maiores equipes do Brasil. Poder jogar nas duas é algo indescritível. Feliz, motivado, alegre, querendo ajudar o Dorival de todas as formas - afirmou.

wallace flamengo apresentação (Foto: Janir Junior) 
Wallace foi apresentado no Flamengo na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu (Foto: Janir Junior)
 
Aos 25 anos, Wallace era reserva no Corinthians e teria poucas chances após a contratação de Gil, do Valenciennes. Além disso, o clube paulista ainda mira a contratação de Dedé, do Vasco, o que deixaria o defensor sem espaço no elenco. A diretoria entendeu a necessidade de o zagueiro jogar e, por isso, o liberou. Ele revelou que a filosofia da nova diretoria rubro-negra e a vontade de ser titular fizeram com que trocasse de endereço.

- Já estava um período tentando ser titular, ano passado tive problemas de lesões sérias, ruptura de ligamentos, não pude dar uma sequência maior. Vi que chegou meu tempo de sair, no Flamengo seria um recomeço. A diretoria que assumiu tem um planejamento interessante, isso me chamou atenção. Estou recomeçando do zero, o Flamengo também. Vou tentar ser titular para que eu possa prorrogar meu tempo útil aqui - planejou o defensor.

Para brigar por uma vaga de titular da equipe, o zagueiro enumerou suas características e destacou sua força e cabeceio. Apesar de atuar mais pela direita da defesa, ele diz não ter preferência de lado e revelou se inspirar em Paulo André, titular do Corinthians após a saída de Leandro Castán.

- Sou um zagueiro que marca forte, no Corinthians mudei um pouco a característica, tenho bom cabeceio. Mas não adianta falar muito de mim, tenho que mostrar em campo. Aprendi muito com Paulo André, me ensinou a encurtar os caminhos. Sempre joguei mais pela direita, mas não tenho preferência de lado, onde me colocar, quero estar em campo.

Estreia pode ser contra o vasco

Se o prazo estipulado pelo zagueiro para ficar à disposição de Dorival Júnior estiver certo, uma possível estreia poderia acontecer contra o Vasco. Nada que o assuste, pelo contrário:

- Sem problema, melhor, pois vocês já vão me conhecendo. Se tiver oportunidade de estar em campo vou dar o meu melhor - priometeu.

Contratado no início de 2011, Wallace deixa o Corinthians com 59 jogos e um gol marcado. Ele participou dos títulos do Brasileirão daquele ano, além da Taça Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012, todos como reserva. Agora, o Corinthians fica com cinco nomes para a zaga: Chicão, Paulo André, Gil, Felipe e Antônio Carlos.

Confira outros trechos da entrevista:

Disputa por posição

- Isso é bom, fortalece a equipe, a gente sabe que o Flamengo está se reformulando, tem muitos garotos da base, tem outros com mais rodagem como Léo Moura, Renato Abreu, Felipe, que dão sustentação. Chego para tentar ajudar dentro de campo e fora, de uma forma ou de outra.

Cobrança e pressão

- Jogar no Flamengo é entrar num caldeirão mesmo, pressão de todos os lados, da imprensa e torcida. É assim desde sempre, tenho noção, vim sabendo da responsabilidade. Nunca entra para ser segundo, o time entra para ser primeiro, já estava ciente disso. Estou esperançoso que as coisas aconteçam, e o time deslanche. Esse ano será vitorioso para mim e para o Flamengo

Afeição pelo Fla

- Sou baiano, minha cidade é no interior da Bahia, minha família toda é flamenguista. Não tenho dúvida que todos estão muito felizes. Estou feliz também, na infância tinha muito carinho pelo Flamengo, não deixa de ser um sonho vestir essa camisa. Mas não quero discursar muito, quero tentar colocar em prática dentro de campo.




quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Flamengo vence Suzano fora de casa e chega a 12 vitórias consecutivas

Suzano recebeu o Flamengo, líder do campeonato, no Ginásio Paulo Portela, nesta quinta-feira. Os donos da casa não conseguiram atrapalhar a sequência de vitórias consecutivas dos cariocas que agora acumulam 12 no Novo Basquete Brasil, recorde em todas as edições.

O Flamengo fez valer a superioridade do elenco e se impôs dentro de quadra. Esperando o time de Suzano no início dos quartos e pressionando a saída de bola no final dos períodos, os visitantes engoliram os donos da casa. O nervosismo foi crucial para o Suzano. O time não se comunicava para melhorar a marcação e o ataque se precipitava. Por muitas vezes insistiu em jogadas que não estavam dando certo, e os erros só tornavam o jogo do Flamengo mais fácil.
 
