sábado, 8 de fevereiro de 2014

Jayme vê bom início do Fla e critica: 'Gols do Flu saíram por bobeiras nossa'




Com o gosto amargo da derrota no primeiro clássico do ano - e no primeiro teste mais forte para o time antes da estreia na Libertadores -, o técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, tentou minimizar a vitória por 3 a 0 em cima do seu time nesta noite de sábado no Maracanã. Para o treinador, "sem querer tirar o mérito do Fluminense", foram os erros da sua equipe que proporcionaram o placar para os tricolores. No entanto, ele viu um bom início do Flamengo, com jogadas trabalhadas e também chance de reação até levar o segundo gol.

O treinador não quis entrar em detalhes de como vai armar o time para estrear na Libertadores na próxima quarta-feira, contra o León, no México. Pelo contrário, disse que ainda havia "muito tempo" para pensar, por exemplo, se retornava com Samir na zaga, no lugar de Erazo. O equatoriano, que não foi bem em seu segundo jogo com a camisa rubro-negra, foi defendido pelo técnico Jayme de Almeida.

- A falha não acontece sozinha, ela é da defesa, que deixou o rapaz saltar sozinho. Mas isso não pode voltar a acontecer. Jogar tudo nas costas do Erazo é maldade  - disse o treinador do Flamengo.

Após reclamar da não marcação de um pênalti no primeiro tempo, Jayme procurou elevar a moral da sua equipe. Ele quer a postura do início do Fla-Flu, mas, evidentemente, com um time mais atento, principalmente nas jogadas aéreas.

Confira abaixo a íntegra da coletiva de imprensa do técnico do Flamengo.

DERROTA
Derrota sempre é ruim. Fizemos um primeiro tempo até bom, o Fluminense mais atrás, procuramos pressionar. Eles fizeram o gol numa bola roubada que bateu na mão do Diguinho, sobrou para o Conca, mas acho que jogamos até melhor. Mas no segundo tempo falhamos muito mesmo. Falha nossa, falha minha também, minha defesa que falhou, tomou o segundo gol com 3 minutos. Nosso time se perdeu um pouco, tentou organizar até os 20, tentou sair para ganhar, mas o Flu foi mais perigoso. Nosso time parou, levou o terceiro gol. São lições que tivemos que aprender. Mas o resultado foi péssimo, não esperava perder de 3 a 0. Não temos muito o que mexer para quarta-feira, só espero que possamos fazer um jogo mais atento. Principalmente em jogadas fundamentais, como nas bolas aéreas, em que falhamos muito hoje.

ESCALAÇÃO DE TITULARES
A programação foi feita assim. Jogamos três jogos com os titulares, descansamos na quarta-feira e voltamos com os titulares hoje. Não foi esse nosso problema hoje. Não vou tirar o mérito do F luminense, mas depois do segundo gol nos perdemos. Se conseguirmos repetir o primeiro tempo de hoje, do Fla-Flu, na Libertadores, acho que vamos bem no México. Tivemos a bola, houve o pênalti. Mas depois do segundo gol perdemos o plano tático e nos perdemos no jogo.

ERAZO OU SAMIR
Não pensei nisso ainda. A falha não acontece sozinha, ela é da defesa, que deixou o rapaz saltar sozinho. Mas isso não pode voltar a acontecer. Jogar tudo nas costas do Erazo é maldade, quando perde, perdemos todos. Era uma derrota que não queria, mas não podemos caçar cabeça de jogador. Quando perde tem que trabalhar lado emocional. Vi coisas boas no nosso time no primeiro tempo, foi bem. Espero que a gente não repita as falhas contra o León.

ESTREIA DE EVERTON
Acho que fez um bom primeiro tempo, com as dificuldades de um Fluminense muito fechado, jogando no nosso erro. Criamos várias faltas perto da área, temos jogadores que batem bem. No segundo tempo, o Mugni entrou, ele prende bem a bola, errou bolas bobas, mas quase fez o gol em boa jogada. Era essa a ideia. Gabriel entrou bem nos últimos jogos, tentei colocá-lo no lado direito junto com o Léo Moura.

SENTIMENTO APÓS DERROTA COM TIME PRINCIPAL
Nenhum. Faz parte do jogo ganhar ou perder. O Fluminense foi mais competente, por erros nossos na defesa. Mas os meninos lutaram, foram até o final, procuraram reverter o quadro, houve bola antes para fazer 2 a 1, poderia reagir, mas o Fluminense foi melhor da metade do segundo tempo para frente. Time fez um primeiro tempo bom, depois lutou até o final, resultado não veio, mas os gols saíram por bobeiras nossa.

ESQUEMA PARA ESTREIA NA LIBERTADORES
Não é que o Flamengo foi ofensivo hoje, é que o Fluminense foi defensivo. O Flamengo saiu para jogar porque o Fluminense estava mais atrás. Até o jogo do León tem muito tempo. Vimos mais de oito jogos do León, um bom adversário. Não vamos para empatar, vamos tentar vencer. Se entrar para empatar, vai perder. O Flamengo sempre tem que entrar para ganhar. Mas não vamos sair que nem malucos. 
 
 
 

Hernane não quer lamentação no Fla: 'Precisamos pensar na Libertadores'



Flamengo x Fluminense - Hernane (Foto: Ricardo Ramos/ LANCE!Press)Eram cinco vitórias, um empate e a esperança de confirmar a boa fase diante de um arquirrival. A noite, porém, não terminou como os jogadores do Flamengo vislumbravam. A derrota por 3 a 0 para o Fluminense, neste sábado, no Maracanã, deixou o discurso dos atletas rubro-negros norteado por um tom de surpresa. Logo na saída do gramado, Hernane, sem conseguir esconder o abatimento, fez questão de não falar muito do revés.

Para o Brocador, o importante, agora, é pensar na estreia do time na Libertadores, diante do León, na quarta-feira, no México.

– Estávamos com uma sequência boa, tivemos cinco vitórias e um empate. Felizmente, perdemos na hora em que poderíamos perder, mas não quero ficar falando disso, nem lamentando. O nosso foco é na Libertadores, que é a competição mais importante. Todos sabem disso. Precisamos manter a tranquilidade, pois quarta-feira temos um jogo que vale muito para nós – comentou o centroavante.

O elenco comandado por Jayme de Almeida embarca hoje à noite para o México. Na segunda-feira, o Flamengo já treina em León, visando à estreia.

