Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 8 de março de 2014

Novo Basquete Brasil: classificação



Classificação




Pts Aprov Jogos V D Pró Contra Avg
#01 FLAMENGO-ESCUDO FLA Flamengo 46 84.0 25 21 4 2090 1844 1.13
#02 Brasilia BRA Brasília 46 70.4 27 19 8 2344 2105 1.11
#02 Paulistano PAU Paulistano 46 70.4 27 19 8 2262 2133 1.06
#04 Pinheiros PIN Pinheiros 44 69.2 26 18 8 2178 2099 1.04
#05 Limeira LIM Limeira 41 64.0 25 16 9 1923 1804 1.07
#06 Logo São José SJO São José 40 60.0 25 15 10 2053 2012 1.02
#07 LogoMascoteUnitriUniverso UBE Uberlândia 38 58.3 24 14 10 2014 1941 1.04
#08 Basquete Cearense CEA Basquete Cearense 41 51.9 27 14 13 2077 2088 1.00
#09 bauru BAU Bauru 39 50.0 26 13 13 2129 2136 1.00
#09 Franca FRA Franca 39 50.0 26 13 13 2076 2021 1.03
#11 Palmeiras PAL Palmeiras 37 42.3 26 11 15 2065 2142 0.96
#12 LogoMogi MOG Mogi das Cruzes 38 40.7 27 11 16 2169 2114 1.03
#13 Macae MAC Macaé Basquete 37 37.0 27 10 17 2148 2201 0.98
#14 Minas MIN Minas 34 30.8 26 8 18 1829 1964 0.93
#15 Liga-Sorocabana LSB Liga Sorocabana 33 26.9 26 7 19 1976 2222 0.89
#16 Logo-Universo-Goiania GOI Goiânia 34 25.9 27 7 20 2071 2256 0.92
#17 Espirito Santo Basquketball ESB Espírito Santo 27 17.4 23 4 19 1643 1965 0.84
  • Aprov.: Aproveitamento
  • Pts: Pontos
  • V: Vitórias
  • D: Derrotas
  • Pró: Cestas pró
  • Contra: Cestas contra
  • Avg: Average

Depois de pane no início, Flamengo derrota Bauru e dispara na ponta do NBB

Melhor equipe do NBB, o Flamengo tomou um susto no início, mas derrotou em casa o Bauru por 85 a 66 e chegou ao 21º triunfo na fase de classificação da competição. Com isso, se manteve na liderança, com duas vitórias a mais que Brasília e Paulistano. Os dois adversários diretos na briga pela ponta também venceram neste sábado - Brasília derrotou Liga Sorocabana por 102 a 65, e Paulistano passou pelo Goiânia: 76 a 74. O Rubro-Negro, porém, tem dois jogos menos (25) que os dois.

Felicio Flamengo x bauru NBB (Foto: Marco Aurélio / Fla Imagem) 
Felicio enterra para o Flamengo contra o Bauru (Foto: Marco Aurélio / Fla Imagem)


O destaque da partida foi Marcelinho, que não marcou nenhuma cesta nos primeiros dez minutos, mas cresceu no fim, acertou arremessos decisivos e terminou com 20 pontos. 

O Flamengo marcou apenas sete pontos no primeiro quarto e viu o time do interior paulista abrir 12 a 7. O time carioca perdeu todas as dez bolas de três pontos que tentou, metade delas nas mãos de Marcelinho. Só Olivinha esteve bem no time, com sete pontos.

No início do segundo período, as coisas se normalizaram. Em poucos minutos, o Flamengo tomou conta do jogo e abriu vantagem no placar. No fim da parcial, 33 a 27, com destaque para o armador Gegê, que armou muito bem o time no ataque e ainda marcou sete pontos.

O terceiro quarto começou com uma bola de três certeira de Marcelinho Machado, especialista no assunto, mas que tinha errado seus sete primeiros arremessos. Com grande atuação de Olivinha, os cariocas abriram 58 a 43.  

 No início do quarto período, o Bauru esboçou uma reação, chegou a tirar a diferença para menos de 10 pontos, mas não manteve o ritmo. Marcelinho acertou três bolas de três seguidas e decidiu o jogo. No fim, 85 a 66. 

A próxima partida do Flamengo na competição será contra o Limeira nesta segunda-feira. Já o Bauru recebe no mesmo dia o Mogi, em busca da recuperação.

Resultados do NBB neste sábado:

Basquete Cearense 74 x 64 São José
Goiânia 74 x 76 Paulistano
Brasília 102 x 65 Liga Sorocabana
Uberlândia 82 x 61 Minas
Franca 106 x 82 Espírito Santo
Macaé x Limeira


Paulinho é relacionado e deve ficar no banco do Flamengo no domingo


Paulinho Treino Flamengo Brasilia (Foto: Richard Souza)
O Flamengo tem uma novidade entre os jogadores concentrados para o clássico contra o Botafogo: trata-se de Paulinho. Relacionado pelo treinador Jayme de Almeida, o atacante deve ficar no banco como alternativa para a partida deste domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã, pelo Carioca. Algo que não ocorre desde o dia 12 de fevereiro. 

Destaque na temporada passada, com participação decisiva na conquista da Copa do Brasil, Paulinho sofreu queda de produção e perdeu a vaga no time titular para Everton. Ainda acusou dores no púbis, porém, exame de imagem não constatou qualquer lesão. Resultado: sua última partida foi diante do León, no México, pela Libertadores.

A lista tem 20 jogadores e não conta André Santos (pé direito) e Elano (coxa direita) machucados. O treinador não revelou a escalação, porém, a provável formação terá: Felipe; Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Cáceres, Muralha, Márcio Araújo e Gabriel; Everton e Hernane. Ainda estão concentrados: Alecsandro, Carlos Eduardo, Chicão, Feijão, Leo, Lucas Mugni, Nixon, Paulinho e Paulo Victor. Dois irão sobrar da partida.

Com 31 pontos, o Flamengo lidera a Taça Guanabara, com cinco pontos à frente do Fluminense. Se vencer o Botafogo e o Fluminense tropeçar contra o Duque de Caxias, o Rubro-Negro garantirá o título do turno e o primeiro lugar geral na classificação para a semifinal do Campeonato Carioca.


André Santos se arrisca como técnico e vibra com empate em treino do Flamengo



André Santos se arrisca como treinador em treino do Flamengo (Foto: Hector Werlang)A julgar pela disposição do último treino, o Flamengo fará bom enfrentamento com o Botafogo, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã. A manhã deste sábado, no Ninho do Urubu, reservou uma acirrada disputa no tradicional rachão de véspera de jogo. Com direito a reclamação da arbitragem, gol no último minuto e muita provocação entre os times comandados por Léo Moura e o aniversariante deste sábado, André Santos – com bom humor, claro. No final, deu empate. Com o lateral-esquerdo se arriscando como treinador improvisado. 

