Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Fechado: Muralha chega ao Rio dia 6 para assinar contrato com o Flamengo


Alex Muralha Figueirense (Foto: Marcelo Hazan)Flamengo e Figueirense ainda não confirmam oficialmente, mas Alex Muralha será goleiro rubro-negro pelos próximos quatro anos. O Figueira deu ok para o clube da Gávea na noite de quarta-feira, e Muralha assina no próximo dia 6, dia em que o time carioca se reapresenta para a pré-temporada. 

Muralha foi um dos principais destaques do Figueirense no último Campeonato Brasileiro. Nem mesmo a chegada de Felipe, com passagens importantes por Corinthians e pelo próprio Flamengo, intimidaram o mineiro de Três Corações.

No Brasileirão passado, disputou 34 jogos, sofreu 42 gols e realizou 55 defesas difíceis.

Em contato com o GloboEsporte.com, o superintendente de esportes do Figueira, Cléber Giglio, não confirmou a conclusão do negócio, mas admitiu que está na iminência de ser fechado.

- Ainda não (fechou). Estamos resolvendo pequenos detalhes burocráticos. Estamos bem próximos (do acerto) - disse Giglio.

Diretor executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano usou praticamente os mesmos termos que Giglio:

- Estamos bem próximos, faltando detalhes burocráticos que serão definidos após o ano novo.

FICHA TÉCNICA:

Nome: Alex Roberto Santana Rafael
Nascimento: 10/11/1989, Três Corações (MG)
Clubes: Votoraty, Comercial-SP, Oeste-SP, Shonan Bellmare-JAP, Mirassol-SP e Figueirense

Joia 2016: após ganhar 27 centímetros em três anos, Paquetá mira topo no Flamengo


Titular absoluto desde sua chegada ao Flamengo até o sub-15, o meia Lucas Paquetá teve seu futuro na Gávea ameaçado quando pulou para a categoria seguinte. Franzino e com apenas 1,53m aos 15 anos, tinha técnica, mas não conseguia ganhar no corpo de seus adversários. Isso o fez ficar fora de várias partidas. A dispensa parecia questão de tempo, principalmente porque não conseguia crescer fisicamente. Após familiares e empresários insistirem muito, o tratamento vingou e, ao aparecer nos juniores com biotipo totalmente diferente, a pergunta mais ouvida era: "Esse é aquele Paquetá mesmo?". Hoje, aos 18 anos, tem 1,80m e, inclusive, foi um dos escolhidos por Oswaldo de Oliveira para treinar entre os profissionais no fim da temporada. 

- Eu tive esse problema ósseo, fiz vários tratamentos, mas nada deu resposta rapidamente. Fui evoluindo com o tempo - afirmou.

Lucas Paquetá, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem) 
Lucas Paquetá é marcado por Wallace em treino com os profissionais (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
 
Chegou ao sub-20 rubro-negro em 2015 e jogou por praticamente todas as posições do meio-campo. Também atuou no ataque, mas, apesar da versatilidade, Paquetá esclarece que sua área é mesmo a zona central.

- Minha posição mesmo é meia de ligação, jogo de volante também e já atuei de atacante.

Em relação a referências, aponta três nomes: um estrangeiro que é um dos maestros do atual campeão mundial, um brasileiro de sucesso na Europa e na Seleção e um do próprio Flamengo.

Montagem Lucas Paquetá Flamengo (Foto: Editoria de arte) 
Antes baixinho, Paquetá cresceu muito e hoje tem 1,80m de altura (Foto: Editoria de arte)
 
- Meu ídolo é o Kaká e atualmente me inspiro no Iniesta. Dentro do Flamengo meu espelho é o Alan Patrick - enumerou.

Diferentemente da maioria dos jovens atletas da atualidade, Lucas Tolentino Coelho de Lima, nascido em Paquetá - ilha localizada no interior nordeste da Baía de Guanabara -, não quer trocar o Rio de Janeiro pelo frio europeu tão cedo.

- Uns dos meus sonhos é me tornar jogador do Flamengo, fazer história no clube e ser lembrado dentro do clube - encerrou.

Se o crescimento dentro do Flamengo for proporcional ao ganho físico em relação aos 15 anos, a torcida rubro-negra pode esperar muito de Paquetá.

Diretor da base destaca crescimento tardio do atleta 
 
Lucas Paquetá, Flamengo  (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)Diretor da base rubro-negra, Carlos Noval confirma a surpresa que muitos tiveram com a espichada de Paquetá. Para ele e outros coordenadores da base, porém, o crescimento tanto fisicamente quanto tecnicamente era esperado.

- Paquetá sempre foi um talento desde pequeno, só que a maturação dele foi muito tardia. É um exemplo de que você realmente tem que segurar o atleta até o final. Foi muito lenta. No ano passado, deu uma despontada, maturou e se formou bem fisicamente e tecnicamente. É muito inteligente. Já já vamos vê-lo entre os profissionais - arriscou.

Noval está certo de que Paquetá é um ativo que renderá muito aos cofres do Fla futuramente. E sua versatilidade também é destacada.

- Não tenho dúvida (de que trará ganhos financeiros ao Flamengo), realmente é diferenciado, lógico que ainda falta muita coisa, tem que aperfeiçoar muitas coisas. É extremamente identificado e comprometido. A técnica dele é muito grande. Só não faz o primeiro homem de meio-campo e é um excelente finalizador. Por ter um excelente saída de bola, às vezes era escalado como segundo homem.

Por fim, o diretor explicou o que permitiu o jovem de 18 anos crescer. 

- Nós, que estávamos ali dentro, tínhamos consciência do talento dele, mas sabíamos que de uma hora para outra iria estourar. Entrou para um grupo especial de atletas, com suplementação diferenciada e deu uma boa despontada.

Livre de contrato, revelação do Bahia assina com o Flamengo na próxima semana


Gabriel Ramos, meia do Bahia (Foto: Divulgação/E.C. Bahia)O meia Gabriel Ramos, que completa 20 anos no próximo dia 20 de março, é o novo reforço do Flamengo. Formado nas categorias de base do Bahia, o jovem está livre a partir desta quinta-feira e assinará no início da próxima semana o contrato de dois anos com o Rubro-Negro - válido até 31 de dezembro de 2017.

Em 25 de novembro, a Federação Baiana de Futebol (FBF) publicou em seu site oficial que o Rubro-Negro havia entrado em disputa com o Tricolor baiano para contar com o jogador. Chamou atenção que no documento foi revelado o endereço e o e-mail pessoal do atleta.

Ainda no ofício, é possível ter acesso ao salário - R$ 10 mil iniciais - e bonificações do atleta. Por exemplo: caso atue pelo menos 45 minutos de cinco partidas consecutivas, Gabriel Ramos ganharia R$ 15 mil no primeiro ano de contrato. A cláusula se repete para a temporada seguinte, quando o salário do atleta passaria a R$ 20 mil. Também há bônus se Gabriel for convocado para as seleções olímpica ou principal.


Confira cláusulas do contrato abaixo:.


Documento Flamengo Gabriel (Foto: Editoria de arte)Para efeito de celebração de Contrato Especial de Trabalho Desportivo, apresentamos as diretrizes norteadoras:

1. Período: 2 (dois) anos - início imediato em 01/01/2016 e vigência até 31/12/2017; com possibilidade de extensão contratual por mais 3 (três) anos até 31/12/2020;

2. Salário Mensal bruto: R$ 10.000,00 (dez mil reais).
A partir de 01/01/2017 o atleta receberá o salário base de R$ 14.000,00 (quatorze mil reais).

3. Bonificação:
a) Caso o atleta participe de pelos menos 45 (quarenta e cinco) minutos em 5 (cinco partidas) oficiais consecutivas pela equipe profissional, no primeiro ano de contrato, passará a receber o salário bruto de R$ 15.000,00 (vinte mil reais) no mês subsequente.


b) Caso o atleta participe de pelos menos 45 (quarenta e cinco) minutos em 5 (cinco partidas) oficiais consecutivas pela equipe profissional, no segundo ano de contrato, passará a receber o salário bruto de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) no mês subsequente.

c) Sendo o atleta convocado para a seleção brasileira, principal ou olímpica, o valor do salário que o atleta estiver recebendo no momento do fator gerador será reajustado, uma única vez, R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

4. Luvas:
A Título de luvas, o atleta receberá importância de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) em 10 (dez) prestações mensais e sucessivas no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).