Flamengo lamenta ‘gols bobos’ e quer evitar abalo para Libertadores



“Agora é virar a chave”. Com essas palavras Leonardo Moura, capitão do Flamengo, resumiu sua preocupação com a derrota por 3 a 0 para o Fluminense neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. O defensor espera que o placar, acompanhado de uma atuação ruim do time, não reflita no desempenho da equipe na estreia da Libertadores. Na próxima quarta-feira, o Rubro-Negro enfrentará o Leon-MEX, no México, às 22h (horário de Brasília).

- Tem que saber dividir. Hoje sofremos três gols por bobeira e falta de atenção, mas pressionamos, tentamos e não conseguimos. Agora é virar a chave porque na Libertadores temos que estrear bem – disse Leonardo Moura.

Neste sábado, o Flamengo atuou com força máxima, ao contrário do que aconteceu em várias rodadas do estadual. Apesar de um início em que dominou o Flu e deu a impressão de que iria se impor, o time não foi bem no restante da partida. Deixou o argentino Conca jogar solto e desequilibrar o clássico, sofrendo dois gols de cabeça – Michael e Elivélton e um de Walter no fim da partida.

- Vínhamos de uma seqüência boa, perdemos na hora que tínhamos que perder. Agora temos a Libertadores. Perdemos, é normal, um clássico, mas o placar não foi o esperado. Quarta-feira tem outro jogo e temos de levantar a cabeça – reforçou o centroavante Hernane.

Com a derrota no Fla-Flu, o Flamengo perdeu a liderança do Campeonato Carioca para o Tricolor, que chegou aos mesmos 16 pontos, mas agora tem melhor saldo de gols. O Rubro-Negro ainda pode terminar a rodada em terceiro lugar, caso o Vasco vença o Nova Iguaçu neste domingo.

O time volta a campo pelo Carioca no dia 16, um domingo, quando terá outro clássico pela frente: desta vez o rival será o Vasco, às 16h, no Maracanã.


NBB: classificação



 
 
Classificação




PTS Aprov Jogos V D Pró Contra Avg
#01 FLAMENGO-ESCUDO FLA Flamengo 44 83.3 24 20 4 2005 1778 1.13
#02 Pinheiros PIN Pinheiros 35 75.0 20 15 5 1703 1588 1.07
#03 Limeira LIM Limeira 35 66.7 21 14 7 1615 1504 1.07
#03 Paulistano PAU Paulistano 35 66.7 21 14 7 1767 1674 1.06
#05 Logo São José SJO São José 33 65.0 20 13 7 1653 1601 1.03
#06 Brasilia BRA Brasília 34 61.9 21 13 8 1763 1642 1.07
#07 LogoMascoteUnitriUniverso UBE Uberlândia 29 61.1 18 11 7 1529 1465 1.04
#08 Basquete Cearense CEA Basquete Cearense 33 50.0 22 11 11 1702 1699 1.00
#09 bauru BAU Bauru 31 47.6 21 10 11 1724 1725 1.00
#10 Palmeiras PAL Palmeiras 32 45.5 22 10 12 1758 1811 0.97
#11 Franca FRA Franca 27 42.1 19 8 11 1436 1469 0.98
#12 LogoMogi MOG Mogi das Cruzes 31 40.9 22 9 13 1758 1719 1.02
#13 Liga-Sorocabana LSB Liga Sorocabana 28 33.3 21 7 14 1594 1759 0.91
#13 Minas MIN Minas 28 33.3 21 7 14 1461 1539 0.95
#15 Macae MAC Macaé Basquete 29 31.8 22 7 15 1730 1799 0.96
#16 Universo GOI Goiânia LDB 28 27.3 22 6 16 1682 1823 0.92
#17 Espirito Santo Basquketball ESB Espírito Santo 22 15.8 19 3 16 1342 1627 0.83

Flamengo 0 x 3 Flu


                 Ficha técnica:


Data: 08/02/2014

Hora:19h30m (de Brasília)

Local: estádio do Flamengo, Maracanã


Renda e público: R$ 1.091.950 / 15.419 pagantes

Gols: Michael, Elivelton,  Walter (Flu)

Cartão amarelo: Elivelton(Flu)Muralha, André Santos, Gabriel(Fla)

Transmissão: O PremiereFC 1, o PFC HD 1 e o PFC Internacional transmitem o jogo com exclusividade no sistema de pay-per-view.

Flamengo:  Felipe, Léo Moura, Wallace, Erazo e André Santos; Amaral, Muralha, Elano( Lucas Mugni) e Everton( Gabriel); Paulinho( Igor Sartori) e Hernane. 
Técnico:Jayme de Almeida

Flu: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Valencia(Wagner), Diguinho, Jean e Conca; Sobis(Chiquinho) e Michael(Walter)
Técnico: Renato Gaúcho

 Os bancos:

Flamengo: Paulo Victor, Samir, Léo, Cáceres, Mugni, Gabriel e Sartori.
Fluminense: Kléver, Wellington Carvalho, William, Chiquinho, Wagner, Biro Biro e Walter.

Árbitro: Philip Georg Bennett
Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra dos Santos e Luiz Cláudio Regazone.




Sem freio, Flamengo atropela Paulistano, dá tempo no NBB e foca nas Américas


O Flamengo deu um tempo no NBB vencendo mais uma na competição: a vigésima vitória, em 24 rodadas. Após atuar oito vezes, em 17 dias, o Rubro-Negro colocou um ponto final na desgastante maratona. Com o pé no acelerador, o atual campeão não tomou conhecimento do terceiro colocado Paulistano e, mesmo fora de casa, atropelou o adversário por 98 a 67 (52 a 29). Muito aplicado defensivamente e inspirado ofensivamente, em atuação de gala de Olivinha, destaque da partida com 25 pontos, 14 rebotes e 100% de aproveitamento nos chutes de dois, o time do técnico José Neto entrou em quadra, pela primeira vez, com o quinteto que deve ser o titular até o fim da temporada, tendo o trio artilheiro Laprovittola, Marcelinho e Marquinhos atuando lado a lado. Agora, os cariocas voltam suas atenções para a Liga das Américas, torneio mais importante do continente e que dá ao campeão uma vaga no Mundial de clubes contra o vencedor da Euroliga. Na próxima semana, a delegação viaja para Quito, no Equador, onde disputa a primeira fase entre os dias 14 e 16 de fevereiro. 

