Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 16 de maio de 2015

Finais do NBB 7


As finais do NBB 7 começam na próxima terça-feira (26.05) e são decididas em série melhor de três em mais dois jogos nos sábados seguintes (30.05 e 06.06). O adversário do Flamengo sairá do vencedor da partida entre Bauru e Mogi das Cruzes.

Vai, Paulinho: atacante se diz pronto e vira esperança de melhora no Flamengo


Paulinho treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)No tempo em que Paulinho ficou afastado por causa na cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado do joelho - seis meses -, junto aos períodos das lesões musculares, os torcedores rubro-negros depositaram sobre ele grande expectativa. Talvez até como forma de evidenciar uma certa esperança de melhora no setor ofensivo e criativo do Flamengo, frente a algumas frustrações com o desempenho do elenco em determinados jogos. Agora o atacante está pronto. Por opção de Vanderlei Luxemburgo, ficará no banco de reservas neste domingo, contra o Sport, no Maracanã, às 16 horas (de Brasília).

Em 2015, Paulinho atuou em cinco jogos oficiais apenas, quatro pelo Campeonato Carioca e um pela Copa do Brasil. Mudou o cenário da partida contra o Volta Redonda ao deixar a reserva, entrar em campo e fazer um gol na virada por 2 a 1. Também balançou as redes diante do Brasil de Pelotas, no triunfo por 2 a 0, no Maracanã. O que agrada a torcida do Flamengo é o estilo de jogo do atacante, ousado, incisivo nas jogadas. Ele se mostra animado para resgatar as atuações de 2013:

- Aquele Paulinho de 2013 vai voltar. Muitas pessoas me cobram isso. Sei que as pessoas têm confiança em mim, e isso me dá mais vontade de vestir a camisa do Flamengo - disse Paulinho.

As conversas com Luxemburgo têm sido fundamental para o retorno gradativo de Paulinho. O atacante contou sobre as preocupações do treinador em relação a ele e disse estar mais confiante.

- Ele está sempre me perguntando como estou, se estou bem. Pediu para eu fazer um reforço muscular, porque uma perna minha estava mais fina do que a outra. Agora já me sinto fortalecido. Essas conversas são importantes, me dão mais confiança.

O trio ofensivo que iniciará o jogo de domingo é formado por Gabriel, Alecsandro e Everton. Cirino, com um edema na coxa, foi vetado. Pela primeira vez, Armero foi relacionado para uma partida. O colombiano, assim como Paulinho e Samir, ficará no banco de reservas.

Armero é relacionado para primeiro jogo pelo Flamengo, contra o Sport


Pouco mais de um mês após sua chegada ao Flamengo, Armero poderá sentir a torcida rubro-negra pela primeira vez como um relacionado para o jogo deste domingo, contra o Sport, no Maracanã, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, às 16 horas (de Brasília). O lateral-esquerdo ficará no banco de reservas, e Anderson Pico continua com a vaga na equipe titular. Além dele, Samir e Paulinho também estão na lista.

Vanderlei Luxemburgo havia dito que conversaria com o zagueiro para saber se o colocaria para o jogo, no banco de reservas. A presença do atacante já era certeza para o treinador. Paulinho, que ficou afastado durante seis meses após uma cirurgia no joelho e também teve alguns problemas musculares, vem mostrando desenvoltura nos treinamentos. Ele se disse feliz por retornar.

- Prazer enorme de poder voltar. Tive alguns problemas, mas estou feliz. Quem sabe amanhã (domingo) eu possa entrar no jogo e voltar a ser aquele Paulinho. Não tenho que escolher em que momento do jogo entrar, mas vou estar preparado, isso é certo - disse Paulinho.

Confira a lista dos relacionados para o jogo com o Sport:


Goleiros - Paulo Victor e César
Laterais - Pará, Anderson Pico, Armero, Thallyson e Luiz Antonio
Zagueiros - Wallace, Bressan, Samir, Frauches e Marcelo
Meias - Jonas, Canteros, Almir, Arthur Maia, Márcio Araújo e Cáceres
Atacantes - Alecsandro, Eduardo da Silva, Gabriel, Everton e Paulinho

Cirino está vetado do jogo contra o Sport, e Alecsandro assume vaga

Já era esperado, desde o treinamento de sexta-feira, que Marcelo Cirino não atuasse domingo, contra o Sport, no Maracanã. Neste sábado, o departamento médico do Flamengo vetou a participação do atacante no jogo. O exame de imagem apontou um edema na coxa esquerda do atacante, que dará lugar a Alecsandro, como indicou o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O treinador definiu a equipe que entra em campo domingo. A única diferença do time que atuou na primeira rodada, contra o São Paulo, é a presença de Alecsandro. Desta forma, o Fla joga com: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Canteros e Almir; Gabriel, Alecsandro e Everton.

O treinamento deste sábado teve atividade tática, além do habitual rachão. O time formado por Wallace, Gabriel, Everton e companhia, depois de oito "partidas" foi campeão. O capitão aproveitou para provocar Anderson Pico e Paulinho. Este último quis atrapalhar a foto da equipe vencedora, mas foi imobilizado e levou alguns tapas dos companheiros. Depois, rindo, se desculpou:

- Não valeu esse rachão! Foi só um tempo! Calma, calma, Wallace! É brincadeira - ria Paulinho.

Rachão Flamengo (Foto: Sofia Miranda)Jogadores do Fla se divertem após animado rachão (Foto: Sofia Miranda)

O atacante já está na lista dos relacionados, de acordo com Luxa, para o jogo contra o Sport. A torcida rubro-negra tem uma expectativa grande sobre Paulinho, que mostrou desenvoltura nos últimos treinamentos.

O Flamengo recebe o Sport, domingo, no Maracanã, às 16 horas (de Brasília). A partida é válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. 

Luxa espera que Flamengo encare pressão contra o Sport: "Tomara que tenha"


Se alguns técnicos e jogadores adotam o discurso de que o time não vai se abalar com determinada pressão e irá manter a concentração na partida, Vanderlei Luxemburgo vai de certa forma na contramão desta linha de pensamento. O treinador acredita que as cobranças da torcida - e da própria consciência de cada atleta - sejam favoráveis ao desempenho da equipe neste domingo, contra o Sport, no Maracanã. Uma coisa deve ficar clara para os rubro-negros, como afirma o comandante: os pontos da rodada passada não serão recuperados. Por isso, o próximo episódio deve ser visto de uma outra maneira.

- Tomara que tenha pressão. É Flamengo. Esse jogo é importantíssimo, e é pressão de tudo quanto é lado, não tenha dúvida. É fundamental esse jogo contra o Sport, decisão. Os três pontos da outra rodada nós não recuperamos mais. Tem que começar a ganhar - disse Luxemburgo.

Flamengo Vanderlei Luxemburgo coletiva Ninho do Urubu (Foto: Sofia Miranda) 
Luxemburgo espera jogo quente contra o Leão no Maracanã (Foto: Sofia Miranda)

Nos bastidores, as movimentações da diretoria para contratar reforços continuam, e a pressão da torcida em relação a isso também. Mas enquanto o plantel permanece o mesmo, as atenções da comissão técnica estão voltadas para a segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Luxa tem quase todo o elenco à disposição, Com exceção de Nixon - que ainda está em fase de transição para voltar a treinar com o grupo - e Cirino, ainda dúvida para o duelo, todos estão em condições.

Mas a presença de alguns na lista de relacionados para o jogo deste fim de semana ainda será avaliada por Luxemburgo. O treinador deu a certeza que conta com Paulinho  - ainda que, a princípio, no banco. Samir também pode ir para o banco. A estreia do colombiano Armero, porém, é difícil.

- O Paulinho, com certeza, vai para o jogo. Ainda vou conversar com o Samir. O Armero provavelmente está fora. Talvez, no máximo, pode ficar no banco de reservas - afirmou o treinador.

