Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 12 de julho de 2014

Podolski presenteia o amigo André Santos com ingresso da final da Copa

A um dia da tão esperada decisão da Copa do Mundo, a procura por um ingresso para poder assistir à partida no Maracanã é frenética. De todos os cantos, pipocam ofertas de pessoas que fariam de tudo para ser mais um na multidão que promete lotar as arquibancadas neste próximo domingo, na partida entre Alemanha e Argentina. Um desses torcedores será André Santos, que ganhou uma entrada de presente do parceiro Lucas Podolski neste sábado.

Os dois são amigos desde que atuaram juntos no Arsenal, na temporada 2012/2013. Há poucas semanas, o lateral do Flamengo já até havia encontrado o parceiro e lhe presenteado com uma camisa do Rubro-Negro. Agora, foi a vez do jogador da seleção alemã retribuir.

- Muito obrigado pelo presente, meu amigo Lukas Podolski! Toda sorte do mundo no jogo de amanhã! #Alemanha #WorldCup - postou André Santos, em sua página em uma rede social.

Podolski dá ingresso da final da Copa de presente a André Santos (Foto: Reprodução/Instagram) 
Podolski dá ingresso da final da Copa de presente a André Santos (Foto: Reprodução/Instagram)

Alemanha e Argentina fazem a grande final da Copa do Mundo neste domingo, às 16h, no Maracanã. A TV Globo, o SporTV e o GloboEsporte.com transmitem a partida ao vivo. O site também acompanha todos os lances do duelo em tempo real.


Rubro-negros? Família de Canteros veste camisa do Flamengo na Argentina



O meia Canteros, principal reforço do Flamengo para a sequência do Campeonato Brasileiro, esteve na Argentina nesta semana para resolver alguns problemas de documentação.

Ele aproveitou a viagem para visitar os familiares e lhes presenteou com camisas do Rubro-negro. No Instagram, o jogador postou uma foto com todos vestindo o manto sagrado.

- A família… – escreveu o jogador em sua conta na rede social.

(Foto: Reprodução / Instagram)
(Foto: Reprodução / Instagram)

Podolski se empolga em rede social: "Quero ver geral de vermelho e preto"


Podolski não se cansa. Na noite deste sábado, o atacante da Alemanha mais uma vez pediu a torcida dos brasileiros para a decisão da Copa do Mundo diante da Argentina, às 16h. E agora ele apelou. O jogador postou nas redes sociais fotos de duas camisas do Flamengo e pediu que os torcedores vistam rubro-negro no Maracanã, cores escolhidas para o segundo uniforme alemão nesta Copa do Mundo, inspiradas nas cores do Flamengo, clube mais popular do Rio de Janeiro.

- Tamo junto ou não tamo amanhã? #FLAlemanha quero ver geral de #VermelhoPreto #OmaracaÉnosso #ProntoFalei #final #lp10 - disse Podolski, em português.

A Alemanha venceu o Brasil nas semifinais, por 7 a 1, mas os jogadores, pelo carisma demonstrado desde a chegada, ganharam a simpatia do brasileiro. E Podolski, desde o início, com postagens em português, com a ajuda de um amigo, tornou-se uma das sensações do Mundial. Na foto deste sábado, na sacada do hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, a camisa do Flamengo tem o nome de Podolski às costas e o número 10.


Podolski pede que torcedores do Flamengo vistam vermelho e preto


Elano, do Flamengo, posta foto ao lado de Anderson Varejão e LeBron James


O meia Elano, do Flamengo, postou uma foto ao lado dos jogadores de basquete Anderson Varejão e LeBron James. O brasileiro e o norte-americano voltam a jogar juntos na próxima temporada após o acerto do retorno de "King James" ao Cleveland Cavaliers.

- Trio na torcida! @kingjames irmão @varejaoanderson17 #nba #fã #gentedobem - escreveu Elano.

LeBron chegou ao Brasil nesta sexta-feira, para acompanhar a decisão da Copa do Mundo, entre Argentina e Alemanha, no Maracanã, no domingo. Antes disso, neste sábado,  ele participa de um evento de um dos seus patrocinadores, em uma casa temática no Cais do Porto.

Curiosamente, a primeira partida de King James no seu retorno aos Cavaliers pode ser no Rio de Janeiro e, justamente, contra o Miami, no dia 11 de outubro, na Arena da Barra. O duelo faz parte da pré-temporada da NBA. O primeiro lote de ingressos, com 7 mil entradas, foi todo vendido em apenas 3 horas pela internet.

LeBron James ao lado de Elano e Anderson Varejão, no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Instagram) 
LeBron James ao lado de Elano e Anderson Varejão, no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Instagram)

Flamengo usa titulares e vence jogo-treino com gol de meia Mattheus


Matheus treino Flamengo (Foto: Site Oficial do Flamengo)Visando o retorno ao Campeonato Brasileiro, o Flamengo realizou na manhã deste sábado o último jogo-treino preparatório no Ninho do Urubu. Desta vez, Ney Franco pôde observar o time considerado titular, que encarou o Nova Iguaçu e venceu por 1 a 0. O gol rubro-negro, porém, foi marcado por um jogador que entrou no decorrer da atividade. Mattheus, em cobrança de falta, movimentou o placar.

Como já era previsto, o time que começou jogando foi o mesmo testado nos últimos treinamentos. Lucas Mugni, voltando de lesão no joelho direito, e Hector Canteros, que esteve ausente nos dois dias anteriores para resolver problemas com documentação, foram utilizados na segunda etapa. O time escalado foi o seguinte: Paulo Victor, Wallace, Chicão (Muralha) e Samir; Léo Moura (Canteros), Recife, Elano (Mugni), Everton (Fernando) e André Santos; Paulinho e Alecsandro (Mattheus).

Os jogadores que atuaram na sexta-feira contra o Campo Grande e não foram utilizados neste sábado ficaram na academia. Entre eles, Felipe e Hernane, que recuperaram-se de lesões no decorrer da intertemporada. Cáceres, que voltou a correr em campo na sexta, e Léo, com dores musculares, realizaram atividades físicas. Gabriel, outro desfalque, passou por cirurgia após fraturar o nariz.

O Flamengo volta a treinar na segunda-feira pela manhã, às 10h. Na terça, viaja para Macaé, onde treina às 15h no estádio Moacyrzão, palco da partida de quarta contra o Atlético-PR, válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro e marcada para as 22h (horário de Brasília).

Canteiros treino Flamengo (Foto: Site Oficial do Flamengo) 
Canteiros participou de seu primeiro jogo-treino no clube (Foto: Site Oficial do Flamengo)

Felipe ou Paulo Victor? Camisa 1 treina na reserva, mas Flamengo não define titular

O time titular do Flamengo que vai voltar jogando pelo Campeonato Brasileiro vem sendo desenhado por Ney Franco há dias com o esquema de três zagueiros implantado e os dez jogadores de linha praticamente definidos - adequados ao desfalque de Cáceres e à pendência da documentação de Canteros. Porém, o goleiro que entrará em campo no Moacyrzão, na próxima quarta-feira, contra o Atlético-PR, ainda não está definido pelo treinador e deve ser divulgado apenas no início da próxima semana.

