Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 22 de março de 2014

Flamengo, Flu e Bota vencem e estão nas semifinais da Taça Guanabara sub-20

Neste sábado, quatro partidas definiram os semifinalistas da Taça Guanabara sub-20. Flamengo, Botafogo, Fluminense e Nova Iguaçu ficaram com as vagas e seguem vivos na disputa pelo título da competição.

O Flamengo venceu a Cabofriense por 2 a 1 e terminou em primeiro lugar, com 31 pontos. Caio Quiroga e Jajá fizeram os gols do Rubro-Negro, que agora enfrenta o Nova Iguaçu, quarto colocado, na semifinal. O primeiro jogo está marcado para esta quarta-feira, em Nova Iguaçu, e o segundo acontece no sábado, no estádio Nivaldo Pereira, em Queimados.

O Botafogo derrotou o Nova Iguaçu por 3 a 0 e chegou a 30 pontos, mesma soma do Fluminense, atual bicampeão, que goleou o Volta Redonda por 4 a 0. O Alvinegro, no entanto, ficou com a segunda colocação por ter melhor saldo de gols. As duas equipes se enfrentam nas semifinais, com o primeiro jogo marcado para a quarta-feira, em Xerém, e o segundo para o CT do Botafogo, no sábado.

A coisa maldita , vasco, que ainda tinha chances de classificação, ficou no 0 a 0 com o Duque de Caxias e está eliminado do primeiro turno.

Confira os resultados da 15ª rodada e os jogos deste domingo

Sábado, 22/03

Flamengo 2 x 1 Cabofriense
Botafogo 3 x 0 Nova Iguaçu
Fluminense 4 x 0 Volta Redonda
Vasco 0 x 0 Duque de Caxias
Audax 1 x 4 Macaé

Domingo, 23/03

10h - Boavista x Bangu
13h30m - Madureira x Resende
13h30m - Friburguense x Bonsucesso

Confira a classificação da Taça Guanabara sub-20

1º Flamengo - 31 pontos
2º Botafogo - 30
3º Fluminense - 30
4º Nova Iguaçu - 30
5º vasco - 26
6º Audax - 23
7º Bangu - 21
8º Macaé - 20
9º Madureira - 19
10º Cabofriense - 17
11º Volta Redonda - 17
12º Friburguense - 16
13º Boavista - 14
14º Resende - 12
15º Duque de Caxias - 10
16º Bonsucesso - 8

Alecsandro tem nova sessão de aula com Chicão para cobrar faltas no Flamengo


Chicão treino flamengo (Foto: Cahê Mota)No empate em 2 a 2 com o Bolívar-BOL, no Maracanã, o atacante Alecsandro entrou no segundo tempo e chamou a atenção ao tentar uma cobrança de falta. O goleiro Quiñonez defendeu com tranquilidade, mas o jogador parece disposto a aproveitar novas oportunidades.

Neste sábado, Alecsandro ficou depois do treinamento cobrando faltas acompanhado do zagueiro Chicão, especialista no fundamento e autor de dois gols desta forma com a camisa do Flamengo. O atacante, aos 33 anos, diz ainda estar em fase de aprendizado.

- A gente aproveita as oportunidades. Joguei ao lado de grandes cobradores de falta. No Atlético-MG, agora, foi com o Ronaldinho, um dos melhores. O Chicão também tem essa qualidade. Foi mais um dia de aula de como bater falta com Chicão - comentou o atacante.

O professor escolhido por Alecsandro fez elogios ao aluno. Com a camisa do Flamengo, Chicão marcou um gol importante em cobrança de falta na semifinal da Copa do Brasil contra o Goiás. Ele acredita que o atacante possa ter um bom aproveitamento.

- Ele tem qualidade. Todo mundo vê isso quando acaba o trabalho e vamos para as cobranças de falta. É uma questão de treinamento - disse Chicão.

Apesar dos elogios, Alecsandro não pretende tomar o lugar de Chicão. Neste domingo, contra a Cabofriense, no Maracanã, os dois estarão em campo e o zagueiro será o responsável pelas cobranças, principalmente pela ausência de Elano, que segue em recuperação de uma lesão na coxa direita.

- Eu fico só aprendendo. Quando estiver bem, vou tentar - avisou o atacante.

Em casa, Flamengo supera Joinville e avança na Copa do Brasil Sub-17

O Flamengo se garantiu nas quartas de final da Copa do Brasil Sub-17 ao derrotar o Joinville por 4 a 2. A partida foi disputada neste sábado, no Estádio Nivaldo Pereira, em Queimados, Rio de Janeiro. No jogo de ida, as duas equipes empataram por 3 a 3.

Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Michel, Arthur, Felipe Vizeu e Matheus. Rafinha, duas vezes, descontou para o JEC, que está eliminado.

Nas quartas de final, o Flamengo vai encarar o vencedor do confronto entre São Paulo e Palmeiras, que se enfrentam neste sábado às 21h no Pacaembu. Caso o Tricolor saia vencedor, as duas equipes reeditarão a final da competição de 2013, vencida pelos paulistas.  



De olho no Emelec, Flamengo não terá Elano no primeiro jogo da semi do Carioca


Elano Coletiva Flamengo (Foto: Thales Soares)
À espera de um adversário, o Flamengo vai iniciar a disputa da semifinal do Campeonato Carioca quarta ou quinta-feira, dependendo de quem será o rival. Apesar de o técnico Jayme de Almeida sempre valorizar a competição estadual, o foco principal está na semana seguinte, no dia 2 de abril, quando o time enfrentar o Emelec em Guayaquil, no Equador, valendo a sobrevivência na Libertadores. Em caso de derrota, estará eliminado da competição.

Por isso, o tratamento do meia Elano vem sendo feito de olho no Emelec. O jogador, que marcou um gol de falta e foi decisivo contra os equatorianos no Rio de Janeiro, sofreu uma lesão na coxa direita no empate por 2 a 2 com o Bolívar, da Bolívia, no Maracanã, e está fora dos planos para o primeiro jogo da semifinal do Carioca. Ele passou a manhã deste sábado no departamento médico, no Ninho do Urubu, e o mesmo acontecerá neste domingo, quando o time enfrenta a Cabofriense, no Maracanã, para receber o troféu de campeão da Taça Guanabara. Na segunda-feira, a programação continua no seu processo de recuperação.

Oficialmente, o departamento médico rubro-negro não divulgou uma previsão de retorno de Elano. Mas a expectativa é de que ele vá para o campo apenas na terça-feira, ainda assim para trabalhos físicos. Com isso, sua participação no segundo jogo da semifinal, que será no próximo fim de semana, também não está assegurada. Mesmo que esteja à disposição de Jayme de Almeida, o jogador dificilmente iniciará o jogo.

Na Libertadores, o Flamengo é o lanterna do Grupo 7, com quatro pontos. O líder é o León, do México, com sete, seguido do Emelec, com seis, e Bolívar, com cinco.

Elano falta gol, Flamengo x Emelec (Foto: EFE) 
Autor de um gol de falta, Elano foi decisivo no primeiro jogo contra o Emelec, no Maracanã (Foto: EFE)

Passe à la Ronaldinho, provocação do Brocador e festa azul no treino do Flamengo


treino Flamengo (Foto: Thales Soares)A derrota por 1 a 0 para o Bolívar, quarta-feira, em La Paz, na Bolívia, diminuiu as chances de classificação do Flamengo para as oitavas de final da Libertadores. No entanto, o grupo parece ter superado o trauma e na véspera de enfrentar a Cabofriense, neste domingo no Maracanã, disputou um animado recreativo no Ninho do Urubu. O time de azul, comandado pelo lateral-esquerdo André Santos, venceu o confronto com o de colete laranja e saiu de campo tirando onda. Titular para a última rodada do Campeonato Carioca, Alecsandro deu passe à la Ronaldinho Gaúcho, virando o rosto, e seu companheiro Hernane não perdoou e gritou olé com a troca de passes.

- Esse time é muito ruim - provocou Hernane, que será poupado do confronto com a Cabofriense, como os outros titulares, com exceção do goleiro Felipe.