"Dentro do cronograma"

Samir e Paulinho Flamengo treino (Foto: Thales Soares)As recuperações gradativas de Paulinho, Samir e Nixon são tratadas de forma positiva pelo departamento médico rubro-negro. O doutor José Luiz Runco ressaltou a gravidade das lesões sofridas pelos atacantes e pelo zagueiro e a necessidade de cautela ao promover o retorno dos atletas aos gramados.

- Tudo foi dentro de um cronograma. Samir teve uma lesão muscular grave, o prazo médio de retorno entre 60 e 90 dias. Paulinho fez uma reconstrução do ligamento cruzado do joelho, ficou seis meses fora. Nixon, que também fez cirurgia no joelho, está retomando as atividades. Não depende da vontade do jogador, o fator médico supera isso, e temos que ser cautelosos - explicou Runco.

O Flamengo recebe o Sport neste domingo, no Maracanã, às 16 horas (de Brasília). A partida é válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro estreou sendo superado pelo São Paulo por 2 a 1 no Morumbi e ainda não pontuou na competição. 


sexta-feira, 15 de maio de 2015

Luxa despista sobre reforços: "Quem disse que estamos trazendo um 10?"


Flamengo Vanderlei Luxemburgo coletiva Ninho do Urubu (Foto: Sofia Miranda)
A expectativa da torcida rubro-negra pela contratação de reforços aumenta a cada dia após o Flamengo aprovar um total de R$ 18,2 milhões em empréstimos ao mesmo tempo em que o presidente Eduardo Bandeira de Mello dizer que a diretoria está se esforçando para deixar o elenco mais forte para o Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, no Ninho do Urubu, Vanderlei Luxemburgo, porém, evitou falar sobre a movimentação dos dirigentes. Ao ser perguntado sobre uma possível negociação com um camisa 10, o treinador despistou.

- Quem disse que estamos trazendo um 10? Eu vinha questionando quem tem camisa 10 no Brasil, só isso. Eu não vejo nada de diferente do que tem acontecido há uns dois meses. Dissemos que o Flamengo tem uma verba para trazer jogadores para o Brasileiro, mas para mim não muda nada no trabalho - avisou.

O treinador preferiu manter o tema da entrevista coletiva na sequência do Campeonato Brasileiro. Luxa deixou claro que a partida contra o Sport, domingo, no Maracanã, é fundamental para que o Flamengo comece a ganhar corpo na competição.

- O jogo contra o Sport é importantíssimo. E os jogadores já estão sabendo o que fazer. A tendência é uma evolução dentro da competição. Para mim, o Flamengo tem condições de fazer um bom Campeonato Brasileiro. Temos que saber o que falta ao Flamengo, perdendo ou ganhando, e continuar esse trabalho.

No treinamento desta sexta-feira, Marcelo Cirino foi ausência e é dúvida para a partida. O atacante sentiu dores na coxa e fará um exame de imagem para detectar o problema. Desta forma, Luxa distribuiu os coletes titulares da seguinte maneira: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Canteros e Almir; Gabriel, Alecsandro e Everton.

O Flamengo recebe o Sport, domingo, no Maracanã, às 16 horas (de Brasília), pela segunda rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro busca a primeira vitória na competição, já que semana passada foi derrotado na estreia por 2 a 1 pelo São Paulo, no Morumbi.

Cirino não treina, e Alecsandro ocupa vaga na equipe titular do Flamengo



Vanderlei Luxemburgo tem um problema de última hora para escalar o Flamengo que joga neste domingo contra o Sport, no Maracanã, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Marcelo Cirino sentiu dores na parte posterior da coxa esquerda e não participou do treinamento desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. De acordo com José Luiz Runco, médico do Rubro-Negro, o atacante fará um exame de imagem para detectar especificamente o problema e sua participação na partida é incerta.

- É precipitado dizer que ele não joga. Está sentindo dor e com um pouco de dificuldade de dobrar o joelho, temos que ver o problema pela imagem, pode ser um edema. Diria que tem 50% de chances de jogar. Ele também está preocupado. Vamos ver pelo exame - explicou Runco.

Se Cirino não tiver condições de jogo, a tendência é que Alecsandro ganhe a vaga no ataque. Após ficar fora da estreia do Flamengo no Brasileiro por conta de uma forte gripe, o centroavante treinou no comando ofensivo da equipe nesta sexta-feira. Desta forma, o time foi formado por: Paulo Victor, Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Canteros e Almir;  Gabriel, Alecsandro e Everton.

Quem também não participou da atividade no Ninho foi o zagueiro Marcelo, mas o clube ainda não explicou o motivo de sua ausência. O lateral Armero, assim como Samir e Paulinho, participaram da atividade na equipe sem colete, que teve César, Luiz Antonio, Frauches, Samir e Armero; Cáceres, Márcio Araújo, Mugni e Arthur Maia, Eduardo e Paulinho.

"Pretendemos reforçar o Flamengo", afirma Bandeira, que mantém austeridade



O Flamengo deve receber reforços para o Campeonato Brasileiro, mas todos dentro da política de austeridade. Ou seja, nada de estrelas com contratos avassaladores. No "Seleção SporTV" desta sexta-feira, o presidente Eduardo Bandeira de Mello deu a dica aos torcedores.

- Pretendemos reforçar o time agora. Mas qualquer reforço que chegar, pode ter certeza que não será de nenhuma irresponsabilidade e nem (um sinal) da mudança da nossa política de responsabilidade e austeridade. É simplesmente porque sobrou mais um pouquinho e podemos usar para reforçar o nosso time como todos nós torcedores queremos - afirmou ele.

Na última quinta-feira, o Conselho de Administração do Flamengo aprovou um total de R$ 18,2 milhões em empréstimos solicitado pela diretoria do clube, já previstos no orçamento. O dinheiro será utilizado para pagamentos de dívidas. Já o novo empréstimo será pago a partir de junho, sendo quitado apenas em 2017 (mais detalhes no blog Bastidores F.C.).

- O Flamengo está reduzindo a sua dívida, é um dos poucos clubes que está. E boa parte é dívida fiscal, é imposto que tem de pagar. O Flamengo praticava apropriação indébita como forma de financiamento, o que fez com que nossa dívida fiscal chegasse neste nível. E para que tivéssemos as certidões negativas tivemos de assumir um parcelamento dramático com a Procuradoria da Fazenda Nacional. Isso faz com que o clube tenha de gerar recursos através de geração de caixa, de receitas ordinárias, mas quando elas não são suficientes nós temos de captar financiamento, adiantar receitas para reduzir a dívida. Erroneamente, dizem: "Como você está reduzindo endividamento e captando financiamento ao mesmo tempo?" Estou reduzindo a dívida em 100 e captando 20 no financiamento, na prática estou pagando 80. Isso é normal e o Conselho de Administração tem aprovado por unanimidade. É absolutamente tranquilo na questão matemática. O dinheiro é para o orçamento como um todo - explicou o dirigente.

Eduardo Bandeira de Mello Flamengo (Foto: Amanda Kestelman)Eduardo Bandeira de Mello participou do Seleção SporTV (Foto: Amanda Kestelman)

Domingo tem Mengão na TV

 

DOMINGO, 17

Série A do Campeonato Brasileiro


16h Flamengo x Sport
Transmissão: TV Globo para PE (com Rembrandt, Chiquinho e Wilson Souza) e Premiere e PFC HD (com Eduardo Moreno e Roger Flores)

Saiba quais são os times de alguns cantores sertanejos

Ao contrário da preferência nacional pelo Flamengo, na música sertaneja o Corinthians é o clube com mais simpatizantes (confira a classificação por clubes abaixo). 


95 artistas sertanejos.