Montagem - Paulo Victor e Felipe Flamengo (Foto: Editoria de Arte) 
Paulo Victor e Felipe disputam posição no retorno do Campeonato Brasileiro (Foto: Editoria de Arte)

Quem aparece sempre entre os titulares nos treinos táticos e nos jogos-treino é Paulo Victor, mas Felipe já foi testado em atividade contra o Campo Grande no Ninho do Urubu, na sexta. O camisa 1, que começou jogando nos seis primeiros jogos do Rubro-Negro na competição nacional, recuperou-se de lesão na região das costelas durante a intertemporada, e voltou a treinar com impacto no início da última semana. Mesmo tendo que correr atrás fisicamente, ainda tem chances.

- Ainda não está definido. É lógico que tenho ideia da equipe, mas o Felipe ficou um tempo de 30 dias fora, sem treinamento, mais ou menos como foi o Hernane. Tivemos um tempo de preparação desse atleta, colocamos o Felipe pra jogar (contra o Campo Grande) e contra o Nova Iguaçu joga o Paulo Victor. Na segunda-feira após o treinamento a gente define e passa a equipe que vai jogar - disse Ney Franco após a vitória por 2 a 0 no jogo-treino de sexta.

A provável equipe titular do Flamengo, fora o goleiro, será formada por: Chicão, Wallace e Samir; Léo Moura, Recife, Elano, Everton e André Santos; Paulinho e Alecsandro. O jogo contra o Furacão, válido pela 10ª rodada, está marcado para as 22h no Moacyrzão.


Jornal Extra



sexta-feira, 11 de julho de 2014

Treze anos da conquista da Copa dos Campeões



Zagallo à beira do gramado
Há exatamente 13 anos atrás, o Flamengo era campeão da Copa dos Campeões Regionais, mesmo após perder o jogo de volta por 3 a 2 para o São Paulo, já que na primeira partida decisiva, em João Pessoa (PB), o Rubro-Negro venceu por 5 a 3, em um jogo memorável para a Nação e para Mário Jorge Lobo Zagallo, treinador do Flamengo na ocasião. O ícone rubro-negro comandou a equipe em sua cidade natal, Maceió (AL), no Estádio Rei Pelé, para um público de 26.708 pagantes.

"Graças a Deus eu pude mostrar aos meus conterrâneos, mais uma vez, a força do Flamengo. Para mim foi muito gostoso, porque como treinador e sendo alagoano, estava conquistando meu último título como treinador pelo Flamengo. Contudo, vencer com o Flamengo sempre foi uma normalidade para mim, que ganhei como jogador e treinador, mas essa Copa dos Campeões foi também uma questão de comprovar o título conquistado no jogo do Flamengo x Vasco no tricampeonato estadual do mesmo ano, com o gol do Pet", lembrou o Velho Lobo, .

A Copa dos Campeões(Campeonato Nacional), foi um torneio disputado entre os anos de 2000 e 2002, que classificava o campeão para a Copa Libertadores do ano seguinte. Desse torneio, participavam os campeões dos Campeonatos Carioca (Flamengo) e Paulista (Corinthians), do Torneio Rio-SP (São Paulo), da Copa Sul-Minas (Cruzeiro), Copa do Nordeste (Bahia), Copa Centro-Oeste (Goiás) e Copa Norte (São Raimundo-AM), além dos vices da Copa Sul-Minas (Coritiba) e da Copa do Nordeste (Sport).

Como lembrou Zagallo, o camisa 10 da Gávea era Petkovic, que vivia uma das melhores fases de sua carreira. O sérvio habilidoso destacou-se especialmente pelas excelentes cobranças de faltas e, na partida de volta da final da Copa dos Campeões, o gringo repetiu contra o São Paulo o lindo chute que acertara contra vasco, aos 43 minutos do segundo tempo do jogo que deu ao Fla o tricampeonato estadual, também em 2001. A bola entrou no ângulo esquerdo de Rogério Ceni e acabou sendo determinante para o título, anotando no marcador 2 a 1 para o Flamengo. Embora os são-paulinos tenham virado para 3 a 2, o placar agregado de 7 a 6 para o Rubro-Negro deu o título e uma vaga na Copa Libertadores ao Mais Querido, depois de nove anos fora do torneio continental.

O time que Zagallo comandou naquela conquista era formado por Julio Cesar, Alessandro, Juan, Gamarra e Cássio; Leandro Ávila (Jorginho), Rocha, Beto, capitão da equipe, e Petkovic; Edílson e Reinaldo, artilheiro da campanha com cinco gols, (Fábio Augusto). Os gols rubro-negros foram marcados por Juan (02' do 2º tempo) e Petkovic (12' do 2º tempo). Para o São Paulo, marcaram Kaká (39' do 1º tempo) e França (18' e 42' do 2º tempo). A Copa dos Campeões foi o quinto título de expressão do Flamengo em pouco mais de dois anos: a ele, somaram-se os estaduais de 1999, 2000 e 2001 e a Copa Mercosul de 1999.

Confira a campanha completa do Flamengo:

QUARTAS-DE-FINAIS

23.06 - Fla 4 x 2 Bahia - em João Pessoa
27.06 - Fla 2 x 0 Bahia - em Maceió

SEMIFINAIS

30.06 - Fla 0 x 0 Cruzeiro - em Maceió
04.07 - Fla 3 x 0 Cruzeiro - em João Pessoa

FINAIS

08.07 - Fla 5 x 3 São Paulo - em João Pessoa
11.07 - Fla 2 x 3 São Paulo - em Maceió

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Torcida Flargentina




Torcida Flalemanha



Os torcedores do Flamengo que quiserem torcer para a Alemanha na final de domingo têm agora camisa personalizada e tudo. É que um uniforme adaptado, com os dizeres "Flalemanha uma nação rubro-negra" escritos no emblema da Federação Alemã, é vendido no Centro do Rio de Janeiro. As cores, é claro, são o vermelho e o preto, tanto do Flamengo quanto da camisa reserva da Alemanha.

Além do tricampeonato da Alemanha, a camisa tem referências ao Mundial vencido pelo Flamengo - tanto a estrela quanto uma imagem da taça. O modelo é encontrado por R$ 60.

Camisa Flalemanha
Camisa Flalemanha com detalhe de campeão do mundo

Camisa Flalemanha


Reservas do Flamengo vencem jogo-treino por 2 a 0 com gols de Nixon e Arthur

Na tarde desta sexta-feira no Ninho do Urubu, o técnico Ney Franco aproveitou o jogo-treino contra o Campo Grande, equipe da terceira divisão do estadual, para observar os reservas do Flamengo. E, pelo menos de acordo com o placar, pôde sair satisfeito. Vitória por 2 a 0, com gols de Nixon e Arthur, um marcado em cada tempo.

 - Optamos por marcar dois jogos para que todos os atletas do clube fossem observados, não só os titulares. E o objetivo foi alcançado, que era botar os atletas em atividade, dar movimentação. Tivemos a oportunidade de analisá-los, estamos aproveitando para conhecê-los. Demos espaço para ele mostrarem que podem lutar por uma vaga – resumiu o treinador rubro-negro.

Treino Flamengo (Foto: Globoesporte.com) 
Nixon e Hernane formaram o ataque rubro-negro em jogo-treino (Foto: Globoesporte.com)

A atividade aconteceu enquanto Cáceres e Lucas Mugni, voltando de lesões, trabalhavam separadamente em outro campo do centro de treinamento. Além deles, Gabriel, com cirurgia no nariz marcada para o sábado, Léo, ainda no departamento médico por conta de dores musculares, e Canteros, resolvendo pendências de documentação, foram desfalques.