Vetado do clássico por sentir dores no pé direito, André Santos, que completa 31 anos, fez tratamento no vestiário. Após concluir o trabalho, rumou ao campo de número 1 do centro de treinamento. Derrota parcial de 3 a 1. Ficou parado à beira do gramado e passou a distribuir incentivos e orientações.


- Vamos, Hernane! Dá para buscar!

- Negueba, o que ‘cê’ faz aí? Abre na esquerda!

- Ai, gente, olha o rebote...

Deu certo. Seu time se manteve vivo. Perdia por 4 a 3. E, no entender de Hernane, o adversário passou a fazer cera técnica.

- Olha o tempo! Eles estão com medo – reclamava o centroavante ao preparador físico Joelton Urtiga, que apitava a partida.

André Santos se arrisca como treinador em treino do Flamengo (Foto: Hector Werlang) 
Lateral-esquerdo até reclama com a 'arbitragem' na atividade no Ninho do Urubu (Foto: Hector Werlang)
Pois no último lance Hernane marcou de cabeça e igualou o marcador em 4 a 4. Para vibração do time de azul. E reclamação do de laranja. Eles pediram falta em Léo Moura no início da jogada.

Depois do trabalho recreativo, jogadores como Hernane, Samir e Everton foram treinar faltas e pênaltis. Além de André Santos, Elano está impedido por atuar, afinal, faz tratamento a lesão na coxa direita.

O treinador Jayme de Almeida não revelou a escalação. Porém, não deve poupar titulares.

Com 31 pontos, o Flamengo lidera a Taça Guanabara, com cinco pontos à frente do Fluminense. Se vencer o Botafogo e o Fluminense tropeçar contra o Duque de Caxias, o Rubro-Negro garantirá o título e o primeiro lugar geral na classificação para a semifinal do Campeonato Carioca.

Com alta procura, camisa rubro-negra da Alemanha chega às lojas na terça




camisa alemanha (Foto: Reprodução )A notícia de que o segundo uniforme da Alemanha foi inspirado no Flamengo fez os rubro-negros desejarem ainda mais a camisa, que já atraía os fãs pelas listras vermelhas e pretas. O produto, porém, só estava disponível pelo site da Adidas, e apenas nos tamanhos P e infantil. Com grande procura, as camisas tão esperadas chegam às lojas na próxima terça-feira.

Os preços variam por causa do tamanho: R$ 199,90 - adulto, e R$ 179,90 - infantil. O uniforme também estará disponível na lojas oficiais do Flamengo, incluindo a da sede, na Gávea.

Em uma loja da Adidas na Tijuca, Zona Norte da cidade, o subgerente Vitor Souza disse que cerca de 20 pessoas passam pelo local todos os dias para perguntar sobre a camisa.

- A procura é muito grande. Umas 20 pessoas, ou mais, vêm aqui por dia e perguntam se a camisa já chegou, se nós fazemos reservas... O que posso fazer é anotar o telefone delas e ligar. A primeira camisa, que é branca, já acabou, inclusive. Essa rubro-negra, então, quando chegar, não vou nem conseguir colocar nos cabides direito. Tenho certeza que vai acabar rápido - contou o subgerente. Ele também ressaltou que a camisa da Alemanha é mais procurada do que a do México, com as mesmas cores vermelha e preta, e da mesma fornecedora.

Na Quarta-Feira de Cinzas, a Alemanha estreou o segundo uniforme em amistoso contra o Chile, que terminou em vitória da seleção germânica por 1 a 0, em Stuttgart.

mario goetze alemanha x chile (Foto: Reuters) 
Mario Goetze comemora com a camisa rubro-negra o gol da vitória contra o Chile (Foto: Reuters)

Juan diz não ter esquecido encontro relatado com orgulho por Samir



Desde a saída de Juan, em 2002, o Flamengo jamais formou em sua base um grande zagueiro. Samir começa a ensaiar uma carreira de sucesso na Gávea, e um de seus exemplos é justamente o ex-flamenguista, hoje defensor do Internacional. Nesta semana, citou um encontro que teve na rua com o experiente atleta, porém disse imaginar que Juan não lembraria da conversa. O garoto se enganou.

- Foi um prazer conhecer o Samir, e as dicas que damos para jovens zagueiros são as de nunca desistir dos sonhos, batalhar sempre em busca de seu espaço e observar sempre os jogadores mais experientes. Jogar como titular do Flamengo aos 19 anos é um feito que poucos conseguem realizar no futebol - disse Juan, hoje com 35 anos, e que começou a jogar como titular no Flamengo em 1996, então com 17 anos.

montagem Juan e Samir Flamengo (Foto: Editoria de Arte) 
Juan iniciou a carreira no Flamengo e foi profissional do clube entre 1996 e 2002 (Foto: Editoria de Arte)


Samir completou 19 anos em dezembro, mas Juan enxerga no garoto uma tranquilidade de veterano. Além disso, ter Jayme de Almeida como técnico, segundo o colorado, é um mais um ponto a favor do rubro-negro.

- Vejo nele um jogador muito maduro, apesar da idade, e acredito que ele tenha que evoluir sempre em todos os fundamentos para se tornar um jogador completo no futuro. Ele tem o privilégio de trabalhar com o Jayme, que foi um jogador da posição, e tem experiência suficiente para lhe ajudar a desenvolver da melhor forma o seu futebol.

É comum escutar em jogos do Flamengo torcedores comparando Samir a Juan, mas o jogador do Internacional aponta diversas diferenças e novamente elogia a serenidade do colega de posição.

- Ele é um zagueiro canhoto e isso muda muito o estilo de jogo. Comparando minha época de recém-chegado ao profissional com a dele, posso dizer que eu era um zagueiro que gostava mais de sair jogando na defesa e subia mais ao ataque. Ele me parece ser um jogador mais seguro para a idade dele e sabe simplificar as jogadas quando necessário.

Juan chegou à seleção brasileira com apenas 22 anos, e ele acredita que Samir pode seguir seus passos. Basta manter o nível de atuações.

- Se continuar evoluindo da maneira como vem fazendo, observando e aprendendo com jogadores mais experientes que jogam na mesma função, acredito que o Samir terá um futuro promissor pela frente. Seleção brasileira é consequência do bom trabalho desenvolvido no clube.