Basquete NBB Marquinhos Flamengo e César Paulistano (Foto: Alê da Costa / Portrait) 
Marquinhos teve atuação destacada na vitória do Flamengo sobre o Paulistano por 98 a 67 (Foto: Alê da Costa / Portrait)
 
Além de Olivinha, destaque absoluto da partida, Marquinhos, se recuperando de um primeiro quarto ruim, foi fundamental no resultado com seus 16 pontos. Laprovittola, com 14 pontos, em 27 minutos, provou que está recuperado do incômodo no tornozelo, que o tirou da última rodada. André, com boa atuação no último período, ao converter quatro bolas de três, foi o cestinha do Paulistano, com 19 pontos.

Com várias rodadas antecipadas, o Flamengo só volta a jogar pelo NBB daqui a três semanas, mais exatamente no dia 27 de fevereiro. A partida pela 28ª rodada será contra o São José, na cidade paulista, às 20h.

Torcida do Flamengo estende faixa contra preço dos ingressos no Maracanã

A torcida do Flamengo se manifestou contra o preço dos ingressos para o Fla-Flu deste sábado. Antes de a bola rolar, uma faixa com a seguinte frase foi estendida na arquibancada do Maracanã: "abaixo o preço abusivo dos ingressos". Os valores das entradas variavam de R$ 100 a R$ 300. 

torcida flamengo faixa protesto preço dos ingressos  (Foto: André Durão / Globoesporte.com) 
Torcida do Flamengo estende faixa de protesto contra preço dos ingressos (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

Flamengo e Fluminense tentaram se acertar na questão dos valores. Porém, como os planos de associados têm modelos diferentes, não houve consenso. Prevaleceu, então, o mando de campo, o que revoltou o Tricolor. Como parâmetro, o clássico entre Vasco e Botafogo, com mando de campo do time de São Januário, teve os setores mais baratos a R$ 40 (R$ 20 a meia).

Na reunião do Conselho Arbitral antes do início do estadual, ficou decidido que não haveria valor mínimo para o ingressos nos clássico, e que o preço seria definido em acordo pelos clubes. Em nota durante a semana, o Fluminense deu sua versão:  

- Não houve acordo para a entrada dos sócios do Fluminense. Como de praxe, o clube sempre tenta obter os benefícios que o associado está acostumado, mesmo nos jogos que não são de mando do Fluminense. Porém, a diferença entre os modelos adotados pelos clubes impossibilitou que se chegasse a um consenso. O clube não compartilha da mesma política de ingressos adotada pelo rival, tendo a atual gestão praticado uma das médias de preço mais acessíveis do futebol brasileiro. Assim, prevaleceu o regulamento do Campeonato Carioca, que prevê que a equipe do lado esquerdo da tabela terá prerrogativas de mandante em caso de discordância entre as partes.   

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Flamengo x Emelec: ingressos à venda para sócios-torcedores a partir de sábado

Neste final de semana, os sócios-torcedores do Flamengo já podem comprar ingressos para a primeira partida da equipe em casa na Libertadores, que será contra o Emelec, do Equador, às 22h (de Brasília) no Maracanã, no dia 26 de fevereiro. Neste primeiro momento, as vendas ocorrem apenas pela internet, no site do Nação Rubro-Negra, e os preços vão de R$ 80 a R$ 270. Os horários para comercialização e os valores dos bilhetes variam de plano para plano.

Para esse jogo, o cartão-ingresso também pode ser carregado com entradas dos convidados, de acordo com o número máximo permitido em cada plano. Vendas e trocas nos pontos físicos do Rio de Janeiro só irão abrir no dia 24, em locais que serão divulgados mais próximo da data. O pacote de ingressos com preços promocionais para os três primeiros jogos como mandante do Fla, exclusivo para sócios-torcedores, continua à venda. Caso o sócio-torcedor estoure sua cota de ingressos na compra do pacote, ele não poderá adquirir entradas avulsas.

Horários de venda:

Plano "+Paixão": sábado, às 10h
Plano "Paixão": sábado, às 14h
Plano "+Amor": sábado, às 18h
Plano "Amor": sábado, às 22h
Plano "+Raça": domingo, às 8h
Plano "Raça": domingo, às 13h
Plano "Tradição": domingo, às 18h

Preços:

Planos "Raça", "+Raça", "Amor", "+Amor", "Paixão" e "+Paixão":

Norte e Sul: R$ 80 (R$ 40 meia)
Leste Superior: R$ 100 (R$ 50 meia)
Leste e Oeste Inferior: R$ 130 (R$ 65 meia)
Maracanã Mais: R$ 240 (R$ 120 meia)

Plano "Tradição":

Norte e Sul: R$ 90 (R$ 45 meia)
Leste Superior: R$ 110 (R$ 55 meia)
Leste e Oeste Inferior: R$ 150 (R$ 75 meia)
Maracanã Mais: R$ 270 (R$ 135 meia)
 
 

Em rede social, Fla convoca torcedores a ver o clássico pela TV

Com o elevado preço dos ingressos para asistir o Fla-Flu deste sábado, às 19h30, no Maracanã, a expectativa é de estádio vazio. E no início da tarde desta sexta-feira, o Flamengo, na página oficial do clube no Facebook, fez uma convocação inusitada aos torcedores.

"Amanhã tem o maior clássico do futebol - Clube de Regatas do Flamengo x Fluminense Football Club - e você que não vai ao Maracanã, só tem uma saída para assistir a esse jogão, ligue agora para sua operadora e peça o Premiere FC", dizia a mensagem.

Vale lembrar que o canal pago é parceiro do clube rubro-negro. Nele, inclusive, há um programa semanal do Flamengo. O bilhete inteiro mais barato para ver o clássico custa R$ 100 - sócios-torcedores com direito à meia-entrada pagam R$ 40. 

O Fluminense emitiu uma nota oficial durante a semana discordando do preço dos bilhetes.

Ausência de Fred é bem-vinda no Flamengo: 'Dá menos trabalho', diz Léo Moura



Léo Moura Flamengo treino (Foto: Wallace Teixeira / Agência Estado)
Muito bem-vinda. Assim foi recebida no Flamengo a notícia de que Fred está fora do clássico de sábado por conta de uma lesão na coxa esquerda. Apesar de não marcar um gol há seis meses, o atacante tricolor preocupava os rubro-negros, que acreditam em uma missão menos complicada na ausência do centroavante titular da Seleção. Léo Moura não escondeu que o desfalque é bom para o Rubro-Negro, mas deixou claro que é preciso manter a concentração seja quem for seu substituto.

- Ajuda a gente. É um jogador que dá muito trabalho. Quem entrar, vai querer mostrar para o Renato que tem condições. (Fred) É um jogador de Seleção, que sabe fazer gol. Quando não joga, não é que seja mais fácil, mas dá menos trabalho.