Os titulares trabalharam na academia e alguns deles observaram apenas o segundo tempo do jogo. A equipe rubro-negra começou com: Felipe, Marcelo, Muralha e Erazo; Márcio Araújo, Amaral, Luiz Antonio, Negueba e João Paulo; Nixon e Hernane. No decorrer dos 90 minutos, Frauches, Fernando, Mattheus, Arthur e Igor Sartori também foram utilizados.

O jovem atacante Caio Rangel, de 18 anos, negociado com o Cagliari-ITA, apareceu para despedir-se dos companheiros e da comissão técnica. O jogador estava sendo utilizado nos treinos da equipe principal antes de ter sua venda acertada.

Ney Franco Treino Flamengo (Foto: Globoesporte.com) 
Ney Franco observa jogo-treino contra o Campo Grande (Foto: Globoesporte.com)

Neste sábado, às 10h, será a vez dos titulares participarem de jogo-treino, contra o Nova Iguaçu. A atividade, no Ninho do Urubu, será fechada para a imprensa. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso é na quarta-feira, às 22h, contra o Atlético-PR, em Macaé.


Cáceres e Mugni voltam a campo, e cirurgia de Gabriel no nariz é marcada

Em dia de jogo-treino com a equipe reserva e trabalho dos titulares na academia, o Flamengo viu o seu departamento médico começar a esvaziar. Cáceres, recuperando-se de fratura na mão esquerda, e Lucas Mugni, que ficou de fora dos últimos treinos por conta de pancada no joelho direito, apareceram no campo do Ninho do Urubu e trabalharam separadamente. O paraguaio - ainda com a mão engessada - apenas correu, enquanto o argentino trabalhou com bola.

Cáceres Treino Flamengo (Foto: Globoesporte.com) 
Cáceres já participa de atividades no campo de treinamento (Foto: Globoesporte.com)

Quem segue sentindo dores musculares e permanece no DM é o lateral-direito Léo. Outra baixa no Rubro-Negro, Gabriel está com cirurgia marcada. O meia, que fraturou o nariz e ficou de fora das atividades durante toda a semana, vai operar na manhã deste sábado, às 10h. Mesmo horário em que os titulares têm compromisso contra o Nova Iguaçu, em outro jogo-treino no Ninho do Urubu.

Canteros, que esteve na Argentina para regularizar sua situação, já está de volta ao Brasil, mas não compareceu ao centro de treinamento. O volante, que estava no Vélez Sarsfield e é único reforço do Flamengo durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, ainda não tem condições de jogo por conta de pendências com documentação. 

Mugni Treino Flamengo (Foto: Globoesporte.com) 
Argentino Mugni também se recupera bem de lesão (Foto: Globoesporte.com)

O Flamengo volta a jogar pelo Brasileiro na quarta-feira, contra o Atlético-PR, às 22h, em Macaé. A partida, válida pela 10ª rodada da competição, acontece no estádio Moacyrzão.

Conheça a linha de instrumentos musicais do Flamengo



No dia 13 de julho, muitos brasileiros comemoram o dia do rock, em homenagem ao histórico Live Aid, megaevento que ocorreu em 1985 com a participação de artistas como Phil Collins, Queen e David Bowie, para arrecadar fundos contra a fome na Etiópia. Torcedores do Mais Querido agora também podem comemorar a data tocando com uma guitarra rubro-negra.

Em parceria com a Waldman, o Clube de Regatas do Flamengo criou sua linha de instrumentos musicais. São três novos produtos: cavaco, guitarra e violão, aprovados por quem entende do assunto para que torcedores possam dedilhar o hino rubro-negro e suas músicas favoritas. Os instrumentos têm o padrão de qualidade da Waldman, referência internacional no mercado.

Os produtos são exclusivos e possuem o escudo do clube estilizado. É possível comprar em lojas online de instrumentos musicais ou de e-commerce. Clique aqui e saiba como adquirir o seu.


Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube


Camisa rubro-negra da Alemanha já vende mais que a do Flamengo

Mesmo escolhendo o uniforme branco para a final contra a Argentina, no domingo, a seleção alemã ficará marcada na Copa pela camisa rubro-negra. No último par de meses, a “Flalemanha” superou as vendas da camisa 1 do clube carioca no Brasil, segundo a Adidas, patrocinadora das duas equipes.

A marca esportiva apostou na criação de uma relação direta com o país, ao escolher as cores do Flamengo no ano da Copa no país, explicou Markus Baumann, vice-presidente sênior de futebol.

Parece que funcionou. Rio e Brasília — onde estão as maiores torcidas do Flamengo — são as cidades onde a camisa é mais vendida.

Do fim de 2013 para cá, a Adidas bateu oito milhões de camisas de seleções comercializadas. É 1,5 milhão mais que na Copa de 2010. Do total, mais de dois milhões são da Alemanha. Em segundo lugar no ranking da Adidas está a da Argentina. Já bateu mais de um milhão de unidades vendidas.

— Como marketing, a final será o ápice. Nós temos as duas equipes e a bola em campo — disse Rodrigo Messias, do projeto Copa da Adidas no Brasil.

A empresa alemã teria vencido a disputa com a rival Nike, que patrocina as equipes na briga pelo terceiro lugar: Brasil e Holanda. As duas seleções são, também no caso da marca americana, as líderes nas vendas de uniformes.

Em grandes do varejo nacional, a camisa amarela oficial é campeã. Na Netshoes, até o início da Copa, era seguida por Alemanha e Argentina. Na Centauro, desde o início de junho, as tops são Brasil, Alemanha, Portugal, Argentina e Holanda.

A Adidas investe de 12% a 13% da receita de vendas em marketing, ou € 1,8 bilhão.

— O futebol é hoje nosso maior investimento. Não é a maior receita, mas é o esporte global. Traz o maior retorno para a marca — explicou Roland Auschel, do conselho executivo da empresa.


Flamengo finaliza venda de promessa para a Itália


Caio Rangel Flamengo treina no Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Apontado como a grande promessa das divisões de base do Flamengo, o meia Caio Rangel  não vestirá a camisa do time profissional.  O clube acertou a venda dele para o Cagliari, da primeira divisão da Itália. 

Aos 18 anos, Caio disputou o Mundial sub-17, em 2013, e recentemente foi convocado para a seleção sub-20. O contrato dele terminaria em 28 fevereiro de 2015 e a pedida salarial para renová-lo foi considerada fora dos padrões para um atleta júnior. 

Diante a possibilidade de perdê-lo sem lucrar nada, o Rubro-Negro aceitou a proposta do Cagliari. O clube é o mesmo de outra promessa do Fla, o meio-de-campo Adryan, que está emprestado até junho de 2015.

Artigo: Os clubes e a reestruturação do futebol brasileiro

 

Presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello vê oportunidade de estabelecer novo marco na gestão das entidades esportivas

 

 

 

por

André Santos vê liberdade com 3-5-2, mas garante obrigação em marcar


Andre Santo Treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Durante a paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo, Ney Franco implantou um novo jeito de jogar no Flamengo. Vem ensaiando um time com três zagueiros - Samir, Chicão e Wallace - para dar liberdade aos seus laterais e tirar um pouco da responsabilidade defensiva de Léo Moura e André Santos. Para o canhoto, porém, o papel de ajudar na marcação ainda existe com o 3-5-2.

- Me dá liberdade jogar com três zagueiros, mas tenho também a obrigação de marcar. Temos dois jogadores de qualidade que jogam pelos lados (no ataque), que são Paulinho e Everton. Não tenho dúvida que o time vai melhorar bastante. O grupo está mostrando muita união e todos estão entendendo o que o Ney vem passando.

