Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 23 de maio de 2015

Caso antigo: Flamengo tenta o retorno de Elias, do Corinthians


O Flamengo namorou com Petros, flertou com Paolo Guerrero, mas o jogador do Corinthians que está perto de contratar é um caso antigo e muito querido pela torcida rubro-negra. Um dos protagonistas da conquista da Copa do Brasil de 2013 pelo clube da Gávea, Elias é o alvo principal dos cariocas e, segundo o GloboEsporte.com apurou, estaria próximo de um retorno.

A reportagem confirmou que o Flamengo procurou o Corinthians para manifestar interesse em contratá-lo. A reposta do clube paulista foi positiva, já que a situação financeira não é boa e falta dinheiro em caixa. O Rubro-Negro busca garantias financeiras para tentar concluir o negócio. Procurados, o vice de futebol do Flamengo, Alexandre Wrobel, e o diretor executivo Rodrigo Caetano não falaram sobre o assunto. Por mensagem de texto, Caetano disse que não podia falar no momento. Já Wrobel não retornou o contato.

Elias, de 30 anos, tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2017. No fim de 2013, o Flamengo não conseguiu manter o jogador, que tinha contrato com o Sporting, de Portugal. Após uma arrastada novela, ele foi anunciado pelo Timão em abril do ano passado, para a frustração dos torcedores rubro-negros. Na época, os corintianos pagaram 4 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos (R$ 13,6 milhões na cotação atual).

Elias, que não tem qualquer problema físico, não participou do treino com o time titular na manhã deste sábado. A assessoria de imprensa informou que ele ficou fazendo exercícios na academia. Neste domingo, o Corinthians enfrenta o Fluminense, no Maracanã, às 16h (de Brasília), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Luxa conversa com Armero, e Everton dá susto em treino do Fla em SC


Luxemburgo e Armero em SC (Foto: Gustavo Rotstein/ GloboEsporte.com)
Com um treino fechado da última sexta-feira, no Ninho do Urubu, Vanderlei Luxemburgo fez mistério sobre a escalação contra o Avaí. Mas uma conversa do treinador com Armero ao fim do treino realizado na manhã deste sábado, no CT do Figueirense, indicou que o lateral-esquerdo tem chance de começar jogando na partida deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Após o rachão realizado no CT do Figueirense, na cidade de Palhoça (SC), Luxemburgo chamou Armero. Por cerca de 10 minutos o treinador conversou a sós com o lateral-esquerdo no campo, dando a entender que a tendência é de que o colombiano faça sua estreia pelo Flamengo neste domingo, contra o Avaí, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

- O Armero é um jogador de qualidade. Não sei ainda quem vai atuar, mas se o Armero jogar, vai nos ajudar porque também tem experiência e bagagem no futebol. Isso facilita um pouco mais - afirmou o lateral-direito Pará.

Embora a atividade deste sábado tenha sido em sua maior parte um recreativo bem-humorado, houve um susto. Durante o rachão, Bressan pisou sem querer no pé direito de Everton, que sentiu dores. Mas antes mesmo de receber atendimento médico, o meia retornou à atividade e não terá problema para enfrentar o Avaí.

Runco diz que recuperação de Nixon está dentro do cronograma no Flamengo


Flamengo, treino, Ninho do Urubu, Nixon (Foto: Richard Souza/GloboEsporte.com)
O médico rubro-negro José Luiz Runco informou que Nixon voltará a treinar com bola na primeira quinzena de junho, prazo que afirma estar dentro do estimado pelo departamento. Nixon foi submetido a uma cirurgia para corrigir um problema de nascença no tendão patelar do joelho esquerdo. O procedimento foi realizado em 13 de março e a previsão inicial, que não se confirmou, era de 45 dias. De acordo com Runco, a estimativa do departamento médico é de que o jogador retornaria aos treinos com bola em 90 dias. Na tarde de quinta-feira, Nixon correu em volta do campo um do Ninho do Urubu.

- O Nixon está dentro do cronograma estabelecido para ele. O prazo é de 90 dias para treinar física e tecnicamente - disse Runco.

Antes da cirurgia, o jogador esteve no departamento médico rubro-negro em outras oportunidades para fazer trabalho de reforço muscular e tratar dores no tendão dos dois joelhos. Além de Nixon, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem outros dois atacantes fora de ação para a partida deste domingo, contra o Avaí, na Ressacada. Eduardo da Silva (gripado), Marcelo Cirino (se recuperando de edema na coxa esquerda) também não vão para Santa Catarina para a terceira rodada do Brasileirão. 

Luxa aprova rigor com reclamações contra arbitragem: "Fica muito feio"


Luxemburgo Vasco x Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
O início do Campeonato Brasileiro deixou claro que os critérios de arbitragem mudaram – e os cartões se multiplicaram. O número de advertências aplicadas pelos árbitros nessas duas primeiras rodadas (17) foi mais de quatro vezes superior aos dois primeiros jogos do torneio de 2014 (quatro). E o técnico Vanderlei Luxemburgo, do Flamengo, achou bom. Ele lembrou que a Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (Conaf), presidida por Sérgio Corrêa, avisou sobre a orientação, que tem como objetivo principal coibir as ostensivas reclamações contra a arbitragem nos gramados.

Mas não foi só isso que agradou ao técnico do Flamengo. A CBF, em uma medida por economia e credibilidade, desistiu de escalar árbitros de localidades neutras nas partidas para passar a escolher os dos locais onde os jogos se realizam. A prática ainda não foi adotada para a terceira rodada do Brasileiro, mas deverá ser em breve. Outra bola dentro da Conaf, segundo Luxemburgo:

- (A questão dos cartões) Foi uma orientação do Sérgio Corrêa, passou para nós como os árbitros atuariam, seriam mais rigorosos, para acabar com essa coisa de três, quatro jogadores peitarem o árbitro. Fica muito feio. Outra coisa que achei fantástica é jogo com clube de São Paulo e Rio poder alguém de São Paulo e Rio apitar. Tem de ser bom árbitro. O futebol brasileiro começou muito essa desconfiança quando passaram a tirar o árbitro do estado do clube que estivesse envolvido. Os grandes centros de futebol são Rio, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, então esses árbitros não podem perder o privilégio dos grandes jogos. Podem ser bons ou ruins, mas não são desonestos – disse o treinador.

O que não agrada – mas também não tira o sono – são os resultados em campo nas primeiras duas rodadas. Luxemburgo, porém, considera normal e vê o Flamengo no caminho certo. Diz não ver nada fora do comum no que está acontecendo, com as cobranças e críticas, e convoca a torcida.

- O Brasileiro é o campeonato mais difícil do mundo, eu acho. As demais equipes são fortes, não são frágeis. Claro que estou acompanhando tudo que acontece e não vejo nada diferente do que sempre vi no futebol. Estamos no caminho certo, confio no grupo, a importância de o torcedor acreditar, nós aqui temos de ser firmes e não tenho dúvida que a coisa vai caminhar bem.

