Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 23 de novembro de 2013

Frase de Júlio Baptista para Cris gera revolta; clubes estudam ação conjunta




A frase do meia Júlio Baptista para o zagueiro Cris, flagrada pelas câmeras de TV, gerou reação imediata nos outros clubes que lutam contra o rebaixamento: na noite de sábado começou uma troca de telefonemas e mensagens entre integrantes das diretorias de Portuguesa, Criciúma, Bahia, Fluminense e Coritiba. Dirigentes já estudam uma forma de agir contra o Vasco e Cruzeiro na CBF e no STJD. O presidente da CBF, José Maria Marin, e seu vice, Marco Polo Del Nero, receberam reclamações. Os técnicos desses times vão usar as imagens para motivar seus jogadores nas partidas que faltam para o fim do Brasilleiro.

Durante o jogo entre coisa maldita, vasco e Cruzeiro, sábado à noite no Maracanã, o meia Júlio Baptista foi flagrado pelas câmeras dizendo a frase "faz logo outro" para o zagueiro Cris, do vasco. Naquele momento, o time carioca já vencia por 2 a 0. O jogo terminou 2 a 1.

Após a partida, Júlio Baptista se explicou.

- A gente estava discutindo, e ele (Cris) falou para amaciar,  'vai, amacia, pô'. Falei: "Vai lá e faz o terceiro". Coisas do jogo, que acontecem. Poderiam pegar a frase inteira, pegaram só o momento que falei 'faz o terceiro'. É normal, as pessoas podem interpretar de qualquer forma que a gente está tentando amaciar, mas em nenhum momento isso aconteceu, tanto que tentamos fazer o segundo. O primeiro foi feito, o segundo não conseguimos fazer, e infelizmente acabamos perdendo o jogo - disse Júlio.

Atletas dos clubes que estão lutando contra o rebaixamento também ficaram revoltados com a frase de Júlio Baptista para Cris.

A cruz do vascu não é de malta. Na verdade é uma cruz de racismo!!!

A raça vasco/Portugal desde 1500 até hoje manteve a escravidão e o preconceito racial!

Para quem não sabe, quando esses malditos seriam expulsos do Rio de Janeiro, fundaram o vasco explorando negros que não tinham emprego e se sujeitavam a ganhar qualquer coisa.

Por que é tão difícil encontrar negros nos clubes vasco/Portugal? A maioria que encontramos são faxineiros e seguranças.

Portugal manteve a escravidão em Angola e Moçambique até 1975.

Em 2000 num congresso na África,  vasco/Portugal teria de indenizar 4 milhões de famílias negras. Infelizmente Israel e EUA  abandonaram a causa e tudo termiminou em pizza.

Foram os ingleses que obrigaram vasco/Portugal  a libertar os escravos no Brasil. Esta abolição da escravatura ocorreu em 13 de maio de 1888.

Mesmo dando a liberdade, essa raça maldita, continuou realizando o contrabando de escravos negros!  Uma verdadeira vergonha.

É muito fácil hoje, esses malditos terem bares, padarias, açougues, mercados, lojas e imóveis em geral... Tudo isso foi conseguido através da escravidão, racismo e roubo.

Uma experiência interessante, seria obrigar essa raça a procurar um emprego. Sabem o que aconteceria?

Morreriam desempregados.

Em prévia da final, Barça bate o Fla por 4 a 3 no Desafio Internacional de Fut 7

Classificados para a final com antecedência, Flamengo e Barcelona deram neste sábado uma prévia do que será a decisão do Desafio Internacional de futebol 7. A disputa pelo título será acirrada, já que os times demonstraram disposição e muita criação nas jogadas. Mas, quem levou a melhor no primeiro duelo foi o Barça, que venceu de virada, depois de estar perdendo por 3 a 0, com direito a golaço do ala Sanchez. PC, Thiago Freitas (contra)  e Fernandes, marcaram os outros gols, garantindo a vitória para os espanhóis, que têm 100% de aproveitamento na competição. Os dois times voltam a se enfrentar na grande final, neste domingo, às 10h30m, na Arena de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Flamengo e Barcelona Futebol de 7 (Foto: Beto Padilha) 
Barcelona venceu o Flamengo por 4 a 3 pelo Desafio Internacional de Futebol 7 (Foto: Beto Padilha)

O Flamengo começou bem a partida, e não demorou muito para Daniel abrir o placar. Logo em seguida, Wesley não perdoou e ampliou para o rubro-negro. Com boa vantagem, a equipe da Gávea seguiu pressionando e Wesley quase marcou, mandando a bola na trave. Em seguida, o Fla fez o terceiro, com Caio Cezar, que completou cruzamento de Mikimba e, de calcanhar, mandou para as redes.

No lance seguinte, o Barcelona acordou para a partida e conseguiu descontar, com PC. Depois do gol, o jogo ficou aberto, com ambas as equipes subindo ao ataque. O Barcelona foi mais eficiente nas conclusões e diminuiu mais uma vez num golaço de Sanchez, que encobriu o goleiro Guilherme, em cobrança de falta. Na sequência, o Fla respondeu com Wesley, que mandou novamente na trave, no fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Barcelona logo conseguiu empatar, em gol contra de Thiago Freitas. A igualdade fez com que a partida ficasse equilibrada, com os dois times buscando a vitória. No fim, o Barça marcou mais uma vez, com Jorge Ramon, garantindo a vitória e a melhor campanha da primeira fase do Desafio Internacional de Futebol 7.


Botafogo conquista OPG com tarde desastrosa de zagueiro do Flamengo




O Botafogo sagrou-se campeão do Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG), sub-20, mesmo com a derrota por 3 a 2 para o Flamengo, neste sábado, às 16h, no estádio da Gávea. O Alvinegro venceu o primeiro duelo por 2 a 1, e com o resultado a partida foi para os pênaltis. Nas cobranças, o time de General Severiano venceu por 8 a 7. O zagueiro rubro-negro Rafael Dumas foi o personagem da partida, já que fez um gol contra, no fim do jogo, levando a disputa para as penalidades, e na última cobrança, disperdiçou, eliminando o time comandando por Cleber dos Santos.

O Rubro-Negro abriu o placar ainda no primeiro tempo. O Botafogo empatou a partida, mas em seguida o time da Gávea ampiou e fez 3 a 1. A equipe de General Severiano foi para cima e em um gol contra, conseguiu levar a partida para a disputa por pênaltis.

A conquista alvinegra foi a quarta na competição (1971, 1983, 1997 e 2013), e quebrou a sequência do Flamengo, que havia vencido as duas últimas edições da competição. O Rubro-Negro é o time com maior número de conquistas, sendo sete no total(1984, 1985, 1993, 2006, 2007, 2011 e 2012).



Leandrinho estreia bem, e Pinheiros acaba com invencibilidade do Flamengo


O locutor anunciava: Leandrinho Barbosa estava no time titular do Pinheiros. O ala-armador, destaque da NBA desde 2003, voltava ao basquete brasileiro, e muito aplaudido. Com seu jeito de correr meio mancando, ele mostrou que está com a mira em dia, apesar de ter ficado nove meses fora de quadra por conta de uma cirurgia no joelho esquerdo. Justamente o Flamengo, time do jogador durante o locaute da liga americana em 2011, sofreu na estreia de Leandrinho e não conseguiu manter a invencibilidade no NBB. Ainda que, neste sábado, o ala não tenha dado o show que é capaz de dar, ele contribuiu bastante para a vitória pinheirense em casa por 74 a 62.

Mesmo sem ritmo de jogo e entrosamento o suficiente para disputar uma partida inteira, Leandrinho fez suas bandejas características e fez parecer fácil acertar arremessos de três pontos. O joelho, aparentemente, não atrapalhou. Com 16 pontos, o ala foi aclamado pela torcida, que lotou o Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim. No entanto, o cestinha do confronto foi o americano Shamell, que anotou 23. 

