Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 18 de maio de 2013

Mattheus resolve renovar com o Flamengo até 2016: 'Falta assinar'


Matheus, Flamengo x Fluminense Sub-20 (Foto: Raphael Bózeo)
A novela envolvendo o futuro do meia Mattheus teve seu desfecho na tarde deste sábado. A ida para o Juventus, da Itália, que parecia certa, não vai acontecer. Sem a apresentação de uma segunda proposta oficial por parte do clube de Turim, o garoto de 18 anos resolveu permanecer na Gávea e acertou sua renovação contratual até maio de 2016. O próprio jogador comentou sua situação e a descreveu como praticamente resolvida.

- Ainda não assinei, mas faltam pequenos detalhes. Pelos contratos que eu tinha visto, será de três anos. Eu sempre falei desde o início, quando o Juventus fez a proposta em janeiro, que eu só sairia do Flamengo se o clube fosse ressarcido e os dois clubes entrassem em acordo. Isso acabou não acontecendo. Jamais sairia do Flamengo sem a concordância do clube - declarou o jovem.

Vantuil Gonçalves, empresário do jogador, confirmou que a duração do contrato será de três anos e informou ainda que o negócio será oficializado na próxima semana.

- Acabamos de fechar as bases dele por três anos. Ainda resta assinar, mas as bases estão sacramentadas – declarou Vantuil.

Na noite da última quinta-feira, os empresários do atleta se reuniram na casa de Bebeto, pai de Mattheus, e avaliaram que não valia a pena esperar a resposta do clube de Turim, que se arrastava para acontecer com o intuito de forçar o meia a se desvincular do Flamengo sem nenhum tipo de ônus para os italianos – a partir de junho o jogador já poderia assinar um pré-contrato com qualquer equipe.

Sem atuar neste ano e treinando em separado do grupo, todos avaliaram que este era o momento de o meia ter a oportunidade de mostrar seu futebol. Ao final da reunião, seus representantes entraram em contato com a diretoria Rubro-Negra e acenaram com o sinal verde para a prorrogação do vínculo. Na tarde deste sábado, as bases foram acertadas, restando apenas a assinatura.

- Mattheus nunca escondeu seu desejo de ir para o Juventus, mas sempre deixou claro que queria sair em comum acordo com o Flamengo. Já que o Juventus não enviou um novo contrato, então, decidimos que era a hora de renovar – acrescentou Vantuil.

O empresário do atleta explicou o motivo do início do imbróglio que se arrastou por mais de cinco meses.

- A verdade toda que tem que ser explicada é: chegou uma proposta oficial em janeiro para o Mattheus, mas, infelizmente, como a diretoria estava acabando de entrar, não deu tempo para ela aceitar a proposta e liberar o jogador. Daí, o Flamengo impôs algumas condições novas em contrato e a diretoria do Juventus não enviou outra proposta. Eles iam dizendo para ficarmos tranquilos, que iriam enviar, mas isso nunca se concretizou. Toda semana eles ligavam, mas não chegava o pré-contrato. Agora, resolvemos renovar – contou Vantuil.

Mattheus passará a receber cerca de R$ 20 mil por mês com uma multa rescisória que gira por volta de R$ 130 milhões. O planejamento para o meia é parecido com o de outras promessas do time que tiveram seus contratos renovados nesta temporada, casos do atacante Rafinha, que estendeu seu vínculo por cinco anos, Rodolfo (quatro) e Adryan (três). Todos eles ganharam aumento salarial, e a multa rescisória para clubes do exterior foi estabelecida no mesmo valor.


Flamengo 1 x 0 Flu / Campeonato Carioca de Juniores - Final


                  Ficha ténica

Data: 18/05/2013                                               

Local: Moça Bonita

Hora:15h


Cartões amarelo: Recife, Fernandinho, Felipe Dias (Fla)   Wallace(Flu)

Cartão vermelho: Lohan(Fla) , Magdiel(Flu)

Gol: Fernandinho

Flamengo: Luan, Digão, Fernando, Samir e Felipe Dias; Vitor Hugo(Lohan), Recife, Fernandinho(Romário), Renan Donizete e Thomás(Douglas Baggio); Igor Sartori.
Técnico: Cleber dos Santos.


Fluminense: Matheus Phillipe, Wallace, Marcelo, Ighort(Wesley) e Fernando; Willian, Bonilha, Robert( Magdiel), Eduardo e Mateus Régis( João Cleriston.); Denilson.
Técnico: Edevaldo Freitas.

                              Flu bicampeão carioca 

‘Minha seleção é vermelha e preta’, diz Felipe, fora da lista de Felipão

reino,reo é desaque e faz único
gol do empate dos reservas
 
sempre 
flamengo (Ivo Gonzalez / Agência O Globo)A lista dos 23 jogadores convocados por Felipão, divulgada na última terça-feira, para a disputa da Copa das Confederações, não trazia o nome de Felipe no gol. A ausência entre os chamados não chegou a desanimar o goleiro que já esperava pela opção por Diego Cavalieri, do Fluminense, e Jefferson, do Botafogo. Aparentando tranquilidade com a situação, o camisa 1 rubro-negro garantiu que seu foco está no Flamengo e somente com seu desempenho pelo clube poderá mudar esse cenário.

- A gente sabe que os que foram convocados tiveram méritos, logo não tenho o que reclamar. O Brasil vive um momento muito bom de goleiros. Foram dois do Rio e isso é importante para o futebol carioca, pois mostra que não é só São Paulo que está forte. Agora, é continuar trabalhando. Falta um ano para a Copa e tudo pode acontecer. Mas, primeiramente, preciso fazer o meu papel aqui para aparecer uma oportunidade. Se não aparecer, é continuar trabalhando e dar o meu melhor aqui no clube. Minha seleção veste vermelho e preto (risos) – declarou o arqueiro.

E para se destacar aos olhos do técnico da Seleção Brasileira, o goleiro sabe que é preciso estar bem, principalmente em um time que esteja disputando títulos. A desconfiança e a preocupação do torcedor, especialmente pelas contratações de jogadores emergentes e sem renome, não são refletidas no semblante e nem nas palavras do atleta.

- Se chegaram até aqui, eles têm condições. A gente sabe que o torcedor queria a chegada de jogadores mundialmente famosos, mas tem que ter um pouco mais de paciência que as coisas estão melhorando. São jogadores desconhecidos, mas de qualidade e que vão dar um retorno. Nesse ano, esse grupo vai dar o que falar ainda - garantiu Felipe.

A postura da diretoria em equacionar as contas ao invés de investir em contratações milionárias também ganhou eco no arqueiro rubro-negro, que aproveitou para dar uma “cornetada” em administrações passadas.

- Ano é de mudança, principalmente fora de campo. Quando as coisas correm certo fora, correm certo, também, dentro. O pensamento da diretoria é sanar as dívidas. Isso ajuda os atletas. Você pode fazer o melhor porque sabe que a diretoria vai fazer a parte dela. Já houve experiência de Flamengo de onze anos atrás ter jogadores de Seleção e não ganhar nada. A única coisa que ganhou foi mais dívidas e mais problemas - opinou.


Sub-20: Rafinha dá apoio ao time e diz acreditar no título do Carioca


O atacante Rafinha afirmou que ainda acredita no título carioca de juniores, na tarde deste sábado, às 15h, em Moça Bonita. Mesmo com um revés de três gols de diferença para ser tirado pelos rubro-negros, o garoto de 19 anos vê poder nos seus ex-companheiros para superar as adversidades.

- O possível, a gente faz. O impossível, deixa para Deus. Vamos que vamos, Mengão. Eu acredito – escreveu o atacante em seu Twitter.