Suzano x Flamengo (Foto: Thiago Fidelix) 
Suzano não teve chances contra o Flamengo (Foto: Thiago Fidelix)

Marquinhos foi o cestinha da partida com 30 pontos e manteve a regularidade com um ótimo desempenho no ataque. Benite e Kojo fizeram um ótimo trabalho nas armações de jogadas para o Flamengo, sendo que o norte-americano fez o maior número de assistências cinco. Olivinha fez 15 rebotes na partida.

Pelo lado do Suzano, Fusco começou jogando, mas o ala entrou realmente no jogo no terceiro período.  Andrezinho, que estava sendo pouco utilizado nos jogos, com uma média de quase 11 minutos, entrou bem. A rotatividade foi grande dos jogadores e mesmo com os descansados, o Suzano não conseguiu acompanhar o ritmo do Flamengo.
 
O jogo desta quinta-feira foi o primeiro de dois jogos do Flamengo na região metropolitana de São Paulo. Devido a proximidade entre Suzano e Mogi das Cruzes, os cariocas vão enfrentar o Palmeiras neste sábado, às 16h, no Ginásio Hugo Ramos, na vizinha Mogi. A partida será transmitida ao vivo pelo canal SporTV. O Suzano também entra em quadra no sábado. Recebe o Tijuca, no Ginásio Paulo Portela, às 18h.

O jogo

Os donos da casa sentiram logo no primeiro quarto a força do líder do campeonato. A defesa tentava neutralizar o ataque do Flamengo, mas a habilidade dos jogadores na movimentação, troca de passes e, sobretudo nas infiltrações, fizeram com que o rubro-negro conseguisse uma grande vantagem nos primeiros minutos de partida. O Suzano buscava o jogo, e mesmo com dificuldades conseguia criar chances que o time não conseguia converter. Flamengo não estava pressionando o time de Suzano, mas no final do primeiro quarto os cariocas adiantaram a marcação o suficiente para ampliar a vantagem em cada minuto do primeiro período. Flamengo 29 e o Suzano 12.

Suzano x Flamengo (Foto: Thiago Fidelix) 
Flamengo impõe ritimo e vence de maneira tranquila fora de casa (Foto: Thiago Fidelix)

O segundo período não foi diferente. Suzano não conseguiu acertar os arremessos, os jogadores erravam as cestas e os passes. A boa marcação do Flamengo fez com que o time ficasse perdido em quadra. Suzano tentou, mas o Flamengo não diminuía a intensidade. O cestinha, com a melhor média do campeonato, Marquinhos,  manteve a regularidade e até o intervalo tinha a maior pontuação da partida: 13 pontos. Até o início do segundo período Suzano não conseguiu pegar os rebotes ofensivos e a falta de pontaria atrapalhou os donos da casa. O primeiro tempo acabou 49 a 24 para o Flamengo.

A vantagem só crescia. Primeiro período foram  17 pontos, o segundo 25. A evolução do placar não era boa para o Suzano.  Espaço para os arremessos e liberdade para as infiltrações se tornaram o retrato do jogo. Apesar de uma ligeira melhora, o Suzano não conseguiu assustar o Flamengo, que voltou a aumentar a vantagem para o ultimo período para 30 pontos, fechando o quarto 80 a 50.

Flamengo soube encaminhar a vitória com tranquilidade no último período. A marcação foi precisa do começo ao fim. A vantagem não foi motivo para diminuir a seriedade na partida. Os dois times usaram muito o banco, só que no caso do Flamengo, as trocas mantiveram o alto nível do basquete dos líderes do campeonato. Final da partida 105 a 74.



Após ausência pela manhã, Liedson reaparece, treina e prepara saída



Com o futuro em aberto, Liedson não apareceu no Ninho do Urubu no treino pela manhã, fato que desenhou ainda mais sua saída do clube. À tarde, o atacante reapareceu, alegou que se ausentou da atividade para resolver compromissos particulares e fez trabalho na musculação. Uma conversa com o diretor Paulo Pelaipe deve sacramentar o capítulo final da novela sobre sua saída do Rubro-Negro.

Aos 35 anos, o atacante parou de se concentrar com o grupo durante a pré-temporada desde a última segunda. Fora dos planos da diretoria, ele foi avisado pelo clube de que poderia procurar outra equipe, apesar de ter contrato até o fim do ano.

Liedson, que jogou no Sporting entre 2003 e 2011, está em fase final de negociação com o Porto. Dorival Júnior, que a princípio contava com o jogador, já não tem mais o atacante como integrante do grupo:

- O Liedson está fora do elenco, ele deve estar finalizando um acordo de uma transferência, espero que ele seja muito feliz, foi um grande profissional aqui dentro, uma pessoa que sempre teve respeito, nos respeitou muito, deu sua parcela de contribuição.