Com o resultado, o Pinheiros dá provas de que é um forte candidato ao título, chegando à terceira vitória seguida - só perdeu a estreia para o Limeira, quando teve de colocar em quadra um time B por causa de um conflito de datas com o Campeonato Paulista. Na quinta-feira, às 20h (de Brasília), o time volta à quadra pelo NBB para o duelo fora de casa contra o Mogi das Cruzes.

O Flamengo, por sua vez, tenta se encontrar sem o trio Marcelinho, Marquinhos e Benite - o primeiro suspenso e os dois alas machucados. A equipe de José Neto ainda contou com mais uma boa atuação do armador argentino Nicolás Laprovittola, com 18 pontos e nove assistências, mas precisará crescer na volta à Gávea também na quinta, só que às 20h30m, para encarar a Liga Sorocabana.


Leandrinho Pinheiros e Flamengo NBB (Foto: Ricardo Bufolin / ECP) 
Leandrinho recebe marcação de Diego (Foto: Ricardo Bufolin / ECP)

Flamengo treina em clima descontraído na véspera do jogo com o Corinthians


A semana no Flamengo é decisiva, mas a ansiedade pela final da Copa do Brasil é incapaz de tirar a calma dos rubro-negros, Na manhã deste sábado, véspera do jogo contra o Corinthians, marcado para às 17h de domingo, no Maracanã, o time participou de um rachão descontraído. O presidente Eduardo Bandeira de Mello marcou presença no Ninho do Urubu.

jogadores treino do Flamengo (Foto: Janir Junior) 
Negueba, no detalhe, participou do rachão e distribuiu sorrisos (Foto: Janir Junior)


O meia-atacante Negueba, reintengrado na última sexta-feira após retornar de empréstimo do São Paulo, disputou o recreativo e era um dos mais animados. Ao fim da atividade, reservas ficaram treinando finalizações e cobranças de falta.

O lateral-esquerdo André Santos segue em tratamento para eliminar as dores no tornozelo esquerdo, oriundas de uma torção ocorrida na primeira partida da decisão contra o Atlético-PR. O zagueiro Chicão, que lesionou a parte posterior da coxa direita no mesmo jogo, está em observação. É bom destacar que o primeiro tem mais chances de estar em campo na finalíssima, marcada para a próxima quarta-feira.

Flamengo e Corinthians se enfrentam no domingo, às 17h (de Brasília), no Maracanã, pela 36ª rodada do Brasileirão. A provável escalação rubro-negra é Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Diego Silva, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane.

Lesionados, suspensos e pendurados para a 36ª rodada do Brasileiro



Veja a lista completa de lesionados, suspensos e pendurados:


Info - Suspensos e Lesionados #36 (Foto: Editoria de arte)
 

Flamengo ganha ação de R$ 12 milhões do Grêmio por caso Rodrigo Mendes



Rodrigo Mende - Flamengo 1999 (Foto: Arquivo LANCE!)Em audiência realizada na última quinta-feira, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Flamengo ganhou a ação contra o Grêmio no caso do atacante Rodrigo Mendes. Ficou decidido por unanimidade pelo magistrado que participou do julgamento no STJ, que o Tricolor gaúcho deve indenizar o Rubro-Negro em cerca de R$ 12 milhões.

O Grêmio pode recorrer da decisão no Supremo Tribunal Federal (STF), mas os representantes do Flamengo no caso acreditam que a possibilidade de isto acontecer é remota. O LANCE!Net procurou Marcus Fontes, advogado do Tricolor no caso, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Em 2003, os dirigentes do Grêmio venderam os direitos econômicos de Rodrigo Mendes ao Oita Trinita, do Japão, mesmo com o atacante ainda pertencendo ao Flamengo, que havia apenas emprestado o jogador ao Tricolor. Durante a passagem dele pelo Rubro-Negro, teve como destaque ter feito o gol que deu o título do Campeonato Carioca de 1999 ao clube da Gávea em cima da coisa maldita, vasco, no Maracanã.


Jayme relembra primeira chance dada a Samir: 'Vi que tinha personalidade'


Samir Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)Quando Chicão sentiu dores musculares na coxa direita e deixou o gramado na partida de ida contra o Atlético-PR, a responsabilidade de substituí-lo acabou caindo no colo de um dos jogadores mais jovens do elenco, Samir. Com 18 anos, ele ainda tem chance de começar o jogo da volta, no Maracanã, entre os onze titulares, já que a lesão do camisa 3 pode acarretar em desfalque na equipe do Flamengo. O chileno González, que retornou após atuar no amistoso de sua seleção contra o Brasil, na última terça-feira, também pode ser uma opção. Para o treinador Jayme de Almeida, confiança na capacidade de Samir não falta.

O comandante rubro-negro, responsável pela estreia do jovem no futebol profissional, destacou a personalidade demonstrada pelo jogador desde a sua chegada ao clube. Samir era titular do técnico até sofrer uma lesão no abdômen, no fim de setembro.

- Como estou aqui há muito tempo, o pessoal da base me passa informações. Hoje muito pouco, estão me boicotando (risos). Mas sempre me passavam, e com o Samir foi assim. Fui vê-lo e gostei. No clube, quando um jovem chega, já tem aquela "panela" montada, e no dia a dia percebi que ele entrou muito fácil no grupo. Vi que tinha personalidade.

Samir iniciou a carreira no Audax Rio e chegou ao Flamengo em 2011. Sua estreia no time principal foi pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro, na vitória por 3 a 0 sobre o Criciúma, no Heriberto Hulse. Prestes a completar 19 anos - faz aniversário no dia 5 de dezembro -, o zagueiro já realizou, ao todo, 13 partidas como profissional no clube. Jayme também relembrou o momento em que decidiu lançá-lo entre os titulares.

- Em Criciúma quis dar uma chance. Tive um certo temor, mas conversei com ele na concentração e decidi na hora. Está sabendo aproveitar a chance com 18 anos, e é difícil. Aqui no nosso grupo, já tem nosso respeito - afirmou..

Com Samir entre os prováveis titulares, o Flamengo encara o Corinthians, pela 36ª rodada da competição, às 17h (horário de Brasília) no Maracanã. Os time escalado por Jayme deve ser: Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Diego Silva, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane.


Dedé, ''o marginal'' , erra por não encarar a coiosa maldita, vasco



Não é  legal é imoral. Eu entendo que profissional deveria jogar pelo Cruzeiro. Ele recebe do Cruzeiro, é uma relação profissional. O grave dessa história se estende não apenas para essa partida, porque tem times interessados em uma vitória da equipe mineira para tentar escapar do rebaixamento

Portuguesa-SP , Criciúma-SC , Fluminense-RJ, Bahia-BA , Coritiba-PR deveriam entrar na justiça contra o Cruzeiro por se conivente com essa patifaria.


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Chicão preocupa para segundo jogo da final da Copa do Brasil



Chicão - Treino do Flamengo (Foto: Paulo Sérgio/ LANCE!Press)Após ter se machucado no primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o Atlético-PR, na última quarta-feira, o zagueiro Chicão realizou na tarde desta sexta-feira um exame de imagem que acabou constatando uma lesão na musculatura na coxa direita. De acordo com Marcelo Soares, médico do Flamengo, a situação do jogador preocupa para a partida de volta diante do Furacão. Neste domingo, contra o Corinthians, ele não jogará.

– Contra o Corinthians, o Chicão não terá condições de atuar. E, como toda lesão muscular, a situação do zagueiro preocupa, pois o tratamento é sempre arrastado. O jogador já está trabalhando a recuperação em dois períodos e o departamento médico do Flamengo fará o possível visando à liberação dele para a partida de quarta-feira pela Copa do Brasil. Por enquanto, ele não está vetado – afirmou Marcelo.

Caso Chicão não tenha condições de entrar em campo na final da Copa do Brasil na quarta-feira, Samir deve ser o escolhido por Jayme de Almeida para substituí-lo entre os titulares.