Rafinha twitter Flamengo (Foto: Reprodução / Twitter) 
Rafinha acredita e muito na conquista do Campeonato Carioca Sub-20 (Foto: Reprodução / Twitter)

Ao ser questionado se irá acompanhar os amigos no local, o camisa 11 confirmou.

- Sim, mano – completou o jogador.

Mesmo com idade para atuar na partida, o atleta ficará só na arquibancada, já que é titular do time principal e se prepara para a estreia do Campeonato Brasileiro, no outro domingo, dia 26, diante do Santos, em Brasília.

Flamengo e Fluminense realizam a segunda partida da final do estadual da categoria. Por ter vencido o jogo inicial por 3 a 0, o Tricolor pode perder por até dois gols de diferença para erguer o troféu. Em caso de vitória rubro-negra com três gols de vantagem, a decisão vai para os pênaltis. Se ganhar por quatro ou mais, fica com o caneco.


Titulares acompanham jogo-treino dos reservas do Fla



Enquanto os reservas do Flamengo realizavam um jogo-treino no campo 5 do Ninho do Urubu, que teve o atacante Marcelo Moreno como destaque, os titulares faziam uma atividade física no gramado ao lado. Durante a pausa para a água, eles observavam o desempenho dos companheiros entre análises e risadas. Após três minutos de descanso, voltaram ao trabalho debaixo da chuva que caía, naquele momento, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

jogadores treino Flamengo (Foto: Fabio Leme) 
Titulares assistem a treino dos reservas em pausa de atividade física (Foto: Fabio Leme)
 

Com gol de Moreno, reservas do Fla empatam jogo-treino

Em seu primeiro jogo-treino com a camisa do Flamengo, o atacante Marcelo Moreno mostrou que pode ser útil para o time de Jorginho. Atuando os 90 minutos diante do Audax, no empate por 1 a 1, no campo 5 do Ninho do Urubu, na manhã deste sábado, o jogador foi o destaque da atividade ao demonstrar boa movimentação, disposição e muitos chutes, incluindo um na trave.

Aos 25 minutos da segunda parte, acabou sendo premiado com um belo gol ao receber, dentro da área, pelo lado esquerdo de ataque, ameaçar chutar duas vezes, deixar dois zagueiros no chão e finalizar no contrapé do goleiro. Após o tento, o brasileiro naturalizado boliviano abriu um largo sorriso e foi abraçado pelos companheiros. Carlos Eduardo foi outro medalhão que esteve em campo. O meia-atacante apresentou bom desempenho e desenvoltura nos primeiros 20 minutos, mas depois caiu de produção.

Marcelo Moreno treino Flamengo (Foto: Fabio Leme) 
Marcelo Moreno teve bom desempenho em seu primeiro jogo-treino (Foto: Fabio Leme)

Das novas contratações, Paulinho foi improvisado como lateral-direito e mostrou qualidade tanto na frente, como no sistema defensivo, mesmo não sendo sua posição real. Já Diego Silva atuou fazendo a proteção da zaga ao lado de Luiz Antônio tendo um desempenho discreto. Uma saída de bola errada do volante, ainda no primeiro tempo, obrigou Wallace a cometer pênalti, não marcado pelo auxiliar técnico Aílton.

Na segunda etapa, debaixo de chuva, Val entrou no lugar de Frauches compondo a zaga, inicialmente, com Wallace, depois sendo adiantado trocando de posição com Diego Silva, e Bruninho no lugar de Carlos Eduardo. A atuação da dupla foi discreta, principalmente a do atacante, que não teve muito tempo para aparecer.

Carlos Eduardo e Adryan treino Flamengo (Foto: Fabio Leme) 
Carlos Eduardo também disputou o jogo-treino contra o Audax (Foto: Fabio Leme)

Flamengo e Audax se reencontraram 48 dias depois da partida do Carioca que, praticamente, eliminou o Rubro-Negro. Naquela ocasião, a derrota por 2 a 1 culminou com os afastamentos de Alex Silva e Ibson, que não voltaram a vestir o manto, principalmente por causa dos protestos dos torcedores contra o zagueiro e do alto salário do apoiador que está sendo negociado com o Corinthians.

O time de Jorginho treinou com a seguinte formação: Paulo Victor, Paulinho, Wallace, Frauches (Val) e João Paulo; Diego Silva, Luiz Antônio, Nixon (Rodolfo), Carlos Eduardo (Bruninho) e Adryan; Marcelo Moreno. Os titulares trabalharam apenas a parte física no campo ao lado.


Na base do Fla, Sartori lembra amizade com revelações do Barça


Igor Sartori, com o Rafinha Alcântara e o Thiago Alcântara arquivo (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)
Igor Sartori é um dos principais jogadores do time de juniores do Flamengo. Aos 20 anos, ele já disputou alguns jogos pelo time profissional e tenta se firmar na equipe. Além do desejo de se consagrar pelo Rubro-Negro, o atacante alimenta o sonho de atuar ao lado de dois amigos de infância, que hoje defendem o Barcelona. Rafinha Alcântara, também de 20 anos, e Thiago Alcântara, de 22, começaram a carreira juntos com Sartori, na escolinha do ex-zagueiro Gonçalves, e esperam, um dia, novamente atuar lado a lado.

- Tenho certeza de que eles farão muito sucesso em suas carreiras. Sempre que possível, nos encontramos aqui no Brasil e não desistimos de jogar juntos algum dia. Renovei recentemente meu contrato com o Flamengo e tenho o objetivo de permanecer muito tempo aqui e fazer história com essa camisa. Quem sabe eles também não venham para cá algum dia? Seria maravilhoso poder atuar ao lado deles aqui no Flamengo - disse Sartori.

A amizade veio através dos pais. Sartori é filho do ex-atacante Alcindo, que defendeu Flamengo, Fluminense, São Paulo e Grêmio. Já os irmãos Alcântara são filhos do ex-volante Mazinho, campeão do mundo pela seleção brasileira em 1994. Apesar de o pai ter feito carreira no Vasco, Rafinha e Thiago são torcedores do Flamengo. O laço ficou e, sempre que a dupla está de folga no Barcelona e vem ao Rio de Janeiro, todos se encontram.


Sartori, Rafinha e Thiago Alcântara são amigos desde novos (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)


Igor Sartori, com o Rafinha Alcântara e o Thiago Alcântara arquivo (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)
- Thiago e o Rafael são grandes amigos que a vida me proporcionou. Nossos pais se conhecem há muito tempo e comecei minha vida no futebol jogando ao lado dos dois na escolinha de futebol do Gonçalves. Tínhamos o sonho de um dia nos tornarmos jogadores profissionais e seguir nossa carreira juntos. Mas acabamos seguindo caminhos diferentes. Além de serem pessoas com coração enorme e muito humildes, Thiago e Rafael são jogadores de extrema qualidade.

Em seleções, os três não poderão jogar juntos, uma vez que Thiago optou por defender as cores da Espanha e é figura constante nas listas do técnico Vicente del Bosque. Já Rafinha escolheu a seleção brasileira e foi convocado para as divisões de base.

Em busca da virada

Sartori é titular do sub-20 do Flamengo que está na final do Carioca contra o Fluminense. No primeiro jogo, no último sábado, o Rubro-Negro perdeu por 3 a 0, em Moça Bonita. Neste sábado, às 15h, em Moça Bonita, o time da Gávea tenta reverter a desvantagem. Para Sartori, o Flamengo ainda tem chance de ser campeão.

- Não fizemos um bom jogo, mas ainda temos chances de sermos campeões. Vamos conversar para acertar os erros e buscar essa conquista.