Info clubes artistas sertanejos pombo sem asa

Classificação, time por time:
1 - Corinthians - 24
2 - Flamengo - 12
3 - São Paulo - 11
4 - Cruzeiro - 10
5 - Santos - 9
6 - Goiás - 8
7 - Palmeiras - 7
8 - Atlético-MG - 5
9 - Vila Nova-GO - 4
10 - Grêmio - 3
11 - Vasco, Botafogo e Paysandu - 1
12 - sem time - 1

Cantores por região:
29 - Goiás
15 - São Paulo

13 - Minas Gerais
11 - Mato Grosso do Sul
11 - Paraná
4 - Tocantins
4 - Mato Grosso
2 - Rio Grande do Sul
2 - Acre
1 - Pará
1 - Paraíba
1 - Rondônia
1 - Espírito Santo
0 - Rio de Janeiro

Disputado por Fla e Sport, Brasileiro de 87 se aproxima da ‘decisão’, no STF



 A poucos dias da decisão final sobre o título brasileiro mais discutido da história, três jogadores do Flamengo que participaram da conquista da Copa União de 1987 - Andrade, Bebeto e Jorginho - voltaram ao Maracanã nesta quinta-feira para colocar seus nomes no Livro de Ouro do estádio. Na cerimônia, eles assistiram nos telões a lances decisivos das vitórias por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, na semifinal, e 1 a 0 sobre o Internacional, na final, e quando questionados sobre o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinará se o campeão brasileiro de 1987 foi o Flamengo ou o Sport, vencedor do Módulo Amarelo da Copa União, os três foram unânimes em afirmar que a decisão que importa foi a do dia 13 de dezembro daquele ano, quando Bebeto marcou o gol da vitória sobre o Inter no Maracanã lotado.

- Eu não tenho dúvida de que somos os campeões de 87, o Brasil inteiro viu. Só falta agora o Sport ganhar um Brasileiro e dizer que é o campeão da Libertadores - ironizou Andrade, autor do passe para o gol decisivo de Bebeto.

- Nós ganhamos em campo e ninguém vai tirar isso da gente. Não estou nem um pouco preocupado com a decisão do STF - completou Bebeto.

- Naquele tempo, as coisas eram resolvidas fora de campo. Os outros times envolvidos, Inter, Sport e Guarani, não têm culpa do que aconteceu, mas como atleta, eu sempre me considerei campeão de 87. O mais importante é o sentimento de dever cumprido - opinou Jorginho.

A discussão, que dura 28 anos, agora está perto de terminar. O processo já foi encaminhado ao gabinete do ministro Marco Aurélio Mello, e o julgamento final, na mais alta instância da justiça brasileira, será marcado nos próximos dias.

Em 1987, o Campeonato Brasileiro foi organizado pelo Clube dos 13, que dividiu as equipes em módulos Verde, equivalente à primeira divisão, e Amarelo, a segunda, sem obedecer a critérios técnicos referentes ao Brasileiro de 1986. Durante a competição, a CBF estabeleceu um cruzamento entre os campeões e vice dos dois módulos, mas Flamengo e Inter, apoiados pelo Clube dos 13, se recusaram a disputar esse quadrangular após a decisão do Módulo Verde. O Sport, vencedor do Amarelo, foi declarado, então, o campeão brasileiro e disputou, junto com o Guarani, a Taça Libertadores da América de 1988 - ambos foram eliminados na fase de grupos.

A polêmica perdura por 28 anos, com os dois rubro-negros - o carioca e o pernambucano - se considerando o legítimo campeão brasileiro de 1987. Em 2011, a CBF chegou a declarar os dois times campeões, reconhecendo pela primeira vez o título do Flamengo, mas o Sport recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que impediu a CBF de legitimar a conquista do Flamengo. Foi a vez, então, do clube carioca ir ao STF, que dará, em poucos dias, o apito final nesta decisão fora de campo.

 

Proibida de ir a estádios, torcida organizada do Flamengo promove ação social do lado de fora do Maracanã e tenta melhorar imagem





Punida pelo Ministério Público e proibida de frequentar estádios por conta de episódios de violência de 2014, a torcida organizada Raça Rubro-negra vai promover um evento beneficente antes do jogo entre Flamengo e Sport, neste domingo, no Maracanã.

Unindo-se a outras torcidas do Flamengo, o grupo pretende arrecadar mantimentos para as vítimas das chuvas em Salvador nas últimas semanas. A intenção é fazer a mesma ação no Fla-Flu, também pelo Campeonato Brasileiro.




Os integrantes das torcidas Raça, Jovem, Urubuzada e Fla-Manguaça ficarão do lado de fora do Maracanã, em frente ao portão "E", a partir de 12h, arrecadando alimentos e água.

A iniciativa partiu do grupo de rubro-negros chamado “ConFlaria”, que tem promovido encontros entre artistas e conselheiros do Flamengo, capitaneado pelo grande benemérito Jorge Rodrigues. O grupo criou o chamado “Grito da Nação” e cantaria a música com todas as torcidas unidas no Maracanã.

Marcelinho desequilibra no último quarto, Flamengo bate o Limeira e vai à final

 “Nós queremos respeito...E comprometimento... Isso aqui não é vasco...Isso aqui é Flamengo... ô, ô, ô, ô...”.


Ele andava sumido, fazia tempo que não era decisivo. Mas Marcelinho não desaprendeu. E, nesta quinta-feira, ele mostrou isso num empacotado ginásio do Tijuca Tênis Clube. Sumido no primeiro tempo, o jogador mais antigo do elenco rubro-negro ressurgiu no segundo e voltou a ser aquele matador certeiro na linha de três. Como não era o dia de Marquinhos, de Benite e tampouco dos argentinos Nico Laprovittola e Walter Herrmann, o ex-capitão entrou em ação. Com três bolas de três, 11 pontos, três assistências e duas roubadas de bola no quarto período, o camisa 4 mais importante da história do basquete rubro-negro voltou a ser o cara. Acostumado a decidir, Marcelinho fez a diferença mais uma vez e garantiu a vitória dos atuais bicampeões sobre o Limeira por 76 a 67, no terceiro jogo da série melhor de três. Com o resultado, o Flamengo está na sua quinta decisão de NBB em sete edições da competição.

- Hoje aos 40 anos, sempre me perguntam quando eu vou parar. Quando eu perder essa vontade de jogar, de fazer essa torcida vibrar, quando não sentir mais nada vendo isso, aí eu vou parar - disse um emocionado Marcelinho após a vitória.

Marcelinho comemora a vitória do Flamengo sobre o Limeira (Foto: Luiz Pires/LNB)Marcelinho comemora a vitória do Flamengo sobre o Limeira (Foto: Luiz Pires/LNB)

Com quatro bolas de três e 16 pontos, Marcelinho foi o grande nome da partida. Meyinsse, com 17, também foi parte importante do ataque rubro-negro e o cestinha da noite. Por Limeira, David Jackson e Rafael Mineiro, com 15 e 14 pontos respectivamente, foram os destaques.

O jogo

A coisa não começou boa para o Flamengo, principalmente para Marquinhos. Com menos de cinco minutos de jogo o capitão rubro-negro cometeu duas faltas e deu lugar ao argentino Walter Herrmann. O Limeira se aproveitou disso e liderou o placar até a metade do período. Nezinho, até então apagado na série, anotou duas bolas de três, terminou o primeiro quarto com oito pontos e foi o condutor da equipe paulista. Com Marquinhos zerado nos primeiros 10 minutos, coube à Olivinha chamar o jogo para ele. Com nove pontos no quarto, o ala-pivô comandou a reação dos donos da casa, que chegaram a estar quatro atrás. No fim, o empate em 21 a 21 acabou sendo bom para o Flamengo.

Flamengo x Limeira NBB basquete (Foto: Luiz Pires/LNB) 
Olivinha comandou o Flamengo no primeiro quarto diante do Limeira (Foto: Luiz Pires/LNB)

Com Marcelinho e Gegê em quadra, o Flamengo voltou melhor no segundo período. Principalmente o americano Jerome Meyinsse, que anotou quatro pontos seguidos e pôs os donos da casa em vantagem. Mas a liderança rubro-negra durou apenas dois minutos. Deryk, que havia entrado no lugar de Nezinho, anotou uma bola de três, e Limeira tomou a dianteira mais uma vez. Os donos da casa erravam demais. José Neto trocou Meyinsse por Felício, mas Fiorotto e Hayes continuavam levando a melhor no garrafão.