Neste domingo, o Flamengo enfrenta o Avaí, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, na Ressacada. Luxemburgo tem dois desfalques para a partida: os atacantes Marcelo Cirino, que se recupera de edema na coxa esquerda, e Eduardo da Silva, que não viajou para Santa Catarina por conta de uma forte gripe.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Ferj pressiona, mas boicote será mantido e vasco deve ficar fora da Taça BH



O boicote ao vasco sanitário na base continua, e a próxima competição em que o Cruz-Maltino deve ficar de fora é a Taça BH, que neste ano será sub-17. Mas nesta semana, a Ferj tentou agir para que o clube dispute o torneio, pressionando a Federação Mineira (FMF).

O tom do diálogo é bem simples: se o vasco não jogar a competição, a Ferj não autoriza os outros clubes do Rio de Janeiro a participar. A Federação Mineira ainda não divulgou a tabela do torneio, porque aguarda o desfecho da situação, que aparentemente não terá uma solução amigável.

O boicote acontece porque os clubes entenderam que o vasco aliciou o atacante Paulo Vitor, que tinha vínculo com o Fluminense. O jogador foi inscrito pelo Cruz-Maltino na Ferj à revelia do Tricolor, rompendo um acordo selado entre eles em 2012. A punição para o rompimento de acordo é o boicote, que já ocorreu com Atlético-PR e São Paulo, e será mantido com o vasco, até que haja um acordo com o Fluminense.

O vasco se defende alegando que o acordo não foi assinado pelo presidente do clube, Roberto Dinamite, e sim pelo então diretor da base, Humberto Rocha. Afirma que, por isso, não vê validade no documento.

Oficialmente, os clubes cariocas afirmam não terem sido notificados pela Ferj, e por isso não se pronunciam até o momento sobre o assunto. A Federação Mineira deverá bater o martelo na segunda-feira, provavelmente com o vasco fora do torneio. A Taça BH, que neste ano será sub-17 pela primeira vez, contará com a participação de 40 clubes e terá início no dia 8 de julho.

Flamengo - Histórias do Rubro-Negro no Teatro



O Clube de Regatas do Flamengo completa 120 anos em 2015 e os torcedores do Mais Querido estão com o projeto de comemorar a data transformando a história do Clube da Gávea em um espetáculo teatral. "Flamengo - Histórias do Rubro-Negro no Teatro" tem a missão de levar as emoções e glórias dos 120 anos do Flamengo para o palco, e você torcedor pode fazer parte deste projeto.

Edvard Passos, diretor premiado, que foi o responsável não só por idealizar o projeto, como por assinar o texto e a direção da peça, contou um pouco de como essa ideia nasceu:

"O projeto nasce do desejo de reunir duas grandes paixões da minha vida: o teatro e o futebol. Sei que ambos podem colaborar muito mutuamente. O futebol levando publico ao teatro e o teatro mantendo viva a história riquíssima do futebol no Brasil. Nada como está diante da expressão viva de nossa história para entendermos onde estamos e o que queremos para o nosso futuro" afirmou.

O rubro-negro passou três anos de sua vida pesquisando através de registros, publicações e depoimentos de pessoas que participaram da história do Mais Querido. Para ele, o esporte brasileiro tem muito conteúdo que não é compartilhado, e que melhor história pra se compartilhar do que a do rubro-negro:

"Temos heróis, ídolos, contextos históricos a serem revisitados. E falar do Flamengo é falar de tudo isso. É falar da invenção do nosso jeito de jogar bola, é falar sobre os desejos e os sonhos do brasileiro na expressão escolhida e acolhida por ele: o futebol" completou Edvard.

Os atores escolhidos para a montagem foram selecionados em audições realizadas na própria sede do Clube da Gávea. Todos os atores são apaixonados pelo rubro-negro e estão prontos para dar vida aos heróis do Mais Querido.

Gostou da ideia e quer ajudar o projeto a dar certo? Você pode doar para a iniciativa e ajudar a montagem ir de fato para os palcos. Inclusive, dependendo da quantia doada, você pode ganhar uma série de brindes. Entre na página da iniciativa e conheça melhor como funciona: http://benfeitoria.com/flamengo

Flamengo está habilitado a receber certificado de formador de atletas da CBF



A Ferj emitiu, nesta sexta-feira, um parecer afirmando que o Flamengo está habilitado a ser certificado pela CBF como clube formador de atletas. O documento diz que o clube preencheu os requisitos e é assinado pelo presidente da entidade, Rubens Lopes. O Fluminense obteve o certificado da CBF em abril e é, até o momento, o único dos grandes nessa condição.


Veja abaixo o parecer de Lopes:

Parecer ferj




Técnico usa transparência para não deixar especulações abalarem o Flamengo


Luxemburgo, Gabriel, Jonas, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Em tempos de críticas ao time e busca por reforços, Vanderlei Luxemburgo não apenas tenta afiar no campo a equipe que enfrenta o Avaí, na Ressacada, no domingo, como também precisa controlar o ambiente nos bastidores com a constante especulação de contratações. A tática do treinador é simples: transparência. Ele afirma que os jogadores estão conscientes de que o Flamengo está no mercado – e já faz algum tempo – e que reforços deverão de fato chegar, mas para somar.

Luxemburgo analisa que o elenco atual é bom e pode brigar pelo topo da tabela, mas, apesar de não cobrar diretamente em frente aos microfones, aguarda novas peças. Nomes como Guerrero, Robinho e Petros a todo momento aparecem como possibilidades, mas nenhum se confirmou oficialmente até o momento.

- A gente procura ser bem transparente, sem problema nenhum. Os meus jogadores sabem que o Flamengo está no mercado, mas não é de hoje, desde que fizemos o planejamento do Campeonato Carioca colocamos que haveria uma análise. Não é de hoje, já existe. Esse elenco é bom, tem condição de brigar por Libertadores, até título, e se chegar alguém é para somar. Parece uma coisa de outro mundo estar no mercado. Somos bem transparentes.

O técnico também contesta as críticas que a equipe vem recebendo. Afirma que tudo está “normal”, dentro de um planejamento, e espera uma evolução gradativa.

- Estamos na segunda rodada, só o Corinthians fez 100%, mais ninguém. Se ganhássemos do Sport, não teria todo esse questionamento. Convoco o torcedor do Flamengo para que acredite no trabalho, que é sério, estamos nos dedicando. A derrota para o São Paulo no Morumbi é normal. Estou trabalhando elenco, analisando o Avaí. No Carioca, eu deixei de fazer algumas coisas que poderiam ter sido feitas, e estão sendo feitas agora. Está tudo dentro de uma coisa bem natural. Se fosse vigésima rodada, tudo bem, mas estamos na segunda.


