Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 15 de março de 2014

Com a cabeça no Final Four, Flamengo perde a primeira para Macaé na temporada


O Flamengo bem que tentou uma reação incrível no fim da partida, mas o clima de Final Four da Liga das Américas e a noite inspirada do Macaé, que acertou 15 bolas de três (57.7%), pesaram e fizeram o líder do NBB conhecer sua quinta derrota na competição, a primeira para o rival em sete confrontos na temporada. Para completar, foi a primeira vez no torneio que os rubro-negros sofreram mais de 100 pontos no mesmo jogo. O placar de 103 a 95 (56 a 36) foi apertado perto dos 16 pontos de diferença que a equipe do técnico José Neto se encontrava no início do último quarto. Porém, em dia de marca inédita do ala Marcelinho, único jogador a chegar a quatro mil pontos na história do Novo Basquete Brasil em 167 exibições, os visitantes podem lamentar por não terem conseguido a virada, após ficarem a quatro pontos do empate, restando 2m48s para o fim.

Marcelinho basquete Flamengo e Macaé (Foto: Luiz Pires / LNB) 
Marcelinho chegou a marca de quatro mil pontos na história do NBB, mas não conseguiu impedir a derrota do Flamengo para o Macaé por 103 a 95 (Foto: Luiz Pires / LNB)

O revés não muda nada na liderança dos rubro-negros na tabela, mas adia a confirmação do primeiro lugar geral, que virá em caso de dois êxitos nas próximas cinco rodadas. Em compensação, o resultado positivo dá ao Macaé uma vaga momentânea entre os 12 primeiros que avançam aos playoffs. O time foi beneficiado pela derrota do Mogi das Cruzes para o Limeira por 81 a 67. A combinação faz com que o Alvianil ocupe a última posição classificatória, com a mesma campanha dos paulistas (11 vitórias e 17 derrotas), mas tendo a vantagem de ter uma partida a menos e a vitória no confronto direto do turno, que é critério de desempate.

Mesmo com um primeiro tempo onde só anotou dois pontos, Marcelinho se recuperou na etapa final e terminou o clássico carioca como o cestinha com 25 pontos, mas apenas três bolas de três convertidas das 11 tentadas. Seu irmão, Duda Machado, veio logo atrás com 22 pontos, sendo 15 em chutes de fora (foram oito tentativas), e seis assistências. O americano Jamaal também se destacou com 21 pontos.

O Macaé continua na sua briga por uma vaga nos playoffs na próxima quinta-feira, quando viaja até Fortaleza para encarar o Basquete Cearense. Já o Flamengo dá uma pausa no NBB para a disputa do torneio mais importante da sua história nos dias 21 e 22, só retornando ao campeonato nacional no dia 27 de março, quando receberá o Uberlândia, às 20h, no Tijuca.



Classificação




Pts Aprov Jogos V D Pró Contra Avg
#01 FLAMENGO-ESCUDO FLA Flamengo 49 81.5 27 22 5 2266 2018 1.12
#02 Brasilia BRA Brasília 50 72.4 29 21 8 2525 2233 1.13
#02 Paulistano PAU Paulistano 50 72.4 29 21 8 2438 2281 1.07
#04 Limeira LIM Limeira 46 64.3 28 18 10 2174 2037 1.07
#04 Pinheiros PIN Pinheiros 46 64.3 28 18 10 2335 2281 1.02
#06 LogoMascoteUnitriUniverso UBE Uberlândia 44 63.0 27 17 10 2277 2178 1.05
#07 Logo São José SJO São José 43 59.3 27 16 11 2222 2174 1.02
#08 bauru BAU Bauru 43 53.6 28 15 13 2303 2292 1.01
#09 Basquete Cearense CEA Basquete Cearense 43 48.3 29 14 15 2239 2270 0.99
#10 Franca FRA Franca 40 48.2 27 13 14 2153 2107 1.02
#11 Palmeiras PAL Palmeiras 38 40.7 27 11 16 2132 2218 0.96
#12 Macae MAC Macaé Basquete 39 39.3 28 11 17 2251 2296 0.98
#13 LogoMogi MOG Mogi das Cruzes 40 37.9 29 11 18 2315 2286 1.01
#14 Minas MIN Minas 37 32.1 28 9 19 1966 2109 0.93
#15 Liga-Sorocabana LSB Liga Sorocabana 36 28.6 28 8 20 2132 2385 0.89
#16 Logo-Universo-Goiania GOI Goiânia 37 27.6 29 8 21 2210 2382 0.93
#17 Espirito Santo Basquketball ESB Espírito Santo 30 15.4 26 4 22 1840 2231 0.83
  • Aprov.: Aproveitamento
  • Pts: Pontos
  • V: Vitórias
  • D: Derrotas
  • Pró: Cestas pró
  • Contra: Cestas contra
  • Avg: Average

Campeonato Carioca Sub-20: classificação e próximos jogos

Confira a 14ª rodada completa:

15/03 – Sábado
Boavista 2 x 1 Botafogo
Friburguense 0 x 0 Resende
Madureira 1 x 3 Bonsucesso
Volta Redonda 2 x 2 Nova Iguaçu
Fluminense 4 x 1 vasco

16/03 – Domingo
Flamengo x Bangu
Macaé x Duque de Caxias
Audax x Cabofriense

Veja a classificação do campeonato:

1º Nova Iguaçu: 30 pontos
2º Botafogo: 27
3º Fluminense: 27 (saldo de gols pior que o Botafogo)
4º vasco: 25
5º Flamengo: 25 (tem um jogo a menos)
6º Audax Rio: 23
7º Bangu: 21
8º Macaé: 19
9º Madureira: 19
10º Volta Redonda: 17
11º Cabofriense: 14
12º Boavista: 14
13º Friburguense: 13
14º Resende: 12
15º Bonsucesso: 8
16º Duque de Caxias 8

Léo Moura inaugura uma escolinha na Vila Kennedy, lugar onde cresceu

O lateral Léo Moura, do Flamengo, inaugurou na tarde deste sábado uma escolinha na Vila Kennedy, lugar da Zona Oeste do Rio de Janeiro onde foi criado. O projeto é em parceria com o Governo do Rio e vai atender 400 crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos de idade.

- Quero retribuir um pouco do que recebi do futebol. O projeto inicial prevê atender até 400 crianças no total e já temos núcleos em outras três cidades. Mas não queremos parar por aí e com apoio da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer vamos expandir para Campo Grande e alguns outros locais - disse Léo Moura, ao comentar sobre a expectativa da inauguração.

Leo Moura inauguração de escolinha de futebol na Vila Kennedy (Foto: Edson Taciano / Agência Estado) 
Leo Moura durante a inauguração de escolinha de futebol na Vila Kennedy (Foto: Edson Taciano / Agência Estado)
 
 

Ansioso com estreia, Luan descarta cumprir tabela: 'É final de Copa'

Ansioso para estrear pelo Flamengo neste domingo, o goleiro Luan, de apenas 20 anos, não vê a hora de entrar em campo como titular da equipe rubro-negra. Ele foi confirmado pelo técnico da base, Marcelo Buarque, que comandará a equipe que enfrenta o Bangu em Volta Redonda. Ele contou que chegou à Gávea por meio de Wagner Miranda, preparador de goleiros que era da base e hoje integra a comissão técnica dos profissionais, emprestado do Figueirense. Luan afirmou que, por ter sido escalado um time com diversos jogadores jovens, vários que ainda estão nos juniores, motivação não será problema, apesar de a partida deste domingo, em termos de classificação, não ter valor para o clube.

