Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 21 de junho de 2014

Da grama à areia: goleiros jogam vôlei de praia em treino do Flamengo



 Paulo Victor, Felipe, Cesar e Luan tiveram uma experiência diferente no treino da tarde deste sábado no Flamengo. Ao trocarem a grama pela areia, os quatro goleiros jogaram vôlei de praia. Foi a forma encontrada pelo preparador Wagner Miranda para encerrar o quinto dia de trabalho em Atibaia, palco da preparação rubro-negra visando a retomada do Brasileirão, aliando exercícios físicos e recreativos.   


Além do quarteto e do preparador, o analista de desempenho Rafael Vieira participou do treino. Dois trios se enfrentaram depois de um aquecimento, no qual os goleiros tinha de percorrer um circuito de exercício.  

Os jogadores de linha, por sua fez, disputaram animadas partidas de futevôlei durante o aquecimento. Depois, sob orientação do preparador físico Alexandre Lopes, treinaram fisicamente.  

Pela manhã, Ney Franco comandou atividade tática, na qual testou a formação com três zagueiros (Wallace, Chicão e Samir) e manteve a indefinição no gol entre Paulo Victor e Felipe.  

O Flamengo volta a treinar na tarde deste domingo. A manhã de segunda-feira encerrará o período em Atibaia.


Goleiro Bruno é transferido para Penitenciária do Norte de Minas


Goleiro Bruno (Foto: Alex Araújo / G1)Já está na Penitenciária de Segurança Máxima de Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais, o goleiro Bruno Fernandes. Ele foi transferido da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH, para o interior de Minas na tarde da última sexta-feira (20).

A Superintendência de Administração Prisional (Suapi) confirmou, em nota, que ele chegou ao presídio por volta das 13h. A transferência foi feita sob sigilo, e o preso foi escoltado desde Belo Horizonte pelo Comando de Operações Penitenciárias Especiais (Cope). Segundo a nota, o ex-goleiro passou por atendimento médico, jurídico e psicológico na chegada à unidade, e o cadastro só foi finalizado na manhã deste sábado (21). Saiba mais no G1.

Bruno está preso desde julho de 2010 e cumpre pena de 22 anos e 3 meses de reclusão pela morte da ex-amante Eliza Samudio. A transferência do goleiro foi publicada no Diário Oficial do estado de Minas Gerais no último dia 10, tendo como prazo máximo para ser cumprida o próximo dia 30 de junho.

A transferência foi pedida na Suapi pela defesa do goleiro durante a negociação de um contrato de cinco anos assinado pelo atleta no dia 28 de fevereiro com o Montes Claros FC, time de mesmo nome da cidade, no Norte de Minas. A equipe disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro. O presidente do time, Ville Mocelin, disse que não foi comunicado oficialmente pelos advogados de Bruno sobre a chegada do goleiro.

O objetivo dos advogados de defesa do goleiro é que ele cumpra pena perto do clube, de modo que ele possa conseguir a liberação para voltar aos gramados. No entanto, a nota divulgada pela Suapi afirma que a esposa dele mora em Montes Claros, e que esse foi o motivo da transferência.

Em março deste ano, a defesa de Bruno tentou a transferência para o presídio de Montes Claros, mas o pedido foi negado pelo juiz da Vara de Execuções Penais, Francisco Lacerda, que alegou superlotação no local.

Posteriormente foi feito um pedido para que ele pudesse trabalhar, o que foi negado pelo juiz da Vara de Execuções Penais de Contagem, Wagner Cavalieri. Agora, a decisão quanto ao futuro de Bruno ficará por conta do juiz da Vara de Execuções Penais de Francisco Sá, Flambo da Costa. A cidade de Francisco Sá fica a 55 quilômetros de Montes Claros. Já a Penitenciária está a dez quilômetros da cidade e o acesso é por uma estrada de terra.

Ney Franco testa 3 zagueiros e mantém indefinição no gol do Flamengo


Ney Franco comanda treino com três zagueiros no Flamengo (Foto: Hector Werlang)O Flamengo idealizado por Ney Franco tem novo esquema tático e escalação, mas também mantém a indefinição no gol de antes da parada pela Copa do Mundo. Na manhã deste sábado, no segundo trabalho tático, o primeiro aberto à imprensa, realizado em Atibaia, palco da preparação rubro-negra à retomada do Brasileirão, o treinador testou formação com três zagueiros (Wallace, Chicão e Samir), deu chance a Paulo Victor e Felipe e ainda promoveu a surpresa de Matheus no meio-campo. São experiências que visam o confronto com o Atlético-PR, em 16 de junho, ainda em local indefinido.  

A atividade foi desenvolvida na metade do gramado do hotel que a delegação está concentrada e durou cerca de uma hora. Com gritos de “essa é a pegada”, “perdeu a bola, tem de recuperar”, “tem de dar tudo agora” e “descanso só depois do almoço”, Ney exigiu dos atletas. E surtiu efeito. O time titular soube marcar sob pressão, conseguiu atacar em velocidade e ainda mostrou troca de posições entre os jogadores.  

Paulo Victor; Wallace, Chicão e Samir; Léo Moura, Cáceres, Elano, Everton e André Santos; Matheus e Paulinho, portanto, foi a primeira escalação. Cerca de 10 minutos depois, o treinador deu vaga a Felipe. Por diversos momentos, a atividade foi parada para orientação do posicionamento. E as experiências continuaram: Mugni na vaga de Everton, Gabriel no posto de Matheus, Marcelo por Chicão, Mário Araújo por Elano, Amaral por Cáceres e Arthur por Mugni. Mathues e Everton marcaram os únicos gols.  

Tudo faz parte da tentativa de tirar o Fla na zona do rebaixamento. Com sete pontos, a equipe está em 19º lugar. E, para mudar o panorama, de acordo com Ney, precisa “atropelar os adversários”.  

O Flamengo volta a treinar na tarde deste sábado. A volta ao Rio está marcada para segunda-feira.

Ney Franco comanda treino com três zagueiros no Flamengo (Foto: Hector Werlang) 
Ney Franco realizou diversas experiência em treino do Flamengo (Foto: Hector Werlang)

Compromisso e novo time: como Ney remontará o Flamengo para "atropelar" rivais


Ney Franco com o grupo reunido Flamengo (Foto: Hector Werlang)A remontagem idealizada por Ney Franco tem a pretensão de transformar o Flamengo. Para migrar de presa fácil aos adversários à capacidade de atropelar qualquer oponente, nas palavras do treinador, o time mudará a postura e a cara. O compromisso dos jogadores aliado à iminente nova formação tática é o dueto construído diariamente no período de preparação em Atibaia. Que terá o primeiro teste neste sábado, o quinto dia da primeira parte do período de preparação à retomada do Brasileirão, com um coletivo. O Rubro-Negro renovado vem aí.  

Conversas individuais com atletas, reuniões com o grupo e, claro, trabalhos físicos, técnicos e táticos configuram o rol de medidas para sair da zona do rebaixamento do Brasileirão a começar pelo confronto contra o Atlético-PR, em 16 de julho, ainda em local indefinido. Ney Franco é claro. Tudo o que viveu nos cinco jogos (três empates e duas derrotas) desde que substituiu Jayme de Almeida tem de ficar no passado. Assim como a 19ª posição...  

- O Flamengo é uma equipe para atropelar e não ser atropelada como foi contra o Cruzeiro (derrota por 3 a 0 na última rodada antes da parada da Copa do Mundo). Essa é a nossa referência. Se voltarmos para o Brasileiro com o mesmo nível que estávamos jogando, vamos ser atropelados. Nosso desafio é preparar uma equipe para atropelar os adversários. Para isso, temos que treinar muito. A entrega nos treinamentos tem de ser muito forte. Você joga como se treina. Se for para campo treinar uma equipe sem intensidade, sem volume, um treinamento sem cobranças, consequentemente, quando chegar ao jogo, não dará certo. Não adiante só chegar no vestiário e gritar que vai ganhar. É preciso se preparar – ensina o comandante.  