Domingo tem Mengão na Globo

DOMINGO, 24


Brasileirão Série A


16h Avaí x Flamengo
Transmissão: TV Globo para RJ (com Luís Roberto, Júnior e Leonardo Gaciba) e Premiere (com André Lino e Paulinho Criciúma)

Luxa se revolta com absolvição após cumprir pena no Carioca: "Covardia"


Vanderlei Luxemburgo Flamengo x Vasco (Foto: Ernesto Carriço / Conteúdo Estadão)
Vanderlei Luxemburgo foi suspenso por dois jogos no Campeonato Carioca por supostas ofensas à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj). Foi denunciado por conta da frase "tem de dar porrada na Federação", pronunciada em uma entrevista coletiva na qual pediu aos jornalistas que criticassem o regulamento da competição por não permitir a inscrição de mais de cinco jogadores da base, o que naquele momento lhe trazia problemas. No segundo julgamento no TJD-RJ, dois auditores do Pleno consideraram a denúncia inepta. Foi tentado efeito suspensivo no STJD, primeiro concedido, mas em seguida cassado pelo presidente do tribunal, Caio Rocha. Mas, na quinta-feira, por unanimidade, o mesmo STJD decidiu absolver o treinador, que já cumpriu a pena.

Diante da notícia, Luxemburgo disse ter achado "horrível" ser liberado agora. Ressaltou não ter feito "nada demais" e se disse "desconfiado" por conta de todo esse processo.

- Horrível me liberar agora por unanimidade. Ficou claro que não fiz nada demais. Tiraram da competição, reta final da Taça Guanabara, e agora me dão unanimidade. Entende-se que houve alguma coisa meio complicada. Por que não aceitaram efeito suspensivo? Por que me denunciaram? A gente fica desconfiado. Isso é uma baita de uma covardia que fazem com os profissionais - reclamou o treinador.

Até a própria Procuradoria Geral do STJD se posicionou contrária à punição de Luxemburgo. No julgamento de quinta-feira, com o caso analisado pelo Pleno, a instância máxima no país, o procurador Paulo Schmitt disse considerar o caso "absurdo" em entrevista ao site oficial do tribunal.

Luxa fecha treino, esconde time e só confirma que Armero viaja com o Flamengo


vanderlei luxemburgo, flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
O técnico Vanderlei Luxemburgo comandou um treino fechado na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, e justificou que precisava trabalhar situações táticas para tentar surpreender o Avaí na Ressacada, neste domingo. Ele também fez o possível para esconder a escalação, por não querer que os catarinenses treinem à tarde sabendo quem pretende colocar em campo. Luxemburgo deu indícios de que o colombiano Armero pode estrear como titular, rasgando elogios à experiência do lateral. Porém, só confirmou que ele viajará para Santa Catarina.

- É um jogador de seleção, jogou Copa do Mundo, conheço do Palmeiras e pode somar muito. Tem experiência, é lateral lateral, sabe fazer a função. O pessoal não conhece bem como ele se posiciona, alguma dificuldade vão ter. Vai viajar - disse.

Por outro lado, Paulinho dificilmente começará a partida. Pelo menos foi o que deu a entender o treinador ao afirmar que o atacante ainda não está 100%.

- Já falei alguma vezes, é um jogador importantíssimo, mas vem de parar e voltar uns nove meses, ainda não está 100% para apostar nele totalmente.

Sobre o treino fechado, Luxemburgo ressaltou ser uma prática normal em diversos clubes e destacou seus motivos para não permitir qualquer imagem do treino tático realizado nesta sexta:

- Acho que é o momento de trabalhar um pouco entre nós, discutir entre nós o que fazer. É tudo isso, não dar ao adversário a escalação que você quer, uma bola parada, uma situação que a gente sabe que vão fazer. Hoje não quero dar escalação para não treinarem de tarde sabendo o que vamos fazer.

Espanholização? Como receitas com TV são divididas nas maiores ligas do mundo


Direitos de transmissão, televisão, TVNão há conclusões novas, mas o assunto não sai de pauta. No Seleção SporTV da sexta-feira passada, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, voltou a ser questionado por torcedores via Twitter sobre a "espanholização" do futebol brasileiro, um desequilíbrio financeiro decorrente da divisão da receita com direitos de transmissão. Na saída do programa, me contou que responde perguntas sobre "espanholização" por onde passa, embora tenha muito mais a falar. Pois bem. Eis alguns dados sobre TV.

A divisão do dinheiro que vem de emissoras de televisão comove porque, dentre fontes de receita, é a única que pode ser controlada. Todas as outras estão condicionadas à torcida. Patrocinadores pagam mais a clubes cujas bases de torcedores, potenciais consumidores dessas empresas, são maiores. Fornecedores de materiais esportivos, idem. Quanto mais, gente, mais produtos licenciados, planos de associação e ingressos para partidas tendem a ser vendidos. No caso da televisão, embora ela também tenha mais audiência e pay-per-view conforme tamanho de torcida, há mais espaço para equilíbrio.

A Premier League, primeira divisão da Inglaterra, é bom exemplo de equilíbrio. Na temporada 2013/2014, os 20 times que a disputaram receberam £ 1,753 bilhão referentes a direitos de transmissão. Este valor é repassado pela liga aos clubes com base em três critérios: 50% são igualitários para todo mundo; 25% dependem do mérito esportivo, conforme a colocação na tabela na temporada anterior; e 25% obedecem o número de partidas televisadas, com um valor mínimo assegurado até para quem teve muito menos jogos transmitidos pela TV. O Chelsea, com £ 139 milhões recebidos, tem a maior receita com televisão do país. O Cardiff City, com £ 63 milhões, tem a menor. Logo, o mais rico arrecada o dobro do que arrecada o mais pobre, melhor proporção entre as maiores ligas de futebol do planeta.

Manhester United    8%

Manchester City    8%
Chelsea    8%
Arsenal    7%
Liverpool    6%
Tottenham Spurs    5%
Newcastle    4%
Everton    5%
Aston Villa    4%
West Ham    4%
Southampton    5%
Sunderland    4%
Swansea City    5%
Stoke City    4%
Norwich City    4%
Fulham    4%
Crystal Palace    4%
West Bromwich    4%
Hull City    4%
Cardiff City    4%

A La Liga, primeira divisão da Espanha, é o mau exemplo de equilíbrio. São considerados, aqui, 16 clubes que jogaram a elite espanhol em 2013/2014 porque Valencia, Malaga e Getafe não publicam balanços financeiros, embora nova lei do país exija que todos o façam, e o Levante não detalha em seu documento o montante recebido da televisão. A soma desses 16 dá € 678,4 milhões. O Real Madrid possui a maior receita e obteve € 162,6 milhões com direitos de transmissão, e o Real Valladolid, com a menor, conseguiu € 15,6 milhões. A diferença entre o mais rico e o mais pobre, portanto, é de dez vezes.


Real Madrid    24%
Barcelona    24%
Atlético de Madrid    7%
Sevilla    5%
Atlético de Bilbao    5%
Real Sociedad    4%
Villareal    6%
Betis    4%
Espanyol    3%
Celta de Vigo    3%
Granada    3%
Osasuna    3%
Elche    3%
Rayo Vallecano    2%
Real Valladolid    2%
Almería    3%


A Serie A, primeira divisão da Itália, tampouco divide bem receitas com direitos de TV. A amostra neste caso é de 12 times que disputaram a elite italiana em 2013/2014. Os ausentes, sobretudo Milan e Fiorentina, não foram considerados porque ainda não publicaram balanços financeiros referentes a 2014. O valor gerado foi de € 672,2 milhões, dos quais a Juventus ficou com a maior parte, € 150,9 milhões, e o Verona, a menor, € 22,8 milhões. O mais rico recebe 6,5 vezes mais do que o mais pobre, portanto. Perceba que há um grupo de clubes à frente, com Juventus, Napoli, Internazionale e Roma, do qual o Milan certamente faz parte, que se destaca dos demais. São os mais populares do país.

