Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 11 de maio de 2013

Bebeto diz que Mattheus nunca quis deixar o Fla: 'Sair brigado ele não vai'


Matheus, Flamengo x Fluminense Sub-20 (Foto: Raphael Bózeo)
Querer é poder no caso de Mattheus. Com contrato no Flamengo até 31 de dezembro, o meia de 18 anos pode assinar um pré-contrato a partir do meio do ano e se transferir de graça no fim da temporada, se assim desejar. Mas a vontade do jogador de ir para a Europa, desde que recebeu uma proposta do Juventus, da Itália, não vai bem nessa linha. Pelo menos é o que garante Bebeto. O pai da revelação rubro-negra admitiu que a oferta italiana mexeu com o filho, mas garantiu que ele jamais pensou em sair e que não deixará o clube sem dar um retorno financeiro.

- Houve uma proposta concreta, e todo mundo já sabe. Mas essa diretoria tem feito de tudo para que cheguem a um acordo com o Mattheus. Eles querem contar com o Mattheus, é bom frisar isso. O Wallim (Vasconcellos, vice de futebol) e o Bandeira (de Mello, presidente) sempre falam comigo. Claro que jogar na Europa, no Juventus, mexe com o garoto, não tenha dúvida. Mas ele nunca quis sair do Flamengo, a verdade é essa. Ele sair brigado com o Flamengo não vai acontecer, não existe essa possibilidade de assinar um pré-contrato para sair em dezembro - afirmou Bebeto, que esteve em Moça Bonita na tarde deste sábado e acompanhou a derrota do time de juniores do Flamengo por 3 a 0 para o Fluminense, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca Sub-20.

Após tentativas frustradas de tentar convencer Mattheus a renovar seu contrato com o Flamengo, a diretoria rubro-negra aguarda a chegada da proposta oficial para a conclusão da venda do jogador por 2 milhões de euros (cerca de R$ 5 milhões). Na última quarta-feira, em entrevista ao jornal italiano "La Gazzetta dello Sport", Bebeto pressionou o Juventus para o pagamento, revelando ainda uma possível oferta do Real Madrid, da Espanha. Questionado sobre o interesse espanhol, o ex-atacante disse que seria uma transferência sem custos ao fim do vínculo no Fla, mas voltou a negar a assinatura de pré-contratos na abertura da janela europeia.

- Teve uma proposta do Real (Madrid) também, mas com a questão do pré-contrato. Ele não vai assinar pré-contrato nenhum.

Apesar de defender o Flamengo em caso de transferência, Bebeto deixou transparecer uma crítica em relação ao clube, que encostou o jogador até definir sua situação. Este ano, o meia só entrou em campo pela seleção brasileira sub-20 no Sul-Americano da categoria, disputado em janeiro na Argentina. Se a proposta italiana, prometida há mais de um mês, não chegar, o Rubro-Negro pode voltar a ter chances de renovar o contrato da revelação.

- Atrapalhou porque ele não está jogando, sempre atrapalha. São quase três meses sem jogar. Ele tem um potencial absurdo, mas tem que jogar. A gente fica preocupado, eu e toda a família. São três meses só treinando. Eu quero ver ele fazendo gols, brilhando e ajudando o Flamengo. É o objetivo de todos. Tenho certeza que na segunda-feira vai se resolver tudo - argumentou.

Bebeto, Flamengo x Fluminense Sub-20 (Foto: Raphael Bózeo) 
Bebeto é cercado pelos repórteres para falar sobre negociação do filho Mattheus (Foto: Raphael Bózeo)
 
O Rubro-Negro detém 80% dos direitos econômicos de Mattheus (os outros 20% são do jogador). O jovem ficaria com 500 mil euros (R$ 1,3 milhão), mas abriu mão do valor para facilitar a negociação que, pelo menos por enquanto, não foi para o papel.

Mattheus dribla perguntas sobre futuro

Acompanhado do pai a Moça Bonita, Mattheus se esquivou das perguntas sobre seu futuro. O meia, que tem sua carreira administrada pela empresa MFD, evita comentar qualquer assunto e deixa o caso nas mãos de seus representantes.

- Estou treinando normalmente, o pessoal está resolvendo lá. Eu estou treinando, porque fora de campo quem resolve não sou eu - despistou.


Cariocas dominam quartas de final; Flamengo e SP vão à decisão no feminino



Com cinco representantes nas quartas de final da segunda etapa da Liga Nacional de Futevôlei, o Rio de Janeiro classificou três equipes para as semifinais do torneio que está sendo disputado no Piscinão de Ramos, Zona Norte da capital fluminense. Flamengo, Fluminense e vasco formam ao lado do São Paulo os quatro melhores times da competição.

O Mengão, de Aldair, levou a melhor no único confronto entre cariocas das quartas de  final. O trio flamenguista passou pelo América, de Julinho, por 13/18, 18/14 e 15/9. O Fluminense, de Bruno Reis, derrotou o Cruzeiro, de Edilson, também por 2 sets a 1 (16/18, 18/16 e 15/10), e o mesmo aconteceu com o vasco, de William, contra o Atlético-MG, de Lira (18/14, 18/20 e 15/12). O Botafogo, de Zé Carlos, foi o único a perder por 2 sets a 0, eliminado pelo São Paulo, de Alex Dias, por 18/13 e 18/8.

No feminino, a decisão será entre Flamengo e São Paulo. O Tricolor paulista venceu as duas partidas da fase classificatória, contra América (18/11) e vasco (19/17) e luta pelo título contra o Rubro-Negro, que havia se garantido na final na sexta-feira.

Regulamento
Pelas regras do torneio, cada time do masculino é composto por três atletas, sendo um deles um ex-jogador de futebol  e mais dois atletas profissionais de futevôlei. A partida começa sempre com um ex-atleta e um profissional em quadra, sendo que o ex-atleta de futebol só poderá ser substituído quando seu time levar nove pontos no set, que tem 18 pontos. A substituição entre os atletas de futevôlei pode ser feita de forma livre. As partidas são disputadas em uma melhor de três sets, diferentemente do feminino, que tem jogos de um set apenas.

Resultados deste sábado:

Masculino
vasco 2 x 0 Palmeiras – 18/14; 19/17
América  0 x  2 Cruzeiro –15/18; 19/21
Grêmio 0 x 2 Atlético-MG –12/18; 13/18
Flamengo 2 x 0 Vitória – 18/02; 18/02

Quartas de final
São Paulo 2 x 0 Botafogo – 18/13; 18/08
Atlético-MG 1 x 2 vasco – 14/18; 20/18; 12/15
Cruzeiro 1 x 2 Fluminense – 18/16;  16/18; 10/15
América 1 x  2 Flamengo – 18/13;  14/18;  09 /15

Feminino
vasco 0 x 1 América-RJ – 14/18
São Paulo 1 x 0 América-RJ – 18/11
vasco 0 x 1 São Paulo – 17/19

Programação deste domingo:

Semifinais masculino
10h30 - São Paulo x Flamengo
11h30 - vasco x Fluminense

Final feminina
14h - Flamengo  X São Paulo

Final masculina
15h - São Paulo ou Flamengo x vasco ou Fluminense


Flu vence Fla no Carioca Sub-20

O Fluminense colocou uma das mãos na taça do Campeonato Carioca de juniores. Com um show de Biro Biro, que marcou dois gols e infernizou a defesa do Flamengo, o Tricolor venceu o rival por 3 a 0 no primeiro jogo da final, na tarde deste sábado, em Moça Bonita. O outro gol foi marcado por Denilson, de cabeça, já no fim do jogo. Agora, a equipe de Xerém pode até perder por dois de diferença no jogo de volta para ficar com o título estadual, no próximo sábado. O Mengão precisará de quatro gols de vantagem para ainda tentar ser campeão. Se devolver a derrota pelo mesmo placar, a decisão vai para os pênaltis. As duas equipes voltam a se encontrar no próximo sábado, às 15, novamente em Moça Bonita.