Dois jogadores, em especial, foram chamados pelo treinador: o goleiro Felipe e o lateral-esquerdo André Santos. O camisa 1 faltou a um treino, ainda no Rio, e perdeu espaço a Paulo Victor. O número 27, em má fase, virou alvo de parte da torcida.  

- Aproveito a parada para definir algumas coisas. Individual ou coletivamente. Falei com alguns de forma individual. André tem qualidade técnica para jogar no Flamengo. Assim como outros jogadores, primeiramente, precisa ter comprometimento com o trabalho. A conversa foi muito boa, de cobrança, chegou ao nível de que se o atleta quer ficar no clube. Vamos trabalhar com jogadores que precisam ter compromisso com o clube. Ele está neste contexto. Ele quer ficar, gosto dele, ele chega para a segunda parte da temporada melhor. Tecnicamente e emocionalmente. Mesma coisa com o Felipe. Ele sabe que vai jogar quem tiver o melhor desempenho nos treinamentos e nos jogos. Isso vale para todos. Felipe tem potencial, tem todas as condições de ser titular. Tem um mês para treinar forte – detalha o chefe.  

A mudança no time começou a ser implementada no treino fechado de quinta-feira. Há chance de o sistema com três zagueiros virar o principal a ser usado. Quem entra e quem sairá, porém, ainda é um mistério, como diz Ney:  

- Pode ter algumas mudanças, inclusive de sistema tático. Aí, se pode dar oportunidade a outros jogadores que atuavam menos. O tempo de 30 dias de treinamento pode recuperar quem não vinha bem tecnicamente. Conheço melhor o elenco. Treinadores têm maneira e preferência de tipo de atuação. Porém, ao chegar ao clube, em alguns momentos, se tem de armar a equipe em cima da característica dos jogadores. Fiz um estudo muito grande sobre isso.  

É esperar para ver, afinal, o Flamengo tenta se reinventar.


sexta-feira, 20 de junho de 2014

Flamengo ganha causa contra Cosan


Na última semana, após mais de dez anos de processo contra a COSAN em todas as instâncias cabíveis, inclusive no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) decidiu favoravelmente ao Clube de Regatas do Flamengo. Graças aos esforços do departamento jurídico do clube, ao lado dos escritórios parceiros, o Rubro-Negro foi recompensado com a garantia de receber R$ 679.445,87 referentes a valores remanescentes de contrato de patrocínio firmado entre o Flamengo e a COSAN.

Entenda o caso:

O Flamengo ingressou com a ação no final de maio de 1994, contra a COSAN Combustíveis e Lubrificantes S.A., na época Esso Brasileira de Petróleo Ltda., para rever o preço do aluguel pago adiantadamente pela COSAN, relativo à área ocupada pelo "Posto Mengão". Pelo contrato de locação, a COSAN pagou de uma só vez o valor de 15 anos de compromisso, previsto para início em agosto de 1986 até agosto de 2001, no valor aproximado de Cz$73.837.800,00, que se desvalorizou com a inflação. O Rubro-Negro ganhou a ação em todas as instâncias e conseguiu provar que o valor que deveria ter sido pago era bem maior, ficando a diferença a ser executada.

Em janeiro de 2012, o clube fez um acordo com a COSAN para encerrar a ação, ao mesmo tempo em que fecharam um contrato de patrocínio para o futebol, a ser pago diretamente na conta do Flamengo. Com isso, foi depositado o valor de R$ 600 mil, referente a parcelas do referido contrato de patrocínio. Este crédito acabou cedido pelo clube ao Banco BMG.

Com o termo de quitação outorgado ao Flamengo pelo BMG e as decisões favoráveis ao clube na Justiça, foi permitido ao Rubro-Negro fazer o levantamento do montante depositado em Juízo, que, atualizado, se encontrava no valor de R$ 678.851,30, no dia 28 de maio de 2014, data em que efetivamente ocorreu a transferência do valor para a conta bancária do Flamengo.

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Mozer critica diretoria do Flamengo por ter dado férias aos jogadores


Mozer (Foto: Reprodução)O ex-zagueiro Mozer, um dos maiores defensores da história do Flamengo e que era titular da equipe que conquistou a Libertadores e o Mundial, em 1981, criticou a diretoria do clube, que deu férias de 15 dias para os jogadores e comissão técnica por conta da interrupção no calendário do futebol brasileiro para a disputa da Copa do Mundo.  Segundo ele, independentepente do que tinha sido acordado, o time tinha que continuar treinando, pois o técnico Ney Franco tinha chegado há pouco tempo e não conhecia bem o elenco. O Rubro-Negro é o penúltimo do nacional. 

- O mais importante era estar treinando. O time tem um treinador novo (Ney Franco), um diretor novo (Felipe Ximenes) e a necessidade de recuperar pontos na tabela de classificação do Brasileiro. Não tinha que ter dado férias para uma equipe que não está jogando bem. O diretor chegou parecendo que queria matar todo mundo. Depois dá férias para a comissão técnica e os jogadores. Independentemente do que tinha sido acordado era preciso reunir o grupo com calma e conversar, explicando a importância do time continuar treinando com a chegada do novo técnico, diante da necessidade de recuperar pontos, para que pudesse estar em perfeitas condições na retomada do campeonato. Isso seria o ideal sem competições, pois o Flamengo necessita de uma motivação nova - disse em entrevista à Rádio Brasil.  

Mozer também revelou a intenção de voltar ao Brasil num futuro bem próximo após muitos anos morando no exterior (Portugal), além do sonho de ser técnico do Flamengo.

- Tenho o sonho de treinar o Flamengo. Passei a minha infância e juventude no Flamengo. Tive o prazer de participar de uma das equipes que mais deram alegrias aos torcedores. Fiquei no clube dos 15 aos 27 anos. Foi um enorme aprendizado para que eu pudesse ter uma carreira muito positiva no exterior também. Gostaria de transmitir isso aos mais jovens também. E no Flamengo tem que ser diferente de todos os outros times, pois tem uma massa vencedora.


Nostálgico, Adriano posta fotos com camisa da Seleção e do Flamengo

Em tempos de Copa do Mundo no Brasil, Adriano mostrou momentos de nostalgia nas redes sociais. No Instagram, postou duas imagens do passado: uma dele atuando com a camisa da seleção brasileira no Mundial de 2006, na Alemanha, e outra ainda quando criança vestindo o uniforme do Flamengo. Já numa foto mais recente, fez agradecimentos, sobretudo aos familiares.

Adriano posta foto no Instagram com a camisa do Brasil (Foto: Reprodução/Instagram) 
Adriano posta foto no Instagram com a camisa do Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

- Obrigado por tudo que Deus me deu!! Amém... a razão disso tudo é a minha família, que sempre me estruturou para ser isso - escreveu o Imperador.

Na Seleção, Adriano foi o maior goleador nos títulos da Copa América de 2004 (sete gols), no Peru, e da Copa das Confederações de 2005 (cinco gols), na Alemanha.

O Imperador conseguiu quatro títulos pelo Flamengo. Além dos Cariocas de 2000 e 2001, participou do grupo vencedor da Copa dos Campeões em 2001 e foi o artilheiro (19 gols) na conquista do Campeonato Brasileiro de 2009.