Lição aprendida: Jayme relembra derrota para o Furacão no Maracanã


Treino do Flamengo Jayme de Almeida (Foto: André Durão)
Jayme de Almeida já afirmou que não pensa na partida de volta da final da Copa do Brasil enquanto o jogo contra o Corinthians, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, não estiver terminado. Mas um duelo já passado na competição de pontos corridos, contra o próprio Furacão, voltou à tona durante entrevista após o treino desta sexta-feira. A derrota por 4 a 2 no Maracanã, pela 22ª rodada do nacional, foi determinante para que o atual treinador assumisse o comando da equipe. Mesmo abrindo o placar em 2 a 0, os cariocas permitiram a virada, o que culminou no pedido de demissão do então técnico Mano Menezes.

A equipe paranaense foi a única de fora do Rio de Janeiro a bater o Flamengo no Maracanã desde a reabertura do estádio. Depois disso, um time desacreditado por muitos goleou o rival Botafogo nas quartas de final da Copa do Brasil e seguiu firme até chegar à decisão do torneio. A lição na despedida de Mano foi aprendida, mesmo que a equipe não tenha cumprido uma atuação desastrosa, de acordo com palavras do próprio Jayme.

- Aprende-se na vitória e na derrota também. O Flamengo fez um jogo muito bom no primeiro tempo naquela ocasião e poderia fazer até 4 a 0. No intervalo, o time sentiu o golpe com o gol deles, e o segundo tempo foi parelho. Com o ataque rápido (do Atlético-PR), o Flamengo bobeou na marcação, eles empataram, e o time sentiu. Numa infelicidade do Adryan, eles viraram – recordou.

Não acusar o golpe foi uma das virtudes do time carioca na partida da última quarta-feira, em Curitiba. Mesmo após sair atrás do placar, a equipe conseguiu o empate ainda no primeiro tempo de jogo. No fim, bom resultado, mas nada definido.

- Tentamos fazer gol lá na casa deles e vamos tentar aqui. Não ganhamos nada, a vantagem é pequena e vamos com seriedade.

Antes da partida de volta pela decisão, na próxima quarta-feira, o Flamengo encara o Corinthians, no domingo, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã. Ainda com possibilidades matemáticas de cair, a equipe pretende pontuar para se livrar de vez de qualquer tipo de preocupação.



André Santos se reapresenta e não deve ser problema para decisão

Andre Santos Desembarque Flamengo (Foto: Globoesporte.com)O Flamengo teve duas baixas por lesão na primeira partida da final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, na quarta-feira, quando Chicão e André Santos sentiram dores e tiveram de deixar o gramado. Um deles, porém, não deve ser problema para o jogo da volta, no Maracanã. Após afirmar ter tomado injeção ainda em Curitiba e tratar a torção no tornozelo em casa, o lateral-esquerdo se reapresentou na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, e já deixa o departamento médico confiante em sua escalação na próxima quarta.


No desembarque do time na tarde de quinta, André já havia mostrado confiança, e disse que não seria "qualquer dorzinha" que iria tirá-lo do jogo mais importante do ano para o clube. Por outro lado, quem tem maiores chances de ficar de fora é o zagueiro Chicão. Com um problema muscular na coxa direita, o camisa 3 sequer apareceu no Centro de Treinamento rubro-negro, e ainda aguarda o resultado de um exame feito em clínica na parte da manhã desta sexta.

Contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, Jayme de Almeida já avisou que vai poupar a dupla. Usando o time que considera titular, o treinador revelou que apenas problemas de lesão e suspensão - que é o caso do volante Luiz Antonio - iriam ocasionar desfalques.

O Mengão deve ir a campo com Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Diego Silva, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane.

O duelo contra o Timão, pela 36ª rodada do Brasileiro, acontece no próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã.

Caminhão desgovernado derruba muro do galinheiro de São Januário


 Poucas horas depois do último treino da coisa maldita, vasco,  antes de enfrentar o Cruzeiro, neste sábado, no Maracanã, às 19h30, o galinheiro de São Januário foi atingido por um caminhão. O acidente provocou a derrubada de um muro na rua General Almério de Moura, onde fica a entrada principal do clube, e danificou a parede ao lado do Parque Aquático, que está desativado, por falta de água.

Neste momento, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar fazem atendimento do motorista e do ajudante do caminhão. As primeiras informações são de que o motorista está gravemente ferido e que há outros com ferimentos sendo atendidos.

Acidente São Januário (Foto: Arquivo Pessoal) 
Um caminhão tombou na rua General Almério de Moura, em São Januário (Foto: Arquivo Pessoal)




Acidente São Januário (Foto: Arquivo Pessoal) 
No detalhe, as 'mãos' de associados em campanha de marketing do clube (Foto: Arquivo Pessoal)

Fabi, do vôlei, troca camisa com Wallace, do Flamengo

Wallace e Fabi (Foto: Reprodução/ Twitter)
 
  
A líbero Fabi, do Unilever e da Seleção Brasileira de Vôlei, postou uma foto em seu Twitter onde aparece trocando trocando camisas com o zagueiro Wallace. A jogadora, que costuma ser vista em jogos do Flamengo, destacou ainda que usa o 14, mesmo número do defensor. "Hoje foi dia de conhecer e ganhar uma camisa dessa simpatia!! Valeu Wallace!! E ainda joga com a 14!!", escreveu Fabi.

Flamengo vai escalar titulares três dias antes de final



Flamengo Coletiva Técnico Jayme de Almeida (Foto: Globoesporte.com)A missão não é das mais fáceis, mas a ordem no Flamengo é clara: esquecer a decisão da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Atlético-PR. Pelo menos, até domingo. Para Jayme de Almeida, o momento é de focar no duelo com o Corinthians, pela 36ª rodada, e afastar definitivamente as chances de rebaixamento no Brasileirão. Sendo assim, o treinador revelou que ninguém será poupado e apenas os lesionados André Santos e Chicão, além do suspenso Luiz Antonio, estão fora.

Com 45 pontos, o Flamengo tem quatro a mais que o Coritiba, primeiro time no Z-4. A 11ª colocação deixa o Rubro-Negro até em situação segura, mas um revés para o Timão somado a uma combinação de resultados pode deixar a equipe colada na zona perigosa.

- Vou com todo mundo. Só não vai jogar quem não estiver bem. A grande maioria vai participar. Precisamos dos pontos e é tão importante quanto a Copa do Brasil. Não vou poupar ninguém, só se tiver problema de contusão. Infelizmente, tenho o Corinthians para jogar. Não estou pensando nem um pouco na final. É jogo apertado e só vou falar da decisão na segunda-feira. Nem de brincadeira podemos deixar de pensar no Corinthians - disse Jayme.

Apesar de muitas contas apontarem para 46 pontos como suficientes para salvar o Fla do rebaixamento, o treinador rubro-negro joga alto e cobra uma vitória para riscar de vez a palavra rebaixamento do vocabulário. Além do Corinthians, o Fla ainda encara o Vitória, em Salvador, e o Cruzeiro, no Maracanã, na reta final do Brasileirão.

- Acho que precisamos de três pontos. O jogo do Grêmio foi uma pena, jogamos de igual para igual e sofremos o gol no finalzinho.

Flamengo e Corinthians se enfrentam no domingo, às 17h (de Brasília), no Maracanã, pela 36ª rodada do Brasileirão. A provável escalação rubro-negra é Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Diego Silva, Elias e Carlos Eduardo; Paulinho e Hernane.



Jornalista relata agressão à torcida do Flamengo após final da Copa do Brasil

A torcida do Flamengo deixou a Vila Capanema feliz, na noite de quarta-feira. O resultado do jogo contra o Atlético-PR, apesar de ter sido um empate, foi bom. E bom para os dois, acredito. Com a certeza de que o jogo no Maracanã será melhor para o Flamengo, fomos andando pela Rua Engenheiro Rebouças tranquilamente. A PM ia lá atrás.