- É uma final de Copa do Mundo. Estar vestindo essa camisa é o sonho de qualquer um, então com certeza é uma final de Copa do Mundo.

Luan no treino do Flamengo (Foto: Vicente Seda)Luan será titular dos profissionais do Fla pela primeira vez (Foto: Vicente Seda)

Ele não deixou de agradecer à atenção do técnico Jayme de Almeida e às oportunidades que estão sendo dadas aos jogadores mais jovens do elenco. A intenção é retribuir com uma boa atuação e ganhar créditos com o treinador, com quem nunca havia trabalhado.

- O Jaymão é prata da casa, é sensacional. Tanto os que vieram de outros clubes como o pessoal da base, ele trata super bem, é carinhoso com todos, é um profissional exemplar. Só tenho a falar bem dele. Queremos retribuir todo esse esforço que ele faz pela gente.

Jayme divide elenco em treino e dá indícios de que Cadu deve ser titular

O técnico Jayme de Almeida dividiu o elenco do Flamengo no treino deste sábado. Enquanto o grupo que viaja para a Bolívia domingo fazia trabalho físico, os jogadores que enfrentarão o Bangu em Volta Redonda participavam de um treino técnico em campo reduzido. Depois, os atletas que disputam a Libertadores passaram a fazer atividade técnica e o grupo do estadual passou a praticar jogadas de bola aérea e finalizações.

Jayme deu indicativos de que poderá escalar Carlos Eduardo entre os titulares no lugar de Elano. Luiz Antonio, que começou o treino com o grupo do estadual, atuou depois entre os reservas dos que vão para a Bolívia. O volante, no entanto, não pode jogar o torneio internacional antes das oitavas de final, mas tem chances de voltar ao time contra o Bangu. 

Jayme de Almeida no treino do Flamengo (Foto: Vicente Seda) 
Jayme dividiu grupo do Fla em dois para treino deste sábado (Foto: Vicente Seda)

- Como ficou fora da pré-temporada, a comissão técnica vem fazendo um trabalho para que ele entre gradativamente nos jogos, talvez entre domingo - disse o técnico Marcelo Buarque, que vai comandar o time neste domingo.

Leo Moura foi poupado, fez treino físico e depois deu voltas em torno do gramado, mas está liberado para viajar, bem como André Santos, que trabalhou normalmente.

Erazo deixou a atividade antes do término com dores no músculo posterior da coxa direita. O departamento médico ainda não deu maiores informações sobre a gravidade do problema. Mas o técnico Marcelo Buarque informou que Welinton viaja para a Libertadores no lugar do equatoriano, e, assim, Fernando entra no time que joga pelo Carioca.

Erazo machucado no treino do Flamengo (Foto: Vicente Seda) 
Erazo trata a coxa direita durante treino do Fla (Foto: Vicente Seda)

O time que enfrentará o Bangu deverá ser escalado com Luan, Digão, Fernando, Frauches e Jorge; Leo Henrique, Márcio Araújo, Mattheus e Rodolfo; Igor Sartori e Nixon. No treino deste sábado, com Recife no lugar de Léo Moura, Jayme escalou os seguintes titulares para a Libertadores: Felipe, Recife, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Muralha, Carlos Eduardo, Gabriel e Éverton; Hernane.

Flamengo divulga listas para jogos do Carioca e da Libertadores



Após o treino da manhã deste sábado, o Flamengo divulgou as listas com os jogadores relacionados para os jogos contra Bangu e Bolívar, pelo Carioca e pela Libertadores, respectivamente.

Para o jogo do estadual, neste domingo, às 16h, em Volta Redonda, o clube vai levar 18 jovens jogadores. Entre eles, Luiz Antonio, que voltou ao clube após desistir de ação na Justiça, e oito juniores. O time que enfrenta o Bangu deve ser escalado com Luan, Digão, Fernando, Frauches e Jorge; Leo Henrique, Márcio Araújo, Mattheus e Rodolfo; Igor Sartori e Nixon.

Já para encarar o Bolívar mais uma vez, agora em La Paz, quarta-feira, às 22h, o Flamengo levará 22 atletas. O time deve começar com: Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Muralha, Carlos Eduardo, Gabriel e Éverton; Hernane.

Confira a lista da Libertadores por ordem alfabética:

1. Alecsandro
2. Amaral
3. André Santos
4. Carlos Eduardo
5. César
6. Chicão
7. Everton
8. Feijão
9. Felipe
10. Gabriel
11. Hernane
12. João Paulo
13. Léo Moura
14. Lucas Mugni
15. Muralha
16. Negueba
17. Paulinho
18. Paulinho Victor
19. Recife
20. Samir
21. Wallace
22. Welinton

Veja a relação do Carioca:

1. Baggio
2. Cafu
3. Digão
4. Fernando
5. Frauches
6. João Paulo
7. Jorge
8. Léo
9. Luan
10. Luiz Antonio
11. Márcio Araújo
12. Mattheus
13. Nicolas
14. Nixon
15. Renan
16. Robert
17. Rodolfo
18. Sartori

Além de Elano e Cáceres, Flamengo também não terá Léo contra o Bolívar

Além de Elano, que sentiu dores no músculo posterior da coxa direita no jogo da última quarta-feira, no Maracanã, e Cáceres, com uma luxação no ombro, o Flamengo também não poderá contar com Léo no jogo em La Paz. Com dores no mesmo local do meia, o lateral não viaja com o grupo.

Por outro lado, Léo Moura e André Santos, que sentiram dores na coxa esquerda, foram liberados e vão para a partida da próxima quarta-feira. Os dois, inclusive, aproveitaram a noite de folga para prestigiar a promoter Carol Sampaio em seu aniversário no Copacabana Palace.

Flamengo e Bolívar se enfrentam na próxima quarta, às 22h, em La Paz. Com quatro pontos, o Rubro-Negro é o vice-líder do Grupo 7, com dois pontos a menos que o líder Emelec. O Bolívar é o lanterna com dois pontos.

Jayme apoia estreia de jovens Luan e Jorge com a camisa do Flamengo



Flamengo treino jorge (Foto: Thales Soares)Jogos como esse que o Flamengo disputará contra o Bangu, domingo, em Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, deixam os torcedores em busca de motivos para acompanhá-los, já que os principais jogadores não estarão em campo, pois embarcam no mesmo dia para a Bolívia, onde enfrentarão o Bolívar, pela Taça Libertadores. Nesse caso, dois jovens farão suas estreias como profissionais do clube: o goleiro Luan, de 20 anos, e o lateral-esquerdo Jorge, de 17.

O técnico Jayme de Almeida optou por levar três goleiros entre os 22 jogadores relacionados para o confronto com o Bolívar. Com isso, abriu espaço para Luan atuar na vaga que seria de César. Ele mostra confiança no jovem goleiro.

- Luan já está com a gente há mais de um ano. Goleiro é uma posição que troca pouco. A gente confia nele, tem treinado bem e espero que faça uma estreia bacana. A primeira impressão chama a atenção. Ele tem um potencial grande e torcemos para que entre bem - disse Jayme.