Fla estreia novo patrocínio master na final do Carioca de juniores

Antes de conhecer os uniformes criados pela Adidas, mantidos em segredo pela nova fornecedora de material esportivo do Flamengo, os torcedores já puderam ver a primeira mudança na camisa rubro-negra. O time estreou a logomarca da Caixa Econômica Federal, novo patrocinador master do clube, neste sábado em Moça Bonita, na primeira partida da final do Campeonato Carioca de juniores, contra o Fluminense. O símbolo ocupa o peito e o ombro direito da blusa, além da perna esquerda do calção. Já a estreia da marca no profissional será na quarta-feira, no jogo de volta válido pela segunda rodada da Copa do Brasil, contra o Campinense, da Paraíba, em Juiz de Fora.

Por conta do sigilo em torno da nova camisa - para evitar pirataria - a logomarca da Caixa Econômica Federal foi exibida no uniforme da Olympikus. Na camisa número 1 da Adidas, a estampa vai sofrer uma ligeira alteração, já que as listras horizontais serão mais finas. Os modelos criados pela Adidas serão lançados no dia 23, e estreiam três dias depois, contra o Santos, em Brasília, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Samir Flamengo (Foto: Raphael Bózeo) 
Samir em ação na final do Carioca de juniores: marca da Caixa Econômica foi usada (Foto: Raphael Bózeo)
 
 

De volta para casa, Ramon aprova semana ‘muito produtiva’ em Pinheiral


Ramon treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
Foram seis dias, nove treinos, muita concentração e pouca diversão. O elenco do Flamengo teve uma semana de sacrifícios em Pinheiral. Sem brecha nem ao menos para presença de torcedores, o regime foi de trabalho intensivo. Após campanha frustrante no Carioca, o clube coloca suas forças na Copa do Brasil e não quer dar chance para o azar no Brasileiro. Neste sábado, porém, o grupo voltou para o Rio de Janeiro. E Ramon garante: a sensação é de dever cumprido.

- Foi uma semana muito produtiva. Demos ênfase a parte física, a força, velocidade que o futebol exige hoje em dia. É um trabalho que não se vê a diferença agora, mas no final de outubro, quando a equipe estiver forte. Temos outra parada no meio do ano. Isso vai fazer a diferença no Brasileiro.

Além do que acontece em campo, o lateral-esquerdo cita a importância da intertemporada para estreitar o relacionamento entre os jogadores. Com horários para acordar, dormir e se alimentar, Ramon brinca e compara a convivência com o um casamento.

- Concentro com o Carlos Eduardo. Durmo mais com ele do que com minha mulher. Temos que ter uma boa relação, criar uma família.

Longe até mesmo do centro da já pequena Pinheiral, o CT João Havelange deixou o elenco do Flamengo afastado de qualquer tipo de diversão externa. Até sinal de telefones celulares era escasso. Ramon revelou o que fazia para driblar o tédio fora dos horários de treinamento.

- Tinha sinuca, o pessoal ficava brincando. Eu descia sempre para ver a novela. Sou um noveleiro nato. Hoje em dia, com as redes sociais, tudo fica mais fácil. Dá para conversar com os amigos.

Neste sábado,  elenco foi liberado para passar o Dia das Mães com a família e se reapresenta na segunda-feira, no Ninho do Urubu. Na terça-feira, o grupo segue pela manhã para Juiz de Fora, onde encara o Campinense no dia seguinte, pela segunda fase da Copa do Brasil. Com a vitória por 2 a 1 na partida de ida, o Fla pode empatar ou até perder por 1 a 0 que estará classificado para encarar o Asa de Arapiraca, de Alagoas.


Marcelo Moreno participa de coletivo na despedida do Flamengo de Pinheiral


marcelo moreno flamengo (Foto: Divulgação)
O Flamengo se despediu de Pinheiral com a primeira participação de Marcelo Moreno em um treinamento com os companheiros. Um dia após a apresentação oficial, o atacante foi escalado no coletivo deste sábado, no CT João Havelange, e demonstrou boa condição física. Escalado entre os reservas, o boliviano - que tem estreia prevista para partida contra o Santos, dia 26, pela primeira rodada do Brasileirão - movimentou-se bastante, mas tocou pouco na bola durante a atividade de cerca de 40 minutos.

No time titular, Jorginho manteve a escalação com Felipe, Léo Moura, Renato Santos, González e Ramon; Amaral, Elias, Renato Abreu e Gabriel; Rafinha e Hernane. A atividade acabou 2 a 0 para os titulares, gols de Renato e Elias. Agora com a sombra de Moreno, Hernane também deixou sua marca, mas estava em posição irregular.

Após o coletivo, o grupo ainda realizou uma rápida atividade física e voltou para o Rio de Janeiro. O Flamengo ficou toda a semana em Pinheiral e realizou treinos em período integral em quatro oportunidades - de segunda a quinta-feira. O elenco foi liberado para passar o Dia das Mães com a família e se reapresenta na segunda-feira, no Ninho do Urubu.

Na terça-feira, o grupo segue pela manhã para Juiz de Fora, onde encara o Campinense no dia seguinte, pela segunda fase da Copa do Brasil. Com a vitória por 2 a 1 na partida de ida, o Fla pode empatar ou até perder por 1 a 0 que estará classificado para encarar o Asa de Arapiraca, de Alagoas.

marcelo moreno flamengo (Foto: Divulgação) 
Em preparação, Marcelo Moreno carrega a bola no treino em Pinheiral (Foto: Divulgação)
 
 
 
 

Técnico do Flamengo alerta: 'São José entra nas semifinais com muito moral'




jose neto flamengo basquete (Foto: Fernando Azevedo/Fla Imagem)
O fim da hegemonia de Brasília no NBB ecoou na Gávea, sede do arquirrival do time do Distrito Federal nas últimas três temporadas.O técnico do Flamengo, José Neto, não chegou a considerar a derrota dos atuais tricampeões para São José, por 98 a 81, em casa, uma grande surpresa. O que impressionou o comandante rubro-negro foi a maneira como os donos da casa foram superados.

- Quinto jogo de playoff pode acontecer de tudo, por isso essa derrota não chega a ser uma surpresa. O que me surpreendeu, e acho que a todo mundo, foi o placar final e a maneira como o time de Brasília jogou. Mas isso mostra o equilíbrio das equipes e do NBB. O ambiente do playoff é completamente diferente. Você vai traçando sua estratégia e sua tática ao longo da série e de acordo com as partidas anteriores - afirmou.

Para Neto, a façanha na capital federal vai inflar a confiança da equipe do interior paulista.

- Eu vejo os playoffs muito pelo lado mental e psicológico. E por esse aspecto o time de São José entra nas semifinais forte e com muito moral por ter eliminado os atuais tricampeões. Sem falar na tradição da cidade de São José dos Campos, que lota todos os jogos em casa. Eles têm história no basquete e é sempre complicado enfrentar uma equipe assim  - completou.

José Neto não está sozinho nessa. Gegê também não viu a eliminação de Brasília como uma zebra. Embora reconheça que o time do Distrito Federal era um dos principais favoritos ao título, o armador rubro-negro lembra que o time paulista perdeu apenas três vezes dentro de seu ginásio.

- Surpresa, surpresa não foi. Até porque na minha opinião o time de São José é um dos mais fortes da competição. Além de contar com muitos valores individuais, é um dos times mais difíceis de serem batidos em casa. Mas admito que antes da série não apostaria contra Brasília - afirmou Gegê.


 Neto e Gegê têm outra opinião em comum. Apesar de enaltecer as qualidades individuais dos principais jogadores adversários, como Fúlvio, Murilo, Dedé e o americano Laws, a dupla rubro-negra aponta o jogo coletivo como a principal arma a ser neutralizada.

- O time deles joga junto há muito tempo. Precisamos marcar forte e explorar nosso contra-ataque. Se os deixarmos jogar no ritmo deles e na posição que gostam, sabemos que será muito difícil vencê-los na série. O Fúlvio e o Murilo têm um entrosamento muito grande e podem fazer a diferença - disse Gegê.

O comandante fez coro.

- É uma equipe muito versátil e que se conhece há bastante tempo. Eles têm muitas variações e ainda vão contar com a volta do Álvaro, que ficou fora da série contra Brasília - alertou o treinador rubro-negro.

Flamengo e São José iniciam a série semifinal nesta terça-feira, às 19h, em São José dos Campos, SP. O SporTV transmite ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM segue os lances da partida em Tempo Real.


