Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Torcida do Fla estreia paródia de música do Coldplay no clássico deste domingo

A torcida do Flamengo já tem uma nova música que promete emplacar nos estádios de todo o Brasil. Trata-se de uma paródia de “Viva la vida”, da banda britânica Coldplay, criada por Leon Gabriel. A primeira vez do novo hit rubro-negro no Engenhão será neste domingo, no clássico com o Botafogo. Panfletos serão distribuídos por uma das organizadas do Fla na entrada do estádio para que a letra esteja na ponta da língua dos torcedores quando a bola rolar.





Confira a letra:

Flamengo aqui estou
Te sigo por onde for
Eu sempre vou te apoiar
Se você perder, se você ganhar.

És time de tradição, raça, amor e paixão.
Tenho orgulho de ti, Mengão,
Sei que seremos o campeão.

Domingo, o Maraca estará lotado
E o gramado iluminado
E eu vou cantar ao mundo inteiro,
Que alegria de ser rubro-negro.

Quando o Flamengo no gramado entrar,
Com toda raça eu vou cantar…

Mengo, oooooo,
Mengo, oooooo.

Ídolos do vôlei prestigiam Zico nas comemorações dos 60 anos

Ídolos do vôlei brasileiro e campeões olímpicos, os ex-jogadores Carlão e Nalbert, acompanhados pela ex-jogadora Virna e pelo ídolo rubro-negro Petkovic, aproveitaram para homenagear Zico, que completa 60 anos no próximo dia 3 de março. O quarteto tirou uma foto vestindo a camisa comemorativa feita especialmente para o Galinho.


Carlão, Pet, Virna e Nalbert em homenagem a Zico 60 anos (Foto: Reprodução Instagram) 
Carlão, Pet, Virna e Nalbert em homenagem a Zico 60 anos (Foto: Reprodução Instagram)

Botafogo completa dois meses de salário atrasado na quarta e gera insatisfação


As penhoras da Receita Federal sobre as cotas de televisão finalmente chegaram ao dia a dia do Botafogo. Nesta quarta-feira, os jogadores completarão dois meses de salários e direitos de imagem atrasados. Segundo apuração do UOL Esporte, vários atletas já manifestaram sua insatisfação à nova diretoria e cobram uma resolução o mais rápido possível.

Até o momento não existe a possibilidade de os jogadores repetirem o feito do vasco em 2012, quando não se concentraram em forma de protesto. Por outro lado, o clima não é mais de serenidade como foi nas últimas temporadas.


Em dezembro de 2012, o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, revelou que os clubes do Rio e de São Paulo tiveram 100% das cotas de televisão penhoradas pela Receita Federal. Segundo o mandatário, se o órgão subordinado ao Ministério da Fazenda não diminuísse o percentual, todas as agremiações passariam a ter a saúde financeira ainda mais debilitada.

“Está muito difícil. Os quatro grandes do Rio e de São Paulo tiveram todas as rendas de TV penhoradas por conta de dívidas com a Receita Federal. Não digo que não devemos pagar, mas é preciso fazer um acordo como existe com o TRT [Tribunal Regional do Trabalho], que, através do Ato, recolhe 20% de qualquer renda. A Receita tem de rever isso, os clubes se tornarão inviáveis no ano que vem”, disse na oportunidade.

A Receita não reviu e o Botafogo começa a apresentar asfixia financeira. Além do salário atrasado, o Alvinegro está no topo da lista dos clubes brasileiros que mais devem impostos e contribuições, com R$ 318 milhões. Juntos, os cariocas estão no vermelho em R$ 966 milhões.

Fla congela no fim, perde para Franca e é derrubado pela 1ª vez no NBB



Os 14 pontos de vantagem durante o último quarto davam a impressão de que a 21ª vitória consecutiva no NBB viria de maneira tranquila para o Flamengo na tarde deste sábado, no quase lotado e muito quente ginásio do Tijuca. Mas do outro lado estava o Franca, dono da melhor defesa da competição nacional, que resolveu aparecer nos últimos cinco minutos de jogo. Sem deixar o Rubro-Negro jogar, a equipe paulista conseguiu uma virada incrível, venceu por 91 a 86 e comemorou como uma conquista de título. Pela primeira vez, o líder do campeonato foi derrubado.

Jhonatan foi o grande nome do Franca, sendo o maior pontuador da equipe, com 22 pontos, oito deles no último quarto. Ex-jogador do Flamengo, Teichmann marcou 14 pontos e pegou nove rebotes. Figueroa (15 pontos), Lucas (14) e Léo (12) foram os outros destaques do time vencedor. Apesar da derrota, Marquinhos mais uma vez teve grande atuação, com 26 pontos, oito rebotes e seis assistências. Benite fez 15 pontos, e Duda marcou 13.

O Flamengo volta à quadra na próxima segunda-feira para enfrentar o Uberlândia, às 20h, no ginásio do Tijuca, em partida adiada da 23ª rodada. O Franca recebe o Joinville, em casa, quinta feira (21/3), também às 20h.

basquete Flamengo x Franca NBB (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem) 
Jhonatan marcou 20 pontos para comandar a vitória do Franca (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Se o calor para quem estava nas arquibancadas já era insuportável, para os jogadores de Franca e Flamengo, então, nem se fala. Mas isso não foi capaz de inibir as duas equipes dentro de quadra. Num primeiro tempo frenético, rubro-negros e francanos passaram os dez minutos iniciais como num jogo de gato e rato. O time paulista tinha o controle da partida, mas em três arremessos de três pontos acabou cedendo à liderança. No último, de Marquinhos, no estouro do cronômetro, que colocou os donos da casa três pontos à frente (29 a 26), de forma definitiva no primeiro quarto.

Mesmo sem o ala Cauê Borges, que deixou a quadra machucado nos primeiros minutos da partida, Franca não se abateu e voltou com a mesma intensidade. Já o time carioca caiu de produção, principalmente Marquinhos. Autor de 11 pontos nos primeiros dez minutos, o cestinha rubro-negro zerou na primeira metade do segundo quarto e foi substituído por Duda.

Com o camisa 10 veio uma injeção de ânimo habitual, e duas bolas de três pontos, suficientes para recolocar o líder do NBB em vantagem novamente. Daí para frente o Flamengo não permitiu mais a reação da equipe paulista e foi para o vestiário vencendo por 45 a 38.

apagão (Alexandre Vidal / Fla Imagem)No intervalo, o torcedor rubro-negro deu uma força para o ala Duda numa das eliminatórias para o torneio de três pontos, que faz parte da programação do Jogos das Estrelas, dias 1º e 2 de março, em Brasília (DF). O camisa 10 da Gávea até foi bem e acertou 13 arremessos, mas Léo Meindl teve um desempenho um pouco melhor e converteu 14 bolas.

Nada que afetasse o desempenho rubro-negro na sequência da partida. Muito pelo contrário. O líder do campeonato voltou arrasador, fez 13 a 6 nos primeiros três minutos e ampliou a diferença para 58 a 44. Mas Franca não se entregava. Liderada por Jhonatan, Teichmann e Lucas Mariano, a equipe do interior paulista engrossou o jogo e diminuiu a diferença para oito pontos (70 a 62).

Com o jogo nas mãos, o Flamengo só não podia errar para chegar à 21ª consecutiva. E foi exatamente isso que aconteceu até a metade do último quarto, quando a equipe da Gávea abriu 14 pontos a parecia que não perderia mais. Daí em diante, tudo mudou. O Flamengo congelou, e o Franca colocou fogo no jogo. Com uma defesa agressiva e sem cometer mais erros no ataque, o time paulista reagiu e virou para 87 a 83 com dois arremessos do argentino Figueroa. O time da casa ainda tentou acordar, mas viu chegar o fim da sua invencibilidade.