Parabéns!




sexta-feira, 7 de março de 2014

Paulinho pode voltar ao banco, e Jayme diz: 'A gente olha com carinho'



Paulinho treino Flamengo méxico (Foto: Cahê Mota)A presença de Paulinho no coletivo desta sexta-feira, entrando até mesmo no time titular, demonstrou que o jogador começa a recuperar espaço com o técnico Jayme de Almeida. O jogador não é relacionado para uma partida desde o dia 12 de fevereiro, quando entrou aos 21 minutos do segundo tempo da derrota por 2 a 1 para o León, do México, no lugar de Everton, em jogo válido pela Taça Libertadores.

Destaque na temporada passada, com participação decisiva na conquista da Copa do Brasil, Paulinho sofreu uma queda de produção e perdeu a vaga no time titular. Ele ainda disse sentir dores no púbis, mas um exame de imagem não constatou qualquer lesão.

O clássico com o Botafogo, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca, pode significar a volta de Paulinho pelo menos ao banco de reservas. Hoje, o jogador está um passo atrás de Everton e Gabriel, seus concorrentes diretos.

- Paulinho saiu do time porque não estava repetindo as atuações do ano passado e andou sentindo dores na região do púbis. Achamos melhor fazer isso. Agora, ele está voltando, fez dois bons treinos, mas precisa de ritmo. Se voltar a ter aquelas atuações, vai ser impossível não escalá-lo. É um jogador que a gente olha com carinho. Contamos com ele - disse o técnico Jayme de Almeida.

Paulinho tem 50 jogos disputados com a camisa do Flamengo e cinco gols. Este ano, foram cinco jogos e nenhum gol marcado. Justamente depois de seu primeiro como reserva na temporada, acabou ficando fora das relações seguintes e sofrendo com dores no púbis.

Jayme não confirma time, mas aposta nos gols do Brocador contra o Bosta


Mesmo depois de um coletivo no qual utilizou quase todos os seus titulares, o técnico Jayme de Almeida não confirmou a escalação para o confronto com o Botafogo, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Uma vitória nesse jogo praticamente garante o título da Taça Guanabara e a consequente classificação para as semifinais da competição em primeiro lugar.

Apesar de manter algumas dúvidas, Jayme confirmou a escalação de Hernane. O atacante não havia participado da atividade de quinta-feira, mas atuou no coletivo desta sexta-feira e garantiu sua escalação no clássico em busca de mais gols.

- O Flamengo começou sem problemas de atacante e que continue assim até o fim do ano. A expectativa existe sempre em um jogador no qual tenho muito confiança e respeito. Ele é o mais agudo e torço para que faça um grande clássico. É o artilheiro do Maracanã e tomara que volte a marcar - afirmou Jayme.

Hernane no treino do Flamengo (Foto: Guito Moreto / Agência O Globo) 
Hernane afia a pontaria para enfrentar o Botafogo (Foto: Guito Moreto / Agência O Globo)

Para o clássico, apenas André Santos e Elano estão vetados pelo departamento médico. Jayme tem a preocupação de manter o ritmo e pensa também no jogo de quarta-feira, contra o Bolívar, pela Taça Libertadores, no Maracanã.

- O Botafogo é um adversário que merece respeito, independentemente do time que colocar em campo. Vou colocar quem eu achar que esteja melhor, mas também pensamos na Libertadores. Quem não tiver condições físicas não vai entrar, até porque não há necessidade de arriscar tanto - comentou o treinador.

Com 31 pontos, o Flamengo lidera a Taça Guanabara, com cinco pontos à frente do Fluminense. Se vencer o Botafogo e o Fluminense tropeçar contra o Duque de Caxias, o Flamengo garantirá o título e o primeiro lugar geral na classificação para a semifinal do Campeonato Carioca.




Papo Reto com Wallim Vasconcellos – A Volta de Luiz Antônio


corre
atrás (Alexandre Vidal/Fla Imagem)
Acompanhei com muita preocupação todo o desenrolar da briga enlouquecida do Luís Antônio com o Mengão. No início me enfureci com o jogador por estar mordendo a mão que o afagava e alimentava no mundo cruel do futebol. Depois fui ficando com pena de um cara que estava, obviamente, mal orientado pra caramba. Depois que tudo terminou, o cara se apresentou na Gávea e foi reintegrado ao elenco procurei o Vice Presidente de Futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, pra saber mais detalhes sobre a volta do filho pródigo ao seio da família rubro-negra. Se liga na resenha. 

Wallim, foi uma surpresa para muita gente o Flamengo sair vencedor de uma contenda trabalhista, algo inédito para muitos torcedores. O Flamengo quando encarou a briga jurídica estava totalmente seguro de que nada devia ao atleta ou a composição de um acordo sempre esteve em perspectiva?

Wallim Vasconcellos: O Flamengo sempre esteve totalmente seguro de que não devia nada ao atleta. As pessoas falam que a justiça trabalhista sempre julga a favor do empregado, mas é porque o empregado sempre tem razão. Neste caso, como ele não tinha razão, a justiça foi favorável ao empregador. Nunca houve acordo; o Flamengo sempre disse que esperava o retorno do atleta aos treinamentos e que ele estava sendo mal assessorado. Ele reconheceu isso e voltou aos treinos.

Tomando como exemplo o caso de Luiz Antônio, não sairia mais barato para o Flamengo entrar em acordos amigáveis com quem o processa na Justiça do Trabalho do que levar os casos até as ultimas instâncias onde a taxa de sucesso do clube é historicamente baixa?

Wallim Vasconcellos: Tivemos várias disputas no ano passado que resolvemos através de acordos na justiça do trabalho. Muito melhor um bom acordo para as duas partes do que uma briga eterna.

Aparentemente nem elenco e nem Comissão Técnica guardam ressentimentos com o atleta. Mas na torcida Luiz Antônio ainda divide opiniões e há quem espere punições ao atleta. Como o Flamengo recebe o Luiz Antônio de volta ao elenco após a longa briga nos tribunais? Ele sofrerá algum tipo de punição disciplinar, será multado ou treinará em separado?

Wallim Vasconcellos: O atleta reconheceu seu erro e pediu desculpas a todos e, em especial, à torcida. O mais prejudicado neste processo foi o próprio jogador; vai ter que correr atrás de tudo o que já tinha conquistado no ano passado e lutar para recuperar a vaga no time e o prestigio com a torcida.

O Deptº de Futebol estima a volta de Luiz Antônio ao time em quanto tempo? Existe um planejamento para que ele faça uma espécie de pre temporada particular?

Wallim Vasconcellos: Sim, vai fazer os exames e uma preparação física para poder estar no nível do grupo.

Agora que a parada foi resolvida o Flamengo pensa em incluir Luís Antônio em uma possível negociação com o Sporting pelo Elias ou não existe mais essa perspectiva?

Wallim Vasconcellos: A negociação com Sporting está encerrada, pois a pedida foi bem acima do que podíamos pagar.

Pra encerrar, nas semis do carioqueta o time vai de força máxima ou continuará priorizando a Libertadores?