Adriano usa o Instagram para postar imagens quando criança e depois com a camisa do Fla (Foto: Reprodução/Instagram) 
Adriano usa o Instagram para postar imagens quando criança e depois com a camisa do Fla (Foto: Reprodução/Instagram)
 
Adriano mostra sua casa em foto no Instagram (Foto: Reprodução/Instagram) 
Adriano mostra sua casa em foto no Instagram (Foto: Reprodução/Instagram)
 
 

Ney revela confiança em chegada de reforços: "Tem coisa encaminhada"



Em pouco mais de um mês, Ney Franco comandou o Flamengo em cinco jogos. Com o grupo que herdou da gestão Jayme de Almeida. O começo não foi bom, mesmo que ele entenda existir qualidade, tanto que soma três empates e duas derrotas e ocupa a incômoda 19ª posição no Brasileirão. Enquanto reformula o time nos treinos em Atibaia, primeira parte da preparação durante o recesso motivado pela Copa, o treinador confia na chegada de reforços. Acredita que possa haver novidade na próxima semana.  

- Tem alguma coisa encaminhada. Talvez, na semana que vem, possamos ter novidades. Prefiro não abrir nomes ou posições pois pode atrapalhar – disse após o treino da manhã desta sexta-feira.  

Desde o começo do ano, no período em que Paulo Pelaipe era o diretor executivo, o Fla contratou oito jogadores: Leo, Erazo, Mugni, Marcio Araújo, Everton, Elano, Alecsandro, Arthur e Marcelo. Desde 14 de maio, com Ney no comando, ninguém chegou. Quem tem a responsabilidade de buscar reforços, agora, é Felipe Ximenes. Até lá, Ney está satisfeito com os treinamentos e confiante em mudar o panorama do Fla:  

- O grupo está muito fortalecido e bem fechado e isso já é possível ser visto nos trabalhos, na entrega de cada um. Estamos treinando com qualidade. A tendência é que, se mantivermos esse nível de competição em treinamento, sermos um time mais competitivo.  

O Flamengo permanece em Atibaia até a próxima segunda-feira. Quando continuará os treinos no Rio. A próxima partida é em 16 de julho contra o Atlético-PR.

Leo, Everton e Nixon voltam a treinar com bola no Flamengo


Treino Flamengo Nixon (Foto: Hector Werlang)Três jogadores voltaram a trabalhar com bola no Flamengo. Na manhã desta sexta-feira, o lateral-direito Leo, o meia Everton e o atacante Nixon participaram de uma atividade tática, de defesa x ataque, em Atibaia, cidade do interior paulista que recebe a preparação rubro-negra para a volta do Brasileirão. Desde segunda-feira, dia da retomada dos trabalhos após 15 dias de férias, o trio realizava atividades em separado para complementar a recuperação física depois de lesões.  

Leo, que passou por cirurgia no tornozelo direito, não atua desde o primeiro confronto contra o Vasco pela final do Carioca, em 6 de abril, no Maracanã. Everton (coxa direita) e Nixon (coxa esquerda) ficaram de molho menos tempo, afinal, seus problemas musculares foram menos graves.  

A atividade, comandada pelo auxiliar técnico Eder Bastos, foi realizada em meio campo. Dividido por defensores, contando laterais, zagueiros e volantes, e avantes, meias e atacantes, o grupo se enfrentou. Contando a parte de exercícios de musculação na academia, antes da sessão no campo, o treino durou pouco mais de duas horas.  

Alecsandro e Hernane, que ainda buscam a melhor forma após lesões no tornozelo direito, treinaram à parte. O Flamengo permanece em Atibaia até a próxima segunda-feira.


Confiança do chefe, bronca da torcida: André Santos reconhece má fase



Andre Santos treino Flamengo (Foto: Thales Soares)Foi ainda no começo da preparação do Flamengo em Atibaia, mas servirá para o restante da temporada. Ao ser chamado pelo técnico Ney Franco para uma conversa reservada, André Santos ganhou confiança para retomar o futebol que levou o Rubro-Negro a contratá-lo. E, a partir daí, com mudança de postura, aceitando a bronca da torcida e reconhecendo má fase, o camisa 27 espera ajudar a tirar a equipe carioca da zona de rebaixamento do Brasileirão, a começar pelo dia 16 de julho, data do confronto com o Atlético-PR.  

André Santos soma 91 partidas pelo Fla desde que foi buscado no Grêmio. Não atua, porém, desde 29 de maio, empate em 1 a 1 com o Figueirense – ficou de fora na derrota para o Cruzeiro. Deve retomar a condição de titular ao término do recesso por conta da Copa do Mundo.  

- Ney me chamou, disse que há confiança no meu trabalho, disse que, de um dia para o outro, não poderia ter esquecido de jogar futebol. Então, me pediu muitas coisas para que a gente melhorasse, não só eu, mas todos os jogadores. E essa temporada está servindo para que possamos melhorar, tanto fisicamente, psicologicamente e tecnicamente. Acho que precisaremos da ajuda do nosso torcedor nesse momento, e falamos sobre essas coisas, que todos os jogadores sabem das dificuldades que estamos passando, de estar na zona de rebaixamento, que não queríamos estar, e a postura já tem mudado bastante – contou o atleta.  

Perguntado sobre as críticas do torcedor, André Santos reconheceu a má fase:  

- O Flamengo não vinha em um bom momento, eu também não vinha, mas sei o que posso melhorar. Tenho ciência do meu potencial e não tenho dúvidas que posso dar a volta por cima. Sou humilde para reconhecer isso, respeito a opinião do torcedor, que acha que posso dar mais em campo, e estou aqui para reconhecer isso e dar a volta por cima com a camisa do Flamengo.

O Flamengo permanece no interior de São Paulo até a próxima segunda-feira, quando retomará os treinos no Rio de Janeiro.



Zico critica vaias a Diego Costa e culpa Felipão: "Jogou ele contra a torcida"



A Espanha, já eliminada da Copa do Mundo após duas derrotas, não contou com simpatia de muitos brasileiros nas suas partidas no Mundial, mas nenhum jogador sofreu tanto quanto o atacante Diego Costa, brasileiro naturalizado espanhol. O jogador chegou a ser chamado por Luiz Felipe Scolari para defender a Seleção nos amistosos contra o Chile e Honduras, mas recusou a convocação, optando por defender a Fúria. O que fez com o retorno ao Brasil fosse marcado por vaias. Ex-jogador da Seleção e ídolo do futebol brasileiro, Zico disse não acreditar que o atacante estaria na lista do Brasil para o Mundial e responsabilizou o treinador pela atitude de torcedores brasileiros.

- Adoro o Felipão, tenho maior respeito por ele, mas acho que ele foi um dos grandes responsáveis por isso. Ele não ia convocar o Diego Costa, não ia! Duvido que ele tirasse o Fred ou o Jô por tudo que eles fizeram na Seleção. Depois que ele optou pela Espanha, dizer que ia convocar? Ele (Felipão) jogou o rapaz contra a torcida brasileira. Acho que isso não é justo - disse, durante participação no "Seleção SporTV".

Diego Costa derrota Espanha  (Foto: Getty Images)
Zico lembrou que brasileiros também atuam por outras seleções, como Sammir e Eduardo Silva, da Croácia, e Thiago Motta, da Itália, e nenhum deles foi tratado como Diego Costa, que foi "perseguido" pela torcida e ouviu muitos xingamentos. Zico não gostou do que viu e defendeu o atacante.

- Tivemos tantos jogadores que jogaram em outros países. O Diego Costa fez uma opção, sabia que não ia ser convocado. Acho que trataram ele como adversário, não como brasileiro que está levando o nome do Brasil lá fora - afirmou.

O jornalista Pedro Bial, que também participou do programa, também considerou injusta a manifestação contra o atacante. Para ele, Diego Costa merecia mais respeito.

- Foi uma tristeza a eliminação da Espanha, mas foi uma melancolia o tratamento que a torcida brasileira deu ao Diego Costa durante toda a Copa do Mundo. Estamos orgulhosos de ver o Zico, que leva o nome do Brasil e o futebol para todos os cantos do mundo, temos brasileiros jogandos em várias seleções, e o que fizeram com Diego Costa é uma covardia - afirmou.