O recreativo contou, inclusive, com a presença do paraguaio Cáceres na plateia, ao lado de jogadores das categorias de base do clube que estavam no Ninho do Urubu. O jogador segue com o ombro direito imobilizado e ainda sem previsão de volta ao time.

No jogo contra a Cabofriense, o Flamengo receberá o troféu da Taça Guanabara por ter sido o time que mais pontuou no primeiro turno. A equipe garantiu o título antecipadamente e está classificada para as semifinais do estadual. O adversário ainda está indefinido. Para a rodada final do turno,  o técnico Jayme de Almeida vai escalar o time com Felipe, Digão, Chicão, Erazo e João Paulo; Feijão, Luiz Antonio, Márcio Araújo e Lucas Mugni; Paulinho e Alecsandro.

Caceres treino Flamengo (Foto: Thales Soares) 
Ainda com o ombro imobilizado, Cáceres acompanhou o treino do Flamengo no Ninho do Urubu (Foto: Thales Soares)
 
 

Taça, foco e Alecsandro: motivações do Flamengo para vencer domingo


Alecsandro comemora, Bonsucesso x Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)Jayme de Almeida não assume, mas não deve estar sendo uma tarefa fácil motivar o elenco do Flamengo nessa reta final de Taça Guanabara. Há duas semanas o time já conquistou o título, e encerrará sua participação neste domingo, contra a Cabofriense, no Maracanã. Em seu discurso às vésperas da partida, o treinador enumerou uma série de fatores para mostrar que ingredientes não faltam para tornar a partida atrativa tanto para jogadores como para torcedores.

Primeiro, Jayme citou o fato de a Taça Guanabara ser entregue logo após o confronto. Ela será erguida pelo capitão Leonardo Moura, poupado do duelo e que irá ao Maracanã apenas para recebê-la. Deve acontecer a volta olímpica do time. Para a festa ser completa, pede a presença do torcedor ao estádio.

- A torcida é sempre muito importante. Todo espetáculo tem de ter torcida. Depois do jogo terá festa, entrega das medalhas. Vamos tentar fazer um grande jogo, será um jogo sério e vamos entrar para vencer, respeitando o torcedor, o adversário e a nós mesmos – disse o comandante rubro-negro.

Na sequência, Jayme salientou a importância de o elenco começar, a partir de domingo, a se concentrar somente no Campeonato Carioca, deixando a Libertadores de lado. Pelo torneio continental, o Flamengo só voltará a campo no dia 2 de abril, contra o Emelec, no Equador.

- Agora temos três jogos muito importantes pelo Carioca. Temos de estar focados nisso. A Libertadores está muito longe. Vale muito para o nosso sonho de ser campeão estadual. Mudar o foco agora seria ruim para a gente, temos de pensar no Carioca – prosseguiu.

Por fim, o treinador lembrou o fato de Alecsandro disputar a artilharia do Campeonato Carioca. Com sete gols, o centroavante está um atrás de Edmilson, do Vasco, e Carlinhos, do Madureira. Em São Januário, o técnico Adilson Batista afirmou na quinta-feira que o objetivo pessoal do seu atacante tem motivado a todos no elenco.

- O Alecsandro fez sete gols, mas o time não jogou para ele. As coisas acontecem naturalmente. Ele tem um potencial fantástico para fazer gol, foi artilheiro onde passou. Tem essa possibilidade para ele fazer mais gol domingo e torço para que atletas daqui consigam essas metas pessoais – disse Jayme..

O Flamengo treina na manhã deste sábado no Ninho do Urubu e depois se concentra para o jogo. Os titulares mais uma vez serão poupados. A equipe deve entrar em campo com Paulo Victor; Digão, Chicão, Erazo e João Paulo; Feijão (Recife), Márcio Araújo, Luiz Antonio e Mugni (Mattheus); Paulinho e Alecsandro.

Em jogo catimbado e pegado, Flamengo bate Aguada e vai à final das Américas



Foi um verdadeiro Brasil e Uruguai a segunda semifinal da Liga das Américas. O duelo entre Flamengo e Aguada teve requintes de uma batalha dentro e fora da quadra, com direito a muitos lances ríspidos e reclamações, que geraram faltas antidesportivas e técnicas, até a expulsão do técnico Javier Espindola e do ala-armador Rodrigo Trelles e da exclusão do craque da equipe Leandro Garcia Morales. Na arquibancada, cerca de 250 torcedores do time uruguaio também provocaram e foram provocados, precisando a polícia entrar em ação para não ter nenhum tipo de problema mais sério. No fim, vitória fácil e classificação assegurada para a inédita final da "Libertadores do basquete" por parte dos favoritos cariocas por 113 a 81 (56 a 39).

- O grande mérito da equipe deles foi buscar um jogo que conseguimos abrir uma vantagem. Sabíamos que era uma equipe briosa, que não desistiu até o final, que jogou duro. Não chegou aqui por acaso. Vimos o poderio ofensivo do Garcia Morales, que todos falavam muito. A gente sabe que neste jogo de final é importante ter experiência, ter o controle para que possamos ter um benefício - analisou o técnico José Neto.

Final Four Basquete - Flamengo x Aguada (Foto: André Durão) 
O duelo entre Flamengo e Aguada, que terminou com a vitória carioca, foi bastante acirrado e catimbado (Foto: André Durão)
Mas a história poderia ter sido diferente. Depois de um bom início do Flamengo, a equipe sofreu um apagão no fim do primeiro quarto e chegou a ser ultrapassada no segundo. Só que uma falta antidesportiva contra o Aguada tirou o seu treinador do sério, e as reclamações vindas do banco se transformaram em vantagem de dez pontos para os donos da casa, que, com a sua torcida inflada no Ginásio do Maracanãzinho, não permitiram mais nenhum tipo de reação ao adversário.

- O árbitro foi excelente, só isso que tenho a dizer - ironizou o ala Leandro Garcia Morales.

O cestinha da partida foi o ala Marcelinho, com 26 pontos, sendo 15 no segundo quarto, e sete rebotes. Marquinhos, com 23, e Olivinha, com 19, sendo 16 no terceiro quarto, também foram os destaques do Rubro-Negro. O maior pontuador do campeonato, Leandro Garcia Morales foi o que mais marcou para os uruguaios com 21 pontos.

Agora os rubro-negros têm menos de 24h para se concentrarem para a final da competição, que será diante do rival Pinheiros, às 21h15m (horário de Brasília), no mesmo local. A decisão terá transmissão em Tempo Real do GloboEsporte.com.

Final Four Basquete - Flamengo x Aguada - Marcelinho (Foto: André Durão) 
Com 26 pontos, Marcelinho venceu seu duelo com Garcia Morales e foi o cestinha da partida com 26 pontos (Foto: André Durão)

O JOGO

Favorito na partida, o Flamengo começou avassalador no ataque e muito bem postado na defesa. Nem as duas primeiras tentativas frustradas de Marcelinho desequilibraram os donos da casa. A grande preocupação do adversário, o armador Morales, não conseguia respirar um só segundo sem alguém por perto. O resultado foi uma corrida de 15-2.

Porém, na metade final do quarto, o time relaxou. As bolas pararam de cair e a defesa ficou exposta. Para piorar, o ala-pivô Olivinha, com duas faltas, teve que deixar a quadra. O mau momento rubro-negro deu ânimo aos uruguaios, que cresceram e foram descontando bola a bola.  Com oito pontos seguidos, o Aguada diminuiu a desvantagem (17 a 11). Restando pouco mais de dois minutos para o fim, o cestinha da Liga das Américas meteu seus três primeiros pontos; depois, mais dois, ajudando a diferença ficar em apenas dois pontos no placar (22 a 20).

Sentindo o revés nos últimos minutos do período anterior, José Neto pôs em quadra Gegê e Tony Washam. Na primeira bola, o armador escorregou e permitiu a Morales virar o jogo (23 a 22). O placar favorável levantou os cerca de 250 torcedores dos hermanos, que fizeram do Maracanãzinho sua casa. O momento era tão estranho que Nico Laprovittola errou três lances livres seguidos. No ataque posterior, Marcelinho, Marquinhos e Meyinsse erraram seus arremessos nas três tentativas para ponto.