Mas o clima de festa acabou minutos depois, quando os primeiros flamenguistas passaram da esquina com a Rua Conselheiro Laurindo. Um grupo de uns 20 torcedores - talvez mais - do Atlético-PR, com paus e pedras, correram na nossa direção. Uma agressão inesperada. Sem a PM por perto, o confronto foi inevitável. Eles agrediram um torcedor do Flamengo, de uns 60 anos, que não conseguiu correr. Quem estava por perto saiu em defesa. Por instantes, aquela esquina curitibana virou um ringue do antigo MMA. Valia tudo. Com revide dos flamenguistas e a aproximação da PM, eles fugiram.

Um atleticano surgiu, na paz, avisando que havia um grupo esperando pela torcida do Flamengo dois quarteirões à frente. A PM do Paraná armou uma escolta decente e foi nos guiando. Na contramão, vinham uns torcedores rivais, não eram de torcida organizada. Eram apenas os chamados torcedores comuns, que deixavam a Vila Capanema. Mas, acredite, muitos deles hostilizaram a gente. Vi cenas de um bairrismo bobo (até por parte de PMs), coisa anacrônica, na minha opinião. Um deles cuspiu na nossa direção e soltou um xingamento. Outro disse que "carioca tem mais é que se f...".

Metros à frente, um grupo de atleticanos jogou pedras e garrafas na nossa direção. A PM entrou em ação, disparando tiros de borracha e bombas de efeito moral. Surtiu efeito e eles correram de novo. Trinta minutos depois, chegamos ao hotel em segurança. Foi quando, enfim, pudemos voltar a pensar apenas no jogo da volta.

 Daniel Brunet foi à Vila Capanema, na quarta-feira, assistir à partida contra o Atlético-PR

Curtinha: Negueba aparece no Ninho e treina entre os reservas do Flamengo

O treino da manhã desta sexta-feira no Ninho do Urubu teve novidade. Enquanto os titulares faziam trabalho regenerativo, apenas os reservas foram a campo e uma presença chamou a atenção. Dispensado do São Paulo - onde estave por empréstimo - há pouco mais de um mês, Negueba voltou a trabalhar com os companheiros no Flamengo e participou de uma atividade em campo reduzido.

Treino Flamengo Negueba  (Foto:  Thiago Benevenutte) 
Negueba (de colete) volta a treinar com s reservas do Flamengo (Foto: Thiago Benevenutte)

- Conheço o Negueba desde 2004, quando fui coordenador da base e ele era do mirim. Quando voltei em 2010 com o Vanderlei (Luxemburgo), foi um dos primeiros que subiu para o profissional, junto com o Luiz Antonio. Tenho um carinho grande por ele, é um garoto que vejo que pode dar muito mais no futebol. Teve um ano difícil no São Paulo, chegar e machucar é duro. Ele fez algumas coisas que não foram legais, reconheceu isso. Não digo que vou usá-lo hoje ou amanhã, mas voltou para o grupo e o estamos reintegrando, esperando que ele continue a caminhada da forma que fez desde pequeno aqui - explicou o técnico Jayme de Almeida.

No começo da temporada, o atacante, de 21 anos, viveu um drama: antes mesmo de estrear com a camisa do clube paulista, passou por uma cirurgia no joelho direito e ficou sem jogar por mais de seis meses. Fora dos planos de Muricy Ramalho, teve sua rescisão anunciada no dia 14 de outubro, cerca de dois meses e meio antes do término de seu vínculo com o São Paulo. O contrato com o Flamengo vai até 2015.


Rapidinhas da coisa maldita, vasco


Jogador pede prisão de presidente vascaíno da Ferj


Por meio do advogado Aldo Giovani Kurle, o meia Matheus Índio, da Seleção sub-17, pediu ontem a prisão do presidente da Ferj, Rubens Lopes Filho. O motivo do pedido é o descumprimento pela Ferj da liberação do jogador. Em 11 de outubro, o TRT-RJ rescindiu o contrato do atleta com o vasco. Em 5 de novembro, o TRT enviou notificação à Ferj, que mesmo assim, não autorizou a transferência. A ação também pede multa diária de R$ 20 mil por descumprimento.

Vai aceitar?

Na briga contra o rebaixamento, um membro da diretoria do vasco sugeriu  a um dirigente do Cruzeiro que o time mineiro use reservas no jogo entre as duas equipes no domingo. O assunto surgiu durante a negociação pela liberação da escalação do meia Pedro Ken, emprestado ao vasco pelo Cruzeiro.


Atenção: Cruzeiro vai entregar o jogo

Dedé deve ter atendido o seu desejo de não enfrentar o seu ex-clube, a coisa maldita, vasco. Esse vagabundo do Dedé deveria ser banido do futebol. Quem paga o salário desse escroto é o Cruzeiro. Que sendo conivente com essa atitude de entregar o jogo deveria ser rebaixado. Cruzeiro entrega o jogo e o vasco, Marlone.
Vamos fazer uma campanha para o Cruzeiro ser punido, junto com Dedé que não quer entrar em campo.



Flamengo e Barcelona saem na frente no Desafio Internacional de futebol 7

 Flamengo e Barcelona largaram na frente no Desafio Internacional de futebol 7, que está sendo disputado numa arena montada na Praia de Copacabana, no Rio. Nesta quinta-feira, o time catalão goleou o River Plate, da Argentina, por 5 a 1, enquanto o Mengão derrotou o Nacional, do Uruguai, nos shoot-outs (tiros livres) após empate em 3 a 3 no tempo normal.

Flamengo Nacional Desafio Internacional futebol 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7.com) 
O artilheiro Mikimba marcou três vezes na partida do Flamengo (Foto: Davi Pereira/Jornal F7.com)

Nesta sexta-feira, acontece a segunda rodada, com Barcelona x Nacional, às 16h30m, e Flamengo x River Plate, às 17h45m. A competição é disputada em turno único, com os dois primeiros se classificando para a final, no domingo. No sábado, o Nacional jogará contra o River Plate, às 10h, enquanto o Flamengo irá enfrentar o Barcelona, às 11h15m.

Barcelona River Plate desafio internacional futebol 7 (Foto: Davi Pereira/Jornal F7.com) 
Barcelona venceu o River Plate com autoridade (Foto: Davi Pereira/Jornal F7.com)

A vitória do Barcelona foi construída com dois gols de Luiz Cláudio. Marcaram também Juan Martin, Diogo Nicolas e Jorge Fernandes, com Brian Estigarribia diminuindo para os argentinos. No jogo de fundo, o Nacional saiu na frente, mas Mikimba, conhecido como o Brocador do futebol 7, balançou a rede três vezes colocando o Rubro-Negro em vantagem. Os uruguaios ainda conseguiram o empate, mas, nos shoot-outs, deu Flamengo com o placar de 1 a 0.


Alemanha imita o Manto Sagrado do Mengão


Atenção: Cruzeiro vai entregar o jogo


Marcelo Oliveira comanda coletivo com seis titulares, mas sem Dedé

Dedé deve ter atendido o seu desejo de não enfrentar o seu ex-clube, a coisa maldita, vasco.

Esse vagabundo do Dedé deveria ser banido do futebol. Quem paga o salário desse escroto é o Cruzeiro. Que sendo conivente com essa atitude de entregar o jogo deveria ser rebaixado.

Cruzeiro entrega o jogo e o vasco, Marlone

Vamos fazer uma campanha para o Cruzeiro ser punido,  junto com Dedé que não quer entrar em campo.



quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Com Laprovittola preciso, Flamengo ignora 'caldeirão verde' e bate o Palmeiras


Laprovittola respirou e arremessou com calma. O argentino ignorava o caldeirão verde do ginásio do Palestra Itália ou mesmo a marcação do Palmeiras, que se aproximava. Preciso nas bolas de longa distância, o armador brilhou mais uma vez e liderou o Flamengo à terceira vitória no NBB. Por maior que tenha sido a pressão das arquibancadas e o empenho dos jogadores alviverdes para manter o duelo em igualdade, o atual campeão nacional venceu por 84 a 71 na noite desta quinta-feira e manteve o 100% de aproveitamento na temporada 2013/14 da competição.