Eliminada do Mundial após derrotas para Holanda (5 a 1) e Chile (2 a 0), a atual campeã Espanha encerra sua participação na Copa diante da Austrália, segunda-feira, às 13h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Fora de mais da metade dos jogos, Elano passa por recuperação no Flamengo


Elano foi contratado para ser um dos protagonistas do Flamengo. No começo do ano, quando teve condições físicas, conseguiu contribuir com a equipe. Fez gol no quarto jogo pelo clube, na vitória sobre o Friburguense, no Carioca, e outros dois, de falta, decisivos: Emelec, na Libertadores, e no clássico contra o Vasco, novamente pelo estadual. A esperança em marcar positivamente a passagem, que lhe fez sonhar até em voltar à Seleção, porém, virou drama. Três lesões o mantiveram mais tempo fora do que dentro de campo: atuou em 14 das 34 partidas em 2014. Realidade que passa por recuperação no recesso do Brasileirão.

O período de treinamentos em Atibaia, no interior de São Paulo, a primeira etapa da preparação para a retomada das partidas, a começar contra o Atlético-PR, em 16 de julho, caiu como uma luva ao camisa 7. Fora do último compromisso rubro-negro antes da parada em virtude da Copa, a derrota contra o Cruzeiro, por ter dores nas costas, o atleta está totalmente recuperado. Participa das atividades. E é um dos que mais se destacam. Deixou para trás inclusive os dois problemas musculares que teve na coxa direita. E enche o preparador físico Alexandre Lopes de esperança:

Elano Treino Academia Flamengo (Foto: Hector Werlang) 
Elano reforça a musculatura durante o período de treinos em Atibaia (Foto: Hector Werlang)


- Quando chegamos ao Flamengo, em maio, Elano não participou da primeira semana de treinos por estar retornando. Depois, fez um tempo de um jogo. Pela sequência de partidas, não tinha condição de atuar sempre. O que vai ser dele a partir de 16 de julho? O que vamos realizar aqui. Nossa ideia é colocar ele e os demais atletas em condição de desempenhar o melhor. Esse período é suficiente para colocar todos em condição.

A última partida de Elano foi em 29 de maio, o empate com o Figueirense, o quarto jogo sob comando de Ney. Atuou apenas no primeiro tempo. Até então, havia entrado na derrota para o São Paulo e atuado no empate com Bahia. Ficou no banco contra Santos, com Ney alegando que o iria preparar para enfrentar o Figueira, o que aconteceu, e depois foi vetado diante do Cruzeiro.

Em uma das últimas entrevistas, Elano garantiu estar em boas condições físicas. Mesmo que, à época, a comissão técnica tivesse entendimento diferente.

- Claro que fico chateado por não jogar, não quero passar seis meses na reserva. Mas estou recuperado e pronto para jogar, sim. Ney fez uma opção, eu respeito. Vou trabalhar muito para estar no time – disse o jogador após a partida contra o Santos.

O Flamengo volta a treinar na manhã desta sexta-feira. O período de treinos em Atibaia se estende até a próxima segunda-feira.


quinta-feira, 19 de junho de 2014

Ney esboça time, e treino secreto tem presença da direção do Flamengo

 
para poucos (Hector Werlang)O primeiro treino tático comandado por Ney Franco após o retorno do recesso teve presença da direção do Flamengo. Na tarde desta quinta-feira, em Atibaia, sede do período de treinos antes da retomada do Brasileirão, o treinador esboçou o time que pretende mandar a campo contra o Atlético-PR, em 16 de julho, ainda em local indefinido. A atividade foi fechada à imprensa.

De acordo com a assessoria do clube, o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o vice de Marketing Luiz Eduardo Baptista, o diretor-geral Fred Luz e o diretor-executivo Felipe Ximenes estiveram presentes. Eles chegaram a Atibaia durante a atarde.

Ney colocou dez jogadores de linha em cada lado, com o campo reduzido. Ele constantemente parava as atividades, exigia posse de bola, alta intensidade e agrupamento dos setores envolvidos.

- Perdeu a posse de bola, tem que recuperar - explicava o treinador.

Depois da atividade técnica, o treinador comandou um treinamento de bolas aéreas na grande área. Hernane e Alecsandro fizeram treinos específicos de recuperação, enquanto Léo, Everton e Nixon realizaram trabalho técnico.

Após reunião com cobrança, Ney comandará treino fechado no Flamengo


Depois de reunir o grupo para debater, Ney Franco colocará em prática a forma de o Flamengo atuar. E, pensando em um momento de privacidade no período de treino em Atibaia, no interior de São Paulo, após o encontro que teve cobrança por melhora, o treinador decidiu impedir a presença da imprensa na atividade da tarde desta quinta-feira. Ela fechará o terceiro dia de trabalho, após a sessão física da manhã, que visa a retomada do Brasileirão.

Tem sido assim desde terça-feira. Pela manhã, o treino é físico, comandando pelo preparador Alexandre Lopes. À tarde, Ney, até então, tinha comandado trabalhos técnicos, como a valorização de posse de bola. Nesta quinta, porém, deve testar o primeiro time para o confronto com o Atlético-PR, em 16 de julho, ainda em local indefinido.

Treino do Flamengo em atibaia - Ney Franco (Foto: Hector Werlang) 
Ney Franco optou por fechar os trabalhos desta quinta-feira em Atibaia (Foto: Hector Werlang)

Será no dia seguinte à reunião com o elenco. Para o lateral-esquerdo André Santos, a medida é válida:

- Essa troca de ideias é importante. Alguns jogadores falaram o que pensam, e Ney decidiu uma filosofia de trabalho. E quis colocar. Ele falou em comprometimento, respeito e qualidade, tudo sobre a necessidade que temos de melhorar. Houve cobrança. Ele é inteligente e vitorioso. Citou ainda o exemplo de 2006, quando chegou ao Flamengo na parada da Copa e depois foi campeão da Copa do Brasil. Foi muito bacana. Ouvir e opinar é importante. Temos de seguir este caminho e fazer dar certo.

A atividade, porém, não terá todos os jogadores à disposição. Ainda em recuperação física, após lesão no tornozelo direito, Hernane e Alecsandro não estão liberados para trabalhar com Ney. Mesmo que tenham curado o problema médico.

O Flamengo volta a treinar na manhã desta sexta-feira. Permanece em Atibaia até a próxima segunda-feira.



Aproveite os descontos do Outlet Adidas




 
Neste mês, a Nação tem tudo para renovar seu guarda-roupa rubro-negro. Nas lojas físicas e online da Fla Boutique, há dezenas de peças oficiais com descontos de até R$ 120. No Outlet Adidas, o Manto Sagrado de manga comprida, modelo de 2013, foi de R$ 219,90 para R$ 99,90, enquanto a camisa de manga curta ganhou um desconto de R$ 70.

Não perca mais tempo e corra para garantir seu uniforme completo. Não faltam opções em peças masculinas da marca alemã, femininas e infantis. Parcele em até 10 vezes sem juros, com parcela mínima de R$ 30. Para compras pela internet, o frete é grátis para compras acima de R$ 250.

Autor: Comunicação

Fonte: Site Oficial do Clube

Ainda há Mantos Sagrados para novos ST






O torcedor rubro-negro que fechar uma assinatura de um ano no programa Nação Rubro-Negra ganha uma camisa oficial do Flamengo, o Manto Sagrado do tricampeonato da Copa do Brasil.. Não fique fora dessa e garanta já o seu: a promoção é válida enquanto durarem os estoques.