Sobre o aspecto físico, André vê um time mais pronto em relação ao que terminou a primeira parte da competição nacional na vice-lanterna, com apenas sete pontos conquistados em nove jogos.

- Fisicamente o time está muito bem e tem tudo para retomar o Brasileiro fazendo o que sabemos de melhor, que é jogar futebol e tirar o clube de onde está. Podemos, claro, sofrer com a falta de ritmo de jogo na volta, mas em duas ou três partidas vamos melhorando para alcançarmos nosso objetivos - analisou o camisa 27.

Pronto para encarar o restante da temporada, o lateral-esquerdo garante que a pressão por resultados positivos, além de vir da torcida, parte de dentro do grupo.

- Jogar no Flamengo é viver pressão a cada dia. Não só do torcedor e da imprensa, mas você vestir uma camisa como essa tem que encarar como uma pressão. Você tem que saber que tem compromisso sempre.

Antes de voltar ao Brasileiro na próxima quarta-feira, dia 16, contra o Atlético-PR, o Flamengo tem dois jogos-treino para disputar. O primeiro na sexta, contra o Campo Grande, às 15h, e o segundo no sábado, às 10h, com o Nova Iguaçu como adversário.


Sem dor, Everton deixa lesão para trás e planeja sequência no Brasileiro


Ney Franco e Everton Flamengo treino (Foto: Divulgação / Site Oficial do Flamengo)Duas lesões diferentes, mas no mesmo local, a coxa direita, impediram que Everton tivesse uma sequência de jogos pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro. Das nove partidas, o meia atuou em apenas quatro – todas como titular, mas jogando 90 minutos em apenas dois – e foi figura constante no departamento médico. Com a paralisação da competição, no entanto, ele garante ter aproveitado para estar 100% fisicamente no retorno aos campos e desempenhar seu trabalho com frequência.

- Essas três semanas da parada para a Copa do Mundo foram muito importantes para eu voltar sem dor nenhuma. Foram semanas para trabalhar, e é difícil ter uma pausa dessas. Muito importante para voltar fisicamente bem e estar me sentindo bem. As lesões atrapalharam bastante, ainda mais com jogos quarta e domingo. Em duas semanas, perde-se quatro jogos.

O camisa 22, que não esconde a ansiedade para entrar logo em campo em uma partida oficial, é usado por Ney Franco sempre no time titular nos treinamentos e também era figura certa no time de Jayme de Almeida. Começou jogando em todos os jogos da Libertadores e foi artilheiro do time com três gols, sendo um dos menos contestados pela torcida.

No Brasileiro, depois de atuar contra o Goiás pela primeira rodada, ficou de fora das partidas contra Corinthians, Palmeiras e Fluminense. Retornou contra o São Paulo – estreia de Ney Franco – e esteve presente nos empates contra Bahia e Santos. Depois disso, outra lesão o tirou das partidas contra Figueirense e Cruzeiro. Dos 810 minutos possíveis, jogou 336.

Tabela Everton Flamengo (Foto: GloboEsporte.com)

Canhoto, Everton já atuou pela lateral esquerda em algumas oportunidades na carreira, inclusive na estreia do Flamengo na atual edição da competição nacional. Agora, porém, o foco é ficar em sua posição preferida, o meio-campo.

- Na verdade o Ney Franco tem o André (Santos) e o João Paulo para a lateral esquerda, eles são jogadores de qualidade. Faz muito tempo que não jogo por ali (com frequência). Onde o Ney optar, vou jogar porque sou profissional, mas vou deixar para os dois. Comigo no meio-campo, estamos treinando formações, jogando centralizado e caindo pelos lados. Há um pouco de dúvida ainda, mas isso é com o treinador.

Na partida que pode marcar a volta por cima de Everton, o jogador de 25 anos terá pela frente justamente seu último clube, vice-campeão da Copa do Brasil para o próprio Flamengo no ano passado. Apesar das mudanças no comando e no time do Furacão, ele garante que conhece algumas peças da equipe e faz um alerta para a velocidade dos jogadores do time paranaense.

- Fui muito feliz no Atlético no ano passado. Tínhamos um grupo jovem e tivemos a oportunidade de levar o time para a Libertadores. Mas hoje o time mudou bastante, poucos ficaram. Mas conheço alguns que eram do sub-20, como o Marcos Guilherme e o Natan. Têm qualidade. É um time perigoso, que também contratou, e não podemos dar brecha porque é uma equipe muito rápida.

O confronto entre Flamengo e Atlético-PR está marcado para a próxima quarta-feira, dia 16, no Moacyrzão, em Macaé. A partida acontece às 22h (horário de Brasília), pela 10ª rodada do Brasileiro. 

Everton Flamengo x Goiás (Foto: Jorge William / O Globo) 
Everton atuou como lateral na estreia do Fla pelo Brasileiro, contra o Goiás (Foto: Jorge William / O Globo)

Hugo Sánchez recebe Manto autografado por Zico

 

Durante a década de 1980 até o início da década de 1990, Hugo Sánchez escreveu seu nome na história do futebol espanhol. Com passagens pelos três clubes de Madrid - Atlético, Real e Rayo Vallecano -, o ex-jogador mexicano foi ídolo e artilheiro na equipe do Santiago Bernabéu. De 1990 até 2011, ele foi o maior artilheiro do Campeonato Espanhol, recorde que durou 21 anos, até que Cristiano Ronaldo o quebrasse, com 40 gols marcados, dois a mais que a marca do mexicano.

Pela terceira vez no Brasil, "El niño de oro", como era conhecido, está trabalhando como comentarista para a imprensa sul-americana durante a Copa do Mundo. "Vim pela primeira vez ao Brasil na década de 1990 para um jogo entre Brasil e México. Naquela ocasião, perdemos por 2 a 0, mas o mais fantástico foi conhecer o Maracanã. Sempre sonhei em jogar naquele estádio mítico. Foi um grande prazer", disse.

Conhecido por seu estilo goleador, o mexicano jogou, durante sua carreira, contra ídolos rubro-negros como Zico e Júnior e, consequentemente, se tornou fã e amigo de ambos. Presenteado com uma camisa oficial do Mais Querido, autografada pelo Galinho, Hugo se sentiu extremamente honrado. "Me recordo que enquanto era profissional, sempre desejei jogar no Brasil".

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Ney Franco mantém time titular e prioriza trabalho de posse de bola

 
mais
uma vez (Site Oficial do Flamengo)Depois de ficarem por um curto período de tempo no campo do Ninho do Urubu na parte da manhã e aprimorarem a parte física na academia, os jogadores do Flamengo voltaram a trabalhar no período da tarde. E mais uma vez Ney Franco intensificou as atividades de valorização da posse de bola. Orientando os jogadores para movimentações com e sem bola, ajustou a marcação por setores e repetiu a escalação que vem utilizando nos últimos treinamentos.

Na primeira parte, os goleiros não foram utilizados. Depois, o time titular foi formado por Paulo Victor, Wallace, Chicão e Samir; Léo Moura, Recife, Elano, Everton e André Santos; Paulinho e Alecsandro. Entre os reservas, jogaram: Felipe, Marcelo, Fernando e Erazo; Luiz Antonio, Márcio Araújo, Amaral, Muralha e João Paulo; Nixon e Hernane.