Confusão muda a partida a favor do Flamengo, e Marcelinho desequilibra

Só que, faltando pouco menos de cinco minutos para o fim do primeiro tempo, uma confusão entre o técnico Javier Espindola e a arbitragem mudou o panorama do duelo. Ao reclamar demais da marcação de uma falta antidesportiva, o treinador recebeu uma técnica. Continuando a gesticular, levou outra e acabou excluído. Ao ver o que havia acontecido com Espindola, Morales também foi tirar satisfação e tomou a terceira. Com diversos lances livres a seu favor, o Rubro-Negro aproveitou para abrir dez pontos de frente (42 a 32). O jogo virou. E o aproveitamento de três, até então pífio (3/11), mudou completamente com as quatro bolas de Marcelinho e uma de Tony Washam, que elevou a diferença para 17 pontos no intervalo (56 a 39). O camisa 4, inclusive, foi o destaque do período com 15 pontos.

Final Four Basquete - Flamengo x Aguada (Foto: André Durão) 
Javier Espindola reclamou bastante com a arbitragem e acabou expulso de quadra no segundo quarto (Foto: André Durão)

As equipes voltaram para o jogo mais relaxadas defensivamente. O jogo ficou bom para Olivinha, que, zerado até então, foi responsável por 16 pontos em dez minutos, além de três rebotes e uma assistência. Nem os onze pontos de Morales foram suficientes para que a vantagem rubro-negra não aumentasse para quase trinta de diferença (90 a 62).

No último quarto, com 28 pontos de vantagem, o Flamengo manteve a mesma pegada. De três, com dois minutos de quarto, Marquinhos chegou ao seu 21º ponto. Olivinha, também de três, trouxe o marcador para a contagem centenária de 101 a 67, com pouco mais de três minutos jogados. Com o duelo definido, o Rubro-Negro valorizava a posse da bola e gastava sempre os 24 segundos para definir. Faltando quatro minutos para o fim do duelo, a torcida gritava olé a cada troca de passes, e Laprovittola, certeiro, anotou mais dois: 109 a 70. Já era hora de "desfrutar" da Liga das Américas, como o armador argentino do Flamengo frisou na quinta-feira, e administrar o marcador. Entraram em quadra os meninos Danielzinho, Chupeta e Douglas, da base do clube. O Rubro-Negro estava com a final garantida e irá brigar por um título inédito.

Escalações:

Flamengo: Laprovittola, Marcelinho, Marquinhos, Olivinha e Meyinsse. Entraram: Gegê, Danielzinho, Tony Washam, Chupeta, Shilton, Douglas e Cristiano Felício. 
Técnico: José Neto

Aguada: Bavosi, Trelles, Morales, Smith e Dilligard. Entraram: Muro, Ibon, Gonzalez, Izuibejerez e White.
 Técnico: Javier Espindola



sexta-feira, 21 de março de 2014

Presidentes do Flamengo, Botafogo e vasco brindam união no futebol


Presidentes de Botafogo, Flamengo e Vasco fazem brinde à união no futebol (Foto: Ricardo Nunes/Divulgação/Ambev)

Os presidentes de Botafogo, Flamengo e Vasco estiveram nesta sexta-feira em um evento promovido pela Ambev e brindaram à união no futebol. Maurício Assumpção, Eduardo Bandeira de Mello e Roberto Dinamite conheceram a nova unidade de produção da cerveja Budweiser, localizada no município de Piraí.

A nova unidade da Budweiser vai produzir 60 mil garrafas long neck e 90 mil latas de 350 ml a cada hora. A filial recebeu investimentos de R$ 455 milhões e emprega diretamente 860 funcionários. Isto faz com que a Ambev aumente a presença da empresa no Rio de Janeiro.

Os três presidentes dos grandes clubes do Rio de Janeiro já participam do projeto da Ambev para estimular a adesão de sócios-torcedores e reforçar a receita por meio do Movimento por um Futebol Melhor. No evento, Assumpção, Bandeira e Dinamite fizeram o primeiro brinde da nova cerveja produzida no Rio de Janeiro.

Flamengo aposta em descanso e bate-papo para iniciar maratona de decisões


Jayme de Almeida treino Flamengo Thales Soares (Foto: Thales Soares)
O duelo deste domingo contra a Cabofriense será o último que “não vale nada” para o Flamengo. A partir daí, a equipe rubro-negra entrará em uma sequência de três semanas repleta de jogos decisivos pelo Campeonato Carioca e Libertadores. A preparação já começou, e inclui descanso para os titulares e muito bate-papo com o técnico Jayme de Almeida.

Nesta sexta-feira, nenhum jogador do time principal foi ao campo do Ninho do Urubu. Todos ficaram na academia, se recuperando do jogo contra o Bolívar, em La Paz, na última quarta-feira. No sábado, treinam pela manhã e depois ganham o domingo de folga, retornando somente na segunda-feira.

Nesse período, o treinador quer que o elenco recupere as energias, reflita sobre os últimos resultados na Libertadores e, principalmente, foque nas semifinais do Campeonato Carioca. O Flamengo jogará por uma vaga na final do estadual antes de voltar a decidir sua classificação às oitavas da Libertadores.

- Quando acabar a rodada de domingo, saberemos quem será o nosso adversário na semifinal do Carioca. Aí, esses 21 dias seguintes serão decisivos em duas competições. É tentar chegar à final e vencer o Carioca e tentar avançar na Libertadores. Mas o nosso foco agora tem de ser o estadual. Se começar a falar de Emelec, perco o foco no Carioca – disse o treinador.

Jayme se referiu ao próximo compromisso do Flamengo pelo torneio continental. Será apenas no dia 2 de abril, em Guayaquil, no Equador, diante do Emelec. Depois, a equipe encerra sua participação no dia 9, recebendo o León, no Maracanã. Após a derrota para o Bolívar na última rodada, a equipe caiu para a lanterna do Grupo 7, com quatro pontos.

papo do
jayme (Vicente Seda)- Ainda não conversei com eles sobre a derrota. Vou falar só amanhã (sábado), amanhã que é o dia da conversa. O que fica é que estou muito satisfeito com a postura da equipe naquela condição desfavorável. Era muito difícil na altitude, mas foram até o fim e lutaram. Se não foram brilhantes, ao menos no espírito de luta se portaram de uma maneira muito digna – elogiou Jayme.

Em relação ao estadual, as datas das semifinais ainda não foram divulgadas, mas o Flamengo terá a vantagem de dois empates. Líder da Taça Guanabara, o mais provável é que encare a Cabofriense, curiosamente o adversário deste domingo. Somente se perder o jogo e o vasco não vencer o Duque de Caxias, o rival será a equipe cruz-maltina.

- Vi dois jogos da Cabofriense e achei um time que sabe o que quer. Não à toa está nessa posição. Não tem jogo fácil.


Flamengo treina no Maracanãzinho, palco das finais da Liga das Américas


Campeonato Carioca: transmissão



Domingo, 23

16h - Flamengo x Cabofriense

Transmissão: Premiere, Premiere HD e PFCI (com Luiz Carlos Jr e Lédio Carmona)


Jayme confirma time do Flamengo com Luiz Antonio titular no domingo

Jayme de Almeida disse ter duas dúvidas para escalar o time que enfrentará a Cabofriense neste domingo, às 16h, no Maracanã. Uma delas não é Luiz Antonio, que será titular em seu segundo jogo desde que acertou sua permanência no clube. O Flamengo atuará com uma equipe reserva nesta partida, válida pela última rodada da Taça Guanabara.

O treinador elogiou a participação do volante no empate por 2 a 2 com o Bangu, no domingo passado, em Volta Redonda. Na ocasião, o meio-campista entrou durante o segundo tempo e recebeu algumas vaias da torcida, mas as calou com boa atuação.

- Conheço o Luiz Antonio desde que ele tinha 12 anos. Não tinha dúvida que fisicamente já estaria bem. Comentei com o pessoal da preparação física que em uma semana ele estaria pronto para jogar. Às vezes temos de segurá-lo, pois quer treinar muito. Vamos dar ritmo a ele e ver como reage em 90 minutos.