Quem é sócio-torcedor do Flamengo, além de participar do crescimento do clube, tem prioridades, facilidades e descontos na compra de ingressos para todos os jogos do time. Cada associado também poderá ter acesso automático ao Movimento Por Um Futebol Melhor, que traz descontos em produtos e serviços. São empresas que fazem parte do cotidiano do rubro-negro como Danone, Ambev, Burger King, Seara, Unilever, Netshoes, Sky, Bradesco e Pepsico. O rubro-negro pode escolher um dos sete planos, com mensalidade a partir de R$ 29,90.

É importante lembrar que todo sócio titular do Clube de Regatas do Flamengo, seja de qualquer categoria, tem o direito de aderir ao plano Raça (R$ 39,90), sem precisar pagar a mensalidade do programa, ou também podendo optar por planos mais altos e pagar apenas a diferença.

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Hernane isenta técnicos e confia em retiro do grupo para Flamengo sair da crise


Foi com personalidade e sem terceirizar responsabilidade que Hernane avaliou a situação do Flamengo. A presença na zona de rebaixamento do Brasileirão, entende o centroavante, é culpa dos jogadores. Ao isentar o antigo chefe Jayme de Almeida e o atual Ney Franco, o Brocador confia que o retiro do grupo em Atibaia, no interior de São Paulo, o começo da preparação para a retomada do campeonato, será importante para sair da crise.  

Em nove rodadas, o Rubro-Negro somou sete pontos. É o 19º colocado. E não ganha desde 4 de maio, dia do 4 a 2 sobre o Palmeiras no Maracanã. São, então, seis rodadas sem saber o que é ganhar.


- Se faltou alguma coisa foi de nós jogadores mesmos. Dentro de campo quem resolve somos nós. Não é o preparador ou o treinador, então, temos que focar bastante nisso pois o que passou, passou. Agora será uma nova fase, e o Flamengo sairá dessa crise. Vai ser importante ter este período, o único momento em que teremos para ficar juntos. Vale o esforço de ficar longe da família. Não estamos posição confortável. O clube é grande e tem de se recuperar – disse o camisa 9.  

Treino fisico flamengo Hernane (Foto: Hector Werlang) 
Hernane realiza treinamentos específicos para retomar a forma no Flamengo  (Foto: Hector Werlang)

Sem atuar desde a derrota para o São Paulo, em 18 de maio, dia em que machucou o tornozelo direito, Hernane está curado da lesão e realiza treinamentos específicos para recuperar a forma física. Estime que estará à disposição de Ney para os trabalhos táticos em até oito dias.  

- Preciso mais esta semana, trabalhar bem, trabalhar forte, para estar 100%. A lesão foi séria, então, tem de ter cuidado para fortalecer bem a musculatura. Logo, estarei com o grupo. O cuidado é para não ter nova lesão. Em sete ou oito dias estarei zerado para voltar – completa o atacante.  

O Flamengo permanece em Atibaia até a próxima segunda-feira. Depois, continuará a preparação no Rio. O próximo jogo é contra o Atlético-PR, em 16 de julho, ainda em local indefinido.

Preparador abre disputa entre Felipe e Paulo Victor: "Vai jogar o melhor"


Wagner Miranda, Felipe e Paulo Victor Flamengo treino goleiro (Foto: Hector Werlang)A história de Felipe, personagem com 186 jogos, campeão carioca e da Copa do Brasil, é insuficiente para retomar a titularidade. Ser promessa da base e ter tido bom desempenho nas últimas três partidas, uma espécie de oásis no deserto de qualidade que levou o Flamengo à zona do rebaixamento, não garante continuidade a Paulo Victor. Então, os treinos durante o recesso à Copa do Mundo, a começar pela primeira semana em Atibaia, no interior de São Paulo, vão definir quem será o goleiro rubro-negro, na gestão de Ney Franco, a partir do confronto com o Atlético-PR, dia 16 de julho, na retomada do Brasileirão. A disputa por posição está aberta, afinal, “jogará o melhor”.  

Caberá ao técnico decidir, claro, mas a opinião do preparador de goleiros Wagner Miranda embasará a escolha. E, a julgar pela frase acima, deste profissional que está no Ninho do Urubu desde 2005, começando pelas categorias inferiores e chegando ao profissional, conhecido como Gigante, antigo camisa 1 do Bragantino, campeão paulista de 1990, sob comando de Vanderlei Luxemburgo, conhecedor dos dois arqueiros, comprova a indefinição. Tudo porque, ao faltar a um treinamento, sem justificativa, antes da partida contra o Figueirense, em 25 de maio, Felipe abriu a concorrência.  

disputa
acirrada (Editoria de Arte)

Felipe
- 186 jogos
- 91 vitórias, 54 empates e 41 derrotas

Paulo Victor
- 60 jogos
- 27 vitórias, 21 empates e 12 derrotas
 






- Ainda está cedo para decidir, temos mais 30 dias de treinamentos para avaliar o condicionamento dos goleiros. A análise será feita de acordo com o rendimento. Força, reação, potência, qualidade técnica... isso vai definindo o nosso ponto de vista. Durante este processo, eu e o Ney Franco vamos conversando para chegarmos a um denominador comum para essa situação. Vai jogar quem estiver melhor, vai jogar o melhor – explica Wagner, que conversou com o antigo titular sobre o ato de indisciplina.  

Para o preparador, por ora, a dupla está no mesmo nível. Ele incluiu ainda os outros dois jogadores da posição, que treina diariamente, Cesar e Luan. Ao lembrar que todos atuaram recentemente, algo incomum nos clubes da Série A, garante que o Flamengo está bem servido no setor:  

- Me surpreendi pois voltaram em uma condição muito boa. Todos tiveram ganho de 1% do percentual de gordura, algo normal para quem ficou 15 dias parado. Em uma semana, a gente tira. Os quatro goleiros estão nivelados, estão muito bem. E jogam. Felipe era o titular, Paulo Victor terminou jogando. Mas o Luan, que subiu este ano, atuou contra o Bangu no Estadual. Cesar, na última rodada do Brasileiro do ano passado, contra o Cruzeiro. Então, todos tiveram as suas oportunidades.  

A prioridade dos treinamentos é retomar o “tempo de reação”, afinal, reflexo, a expressão popular, é um movimento involuntário.  

- Vamos restaurar essa parte de agilidade, velocidade nos primeiros 15 dias, pelo tempo que ficaram parados. E depois vamos priorizar na parte técnica, situações de jogo – completa Wagner.  

E o motivo do apelido Gigante? Wagner explica:  

- O Gigante é um estímulo que uso nos meus treinamentos. Fazer oito repetições no exercício, claro, chega no sexto e o jogador já está um pouco cansado. Uso ‘gigante’, ‘vamos, gigante’, para o cara poder reagir e terminar bem o trabalho. Aí, pegou.  

Melhor ao Flamengo que Felipe ou Paulo Victor se agigantem no gol rubro-negro...

Wagner Miranda, Felipe e Paulo Victor Flamengo treino goleiro (Foto: Hector Werlang) 
Paulo Victor terminou primeira parte do Brasileirão como titular do Flamengo (Foto: Hector Werlang)

quarta-feira, 18 de junho de 2014

No pé do ouvido! Ney Franco tem longa conversa com André Santos



Treino da tarde - Flamengo (Foto: Pedro Barboza)Contestado por parte da torcida, o lateral-esquerdo André Santos recebeu uma atenção especial do técnico Ney Franco após o treino da manhã desta quarta-feira. Depois que todos os jogadores já haviam deixado o gramado, o treinador conversou por cerca de 20 minutos com o lateral à beira do gramado. Após a conversa, os dois caminharam juntos até o hall do hotel.

O jogador participou intensamente da atividade física com os demais atletas e, em seguida, correu ao redor do campo ao lado de Amaral, por aproximadamente 30 minutos para recuperar a forma física, após as duas semanas de descanso. Nesta tarde, o camisa 27 também foi um dos últimos a deixar o campo. Assim como na manhã, deu voltas no campo, só que sozinho, desta vez.