Juventus    22%
Napoli    16%
Internazionale    11%
Roma    10%
Lazio    8%
Parma    6%
Udinese    5%
Bologna    4%
Verona    3%
Catania    4%
Cagliari    4%
Chievo    4%


A Ligue 1, primeira divisão da França, peca por ter à frente somente dois clubes que faturam muito mais com televisão do que os 18 abaixo. Os 20 que jogaram a elite francesa geraram € 604,8 milhões com direitos de transmissão em 2013/2014. O Paris Saint-Germain, "novo rico" e atual tricampeão nacional, ficou com a maior parte, € 85,8 milhões, enquanto o Ajaccio ficou com a menor, € 13,5 milhões. A diferença entre o mais rico e o mais pobre é de pouco mais que seis vezes.


Paris Saint-Germain    14%
Monaco    5%
Olympique Marseille    13%
Lyon    9%
Lille    6%
Bordeaux    7%
Saint-Etienne    5%
Stade Rennais    4%
Lorient    4%
Montpellier    4%
Nantes    3%
Toulouse    4%
Nice    3%
Stade de Reims    3%
Evian    3%
Sochaux    2%
Guingamp    3%
Bastia    3%
Valenciennes    3%
Ajaccio    2%


A Alemanha não entra neste levantamento feito pelo blog pois não obriga seus clubes a divulgar balanços financeiros, tampouco publica, por meio de órgãos oficiais do governo, como nos outros países europeus analisados, os documentos. Apenas quatro equipes têm alguma transparência, entre elas Bayern de Munique e Borussia Dortmund, e neste caso a amostra seria reduzida demais para conclusões.

O Campeonato Brasileiro, por fim, tem divisão similar à italiana e à francesa. Não está nem próximo da Inglaterra, bom exemplo, nem próximo da Espanha, mau exemplo. Aqui, são considerados 19 clubes, com vasco sanitário no lugar da Chapecoense, que não publica balanço financeiro, e sem o Sport, cujo documento não detalha ganhos com televisão. Esses 19 arrecadaram R$ 1,12 bilhão com direitos de transmissão em 2014. O Flamengo tem a maior receita, R$ 115,1 milhões, e o Figueirense, a menor, R$ 18,5 milhões. A diferença entre mais rico e mais pobre é de pouco mais que seis vezes.

Atlético-MG    7%

Atlético-PR    3%
Bahia    4%
Botafogo    4%
Corinthians    10%
Coritiba    3%
Criciúma    3%
Cruzeiro    6%
Figueirense    2%
Flamengo    10%
Fluminense    5%
Goiás    3%
Grêmio    5%
Internacional    5%
Palmeiras    7%
Santos    5%
São Paulo    7%
vasco sanitário   6%
Vitória    3%


Ainda que o parâmetro "mais rico versus mais pobre" esteja em linha com França e Itália, no Brasil os dois maiores faturamentos com TV, Flamengo e Corinthians, têm 10% cada sobre o valor total. O percentual é mais baixo do que na França, onde PSG e Olympique levam 14% e 13%, e mais baixo do que na Itália, onde Juventus e Napoli ficam com 22% e 16%. Entre as cinco ligas, a conclusão é de que a brasileira tem a segunda melhor divisão de direitos de transmissão – muito pior do que a inglesa, é verdade, mas melhor quando comparada a italianos e franceses e muito melhor do que a espanhola. A preocupação em repartir igualitariamente o dinheiro que vem de emissoras é legítimo, pois, repito, é provavelmente a única receita que pode ser controlada para manter a competitividade do país. Mas números mostram que no futebol brasileiro atual, para a tristeza dos conspiradores de plantão, não há "espanholização".

+ Leia mais sobre as finanças de clubes de 150 países no relatório Receitas do Futebol.

Prazo inicial não se confirma, e Nixon está sem data para retorno


Flamengo, treino, Ninho do Urubu, Nixon (Foto: Richard Souza/GloboEsporte.com)
Submetido a uma cirurgia para corrigir um problema de nascença no tendão patelar do joelho esquerdo, realizada em 13 de março, Nixon tinha previsão inicial de retorno aos gramados num período de 45 dias. O prazo, porém, não se confirmou e aumentou. Pouco mais de dois meses depois do procedimento, o atacante ainda não voltou ao trabalho com bola e continua sem prazo para retornar às atividades com o grupo. Na tarde desta quinta-feira, ele correu no campo 1 do Ninho do Urubu.

A assessoria de imprensa do Flamengo informou que Nixon faz trabalho de recuperação com o fisiologista Cláudio Pavanelli e a preparação física, tudo sob observação do departamento médico.

Antes da cirurgia, o jogador esteve no departamento médico rubro-negro em outras oportunidades para fazer trabalho de reforço muscular e tratar dores no tendão dos dois joelhos.

Sem Nixon, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem outros cinco jogadores à disposição no setor: Alecsandro, Paulinho, Eduardo, Gabriel e Marcelo Cirino. Este último se recupera de um edema na coxa esquerda e não vai enfrentar o Avaí neste domingo, às 16h, na Ressacada, pela terceira rodada do Brasileirão. O ataque deve ser formado por Gabriel, Alecsandro e Everton.

Cercado por especulações, grupo do Flamengo se protege e cria blindagem



As tentativas de contratar reforços tomam conta do noticiário do Flamengo. As investidas em Robinho, Paulo Guerrero e Corinthians foram os principais assuntos da semana no Ninho do Urubu. E não são apenas os dirigentes que falam a respeito. Cada jogador que senta na cadeira da sala de entrevistas do CT responde, no mínimo, a uma pergunta sobre o tema. O discurso está alinhado. Todos reconhecem que novas peças serão úteis ao time, mas procuram valorizar aqueles que já fazem parte do elenco.

- Tenho plena convicção que o nosso elenco tem condições de brigar pelo campeonato. As especulações não interferem. Se alguém chegar, será abraçado. A gente trabalha com o grupo que tem hoje. Temos convicção e confiança nos que estão aqui hoje - frisou o zagueiro Bressan.

Montagem Petros, Robinho e Guerrero (Foto: GloboEsporte.com) 
Petros, Robinho e Guerrero são alvos nada secretos do Flamengo (Foto: GloboEsporte.com)


Em tempos de especulação, até mesmo o início ruim do time no Brasileirão fica em segundo plano. Nas duas primeiras rodadas, o Flamengo perdeu para o São Paulo, no Morumbi, e empatou em casa com o Sport. A pressão por vitórias é o segundo assunto mais comentado entre os rubro-negros. No domingo, o time de Vanderlei Luxemburgo visita o Avaí, na Ressacada, às 16h.