Jayme de Almeida flamengo treino (Foto: Cauê Rademaker) 
Jayme de Almeida quer testar Luiz Antonio desde o início da partida (Foto: Cauê Rademaker)

Nesta sexta-feira pela manhã, no CT Ninho do Urubu, os titulares que perderam para o Bolivar ficaram na academia. No campo, Jayme comandou um coletivo. O time que deverá encarar a Cabofriense iniciou a atividade com Paulo Victor, Digão, Chicão, Erazo e João Paulo; Feijão, Márcio Araújo, Luiz Antonio e Mugni; Paulinho e Alecsandro.

Na metade do coletivo, o treinador fez duas alterações no meio-campo: tirou Feijão e Mugni, colocando Recife e Mattheus. Essas devem ser as duas dúvidas que Jayme disse ter para escalar a equipe.

- Vai ser esse grupo aí que vai para o jogo. Tenho algumas dúvidas, duas no máximo, mas é esse o time. Não foge disso - disse o treinador.

Com 35 pontos, o Flamengo já é o campeão da Taça Guanabara e enfrentará, nas semifinais, o quarto colocado. No momento, a Cabofriense, adversária deste domingo, ocupa o posto.
 
 
 

quinta-feira, 20 de março de 2014

Flamengo x León: venda aberta para ST

Sócios-torcedores já podem comprar suas entradas para o jogo contra o León no site do Nação Rubro-Negra. A partida será disputada no dia 09 de abril, quarta-feira, às 22h, no Estádio do Maracanã. Membros do Nação têm direito a mais um ingresso com desconto, além dos permitidos por cada plano; a promoção é por tempo limitado. A venda para torcedores comuns começa no dia 31 de março e vai até o dia do jogo (09.04), assim como a abertura dos pontos físicos de venda e retirada de ingressos.

Horário de abertura por plano:
+Paixão - 20.03 - 11h
Paixão - 20.03 - 13h
+Amor - 20.03 - 14h
Amor - 20.03 - 15h
+Raça - 20.03 - 16h
Raça - 20.03 - 17h
Tradição - 20.03 - 18h


Veja abaixo todas as informações sobre a venda dos ingressos, para torcedores e ST.

Preços

Norte e Sul
Preços: Inteira R$ 100 (ST: R$80) / Meia R$80 (ST: R$40) / ST Tradição R$90 (meia: R$45)

Leste Superior
Preços: Inteira R$ 120 (ST: R$100) / Meia R$60 (ST: R$50) / ST Tradição R$110 (meia: R$55)

Leste e Oeste Inferior
Preços: Inteira R$ 160 (ST: R$130) / Meia R$80 (ST: R$65) / ST Tradição R$150 (meia: R$75)

Maracanã Mais (serviço incluído)
Preços: Inteira R$ 300 (ST: R$240) / Meia R$150,00 (ST: R$120) / ST Tradição R$270 (meia: R$135)


Pontos de venda/troca exclusivos para ST (a partir do dia 31 de março):

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151 
10h às 19h (no domingo, o atendimento encerra às 16h; quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D 
10h às 19h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Irajá – FlaBoutique/ViaBrasil – R. Itapera, 500 Loja 134 Piso L1 
10h às 19h (no domingo, o atendimento encerra às 13h; quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15 
10h às 19h (no domingo, o atendimento inicia às 13h; quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Centro - Espaço Rubro Negro – R. da Quitanda 87 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Centro - Espaço Rubro Negro – R. Buenos Aires 113, loja 2, 3 e 4 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 


Pontos de venda/troca para todos os torcedores (a partir do dia 31 de março):

Maracanã – Estádio Maracanã – Container do Indio Mata Machado - 
10h às 17h (na quarta-feira, dia do jogo, o atendimento será até o intervalo da partida) 

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Engenho de Dentro – Stadium Rio – Bilheteria Sul 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Botafogo – Posto ALE – Av. Góis Monteiro, 195 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Tijuca – Vila da Feira – Rua Hadoock Lobo 195 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Méier – Loja Cariocas FC/Shopping Méier – Rua Dias da Cruz 997 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 

Ponto de venda/troca exclusivo para torcedor comum (a partir do dia 31 de março):

Araruama – Loja Fanático/Lagoa Shopping – Av John Kennedy, 292 Loja 217 
10h às 17h (quarta-feira, dia do jogo, até às 15h) 


Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Flamengo x Cabofriense: ingressos à venda para jogo de entrega da Taça GB


A venda de ingressos para o último jogo do Flamengo pela primeira fase do Campeonato Carioca teve início nesta quinta-feira para todos os torcedores. Já garantido na liderança e campeão da Taça Guanabara, o Rubro-Negro encara a Cabofriense às 16h de domingo para cumprir tabela, mas a entrega da taça conquistada pode ser a motivação para levar a torcida ao Maracanã. Caso vença, o Fla ainda elimina a possibilidade de encarar um dos rivais classificados - Fluminense e Vasco - na semifinal do torneio.

Os bilhetes entraram à disposição dos sócios-torcedores já na quarta, via internet, e os preços variam entre R$15 e R$130. Os afiliados ainda podem adquirir um ingresso a mais pelo preço promocional do Nação Rubro-Negra, e as meias-entradas só podem ser compradas em pontos físicos, não sendo comercializadas online.

Torcedores que não são membros do Nação podem comprar através do site da FutebolCard e nos pontos de venda, que funcionam das 10h às 17h. No dia do jogo, a venda e a retirada de ingressos poderão ser feitas na bilheteria do contêiner localizado na Rua Mata Machado, no Maracanã, até o intervalo da partida.

Confira os preços:

Torcedores em geral:

Norte e Leste: R$60 inteira (R$30 meia)
Maracanã Mais: R$160 (R$100 meia, com taxa de serviço de R$40 inclusa)

Sócios-torcedores:

Planos Raça até + Paixão
Norte e Leste: R$30 (R$15 meia)
Maracanã Mais: R$100 (R$85 meia, com taxa de serviço de R$70 inclusa)

Plano Tradição:
Norte e Leste: R$50 (R$25 meia)
Maracanã Mais: R$130 (R$85 meia, com taxa de serviço de R$40 inclusa)
Pontos de venda:
Exclusivos para sócios:

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir)

Irajá – FlaBoutique/ViaBrasil – R. Itapera, 500 Loja 134 Piso L1
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir)

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir)

Centro - Espaço Rubro Negro – R. da Quitanda 87
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Centro - Espaço Rubro Negro – R. Buenos Aires 113, loja 2, 3 e 4
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Barra da Tijuca - Espaço Rubro Negro – Av das Américas, 500 - Bloco 3 - Loja 114
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 19h (domingo à definir) 

Para todos os torcedores:

 Maracanã – Estádio Maracanã – Container do Indio Mata Machado
20/03/2014 a 23/03/2014 - 10h às 17h (domingo até o intervalo de jogo)

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir)

Engenho de Dentro – Stadium Rio – Bilheteria Sul
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Tijuca – Vila da Feira – Rua Hadoock Lobo 195
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Méier – Loja Cariocas FC/Shopping Méier – Rua Dias da Cruz 997
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h
Exclusivo para não-sócio:

Araruama – Loja Fanático/Lagoa Shopping – Av John Kennedy, 292 Loja 217
20/03/2014 a 22/03/2014 – 10h às 17h

Felipe diz que faltou atitude ao Flamengo; Everton discorda e pede união


Desembarque Flamengo - Felipe (Foto: Richard Souza)
Unidos pelo sonho da classificação, mas com avaliações distintas sobre o momento do Flamengo. Para Felipe, faltou atitude ao time na derrota por 1 a 0 para o Bolívar, nesta quarta-feira, em jogo da quarta rodada do Grupo 7 de Libertadores. O meia Everton discorda. Na visão dele, o Rubro-Negro fez o possível para tentar conseguir um resultado melhor, mas falhou. Ambos concordam que a situação é complicada, mas acreditam em um desfecho positivo. Para não depender de ninguém e avançar às oitavas de final da Libertadores, o Flamengo precisa vencer Emelec, no Equador, e León, no Maracanã.