Wallim Vasconcellos: Força máxima, sempre, até porque temos um elenco bem mais forte do que o ano passado. Queremos ganhar tudo!

Mengão Sempre

Wallace diz não conhecer Zeballos, mas pede atenção ao Bota reserva



Wallace Treino Flamengo (Foto: Cahê Mota)Há quem veja um esvaziamento no clássico entre Flamengo e Botafogo, marcado para o próximo domingo, no Maracanã, mas não é bem assim. O Rubro-Negro é líder e já está classificado para a fase final do Campeonato Carioca, porém tentar confirmar o quanto antes a conquista de sua 20ª Taça Guanabara. O Alvinegro, por outro lado, com apenas 1% de chances de avançar às semifinais - segundo o matemático Tristão Garcia - e na sexta colocação, jogará com o time reserva. Mas perder, segundo Wallace, significaria criar um ambiente conturbado para o grupo nas vésperas da partida contra o Bolívar, pela Libertadores.

O zagueiro terá como missão marcar o atacante Zeballos, regularizado nesta sexta-feira e um dos jogadores em quem a torcida do Bota deposita mais confiança para a partida. O defensor rubro-negro, porém, disse, com humildade, não conhecer o paraguaio.

- Sinceramente? Eu não sei quem é. E é ruim você jogar contra quem você não conhece. Mas não importa quem vai jogar, eu tenho que continuar fazendo o meu trabalho. Temos que ganhar para não levar um ambiente ruim para o nosso jogo da Libertadores - disse Wallace, já pensando na partida de quarta-feira, contra o Bolívar, no Maracanã, às 22 horas (de Brasília).

O fato de o Botafogo atuar com o time reserva não representa uma facilidade na cabeça de Wallace. Ele relembra a boa vitória do Alvinegro sobre o Fluminense, por 3 a 0, na décima rodada do Carioca.

- Nós precisamos ganhar. A equipe reserva tem um peso grande. O Fluminense perdeu de 3 a 0, e isso serve de lição. Não podemos criar um ambiente conturbado - frisou.

Flamengo e Botafogo se enfrentam neste domingo, no Maracanã. A partida é válida pela 13ª rodada do Campeonato Carioca e será realizada às 18h30m (de Brasília). Já classificado, o Rubro-Negro é líder, com 31 pontos, cinco a mais do que o segundo colocado, Fluminense.



Ingressos já à venda pela internet para o clássico Botafogo x Flamengo


Estão à venda pela internet os ingressos para o clássico Botafogo x Flamengo, no próximo domingo, às 18h30m, no Maracanã, pela 13ª rodada do Campeonato Carioca. As entradas estão disponíveis no site da FutebolCard (www.futebolcard.com), e os preços variam de R$ 80 a R$ 160. Torcedores do Botafogo poderão comprar seus bilhetes em General Severiano a partir de quarta-feira, e nos demais postos, para alvinegros e rubro-negros, serão abertos na quinta-feira (das 10h às 17h).

Confira as informações sobre venda de ingressos

PREÇOS:

Setores Norte e Sul (atrás dos gols)

Torcida do Botafogo
Sul Superior Nível 5A: R$ 80 (R$ 40 meia)
Sul Superior Nível 2B e 2C: R$ 80 (R$ 40 meia)
Sul Inferior Nível 1B e 1C: R$ 80 (R$ 40 meia)

Torcida do Flamengo
Norte Superior Nível 5D: R$ 80 (R$ 40 meia)
Norte Superior Nível 2F: R$ 80 (R$ 40 meia)
Norte Inferior Nível 1F: R$ 80 (R$ 40 meia)

Setores Leste e Oeste (mistos)
Cadeira Inferior Leste: R$ 100 (R$ 50 meia)
Cadeira Superior Leste: R$ 100 (R$ 50 meia)
Cadeira Maracanã Oeste: R$ 160 (R$ 100 meia)
* O valor se refere à entrada (R$ 120 inteira e R$ 60 meia) mais R$ 40 de serviço

Postos físicos de venda

Quarta-Feira (13h às 17h)

Torcida do Botafogo
General Severiano – Av. Venceslau Brás, 72 – Botafogo

Quinta-Feira a Sábado (10h às 17h)

Torcida do Botafogo
Caio Martins – Av. Presidente Backer, s/nº – Niterói
Stadium Rio (Bilheteria Norte)  - Rua das Oficinas, s/nº – Engenho de Dentro
Maracanã (Bilheteria 2) – Avenida Eurico Rabelo

Torcida do Flamengo
Stadium Rio (Bilheteria Sul) – Rua Arquias Cordeis, s/nº – Engenho de Dentro
Maracanã (Bilheteria 1) – Avenida Maracanã
Gávea - Avenida Nossa Senhora Auxiliadora s/nº (torcida do Flamengo)

Torcidas de Botafogo e Flamengo
Casa da Vila da Feira – Rua  Haddock Lobo 195 – Tijuca
Loja Fanático (Lagoa Shopping) – Av. John Kennedy, nº 292 loja 217 – Araruama
Cariocas FC – Rua Dias da Cruz 255 – Shopping Méier
Posto Ale - Rua Gereral Góes Monteiro, 195 – Botafogo 

Domingo
General Severiano e Gávea - 10h às 13h
Bilheterias do Maracanã - 10h às 16h


Hernane não dá brecha no Flamengo e vai jogar o clássico com o Botafogo


Hernane Treino Flamengo (Foto: Thales Soares)Depois de desfalcar o Flamengo na vitória por 2 a 0 sobre o Bonsucesso, o atacante Hernane não quer saber de dar brecha para os concorrentes, principalmente Alecsandro, artilheiro do Flamengo na temporada, com sete gols. O Brocador participou do coletivo da tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, e vai jogar o clássico com o Botafogo, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca.

O Flamengo já está com a mão no título da Taça Guanabara e classificado para as semifinais. Ainda assim, o técnico Jayme de Almeida mantém seu time principal em ação na busca por ritmo. Na quarta-feira, o time entra em campo pela Taça Libertadores para enfrentar o Bolívar, no Maracanã.

Poupado, Leonardo Moura não participou do coletivo, assim como Cáceres, que se reapresentou nesta sexta-feira depois de defender a seleção paraguaia. O lateral-esquerdo André Santos está fora do jogo, com um problema no pé direito, e será substituído por João Paulo. Elano ainda se recupera de um problema na coxa direita e dará lugar a Márcio Araújo.

Na segunda parte da atividade, fez quatro testes. Erazo, Mugni, Paulinho e Nixon substituíram Samir, Márcio Araújo, Everton e Gabriel, respectivamente. Paulinho, inclusive, deve voltar a ser relacionado depois de se recuperar de um problema no púbis.