5. Possibilidade de extensão contratual:
O C.R. Flamengo poderá exercer o direito de preferência para extensão por mais 3 (três) anos do vínculo federativo do atleta, nas seguintes bases:
a) Prazo:
01/01/2018 a 31/12/2020.

b) Salário:
- A partir de 01/01/2018 o atleta receberá o salário base de R$ 18.000,00 (dezoito mil reais);

- A partir de 01/01/2019 o atleta receberá o salário base de R$ 22.000,00 (dezoito mil reais); e,

- A partir de 01/01/2020 o atleta receberá o salário base de R$ 26.000,00 (dezoito mil reais);

c) Bonificação:

I) Por cada ano de contrato, caso o atleta participe de por pelo menos 45 (quarenta e cinco) minutos em 10 (dez) partidas oficiais pela equipe profissional passará a receber um reajuste salarial bruto equivalente a 50% (cinquenta por cento) do valor recebido, no mês subsequente. O acréscimo remuneratório anual previsto neste item possui caráter não cumulativo, portanto, ocorrerá uma única vez quando o atleta atingir a meta anual estipulada.

II) Sendo o atleta convocado para a seleção brasileira, principal ou olímpica, o valor de salário que o atleta estiver recebendo no momento do fato gerador será reajustado, uma única vez, R$ 30.000,00 (trinta mil reais).

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Flamengo emprega R$ 2 milhões de novos títulos da torcida para avanços no CT


CT Flamengo Ninho do Urubu Módulos 16 e 17 (Foto: Ivan Raupp)
Comprado em 1984 pelo Flamengo, o terreno de 140 mil metros quadrados do Ninho do Urubu ainda está longe do ideal, mas o clube acelera as obras para cumprir promessa de campanha e um antigo sonho de abrigar estrutura de primeiro mundo para o futebol rubro-negro. A venda de 200 títulos de sócio proprietário, que veio após votação apertada no conselho do clube, vai dar empurrão fundamental para o avanço das intervenções: são R$ 2 milhões dos mais de R$ 10 milhões previstos para as melhorias das instalações.

Em etapas, a previsão da diretoria é que, pouco depois da pré-temporada, o CT já esteja em melhores condições, com pavimentação da entrada e do espaço que leva até o campo onde treinam os jogadores. Até novembro do ano que vem, o compromisso é de que as instalações para o futebol profissional estejam concluídas.

A verba de R$ 2 milhões de títulos de sócio proprietário não serão usadas de imediato. Isto porque os novos sócios podiam parcelar em até 20 parcelas a aquisição de títulos - o que, no entanto, não deve atrasar o ritmo das obras, pois atinge ao cronograma mensal de gastos com o CT. Além dos títulos, que custaram entre R$ 10 mil à vista e pouco menos de R$ 12 mil parcelados, o alívio com a adesão ao Profut, a parceria com a Ambev e com outras empresas garantiram a retomada das obras que já estavam marcadas pelos constantes atrasos. Em julho de 2014, a administração Bandeira de Mello retomou as obras depois de quase dois anos paradas e deu previsão de conclusão dos módulos dos profissionais para maio deste ano, o que não foi possível, segundo os dirigentes, pela prioridade para outros gastos do clube.

Se o clube ainda vai arcar com os custos de uma pré-temporada para quase 40 jogadores, em delegação que deve passar de 60 pessoas, em resort de luxo em Mangaratiba, a nova promessa é de que em 2017 a pré-temporada rubro-negra seja no Ninho do Urubu. O técnico Muricy Ramalho elogiou a iniciativa da diretoria e espera contar logo com as melhorias no CT. 

- Claro que falta muita coisa, mas tem um projeto inicial para janeiro que vai já estar melhor. E daqui a um ano uma coisa definitiva. Não tem como no futebol depender da sorte. Tem que ver os números, quem está na frente e porque está na frente. É muito claro. Esse é o caminho. E aqui no Flamengo isso vai acontecer. Tenho um pouco de experiência e acredito na ideia do Flamengo - disse Muricy, logo na apresentação no clube.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Flamengo renova com a caixa que seguirá pagando R$ 25 milhões por ano


Muricy, Flamengo, Caixa (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
Embora durante o período eleitoral, os dirigentes rubro-negros mostrassem certo pessimismo em relação a patrocinadores devido à crise econômica, o Flamengo obteve ótima notícia para seus cofres nesta semana. Deixou bem encaminhada a renovação de contrato com a Caixa Econômica Federal, que seguirá pagando R$ 25 milhões por ano, valor inferior apenas em relação ao recebido pelo Corinthians (R$ 30 milhões). 

Em 2016, a Caixa exibirá sua marca pelo terceiro ano consecutivo no espaço mais nobre da camisa do Flamengo.

O acerto representa um alívio para a direção rubro-negra, que, em seu orçamento, trabalha com perda de R$ 3 milhões em patrocínios, motivada pela saída da Viton, que expunha seu logo nas costas e na manga da camisa.

Para contornar a saída da Viton, que comprometeu-se a pagar R$ 20 milhões ao Flamengo em 2015, o clube busca soluções com a JEEP, cuja marca era exibida na barra da camisa em troca de R$ 4,5 milhões anuais. Há a hipótese de a montadora ocupar o espaço deixado pela Viton, porém um terceiro patrocinador não está descartado.

Santos encaminha contratação de Paulinho, do Flamengo, por um ano


Paulinho, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)O Santos encaminhou no início da tarde desta segunda-feira a primeira contratação para 2016: o atacante Paulinho, do Flamengo, está chegando à Vila Belmiro por empréstimo de um ano. Os clubes vão esperar pela troca dos documentos necessários para oficializar a transação.

A equipe carioca aceitou liberar o jogador de 27 anos em troca de uma compensação financeira de R$ 300 mil. O Peixe arcará com 100% dos salários e poderá comprar o atleta em definitivo ao fim do contrato por um valor fixado, mas não divulgado pelos clubes.

Paulinho foi indicado pelo técnico Dorival Júnior, que pediu à diretoria santista a contratação de um atacante rápido, que atue pelos lados do campo, após o retorno de Leandro ao Palmeiras, além da possível saída de Marquinhos Gabriel.

O atacante foi cotado como reforço do Corinthians, principalmente depois de uma foto com a camisa da equipe paulista circular nas redes sociais. A imagem teria vazado através de amigos do jogador, que é natural de Guarulhos, Grande São Paulo.

Revelado pelo Flamengo-SP, Paulinho fez 32 partidas pelo Rubro-Negro em 2015, com cinco gols marcados. O jogador foi opção no banco de reservas durante a maior parte do ano e não estava nos planos do técnico Muricy Ramalho para a próxima temporada.

domingo, 27 de dezembro de 2015

Flamengo volta a oscilar, mas vence o Colon e garante 1º lugar do grupo C


Marcelinho Machado Flamengo Tony Bishop Jr Correcaminos Liga das Américas basquete (Foto: Jose Jimenez-Tirado/FIBA Americas)
Ainda não foi desta vez que o Flamengo encontrou a sonhada consistência que José Neto tanto quer ver na equipe rubro-negra, mas pelo menos o dever de casa os atuais tricampeões fizeram. E bem feito. Com três vitórias em três jogos, o time carioca deixou o Panamá com 100% de aproveitamento e vai desembarcar no Brasil com a primeira colocação do grupo C da fase de classificação da Liga das Américas. Depois de despachar os rivais argentinos e colombianos, neste domingo a vítima do líder do NBB 8 foi os donos da casa do Correcaminos Colon. Apesar das cinco bolas de três do americano Trevor Gaskins, o time brasileiro foi muito superior no segundo tempo e venceu, de virada, por 68 a 61 (30 a 31).

Mesmo vindo do banco de reservas, o ala-armador dominicano Ronald Ramon anotou 20 pontos e três assistências, deixou a quadra como cestinha da partida e foi o destaque da vitória rubro-negra. Marquinhos, com 15 pontos, e Olivinha, com outros 10, também tiveram boas atuações. Pelos donos da casa, o americano Trevor Gaskins foi o maior pontuador com 17 pontos, 15 deles em bolas de três.