Flamengo e Fluminense iniciam disputa da final do Carioca de Juniores


                                                     Ficha técnica

 
Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 11/5/2013

Hora: 15h


Árbitro: Carlos Alberto Martins Junior (RJ)
Auxiliares: Rodrigo de Souza Rodrigues (RJ) e Rafael Sepeda de Souza (RJ)



Flu: Marcos Felipe; Igor Julião, Wellington Carvalho, Marlon e Ronan; Luiz Fernando, Rafinha e Eduardo; Biro Biro, Lucas e Kenedy. 
Técnico: Marcelo Veiga

FLAMENGO:  Luan, Digão, Fernando, Samir e Dalbert; Vitor Hugo, Lorran, Quiroga; Thomas, Igor Sartori e Douglas Baggio.
Técnico: Cléber dos Santos


sexta-feira, 10 de maio de 2013

Sorteio define administradora judicial de dívida de R$ 50 milhões do Flamengo


A disputa judicial entre Flamengo e Consórcio Plaza continua acirrada. Na quinta-feira à tarde, houve mais um capítulo da novela, que se arrasta desde 2002. Pelo cálculo dos advogados do consórcio, a dívida atual gira em torno de R$ 50 milhões, visto que o clube já teve R$ 13 milhões em receitas penhoradas. Em março, a Justiça determinou a suspensão das penhoras por 30 dias para que fosse nomeado um administrador judicial para a dívida. O sorteio, realizado na tarde de quinta-feira, apontou a empresa Vertice Assessoria Contábil como administradora judicial da dívida. A empresa agora passará a auditar os valores devidos e analisar os planos de pagamento.

Em março, a advogada Daniela Domingues, do escritório Siqueira Castro, que defende o Consórcio Plaza, considerou a indicação de um administrador judicial uma "manobra para impedir o pagamento da dívida". Consultado, o Flamengo informou através de sua assessoria que, por enquanto, não se pronunciará a respeito do caso.

- A desembargadora mandou nomear o administrador em 2008, quando o Flamengo contestava os valores. Só agora, cinco anos depois, o clube veio reclamar que não houve a nomeação em mais uma manobra para impedir o pagamento da dívida. O que aconteceu foi isso. O Flamengo pediu a suspensão de todas as penhoras, mas a desembargadora só concedeu a suspensão por 30 dias das que ainda não foram executadas. - explicou a advogada ao GLOBOESPORTE.COM no dia 5 de março.

O problema começou em 1996, quando Kléber Leite era o presidente do Flamengo. O montante se refere a uma dívida, que o clube não reconhece, contraída com um empréstimo de R$ 6 milhões feito junto ao consórcio, que arrendaria a Gávea por 25 anos para a construção de um shopping. O dinheiro foi aplicado, na época, na contratação do atacante Edmundo. Desde o início da ação, em 2002, o Flamengo alega que os R$ 6 milhões foram doados ao clube, e não emprestados. A Justiça deu ganho de causa ao consórcio em primeira e segunda instâncias, mas o Flamengo ainda pode tentar levar o caso para Brasília.  Apenas em janeiro deste ano foram penhorados cerca de R$ 5 milhões, incluindo mordidas nos novos contratos com Adidas e Peugeot.

Fla supera concorrência de Muricy e espera Bruninho na segunda-feira


Bruninho Atlético Sorocaba (Foto: Agnaldo Pereira / Futura Press)
Dois dos seis reforços anunciados pelo Flamengo devem se juntar ao grupo na próxima segunda-feira, no Ninho do Urubu. Com as contratações definidas, Val, ex-Mogi Mirim, e Bruninho, vindo do Atlético Sorocaba, são esperados no Rio de Janeiro para assinatura de contrato e realização de exames médicos. A chegada do segundo, inclusive, esteve em risco após um contato de Muricy Ramalho com o próprio jogador, por telefone, mas a assinatura de um pré-contrato pesou a favor do Rubro-Negro.

Ainda durante a negociação com o Flamengo, o Santos já teria demonstrado interesse na revelação do Atlético Sorocaba. Uma viagem de Paulo Pelaipe sem alarde a São Paulo, no entanto, resolveu a situação e os cariocas compraram 50% dos direitos econômicos de Bruninho, que assinou por três anos. Já a transação com Val se deu pela saída de Cleber Santana para o Avaí. Meio-campo com opção de jogar como segundo e terceiro homem, o jogador tem 29 anos.

Além de Bruninho e Val, o Flamengo contratou Diego Silva, Paulinho – ambos que disputaram o Paulistão pelo XV de Piracicaba -, Marcelo Moreno e Roger Carvalho para o Brasileirão. Este último só se apresenta no dia 1º de junho, após encerrar seu vínculo com o Bologna , da Itália. O contrato de empréstimo ao Tombense, clube que detém seus direitos, vai até o 30 de maio de 2014, mas o clube tem opção de compra dos direitos em dezembro.



Flamengo projeta estreia de Marcelo Moreno diante do Santos, em Brasília


marcelo moreno flamengo  (Foto: Cahê Mota )
Internamente, o Flamengo já trabalha com uma previsão para estreia de Marcelo Moreno: dia 26 de maio, contra o Santos, em Brasília, pela primeira rodada do Brasileirão. Apresentado nesta sexta-feira, em Pinheiral, onde o elenco realiza pré-temporada, o atacante já começou trabalho intensivo com o preparador Joélton Urtiga e demonstrou boa condição física. A última partida do jogador pelo Grêmio aconteceu no dia 24 de fevereiro, contra o Internacional - neste período, defendeu a seleção da Bolívia.

Descartado por Vanderlei Luxemburgo após as chegadas de Barcos e Vargas, Moreno vinha treinando separado do restante dos gremistas. A situação fez com que o contato com bola no período fosse mínimo, principal problema apontado pela comissão técnica rubro-negra. Apesar de ter se apresentado em boas condições, o boliviano seguirá fazendo treinamentos físicos até a próxima semana e deve começar a trabalhar com bola na sexta-feira, uma vez que o restante do grupo embarca para Juiz de Fora, onde encara o Campinense, quarta, pela Copa do Brasil.

Nesta sexta-feira, o novo atacante rubro-negro treinou em período integral, ao contrário dos outros companheiros. Reforço mais badalado do Fla para o Brasileirão, Moreno disputa vaga com Hernane, que tem participação destacada na temporada. Ao todo, foram 15 gols marcados, sendo 12 deles no Carioca, onde foi artilheiro.

São Paulo vai às quartas de final; Flamengo bate Flu e Bota e avança no feminino


 

O primeiro dia da segunda etapa da Liga Nacional de Futevôlei teve 10 partidas e algumas definições nesta sexta-feira, no Piscinão de Ramos, Zona Norte do Rio. No torneio feminino, o Flamengo garantiu a classificação à próxima fase, ao vencer Fluminense e Botafogo, terminando em primeiro na chave 2. No masculino, o São Paulo carimbou o passaporte para as quartas de final, ao derrotar vasco e Palmeiras, que se enfrentam neste sábado para definir quem ficará com a segunda vaga da chave 1.

O Santos é a única equipe eliminada. Com as derrotas para América-RJ e Cruzeiro nesta sexta, o Peixe ocupa a lanterna da chave 2 e não tem mais jogos a cumprir. Com isso, o Cruzeiro, de Edilson Capetinha, e o América-RJ já estão garantindos na próxima fase. As equipes se enfrentam neste sábado apenas para definir as posições.

A chave 3 está em aberto. Na segunda partida do dia, o Botafogo, de Zé Carlos, o "Zé do Gol", venceu o Grêmio, do ex-volante Dinho. Entretanto, duas horas depois, o Glorioso foi superado pelo Atlético-MG, que ainda joga contra o Grêmio neste sábado. As três equipes têm chances de classificação. O Botafogo torce por uma vitória do Galo.

O grupo 4 teve apenas um jogo nesta sexta, o clássico Fla-Flu. Quem se deu melhor foi o Rubro-Negro, que triunfou por 2 sets a 0. Neste sábado, jogam Fluminense x Vitória e Vitória x Flamengo. No feminino, vasco, São Paulo e América-RJ se enfrentarão para definir a chave 1.