Para o clássico, o Flamengo entrará em campo com Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Cáceres, Muralha, Márcio Araújo, Everton e Gabriel; Hernane.

Luiz Antonio faz trabalho à parte

Reintegrado na quinta-feira, Luiz Antonio trabalhou separadamente nesta sexta-feira.


Vitória é acionado na Justiça por apropriação indébita de R$ 1,5 milhão


Leo Flamengo (Foto: Vicente Seda)A novela envolvendo a negociação do lateral Léo, do Flamengo, parecia ter acabado quando o jogador assinou contrato com o Rubro-Negro carioca, porém a história ganhou novos capítulos nos últimos dias. O Furacão notificou o Vitória na Justiça baiana por apropriação indébita de R$ 1,5 milhão.

Em dezembro do ano passado, o Atlético-PR, clube que o lateral defendeu na última temporada, tentou exercer o direito de compra de 50% do passe do jogador, mas perdeu a batalha para o Fla. No entanto, o clube paranaense havia comunicado o Vitória sobre o interesse em adquirir parte do jogador e chegou a pagar por isso. O clube do Paraná depositou R$ 1 milhão e 500 mil na conta do Vitória, conforme estipulado em contrato.

O clube baiano decidiu negociar com o Flamengo, porém, de acordo com os paranaenses, o Vitória não devolveu ao Furacão o valor pago. O GloboEsporte.com teve acesso a documentos que comprovam o pagamento do valor feito no dia 26 de dezembro de 2014. A notificação de que desejava exercer o poder de compra foi feita pelos paranaenses três dias antes.

Como o jogador foi negociado com outro clube, os paranaenses decidiram esperar a devolução da quantia depositada na conta do Vitória. Porém, passados dois meses, o Furacão não viu a cor do dinheiro e decidiu interpelar o time baiano judicialmente. A assessoria jurídica da equipe paranaense deu entrada em uma ação na 9ª Vara de Relações Cons. Civis e Comerciais de Salvador contra o Rubro-Negro. A ação cita diretamente o presidente do Vitória, Carlos Falcão. No processo, o Atlético-PR se baseia no artigo 168 do código penal brasileiro, que considera crime “apropriar-se de coisa alheia móvel, de que tem a posse ou a detenção”. A pena para o crime é de um a quatro anos de prisão, além de multa.

O processo já está sob análise de um juiz, que fará a execução do processo. A assessoria jurídica do Furacão pede a penhora do patrocínio da Caixa e da cota de televisão do Vitória para o pagamento. De acordo com a assessoria jurídica paranaense, a devolução do valor deve ser feito até três dias depois da notificação. 

Vitória nega dívida e tem outro entendimento para o caso

Apesar da reclamação paranaense, que pede a devolução do dinheiro, o Vitória acredita que não há débito, nem apropriação. Na versão do presidente do clube baiano, Carlos Falcão, o Atlético-PR não cumpriu o acordado em contrato, e deveria ter pago mais R$ 500 mil. O presidente ainda preferiu evitar comentar o processo, alegando que ainda não foi notificado, e que não teria conhecimento sobre a interpelação.

- O Vitória não recebeu nenhuma notificação de processo do Atlético-PR. Nem nos apropriamos de nada. O Atlético-PR tinha o direito de preferência na compra de 50%, desde que em igualdade de condições, cobrindo ofertas maiores. Aconteceu que recebemos uma proposta de R$2 milhões. Foi depositado R$1,5 milhão e o Vitória notificou o Atlético-PR que faltava R$ 500 mil, mas o atleta não fechou contrato com o Atlético-PR e preferiu jogar no Flamengo – disse em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

- O Vitória não deve nada ao Atlético-PR, já que o Atlético-PR não cumpriu o que estava no contrato. O Vitória vai ver que ação é essa. Não conheço a ação e não posso me pronunciar sobre ela. Não posso comentar algo que não conheço. Não fui notificado. Quando ocorrer, acionarei nosso departamento jurídico – completou.

Com retorno de Luiz Antonio, Flamengo recupera R$ 3,2 milhões em ativos no elenco

O retorno de Luiz Antonio ao Flamengo representa um ganho não só técnico, mas também financeiro. O volante é um dos jogadores do elenco rubro-negro mais valiosos para o mercado. Com a sua reincorporação, o clube recupera, segundo o site especializado no mercado do futebol Transfermarkt, mais € 1 milhão (cerca de R$ 3,2 milhões.

Luis Antonio é o sexto jogador mais valioso do plantel rubro-negro, ao lado de Wallace, Elano e Gabriel. Ao longo de todo o imbróglio jurídico, uma das maiores preocupações da diretoria do Flamengo sempre foi evitar perder o jogador de graça para o mercado. Por isso mesmo, o clube nunca entrou com processo por abandono de emprego e sempre manteve as portas abertas para a volta do atleta.

Após o anúncio de seu retorno, o técnico Jayme de Almeida afirmou que quer ter uma conversa séria para saber como ele está. Já o diretor de futebol Paulo Pelaipe garantiu que não haverá retaliação pelo episódio e que o jogador irá treinar junto aos demais jogadores.

- Não tem essa de treinar em separado. O Flamengo tem um elenco de 33 jogadores que treinam e participam dos jogos. E ele é um jogador que tem contrato com o Flamengo até 2016.

Não fica! Carlos Eduardo deixará o Flamengo ao fim de empréstimo



Carlos Eduardo - Treino do Flamengo (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)
Após tentativas frustradas de se firmar no time, muitas vaias da torcida e apenas um gol, o futuro de Carlos Eduardo está definido: seu ciclo no Flamengo termina mesmo em junho, ao término do contrato de empréstimo. O empresário do atleta, Jorge Machado, confirmou que ele vai voltar para o Rubin Kazan, da Rússia.

— Isso é óbvio. Todo mundo sabe que a situação não foi da forma como ele queria. No futebol as coisas podem ser imprevisíveis, mas acho muito difícil que o quadro mude. Ele não correspondeu à expectativa, mas a gente está bem tranquilo de que tudo foi feito da melhor forma possível.

Carlos Eduardo é o jogador mais valioso do elenco rubro-negro. Segundo o site “Transfermarkt”, especializado no mercado da bola, ele está avaliado em € 3,5 milhões (cerca de R$ 11,2 milhões). Em 2013, participou de 46 jogos, tendo sido titular na maior parte da temporada. Já este ano, perdeu a vaga para Everton e muitas vezes sequer ficou no banco. Para o empresário, a razão de seu insucesso foi a falta de confiança do jogador, que passou dois anos afastado dos campos por causa de uma cirurgia mal sucedida no joelho, e de paciência da torcida.