Igor Sartori, com o Rafinha Alcântara e o Thiago Alcântara arquivo (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal) 
Igor Sartori, com o Rafinha Alcântara e o Thiago Alcântara (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)

Pelaipe veta participação do Flamengo em torneio amistoso em Belém


Está confirmado! O Flamengo não vai participar do torneio, que, além do Mengão, contaria com a presença da coisa maldita, ''vasco'', Remo e Paysandu. A competição ocorreria durante a Copa das Confederações, quando o calendário do futebol brasileiro terá uma pausa, em Belém (PA), nos dias 13 e 15 de junho.

– Não chegamos a um acordo com o empresário do evento e, além disso, não seria vantajoso para nós pela questão de logística. Pretendemos fazer um período de treinamentos durante a Copa das Confederações – confirmou Paulo Pelaipe, diretor executivo de futebol do clube da Gávea.

No início desta semana, René Simões, dirigente do clube de São Januário, havia confirmado a participação de vasco e Flamengo. Porém, após a negativa do Rubro-Negro, a diretoria do Cruz-Maltino não garante mais que o torneio irá ocorrer, contando com a simples substituição do Fla por outro clube.


Rafinha espera fazer mais gols e promete ajuda a Marcelo Moreno


Rafinha flamengo gol remo (Foto: Igor Mota / Futura Press)
Rafinha tem 19 jogos pelo Flamengo. Todos disputados nesta temporada, a primeira dele como profissional do clube. Até aqui, marcou três gols. A média é baixa para um atacante, apenas 0,15 por partida. Não é nada que o preocupe, mas o jogador reconhece que anda com saudade de marcar.

- Ficar sem fazer gols incomoda qualquer atacante, mesmo eu, que jogo mais pelas pontas ajudando o centroavante. Minha função é mais de servir, mas também apareci no Flamengo por fazer gols importantes.

O primeiro gol de Rafinha como profissional do Flamengo foi logo num clássico, na vitória por 4 a 2 sobre o vasco, pela Taça Guanabara. Naquele jogo, o camisa 7 rubro-negro superou vários marcadores do rival, inclusive, humilhou Dedé, que hoje está no Cruzeiro.

Rafinha também marcou contra o Friburguense, na Taça Guanabara, na vitória por 4 a 0. Depois de ficar sete jogos em branco, foi decisivo contra o Remo, em 3 de abril, na vitória por 1 a 0 pela primeira fase da Copa do Brasil. Depois daquela partida, o atacante jogou contra Duque de Caxias, Fluminense, Remo e duas vezes contra o Campinense-PB.

A próxima chance de Rafinha marcar será contra o Santos, dia 26, na primeira rodada do Brasileirão. A partida será no estádio Mané Garrincha, em Brasília, com mando de campo do clube paulista. Nesta partida, é possível que o garoto tenha um novo parceiro. Marcelo Moreno, recém-chegado, pode estrear contra o Peixe. Rafinha, que nesta temporada tem se entendido bem com Hernane, espera ajudar o boliviano.

- Assim como o Hernane, ele tem qualidade, e vou fazer o máximo para ajudá-lo a ser artilheiro – disse.



Entre melhores do Carioca, Everton Silva avisa: 'É hora de voltar ao Flamengo'


Everton Silva jogo Boavista Fluminense (Foto: Agência Estado)
O Flamengo está desde o início do ano sem um reserva no elenco para Léo Moura. Nesta sexta, o clube ficou perto de oficializar o acerto com o argentino Adrián Martínez, 21 anos, que defende o Olimpo, clube da Segundona no país vizinho. Entretanto, uma outra solução pode estar dentro de casa. Everton Silva, que tem contrato com o Rubro-Negro até dezembro de 2013 e está emprestado ao Boavista até o fim de maio, concorre com o próprio Léo Moura e com Lucas, do Botafogo, ao prêmio de melhor lateral-direito do Campeonato Carioca de 2013. Após passar por Ponte Preta, Duque de Caxias, ABC, CRB e Boavista, todos por empréstimo, Everton acredita que chegou a hora de voltar ao Flamengo, onde foi campeão carioca e brasileiro em 2009.

- Fiquei muito feliz com a indicação para essa seleção e vou ser bem sincero: meu sonho é voltar a vestir aquela camisa. O tempo que passei no Flamengo foi só de títulos e vitórias. Ganhamos o Brasileiro, o Carioca e deixamos de vencer uma Copa do Brasil porque tomamos um gol do Andrezinho no último minuto contra o Inter. Tínhamos um timaço com Adriano, o Sheik, o Léo...O Flamengo me deu tudo e sempre joguei com muita honra. A torcida conhece meu futebol e nunca me vaiou. E se depender de mim é a hora de voltar ao Flamengo, e Deus vai me dar essa oportunidade.

Aos 24 anos, Everton Silva acredita que adquiriu experiência pelos clubes nos quais passou após deixar o Rubro-Negro, em 2010. Além disso, ele lembrou do apoio que recebeu do companheiro a antigo concorrente pela posição, Léo Moura, quando ainda defendia o clube. Dentro os conselhos, a confiança de que herdaria a camisa 2 após a aposentadoria do atual titular da posição.

Everton Silva Flamengo 2009 (Foto: Agência Vipcomm)- Eu me sinto um cara bem maduro para voltar a vestir a camisa do Flamengo e dar muitas alegrias à Nação. Todos sabem que o Léo já está com uma certa idade e daqui a pouco está parando. Sempre que conversava com ele, me dizia que eu tinha condições e que eu iria assumir a camisa 2 quando ele parasse. Acredito que agora é o momento certo para retornar ao clube.

Em 2009, Everton Silva viveu a melhor fase, quando virou titular da lateral. O técnico Cuca, na época, deslocou Léo Moura para o meio de campo e utilizava os dois pelo lado direito do campo. Ele estava emprestado junto ao Friburguense e as boas apresentações o fizeram ser comprado pelo Rubro-Negro. O contrato firmado foi de quatro anos, e se encerra em dezembro. Nos próximos dias, ele terá de se reapresentar ao Flamengo e vai esperar para saber se ficará ou não.

- Eu vi umas matérias dizendo que o Flamengo está precisando de um lateral e como acaba o empréstimo com o Boavista, sou obrigado a me apresentar. Acho que será dia 28 de maio que tenho que ir lá no clube. Estou ansioso para ver o que vai acontecer - finalizou o lateral.

 Everton Silva foi campeão brasileiro pelo Flamengo, em 2009 (Foto: Agência Vipcomm)

Benite desperta, Caio Torres domina garrafão, e Fla dá o troco no São José



Basquete NBB - Flamengo x São José Benite (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
As estatísticas da partida apontavam um mísero ponto para Vitor Benite ao fim do segundo quarto do duelo entre Flamengo e São José. O camisa 8 rubro-negro, porém, guardou o melhor para os dois últimos períodos. Com atuação de gala do ala-armador na segunda metade do jogo 2, o time carioca despachou o paulista por 100 a 84, na Arena da Barra, diante de sua eufórica torcida. Caio Torres, eficiente o tempo todo, também teve papel importante. Foi o cestinha com 23 pontos e pegou sete rebotes. Benite terminou com dois pontos a menos.

- A nossa equipe tem muitos jogadores de qualidade e nós respeitamos o momento do outro. No segundo tempo, acabou sendo eu. Espero que possa ajudar dessa forma mais vezes - disse o camisa 8 ao SporTV.

Antes de o cronômetro zerar, gritos de "olé" e "chocolate" já ecoavam da arquibancada, que recebeu 4.500 torcedores. O jogo 3 da série semifinal do NBB está marcado para este domingo, às 20h, novamente na Arena da Barra. Na próxima quinta-feira, dia 23, o confronto volta para o interior paulista e pode classificar o vencedor de domingo para a final.