Felipe foi bastante crítico no retorno ao Rio. Na chegada, na manhã desta quinta, considerou que o time jogou muito abaixo daquilo que pode. 

- Fomos tentar fazer o melhor, numa infelicidade sofremos o gol no início. O primeiro tempo foi muito abaixo (do ideal). No segundo a equipe voltou, tivemos chances, mas muito abaixo do que poderíamos apresentar. Mas não adianta lamentar. Agora são dois jogos, temos que fazer seis pontos para classificar. A altitude atrapalhou, alguns atletas passaram mal, sabíamos que seria assim. Além da altitude, faltou atitude para a gente vencer a partida – disse. 


Everton tem outra avaliação. O camisa 22 também reconhece que o desempenho foi ruim, mas a postura, não.

- Atitude não faltou, buscamos o tempo todo, corremos, mas a vitória não veio. Coisas do futebol, não era um dia bom, mas vai servir de lição mais para frente. Temos muita coisa para melhorar, vamos dar a volta por cima. A prioridade para nós é a Libertadores, estamos um pouco atrás agora, mas acredito no Flamengo, temos mais duas partidas. Se vencermos, vamos estar lá em cima. 

Desembarque Flamengo - Everton (Foto: Richard Souza)A situação do Flamengo no Grupo 7 da competição é delicada. De acordo com os cálculos do matemático Tristão Garcia, o Rubro-Negro tem apenas 23% de chances de classificação à fase de oitavas de final. Com quatro pontos a duas rodadas do fim, o time está na lanterna. León (sete), Emelec (seis) e Bolívar (cinco) completam a chave.

- Agora é hora de união. Sabemos que estamos a um passo de sermos eliminados ou da classificação, se vencermos fora de casa. No futebol pode acontecer de tudo. Acredito no Flamengo, fizemos boas partidas no ano. As coisas ficaram difíceis, mas eu acredito que vamos nos classificar ainda – disse Everton.


Chances de classificação*

León: 78%
Emelec: 62%
Bolivar: 37%
Flamengo: 23%

* cálculos de Tristão Garcia
O próximo jogo será no dia 2 de abril, contra o Emelec, em Guayaquil. Uma derrota no Equador elimina o Flamengo mais uma vez na fase de grupos, como ocorrera em 2012. Um empate ainda significa um drama intenso para a última rodada. A vitória muda o panorama e faz o clube brasileiro depender apenas de si contra o León, no Maracanã, na última rodada.

O grupo foi liberado no retorno ao Rio e volta a treinar na manhã desta sexta-feira, às 9h30m, no Ninho do Urubu. O Flamengo enfrenta a Cabofriense, domingo, no Maracanã, pela última rodada da Taça Guanabara. O time já conquistou o título da competição e está nas semifinais do Campeonato Carioca. Felipe diz que o time já sente a pressão para avançar no estadual e que ela só aumentou depois da derrota em La Paz.

- A gente sabe que se não passar para a final aí é que vai ficar difícil mesmo, né? Temos um jogo domingo, depois a semifinal, e temos a obrigação de passar - comentou o camisa 1.



Luiz Antonio retira ação que movia contra o Fla na Justiça do Trabalho

Luiz Antonio e Flamengo agora estão zerados. Na manhã desta quinta-feira, o volante retirou a ação que movia contra o clube na Justiça do Trabalho. O jogador, que já retornou aos treinos e voltou a jogar pelo clube no empate por 2 a 2 com o Bangu, decidiu voltar ao Rubro-Negro durante o carnaval, depois de romper com o empresário Francisco Dambrós.

- O Luiz Antonio tinha voltado, mas não tinha retirado a ação. O Flamengo sempre manteve a coerência com sua defesa, que ele treinaria e jogaria, mas a manutenção da ação criava um desconforto. Ele cumpriu e hoje pela manhã desistiu da ação. Foi homologado um acordo, e ele segue com o contrato que tinha com o clube (até agosto de 2016). O advogado dele pediu a antecipação de pauta, fomos lá e ele, que já tinha se comprometido, foi lá e fez efetivamente. Dá uma tranquilidade maior para todo mundo. É uma demonstração de que o Flamengo não devia nada a ele. Não houve nenhuma troca, o clube não ofereceu nada – disse o diretor jurídico do clube, Bernardo Accioly.

Luiz chegou a buscar o encerramento do seu vínculo com o clube, mas seus advogados não tiveram sucesso no pedido de liminar para liberar o jogador, tampouco nos recursos seguintes em instâncias superiores - chegaram a apelar ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília.

O volante não poderá participar da fase de grupos da Taça Libertadores. Sua inclusão na lista só acontecerá caso o Flamengo se classifique para as oitavas de final da competição e o técnico Jayme de Almeida decida dessa forma. Por enquanto, estará à disposição apenas para o Campeonato Carioca.


Luiz Antônio Treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem) 
Após quase deixar o clube, Luiz Antonio agora busca espaço (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Flamengo volta ao Rio preocupado, mas presidente garante: ‘Vamos classificar’


wallim vasconcellos flamengo desembarque (Foto: Richard Souza)Vem da voz mais forte do Flamengo a garantia: o time não será eliminado na primeira fase da Libertadores da América. Na manhã desta quinta-feira, a delegação rubro-negra desembarcou no Rio após a derrota por 1 a 0 para o Bolívar, em La Paz, na Bolívia, consciente de que o cenário ficou complexo, mas confiante. E o presidente Eduardo Bandeira de Mello tratou de prometer que o clube seguirá na competição.

- Já aconteceu (eliminação na primeira fase), mas não vai acontecer dessa vez. Pode ficar tranquilo. Foi atípico (jogo contra o Bolívar), queríamos ganhar, mas vamos ganhar agora os outros dois jogos e vamos nos classificar. Esses desafios fazem parte da vida do Flamengo, estamos motivados para ganhar os próximos – disse o mandatário, ao passar pelo saguão do Aeroporto Internacional Tom Jobim na companhia do vice de futebol Wallim Vasconcellos.

Chances de classificação*

León: 78%
Emelec: 62%
Bolivar: 37%
Flamengo: 23%

* cálculos de Tristão Garcia

Entre os jogadores, o discurso também foi de otimismo, mas de maneira contida. As expressões deixaram evidente que o clima é de preocupação. A segurança para receber a delegação foi reforçada, e alguns atletas chegaram a perguntar a amigos por mensagem de texto se havia torcedores à espera da equipe no aeroporto. Mas não houve qualquer tipo de problema. Apenas pessoas que passavam pelo local acompanharam o desembarque e muitos pediram fotos aos jogadores, que chegaram com uma hora e meia de atraso. 

A situação do Flamengo no Grupo 7 da competição é delicada. De acordo com os cálculos do matemático Tristão Garcia, o Rubro-Negro tem apenas 23% de chances de classificação à fase de oitavas de final. Com quatro pontos a duas rodadas do fim, o time está na lanterna. León (sete), Emelec (seis) e Bolivar (cinco) completam a chave.

O próximo jogo será no dia 2 de abril, contra o Emelec, em Guayaquil. Uma derrota no Equador elimina o Flamengo mais uma vez na fase de grupos, como ocorrera em 2012. Um empate ainda significa um drama intenso para a última rodada. A vitória muda o panorama e faz o clube brasileiro depender apenas de si contra o León, no Maracanã, na última rodada.  

O goleiro Felipe não deu a mesma garantia do presidente Bandeira de Mello, mas acha que a classificação ainda é viável.

- Ele que manda, né? Se está falando (que não será eliminado), tem que fazer. Temos condições ainda, gente. São dois jogos, seis pontos. Temos que primeiramente pensar no Emelec. Vencendo lá, levaremos a decisão para ao Maracanã. Se não conseguir, pode esquecer o último jogo – frisou.