De volta após oito meses, Alex Silva comemora: ‘Alegria imensa’


alex silva flamengo treino (Foto: Richard Souza)
Alex Silva vai ganhar a primeira oportunidade na temporada. Depois de voltar ao Flamengo em janeiro, o zagueiro está relacionado para a partida contra o Botafogo, neste domingo, no Engenhão. Ainda não será titular, jogam Wallace e González, mas ficará como opção no banco. Pirulito volta a ser relacionado para uma partida oficial depois de oito meses de recuperando de lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. A última vez que o defensor disputou uma partida foi no dia 20 de maio de 2012, pelo Cruzeiro, quando enfrentou o Atlético-GO.

- É uma alegria imensa poder voltar à rotina de concentrações, caminho até o estádio, subir a escada e escutar o barulho da torcida. Não tenho como explicar a minha alegria. Estou muito feliz e motivado - disse o zagueiro, via assessoria de imprensa.

De volta ao Flamengo desde janeiro, quando retornou do empréstimo ao Cruzeiro, Alex Silva realizou trabalhos diários de fortalecimento muscular e recondicionamento físico para poder voltar aos campos.

- Confiei na comissão técnica competente que o Flamengo tem e respeitei o prazo determinado por eles para poder voltar. Sei que eles já fizeram esse mesmo trabalho com outros jogadores por onde eles passaram e tiveram sucesso. Hoje sinto que a minha musculatura está forte e já estou no mesmo nível dos demais jogadores.

A retomada em um clássico o motiva ainda mais.

- É sempre bom participar de clássicos, são jogos nos quais eu gosto de estar presente e contagiar meus companheiros com minha gana de vencer. Ainda mais com a fome que estou de entrar em campo depois de oito meses.

O Flamengo vai a campo com Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Cáceres (Amaral), Ibson e Elias; Carlos Eduardo (Cleber Santana), Hernane e Rafinha.

Flamengo e Botafogo jogam às 18h30m (de Brasília). Se vencer, o Rubro-Negro se classifica para a semifinal. O GLOBOESPORTE.COM detalha todos os lances em Tempo Real. O PFC transmite para todo o Brasil.




Pelaipe contém euforia com Carlos Eduardo: ‘Não é salvador da pátria’


Carlos Eduardo é uma das atrações do clássico entre Flamengo e Botafogo, neste domingo, no Engenhão, às 18h30m. O técnico Dorival Júnior avisou que o meia-atacante irá estrear, provavelmente como titular, mas não divulgou sua escolha. Os companheiros do novo camisa 10 rubro-negro também estão na expectativa de vê-lo em ação. Ao longo da semana, CE10 foi muito elogiado por aqueles que concederam entrevista no Ninho do Urubu.

O diretor de futebol Paulo Pelaipe conhece bem Carlos Eduardo, já que o viu surgir no Grêmio, em 2007, quando trabalharam juntos. Pelaipe disputou o jogador com Fluminense, Inter e Santos, superou concorrência, fechou a contratação, mas prefere conter a euforia pela estreia.

- Não é salvador da pátria. Não vai resolver os problemas do Flamengo sozinho. É mais um jogador que chega para ajudar, como outros chegaram. Futebol é coletivo - comentou. 

carlos eduardo flamengo treino (Foto: Richard Souza) 
Estreia de Carlos Eduardo no Flamengo anima os companheiros (Foto: Richard Souza)

Neste sábado, foi a vez de o capitão Léo Moura fazer elogios ao jogador. O camisa 2 caprichou na definição do reforço.

- Tem técnica, bom passe, é um jogador inteligentíssimo. Tivemos os treinos com ele e você vê a experiência para enfiar uma bola, achar o companheiro. A equipe vai ganhar muito com isso. Ele vai nos ajudar bastante.

Léo contou que Carlos Eduardo conta os minutos para jogar pela primeira vez pelo clube e tem demonstrado isso para o grupo. O lateral acredita que a estreia em um jogo de peso será positiva e irá motivá-lo ainda mais.

- Ele está ansioso, com vontade de estrear. Vai ser imporatnte fazer a estreia num clássico. Vamos dar todo o suporte para que ele consiga estrear com o pé direito.

Se optar por Carlos Eduardo, Dorival vai manter a formação que tem dado certo na Taça Guanabara, no 4-3-3. Caso decida deixar CE10 no banco, Cleber Santana vai para o jogo e o esquema passa a ser o 4-4-2. A provável escalação: Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Cáceres (Amaral), Ibson e Elias; Carlos Eduardo (Cleber Santana), Hernane e Rafinha.

Flamengo e Botafogo jogam às 18h30m (de Brasília). Se vencer, o Rubro-Negro se classifica para a semifinal. O GLOBOESPORTE.COM detalha todos os lances em Tempo Real. O PFC transmite para todo o Brasil.


Elias não escapa de apelido no Flamengo e vira Cirilo



Demorou um pouco, mas não houve saída. Contratado pelo Flamengo no início desta temporada, o volante Elias não escapou das brincadeiras de Renato. O meia é o principal responsável pela criação de apelidos a jogadores do grupo e tratou de rebatizar o camisa 8. Na manhã deste sábado, enquanto Elias treinava cobranças de falta, Renato revelou a nova identidade do companheiro.

MONTAGEM - Elias flamengo cirilo nova carrossel (Foto: Editoria de arte) 
Renato apelida Elias de Cirilo, personagem de uma novela (à direita) (Foto: Editoria de arte)

- Vai, Cirilo! – gritou.

O jogador arrancou gargalhadas dos atletas, que entraram na brincadeira. Elias também sorriu. Cirilo é um personagem da novela mexicana “Carrossel”, exibida no fim dos anos 80 e que fez sucesso no Brasil no início dos anos 90 - agora, é exibida num remake.

Neste domingo, o Flamengo enfrenta o Botafogo, no Engenhão, às 18h30m, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Se vencer, estará classificado para a semifinal. O time lidera o Grupo B, com 16 pontos.


Flamengo aguarda aprovação de R$ 7 milhões para concluir obras do profissional


A conclusão das obras do módulo para o profissional no Ninho do Urubu poderá acontecer somente em 2014. Nas duas próximas semanas, o vice de patrimônio do clube, Alexandre Wrobel, terá uma reunião para saber ser os R$ 7 milhões necessários para a o término da construção serão disponibilizados ao clube.

– Com o dinheiro em caixa terminamos as obras em seis meses, considerando apenas a obra civil, sem o mobiliário – explicou Wrobel, ao LANCE!Net.

O projeto apresentado em 2011 custaria cerca de R$ 7,5 milhões para os módulos 16 e 17 – destinados ao grupo principal – e com previsão de entrega em fevereiro de 2012.

Alterações, porém, foram feitas e a empreitada ganhou incrementos, como por exemplo, duas novas piscinas para o parque aquático e acabamento diferente dos quartos. Fato que, atrelado à correção do índice de preços, aumentou o custo do Núcleo de Alto Rendimento, como será chamado o módulo.

O clube já tinha angariado uma verba oriunda do projeto Rubro-Negro Para Sempre e da parceria com a Brahma. A companhia de bebida, inclusive, já assegurou a compra dos equipamentos que serão instalados na futura academia. O custo do material foi de R$ 800 mil. Além disso, a Brahma arcará com as despesas da nova sala de imprensa, que terá backdrop led.

– Teremos a sala de imprensa mais moderna do país – apostou Alexandre Wrobel.

Recursos podem vir por quatro fontes

O Flamengo trabalha em quatro frentes de trabalho para concluir o módulo profissional até o fim deste ano. Há previsto, além da verba da Brahma, um dinheiro da prefeitura – cerca de R$ 9 milhões –, a arrecadação por meio do Morro da Viúva – aproximadamente R$ 10 milhões – e mais os próprios recursos financeiros do clube. O valor total da empreitada, entretanto, não pode ser estimado por enquanto.

– Como temos essa parceria com a Brahma, não há como, ainda, precisar o valor total da obra – explicou Alexandre Wrobel.