O JOGO
De um lado Marquinhos, com sete pontos e 100% de aproveitamento nos arremessos de quadra, do outro Trevor Gaskins, com nove e um desempenho quase perfeito nas bolas de três. Se individualmente o armador americano levou a melhor sobre o ala brasileiro, coletivamente o Correcaminos também foi superior ao Flamengo. Pelo menos no placar parcial por 20 a 17, já que o time carioca errou menos que os donos da casa. 

Se geralmente a equipe rubro-negra sobre de produção quando José Neto começa a trocar suas pelas, desta vez as mudanças não surtiram efeito logo de cara. Com Marcelinho, JP Batista, Gegê e Rafael Mineiro em quadra, o Flamengo ficou mais de três minutos sem pontuar e viu a diferença chegar a sete, a maior dos panamenhos na partida. Ronald Ramon também entrou, e o panorama não mudou. Já a vantagem dos donos da casa foi para nove. O apagão rubro-negro ainda durou mais dois min minutos até Marcelinho voltar a pontuar para os líderes do NBB.

Olivinha Flamengo Correcaminos Liga das Américas basquete (Foto: Jose Jimenez-Tirado/FIBA Americas)Daí para frente o apagão mudou de lado e de cor, e quem congelou foram os braços dos donos da casa. Se o Flamengo ficou quase cinco minutos sem fazer uma única cesta, na segunda metade do período foi o Correcaminos que passou a desperdiçar um ataque atrás do outro. Melhor para o time carioca, que de ponto em ponto passou a frente numa bola de três de Ronald Ramon a menos de 30 segundos do fim. Os rubro-negros só não foram para o vestiário em vantagem, porque Larry recolocou os donos da casa à frente com uma cesta no estouro do cronômetro.
Se defensivamente o Flamengo já havia feito um bom primeiro tempo, ofensivamente o time carioca voltou bem melhor para o terceiro quarto. Principalmente graças aos bons desempenhos de Ronald Ramon e Marquinhos. Comandado pela dupla, o atual tricampeão brasileiro acertou seis ataques seguidos, passou a frente no marcador e abriu 10 pontos de vantagem. Só que Gaskins, que deixou a quadra para trocar suas lentes, continuava com a mão quente. Com mais uma bola de três, a quinta em sete tentadas, o armador americano diminuiu a diferença para sete pontos ao fim do período. 

Mas o Flamengo continuava melhor. Com Ronald Ramon em noite inspirada, os rubro-negros abriram 10 pontos novamente e mantiveram a confortável vantagem por quase todo o período. Os donos da casa até diminuíram o prejuízo para seis pontos em duas oportunidades, mas um lance livre convertido por Marcelinho Machado a 31 segundos do fim praticamente selou a vitória rubro-negra. Os donos da casa ainda tiveram três chances no ataque seguinte para tentar se manter vivo, mas o time panamenho errou as três e o Flamengo garantiu o primeiro lugar do seu grupo.

Flamengo Correcaminos Liga das Américas basquete (Foto: Reprodução/Instagram) 
Com vitória sobre o Correcaminos, Flamengo conquista o primeiro lugar do seu grupo (Foto: Reprodução/Instagram)
 
TABELA
 
1º rodada - Sexta-feira (dia 29)
Flamengo 66 x 58 Gimnasia y Esgrima (ARG)
Aguilas de Tunja (COL) 71 x 74 Correcaminos Colon(PAN)

2ª rodada - Sábado (dia 30)
Flamengo 75 x 60 Aguilas de Tunja (COL)
Correcaminos Colon (PAN) 60 x 54 Gimnasia y Esgrima (ARG)

3ª rodada - Domingo
Gimnasia y Esgrima (ARG) 79 x 52 Aguilas de Tunja (COL)
Flamengo 68 x 61Correcaminos Colon (PAN)


Sem Maracanã e Engenhão, Flamengo, Fluminense e Botafogo se desesperam e recorrem ao abandonado Ítalo del Cima



A proximidade das Olimpíadas do Rio em 2016 motiva os cariocas, mas preocupa Flamengo, Fluminense e Botafogo, que ficarão sem casa. A pouco mais de quatro meses da entrega do Maracanã e do Estádio Nílton Santos para organização dos Jogos, o trio ainda procura um lugar para jogar.

O desespero é tão grande que a nova alternativa é o Ítalo del Cima, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, que não recebe uma partida com público desde 2010.
ADVERTISEMENT




Ítalo teria capacidade para cerca de 20 mil torcedores
Ítalo teria capacidade para cerca de 20 mil torcedores Foto: Marcelo Theobald/10.06.2015 / Extra - Jogo
Engenheiros da Sportlink — empresa contratada para escolher uma nova casa para os três clubes na próxima temporada — vistoriaram o estádio e finalizarão, ainda esta semana, um relatório sobre o que viram.

A ideia é criar uma segunda opção, já que o Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, não convenceu o trio: a reforma do estádio, incluindo a construção de duas arquibancadas de concreto e uma provisória, foi orçada em cerca de R$ 20 milhões. Os projetos serão financiados pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

— Há uma corrida contra o tempo. Só para reformar um gramado é necessário de três a quatro meses. Vamos fechar o estudo do Ítalo e apresentar as duas opções para os clubes — explica João Henrique Areias, presidente da Sportlink, que também foi responsável pela Arena Petrobras, na Ilha, com capacidade para 22 mil pessoas durante o Pan de 2007.




O estádio precisa passar por uma grande reforma
O estádio precisa passar por uma grande reforma 
 
 
Em Campo Grande, não será necessário erguer arquibancadas. Mas pontos como os vestiários e o gramado exigirão trabalho pesado, após muitos anos sem manutenção. Caso seja escolhido, o Ítalo receberá cadeiras de plástico e poderá comportar 20 mil torcedores.

— O estudo vai detalhar se é possível reformar o estádio até 15 de maio, data da primeira rodada do Campeonato Brasileiro — ressalta João Henrique Areias.

Dos três, o Botafogo anunciou que ainda trabalha com a possibilidade de usar o Caio Martins, em Niterói, ou o Estádio Municipal de Juiz de Fora, em Minas. Outra alternativa para os cariocas é o Moacyrzão, em Macaé.

Esperança no clube

Inaugurado em 1960, o Ítalo del Cima já foi considerado o segundo maior estádio do Rio, com capacidade para cerca de 22 mil pessoas. O momento de glória foi na década de 80, quando o Campo Grande foi campeão da Taça de Prata de 1982 (o equivalente à Série B do Campeonato Brasileiro). As fotos da conquista contrastam com o cenário de abandono que o clube enfrenta.

— Esperávamos por essa oportunidade há muitos anos. Não será só o Campo Grande que vai ganhar com isso, mas toda a Zona Oeste, que terá um estádio moderno — analisa o presidente do clube, Humberto Costa.



Presidente Humberto Costa exalta as obras que poderão ser feitas no estádio
Presidente Humberto Costa exalta as obras que poderão ser feitas no estádio 
A situação é tão crítica que o Campusca pediu licença das competições em 2015:

— A nossa ideia é voltar no ano que vem, mas isso só será confirmado em janeiro.


Presidente projeta Flamengo protagonista em administração do Maracanã


É costume da torcida dizer que o Maracanã é a casa do Flamengo. Mas atualmente o clube trabalha para que isto ocorra de forma efetiva. Em meio às especulações de que o consórcio que atualmente administra o estádio deve devolvê-lo ao governo do estado em fevereiro, a diretoria rubro-negra acompanha o processo com atenção. E o presidente Eduardo Bandeira de Mello deixa claro que o clube está interessado na administração.

- O Maracanã é uma das nossas prioridades. Estamos aguardando os desdobramentos dessa nova situação que vai levar a uma mudança no marco regulatório da concessão. O Flamengo com certeza terá papel de protagonista nesse novo desenho, seja qual for - explicou.

                  Flamengo estuda assumir a administração do Maracanã
 
Em conjunto com a empresa CSM, especializada em marketing esportivo, Flamengo e Fluminense negociam a aquisição da operação do estádio – em condições de igualdade. Tratativa que envolve a construtora Odebrecht e o governo do estado do Rio de Janeiro. A ideia surgiu durante a aproximação das gestões de Eduardo Bandeira de Melo e Peter Siemsen. E se baseia na possibilidade de lucrar mais com os jogos - atualmente, os clubes têm acordos individuais para a exploração de bilheteria. Passou a ganhar corpo, porém, após a Odebrecht, comandante do consórcio, não conseguir renegociar o contrato de exploração com a administração do governador Luiz Fernando Pezão.