Os próprios jogadores tentam se blindar quando são questionados sobre contratações. Na terça-feira, o goleiro Paulo Victor chegou a ser ácido em algumas respostas, mas também reconheceu que novos jogadores são necessários.


- Todas as equipes querem se reforçar. As 20 do campeonato. O Flamengo precisa também. Quem vier vai chegar para somar. Temos elenco para estar com mais de um ponto no campeonato. O Flamengo tem que se reforçar, é uma grande equipe. A diretoria está buscando reforços que vão mudar a história do Flamengo. Não vai ser só para somar - comentou. 

O Flamengo continua interessado em Robinho, do Santos, e nos corintianos Paolo Guerrero e Petros. A contratação do último é a mais viável. Enquanto ninguém chega, o foco é outro entre os atletas.

- O que acontece fora das quatro linhas não interfere em nada para a gente. A gente foca em melhorar, tentar evoluir, para conquistar a vitória contra o Avaí - disse Bressan.


Bressan concedeu coletiva nesta quinta-feira (Foto: Richard Souza/GloboEsporte.com)

Santa Rita de Cássia



Ó poderosa e gloriosa Santa Rita chamada Santa das causas impossíveis, advogada dos casos desesperados, auxiliadora da última hora, refúgio e abrigo da dor que arrasta para o abismo do pecado e da desesperança, com toda a confiança em Vosso poder junto ao Coração Sagrado de Jesus, a Vós recorro no caso difícil e imprevisto, que dolorosamente oprime o meu coração.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Flamengo contesta papel de clubes amadores e diz que Ferj não esclareceu balanço



Depois do comunicado da Ferj respondendo aos questionamentos do Flamengo sobre o balanço, o clube, cujo representante na sessão saiu sem pronunciar, publicou uma nota oficial em seu site. O texto repudia o discurso empregado pela entidade e também o que chamou de tentativa de colocar o Flamengo em posição antagônica aos demais filiados, referindo-se à rusga criada com o clube amador da capital Piscinão de Ramos, que teve o presidente convocado à mesa da sessão como uma resposta a declarações do presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello.

Diz a nota: "Além disto, às respostas evasivas da FERJ somaram-se acusações rasteiras e injustificadas, na tentativa de colocar o C.R. Flamengo em posição antagônica aos demais filiados da entidade. O Flamengo aproveita esta oportunidade para deixar claro que acredita que agremiações como a Colônia Juliano Moreira Atlético Clube, a Associação Esportiva Piscinão de Ramos e a Liga Varre-Saiense de Desportos, exerçam função social relevante em suas comunidades. Só não vê nenhum sentido em exercerem papel relevante nas decisões do Campeonato Carioca de Futebol e na eleição dos mandatários da FERJ".

O clube segue pedindo a revelação de dados não explicados no balanço da entidade e afirmou que "não houve resposta satisfatória" da Ferj em relação aos questionamentos protocolados pelo clube no último dia 13. O texto repete as seguintes questões:

"Voltando aos questionamentos em si, infelizmente se confirmou o que imaginávamos quando os fizemos: não houve resposta satisfatória. Nem mesmo os pontos fundamentais foram respondidos. A saber:

1. Quais são os clubes em débito com a Federação?
2. Qual o montante devido por cada clube?
3. Quais são os prazos para o pagamento?
4. Existem clubes em atraso?
5. Além desses valores, a entidade foi avalista de algum empréstimo por terceiros, especialmente clubes de futebol?".

Ingressos do jogo 1 entre Flamengo e Bauru vão custar entre R$ 30 e R$ 320


O torcedor já pode se programar para acompanhar de perto o jogo 1 da decisão do Novo Basquete Brasil (NBB 7) entre Flamengo e Bauru. Os ingressos para a partida do dia 26, às 21h30, na Arena da Barra, terão preços entre R$ 30 (nível 3) e R$ 320 (cadeira de quadra lateral) e começam sua pré-venda na internet a partir das 23h59 desta quinta-feira para sócios-torcedores, Anjo da Guarda e clientes do banco que patrocina o ginásio. Os dois primeiros têm 50% de desconto. A venda para os demais torcedores tem início às 23h59 da sexta-feira, também pela internet. Nos pontos físicos o início será no sábado, dia 23, em locais espalhados pelo Rio de Janeiro.

Bauru Flamengo NBB basquete (Foto: Henrique Costa / Bauru Basket) 
Flamengo e Bauru começam a decidir o NBB na terça-feira (Foto: Henrique Costa / Bauru Basket)


O duelo entre Flamengo e Bauru irá contar com a presença das dançarinas do Orlando Magic, da NBA, e também do mascote do Phoenix Suns, famoso por desfilar sua habilidade na liga americana. A ação é inédita na decisão do NBB. O segundo jogo da decisão do Novo Basquete Brasil acontece no dia 30, em Marília, São Paulo. Caso seja necessário, o jogo 3 também será em Marília, no dia 6, já que Bauru teve melhor campanha na fase de classificação.

Novo Basquete Brasil 7

Flamengo x Bauru
Data: 26/05 (terça-feira)
Horário: 21h30
Local: Arena da Barra, Barra da Tijuca
Ingressos pela internet: Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br)
Pontos físicos para compra: Gávea (Lagoa, 10h às 18h) Loja Vivo (Ipanema, 13h às 19h), Posto Burgão (Taquara, de 8h às 18h), FNAC  (Barra Shopping, 10h às 20h), Cidade das Artes (Barra da Tijuca, 13 às 19h), 021 Turismo (Centro), Theatro Net Rio (Copacabana, 10h às 18h), Posto BR Piraquê (Lagoa, 9h às 20h), Casarão Ameno Resedá (Catete, 16h30 às 20h) e Posto BR Bougainville (Tijuca, 9h às 20h)

Preços
Cadeira de Quadra Lateral: R$320 (inteira) - R$160 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Cadeira de Quadra Fundo: R$240 (inteira) - R$120 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Camarotes: R$160 (inteira) - R$80 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Cadeira Especial Lateral: R$160 (inteira) - R$80 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Nível 1 lateral: R$120 (inteira) - R$60 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Nível 1 fundo: R$80 (inteira) - R$40 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)
Nível 3: R$30 (inteira) - R$15 (meia, sócio-torcedor e Anjo da Guarda)

*Gratuidades serão no nível 3

Quando o Flamengo de Dida e Zagallo venceu na Bombonera




Rolo Compressor Rubro-Negro vence na BomboneraA Bombonera, clássico estádio portenho, foi palco de acontecimentos polêmicos na última semana. Mas, em janeiro de 1958, o local recebeu o Flamengo para um amistoso contra o Boca Juniors quando o Mais Querido foi até a Argentina para jogar pela primeira vez contra o dono do gramado e saiu com uma bela vitória. O triunfo rubro-negro sobre o time portenho foi em um amistoso, que contou com gols de eternos craques do Mais Querido.