Elaborado em 2005, o projeto de construção do centro de treinamento foi reformulado e entregue no início de 2011 com seu corpo definitivo, que passou por recentes alterações.

As primeiras obras a serem feitas no Ninho do Urubu englobariam o complexo do Núcleo de Formação destinado ao futebol de base. Mas em função de um conselho do técnico na época, Vanderlei Luxemburgo, o profissional terá o prédio erguido antes.

Agrônomo é contratado

Em função dos recentes problemas com os gramados dos campo que recebem os treinos do profissional, o Flamengo contratou uma empresa e um agrônomo terceirizados para os cuidados com os cinco campos do Ninho do Urubu.

Esse foi um pedido do diretor executivo, Paulo Pelaipe, após o técnico Dorival Júnior ter avaliado que o gramado estava ruim para os treinamentos.

No fim de maio de 2012, o campo cinco, onde os jogadores têm o costume de treinar, recebeu grama que foi financiada pela Brahma. O custo do investimento foi de aproximadamente R$ 600 mil.

Na terça e na quarta-feira, o gramado passou por retoques e também teve a grama cortada. O goleiro Felipe chegou a dizer que o grupo gostaria de contar com um campo melhor para treinar.

Como era o projeto em 2011

Só profissional
Para construir o Núcleo de Alto Rendimento – módulos 16 e 17 –, que atenderá o grupo principal e será erguido primeiramente, o clube desembolsaria, segundo previsão na época, R$ 7,5 milhões.

Módulo 16
Abrigará um auditório com 63 lugares, cozinha, quarto de estudo, sala de estar, refeitório e um alojamento para funcionários. No segundo andar serão 24 quartos duplos, nos quais os jogadores
irão dormir.

Módulo 17
Será feito um centro de integração entre todas as áreas médicas, com piscina fisioterápica e sala de musculação. Haverá também nesse local sala de imprensa, cinco vestiários e depósito para os materiais esportivos.

Previsão
O módulo destinado ao profissional ficaria pronto, segundo estimativa feita no início de 2011, em fevereiro de 2012. E a conclusão do CT poderia acontecer no fim daquele ano.




Antes da estreia no clássico, Carlos Eduardo vira zagueiro no rachão



Depois de 20 dias de preparação, a hora de jogar. Na manhã deste sábado, Carlos Eduardo realizou o último treino antes da estreia com a camisa 10 do Flamengo, no Ninho do Urubu. Após três atividades táticas ao longo da semana, o meia-atacante relaxou com os companheiros e disputou pela primeira vez o rachão. O jogador participou do recreativo como zagueiro e fez parte da equipe de Léo Moura.

CE10 está confirmado para o clássico com o Botafogo, neste domingo, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Fica no ar a dúvida: titular ou reserva? Na entrevista coletiva desta sexta-feira, Dorival Júnior disse que ainda decidiria se o reforço começará a partida, o que é bem provável, ou se vai escalar Cleber Santana.

carlos eduardo flamengo treino (Foto: Richard Souza) 
Carlos Eduardo participa de rachão antes do clássico (Foto: Richard Souza)

O último jogo oficial de Carlos Eduardo foi em 6 de dezembro, pelo Rubin Kazan, na Liga Europa. Nos dois últimos anos, ele jogou pouco por conta de problemas físicos. Segundo o próprio jogador, será preciso perder pelo menos um quilo para estar no peso ideal. Nos treinos da semana, o camisa 10 demonstrou boa movimentação, mas também cansaço e falta de ritmo. Ele disse que não tem condições de jogar os 90 minutos.

Além de Carlos Eduardo, o meia-atacante Gabriel disputou o rachão, mas não vai para o jogo contra o Botafogo. Depois de um trabalho de reforço muscular, ele começará a treinar diretamente com o grupo na próxima semana, segundo o preparador físico Celso de Rezende.

Gabriel flamengo treino (Foto: Richard Souza) 
Gabriel também disputa rachão antes de passar a treinar com o grupo, na próxima semana (Richard Souza)
 
O Flamengo lidera o Grupo B da Taça Guanabara, com 16 pontos, e se vencer estará classificado para a semifinal. O provável time rubro-negro no clássico: Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Cáceres (Amaral), Ibson e Elias; Carlos Eduardo (Cleber Santana), Hernane e Rafinha.


Após treino no Ninho, Rafinha ‘relaxa’ em banheira de gelo


Depois do treino da manhã deste sábado, no Ninho do Urubu, os jogadores do Flamengo iniciaram a concentração para o clássico com o Botafogo, neste domingo, no Engenhão. Após a atividade, o atacante Rafinha postou no Instagram uma foto com as pernas imersas numa banheira de gelo:

- Boa e velha banheira de gelo - escreveu.

rafinha flamengo banheira de gelo (Foto: Reprodução / Instagram) 
Rafinha posta foto usando a tradicional banheira de gelo após o treino (Foto: Reprodução / Instagram)
 
A imersão em banheiras de gelo é amplamente usada por jogadores de futebol. Ela ajuda a diminuir a fadiga dos atletas, evita dores musculares, previne microlesões e é boa arma contra o acúmulo de ácido lático na musculatura.

Flamengo e Botafogo se enfrentam às 18h30m, de Brasília, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Se vencer, o Rubro-Negro estará classificado para a semifinal. O time tem 16 pontos e lidera o Grupo B.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Gegê aposta na união do grupo para vencer no retorno ao NBB




Após se classificar para a fase semifinal da Liga das Américas, o Flamengo tem o desafio de derrotar o Franca no próximo sábado, às 16h, pelo NBB. Para manter a invencibilidade, a equipe rubro-negra conta com opções como Gegê, em grande fase. Por sua vez, o armador vê como a melhor arma do Mais Querido uma velha conhecida: a força da Nação.

"Para mim o melhor lugar para jogar é onde a torcida estiver, não importa em qual ginásio. O Tijuca (Tênis Clube) é nosso caldeirão. Em todos os jogos lá a Nação vai em peso, canta o tempo todo e isso é um diferencial deslumbrante para a gente. É nítido que jogamos de outra maneira. É sempre muito bom ter os torcedores por perto", comentou.

O duelo não é novidade para a equipe. Em dezembro de 2012, o basquete rubro-negro venceu Franca por 82 X 77, na casa do adversário. O jogo contou com grande atuação do ala-armador Vitor Benite. Nesta rodada, o time paulista tenta buscar o G4 após vencer o Tijuca. Já o Flamengo retorna ao torneio nacional após uma maratona de três jogos seguidos na Venezuela. Para Gegê,  a juventude do jogadores adversários explica a boa campanha:

"O time de Franca apostou em um elenco muito jovem no começo da temporada e está dando resultado. Acho que o time encaixou bem, tanto que é a melhor defesa do campeonato e nós temos que repetir o que fizemos no nosso último jogo contra eles fora de casa. Foi equilibrado do início ao fim, com a  defesa deles muito forte e atacando bem. É um time novo, mas cresceram muito nesse início de temporada. Então é uma partida em que nós não podemos dar chances para a marcação e precisamos jogar forte, no nosso ritmo. Sabemos a força deles e temos que entrar com a mesma postura dos últimos jogos. Isso vai ser o mais importante para sairmos com a vitória", explicou.

A idade talvez explique a evolução dos números do atleta rubro-negro de apenas 22 anos. Com 20 jogos disputados nessa temporada ele registra uma conversão de 30.77% em cestas de três (índice acima da média de sua carreira em exatos 30%) e de 81.48% em lances livres (seu histórico geral era de 72.15%). As estatísticas são do site oficial do NBB.

E quando o time joga bem, todos crescem, não importa o grau de experiência. O armador disputa apenas sua segunda temporada no NBB e já teve que enfrentar dificuldades como a ausência de companheiros importantes. Ao revelar o segredo da regularidade, Gegê segue a linha de pensamento do técnico José Neto: contar com a força do grupo. "O time está muito focado em seguir vencendo e seguir unido, e eu acho que as lesões de alguns jogadores importantes como Marcelinho e Kojo não estão afetando o resultado do grupo como um todo. Afinal, todos do elenco sabem que suas funções dentro da equipe é a mesma : ajudar o Flamengo".