- Temos que esperar como o governo do estado vai definir essa questão. Mas seja de que maneira for, a certeza é de que o Maracanã jamais será um bom negócio sem o Flamengo - disse Bandeira de Mello, ao falar sobre a possível parceria com o Fluminense.

As possibilidades da nova administração do Maracanã foram discutidas por todas as partes no fim de novembro, em encontro com Pezão no Palácio Guanabara para tratar da reforma do Estádio Luso-Brasileiro, a alternativa ao fechamento de Maracanã e Nilton Santos para as Olimpíadas de 2016. Na ocasião, representantes de Flamengo e Fluminense trocaram informações. O estado deverá dar o aval à negociação, afinal, a Odebrecht teria investimentos a serem feitos no parque aquático Júlio Delamare e do estádio de atletismo Célio de Barros, mantidos no complexo em detrimento à construção de estacionamento e de shopping.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Paulo Victor não se incomoda com "sombra" de Muralha em 2016


Carrossel - Paulo Victor e Alex Muralha - 524x567 (Foto: GloboEsporte.com)O ano de 2015 foi mais um em que Paulo Victor esteve soberano em sua posição. Mas, em 2016, ele terá uma sombra. O Flamengo negocia a contratação de Alex Muralha, do Figueirense, mas o atual titular garante não se incomodar com a busca do clube por um goleiro.

- Estou há 11 anos no clube, 10 como profissional. O dia em que eu me importar com uma contratação, não sirvo para jogar no Flamengo. Há três meses eu tive proposta da Turquia, mas quis ficar no Flamengo. Se estou aqui hoje, é por opção minha. No dia em que não estiver satisfeito, vou ser o primeiro a pedir para sair. Uma contratação, independentemente de quem seja, tem que ser recebida de braços abertos e pensar que é em prol do Flamengo. Não pode ser vaidoso e achar ruim. Se vier o Muralha ou qualquer outro goleiro, vai ser para ajudar. Em time grande, toda janela chegam reforços, e o Flamengo é quem ganha com isso. Mas também não se pode esquecer do trabalho que foi deixado, com outros três goleiros formados na base - disse.

De férias no interior paulista, Paulo Victor vem acompanhando com atenção a movimentação do Flamengo no mercado e avaliou como extremamente positiva a chegada de Muricy Ramalho. Segundo o goleiro, a equipe estará bem qualificada para buscar títulos em 2016 e, assim, apagar o gosto amargo do ano que termina.

- O ano que vem tem tudo para ser vitorioso. Em 2015 ficamos devendo, foi irregular, abaixo do Flamengo precisa. Mas mantenho a confiança total na diretoria e no Muricy. Tenho acompanhado as contratações, e entendo que o Flamengo precisa montar uma grande equipe, com titulares e reservas em alto nível. Não se pode pensar só em 11 jogadores, e com certeza Muricy e diretoria estão pensando nisso - observou Paulo Victor.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Zico convoca torcida para Jogo das Estrelas neste domingo

Às vésperas da 12ª edição do Jogo das Estrelas, quem surge para convocar o torcedor para encher o Maracanã é o anfitrião Zico. Feliz por mais um ano do evento beneficente que já faz parte do calendário do futebol brasileiro, o Galinho, além de agradecer pela confirmação de inúmeros amigos e craques na partida, enaltece a presença sempre maciça das famílias no estádio.

- Nesses anos todos do evento, o que sempre mais me sensibilizou foi ver tantos pais com seus filhos no estádio, numa confraternização que poderia imperar em todos os jogos Brasil afora. Nada de brigas e violência, só amor pelo futebol e reverência aos ídolos. Gostaria de ver o Maracanã cheio novamente. E quero aproveitar para agradecer a cada um dos convidados que aceitaram fazer parte dessa festa - afirmou.
 
O  Jogo das Estrelas terá uma preliminar entre artistas às 15h30. A partida principal está marcada para as 18h. A organização, inclusive, confirmou a participação de duas estrelas internacionais: o goleiro português Vitor Baía, que defendeu apenas Porto e Barcelona, além de ter vestido a camisa da seleção por mais de uma década, e o atacante belga Luc Nilis, considerado por Ronaldo Fenômeno o melhor parceiro em toda sua carreira.

Até o momento, 24 mil ingressos já foram vendidos. Agora, as vendas são feitas exclusivamente nas bilheterias do Maracanã, onde os sócios-torcedores dos quatro clubes grandes do Rio têm direito à meia-entrada. O ingresso custa R$ 20 e todo valor arrecadado será revertido para instituições de caridade.


Natal agitado: Flamengo recusa proposta do Al Ain por Guerrero

A véspera de Natal foi de trabalho para o diretor de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano. Enquanto as famílias brasileiras preparavam-se para a ceia no dia 24, o dirigente debruçou-se sobre o computador para responder – e negar – uma proposta do Al Ain, dos Emirados Árabes, por Paolo Guerrero. 

Em nome do clube rubro-negro, o dirigente agradeceu o interesse, mas afirmou oficialmente que a negociação só terá êxito caso os árabes paguem a multa rescisória de US$ 20 milhões (cerca de R$ 79 milhões).


Guerrero em ação pelo Flamengo (Foto: André Durão) 
Sem papo: Flamengo não aceita proposta árabe por Guerrero (Foto: André Durão)
O Al Ain, líder o campeonato local com 31 pontos após 12 rodadas, tem como destaques o nigeriano Emenike e o holandês Ryan Babel – o brasileiro Fellipe Bastos também está no elenco.

Contratado no fim de maio – porém só estreou em julho – como principal estrela do Flamengo na temporada, Guerrero teve início interessante, com três gols em três jogos. Posteriormente, entre atuações ruins, lesões, suspensões e convocações, o peruano caiu de rendimento e marcou apenas uma vez em 15 partidas. 

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Rapidinhas do Mengão

Flamengo assina com lateral-esquerdo Arthur Henrique, ex-América-RN, por um ano
O Flamengo fechou a contratação de seu quinto reforço para a próxima temporada. Trata-se do lateral-esquerdo Arthur Henrique, que estava no América-RN. Conforme apurou o GloboEsporte.com, o jovem de 21 anos assinou contrato de um ano com o Rubro-Negro, até o fim de 2016. Ele chega só com custos de salário ao clube, uma vez que o compromisso com o time de Natal se encerrou. Antes, o Fla já havia fechado com o lateral-direito Rodinei (Ponte Preta), o volante Willian Arão (Botafogo) e os zagueiros Juan (Internacional) e Antonio Carlos (Avaí) - somente o último ainda não foi anunciado oficialmente. A diretoria anunciará Antonio Carlos e Arthur Henrique em breve.

Zico dá sua bênção e revela que Muricy é sonho antigo do Flamengo 
Ídolo elogia novo técnico e lembra que clube buscou sua contratação no início da gestão de Eduardo Bandeira de Mello: "Torcendo para que ele faça um belo trabalho"

Flamengo chega a acordo com Shakhtar para ficar com Alan Patrick por mais um ano 
Clubes se acertaram e estão na fase da troca de documentos. Meia terá seu empréstimo ao Rubro-Negro renovado por uma temporada, até o fim de 2016

Mancuello agita torcida com foto, mas argentinos veem negociação travada 
Rubro-negros se empolgam com postagem de foto antiga dele no Rio. Diretor do Independiente diz que papo não evoluiu como queriam, mas não descarta o Flamengo


 Chegada de Muricy deve provocar queda de diretor da base do Fla. Diretoria nega
O diretor da base do Flamengo, Carlos Noval, parece estar com dias contados após a chegada do técnico Muricy Ramalho. O novo comandante rubro-negro pretende ter ingerência sobre o trabalho feito nas categorias inferiores e costuma observar de perto os jogos. A saída de Noval ainda não está oficialmente definida, mas circulam na Gávea fortes rumores de que é questão de tempo para que seja substituído por alguém indicado por Muricy. A tendência é que o diretor perca poder no campo, mas continue a exercer papel administrativo. A assessoria do clube nega que Noval será demitido e garante que o trabalho do profissional é bem avaliado pela diretoria. De acordo com a assessoria, Muricy trabalhará com a atual estrutura da base.