Flamengo x Limeira NBB basquete (Foto: Luiz Pires/LNB)Se a bola de três foi a principal arma do Flamengo nos dois primeiros jogos, no primeiro tempo ela teimou em não cair. Com apenas dois arremessos certeiros em 10 tentados, o time carioca teve um aproveitamento de apenas 20% no fundamento e não conseguiu mais alcançar o Limeira, que foi para o vestiário vencendo por 40 a 35. Nezinho e David Jackson, com 10 pontos cada, foram os maiores pontuadores do time paulista no primeiro tempo. Meyinsse, também com 10, foi o cestinha rubro-negro.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com o Limeira melhor. E o resultado veio no placar. Com quatro pontos seguidos, os visitantes fizeram 44 a 35 e abriram sua maior vantagem no jogo até então. Mas uma cravada de Jerome Meyinsse a pouco mais de seis minutos do fim acordou os donos da casa. Mais na empolgação do que na técnica, a diferença chegou a cair para quatro pontos. Mas parou por aí. Agressivo na defesa e consistente no ataque, o time paulista voltou a abrir oito pontos, mas Olivinha anotou mais dois a menos de 20 segundo do fim para diminuir o prejuízo para 60 a 54.

O Flamengo voltou para o quarto período diferente. Após a diferença cair para quatro pontos, Marcelinho acertou de três e deixou em 64 a 63. Após dois erros no ataque de Limeira, Felício cravou para dar a dianteira ao Fla com pouco mais de 5 minutos para o fim. Marcelinho estava com a mão calibrada e fez mais duas de três para deixar a vantagem em seis pontos com 1m31s restantes. Limeira acusou o golpe, não conseguiu mais voltar para o jogo e viu o rubro-negro aumentar ainda mais a diferença pra vencer por 76 a 67 e fechar a série, garantido a vaga na final do NBB.

- Fico feliz por ter sido importante de outras maneiras durante a série. Ajudando na defesa, dando assistências. Sinto saudade desses momentos, mas sei que hoje tenho uma importância diferente dentro do time - afirmou Marcelinho, ovacionado após a partida.

Flamengo basquete nbb (Foto: Rudy Trindade/Agência Estado) 
Flamengo está na quinta decisão em sete edições de NBB (Foto: Rudy Trindade/Agência Estado)

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Bebeto, Jorginho e Andrade assinam Livro de Ouro do Maracanã



Bebeto, Jorginho e Andrade assinam Livro de Ouro do Maracanã (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)O Maracanã, em evento na tarde desta quinta-feira, homenageou Andrade, Jorginho e Bebeto. Os três assinaram o Livro de Ouro do estádio, que já chegou a nove assinaturas, por conta da história do trio com a camisa do Flamengo. A escolha dos nomes dos homenageados aconteceu por conta da polêmica disputa entre o Flamengo e o Sport pelo título do Campeonato Brasileiro de 1987, ano em que Bebeto, Jorginho e Andrade figuravam no elenco do Rubro-Negro carioca. E domingo os dois times voltam a se enfrentar no estádio pela segunda rodada do Nacional.

- É uma honra muito grande poder receber esta homenagem. O Maracanã é a nossa casa e sempre será. Nunca deixamos de nos sentir, assim como os torcedores do Flamengo, campeões do Campeonato Brasileiro de 1987. E esta polêmica com o Sport não tem sentido. Daqui a pouco, eles vão ganhar o Brasileiro e declarar que conquistaram a Copa Libertadores (risos) - brincou Andrade.

Cantarelli e Zinho, inicialmente, também seriam homenageados nesta quinta-feira, mas não conseguiram comparecer ao Maracanã. O primeiro precisou sair do Rio de Janeiro para o aniversário da mãe, que mora no interior do estado, e o segundo está em recuperação médica. A administração do estádio pretende, assim que possível, efetivar a homenagem aos dois.

 Participaram do evento Marcelo Frazão, diretor de marketing do Maracanã, e Sinval Andrade, presidente do Complexo. Torcedores que participavam do Tour Maracanã nesta quinta-feira tiveram a oportunidade de tirar fotografias e pegar autógrafos com os ex-jogadores do Flamengo.

Flamengo treina finalizações e cruzamentos para encarar o Sport

Depois de realizar um trabalho técnico e físico com o elenco dividido em quatro grupos na parte da manhã, o técnico Vanderlei Luxemburgo comandou uma nova atividade na tarde desta quinta-feira, no Ninho do Urubu. O grupo praticou finalizações, cruzamentos e jogadas de bola parada. O trabalho durou pouco mais de uma hora. No domingo, o time encara o Sport, no Maracanã, às 16h, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O treino da manhã teve novidades, como a participação do lateral Armero, que ainda não havia treinado com bola ao lado do grupo. Alecsandro, que ficou fora da estreia contra o São Paulo por conta de uma gripe, também treinou normalmente. Thallysson foi outro que retornou. Os três fizeram, na quarta-feira, um trabalho separado.

Luxemburgo, Jonas, Flamengo, Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem) 
Luxemburgo e Jonas acertam os ponteiros durante treino do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
 
 

Oito mil ingressos vendidos para Flamengo x Sport



O Flamengo faz sua estreia em casa no Brasileirão 2015 neste domingo, às 16h, no Maracanã. Já foram vendidos oito mil ingressos. A comercialização para sócios-torcedores iniciou-se em 1º de maio e a feita pelo site do Maracanã começou no dia 10.  

Essa é a primeira partida do Fla no estádio após o lançamento do Cartão Maracanã, que promete simplificar o acesso de quem compra pela internet. A facilidade, porém, não é válida para os bilhetes de meia-entrada.  

As gratuidades garantidas por lei serão asseguradas a partir do momento da abertura dos portões, no próximo domingo, às 14h, e limitadas à capacidade do setor.  

Flamengo e Sport se enfrentam às 16h, no Maracanã. O duelo de rubro-negros é válido pela segunda rodada do Brasileirão.

Preços:

Norte: R$ 50 (meia: R$ 25)
Norte ST*: R$ 25 (meia ST: R$ 12,50)
Norte ST Tradição: R$ 40 (meia Tradição: R$ 20)

Sul: R$ 60 (meia: R$ 30)
Sul ST: R$ 30 (meia ST: R$ 15)
Sul ST Tradição: R$ 45 (meia Tradição: R$ 22,50)

Leste e Oeste: R$ 80 (meia: R$ 40)
Leste e Oeste ST: R$ 40 (meia ST: R$ 20)
Leste e Oeste ST Tradição: R$ 60 (meia Tradição: 30)

Maracanã Mais: R$ 145 (meia: R$ 95)
Maracanã Mais ST: R$ 95 (meia ST: R$ 70)
Maracanã Mais ST Tradição: R$ 120 (meia Tradição: R$ 85)
ST* = sócio-torcedor

Pontos de venda físicos para sócios-torcedores

Maracanã – Container Mata Machado
14/05/2015 a 17/05/2015 - 10:00 as 17:00 (No dia da partida até o final do 1º tempo)
Quando houver jogos no Maracanã de outros clubes, não haverá venda neste ponto.