— Ele é um cara sério. Abriu mão do salário enorme que recebia lá para tentar uma nova oportunidade na seleção. Um jogador não é vendido primeiro por R$ 10 milhões e depois por R$ 24 milhões sem jogar nada. O mundo todo está errado? — ponderou Machado.

O contrato de Carlos Eduardo com o Rubin Kazan vai até 2018. Segundo Machado, o clube russo não quer mais emprestar o meia. Uma negociação poderia ocorrer apenas se fosse em definitivo, o que, devido a má fase do jogador, se tornou mais difícil de ocorrer.



Bruno Xavier é o novo reforço do Flamengo



Bruno: eleito pela FIFA o melhor na areia em 2013O time de futebol de areia do Flamengo tem um reforço de peso para a IV Copa Brasil Manaus de Beach Soccer 2014. Bruno Xavier, eleito o Bola de Ouro do Beach Soccer pela FIFA, em 2013, foi contratado para a competição que será realizada de 19 a 23 de março. Bruno já foi campeão pelo Flamengo na Taça Cidade Maravilhosa - 1ª etapa da Circuito Mundial, em 2012, na Gávea.

O treinador da equipe, Rodrigo Stockler, ficou satisfeito com o reforço e está confiante no bicampeonato da Copa do Brasil da modalidade. "É uma excelente contratação, trata-se de um excelente atleta. Um jogador de grupo que vai qualificar muito nosso elenco para buscarmos o bicampeonato", disse.

A relação completa dos atletas rubro-negros para o campeonato nacional é composta por William e Ciarelli (goleiros), Casé, Souza e Digo Gama (fixos), Rafinha, Dmais, André, Bruno Xavier, Dino Tambaú (alas); Léo e Bruno Malias (pivôs).
 
 
 

Flamengo está de volta ao NBB



Marquinhos é cestinha do Fla na Liga das AméricasNeste sábado (08.03), após uma parada para a Liga das Américas, o Flamengo enfrenta o Bauru pelo Novo Basquete Brasil (NBB), às 18h, no Tijuca Tênis Clube. Classificado, com sobras, para o Final Four da competição continental, o Rubro-Negro é líder isolado no NBB, com 20 vitórias em 24 partidas.

Com 135 pontos, Marquinhos é o cestinha do Fla na Liga das Américas e espera manter o alto nível no NBB. "Estou me sentindo muito bem, melhorando a cada jogo. O time também está se saindo muito bem. Estávamos sem jogar pelo NBB por um longo período e agora já vamos voltar com tudo e já em uma partida dentro da nossa casa, temos que vencer", disse Marquinhos.
 
O próximo confronto pelo NBB será no dia 10 de março, entre Flamengo e Limeira, no Tijuca Tênis Clube, às 20h. Esta partida foi adiada do dia 06 para a próxima segunda-feira devido à participação do Fla na Liga das Américas. Além deste jogo, Macaé x Flamengo foi adiado de 15 de março, às 17h, para o mesmo dia, às 19h30 e São José x Flamengo mudou do dia 27 de fevereiro para 17 de março.
 
Presente para as mulheres

A partida contra o Bauru será realizada no Dia da Mulher e, como presente para as homenageadas da data, cinco mulheres serão chamadas durante o intervalo, para uma disputa de lances livres. A vencedora e a segunda colocada vão receber brindes exclusivos do Flamengo. Todas que participarem da brincadeira ganharão um par de ingressos para o próximo jogo do basquete, no dia 10, contra o Limeira, também no TTC, às 20h. 

Nixon se mostra feliz com a volta de Luiz Antonio: 'Conheço o caráter dele'


Luiz Antonio treino Flamengo (Foto: Pedro Martins/ Agência Estado)A quinta-feira no Ninho do Urubu foi um dia de reencontros: de Luiz Antonio com o Flamengo e com todos seus companheiros de equipe. Após ficar dois meses afastado e desistir de acionar o clube na Justiça, o volante fez um acordo com a diretoria e retornou ao lugar que ele próprio chama de lar. Casa onde ele fez amigos nas categorias de base, como Nixon e Samir. Felizes com a volta, o atacante e o zagueiro garantem que Luiz Antonio ajudará muito o time comandado por Jayme de Almeida.

- Ele chegou conversando com todo mundo, foi no campo, falou com todo mundo, deu a palavra dele e abraçou a todos. Todo mundo ficou feliz. Luiz é um cara de coração gigante, um amigo, parceiro de todo mundo. Como aconteceu com ele, poderia ter sido com qualquer outro. O melhor a fazer é incentivar e acolher para que a cabeça dele possa melhorar a cada dia. Na vida, como ser humano, coisas vão acontecer e fazer você ganhar maturidade. Jogamos juntos na base e conheço o caráter dele. É uma pessoa extrovertida, que trabalha sério e não fala mal de ninguém - disse Nixon, revelando a brincadeira do corredor polonês feita pelo elenco para receber Luiz Antonio.

 O zagueiro Samir fez coro. Para ele, o companheiro tem muito a acrescentar ao longo da temporada.

- Meu primeiro encontro com o Luiz foi bastante alegre. Ele está voltando ao time e o grupo o acolheu muito bem. Tenho certeza de que vai nos ajudar muito no decorrer do ano - garantiu Samir.

Trabalhando separado do grupo, Luiz Antonio ainda não está preparado para a volta aos jogos. No domingo, a equipe enfrenta o Botafogo, no Maracanã. O clássico, válido pela 13ª rodada do Campeonato Carioca, será realizado às 18h30m (de Brasília). O Flamengo é líder, com 31 pontos, cinco a mais do que o segundo colocado, Fluminense.

Com públicos baixos, Laranjeiras e Gávea serviriam. Mas volta não é fácil



Já que a demanda de público é baixa e os prejuízos em estádios dentro e fora da cidade do Rio no Carioca estão se acumulando para os grandes, a solução para equacionar as contas dos borderôs por causa das arquibancadas vazias pode ser arrumar a casa, literalmente.

Pela lógica atual da presença de público do Carioca, que tem o Madureira recebendo os grandes em Conselheiro Galvão, não seria tão absurdo para Fluminense e Flamengo, por exemplo, voltarem a mandar jogos na Gávea e nas Laranjeiras. Mais acanhados, os estádios demandariam menos custos operacionais e zero de aluguel, comportando tranquilamente os poucos torcedores que têm acompanhados os jogos do Estadual.

O Maracanã não enche contra pequenos e, além disso, mandar os jogos fora do Rio não tem sido boa ideia. O Fla, por exemplo, foi mandante contra o Macaé no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O saldo foi negativo: R$ 17.814,77 a menos na conta, já que o público pagante foi 2.459. O Fluminense também precisou sair do Rio para enfrentar o Audax. O Raulino recebeu 1.321 pagantes, e o Flu voltou com 54.323,47 a menos no bolso.