Pelo São José, Fúlvio foi o destaque, com 20 pontos e seis rebotes.

- Não tenho dúvidas de que jogamos mal. A nossa defesa falhou muito, perdemos do início ao fim. O Flamengo foi superior e mereceu a vitória. Agora, basta estudar mais a equipe deles, vir com os pés no chão e mostrar desempenho e atitude que faltaram hoje - avaliou.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Flamengo vence São josé





Fim de jogo  -    Mengão empata a série     

Flamengo 100  x  84  São José

19/05 (domingo) - Flamengo x São José - Rio de Janeiro (RJ), às 20h

Um mês após cirurgia, Cáceres faz exercícios para voltar aos treinos


caceres flamengo musculação (Foto: Alexandre Vidal / FlaImagem)
Pouco mais de um mês depois de passar por uma artroscopia no quadril, Victor Cáceres avança na recuperação. Na última segunda-feira, o volante do Flamengo deixou de usar muletas e entrou na fase de exercícios na academia. Ele faz um trabalho de fortalecimento muscular sob orientação de um fisioterapeuta. Operado em 11 de abril, Cáceres deve se recuperar por pelo menos mais 20 dias até voltar aos treinos. Esta era a previsão inicial do chefe do departamento médico rubro-negro, José Luiz Runco, na épova da intervenção.

Runco está em um congresso no Canadá e no retorno ao Rio, no início da próxima semana, vai reavaliar o paraguaio junto com Marcos Corrêa, especialista em quadril. A evolução de Cáceres é considerada satisfatória.

- Cáceres está na fisioterapia e está muito bem. Alguns movimentos ele ainda não pode fazer, mas acredito que em mais duas semanas podemos intensificar o trabalho dele. Runco e o doutor Marcos Corrêa farão uma avaliação e poderão determinar o prazo de retorno – explicou o médico do Flamengo Marcelo Soares.

Quando voltar, Cáceres terá mais concorrentes na disputa por um lugar no time. Além de Amaral, Luiz Antonio e Elias, chegaram ao clube Diego Silva e Val, que se destacaram no último Campeonato Paulista.


Alvo do Corinthians, Ibson fica perto de acordo para deixar o Flamengo


A saída de Ibson do Flamengo depende apenas de detalhes jurídicos. As conversas entre o empresário do volante, Eduardo Uram, e a diretoria do Flamengo para a saída do jogador evoluíram muito nesta sexta-feira. No início da próxima semana, os advogados do clube e do jogador vão finalizar a parte burocrática e encerrar o vínculo, que iria até dezembro de 2015. Sendo assim, Ibson ficará livre para negociar a transferência para outra equipe, e o Corinthians é o destino provável.  

- Imperou a boa vontade mútua. Apesar de um desgaste na relação, está havendo um empenho de ambas as partes no sentido de um acordo consensual – disse Eduardo Uram.

Ibson tem uma oferta atrativa do Corinthians e tão logo resolva sua liberação definitiva do clube passará para a fase de acerto com o atual campeão mundial. Há outros dois clubes interessados, mas os paulistas têm a preferência para contar com o futebol do jogador.

Desde que ficou fora dos planos do técnico Jorginho e da diretoria, o volante, de 29 anos, ficou à margem do elenco principal. O acerto para a rescisão envolve uma dívida que se aproxima de R$ 2 milhões referente a oito meses de direitos de imagem atrasados.

Flamengo entra em quadra com camisa alusiva ao basquete do clube

Mais do que nunca, o Flamengo precisa do apoio de sua torcida para empatar a série semifinal do Novo Basquete Brasil. Após perder o primeiro jogo diante do São José, fora de casa, os rubro-negros voltam à quadra nesta sexta-feira, a partir das 21 horas, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo do Sportv. O GLOBOESPORTE.COM transmite em tempo real.

Camisa comemorativa do basquete do Flamengo (Foto: Divulgação/Flamengo) 
Olivinha, o técnico José Neto e o ala Marcelinho posam com o lançamento (Foto: Divulgação/Flamengo)
 
E para a partida, a torcida que for até o ginásio poderá adquirir um novo lançamento do clube. Pelo preço de R$ 49,90, o Flamengo lançou suas camisas comemorativas do basquete, que serão usadas pelos jogadores na entrada em quadra nesta sexta-feira e já estarão à venda.

A campanha foi abraçada pelo pivô Olivinha, o ala Marcelinho, que ainda não voltou ao time, e o técnico José Neto, que posaram com o lançamento na Arena da Barra.


Flamengo enfrenta o Audax em jogo-treino neste sábado


O técnico Jorginho vai testar o time do Flamengo em um jogo-treino na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu. Os jogadores rubro-negros vão enfrentar o Audax Rio, da Primeira Divisão do Carioca. A atividade está marcada para 9h.

No estadual, Flamengo e Audax se enfrentaram pela quarta rodada da Taça Rio, e o Rubro-Negro foi derrotado por 2 a 1, em Moça Bonita.

O Flamengo se apronta para a estreia no Brasileirão, contra o Santos, dia 26, em Brasília. O mando de campo é do clube paulista.

Jovem argentino é o reforço do Flamengo para a lateral direita


Adrián Martínez treino Argentina Sub-20 (2011) (Foto: AFP)
A diretoria do Flamengo espera anunciar nos próximos dias a chegada de uma sombra para Léo Moura. A contratação do lateral-direito argentino Adrián Martinez, de 21 anos, está em fase final e deve fechar o ciclo de reforços do clube antes do início do Campeonato Brasileiro.

Martínez defende o Olimpo, que disputa a Segunda Divisão argentina e foi revelado nas categorias de base do San Lorenzo. O jogador tem os seus direitos econômicos ligados à Traffic e chegará por empréstimo de um ano. Como credencial, 35 partidas disputadas pela seleção sub-20 de seu país.


Acabou a novela: Cleber Santana é jogador do Avaí e volta à Ressacada



cleber santana avaí (Foto: Petra Mafalda / Mafalda Press / Futura Press)
Finalmente acabou a novela: Cleber Santana é jogador do Avaí. No final da tarde desta sexta-feira, o advogado do clube, Sandro Barreto, confirmou que o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, assinou o contrato de cessão do jogador ao clube catarinense. O profissional do Avaí está com o documento em mãos, assinado pelo mandatário do clube carioca, para o jogador assinar a sua parte.

- Estou com o contrato em mãos assinado pelo presidente do Flamengo em mãos, indo levar para o Cleber Santana - informou o advogado do Avaí.

Como já estava tudo acertado entre Cleber Santana e Avaí, a volta do jogador à Ressacada está finalizada. O meia jogou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2012 pelo Leão da Ilha. Mal aproveitado no Flamengo, o jogador manifestava a sua vontade de retornar ao clube de Florianópolis. O mesmo foi dito pelo presidente do Avaí, João Nilson Zunino, que acreditava no retorno do atleta.

O capitão e maior ídolo do Avaí no momento, Marquinhos também fez votos pela volta de Cleber Santana, com quem espera formar um meio-campo competitivo nesta Série B, que começa na próxima semana.


Flamengo está perto de acerto com meia paraguaio para a base



Diego Fabian (Foto: Divulgação)O Flamengo está perto de um acerto com o meia paraguaio Fábian Barreto. O jogador, que estava no Grêmio, tem 19 anos e chega para integrar o elenco das categorias de base do Rubro-Negro. Ele, inclusive, se apresentaria em junho, quando os jovens retornam de um período de férias.

Ele tinha contrato com o Tricolor gaúcho até julho, mas a diretoria decidiu liberá-lo antes pelo fato de não ter interesse em não renovar o contrato no meio do ano. O jogador é agenciado por Fabiano Carpegiani, filho do técnico Paulo Cesar Carpegiani.