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros
14/05/2015 a 17/05/2015 - 10:00 as 17:00 (No dia da partida até às 12hs)

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Largo do Machado - Flaboutique -R.Largo do Machado 29 Loja 40 Galeria Condor
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Pontos físicos para torcedores em geral - 10h às 17h
*De quinta-feira (14/5) a sábado (16/5) – das 10h às 17h
**Domingo (17/5) – Sede do Flamengo, das 10h às 13h, além das bilheterias do Maracanã
Maracanã (Bilheteria 4) - Av. Maracanã, s/nº
Engenhão (Bilheteria Sul) – Rua Arquias Cordeiro, s/nº (Exceto no sábado, 16/5, devido ao jogo Botafogo x CRB-AL)
Estádio Caio Martins - Rua Presidente Backer, s/nº - Icaraí, Niterói
Sede do Flamengo – Av. Borges de Medeiros, nº 997
Espaço Rubro Negro – Méier – R. Dias da Cruz, nº 255 – Shopping Méier
Espaço Rubro Negro – Madureira – Estada do Portella, nº222
Espaço Rubro Negro – Shopping Nova América – Av. Pastor Martin Luther King Jr, nº126 – 1º piso
Espaço Rubro Negro – Via Brasil – Rua Itapera, nº500 – Irajá
Espaço Rubro Negro – Quitanda – Rua da Quitanda, nº87 – Centro
Espaço Rubro Negro – Downtown – Av. das Américas, nº500, loja 114 – Barra

Maracanã
BILHETERIA 1 - VENDA Geral torcida Flamengo - 12h às 16h45
BILHETERIA 2 - VENDA Geral torcida Flamengo - 12h às 16h45
BILHETERIA 3 - Retirada compra Internet - 12h às 16h45
BILHETERIA 4 - VENDA Geral torcida Flamengo - 10h às 16h45
BILHETERIA 3A CONTAINER MARACANÃ MAIS - Venda exclusiva Maracanã Mais- 12h às 16h45
BILHETERIA 4A CONTAINER MATA MACHADO - Atendimento sócio Torcedor Flamengo - 10h às 16h45

Flamengo, Palmeiras e Grêmio vão fazer o primeiro jogo em casa na terceira fase



Nesta quinta-feira, a CBF sorteou os mandantes dos jogos da terceira fase da Copa do Brasil. Nos jogos que já estão definidos, destaque para Palmeiras, Flamengo e Grêmio, que farão a partida de ida dentro de seus domínios.

O Rubro-Negro já tem adversário definido: enfrenta o Náutico, e a primeira partida será no Maracanã. O Grêmio está na mesma situação: encara o Criciúma e faz o jogo de ida na Arena do Grêmio. O Palmeiras ainda não sabe quem vai enfrentar e aguarda o ganhador do duelo entre Vitória ou ASA.

Quem também mandará o primeiro jogo na terceira fase caso se classifique é o vasco, que empatou por 1 a 1 com o Cuiabá nesta quarta-feira e precisa de um novo empate, desta vez sem gols, no jogo de volta da segunda fase. Se avançar, o Cruz-Maltino enfrenta o vencedor do confronto entre Atlético-GO e América-RN.

Entre os times que jogam o segundo jogo em casa, destaque para o Botafogo, que encara o Figueirense, e para o Santos, que enfrenta o Sport. As datas-base dos jogos são 20/05, 27/05, 15/07 e 22/07. Na terceira fase, não há mais a regra que classifica o visitante em caso de vitória por dois gols no jogo de ida.

Confira quem jogará o primeiro jogo em casa na Copa do Brasil
Palmeiras x Vitória ou ASA: Palmeiras manda o primeiro jogo.
Figueirense x Botafogo: primeiro jogo no Orlando Scarpelli. Volta no Engenhão.
Sport x Santos: primeiro jogo em Recife. Volta na Vila Belmiro.
Flamengo x Náutico: primeiro jogo no Maracanã. Volta na Arena Pernambuco.
Ituano x Goiás: primeiro jogo em Itu. Volta no Serra Dourada.
Coritiba x Ponte Preta: primeiro jogo no Couto Pereira. Volta no Moisés Lucarelli.
vasco ou Cuiabá x Atlético-GO ou América-RN: Primeiro jogo no galinheiro de  São Januário ou Cuiabá.
Ceará ou América-MG x Tupi: primeiro jogo no Independência ou na Arena Castelão. Volta em Juiz de Fora.
Grêmio x Criciúma: primeiro jogo na Arena do Grêmio. Volta no Heriberto Hulse.
Bahia ou Luverdense x ABC ou Paysandu: primeiro jogo em Salvador ou no Mato Grosso.


Em reunião, cúpula do Flamengo estuda verba disponível para melhorias no CT

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Alexandre Wrobel, explicou o motivo da grande quantidade de dirigentes presentes ao treino no Ninho do Urubu na manhã desta quinta-feira. Uma reunião sobre melhorias no CT rubro-negro trouxe a Vargem Grande o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, e seus principais diretores: Fred Luz (diretor geral), Bruno Spindel (diretor de marketing), Rodrigo Caetano (diretor de futebol) e Paulo Dutra (diretor financeiro) compareceram, além dos vices de patrimônio, Wallim Vasconcelos, e de administração, Claudio Pracownik.

Já podem ser vistos ao lado do campo novas estruturas para abrigar imprensa e comissão técnica durante os treinos. De acordo com Wrobel, o principal é a urbanização do local.

Dois contêineres semelhantes foram colocados ao lado do campo para imprensa e comissão técnica (Foto: Vicente Seda) 
Dois contêineres semelhantes foram colocados ao lado do campo para imprensa e comissão técnica (Foto: Vicente Seda)


- Agora a gente vai começar a fase de melhorias no CT. Urbanização, esses contêineres novos que estão chegando para imprensa e comissão técnica, asfaltar tudo... Agora estamos vendo o que temos de dinheiro disponível para focar nas melhorias que são mais necessárias. A nossa ideia é dar início a essa nova etapa em 10 ou 15 dias.

O clube, contudo, ainda não tem um prazo estipulado para a conclusão do CT com as estruturas permanentes para os jogadores. As obras de melhoria também não tiveram um prazo estipulado por Wrobel, que explicou depender da verba que estará liberada para tocar as obras.


Anderson Pico pede "ambição" ao Flamengo e vê vitória em casa como obrigação


Anderson Pico treinando Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Sem se preocupar com o fato do seu concorrente na lateral esquerda, o colombiano Armero, ter sido integrado ao elenco nos treinos com bola, o atual titular da posição, Anderson Pico, afirma que os rubro-negros precisam ter um pouco mais de ambição no campeonato. Ele diz que o time não poderia ter deixado o resultado escapar na estreia no Brasileiro, contra o São Paulo, e que tem de tirar proveito do fato de jogar no Maracanã para somar três pontos no domingo, diante do Sport.

Pico chegou a dizer que, para brigar no topo da competição, o Flamengo tem obrigação de vencer os jogos em casa e pediu determinação para que a equipe não seja surpreendida no domingo. Para o lateral, o grupo, que ainda deve ser reforçado, mira a disputa de vagas na Libertadores e, talvez, até o título.



- Será um jogo chave e vamos fazer tudo para conseguir a vitória. Demos mole em duas bolas, já conversamos, não podemos vacilar na competição. Sabemos que não podemos deixar escapar a vitória dentro de casa. Vamos manter a determinação. Jogo em casa somos obrigados a ganhar e vamos buscar a vitória no domingo. Nosso grupo é muito qualificado, com jogadores versáteis, e a gente sabe da importância da camisa do Flamengo. O peso da camisa é muito importante e contra o Sport teremos de fazer o fator casa e essa camisa pesarem bastante.

O lateral disse ter conversado na quarta-feira com o zagueiro e capitão Wallace a respeito da estreia.

- Conversei com o Wallace ontem e ele falou bastante isso, que a gente tem de ter um pouco mais de ambição, e nosso grupo está em busca disso. Objetivo é sempre ganhar, queremos estar brigando lá em cima, buscar Libertadores e também título. Mas é passo a passo. Cada jogo agora vai ser uma guerra.

Sobre a disputa por posição com Armero, resumiu:

- Quem ganha é o Flamengo.

Armero treina com bola, e cúpula do Flamengo se reúne no Ninho



O lateral Armero participou pela primeira vez de uma atividade com bola ao lado do restante do elenco, na manhã desta quinta-feira, no Ninho do Urubu. Ele já havia treinado com bola na quarta, mas num trabalho à parte do qual também participaram Alecsandro e Thallyson. O atacante, que ficou fora da estreia contra o São Paulo por causa de uma gripe, também participou da movimentação na qual Vanderlei Luxemburgo dividiu o campo em dois e o elenco em quatro, orientando um treino técnico.

