Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 14 de março de 2015

Em jogo emocionante, Pioneros vence o Flamengo e vai à final da Liga das Américas


 O Flamengo foi supreendido pelo Pioneros (MEX), na prorrogação por 82 a 81 e deu adeus ao sonho do bicampeonato da Liga das Américas. Com o resultado, que deixou um gosto amargo na torcida rubro-negra, que compareceu em bom numero ao Maracanãzinho, a equipe mexicana decide, neste domingo, a competição com Bauru, que mais cedo passou pelo Peñarol (ARG).

O destaque da grande vitória gringa foi o pivô Keenan, com 25 pontos. Pelo lado do Flamengo, Marquinhos, com 27 pontos, foi o principal jogador dos donos da casa.

Final da Liga das Américas será neste domingo, às 20h15, entre Pioneros e Bauru, no Maracanãzinho. Flamengo e Peñarol jogam às 18h pelo terceiro lugar.

O SporTV transmite os dois jogos ao vivo, e o assinate do Canal Campeão também pode acompanhar através do SporTV Play. O GloboEsporte.com segue em Tempo Real.


Zagueiro Marcelo dá susto ao sofrer choque de cabeça, mas passa bem




O zagueiro Marcelo deu um susto nos torcedores que já estavam de saída de Los Larios, em Duque de Caxias-RJ, ao sofrer um choque de cabeça com um jogador do Tigres já no finzinho da partida deste sábado. Após o apito final, que decretou a vitória do Flamengo sobre o time da casa por 3 a 1, o camisa 13 ficou estirado no gramado, com as mãos na cabeça, e foi retirado de maca, gerando muita preocupação. Felizmente, não passou de um susto, de fato. Responsável pelo atendimento de Marcelo, o médico Márcio Tannure explicou o ocorrido.

- Ele está bem. O Marcelo ficou com um pouco de dor de cabeça por causa do choque e sentou no gramado, aí foi colocado na maca. Óbvio que a gente sempre fica alerta a todos os atletas, mas ele está bem, tranquilo - disse o médico do Flamengo.

marcelo cirino flamengo x tigres (Foto: Ivan Raupp) 
Zagueiro Marcelo é retirado de campo de maca ao fim da partida (Foto: Ivan Raupp)

Marcelo foi titular da zaga rubro-negra neste sábado ao lado de Frauches. Com Samir machucado e Wallace e Bressan pendurados, Vanderlei Luxemburgo optou por poupar estes dois já pensando no clássico com o vasco sanitário, no domingo da semana que vem.

O triunfo deixou o Flamengo na liderança provisória do Campeonato Carioca, com 23 pontos.

Parceria entre Léo Moura e Governo do Rio cria escolinhas de futebol no estado


O lateral-direito Léo Moura e o Governo do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria estadual de Esporte, Lazer e Juventude, fizeram uma parceria para criar escolinhas de futebol pelo estado, tendo o ex-jogador do Flamengo como garoto-propaganda. Ao todo, estão sendo instaladas nove núcleos: seis nas cidades de Barra do Piraí, Piraí, Varre e Sai, São José de Ubá, Aperibé e Cambuci, além de outras três nas comunidades Tabajaras e Santa Marta (Zona Sul) e Jacarezinho (Zona Norte).
Léo Moura lança projeto com Governo do Rio

 
 O projeto oferece aulas de futebol e princípios de ética e cidadania. No final do ano, será realizado um torneio entre todas as escolinhas, e os vencedores farão um estágio nos Estados Unidos, onde Léo Moura jogará nas próximas três temporadas, pelo Fort Lauderdale Strikers, clube que tem Ronaldo Fenômeno como sócio.

- Estamos aqui plantando mais um semente. Eu pedi ajuda para lançar um projeto e dar oportunidades e um futuro melhor a essas crianças - disse o jogador.

Para realizar a inscrição nas escolinhas, é necessário que o responsável compareça ao local para preencher a ficha de cadastro do menor com a seguinte documentação: uma foto 3x4, comprovante escolar e de residência. Cada núcleo poderá atender até 250 alunos, na faixa etária de sete a 17 anos, e as aulas serão de segunda-feira a sábado, nos turnos da manhã e tarde.

Luxa elogia time após vitória e vê Flamengo no esquema da Alemanha

O duelo contra o Tigres era importante para manter o Flamengo no G-4 do Campeonato Carioca, e a vitória por 3 a 1 em Los Larios foi bastante comemorada pela comissão técnica. Inclusive, colocou o time na liderança provisória da competição. Vanderlei Luxemburgo, que tratou a partida como uma decisão, elogiou a atuação rubro-negra. Feliz pelo resultado que vem tendo com três atacantes - neste sábado jogaram Gabriel, Marcelo Cirino e Alecsandro - e incomodado com algumas críticas por novamente atuar com três volantes - Márcio Araújo, Jonas e Canteros -, o treinador comparou seu esquema de meio-campo ao da seleção alemã.

- Hoje joguei com três atacantes, um mais fixo e dois de lado, e três jogadores no meio-campo que se movimentam bastante. A Alemanha jogou a Copa do Mundo com essa formação e ganhou. Aqui, quando faço isso, dizem que não dá. Não tem três volantes. São três jogadores com dinâmicas diferentes, que vão se revezando. Mas essa discussão vai ser eterna no Brasil. Aqui se critica muito. Pelos comentaristas de futebol, pelos formadores de opinião. Eles confrontam as minhas ideias com as deles. Eles não analisam o que está acontecendo no jogo. Aí na cabeça dele ele acha que estou errado porque não analisa o que estou fazendo. Isso vai ser um confronto eterno - disse.


Luxemburgo mudou o foco do time para a Copa do Brasil, já de olho na partida de volta contra o Brasil de Pelotas-RS na quarta-feira, às 22h, no Maracanã - o Fla venceu no Sul por 2 a 1, falou sobre as dificuldades de ter um jogo em estádios como o do Tigres e explicou o problema que teve com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

Veja a seguir os demais tópicos da coletiva pós-jogo de Luxa:

Foco na Copa do Brasil 
O jogo era uma decisão. O importante era a vitória. Hoje estamos na liderança da competição. Passamos à frente. Contra o Volta Redonda a gente estava jogando para estar na zona de classificação. Quem ganhasse ficaria entre os quatro. Temos que comemorar hoje. Agora temos que tirar a cabeça do Carioca e jogar a partida de quarta, botar a cabeça na Copa do Brasil. Vamos enfrentar um time difícil, que está liderando o estadual de novo. Temos que trabalhar muito bem esse jogo. Amanhã tem descanso, os jogadores vão poder ficar com a família, dar "uma" caprichada (risos), tomar um vinhozinho.

Jogar em Los Larios
-É um campo apertado. O jogo fica muito mais rápido, de contato. É difícil jogar aqui. O campo é até bom, mas é um pouco duro, e a bola fica mais viva. Mas tem que jogar. Houve muitas declarações de que jogar em Xerém ou Caxias é ruim. Vamos separar as coisas. A população daqui não tem nada a ver com a parte que toca o futebol. Com todo o respeito ao Tigres, o importante é colocar o jogo do Flamengo onde tenha um mínimo... Ficou tanta gente para fora. Uma coisa é o estádio em condições de ter um jogo de futebol, outra é a população da cidade, que não tem nada a ver com isso. Se aqui tivesse um estádio que pudesse abrigar tantos torcedores como tem que abrigar e oferecesse as condições mínimas para a gente poder trabalhar não teria problema nenhum. As condições daqui são ideias para se ter um jogo e vender um campeonato? Tudo bem as cidades que adquirem o direito de estar na primeira divisão. Mas será que elas podem abrigar um jogo da primeira divisão. Esse é o questionamento que tem que ter. Uma coisa é a primeira divisão, outra é a segunda. Isso tem que ser discutido quando for formatar um campeonato. O CT aqui é fantástico, é bem legal, mas será que um jogo desse porte de Flamngo ou Vasco ou Botafogo, que jogaram aqui... Isso tem que ser discutido.

Jogo contra o Brasil de Pelotas
Você é assistente do técnico do Brasil? Se eu falar tudo que vou fazer, o cara vai saber o que estou fazendo.

Clássico de domingo com o vasco
Vou deixar para falar do clássico a partir de quinta-feira, depois da Copa do Brasil. Não tenha dúvida que estou pensando, só não quero falar. Se tirei o Wallace e o Bressan porque estavam com dois cartões amarelos cada, é porque tem uma preocupação para o clássico. E hoje tirei dois que tinham cartão amarelo (Jonas e Canteros) porque estava pegado, com equívocos do árbitro. Podia ter um expulso.

Atuação da dupla de zaga
O Frauches e o Marcelo são dois jogadores em quem confiamos bastante. Foi bom ter analisado os dois. Eles se saíram bem, tiveram erros normais.