Sem Fred, Renato Gaúcho pode escalar Walter no ataque tricolor. E se a ausência do titular é vista como boa notícia, a possível entrada do gordinho preocupa. Fora das duas semifinais da Copa do Brasil no ano passado, após dizer que ia “deitar e rolar no Flamengo”, o atacante recebeu elogios de Léo Moura, que pediu marcação cerrada.
 
 - Já mostrou que é um jogador perigoso. No ano passado, teve sucesso no Brasileiro, está no Fluminense e vai mostrar por qual motivo veio. Independentemente de quem jogar, a marcação vai ser firme. Não vamos dar espaços. Por ser um clássico, vai ser bem estudado. Walter é um jogador perigoso e a atenção deve ser redobrada.
 
Flamengo e Fluminense se enfrentam no sábado, às 19h30m (de Brasília), no Maracanã, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Com 16 pontos e invicto, o Rubro-Negro lidera a competição, enquanto o Tricolor é o terceiro, com 13.

Carlos Eduardo é barrado e fica fora dos relacionados para Fla-Flu


Carlos Eduardo treino Flamengo (Foto: Cahê Mota)
A regularização de Everton e a boa estreia de Mugni com a camisa do Flamengo fizeram uma “vítima” para o Fla-Flu: Carlos Eduardo. Titular da equipe principal até a vitória por 5 a 2 sobre o Macaé, no último domingo, em Volta Redonda, o meia foi barrado e sequer está relacionado para partida deste sábado, às 19h30m (de Brasília), no Maracanã, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Ao todo, Jayme de Almeida relacionou 19 jogadores para o clássico. Uma surpresa é a presença de Igor Sartori, que teve boa atuação diante do Boavista e foi beneficiado pela lesão de Alecsandro, vetado pelo departamento médico.

Confira os relacionados do Flamengo:
Amaral, André Santos, Cáceres, Chicão, Elano, Erazo, Everton, Felipe, Gabriel, Hernane, Léo, Léo Moura, Lucas Mugni, Muralha, Paulinho, Paulo Victor, Samir, Sartori e Wallace.

Empolgado com 'formiga atômica', Jayme diz que Fla-Flu não é teste


Jayme de Almeida treino do Flamengo (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)A regressiva já começou. Depois da decepcionante eliminação na primeira fase há dois anos, o Flamengo renovou o sonho de conquistar a Libertadores e começa a caminhada na competição continental quarta-feira, contra o León, no México. A ansiedade é inevitável e evidente no torcedor. No meio do caminho, porém, há um Fla-Flu. E é nisso que Jayme de Almeida tenta se concentrar. Ciente da importância da rivalidade do clássico, o treinador atendeu a imprensa nesta sexta-feira, no Ninho do Urubu, e só vetou um tema: justamente o adversário mexicano.  

Líder do Carioca, com 16 pontos em 18 possíveis, o Rubro-Negro pode abrir seis de vantagem para o Fluminense em caso de vitória neste sábado, às 19h30m (de Brasília), no Maracanã, pela sétima rodada da Taça Guanabara. Cria da Gávea, Jayme sabe que a proximidade da estreia na competição continental não diminui em nada o peso do clássico e se apressa em dizer: o Fla-Flu não é teste para a Libertadores.  

- Esse Fla-Flu é Carioca. Vale, e vale muito. Sonhamos ficar entre os quatro primeiros e o resultado do clássico é muito importante. O time está focado no jogo e na importância dele, independentemente de qualquer coisa. É uma rivalidade muito grande, pela história de Flamengo e Fluminense, um jogo bom de se jogar, que motiva. Vamos tentar vencer com o time que descansou no meio da semana.  

O clássico, assim como em 2008, marcará a estreia de Everton com a camisa do Flamengo. Primeiro reforço anunciado, o meia será o último a estrear, mas, em um mês de treinamentos, já convenceu Jayme de sua importância para o restante da temporada.  

- O Everton é um jogador de velocidade, rápido e compõe bem o meio-campo. Chega rápido na frente, nos dá mais velocidade. Não podemos esperar o máximo. Está voltando ao Rio, ao Flamengo, e pelo que vemos no treino está bem. Tem muita disposição e vai nos ajudar muito. Não só no Fla-Flu, mas no ano todo. É dinâmico, pode jogar em mais de uma função. Se jogar o que jogou no Atlético-PR, está ótimo. É uma formiguinha atômica.

Everton treino do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem) 
Velocidade e fôlego: Everton virou "formiguinha atômica" para Jayme de Almeida (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Confira abaixo toda entrevista coletiva de Jayme:

Fla-Flu preparação para Libertadores? 

- Esse Fla-Flu é Carioca. Vale, e vale muito. Sonhamos ficar entre os quatro primeiros e o resultado do clássico é muito importante. O time está focado no jogo e na importância dele, independentemente de qualquer coisa. É uma rivalidade muito grande, pela história de Flamengo e Fluminense, um jogo bom de se jogar, motiva. Vamos tentar vencer com o time que descansou no meio da semana.

Ausência de Fred 

- O Fred é um grande problema para qualquer equipe que jogar contra o Fluminense. Sem ele, a perda é muito grande. O Fluminense não jogar com 10. Tem bons centroavantes e a preocupação com eles é igual. Vão vir forte para caramba.

Volta de Erazo 

- O Frickson jogou um jogo, foi expulso, ficou fora e temos que observar. Mais na frente, as coisas vão apertando e tenho que observá-lo. Espero que faça um bom jogo, tenha uma boa recepção pela torcida e faça uma história bonita no clube. É um bom garoto, treina para caramba, tem o sorriso alegre, dá o máximo e veio ajudar. Tenho que vê-lo melhor. Achei que ele não ia ter condição de jogar (pelos pontos na cabeça).

Estreia de Everton 

- O Everton é um jogador de velocidade, rápido e compõe bem o meio-campo. Chega rápido na frente, nos dá mais velocidade. Não podemos esperar o máximo. Está voltando ao Rio, ao Flamengo, e pelo que vemos no treino está bem. Tem muita disposição e vai nos ajudar muito. Não só no Fla-Flu, mas no ano todo. É dinâmico, pode jogar em mais de uma função. Se jogar o que jogou no Atlético-PR, está ótimo. É uma formiguinha atômica.

Alegria no treinamento 

- O grupo todo está trabalhando com muita vontade. É bonito ver o trabalho deles, o respeito que têm um pelo outro. O que chamou a atenção é que o Flamengo teve três times diferentes e todos foram muito bem. Isso dá confiança para todos, dá calma, e o ambiente fica bom de trabalhar.