A situação de Jorge é um pouco diferente. O jogador foi convocado do time de juniores já que nos profissionais não há um terceiro lateral-esquerdo, como acontece com Digão do lado direito. O jogador atuou na Copa São Paulo de Futebol Júnior e vem sendo apontado como uma promessa do clube, que hoje conta com André Santos e João Paulo para a posição.

- É um menino da base, que assumiu a posição de titular nos juniores. Ainda tem que crescer e não está pronto. Mas a gente acredita que possa dar um salto de qualidade. A esperança é que consiga uma boa campanha nesse jogo e na sequência no clube - comentou o treinador.


Márcio Araújo trilha sua história no Flamengo com inspiração em Pet: 'Marcou muito'


No dia 28 de maio de 2001, Petkovic acertou uma cobrança de falta história, aos 43 minutos do segundo tempo, garantindo o tricampeonato carioca ao Flamengo ao vencer o Vasco por 3 a 1 (relembre no vídeo ao lado). Aquele dia marcou a vida de torcedor do menino Márcio, em São Luís. Na época, prestes a completar 17 anos, estava distante do sonho de ser jogador profissional e ter a chance de pisar no mesmo palco onde seu clube de coração acabava de conquistar um título histórico.

Hoje, o volante Márcio Araújo, de 29 anos, lembra com carinho daquela conquista. Contratado este ano pelo Flamengo e dono da camisa 8, lavou a alma depois de sofrer com brincadeiras dos irmãos, especialmente do vascaíno Paulinho, três anos mais velho.

- Marcou muito mesmo. O Carioca passava lá em São Luís. Eu zoei bastante. Tenho dois irmãos e uma irmã. O Paulinho é vascaíno. Como era o mais novo, brincavam muito comigo e eu ficava irritado. Foi um desabafo. Só eu torcia para o Flamengo, eles torciam para outros clubes. Meus pais não ligavam muito. Agora, eles viraram tão profissionais quanto eu e amam de verdade o clube que eu defendo como se fosse de coração - disse Márcio Araújo.

Marcio Araújo do Flamengo entrevista (Foto: Thales Soares)Neste domingo, ele será o jogador mais experiente do Flamengo em campo no confronto com o Bangu, em Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca. O time será formado por jovens da base, já que o grupo principal viaja no mesmo dia para a Bolívia, onde jogará quarta-feira contra o Bolívar, pela Taça Libertadores. Márcio Araújo entrará em campo já com o título da Taça Guanabara pelo clube no currículo, disputando apenas três jogos.

- O pessoal até brinca que é o título mais rápido da minha carreira. Não esperava atuar já pelo time depois do tempo que fiquei parado. Mantive o trabalho físico, mas ainda estou sofrendo um pouco com o ritmo. Creio que tem sido bom esse começo - afirmou.

A adaptação tem sido tranquila. Companheiro de André Santos no Atlético-MG, Márcio Araújo foi bem recebido por um dos líderes do grupo, o que ajudou a criar um bom ambiente. Seu contrato com o Flamengo vai até o fim do ano e ele espera convencer rapidamente a comissão técnica e os dirigentes de que merece um vínculo mais longo.

- Isso serve de motivação para agradar. Espero rapidamente uma definição de um período mais longo como sempre tive. Foram quatro anos no Atlético-MG e mais quatro no Palmeiras. Quero dar continuidade aqui - comentou o jogador.

Na torcida pelo sucesso do time na Taça Libertadores, Márcio Araújo espera pela classificação para as oitavas de final para poder ser inscrito. Ele disputou a competição pelo Palmeiras no ano passado e tem experiência que pode ajudar na busca por um título que o Flamengo conquistou apenas em 1981.

- Estou torcendo por uma boa campanha. É a nossa Liga dos Campeões, uma competição muito visada. A gente vê o empenho de todos os clubes durante o ano para conseguir uma vaga. Ela mexe com o torcedor, tem um apelo maior. Não é diferente para os jogadores - afirmou.

Depois de ter a chance de conhecer Zico em um treinamento no Ninho do Urubu, Márcio Araújo espera apenas pela chegada da família para sua felicidade ficar completa no Rio de Janeiro. Casado com Ludmila, ele tem dois filhos: Isaac, de sete anos, e Esther, de dois.

- Isso é muito importante. Já estou resolvendo tudo para que eles possam vir. Vieram passar o feriado aqui, mas voltaram para São Paulo - disse o jogador.

NBB: Flamengo tenta esquecer Final Four, e Marcelinho busca feito inédito

Marcelinho Basquete Flamengo x Palmeiras (Foto: Celso Pupo / Ag. Estado)Em meio ao clima de decisão da Liga das Américas (LDA) que toma conta dos corredores da Gávea, o Flamengo realiza, neste sábado, às 19h30m, no Ginásio Juquinha, em Macaé, sua última partida antes do Final Four do torneio mais importante do continente. Tentando não pensar na proximidade do título inédito da "Libertadores do basquete", os rubro-negros buscam focar no objetivo de terminar a temporada regular do NBB na primeira colocação. Para isso, precisam de duas vitórias nos próximos seis jogos. Se bater o time de Duda, já garantem um lugar entre os quatro primeiros da primeira fase, que garante ida direta às quartas de final. Porém, os atrativos do embate não param por aí, especialmente para Marcelinho. Em caso de seis pontos marcados, o ala alcançará a marca histórica e inédita de quatro mil na história da competição nacional.

- Nosso objetivo é classificar em primeiro e, para isso, precisamos de duas vitórias. Esta marca, caso eu consiga (riso disfarçado), vou dividir com todos os meus companheiros. Estávamos falando ontem no treino que o (Garcia) Morales (do Halcones de Xalapa), quando faz muitos pontos, é porque conta com a ajuda dos companheiros. Chegar a este número serve como um estímulo para uma pessoa que vive o basquete como ele deve ser vivido - declarou Marcelinho, que tem 3994 pontos nas seis edições do NBB, 219 à frente do segundo colocado Shamell do Pinheiros, com 3775.

Um dos responsáveis por dividir com o camisa 4 a responsabilidade de pontuar, Marquinhos brinca e promete dificultar a vida do companheiro.

- Vou passar a bola para ele não (risos). É algo importante e vamos ajudar. Faltam dois jogos para o primeiro lugar. Vamos realizar esta partida, esperamos uma grande vitória e, aí sim, pensar na Liga das Américas. Sabemos virar a chave bem. Vamos para Macaé para se dedicar 100% no jogo - brincou Marquinhos.

Sempre buscando a perfeição, o técnico José Neto nem cogita a hipótese de acomodação e falta de foco contra o Alvianil. Respeitando a equipe que ainda busca um espaço entre os 12 primeiros, o comandante rubro-negro sabe muito bem o que o seu time vai ter pela frente diante do inimigo mais íntimo de todos desta temporada.

- Vamos para lá brigando pela primeira posição, que será importante para jogarmos os playoffs com mando de quadra. Flamengo e Macaé sempre fazem jogos duros e ainda tem a questão de eles estarem brigando por uma vaga nos playoffs. Será uma partida difícil. Estamos focados no Macaé - analisou José Neto.