Marcelo Cirino e mexidas no time
O Marcelo não é aposta minha. Não sou dono do passe dele, só sou técnico. Acho que ele produz mais por dentro porque a qualquer 10 metrinhos ele está na cara do gol. No terceiro gol o Gabriel dá a bola para ele, que sai depois do marcador e consegue chegar antes, tira do goleiro e bate para o gol. É uma coisa que foi analisada quando pensamos em contratá-lo. Eu disse que ele era de lado, mas que tinha uma característica diferente. Acho que ali ele vai evoluir mais do que no Atlético-PR. Ele agora está fazendo gol. A função do treinador é essa. No segundo tempo apostei mais em velocidade. Sabia que o time do Tigres vinha para cima e tirei o Alec. O Paulinho e o Gabriel limpam a frente.

Estágio da equipe
Nós estamos evoluindo, mas ainda tem muita coisa para caminhar. Estamos mudando a característica da equipe, jogadores lesionados, jogadores voltando de lesão. Estou dando uma cara à equipe de velocidade e mudança de direção. Não tem aquele jogador mais fixo. O único fixo é o Alecsandro, o resto muda de direção. Temos as alternativas e elas estão acontecendo.

Problema com a Ferj no intervalo
A gente está atento a tudo o que acontece no jogo de futebol. Tem o delegado do jogo, o quarto árbitro, e estou vendo um cara de vermelho da Ferj que não tem nada a ver com a partida. Fui perguntar se ele estava na súmula (é jornalista da Ferj). Eu queria saber quem era. Me falaram que é da estatística, mas não tem que estar ali.



Melhores Momentos Flamengo 3 x 1 Tigres RJ - Carioca 2015


Flamengo 3 x 1 Tigres


Ficha técnica

Gol:  Alecsandro, Marcelo Cirino(2) (Fla)Fabiano Oliveira(Tig)


Cartão amarelo: Jonas, Canteros (Fla)Fabiano Oliveira, Zé Carlos(Tig)

Público:  todos os ingressos vendidos (4.488 pagantes)
Renda: R$ 134.640,00


Marcelo Cirino chega a oito gols e dispara na liderança isolada do Carioca, dois a mais que Fred, do Flu.


Flamengo:  Paulo Victor; Pará, Frauches, Marcelo e Anderson Pico; Márcio Araújo, Canteros(Cáceres) e Jonas(Luiz Antonio); Gabriel, Marcelo Cirino e Alecsandro(Paulinho).
Técnico:Vanderlei Luxemburgo

Tigres: Santiago; Zé Carlos, Spice e Matheus(Marlinho); Renan(Lucas), Leão(Silva), Jean Carioca, Paulinho Guará; Alex Sassá e Fabiano Oliveira.
Técnico: Rubens Filho

Árbitro:Philip Georg Bennett
Auxiliares: Luiz Cláudio Regazone e Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá.

 Data: 14/03/2015

Hora: 16h (de Brasília)
Local: estádio Los Larios /

Transmissão: Premiere e PFC HD exibem o duelo ao vivo através do sistema pay per view.

Por Montillo, Fla assume risco de ter o seu 10 só na 14ª rodada do Brasileirão

Montillo em ação pelo Shandong Luneng (Foto: Reprodução/Sina.com)Não é novidade que o Flamengo busca de forma incessante um meia armador de nome para dar um brilho a mais ao seu elenco. Esse jogador já foi escolhido, é Walter Montillo, com quem o clube já tem tudo acertado, mas ainda existe indefinição em relação a quando ele poderá vestir a camisa rubro-negra. Como a liberação do argentino junto ao Shandong Luneng, da China, deve acontecer apenas no meio do ano, o Fla está assumindo o risco de poder contar com seu camisa 10 e principal reforço da temporada somente a partir da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, em função de como funciona a janela de transferências.

No Brasil, a janela para jogadores vindos do exterior fecha no dia 31 de março e só reabre em 14 de julho. O primeiro jogo do Flamengo após essa reabertura ocorre no fim de semana de 18 e 19 de julho, quando receberá o Grêmio pela 14ª rodada da competição. Os dirigentes rubro-negros estão seguindo os passos de Montillo, mas ainda tratam publicamente a negociação com cautela.

- Se for o Montillo realmente, é um risco. Não tem como medir agora. Vamos esperar? A gente tem interesse, mas não tem definição. A gente sabe das datas. Nós vamos avaliar se vale ou não - disse o vice de futebol do Flamengo, Alexandre Wrobel.

A pontinha de esperança rubro-negra está na reunião que Montillo e seu empresário terão com o Shandong no começo da próxima semana para discutir a liberação. O jogador já havia deixado clara sua vontade de deixar a China por problemas de adaptação de seus filhos, e um retorno ao Brasil sempre foi visto por ele com ótimos olhos. No entanto, tanto o meia quanto seu agente acham praticamente impossível que isso ocorra agora, o que, se acontecesse, possibilitaria sua contratação pelo Flamengo até 31 de março - as inscrições para o Carioca já foram fechadas, mas assim ele poderia disputar o Brasileirão desde o início. O objetivo, então, será convencer os chineses a liberá-lo de fato no meio do ano.

Como o investimento no atleta foi alto, o Shandong tem dificultado essa negociação desde que ela foi iniciada, na pré-temporada do Flamengo. Depois de ficar fora da primeira partida do clube no Campeonato Chinês, Montillo ficou no banco de reservas e entrou aos 29 do segundo tempo na derrota por 3 a 2 para o Liaoning, sexta-feira.

Ainda de acordo com Alexandre Wrobel, o Fla também analisa nomes do futebol nacional para contratar, principalmente meias e atacantes. O foco do clube é achar um de cada posição no mercado, seja dentro ou fora do Brasil. Com Montillo já encaminhado para a armação de meio-campo, se a diretoria optar por um atacante que também venha do exterior serão dois reforços que poderão atuar somente quase na metade do Brasileirão.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Cirurgia em Nixon é bem sucedida, e atacante do Flamengo terá alta neste sábado

Nixon treino Flamengo  (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Nixon passou por uma cirurgia nesta sexta-feira para corrigir um problema de nascença no tendão patelar do joelho esquerdo - de nascença. E a operação foi bem sucedida, segundo informou o Flamengo. O atacante vai receber alta na manhã deste sábado e iniciar as sessões de fisioterapia na próxima semana. O jogador, que desde o início da temporada esteve no departamento médico rubro-negro em outras oportunidades para fazer trabalho de reforço muscular e tratar dores no tendão dos dois joelhos, tem previsão inicial de retornar aos gramados dentro de 45 dias.

- A cirurgia foi bem sucedida, tudo saiu conforme o previsto. Foi feita uma descompressão no tendão patelar do joelho esquerdo do atleta. Ele terá alta amanhã e se reapresenta  na terça-feira para tratamento - explicou José Luiz Runco, chefe do departamento médico rubro-negro, através da assessoria de imprensa do clube.

A confirmação da cirurgia de Nixon na última quinta gerou mal-estar no departamento de futebol. Gerente de conteúdo do clube, Arthur Muhlenberg "atropelou" a assessoria de imprensa, que aguardava uma posição dos médicos para fornecer a informação completa aos jornalistas sobre a cirurgia do atacante, e confirmou a necessidade da operação por meio de uma rede social.


Com formação mais alta, Marquinhos melhora seus números pelo Flamengo

Na mudança feita pelo técnico José Neto no quinteto inicial do Flamengo, Marquinhos se transformou em um segundo armador do time. A opção por essa escalação aconteceu a partir do jogo com o Macaé, no dia 23 de fevereiro, quando o ala marcou 22 pontos. Seu rendimento em números melhorou e a média de pontos e assistências subiu.

No Novo Basquete Brasil, Marquinhos tem média de 15,9 pontos por jogo, incluindo os 22 do confronto com o Macaé, e 2,18 assistências. Na Liga das Américas, onde atuou apenas nos últimos três jogos, todos com essa nova formação, ele chegou a 17,3 pontos e quatro assistências. Nos rebotes, os números se aproximam, com 4,2 no NBB e 4,7 na LDA.

Benite e Marquinhos, Treino Flamengo Basquete (Foto: Thales Soares) 
Benite e Marquinhos durante o treinamento do Flamengo no Maracanãzinho (Foto: Thales Soares)

No treinamento desta sexta-feira, no Maracanãzinho, Neto, mais uma vez, trabalhou com essa formação mais alta inicialmente, com Laprovittola, Marquinhos, Olivinha, Hermann e Meyinsse. Depois, colocou Marcelinho e Benite nos lugares de Marquinhos e Olivinha.

Toda a atividade pensando no confronto com o Pioneros de Quintana Roo, do México, neste sábado, às 20h15 (horário de Brasília), que vale vaga na final da Liga das Américas. O outro time sai do jogo entre Bauru e Peñarol, da Argentina, que se enfrentam às 18h (de Brasília).