O argentino que foi o destaque dos dois primeiros jogos do Fla foi o cestinha do duelo com o Palmeiras, com 30 pontos. Laprovittola ainda deu quatro assistências. O ala-pivô Olivinha também teve boa atuação e anotou um duplo-duplo, com 18 pontos e 12 rebotes. O lado negativo para o Rubro-Negro foi a lesão sofrida por Vitor Benite no último quarto. Com uma entorse no joelho esquerdo, ele deixou a quadra de maca.

Basquete NBB Palmeiras x Flamengo (Foto:  Fábio Menotti/Ag. Palmeiras) 
Laprovittola, do Flamengo, duela com Tyrone, do Palmeiras (Foto: Fábio Menotti/Ag. Palmeiras)

Com três triunfos, o Flamengo tentará continuar invicto no duelo do próximo sábado, às 16h (de Brasília), quando encara o Pinheiros, novamente em São Paulo. A partida, que terá transmissão ao vivo do SporTV, marcará a estreia do ala Leandrinho pelo time paulista.

O Palmeiras, por sua vez, tentará se reabilitar da derrota e enfim vencer em casa também no sábado, só que às 18h. O time de Ênio Vecchi receberá os cariocas do Macaé para se manter no grupo de classificação para os playoffs, o G-12.

o jogo

O equilíbrio previsto pelos dois times deu as caras logo nos primeiro minutos do confronto. O Com mais ritmo de jogo por ter começado antes a temporada, o Palmeiras saiu na frente empurrado pela torcida, que não chegou a lotar o ginásio do Palestra Itália, mas compareceu em peso. O pivô Átila do Santos havia prometido colocar de lado a amizade com seu ex-time nesta quinta-feira e cumpriu. Ele deu enterrada, toco e até fez cesta sofrendo falta.

Só que o Flamengo não é o atual campeão à toa. Mesmo ainda desfalcado de Marcelinho e Marquinhos, o visitante mostrou pontaria. O armador argentino Laprovittola liderou à liderança do placar com sete pontos. O pivô americano Jerome também encontrava espaço dentro do garrafão alviverde. O Verdão, porém, não deixou o Fla deslanchar e arrancou o empate no último segundo do primeiro quarto com uma cesta do ala americano Tyrone, que quase se desequilibrou para igualar em 19 a 19.

Basquete NBB Palmeiras x Flamengo (Foto:  Fábio Menotti/Ag. Palmeiras)O técnico José Neto então mexeu no Fla, trocou a defesa individual por uma zona que protegia bem o garrafão e colocou o pivô Cristiano em quadra. O jovem, que defendeu a seleção brasileira na Copa América, correspondeu. Com 2,08m, ele dominou com facilidade o garrafão alviverde e até tentou uma ponte aérea, mas não conseguiu finalizar o passe de Laprovittola. O argentino continuava bem nos arremessos de longa distância e chegou aos 12 pontos no primeiro tempo. O Palmeiras tentava compensar a defesa frágil com ataques rápidos. O ala americano Wiggins acertou alguns arremessos, e o pivô Marcão deu uma enterrada para evitar uma arrancada rubro-negra, que foi ao intervalo com pequena vantagem (34 a 31). Poucos torcedores palmeirenses atiraram baquetas de plástico nos flamenguistas na saída de quadra, mas logo foram repreendidos pelos seguranças alviverdes.

O Palmeiras voltou à quadra desligado. Substituindo o machucado Caleb Brown, o armador Neto errou a saída de bola e deu o contra-ataque para Laprovittola, que fez a cesta, sofreu falta e converteu o lance livre de bonificação. Demorou mais de um minuto para Wiggins colocar o anfitrião de volta ao jogo, mas a defesa alviverde seguia dando espaço para os arremessos de longa distância. Os alas Benite e Gegê e Laprovittola aproveitaram para aumentar a vantagem do Fla com bolas de três. Jerome deu um show de tocos no garrafão rubro-negro.



O argentino Laprovittola foi o grande destaque do jogo (Foto: Fábio Menotti/Ag. Palmeiras)

 Os visitantes chegaram a abrir dez pontos de frente (50 a 40), mas Tyrone incendiou o jogo e a inflamou a torcida com uma roubada de bola e uma enterrada. Minutos depois ele ainda repetiu a dose para deixar a desvantagem em apenas quatro pontos. O jogo ficou nervoso. Ênio Vecchi reclamou bastante de uma falta de ataque palmeirense e acabou tomando uma falta técnica. Logo na sequência um torcedor cuspiu em Gegê: mais uma falta técnica para o Fla, que esfriou a reação palmeirense e fechou o quarto com uma folga na liderança (61 a 50).

Basquete NBB Palmeiras x Flamengo (Foto:  Fábio Menotti/Ag. Palmeiras) 
Pivô Meyinsse, do Flamengo, durante o confronto contra o Palmeiras (Foto: Fábio Menotti/Ag. Palmeiras)

O Palmeiras não jogou a toalha, mas o time de Ênio Vecchi se precipitava em chutes de três pontos que sequer chegaram perto da precisão rubro-negra. A vitória estava cada vez mais nas mãos do Flamengo. Tudo estava bem para os cariocas, quando Benite pisou no pê do ala Guto e sofreu uma entorse no joelho esquerdo. O jogador foi retirado de quadra chorando. Ele não pôde ver Laprovittola controlar a situação e liderar o Fla à vitória nos minutos finais (84 a 71).


Ingressos à venda para Flamengo x Corinthians, pelo Brasileiro


No dia em que a torcida do Flamengo esgotou os ingressos para a final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, foi aberta a venda em pontos físicos para o jogo contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. A partida com os paulistas acontece no próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã, pela 36ª rodada, e pode definir a permanência de vez dos rubro-negros na Série A em caso de vitória. A venda também acontece na internet pelo site www.futebolcard.com. Foram colocados à venda 53.450 mil ingressos (carga total de 64.101).

PREÇOS

Cadeira Inferior e Superior Norte (Flamengo)
R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia)
Sócio-torcedor: R$ 30 (inteira) / R$ 15 (meia)

Cadeira Inferior e Superior Sul (Flamengo)
R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia)
Sócio-torcedor: R$ 30 (inteira) / R$ 15 (meia)

Cadeira Superior Sul (Corinthians)
R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia)

Cadeira Inferior Leste (Flamengo)
R$ 100 (inteira) / R$ 50 (meia)
Sócio-torcedor: R$ 50 (inteira) / R$ 25 (meia)

Cadeira Superior Leste (Flamengo)
R$ 80 (inteira) / R$ 40 (meia)
Sócio-torcedor: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia)

Cadeira Maracanã Mais (Com serviços)
R$ 160 (inteira) / R$ 100 (meia)
Sócio-torcedor do Flamengo: R$ 100 (inteira) / R$ 70 (meia)

PONTOS DE VENDA - 10h às 17h

Bilheteria 4 do Maracanã (Júlio Delamare) – Av. Maracanã s/nº (não haverá venda no sábado)

Estádio da Gávea – Av. Borges de Medeiros, nº996 – Lagoa (para sócio-torcedor do Flamengo)

Estádio da Gávea – Praça Nossa Senhora Auxiliadora, s/nº (torcida do Flamengo)

Bilheteria Sul do Engenhão – Rua Arquias Cordeiro, nº 1.046 – Engenho de Dentro

Casa da Vila da Feira – Hadoock Lobo, 195, Tijuca 

Cariocas FC – Rua Dias da Cruz, 255, Shopping Méier

Loja Fanático – Av. John Kennedy, 292, Loja 217, Lagoa Shopping , em Araruama.