Basquete Marcelinho Flamengo x Macaé (Foto: André Durão / Globoesporte.com) 
Duda vai ter a árdua missão de marcar o irmão Marcelinho, que deseja chegar a 4 mil pontos na história do NBB (Foto: André Durão / Globoesporte.com)
 
Flamengo tem jogos adiados no NBB

Em razão do Final Four, que será disputado nos próximos dias 21 e 22 no Maracañazinho, o Flamengo teve três jogos adiados pelo NBB. O duelo que aconteceria contra o São José, nesta próxima segunda-feira, foi transferido para o dia 31. Já as partidas diante de Mogi das Cruzes e Basquete Cearense, que ocorreriam nos dias 20 e 22, foram remanejados para os dias 1 e 3 de abril, respectivamente. A maratona será ainda maior para os comandados de Neto, já que no meio destes confrontos o clube da Gávea ainda irá encarar Uberlândia e Franca, nos dias 27 e 29.

Confira como ficaram os jogos do Flamengo pelo NBB:

Hoje - Macaé x Flamengo

27/03 - Flamengo x Uberlândia
29/03 - Flamengo x Franca
31/03 - São José x Flamengo
01/04 - Mogi das Cruzes x Flamengo
03/04 - Basquete Cearense x Flamengo


sexta-feira, 14 de março de 2014

Luiz Hélio lança seu novo livro na Gávea


No próximo sábado (15.03), ao meio-dia, Luiz Hélio lança seu livro Mengo Meu Dengo – Paixão Sem Fronteiras, na sede social da Gávea. Após lançamentos na Bahia e em Pernambuco, o escritor e jornalista Luiz Hélio, que também é Embaixador da Nação Rubro-Negra e sócio do Flamengo, lançará seu terceiro livro. O evento conta com o apoio do Fla-Gávea e do Patrimônio Histórico do clube.

Na obra, o leitor terá a oportunidade de conhecer fascinantes histórias de torcedores-símbolos, dos mais diversos lugares do Brasil, que ajudam a manter a história e a tradição do clube que está no coração de 40 milhões de brasileiros.

Mengo Meu Dengo – Paixão sem fronteiras é um livro homônimo de uma coluna semanal que Luiz Hélio manteve no site Flamengo RJ, de 2007 a 2009. A publicação se divide em sete capítulos: Uma paixão sem fronteiras; Os flanáticos da nação e suas loucuras extraordinárias; Uma paixão que também arde na arte; Flamengo em verso e prosa; Heróis de uma nação; Embaixadas da nação; O Flamengo em nossa cidade.

Com apresentação do escritor Marcelo Abinader e prefácio de Arthur Muhlenberg, blogueiro e escritor, além de considerações do renomado escritor Ruy Castro e do poeta baiano Angelo Roncalli, Mengo Meu Dengo – Paixão Sem Fronteiras é uma ode ao Mais Querido e à sua gigantesca nação. "Luiz Hélio é o Mengo no mangue. O que ele não souber de Flamengo, você não precisa aprender", disse Ruy Castro.

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

O novo desafio de Marcelo Buarque, treinador acostumado à superação


Marcelo Buarque e Jayme de Almeida no treino do Flamengo (Foto: Thales Soares)Domingo, com um time C, o Flamengo enfrenta o Bangu, em Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, já com o título da Taça Guanabara garantido e a classificação em primeiro lugar para as semifinais da competição. No mesmo dia, o grupo principal viaja para a Bolívia, onde joga quarta-feira contra o Bolívar, pela Taça Libertadores. Com o conflito de datas, o técnico Jayme de Almeida também não estará presente e será substituído por Marcelo Buarque.

Com passagens por clubes de menor expressão no Rio de Janeiro, Marcelo já trabalhou nas categorias de base do Flamengo nos anos 80 e 90 e chegou a ser auxiliar de Rogério nos profissionais em 2010. No entanto, sua história tem peculiaridades, que contam até com a superação de um câncer, diagnosticado no ano passado.

Seu momento mais marcante aconteceu em 2008, comandando o Duque de Caxias. Naquele ano, Marcelo Buarque levou o time à conquista do inédito acesso à Série B do Campeonato Brasileiro ao terminar a Série C na quarta colocação.

Na reta final da campanha, no entanto, o clube chegou a ser punido por um suposto cai-cai com a perda dos pontos do jogo com o Rio Branco-AC e o impedimento de disputar qualquer competição nacional em 2009. Essa última punição acabou sendo revogada no recurso. Marcelo Buarque, no entanto, foi suspenso por um ano. Seis meses depois, teve o restante da pena transformado em doação de cestas básicas e multa. 

- Conheci o Marcelo quando vim aqui no Flamengo pela primeira vez para trabalhar nas categorias de base. Criamos uma afinidade, gosto dele como profissional e ficamos amigos. Ele voltou para os juniores e montamos o time juntos para esse jogo com o Bangu. Claro que a responsabilidade acaba sendo dele, mas trabalhamos juntos. Agora, vai assumir e espero que faça um bom jogo - afirmou Jayme.

Nesse jogo, a maioria esmagadora dos jogadores será de revelações do clube. Jayme confia nos jovens e nos estilo de Marcelo para que o Flamengo consiga um bom resultado e mantenha a campanha de sucesso no Campeonato Carioca.

- O Marcelo é um cara que cobra bastante e isso é importante. Uma coisa boa é o fato de já ter estado outras vezes no clube. Fico na torcida para que o Flamengo vença com esses meninos que estão começando para que se apresentem aos torcedores. serão mais profissionais no clube que ganham confiança e podem nos ajudar - explicou Jayme.

Mudança de planos: Luiz Antonio é relacionado e será titular contra Bangu



Luiz Antonio treino Flamengo (Foto: Pedro Martins/ Agência Estado)A situação de Luiz Antonio finalmente parece ter sido resolvida com o Flamengo. Inicialmente fora do jogo com o Bangu, domingo, em Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, o jogador acabou sendo relacionado e será titular no confronto, sacramentando sua volta ao clube depois de dois meses de tentativa de conseguir a rescisão na Justiça.

Após o treinamento da manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, o técnico Jayme de Almeida disse não ter aval da diretoria para escalar o jogador e revelou sua frustração. O vice-presidente jurídico, Flávio Willerman, rebateu e garantiu não haver qualquer impedimento fora de campo para a sua escalação. No entanto, havia uma negociação em curso para a renovação do contrato de Luiz Antonio. Por enquanto, ela não foi sacramentada, e o vínculo atual do atleta, até agosto de 2016, continua.

- Tinha pedido para a comissão técnica me comunicar quando ele fosse ser relacionado. Queria saber se não havia problema algum. Está tudo certo e ele vai para o jogo. Se jogará ou não, é com a comissão técnica - explicou o vice-presidente de futebol, Wallim Vasconcelos.

Luiz Antonio foi reintegrado no dia 6 de março e já fez uma série de treinamentos com o grupo, inclusive coletivos. O jogador deve entrar na vaga de Recife e formar o meio-campo ao lado de Márcio Araújo, Rodolfo e Mattheus.


Flamengo coleta inserções e calcula em reais danos de R10 à sua imagem



O Flamengo busca contra-atacar Ronaldinho Gaúcho nos tribunais. O duelo vale R$ 30 milhões e pode se arrastar por anos. Isso porque o craque, hoje no Atlético-MG, cobra R$ 40 milhões na Justiça do Trabalho, entre valores não quitados da sua passagem pela Gávea e também um processo por danos morais. O clube, contudo. provisiona em seu orçamento somente R$ 10 milhões, montante que considera de fato dever ao jogador. A estimativa - além de o Flamengo não levar em conta uma possível multa rescisória por acreditar que o contrato foi rompido pelo atleta - se deve também a uma estratégia inusitada para rebater os danos morais alegados pelo atleta: buscar demonstrar em um valor real que a instituição também teve a sua imagem prejudicada por desvios de conduta do ex-camisa 10.