- Nosso time é eclético. Pode colocar cinco jogadores do banco que eles vão dar conta do recado. Neto optou por essa formação para jogar bem perto da cesta no começo do jogo, pegar rebotes e fazer um garrafão forte para dar confiança. No decorrer, as mudanças acontecem. Ele tem muita opção - comentou Marquinhos.

Na derrota para o Pioneros, a única do Flamengo nesta edição da Liga das Américas, Marquinhos não atuou. Ele ficou fora de toda a primeira fase e voltou ao time apenas no quadrangular que decidiu a classificação para o Final Four.

O SporTV transmite as semifinais a partir das 18h deste sábado e a disputa do 3º lugar e a final no mesmo horário, no domingo. Os assinantes do Canal Campeão também podem acompanhar no SporTV Play. O GloboEsporte.com segue tudo em Tempo Real.

Programação

Sábado (semifinais)
18h - Bauru (BRA) x Peñarol (ARG) - SporTV 3
20h15 - Flamengo (BRA) x Pioneros (MEX) - SporTV 3

Domingo (3º lugar e final)
18h - 3º lugar - SporTV 3
20h15 - Final - SporTV 2

Flamengo e Fluminense entram com representação contra arbitral na Ferj

Flamengo e Fluminense entraram nesta sexta-feira com representação contra o arbitral agendado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para o próximo dia 17 de março, às 15h. A reunião tem como principal discussão o contrato de aluguel dos estádios e os critérios objetivos de aplicação do artigo 133 do Regulamento Geral de Competições (RGC), apelidada de "Lei da Mordaça".

A dupla Fla-Flu alega que tanto o Conselho Arbitral de Clubes da Série A quanto a Ferj não têm o direito de discutir o que foi acordado com a concessionária Maracanã, nem tampouco colocar em pauta novamente a aplicação da norma que puniria clubes ou indivíduos que se posicionassem contra a federação.

O arbitral do próximo dia 17 pode tirar do Maracanã o clássico entre vasco e Flamengo marcado para 22 de março – divergências entre o Cruz-Maltino e o Fluminense acabaram transferindo a partida do último dia 22 de fevereiro, inicialmente prevista para o estádio. Ela foi realizada no Engenhão, e o time de São Januário venceu por 1 a 0.

O vasco sanitário deseja a divisão da renda igualmente com o rival no clássico do próximo dia 23. Contra o Fluminense, além da questão financeira, os cruz-maltinos reclamavam também a questão de quem ficaria à direita das cabines de rádio, discussão iniciada assim que a atual concessionária assumiu a administração do Maracanã.

Sob o argumento de que estão amparados "pela Lei", Fla e Flu afirmam não ver motivo para a realização do arbitral do dia 17. O GloboEsporte.com teve acesso ao documento.
 
 Veja abaixo:
Documento Flamengo e Fluminense (Foto: Reprodução) 
Documento assinado por presidentes de Flamengo e Fluminense (Foto: Reprodução/GloboEsporte.com)

Veja camisa do Botafogo com patrocínio que será exibido na próxima partida.


Pesadelo em 2014, lesões voltam a travar sequência do Flamengo de Luxa



Um fantasma que já atrapalhou, e muito, os planos do Flamengo na temporada passada está assustando ainda mais Vanderlei Luxemburgo neste início de 2015: as lesões. Apontado internamente como determinante para eliminação na semifinal da Copa do Brasil, diante do Atlético-MG, quando Léo Moura e Gabriel ficaram fora por problemas musculares e Everton jogou sem estar 100%, os problemas médicos acontecem em grande escala neste início de ano: foram dez em 12 partidas.  

Para o duelo contra o Tigres do Brasil, neste sábado, em Los Larios, pela décima rodada do Carioca, Samir, Nixon, Arthur Maia, César e Everton não estão à disposição de Vanderlei Luxemburgo. A lista de 2015 conta ainda com Gabriel, Léo Moura, Paulo Victor e Anderson Pico, duas vezes - todos já recuperados. Dos 11 titulares que venceram o São Paulo na decisão do torneio de Manaus e iniciaram o Carioca, contra o Macaé, quatro estão fora de combate.   

Questionado sobre o excesso de ocorrências, o chefe do departamento médico rubro-negro, José Luis Runco, tratou com naturalidade diante do apertado calendário nacional.  

- Se fizer uma estatística com os outros clubes, o nosso número ainda é baixo. Isso é por conta da demanda de jogos, desgaste físico, emocional... A prevenção acontece nos treinamentos, mas são coisas do futebol.  

Apesar dos problemas, Runco chegou na sala de entrevistas do Ninho do Urubu com boas notícias. Anderson Pico, que tinha suspeita de fratura no dedão do pé direito, sofreu apenas um trauma e está liberado para enfrentar o Tigres. Dos cinco que seguem no DM, três voltam a trabalhar normalmente no início da semana que vem.  

- Se contar uma semana, contam três jogos. Se fizer essa conta por jogo, estou morto. Temos que saber lidar com isso. O Arthur sente dificuldade para fazer todos os movimentos. Enquanto for assim, não pode ser liberado. Está treinando com o Everton na sala de musculação e será liberado para o campo na segunda, assim como o César.  

Prejudicado na armação da equipe, Vanderlei Luxemburgo apresentou discurso alinhado com Runco. Apesar de admitir que vive um momento único na carreira, tentou se mostrar resignado.  

- É ser humano, não é máquina. Máquina quebra, imagina o ser humano? São coisas que acontecem, não quer dizer que vai acontecer sempre. Tive jogador quebrado como nunca tive na minha vida. O Paulo Victor quebra aqui, quebra ali... É futebol.  

Nixon e Samir fora por longo período
 
samir jobson flamengo x botafogo (Foto: André Durão) Dos problemas apresentados Samir e Nixon são os mais graves. O zagueiro sofreu lesão na coxa direita na derrota para o Botafogo, há quase duas semanas, e ainda não tem previsão para voltar. Runco tratou de desvincular o caso com os que tiraram o jovem de vários jogos na temporada passada e pediu paciência.

- No ano passado, o problema foi na coxa esquerda e agora é na direita. Vai levar tempo, vai ficar um período parado, mas vai recuperar.

Já o atacante passará por uma cirurgia no joelho esquerdo nesta sexta-feira e a previsão é de que seja liberado para comissão técnica somente em 40 dias. O médico rubro-negro explicou o processo e o que causou a lesão.

- Nixon vinha apresentando há algum tempo dores no tendão patelar, na parte da frente do joelho. Foi feita uma sequência de tratamento, fortalecimento, mas no movimento de rotação continuava o incômodo. É uma coisa que chamamos de sequela do crescimento. O tendão se prende ao osso e causa a dor. Está incomodando, não conseguimos resolver com o tratamento conservador e vamos fazer a cirurgia.

Desde a pré-temporada, Nixon já se queixava de dores nos joelhos. Em Atibaia e Manaus, a comissão técnica o poupou de diversas atividades para fazer trabalhos preventivos, que não foram suficientes.

Matheus Sávio e Douglas Baggio são relacionados para partida com o Tigres

Matheus Sávio, Flamengo x Nacional (Foto: André Durão)Caras novas e boa notícia na relação do Flamengo para pegar o Tigres, sábado, às 16h (de Brasília), em Los Larios, pela décima rodada do Campeonato Carioca. Após deixar o gramado com suspeita de fratura no dedão do pé direito, na vitória por 2 a 1 sobre o Volta Redonda, quarta-feira, no Maracanã, Anderson Pico sofreu somente um trauma no local, fez tratamento intensivo e está à disposição de Vanderlei Luxemburgo. O treinador ainda pode dar oportunidade a dois garotos das categorias de base: Matheus Sávio e Douglas Baggio. Ambos estiveram em campo no amistoso com o o Nacional do Uruguai, que marcou a despedida de Léo Moura, e demonstraram desenvoltura.  

Com somente 17 anos, Matheus Sávio jogou poucos minutos, mas o suficiente para deixar sua marca com o segundo gol da vitória por 2 a 0. Já Douglas Baggio tem 20 anos e é o artilheiro do Campeonato Carioca Sub-20. Em nove partidas, o atacante marcou 12 gols e aguarda sua segunda oportunidade em um jogo oficial no profissional. No ano passado, o jovem entrou em campo no empate por 2 a 2 com o Bangu, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A participação dos garotos na concentração, por sua vez, não garante lugar nem mesmo no banco de reservas. Dos 22 relacionados, apenas 18 vão para o jogo.  

Com 20 pontos, o Flamengo é o quarto colocado no Campeonato Carioca, atrás de Vasco (23), Bota (22) e Flu (21), e seguido de perto pelo Madureira, que também tem 20.  