Feliz Natal


quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Rapidinhas do Mengão



Flamengo fecha a contratação do zagueiro Antonio Carlos, ex-Avaí, por um ano
Depois de Juan, Rodinei e Willian Arão, o Flamengo fechou a contratação do seu quarto reforço até agora para a próxima temporada. Trata-se do zagueiro Antonio Carlos, de 22 anos e 1,91m de altura, que estava no Avaí. Com tudo acertado, o jogador já até assinou parte da documentação da transferência, segundo apurou o GloboEsporte. com, e o anúncio oficial por parte do Mengão vai ocorrer em breve.

Bandeira toma posse no Flamengo e elege futebol como maior desafio do triênio
Reeleito nas urnas no último dia 7, Eduardo Bandeira de Mello deu início, na noite desta terça-feira, ao seu segundo triênio à frente do Flamengo. Em cerimônia no salão nobre da Gávea, ele foi mais empossado 15 dias depois de vencer as eleições. O evento contou com a presença de conselheiros e vice-presidentes que farão parte da gestão até 2018.

Flamengo pode negociar Luiz Antonio com o Sport
Diretoria do Rubro-Negro carioca analisa oferta do clube pernambucano por apoiador de 24 anos

Presidente do Flamengo evita polêmica com Grêmio em disputa por reforços
Com os campeonatos encerrados em 2015, os duelos entre os clubes passaram a ser pelos reforços para a próxima temporada. Na última terça-feira o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, ironizou o Flamengo pela concorrência ao zagueiro Henrique, do Napoli. Num primeiro momento, os cariocas levaram a melhor na disputa pelo lateral-direito Rodinei, que também era alvo dos gaúchos. No entanto, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, evitou qualquer polêmica.

- Não tenho nada para falar, até porque nenhum desses dois jogadores é do Grêmio - limitou-se a dizer.

Sem Maracanã e Engenhão em 2016, Macaé se torna opção para os grandes
Sem poder contar com o Maracanã e com o Engenhão, que ficarão fechados no primeiro e em boa parte do segundo semestre do ano que vem para a preparação e realização das Olimpíadas, os grandes do Rio podem encontrar refúgio em um velho conhecido na temporada 2016. Famoso por sediar os jogos do Macaé, o Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, volta a se tornar uma opção para Flamengo, Fluminense e Botafogo na próxima temporada. Neste momento, os três times buscam abrigo e estudam até mesmo investir e reformar o Luso-Brasileiro, que pertence à Portuguesa e fica na Ilha do Governador, por não terem onde atuar.

Com capacidade para até 15 mil pessoas, o Cláudio Moacyr de Azevedo poderia se tornar financeiramente mais viável para os clubes

Flamengo fecha a contratação do zagueiro Antonio Carlos, ex-Avaí, por um ano


Antonio Carlos Avaí (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)
Depois de Juan, Rodinei e Willian Arão, o Flamengo fechou a contratação do seu quarto reforço até agora para a próxima temporada. Trata-se do zagueiro Antonio Carlos, de 22 anos e 1,91m de altura, que estava no Avaí. Com tudo acertado, o jogador já até assinou parte da documentação da transferência, segundo apurou o GloboEsporte. com, e o anúncio oficial por parte do Mengão vai ocorrer em breve.

Antonio Carlos tem seus direitos ligados ao Tombense-MG - clube gerido por seu empresário, Eduardo Uram - e está sendo emprestado ao Flamengo por um ano, até o fim de 2016, com opção de compra ao fim do contrato. Ele disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Avaí, também emprestado.

Antonio Carlos é mais uma contratação para o sistema defensivo do Flamengo, que teve muitos problemas na última temporada. Além dele e de Juan, a diretoria apalavrou acerto com outro zagueiro, Henrique, do Napoli, mas ainda depende de acordo com os italianos.

Em princípio, Antonio Carlos chega para compor elenco e fazer parte do time alternativo que vai disputar o Campeonato Carioca. Ele será observado por Muricy Ramalho durante a pré-temporada e, de acordo com seu desempenho, poderá ter oportunidades na equipe principal.

Herói do Corinthians na Copinha

Antonio Carlos Cunha Capocasali Junior foi formado nas divisões de base do Fluminense e se profissionalizou no Corinthians. Foi o herói do título da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2012 ao marcar os dois gols da vitória por 2 a 1, curiosamente sobre o próprio Flu, na final do torneio. Antes de chegar ao Avaí, também foi emprestado ao Oeste-SP.

Neste ano, foi titular nas 29 partidas que disputou pelo time catarinense no Brasileirão, e em nenhuma delas foi substituído. Levou seis cartões amarelos e um vermelho, com 25 faltas cometidas, 170 desarmes e 36 roubadas de bola. O zagueiro marcou um gol na competição - o da vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, na penúltima rodada.

Flamengo bate Mogi com 4ª vitória seguida no NBB


Shamell era motivo de preocupação. Fazia o técnico José Neto pedir atenção redobrada. Mas o cestinha do Mogi não estava em noite inspirada. Apesar da atuação discreta do ala, o time paulista reagiu no quarto período. Larry Taylor chamou a responsabilidade, o Mogi chegou a conseguir a virada e teve a bola do jogo. Ela foi direcionada a Shamell e caprichosamente morreu no aro. Nesta terça-feira, no último compromisso de 2015 no ginásio do Tijuca, o Flamengo respirou aliviado e assegurou a quarta vitória seguida no NBB 8: 79 a 77. 

Shamell, Flamengo x Mogi, NBB (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)Shamell teve a bola do jogo nas mãos, mas o arremesso de três pontos não entrou (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)
 
Com o resultado, termina o ano com a mesma campanha do Bauru, mas na terceira posição na tabela (10 triunfos em 13 partidas). Marcelinho foi o cestinha, com 18 pontos. Um mais do que Larry Taylor. O campeonato será retomado no dia 8 de janeiro. O Rubro-Negro receberá o Macaé. O time mogiano, quarto colocado, terá pela frente o São José.

- - Aquela bola (a decisiva) acho que foi Papai Noel que tirou (risos). A gente pensa que as coisas já estão resolvidas e ainda tem tempo para jogar. Esse é o problema. Shamell não fez uma boa partida, mas Mogi tem um grande poderia ofensivo. Larry, Filipin... Mas conseguimos controlar o ímpeto deles ali no fim e vencemos um jogo muito importante. Se formos pensar em tudo o que passamos, desde as alterações do time, adaptação, lesões e cirurgia do Marcelinho, a gente termina 2015 de maneira satisfatória pela maneira que estamos jogando. E isso se deve muito ao caráter dos jogadores. No dia 2 de janeiro voltamos a trabalhar com foco no Macaé e na continuidade do campeonato - disse Neto. 

O jogo
 
Marcelinho foi o cestinha do jogo contra o Mogi NBB basquete (Foto: Bruno Lorenzo/LNB) 
Marcelinho foi o cestinha do jogo contra o Mogi (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)
 
Tyrone partiu para a cesta mostrando o tamanho do apetite que sua equipe estava. A última vitória sobre o adversário havia sido na edição 2013/2014. Filipin ia no embalo, encontrava a linha de três livre e chutava. Cinco a zero. Os anfitriões tratavam de dar uma resposta rápida. Bem nas antecipações, ligavam os contra-ataques e passavam a frente (9 a 7). O Mogi apertava a marcação, levava a melhor nos rebotes defensivos e criava oportunidades. Olivinha dava lugar a Mineiro. Depois do empate Marcelinho e Gegê também deixavam o banco. De longe, Jimmy fazia o time paulista retomar o comando do marcador (14 a 11). Mineiro devolvia na mesma moeda. A defesa paulista dava poucos espaços e evitava que o Flamengo conseguisse abrir mais do que um ponto de diferença: 18 a 17. 

No segundo quarto as ações seguiam equilibradas, até mesmo nos erros. O pivô Lucas Mariano, que era dúvida para o confronto por conta de uma febre, era chamado pelo técnico Danilo Padovani. Os visitantes davam trabalho e voltavam a liderar o jogo (27 a 25). Marcelinho e Gegê, de três, faziam o Rubro-Negro respirar (30 a 27). Se o Mogi desperdiçava um contra-ataque, Mineiro aproveitava para enterrar e levantar a arquibancada. Olivinha e Robinson aumentavam a frente (37 a 29). Shamell, com atuação discreta até então (três pontos em 22 tentativas), deixava uma bola escapar no fundo da quadra e balançava a cabeça. O Flamengo ganhava nova chance e aproveitava. Precipitado, o Mogi via seus arremessos pararem no aro. Larry e Shamell falavam sobre o posicionamento defensivo que não havia funcionado, e os donos da casa iam para o vestiário na liderança: 40 a 34. 