Foi no dia 31 de janeiro de 1958 que o Flamengo entrou em campo. O Rubro-Negro, que estava sendo comandado por Jaime de Almeida, após perder o técnico tricampeão carioca Fleitas Solich, venceu por 4 a 2. O time conhecido como Rolo Compressor Rubro-Negro contava com nomes como Zagallo, Dida, Moacyr e Evaristo de Macedo.

O craque Moacyr, que posteriormente deixou o Flamengo para jogar pelo maior rival do Boca, o River Plate, foi responsável por dois dos quatro gols que o Mais Querido marcou naquela noite. Zagallo e Dida também deixaram os seus. Pelo lado do time argentino, o uruguaio Javier Ambrois fez os dois gols do Boca.

O Flamengo se consagrou naquela noite como o primeiro time estrangeiro a vencer o Boca Juniors dentro da Bombonera. Ajude o Mais Querido a continuar fazendo história e seja sócio-torcedor.


Ainda em tratamento, Marcelo Cirino não enfrenta o Avaí



Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com Marcelo Cirino mais uma vez. O atacante do Flamengo não foi a campo nos treinos desta semana e está fora da partida contra o Avaí, domingo, na Ressacada, pela terceira rodada do Brasileirão. Ele faz tratamento para se recuperar de um edema na coxa esquerda.

Depois de três dias de treinos e quatro atividades, Luxa ainda não deu pistas da formação que vai escolher. Contra o Sport, quando Cirino também não jogou, ele começou a partida com Gabriel, Alecsandro e Everton no ataque.

O Flamengo volta a treinar na manhã desta sexta-feira, às 10h. O time viaja para Santa Catarina na parte da tarde. O Flamengo tem apenas um ponto no Brasileirão. Na estreia, perdeu para o São Paulo por 2 a 1. Na segunda rodada, empatou por 2 a 2 com o Sport no Maracanã.

Luxa não dá sinal de time, e treino do Flamengo termina com Alecsandro no gol


Alecsandro, goleiro, treino, Flamengo, Ninho do Urubu (Foto: Richard Souza/GloboEsporte.com)
A expectativa era ver em campo pelo menos um esboço do time do Flamengo para o jogo contra o Avaí, mas ainda não foi desta vez. Na tarde desta quinta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo trabalhou cruzamentos e finalizações com o grupo. Num ataque contra defesa, orientou zagueiros e volantes na marcação. Dos laterais, cobrou qualidade no cruzamento. Já os atacantes tinham que aparecer rápido na frente do goleiro para tentar concluir. O treinamento ocorreu em espaço reduzido, a partir da entrada da grande área.

A semana do Flamengo começou na tarde de terça-feira. Na quarta, o trabalho foi em dois períodos, mas nada de time. A espera pela formação para a próxima rodada do Brasilleirão continuou nesta quinta, mas Luxa não deu qualquer pista. Na manhã desta sexta-feira, o Rubro-Negro realiza a última atividade antes da viagem para Santa Catarina. O jogo contra o Avaí será na Ressacada, às 16h (de Brasília), no domingo.

O treino desta quinta-feira terminou com uma brincadeira. O atacante Alecsandro foi para o gol e tentou defender chutes dos companheiros. Poucas bolas foram na direção do camisa 9. A pontaria não anda muito boa.

O atacante Eduardo da Silva não foi para o gramado. Ficou na academia para fazer um trabalho de reforço muscular. Outro que não apareceu no campo foi Marcelo Cirino. Em recuperação de uma edema na coxa esquerda, ele está praticamente fora do próximo jogo.


Relator admite mudanças em MP, mas diz: "Não abro mão de contrapartidas"


Desde que foi assinada em março pela presidente Dilma Rousseff, a MP do Futebol vem gerando uma série de controvérsia. Descontentes com boa parte do texto, clubes e CBF clamam por mudanças. Por outro lado, o movimento Bom Senso F.C. e setores do governo federal tentam manter exigências que provoquem um choque de gestão em clubes e federações. Relator da comissão mista que discute o tema no Congresso Nacional, o deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), busca um meio termo: admite fazer mudanças na MP, porém, garante que manterá as contrapartidas.

- É preciso observar com muita calma. Não posso incorrer no erro de provocar a judicialização da Lei. Fazer com que assim que seja aprovada, ela sofra medidas judiciais que impeçam sua aplicação. Então, temos que seguir rigores constitucionais muito grandes. Não tem como não haver mudanças. Mas o que eu coloco é que não abro mão da exigência das CNDs (Certidões Negativas de Débitos), das boas praticas de gestão e da punição esportiva - afirmou o parlamentar.

Otávio Leite relator MP do Futebol (Foto: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados) 
Deputado Otávio Leite, relator da MP do Futebol (Foto: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados)

Conhecida como MP do Futebol ou Profut - a Medida Provisória 671 renegocia as dívidas estimadas em R$ 4 bilhões dos clubes com a União em troca de contrapartidas que incluem, entre outras coisas, o rebaixamento de inadimplentes, limitação de mandatos e prestações de contas na internet. Além dos times, o texto, como foi assinado, estabelece as mesmas regras para as entidades de administração esportiva - federações e confederações.

Baseados em análises de juristas, CBF e clubes defendem que as exigências da MP são inconstitucionais. O argumento é de que as exigências ferem a autonomia das instituições. Os dirigentes reclamam ainda de outros trechos do texto como limitação de gastos de 70% com futebol profissional e obrigação de investimento em futebol feminino.

Já o Bom Senso defende a constitucionalidade da medida, que diz ter sido bastante estudada pelo setor jurídico da casa civil. O movimento acredita que, por ser opcional, as exigências não afetariam a autonomia dos clubes. Os representantes do Bom Senso ainda dizem que as contrapartidas são fundamentais para transformar a gestão dos times.

Relatório será apresentado em 2 de junho

Audiência MP do Futebol clubes (Foto: Ana Volpe / Agência Senado)O texto da MP vem sendo debatido na comissão mista no Congresso Nacional desde o início de maio, com participação de diversas partes interessadas no tema. Na próxima semana, serão realizadas as últimas audiências públicas e a previsão do relator é apresentar o novo texto no dia 2 de junho.

- Tenho conversado bastante, ouvido bastante todas as partes, avaliado todas as emendas apresentadas. A ideia é apresentar o relatório no dia 2, para que ele seja votado na semana seguinte na comissão (dias 9 e 10 de junho).

Após passar pela comissão mista, o texto ainda terá que passar pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. A votação precisa ser concluída até o dia 17 de julho, quando expira o prazo da MP.



Seleção da Copa do Brasil Sub-17



Campeão da Copa do Brasil Sub-17, o Vitória mostrou muito talento individual no meio-campo e domina a seleção da Copa do Brasil Sub-17 feita pelo na base da bola. Ao todo, o Rubro-Negro baiano tem três jogadores, um a mais do que Botafogo (que tem Luís Henrique, o craque da competição) e Flamengo. Cruzeiro, Corinthians, América-MG e Fluminense também têm seus representantes. Confira o time montado:

Goleiro: Gabriel (Flamengo)
Titular desde o ano passado, Gabriel evoluiu muito nos últimos meses e foi recompensado com uma convocação para a seleção brasileira. No torneio, mostrou bom posicionamento e surpreendeu pela segurança, incomum mesmo em grandes goleiros quando tinham 17 anos.