Barreto chegou ao Tricolor gaúcho em 2008, após ser destaque na base do Cerro Porteño (PAR). Em Porto Alegre, trabalhou com Marco Biasotto, então coordenador das divisões de base do Grêmio e, atualmente, na mesma função no Flamengo. O atual diretor, homem de confiança do diretor executivo de futebol, Paulo Pelaipe, foi quem indicou o nome. 

Fabián foi titular do time do Grêmio na campanha da Copa São Paulo de Juniores deste ano, mas perdeu espaço na disputa do estadual gaúcho.



Ferj deixa a coisa maldita, ''vasco'', fora dos indicados à seleção do Campeonato Carioca


A Federação do Rio anunciou nesta sexta-feira que a seleção do Campeonato Carioca será conhecida na próxima segunda-feira. Foram indicados três atletas por posição para compor o time. Um detalhe chamou a atenção: a má campanha do vasco deixou o clube sem um representante sequer na briga pelos prêmios individuais. Também serão agraciados o artilheiro - Hernane, do Flamengo, com 12 gols -, o craque do estadual e o dono do Troféu Globolinha, entregue ao autor do gol mais bonito, em enquete promovida pelo GLOBOESPORTE.COM.





Confira abaixo os indicados para cada posição:


Goleiro: Diego Cavalieri (Fluminense), Getúlio Vargas (Bangu) e Jefferson (Botafogo)

Lateral-direito: Everton Silva (Boavista), Léo Moura (Flamengo) e Lucas (Botafogo)

Zagueiro Central: Bolívar (Botafogo), Fabiano Eller (Audax) e Gum (Fluminense)

Quarto Zagueiro: Dória (Botafogo), Leandro Euzébio (Fluminense) e Thiago Eleutério (Bangu)

Lateral-esquerdo: Carlinhos (Fluminense), João Paulo (Flamengo) e Julio Cesar (Botafogo)

Volante 1: Edinho (Fluminense), Gabriel (Botafogo) e Léo Silva (Resende)

Volante 2: Jean (Fluminense), Marcelo Mattos (Botafogo) e Thiaguinho (Boavista)

Meia Direita: Rodrigo Lindoso (Madureira), Seedorf (Botafogo) e Wagner (Fluminense)

Meia Esquerda: Lodeiro (Botafogo), Marcel (Resende) e Renato Abreu (Flamengo)

Atacante 1: Hernane (Flamengo), Rafael Sobis (Fluminense) e Tony (Boavista)

Atacante 2: Elias (Resende), Fred (Fluminense) e Rafael Marques (Botafogo)

Revelação: Douglas Pedroso (Boavista), Hugo (Bangu) e Vitinho (Botafogo)

Técnico: Alexandre Gama (Madureira), Eduardo Allax (Resende) e Oswaldo de Oliveira (Botafogo)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique, Péricles Bassols e Wagner do Nascimento Magalhães

Árbitro Assistente: Lilian Fernandes, Luiz Antonio Muniz de Oliveira, Michael Corrêa e Rodrigo Henrique Figueiredo Correa


Empresário de Mattheus avisa: 'Ou vai para a Juventus ou fica no Flamengo'

Os empresários de Mattheus, Vantuil Gonçalves e Gerson Sá, da empresa MFD, têm em mãos uma proposta do Flamengo para a renovação de contrato do jogador. Na última terça-feira, o vice de futebol Wallim Vasconcellos procurou os representantes do meia com uma oferta de ampliação do vínculo atual, que vai até 31 de dezembro, e aumento de salário (hoje, ele recebe R$ 2.500,00). Nos próximos dias, os agentes vão se reunir com Mattheus para analisar o que foi proposto. A negociação com o Juventus, da Itália, travou, e a chance de o atleta ficar no Rubro-Negro cresceu.

- Tivemos uma reunião com o Flamengo, falamos alguma coisa, mas não cheguei a negociar. Vamos conversar com o Mattheus primeiro. O Juventus ficou chateado porque o Flamengo não aceitou a proposta em janeiro e agora empurra com a barriga. Mas a todo minuto o Juventus diz que quer o menino. Só que o Flamengo, pelo Wallim e o Paulo Pelaipe (diretor de futebol), sempre demonstra interesse em ficar com ele. Botaram na mesa uma proposta e vamos definir se tem a possbilidade de renovar com o Flamengo ou se vai para fora. O que a gente não vai fazer é sair pela portas dos fundos. É isso que temos discutido – disse Vantuil.

Falta chegar a proposta oficial do Juventus. Trata-se do mesmo documento que chegou em janeiro, mas com as alterações que foram acertadas entre os clubes. Os italianos, no entanto, protelam o envio, o que incomoda Mattheus e seus empresários. Como o jogador pode assinar um pré-contrato a partir de 1º de julho e sair sem custos no fim da temporada, o clube de Turim gostou da ideia de poder economizar. Neste caso, não teria de pagar os 2 milhões de euros (cerca de R$ 5 milhões).

O Juventus ofereceu um contrato de cinco anos a Mattheus. A proposta do Flamengo tem o mesmo formato.

Mattheus treino Flamengo (Foto: Mauricio Val / VIPCOMM) 
Mattheus permanecerá no Flamengo? Juventus segue indecisa (Foto: Mauricio Val / VIPCOMM)
 
- Existe a possibilidade de o Mattheus ficar se o Juventus não quiser acordo, se o clube insistir no pré-contrato. Aí pode ser que renove com o Flamengo e não saia. Ele não quer fazer isso com o Flamengo, quer que o Flamengo seja recompensado. Se o Juventus bancar a proposta, ele sai – frisou o empresário.

Não há um prazo para o desfecho do caso, mas Mattheus e seus empresários têm pressa. Enquanto aguarda a conclusão, Mattheus treina normalmente, mas não é relacionado para jogos do Flamengo. O garoto, de 18 anos, não entrou em campo em 2013 e treina longe do grupo.

- Era uma coisa para ser resolvida rapidamente. Se puder acabar com isso em uma hora, eu acabo. Estamos tentando terminar com isso – comentou Vantuil.

Segundo o empresário, Mattheus também foi procurado pelo Real Madrid B, mas as partes nem começaram a negociar.

- Ou ele vai para o Juventus ou fica no Flamengo.

Nesta temporada, a diretoria do Flamengo fez contratos longos com promessas da base, casos do atacante Rafinha, que renovou por cinco anos, Rodolfo (quatro) e Adryan (três). Todos eles ganharam aumento salarial, e a multa rescisória para clubes do exterior foi estabelecida em R$ 130 milhões.


Torcedores usam conselhos de Rocky Balboa ao filho para motivar Adriano


Paulinho faz sua estreia pelo Fla: 'Feliz por ter participado da jogada do gol'




Treino do Flamengo - Paulinho (Foto: André Portugal/ LANCE!Press)O atacante Paulinho fez a sua estreia com a camisa do Flamengo na noite da última quarta-feira, na vitória sobre o Campinense, que garantiu a classificação do time de Jorginho à terceira fase da Copa do Brasil. O jogador entrou na etapa final e participou do lance que gerou o segundo gol da equipe carioca, ao deixar Elias na cara do gol.

Paulinho mostrou-se satisfeito com a atuação em sua primeira partida e elogiou a torcida rubro-negra, que lotou o Estádio Municipal de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

- Estou muito feliz por ter participado da jogada do gol. Essa torcida é maravilhosa e nos apoiou do início ao fim. Estou muito feliz por ter estreado com uma vitória. Quando eu cheguei ao Flamengo, o grupo me acolheu muito bem. Estou muito feliz - disse o jogador.