 

Treinador continuou bate-papo com jogador até o hall do hotel, em Atibaia (Foto: Pedro Barboza)

Em uma entrevista veiculada em um jornal da Turquia, André Santos chegou a dizer que voltaria a jogar pelo Fenerbahce, time pelo qual defendeu por três temporadas, após o fim da Copa do Mundo. Entretanto, o jogador negou que teria falado isso à reportagem.

Desde que chegou ao clube, no ano passado, disputou 47 partidas, e marcou quatro gols. Nas duas passagens que teve pelo clube, já foram 91 partidas, e com cinco tentos no total, vestindo a camisa rubro-negra.


Bola e reunião com grupo: Ney Franco começa a remontar o Flamengo


Ney Franco com o grupo reunido Flamengo (Foto: Hector Werlang)Não houve indicação de time, porém, o primeiro trabalho com bola em Atibaia deu o pontapé inicial na remontagem do Flamengo. Ao comandar uma atividade técnica, na qual priorizou a posse de bola, Ney Franco tratou de alicerçar as condições para a retomada da fuga da zona de rebaixamento do Brasileirão. Tanto que, antes da sessão, anunciou uma reunião à noite, com todo o grupo, para discutir a forma de o Rubro-Negro atuar a partir do dia 16 de julho contra o Atlético-PR.  

Foi terceiro treino da pré-temporada fora de época, por causa do recesso à Copa do Mundo, que prioriza o recondicionamento físico. Por isso, a atividade não se estendeu em demasia. O elenco foi dividido em três times, que se revezavam em campo reduzido. Mesmo com o desgastante período da manhã, os jogadores se dedicaram. E houve intensas disputas de bola.  

Hernane e Alecsandro não participaram, afinal, continuaram o processo de recuperação física na caixa de areia. Mesmo caso de Leo, Everton e Nixon, ao fazerem o mesmo, mas no gramado.  

Todos, porém, estarão à noite. A reunião, com apresentação de vídeos de jogos, e explanação do treinador, de acordo com o próprio, terá o seguinte objetivo:  

- Vamos discutir com os atletas os sistemas de jogo e suas variações para as competições que vamos disputar.  

O capitão Leó Moura aprova a iniciativa. Para ele, a partir de agora, o Flamengo terá cara de Flamengo. Até porque, nos últimos cinco jogos, a gestão de Ney, são três empates e duas derrotas.

- Tudo serve para o Ney nos mostrar o que vai ser cobrado diariamente. Vamos voltar com tudo no Brasileirão – disse o lateral-direito.  

E é necessário. Em penúltimo, com sete pontos, o Flamengo está na zona de rebaixamento. A retomada será diante do Atlético-PR, dia 16 de julho, ainda em local indefinido.



Fora de treino com grupo, Hernane e Alecsandro continuam recuperação

Curados de lesão, mas ainda sem o preparo físico ideal. A peculiaridade da situação de Hernane e Alecsandro os obriga a ter tratamento diferenciado no Flamengo. Sem treinar com o grupo, na tarde desta quarta-feira, em Atibaia, a dupla de centroavantes trabalhou na caixa de areia do hotel em que a delegação está concentrada em Atibaia, no interior de São Paulo. Disputou animada partida de futevôlei e percorreu um circuito montado pela comissão técnica.

O preparador físico Marcos Lima improvisou a quadra de vôlei de praia. O piso ajuda a recondicionar os jogadores, que sofreram com problemas no tornozelo direito. Nesta primeira semana, cujo trabalho prioriza o fôlego e a força dos atletas, os atacantes terão observação individualizada. Eles farão parte das atividades com o grupo, como o físico da manhã, mas também terão uma programação separada, como a desta tarde.

Enquanto Hernane e Alecsandro trabalhavam em separado, o grupo participou de treino técnico comandado por Ney Franco. O Flamengo permanece em Atibaia até segunda-feira. Depois, completará os treinos no Rio. A retomada do Brasileirão será dia 16 de julho contra o Atlético-PR.

Hernane e Alecsandro Flamengo na Caixa de Areia (Foto: Hector Werlang) 
Hernane e Alecsandro fazem exercícios na caixa de areia para retomar a forma física (Foto: Hector Werlang)

“Rasga a grama”: jogadores do Flamengo sofrem com treino físico


Treino fisico flamengo Chicão (Foto: Hector Werlang)Expressões de esforço. Suspiros de cansaço. E muita dedicação. Foi assim o treino físico do Flamengo, na manhã desta quarta-feira, em Atibaia, cidade do interior paulista que sedia a preparação rubro-negra visando a retomada do Brasileirão após o término da Copa do Mundo. Por quase duas horas, os jogadores suaram a camisa e “sofreram” nas mãos dos preparadores físicos. Jogadores que voltam de lesão, casos de Hernane e Alecsandro, participaram da atividade, porém, como o previsto, com cuidado especial. Mesmo que a ordem tenha sido de “rasgar a grama”.

Os preparadores Alexandre Lopes e Marcos Lima comandaram a atividade no campo do hotel que serve de concentração à delegação. Foram muitas as palavras de incentivo. Entre elas, uma, dita por Marcos Lima, chamou a atenção:

- Isso, rapaziada, tem de correr para rasgar a grama!

O elenco foi dividido em grupos por posição. A atividade consistia em correr em um circuito montado no gramado dentro de um tempo estabelecido. Todos tiveram participação normal à exceção da dupla de centroavantes.

Hernane e Alecsandro se recuperam de problemas no tornozelo direito. Por isso, calçaram tênis e cumpriram o programado em ritmo diferente. Eles estão liberados pelo departamento médico, mas ainda são observados para evitar novos problemas físicos.

O Flamengo volta a treinar na tarde desta quarta-feira. A preparação em Atibaia vai até a próxima segunda-feira (23). O retorno ao Brasileirão está marcado para o dia 16 de julho contra o Atlético-PR.

Jornalista critica música nos jogos do Brasil: "Ruim, chega, vamos trocar"




"Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor!". Para o jornalista Telmo Zanini, essa música tão comum nos jogos da Seleção precisa ser trocada. O jornalista lembrou que os argentinos possuem o costume de adaptar músicas cantadas em jogos de clubes para partidas da seleção argentina, e sugeriu que os torcedores do Brasil façam o mesmo. Zanini sugeriu uma música da torcida do Flamengo e outra da torcida do Internacional.

- Podiam pegar aquela popularíssima do Flamengo, trocar "Óh, meu Mengão" por "Óh, meu Brasil, eu gosto de você". Por que a nossa torcida não faz isso? Por que não pega aquela do Internacional que fala da "camisa vermelha" e não coloca "camisa amarela"? E por aí vai. Temos dezenas de músicas que podiam incentivar a Seleção. Ninguém mais aguenta aquela mesma de sempre. É muito ruim, chega, vamos trocar - desabafou Telmo Zanini.

Hino Nacional Torcida Brasil x México (Foto: Bruno Domingos/Mowa Press) 
No Castelão, torcida do Brasil solta a voz para cantar o hino (Foto: Bruno Domingos/Mowa Press)

O jornalista lembrou que durante a transmissão do empate do Brasil com o México por 0 a 0, Ronaldo Fenômeno, que comenta a Copa do Mundo pela TV Globo, observou que nunca viu um apoio tão grande do brasileiro para com a Seleção. No entanto, Zanini afirmou que o torcedor ainda não tem o que dizer nos estádios.

- O torcedor brasileiro ainda não consegue torcer para a Seleção dentro do estádio. Isso é um paradoxo. Principalmente, porque não sabem o que cantar, não sabem o que dizer. A única musiquinha que tem no Brasil é aquela xôxa do "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor". Essa é uma música do vôlei, de ginásio. E me parece tão óbvio, que a nossa torcida deveria pegar as músicas que se cantam para os clubes e cantar para a Seleção - afirmou.