As ausências foram as mesmas da primeira parte dos trabalhos: Léo, Mugni e Cáceres lesionados, Gabriel liberado aguardando data de sua cirurgia no nariz, e Canteros na Argentina para resolver problemas de documentação. O último é o único aguardado para os jogos-treinos de sexta-feira, contra o Campo Grande, às 15h, e de sábado, contra o Nova Iguaçu, às 10h. Ambos acontecem no Centro de Treinamento rubro-negro.

O retorno ao Campeonato Brasileiro acontece na próxima quarta-feira, dia 16, em Macaé. O adversário é o Atlético-PR, às 22h, pela 10ª rodada da competição.

Resultado de enquete: 85% aprovam chegada de Eduardo da Silva ao Flamengo

Oficialmente, o Flamengo adquiriu apenas um reforço durante a paralisação do Campeonato Brasileiro: o volante argentino Hector Canteros. No entanto, o Rubro-Negro carioca está muito perto de fechar a segunda contratação. Eduardo da Silva, atacante croata que disputou a Copa do Mundo, está na mira e inclusive já recebeu as boas-vindas de André Santos. E não é só o lateral-esquerdo que mostrou contentamento com a possível chegada. Em enquete realizada pelo GloboEsporte.com, mais de 85% dos internautas aprovaram o nome do brasileiro naturalizado.

Quase 36 mil flamenguistas votaram na pesquisa que permaneceu na página principal do clube por três dias. 5.126 mostraram-se contra a chegada de Eduardo, totalizando menos de 15%. Confira o resultado:

- Você aprova a contratação de Eduardo da Silva?

Sim - 85,76% - 30.867 votos
Não - 14,24% - 5.126 votos

Eduardo da silva coletiva Croácia (Foto: AFP) 
 
Eduardo da Silva esteve entre os convocados que defenderam a Croácia na Copa do Mundo de 2014 (Foto: AFP)
 
 

Maracanã só vai reabrir para os clubes do Rio no clássico Fla x Bota, dia 27


 Os torcedores cariocas terão de esperar. O consórcio que administra o Maracanã informou nesta quinta-feira que somente no dia 27 o estádio voltará a receber jogos dos clubes cariocas, quando acontecerá o clássico entre Flamengo e Botafogo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A previsão inicial era que a partir do dia 19 o palco já sediasse confrontos do nacional. A partida Botafogo x Coritiba seria a primeira, e, no dia 20, aconteceria Fluminense x Santos no local. O consórcio informou que a Fifa precisará mais do que os cinco dias programados para retirar todas as instalações feitas para a Copa do Mundo. Os dois jogos serão em Volta Redonda, de acordo com a tabela no site da CBF.

No próximo domingo, dia 13, o Maracanã receberá a decisão do Mundial entre Alemanha e Argentina, às 16h.

Leia o comunicado:

“O Maracanã informa que o estádio retoma suas atividades normais no dia 25 de julho. Por ser o palco da final da Copa do Mundo da FIFA, foi decidido em comum acordo entre o Comitê Organizador Local (COL), a secretaria da Casa Civil e a concessionária que será necessário um período maior que os cinco dias úteis usuais após o último jogo para remoção das instalações complementares e das modificações internas e externas montadas para o maior evento de futebol do mundo. O Maracanã estará pronto para receber o clássico entre os times cariocas Botafogo e Flamengo no dia 27, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.”
publicidade

André Santos já fala de Eduardo da Silva como reforço do Flamengo


andre santos treino flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Se apenas o argentino Canteros foi confirmado oficialmente como contratação do Flamengo durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, o lateral-esquerdo André Santos deixou escapar em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu, que o grupo rubro-negro já está pronto para receber outro reforço: o atacante croata Eduardo da Silva, perto de fechar, mas ainda não anunciado pela diretoria.  

Perguntado se o elenco rubro-negro tem forças para reagir no retorno à competição, partiu do próprio camisa 27 citar o nome de Eduardo.  

- Chegaram grandes jogadores. Canteros é um bom jogador, Eduardo também está chegando. Então, sem dúvida, temos um elenco de jogadores qualificados e com a obrigação de tirar o Flamengo desta situação.  

Em comum, André Santos e Eduardo da Silva têm a passagem pelo Arsenal-ING, mas em épocas distintas. Quando o lateral-esquerdo chegou, em 2011, o atacante já havia saído para defender o Shakhtar Donetsk- UCR, onde ficou por quatro temporadas. Mesmo sem terem jogado juntos, o flamenguista garante que dará as boas-vindas ao provável novo colega.

  - Ainda não falei com ele, sei que estava na Copa do Mundo e teve um período de folga. Mas pode ter certeza de que quem chega aqui é muito bem recebido, como foi o Canteros. Não tenho dúvidas de que o Eduardo também será quando chegar – concluiu.

Com cinco ausências, Flamengo faz curto treino físico pela manhã


jogadores flamengo treino (Foto: Globoesporte.com)Na quinta-feira com trabalho em período integral programado no Ninho do Urubu, os jogadores do Flamengo ficaram por pouco tempo em campo na parte da manhã. Com trabalhos realizados na academia a partir das 9h, o grupo apareceu no gramado cerca de uma hora depois para curtas atividades físicas. Primeiro, os atletas fizeram o tradicional bobinho, e depois realizaram trabalhos de explosão.

Canteros fez crescer a lista de desfalques, já que está na Argentina para resolver problemas com sua documentação e só volta na sexta-feira. Léo, com dores musculares, Cáceres, ainda com a mão engessada, e Mugni, que sente dores no joelho direito, seguem no departamento médico. Gabriel, que quebrou o nariz, aguarda marcação de cirurgia. A data ainda não foi definida.  

O Rubro-Negro volta a trabalhar na parte da tarde, às 15h. A expectativa é de que Ney Franco comande novo treino tático visando os jogos-treino de sexta-feira, contra o Campo Grande, e sábado, contra o Nova Iguaçu. O retorno ao Campeonato Brasileiro acontece na próxima quarta, dia 16, contra o Atlético-PR, em Macaé.


Zico critica excesso de pressão sobre a Seleção na Copa: "Veio sobreviver"


Ex-jogador do Brasil nas Copas de 1978, 1982 e 1986, Zico se mostrou preocupado com a forma como o Brasil foi eliminado pela Alemanha, após ser goleado por 7 a 1 na semifinal da competição.  O ídolo do Flamengo lamentou a pressão sobre os jogadores e citou o romance "Jogos Vorazes" para definir o espírito da Seleção nesse Mundial. A obra da escritora Suzanne Collins conta a história de um grupo de adolescentes que, após passarem por um sorteio, participam de uma batalha televisionada em que lutam até a morte, restando apenas um sobrevivente que é declarado como vencedor.

- Dá a impressão que o Brasil veio participar dos "Jogos Vorazes", veio sobreviver. Cada jogo do Brasil parecia uma coisa de vida ou morte. O futebol não é isso. Futebol é espetáculo, é felicidade para poder desempenhar bem a criatividade, o repertório. Eu só vi isso no Neymar, que estava jogando, estava feliz, estava se divertindo - comentou.

Para Zico, vitória da Alemanha sobre o Brasil foi uma "aula" (Foto: Reprodução SporTV) 
Para Zico, vitória da Alemanha sobre o Brasil foi uma "aula" (Foto: Reprodução SporTV)

Zico fez parte da Seleção que disputou o Mundial de 1982 que, embora não tenha conquistado o título, foi vista como uma das mais encantadoras da história do esporte. O ex-camisa 10, classificou a derrota para a Alemanha como uma "aula".