Capitão do time, Léo Moura já sentiu uma eliminação na primeira fase com o Flamengo. Há dois anos, o Flamengo sofria uma derrota por 3 a 2 para o Emelec no Estádio George Capwell, em jogo também da quinta rodada. Na ocasião, antes do confronto, o time estava com cinco pontos, um a mais do que soma atualmente. A derrota de 2012 não eliminou o Flamengo, que ainda teria uma chance em caso de vitória sobre o Lanús, que aconteceu, e um empate entre Emelec e Olimpia. No entanto, o clube equatoriano venceu no Paraguai com um gol nos acréscimos e acabou com o sonho rubro-negro.

- A gente tem que vencer os dois próximo jogos para garantir a classificação. Não foi o que queríamos (contra o Bolívar), a atitude do segundo tempo foi diferente da do primeiro, mas não veio (a vitória). É trabalhar para os dois últimos jogos quer faltam porque a gente pretende se classificar. Os jogos são difíceis, as equipes sabem jogar a Libertadores. A gente às vezes tem pecado em erros bobos, em Libertadores não pode falhar. Temos de colocar isso na cabeça, faltam mais dois jogos e para eles o erro tem que ser zero para conseguirmos a classificação.

O grupo foi liberado no retorno ao Rio e volta a treinar na manhã desta sexta-feira, às 10h, no Ninho do Urubu. O Flamengo enfrenta a Cabofriense, domingo, no Maracanã, pela última rodada da Taça Guanabara. O time já conquistou o título da competição e está nas semifinais do Campeonato Carioca.

Jayme diz que gol desestruturou Flamengo e cobra 'erro zero' na final com o Emelec

O técnico Jayme de Almeida encarou sem desespero a derrota para o Bolívar na noite desta quarta-feira, em La Paz. Mesmo com o Flamengo na lanterna do Grupo 7, o comandante foi sereno nas primeiras avaliações e evitou culpar o zagueiro Samir, que cometeu o pênalti decisivio após um escorregão. Para ele, o campo e a postura de seu time contribuíram para o resultado.

- Não esperávamos tomar um gol daquela maneira, mas não tem culpado, faz parte do jogo, o campo estava meio irregular, ele (Samir) falseou o pé e acabou fazendo o pênalti. Isso mudou completamente a nossa forma de jogar. Tentamos continuar, pedi para não se abrirmos muito, mas demos espaço para o Bolívar, o jogo ficou a mercê deles. No segundo tempo fizemos o combinado, jogando mais agrupados, tivemos oportunidades, mas infelizmente não fizemos.

Jayme de Almeida, Bolivar x Flamengo (Foto: AP) 
Jayme de Almeida orienta o time em vão na derrota na altitude que complicou o Flamengo (Foto: AP)

Jayme ainda reconheceu que, no fim das contas, foi o gol sofrido que atirou por água abaixo.

- A pressão do Bolívar foi normal, estão acostumados com a altitude e fazem pressão o tempo inteiro. Sabíamos que a nossa estratégia era retardar o máximo o ritmo deles, mas aquele gol desestruturou um pouco.

Agora, o Rubro-Negro precisa vencer Emelec, fora de casa, e León, no Maracanã, nas últimas duas rodadas para se classificar às oitavas de final. Uma derrota põe tudo a perder.

Confira outros trechos da entrevista:

Esperança

- Futebol é 11 contra 11. Na Libertadores, todos os jogos são difíceis. Vamos jogar com o Emelec e depois disputar uma final em casa. Esse jogo (no Equador), que vai tirar ou não é esse. Vamos lutar lá e decidir em casa a classificação. Ninguém está fora nem dentro. Todo mundo tem chance.

Substituições

- O Paulinho foi para dar mais velocidade. Em duas jogadas dele, quase fizemos o gol. Só isso já explica. O Mugni entrou porque o Carlos Eduardo cansou. Queria que ele fizesse aquela ligação do meio com o ataque. O Alecsandro foi no fim do jogo para tentar uma bola na área. O André Santos estava cansado e na altitude havia vários jogadores cansados. Tirei ele quando achei que deveria.

Pressão

- A gente sabia que teria pressão e seria forte. Não faltou atitude. Foi um lance infeliz do nosso menino, que já fez jogos fantásticos. Nosso time sentiu o primeiro gol e nossa estratégia foi por água abaixo logo cedo. No segundo tempo, fomos mais fortes, jogamos agrupados. Corremos, lutamos o tempo inteiro, mas perder não é bom. Fizemos um segundo tempo, pelo menos, à altura do campeonato. Talvez, tenha faltado contundência no primeiro tempo.
Erros individuais

- Não gosto de falar isso, mas a realidade é que na Libertadores o Flamengo tem sofrido alguns gols não por mérito do adversário. Acho que pode se concentrar mais. Essa quantidade de equívoco tem que acabar. Isso pesa no resultado. É erro zero. Vamos torcer para que na decisão com o Emelec não aconteça isso para que a gente tenha uma oportunidade maior de vencer.

Samir

- Não é falha. Foi um problema do campo, que estava irregular naquele ponto.

Ausência de Elano

- Infelizmente, ele sentiu uma lesão. Jogou pouco nos últimos três meses no Grêmio e ficou complicado nesse começo de temporada. Mas não foi nada tão grave que não possa estar no jogo do Emelec.


Melhores momentos de Bolívar 1 x 0 Flamengo


quarta-feira, 19 de março de 2014

Bolívar 1 x 0 Flamengo


                               Ficha técnica:

Data:19/03/2014

Hora:22h (de Brasília)

Local: La Paz

Gol: Arce(Bol)

Cartão amarelo: Samir, Wallace(Fla)

Transmissão:A TV Globo transmite para SC, PR, MG, RJ, ES, TO, MT, SE, AL, PB, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF. O SporTV exibe para todo o Brasil.

Fkamengo:Felipe, Léo Moura, Wallace, Samir e André Santos(Alecsandro); Amaral, Muralha, Gabriel(Paulinho), Carlos Eduardo( Mugni) e Everton; Hernane
Técnico:Jayme de Almeida

Bolívar:  Quiñónez; Alvarez, Cabrera e Gutiérrez; Yecerotte(Arrascaita), Flores, Callejón(Justiniano), Miranda e Capdevila; Arce( Lizio) e Ferreira.
Técnico: Xabier Azkargorta

Árbitro:Mario Díaz de Vivar
Auxiliares:Carlos Cáceres e Eduardo Cardozo.

Torcedor do Bolivar cai da arquibancada antes de jogo com Flamengo

Uma nota triste marcou os momentos que antecedem a partida entre Bolivar e Flamengo, nesta quarta, em La Paz, pelo Grupo 7 da Taça Libertadores. Um torcedor do time local caiu da arquibancada quando pendurava uma faixa. Ele despencou de uma altura de aproximadamente quatro metros.

O torcedor foi atendido por paramédicos no estádio e retirado de ambulância. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde nem de seus dados pessoais.

A bola rola para Bolivar x Flamengo às 22h (de Brasília) desta quarta-feira. A TV Globo exibe para SC, PR, MG, RJ, ES, TO, MT, SE, AL, PB, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Luis Roberto, Junior e Arnaldo Cesar Coelho). O SporTV transmite para todo o Brasil (com Julio Oliveira e Lédio Carmona). O GloboEsporte.com acompanha tudo em Tempo Real.

torcedor do bolivar cai da arquibancada (Foto: Thales Soares) 
Torcedor é atendido no estádio Hernando Siles, em La Paz (Foto: Thales Soares)
 
 
 

Maracañazinho recebe últimos retoques para receber Final Four


Está quase tudo pronto para a sede do Final Four da Liga das Américas poder receber seus convidados. Durante toda esta quarta-feira, o Maracañazinho passou pelos últimos ajustes para que Flamengo, Pinheiros, Aguada e Halcones de Xalapa possam fazer o reconhecimento da quadra nesta quinta. O piso especial para os jogos da “Libertadores do basquete” já foi colocado, assim como as tabelas. Nos dois garrafões as cores do clube carioca estão estampadas, assim como no fundo de quadra, que leva o nome do anfitrião, tudo isso sob os olhares atentos do supervisor do clube carioca, André Guimarães, e do gerente técnico da Liga Nacional de Basquete, o ex-técnico da seleção feminina de basquete, Paulo Bassul.