Além da presença do lateral, que pode ser relacionado para o jogo de domingo, contra o Sport, no Maracanã, o que chamou atenção no Ninho do Urubu foi a quantidade de dirigentes presentes. O presidente Eduardo Bandeira de Mello, o diretor geral Fred Luz, os vices de futebol (Alexandre Wrobel), patrimônio (Wallim Vasconcellos) e administração (Claudio Pracownik), o diretor de marketing (Bruno Spindel) e o diretor executivo do futebol Rodrigo Caetano acompanharam as atividades. O diretor financeiro Paulo Dutra e o consultor Fernando Gonçalves também compareceram.

Na quarta-feira, Zico pediu reforços para a diretoria, durante evento no Maracanã para assinatura de novo contrato de patrocínio. Em seguida, Bandeira de Mello prometeu atender ao pedido e avisou que a torcida pode ficar animada. No entanto, segundo assessoria do clube, a presença de toda a cúpula do clube no treino e em reunião não está relacionada a contratações, mas sim a melhorias no Ninho do Urubu. Já na segunda atividade também chegou ao CT o presidente do Nova Iguaçu, Jânio Moraes.

Tijuca vai ferver! Ingressos para jogo 3 entre Flamengo e Limeira estão esgotados


As duas vitórias do Flamengo sobre o Limeira, fora de casa, animaram os torcedores rubro-negros, que compraram toda a carga de 2 mil ingressos para o jogo 3 da série. A partida que pode valer a terceira final seguida ao clube carioca acontece nesta noite de quinta-feira, no lotado Ginásio do Tijuca, que terá quebra de público. Por conta disso, não há hipótese de venda de ingressos nas bilheterias momentos antes de a bola subir. Quem não conseguiu adquirir sua entrada, poderá assistir à transmissão do SporTV, a partir das 20h30m, e do GloboEsporte.com através de seu Tempo Real. Os assinantes do Canal Campeão também não perdem nada com o SporTV Play.

O duelo semifinal entre cariocas e paulistas pode terminar nesta noite. Com duas vitórias maiúsculas no interior de São Paulo, o Rubro-Negro precisa de mais uma para chegar à decisão contra o vencedor de Bauru e Mogi, que estão empatados em 1 a 1. Além de mandar a partida desta quinta, a equipe de José Neto terá outra chance de fechar a série sob o seu domínio, no sábado, caso sofre o revés logo mais.

O retrospecto do Flamengo diante do Limeira em solo carioca é amplamente favorável, foram seis vitórias em seis encontros. O último deles pela rodada derradeira da fase de classificação, quando os cariocas venceram os paulistas por 86 a 70.

Flamengo e São José em ação no jogo 5 (Foto: Marcello Pires) 
Assim como no jogo 5 contra São José, o Tijuca estará lotado na noite desta quinta-feira (Foto: Marcello Pires)

Radar dos emprestados: Flamengo monitora e avalia, mas ninguém desabrocha


Ser emprestado para outro time não significa que o jogador não terá mais chance no Flamengo. O Rubro-Negro reduziu drasticamente seu elenco no início de 2015 e totalizou 21 jogadores emprestados, dos quais 12 ainda terão contrato com o clube após a virada do ano: o lateral-direito Léo, os zagueiros Erazo e Welinton, os volantes Recife, Vitor Hugo e Muralha, os meias Rodolfo, Mattheus, Adryan e Rafinha, e os atacantes Bruninho e Thomás. E todos eles, até mesmo aqueles cujos compromissos se encerrarão ainda em 2015, têm o desempenho monitorado pela diretoria, especialmente pelo diretor executivo Rodrigo Caetano e pelo gerente de inteligência e mercado Marcos Biasotto. Segundo Rodrigo, um novo aproveitamento de alguns atletas é possível.

- Cada caso é um caso. Não é por que o jogador está numa crise técnica ou tem uma dificuldade de adaptação que não vai ser avaliado aqui com carinho, principalmente esses que têm um histórico no clube. É nossa obrigação avaliá-los com todo o carinho para que não haja erro nessa possível avaliação. Em relação a aproveitamento, é possível, sim. Cada caso é um caso. Nós vamos avaliar no momento certo - afirmou o dirigente.

Mas a situação atual de praticamente todos os 12 jogadores que poderão voltar não é nada animadora. O que tem mais se destacado positivamente é Rafinha, que está no Atlético-GO, mas ainda longe de empolgar. Nomes como Adryan e Mattheus, que já foram tratados como grandes promessas, estão sumidos no futebol europeu. Muralha, outro atleta promissor, foi afastado do Bragantino, que acabou rebaixado à Série B do Campeonato Paulista.

O GloboEsporte.com contou com a ajuda de suas praças espalhadas pelo Brasil para resumir a situação de cada um dos 12 que podem ganhar nova chance no Flamengo. Veja a seguir um quadro com as datas de validade dos contratos desses jogadores com o clube da Gávea e em seguida uma breve análise individual de como eles foram no ano até agora.

Jogadores emprestados pelo Flamengo (Foto: Reprodução)


                                                                  
Lajeadense x Internacional Léo Inter (Foto: Alexandre Lops/Divulgação Inter) 

Léo: Internacional
Começou o ano como titular, mas nunca conseguiu empolgar torcida e comissão técnica coloradas. Sofreu uma lesão no joelho (Inter não revelou qual) e passou por uma artroscopia. Ficou um mês e meio fora e voltou ao time no último domingo, contra o Atlético-PR. O titular da posição hoje é William, que está com moral na equipe.


Erazo, zagueiro do Grêmio (Foto: Eduardo Moura) 

Erazo Grêmio

Inicou 2015 como titular em função da lesão de Pedro Geromel. Alternou boas e más partidas, mas nunca conseguiu passar confiança. Perdeu a posição com o retorno de Geromel e hoje é o reserva imediato da dupla de zaga titular. É quem tem o contrato mais breve com o Flamengo, até 27 de janeiro de 2016.





                                                                  
Welinton, zagueiro do Coritiba (Foto: Monique Silva) 

Welinton: Coritiba

É um coringa do técnico Marquinhos Santos e tem atuado tanto na zaga como na lateral esquerda. Quando o treinador está com sua dupla de zaga titular - Luccas Claro e Leandro Almeida -, Welinton se desloca para a esquerda, onde ajuda na contenção e libera Carlinhos para ajudar o ataque.





Recife, volante do Atlético-GO (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Recife: Atlético-GO
Recife teve pouco espaço no time goiano. Prejudicado por lesão muscular na pré-temporada, só estreou na 10ª rodada do campeonato estadual. Ao todo, foi titular em cinco partidas no ano e entrou no decorrer de outra. Tem sido relacionado pelo técnico Marcelo Martelotte, mas está na reserva.






Vítor Hugo, novo meia-atacante do Alecrim (Foto: FlaImagem)


Vitor Hugo: do Alecrim-RN ao Voltaço?
Não teve bom rendimento no Alecrim durante o Campeonato Potiguar. Sofreu lesão na coxa direita e ficou boa parte do primeiro turno no DM. No segundo, com o desmanche do time por conta das seguidas saídas de jogadores, o volante teve continuidade e jogou sete duelos, mas sem brilho. Contrato acabou, e ele tem chance de defender o Volta Redonda-RJ.





Apresentação Muralha Bragantino (Foto: Divulgação/ C.A. Bragantino)


Muralha: do Bragantino ao Luverdense-MT?
Chegou com moral ao Bragantino e vestiu a camisa 10 na estreia. Sem corresponder jogando de forma mais ofensiva, passou a atuar mais recuado com a 8, mas de novo não empolgou. Na despedida do time no Paulistão, onde o clube terminou rebaixado, foi expulso após duas entradas violentas. Nos bastidores, Muralha foi criticado por suposta falta de entrega nos treinos e em campo. Foi afastado e deve disputar a Série B pelo Luverdense-MT.