Confira a relação completa:  

Goleiros: Paulo Victor e Daniel
Zagueiros: Wallace, Bressan, Frauches e Marcelo
Laterais: Anderson Pico, Pará e Thallyson
Volantes: Luiz Antonio, Jonas, Canteros, Márcio Araújo e Cáceres
Meias: Gabriel, Matheus Sávio e Lucas Mugni 
Atacantes: Alecsandro, Douglas Baggio, Eduardo, Paulinho e Marcelo Cirino

Vaias a Lucas Mugni não intimidam Luxa: "De repente, vou mantê-lo"

Vanderlei Luxemburgo não deu treinos táticos antes da partida contra o Tigres, sábado, pela décima rodada do Carioca. Preocupado com o desgaste físico, liberou os titulares de atividades mais fortes e priorizou o descanso. O Flamengo, no entanto, não tem problemas em relação ao time que iniciou a vitória sobre o Volta Redonda na última quarta-feira. Indício de manutenção, certo? Errado. E o motivo disso tem nome e sobrenome: Lucas Mugni. Aposta de Luxa nas últimas partidas por conta das lesões de Everton e Arthur Maia, o argentino não foi bem, irritou o torcedor e acostumou-se a ouvir vaias. Mantê-lo ou preservá-lo? Este é o dilema do treinador, que faz mistério.

Após o triunfo diante do Voltaço, Luxa disse que pensou, sim, nas críticas vindas da arquibancada ao resolver sacá-lo no intervalo para dar lugar a Paulinho. É fato, porém, que o camisa 26 ainda não tem condição de iniciar uma partida, após se recuperar de cirurgia no joelho direito. O treinador deixou no ar a possibilidade de mudanças para o jogo em Los Larios.

Lucas Mugni Treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
Luxemburgo fez mistério quanto à manutenção de Lucas Mugni no time do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
 
- Não existe uma regra estabelecida no futebol. No momento, eu precisava virar o jogo contra o Volta Redonda e tinha uma resistência contra o Mugni. Tive que atuar. Foi uma coisa daquele momento, não que seja algo que vai acontecer sempre. De repente, vou mantê-lo. No último jogo, comecei com o Alecsandro no banco pelo que queria. Mas não é uma regra.

Caso resolva sacar Mugni, a tendência é que Jonas entre na equipe, com Canteros sendo avançado para organizar as ações ofensivas. A alteração seria positiva até mesmo para o volante argentino, que já apresentou dificuldades quando é colocado em uma função que pede maior poder de marcação. Com 20 pontos, o Flamengo é o quarto colocado no Carioca e não tem gordura que o permita ter paciência com quem não está rendendo. O Madureira tem a mesma pontuação e está louco para tirar o Rubro-Negro do G-4.

Questionado se o estadual permite testes na equipe por ser a competição menos badalada da temporada, Luxa rechaçou a ideia e lembrou que uma não classificação para as semifinais pode até mesmo desencadear uma crise.

- Trabalhei em Minas, o Cruzeiro ganhou a tríplice coroa e no estadual o Zezé Perrela disse que era rural. Depois, quando ganhamos a tríplice, valeu, ele comemorou, e lembrei essa história. Dizem que o estadual não serve para nada, mas deixar perder para ver a confusão. O Flamengo tem a obrigação de entrar para semifinal. Se não entrar, vem porrada de tudo quanto é lado.

Flamengo e Tigres do Brasil se enfrentam no sábado, às 16h (de Brasília), no estádio Los Larios, pela décima rodada do Campeonato Carioca.

 Confira abaixo a íntegra da coletiva de Vanderlei Luxemburgo.

Cirurgia de Nixon

Uma pena, porque terminou o ano muito bem. É coisa de jovem, que acontece. Vai fazer a cirurgia e voltar o mais rápido possível.

Anderson Pico

Quando o Anderson tomou a pancada, ficou meio roxo e a tendência era fratura, mas não foi. Está tratando, está com dor, mas deve estar com vontade de jogar.
Retorno de Paulinho

Paulinho está vindo de lesão e temos que ter cuidado. Está jogando acima do que eu achava e queria. Na volta, o jogador tem a parte emocional que supera. É preciso ter calma.

Força dos pequenos

Se não tivéssemos tempo para preparar, acho que teríamos mais surpresas. O Madureira é um time redondo, o Volta Redonda, Resende, Macaé... Dentro do poder econômico, são times arrumados. Na hora, acaba que faz a diferença a qualidade técnica do jogador.

Série de lesões

É ser humano, não é máquina. Máquina quebra, imagina o ser humano? São coisas que acontecem, não quer dizer que vai acontecer sempre. Tive jogador quebrado como nunca tive na minha vida. O Paulo Victor quebra aqui, quebra ali... É futebol.

Estreia em Los Larios

Nunca fui lá. Vamos lá ver a novidade. O Vasco jogou lá e empatou. Tem que ir lá. Não há o que comentar. A regra do jogo está estabelecida e temos que cumprir.

Luiz Antonio na lateral

Conversei com ele: "Meu camarada, o Léo saiu, tem o Pará e é uma porta para buscar. Você tem qualidade para jogar aqui". Tudo vai ser questionado. Igual a questão do Marcelo Cirino no lado ou no meio.

Perfil do elenco

Quando definimos o perfil dos jogadores, pensamos na versatilidade. Tenho o Alecsandro que é fixo e os outros atacantes se movimentam bastante. Tenho o Cáceres de volante fixo e os outros movimentam. Esse é o perfil e estamos olhando para chegada de outras coisas para o restante da temporada.

Sábado tem Mengão na TV

SÁBADO, 14

Campeonato Carioca

16h Tigres x Flamengo

Transmissão: Premiere e PFC HD (com Julio Oliveira e Edinho)

Titulares do Flamengo são poupados, e Luxa faz mistério para pegar o Tigres

Treino do Flamengo (Foto: Cahê Mota)Mistério e descanso na manhã do Flamengo no Ninho do Urubu. Com a proximidade entre as partidas contra Volta Redonda, na última quarta-feira, e Tigres do Brasil, na tarde deste sábado, em Los Larios, pela 10ª rodada do Campeonato Carioca, Vanderlei Luxemburgo abriu mão de treinos técnicos ou táticos para recuperar seus jogadores fisicamente. Com isso, apenas os reservas trabalharam com bola no centro de treinamento, sem indício da escalação rubro-negra.

Depois de fazerem trabalho regenerativo na quinta-feira, os titulares apareceram muito rapidamente no campo 1 do CT e deram uma corrida leve na lateral do gramado, assim como Paulinho. Enquanto isso, os reservas participaram de um treinamento em dois toques não muito longo. No total, a atividade durou pouco mais de uma hora. No fim, Alecsandro aperfeiçoou a pontaria em cobranças de pênaltis. Matheus Sávio, Cáceres e Luiz Antonio cobraram faltas.

Com a liberação de Anderson Pico pelo departamento médico, após sofrer pancada no dedão do pé direito diante do Voltaço, Vanderlei Luxemburgo não tem problemas para escalar o time em relação aos 11 que começaram a última partida. A permanência de Lucas Mugni, no entanto, é a grande dúvida. Muito criticado, o argentino é a única opção para a função de meia-armador, mas pode dar lugar a Jonas, com Canteros sendo avançado.

Luxa revelou que vai levar em conta a condição física para definir a escalação:

- Vou fazer uma recuperação dos jogadores. Estamos jogando com um dia mais próximo e temos que ter essa preocupação, ver como vão estar os jogadores amanhã. Nem dois toques fizemos.

Luxemburgo, coletiva Flamengo (Foto: Cahê Mota)Luxemburgo concedeu entrevista coletiva após o treino desta sexta-feira (Foto: Cahê Mota)

Com 20 pontos, o Flamengo é o quarto colocado no Campeonato Carioca e encara o Tigres do Brasil no sábado, às 16h (de Brasília), em Los Larios, pela 10ª rodada da competição.

O que a Ferj não diz sobre o Carioca: 70% dos jogos são deficitários em 2015


Até a oitava rodada, das 64 partidas realizadas, 70% terminaram com prejuízo para o mandante. Equipes menores tomam menos prejuízo, mas ele é constante.

Num campeonato em que a maioria volta para casa no vermelho, a campeã de arrecadação é a própria Ferj. A federação já embolsou R$ 744 mil, geralmente ao cobrar 10% sobre a receita bruta do jogo. O Flamengo, primeiro em faturamento, tem R$ 354 mil em receita líquida, seguido pelo Botafogo com R$ 333 mil. O Fluminense teve prejuízo até aqui, com R$ 7 mil negativos, e o vasco sanitário  acumula R$ 48 mil perdidos.