Posicionamento tático do Everton 

- Fizemos de várias maneiras. Até com o Paulinho pela direita. Não vai ser algo fixo. Até porque, são jogadores de muita movimentação. Esses três que compõem o meio chegam ao ataque. Espero que se movimentem bastante para confundirem a boa defesa do Fluminense.

Preço dos ingressos 

- Estou sabendo agora do valor do ingresso. Não parao para pensar sobre isso. Não posso falar sobre. Minha preocupação tem sido a montagem do Flamengo. Tivemos que trabalhar três equipes, foi um primeiro mês muito cansativo. Era só futebol, jogo, jogo.

Hernane na Seleção 

- Todo jogador tem que ter seus objetivos desde o início da carreira. Procurei fazer a minha assim. A função dele no Flamengo é fazer gol. E ele faz gol. A ideia do esporte é botar a bola dentro daquele retângulo, mas o Felipão é quem vai decidir. O Hernane tem todo o direito de sonhar. Não resta dúvida.

Hernane x Walter 


- Os dois fazem gols para caramba. Um tem uma técnica melhor, o outro não tem tão afinada, mas se movimenta mais. Cada um tem sua característica. A função deles é fazer gol. Os dois times estão muito bem servidos de atacante.



Flamengo celebra dias de paz com recreativo antes de clássico contra o Fluminense

'Futebol é momento'

Sexta-feira de descontração no Ninho do Urubu, na véspera do clássico com o Fluminense, pelo Campeonato Carioca. Com o time já confirmado depois da regularização de Everton, Jayme de Almeida liberou o elenco para um animado recreativo no campo 1 do centro de treinamento. Frickson Erazo, mesmo com 15 pontos na cabeça, esteve presente, enquanto Alecsandro, vetado da partida por um problema no pé esquerdo, foi a baixa.  

A atividade aconteceu em clima descontraído e com muita provocação de ambos os times - com e sem coletes. Ao término do rachão, os jogadores que não participarão de início do Fla-Flu fizeram um trabalho técnico em campo reduzido. Já Hernane e Amaral optaram por fazer "hora-extra" com atividades específicas de finalização e passe, respectivamente. O Rubro-Negro vai para campo no sábado com Felipe, Léo Moura, Wallace, Erazo e André Santos; Amaral, Muralha, Elano e Everton; Hernane e Paulinho.  

negueba leo flamengo (Foto: Alvinho Duarte/Foto Arena/Agência Estado) 
Alegria no rosto e nas pernas: Negueba e Léo sorriem em recreativo (Foto: Alvinho Duarte/Foto Arena/Agência Estado)

Jayme celebrou o bom ambiente na véspera do clássico e tão perto da estreia na Libertadores. O comandante rubro-negro elogiou a postura do elenco no primeiro mês de trabalho em 2014, que será completado neste sábado.  

- O grupo todo está trabalhando com muita vontade. É bonito ver o trabalho deles, o respeito que têm um pelo outro. O que chamou a atenção é que o Flamengo teve três times diferentes e todos foram muito bem. Isso dá confiança para todos, dá calma, e o ambiente fica bom de trabalhar.   

Capitão da equipe, Léo Moura fez coro com o treinador:  

- A alegria no trabalho é sempre muito importante. Se você estiver feliz, as coisas vão fluir naturalmente. O começo de ano tem sido de alegria, união e brincadeiras. Com responsabilidade e felicidade, as coisas acontecem.  

Flamengo e Fluminense se enfrentam no Maracanã neste sábado, às 19h30m (de Brasília), pela sétima rodada da Taça Guanabara. Com 16 pontos, o Rubro-Negro lidera a competição. Já o Tricolor é o terceiro, com 13.

hernane flamengo (Foto: Gustavo Miranda / O Globo) 
Fome de gol? Hernane fez "hora extra" para calibrar a pontaria dos chutes (Foto: Gustavo Miranda / O Globo)

Lesionado, Alecsandro está fora de Fla-Flu e é dúvida para Libertadores


alecsandro flamengo treino (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
Alecsandro está fora do Fla-Flu. Autor de três gols na goleada por 5 a 2 sobre o Boavista, quarta-feira, o atacante reforçou o desejo de garantir um lugar entre os titulares em entrevista coletiva, mas uma lesão no pé esquerdo atrapalhou seus planos. Nesta sexta, o jogador foi liberado para fazer exames por conta de uma pancada sofrida no pé esquerdo, durante partida contra o time de Saquarema, e é dúvida também para estreia na Libertadores, dia 12, contra o León, no México.  

Contratado para ser reserva de Hernane, Alecsandro teve bom início de ano e divide a artilharia do Carioca com o Brocador, com quatro gols. No dia seguinte ao jogo com o Boavista, o atacante fez apenas trabalho regenerativo e queixou-se de dores no pé esquerdo. Antes mesmo do resultado do exame, o departamento médico rubro-negro optou por vetá-lo da partida contra o Fluminense.  

Com 16 pontos, o Flamengo é o líder do Campeonato Carioca. O clássico com o Fluminense está marcado para às 19h30m (de Brasília), no Maracanã. No dia seguinte, a delegação rubro-negra segue para o México, onde estreia na Libertadores.


Flamengo corre para fechar com argentino Héctor Canteros para Libertadores


Héctor Canteros na partida do Velez (Foto: Reprodução / Site Oficial do Velez)Faltando três dias para o envio da lista de 30 inscritos na Libertadores, o Flamengo segue na luta para reforçar o elenco para competição continental. Enquanto ainda aguarda a definição sobre o caso Elias, o Rubro-Negro negocia com outro nome para mesma posição: Héctor Canteros, do Vélez Sársfield, da Argentina. O volante foi oferecido, e a diretoria concluiu que o esforço era válido. As conversas já tiveram início, e o Rubro-Negro tenta convencer o time de Buenos Aires da liberação por empréstimo. Uma compra, por sua vez, não está descartada, e o sucesso na transação não inviabiliza um acordo com Elias.

Canteros já vinha sendo observado pela diretoria carioca há algum tempo e a possibilidade de contar com seu futebol se intensificou na última quarta-feira, quando um representante argentino procurou o Fla para saber se havia desejo pelo negócio. No país vizinho, a imprensa já fala abertamente do interesse e o próprio jogador vê a oportunidade como boa. O Vélez, por sua vez, só aceita vendê-lo, enquanto o Rubro-Negro tenta o empréstimo ou reduzir o valor da pedida.