Piso e tabela já no Ginásio do Maracañazinho para receber o Final Four da Liga das Américas (Foto: Thierry Gozzer) 
Piso e tabela já no Ginásio do Maracañazinho para receber o Final Four da Liga das Américas (Foto: Thierry Gozzer)

Do lado de fora das quatro linhas, operários trabalhavam na fixação das placas de publicidade, e o pessoal da limpeza fazia faxina para deixar tudo no ponto para a manhã de quinta-feira, quando os clubes brasileiros e os uruguaios do Aguada farão seus respectivos treinamentos. Os mexicanos do Halcones de Xalapa só conhecerão o ginásio período da tarde, já que o voo da delegação só pousará no Aeroporto Internacional Tom Jobim pela manhã. Por volta das 13h, uma coletiva de imprensa será realizada no local, com o objetivo de fazer o lançamento inicial da fase final da competição. Técnico e jogadores de cada delegação estarão presentes.

Enquanto o Maracañazinho não estava pronto, as equipes mandaram seus treinos na sede do clube rubro-negro, na Gávea, nesta noite de quarta-feira.  


Confira os jogos do Final Four:

SEMIFINAIS (Dia 20):

Pinheiros x Halcones de Xalapa (MEX) – 19h
Flamengo x Aguada (URU) – 21h15m

Final e 3º e 4º lugares (Dia 21):

Perdedor 1 x Perdedor 2 – 19h
Vencedor 1 x Vencedor 2 – 21h15m

Federação do Rio apresenta a Taça Guanabara



A Taça Guanabara de 2014 Foto: Úrsula Nery/Divulgação
A Taça Guanabara de 2014 
O Flamengo vai receber neste domingo, após o jogo com a Cabofriense, no Maracanã, a Taça Guanabara, conquistada pelo rubro-negro com três rodadas de antecipação.

A taça, confeccionada pelo artista plástico Kiko Menezes, pesa 12 quilos e é feita em bronze (83%), com banho de prata. A base é feita de madeira.


Flamengo x Cabofriense: venda aberta para ST

Os sócios-torcedores do Fla já poderão comprar suas entradas para o jogo contra a Cabofriense. A partida será disputada no próximo domingo (23.03), às 16h, no Estádio do Maracanã. Para os membros do Nação Rubro-Negra, os preços dos ingressos vão de R$ 15 a R$ 130. Além disso, os ST's poderão comprar mais um ingresso pelo preço promocional do Nação Rubro-Negra, além dos que têm direito pelo seu plano. Confira o escalonamento para compra de ST.

+ Paixão – 19.03 – 15h
Paixão – 19.03 – 15h30
+ Amor – 19.03 – 16h 
Amor – 19.03 – 16h30 
+ Raça – 19.03 – 17h 
Raça – 19.03 – 17h30 
Tradição – 19.03 – 18h 

Os sócios-torcedores podem comprar suas entradas pelo site do Nação Rubro-Negra, até 23h59 de sábado (22.03). Torcedores que não são membros do Nação poderão comprar seus ingressos no site da FutebolCard e nos postos de venda e troca, a partir desta quinta-feira (20.02), das 10h às 17h. No dia do jogo, a venda e retirada de ingressos poderá ser feita na bilheteria do container localizado na Rua Mata Machado, no Maracanã, até o intervalo da partida.

Vale lembrar que meias-entradas para o setor Maracanã Mais só podem ser adquiridas nos pontos físicos, não sendo comercializadas online.

Confira todas as informações:

Preços para torcedores comuns:
 
Norte e Leste: R$ 60 inteira / R$ 30 meia

Maracanã Mais: R$ 160 inteira / R$ 100 meia - R$ 40,00 de taxa de serviço, já incluso


Preços para ST:
 
Planos Raça até +Paixão
 
Norte e Leste: R$ 30 Inteira / R$ 15 Meia
 
Maracanã Mais: R$ 100 Inteira / R$ 85 Meia - R$ 70,00 de taxa de serviço, já incluso
 
 
Plano Tradição
 
Norte e Leste: R$ 50 Inteira / R$ 25 Meia
 
Maracanã Mais: R$ 130 Inteira / R$ 85 Meia - R$ 40,00 de taxa de serviço, já incluso


Pontos de venda exclusivos para ST:

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir) 

Irajá – FlaBoutique/ViaBrasil – R. Itapera, 500 Loja 134 Piso L1 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir) 

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir) 

Centro - Espaço Rubro Negro – R. da Quitanda 87 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Centro - Espaço Rubro Negro – R. Buenos Aires 113, loja 2, 3 e 4 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Barra da Tijuca - Espaço Rubro Negro – Av das Américas, 500 - Bloco 3 - Loja 114 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 19h (domingo à definir) 


Pontos de venda para todos:

 Maracanã – Estádio Maracanã – Container do Indio Mata Machado 
20/03/2014 a 23/03/2014 - 10h às 17h (domingo até o intervalo de jogo) 

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h (domingo à definir) 

Engenho de Dentro – Stadium Rio – Bilheteria Sul 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Tijuca – Vila da Feira – Rua Hadoock Lobo 195 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h

Méier – Loja Cariocas FC/Shopping Méier – Rua Dias da Cruz 997 
20/03/2014 a 22/03/2014 - 10h às 17h


Ponto de venda exclusivo para torcedor comum:

Araruama – Loja Fanático/Lagoa Shopping – Av John Kennedy, 292 Loja 217 
20/03/2014 a 22/03/2014 – 10h às 17h


Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Depois de encarar Potosí, Léo Moura minimiza La Paz: 'Tiramos de letra'



Com quase 10 anos de Flamengo, Léo Moura pode falar do alto de sua experiência sobre como é entrar em campo para atuar em altitudes que fazem os clubes brasileiros se cercarem de cuidados. Nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), contra o Bolívar, em La Paz, pelo Grupo 7 da Taça Libertadores, ele enfrentará mais uma vez esse adversário invisível como já virou costume em sua carreira.

No entanto, Léo Moura está calejado e já não parece se assustar com altitudes. A lembrança de 2007, quando o Flamengo usou balões de oxigênio à beira do campo no empate em 2 a 2 com o Real Potosí, quatro mil metros acima do nível do mar, faz o jogador encarar de forma tranquila os 3.600m de La Paz.

- Aquele primeiro de Potosí foi o mais difícil para mim. Na segunda vez (em 2012), não ficou tão complicado. Lá é o limite para mim. Não há lugar mais difícil. Bom que já passou. Jogar em La Paz vai dar para tirar de letra - afirmou Léo Moura.

As experiências do jogador, de 35 anos, vão além desses jogos em Potosí. Em 2008, Léo Moura participou das vitórias por 3 a 0 sobre o Cienciano, a 3.400m de altitude, em Cuzco, e por 4 a 2 sobre o América-MEX, a 2.400m. Este ano, perdeu por 2 a 1 em León, a 1.800m.

Consciente dos efeitos da altitude, tanto fisicamente quanto na velocidade da bola, Léo Moura acredita que o time precisa deixar de lado esse fato depois do início do jogo. Para ele, também há uma situação relacionado ao psicológico dos jogadores.

- Depois que bola rolar, precisamos viver o jogo e saber jogar o jogo de Libertadores. Às vezes, pensa muito na altitude e esquece de jogar. Nosso jogo é contra o Bolívar e tempos que buscar os três pontos que serão importantes - explicou Léo Moura.

Leo Moura, Flamengo x Emelec (Foto: Reuters) 
Capitão do Flamengo, Léo Moura retorna depois de desfalcar time contra o Bolívar (Foto: Reuters)


Sem fórmula definida para atuar nesse confronto, o lateral considera necessário analisar o comportamento do adversário no começo do jogo. Sem correria e precipitação, espera sair de campo com a vitória.

- Vamos ver como o Bolívar vai se comportar primeiro. O time precisa estar próximo, para ficar mais tempo com a bola e tentar fazer o gol para nos dar mais tranquilidade - disse.

Com quatro pontos, o Flamengo está na segunda colocação do Grupo 7. O Bolívar é o lanterna, com dois. O líder é o Emelec-EQU, com seis. O León, do México, completa a classificação, em terceiro, também com quatro pontos.