Loja Burgão – Estrada dos Bandeirantes, 3.300, em Jacarepaguá

No dia da partida, só funcionam os pontos de venda no estádio da Gávea (de 10h às 13h) e as bilheterias do Maracanã, que ficam abertas até o final do primeiro tempo.


Curtinha: agência vende pacotes com ingressos para o Fla na decisão

 
 Ainda restam alguns ingressos para a decisão da Copa do Brasil entre Flamengo e Atlético-PR, dia 27, no Maracanã. A venda pela internet foi finalizada nesta quinta-feira, com a carga de 52.710 destinada aos flamenguistas esgotada. Porém, a Fla Tour, agência de viagens do clube, ainda comercializa pacotes para a partida.

O menor preço é de R$ 690,00, com a possibilidade de parcelar o valor em até cinco vezes no cartão de crédito. Este pacote dá direito a traslado executivo e ingresso para o setor Oeste inferior.  Mas há também valores mais altos, com vantagens específicas, como hospedagem em um hotel, e outros destinados apenas a sócios, com desconto.

André Santos confiante para a final: 'Não é qualquer dor que vai me tirar'


André Santos desembarque Flamengo (Foto: Cahê Mota)
O caminhar ainda reserva algumas mancadas, mas o André Santos que desembarcou no Rio de Janeiro no fim da tarde desta quinta-feira já demonstrava otimismo em participar da decisão da Copa do Brasil, quarta-feira, no Maracanã, contra o Atlético-PR. Substituído ainda no primeiro tempo do empate por 1 a 1 em Curitiba, por torção no tornozelo esquerdo após pisar em um buraco, o lateral do Flamengo chegou ao Aeroporto Santos Dumont sorridente e sequer cogitou não entrar em campo na finalíssima. Ainda não há, porém, uma posição oficial do departamento médico. 

Na manhã desta quinta, o próprio camisa 27 postou em uma rede social uma foto fazendo fisioterapia no hotel onde os rubro-negros estavam hospedados em Curitiba. Este procedimento deve ser rotina nos próximos dias. De qualquer maneira, André Santos já se apressou em avisar: só não estará em campo se a dor for insuportável. 

- Espero estar 100% no jogo de volta. Esse é meu objetivo. É mais uma final, um jogo que vai ser muito importante para todos. Vou fazer de tudo para entrar em campo. Ser campeão pelo Flamengo é o que sempre sonhei, agora está muito perto, e não é qualquer dorzinha que vai me tirar da final. 

Bem humorado, André Santos deixou de lado a lesão e aproveitou para brincar ainda com Amaral, herói do Flamengo na Vila Capanema. 

- Já falei que é para o Amaral aproveitar para tirar foto porque não é sempre que faz gol (risos). Não foi um chute, foi uma pedrada. Um gol muito bonito, e ele merece pelo que vem fazendo. É um excelente jogador, com regularidade, e foi premiado na hora certa.

Além de André Santos, Chicão também deixou a primeira partida da decisão por conta de um problema na coxa, mas não atendeu a imprensa na chegada ao Rio, apesar de caminhar normalmente. Na manhã de sexta-feira, o elenco rubro-negro se reapresenta no Ninho do Urubu e encara o Corinthians, domingo, no Maracanã, pelo Brasileirão.



Lote de ingressos do Atlético-PR não esgota e será devolvido para o Rio


Setor de cadeiras cativas teve grande ocupação, mas telão anunciou que 2.440 (de 4.968) foram usadas (Foto: Vicente Seda)
A carga de ingressos do Atlético-PR para o jogo da final da Copa do Brasil, no Maracanã, no próximo dia 27, não se esgotou. Foram destinados 7,5 mil ingressos para a torcida visitante e pouco mais de 6 mil foram vendidos. O clube não divulgou o número exato e, de acordo com a assessoria de imprensa, o restante será devolvido. No entanto, ainda conforme a assessoria, a venda só pode ser feita para a torcida do Atlético-PR.

O lote de visitantes foi destinado para os sócios do Atlético-PR e, na última segunda e terça-feira, as vendas foram abertas para o público em geral, que foi encerrada na última quarta-feira.

Do lado do Flamengo, a carga se esgotou na tarde desta quinta-feira e, ao todo, foram vendidos 52.710. A venda para a partida foi cheia de controvérsia no Rio de Janeiro e entidades de proteção ao consumidor consideraram o preço de R$ 250 abusivo. Depois de idas e vindas, o Flamengo conseguiu manter o valor com decisão da Justiça.

A primeira partida entre Atlético-PR x Flamengo terminou no empate em 1 a 1, na Vila Capanema. Os cariocas têm pequena vantagem e podem empatar em 0 a 0 para garantir o título. Empate em 1 a 1 leva o jogo para a decisão de pênaltis e outros empates dão o título ao Atlético-PR.



Feliz com empate, Flamengo chega ao Rio e celebra ingressos esgotados para final


Felipe desembarque Flamengo (Foto: Cahê Mota)O Flamengo mudou a rotina do Aeroporto Santos Dumont no fim da tarde desta quinta-feira. Após o empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, na primeira partida da decisão da Copa do Brasil, a delegação rubro-negra desembarcou no Rio de Janeiro, vinda de Curitiba, e monopolizou as atenções no local. Mesmo sem a presença de grande número de torcedores, a invasão de jornalistas atraiu curiosos, que se aglomeraram no portão de desembarque a espera dos atletas. 

A expectativa por palavras dos finalistas causou certo tumulto no local. O primeiro jogador a atender a imprensa foi Felipe, que voltou ao time após três semanas de recuperação de cirurgia no joelho. Solícito, o goleiro parou para encarar o turbilhão de microfones e comemorou o resultado que trouxe na bagagem da capital paranaense. 

- Os nossos primeiros 90 minutos foram bem feitos. O empate, ainda mais com gol, era importante. Mas não adianta nada se perdermos e ficarmos sem o título. Temos que continuar com o pé no chão, deixamos a empolgação para o torcedor. Temos que pensar no jogo de domingo, e depois, sim, pensar no título. 

Já o volante Luiz Antonio falou sobre o apoio do torcedor na partida decisiva, quarta-feira, no Maracanã. Com os ingressos esgotados, o Maracanã terá lotação máxima para conhecer o campeão da Copa do Brasil. 

- Isso é bom. Sabemos que a torcida do Flamengo está nos apoiando. E é isso que nós queremos, para sair com a vitória no próximo jogo. 

Paulinho desembarque Flamengo (Foto: Cahê Mota) 
Paulinho conversa com os jornalistas no desembarque do Flamengo (Foto: Cahê Mota)

Paulinho, por sua vez, não ficou surpreso com o fim das vendas uma semana antes da finalíssima. O atacante, entretanto, se mostrou preocupado em evitar que a empolgação do torcedor faça eco no elenco: 

- Já esperávamos que a torcida fosse esgotar. Agora, é focar no jogo, nos 90 minutos que restam. Fizemos um grande resultado fora de casa, mas não tem nada decidido. 

Flamengo e Atlético-PR se enfrentam na quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Maracanã. Um 0 a 0 garante o título aos cariocas, enquanto a repetição do placar leva a decisão para os pênaltis. Já empate por dois ou mais gols beneficiam o Furacão. Antes da finalíssima, porém, o Rubro-Negro do Rio de Janeiro encara o Corinthians, domingo, pelo Brasileirão.


Flamengo é líder absoluto de torcedores de futebol no Tocantins


Crianças da Escolinha do Flamengo em Palmas são apaixonadas pelo time (Foto:  Divulgação/Escolinha Fla Palmas)




O Flamengo é líder absoluto das preferências tocantinenses: 30,2% da torcida local.



Ingressos esgotados: 69.591 estarão presentes na final da Copa do Brasil


Estão esgotados os ingressos destinados à torcida do Flamengo para decisão da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, dia 27, no Maracanã. Na tarde desta quinta-feira, o clube carioca informou que havia menos de mil bilhetes ainda disponíveis para os rubro-negros cariocas. Com o setor Leste inferior também esgotado - os demais setores já haviam sido preenchidos até quarta-feira -, restavam lugares vagos apenas na área inferior do setor Oeste, que acabaram no fim da tarde.