E é na base dessa união, que a torcida quer ver a invencibilidade continuar. Se a canção diz que a torcida estará onde o time estiver, Gegê promete que a disposição não vai faltar quando o basquete jogar.

"Nosso ritmo está muito intenso e isso reflete nos resultados dos jogos. Nós estamos administrando bem as partidas e impondo esse ritmo desde o começo. Quando nosso time não está completo, atrapalha na rotação em quadra que beneficia nosso descanso durante a partida, mas a gente não pode pensar nisso. Entramos sempre focados em dar o nosso melhor e eu vejo que está todo mundo preparado para isso. A nossa pré-temporada foi muito forte nos treinos físicos, na academia, e muito importante para nós estarmos condicionados. Está todo mundo sabendo o que deve ser feito e o time todo está unido em prol do mesmo objetivo, que é a vitória", afirma.

Flamengo e Franca jogam no Tijuca Tênis Clube, às 16h. As bilheterias abrem duas horas antes da partida e sócios já podem adquirir seus ingressos. O valor integral é de R$30 e a meia-entrada R$15 (válida para menores de 12 anos, idosos, e torcedores vestindo a camisa do clube). Onde o basquete estiver, a Nação promete estar lá para jogar junto.

Jogo das Estrelas
O ala-armador Duda vai representar o Mais Querido na eliminatória de cestas de 3 do Jogo das Estrelas. A disputa será durante o intervalo da partida.


Sem acordo, Sindicato e Consórcio do Maracanã marcam nova reunião


O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada Intermunicipal do Rio de Janeiro (Sintraicp) e o Consórcio do Maracanã se reuniram na tarde desta sexta-feira para tratar das reivindicações feitas pelos operários, mas uma nova conversa foi remarcada para quinta-feira da semana que vem. Segundo o presidente do Sintraicp, Nilson Duarte, houve pouca evolução e tudo poderá ser decidido no próximo encontro. Mesmo assim, ele não descarta uma greve nas obras do estádio e de outras frentes na cidade do Rio de Janeiro.

- Houve pouco avanço. Como eles não encerraram a negociação, teremos uma reunião na próxima quinta-feira para seguir tentando. O pessoal (operários) está apreensivo e temos grandes possibilidades de greve. Não só no Maracanã, mas na cidade toda. Enquanto estivermos  negociando, não podemos parar. Se parar é tiro no pé.

O Sindicato pede ao consórcio responsável pelo estádio um reajuste salarial de 15%, mais cesta básica de R$ 330, plano de saúde também para familiares, participação nos lucros de dois salários, além de hora extra de 100%. O consórcio, por sua vez, já ofereceu aumento de 8% além de cesta básica de R$ 250 e bonificação de R$ 150. Nilson Duarte acha que a proximidade da data de entrega do Maracanã, que está anunciada para 24 de abril, pode ser favorável aos trabalhadores.

- Isso tem um peso, tanto que já estão oferecendo uma bonificação mensal aos trabalhadores.

Obras estádio Maracanã copa 2014 (Foto: Arena) 
Obras de reformas do estádio Maracanã seguem acontecendo, mas podem parar  (Foto: Arena)
 
 

Mattheus não será relacionado para pegar o Botafogo

Não será desta vez que Mattheus terá uma nova chance de entrar na lista de convocados por Dorival Júnior. O meia, que sentia dores na coxa direita, treinou normalmente na tarde desta sexta-feira, mas vai ter de esperar um pouco mais. O jogador está no fim da fila. Hoje, outros atletas da posição estão à frente. Desta forma, ele fica fora da relação para o clássico com o Botafogo, domingo, pela sétima rodada da Taça Guanabara.

- Tenho o Renato, o Cleber (Santana) e o Rodolfo. O Mattheus chegou depois em razão da Seleção (disputou o Sul-Americano sub-20). Está nos planos, mas temos de respeitar isso aí.

Por outro lado, Dorival deve relacionar pela primeira vez o zagueiro Alex Silva. A lista sai neste sábado.

Dorival diz que Carlos Eduardo deve ser titular, mas despista: 'Não é certo’


Dorival Junior no treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Carlos Eduardo vai jogar contra o Botafogo e provavelmente será titular, mas Dorival Júnior ainda não confirma a entrada do camisa 10 desde o início da partida. Segundo o treinador, a decisão será tomada neste sábado, após uma nova rodada de conversas com o meia-atacante e com os preparadores físicos. Caso CE10 não inicie, Cleber Santana será escalado.

- Ele vai jogar. Só não sei se vai iniciar ou não. Provavelmente inicie, mas ainda não é certo. Há uma dúvida entre o Cleber e ele. Essa foi a razão dos testes (do último treino), já pensando num segundo momento. Quero tirar do Carlos Eduardo o melhor dele no melhor momento da partida. Iniciando ou não. Até amanhã (sábado) eu resolvo isso. Vou conversar com ele, perguntei como está se sentindo. É uma situação que quero ter certeza que ele estará bem para iniciar – explicou Dorival.

Se optar por Cleber Santana, Dorival vai mudar o esquema. A equipe - que não contará com Nixon, que faz reforço muscular - passaria do 4-3-3 para o 4-4-2. Com Carlos Eduardo, a formação que tem funcionado seria mantida, e o meia formaria o ataque com Hernane e Rafinha.

- Ele (Carlos Eduardo) vem vindo com uma carga de treino muito forte. Ainda não está totalmente apto, ele ainda apresenta alguma dificuldade em razão do condicionamento que foi feito. Um trabalho que a médio e longo prazo será excelente para ele e que agora está sendo de recuperação para que possa participar da partida. Quero conversar bastante com os preparadores físicos para saber que decisão tomar.

Para o treinador, Cleber Santana tem correspondido quando recebe chances. O meia já marcou dois gols no Carioca, contra Vasco e Friburguense.

- O Cleber tem um 'timing', quebra o ritmo da partida, tem um posicionamento mais centralizado. Com o Carlos, ganhamos pelos lados, velocidade maior, ficamos mais agudos. Talvez não percamos na maneira que estavámos atuando. Com o Cleber temos mais compactação, mas perdemos velocidade.

Amaral e Cáceres disputam vaga

Dorival tem outra dúvida. Cáceres e Amaral disputam uma vaga no meio-campo. Na ausência do paraguaio, que estava com sua seleção na rodada passada, Amaral entrou bem contra o Friburguense e agradou.

- Com o Amaral temos mais mobilidade na entrada da área, com o Cáceres a bola aérea é melhor, encosta bem por trás. Amaral tem uma velocidade maior, o Botafogo tem mobilidade no meio–campo. O Amaral foi excelente na última partida. Cáceres vinha bem também.

A provável formação do Flamengo: Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Cáceres (Amaral), Ibson e Elias; Carlos Eduardo (Cleber Santana), Hernane e Rafinha.

Flamengo e Botafogo jogam pela sétima rodada da Taça Guanabara. A partida será no Engenhão, às 18h30m (de Brasília).



Em treino tático, Dorival testa Carlos Eduardo no ataque e na armação


Dorival Júnior aproveitou a tarde desta sexta-feira para fazer ajustes finais no time do Flamengo que enfrentará o Botafogo, domingo, pela sétima rodada da Taça Guanabara. O treinador trabalhou apenas com jogadores de linha e começou o treino tático com Carlos Eduardo entre os titulares. O camisa 10 vai estrear no clássico e foi observado como atacante e como armador. Os goleiros trabalharam à parte. No campo 5 do Ninho do Urubu, ele usou 12 jogadores. A primeira formação teve Léo Moura, Wallace, Marcos González e João Paulo; Cáceres, Ibson e Elias; Carlos Eduardo, Hernane e Rafinha. Amaral e Cleber Santana aguardaram o chamado. 