O planejamento do Flamengo inclui o envio de um membro da diretoria para Buenos Aires para agilizar a transação. Com a necessidade de inscrever os 30 jogadores para Libertadores na próxima segunda-feira, as conversas seriam tratadas com caráter de urgência para que o contrato de Canteros seja registrado na própria segunda.

Héctor Canteros tem 24 anos e 1.76m de altura. Revelado pelo próprio Vélez, teve uma rápida passagem pelo Villareal, da Espanha, em 2012/2013, e retornou ao clube de origem. O volante teve ainda duas convocações para seleção argentina e é visto pela diretoria rubro-negra como um jogador com características idênticas as de Elias.


Para especialistas, liminares podem interromper Brasileirão de 2014

A CBF conseguiu cassar as liminares que mantinham a Portuguesa na primeira divisão do Campeonato Brasileiro e, nesta quinta-feira, divulgou a tabela da competição sem o clube paulista entre os 20 participantes. Entretanto, o cenário ainda preocupa. Quem afirma é o presidente da comissão de direito desportivo da OAB/RJ, Marcelo Jucá, que vê a possibilidade de outras liminares serem concedidas, apesar de não concordar com a tese dos torcedores da Lusa e do Flamengo, que tentam recuperar os pontos perdidos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pela escalação de atletas irregulares. A decisão rebaixou o clube paulista e livrou o Fluminense da queda para a Série B.

- Temos um cenário realmente muito preocupante. Apesar das liminares terem sido cassadas, nenhum dos processos tem decisão definitiva e outras liminares podem surgir com esse mesmo objeto. O que ocorre é que após as decisões do STJD terem transitado em julgado, a partir daí foram preenchidos os requisitos que a constituição exige para ingresso na Justiça Comum. Aí vimos uma grande enxurrada de ações dos torcedores, além do inquérito civil público instaurado por um promotor de São Paulo - afirmou.

STJD (Foto: Globoesporte.com).
STJD puniu Fla e Portuguesa com a perda de quatro pontos, rebaixando a Lusa (Foto: Globoesporte.com)
 
Para Jucá, a tese de que o Estatuto do Torcedor tem regra diferente do Código Brasileira de Justiça Desportiva e estar hierarquicamente acima do CBJD não pode ser considerada correta, já que o Código regula as especificidades do esporte.

- Todas essas ações judiciais se baseiam em uma premissa de que o Estatuto do Torcedor possui regra diferente do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e por ser hierarquicamente norma superior deve prevalecer sobre a regra do Código. Na minha opinião essa premissa é equivocada, já que o próprio Código regula as especificidades do esporte. Um atleta punido na quinta-feira, teria sua decisão, baseada nessa outra tese, publicada no dia seguinte, o que o prejudicaria contra aquele julgado na sexta, que seria beneficiado, porque a decisão só valeria a partir da segunda-feira - declarou.

Porém, o presidente da comissão de direito desportivo da OAB/RJ considera que existem boas chances do Campeonato Brasileiro ser paralisado.

- Dentro desse cenário com grande número de ações, podemos observar também que poucas foram as liminares concedidas. Somente um magistrado do estado de São Paulo tem se manifestado favorável a essa tese. E dessas três decisões, todas foram cassadas assim como anunciou a CBF e, em razão dessas decisões, ela pôde publicar a tabela sem a Portuguesa. Hoje o campeonato ocorreria na forma decidida pelo STJD, mas imagine uma liminar deferida na véspera do campeonato começar. Não teria tempo hábil para a decisão ser cassada e o campeonato fatalmente teria que ser paralisado mais uma vez até a liminar ser cassada. E enquanto tudo isso está acontecendo, naquelas primeiras ações onde foram concedidas as liminares, esse magistrado pode dar as sentenças e, pelo teor das decisões liminares, podemos entender que a sentença seria favorável aos torcedores. Daí mais uma vez a confusão se iniciaria - analisou.

Promotor do MP-SP dá razão aos torcedores de Lusa e Flamengo

O promotor do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), que está investigando o "caso Héverton", pela escalação irregular do atleta da Lusa na última rodada do Campeonato Brasileiro, disse ser normal a atitude da CBF de cassar as liminares, mas defendeu que o Estatuto do Torcedor é uma lei federal e não pode ser colocado abaixo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Na opinião do promotor, o Estatuto equipara o torcedor ao consumidor e determina que eles precisam ter informações prévias sobre as decisões da Justiça Desportiva.

- Acredito que a CBF agiu dentro da normalidade que se esperava, afinal de contas, entendeu que ela deveria cumprir com o que vinha historicamente fazendo nas decisões do STJD.  Com relação a esse ponto, não me parece de forma nenhuma preocupante. O que preocupa é a maneira pela qual a CBF adota seu procedimento para cumprimento dos artigos 34 a 36 do Estatuto do Torcedor. Entendo que se não houver valvula de informação prévia e adequada aos torcedores, que são consumidores, os artigos 34 a 36 ficam sem nenhum utilidade na prática. O Estatuto do Torcedor é dirigido ao torcedor, mas, mais do que isso, integra o torcedor ao sistema desportivo brasileliro. E ao equiparar o torcedor ao consumidor, com direito a informação, conforme dizem os artigos 34, 35 e 36, nós temos uma integração do torcedor aos direitos básicos dele com o Código de Defesa do Consumidor. Não há, na prática, nenhum sentido de termos uma lei federal dispondo sobre dispositivos de Justiça Desportiva destinados ao torcedor se esses dispositivos não forem utilizados para te dar informação clara e prévia sobre o que a Justiça Desporitva vem decidindo. Por conta disso é que o Ministério Público de São Paulo entende, com máximo respeito a quem pensa no sentido contrário, que o Estatuto do Torcedor trouxe essa novidade: a integração definitiva do torcedor no sistema esportivo brasileiro. E, mais que isso, a garantia de que os torcedores saberão previamente e adequadamente sobre as decisões da Justiça Desportiva que têm que ser publicadas no sítio eletrônico da entidade que organiza a competição - afirmou.

Roberto Senise Ministério Público (Foto: Martín Fernandez) 
Roberto Senise defendeu intervenção da Justiça Comum na Justiça Desportiva (Foto: Martín Fernandez)
 
Senise ainda definiu a situação do Campeonato Brasileiro como uma "crise judicial", mas mostrou-se favorável à intervenção da Justiça Comum, garantindo que "não será instaurado um terror no futebol brasileiro". 