Ainda em 2012, na gestão de Patrícia Amorim, o Flamengo também iniciou uma ação por danos morais contra R10. No ano seguinte, o clube conseguiu uma vitória importante nos tribunais nesse processo: a autorização da Justiça para contratar técnicos especializados e conduzir um trabalho minucioso de perícia, buscando todas as inserções negativas geradas por desvios de conduta de Ronaldinho Gaúcho. Não há, por enquanto, audiência marcada para o julgamento dessa ação em primeira instância, visto que o trabalho dos assistentes técnicos contratados para executar o levantamento ainda pode se prolongar até o fim de 2014.

Apesar de a ação correr em sigilo e os dirigentes não poderem falar muito a respeito, as informações foram confirmadas por pessoas que têm conhecimento dos autos. O caso tem tratamento especial. É o único da área trabalhista para o qual um escritório foi contratado para atuar especificamente na ação. Marcos Motta e Bichara Neto são os responsáveis pela resposta à ação por danos morais. O clube não se pronuncia sobre a estratégia e os detalhes do caso são guardados com cautela, apesar de o escritório de Gislaine Nunes, que conduz a ação por parte do jogador, já ter tomado conhecimento da medida autorizada de forma oficial.

O objetivo não é somente fazer um apanhado de inserções negativas na mídia. Na surdina, o clube avalia também outros fatores e detalhes documentadas em relatórios internos do departamento de futebol. Com o valor do dano causado por Ronaldinho isso em mãos, o Flamengo calculará o valor da cobrança que fará na Justiça, em resposta aos danos morais exigidos pelo jogador.

Entre os casos polêmicos amplamente noticiados pela mídia, há problemas a serem contornados por ambas as partes. No caso do Flamengo, a confusão mais notória foi a entrevista coletiva na qual o clube anunciou ter um exame apontando álcool no organismo do jogador antes de um treinamento. O departamento médico do clube negou a existência do exame e, além de uma crise interna, a questão teria sido o motivo mais forte para a decisão de Ronaldinho de entrar com a ação por danos morais.

Contra o jogador, além dos relatórios internos com alguns detalhes de sua rotina, mas de conteúdo sigiloso, pesam notórias indisciplinas como o fato de ter sido flagrado com uma mulher na concentração do time em Londrina, no Paraná, em 2012, quando o Flamengo fazia sua pré-temporada e se preparava para viajar para a Bolívia, onde enfrentaria o Real Potosí pela pré-Libertadores. Outros casos, como o confusão criada por Assis, irmão e empresário do jogador, na loja oficial da antiga fornecedora de material, Olympikus, também devem constar no levantamento.

Engana-se, contudo, quem pensa que um acordo está completamente descartado. Para o Flamengo, até mesmo estrategicamente, é ruim falar em saída amigável em um momento no qual ainda produz as suas provas para sustentar sua ação contra o craque e, no mínimo, ganhar poder de barganha para um eventual acerto. Contudo, o clube não admite gastar muito mais do que os R$ 10 milhões que considera de fato dever a Ronaldinho em obrigações atrasadas. Dessa forma, ainda que possível, a distância entre o que o jogador quer para um acordo e o que o clube oferece é grande. A Justiça decidirá se a estratégia do Flamengo se tornará de fato um argumento sólido para entrar na balança.


Para jornalista, Ronaldinho Gaúcho, ''o vagabundo" deveria se espelhar em Zico

Postado,  quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 


O pagamento dos salários atrasados de Ronaldinho Gaúcho se arrasta e o jogador demonstra indisciplina ao levar uma mulher para a concentração do Flamengo. O sentimento pelo futuro da carreira do meia é de desânimo para o jornalista e escritor Guilherme Fiuza, que participou nesta quinta-feira do "Redação SporTV". Para o autor de "Meu nome não é Johnny" e da biografia de Bussunda, Ronaldinho não voltará a ser o craque de outros tempos pela quantidade de atrativos da vida social. E deveria se espelhar no maior ídolo rubro-negro.

- O Ronaldinho é um cara que há muito tempo se perdeu na finalidade do jogo de futebol. Porque é um cara que ganhou muito dinheiro. Nem culpo ele. Segurar aquela cabeça é difícil. A imagem do cara se torna muito mais importante do que um gol. O Ronaldinho devia ver os DVDs do Zico, que até essa idade e muito mais tinha a maior dedicação e eficiência em campo que o Ronaldinho poderia ser para o Flamengo ainda - disse Fiúza.

Outro convidado do programa, o jornalista Milton Coelho da Graça lamentou os atos de indisciplina do jogador:

- Se for verdade que ele botou uma mulher no hotel na concentração do Flamengo, ele está abandonando a disciplina mínima que um jogador deve ter em um clube.

Flamengo busca 'mecanismo criativo' para reduzir preços dos ingressos


Os protestos de boa parte da torcida do Flamengo quanto ao preços dos ingressos para os jogos do clube, especialmente no Maracanã, parecem não estar passando batidos pela diretoria do clube. Em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, no auditório Rogério Steingberg, na sede do clube, para promover o Final Four da Liga das Américas, que acontecerá nos próximos dias 21 e 22 de março, no Ginásio do Maracañazinho, o presidente Eduardo Bandeira de Mello admitiu que há conversas em andamento entre a diretoria e o Consórcio que administra o estádio para a readequação dos preços das entradas. Sem entrar em detalhes, o mandatário máximo rubro-negro explicou que esta situação seria pontual para determinadas partidas.

- Posso adiantar que nós estamos buscando junto à concessionária e ao Governo do Estado um mecanismo criativo para tentar, em alguns jogos, pelo menos, um tipo de promoção. Não posso adiantar ainda, mas estamos buscando esta solução. Não é uma tarefa fácil, dadas as atuais condições, conciliar as duas coisas. Nós não queremos abrir mão da nossa saúde financeira - revelou.

Bandeira acrescentou ainda por que não acha uma tarefa simples baixar os preços.

- Muitas vezes as pessoas chegam para a gente e falam para colocar os ingressos a R$ 5 que a torcida lota. Se colocarmos a R$ 5, a gente não só não vai levar nenhum dinheiro para casa, como vai ter que pagar, já que o custo de cada espectador é de R$ 10, mais taxas.

Incidente com o filho

O presidente do Flamengo comentou ainda sobre o incidente envolvendo um de seus filhos e integrantes de torcidas organizadas no último domingo, antes do clássico contra o Botafogo. Na companhia de amigos, o rapaz bebia tranquilamente uma cerveja nos bares próximos ao Maracanã, em ponto conhecido por ser frequentado por muitos torcedores antes das partidas do Rubro-Negro. Em certo momento, dezenas de integrantes de torcidas organizadas - que também se concentram no mesmo local - interpelaram o filho de Bandeira em tom elevado. Entre outros assuntos, eles se referiram ao alto preço dos ingressos, ao fim das gratuidades e usaram a tática da intimidação. Os ânimos ficaram exaltados, mas não houve agressão física, apenas verbal.

- O que aconteceu com o meu filho, que vocês noticiaram, foi uma covardia. Mas eu acredito que tenha sido um fato isolado e vamos torcer para que não se repita - finalizou Bandeira.