Regulamento

Pelas regras do torneio, cada time do masculino é composto por três atletas, sendo um deles um ex-jogador de futebol  e mais dois atletas profissionais de futevôlei. A partida começa sempre com um ex-atleta e um profissional em quadra, sendo que o ex-atleta de futebol só poderá ser substituído quando seu time levar nove pontos no set, que tem 18 pontos. A substituição entre os atletas de futevôlei pode ser feita de forma livre. As partidas são disputadas em uma melhor de três sets, diferentemente do feminino, que tem jogos de um set apenas.

Confira todos os resultados desta sexta-feira:

Masculino chave 1 - São Paulo 2 x 0 vasco
Masculino chave 3 - Botafogo 2 x 0 Grêmio
Masculino chave 2 - América-RJ 2 x 0 Santos
Masculino chave 3 - Botafogo 0 x 2 Atlético-MG
Feminino chave 2 - Botafogo 18 x 14 Fluminense
Feminino chave 2 - Flamengo 18 x 8 Fluminense
Feminino chave 2 - Botafogo 13 x 18 Flamengo
Masculino chave 1 - São Paulo 2 x 1 Palmeiras
Masculino chave 4 - Flamengo 2 x 0 Fluminense
Masculino chave 2 - Santos 0 x 2 Cruzeiro


Moreno intensifica parte física, e Jorginho volta a repetir escalação




marcelo moreno flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem) Tarde de muito trabalho para o elenco do Flamengo, nesta sexta-feira, no CT João Havelange, em Pinheiral. Centro das atenções, Marcelo Moreno deu continuidade aos trabalhos de recondicionamento físico com o preparador Joélton Urtiga. Logo ao lado, o restante do elenco participou de uma série de atividades técnicas e táticas, que teve como ponto mais importante um novo coletivo em campo reduzido e sem alterações na equipe titular.

Apresentado oficialmente na parte da manhã, Marcelo Moreno fez séries de piques na parte lateral do gramado, além de saltos e flexões de braço. Sem jogar desde 24 de fevereiro, o jogador vinha treinando separado dos companheiros no Grêmio, mas há muito tempo não trabalhava com bola. Contratado com status de maior reforço para o Brasileirão, o boliviano terá a forte concorrência de Hernane, artilheiro do clube na temporada com 15 gols, por um lugar no time.

E o Brocador tem vaga garantida na partida contra o Campinense, quarta-feira, em Juiz de Fora, pela segunda fase da Copa do Brasil. Escalado ao lado de Rafinha, ele participou de todo mini-coletivo comandado por Jorginho. Assim como quarta-feira, Felipe, Léo Moura, Renato Santos, González e Ramon; Amaral, Elias, Renato e Gabriel; Rafinha e Hernane formaram o time titular. No início do treino, o grupo realizou ainda um longo trabalho de finalização. Já no fim, alguns jogadores afiaram a pontaria em cobranças de faltas.

Em Pinheiral desde segunda-feira, o Flamengo retorna ao Rio de Janeiro após o trabalho da manhã de sábado. Durante a estadia no Sul fluminense, Jorginho não concedeu entrevista coletiva para avaliar o período de treinamentos ou comentar a chegada dos reforços.




Cleber Santana aguarda 'ok' do Fla em contrato para assinar com o Avaí

Para ser reforço do Avaí, Cleber Santana precisa apenas assinar o novo contrato. Tratado como ex-jogador do Flamengo pelos dirigentes do clube carioca, o meia aguarda o aval do Rubro-negro no documento enviado pela agremiação catarinense para definir ser futuro.

Cleber Santana treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)Meia já deixou intertemporada do Fla e está perto de Florianópolis (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)
 
Na quinta-feira, o Leão da Ilha encaminhou a minuta, que recebeu uma aprovação inicial do advogado do Fla. O representante, no entanto, pediu que houvesse mudanças, já feitas pelo clube catarinense, que aguardo apenas a assinatura por parte do clube e do jogador para fazer o anúncio do retorno do meia.

No acerto, o débito do Flamengo com o Avaí será diluído através do pagamento de cerca de dois terços do salário de Cleber Santana - o restante será arcado pelo Leão - até o final do contrato, em maio de 2014. A data marca o fim do vínculo com o time carioca e o término do empréstimo à equipe catarinense.

Após o final do vínculo, o Flamengo seguirá com o restante da dívida, abatida com os vencimentos salariais do meia pagos durante o período do jogador em Florianópolis. Cabe às partes, Avaí e Cleber, decidirem o futuro após o final do contrato com o Rubro-Negro.

Essa será a segunda passagem de Cleber Santana pelo Avaí. Em 2012, o atleta fez parte do elenco Campeão Catarinense e integrou o time na Série B até setembro, quando acertou sua ida ao Flamengo. Nesta temporada, como já jogou a Copa do Brasil pela equipe carioca, o meia poderá atuar apenas no Campeonato Brasileiro. O Leão da Ilha estreia no dia 24, contra o Oeste, no interior de São Paulo.

Liminar da Justiça do Rio impede consórcio de assumir o Maracanã


 A juíza Gisela Faria, da 9ª vara de Fazenda Pública do Rio, deu uma liminar na tarde desta sexta-feira impedindo a assinatura do contrato de concessão do Maracanã com o consórcio Odebrecht/IMX/AEG antes que o mérito da ação do Ministério Público que questiona a licitação seja avaliado. A juíza listou a presença de “ilegalidades” que contaminariam o processo e estabeleceu uma multa de R$ 5 milhões em caso de descumprimento para o governo do Rio de Janeiro, que anunciou que vai recorrer da decisão.

Nesta manhã, o Ministério Público do Rio de Janeiro divulgou que havia recorrido da decisão do Tribunal de Justiça (TJ/RJ), que manteve a licitação para a concessão do Maracanã. O órgão entrou com a ação através do procurador-geral de Justiça, Marfan Martins Vieira. O MP/RJ alega que diversas obras previstas no edital - como a demolição do parque aquático Júlio Delamare e do estádio de atletismo Célio de Barros - não são necessárias para a realização da Copa do Mundo, assim como os Jogos Olímpicos de 2016.

"O resultado é que, nos moldes em que foi elaborado, o projeto de concessão administrativa do Maracanã alterará significativamente todo o entorno do estádio, afetando diretamente os interesses sociais daquela coletividade", diz o texto da juíza, que conclui assim: "A presença de ilegalidades que contaminam a licitação em apreço e, via de consequência, o contrato dela decorrente" (confira a íntegra no final da página).

 O órgão também questiona a legalidade da participação da empresa IMX, de Eike Baptista, no processo de licitação, uma vez que foi ela a responsável pelo estudo de viabilidade da concessão. Segundo o Ministério Público, todo o processo favorece a IMX, já que a empresa teve acesso a informações privilegiadas e exclusivas. A baixa rentabilidade do negócio para o governo do Rio de Janeiro é outro ponto abordado na decisão da juíza:

"Atente-se para o fato de que o estudo de viabilidade da IMX indica que a concessão gerará uma receita de R$ 157.025.000,00 anuais para o parceiro privado, dos quais apenas o percentual de 2,86%, que representa R$ 4.500.000,00, seria revertido ao Estado a título de outorga da concessão, enquanto o valor da contraprestação oferecida pelo Estado - para o uso e exploração do entorno - foi estimado pelo mesmo estudo em R$12.015.000,00 . A evidente disparidade entre o valor da referida contraprestação e a torna paga pelo parceiro privado acarretará um prejuízo para o Estado na ordem de R$ 7.065.000,00, sem contar com o pagamento do empréstimo de R$ 400.000.000,00 concedido pelo BNDES para a reforma já efetuada do Maracanã".

No ano passado, durante o lançamento do edital, as receitas e despesas do Maracanã foram estimadas pelo governo. Pelo estudo, o estádio vai gerar R$ 154 milhões por ano e terá um gasto de R$ 50 milhões. A previsão é de que os recursos investidos pelo concessionário sejam quitados em 12 anos. Com isso, o novo gestor teria lucro durante 23 anos do contrato, gerando R$ 2,5 bilhões.