Dorival trabalhou o posicionamento do time numa simulação de marcação na saída de bola do adversário e também contra-ataques em velocidade, umas das principais características da equipe nesta temporada. Num outro momento, promoveu testes. Carlos Eduardo, que disse não ter condições de jogar os 90 minutos, saiu para a entrada de Cleber Santana. Cáceres deu lugar a Amaral, uma mudança que ocorreu nos dois últimos treinos.

Carlos Eduardo no treino do Flamengo (Foto: Richard Souza ) 
Carlos Eduardo fará sua estreia contra o Botafogo (Foto: Richard Souza )
 
Num outro momento, Dorival mudou outra vez. O terceiro time teve o meio-campo formado por Cáceres, Amaral e Cleber Santana. Carlos Eduardo voltou à equipe, e Elias e Ibson ficaram fora. Com esta formação, a equipe passou a jogar no 4-4-2, com CE10 e Cleber na armação, e Hernane e Rafinha mais adiantados. O treinador pediu aos repórteres cinematográficos e fotógrafos que não registrassem a atividade.

Em outro teste, o técnico deixou Cleber Santana e Rafinha fora da equipe. A formação teve Cáceres, Amaral e Ibson no meio-campo, Elias bem aberto pela direita, Carlos Eduardo na esquerda e Hernane centralizado. Sob sol forte, o camisa 10 mostrou certo cansaço e em alguns momentos ficou com as mãos na cintura. Das finalizações que fez, fez apenas um gol.

O Flamengo tem 16 pontos e lidera o Grupo B. Para se classificar às semifinais, o time precisa vencer o Botafogo. As equipes se enfrentam no Engenhão, às 18h30m (de Brasília).

Gabriel deve passar a treinar com o grupo do Fla na próxima semana


Gabriel flamengo (Foto: Richard Souza )
Um mês após ter sido contratado, Gabriel está perto de ficar à disposição de Dorival Júnior. De acordo com o preparador físico Celso de Rezende, o meia-atacante de 23 anos deve passar a treinar com o grupo na próxima semana. Vindo do Bahia, o jogador passa por um intenso trabalho de reforço muscular.

- O Gabriel é um atleta que começou jogando no amador da Bahia, teve passagem pela categoria de base de seis meses e logo começou no profissional. Ele chegou aqui com um déficit muito grande de musculação. É um jogador que tem necessidade de trabalhar mais, até então nossa intenção pe preparar o Gabriel para o ano todo. Não precipitar para não queimar etapas e evitar contusão. Ele está praticamente na parte final. Acredito que semana que vem ele já esteja no grupo treinando a parte técnica e ficando à disposição do Dorival - disse o preparador em entrevista à Rádio Brasil.

Celso de Rezende, no entanto, afirma que não há como planejar uma data para a estreia de Gabriel com a camisa do Flamengo. Além da decisão competir ao treinador, ele lembra que tudo vai depender do desempenho do garoto no dia a dia de trabalho com os companheiros.

- Quanto ao aproveitamento (dele) no time, depende de outros fatores. A parte técnica e tática ele trabalhou pouco, foi mais o aspecto físico. Depende muito do aproveitamento dele nos trabalhos em conjunto daqui para frente - afirmou.

Gabriel foi contratado junto ao Bahia, teve 50% dos direitos econômicos adquiridos e assinou contrato de cinco anos. Por conta de uma cirurgia no nariz, ficou fora dos primeiros treinos da pré-temporada do Bahia.


Fla formata projeto para construir uma arena de nível de NBA na Gávea


benite flamengo nbb basquete (Foto: Fernando Azevedo/Fla Imagem)
O que era uma ideia, começa a ganhar forma. O Flamengo desenvolve um projeto para construir na Gávea uma arena com padrão de NBA, com capacidade entre 5 e 6 mil pessoas, que serviria como casa para o basquete, vôlei e futsal. Sem custo nenhum de construção para o clube, teria como parceiro o Mc Donald´s. As informações foram dadas pelo vice de patrimônio, Alexandre Wrobel.

- O projeto que está muito adiantado é o de ocupação do antigo espaço do posto de gasolina. A nossa ideia é construir um ginásio dentro da Gávea, uma arena que serviria para vôlei, basquete e futsal com nível de NBA. Toda ela climatizada, com placares eletrônicos. Uma arena que não existe no Rio desse porte, nessa localização. É uma parceria com o Mc Donald's. Estamos acabando de formatar não só a questão financeira, mas também o projeto efetivo da arena. Acho que vai ser um golaço. Vem sendo estudado há um bom tempo - disse durante entrevista à TV Fla.

Wrobel acredita que num prazo entre 30 e 40 dias o projeto já esteja todo formatado para que seja levado ao conselho administrativo.

- Depende das aprovações dos conselhos do clube. Mas por tudo o que a gente tem visto e tem conversado, e pelo projeto que vi que é de encher os olhos, tenho certeza que o negócio vai caminhar de forma positiva. Em breve, o Flamengo vai ter uma arena, sem custo nenhum de construção. Uma arena a nível de NBA - completou.

Líder invicto do atual NBB, o Flamengo está com dificuldades para encontrar um lugar para fazer seus jogos. Atualmente, o clube utiliza o ginásio do Tijuca. Mas o local já está ficando pequeno. Com capacidade para 2.500 pessoas, o ginásio vem sendo tomado pela torcida nos jogos.

Tímido, Carlos Eduardo elogia Seedorf e elege o calor como inimigo



Faltavam cinco minutos para começar o Globo Esporte quando Carlos Eduardo chegou trajando calça jeans e camisa da linha esportiva rubro-negra, mostrando que seguiu a sugestão da nova diretoria do clube de exibir a marca dos patrocinadores em entrevistas mesmo fora do clube. Tímido, o principal reforço do Flamengo em 2013 entrou no estúdio da TV Globo com um presente para Alex Escobar em mãos.

Após entregar a camisa em homenagem aos 60 anos de Zico para o apresentador, o jogador garantiu que está pronto para estrear no Rubro-Negro e preparado para o clássico de domingo no Carioca, contra o Botafogo. Confiante no triunfo, o meia-atacante direcionou elogios ao adversário Seedorf.

- Ele tem uma qualidade técnica muito alta. É o jogador que é o cara do Botafogo, dá os passes para todas as jogadas. Não pode dar espaço para ele pensar, senão ele deixa os jogadores na cara do gol.

Carlos Eduardo, do Flamengo, no Globo Esporte 1 (Foto: Júlia Pecci/ Globoesporte.com) 
Carlos Eduardo participa do Globo Esporte e se diz preparado para a estreia no Flamengo (Foto: Júlia Pecci/ Globoesporte.com)
 
A estreia em um clássico deixa o jogo com um gosto mais especial e aumenta a ansiedade do camisa 10. Acostumado a baixas temperaturas da Alemanha (Hoffenheim) e Rússia (Rubin Kazan), o meia acredita que o calor do verão carioca pode dificultar o primeiro jogo de volta ao Brasil.

- O clima (é mais difícil). Estou sentindo bastante, o calor é muito forte. Eu estava acostumado com -18, -15 graus. Mas o jogo é mais lento aqui, os jogadores dão mais espaço. Lá o jogo é mais truncado, mais pegado...

 Há dois meses sem jogar uma partida oficial, o reforço rubro-negro tem intensificado os treinos físicos nas últimas semanas. Livre dos problemas físicos que o atrapalharam na Europa, o camisa 10 não garante estar 100%, mas está pronto para ser titular.

- Treinei bem forte essas duas semanas, bem o físico... Posso melhorar muito mais ainda, mas preciso melhorar a parte técnica. Creio que mais uma semana estou bem na parte técnica. Não estou sentindo nada, meu joelho está dez. Tive uma lesão muito grave no joelho, mas no momento estou sem dor e sem nada, músculo reforçado. Agora é só jogar bola - brincou.