Flamengo x Bangu

Campeonato Carioca

Data: 16/03/2014
Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda

Hora: 16h

Transmissão: TV Globo para RJ, ES, TO, SE, AL, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Alex Escobar, Roger Flores e Arnaldo Cesar Coelho), Premiere e Premiere HD (com Eduardo Moreno e Edinho)

Flamengo x Bangu: ingressos à venda para partida a preço de R$ 40 e R$ 60


Já estão à venda os ingressos para partida entre Flamengo e Bangu deste domingo, às 16h (de Brasília, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela penúltima rodada da Taça Guanabara. Os preços são de R$ 40 e R$ 60, e os sócios-torcedores rubro-negros pagam meia-entrada. Os bilhetes podem ser encontrados em pontos de venda no Rio de Janeiro e em Volta Redonda. A venda para sócios-torcedores é feita pela internet, através do site Nação Rubro-Negra, e na sede social da Gávea até sábado. No dia do jogo, a comercialização só será feita nas bilheterias do Raulino de Oliveira. Para esta partida, não haverá uso do cartão-ingresso.

Campeão antecipado da Taça Guanabara, o Fla vai escalar um time formado por jogadores que não foram inscritos na Libertadores, já que a delegação principal embarca no mesmo dia para a Bolívia, onde o time encara quarta-feira o Bolívar.

Preços:
Cadeira Especial – R$ 60,00
Arquibancada – R$ 40,00

Pontos de venda:

- até sábado, das 8h às 18h
Posto AP Gás – 24 horas
Avenida Nestor Rodrigues Perligeiro, 500, Bairro Aterrado
Loterias do Meia Meia, Volta Redonda
Avenida Lucas Evangelista, 37, Bairro Aterrado
Avenida dos ex-combatentes, 200, Santa Cruz
Avenida Antônio de Almeida, 1052, Bairro Retiro
Avenida Quatro numero 181, Vila Rica/Tiradentes

- domingo, de 11h às 17h
Bilheteria setor Amarelo: cadeira especial e arquibancada - Torcidas de Bangu e Flamengo
Bilheteria setor Azul (lado esquerdo): arquibancada - Torcida do Flamengo
Bilheteria setor Verde: cadeira especial e arquibancada - Torcida do Flamengo
Bilheteria setor Azul (lado direito): troca e venda de ingressos para sócios-torcedores


Flamengo se arma para não perder Caio Rangel, joia das categorias de base


Caio Rangel Flamengo (Foto: Reprodução/Site Oficial do Flamengo)O mercado do futebol é extremamente competitivo e jogadores jovens são alvos preferenciais, especialmente na Europa. Por isso, os clubes se armam cada vez mais para não perder promessas. É o caso do Flamengo com Caio Rangel. O jogador tem contrato até o dia 28 de fevereiro de 2015, o que significa que em agosto deste ano ele já poderia assinar um pré-contrato com qualquer outro clube.

Caso isso acontecesse, o Flamengo deixaria de faturar com a negociação e teria direito apenas a 5% de futuras vendas por ser o clube formador. Com isso, os dirigentes já tiveram duas conversas com representantes do jogador, um deles a empresa BR Foot, e sua família. Uma terceira reunião já está marcada.
Aos 18 anos, Caio Rangel já pode assinar um contrato de cinco anos. O seu primeiro compromisso foi de três, como prevê a lei para atletas que completam 16 anos de idade.

- Já trocamos e-mails e vamos partir para a terceira reunião. Existem exigências dos dois lados e estamos ajustando. Tem quase um ano de contrato pela frente e começamos a conversar para evitar chegar nos seis meses finais. Ele quer ficar, a família quer ele aqui e o Flamengo quer o garoto. A ideia é fazer o máximo que a lei nos permite se a família achar viável - explicou Marcos Biasotto, gerente das categorias de base do Flamengo.

Caio Rangel voltou a treinar esta semana com a categoria sub-20. Ele estava ausente, de férias, o que despertou dúvidas sobre o seu aproveitamento justamente pelo seu contrato estar no último ano. Biasotto explicou que foi uma necessidade do clube.

- O Caio teve muitas convocações no ano passado e, pela legislação, somos obrigados a dar férias. Por isso, ele só retornou faz uma semana - comentou o dirigente.

Titular da seleção brasileira sub-17 que disputou o Mundial da categoria no ano passado, Caio marcou dois gols na campanha que parou nas quartas de final, um deles o terceiro na vitória por 3 a 0 sobre Honduras. O Brasil acabou eliminado pelo México nas cobranças de pênaltis.

Seu desempenho na base vem despertando o interesse de clubes estrangeiros. Manchester United, CSKA Moscou e Porto já procuraram informações sobre ele. O Flamengo garante não ter recebido qualquer proposta pelo jogador.

- Todo jogador bom tem assédio. Mas não houve proposta oficial nem oficiosa. É um garoto e estamos trabalhando para que se desenvolva e vista a camisa do time profissional. É um processo de formação. Um bom garoto, de boa índole, com família e procuradores do bem. Ele precisa vestir a camisa do Flamengo, jogar no Maracanã cheio. Há um longo caminho ainda para pensar em outra coisa - disse.
 
 

Pouco aproveitado, González negocia rescisão de contrato com o Flamengo


Gonzalez Flamengo treino (Foto: Cahê Mota)Jogador da seleção chilena, comandada pelo técnico Jorge Sampaoli, o zagueiro Marcos González negocia a rescisão de seu contrato com o Flamengo, que termina no fim do ano. Ele não vem sendo aproveitado pelo técnico Jayme de Almeida e disputou apenas um jogo nesta temporada. Sequer foi inscrito entre os 30 da lista para a Taça Libertadores.

Sem clube para jogar no momento, González deve ficar aprimorando a forma no centro de treinamento da seleção chilena. O jogador é considerado importante por Sampaoli no grupo. Mesmo caso viveu Maldonado antes da Copa do Mundo de 2010, quando pouco atuava pelo Flamengo, mas era convocado constantemente.

Ao todo, González tem 75 jogos com a camisa do Flamengo, sendo apenas três deles como reserva. Ele foi contratado em 2012, depois de fazer sucesso pela Universidad de Chile, quando o técnico era Vanderlei Luxemburgo. Na época, houve uma crise interna no departamento de futebol, já que o comandante do time não queria o jogador, exigência do então diretor Luis Augusto Veloso.

Para a posição, o Flamengo conta com Wallace, Samir, Chicão, Erazo, Frauches, Welinton e Fernando.

Investigação do MP esbarra em encândalo financeiro e pode colocar dirigentes da Lusa no banco dos réus


No ínicio do 'caso lusa', a Portuguesa foi vista pela opinião pública como a verdadeira lesada da decisão do STJD que retirou quatro pontos da Portuguesa e do Flamengo, o que manteve o Fluminense na primeira divisão do campeonato Brasileiro. Hoje, a situação é diferente.

Em coletiva de imprensa realizada hoje, dia 14 de março, no Ministério Público de São Paulo, o promotor do direito do consumidor Roberto Senise Lisboa veio a público para mostrar os resultados da investigação que apura o possível tráfico de influência na escalação do meia Héverton na partida entre portuguesa e Grêmio, que acarretou no rebaixamento da Lusa.

Após colher depoimentos e analisar as movimentações financeiras do clube, o Ministério Público esbarrou  em um possível escandalo de crime contra o mercado financeiro no valor de R$ 600 milhões de reais, envolvendo o banco Banif e outras 15 empresas, entre elas a Portuguesa.