Mas o que seria preciso para revitalizar Gávea e Laranjeiras? O processo não é simples. O primeiro passo seria fazer adaptações nos estádios para receber os laudos exigidos pela Ferj, que incluem aval dos Bombeiros, do Crea, Polícia Militar e Vigilância Sanitária. Isso resolveria a parte requerida pela Ferj.

- Os clubes teriam que se adequar à legislação vigente. Se conseguissem, poderiam jogar lá sem problema - afirmou o diretor de competições, Marcelo Vianna.

Só que ainda tem o lado da transmissão da televisão. A Globo faz exigências e não são poucas. Depois de vistoriar os estádios indicados pelos clubes antes do Carioca, a emissora envia à Ferj uma lista de pedidos, que incluem, por exemplo, espaço para estacionamento do caminhão de transmissão, cabines com vidro e ar condicionado, local para posicionar devidamente as câmeras, etc.

Eis um projeto no qual os clubes não estão tão dispostos a entrar atualmente. No caso do Fluminense, as Laranjeiras também recebem os treinos do clube, que ficaria "sem-teto" em caso de uma remodelação significativa. O Flamengo é simpático à revitalização da Gávea, mas desde que haja um patrocínio para bancar. O clube chegou a flertar com o Complexo Maracanã para isso, mas a discussão está congelada.



'Um pouco baixo', Samir sonha alto e promete: 'Darei o melhor para o Flamengo'


samir treino flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)Samir tem apenas 19 anos de idade, mas já conquistou um lugar no time principal do Flamengo. Ao lado de Wallace, vem formando a zaga titular e, a cada jogo, ganha mais prestígio com a torcida. Seu nome no telão do Maracanã vem sendo ovacionado e a expectativa é de que possa seguir uma linhagem no clube que já contou com nomes como Aldair e Juan.

Comedido ao falar sobre os elogios, Samir não recuou ao ser perguntado sobre seus pontos fortes e fracos. No entanto, surpreendeu ao se considerar baixo para a posição, apesar de ter 1,87m de altura.

- Acho que sou rápido e essa é uma vantagem que tenho sobre os atacantes e outros jogadores da minha posição. O meu ponto fraco é ser um pouco baixo. Por isso, trabalho bastante a bola parada para me posicionar bem - comentou Samir.

Durante o seu sonho de se tornar jogador profissional, Samir guarda o dia em que teve a chance de conversar com Juan. Ele não acredita que o atual zagueiro do Internacional vá lembrar, mas elogiou o jogador.

- Admiro o Juan. Eu o encontrei na rua e conversei com ele. Trocamos uma  ideia, mas não sei se vai lembrar. É muito simpático - comentou Samir.

Apesar da relação com a torcida ser das melhores, o jovem ainda acha que precisa percorrer um longo caminho para manter o prestígio conquistado em 2013. Sua preocupação por enquanto é manter o Flamengo no caminho das vitórias.

- Todo mundo quer conquistar o espaço e quem for escalado vai dar o melhor de si e para o grupo. Estou feliz pela admiração que a torcida tem por mim e, enquanto tiver força e saúde, darei o meu melhor para o Flamengo sair de campo com o resultado positivo - afirmou.

A concorrência na sua posição é grande. Além de Wallace, seu companheiro de zaga no momento, ele ainda tem o experiente Chicão, o equatoriano Erazo, o chileno González, ambos das seleções de seus países, e ainda Welinton, Frauches e Fernando.

Por isso, sua determinação nos treinamentos é cada vez maior. Agora, inclusive, tem afiado a pontaria nas cobranças de falta, mesmo sabendo da dificuldade de receber uma oportunidade, já que o time conta com Elano como principal batedor, mas ainda tem André Santos e Léo Moura como opções.

- Treinava na base também mas não tinha chance de bater. O Flamengo tem grandes batedores e estou adquirindo experiência para, se um dia surgir a oportunidade, eu estar preparado para fazer a melhor cobrança e o gol - disse Samir.


Guia: Flamengo campeão, Flu classificado, e Bota tem só 1% de chance de avançar às semifinais



.

info tabela chances carioca (Foto: Editoria de arte) 
Cálculos do matemático Tristão Garcia (Foto: Editoria de arte)
.
 
 

quinta-feira, 6 de março de 2014

Flamengo passa Corinthians e tem a marca mais valiosa do Brasil



Pouco mais de um ano após a primeira edição, o Blog Teoria dos Jogos orgulhosamente reedita sua iniciativa de maior sucesso. Trata-se do 2º Painel de percepção de mercado, prospecto do valor agregado à marca dos doze maiores clubes brasileiros com base nas opiniões de alguns dos mais renomados especialistas em gestão, marketing e mídia esportiva. Relembremos os critérios:

Sete parâmetros, para os quais sete especialistas atribuíram notas de 1 a 5:


*Exposição em mídia


*Poder de compra da torcida

*Potencial de crescimento (Em receitas e em tamanho da torcida)

*Penetração nacional

*Credibilidade institucional

*Resultados esportivos (Últimos 5 anos)

*Peso histórico (Tradição)

Antes dos resultados, clique aqui e veja como ficou o ranking de 2013. Para uma comparação mais fidedigna, optamos por modificar o mínimo possível os profissionais votantes. Foram eles:

AMIR SOMOGGI – Consultor de marketing e gestão esportiva;

DANIEL GAMBA - Especialista em logística esportiva, diretor da iSportsMarketing nos EUA e VP da Cartan Global;

FÁBIO KADOW – Publicitário, diretor da Agência Ideal e coordenador do curso Brandscore;

FERNANDO FLEURY – Professor de marketing esportivo e colunista da ESPN;

MAURO CEZAR PEREIRA – Jornalista e comentarista dos canais ESPN;

PEDRO TRENGROUSE – Coordenador de Projetos, FIFA Master / FGV;

RICARDO HINRICHSEN – Business Director da CSM Brasil.

Lembrando que o ordenamento acima é meramente alfabético, não sendo o mesmo apresentado dentro dos boxes a seguir. Trata-se de uma forma de preservar opiniões frente a leitores e relações dos profissionais com os clubes avaliados.

Parâmetro nº 1:



Nível de estabilidade: médio. Passível de modificações por conta de bons resultados.

Campeão mundial à época, o Corinthians liderava na exposição em mídia do Painel 2013, tendo atingido nota máxima. Por se tratar de um parâmetro de média estabilidade, maus resultados tiraram o clube da ponta, elevando o Flamengo à liderança. Curiosamente, a nota do rubro-negro (4,71) foi inferior ao 4,88 que assinalou ano passado. O alvinegro caiu para segundo, e só os dois assinalam nota acima de 4. Os títulos de Cruzeiro e Atlético fizeram com que os especialistas só os enxergassem atrás de São Paulo e Palmeiras. Assim como em 2013, a menor nota foi do Botafogo (2,57).