 "A conclusão lógica é a de que a contraprestação pública não se mostra imprescindível nem essencial para a viabilidade econômica da transferência da gestão do Maracanã para o parceiro privado, posto que, ainda de acordo com o estudo, representa apenas 12,17% da receita a ser auferida pelo concessionário, que obterá um lucro líquido superior a R$ 47.000.000,00 ano", completa a juíza.

Desde o lançamento do edital, em outubro de 2012, todo o processo de licitação foi marcado por protestos e polêmicas. Na audiência pública para a aprovação do edital, em novembro, estudantes, índios e atletas revoltados com a demolição do Célio de Barros e do Júlio Delamare protestaram no Galpão da Cidadania, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, e impediram a realização do evento. Após quase três horas, o governo do Rio deu como encerrada a audiência, e o edital foi aprovado. Em março, após muito tumulto, foi necessário que o Batalhão de Choque da Polícia Militar entrasse em ação para desocupar o Museu do Índio.

Consórcio Maracanã vence todas as fases da licitação

Após sair na frente na disputa, com uma proposta R$ 26,4 milhões superior à do outro concorrente (R$ 181,5 milhões divididos em 33 parcelas R$ 5,5 milhões, contra R$ 155,1 milhões), o “Consórcio Maracanã” também teve a melhor avaliação na disputa técnica. Na segunda fase do processo de licitação, o grupo recebeu 98,26 pontos, contra 94,4624 do "Consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro" (formado por Construtora OAS S.A., Stadion Amsterdam N.V. e Lagardère Unlimited).

Na quinta-feira, o grupo formado por Odebrecht Participações e Investimentos S.A. (empresa líder, com 90%), IMX Venues e Arena S.A (de propriedade de Eike Batista, com 5%) e AEG Administração de Estádios do Brasil LTDA (também com 5%) apresentou todas as documentações necessárias e acabou habilitado pela Casa Civil para administrar o Complexo do Maracanã pelos próximos 35 anos, a partir do final da Copa das Confederações (a decisão do torneio será em 30 de junho).


Apresentado no Flamengo, Moreno evita atrito com Grêmio: 'Opção de Luxa'



marcelo moreno flamengo apresentação (Foto: Cahe Mota)
Clube novo, vida nova. Sem olhar para o passado. Assim, Marcelo Moreno foi apresentado no Flamengo nesta sexta-feira, em Pinheiral, no Rio de Janeiro. Questionado sobre o Grêmio, de onde saiu após ser afastado do elenco principal, o boliviano evitou novas polêmicas e disse que sua transferência ocorreu por uma opção técnica de Vanderlei Luxemburgo.

- Na verdade, a chegada de jogadores importantes em nível internacional tirou o meu espaço. Foi uma opção do Luxemburgo e em todo momento respeitei. Sempre trabalhei normalmente. Nunca faltei a treino, nunca fui indisciplinado. Sempre fiz o meu trabalho. Futebol é assim. Estou em um grande clube graças ao trabalho que fiz no Grêmio. Respeito o treinador e aqui vou dar o meu máximo - avisou. - Acho que foi só uma opção técnica. Clube e torcida sempre me trataram super bem (no Grêmio). Nunca fiz nada de errado para passar por isso que passei. É passado. Meu foco está totalmente voltado ao Flamengo. Quero dar alegrias a nação.

Moreno deixou o Grêmio como o artilheiro da temporada de 2012, com 22 gols, quando chegou como a contratação mais cara, à época. Neste ano, no entanto, viu seu espaço diminuir com as contratações de Vargas e Barcos. Ao quase ser negociado com o Palmeiras, reclamou publicamente.

A relação entre clube e jogador azedou de vez com constantes declarações de Moreno à imprensa. Numa delas, o atacante desafiou os demais colegas de setor a alcançar a sua marca de 2012, o que irritou comissão técnica e direção. Foi afastado oficialmente do time do Grêmio há duas semanas. e treina separado do grupo. Atuou pela última vez em 24 de fevereiro: 2 a 1 para o Internacional. Não marcou gol em 2013.

O acordo entre Flamengo, Grêmio e Marcelo Moreno já estava praticamente decretado desde o início da semana passada. Detalhes burocráticos, como a redação do contrato, e, principalmente, a solução de uma dívida do clube gaúcho com o jogador, adiaram a confirmação do negócio. O atacante é o quinto reforço do time carioca para o Brasileirão e o primeiro com destaque a nível nacional. Diego Silva e Paulinho, vindos do XV de Piracicaba, Bruninho, ex-Atlético Sorocaba, e Val, que estava no Mogi Mirim, foram os primeiros e são consideradas apostas após campanhas destacadas no Campeonato Paulista.

Presidente de Flamengo boliviano vibra com Moreno: 'É muita alegria'

A chegada de Marcelo Moreno ao Flamengo é motivo de alegria na Bolívia, terra natal do atacante. Em Sucre, capital constitucional do país, a festa é ainda maior. Lá, existe um homônimo do clube mais popular do Brasil, atualmente disputando a Primera "A" da Asociación Chuquisaqueña de Fútbol (ACHF), torneio regional que garante uma vaga na Segunda Divisão boliviana. Presidente do Flamengo de Sucre e da Embaixada Fla-Sucre (reconhecida oficialmente pelo Rubro-Negro mais famoso), Juan Ortega Matienzo, vibrou com o reforço, principalmente por Moreno ser o primeiro boliviano a defender o Fla.

- Para nós é muita alegria. É um grande alegria para mim e para os torcedores do Flamengo de Sucre que um boliviano vá defender o Flamengo do Brasil. Mandei uma mensagem para o Facebook dele. O Marcelo vai ser o embaixador da Bolívia no Flamengo e no Brasil. Nunca um boliviano jogou no Flamengo, é muita alegria - exclamou, por telefone.

O currículo do jogador, de 25 anos, é um indício de sucesso com a camisa rubro-negra, segundo sugere Juan Ortega:

Flamengo de Sucre (Foto: Divulgação) 
Com certificado de embaixador na mão, Juan é o presidente do Flamengo de Sucre (Foto: Arquivo pessoal)
 
- É um craque, vai dar muito certo no Flamengo e garantir resultados muito bons. Já mostrou seu talento em Cruzeiro, Grêmio e até mesmo na seleção boliviana, que não tem jogadores à altura dele. É um atleta com muita classe. Espero que jogue muitos anos pelo Flamengo.

Moreno faz Fla de Sucre, em crise financeira, acreditar em ajuda do 'primo-rico'

Com uma vitória por 1 a 0 sobre o Stormer’s, o Flamengo de Sucre isolou-se na liderança do hexagonal final da Primera “A” da Asociación Chuquisaqueña de Fútbol, com 21 pontos. Caso conquiste esta fase - precisa de um empate na última rodada -, disputará a final da competição com o Fancesa. Se for campeão, tem direito a disputar a Segunda Divisão do Campeonato Boliviano, mas dificuldades financeiras podem impedir isso.

- Não sei se vamos jogar a Segunda Divisão, a parte econômica é muito difícil. Se não tivermos apoio, talvez teremos que postergar nossa participação. Espero que algum flamenguista possa nos ajudar. Necessitamos de US$ 20 mil mensais (cerca de R$ 40,5 mil) e estamos buscando isso com empresários. Creio que a chegada do Marcelo possa nos ajudar com isso. Que ele tenha o amor da torcida e possa facilitar essa proximidade - torce.

Flamengo de Sucre (Foto: Divulgação)Juan (ao centro) papeia com Bandeira, ainda com a camisa da Chapa Azul (Foto: Arquivo pessoal)
 
Juan Ortega ainda revelou ter se encontrado com Eduardo Bandeira de Mello dias antes da eleição, realizada em 3 de dezembro de 2012. Relatou o drama financeiro pelo qual o Fla de Sucre passa. No fim de março, Ortega voltou a procurar Bandeira, desta vez por e-mail, e lhe relatou que seu clube sofre para pagar uma dívida de US$ 28 mil (cerca de R$ 56,7 mil), contraída após duas participações rubro-negras na Segundona boliviana.

- Eu o enviei uma carta, copiando-a para todas as embaixadas, mas até hoje não obtive resposta. Espero que ele saiba disso a partir da chegada do Marcelo - concluiu.