Telmo Zanini formalizou a ideia no domingo, quando esteve no Maracanã, assistiu a vitória da Argentina sobre a Bósnia e Herzegovina, por 2 a 1, e se encantou com a variedade de cantos dos argentinos, que eram ampla maioria nas arquibancadas. O jornalista, inclusive, revelou ter conversado com alguns fãs da Argentina sobre as canções e descobriu que na verdade se tratam de adaptações do que é cantado em jogos dos clubes.

- Domingo, fui ao Maracanã ver o jogo da Argentina contra a Bósnia. Os torcedores argentinos estavam torcendo com aquele entusiasmo, empurrando a seleção argentina com inúmeras músicas. Ao perguntar se eles compõem cantos somente para o time do país, eles responderam que pegam música dos clubes e adaptam. Uma coisa que no Brasil nós não conseguimos fazer - revelou.

Confira a letra do canto da torcida do Flamengo citado por Telmo Zanini:
"Óh meu Mengão, eu gosto de você;
Quero cantar ao mundo inteiro;
A alegria de ser rubro-negro;
Cante comigo Mengão;
Acima de tudo rubro-negro;
Cante comigo Mengão;
Acima de tudo rubro-negro."

Confira a letra do canto da torcida do Internacional citado por Telmo Zanini:
"Inter, estaremos contigo;
Tu és minha paixão;
Não importa o que digam;
Sempre levarei comigo;
Minha camisa vermelha;
Minha cachaça na mão;
O Gigante me espera;
Pra começar a festa;
Xalaialaiá;
Xalaialaiá;
Xalaialaiá;
Você me deixa doidão;
Xalaialaiá;
Xalaialaiá;
Xalaialaiá;
Inter do meu coração"



Fred e Marcelo caem, e humorista vê "escola de teatro das Laranjeiras"


 
Na estreia do Brasil na Copa do Mundo de 2014, o árbitro japonês Yuichi Nishimura marcou um polêmico pênalti sobre Fred. Já na segunda partida, Marcelo tentou cavar uma penalidade contra o México, mas o juiz turco Cuneyt Cakir mandou o jogo seguir. No programa "Seleção SporTV", o humorista Claudio Manoel lembrou uma coincidência entre os jogadores: a ligação dos dois com o Fluminense. Torcedor do Flamengo, o integrante do grupo "Casseta e Planeta" brincou com a dupla.

– Mas isso é a escola das Laranjeiras. Você viu que tem ali a escola de teatro das Laranjeiras. Tanto o Marcelo quanto o Fred – brincou.

O apresentador do programa, Marcelo Barreto, logo citou a possível repercussão nas redes sociais.

– Daqui a pouco a galera do twitter vem com força para cima da gente – falou Barreto.

O humorista não perdeu a piada e respondeu, em um tom de brincadeira.

– Pode vir para cima de mim. Não tem problema, não – completou.

Marcelo e Fred: se jogaram dentro da área? (Foto: Reprodução SporTV) 
Marcelo e Fred se jogaram dentro da área? (Foto: Reprodução SporTV)
 
 

Magnano convoca jogadores da NBA e dois do Flamengo para o Mundial


Ruben Magnano convocação (Foto: Divulgação / CBB)Técnico da seleção brasileira de basquete masculino, o argentino Rubén Magnano convocou 10 jogadores para a disputa do Mundial da Espanha, de 30 de agosto a 14 de setembro. O destaque foi a presença de atletas que atuam na NBA, como Tiago Slitter, campeão no último domingo pelo San Antonio Spurs, Nenê, que joga pelo Washington Wizards, Leandrinho, que defendeu o Phoenix Suns na última temporada, e Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers, que não disputaram a Copa América, no ano passado, em Caracas, na Venezuela. A lista conta com cinco atletas que atuam no Brasil, sendo dois do Flamengo (Marcelinho e Marquinhos). Magnano ainda apresentou três "convidados": Gemerson, Deryck Ramos e Leonardo Wasziwicz. Eles se apresentam no dia 20 de julho no Hotel Bourbon, em São Paulo. Os dois restantes na lista de 12 serão definidos após o Sul-Americano. O grupo treina até 4 de agosto na capital paulista. No dia 16, o Brasil enfrenta os Estados Unidos em um amistoso em Chicago.  

A seleção só garantiu vaga na disputa do Campeonato Mundial por conta de um convite da Federação Internacional de Basquete(FIBA). Na Copa América do ano passado, o time perdeu os quatro jogos que fez e acabou sem a classificação para o evento por meio da competição continental. Na ocasião, nove atletas pediram dispensa da seleção pelos mais variados motivos. Para a Copa do Mundo,o treinador brasileiro conversou com cada um dos atletas e tem a certeza da presença deles:

- Todos eles falaram para mim que sim, que vão ao mundial. Então não tenho dúvidas que todos vão se apresentar. Viajei e conversei com cada um deles. Ficou tudo muito direto, todos vão para a Espanha - garantiu o treinador.

O Brasil está no "grupo da morte", o A, que tem Espanha, dona da casa e 2ª no ranking da Federação Internacional de Basquete (Fiba); França, atual campeã europeia e número 8ª do mundo; Sérvia (11º), quarta colocada no Mundial de 2010; Egito (46º); e Irã (20º). A sede do grupo será em Granada. A estreia da seleção brasileira no Mundial será contra a França, no dia 30 de agosto. Caso se classifique para a próxima fase, o Brasil lutará por uma vaga nas quartas contra um dos quatro primeiros colocados do grupo B, que tem a Argentina como cabeça de chave, Croácia, Filipinas, Grécia, Porto Rico e Senegal como adversários. 

O treinador Rubén Magnano sabe da dificuldade do grupo, mas mesmo assim sonha em passar na primeira posição na chave, para fugir de um adversário mais forte nas oitavas de final:

- O jogo contra a França é muito importante. Todo mundo sabe que nosso grupo é muito forte e esse jogo vai dizer muita coisa. E o cruzamento com o outro grupo também será complicado. Podemos pegar Croácia, Grécia ou mesmo a Argentina - disse o técnico argentino, que comanda o Brasil desde 2011.

Atuais campeões mundiais, os Estados Unidos ficaram no grupo C e não deverão ter problemas para assegurarem o primeiro lugar. O grande adversário dos americanos deverá ser a Turquia, na partida que marcará a reedição da decisão do Mundial de 2010. Ucrânia, República Dominicana, Nova Zelândia e Finlândia, uma das quatro seleções convidadas, completam a chave. Cabeça de chave do grupo D, a Lituânia caiu no grupo com seleções menos tradicionais, ao lado de Coreia do Sul, Angola, Eslovênia, México e Austrália. Quatro equipes de cada grupo avançam para a próxima fase da competição.

Até hoje, apenas Argentina (1950), Brasil (1959 e 1963), Espanha (2006), União Soviética (1967, 1974 e 1982), Estados Unidos (1954, 1986, 1994 e 2010) e Iugoslávia (1970, 1978, 1990, 1998 e 2002) conquistaram o Campeonato Mundial.