Flamengo x Mogi, basquete NBB 2015 (Foto: RUDY TRINDADE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)O Mogi precisava reagir. Jogava com intensidade, contava com o chute de três de Filipin e uma roubada de bola de Larry, que arrancava em direção à cesta e cortava a diferença (44 a 42). O Flamengo voltava aos trilhos, Marcelinho chutava de longe e fazia 54 a 46. JP Batista também aparecia bem e ajudava a aumentar a vantagem com dois ataques seguidos bem sucedidos: 60 a 53.

O Mogi não desistia. Gerson, Filipin procuravam a linha de três. Tyrone aproveitava o bom momento e conseguia mais dois pontos. A virada não demorava a chegar (65 a 63). Mas os donos da casa freavam a reação. De longe, Gegê abria 71 a 65. A pressão da arquibancada aumentava. Larry Taylor dava de ombros. Convertia dois chutes de três seguidos e deixava tudo igual (73 a 73). O Flamengo bobeava, desperdiçava ataques e os rivais tomavam o comando quando restavam 2m21s (75 a 73). Só que Rafael Luz devolvia a gentileza e colocava o time Gávea na frente (76 a 75). Logo depois, Marquinhos sofria falta e convertia os lances livres. Larry corria, passava pela marcação e encostava de novo, a 10s do fim (78 a 77). O lance livre perdido por Marcelinho arrancava aplausos do banco de Mogi. Faltavam 7s e a esperança de vitória seguia viva para a equipe. Mas o arremesso de três de Shamell não caiu e deu ao Flamengo o quarto triunfo seguido na competição.

- Fiz uma das piores partidas da minha vida. Não consegui fazer nada certo. Mas, com tudo isso, nossa equipe brigou até o último minuto. Tínhamos a bola para ganhar o jogo, mas infelizmente não caiu - lamentou o ala, que anotou 10 pontos.

Bandeira toma posse no Flamengo e elege futebol como maior desafio do triênio

Reeleito nas urnas no último dia 7, Eduardo Bandeira de Mello deu início, na noite desta terça-feira, ao seu segundo triênio à frente do Flamengo. Em cerimônia no salão nobre da Gávea, ele foi mais empossado 15 dias depois de vencer as eleições. O evento contou com a presença de conselheiros e vice-presidentes que farão parte da gestão até 2018.

- O futebol é a nossa paixão. Ele foi sacrificado pelos ajustes feitos, mas agora tem boas perspectivas e é o grande desafio desse triênio. Temos condições de desenvolver esse potencial. Em 2016 vamos concluir o módulo profissional do CT e no fim do triênio vamos finalizar o módulo da base. O investimento na base, que é de longo prazo, vai ser priorizado. Nada é mais importante do que recuperar a competência na formação de atletas que tivemos no passado - disse Eduardo Bandeira de Mello.

Bandeira assina termo na posse no Flamengo (Foto: Gustavo Rotstein)Bandeira assina termo na posse no Flamengo (Foto: Gustavo Rotstein)

Uma das prioridades citadas pelo presidente durante seu mandato é continuar reduzindo a dívida do clube. De acordo com a nota emitida no site oficial do Flamengo nesse mês de dezembro, a atual diretoria pagou, de janeiro de 2013 a junho de 2015, R$ 189 milhões e reduziu em 25%. O Rubro-Negro ainda informou que, no primeiro semestre de 2013 – quando a atual gestão assumiu –, a dívida estava avaliada em R$ 750 milhões.

Bandeira afirmou que compreende o pensamento da torcida em relação ao futebol. Lembra que a prioridade era "arrumar a casa", mas avalia que o clube está perto de ter retorno no campo com uma situação mais estável fora dele.

- Como torcedor, compreendo como os torcedores estão pensando. O trabalho de recuperação foi de arrumar a casa para depois colher os frutos. Estamos muito próximos disso.

Confira lista de vice-presidentes empossados:
 
Rafael Strauch – Administração
Antonio Tabet – Comunicação
Alexandre Povoa – Esportes Olímpicos
Claudio Pracownik – Finanças
Flavio Godinho – Futebol
Humberto Mota – Fla-Gávea
Plinio Serpa Pinto – Gabinete da presidência
José Rodrigo Sabino – Marketing
Alexandre Wroebel – Patrimônio
Roberto Magalhães Diniz – Patrimônio Histórico
Pedro Almeida - Planejamento
Flavio Willeman – Procuradoria Geral
Marcelo Haddad – Relações externas
Gerson Biscotto – Remo
Edmilson Siqueira Varejão - Secretaria
Luiz Felipe Teixeira – Tecnologia da Informação

Eduardo Bandeira de Mello toma posse no Fla (Foto: Gustavo Rotstein)

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Flamengo tem acerto verbal com Henrique, que busca liberação junto ao Napoli


Henrique, Napoli x Juventus (Foto: Getty Images)
A semana do Flamengo no mercado promete ser agitada, e o clube está dando passos importantes nas negociações em andamento. Para o setor defensivo, a diretoria rubro-negra chegou a um acerto verbal com o zagueiro Henrique, do Napoli. Segundo apurou o GloboEsporte.com, o jogador aceitou receber cerca de R$ 350 mil mensais, reduzindo seu salário atual, e o contrato provavelmente será de três anos, até o fim de 2018. Falta agora o acerto com o time italiano.

Henrique está curtindo alguns dias de férias em Dubai, nos Emirados Árabes, e voltará à Itália no fim desta semana. Ficou combinado que ele próprio se reunirá com a diretoria do Napoli para tentar definir a forma de sua saída do clube.

O zagueiro tem contrato até o meio de 2017 com os italianos, que a princípio acenaram com a pedida de cerca de 2 milhões de euros para liberá-lo, o equivalente a cerca de R$ 8,5 milhões - o empréstimo não é uma possibilidade. Na reunião, Henrique tentará facilitar sua liberação. Insatisfeito por não ter tido uma oportunidade sequer na temporada - não disputa uma partida oficial desde 10 de maio -, ele quer novos ares.

Grêmio praticamente descartado
 
O Grêmio, que começou a corrida por Henrique como favorito, está praticamente fora da disputa, segundo apurou a reportagem junto a fontes ligadas ao atleta. A própria diretoria gaúcha admite internamente que o negócio desandou e que é difícil competir com o poder aquisitivo superior do Flamengo. O Guangzhou Evergrande, time da China comandado por Luiz Felipe Scolari, também tem chance bastante remota.

O Flamengo chegou a consultar a situação de Henrique no meio do ano, mas não evoluiu. O alto salário que recebe na Itália foi um entrave na época. Agora, em busca de recuperar espaço, ele reduziu a pedida, o que ajudou na negociação. E o clube da Gávea aparece mesmo como destino provável do defensor.

Henrique tem 29 anos e 1,85m. Revelado pelo Coritiba, destacou-se no Brasil principalmente pelo Palmeiras e estava no grupo da Seleção na última Copa do Mundo. Na Europa, chegou a ser contratado pelo Barcelona, mas praticamente não jogou por lá e foi emprestado ao Bayer Leverkusen-ALE e ao Racing-ESP.

A zaga rubro-negra hoje conta com Wallace, César Martins e o novo reforço Juan. Antônio Carlos, do Avaí, está bem perto de ser mais um novo contratado. E o Flamengo ainda contará com dois jogadores vindos dos juniores: Rafael Dumas e Léo Duarte. Marcelo, em fim de contrato, foi dispensado, e Samir teve a venda acertada ao Udinese, da Itália.


segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Morro da Viúva está perto de retornar para o Flamengo


 Cerca de dois anos e meio depois da saída do último inquilino do Edifício Hilton Santos, e o imbróglio com a EBX, empresa do ex-bilionário Eike Baptista, o Flamengo está prestes a reaver o prédio do Morro da Viúva, no bairro que leva o nome do clube, na Zona Sul do Rio de Janeiro. A tramitação ainda precisa passar pelo Conselho Deliberativo do Fla para aprovação. A tendência é que isso ocorra até o início do ano que vem.