- Acredito que o Campeonato Brasileiro, infelizmente, passa por uma crise judicial. Há um risco de algumas decisões judiciais virem a confirmar a posição da CBF, outras serem contrárias, e isso comprometer o início do Campeonato Brasileiro e seu andamento como a CBF previa. Mas isso não significa que será instaurado um terror no futebol brasileiro. É preciso entender isso. Existe uma teoria do terror com relação a intervenção da Justiça Comum na Justiça Desportiva que é completamente absurda. Não estamos acostumados no país a termos isso porque existe um sentido de proteção da Justiça Desportiva, que deve existir, mas até um determinado limite. E qual o limite? O limite da legalidade. E quando se fala em legalidade, não se fala apenas no CBJD, mas também no jurídico brasileiro. O Estatuto do Torcedor é uma lei federal. E o Código de Defesa do Consumidor também - concluiu.

Everton é regularizado e está apto a estrear no Fla-Flu


A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) oficializou, na manhã desta sexta-feira, a transferência de Everton para o Flamengo. O nome do meia apareceu no Bira (Boletim Informativo de Registro de Atletas) às 11h06m, mas a data do protocolo de regularização do contrato, que vai até o dia 31 de dezembro de 2017, é dessa quinta-feira, o que deixa o jogador apto a estrear no Fla-Flu deste sábado, às 19h30m, no Maracanã. Everton é o único reforço rubro-negro que ainda não entrou em campo nesta temporada.

Reprodução FERJ Bira Everton flamengo (Foto: Reprodução / FERJ) 
Nome de Everton é publicado no Bira da Federação na manhã desta sexta-feira (Foto: Reprodução / FERJ)

Na quinta-feira, o empréstimo de quatro anos do Macaé para o Flamengo já havia sido registrado. Everton foi comprado em parceria com um grupo de investimento do empresário Carlos Leite. Por conta disso, o jogador foi registrado no time do interior para ser repassado ao Flamengo, dono de 50% de seus direitos. O que atrapalhou o processo foi o atraso na chegada do transfer (documento) da Confederação Mexicana na quarta-feira, já com o expediente na Ferj encerrado.

No treino comandado por Jayme de Almeida nessa quinta-feira, Everton foi escalado entre os titulares no Ninho do Urubu, na vaga de Carlos Eduardo. Esta é a segunda passagem do meia pelo clube, que defendeu em 2008 e 2009, sendo campeão brasileiro. Na ocasião, a estreia também aconteceu em um Fla-Flu.

Elogiado por Jayme, Igor Sartori celebra retorno ao profissional

Foram exatos 30 minutos em campo. Pouco tempo, principalmente para quem é visto praticamente no fim da fila do extenso elenco do Flamengo. Mas foi suficiente para Igor Sartori. Relacionado pela primeira vez na temporada, após ficar as primeiras semanas fazendo trabalhos especiais, o atacante foi testado por Jayme de Almeida na goleada por 5 a 2 sobre o Boavista, quarta-feira, e agradou. 


Igor Sartori treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem) 
Igor Sartori vem ganhando espaço no elenco rubro-negro (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)

Elogiado pelo treinador em entrevista coletiva, o filho de Alcindo se movimentou bastante pelos lados do campo, deu uma assistência para o gol de Léo e por pouco não deixou sua marca após lindo passe de Rodolfo. No coletivo de quinta-feira, foi a escolha de Jayme para substituir Hernane, que ficou no departamento médico, e começa a colocar as mangas de fora entre os profissionais. Em meio a uma semana especial, Sartori se mostrou satisfeito com seu rendimento.

- Fiquei feliz de poder participar da partida, ainda mais sendo uma vitória por goleada. Demorei um pouco a disputar minha primeira partida no ano porque fiz um fortalecimento muscular na volta das férias. Claro que ainda falta um pouco de ritmo, mas fiz o máximo para conseguir corresponder às expectativas. Quando o Jayme me chamou para entrar, eu já estava concentrado e pronto para tentar ajudar o time.

Em um grupo com tantas opções - 14 entre meias e atacantes - Igor Sartori sabe que as oportunidades não surgirão aos montes como gostaria. A situação, no entanto, não o preocupa.

- Espero continuar tendo oportunidades, mas estou tranquilo, sem muita ansiedade e focado no trabalho. Vou me preparar para sempre estar pronto quando a chance surgir.

A participação diante do Boavista foi a quarta de Igor Sartori entre os profissionais. No Carioca de 2013, sob o comando de Dorival Júnior e Jorginho, o jovem já tinha sido aproveitado contra Botafogo, Olaria e Macaé.



Em carta, Fifa cobra postura firme da CBF sobre polêmica no Brasileirão

A Fifa não está alheia à polêmica que tomou conta o futebol brasileiro com as perdas de pontos de Portuguesa e Flamengo ao fim do Brasileirão 2013. Em carta enviada à CBF na última quarta-feira, a entidade máxima do futebol cobra uma solução rápida para o problema e pede uma resposta definitiva até o dia 19 de fevereiro.

- Considerando que é sua (CBF) obrigação proibir recursos para tribunais ordinários relacionados à matéria desportiva do Brasil, a Fifa solicita que seja tomada as medidas necessárias para encerrar o atual procedimento envolvendo o Flamengo e a Portuguesa, de forma a evitar que esse tipo de procedimento volte a ser tomado no futuro - diz um trecho do documento.

A carta (na íntegra abaixo, em inglês) é assinada por Marco Villiger, diretor jurídico da Fifa, que cita o parágrafo 3 do artigo 68 da entidade, no qual é proibido que a Justiça comum interfira no andamento das competições. A CBF liberou o documento apenas na quinta-feira, dia em que divulgou a tabela do Campeonato Brasileiro 2014.

A Portuguesa, que perdeu quatro pontos por ter escalado o jogador Héverton de forma irregular na última rodada do nacional 2013, não aparece na tabela da competição. O Fluminense, que havia sido rebaixado e escapou, estreia contra o Figueirense. O Flamengo, que também foi punido com a perda de quatro pontos, segue na Série A, pois permaneceu à frente da Lusa.