Líder do Grupo B, com 16 pontos, o Flamengo enfrenta o Botafogo, primeiro colocado do A, com 14, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão.

CE10 aproveitou para visitar a redação de esporte da TV Globo (Foto: Júlia Pecci/  Globoesporte.com)

Em pouco tempo, Paulo Pelaipe acumula poderes no Flamengo


Paulo Pelaipe - Flamengo (Foto: Paulo Sérgio)Indicado por Paulo Pelaipe para o departamento de base, Marcos Biasotto já trabalha no Flamengo há quase duas semanas. Criou-se um cargo para o novo profissional, mas sem funções específicas, por ora, e que não foram passadas aos gestores do futebol amador. A situação é apenas um exemplo de como o respaldo da alta cúpula ao diretor tem deixado Pelaipe, que tem dois meses no clube, com poderes ilimitados.

Até mesmo assuntos corriqueiros estão sendo tratados pelo dirigente. As reclamações sobre o gramado dos campos no Ninho do Urubu chegaram a Pelaipe e, na quinta-feira, ele conversou com Dorival Júnior. Coincidência ou não, funcionários cortaram a grama do campo 5 na quarta à tarde e, na quinta, fizeram o mesmo trabalho no 4.

Quando o nome de Biasotto foi levado por Pelaipe, a ideia do dirigente era que ele assumisse o cargo de gerente de futebol. O diretor queria alguém da confiança dele para trabalhar no Flamengo. Marcos, porém, preferiu exercer alguma função na base, como foi no Grêmio em 2011, quando chegou ao clube por pedido de Pelaipe.

O diretor tem controlado até o contato dos funcionários com os vices. Avisou, inclusive, que qualquer comunicação com a alta cúpula será intermediada por ele. Tais determinações têm gerado insatisfação interna, como também sobre o trato de Pelaipe com alguns funcionários. Queixam que é difícil escutar um "bom dia" do executivo.

Publicamente, o dirigente costuma adotar um discurso coletivo, minimizando a participação dele, por exemplo, nas contratações. Pelaipe gosta de citar os vices que estão acima dele na hierarquia, exaltando, com frequência, a nova filosofia do Flamengo.

Relação com Leite gera crítica
A aproximação de Carlos Leite com o Flamengo por meio de Paulo Pelaipe é outro ponto que gera críticas dentro do Flamengo. O empresário é visto com frequência circulando pelo hotel em que o time se concentra na Barra da Tijuca.

Na véspera do clássico com o vasco, no dia 31 de janeiro, por exemplo, Leite e Pelaipe jantaram no local.

O empresário já falou abertamente sobre os novos negócios com o Rubro-Negro. Pelaipe, por sua vez, evita citar o nome do agente quando questionado e diz não prioriza negócios com um só empresário.

Cúpula fica sem se reunir
Todas as segundas-feiras estava combinado que os vice-presidentes se reuniriam com o presidente Eduardo Bandeira para tratar do planejamento do Flamengo, mas os encontros não acontecem há três semanas. Ainda não há a confirmação de que haverá reunião na próxima segunda-feira.

E o poder centralizado de Paulo Pelaipe no Flamengo é reforçado também pela ausência dos principais nomes que integram o comitê gestor do futebol. A presença dos executivos no Ninho do Urubu não é um fato recorrente.

Wallim Vasconcellos, vice, esteve no centro de treinamentos duas vezes para conceder coletivas. Nos próximos dias, fará uma viagem particular. Em janeiro, ele já havia ficado um tempo ausente do clube.

Flávio Godinho, vice de relações externas, havia viajado para os Estados Unidos e há um tempo também não é visto no clube.

Pedido por treinador
Antes mesmo de chegar ao Flamengo, Marcos Biasotto já havia sido orientado a procurar um nome para assumir o time sub-17 do Flamengo a pedido do diretor executivo Paulo Pelaipe.

O profissional fez alguns contatos no interior de São Paulo, mas nome algum foi apresentado até o início dos trabalhos no Fla.

A possibilidade de troca no comando do time não foi avisada aos gestores da base.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Água de Ronaldinho': GE revela indícios de jogada ensaiada do Atlético-MG








Romário ficará frente a frente com a coisa maldita,''vasco'', no tribunal


Romário em Manaus (Foto: Antônio Lima/Semdej) A batalha estabelecida entre  ''a coisa'' e Romário nos tribunais já tem novo round marcado. O juiz da 48ª Vara Cível confirmou para o próximo dia 26 uma audiência na qual o Baixinho foi intimado a comparecer. Dessa forma, a expectativa é de que o ex-atacante esteja finalmente frente a frente com os advogados do clube para discutir a dívida cobrada na Justiça.

Segundo Romário, o valor devido pelo vasco é superior a R$ 58 milhões, cálculo feito com base em salários e direitos de imagem não pagos quando ele ainda defendia o clube nos gramados. No entanto, os advogados vascaínos contestam o montante, alegando que o ex-atacante recebeu do vasco – ainda sob a administração do então presidente Eurico Miranda – valores não reconhecidos pela atual gestão.

Por conta disso, o vasco deve entrar na próxima segunda-feira com um processo contra Romário, pedindo a devolução de cerca de R$ 20 milhões, que se referem exatamente a essa dívida supostamente sem comprovação.

Na audiência do dia 26 pode-se buscar um acordo, mas acredita-se que essa saída seja improvável. Dessa forma, os processos seguirão seus cursos. A dívida com Romário também traz como consequência ao vasco a penhora de parte das cotas de patrocínio e dos direitos econômicos dos jogadores Fellipe Bastos, Eder Luis e Dedé.

Confira a reprodução do despacho do juiz em relação à próxima audiência entre vasco e Romário:

Designo audiência especial para dia 26 de fevereiro de 2013, às 15:00horas, a ser realizada na sala de audiências da 48ª vara Civel. Intimem-se as partes à comparecer em audiência e prestar depoimento pessoal, sob pena de confesso. Observo que todos os pedidos pendentes de análise, tanto nos autos do embargos, quanto no processo de execução em apenso, serão decididos por ocasião da referida audiência. Sem prejuízo, venham os honorários periciais já fixados, no prazo de cinco dias, sob pena de perda de prova.


Nixon não enfrenta o Botafogo pela Taça Guanabara


 Apesar de estar liberado pelo departamento médico, o atacante Nixon não vai enfrentar o Botafogo, domingo, pela 7ª rodada da Taça Guanabara. O jogador está recuperado das dores na coxa esquerda, mas faz um trabalho de reforço muscular com a preparação física. Segundo o médico Marcelo Soares, ele será preparado para a rodada seguinte. Nixon será substituído por Carlos Eduardo, que vai estrear pelo clube com a camisa 10. Ele, no entanto, disse nesta quinta-feira que não está pronto para jogar os 90 minutos.



Tornozelo de Thomás, do Flamengo (Foto: Divulgação)
O meia-atacante Thomás também está fora. Na semana passada, ele torceu o tornozelo direito e está em tratamento. Flamengo e Botafogo se enfrentam às 18h30m (de Brasília), no Engenhão.





Thomás mostra tornozelo lesionado (Foto: Divulgação)

Depois de Rafinha, Fla encaminha renovação de contrato de Rodolfo


O Flamengo vai renovar com Rafinha por cinco temporadas e só espera o departamento jurídico do clube preparar o contrato para assinar com o atacante. Enquanto isso, o diretor de futebol Paulo Pelaipe está em fase final de negociação com outra promessa. O meia Rodolfo, de 19 anos e emprestado pelo Madureira até o dia 27 de março, será contratado. Uma reunião para sacramentar o acordo está prevista para a próxima semana.

- Está tudo muito bem encaminhando. Estou tendo contato quase que diário com o Pelaipe e devemos conversar na próxima semana para assinar o contrato - afirmou Marcelo Di Almeida, empresário do jogador, revelado pelo próprio Madureira.