Mesmo com a devolução do bem ao Flamengo, o Rubro-Negro não precisará ressarcir a EBX com os aproximadamente R$ 15 milhões investidos pelo empresário para concessão do prédio por 25 anos, para a construção de um hotel de luxo no local. O clube, porém, ainda não fez um estudo do que fará com o imóvel. O caso é visto com cautela.

– Isso ainda precisa passar pelo Conselho. Fizeram o pagamento do acordo. A empresa não cumpriu com as obrigações dela a respeito do imóvel e estão devolvendo – disse o vice de patrimônio Alexandre Wrobel.

No início do ano, o prédio foi alvo de ocupação de cerca de 90 pessoas que tinham sido retiradas de um terreno da Cedae, na Zona Portuária, e outro da antiga Telerj, na Zona Norte do Rio. Uma semana depois, a EBX, em conjunto com o clube, conseguiu uma ação que garantiu a desocupação do local. Desde então, o prédio está abandonado sem qualquer tipo de manutenção. A tendência é que assim que estiver com o bem em mãos, o Fla faça um acordo nos mesmos moldes feitos antes.

Fla TV tem maior média de crescimento de assinantes no YouTube na última semana


Após o início dos trabalhos, a Fla TV já vem mostrando que chegou para fazer sucesso entre a Nação Rubro-Negra. O canal oficial do Flamengo no Youtube chegou à maior média de crescimento entre os clubes do Brasil com mais de 1.600 novos inscritos na semana entre o dia 9 e 16.12. Clique aqui para se inscrever de graça e fazer parte desse crescimento.

Com conteúdo publicado no Youtube de segunda a sábado, a Fla TV também tem sua edição regular no canal Premiere em um programa de 25 minutos. A estreia foi na última segunda (14.12) e o programa volta a ser exibido no dia 21.

Confira a comparação do Flamengo com os canais de outros clubes em novos inscritos (9 a 16.12)

Flamengo: 1.668
São Paulo: 1.639
Palmeiras: 1.456
Corinthians: 508
Santos: 500


Saída de Everton para o futebol chinês esfria. Meia deve seguir no Flamengo



Everton - Treino do Flamengo (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)A saída do meia Everton estava sendo dada como praticamente certa, após a sondagem do Tianjin Songjiang, da China, time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Os rumores aumentaram ainda mais depois que o meia esteve envolvido no “Bonde da Stella”. Entretanto, de acordo com o diretor-executivo Rodrigo Caetano, as conversas não acançaram, esfriando uma possível saída do jogador neste final de temporada para o futebol asiático.

– Em meados de outubro, novembro, essa possibilidade que todos sabem, dele ir para o mesmo time que o Vanderlei Luxemburgo foi, mas até o momento não tivemos nenhum documento oficial, absolutamente – explicou o dirigente.

Everton, que retornou ao Flamengo no fim de 2013, após destacar-se no Atlético-PR, tem vínculo com o Rubro-Negro da Gávea até dezembro de 2018. A tendência, portanto, é que o jogador siga nos planos do técnico Muricy para os próximos anos.

Assim que assumiu o clube chinês, no início do mês passado Vanderlei Luxemburgo fez uma e acabou levando sete membros da comissão técnica permanente do Flamengo.

Já está decidido: Paulinho fora do Flamengo

Paulinho Corinthians Flamengo (Foto: Reprodução / Twitter)O atacante Paulinho não deverá atuar pelo Flamengo em 2016. O próprio técnico Muricy Ramalho, recém-contratado pelo Rubro-Negro, foi quem afirmou, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que não conta com o jogador para a próxima temporada. O treinador disse ainda que Paulinho "está no mercado".

- Não espero contar com ele, isso já é uma coisa definida. O Paulinho é um jogador que está à disposição do mercado - disse Muricy.

A permanência de Paulinho no Flamengo em 2016 já era complicada. Depois de se envolver na polêmica do "Bonde da Stella", ele terminou o ano em baixa, como uma possível moeda de troca. A situação piorou depois que uma foto do atacante com a camisa do Corinthians vazou na internet. O clube paulista estaria de olho no jogador, apesar das diretorias do dois clubes negarem qualquer negociação. Muricy comentou o episódio:

- Ele é um jogador valorizado e tem contrato com o Flamengo. Então, tem que se acertar com o Flamengo. Tem que ter um pouco de calma. Não é assim que faz as coisas. Ele tem contrato com o Flamengo e deve responder por isso - disse Muricy.

Dos cinco jogadores do "Bonde da Stella", Paulinho, por enquanto, é o único que não deve ser aproveitado. Alan Patrick está com sua renovação encaminhada, assim como Pará. A saída de Everton para a China esfriou, e Muricy Ramalho já disse que conta com Marcelo Cirino para a temporada 2016.


Kalil denuncia complô de cinco clubes contra ele ao justificar sua saída da liga


Alexandre Kali, ex-executivo da Primeira Liga (Foto: Marco Antônio Astoni)
O ex-presidente do Atlético-MG e ex-diretor executivo da Primeira Liga, Alexandre Kalil, explicou, em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira, os motivos de sua saída da entidade. Segundo Kalil, um complô formado por cinco clubes foi a principal causa. Ele, no entanto, não quis revelar os nomes.   

- Cinco clubes, que não vou falar quais são, fizeram um complô contra mim. Por isso, estou fora. Conspiração é assim, feita na sombra. Eu fui pego de surpresa. Mas a Liga é de todos nós. Eu torço demais para dar tudo certo.   

Kalil foi enfático na negativa de sua volta à Primeira Liga, mesmo em caso de mudança na diretoria.   

- A chance da minha volta é zero. Não caio em esparrela.

O ex-dirigente falou ainda que acredita no sucesso da Liga, mesmo sem a participação dele, e avalia que a entidade ficará mais forte após sua saída.   

- A Liga já está aí. É irreversível. A Liga está pronta. A TV vai comprar. É muito melhor passar um Atlético-MG x Flamengo do que vasco x Cabofriense. Minha saída fortalece muito a Liga. Se não colocarem essa Liga para rodar em 2016, os 15 clubes saem muito desmoralizados.

 
No dia 10 deste mês, o presidente do Cruzeiro e também presidente da Primeira Liga, Gilvan de Pinho Tavares, anunciou a saída do time celeste da competição, mas voltou atrás na decisão uma semana depois.

A Primeira Liga é formada por Flamengo, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, América-MG, Coritiba, Atlético-PR, Paraná, Chapecoense, Criciúma, Avaí, Figueirense, Joinville, Grêmio e Internacional. Em 2016, somente Paraná, Chapecoense e Joinville não participarão do torneio. Estão previstas seis datas para a competição, que terá início no dia 27 de janeiro e final no dia 31 de março.

"Ok" do Figueira separa Muralha do Fla; diretorias dão negócio como certo


Alex Muralha Figueirense (Foto: Luiz Henrique/Figueirense FC)

Falta pouco para o Flamengo ter um novo goleiro no elenco. O Rubro-Negro acertou tudo com Alex Muralha e fez proposta de cerca de R$ 4 milhões ao Figueirense para comprar 50% dos direitos do jogador. Falta somente o "ok" dos catarinenses, mas o GloboEsporte.com apurou que as duas diretorias já dão a transferência como certa. É questão de resolver os últimos detalhes contratuais, o que deve acontecer ainda no início desta semana.

O Flamengo apalavrou o acerto com Alex Muralha por três anos, até o fim de 2018. A ideia do staff do atleta, no entanto, é assinar um compromisso de quatro anos. Isso será resolvido em breve, quando o empresário Alexandre Aki e o goleiro viajarão ao Rio de Janeiro para reunião com a diretoria rubro-negra.

Alex Muralha tem 26 anos e foi destaque do Figueirense no Campeonato Brasileiro. Ele renovou recentemente com os catarinenses até 2018, mas a negociação é vista com bons olhos pelas partes. De férias em Minas Gerais, o goleiro se mostrou empolgado em defender o Flamengo.

- Foi uma proposta oficial, então agora é ver o que vai ser melhor para todos. A gente sempre quer crescer. No futebol e na vida, a gente procura alcançar coisas maiores. Uma oportunidade como essa é uma coisa muito grande, então fico feliz de saber que isso pode acontecer. Fico feliz de o trabalho ter sido bem feito durante todo o ano - disse Muralha.

A contratação de um goleiro não era considerada prioridade, mas estava nos planos do clube carioca. Se assinar, Alex Muralha chegará para disputar a posição de titular com Paulo Victor.