Paulinho foi apresentado pela diretoria na última semana, enquanto o elenco realizava um período de treinamentos em Pinheiral, Sul Fluminense. O atacante foi um dos destaques do Paulista atuando pelo XV de Piracicaba. O jogador chegou ao Flamengo junto do volante Diego Silva, também do XV. Os dois assinaram um vínculo por empréstimo de um ano.



Fla apresenta mais duas apostas do interior paulista: Val e Bruninho


O Flamengo apresenta mais duas de suas apostas para a sequência da temporada. Na manhã desta sexta-feira, o coordenador de futebol do clube, Sérgio Helt, entregou ao volante Val e ao meia-atacante Bruninho a camisa rubro-negra. A dupla, que assim como Diego Silva e Paulinho veio do interior de São Paulo, começa o sonho de vingar numa grande equipe.

Os dois chegam juntos, mas são de posições e estilos diferentes. Bruninho é meia-atacante, mais falante e sorridente e tem um jeito engraçado, que ficou claro quando ele comentou a demora para acertar com o Rubro-Negro.    
       
Bruninho e Val flamengo (Foto: Richard Souza) 
Bruninho e Val são apresentados oficialmente como jogadores do Flamengo (Foto: Richard Souza)
 
- Fiquei com medinho mesmo (risos). É a maior oportunidade da minha vida e vai dar essa enrolação? Mas deu tudo certo e estou aqui no Flamengo. Acho que a camisa combinou comigo, acho que não vou tirar mais não (risos). Meu time de coração era o Palmeiras, mas agora é Flamengo.  

Aos 23 anos, ele chega do Atlético Sorocaba. O Flamengo venceu a disputa com o Santos para comprar 50% de seus direitos econômicos e acertar contrato de três anos. O próprio técnico Muricy Ramalho, em contato telefônico, tentou convencer o jogador a ir para a Vila Belmiro, mas um pré-contrato pesou a favor dos cariocas.

- Vou fazer o que eu vinha fazendo com o Atlético Sorocaba. Velocidade, força, ajudar da melhor maneira possível. Se eu fizer o que vinha fazendo, eu posso ter uma oportunidade. Gosto da característica do Rafinha, que é um jogador rápido. Somos até parecidos. Pode ser que eu brigue (pela posição). Uma briga sadia, né?

Val, de 29 anos, defendia o Mogi Mirim e fica na Gávea por dois anos. Volante com opção de jogar tanto como segundo ou terceiro homem, ele teve a contratação acertada por conta da saída de Cleber Santana para o Avaí. Com fala mansa e estilo pacato, comemorou a oportunidade tardia na carreira.

- A gente que está em uma equipe menor pensa em algo mais, em time grande. Graças a Deus estou vivendo esse momento maravilhoso. Jogo de segundo volante, saio bastante para o jogo, gosto de ajudar sempre os atacantes e principalmente a defesa. O mais importante para mim é fazer um bom trabalho e poder ajudar a equipe.

O jogador chega para completar um setor que anda congestionado. Para a posição, o Flamengo já tem Amaral, Cáceres, Luiz Antonio, Diego Silva e Elias.

- Meu sonho está sendo realizado, espero fazer o melhor no Flamengo. Sou acostumado a jogar com estádio lotado. Espero que a estreia seja com estádio lotado e que eu possa fazer um bom jogo.

A dupla ficará à disposição do técnico Jorginho para a estreia no Brasileirão, dia 26, contra Santos, em Brasília.

O Flamengo está prestes a anunciar o lateral-direito Felipe Mattioni. Revelado pelo Grêmio, o jovem de 24 anos atua no Espanyol, de Barcelona, e o Rubro-Negro aguarda apenas detalhes burocráticos para concluir o negócio. A expectativa é de que tudo seja definido em poucos dias.

O Flamengo já contratou seis reforços: Val, volante vindo do Mogi Mirim; Diego Silva, volante, ex-XV de Piracicaba; Paulinho, atacante, também contratado junto ao XV de Piracicaba; Bruninho, que disputou o último Paulista pelo Atlético Sorocaba; Roger Carvalho, do Bologna, da Itália, e que se apresenta em 1º de junho; e o ex-gremista Marcelo Moreno.



Rapidinha do Mengão: em manhã chuvosa, titulares ficam na academia

Na volta da folga, os titulares do Flamengo não foram ao campo. Na manhã chuvosa desta sexta-feira no Rio, aqueles que enfrentaram o Campinense-PB na quarta realizaram um trabalho na academia. A maior parte do grupo ficou no CT por pouco mais de uma hora. Às 10h, alguns começaram a deixar o Ninho do Urubu, caso do atacante Rafinha. Os outros jogadores, inclusive os reforços Val e Bruninho, treinaram no campo 4.

O Flamengo se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro. O primeiro jogo será no dia 26, contra o Santos, em Brasília. O mando é do clube paulista.

Rafinha deixa o treino do Flamengo sob chuva  (Foto: Richard Souza) 
Rafinha deixa o treino do Flamengo sob forte chuva (Foto: Richard Souza)

De casa nova, Fla tenta frear embalo de São José para empatar semi

No jogo de inauguração da Arena da Barra nesta temporada do NBB (Novo Basquete Brasil), Flamengo e São José se enfrentam pelo segundo duelo das semifinais, às 21h desta sexta-feira. Após ser derrotado em São José dos Campos, no interior paulista, o Fla aposta na "nova casa" para empatar a série. O confronto será transmitido ao vivo pelo SPORTV e acompanhado em tempo real, com vídeos, pelo GLOBOESPORTE.COM.

Para estrear com o pé direito na Arena da Barra, o Flamengo preparou uma promoção de ingressos e espera casa cheia no ginásio com capacidade para 18 mil pessoas. Do outro lado, a torcida "zica" joseense também promete comparecer para apoiar o São José, que não perde há três partidas.

Nos dias que sucederam o primeiro jogo e antecederam este segundo duelo, o técnico José Neto aproveitou para corrigir erros. Segundo ele, o Flamengo não foi bem ofensiva e defensivamente e acabou pagando caro por isso na derrota por 80 a 72 .


José Neto basquete treino Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo) 
José Neto conversa com elenco do Fla durante treino (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)

- Poderíamos ter jogado melhor ofensivamente. Defensivamente, falhamos muito, eles fizeram cestas fáceis, tiveram um aproveitamento muito bom. Nosso time teve 64% de eficiência. Acho que a mais baixa de toda a série. Nunca tivemos uma eficiência tão baixa. E isso acontece quando a gente erra. Precisamos melhorar - disse o treinador logo após o primeiro jogo.

Um dos fatores determinantes no primeiro duelo foi o rebote. Flamengo, o melhor time nesse quesito em toda a Liga, foi superado em 45 a 22 pelo São José.

São José busca uma vitória

Além do duelo desta sexta-feira, São José e Flamengo se enfrentam no Rio de Janeiro no domingo, às 20h, pelo terceiro jogo da série. A intenção do conjunto joseense é "beliscar" uma das duas partidas para ter a oportunidade de fechar as semifinais no quarto jogo, no caldeirão do Lineu de Moura, em São José dos Campos, onde a equipe não perde há 10 jogos em playoffs do NBB.

O pivô Murilo aposta na experiência do grupo joseense para vencer a pressão que o Flamengo tentará impor no Rio de Janeiro. O quinto titular do São José é o mesmo que venceu o rubro-negro nas semifinais do ano passado. Neste ano, no entanto, a Vermelhinha não tem vantagem e precisa vencer fora se quiser voltar à final.