Disputa entre Flamengo e Sport pelo título de 87 vai parar na porrada


Ingressos para Final Four da Liga das Américas variam de R$ 40 a R$ 600

A fase decisiva da "Libertadores do basquete" se inicia sábado com duas partidas. Abrindo o dia, às 18h, Bauru e Peñarol, da Argentina, se enfrentam. Em seguida, às 20h15, os cariocas pegam os mexicanos. No domingo, nos mesmos horários, os perdedores duelam pelo terceiro lugar e, posteriormente, os vencedores lutarem pelo título da competição.

Estudantes, maiores de 60 anos, professores da rede pública e portadores de necessidades especiais têm direito à meia-entrada.
 
Saiba mais sobre os preços dos ingressos

Combo (Primeiro jogo + final)
Cadeira de quadra
Inteira: R$800
Meia-entrada: R$ 400

Cadeira inferior (par e ímpar)
Inteira: R$160
Meia-entrada: R$80

Cadeira especial
Inteira: R$160
Meia-entrada: R$80

Arquibancada Nível Superior
Inteira: R$80
Meia-entrada: R$40

Flamengo x Pioneiros (Bauru x Peñarol)
Cadeira de quadra
Inteira: R$400
Meia-entrada: R$ 200

Cadeira inferior (par e ímpar)
Inteira: R$80
Meia-entrada: R$40

Cadeira especial
Inteira: R$80
Meia-entrada: R$40

Arquibancada Nível Superior
Inteira: R$40
Meia-entrada: R$20

Final LDA e disputa do 3º lugar
Cadeira de quadra
Inteira: R$600
Meia-entrada: R$ 300

Cadeira inferior (par e ímpar)
Inteira: R$120
Meia-entrada: R$60

Cadeira especial
Inteira: R$120
Meia-entrada: R$60

Arquibancada Nível Superior
Inteira: R$60
Meia-entrada: R$30
Confira os pontos de venda
Maracanãzinho
Mata Machado: 11 - 11h às 18h30
12.03 - 11h às 17h
Bilheteria 1: 13.03 - 11h às 17h
14 e 15.03 - 11h às 18h30

Sede da Gávea
Rua Borges de Medeiros s/n – Lagoa.
Bilheteria exclusiva para sócios: 09.03 a 14.03 - 10h às 18h
Bilheteria para torcedores: 10.03 - 16h às 18h
11 a 14.03 - 10h às 18h

Estádio Caio Martins em Niterói - Rua Presidente Backer s/n – Icaraí – Niterói*
Bilheteria: 10.03 - 16h às 18h
11 a 14.03, das 10h às 18h
*Ponto de venda com aplicação de Taxa de Conveniência de 10%

Via Parque Shopping - Avenida Ayrton Senna, 3.000 – Barra da Tijuca*
Loja South: 10.03 - 16h às 18h
11 a 14.03, das 10h às 18h
*Ponto de venda com aplicação de Taxa de Conveniência de 10%.

Bressan brinca com Paulo Victor após corte duplo: "Tem que se benzer"

 
Paulo Victor e Bressan levaram a pior no choque triplo com Adeilson, do Volta Redonda, no duelo vencido pelo Flamengo por 2 a 1 na quarta-feira. O goleiro saiu para afastar a bola e acabou acertando o queixo na cabeça do zagueiro, que foi quem tirou o perigo da área. Resultado: quatro pontos no queixo de PV, e cinco na parte de trás da cabeça de Bressan.

Para o camisa 48, esse tipo de problema não é novidade. Ele passou por um muito pior na primeira rodada do Carioca, ao levar nove pontos na testa e sofreu ainda pequena concussão cerebral por conta do choque com um jogador do Macaé. Paulo, inclusive, teve de se ausentar de algumas partidas na sequência para se recuperar 100%.

Ao comentar o episódio contra o Voltaço, Bressan brincou com a "sorte" do companheiro:

- É coisa de jogo, faz parte. Tem que tirar esse azar, pois o PV já tinha se machucado no jogo contra o Macaé. A gente tem que se benzer um pouco (risos).

Paulo Victor, por sua vez, minimizou o acidente e ressaltou o fato de ter seguido em frente:

- Problema de reza não é. Estou sempre na igreja pedindo proteção, e isso é livramento. Acontece. Fui evitar o gol e é o que tenho que fazer. A bola vem e tento tirar. Futebol é assim mesmo, a carreira é longa e temos que saber lidar com isso. A prova foi que tive um choque maior e continuei saindo do gol da mesma forma.

Com 20 pontos em nove rodadas, o Flamengo é o quarto colocado do Campeonato Carioca. O time rubro-negro volta a campo neste sábado, às 16h, contra o Tigres, em Los Larios.

bressa, luxa, flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo) 
Bressan, ao fundo, é atendido pelo médico do Fla após choque com Paulo Victor (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

quinta-feira, 12 de março de 2015

Flamengo acerta com ex-vascaíno para consultoria financeira do clube

 De São Januário direto para a Gávea. Não foi somente Rodrigo Caetano que fez o trajeto de um rival para o outro depois da chegada de eurico miranda para o vasco sanitário. O Flamengo definiu nos últimos dias a contratação de Cristiano Koehler, ex-diretor geral do Cruzmaltino, para fazer parte da sua diretoria. O profissional será consultor financeiro, com foco no programa de sócio-torcedor "Nação Rubro-Negra". Cristiano, no entanto, prestará serviço terceirizado e não será funcionário do Flamengo.

PV elogia Paulinho após retorno avassalador: "Cara espetacular"

A quinta-feira foi de repouso para Paulinho. Ainda voltando aos poucos ao time, após se recuperar de uma cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito, o atacante foi o único jogador que iniciou o duelo com o Volta Redonda no banco e não trabalhou no campo 1 do Ninho do Urubu. A atuação determinante para vitória por 2 a 1 do Flamengo, na noite de quarta-feira, no entanto, o impediu de passar despercebido do centro de treinamento. Se não foi visto, falou-se muito sobre ele. E, como esperado, só elogios.

Substituto de Lucas Mugni já no intervalo do jogo com o Voltaço - quando a previsão era que jogasse somente os últimos 15 minutos -, o camisa 26 voltou a jogar uma partida oficial depois de mais de seis meses - tinha participado dos minutos finais da despedida de Léo Moura. O período de inatividade, por sua vez, em nada atrapalhou seu rendimento. Toda aquela história de ritmo de jogo, preocupação com a forma física, foi por água abaixo já na primeira arrancada enfileirando zagueiros rivais. A postura agressiva foi premiada com o gol de empate e resultou em elogios de Paulo Victor em entrevista coletiva.

Paulinho treino Flamengo  (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)Paulinho trabalha na academia e é observado por Antônio Mello, preparador físico (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
 
- O Paulinho é um cara espetacular, que se dedica muito e passar pela cirurgia que ele passou é complicado. Estava bem na carreira e estamos muito felizes por ele. O torcedor tem um carinho enorme. O tempo de recuperação ainda não acabou, não pode jogar os 90 minutos, foram seis meses fora. Com o tempo, isso vai melhorar.

PV admitiu que a atuação do Rubro-Negro nos 45 minutos iniciais diante do Volta Redonda não foi das melhores e viu as entradas de Paulinho e Alecsandro como determinantes para o 2 a 1 de virada. Os atacantes foram os autores dos gols.

- Não só eu percebi que o time não fez um jogo maravilhoso no primeiro tempo. Sabíamos que precisávamos do resultado e fomos em busca do empate. Com as entradas do Paulinho e do Alecsandro, conseguimos a vitória.

O Flamengo volta a jogar já no próximo sábado, contra o Tigres, em Los Larios, às 16h (de Brasília), pela décima rodada do Campeonato Carioca.


DM do Flamengo: Nixon passará por cirurgia no joelho, e Pico sofre trauma no pé


O Flamengo sofreu mais duas baixas em seu elenco para os próximos jogos do Campeonato Carioca. O atacante Nixon, com um problema no tendão patelar do joelho esquerdo, passará por uma cirurgia nesta sexta-feira. E o lateral-esquerdo Anderson Pico, que foi substituído no jogo de quarta por conta de uma suspeita de fratura no pé direito, teve diagnosticado apenas um trauma no local, mas que foi o suficiente para encaminhá-lo ao departamento médico.

A situação de Nixon será esclarecida nesta sexta, quando José Luiz Runco, chefe do departamento médico rubro-negro, falará com a imprensa. Sabe-se que o jogador tem um problema de nascença no joelho esquerdo. Além disso, ele esteve no DM em outras oportunidades desde o início da temporada de 2015, entre trabalho de reforço muscular e tratamento de dores no tendão dos dois joelhos.

A previsão inicial de retorno de Nixon aos gramados é de cerca de 45 dias. Já o processo de recuperação de Pico deve ser mais rápido. O lateral-esquerdo já perdeu três semanas de competição devido a uma artroscopia que precisou fazer no joelho direito, onde teve uma lesão no menisco externo.
 