Confira a lista dos convocados
Marcelo Huertas (Armador - Barcelona)
Larry Taylor (Armador - Bauru)
Marcelo Machado (Ala - Flamengo)
Leandro Barbosa (Ala - Phoenix Suns - contrato até o fim da temporada 2013/14)
Marquinhos (Ala - Flamengo)
Alex Garcia (Ala - Bauru)
Guilherme Giovanoni (Ala-pivô - Brasília)
Anderson Varejao (Ala-pivô - Cleveland Cavaliers)
Tiago Splitter (Pivô - San Antonio Spurs)
Nenê (Pivô - Washington Wizards)

Jogadores convidados
Deryck Evandro Ramos (Armador - Limeira)
Gemerson Silva Barbosa (Ala - Paulistano)
Leonardo Klassmann Waszkwicz (Pivô - Uberlândia)

Comissão Técnica
Diretor: Vanderlei Mazzuchini Junior
Administrador: Vinicius Alvarez
Técnico: Rúben Magnano
Assistentes técnicos: José Alves Neto, Gustavo De Conti e Demétrius Ferraciú
Preparadores físicos: Diego Miceli Jeleilate e Diego Maroja Falcão
Médico: Dr. Felipe Hardt
Fisioterapeuta: Adriano Tambosi e Daniel Kan
Roupeiro: Edson Donizete da Silva
Nutricionista: Gislaine Bueno

Jogos no Mundial da Espanha
1ª Fase - Grupo A (Granada)
30/08 – Brasil x França (13h)
31/08 – Brasil x Irã (13h)
1º/09 – Brasil x Espanha (17h)
03/09 – Brasil x Sérvia (13h)
04/09 – Brasil x Egito (10h30)




Presidente do Flamengo é cobrado por torcedor e diz: "Time não vai cair"

Diante do mau momento vivido pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro - o time está na penúltima colocação, com apenas sete pontos conquistados nas nove primeiras rodadas -, as críticas e as cobranças sobre a atual diretoria são cada vez mais frequentes, mesmo neste período em que o calendário do futebol brasileiro está parado por conta da disputa da Copa do Mundo. Na manhã desta quarta-feira (18), o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, se encontrou com um amigo para tomar café, num hotel da Zona Oeste do Rio de Janeiro, que por coincidência serve de concentração para a seleção chilena, que às 16h, enfrenta a Espanha, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo B do Mundial.

No encontro, segundo o dirigente, não foi tratado nenhum assunto referente ao futebol. Mesmo assim, Bandeira de Mello foi cobrado por um torcedor que passava pelo local para não deixar o time cair para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2015. A resposta do presidente foi imediata.

- Que cair o que! O Flamengo não vai cair! TIME GRANDE NÃO CAI!!!

eduardo bandeira de mello presidente do flamengo no hotel do chile (Foto: Thales Soares) 
Bandeira de Mello foi cobrado por torcedor na frente do hotel onde o Chile está concentrado (Foto: Thales Soares)

A insatisfação dos torcedores é ainda maior, pois até o momento nenhum reforço foi contratado para a sequência da temporada. Após duas semanas de férias, o elenco do Flamengo se reapresentou na última segunda-feira (16) e seguiu para Atibaia, no interior de São Paulo, onde fica até o dia 23 de junho realizando treinamentos físicos e táticos. O próximo jogo oficial do Flamengo acontece no dia 16 de junho, exatamente 30 dias depois de voltar aos trabalhos. O compromisso é pela décima rodada do Campeonato Brasileiro contra o Atlético-PR, ainda sem local definido para o confronto.


Há um mês de molho, Hernane terá avaliação diária por volta ao Flamengo

Segundo dia do Flamengo em Atibaia, a quarta-feira, dia 18 de junho, é o aniversário de um mês do Rubro-Negro sem Hernane. De molho desde que machucou o tornozelo direito, na derrota para o São Paulo, na estreia de Ney Franco, o Brocador é preparado para o retorno do Brasileirão. Tem uma avaliação diária para migrar dos treinos físicos aos com bola, com todo o grupo. Mesmo que esteja completamente curado da lesão que transformou os gols em lágrimas.  

O primeiro treino, no interior paulista, onde o Fla decidiu começar a preparação no período de recesso da Copa, foi uma prova do fim das dores no tornozelo. Antes de ir à academia, na manhã de terça, o centroavante conversou com o médico Marcelo Soares no saguão do hotel. Ouviu o incentivo:  

- Pode ir, treina tranquilamente.  

E foi. Tanto que fez todo o programado pelo preparador físico Alexandre Lopes. Um dos exercícios comprovou a recuperação clínica: ele saltou, primeiro com a perna esquerda e depois com a direita, em um pé só, na cama elástica. Mas, então, o que falta? Recuperar a forma física.

Flamengo treino Atibaia (Foto: Hector Werlang)Hernane (C) treinará separado do grupo do Flamengo nos primeiros dias em Atibaia (Foto: Hector Werlang)
Por ora, até a sessão dupla desta quarta, repetirá o treino em separado realizado na terça. De tênis, em campo reduzido e com pouco contato com a bola. A ideia é recuperar a forma aos poucos, como explica o preparador:  

- Em maio, quando cheguei com o Ney, além do Hernane, os outros que estavam no departamento médico, tinham condição física um pouco abaixo. Quando não se tem tempo de acertar taticamente, não tem como treinar, eram jogos quarta e domingo, se aposta só na conversa. Infelizmente, não tivemos os resultados que queríamos. Fizemos o primeiro treino com ele. A resposta foi boa. Quarta ainda está fora. Para quem teve só 12 dias de pré-temporada, perder uma semana não é nada. Essa e a nossa pré-temporada. Haverá avaliação diária. Vamos tentar encaixar eles nos treinamentos, mas depende da observação.  

Tudo, então, será feito com calma para ter o atleta à disposição contra o Atlético-PR, no dia 16 de julho. E voltar a fazer uma transformação. Deixar as lágrimas, da dor que sentiu ao se machucar contra o São Paulo, novamente em gols. Até porque é o que sabe fazer. Tem 45 em 87 jogos pelo clube carioca.

terça-feira, 17 de junho de 2014

No RJ, Garotinho tem 18%, Crivella, 16%, e Pezão, 13%, aponta Ibope



Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (17) indica um empate técnico entre os possíveis candidatos ao governo do Rio de Janeiro nas eleições deste ano. O deputado federal Anthony Garotinho (PR) tem 18% das intenções de voto, o senador Marcelo Crivella (PRB), 16%, e o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), 13%. O senador Lindberg Farias (PT) aparece com 11% e o ex-prefeito do Rio Cesar Maia (DEM), com 8%.

A pesquisa foi encomendada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada:

Anthony Garotinho (PR) - 18% das intenções de voto
Marcelo Crivella (PRB) - 16%
Pezão (PMDB) - 13%
Lindberg Farias (PT) - 11%
Cesar Maia (DEM) - 8%
Miro Teixeira (PROS) - 1%
Tarcísio Motta (PSOL) - 1%
Brancos e nulos - 27%
Não sabem ou não responderam - 6%

A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 11 de junho. Foram entrevistados 1.204 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) sob o número 00006/2014.
 
Outro cenário
Em um cenário em que Cesar Maia não participa da disputa, Garotinho tem 19% das intenções de voto, Crivella, 17%, Pezão, 13%, e Lindberg, 12%. Miro Teixeira aparece com 2% e Tarcísio Motta, com 1%. Brancos e nulos somam 31%; 6% não sabem ou não responderam.

Rejeição
Os eleitores foram questionados pelo Ibope em quem não votariam de jeito nenhum. Segundo a pesquisa, 32% apontaram Garotinho, 24% Cesar Maia, 18% Pezão, 14% Lindberg, 13% Crivella, 13% Miro Teixeira e 11% Tarcísio Motta. Brancos e nulos somam 11% e 12% não sabem ou não responderam.

Senado
Na corrida para o Senado, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) aparece com 26% das intenções de voto, o deputado federal Romário (PSB) com 22% e a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) com 20%.

Segundo o Ibope, brancos e nulos somam 26%. Outros 6% não sabem ou não responderam.

Avaliação do governo
Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação ao governo Pezão.

Segundo o Ibope, 35% disseram que ele é "regular", 29% avaliaram a administração como "ruim ou péssima" e 16% a classificaram como "ótima ou boa". Outros 21% não sabem ou não responderam.