- A Alemanha jogou um futebol de qualidade, de técnica, usufruiu de um momento ruim do adversário, usou de seriedade e em nenhum momento menosprezou o futebol brasileiro. Isso pode ser chamado de aula. Temos que tirar proveito, tirar uma lição disso (...). É inadmissível sofrer gols, como o terceiro e o quatro, com o pessoal tocando a bola como se estivesse brincando de "bobinho". Jamais tinha visto no futebol uma situação como essa. Ainda mais se tratando de seleção brasileira - disparou.

Para Zico, a situação atual do futebol pentacampeão precisa ser vista com atenção, bem como a importância na formação de novos atletas. O Galinho revelou o desejo de ver a volta da criatividade e da iniciativa dos jogadores brasileiros.  

- Quando se ganha uma Copa das Confederações, o que perdeu não volta chorando para casa, como em uma Copa do Mundo. Talvez, o Brasil tenha achado que poderia ser a mesma coisa, o mesmo espírito e não é. Deixar espaço para Camarões, para Chile não é a mesma coisa que deixar espaço para um time que tem uma compactação boa, uma qualidade muito superior desses jogadores alemães. Tem que ver o que está acontecendo e o que pode ser melhorado, voltar às raízes da criatividade, da iniciativa do jogador brasileiro. Os olheiros hoje têm uma responsabilidade grande. Tem que apontar o garoto que joga, que trata bem a bola. Está faltando isso - disse.


Canteros busca documentação, e Flamengo tem dois dias para regularizar reforço


Canteros Treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Falta uma semana para a retomada do Brasileirão, porém, o Flamengo não tem a garantia de que Canteros terá condição legal para ficar à disposição de Ney Franco na partida contra o Atlético-PR, em Macaé. A ida do meio-campista a argentino a Buenos Aires, na tarde de quarta-feira, na busca de documentos visando a retirada do visto de trabalho no Brasil, é apenas o começo de um processo complexo, que envolve autoridades dos dois países e ainda o Vélez, ex-clube do atleta. Em suma: depois do processo legal ser concluído, o Rubro-Negro terá apenas 48 horas para registrar o novo reforço na CBF. É o tempo entre a abertura da janela de transferências internacionais e o limite para o nome do jogador aparecer no BID.  

Canteros foi à Argentina retirar o atestado de antecedentes criminais – seu retorno ao Rio está previsto para sexta-feira. Além deste documento, o Ministério do Trabalho exige a certidão de nascimento e o passaporte para emitir o visto de trabalho a jogadores de futebol no Brasil. Ele tem validade de dois anos, podendo ser renovado por mais dois.  

Só com o visto é que o contrato passa a ter validade legal. Assim, é possível registrar na Federação Carioca de Futebol e na CBF. Porém, como Canteros foi contratado do exterior, o Flamengo precisa respeitar a janela. Ela abre dia 14. A partida com o Furacão é dois dias depois. E, para ter condição, o atleta precisa ter nome publicado no BID um dia antes do compromisso.  

- Esperamos ter a documentação pronta, o que daria ao jogador a condição de jogo – resume o diretor executivo de futebol, Felipe Ximenes.  

Apresentado em 3 de julho, Canteros custou US$ 2,2 milhões (R$ 4,8 milhões) ao Rubro-Negro – foi o primeiro reforço desde a troca da direção de futebol (saiu Paulo Pelaipe, entrou Ximenes) e do treinador (Ney ocupou vaga de Jayme de Almeida). Como vinha treinando com o Vélez, tem boas condições físicas. Porém, ainda não participou de trabalhos táticos no Ninho do Urubu. Ele deve concorrer com Elano por vaga no meio.  

O Flamengo volta a treinar nesta quinta-feira, em dois períodos. A preparação para a retomada do nacional prevê ainda dois jogos-treino: Campo Grande, na sexta, e Nova Iguaçu, no sábado.



quarta-feira, 9 de julho de 2014

Alan Shearer: "Todo mundo conhece o Flamengo"

A Gávea recebeu na segunda-feira (07.07) a visita do ex-atacante da seleção inglesa, Alan Shearer. Durante seus 17 anos de carreira, o inglês teve passagens por Southampton e Blackburn Rovers, e atuou por dez temporadas pelo time do Newcastle. Hoje, Shearer, além de treinador, se tornou comentarista esportivo da BBC inglesa, razão pela qual está no Brasil. Com todo esse currículo, ainda faltava conhecer de perto a sede do Mais Querido, de quem se diz fã.

Bola de bronze eleito pela FIFA, em 1996, Shearer sempre foi conhecido pelos seus gols, mas também admira um bom camisa Dez. "Sei que Zico jogou aqui, em um excelente time. Todos que conhecem de futebol sabem sobre ele e sua importância para o esporte". Além disso, Shearer deixou clara sua admiração pela grandeza da torcida rubro-negra. "Conheço alguns atletas que jogaram pelo time, sei da importância que tem o Zico, mas o que mais me chamou a atenção é o fato de vocês serem o time mais popular do Brasil. Os 40 milhões de torcedores chamam bastante atenção. Todo mundo conhece o Flamengo".



Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube

Falta confirmação, sobra confiança: Paulo Victor espera jogar pelo Flamengo


Treino Flamengo (Foto: Hector Werlang)Em todos os treinos de preparação à retomada do Brasileirão, Paulo Victor foi o primeiro goleiro escolhido para trabalhar no time titular do Flamengo. Ney Franco testou Felipe antes de este sofrer fratura na região das costelas, mas a lesão do antigo dono da posição abriu espaço ao reserva. Mesmo sem confirmação do chefe, o camisa 12 mantém a confiança em defender o gol rubro-negro contra o Atlético-PR, dia 16, em Macaé. A aposta é “fazer o simples”.

- Ney não falou nada, não tem nada confirmado. Mas trabalho com o objetivo de ser titular, sempre respeitando todo mundo. Estou confiante. Meu contrato não define titularidade, então, tenho de treinar para alcançar meu objetivo – disse o camisa 12 em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Dia em que, mais uma vez, atuou no time principal. A atividade da manhã desta quarta, aliás, marcou a retomada de Felipe aos treinos com o grupo após 17 dias de recuperação de lesão. Paulo Victor, então, entende que precisa manter o rendimento:

- Tirando o Rogério Ceni, estamos ali para evitar o gol. Se der, podemos sair jogando com os pés, com tranquilidade. Mas a receita é fazer o simples. Estamos ali para amenizar os problemas.

O Flamengo volta a treinar nesta quinta-feira, em dois períodos. Mas serão os jogos-treino que irão encaminhar o time para a retomada do nacional. Na sexta, o adversário será o Campo Grande. Sábado, dia de encarar o Nova Iguaçu.

Canteros vai à Argentina e só volta a treinar pelo Flamengo na sexta


ney franco canteros flamengo (Foto: Globoesporte.com)Os dois treinos de quinta-feira terão nova baixa no Flamengo: trata-se de Canteros. Recém-contratado, o meio-campista foi liberado pela direção para voltar à Argentina. A estadia no país de origem dele tem o motivo de buscar os documentos necessários para a sua regularização profissional no Brasil. Faz parte do processo para deixá-lo em condições de ficar à disposição do técnico Ney Franco para a retomada do Brasileirão.

Canteros, então, viajou a Buenos Aires após o treino da manhã desta quarta-feira, no Ninho do Urubu. Na atividade tática, na qual Ney manteve Paulo Victor no gol e ensaiou mais uma vez o 3-5-2, o argentino trabalhou inicialmente em separado. Fez trabalhos físicos e com bola com Hernane, que ainda se recupera fisicamente de lesão no tornozelo direito.  