Confira a carta de Juan Ortega Matienzo a Eduardo Bandeira de Mello:

documento flamengo de sucre (Foto: Reprodução) 
Juan relata que disputar a Série B boliviana é muito onerosa para o Fla de Sucre (Foto: Reprodução)
 
 
 

Maracanã: contrato exige acordo com clubes e cerca de 40 jogos por ano

Praticamente concluído após quase três anos fechado para reformas, o Maracanã vai entrar em uma nova era a partir da Copa das Confederações: de forma inédita, o estádio será administrado por empresas privadas. Para administrar o complexo esportivo pelos próximos 35, o consórcio formado por Odebrecht Participações e Investimentos S.A. (empresa líder, com 90%), IMX Venues e Arena S.A (de propriedade de Eike Batista, com 5%) e AEG Administração de Estádios do Brasil LTDA (também com 5%) terá que cumprir uma série de exigências presentes no edital de licitação. O GLOBOESPORTE.COM levantou os principais pontos do contrato, que exige, por exemplo, a realização de pelo menos 40 "jogos de primeira linha" por ano na arena carioca.

Maracanã (Foto: Divulgação/Governo do Rio de Janeiro) O "Consórcio Maracanã" só assume o estádio na prática em julho, após a Copa das Confederações. Será o início de um novo modelo de gestão do sexagenário Maracanã. A nova administração terá muitas obrigações e direitos sobre o complexo esportivo acompanhados de uma rigorosa fiscalização, garante o governo do Rio de Janeiro. O primeiro passo será chegar a um acordo com os grandes clubes cariocas. O contrato exige que o consórcio feche parceria com pelo menos dois dos principais times do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco), apesar deles não poderem exercer exclusividade do estádio.
 
O governo também exige que o Maracanã seja palco de muitos jogos de "primeira linha" (segundo o edital, partidas de maior relevância no cenário estadual, nacional e internacional, como Série A do Campeonato Carioca, Série A do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana, seleção brasileira ou jogos com o público superior a 40 mil pessoas).

O número recomendado de partidas por ano é 40, apesar de não ser obrigatório. Como os gestores serão avaliados anualmente, organizar 40 ou mais partidas por temporada rende a nota máxima ao consórcio. 20 partidas é o mínimo de partidas que o Maracanã pode ter por ano. Menos do que isso, a concessionária será avaliada com nota zero.

O “Consórcio Maracanã” também terá de investir R$ 594 milhões em obras no complexo. No valor estão incluídas a construção do Museu do Futebol e de um estacionamento para 3 mil carros, a demolição do Estádio de Atletismo Célio de Barros e o Parque Aquático Júlio Delamare, e a reconstrução de novos centros de treinamento de atletismo e de esportes aquáticos no local. Ainda não é certo, no entanto, quando essas obras terão início, e algumas delas podem ficar para depois da Copa do Mundo de 2014.

- Vamos sentar com o consórcio e definir o que é possível ser concluído até a Copa do Mundo. Não teremos uma Copa com obras no Maracanã. Após a Copa das Confederações terão início as obras que serão finalizadas até a Copa - afirmou o secretário da Casa Civil, Régis Fichtner, nesta quinta, logo após a confirmação do “Consórcio Maracanã” como vencedor do processo de licitação.

Confira abaixo os principais direitos e deveres da concessionária

Relação com clubes

- O consórcio precisa fechar parceria com pelo menos dois dos principais clubes do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco)no prazo de até três meses.

- Apesar de ter a obrigação de negociar com pelo menos dois dos principais clubes do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e vasco), tais agremiações não poderão ter a exclusividade do Maracanã.

- Apesar de a exclusividade ser proibida, o consórcio tem o direito de realizar a customização de vestiários para utilização pelos principais clubes do Rio de Janeiro que se comprometam a utilizar o Estádio em número mínimo de partidas, conforme negociação a ser realizada com cada agremiação, desde que mantenha, durante todo prazo do contrato, pelo menos dois vestiários neutros sem qualquer tipo de identificação ou customização.

- O consórcio terá que manter a vocação do Maracanã como "Templo Mundial do Futebol", sendo assim, obrigado a ter um grande número (o governo considera 40 partidas por ano como o ideal) de jogos de "primeira linha" (jogos de maior relevância no cenário estadual, nacional e internacional,  Série A do Campeonato Carioca, da Série A do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana, seleção brasileira ou jogos com o público superior a 40 mil pessoas)

- O governo do Rio de Janeiro considera que 40 partidas de futebol por ano seja o número ideal para o Maracanã. Nada impede que o estádio receba mais jogos. Para o governo, quanto menos partidas, pior. No caso do Ginásio do Maracanãzinho, o número sobe para 50 partidas.

- O consórcio tem o direito de negociar de maneira diferente com os clubes ou produtores de entretenimento levando em conta questões como média histórica de público pagante ou nível de compromissos ou contrapartidas assumidas.

- A concessionária tem que gerir o Maracanã de forma não discriminatória em relação aos chamados principais clubes do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e vasco) e suas respectivas torcidas.

- O consórcio não poderá negociar naming rights, ao contrário do Ginásio do Maracanãzinho, que poderá ter seu nome explorado por empresas privadas.

- A utilização do Maracanã deverá prestigiar a de promoção de eventos de futebol profissional, outros eventos desportivos e/ou eventos de entretenimento.

- O consórcio tem a obrigação de receber no Maracanã e no Maracanãzinho o maior número possível de eventos esportivos, sendo de sua responsabilidade a organização, promoção, condução, divulgação e demais atividades necessárias para a sua realização

Copa e Olimpíadas

Eike Batista (Foto: Ag. Estado)
- O consórcio terá de ceder gratuitamente o Maracanã durante os eventos internacionais previstos para o estádio. No caso, a Copa das Confederações (2013) e a Copa do Mundo (2014) para a Fifa, e os Jogos Olímpicos (2016) para o Comitê Olímpico Internacional (COI).

- Além de ceder o Maracanã e o Ginásio do Maracanãzinho para Fifa e Comitê Olímpico Internacional durante a Copa das Confederações (2013), Copa do Mundo (2014) e Olimpíadas (2016), o consórcio também terá a obrigação de disponibilizar as instalações por até 24 dias por ano para o governo do Rio de Janeiro, desde que as datas sejam acertadas em comum acordo, agendadas com pelo menos seis meses de antecedência e não entre em conflitos com eventos esportivos.

- Seis meses antes da realização da Copa do Mundo, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) terão acesso irrestrito ao Maracanã para a instalação de estruturas temporárias. No período de quinze dias úteis anteriores ao primeiro jogo do torneio e até cinco dias úteis após o último jogo, Fifa/COL terão uso exclusivo.

- Os prazos são os mesmo em relação à Copa das Confederações

- Em caso de danos ao Maracanã durante a Copa das Confederações ou Copa do Mundo, o governo do Rio de Janeiro e a Fifa arcarão com as despesas

- No caso da Copa do Mundo, no entanto, o consórcio tem a obrigação de entregar o Maracanã nas mesmas condições em que irá receber, após a Copa das Confederações. Porém, os gestores não tem a obrigação de arcar com qualquer nova exigência da Fifa

- No caso das Olimpíadas de 2016, o consórcio também deverá entregar o Maracanã ao COI durante período que ainda será estabelecido pelo governo do Rio de Janeiro.

Equipamento e serviços

- Ao término da concessão (35 anos), os equipamentos e instalações devem retornar ao governo preservados nas mesmas condições.

- O consórcio terá de executar as atividades relativas à preservação e conservação patrimonial, vigilância, limpeza, instalação e operação de bilheterias e catracas, controle de entrada e saída de seus equipamentos, conservação dos gramados, piso, cadeiras e demais instalações

- O consórcio tema obrigação de selecionar, contratar e supervisionar as atividades de provedores de roupas, materiais esportivos, alimentos, bebidas e outros artigos vendidos nas dependências do Estádio do Maracanã e do Maracanãzinho

- A concessionária terá de cumprir rigorosamente todas as normas e exigências relativas ao tombamento (parcial ou integral) do Estádio do Maracanã.