Rodolfo Coritiba (Foto: Divulgação/ Site oficial Coritiba) 


 Rodolfo: Coritiba
Teve poucas chances de jogar no Coxa desde que chegou e passa mais tempo no banco de reservas do que em campo. Na última partida, contra a Chapecoense, na estreia do clube no Brasileirão, o meia substituiu Negueba, mas não mudou o panorama do jogo.



Mattheus flamengo  (Foto: Pedro Martins / AGIF)


 Mattheus: Estoril-POR

A situação de Mattheus no Estoril, 12º colocado do Campeonato Português, não é das mais fáceis. Ele foi relacionado para poucos jogos até aqui e disputou dois deles, sempre saindo do banco de reservas. O contrato do filho de Bebeto por lá vai até junho, e o compromisso com o Flamengo termina em maio do ano que vem. Uma das grandes promessas da base, ainda tenta se firmar.




Adryan: Leeds United-INGAdryan só foi relacionado para quatro duelos em 2015, tendo jogado dois deles: um como titular e outro saindo do banco. Na passagem geral pelo Leeds, foram 13 partidas, nenhum gol marcado e o prêmio de "melhor simulação de 2014". Assim como Mattheus, tem contrato por lá até junho, e o compromisso com o Fla vai até março de 2016.





Rafinha, atacante do Atlético-GO (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)



 Rafinha: Atlético-GO
Ainda não desequilibrou como a torcida do Dragão esperava, mas participou de todas as 17 partidas do time neste ano, sendo 14 como titular e três como reserva. O meia marcou três gols até aqui e já atuou tanto mais recuado, auxiliando na armação da equipe, como mais avançado, centralizado no meio ofensivo.





Bruninho Flamengo e Asa (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)


Bruninho: do XV de Piracicaba-SP ao Luverdense?
Contratado pelo XV de Piracicaba como um dos principais reforços para o Paulistão, o atacante decepcionou. Em nove jogos, sequer marcou gol. Após a eliminação nas quartas de final diante do campeão Santos, os atletas foram dispensados, e o vínculo de Bruninho com a equipe piracicabana se encerrou. Deve ser repassado ao Luverdense-MT para a Série B.





Thomás Ponte Preta entrevista (Foto: Fernando Cesarotti) 
Thomás: da Ponte Preta ao Seattle Sounders
Começou bem na Ponte em 2014, mas terminou a Série B como coadjuvante. Após ter o contrato esticado, decepcionou em 2015, a ponto de o técnico Guto Ferreira cobrar publicamente uma mudança de postura do atleta. Fora dos planos para o Brasileirão, acertou com o Seattle Sounders, clube que disputa a MLS, dos EUA.







Jogadores como Amaral (Vitória), Fernando (Bragantino, chance de ir para o Volta Redonda), e Igor Sartori (Bragantino, acertando com o RB Brasil-SP) têm contrato com o Flamengo somente até o fim de 2015, por isso não entraram na lista acima. Já o atacante Negueba, que tem sido titular no Coritiba, foi transferido em definitivo para o clube paranaense e não tem mais contrato com o Fla. O Rubro-Negro cedeu o jogador e ficou com parte de seus direitos econômicos, enquanto o Coxa ficou com os direitos federativos.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Everton diz que precisa driblar mais e cobra poder de decisão do ataque


Everton entrevista coletiva Flamengo (Foto: Ivan Raupp)
Apesar do gol de pênalti de Everton, o ataque do Flamengo não teve boa atuação na derrota por 2 a 1 para o São Paulo, na estreia do time no Campeonato Brasileiro. O trio formado por Marcelo Cirino, Gabriel e o camisa 22 não repetiu o entrosamento do primeiro tempo do jogo-treino contra o Bragantino, na semana passado, e ficou devendo. O próprio Everton acha que está faltando poder de decisão.

- A gente tem que ser mais decisivo na frente. Eu mesmo me cobro bastante, sei que preciso dar uma evoluída. Mas estou me dedicando nos treinamentos junto do Marcelo, do Gabi. A gente ali da frente sabe que tem que fazer alguma coisa diferente. Tenho certeza que o próximo jogo vai ser melhor - disse.

Everton também fez uma autocrítica e disse que precisa driblar mais.

- Sou um jogador rápido, sempre estou partindo para cima. Tem algumas bolas que estão indo em mim no fundo e estou cruzando. Acho que o drible no futebol é muito importante.

Nos bastidores, o Flamengo se movimenta para contratar pelo menos dois reforços para a disputa do Brasileirão. Concorrência para Everton? O camisa 22 quer mais é um time forte.

- Eu me sinto muitíssimo seguro. Mas se trouxerem um jogador mais qualificado do que eu, vou ficar alegre. Quero que o Flamengo vença sempre - garantiu.

Após o revés na estreia, o Flamengo se prepara para enfrentar o Sport no Maracanã. A partida será realizada às 16h (de Brasília) deste domingo.

- Sempre bom conseguir uma vitória logo, né? Até pra esse peso sair de cima... Temos agora uma grande oportunidade contra o Sport em casa. O Sport é uma equipe muito boa, mas, jogando no Maracanã, temos a obrigação de conseguir os três pontos.

Flamengo x Sport: quatro mil ingressos vendidos pela internet


À venda para sócios-torcedores do Flamengo desde o último dia 1º e para os demais torcedores no site do Maracanã a partir desde domingo, os ingressos para a partida contra o Sport, marcada para o domingo, passarão a ser comercializados a partir desta quinta-feira. Até então, já foram vendidos quatro mil bilhetes.  
 
Essa é a primeira partida do Fla no estádio após o lançamento do Cartão Maracanã, que promete simplificar o acesso de quem compra pela internet. A facilidade, porém, não é válida para os bilhetes de meia-entrada.  

As gratuidades garantidas por lei serão asseguradas a partir do momento da abertura dos portões, no próximo domingo, às 14h, e limitadas à capacidade do setor.  

Flamengo e Sport se enfrentam às 16h, no Maracanã. O duelo de rubro-negros é válido pela segunda rodada do Brasileirão.

Preços:

Norte: R$ 50 (meia: R$ 25)
Norte ST*: R$ 25 (meia ST: R$ 12,50)
Norte ST Tradição: R$ 40 (meia Tradição: R$ 20)

Sul: R$ 60 (meia: R$ 30)
Sul ST: R$ 30 (meia ST: R$ 15)
Sul ST Tradição: R$ 45 (meia Tradição: R$ 22,50)

Leste e Oeste: R$ 80 (meia: R$ 40)
Leste e Oeste ST: R$ 40 (meia ST: R$ 20)
Leste e Oeste ST Tradição: R$ 60 (meia Tradição: 30)

Maracanã Mais: R$ 145 (meia: R$ 95)
Maracanã Mais ST: R$ 95 (meia ST: R$ 70)
Maracanã Mais ST Tradição: R$ 120 (meia Tradição: R$ 85)
ST* = sócio-torcedor

Pontos de venda físicos para sócios-torcedores

Maracanã – Container Mata Machado
14/05/2015 a 17/05/2015 - 10:00 as 17:00 (No dia da partida até o final do 1º tempo)
Quando houver jogos no Maracanã de outros clubes, não haverá venda neste ponto.