Descanso para titulares da estreia

Depois do coletivo na manhã desta quinta-feira, os prováveis titulares da estreia no Campeonato Carioca diante do Quissamã, sábado, às 17h (de Brasília), no Engenhão, ganharam a tarde de descanso no hotel que serve de concentração para o time.

Apenas o grupo que estenderá a pré-temporada - João Paulo, Gabriel, Elias, Alex Silva, Renato Abreu, Airton, Cleber Santana, Gonzalez, Thomas, Camacho e Muralha – realizaram trabalho trabalho no Ninho do Urubu na parte da tarde.

A provável equipe para a primeira partida do ano deverá ser formada por Felipe; Léo Moura, Renato Santos, Frauches e Ramon; Amaral, Ibson e Rodolfo; Rafinha, Hernane e Nixon, formação utilizada duas vezes nos treinamentos da semana.



Wallace deixa o Corinthians e acerta transferência para o Flamengo

 O zagueiro Wallace deixou o Corinthians e acertou nesta quinta-feira sua transferência para o Flamengo. A negociação foi confirmada no site oficial da equipe rubro-negra. O jogador rescindiu seu contrato com o Timão e foi liberado para viajar ao Rio de Janeiro e assinar por quatro anos com o Flamengo.

Wallace era reserva no Corinthians e teria poucas chances após a contratação de Gil, do Valenciennes. Além disso, o clube paulista ainda mira a contratação de Dedé, do Vasco, o que deixaria o defensor sem espaço no elenco. A diretoria entendeu a necessidade de Wallace de jogar e, por isso, o liberou.

O zagueiro é o terceiro jogador do empresário Carlos Leite a chegar ao Flamengo neste início de ano. O volante Elias e o meia-atacante Gabriel também são representados pelo procurador. O único reforço que não trabalha com Carlos Leite é o lateral-esquerdo João Paulo.

Contratado no início de 2011, Wallace deixa o Corinthians com 59 jogos e um gol marcado. Ele participou dos títulos do Brasileirão daquele ano, além da Taça Libertadores e do Mundial de Clubes em 2012, todos como reserva. Agora, o Corinthians fica com cinco nomes para a zaga: Chicão, Paulo André, Gil, Felipe e Antônio Carlos.


Perícia conclui que incêndio em ginásio do Flamengo foi acidental

O Instituto de Criminalística Carlos Éboli, órgão ligado à Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, divulgou, nesta quinta-feira, o laudo do incêndio que atingiu o ginásio Cláudio Coutinho, na sede do Flamengo, na Gávea, no último dia 29 de novembro. Segundo a análise da perícia, o incêndio aconteceu de uma forma acidental, uma vez que foi causado por partículas de soldagem de uma obra que estava sendo feita próxima ao local.

incêndio ginásio Flamengo (Foto: Nayra Halm / Photocamera) 
O incêndio destruiu o local de treino da ginástica do Flamengo (Foto: Nayra Halm / Photocamera)
 
"O laudo da perícia de local do Instituto de Criminalística Carlos Éboli concluiu que o incêndio no Ginásio Cláudio Coutinho teve origem acidental através da incidência de partículas incandescentes oriundas do processo de soldagem nas estruturas das arquibancadas do parque aquático depositadas sobre a espuma armazenada no interior do ginásio", informou o Instituto de Criminalística Carlos Éboli, por meio de sua assessoria de imprensa.

O laudo põe fim às especulações de ação criminosa motivada por fatores políticos, já que as eleições presidenciais aconteceram quatro dias depois. O clube chegou a divulgar que registrou imagens de um suspeito próximo ao local onde as chamas surgiram, o que não foi confirmado pela Polícia Civil.

- Não descarto nada. A princípio, a obra (com maçaricos) não tinha começado. A caixa de luz está intacta. Não quero especular porque pode ter sido criminoso, pode ter sido descuido, pode ter sido cigarro, parte elétrica. Não há indício a olho nu. O laudo dos Bombeiros e da Defesa Civil é que vai dizer - disse na época o então vice-presidente do Fla-Gávea, Cacau Cotta.

O incêndio destruiu cerca de um terço das instalações da ginástica artística e causou prejuízo de R$ 800 mil. Não houve feridos. Um dos principais ginastas do clube, Diego Hypolito afirmou, na última semana, que está preocupado com a falta de local para treinar. O atleta tem utilizado o Centro de Treinamento do Velódromo, mas a instalação será desmontada a partir de fevereiro.