 

Disputa entre Flamengo e Sport pelo título brasileiro de 87 vai parar no STF

time Flamengo campeão brasileiro 1987 (Foto: Sebastião Marinho / Ag. O Globo)O campeão brasileiro de 1987 será decidido pela mais alta instância do poder judiciário do país, o Supremo Tribunal Federal. A disputa entre Flamengo e Sport pelo título nacional daquele ano vem se arrastando há mais de duas décadas, e nesta quinta-feira a ministra Laurita Vaz divulgou um documento de duas páginas autorizando o STF a julgar o caso.

A decisão chega ao STF após recurso do Flamengo diante da decisão do Superior Tribunal de Justiça, em abril de 2014, de apontar o Sport como campeão exclusivo daquela edição do Campeonato Brasileiro. Os cariocas alegam que o acórdão anterior teria violado um artigo da Constituição Federal.

"Em suas razões, o Recorrente sustenta, além da existência de repercussão geral, que o acórdão combatido teria violado os arts. 5.º, inciso XXXVI, e 217, inciso I, ambos da Constituição Federal, ao supostamente permitir que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconhecesse a parte Recorrente, em conjunto com o Recorrido, como Campeão Brasileiro de Futebol Profissional de 1987", diz um trecho do documento assinado pela ministra.

Time do Flamengo venceu o módulo verde em 1987, equivalente à elite (Foto: Sebastião Marinho / Ag. O Globo)


Marco Antônio Sport (Foto: Lucas Liausu) 
O Sport venceu o módulo amarelo naquela ocasião e quer
o título exclusivo (Foto: Lucas Liausu)

Sendo assim, os ministros Ricardo Lewandowski, Cármen Lucia, Celso de Mello, Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux, Rosa Weber, Teori Zavascki, Roberto Barroso e outro a ser definido decidirão o caso possivelmente ainda em 2015.

Entenda o caso

O Flamengo busca ser considerado oficialmente campeão brasileiro de 1987 - ao lado do Sport. O time pernambucano, por sua vez, quer continuar sendo reconhecido como único campeão daquele ano, como estabeleceu uma decisão da Justiça em 1994, diante de ação do Sport iniciada ainda em 1988, e que teve sentença final, transitada em julgado (que não pode ser modificada) em 2001, depois de inúmeros recursos.

O caso foi parar novamente dos tribunais porque a CBF publicou uma resolução em 2011 reconhecendo o Flamengo como também campeão. A entidade havia passado anos sem fazer o reconhecimento - tendo ignorado o pleito mesmo quando reconheceu títulos pretéritos de outros times como Palmeiras, Fluminense, Botafogo e Santos. Após essa decisão, no entanto, a equipe pernambucana entrou com uma ação no Tribunal Regional Federal (PE) pedindo que a decisão da CBF fosse invalidada, o que aconteceu. Daí o recurso do Flamengo.

Comendador e cia: saiba quais são os times do elenco da novela Império

A novela Império chega ao fim nesta sexta-feira depois de meses de sucesso. Na trama, o personagem principal - comendador (Alexandre Nero) - é vascaíno, assim como a sua filha Cristina (Leandra Leal). Mas, e na vida real?

O blog Pombo sem asa apresenta agora os times dos atores e atrizes do elenco da novela das nove. A maioria é Flamengo, seguida por botafoguenses e são-paulinos. O Corinthians já foi o time de Alexandre Nero. Já foi porque, em maio do ano passado, o ator se declarou sem time (saiba mais abaixo).

O post é mais um da série que mostra os times de pessoas conhecidas. A arte é do craque Vinícius José

Info Time dos Atores da novela Império 2


Colaboraram: Gabriele Lomba, Rodrigo Sirico, Gustavo Rotstein, Marcelo Pires e Ligia Pontes.
Classificação por time (levando em conta torcedores que têm dois times):
1 - Flamengo - 19 atores
2 - Botafogo e São Paulo - 7
4 - vasco sanitário e 'Sem time' - 6
6 - Corinthians* - 5
7 - Fluminense e Grêmio - 4
9 - Cruzeiro - 3
10 - Inter e Santos - 2
12 - Bahia, Penarol-URU, Benfica-POR, Palmeiras, Sport, São Bento de Sorocaba - 1

* Alexandre Nero era torcedor do Corinthians, mas diz que a paixão clubística terminou aos 18 anos.
"Há muito tempo parei de torcer para time de futebol. Como todo brasileiro, adoro futebol. Eu me dizia corinthiano. Quando eu tinha uns 17, 18 anos vi uma cena num telejornal onde um grupo de corinthianos brigava com um grupo do Santos. Depois da briga ter acabado um dos corinthianos, indo embora, chutou a cabeça de um rapaz do torcedor do Santos desmaiado. Uma câmera noturna registrou tudo e o rapaz foi identificado e preso. Ao ser perguntado o por que daquilo, ele respondeu: "Pq ele estava com a camisa do Santos". Aquilo, foi pra mim, a gota d'água para os times e torcedores. Hoje torço para o futebol. Não me interessa quem ganhe, eu torço para assistir um bom jogo, e ponto" - texto escrito pelo ator no Facebook em 7 de maio de 2014.

Obs 1: Paulo Rocha (Orvilie) é português. Por isso, torce pelo Benfica

Obs 2: Roberto Birindelli (Josué) nasceu no Uruguai, por isso a paixão pelo Peñarol. Veio para o Brasil com 15 anos, quando adotou o Grêmio.

Meyinsse chama a torcida para o Final Four



Desde 2013 vestindo o Manto Sagrado, o americano Jerome Meyinsse rapidamente se tornou um dos grandes ídolos da equipe campeã de tudo. O pivô caiu nas graças da torcida do Mais Querido não só por toda sua raça dentro de quadra, mas também pelo seu bom humor e rubro-negrismo nas redes sociais. Jerome ficou ainda mais conhecido por seus vídeos e fotos que sempre destacam o seu jeito extrovertido de ser e torcer pelo Flamengo.
Mesmo expondo seu lado apaixonado por praia, açaí, Maracanã e carnaval, a seriedade dentro do garrafão foi sempre uma característica marcante de Jerome. MVP (jogador mais valioso) da fase final do Novo Basquete Brasil (NBB), em 2014, o americano se tornou referência no elenco comandado pelo treinador José Neto e peça-chave de momentos decisivos, principalmente, com seus rebotes e tocos pontuais.

A identificação de Meyinsse com o Flamengo e com o Rio de Janeiro é tamanha que o pivô não nega ter encontrado a sua nova casa."Para mim, jogar no Flamengo é como jogar para uma família. Muitas pessoas que me procuram em redes sociais, nas ruas e nas viagens falam que gostam do meu jogo, dos meus vídeos e que são apaixonadas pelo Rubro-Negro. Gosto muito de jogar por esse clube. Aqui é como minha casa", contou.

Neste sábado (14.03), Jerome volta à quadra do Maracanãzinho, onde se sagrou campeão da América no ano passado, visando mais uma conquista. Tendo em seu currículo títulos como o do Novo Basquete Brasil 2013/2014, da Liga das Américas 2014 e da Copa Intercontinental 2014, Meyinsse promete todo empenho e raça possíveis, que já lhe são de costume, para garantir o bi continental. Para isso, o americano conta mais uma vez com o apoio da Nação rubro-negra. "Prometo que daremos o máximo nesse Final Four. Com o apoio da torcida, que se faz sempre presente nos jogos difíceis, daremos nosso melhor em quadra, buscando a vitória. Agora é o momento mais importante, estamos jogando no nosso melhor nível da temporada, e vamos com tudo para conseguir mais esse título", finalizou.      

Se você ainda não garantiu seu ingresso para o Final Four da Liga das Américas, clique aqui e saiba como e onde comprar. Sócio-torcedor tem desconto no valor da entrada. Faça parte agora do Nação Rubro-Negra.


Paulinho voa no retorno, aguenta um tempo "na raça" e se vê mais maduro


Nem Paulinho acreditava que poderia ser o nome do jogo contra o Volta Redonda na noite de quarta-feira. Disputando sua primeira partida oficial após seis meses fora devido a uma grave lesão no joelho direito - ele já havia entrado no segundo tempo do amistoso com o Nacional-URU, na semana passada -, o atacante substituiu Lucas Mugni no intervalo e teve ótima participação: marcou o bonito gol que iniciou a virada de 2 a 1, mostrou muita velocidade e movimentação e achou espaço para finalizar outras vezes. Resumindo: fez o que quis da defesa adversária. Os dois gols perdidos foram detalhe perto da vitória pessoal do camisa 26.