Obras operários maracanã reabertura  (Foto: Domingos Peixoto / Agência O Globo)
Obras Incidentais

- As Obras Incidentais deverão ser executadas de acordo com os projetos de engenharia do governo do Rio de Janeiro, os quais serão elaborados sob inteira responsabilidade e às expensas da Concessionária

- As Obras Incidentais previstas deverão ser executadas por conta e risco da Concessionária e devem ainda às melhores práticas da indústria de construção e do setor de complexos esportivos, sempre pautando-se por nível de excelência nos trabalhos.

- A concessionária terá de demolir o Estádio de Atletismo Célio de Barros e o Parque Aquático Júlio Delamare e reconstruir novos centros de treinamento de atletismo e de esportes aquáticos no local onde atualmente funciona o Presídio Evaristo de Moraes (neste caso, o consórcio vai ressarcir o governo pelas demolições)

- A concessionária tem o dever de demolir o Presídio Evaristo de Moraes e a Escola Municipal Friedenreich, os quais serão reconstruídos, respectivamente, em terreno no Complexo Penitenciário de Japeri. A demolição do colégio, no entanto, somente poderá  ser iniciada após a reconstrução da nova escola.

- O consórcio terá de gerir o aluguel para clubes ou produtores de entretenimento, a exploração dos espaços publicitários, bares, lanchonetes e restaurante, além de atividades turísticas.

- O valor previsto das obras que ainda serão realizadas no Complexo do Maracanã é de R$ 594.162.148,71. Caso o custo real seja menor, a diferença reverterá em favor do governo do Rio de Janeiro, mediante aumento do valor da outorga e pagamento proporcional nas parcelas.

- A Concessionária terá o dever de construir, operar e manter o Museu do Futebol e um estacionamento para três mil veículos.

- O projeto do Museu do Futebol, no entanto, deverá ser aprovado previamente pelo governo do Rio de Janeiro

Outros pontos do contrato

- O consórcio deverá reembolsar o valor total de R$ 2.380.427,00  relativos aos custos do estudo de viabilidade econômica. Neste caso não fica claro como será feito o reembolso, uma vez que o estudo foi realizado pela IMX (do empresário Eike Batista), uma das integrantes do consórcio vencedor.

- O consórcio precisa empregar de 2% a 5% de seus cargos beneficiários da Previdência Social reabilitados ou portadores de deficiência.

- O consórcio precisa apresentar garantias bancárias no prazo de até 120 dias (4 meses)

-A concessionária poderá realizar qualquer atividade comercial de seu interesse, tais como exploração de bares, lojas e restaurantes.

- O Complexo Maracanã poderá permanecer parcial ou integralmente fechado em razão de manutenção ou melhorias a serem realizadas pela Concessionária

- Para realizar reformas, no entanto, o consórcio vai precisar da aprovação de engenheiros do governo do Rio de Janeiro.

Carrossel_MARACANA_360º (Foto: Infoesporte) 
Maracan㺠(Foto: Infoesporte)
- Desde que autorizado pelo governo do Rio de Janeiro, a consórcio terá o direito de explorar economicamente a propriedade intelectual do Maracanã e licenciar a mesma para uso de terceiros

- O governo do Rio de Janeiro, por sua vez, permanecerá titular dos direitos intelectuais do Maracanã

- A concessionária deverá buscar o aprimoramento contínuo de seu serviço, segundo técnicas e tecnologia que se façam disponíveis em bases comercialmente viáveis,

- A titularidade sobre os 82 assentos que compõe a Tribuna de Honra do Maracanã permanecerá sendo do governo do Rio de Janeiro. Por sua vez, o consórcio terá de ceder 82 vagas no estacionamento para o governo

Marcelo Moreno veste a camisa do Flamengo: 'A responsabilidade é grande'



Confirmado pelo Flamengo nessa quinta-feira após longa negociação, Marcelo Moreno vestiu a camisa rubro-negra pela primeira vez na manhã desta sexta-feira, em Pinheiral, onde já realizou o primeiro treino. Contratado por empréstimo até o fim de 2013, com possibilidade de compra em definitivo em outubro, o boliviano foi apresentado pelo diretor executivo Paulo Pelaipe e disse que chegou para abraçar o projeto da diretoria de levar o Rubro-Negro aos títulos e à Libertadores.

- Graças a Deus tive passagens importantes por todos os clubes em que estive. Ajudei, contribuí com gols e venho para isso. Para tentar ajudar, me entrosar o mais rápido possível. Já fui muito bem recebido, fiz meu primeiro treinamento, e espero que tudo possa sair da melhor maneira possível. Esse é meu sonho. Sou mais um dos reforços que querem ajudar o Flamengo, levar o clube para a Libertadores e ganhar títulos. Estou abraçando o projeto que a diretoria me passou - disse o jogador em sua primeira entrevista como jogador do Flamengo.

marcelo moreno flamengo apresentação (Foto: Cahe Mota) 
Marcelo Moreno é apresentado e veste a camisa do Fla pela primeira vez (Foto: Cahê Mota)

E Moreno tem planos a longo prazo com a camisa do Fla. O atacante diz que seu objetivo é prorrogar o contrato e permanecer no time carioca por "três, quatro anos":

- Minha intenção é essa. Estar aqui é um sonho. É o time que está abrindo as portas para demonstrar meu futebol. Tomara que dê tudo certo. O destino, o futuro a Deus pertence. Tomara que eu consiga um contrato de três, quatro anos e continue no Flamengo.

O jogador diz estar ciente da pressão que é defender as cores do Rubro-Negro, mas promete estar sempre bem para corresponder às expectativas.

- A responsabilidade é grande. É a maior torcida do Brasil. Sei do peso de vestir essa camisa. Ninguém joga sozinho. Temos um bom elenco. Juntos vamos levar o Flamengo aos seus objetivos. Todo mundo fala muito bem daqui do Rio. Espero receber o mesmo carinho, que eu possa me adaptar bem. Tenho que estar sempre bem para estar à altura do que esperam.

Pai é "tipo um torcedor"

O atacante comentou a declaração do seu pai, Mauro Martins, que, em fevereiro, afirmou que o Flamengo era uma "equipe fracassada", quando foi revelado o interesse do Rubro-Negro no atacante. Marcelo Moreno pediu para a torcida não confundir seu desejo de defender o novo clube com a frase do pai.

- Temos que separar um pouco. Se quiserem saber alguma notícia, eu estou aqui para esclarecer, para responder e saber onde eu quero jogar. Em momento algum, vocês ouviram da minha parte eu falar a respeito dos times que meu pai citou. Ele é tipo um torcedor. Não tem que confundir isso.


marcelo moreno flamengo apresentação (Foto: Cahe Mota) 
Marcelo chega fazendo planos a longo prazo com a camisa do Flamengo (Foto: Cahê Mota)

O acordo entre Flamengo, Grêmio e Marcelo Moreno já estava praticamente decretado desde o início da semana passada. Detalhes burocráticos, como a redação do contrato, e, principalmente, a solução de uma dívida do clube gaúcho com o jogador, adiaram a confirmação do negócio. O atacante é o quinto reforço do time carioca para o Brasileirão e o primeiro com destaque a nível nacional. Diego Silva e Paulinho, vindos do XV de Piracicaba, Bruninho, ex-Atlético Sorocaba, e Val, que estava no Mogi Mirim, foram os primeiros e são consideradas apostas após campanhas destacadas no Campeonato Paulista.

Marcelo Moreno não entra em campo pelo Grêmio desde 24 de fevereiro, na derrota por 2 a 1 para o Inter. Ele teve problemas com o técnico Vanderlei Luxemburgo. Na temporada passada, foi o artilheiro da equipe, com 22 gols marcados. As chegadas de nomes como Barcos e Vargas, para a disputa da Libertadores, no entanto, o fizeram perder espaço.

- Com a chegada de jogadores importantes a nível internacional, tirou o meu espaço. Foi uma opção do Luxemburgo e em todo momento respeitei - afirmou o atacante.

Além de Moreno, o clube fechou com o zagueiro Roger Carvalho, do Bologna-ITA, sexto reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro.