Segundo Senise, quando Manuel da Lupa assumiu a presidência da Portuguesa em 2005, o clube passava por sérias dificuldades de pagamento. Um dos conselheiros era diretor do Banif, e foi aprovado no banco uma linha de crédito de R$ 300 mil mensais para o que o clube conseguisse sobreviver. Como a má situação financeira impedia o clube de contrair empréstimos, um esquema alternativo de pagamento foi instituido.

O Banif transferia dinheiro para o clube através do presidente Manuel da Lupa e de seu vice-presidente na época, que então repassavam o montante para a conta da Portuguesa. Segundo o promotor, os pagamentos estavam alinhados durante o primeiro mandato, mas que há indícios de "desalinhamento das operações casadas" entre Banif, Manuel da Lupa e Portuguesa durante a segunda gestão do dirigente.

Esse desalinhamento culminou em uma determinação do Conselho Deliberativo do clube. Em setembro de 2013, o Conselho Deliberativo proibiu o então presidente Manuel da Lupa de contrair qualquer empréstimo em nome do Portuguesa. A escalação do meia Héverton ocorreu dois meses após a decisão do Conselho Deliberativo.

Hoje, Manuel da Lupa, que está com os bens bloqueados pela Justiça, luta para provar que os empréstimos feitos em seu nome são de responsabilidade da Lusa.

Mas é a proximidade entre as datas e a situação do então presidente que intriga o Promotor Roberto Senise da Lisboa, que é cuidadoso para não responsabilizar ninguém antes que as investigações sejam conclusivas.

Segundo ele, há indícios de motivação para que o então presidente, atolado em dívidas e proibido de gerir as finanças do clube por determinação do Conselho Deliberativo, possa ter escalado o meia Héverton propositalmente, de forma a resolver sua situação financeira.

Roberto Senise Lisboa lembra que ainda há muitas peças da investigação que necessitam análise, além da demora para o recebimento de documentos provenientes de outras insitutições públicas.

A relação da Portuguesa com o Banif será investigada pelo Gaeco, que combate o crime organizado, enquanto o MP continuará investigando a possiblidade de tráfico de influência.

Já ação cívil publica do Minitério Público contra a decisão do STJD que retirou quatro pontos da Portuguesa e do Flamengo continua. O MP ajuizou hoje um recurso de agravo contra a decisão do Juiz Miguel Ferrari Junior, da 43ª Vara Cível do Foro Central. Segundo Senise, há nove pontos que não teriam sido apreciados pelo Juiz, o que justifica o pedido de recurso. A decisão deve sair em até cinco dias.


Flamengo vai pagar premiação de R$ 2 milhões pelo título do Carioca


taça campeonato carioca (Foto: Kiko Azevedo/Divulgação)O Flamengo vem demonstrando respeito ao Campeonato Carioca. O técnico Jayme de Almeida usou seus principais jogadores na maioria da campanha, garantiu o título da Taça Guanabara e, consequentemente, o primeiro lugar geral na classificação para as semifinais da competição. Como prêmio pela dedicação, a diretoria do clube definiu o valor de R$ 2 milhões como pagamento a jogadores e comissão técnica caso o time seja campeão carioca em 2014.

O acordo já foi sacramentado com o grupo. Classificado para as semifinais, o Flamengo ainda não tem adversário definido. Por enquanto, enfrentaria a Cabofriense. No entanto, existe a possibilidade de o confronto ser com Fluminense, Vasco ou Boavista.

Pela conquista da Taça Guanabara, o Flamengo recebeu R$ 1 milhões. Para o campeão carioca, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro prevê a premiação de R$ 3,5 milhões. Ao vice, pagará R4 1 milhão. Cada semifinalista do Carioca terá direito a R$ 200 mil. Entre os pequenos, o mais bem colocado terá direito a R$ 400 mil e o segundo, R$ 100 mil.


Tribunal do Esporte impede o Fluminense de participar do caso do Flamengo




O TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) impediu que o Fluminense participasse como "terceira parte" no caso movido pelo Flamengo contra a CBF. O rubro-negro recorreu 'a corte suíça, última instância da Justiça Desportiva, contra a decisão do STJD que lhe tirou quatro pontos no Campeonato Brasileiro do ano passado por causa da escalação do jogador André Santos. O caso ainda não tem data para ser julgado.

O Fluminense tentou participar do julgamento como terceira parte interessada, já que uma eventual devolução de pontos ao Flamengo mudaria o lugar do tricolor na classificação do Brasileiro de 2013. Tal manobra deu certo no STJD, e o advogado do Fluminense, Mario Bittencourt, fez sua exposição. O TAS teve um entendimento diferente.

A Portuguesa, que também perdeu pontos no torneio por decisão do STJD, tampouco participa do julgamento no TAS. Cabe lembrar que as decisões do tribunal suíço têm efeito apenas sobre quem participa diretamente do julgamento. Na prática, isso siginifica que se a Flamengo recuperar seus quatro pontos, isso não valerá para a Portuguesa.

Situação de Luiz Antonio causa divergência de informações no Flamengo


Luiz Antonio no treino do Flamengo (Foto: Cauê Rademaker)O volante Luiz Antonio foi reintegrado no Flamengo na quinta-feira da última semana, dia 6 de março. Na sua volta ao clube depois de entrar com uma ação pedindo a rescisão de seu contrato, que vai até fevereiro de 2016, ele teve a companhia do diretor de futebol Paulo Pelaipe. Com um discurso afinado, colocaram a culpa do imbróglio no empresário Francisco D'Ambros. No entanto, mesmo com a situação aparentemente resolvida, o técnico Jayme de Almeida disse não ter aval para escalá-lo contra o Bangu, domingo, em Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca.

Luiz Antonio seria utilizado já que o time principal embarca no mesmo dia para a Bolívia, onde enfrenta o Bolívar, quarta-feira, pela Taça Libertadores. Jayme revelou esses planos e sua frustração por não poder contar com o jogador nessa partida.

- É uma questão de diretoria. Houve um pedido para que não fosse para o jogo. Ainda não resolveu a situação, deve ter alguma pendência. Tinha a expectativa de colocá-lo, foi bem no ano passado e poderia ser o primeiro jogo, em uma situação mais tranquila para um primeiro contato com a torcida. Mas temos que respeitar os interesses do clube e esperar resolver para acabar com um negócio que desgastou todo mundo - disse Jayme.

A diretoria do Flamengo nega qualquer impedimento fora de campo para escalar Luiz Antonio. O jogador ainda não retirou a ação judicial na qual pede a rescisão de seu contrato, que vai até agosto de 2016. Vice-presidente jurídico do clube, Flávio Willeman afirmou não ter havido comunicado algum vetando a utilização do jogador na partida de domingo.

- A questão jurídica está sendo tocada por mim e não há qualquer interferência no futebol. Não tem orientação alguma para que não seja escalado. Condição física e médica não é comigo. Ele é um profissional contratado pelo Flamengo - explicou Flávio, revelando que o processo segue em curso e com audiência marcada para o dia 2 de setembro.

- Ele (Luiz Antonio) disse que retiraria a ação e até agora não o fez. Isso é com ele.