Parâmetro nº 2:



Nível de estabilidade: alto. Modificações com mudanças macroeconômicas ou aumento da penetração nacional.

Apesar da excelente resposta dada pela torcida do Flamengo no que se refere ao projeto sócio-torcedor, o clube perdeu uma posição, caindo de segundo para terceiro no quesito. Os profissionais enxergaram um empate no poder de compra das torcidas de Corinthians e São Paulo (4,14). A nota rubro-negra foi a mesma de 2013 (4), assim como a valorizada quarta colocação do Grêmio (3,71). O nível de consumo de santistas (2,86) e botafoguenses (2,71) foi considerado o mais baixo.

Parâmetro nº 3:



Nível de estabilidade: médio. Passível de modificações pela combinação “bons resultados + exposição em mídia + surgimento de ídolos”.

Assim como em 2013, o Flamengo é o líder (4,43) com nota muito superior à concorrência. O Corinthians segue em segundo (3,57) e o Vasco é terceiro (3,43 - mesma nota do ano passado). É possível que a péssima situação cruzmaltina faça especialistas considerarem que o pior tenha passado, havendo margem para reverter a estagnação verificada no tamanho da torcida e nível de receitas. Em direção o oposta, o Santos desabou de 3º para 11º (nota 2,71), fenômeno que deve ser atribuído ao fim da “era Neymar” e às incertezas que rondam o balneário.

Parâmetro nº 4:



Nível de estabilidade: médio/alto. Caráter relativamente estático da configuração nacional de torcidas. Função do potencial de crescimento.

Como era de se esperar, o Flamengo é líder isolado (4,86), mesmo tendo deixado de receber uma nota máxima. Este ano os votantes colocaram o Vasco (4) à frente do Corinthians (3,86). O ordenamento remanescente tem poucas mudanças, incluindo a última colocação ocupada por equipes gaúchas e mineiras.

Parâmetro nº 5:



Nível de estabilidade: baixo. Mudanças de diretoria geram alterações significativas – para bem ou para mal.

Se uma diretoria que colhe péssimos resultados afugenta investidores, o oposto é ainda mais verdadeiro. Que o diga o Flamengo, antigo penúltimo: sua diretoria agora é enxergada como a terceira melhor entre os clubes brasileiros. A nota 3,57 o equipara a clubes de alta seriedade como São Paulo e Cruzeiro. Mas os melhores gestores se encontram no Rio Grande do Sul: tanto Grêmio quanto Internacional tiveram nota 3,71, justificando a quantidade de profissionais gaúchos que administram clubes de todas as regiões. Fluminense e vasco (2,29) foram os piores.

Parâmetro nº 6:



Nível de estabilidade: baixo. Bons resultados recentes atraem holofotes e sobrepõem maus resultados pregressos – e vice versa.

Apesar do critério adotado pelo Blog contemplar resultados dos últimos cinco anos, os profissionais deixaram claro que vitórias recentes tem peso enorme em suas avaliações. Assim, os supercampeões Atlético-MG (4,14) e Cruzeiro (4) lideram, enquanto o Flamengo, terceiro, equiparou-se ao próprio Corinthians (3,43), que vinha do ciclo mais virtuoso de sua história. A nota 1,71 do vasco seria irônica se não fosse trágica – a pior de todo o Painel.

Parâmetro nº 7



Nível de estabilidade: alto. Grandes clubes são (e serão) grandes clubes.

Eis o último e mais polêmico quesito do Painel, onde os profissionais opinam quanto à relevância social e cultural, tradições e títulos num prazo superior a 5 anos. Flamengo e Corinthians ficaram empatados com nota 4,86, seguidos por Palmeiras (4,57), São Paulo e Santos (4,43), vasco (4,14), Fluminense, Grêmio e Internacional (4), Botafogo e Cruzeiro (3,86) e Atlético-MG (3,71). Por se tratarem de critérios particulares, não há maiores comentários a tecer.

Diante do exposto, o resultado final do 2º Painel de percepção de mercado - Blog Teoria dos Jogos foi este:



O Flamengo é o novo líder, com nota final média 4,27 e diferença de 0,31 para o Corinthians, segunda marca mais valiosa (3,96). A diferença é ligeiramente superior à verificada em 2013, quando o ordem era inversa. O São Paulo foi o único a manter sua posição, consolidando-se como terceira marca do país (3,57). O resgate da dignidade palmeirense fez com que o clube galgasse da nona para a quarta posição (3,37). O maior salto foi do Cruzeiro, que saiu da 11º para quinto lugar (3,29).

O sexto foi o Grêmio (3,18), seguido pelo Santos (3,16) – outrora em quarto. O Galo saiu de último para sétimo (3,16), empatado com o alvinegro praiano. O Internacional foi a nono (3,08) havendo empate entre vasco e Fluminense no décimo posto (3,06). A propósito, vascaínos e tricolores tiveram a pior queda, pois apareceram em sexto e quinto ano passado. Por fim, o Botafogo (2,84) dá a entender que a liderança rubro-negra é uma ilha num contexto de pouco valor atribuído aos cariocas.

Não custa repetir que o ordenamento  deve ser interpretado como o ranking das marcas mais valiosas do futebol brasileiro segundo percepção pontual dos especialistas. Já as notas seriam um número-índice da proporcionalidade entre os clubes. Sendo assim, um aporte hipotético de R$ 42,7 milhões ao Flamengo equivaleria ao valor de R$ 39,6 milhões pela camisa do Corinthians, R$ 35,7 milhões ao São Paulo e assim sucessivamente.

Paralelamente, para se descobrir quanto uma marca vale mais que a concorrente, basta fazer a divisão dos índices. Um exemplo: São Paulo (3,57) e Santos (3,16).

3,57/3,16 = 1,13 (valor 13% superior)

Portanto, um aporte hipotético de R$ 10 milhões ao Santos equivaleria à destinação de R$ 11,3 milhões ao São Paulo (10 x 1,13). O mesmo cálculo pode ser aplicado a qualquer dupla presente na relação. Trata-se de um contraponto ao famoso equívoco de que “uma torcida dez vezes maior deveria receber valores dez vezes superiores”. Tanto não funciona que a diferença do Flamengo (primeiro) para o Botafogo (último) é de apenas 50%.

O Blog Teoria dos Jogos agradece a todos os profissionais envolvidos, deixando desde já o convite para futuras participações. A proposta deste Painel é fazer uma captação anual dos humores do mercado, cumprindo ainda um papel didático no tocante à forma com que as marcas são enxergadas e avaliadas.

Um grande abraço e saudações!