A assessoria da CBF divulgou que todas as liminares obtidas em São Paulo alterando as decisões da Justiça Desportiva foram cassadas e, com isso, a tabela foi anunciada. A competição começará no dia 20 de abril, e a paralisação para a Copa do Mundo irá do dia 1 de junho a 20 de julho.

carta da CBF para fifa por conta do caso da Portuguesa (Foto: FIFA)Carta da Fifa para a CBF (Foto: FIFA)

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Sem Laprovittola, Flamengo bate Liga Sorocabana com show de Marcelinho

A Liga Sorocabana bem que tentou repetir o fato de vencer um candidato ao título, como já havia feito diante do Limeira na rodada anterior, mas a melhor técnica do Flamengo, mesmo sem seu armador principal, Nicolás Laprovittola, com um incômodo no tornozelo, e a grande atuação de Marcelinho, com 29 pontos, foram preponderantes para que os cariocas saíssem com mais uma vitória no NBB, desta vez pelo placar de 98 a 79 (48 a 39). Com uma começo ruim, o time do técnico José Neto viu o adversário abrir 19 a 9, mas, aos poucos, foi tirando a desvantagem, mostrando o porquê é o líder da competição, com apenas quatro derrotas e 23 partidas, e a segunda melhor campanha fora de seus domínios, agora, com nove resultados positivos contra dois negativos.

Assim como em outros duelos, Marcelinho foi o cestinha com seus 29 pontos, jogando por quase 35 minutos. Só no segundo quarto, quando o Flamengo virou o placar, o ala marcou 11. Marquinhos e Olivinha, com 18 pontos cada, também tiveram papel fundamental. A pontuação do ala foi a sua melhor desde a recuperação do edema ósseo na tíbia. Pelo lado da Liga Sorocabana, Thiaguinho, com 16 pontos foi o jogador mais eficiente.

Já neste sábado, pela 24ª rodada, as equipes voltam à quadra. A Liga Sorocabana recebe o outro carioca, Macaé, às 19h30m, no mesmo ginásio Gualberto Moreira. O Flamengo permanece no estado de São Paulo, mas viaja até a capital, onde vai encarar o Paulistano, às 18h, no ginásio Antonio Prado Jr. Esta será a última partida da maratona rubro-negra antes da estreia na Liga das Américas.

Basquete NBB - Liga Sorocabana x Flamengo - Marcelinho (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto) 
Gegê e Marcelinho brigam pela bola com o americano Cox. O camisa 4 anotou 29 pontos na vitória do Flamengo por 98 a 79 sobre a Liga Sorocabana (Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto)


O jogo

Sem Nico Laprovittola no quinteto titular e com Marquinhos em seu lugar, o Flamengo começou perdido e viu a Liga Sorocabana abrir 9 a 0 e depois 19 a 9. Aos poucos, os cariocas foram entrando no jogo, principalmente por causa das bolas de três de Marcelinho e Olivinha, cada um com duas. Dos 20 pontos do time no primeiro quarto, dezoito saíram das mãos da dupla. Meyinsse, em uma cravada, completou o marcador. Pelo lado sorocabano, Luiz Felipe e Guilherme caprichavam nos tiros de quadra, acertando todos os seis pontos tentados por cada. No fim, vantagem paulista por uma bola (22 a 20).

Mais atento, o Flamengo voltou aproveitando os minutos inicias do segundo período para fazer uma corrida de 10 a 0. O empate veio logo no primeiro arremesso pelas mãos de Tony Washam, e a virada pelas de Marcelinho, após assistência de Olivinha. O americano e o camisa 4 da Gávea foram os destaques da parcial, especialmente o ala que anotou 11 pontos. A vantagem dos visitantes só não foi maior porque Thiaguinho acertou os seus três tiros de dois pontos, deixando a diferença no intervalo em nove pontos (48 a 39).

A conversa no vestiário parece não ter feito bem a nenhum dos times, que ficaram sem converter qualquer bola no primeiro minuto. Thiaguinho, de três, abriu os trabalhos e colocou os paulistas seis pontos atrás. Em seguida, Gegê fez dois para o Flamengo, e Marquinhos mais quatro pontos seguidos, elevando a vantagem (58 a 45). O apagão do começo do quarto voltou, e os times ficaram mais dois minutos sem pontuar. Quando voltaram à normalidade, coube ao experiente camisa 11 rubro-negro mostrar que está totalmente recuperado ao anotar outros sete pontos, o que ajudou o Rubro-Negro a abrir 11 pontos de frente (69 a 58).

Sem se entregar, a Liga Sorocabana retornou para os últimos dez minutos disposta a diminuir o prejuízo. Porém, o experiente time rubro-negro soube controlar o marcador e jamais deixou a diferença ser inferior a nove pontos. Passada a metade do quarto, o nervosismo bateu sobre os mandantes que começaram a errar muitos ataques e a fazer faltas. O bom aproveitamento nos lances livres de Marquinhos e Tony Washam fez a diferença subir para 16 pontos e a esperança sorocabana ruir. O destaque da partida, Marcelinho, ainda teve tempo para assinalar mais dez, chegando aos 29 pontos, e garantindo a décima nona vitória dos cariocas no NBB.


NBB classificação


 
Classificação




Pts Aprov Jogos V D Pró Contra Avg
#01 FLAMENGO-ESCUDO FLA Flamengo 42 82.6 23 19 4 1907 1711 1.12
#02 Pinheiros PIN Pinheiros 33 73.7 19 14 5 1610 1515 1.06
#03 Limeira LIM Limeira 34 70.0 20 14 6 1553 1440 1.08
#03 Paulistano PAU Paulistano 34 70.0 20 14 6 1700 1576 1.08
#05 Logo São José SJO São José 33 65.0 20 13 7 1653 1601 1.03
#06 Brasilia BRA Brasília 34 61.9 21 13 8 1763 1642 1.07
#07 LogoMascoteUnitriUniverso UBE Uberlândia 29 61.1 18 11 7 1529 1465 1.04
#08 Basquete Cearense CEA Basquete Cearense 32 52.4 21 11 10 1629 1606 1.01
#09 bauru BAU Bauru 29 45.0 20 9 11 1636 1640 1.00
#10 Franca FRA Franca 26 44.4 18 8 10 1358 1386 0.98
#11 LogoMogi MOG Mogi das Cruzes 30 42.9 21 9 12 1667 1621 1.03
#11 Palmeiras PAL Palmeiras 30 42.9 21 9 12 1660 1720 0.97
#13 Macae MAC Macaé Basquete 28 33.3 21 7 14 1676 1726 0.97
#14 Liga-Sorocabana LSB Liga Sorocabana 26 30.0 20 6 14 1521 1705 0.89
#14 Minas MIN Minas 26 30.0 20 6 14 1397 1477 0.95
#16 Universo GOI Goiânia LDB 26 23.8 21 5 16 1599 1745 0.92
#17 Espirito Santo Basquketball ESB Espírito Santo 21 16.7 18 3 15 1257 1539 0.82

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!