Marcelo Moreno sua a camisa e treina sozinho antes de apresentação oficial


Marcelo Moreno já começou a suar a camisa pelo Flamengo. Com o elenco todo liberado do treinamento na manhã desta sexta-feira, o boliviano realizou seu primeiro trabalho pelo novo clube sozinho, no campo principal do CT João Havelange, em Pinheiral, acompanhado pela comissão técnica. Sem jogar desde o dia 24 de fevereiro, o atacante realizou atividades físicas, que incluíam um trabalho de finalização, sob os olhares de Jorginho e Aílton.

marcelo moreno flamengo treino (Foto: Fabio Castro/Agif/Agência Estado) 
Marcelo Moreno realiza primeiro treino pelo Flamengo em Pinheiral (Foto: Fabio Castro/Agif/Agência Estado)
 
Contratado por empréstimo até o fim de 2013, Marcelo Moreno será apresentado oficialmente à imprensa após o treinamento. O jogador, que desembarcou em Pinheiral por volta das 20h (de Brasília) já com contrato assinado, demonstrou rápido entrosamento com os novos companheiros e participou de animados bate-papos na sala de jantar do alojamento onde o grupo está hospedado.

marcelo moreno flamengo treino (Foto: Cahê Mota ) 
Moreno se juntou ao grupo em Pinheiral na noite dessa quinta-feira (Foto: Cahê Mota )
 
 

Nova camisa do Flamengo já está disponível em pré-venda


Pré-venda camisa Flamengo Adidas (Foto: Reprodução)
O Flamengo oficializou na quinta-feira a parceria com seu fornecedor de material esportivo, a Adidas. A nova camisa só deve ser utilizada pelo time profissional na abertura do Campeonato Brasileiro, dia 26 de maio, contra o Santos, mas o torcedor já pode encomendar seu novo manto. Já está disponível a pré-venda da nova camisa, que ainda não teve a imagem completa divulgada. Por enquanto, como aperitivo, apenas o detalhe do escudo já é conhecido, como pode-se ver na foto.

O preço do novo manto será de R$ 199,90. Ele encontra-se em pré-venda na Loja GLOBOESPORTE.COM. Para garantir o seu, basta clicar aqui, preencher seus dados cadastrais, optar pela melhor forma de pagamento e aguardar o recebimento no endereço apontado no ato da compra.






Cria do ‘mercado emergente’, Elias aposta em sucesso de reforços do Flamengo


Elias flamengo treino (Foto: Ivo Gonzalez / Agência O Globo)
A diretoria do Flamengo já citou mais de uma vez o exemplo de Paulinho, no Corinthians, para justificar as apostas em jogadores desconhecidos e vindos do chamado “mercado emergente” para o Brasileirão. No próprio elenco rubro-negro, porém, está uma das primeiras apostas do Timão para reviravolta e início da filosofia que culminou com o título mundial: Elias. Contratado da Ponte Preta, o volante chegou ao Parque São Jorge sem muito destaque e acabou na seleção brasileira. Agora, espera pavimentar o caminho para que Diego Silva, Paulinho, Bruninho e Val, todos que se destacaram no Paulistão, vinguem na Gávea.

Citando a própria história, além de ex-companheiros como Jucilei e Ralf – ambos também com passagem pela Seleção -, Elias lembrou que é necessário um período de adaptação e prometeu apoio irrestrito aos novos companheiros.

- Fiz um Paulista bom, por isso o Corinthians me contratou. Eles também, por isso o Flamengo está contratando. Tudo é tempo para mostrar o futebol, espero que eles consigam sucesso.  Me adaptei bem ao Corinthians e lembro que também foi o caso do Jucilei, do Ralf... Vai muito de cada um. O treinador tem que dar um tempo de adaptação e nós temos que passar confiança e tranquilidade para mostrarem o futebol que os trouxe aqui.

Durante a apresentação oficial, o volante Diego Silva, ex-XV de Piracicaba, disse que o próprio Elias era seu maior ídolo. Orgulhoso pelas palavras do jovem de 24 anos, o camisa 8 lembrou um diálogo que teve com Paulinho, no Corinthians.

- Não sabia e fico feliz. Vou procurar conversar e passar tudo que aprendi. Não para que seja igual a mim, mas melhor que eu. Foi o que falei com o Paulinho quando ele chegou ao Corinthians. Oportunidade eles vão ter, basta agarrá-la.

Elias não acredita que a pressão por jogar em um dos maiores clubes do Brasil afetará o desempenho do quarteto.

- Nós já estamos acostumados com a pressão no clube. Cheguei em janeiro, mas já estou acostumado. Vamos passar tranquilidade para eles, confiança, para que possa partir deles a vontade de ganhar e aparecer no futebol. Isso que eu tinha na época do Corinthians e vou passar para eles.

Além de Diego Silva, Paulinho, Bruninho e Val, o Flamengo acertou a contratação do zagueiro Roger Carvalho e do atacante Marcelo Moreno, que já são mais experientes.




quinta-feira, 9 de maio de 2013

São José arrasa Brasília e enfrenta o Flamengo nas semifinais

São José basquete comemoração Brasília NBB (Foto: Brito Júnior / Divulgação)Acabou a hegemonia de Brasília. Depois de quatro temporadas consecutivas, pela primeira vez desde 2008, quando o NBB foi criado, o time do Distrito Federal não vai estar na final da competição. Em noite irreconhecível, o atual tricampeão não viu a cor da bola e foi dominado pelo São José nesta quinta-feira, no Ginásio Nilson Nelson, na capital federal. Apoiada por um pequeno grupo de torcedores que enfrentou 17 horas de viagem para empurrar sua equipe e liderada em quadra pelo americano Laws, o vice-campeão do ano passado venceu por 98 a 81 e fechou a série melhor de cinco jogos das quartas de final por 3 a 2. O gringo desequilibrou em quadra,  com 29 pontos, seis assistências, quatro rebotes, duas roubadas de bola e um toco,

Nas semifinais, São José terá pela frente o Flamengo, time que eliminou o Paulistano nas quartas e dono da melhor campanha da competição. O jogo 1 está marcado para a próxima terça-feira, dia 14, às 19h, em São José dos Campos.

Além de Laws, dono do jogo, o ala/pivô Jefferson, com 21 pontos, seis rebotes e quatro bolas roubadas; Murilo, com 17 pontos e 10 rebotes, e Fúlvio, com 13 pontos e seis assistências também foram fundamentais na vitória do time paulista. Pelo lado dos donos da casa, Nezinho, com 16; Guilherme Giovannoni, com 13; e Alex, com 12, foram os maiores pontuadores. 

Um dos destaques da partida, o pivô Murilo fez questão de agradecer o sacrifício dos  torcedores paulistas que foram a Brasília

- Brasília é um time muito forte e venceu praticamente todos os campeonatos que disputou. Mas nós tivemos brio e determinação dentro de quadra para superá-los. Não podemos deixar de agradecer o nosso torcedor que encarou uma longa viagem para nos apoiar nessa grande vitória - elogiou Murilo.

Nezinho reconheceu o desempenho abaixo do normal dos donos da casa em toda a série e reconheceu a superioridade dos visitantes.

- Tivemos uma série complicada, enquanto eles jogaram muito bem em casa e nesta quinta partida aqui em Brasília. É um gosto ruim, pois desde 2006 estamos cheganado em todas as finais. Mas eles jogadram com sabedoria, foram superiores e mereceram a classificação - afirmou o armador.

Confira as datas, horários e locais dos jogos

Flamengo x  São José

Jogo 1 - 14/05 às 19h São José dos Campos
Jogo 2 - 17/05 às 21h (Arena da Barra)
Jogo 3 - 19/05 às 20h (Arena da Barra)
Jogo 4 - 23/05 às 19h São José dos Campos
Jogo 5 - 25/05 às 21h45 (Arena da Barra)


Marcelo Moreno se junta ao elenco do Flamengo em Pinheiral



Marcelo Moreno já está em Pinheiral. O atacante se apresentou no CT João Havelange por volta das 20h (de Brasília) desta quinta-feira e teve o primeiro contato com os novos companheiros. Contratado por empréstimo até o fim de 2013, com possibilidade de compra em definitivo em outubro, o boliviano será apresentado oficialmente às 10h30m de sexta-feira.