- Melhor impossível. Tenho que agradecer ao grupo inteiro, ao Flamengo, ao Vanderlei, pela confiança que tiveram em mim. Então, nada mais justo que eu responder dentro de campo, correndo pelos meus companheiros e tentando ajudar da melhor maneira possível. Deus me abençoou nessa noite maravilhosa, voltando a disputar um jogo oficial. Nada melhor que um gol.



Paulinho admitiu que estava bastante ansioso para jogar e afirmou que as conversas com Vanderlei Luxemburgo o deixaram com a cabeça boa para retornar. Ele acredita ter conseguido transmitir essa tranquilidade em campo e que viveu uma daquelas noites para jamais esquecer. A falta de ritmo, por outro lado, incomodou o jogador, que precisou de raça para aguentar todo o segundo tempo.

- Não esperava isso. Esperava entrar no fim para sentir um pouco o jogo, voltar a sentir o calor da torcida e pegar um pouco de ritmo também. Esses 45 minutos foram na raça. Não vou negar que falta mais um pouquinho de ritmo de jogo para mim. Não é por causa do gol e da empolgação que vou falar que aguento os 90 minutos. Nesses 45 deu para sentir bastante esse ritmo e aos poucos vou pegando o que preciso.

Os seis meses em que ficou fora serviram como amadurecimento para Paulinho, que revelou uma conversa que teve com o capitão da equipe rubro-negra, o zagueiro Wallace.

- Eu até estava falando com o Wallace. Ele me chamou num treino e disse que eu era bem apavorado com a bola antes da cirurgia e que agora fiquei mais técnico com a bola. Concordo. Estou pensando mais. Acho que essa lesão me amadureceu bastante.

Paulinho, gol Flamengo x Volta Redonda (Foto: Cezar Loureiro / O Globo) 
Paulinho comemora seu gol com Marcelo Cirino, Luiz Antonio e o goleiro Daniel (Foto: Cezar Loureiro / O Globo)

Paulinho relembrou o período complicado pelo qual passou e voltou a agradecer o apoio que recebeu das pessoas próximas. O desafio foi superado com louvor.

- Foi difícil. Depois do acontecido na Copa do Brasil (contra o Coritiba) eu senti que tinha machucado feio o joelho. Até tinha comentado em casa que meu maior medo era machucar o joelho. Serviu de lição para mim. Foi difícil, não desejo para ninguém. Fiquei muito triste e desanimado, mas tive a ajuda dos meus companheiros e da família. Você coloca na cabeça que Deus bota um desafio no seu caminho sabendo que você consegue superar isso. Com a ajuda de todos eu superei e pude ter uma grande noite - finalizou.

Anderson Pico preocupa Luxemburgo: "Parece que foi uma lesão importante"

Vanderlei Luxemburgo pode ter um problema para a sequência do Campeonato Carioca. O lateral-esquerdo Anderson Pico sofreu um trauma no pé direito durante a vitória por 2 a 1 sobre o Volta Redonda, na noite de quarta-feira, no Maracanã, e teve que ser substituído por Luiz Antonio, aniversariante do dia. Ao deixar o gramado, Pico andou normalmente, mas o treinador rubro-negro demonstrou preocupação ao falar do problema do jogador.

- A única preocupação que tive hoje foi o Anderson Pico. Parece que o Anderson saiu com uma lesão importante. Vai fazer uma radiografia, e nós vamos ver o que será feito - disse Luxa.

De acordo com o departamento médico do Flamengo, Anderson Pico está sentindo dores e será reavaliado nesta quinta-feira. O lateral fará exames complementares. Como opção para a lateral esquerda, Luxemburgo tem Thallyson e Jorge, atleta dos juniores e que está inscrito no Campeonato Carioca de profissionais.

Se confirmada a lesão, ela ocorre exatamente um mês depois de ele ter lesionado o menisco externo do joelho direito contra a Cabofriense, no Maracanã. O lateral precisou passar por uma artroscopia e teve rápida recuperação, voltando a jogar no último fim de semana.

Anderson Pico, Flamengo x Volta Redonda, Maracanã (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem) 
Anderson Pico se lesionou no segundo tempo da partida (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
 

Luxa exalta Paulinho: "Tem que colocá-lo em um freezer descansando"



Vanderlei Luxemburgo celebrou a volta de Paulinho, reforço que havia tratado como uma "contratação". O camisa 26 não entrava em campo desde 3 de setembro de 2014, quando lesionou o joelho na vitória por 3 a 0 sobre o Coritiba. O problema o fez ser operado oito dias depois. Retornou nesta quarta-feira e foi a principal figura nos 2 a 1 sobre o Volta Redonda. Mas a expectativa era de que jogasse apenas 15 minutos, como revelou Luxa.

- Eu falei anteriormente que o Paulinho era uma contratação, a volta dele é uma contratação que já é nossa. É um jogador que muda a direção, a velocidade, gosta de gol, sabe fazer gol. A entrada dele foi por necessidade. Deixei dois meninos dos juniores fora e trouxe o Paulinho contando que ele poderia jogar só 15 minutos. Mas futebol é isso, não tem regra. Ele está motivado. Amanhã (quinta-feira) tem que colocar o Paulinho em um freezer descansando. Volta após seis meses. Tivemos bastante posse de bola e na única bola de contra-ataque que eles tiveram, fizeram o gol. Contra o Botafogo a gente atacou, atacou, e eles acharam a bola. Marcamos à distancia e foi gol. Possibilidade de conquista nesse jogo, não só do resultado, mas de filosofia, do elenco, de reformulação. Ano passado era para sair da confusão a nossa filosofia, esse ano tem que ser diferente. A vitória foi boa, as coisas que aconteceram no jogo também. São situações boas que fazem eu pensar mais para trabalhar - afirmou.

Luxemburgo Flamengo x Volta Redonda (Foto: Cezar Loureiro / O Globo) 
Luxemburgo gostou da postura rubro-negra no segundo tempo (Foto: Cezar Loureiro / O Globo)

O comandante rubro-negro ainda disse ter mexido com o psicológico do time no intervalo, revelando que a experiência trará consequências positivas no decorrer do Carioca. Voltou a defender Lucas Mugni, vaiado no primeiro tempo, e elogiou a defesa.  

Confira a coletiva na íntegra:

Sobre as substituições

Esse negócio de mudança é muito relativo. Um dia você acerta, outro dia você erra. Eu percebi o jogo, achei que tinha que dar uma movimentação maior e correr riscos. Eu fiz as mudanças que achava que tinha que fazer. Quando eu coloquei o Paulinho e o Alecsandro, imaginei que muitas pessoas estariam se perguntando por que eu não começo com o Alecsandro. Mas é justamente por isso, para ter a mudança. Eu gosto de fazer a movimentação com o Cirino e crio no banco estratégias para usar durante o jogo. O Alecsandro é importante para vários jogos.

Posse de bola

Nós tivemos posse de bola, mas não fomos contundentes no primeiro tempo. Era posse de bola para a esquerda, para a direita... Tem que ter uma aproximação maior, tentar uma jogada mais aguda perto da área. A única bola que eles (Volta Redonda) conseguiram fizeram o gol. Quando o time ataca, tem que ter a preocupação de quem estar atrás aproximar a marcação. E tem a falta também. A falta é instrumento do jogo. As pessoas confundem com violência. A sequência de faltas realmente é um antijogo, mas uma falta pertence ao jogo. Às vezes, deixamos de fazer uma falta e acontece um problema no jogo.

Defesa

O Pará é um jogador que não dá sustos. Ele vai ser sempre nota 7. O apoio dele é eficiente, a marcação é eficiente. O Bressan hoje já começou a mostrar a cara, bem posicionado. É um jogador guerreiro, marcou um jogador alto.

Reação do time na virada,

Você tem 90 minutos para ganhar o jogo. O jogo não termina no gol do adversário. Então, o que tivemos hoje foi um crescimento como time. Se você analisar, depois que fizemos o segundo gol, o Paulo Victor fez uma defesa, mas o time conseguiu ser mais contundente. Adiantamos a marcação, começamos a confundir a defesa deles. Só lembro de um passe errado nas costas do Pará que poderia gerar alguma coisa, mas eu não vi a equipe deles tendo facilidade. Tivemos a conquista como grupo.

Diferença de atuação do primeiro para o segundo tempo

Não tem mudança psicológica. Tem jogo de futebol que é difícil você manter a intensidade durante 90 minutos. O técnico tem que perceber algumas coisas, fazer as mudanças que ele acha que tem que fazer. Tocar o emocional dos jogadores também. Tivemos hoje no intervalo a possibilidade de avançarmos como equipe, como grupo. O torcedor saiu satisfeito.

Troca de uniforme

Estava confundindo. Futebol tem superstição, mas não teve nada a ver com isso.