Também se destacou: Diego (Botafogo)

Lateral-direito: Lucas César (Botafogo)
Jogador importante nas variações táticas do técnico Felipe Conceição. Ora atuava como lateral, ora como zagueiro, e sempre com eficiência e obediência tática, mesmo sem ser espetacular.

Também se destacou: Matheus Viveiros (São Paulo)

Zagueiro: Thuler (Flamengo)
Nascido em 1999 (e portanto um ano mais novo do que a maioria dos jogadores da seleção), Thuler foi absoluto na zaga do Flamengo. Firme na marcação, eficiente no jogo aéreo, ganhou a vaga na seleção do torneio com sobras.

Também se destacou: Rangerson (Vitória)


Zagueiro: Ronaldo (Cruzeiro)
Titular da seleção brasileira no Sul-Americano Sub-17, Ronaldo teve altos e baixos durante o torneio. Mas na Copa do Brasil foi mais seguro, e terminou como um dos destaques do Cruzeiro que acabou eliminado nas quartas de final pelo América-MG.

Também se destacou: Zyan (Botafogo)

Lateral-esquerdo: Hurick (Corinthians)
Titular do time sub-20 do Corinthians, Hurick se destacou em uma posição carente e poderia até ser convocado para a Seleção sub-17. Rápido e dono de um drible curto, foi uma das principais armas ofensivas alvinegras na competição.

Também se destacou: Matheus Padilha (Vitória)

Volante: Zé Ricardo (Fluminense)
Mesmo nascido em 1999, o volante que foi do Madureira para o Flu sobra entre jogadores um ano mais velhos. Marca muito, tem boa altura e sai jogando com facilidade. Fez um jogo espetacular na vitória do Tricolor por 4 a 3 sobre o Internacional.

Também se destacou: Matheus Fernandes (Botafogo)

Volante: Farinha (Vitória)
Foi ele quem abriu caminho para a virada do Rubro-Negro baiano com um gol de cabeça dentro da grande área. Sai bem com a bola e apoia o ataque com frequência. Importante na transição ofensiva de sua equipe.

Também se destacou: Hugo (Flamengo)
Meia: Matheusinho (América-MG)
O craque de seu time. Com a camisa 10, comandou o América-MG em toda a competição com belos passes e gols. No mais bonito deles, driblou dois zagueiros antes de chutar para as redes contra o Botafogo.

Também se destacou: Patrick (Flamengo)
Meia: Geovane (Vitória)
Rápido e cerebral. Geovane tem o recurso do drible, mas também sabe parar o jogo e fazer inversões quando necessário, mudando o ritmo do ataque e valorizando a posse de bola. Jogador muito interessante, fez ótimas jogadas com Yan.

Também se destacou: Ruan (Fluminense)

Meia-atacante: Yan (Vitória)
Canhoto, muito rápido e habilidoso, Yan mostrou na Copa do Brasil Sub-17 que pode fazer gols ou dar assistências com muita qualidade. Foi fundamental para o Vitória na decisão contra o Botafogo, e mesmo atuando na meia, foi o artilheiro do time, com sete gols.

Também se destacou: Ramon (Fluminense)

Centroavante: Luís Henrique (Botafogo)
O principal jogador do torneio. Com 14 gols em dez jogos, comandou as ações ofensivas do Botafogo e foi decisivo em todas as vitórias do Alvinegro. Fez gols de pé direito, esquerdo e cabeça, e mostrou muita evolução em relação ao ano passado.

Também se destacou: Paulinho (São Paulo)



Flamengo tenta conter ansiedade, recua e não dá prazo para contratar reforços


Rodrigo Caetano conversa com o vice de futebol, Alexandre Wrobel (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)O Flamengo está no mercado, tenta concluir e acertar na contratação de reforços importantes, mas decidiu dar um passo atrás e apontar o foco para o próximo jogo do Brasileirão, domingo, contra o Avaí. O recuo tem explicação. A repercussão dos casos Robinho e Paolo Guerrero tomou proporções maiores do que a diretoria esperava. A intenção agora é conter a ansiedade interna e externa, já que a cobrança pela chegada de jogadores de primeira linha é cada vez maior. Os dirigentes do departamento de futebol decidiram adotar uma postura cautelosa e, pelo menos por enquanto, não vão estabelecer prazos para concluir ou abandonar negociações. Internamente, admitem que ninguém seja anunciado até o fim deste mês.

Outra preocupação: o excesso de comentários sobre o tema. O fato de o assunto reforços não ficar restrito aos membros do departamento de futebol cria ruídos. O valor que o clube estaria disposto a pagar de salário ao atacante Robinho, por exemplo, gerou contradições.

 Wrobel conversa com Caetano: reforços em pauta no Fla (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

É muito provável que a expectativa do vice de futebol Alexandre Wrobel não se confirme. Há uma semana, afirmara que quatro negociações estavam em andamento, que a intenção era dar um desfecho positivo a pelo menos duas delas, e o objetivo da diretoria era anunciar um reforço nos dias seguintes, o que ainda não ocorreu. 

O Flamengo estabeleceu que R$ 4 milhões de um total de R$ 18 milhões - entre empréstimos e antecipação de receitas que deverão ser aprovados no Conselho de Administração - serão usados em negociações. 

A busca da direção por reforços tem como principais frentes Robinho, do Santos, e o atacante Paolo Guerrero e o meia Petros, ambos do Corinthians. O caso do último é o que está mais perto de um desfecho positivo. O Rubro-Negro negocia com o clube paulista a redução da pedida inicial, que foi de R$ 6 milhões por 50% dos direitos econômicos. Flamengo e Petros já têm bases salariais e tempo de contrato, que seria de quatro anos, acertados. O interesse em Robinho e Guerrero é declarado, mas ambos são caros demais para a capacidade financeira do clube. 

Resultados de quarta na Libertadores e Copa do Brasil


Libertadores 2015  (Quartas de final - jogo de ida)

Santa Fé-COL 1 x 0 Internacional

Copa do Brasil 2015  (Segunda fase - jogos de volta)
Atlético-GO 1 x 0 América-RN* (ida: 2 x 4)
Ceará* 3 x 0 América-MG (ida: 1 x 1)
Bahia* 3 x 1 Luverdense (ida: 0 x 0)
vasco sanitário* 0 x 0 Cuiabá (ida: 1 x 1)

*América-RN, Ceará, Bahia e vasco sanitário estão classificados para a Terceira fase da Copa do Brasil.