Porta-voz de Patricia revela salário de Vagner Love e nega atraso com CSKA


Walter Oaquim (Foto: Richard Fausto de Souza / Globoesporte.com)
Vice-presidente de relações externas da ex-presidente do Flamengo Patricia Amorim e principal porta-voz da gestão passada, Walter Oaquim divulgou uma nota na tarde desta quinta-feira em que explica e contesta algumas informações que estão sendo divulgadas pela imprensa sobre as condições financeiras do clube. No texto, Oaquim revela o valor do salário do atacante Vagner Love, que voltou ao CSKA na última semana, e nega o atraso no pagamento ao CSKA pela contratação do jogador, motivos que fizeram a gestão de Eduardo Bandeira de Mello abrir mão do Artilheiro do Amor.

- Em relação a Vagner Love, ao contrário do que foi anunciado (R$1 milhão de salários), não é verdadeiro, e sim 600 mil de salários e direito de imagem. Os 6 milhões de euros restantes para pagamento dos direitos econômicos do jogador não estavam vencidos. O prazo de pagamento era de 3 anos (2 milhões de euros por ano) - diz o texto.

Oaquim diz ainda que as penhoras sofridas pelo clube no fim do ano passado ocorreram por conta de pendências deixadas pela gestão de Márcio Braga. O ex-vice-presidente também cita que os contratos de transmissão de televisão e com a nova fornecedora de material esportivo, a Adidas, turbinaram a receita do Rubro-Negro.   

Confira a íntrega da nota: 

1- No último trimestre de 2012, o Flamengo teve 20 milhões de reais penhorados para pagar o imposto de renda de 2007-2008-2009 (gestão anterior) , que eram destinados ao pagamento de salários e outros débitos.

2- Parar sanar a dificuldade inesperada, a diretoria solicitou ao Conselho de Administração a antecipação de 27 milhões de reais, de acordo com o Estatuto do clube. Só foram utilizados 17 milhões, sendo mais 7 milhões penhorados para pagamento de dívidas com o INSS. Com os 17 milhões liberados, pagamos os salários de novembro dos funcionários, de outubro dos jogadores e outros débitos.

3-  Ao aprovarmos o contrato da ADIDAS, possibilitamos que a nova Diretoria possa receber quase 40 milhões de reais, no início de 2013, para atender necessidades reais.

4-  A administração da Patricia Amorim, tanto criticada, recebeu um contrato de televisão de 45 milhões e passou para 100 milhões anuais e um contrato de fornecimento de material esportivo de 17 milhões (Olympikus) e passou para 40 milhões anuais (ADIDAS).

5-  Em 01-01-2010, recebemos o clube com um total de receitas de TV e de material esportivo de 62 milhões de reais, e estamos entregando as receitas em 2013 no valor de 140 MILHÕES ANUAIS.

6-  A afirmação de que grande parte da receita de TV de 2013 foi antecipada ou está comprometida (INSS, TRT, penhoras) é verdadeira, porém não foi utilizada para pagamentos de dívidas da gestão PA, mas sim de diretorias anteriores. Foram pagos 136 MILHÕES DE REAIS.

7-  É bom lembrar que ao lado das dificuldades iniciais da nova diretoria, ela poderá, com seus executivos vitoriosos em outras atividades, planejar um pagamento das dívidas a longo prazo.  Hoje o Flamengo possui um contrato de televisão de aproximadamente de 800 MILHÕES E COM A ADIDAS DE 400 MILHÕES  DE REAIS.

8-  Em relação a Vagner Love, ao contrário do que foi anunciado (R$1 milhão de salários), não é verdadeiro, e sim 600 mil de salários e direito de imagem. Os 6 milhões de euros restantes para pagamento dos direitos econômicos do jogador não estavam vencidos. O prazo de pagamento era de 3 anos (2 milhões de euros por ano). 
  

     

Organizadas do Fla boicotam jogo em protesto contra preço dos ingressos


Devido ao aumento dos preços dos ingressos para o Campeonato Carioca – de R$ 30 para R$ 40 o valor mais caro –, facções do Flamengo organizam um protesto para o jogo de sábado, contra o Quissamã, no Engenhão. Os torcedores ficarão durante toda a partida no lado exterior do estádio, torcendo como se estivessem nas arquibancadas, com faixas e instrumentos de percussão.

As facções Nação 12, Fla Manguaça e Jovem Fla confirmaram a participação no protesto. Um dos idealizadores do projeto, Diego Silva, da Nação 12, afirmou que a manifestação só terminará quando os valores diminuírem.