Ao todo foram vendidos 52.710 ingressos para os flamenguistas (todos pela internet). Além dos vendidos, as gratuidades e cadeiras cativas ocupam 9.861 lugares, e cortesias, 1.180. A torcida do Atlético-PR tem direito a carga de 5.840, e ainda restam 1.510.

 A venda de ingressos para esta partida teve diversos capítulos envolvendo o valor das entradas. O Procon-RJ considerou  abusivo o aumento do preço e entrou com pedido para a redução dos mesmos, que custavam (o valor da inteira) a partir de R$ 250 para os não sócios. Depois de idas e vindas, até com presença da polícia na sede do clube, Luiz Roberto Ayoub, juiz da 1ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), manteve o indeferimento da liminar ajuizada pelo Procon-RJ contra o Flamengo - o Procon-RJ e o Ministério Público podem recorrer.

Em campo, ninguém saiu vencedor no primeiro confronto. O empate por 1 a 1 no Durival Britto, na última quarta, deixou o Fla com pequena vantagem. Um empate por 0 a 0 garante aos cariocas o título. Igualdade no placar por dois ou mais gols dá a taça ao Furacão. Repetição do 1 a 1 leva a disputa para os pênaltis.



Léo Moura vê taça mais próxima, mas alerta: ‘É uma vantagem pequena’

Leo Moura Flamengo x Atlético-PR (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)
Faltam 90 minutos. Tetracampeão carioca e campeão brasileiro pelo Flamengo, Léo Moura jamais teve o privilégio de erguer uma taça como capitão da equipe. Na última quarta-feira, o sonho do lateral-direito ficou mais próximo. No primeiro jogo da final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, houve empate em 1 a 1, e o gol marcado fora de casa deixou o Rubro-Negro em vantagem sobre o Furacão na briga pelo título. No Maracanã, quarta-feira que vem, um empate sem gols garante o tricampeonato. A vantagem é comemorada, mas com cautela. Léo alerta.

- O meu sonho está próximo, é um sonho que ficou mais próximo, mas a gente sabe que é uma vantagem pequena, mas é uma vantagem jogar pelo empate (sem gols). Não vamos poder também querer sair de qualquer maneira, temos de ser inteligentes, porque vamos decidir em casa e com o apoio da nossa torcida. Quero aproveitar para convocar o torcedor para encher o Maracanã e se Deus quiser vamos sair campeões - disse o camisa 2.  

Léo assumiu a braçadeira do Flamengo na metade de 2010, depois que o goleiro Bruno foi preso. Em 2011, com a chegada de Ronaldinho Gaúcho, perdeu o posto, mas voltou a liderar a equipe com a saída do ex-camisa 10, no início de 2012. Aos 35 anos e em fim de contrato, Léo disputa mais uma decisão pelo Rubro-Negro. E pode ser bicampeão da Copa do Brasil, já que venceu em 2006.  

- Dentro do Maracanã nós somos muito fortes com o apoio da nossa torcida. Estamos levando essa vantagem para o Rio, vamos fazer de tudo para conquistar o título. Sabemos que ainda temos mais 90 minutos pela frente. Serão dificílimos, porque o Atlético é uma equipe que luta até o fim, os jogadores não desistem. Não tem nada ganho, vamos com a mesma humildade, a mesma entrega que nós tivemos em Curitiba.

Com o empate por 1 a 1 e o gol marcado fora de casa, um 0 a 0 no Maracanã será suficiente para o Flamengo levantar a Copa do Brasil. O Atlético-PR precisa de uma vitória (ou empate por dois ou mais gols), mas já superou o rival neste ano no Rio (4 a 2), pelo Brasileiro. Outro empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.


Flamengo já é o 3º em número de sócios-torcedores



         Confira o ranking:

1) Inter - 110.160

2) Grêmio - 74.276

3) Flamengo - 58.568


4) Santos -  53.637

5) Cruzeiro - 45.310

6) Corinthians - 44.745   ridículo

7) Palmeiras - 35.942


Com Chicão e André Santos como dúvidas, Samir e João Paulo podem ganhar chance no Flamengo


O técnico Jayme de Almeida terá de recorrer a dois reservas nos próximos dias enquanto aguarda por um parecer dos médicos do Flamengo em relação ao zagueiro Chicão e o lateral-esquerdo André Santos, que deixaram Curitiba machucados. Samir e João Paulo são os substitutos imediatos.

Fora do time por quase 45 dias por causa de dores abdominais, Samir retornou ao time no domingo passado na derrota por 2 a 1 para o Grêmio, no Olímpico. O jovem tem a confiança do comandante rubro-negro e era titular ao lado de Wallace antes de ser desfalque.

João Paulo, por sua vez, perdeu espaço quando André Santos foi tirado do meio de cam

po e deslocado para a lateral esquerda, posição de origem do jogador. Ele, porém, é utilizado quando o titular não atua.

Jayme de Almeida não costuma fazer improvisações e Samir e João Paulo deverão ser escalados para o jogo de domingo contra o Corinthians, pelo Brasileiro, caso Chicão e André Santos sejam vetados.

Para a zaga, o treinador ainda conta com as opções de González, Frauches e Welinton. Para a lateral, outra alternativa seria até mesmo improvisar um dos zagueiros, situação que já aconteceu em algumas partidas do Brasileirão quando o Rubro-Negro atuou com time misto.

Chicão deixou a partida na Vila Capanema com dores na coxa esquerda. André Santos, por sua vez, sofreu uma torção no tornozelo esquerdo. Ambos foram substituídos ainda no primeiro tempo e começaram o tratamento com gelo no local. A dupla acompanhou o segundo tempo do banco de reservas.

Eles serão reavaliados pelo departamento médico do Flamengo no retorno ao Rio de Janeiro, que acontecerá no fim da tarde desta quinta-feira.



Rapidinhas do Mengão

Jefferson admite pressão externa caso Flamengo  classifique para Libertadores
Goleiro do Botafogo reconhece que torcedores já fazem cobranças lembrando situação do rival: 'Não pode o Flamengo ir e o Botafogo não'

Campeão pelo  Flamengo, Fernando acerta com o Linense 
Fernando foi revelado pelo Flamengo, onde conquistou dois Cariocas e a Copa do Brasil de 2006 em cima da coisa maldita, vasco.

Alvo da Cabofriense, zagueiro Marllon, do Flamengo, entra na mira do Macaé
Jogador foi um dos dois nomes do Rubro-Negro indicados pelo treinador Paulo Henrique Filho, que já trabalhou nas categorias de base do clube carioca

Cabeleireiro dos boleiros vibra com ‘Amaralove’: ‘Força está nas tranças’
Que ninguém toque nas novas tranças de Amaral além de Iriri, o cabeleireiro dos boleiros.  Autor do gol do Flamengo no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, nesta  quarta, no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, o volante estreou as tranças rubro-negras na decisão e brilhou. Brilhou muito. Depois de 46 partidas pelo clube, o jogador, enfim, conseguiu marcar. E logo num momento de decisão. O visual à lá Vagner Love rendeu brincadeiras dos companheiros ao longo de toda  a semana, e Amaral virou “Amaralove”.

O Flamengo é o décimo clube mais valioso das Américas


A edição mexicana da revista “Forbes” afirmou que o Corinthians é o clube mais valioso das Américas, com um patrimônio avaliado em US$ 584,7 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão).

O clube foi valorizado devido à construção do Itaquerão, futuro estádio do time, que será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. Além disso, a publicação levou em conta o dinheiro arrecadado com direitos de televisão (o clube paulista é o que mais fatura, junto com o Flamengo no Brasil), o preço dos direitos econômicos dos jogadores e o valor da marca.