Na sua volta ao clube, Luiz Antonio já participou de treinamentos e disputou coletivos. Nesta sexta-feira, sequer foi para o campo e ficou apenas na academia do Ninho do Urubu, enquanto os jogadores que vão enfrentar o Bangu estavam em campo. Ele não está inscrito na Taça Libertadores, o que só poderá acontecer caso o Flamengo se classifique para as oitavas de final.


Liga das Américas: ingressos para o Final Four vão de R$ 40 a R$ 350



 O Flamengo divulgou na manhã desta sexta-feira, durante coletiva de imprensa realizada na sede do clube, na Gávea, os valores dos ingressos para os jogos do Final Four da Liga das Américas, a "Libertadores do basquete", que acontecerão nos dias 21 e 22 de março no Ginásio do Maracanãzinho. Os bilhetes para cada partida variam de R$ 40 a R$ 350 (R$ 20 a R$ 175 meia-entrada), dependendo do setor e do dia de disputa. Os postos de vendas e o dia inicial de comercialização serão anunciados neste sábado.

A diretoria anunciou um aumento de 100% em relação aos jogos do time no NBB nas entradas mais baratas para a semifinal (R$ 20 inteira e R$ 10 meia no NBB; R$ 40 inteira e R$ 20 meia na Liga das Américas) e de 250% para a final (R$ 70 inteira e R$ 35 meia). Existe também a opção do combo, onde o torcedor compra ingressos para os dois dias e tem desconto na soma do valor.

Ao contrário do que acontece nas partidas de futebol, no basquete, o programa sócio-torcedor não garantirá o direito da meia entrada, mas sim a utilização da camisa do clube carioca. Quem for com a mesma, paga metade do valor em qualquer setor.

- Esperamos casa cheia, um grande espetáculo, assim como dentro da quadra. Primeiro, temos duas opções de compra de ingressos: a por dia e a por dois dias, quatro jogos. Levamos em consideração o preço praticado na final do NBB do ano passado. Na ocasião, o preço mais barato foi vendido a 18,36 de média, sendo que a maioria dos ingressos é vendido a meia-entrada. Temos também o desconto para quem for com a camisa rubro-negra. Tirando os torcedores do Pinheiros, Aguada e Halcones, a maioria vai pagar meia-entrada, logo ingressos a partir de R$ 45. Os outros locais são mais nobres, com poucos assentos. Acreditamos que tem que ser colocado um preço maior. Acho que os preços estão super competitivos - explicou o diretor executivo de esportes olímpicos, Marcelo Vido.

coletiva de imprensa do Flamengo - Basquete (Foto: Fabio Leme) 
Marcelinho, Marcelo Vido, Eduardo Bandeira de Mello, Alexandre Póvoa, José Neto e Marquinhos foram os componentes da coletiva, que apresentou como será o sistema de ingressos para o Final Four (Foto: Fabio Leme)

O clube aproveitou para divulgar o nome das duas empresas que vão estampar suas logomarcas no uniforme dos jogadores, inclusive, uma delas já fechou parceria até o final do ano, e deixou em sigilo uma terceira que está praticamente fechada somente para as finais da Liga das Américas.

- Não é só para este evento. Tenho certeza que com a Estácio vamos fazer uma grande parceria. Ela fica com a gente até o final do ano. Já a Brasil Brokers é um patrocínio, a princípio, para o evento, com possibilidade de ser até o final do NBB. Tivemos um curto espaço de tempo para fechar isso, por causa do carnaval. Prefiro não anunciar os valores - disse Vido.

Marcelinho posa com a camisa de treino com os novos patrocinadores (Foto: Fabio Leme)Capitão e mais experiente da equipe, o ala Marcelinho Machado ressaltou a importância de decidir o título dentro de casa, com o apoio da torcida.

- A expectativa é a melhor possível. Vivemos um grande momento no NBB, não só na Liga das Américas. Sabemos que vamos encontrar equipes qualificadas que vêm buscar o mesmo que a gente, mas somos experientes. Já jogamos diversas decisões e o fator casa é muito bom. Ninguém aqui vai querer fazer festa para os outros. Ainda temos um jogo do NBB também, que é o foco do momento, mas teremos uma semana para concentrar forças neste Final Four e espero levantar o caneco no sábado que vem - declarou.

Ansioso, Marquinhos não esconde que conta as horas para a chegada dos dias 21 e 22 de março.

- Estou muito ansioso, estava torcendo muito para o Final Four ser no Rio. Espero que semana que vem chegue logo e torcemos para encontrar o clima que vimos na final do NBB no ano passado nesta final da liga - completou.

O Maracanãzinho será o palco que receberá as duas semifinais, a disputa pelo terceiro lugar e a grande decisão. Na sexta-feira, dia 21, Pinheiros x Halcones Xalapa-MEX e Flamengo x Aguada-URU fazem as semifinais, passando para a final o vencedor de cada jogo. As partidas nos dois dias serão realizadas, respectivamente, às 19h e 21h15m.


Marcelinho, Neto e Marquinhos comemoraram a vinda do Final Four para o Rio (Foto: Fabio Leme)Marcelinho, Neto e Marquinhos comemoraram a vinda do Final Four para o Rio de Janeiro (Foto: Fabio Leme)
 
os jogos

Sexta (21/03), às 19h: Pinheiros x Halcones Xalapa-MEX
Sexta (21/03), às 21h15m: Flamengo x Aguada-URU
Sábado (22/03), às 19h: Disputa do 3º lugar
Sábado (22/03), às 21h15m: Final

preço dos ingressos

Semifinais
Cadeira de quadra: R$ 250 / R$ 125 (100 ingressos)
Pista (5 - 3 - 1): R$ 100 / R$ 50 (1.353 ingressos)
Cadeira especial: R$ 100/R$ 50 (1.222 ingressos)
Demais setores: R$ 40/R$ 20 (7.373 ingressos)
Total: 10.048 ingressos

Final e 3º lugar
Cadeira de quadra: R$ 350/R$ 175 (100 ingressos)
Pista (5 - 3 - 1): R$ 140/R$ 70 (1.353 ingressos)
Cadeira especial: R$ 140/R$ 70 (1.222 ingressos)
Demais setores: R$ 70/R$ 35 (7.373 ingressos)
Total: 10.048 ingressos

Combo (4 jogos - semifinais, 3º lugar e final)
Cadeira de quadra: R$ 500/R$ 250 (100 ingressos)
Pista (5 - 3 - 1): R$ 200/R$ 100 (1.353 ingressos)
Cadeira especial: R$ 200/R$ 100 (1.222 ingressos)
Demais setores: R$ 90/R$ 45 (7.373 ingressos)
Total: 10.048 ingressos


Apitocop, a arbitragem do futuro - Charge Animada


Com dores na coxa, Elano está fora da partida contra o Bolívar, quarta-feira


Elano Coletiva Flamengo (Foto: Thales Soares)O meia Elano está fora do jogo de quarta-feira, contra o Bolívar, pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores. O jogador sentiu dores no músculo posterior da coxa direita na partida contra os bolivianos na última quarta-feira, no Maracanã, e era dúvida para o confronto da próxima semana. A lesão é a mesma que o tirou do clássico com o Botafogo no domingo, na conquista da Taça Guanabara.

Elano se recuperou a tempo de enfrentar o Bolívar no meio da semana, mas sentiu novamente o problema. O jogador, portanto, não viajará com o grupo neste domingo para a capital boliviana. No mesmo dia, o time C rubro-negro joga contra o Bangu, pelo Campeonato Carioca.