- A pressão no primeiro jogo era mais nossa que do Flamengo. Tínhamos a obrigação de vencer porque ganhar dois jogos no Rio é complicado. Agora, mudou de lado. Temos que entrar bem. Ganhamos o primeiro de Brasília e depois fizemos jogos ruins, fomos nos recuperar apenas no quinto jogo. Sabemos que apesar do ginásio lotado e se estiver com a cabeça no lugar, dá para ganhar - afirma Murilo.

Confira a programação da série:

Flamengo (1º) 0 x 1 São José (7º)

14/05 (terça-feira) - São José 80 x 72 Flamengo - São José dos Campos (SP)
17/05 (sexta-feira) - Flamengo x São José - Rio de Janeiro (RJ), às 21h
19/05 (domingo) - Flamengo x São José - Rio de Janeiro (RJ), às 20h
23/05 (quinta-feira) - São José x Flamengo - São José dos Campos (SP), às 19h
25/05 (domingo)* - Flamengo x São José - no Rio de Janeiro (RJ), às 21h45m - SE NECESSÁRIO


Luiz Antonio aproveita chances e pode ser novidade no time titular

 
forte
candidato (Alexandre Vidal / FlaImagem)Oportunidades consecutivas, elogios e a torcida pegando no pé do concorrente à vaga. Jorginho repetiu por quatro vezes nos últimos cinco jogos sua escalação tida como ideal no Flamengo. Para estreia no Brasileirão, contra o Santos, dia 26, em Brasília, porém, a lista dos 11 escolhidos do treinador pode ganhar um nome novo: Luiz Antonio. O volante substituiu Amaral diante de Fluminense, Remo e nas duas partidas contra o Campinense, e agradou.

Na última vitória por 2 a 1 sobre o time paraibano, Amaral não teve boa atuação e acabou irritando a torcida de Juiz de Fora. Ao ter a saída anunciada pelo sistema de som no intervalo, os rubro-negros vibraram bastante. Além disso, a equipe melhorou consideravelmente com a entrada de Luiz Antonio e passou a ter o domínio do jogo após sofrer na etapa inicial.

Em coletiva de imprensa, Jorginho elogiou o jovem, mas lembrou que sua entrada pode deixar a equipe fragilizada por conta de suas características ofensivas. Por outro lado, a saída de bola ganha em qualidade.

- O Luiz vem entrando bem, e não é de hoje. Ele tem uma característica diferente do Amaral, sai mais para o jogo. Temos que ter cuidado, pois ele e o Elias saem mais.

Luiz Antonio manteve o discurso humilde após a vitória em Juiz de Fora.

- O mais importante é ter contribuído com a minha parte, ter ajudado o Flamengo a sair com a classificação. Fico feliz com minha atuação. A decisão de quem joga é com o professor, mas isso só mostra que o grupo é forte. Quem entra mantém o ritmo - declarou o jovem.

Com Cáceres fora de ação por conta de uma cirurgia no quadril, a briga pela camisa 5 do Flamengo segue pelo próximos 10 dias entre Amaral e Luiz Antonio. Diego Silva, contratado ao XV de Piracicaba, corre por fora.



quinta-feira, 16 de maio de 2013

Juiz de Fora abraça time do Flamengo e espera por mais alegrias

Carinho não faltou ao Flamengo  em sua passagem por Juiz de Fora. Sem um grande estádio para mandar suas partidas no Rio de Janeiro, o clube recorreu à cidade mineira para enfrentar o Campinense, pela Copa do Brasil, e acabou abraçado pelos 19.286 rubro-negros que acompanharam a vitória por 2 a 1 e a classificação para terceira fase da Copa do Brasil. Assim como já tinha acontecido na chegada à cidade e no treino de reconhecimento, os torcedores demonstraram forte apoio durante os 90 minutos e deixaram as portas abertas enquanto a equipe estiver “sem casa”. O retorno já está marcado: dia 29, para encarar a Ponte Preta, pela segunda rodada do Brasileirão.

Torcida Flamengo x Campinense (Foto: Cahê Mota) 
Torcida comparece em grande número para prestigiar a vitória do Flamengo (Foto: Cahê Mota)
 
Palco de partidas importantes na história do clube, como a despedida de Zico, em 89, e a salvação do rebaixamento com gol de Felipe Mello, em 2001, Juiz de Fora teve a rotina alterada por dois dias para receber o Rubro-Negro. No início da tarde de terça, centenas de torcedores pararam a Av. Getúlio Vargas, uma das principais da cidade, para receber o time com euforia a delegação. No dia do jogo, as ruas pareciam vestir vermelho e preto, tamanho o número de camisas exibidas.

Desde o início da tarde, o trânsito na região central começou a sofrer interferências por conta do jogo. Enquanto se dirigiam para o estádio, moradores diziam: “Todo mundo sabia que ia ser assim”, em crítica a impacientes que apelavam para buzinas. Já nos arredores do palco da partida, o clima era de confraternização. Muitos torcedores ignoraram o longo engarrafamento nas ruas de acesso e optaram por caminhar ao som do repertório comum nas arquibancadas.


Cambista Flamengo x Campinense (Foto: Cahê Mota) Ao chegarem ao Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, a entrada ficou para minutos antes do apito inicial. Com um grandioso estacionamento em frente ao portão principal, os rubro-negros optaram por fazer a tradicional concentração regada a cerveja, proibida dentro do estádio. Ambulantes também fizeram a festa e agiram sem fiscalização na venda de produtos piratas. Até mesmo cópias da camisa da Adidas, ainda não lançada, podiam ser encontradas.

Já a postos, o flamenguistas deixaram claro desde o início o desejo de transformar o local em um pequeno caldeirão. Na entrada dos jogadores do Campinense para aquecimento, uma grande vaia foi ouvida. Ao deixar o vestiário correndo, um dos paraibanos disse em tom de surpresa e ironia:

- Que isso! Coisa linda, pai!

A presença dos cariocas em campo causou, obviamente, efeito contrário, e gritos de incentivo duraram todo o aquecimento. Com bola rolando, os mineiros pareciam estar habituados a empurrar o time e momentos de silêncio eram raros entre cantos como “Raça, amor e paixão”, “Mengão do meu coração” e, principalmente, o hino do clube. O trio de arbitragem também não teve sossego e sofreu com reclamações ou pedidos de cartão para o adversário a cada falta marcada.

Como já havia acontecido anteriormente, Léo Moura e Renato Abreu foram os mais badalados e tiveram seus nomes gritados. Os momentos de maior excitação, no entanto, aconteciam em jogadas individuais de Gabriel e Rafinha – mesmo com a dupla em noite pouco inspirada. No meio de tantos afagos, um jogador destoava: Amaral.

Mal em campo e com muitos erros de passes, o volante tirou a paciência do torcedor, que vibrou como um gol ao ter a confirmação de sua substituição por Luiz Antonio no intervalo. Ainda durante a parada, o locutor oficial anunciou o retorno do time para partida diante da Ponte Preta, provocando nova reação entusiasmada.

Torcida gol Flamengo x Campinense (Foto: Cahê Mota)
Com o Fla melhor no segundo tempo, os gritos de incentivo seguiam o padrão da etapa inicial e dividiam espaço com “olas”. As substituições de Renato Abreu e Rafinha por Rodolfo e Paulinho, entretanto, não foram aprovadas. Na saída do meia, sinais de descontentamento foram percebidos e viraram focos de gritos de “burro” quando o camisa 7 caminhava para deixar o campo.

O gol de Elias logo em seguida, com a participação de Rodolfo e Paulinho, recolocou as coisas no seu lugar. Melhor em campo, o volante teve o nome gritado por todo estádio. Ao apito final, as atenções se voltaram para as cadeiras especiais. Ali, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o vice de futebol, Wallim Vasconcellos, assistiram ao jogo e tiveram dificuldades para chegar ao portão de saída. Enquanto cruzavam as arquibancadas já praticamente vazias, receberam aplausos e elogios pela gestão que só tem quatro meses e meio de duração, além de muitos pedidos de fotos.