Resumo do mercadão rubro-negro
 
O Flamengo já anunciou as contratações do lateral-direito Rodinei (Ponte Preta), do zagueiro Juan (Internacional) e do volante Willian Arão (Botafogo) para a próxima temporada. Além de Alex Muralha, o clube também está perto de fechar com o lateral-esquerdo Chiquinho (Santos). E tem negociações em andamento com o zagueiro Henrique (Napoli-ITA), o volante Marcelo Díaz (Hamburgo-ALE) e o meia Federico Mancuello (Independiente-ARG).

De saída está o zagueiro Samir, comprado pelo Udinese-ITA. O atacante Paulinho deve ser negociado, e também há essa possibilidade para o meia-atacante Everton. Em fim de contrato, o lateral-direito Ayrton, o lateral-esquerdo Armero, o zagueiro Marcelo e o meia Almir não ficarão para 2016. O atacante Emerson Sheik renovou por um ano, e esse caminho deve ser seguido pelo meia Alan Patrick e o volante Márcio Araújo, que estão perto da assinatura.

Com 12 bolas de três, Flamengo bate o São José e vence a terceira seguida


Com mais de um terço dos pontos anotados em arremessos de três, o Flamengo conquistou sua nova vitória no NBB 8, a terceira consecutiva. Desta vez, a vítima da pontaria rubro-negra foi o São José. Desfalcado do armador americano Jamaal Smith, que viajou para os Estados Unidos para resolver problemas pessoais, o time paulista, que também vinha de dois resultados positivos, não foi páreo para os donos da casa. Com 12 bolas de longa distância certeiras, o atual tricampeão nacional venceu por 94 a 77 (51 a 36) e segue na cola de Paulistano e Bauru, líder e vice-líder da competição.

Flamengo x São José NBB (Foto: Karen Duarte) 
A equipe do técnico José Neto conquistou sua terceira vitória consecutiva no NBB 8 (Foto: Karin Duarte)
 
Com quatro arremessos certeiros na linha de três pontos, Marquinhos comandou a artilharia do Flamengo neste domingo. Cestinha do confronto com 21 pontos, o ala ainda anotou oito assistências e dois rebotes. Marcelinho não ficou muito atrás. Com três arremessos certos, o capitão rubro-negro anotou 13 pontos. Olivinha e Jason Robinson, com dois chutes de longa distância certos cada um, e Rafael Mineiro, com uma bola na cesta, garantiram os 42,9% de aproveitamento do time carioca no fundamento.

Confira a tabela e a classificação do NBB 8

Apesar da derrota, os paulistas foram até melhores que os rubro-negros no quesito. Mesmo com dois acertos a menos, a equipe e São José chutou apenas 21 bolas de três pontos, sete a menos que os donos da casa, e terminaram a partida com 47,6% de apoveitamento. Matheus Dallas, com três bolas de três anotou 18 pontos e foi o maior pontuador dos visitantes. Cesar e Pedro acertaram dois arremessos cada um e anotaram 12 e 13 pontos, respectivamente. Renato, com 17 pontos e apenas uma bola de três, também se destacou.

Satisfeito com a terceira vitória seguida do Flamengo no NBB, o técnico José Neto elogiou a defesa e, principalmente, a postura demonstrada em quadra por seus jogadores.

- Enfrentar o campeão paulista não é uma tarefa fácil, ainda mais sabendo que eles vinham de duas vitórias seguidas. É um time bastante ofensivo e acho que foi um mérito muito grande da nossa equipe limitar eles a fazerem apenas 77 pontos.  Além disso muito do que aconteceu foi muito em função da atitude dos jogadores, que fez com que nós tivéssemos o controle da partida do início ao fim. Muito mérito do grupo da atitude que demonstrou em quadra - elogiou o comandante rubro-negro.

FLAMENGO: Rafa Luz (6), Marquinhos (21), Olivinha (16), Jason Robinson (8) e Jerome Meyinsse (8). Entraram: Marcelinho (13), Rafael Mineiro (9), JP Batista (12), Gegê (1). TÉCNICO: José Neto


SÃO JOSÉ: Cauê (0), Matheus Dalla (18), Cesar (12), Pedro (13) e Renato (17). Entraram: Arthur (9), Gustavo (5), Bruno Ferreira (3), Aguirre (0) e Daniel Filé (0). TÉCNICO: Cristiano Ahmed

OUTROS RESULTADOS:
 
Rio Caro 67 x 77 Minas Tênis
Vitória 74 x 65 Caxias
Macáe 70 x 82 Mogi as Cruzes

domingo, 20 de dezembro de 2015

Flamengo confirma venda de zagueiro Samir para o Udinese, da Itália


Samir, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Em 2016 o Flamengo terá de volta Juan, sua cria. Mas, ao mesmo tempo, negociou outro zagueiro revelado em suas divisões de base. O clube confirmou a venda de Samir para o Udinese, da Itália, e por ela vai receber cerca de R$ 8 milhões, relativos aos 50% dos direitos econômicos do jogador que pertencem ao Rubro-Negro.

- O Samir, de forma oficial, está negociado e vai fazer os exames médicos nos próximos dias - confirmou o diretor executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano.

Em seus primeiros seis meses, Samir será emprestado ao Granada, da Espanha, para disputar a segunda metade da temporada europeia. A ideia é que ele vá para a Itália somente depois desse período de experiência. Tanto o Udinese quanto o Granada são controlados pelo magnata italiano Giampaolo Pozzo.

Nos últimos dias o Flamengo intensificou a busca por um zagueiro experiente. O principal nome em pauta é Henrique, do Napoli, da Itália. Ele já tem acerto avançado com o Rubro-Negro, que, entretanto, ainda precisa conversar com o clube italiano para conseguir a liberação. Além disso, o Flamengo está apalavrado com Antonio Carlos, ex-Avaí, que chega para compor elenco e fazer parte do time alternativa que vai disputar o Campeonato Carioca.

Flamengo é clube com marca mais valiosa do futebol nacional, diz estudo



A forma como o Flamengo lida com suas finanças trouxe um grande feito para o clube fora de campo. De acordo com levantamento divulgado pela BDO Sports Management, o  Mengão encerrou o ano de 2015 como o clube com maior valor de marca do futebol brasileiro.

A pesquisa, feita com 30 clubes, avaliou as receitas de marketing, estádio, sócios e mídia. Além disto, foram considerados dados financeiros (fluxo de caixa e diferenciais de marca de cada clube) e pesquisa e dados do torcedor (as características de cada torcida).

Após cinco anos, o Flamengo assumiu a liderança, deixando para trás o Corinthians. O clube encerrou o ano com sua marca avaliada em R$ 1,243 bilhões - R$ 237 milhões a mais. Segundo a BDO Sports Management, o Mengão tem 53% de sua força nas mãos da torcida, enquanto 32% chegam pelas receitas e os outros 15% vêm através do mercado.

CONFIRA ABAIXO O LEVANTAMENTO DE VALOR DE MARCA DE CLUBES em 2015 (em R$)*


1 - Flamengo - 1,2437 bilhões

2 - Corinthians - 1,2414 bilhões
3 - São Paulo - 878,1 milhões
​4 - Palmeiras - 651,2 milhões
5 - Grêmio - 590,1 milhões
6 - Internacional - 580,7 milhões
7 - Cruzeiro - 512,2 milhões
​8 - Santos - 404,6 milhões
9 - Atlético-MG - 394,8 milhões
10 - vasco - 359,3 milhões, ridículo
11 - Fluminense - 256 milhões
12 - Botafogo - 209,3 milhões
13 - Atlético-PR - 146,8 milhões
14 - Coritiba - 141,2 milhões
15 - Bahia - 102,5 milhões
16 - Sport - 87,4 milhões
17 - Vitória - 78,5 milhões
18 - Goiás - 63,7 milhões
19 - Portuguesa - 58,4 milhões
20 - Figueirense - 51,2 milhões
21 - Criciúma - 40,5 milhões
22 - Avaí - 39,5 milhões
23 - Náutico - 36,4 milhões
24 - Ponte Preta - 35,5 milhões
25 - Santa Cruz - 32,9 milhões
26 - Guarani - 19,1 milhões
27 - Ceará - 19 milhões
28 - Paraná - 18,8 milhões
29 - Atlético-GO - 17,6 milhões
30 - Fortaleza - 13,4 milhões

*Fonte: Análise BDO Sports Management