Promovido por Jayme, Samir ganha espaço e popularidade no Flamengo

Samir treino Flamengo Thales Soares (Foto: Thales Soares)Samir tem apenas 19 anos de idade, mas sua popularidade no Flamengo sobe a cada dia. Ele fez sua estreia com a camisa do clube na vitória por 3 a 0 sobre o Criciúma, no dia 8 de junho de 2013. Na época, mais por uma necessidade do grupo do que pelo reconhecimento ao seu potencial. Coincidentemente, o técnico foi Jayme de Almeida, hoje efetivo, mas então interino depois da demissão de Jorginho, antes da chegada de Mano Menezes.

Desde então, Samir vem conquistando seu espaço e hoje é titular absoluto da posição, superando jogadores de seleções sul-americanas, como o equatoriano Erazo e o chileno González, além de Chicão, veterano com currículo vasto de títulos.

Na Bolívia, onde se prepara para enfrentar o Bolívar, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), em La Paz, pelo Grupo 7 de Taça Libertadores, Samir teve mais uma prova de popularidade com uma série de pedidos de autógrafos e pose para fotos.

Nos treinamentos, demonstrou confiança e mais uma vez trabalhou as cobranças de falta. No empate em 2 a 2 com o clube boliviano, semana passada, no Maracanã, teve seu nome gritado em uma oportunidade de cobrança no fim do jogo. João Paulo acabou batendo e foi vaiado com o chute para fora.

Responsável pela sua estreia com a camisa do Flamengo, Jayme tem total confiança no sucesso do menino, que sequer completou um ano desde sua primeira partida como profissional. A expectativa é de um futuro promissor.

- Ele tem um caminho grande a percorrer, muito a crescer, maturar mesmo como zagueiro e a gente espera que chegue longe não só no Flamengo. Ele joga com seriedade. É uma trajetória bem bonita - comentou Jayme.

Também zagueiro, o atual treinador do Flamengo enumerou as qualidades de Samir. No entanto, evitou comparações com sua carreira no clube nos anos 70, quando disputou quase 200 jogos com a camisa rubro-negra.

- O Samir tem muita vitalidade, é rápido, um jogador que tem a disputa corpo a corpo como característica. Eu saí do meio para zaga, jogava saindo mais com a bola. Não era de choque. Ele se dedica muito e está no time pelo espaço que conquistou. Ninguém deu de graça - disse Jayme.

Nesta quarta-feira, Samir vai chegar a 29 jogos como profissional. Ele marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre o Friburguense, dia 29 de janeiro deste ano.


terça-feira, 18 de março de 2014

Experiência e confiança: trunfos do Flamengo com Léo Moura e André Santos



Andre Santos, Elano e Leo Moura gol, Flamengo x Emelec (Foto: AP)Desde o ano passado, Léo Moura, de 35 anos, e André Santos, de 31, são considerados pilares do time do Flamengo, que conquistou a Copa do Brasil e se classificou para a Taça Libertadores. Vetados por lesão no empate em 2 a 2 com o Bolívar, no Maracanã, semana passada, eles voltam para o confronto com o mesmo adversário, quarta-feira, em La Paz.

No Maracanã, a dupla acompanhou Léo e João Paulo, seus substitutos, sofrerem com a ira da torcida. Ambos foram vaiados e a situação piorou quando João Paulo falhou no segundo gol do Bolívar. Léo deixou o campo no intervalo com um lesão na coxa direita, mas as reclamações dos torcedores já haviam feito estrago.

Conscientes da responsabilidade, Léo Moura e André Santos esperam corresponder em um jogo que pode complicar a vida do Flamengo na Libertadores. Com quatro pontos, o time está na segunda colocação do Grupo 7. O líder é o Emelec-EQU, com seis. Lèon, do México, com quatro, e Bolívar, com dois, completam a classificação.

- A gente pode ajudar a manter a posse de bola, que é um ponto chave de uma equipe. Com jogadores líderes e experientes, quanto mais ficar com a bola, melhor, a gente corre menos. Não adianta pegar e entregar. Vamos comandando, falando e passando em campo aquilo que o Jayme quer. Assim, teremos uma grande chance de ganhar a partida - afirmou André Santos.

André Santos treino Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem) 
Homem de confiança na esquerda, André Santos retorna para diminuir pressão sobre substitutos (Foto: Alexandre Vidal)

Sempre titular, desde 2005 quando chegou ao Flamengo, Léo Moura espera dar sequência ao bom ano que vem fazendo pelo clube. Ele lamentou ter ficado fora do jogo da semana passada, mas se sente muito bem para entrar em campo na quarta-feira.

- Espero contribuir da melhor forma como em todas as vezes em que joguei. Muitos lamentaram e a minha vontade era grande de estar em campo. Mas vou voltar e ajudar meus companheiros, que tanto me ajudaram - disse o jogador.



Na ausência de Elano, André Santos afia pontaria e vira arma nas faltas


O técnico Jayme de Almeida já percebeu que as jogadas de bola parada serão fundamentais no confronto com o Bolívar, quarta-feira, em La Paz, pelo Grupo 7 da Taça Libertadores. Com o desfalque de Elano, machucado, principal homem do time neste tipo de jogada, a necessidade de encontrar novas armas se faz. Quem aparece como dono da bola nesse momento é o lateral-esquerdo André Santos.

Nas cobranças de falta durante o treinamento desta terça-feira, no CT do Blooming, André Santos se destacou pela precisão. Suas bolas foram no alvo ou muito próximas dele. Chicão, Samir, Paulinho, Lucas Mugni e Alecsandro.

André Santos treino do Flamengo (Foto: Thales Soares) 
André Santos durante treino de cobranças de falta na Bolívia (Foto: Thales Soares)


André Santos já vem treinando há algum tempo e tem sido utilizado como segunda opção nas cobranças de falta. Ele volta ao time nesta quarta-feira depois de dois jogos de ausência por uma lesão na coxa esquerda.

Elano já marcou dois gols em cobranças de falta nesta temporada com a camisa do Flamengo e participou de outros em cruzamentos para a área. André Santos carrega a responsabilidade  para esse jogo.

- Venho treinando sempre, mesmo com Elano em campo. A qualidade de fato dele é essa, sempre carregou com ele. É a primeira opção e dificilmente erra uma falta. O Flamengo tem outras opções e tenho que estar pronto para se tiver a oportunidade bater com excelência - disse André Santos.

Com quatro pontos, o Flamengo está na segunda colocação do Grupo 7. O líder é o Emelec-EQU, com seis. León-MEX, com quatro, e Bolívar, com dois, completam a classificação.


Bandeira de Mello e Wallim chegam à Bolívia e acompanham treino do Flamengo


Nos bastidores, o Flamengo aumentou seu poder na Bolívia. Nesta terça-feira, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o vice de futebol Wallim Vasconcelos desembarcaram em Santa Cruz de La Sierra, onde a delegação rubro-negra está desde domingo. Ambos foram acompanhar o treinamento no CT do Blooming, local em que o time faz a preparação para enfrentar o Bolívar nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília) em La Paz, pelo Grupo 7 da Libertadores.

Pelaipe Wallim e Bandeira de Mello Flamengo (Foto: Thales Soares) 
Pelaipe, Wallim e Bandeira de Mello acompanham treino do Flamengo no CT do Blooming (Foto: Thales Soares)
Os dirigentes ficaram em um local reservado, ao lado do diretor de futebol Paulo Pelaipe, acompanhando o treinamento recreativo. Em seguida, o técnico Jayme de Almeida comandou um trabalho de posicionamento em cobranças de escanteio. Mais uma vez a atividade foi aberta aos torcedores. Cerca de 60 pessoas acompanharam os trabalhos, assim como havia acontecido na segunda-feira. Eles novamente interagiram com os jogadores, incentivando e criticando.

O Flamengo precisa pontuar em La Paz para se manter na briga pela classificação para as oitavas de final. O time tem quatro pontos, em segundo lugar do grupo. O líder é o Emelec, do Equador, com seis. O Léon, do México, com quatro, e o Bolívar, com dois, completam a chave.