Gávea – Sede do Flamengo – Rua Borges de Medeiros
14/05/2015 a 17/05/2015 - 10:00 as 17:00 (No dia da partida até às 12hs)

Andaraí – FlaBoutique/Iguatemi – R. Barão de São Francisco, 236 Loja 15
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Barra da Tijuca – FlaBoutique – Av das Américas, 7607 Loja 151
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Largo do Machado - Flaboutique -R.Largo do Machado 29 Loja 40 Galeria Condor
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Tijuca – FlaBoutique – R. Conde de Bonfim, 685 Loja D
14/05/2015 a 16/05/2015 - 10:00 as 17:00
Não funciona aos domingos

Pontos físicos para torcedores em geral - 10h às 17h
*De quinta-feira (14/5) a sábado (16/5) – das 10h às 17h
**Domingo (17/5) – Sede do Flamengo, das 10h às 13h, além das bilheterias do Maracanã
Maracanã (Bilheteria 4) - Av. Maracanã, s/nº
Engenhão (Bilheteria Sul) – Rua Arquias Cordeiro, s/nº (Exceto no sábado, 16/5, devido ao jogo Botafogo x CRB-AL)
Estádio Caio Martins - Rua Presidente Backer, s/nº - Icaraí, Niterói
Sede do Flamengo – Av. Borges de Medeiros, nº 997
Espaço Rubro Negro – Méier – R. Dias da Cruz, nº 255 – Shopping Méier
Espaço Rubro Negro – Madureira – Estada do Portella, nº222
Espaço Rubro Negro – Shopping Nova América – Av. Pastor Martin Luther King Jr, nº126 – 1º piso
Espaço Rubro Negro – Via Brasil – Rua Itapera, nº500 – Irajá
Espaço Rubro Negro – Quitanda – Rua da Quitanda, nº87 – Centro
Espaço Rubro Negro – Downtown – Av. das Américas, nº500, loja 114 – Barra

Maracanã
BILHETERIA 1 - VENDA Geral torcida Flamengo - 12h às 16h45
BILHETERIA 2 - VENDA Geral torcida Flamengo - 12h às 16h45
BILHETERIA 3 - Retirada compra Internet - 12h às 16h45
BILHETERIA 4 - VENDA Geral torcida Flamengo - 10h às 16h45
BILHETERIA 3A CONTAINER MARACANÃ MAIS - Venda exclusiva Maracanã Mais- 12h às 16h45
BILHETERIA 4A CONTAINER MATA MACHADO - Atendimento sócio Torcedor Flamengo - 10h às 16h45

Com apoio da CBF, clubes pedem em Brasília mudanças na MP do Futebol

Representantes de mais de 20 clubes de todas as séries do futebol brasileiro participaram esta semana de dois dias de audiências públicas no Congresso Nacional para discutir a Medida Provisória 671, conhecida como MP do Futebol. Apoiados pela CBF e por federações estaduais, que também estiveram presentes, dirigentes e advogados de times de todo o país voltaram a criticar o texto editado em março pela presidente Dilma Rousseff e pediram mudanças aos parlamentares. Eles admitem a necessidade da renegociação das dívidas com a União - estimadas em um total de aproximadamente R$ 4 bilhões -, mas argumentam as contrapartidas exigidas são intervencionistas e exageradas. 

As reuniões foram realizadas na comissão mista responsável por emitir um relatório sobre a MP que será levado para votação nos plenários da Câmara e do Senado. Na terça-feira, foram ouvidos os representantes de clubes das séries A e D. Nesta quarta, foi a vez dos times das séries B e C. Também foram ouvidos dirigentes de clubes que estão fora das quatro divisões nacionais e o coordenador de futebol feminino da CBF.

- Nenhum presidente quer fugir da responsabilidade, todos querem ficar em dia. Mas a medida confundiu dívida fiscal e tributos com moralização e intervencionismo. Isso não serve para solucionar nosso problema de agora. É preciso enxugar a MP - defendeu o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno.

Audiência MP do Futebol clubes (Foto: Ana Volpe / Agência Senado) 
Representantes dos clubes e parlamentares durante audiência no Congresso (Foto: Ana Volpe / Agência Senado)

- Os clubes se uniram de uma forma que poucas vezes vimos para combater algo que é abusivo, busca atrapalhar ou modificar uma autonomia que está garantida pela Constituição. Dificilmente haverá adesão do jeito que está. A MP desvirtua a própria natureza do clube - afirmou o advogado do São Paulo, Gustavo Delbin.

As críticas dos dirigentes se concentram principalmente em três artigos da Medida Provisória. O quinto, onde são feitas exigências aos clubes que quiserem aderir ao refinanciamento como pagamento em dia de todas as obrigações trabalhistas e fiscais, contratação de auditoria independente, limitação de mandatos, proibição de antecipação de receitas de gestões futuras, limite de 70% do orçamento para gastos com futebol e obrigatoriedade de investimento em uma equipe feminina.

Outro artigo bastante criticado é o quinto, que prevê que os clubes que entrarem no refinanciamento só possam disputar competições organizadas por entidades que sigam uma série de regras como prestação de contas e demonstração contábil disponível na internet, limitação de mandatos, participação de atletas nos colegiados e rebaixamento de clubes inadimplentes.

Por último, o artigo oitavo também foi muito atacado pelos dirigentes. Segundo o texto, seria obrigatório que os clubes concentrassem todas suas operações financeiras em um único banco. 

- Da forma como está colocada a medida, conseguimos as CNDs (Certidões Negativas de Débitos) e falecemos em seguida. Não há viabilidade de um clube de futebol, por mais necessitado que esteja, aderir a medida da forma como ela foi colocada. Além da violentíssima intervenção nos processos internos do clube. Não tem como criar interferências nas instituições que promovem os campeonatos - afirmou o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira.

As condições do refinanciamento foi outro ponto criticado por alguns dirigentes. Eles alegaram dificuldades em muitos clubes para cumprir com os prazos e valores mínimos exigidos pela MP. De acordo com o texto, os clubes teriam um prazo de 120 a 240 meses (20 anos) para quitarem seus débitos, com descontos nas multas e nos juros. Nos três primeiros anos, também seriam concedidas condições especiais, com a possibilidade de parcelas mensais de no máximo 0,5% do faturamento anual da instituição.

- Da foram como está posta, a Portuguesa não teria condições de aderir. Não temos como pagar valor superior ao fluxo de caixa que conseguimos gerar. Hoje, nosso patrocínio depende basicamente da generosidade de alguns empresários. Verba de TV, não temos na Série C. Os jogadores da base, a gente tenta segurar, mas está difícil. Com esse refinanciamento proposto na MP, a Portuguesa provavelmente fecharia as portas - afirmou o presidente da Lusa, Jorge Manuel Gonçalves.
parlamentares apoiam mudanças

As críticas dos dirigentes encontraram respaldo em boa parte dos parlamentares participantes da audiência, muitos deles, ligados a clubes de futebol.

- Todos os clubes da Série A assinaram um documento pedindo modificações na MP. ouvimos aqui clubes até da Série D e outros que estão fora das quatro divisões. Todos pediram para mudar. Então, é algo que peço a atenção de todos os nossos nobres parlamentares - afirmou o deputado Marcelo Aro (PHS-MG), que faz parte do conselho do Atlético-MG.

- Ouvimos muitos clubes, todos com o mesmo nível de críticas. Certamente, a MP não está agradando a ninguém. Temos aqui a oportunidade de negociar e alterar o texto. O relator tem a autonomia para alterar a matéria para um PLV que vai certamente atender dentro de uma negociação as ansiedades que estão sendo colocadas e também a posição do governo, que emitiu a MP - disse o deputado José Rocha (PR-BA), presidente do conselho do Vitória.

Audiência MP do Futebol clubes (Foto: Ana Volpe / Agência Senado) 
Parlamentares debatem MP do Futebol com dirigentes dos clubes (Foto: Ana Volpe / Agência Senado)

Ex-ministro do esporte, o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) foi outro que admitiu a necessidade de alterações na MP, mas defendeu um meio termo em relação às demandas dos clubes e o texto editado pelo governo.

- Precisamos construir um ambiente de entendimento, não beligerante. Artigos colocados para fazer briga política com a CBF, nesse caso, eu não concordo. A minha defesa é de exclusão deles. Mas também não adianta aprovar um texto que passe lá na frente pelo constrangimento de ser vetado pela presidente e não resolver a questão - afirmou o deputado.

As audiências públicas para debate da MP na comissão mista seguem na próxima semana. Devem ser ouvidos representantes da CBF e de entidades de representação dos atletas, como o Bom Senso F.C.
publicidade