Após o jogo, Jorginho agradeceu o apoio:

- Por ter jogado aqui muitas vezes com o Flamengo, tenho uma gratidão. Fomos muito bem recebidos e tentamos retribuir da melhor maneira possível. Não fizemos uma grande partida, mas conseguimos a vitória. Só tenho a agradecer.

Em êxtase, Juiz de Fora fez do carinho uma característica na passagem do Flamengo. O retorno está garantido ao menos mais uma vez, mas os torcedores deixaram claro: a porta está aberta, sejam bem-vindos.


Nova camisa do Flamengo se esgota; fabricante promete novo lote para pré-venda

Adidas liberou detalhes da nova camisa do Flamengo Foto: Divulgação

O início da pré-venda da nova camisa do Flamengo, fabricada pela Adidas, superou as expectativas da fornecedora de material esportivo de origem alemã, e um novo lote chegará às lojas virtuais nesta quinta-feira. A primeira leva, disponibilizada apenas na Netshoes, se esgotou em apenas quatro dias. Diante da forte demanda, a fornecedora resolveu estender a pré-venda a mais três lojas – Fla-Boutique, Paquetá e Centauro.

Gerente de Brand Marketing da Adidas no Brasil, Diogo Guimarães explica que a marca esperava vendas acima da média - tanto que foram disponibilizadas mais camisas do que qualquer outro lançamento anterior. Ele acrescenta que já havia um plano B traçado, mas que a forte procura fez com que essa segunda leva fosse revista, com mais unidades colocadas à disposição, e mais lojas adicionadas.


 Equipe tem contrato com a fabricante até 2023 

 
Equipe tem contrato com a fabricante até 2023 Foto: Divulgação“As mais otimistas das previsões acabaram sendo pequenas. O nível de engajamento do torcedor do Flamengo é muito grande. A resposta foi muito mais agressiva do que poderíamos esperar”, afirma.

O detalhe da pré-venda é que o novo modelo rubro-negro ainda não foi revelado. A Adidas liberou apenas imagens de algumas pequenas partes da camisa, que só será apresentada no próximo dia 23. No dia seguinte, os dois modelos que o time utilizará nos jogos estarão nas lojas de todo o país. A equipe estreará o modelo na estreia do campeonato brasileiro, no dia 26, diante do Santos, na inauguração do Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A reformada arena sediará a partida de abertura da Copa das Confederações.

A expectativa é que o novo lote possa se esgotar até o próximo fim de semana. Segundo o executivo, a procura continua sendo intensa. Guimarães salienta que será disponibilizado um volume “ligeiramente maior” do que o primeiro lote.



Lote em pré-venda já se esgotou 
 
 
Lote em pré-venda já se esgotou Foto: DivulgaçãoDiogo Guimarães não revela números relativos ao período de pré-venda, e tampouco sobre a expectativa de comercialização futura. Mas o discurso dele deixa claro que a Adidas espera números recordes em torno da parceria com o Flamengo.

“Talvez seja a maior demanda que o mercado esportivo brasileiro já enfrentou. Estamos preparando uma força-tarefa para abastecer as lojas de todo o Brasil. O Flamengo transcende o Rio de Janeiro”, observa Guimarães.

O contrato entre Flamengo e fabricante alemã foi firmado na semana passada, em cerimônia que contou com a presença de Zico, maior ídolo da história do clube. O acordo, que renderá aos cofres rubro-negros R$ 35 milhões por ano, vale até 2023, e poderá ser prorrogado. A partir do ano que vem, os produtos relativos ao Flamengo serão disponibilizados no mercado internacional. O Flamengo integrará o chamado Top 5 de clubes da fornecedora de material esportivo, juntamente com Real Madrid, Milan, Bayern de Munique e Chelsea.



Elias comemora aniversário ao lado da família após golaço



Elias foto família queijo (Foto: Reprodução / Instagram)
Autor de de um belo gol que deu a vitória ao Flamengo por 2 a 1 sobre o Campinense, na quarta-feira à noite, pela Copa do Brasil, o volante Elias começou a comemorar seu aniversário de 28 anos em campo, mas depois se dedicou integralmente à família.

O jogador postou no Instagram uma foto ao lado da esposa e do filho nesta quinta-feira e mostrou bom humor ao falar da data:

- Estou ficando velho... 28 aninhos, como o tempo passa... Agradeço a Deus por colocar @zpaulinha (esposa) na minha vida, e que já me deu o melhor presente que eu poderia ganhar... Davi... Amo vocês!!!




Fla começa a vender ingressos na Gávea para jogo contra o Santos



torcedora ingressos Santos x Flamengo (Foto: Fabrício Marques)
O Flamengo começa a vender nesta quinta-feira, na Gávea, os ingressos para a estreia da equipe no Campeonato Brasileiro contra o Santos, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, no dia 26 de maio. A venda acontece das 9h às 17h até o sábado, dia 25.

Para ver a estreia do time em partida que será também evento-teste para o novo estádio Mané Garrincha é preciso estar disposto a desembolsar uma alta quantia. Os preços, estabelecidos pelo Santos, que é o mandante, testam a paixão de qualquer torcedor: R$ 160 (R$ 80 a meia) o anel superior; R$ 220 (R$ 110 a meia) o anel inferior; e R$ 400 (R$ 200 a meia) o anel VIP.

Os outros postos de venda, em Santos e em Brasília, estão funcionando desde quarta-feira e a procura tem sido grande. O clube paulista chegou a anunciar que a venda também estava acontecendo na Gávea, o que não se confirmou e gerou muita reclamação de dezenas de rubro-negros.

Além da Gávea, os bilhetes também estão sendo vendidos no Teatro Coliseu (Rua Amador Bueno, 237 – Centro) e na agência Braun Turismo (Rua Dr. Luis de Faria, 62 – Gonzaga), em Santos (SP), e Brasília, no Brasília Shopping. É possível adquirir as entradas também pelo site da Ingresso Rápido.

Flamengo não entra em acordo para participar de quadrangular no Pará


Mangueirão Belém (Foto: Wagner Carmo/CBAt)
O torcedor paraense que espera ver o Flamengo no quadrangular ao lado de vasco, Remo e Paysandu, durante a paralisação do Campeonato Brasileiro para Copa das Confederações, deverá se frustrar. Apesar das notícias vindas de Belém confirmarem a realização do torneio entre 13 e 15 de junho, no Mangueirão, o Rubro-Negro está prestes a recusar o convite. De acordo com o vice-presidente de futebol, Wallim Vasconcelos, não houve acerto com os responsáveis pela organização.

Internamente, porém, a participação do torneio amistoso, que previa um cruzamento com o vasco e outro com o vencedor do duelo entre Remo e Paysandu, não era vista com bons olhos. O Flamengo apontava o quadrangular como fraco tecnicamente, o que não agregaria muito neste sentido como preparação para o restante da temporada. Apenas uma boa proposta financeira faria com que o convite valesse a pena. A forma de pagamento de uma cota que girava em torno de R$ 600 mil, no entanto, não agradou e pesou para a recusa iminente.

A confirmação do quadrangular por parte da organização antes mesmo do "sim" por parte do clube também desagradou o Flamengo. Com uma viagem para o exterior também praticamente descartada, o Rubro-Negro estuda propostas para o mês em que ficará sem jogos oficiais. Não está descartada a permanência no Rio de Janeiro para treinamento. É fato, por outro lado, que amistosos serão realizados como preparação do time para o Campeonato Brasileiro e a sequência da Copa do Brasil.