Entre os dez primeiros, há mais três clubes brasileiros. O São Paulo aparece na terceira posição, com um patrimônio avaliado em US$ 260,9 milhões (cerca de R$ 602, 1 milhões). Já o Internacional é o quinto colocado, com US$ 233,9 milhões (cerca de R$ 539,8 milhões).

Fechando o top 10 aparece o Flamengo, exatamente na décima posição, com US$ 146,9 milhões (cerca de R$ 339 milhões). Esse total do Rubro-negro é dividido em US$ 43,6 milhões (cerca de R$ 100,6 milhões) para direitos de TV, US$ 43,07 milhões (cerca de R$ 99,4 milhões) de plantel, US$ 14,3 milhões anuais (cerca de R$ 33 milhões) dos patrocinadores e US$ 46 milhões (cerca de R$ 106,1 milhões) pelo valor da marca. Como não tem estádio próprio não é contabilizado no valor.

Dos dez primeiros clubes, quatro são do Brasil, quatro do México (Chivas Guadalajara, Monterrey, América e Club Santos Laguna), um dos Estados Unidos (Los Angeles Galaxy) e um da Argentina (Boca Juniors).

De acordo com a revista, a lista foi elaborada com dados da Pluri Consultoria, Brand Finance Football, Mxsports, CBF, TV Sports Market, Transfermarkt, Sport+Markt e da MSL.

Veja o top 10 dos clubes mais valiosos:

1º Corinthians - US$ 584,7 milhões

2º Chivas Guadalajara (México) - US$ 328,1 milhões

3º São Paulo - US$ 260,9 milhões

4º Monterrey (México) - US$ 248,9 milhões


5º Internacional - US$ 233,9 milhões

6º Los Angeles Galaxy (EUA) - US$ 220,7 milhões

7º América (México) - US$ 219,2 milhões

8º Club Santos Laguna (México) - US$ 164,7 milhões

9º Boca Juniors (Argentina) - US$ 153,5 milhões

10º Flamengo - US$ 146,9 milhões   


101º Coisa maldita, vasco


André Santos diz que tomou injeção após final e faz tratamento para torção


O lateral André Santos, que sentiu uma torção no tornozelo na primeira partida da final da Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Atlético-PR, postou foto em redes sociais mostrando que está se dedicando ao tratamento para estar em perfeitas condições para a decisão na próxima semana, no Maracanã. O jogador se machucou no início do jogo, e a dor comprometeu sua atuação até deixar o campo, pouco antes dos 30 minutos do primeiro tempo. A princípio, ele não é dúvida para a partida de volta, no dia 27.

“Tratamento intenso logo cedo, depois da injeção de ontem já estou bem melhor!! Agora é cuidar para estar 100% no jogo da volta... #vamosmengão”, diz a publicação feita pelo jogador na internet.

Flamengo - André Santos no tratamento pela manhã (Foto: Reprodução / Instagram) 
André Santos publica foto na internet do seu tratamento na manhã desta quinta-feira (Foto: Reprodução / Instagram)

Após a partida, o técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, afirmou que ainda é cedo para fazer previsões sobre o lateral e também sobre o zagueiro Chicão, que sentiu uma lesão muscular.

- Não tenho como falar nada agora. O caso do André foi torção do tornozelo e o Chicão sentiu o músculo. Não conversei com o departamento médico, é muito cedo ainda, mas temos uma semana para tentar melhorar os atletas - analisou Jayme.

Flamengo quita direito de imagem atrasado na véspera de decisão


O Flamengo tratou de pagar um dos dois meses de direitos de imagem do grupo que estavam atrasados. A pendência foi quitada na terça-feira, na véspera do primeiro jogo da final da Copa do Brasil.

Além disso, a diretoria rubro-negra voltou a ratificar o acordo selado há cerca de 20 dias em relação à premiação no caso de eventual título. O grupo ganhará metade dos R$ 3 milhões que são distribuídos ao campeão.

Os jogadores já receberam 50% dos R$ 800 mil que o Rubro-Negro ganhou da CBF por ter avançado à final da Copa do Brasil. E esse procedimento, de dividir a premiação por fase, foi adotado ao longo da competição pela diretoria.

Pessoas ligadas à diretoria garantem que o combinado em relação ao dinheiro extra se o time for campeão foi aceito pelo grupo, que está ciente das dificuldades financeiras do Flamengo nesta temporada.

Flamengo e Atlético-PR voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Maracanã.

Sintonia entre Flamengo e torcida ganha coro de diretoria em Curitiba



Após o empate em 1 a 1 com o Atlético-PR, na Vila Capanema, os jogadores do Flamengo que estavam no banco se dirigiram até o campo para festejar com os titulares e fazer um agradecimento à torcida de mãos dadas.

O diretor executivo, Paulo Pelaipe, comemorou o resultado e logo que o juiz apitou o fim do jogo foi rapidamente ao encontro dos jogadores, apontando em direção da torcida. Com o gesto, ele exigia que os rubro-negros fossem até os cerca de 1.700 torcedores que estiveram em Curitiba.

Enquanto alguns davam entrevista ainda dentro do campo, Carlos Eduardo caminhava em direção ao vestiário, quando foi pego pelo braço por Pelaipe e, após uma chamada, foi orientado a se juntar aos demais.

Completo, então, o grupo fez uma espécie de corrente e saudou os torcedores. O gesto já havia sido repetido quando o Flamengo entrou em campo para o aquecimento.Também de mãos dadas, os jogadores foram até os rubro-negros pedir apoio.

A sintonia entre torcida e time foi reforçada após a vitória sobre o Cruzeiro, nas oitavas de final da Copa do Brasil. O 1 a 0 foi suficiente para classificar o Flamengo para a fase seguinte. Desde então, o Maracanã e a torcida têm se tornado um fator preponderante na campanha do time na competição.



Hernane promete gol no Maracanã na final: ‘Quando jogo lá, durmo tranquilo’

O artilheiro da Copa do Brasil, com sete gols, passou em branco no primeiro jogo da final. Hernane lutou muito no empate por 1 a 1 com Atlético-PR, nesta quarta-feira, em Curitiba, teve trabalho com o zagueiro Manoel, mas ainda assim conseguiu jogar bem. O Brocador teve duas boas chances no segundo tempo, mas não conseguiu abrir ainda mais vantagem no topo da lista dos goleadores da competição.

Segundo ele, sem problemas. Como o jogo da volta será no Rio, quarta que vem, ele promete marcar no Maracanã. A confiança tem razão de ser. O camisa 9 é o principal artilheiro do estádio depois da reforma, com 16 gols marcados.

- Sem dúvida (vai fazer gol). Quando jogo lá no Maracanã, deito a cabeça no travesseiro e durmo tranquilo. Sei que lá o gol do Hernane vai sair - disse.  

Hernane tem 33 gols na temporada. Depois de ser o artilheiro do Carioca, com 12 gols, está muito próximo de conquistar a artilharia da Copa do Brasil. O desempenho do Brocador no Maracanã é tão impressionante que, dos últimos 17 gols dele, apenas um não foi marcado no estádio. Contra o vasco, em outubro, pelo Brasileiro, ele marcou no empate por 1 a 1 em Brasília.

Com o empate por 1 a 1 e o gol marcado fora de casa, um 0 a 0 no Maracanã, na próxima quarta, será suficiente para o Flamengo levantar a Copa do Brasil. O Atlético-PR precisa de uma vitória (ou empate por dois ou mais gols), mas já superou o rival neste ano no Rio (4 a 2), pelo Brasileiro. Outro empate por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

- Sabemos que não podemos tomar gol. Vamos jogar fechadinhos lá e vamos surpreender a equipe do Atlético - afirmou Hernane.

A delegação rubro-negra chega ao Rio no fim da tarde desta quinta, às 18h, no aeroporto Santos Dumont. Antes do segundo jogo contra o Atlético-PR, a equipe enfrenta o Corinthians, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.