– O nosso protesto só terá fim quando alguma medida para redução dos preços for tomada – disse.

O presidente da AtorFla, André Valladas, comentou que os valores praticados estão fora da realidade da torcida do Flamengo.

– A maioria da torcida do Flamengo é pobre. É muito fácil eles definirem os preços que quiserem, mas eles mesmos não pagam ingresso, ficam só no camarote.

A Raça Fla também declarou que é contra o aumento dos ingressos, mas afirmou que entrará no estádio em nota oficial publicada na manhã desta quinta-feira.

O tenente-coronel do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, João Fiorentini, informou que o protesto será apoiado pelo policiamento caso seja feito de forma pacífica.

- Se for um protesto pacífico, acredito que será apoiado pelo policiamento, já que as ruas estarão bloqueadas, não irá interferir em nada. Mas se não se portarem, iremos agir - afirmou.

CARTA AO PRESIDENTE EDUARDO BANDEIRA DE MELLO

As facções deixam claro que a manifestação não é contra o clube, comandado desde o último dia 2 por Eduardo Bandeira de Mello, e sim contra a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Uma carta foi enviada ao presidente para explicar o motivo do protesto.

– Essa é uma posição contra a Ferj e não contra o Flamengo. Além dos valores, não pode um jogo contra o Madureira, às 17h na quarta, e um clássico com o Vasco na quinta, às 19h30. Acredito que eles não querem a nossa presença. Depois o presidente da Ferj vai na TV falar que a torcida não comparece – disse o presidente da Fla Manguaça, Felipe Abreu.

Procurada pelo LANCE!Net, a Ferj informou através da assessoria que define apenas o valor mínimo, que é R$ 10. Os clubes decidem o restante. Já o Flamengo, através da assessoria de imprensa, não soube informar sobre os valores até o fechamento desta reportagem.

SEGUNDA RODADA DO CARIOCA PREOCUPA

O Estádio Conselheiro Galvão, no qual o Flamengo jogará na segunda rodada contra o Madureira, gera preocupação. Com capacidade para pouco mais de cinco mil pessoas, o local não recebe uma partida do time rubro-negro desde a temporada de 2009.

Em 2011, no jogo entre Madureira e Boavista, o árbitro Felipe Gomes da Silva relatou na súmula que teve seu veículo amassado por dirigentes do Madureira após uma confusão durante a partida, e que já havia sofrido ameaça dos mesmos.

Procurado, o tenente-coronel do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios, João Fiorentini, afirmou que o estádio foi liberado para jogos com times grandes.

– Todos os estádios solicitados pela Ferj passam por vistoria. Quatro órgãos precisam aprovar para o local ser liberado: Gepe, Corpo de Bombeiros, Crea e vigilância sanitária. Como a Ferj apontou o local para o jogo na tabela, o estádio foi liberado para as partidas – disse.

CONTRATO DO ENGENHÃO NA MÃO DO FLAMENGO

O diretor executivo do Botafogo, Sérgio Landau, afirmou que o contrato para uso do Engenhão já está nas mãos da diretoria do Flamengo. O dirigente aguarda que os responsáveis rubro-negros devolvam o contrato assinado nos próximos dias. O tempo do vínculo não foi informado.

Ainda sem a assinatura, o jogo deste sábado, contra o Quissamã, custará ao Flamengo R$ 53,5 mil, enquanto no ano passado cada jogo realizado no estádio custava R$ 28,075 mil, valor acordado em contrato.

COMPARAÇÃO ENTRE ANOS

2012 - Patricia Amorim

Valores
Em 2012, o preço máximo cobrado pelo ingresso nos jogos entre grandes e pequenos no Campeonato Carioca era o de R$ 30. Nos clássicos, o valor chegou a ser de R$ 60.

Cortesias do clube
Durante o ano passado, a diretoria da ex-presidente Patricia Amorim liberava as cortesias para as organizadas do Flamengo nos jogos do Campeonato Carioca. Não havia a necessidade de os torcedores das facções comprarem ingressos comuns para entrarem nos estádios.

2013 - Eduardo Bandeira de Mello

Valores
Neste ano, o preço máximo cobrado pelo ingresso no Campeonato Carioca foi estabelecido em R$ 40 para os jogos entre grandes e pequenos e em R$ 60 nos clássicos.

Cortesias do clube
A posição da diretoria do Flamengo é a de não fornecer ingressos para os jogos do Carioca com condições especiais para as facções. Assim, o presidente Eduardo Bandeira de Mello abriu mão da prerrogativa de liberar 5% das entradas, como estabelece o regulamento do torneio.