Mais vaias a Mugni

Eu só tirei o Mugni porque o técnico tem que fazer o que tem que ser feito. A primeira bola que ele errou o pessoal vaiou. Se eu mantivesse ele em campo, traria uma intranquilidade. Eu tenho que jogar também com o torcedor. Se fosse um jogador que já está acostumado, eu não estaria nem aí para o torcedor. O Mugni está com uma resistência da torcida. Qualquer passe errado dele, vai ser uma vaia. E tinha jogador errando a mesma coisa do que ele. Foi assim com o Fierro uma vez. Eu chamei o Fierro para entrar, e a torcida vaiou. Falei para ele: "volta e senta lá". Eu não queria que hoje essa resistência da torcida com o Mugni jogasse contra nós.

Características do Paulinho

É um jogador que se encaixa naquilo que eu quero hoje. Velocidade, volta para marcar, futebol tem que ter isso. Tem que ter o drible produtivo também. Um drible muda totalmente a história. Isso é fundamental.


Flamengo perde e fica com a segunda colocação da LDB


Flamengo e Basquete Cearense fizeram um jogo digno de final nesta terça-feira (10.03). Apesar da garra rubro-negra, o Basquete Cearense conquistou o título da Liga de Desenvolvimento do Basquete após partida disputada.

O jogo
 
O Mais Querido saiu logo na frente no primeiro quarto. Graças à eficiência de Rodrigo, que converteu todos os 6 pontos que tentou, além da força defensiva de Felício - o cestinha rubro-negro com 19 pontos - , o Flamengou disparou e venceu a etapa por 18 a 13.

No segundo quarto, o Basquete Cearense reagiu. O Flamengo chegou a disparar e vencer por 6 pontos, mas o adversário correu atrás. Lucas, Davi e Sualisson cresceram e o time nordestino, além de vencer a etapa por 14 a 8, passou o Flamengo no placar. No intervalo, o Basquete Cearense vencia por 27 a 26.

No terceiro quarto, o time do Ceará começou na frente, mas o Flamengo respondia com força. Nenhuma das equipes conseguiu manter a vantagem por muito tempo sem que o adversário a tomasse. Ao final da etapa, o Basquete Cearense vencia por apenas 4 pontos: 45 a 41.

A etapa derradeira viu o Basquete Cearense aproveitar a vantagem. A partir da metade do quarto, o Mais Querido reagiu. Faltando menos de um minuto, as duas equipes fizeram uma série de pontos. Apesar das cestas de três do Flamengo, o Basquete Cearense soube se defender e, no final, conquistou o título. 

Parciais
1º quarto: Flamengo 18 x 13 Basquete Cearense
2º quarto: Flamengo 8 x 14 Basquete Cearense
3º quarto: Flamengo 15 x 18 Basquete Cearense
4º quarto: Flamengo 18 x 17 Basquete Cearense
Placar final: Flamengo 58 x 63 Basquete Cearense
 

quarta-feira, 11 de março de 2015

Flamengo 2 x 1 Volta Redonda




Ficha técnica

Gol: Henrique, Niltinho(Vol)Paulinho, Alecsandro(Fla)

Público pagante: 6.969
Público presente: 7.978
Renda: R$ 219.860,00

Cartão amarelo:  Adeílson(Vol)Paulinho,Wallace ( Fla)
 
Flamengo: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico(Luiz Antonio); Márcio Araújo, Canteros e Mugni(Paulinho); Gabriel, Eduardo da Silva(Alecsandro) e Marcelo Cirino.
Técnico:Vanderlei Luxemburgo

Volta Redonda:Douglas, Henrique, Reniê, Luan e Pedro Rosa; Diego Paulista(Magnum), Hugo, Kayo(Pedro Isidoro) e Bruno Barra; Adeílson e Niltinho(Alan Carius).
Técnico: Marcelo Cabo

Árbitro:Pathrice Wallace Correa Maia
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Patrícia Silveira de Paiva.


Data: 11/03/2015

Hora: 22h (de Brasília)
Local: Maracanã, estádio do Flamengo  

Transmissão: O jogo terá transmissão da TV Globo, com narração de Alex Escobar e comentários de Júnior e Leonardo Gaciba, para os estados de RJ, ES, TO, SE, PB, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF. O Premiere e o PFCI também mostram, com narração de Daniel Pereira e comentários de Raul Quadros.

Governo pede prazo a deputados, e votação das dívidas é adiada outra vez

Vicente Cândido relator da Lei Geral da Copa (Foto: Ag. Estado)Após um ano e meio de discussões, a expectativa era de que o projeto da renegociação das dívidas dos clubes fosse finalmente votado nesta quarta-feira no plenário da Câmara dos Deputados. No entanto, um pedido do governo federal acabou adiando mais uma vez a votação.

Em reunião realizada na tarde desta quarta na Câmara, parlamentares, representantes dos clubes e do movimento Bom Senso FC concordaram em esperar mais uma semana pela apresentação de uma proposta definitiva do governo sobre o tema.

A questão é que há duas frentes de trabalho: enquanto parlamentares costuram o texto do projeto da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) para ser votado, o governo federal elabora uma Medida Provisória (MP). A ideia de todos os envolvido na discussão é que se encontre um consenso e apenas uma proposta seja apresentada.

- Houve um reconhecimento de que o governo está fazendo um esforço grande para aproximar as propostas. Vamos esperar. Na terça-feira voltamos a nos reunir aqui com a proposta do governo. Então, decidiremos o procedimento. Se vamos com uma MP que possa acatar o nosso texto ou se a gente vota o nosso texto mesmo no plenário na própria terça-feira - afirmou o deputado Vicente Cândido (PT-SP), um dos principais defensores do projeto no Congresso Nacional.

- É importante destacar que tanto o parlamento quanto o governo estão tomando cuidado de buscar o diálogo com os clubes, representantes dos atletas, para que o texto reflita a necessidade de modernização do futebol brasileiro - completou o secretário de futebol do Ministério do Esporte, Rogério Hamam, que representou o governo na reunião.

Um dos representantes dos clubes no encontro, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo, admitiu que esperava pela votação nesta quarta, mas afirmou que o adiamento pode ser benéfico.

- Se o resultado daqui uma semana for positivo, se for o que os clubes estão preconizando, é até melhor esperar mais alguns dias para sair alguma coisa com um grau maior de perfeição. É claro que sempre se espera que a coisa vá acontecer o mais rapidamente possível, mas a política, o funcionamento do Congresso, é através do diálogo e temos que compreender - disse Bandeira.

Para o Bom Senso, que criticou na semana passada a proposta apresentada pelos deputados, o adiamento da votação não foi exatamente uma vitória. Porém, o movimento se diz confiante de que suas demandas serão atendidas independentemente da proposta que for colocada em prática: Projeto de Lei ou Medida Provisória.

Ricardo Borges Martins, consultor do Bom Senso FC (Foto: Fabrício Marques)- A gente tem expectativa de que o deputado Otávio Leite (relator da LRFE) inclua as nossas propostas de contrapartida no projeto (da Câmara). A gente também tem uma expectativa forte em cima da MP. Ainda não temos o texto, mas acreditamos que até a próxima semana será apresentado. É difícil considerar uma vitória. O que a gente quer é a votação de um bom projeto. Não torcemos pelo adiamento disso. A gente torce para que seja um bom projeto, que garanta o fair play financeiro e que consiga fiscalizar os critérios que são fundamentais para a modernização do esporte - afirmou Ricardo Martins, diretor-executivo do Bom Senso.

Entrave financeiro

A questão financeira é um dos pontos que tem atrasado um posicionamento definitivo do governo federal sobre o tema. O Ministério da Fazenda não concorda com algumas questões sobre o refinanciamento que estão colocadas no projeto da Câmara, como o prazo de 240 meses para o pagamento das dívidas. A pasta defende um período de no máximo 180 meses. A Fazenda pede ainda que 10% dos débitos sejam pagos à vista, no momento da adesão ao programa.

- O prazo é um dos fatores importantes que está levando a esse momento de indefinição e discussão entre governo e parlamento. A questão das contrapartidas, questões que envolvem o Ministério do Esporte e a Casa Civil, já estão finalizadas. O que está pegando são alguns pontos apontados pela Fazenda que precisam ainda de um entendimento entre as partas - disse o secretário Hamam.

Para o presidente do Flamengo, o prazo de 240 meses é fundamental para que os times tenham condições de arcar com as parcelas da renegociação.

- Os clubes estão unidos nessa empreitada e, pela simulação que foi feita, inclusive para clubes em situação financeira piores que a do Flamengo, acho que 240 meses é o mínimo aceitável.

Apesar do entrave, o governo federal acredita em um consenso até a próxima semana.

- A gente tem certeza que na manhã da próxima terça-feira vamos encontrar um senso comum para que a gente possa publicar o texto com a maior brevidade possível.