Rodolfo no treino do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem) 
Rodolfo marca Carlos Eduardo durante treino do Flamengo nesta quinta (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
 
O Rubro-Negro pretende adquirir 50% dos direitos econômicos do meia. O valor da negociação giraria em torno de R$ 600 mil. O tempo de contrato ainda está em discussão, mas será de três a quatro anos. O percentual que será comprado pelo Flamengo está em pauta, assim como o novo salário. Atualmente, o jogador recebe R$ 1.500.       
   
A proximidade do fim do contrato e a indefinição sobre a permanência deixaram Rodolfo preocupado nas últimas semanas. Tanto que o Flamengo ofereceu ao jogador hospedagem no hotel que serve de concentração para o time, na Barra da Tijuca, para que ele descansasse com a namorada durante os dias de folga do elenco rubro-negro no carnaval, que foram domingo e segunda-feira.

Rodolfo foi promovido ao time profissional depois da eliminação do Flamengo na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro. Na Taça Guanabara, ele participou dos jogos contra Quissamã, Madureira e Nova Iguaçu. No ano passado, o jogador fez parte do time que disputou o Brasileiro Sub-20, que também caiu na fase inicial. Entre 2010 e 2011, jogou no Internacional.



Após queixas de Dorival, campo 4 do Ninho também passa por melhorias



A reclamação de Dorival Júnior surtiu efeito. Depois de o campo 5 do Ninho do Urubu, alvo de queixas do treinador, passar por melhorias, na manhã desta quinta-feira, o campo 4 do CT também teve a grama aparada. O espaço não costuma ser usado pelo time profissional para treinos táticos, mas em alguns momentos serve para treinos técnicos, físicos e trabalhos de finalização. Na quarta, a grama do campo 5 foi aparada e as marcações de lateral, áreas e meio-campo receberam um retoque.

Campo 1 do Ninho do Urubu em tratamento  (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Campo 4 do Ninho do Urubu teve a grama aparada nesta quinta (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
O meia-atacante Carlos Eduardo, que vai estrear no domingo, contra o Botafogo, estará pela primeira vez no Engenhão, que teve o campo recuperado na virada do ano. Hoje, o gramado do estádio está em perfeitas condições e a grama bem baixa.

- Prefiro assim porque a bola anda mais, é mais parecido com os campos que existem na Europa. O campo (cinco) aqui (do CT) é fofo, pesado. Vamos jogar na grama rala, ajuda a equipe a jogar mais rápido - comentou CE10.

Campo 5 do Ninho do Urubu (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Campo 5 do Ninho passou por reparos após reclamação de Dorival  (Richard Souza / Globoesporte.com)
 
Até o ano passado, o campo 1 do Ninho era o principal do CT. O gramado, no entanto, não recebeu o tratamento adequado no fim da temporada, foi acometido por uma praga e está sendo recuperado. Hoje, há uma grande área sem grama. Os campos 2 e 3, usados pela base, também não estão em bom estado. A grama é alta. 

As obras do Ninho do Urubu estão paralisadas até que a diretoria consiga o valor necessário para o término. Os campos sempre foram um problema por conta do sistema de irrigação ainda deficitário do CT.

Campo 1 do Ninho do Urubu em tratamento  (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com) 
Campo 1 foi acometido por uma praga (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)
 
 
 

Elias vê Botafogo mais malandro do que Vasco: 'Vai ser diferente'


Elias no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
Elias guarda boas e recentes lembranças do primeiro clássico pelo Flamengo. Foi em 31 de janeiro, na quarta rodada da Taça Guanabara. Contra o vasco, o Rubro-Negro fez uma de suas melhores apresentações neste início de temporada e venceu por 4 a 2. Neste domingo, a equipe terá outro rival pela frente. Líderes de seus grupos, Flamengo e Botafogo vão se enfrentar no Engenhão, às 18h30m (de Brasília). O volante espera um confronto bem mais difícil e cita as diferenças que enxerga entre os adversários. 

- O Botafogo é mais traiçoeiro, mais malandro, tem jogadores mais experientes no meio-campo, de nível de Seleção. Vai ser diferente. O Botafogo tem uma excelente equipe, acho que vai ser um teste de fogo. Tem um estilo de jogo parecido com o nosso, mantém a posse de bola, mas tem jogadores rápidos na frente. Prefiro jogar esse jogos, contra grandes jogadores.

E o grande jogador do Botafogo é Seedorf, que tem se destacado nas últimas rodadas e conduz o time. Elias crê que será uma partida equilibrada, pede cuidado com o camisa 10 adversário, mas lembra que o Flamengo também tem suas armas.

- Você não pode deixar o Seedorf pensar, não pode deixar ele jogar, pois ele faz a equipe dele jogar. A responsabilidade (de marcação) é do setor (meio-campo). Onde ele cair, não podemos deixar jogar. Não só o Seedorf, existem outros que temos que marcar. Mas eles vão ter de nos marcar também.

Elias vive o que Seedorf passou no ano passado. Depois de jogar na Espanha e em Portugal, o volante rubro-negro busca a readaptação ao futebol brasileiro.

- Estou com dificuldade ainda. O jogo aqui é mais pensado. Lá é mais veloz, estou me readaptando. Com o tempo vou estar no ideal. Falta um pouco, no dia a dia você vai melhorando.

O Flamengo é o líder do Grupo B, com 16 pontos. O Botafogo lidera o A, com 14.



Pronto para estreia, CE10 chama torcida: ‘Seria legal o estádio lotado’



Dois meses sem jogar uma partida oficial. A espera foi longa, incômoda, mas vai chegar ao fim no próximo domingo. Carlos Eduardo, novo camisa 10 do Flamengo, está pronto para a estreia. E será no clássico com o Botafogo, pela sétima rodada da Taça Guanabara, às 18h30m, no Engenhão. A última vez dele em campo foi em 6 de dezembro, ainda pelo Rubin Kazan, da Rússia, contra o Partizan Belgrado. De lá para cá, só treinos físicos e muita ansiedade.

- É especial, ainda mais contra o Botafogo, um clube grande do Rio. A gente acompanha a rivalidade. Tem gosto especial, duas equipes de jogadores de muita qualidade técnica, um clássico, jogando com a camisa 10 do Flamengo. Nosso time é rápido, o time deles também. Vai ser um jogo muito especial para mim. Chegou o momento, já estava jogando na Rússia, fiz três jogos na Liga Europa no fim do ano passado. Estou bem fisicamente, creio que tenho que perder mais um quilo, mas estou preparado.          

carlos eduardo flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal / FlaImagem) 
Carlos Eduardo está pronto e ansioso para estreia com a camisa do Fla (Foto: Alexandre Vidal / FlaImagem)
 
Carlos Eduardo diz que a confiança vai bem, o que ajuda a compensar a falta de ritmo. E quer apoio da torcida em sua primeira vez pelo clube.

- Seria legal o estádio lotado para mim, a motivação seria bem maior. A ansiedade existe, mas estou tranquilo, preparado para dar o máximo.

Livre dos problemas físicos que o atrapalharam nos últimos dois anos na Europa, o jogador diz que está pronto para ser titular.            

- Jogar os 90 minutos é muito difícil, estou treinando só físico há duas semanas. Essa semana entrei com a bola, preciso melhorar muito com a bola, mas posso jogar 60, 70 minutos. Preciso melhorar muito. Mais a parte técnica, ainda estou sentindo um pouco a diferença, tempo de bola. Mas isso é só jogando, treinando. Com jogadores bons não é difícil se adaptar. O Elias está num momento sensacional, o Rafinha, Hernane. O Ibson também ajuda na frente. São jogadores de alto nível.

CE10 treinou no lugar de Nixon, que sente dores na coxa esquerda e deve ficar fora, e jogará aberto pelas pontas. É assim que ele prefere.