Só depois, em campo reduzido, entrou no time titular, este, porém, tinha 12 jogadores. Canteros disputará vaga de titular com Elano.  

Canteros foi apresentado no dia 3 no Ninho do Urubu. O Fla pagará ao Vélez pagará US$ 2,2 milhões (R$ 4,8 milhões) pelo meio-campista. O contrato dele é de três anos com o Rubro-Negro.



Felipe volta a treinar, mas Ney mantém Paulo Victor titular do Flamengo



Foram 17 dias de ausência dos trabalhos com o grupo do Flamengo. Desde a fratura na região das costelas, sofrida ainda em Atibaia, o primeiro período da preparação rubro-negra à retomada do Brasileirão, o goleiro Felipe treinou em separado. Inicialmente, sem contato com bola. Depois, evitando quedas e choques. Pois na manhã desta quarta-feira, ao participar de trabalho tático, no Ninho do Urubu, o camisa 1 voltou a integrar as sessões comandadas por Ney Franco. Como reserva de Paulo Victor.

O treinamento manteve a hierarquia das últimas três rodadas do nacional – Felipe virou reserva nos confrontos com Santos, Figueirense e Cruzeiro. Tudo por faltar a uma atividade da véspera do duelo com o Peixe. Ainda na semana passada, prevendo a volta do antigo titular aos treinos, Ney explicou como se daria a disputa pela titularidade da posição:

- Temos de ver a volta do Felipe em treino. Paulo Victor está muito bem. Estou bem servido. Não me preocupo.

A dupla trabalhou bem. Mostrou qualidade em defesas e boa saída de bola com os pés. Paulo Victor foi titular em todo o trabalho, que durou cerca de uma hora e 30 minutos. Ney manteve o 3-5-2 com a escalação trabalhada desde Atibaia: Paulo Victor; Wallace, Chicão e Samir; Léo Moura, Recife, Elano, Everton e André Santos; Paulinho e Alecsandro.

É este o time que será testado em mais dois jogos-treino. Na sexta, o adversário será o Campo Grande. Sábado, dia de encarar o Nova Iguaçu. É provável que Leo (coxa direita), Mugni (joelho direito), Gabriel (nariz quebrado) e Cáceres (fratura na mão esquerda) não tenham condições de atuar.


Flamengo inicia venda de ingressos para confronto contra o Atlético-PR


Gramado do Estádio Moacyrzão, em Macaé, em junho de 2013 (3) (Foto: Júnior Costa)
O Flamengo recomeça o Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira enfrentando o Atlético-PR, às 22h, em Macaé. As vendas de ingressos para a partida, válida pela décima rodada do nacional, começaram na última terça-feira apenas para os sócios-torcedores da equipe carioca.

Há diferença de preços, dependendo do plano do associado. Os valores variam entre R$ 30 e R$ 10. O torcedor comum, que pode começar a comprar somente na sexta-feira, pagará R$ 40.


O Flamengo é o penúltimo colocado do Campeonato Brasileiro, com sete pontos. O Atlético-PR é o 12º, com 13.

Os horários e valores:

Terça-feira (08.07):
10h: +Paixão (R$ 10,00)
14h: Paixão (R$ 10,00)

Quarta-feira (09.07):
10h: +Amor (R$ 10,00)
14h: Amor (R$ 10,00)

Quinta-feira (10.07):

10h: +Raça (R$ 10,00)
14h: Raça (R$ 10,00)
18h: Tradição (R$ 30,00)

Os sócios-torcedores podem comprar apenas pela internet e precisam trocar suas entradas no estádio, no dia da partida, a partir das 10h. 

Os demais torcedores podem adquirir os bilhetes pelo site Ingresso Fácil ou nos seguintes postos, entre 10h e 17h.

- São Cristóvão: Rua Figueira de Melo
- Clube Bonsucesso: Avenida Teixeira de Castro, 54
- Estádio Moça Bonita: Rua Sul América, 950
- Gávea – Av. Borges de Medeiros, 997
- Estádio Moacyrzão -  Macaé


Mais competitividade: Chicão elogia Canteros e nova postura nos treinos


Chicão no treino do Flamengo (Foto: Thiago Benevenutte)
Chicão concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu após o treino da manhã de terça-feira no Flamengo. Analisou o momento complicado da equipe e apontou o que há de diferente após os trabalhos realizados durante a paralisação do Campeonato Brasileiro. E se uma palavra pode definir os elogios do zagueiro a uma nova postura do elenco, não resta dúvidas: competitividade. O experiente jogador de 33 anos adotou o termo para elogiar os treinos dados por Ney Franco e também para qualificar o último reforço rubro-negro, o volante Hector Canteros.

- O time tem que sair dessa. É o nosso objetivo, estamos trabalhando firme, todos têm acompanhado. O treino mudou bastante, está competitivo. E temos que colocar tudo em prática já contra o Atlético-PR - disse, perguntado sobre a nova postura flamenguista.

Sobre o mais novo colega, que já treina normalmente com os companheiros, Chicão comemora a chegada de mais uma peça com personalidade.

- O Canteros chegou agora, leva um certo tempo para se adaptar. Mas como eu digo, quando alguém vem de fora para o Brasil, tem mais facilidade do que o brasileiro quando sai. Ele tem espírito competitivo, como todo argentino tem. Tem qualidade técnica também. Tenho certeza que vai ajudar muito ainda, possui uma personalidade muito forte.

Ao lado de jogadores como João Paulo, Márcio Araújo, Nixon e Arthur, o zagueiro é um dos que tem contrato terminando no fim de 2014. Com isso, já está livre para assinar pré-contrato com algum possível clube interessado em contar com seu futebol, já que nada foi acertado com a diretoria rubro-negra. Mesmo assim, ainda não é o momento de pensar nisso, garante.

- Não teve conversa sobre isso ainda, o Felipe (Ximenes) conversou e deixou claro para os que tem contrato terminando ficarem tranquilos. Uma hora ou outra ele vai conversar com os atletas, mas eu no momento não estou pensando nisso. Primeiro é tirar o Flamengo dessa situação chata.


terça-feira, 8 de julho de 2014

Plínio Serpa Pinto não é mais vice de relações externas; Michel Asseff o substitui


Plínio Serpa (Foto: Alexandre Durao)
Plínio Serpa Pinto não é mais o vice-presidente de relações externas do Flamengo. De acordo com o site oficial do clube, Plínio tem nova função na Brasil Brokers, empresa que preside. O advogado Michel Asseff, com longa vida dentro do clube, o substitui. Confira o comunicado rubro-negro:

"Devido aos trabalhos que terá que realizar em sua nova função como presidente da Brasil Brokers, o Sr. Plínio Serpa Pinto comunicou ao presidente Eduardo Bandeira de Mello sua impossibilidade de continuar atuando no dia a dia da vice-presidência de Relacões Externas do Flamengo. Sendo assim, ficou acertada sua saída do cargo. Ao Plínio, os maiores agradecimentos do Flamengo pela sua dedicação e trabalho em todo este período. Em seu lugar, assume o advogado, conselheiro do clube e grande benemérito Michel Asseff".

Sem Léo e Mugni, Flamengo faz treino tático pela manhã e reservas levam a melhor



Ney Franco e sua comissão técnica tiveram mais duas baixas no treino da manhã desta terça-feira, no Ninho do Urubu. Léo, com dores musculares, e Lucas Mugni, que sentiu pancada no joelho direito, se juntaram a Cáceres, ainda com a mão engessada, no departamento médico e não trabalharam no campo. Além deles, Gabriel, que vai passar por cirurgia após quebrar o nariz, e Felipe, que treinou a parte física separadamente, não se juntaram aos companheiros em dia de treino tático.  

O time titular que trabalhou grande parte do tempo em campo reduzido foi o mesmo que vinha se desenhando nas últimas semanas: Paulo Victor, Wallace, Chicão e Samir; Léo Moura, Recife, Elano, Everton e André Santos; Paulinho e Alecsandro. Canteros, recém-contratado, e Hernane, que volta de lesão no tornozelo direito, ficaram no time reserva.

Canteros treino flamengo (Foto: Thiago Benevenutte) 
Meia Canteros, recém-contratado, ficou no time reserva boa parte do treino do Flamengo (Foto: Thiago Benevenutte)
 
Os jogadores de frente ainda treinaram finalização por cerca de meia hora e tiveram bom aproveitamento. Na parte final das atividades, os suplentes levaram a melhor em atividade de dois toques bastante descontraída e golearam por 4 a 1 – gols de Hernane, Nixon, Negueba e Erazo. O zagueiro equatoriano permaneceu como um centroavante durante a recreação, e foi cornetado pelo Brocador depois de perder um gol sem goleiro.  

- Erazo, você é atacante! Não pode perder um gol desses, meu filho! – brincou.  

Elano foi poupado da parte final e, com os times divididos com 13 jogadores de linha para cada lado, os titulares ganharam o reforço de Canteros, Caio Rangel, Marcelo e Mattheus. O último, inclusive, fez o gol de honra de sua equipe, de cabeça.

Na reta final de preparação para o retorno do Campeonato Brasileiro, o Flamengo, que volta a treinar às 9h desta quarta-feira, terá dois jogos-treinos, um na sexta à tarde e outro sábado de manhã, ainda sem adversários definidos. Oficialmente, o time volta a campo no dia 16, contra o Atlético-PR, pela 10ª rodada da competição nacional.

felipe treino flamengo (Foto: Thiago Benevenutte) 
Goleiro Felipe, que ainda se recupera de fratura no arco costal, treinou separado do grupo (Foto: Thiago Benevenutte)
 

Wallace se diz tranquilo com atraso de salário: "Preocupado com 19ª posição"


Com o dinheiro do patrocínio da Caixa bloqueado por conta de dívida antiga, o Flamengo atrasou um mês de salário dos seus jogadores. Após pagar US$ 2,2 milhões (cerca de R$ 4,9 milhões) para ter Canteros, o clube, por sua vez, garante que está trabalhando para contornar a situação. Enquanto isso, o elenco treina visando voltar ao Campeonato Brasileiro com outra postura e tirar a equipe da zona de rebaixamento. Para Wallace, a situação é chata, mas a tranquilidade do grupo não vai mudar o foco na reta final do período de intertemporada.

- O grupo é muito tranquilo em relação a isso. Grupos passados tinham muito mais problemas. A diretoria nos passou tranquilidade e não estamos preocupados. Estou mais preocupado com a 19ª posição no Campeonato Brasileiro. Os 15 dias de folga não foram bons. Você sai na rua e é cobrado, fica com a cabeça a mil. Temos que tirar o Flamengo dessa posição incômoda.

O zagueiro acredita que os resultados dentro de campo podem amenizar a situação.

- Temos que ter paciência, né. Se o clube está passando por essa dificuldade, o que se pode fazer? Nos resta entender. Não é de má vontade. Qualquer ser humano tem contas para pagar e quer receber salário, mas vamos ter paciência. O mais rápido possível isso vai se ajustando. Vamos seguir trabalhando, e vencendo os jogos isso vai facilitando as coisas - concluiu.

Na vice-lanterna do Brasileiro com apenas sete pontos em nove jogos, o Flamengo tem programado dois jogos-treino antes do retorno à competição nacional, um na sexta-feira à tarde e outro no sábado pela manhã. A próxima partida oficial é contra o Atlético-PR, no dia 16, quarta, às 22h (horário de Brasília) no Moacyrzão.

Wallace treino Flamengo (Foto: Site Oficial do Flamengo) 
Wallace em treino físico nesta segunda-feira, no Ninho do Urubu (Foto: Site Oficial do Flamengo)
 
 

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Zico: "Uma grande Copa"



Na manhã desta segunda-feira (07.07), o Flamengo recebeu a visita de seu maior ídolo. A um dia da semifinal entre Brasil x Alemanha, Zico esteve na sede da Gávea e falou a dezenas de jornalistas sobre a Copa do Mundo. Nesta terça, os alemães entrarão no gramado do Mineirão com a camisa rubro-negra, feita em homenagem ao Mais Querido. Apesar de o uniforme ter conquistado a simpatia da Nação, Galinho lembra que do outro lado está a Amarelinha.

"Qualquer clube gosta de ser homenageado em um momento como este, de Copa do Mundo. A homenagem que a Alemanha fez ao Flamengo deixou todos os torcedores muito felizes. Mas é claro que amanhã somos Brasil, a seleção está acima de qualquer coisa. Vamos todos torcer juntos para que o Brasil vença", disse.

Na última sexta-feira (04.07), foi publicada uma coluna no Financial Times que avaliou a Copa do Mundo no Brasil como "a melhor desde 1990". Seguindo a linha do periódico inglês e de grande parte do público, Zico elogiou o povo e o time brasileiro. "É uma grande Copa, onde temos assistido a grandes jogos. O torcedor brasileiro está de parabéns por ter recebido tão bem todas as seleções. O povo entendeu a importância para o país deste evento. Até o momento, a seleção está mostrando uma entrega e uma superação muito grandes. Os jogadores dentro de campo têm dado o seu máximo para que a seleção consiga ir superando adversário por adversário. É um momento de pressão muito grande por estar jogando em casa, com essa exigência do torcedor brasileiro de vencer, mas esperamos que a tensão não atrapalhe e os jogadores superem todas as dificuldades nessa reta final. Eles estão muito preparados para isso", afirmou.

O Galinho também elogiou talentos individuais desta Copa, ao eleger os três maiores nomes do Mundial até então. "Três jogadores no meu modo de ver estão sendo altamente decisivos para suas equipes, na qualidade técnica, autoridade, importância para seus times. Vejo o Robben, na Holanda, Messi, na Argentina, e David Luiz, no Brasil. O David, mesmo sendo zagueiro, se impõe em campo, tem muita qualidade técnica e serve como referência", elogiou.

Outro jogador da Canarinho que chama atenção pela qualidade técnica e pela cabeleira, Neymar não jogará mais nesta Copa do Mundo devido a uma fratura na vértebra. Zico lamentou a perda do grande nome da equipe brasileira, mas acredita que o grupo do Brasil pode transformar a ausência em motivação.

"No futebol, essas coisas acontecem. Infelizmente, em um lance que poderia ser evitado, lamentamos a saída dele (Neymar). Mas toda seleção deve estar preparada para grandes ausências. A Colômbia perdeu seu melhor jogador, o Falcao, e fez uma grande Copa. A França perdeu seu melhor jogador e chegou bem às quartas de final. Foi uma pena perder o Neymar, mas devemos fazer com que isso se torne uma coisa positiva. Que cada um coloque um pouquinho de Neymar em si", disse o Galinho.

Autor: Comunicação
Fonte: Site Oficial do Clube