- Nos dois treinos treinei como joguei três anos na Alemanha, aberto. Mas também já joguei centralizado. Prefiro jogar pelo lado de campo, entrar no um contra um, fazer tabela com Hernane e entrar na cara do gol. Dorival falou para jogar dos dois lados, me movimentar. Eu e Rafinha também sabemos jogar com a bola, buscar a bola no meio-campo. Sou um jogador de velocidade, de partir para cima do adversário, do jeito que o Flamengo está jogando é mais fácil.


Rizek se impressiona com Rafinha: 'Mais talentoso da molecada do Flamengo'


Com apenas 19 anos e recém-promovido da base, Rafinha é atualmente o nome da vez no ataque do Flamengo. Na Taça Guanabara, o camisa 11 já balançou a rede duas vezes e ficou famoso por driblar Dedé antes de marcar um belo gol na vitória por 4 a 2 sobre o vasco. Tal sucesso já credencia o jogador, na opinião de André Rizek, ao título de principal revelação do Rubro-Negro nos últimos anos.

- Para mim é o jogador mais talentoso dessa molecada que o Flamengo lançou recentemente. Mateus, Adryan, Muralha... entre toda essa molecada lançada cheia de pompa, o Rafinha é o que mais me impressinou. Ele foi quase dispensado e surgiu como acidente - disse o apresentador do "Redação SporTV".



Rafinha gol Flamengo (Foto: André Mourão / Ag. Estado)
Rafinha será titular novamente no segundo clássico como profissional do Flamengo, neste domingo, contra o Botafogo. O atacante foi trazido do CFZ para a base rubro-negra por Zico. Na análise do jornalista Carlos Eduardo Éboli, a ligação com o eterno camisa 10 é um trunfo a favor de sua estabilidade no futebol.

- Ele está sendo bem orientado. O Zico está por trás, isso para mim é ótimo. Ele me parece um garoto equilibrado, não está deslumbrado com o sucesso. O Flamengo lida com uma carência. Há muito tempo que o clube não revela um jogador de ataque, atrevido, que vai para cima, não tem receio de vestir a camisa, que pesa - disse.

Já o jornalista Márvio dos Anjos ressaltou que Rafinha ainda é uma promessa e não "uma realidade". Ele defende, no entanto, as comparações da torcida rubro-negro em relação ao jogador.

- Se a torcida quer pegar esse jogador e jogar ele para cima, qual o problema? A responsabilidade é do técnico, do empresário. O Rafinha me parece que é Flamengo desde pequeno, ele tem um prazer de jogar, isso pesa com o torcedor - analisou.



CE10 treina novamente como titular e se apronta para clássico de domingo

Liberado pela preparação física para estrear, Carlos Eduardo se prepara para enfrentar o Botafogo, no domingo, às 18h30m, no Engenhão. Na manhã desta quinta-feira, ele treinou novamente como titular do Flamengo e irá participar do clássico. Dorival Júnior realizou um trabalho tático em campo reduzido. Num primeiro momento, o meia-atacante ocupou o lado direito, com Hernane centralizado e Rafinha à esquerda. Depois, o camisa 10 trocou de posição com Rafinha e ocupou o lugar de Nixon, que se recupera de dores na coxa esquerda.


Carlos Eduardo flamengo treino (Foto: Richard Souza) 
Carlos Eduardo em ação no treino do Fla da manhã desta quinta-feira (Foto: Richard Souza)

O treinador rubro-negro armou o time com Felipe, Léo Moura, González, Wallace e João Paulo; Cáceres, Ibson, Elias e Carlos Eduardo; Hernane e Rafinha. Na sequência, Dorival priorizou o posicionamento defensivo nas cobranças de escanteio e a reposição rápida de bola com o goleiro Felipe.

Depois deste trabalho, Carlos Eduardo deixou o time e foi correr em volta do campo, só de meias. Cleber Santana ocupou a vaga. Na zaga, outra mudança. Alex Silva entrou no lugar de Marcos González, como ocorrera no treino da véspera. O time ficou com Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Wallace e João Paulo; Amaral, Ibson, Elias e Cleber Santana; Rafinha e Hernane. Outra alteração do treino de quarta foi repetida, e Amaral entrou no lugar de Cáceres.

Wallace alex silva flamengo treino (Foto: Richard Souza) 
Como na véspera, Alex Silva entrou no time titular na segunda parte do treino  (Foto: Richard Souza)

Ao fim da atividade, Dorival Júnior reuniu os jogadores no banco de reservas para uma conversa. Como de costume nas reuniões que tem promovido com frequência, o treinador gesticulou bastante.

O Flamengo lidera o Grupo B da Taça Guanabara, com 16 pontos, bem próximo de confirmar sua classificação para as semifinais. Flu e Audax estão atrás, com 12 e 11, respectivamente.


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Bloco do Flamengo atrai até os torcedores rivais no interior de AL

Há quem diga que as duas maiores paixões do brasileiro são o carnaval e o futebol. Em Marechal Deodoro, cidade do Litoral Sul de Alagoas, a paixão é tão grande que os foliões misturam as duas coisas e aproveitam para curtir a festa de Momo até na Quarta-Feira de Cinzas. Na cidade histórica, localizada a 28 km de Maceió, o bloco Rubro-Negro arrastou torcedores na manhã desta quarta.

Ao som de uma orquestra de frevo que toca músicas de exaltação ao Flamengo, inspiração do bloco carnavalesco, uma multidão sai às ruas para aproveitar os últimos momentos do carnaval.

Segundo o presidente do bloco, Edglenes Santos, o Rubro-Negro, criado há 11 anos, começou a desfilar com aproximadamente 150 foliões. Neste ano, mais de 800 pessoas participaram do desfile.

- No começo, o bloco só desfilava com torcedores do Flamengo, mas, com o passar do tempo, torcedores de outros times também se integraram ao nosso bloco. São torcedores até de times rivais, como Vasco, Botafogo e Fluminense. O Rubro-Negro é extremamente democrático.

Para a foliã Márcia Cordeiro, o carnaval não acaba na manhã de quarta.

- Só acaba quando diz assim: a banda terminou. Então, a gente vai embora. Enquanto tiver barulho, a gente tá aqui fazendo a festa.

Bloco Rubro-Negro (Foto: Reprodução/TV Gazeta) 
Bloco Rubro-Negro desfila na Quarta-Feira de Cinzas (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
 

À vontade no time titular, CE10 elogia jogadores do Fla: 'De qualidade'



carlos eduardo flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência Globo)
Carlos Eduardo se apronta para estrear com a camisa do Flamengo, e é possível que a primeira partida seja no próximo domingo, contra o Botafogo, no Engenhão. Na manhã desta Quarta-feira de Cinzas, o meia-atacante realizou a primeira atividade com o time principal, mostrou desenvoltura e pode fazer sua estreia pelo Rubro-Negro no lugar de Nixon, que se recupera de um problema na coxa esquerda.

Caindo mais pelo lado direito do ataque, Carlos Eduardo, que começou a treinar há 18 dias, iniciou as jogadas de dois gols e se movimentou bastante durante os 31 minutos da atividade. O meia, que vai vestir a camisa 10 rubro-negra, já havia participado de um coletivo com os reservas e de 45 minutos de um jogo-treino em que marcou dois gols. O primeiro contato com a equipe principal foi aprovado pelo jogador.

- Foi muito bom. Me senti bem com meus companheiros. Para uma primeira movimentação com o time acho que foi bem proveitosa. São jogadores de qualidade e me deixaram bem à vontade - disse CE10.

Na parte da tarde, o técnico Dorival Júnior comandou uma atividade de cruzamentos e finalizações. Carlos Eduardo novamente participou da movimentação. O clássico de domingo será às 18h30m (de Brasília), no Engenhão.

Caso Dorival confirme a presença do Carlos Eduardo, o time do Flamengo será formado provavelmente por Felipe, Léo Moura, González, Wallace e João Paulo; Cáceres, Ibson, Elias e Carlos Eduardo; Hernane e Rafinha.

O Flamengo lidera o Grupo B da Taça Guanabara, com 16 pontos, bem próximo da classificação para as semifinais.