(Terceira fase - jogos de ida)

Figueirense 2 x 2 Botafogo
Ituano 2 x 0 Goiás
Sport 2 x 1 Santos

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Confira a agenda das finais do NBB 7


A programação para as finais da sétima edição do Novo Basquete Brasil já está definida. Bauru e Flamengo vão se enfrentar em uma série melhor de três jogos para decidir quem levantará o troféu de campeão da temporada 2014/15. E o primeiro duelo já está marcado para o dia 26 de maio, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro, às 21h30. O Bauru, dono da melhor campanha do NBB 7, terá a vantagem de decidir o confronto com o seu mando de quadra. A segunda e a terceira partida, se necessário, será em Marília, no Ginásio Municipal Prof. Neuza Galetti, nos dias 30 de maio e 6 de junho, ambos às 10h.

O SporTV transmite o primeiro jogo da decisão ao vivo; a TV Globo passará os outros dois duelos. O GloboEsporte.com acompanha toda a série em Tempo Real, com vídeos.  

Bauru (1º) x Flamengo (3º)

Jogo 1: 26/05 (21h30) - Flamengo x Bauru - Arena da Barra - ao vivo no SporTV
Jogo 2: 30/05 (10h) - Bauru x Flamengo - Ginásio Municipal Prof. Neuza Galetti - ao vivo na Globo
Jogo 3: 06/06 (10h) - Bauru x Flamengo - Ginásio Municipal Prof. Neuza Galetti - ao vivo na Globo*
* Se necessário

Aditivo de contrato do Maracanã será assinado nas próximas semanas

A concessionária que administra o Maracanã não vê problemas com o valor do investimento obrigatório anunciado pelo Secretário Estadual da Casa Civil, Leonardo Espíndola, para permanecer com a concessão da arena: R$ 120 milhões. O montante é quase cinco vezes menor do que o previsto no edital de licitação (R$ 594 milhões), mas superior ao número obtido pela concessionária no seu estudo para reequilíbrio do contrato (R$ 90 milhões). A diferença, contudo, não será obstáculo para assinatura, que está por detalhes de formatação de contrato e acontecerá nas próximas semanas.
 
 
Gramado Maracanã 2015

 
Questionada oficialmente, a concessionária se posicionou de maneira evasiva: "Conforme já informado pelo Poder Concedente, estamos em fase final de assinatura do aditivo contratual que regerá a concessão pelos próximos 33 anos. A concessionária só se manifestará sobre as novas bases contratuais após a assinatura do aditivo".
 
A assinatura do aditivo trava os planos do Flamengo de voltar à carga para tentar assumir a administração do Maracanã. Recentemente, o vice de finanças rubro-negro, Rodrigo Tostes, chegou a dizer que o clube poderia assumir o estádio "no dia seguinte" se a concessão fosse desfeita.


O governo já vinha dando sinais - como a interferência na questão do preço dos ingressos no Campeonato Carioca - de que tentaria evitar uma nova licitação, o que poderia provocar atraso nas obras olímpicas, que ficarão a cargo da Odebrecht. A concessionária enviou o seu estudo para reequilíbrio do contrato em fevereiro e também já havia deixado claro que não pretendia devolver a arena.
 
 

Cirino continua fora, e Luxa não indica time do Flamengo em treino técnico


vanderlei luxemburgo, flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)As chances de Marcelo Cirino enfrentar o Avaí no próximo domingo, pelo Brasileirão, ficaram menores. Nesta quarta-feira, dia de treino em dois períodos no Flamengo, o atacante não foi a campo. Ficou em tratamento para se livrar do edema na coxa esquerda, que o afastou da partida contra o Sport. E Vanderlei Luxemburgo não mostrou como pretende escalar a equipe rubro-negra.

Na parte da tarde, Luxa comandou um treinamento técnico. Os jogadores foram distribuídos em três times. Titulares e reservas ficaram misturados, mas uma das equipes tinha a base da defesa titular, com Wallace, Bressan, Anderson Pico e Jonas. Nesse mesmo time, Luxa observou Arthur Maia e Alecsandro juntos no ataque.

O Flamengo volta a treinar na tarde desta quinta-feira, às 16h, no Ninho do Urubu. A expectativa gira em torno do time que Luxemburgo vai armar. Pablo Armero vai ser titular? Paulinho tem chances de começar? Essas são algumas das dúvidas que rondam o Rubro-Negro.

O jogo contra o Avaí será no domingo, às 16h (de Brasília), na Ressacada. Em duas rodadas, o Flamengo perdeu para o São Paulo, no Morumbi, e empatou com o Sport, no Maracanã.

Bota-SP confirma interesse do Fla por Wesley, mas estuda outras propostas


A transferência do atacante Wesley, destaque do Botafogo-SP na Copa São Paulo de Futebol Junior, para o Flamengo, não foi confirmada pelo time de Ribeirão Preto.

De acordo com o vice-presidente do Pantera, Fernando Henrique Gelfuso, existe uma proposta rubro-negra, porém, empresários estariam dispostos a comprar passe dos direitos federativos do atleta e colocá-lo em outros clubes, dentre eles, o Palmeiras e o Lille-FRA.

Nesta terça-feira, a diretoria do Flamengo chegou a confirmar a contratação da jovem revelação de 19 anos, com intuito de colocá-lo na equipe Sub-20.

Porém, o vice-presidente do Botafogo e o próprio jogador, que treinou nesta quarta-feira no estádio Santa Cruz, despistaram sobre o acerto.

- Soube do interesse pela imprensa, conversei com meu empresário, mas devemos ter uma definição na próxima semana. Não posso falar nomes dos clubes. É preciso acertar para falar algo. Deixei a definição com o meu empresário - comentou o jogador.

Segundo Gelfuso, Wesley estaria na mira do Flamengo, do Palmeiras e do Lille, da França. Procurada pelo GloboEsporte.com, a diretoria do Verdão negou que tenha feito proposta pelo atleta.

Wesley e Helton Luiz (Foto: Antônio Luiz/EPTV) 
Wesley treina no Botafogo e evita comentar possível transferência para o Flamengo (Foto: Antônio Luiz/EPTV)

Flamengo pede retorno de Fernando, mas não deve aproveitar zagueiro


Zagueiro Fernando Bragantino Eduardo Bandeira de Mello Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)
O Flamengo pediu ao Bragantino o retorno do zagueiro Fernando. O atleta de 22 anos era o último remanescente dos quatro emprestados pelo Fla ao Massa Bruta no início deste ano. O fato de o atleta ter deixado o Massa Bruta, no entanto, não significa que ele terá uma chance com Vanderlei Luxemburgo. A tendência é que o Rubro-Negro empreste mais uma vez o atleta.

Um dos possíveis destinos de Fernando é o Luverdense, onde já estão o volante Muralha e o atacante Bruninho. Muralha, inclusive, atuou junto com Fernando no Bragantino, mas deixou a equipe após o rebaixamento no Paulistão, junto com o atacante Igor Sartori e o zagueiro Renato Santos. Bruninho defendeu o XV de Piracicaba no primeiro semestre. A diretoria do LEC, no entanto, nega acerto com o atleta. Outro clube que pode receber Fernando é o Volta Redonda, que disputará a Série D do Brasileiro.

Diferente dos seus outros três companheiros que deixaram o Bragantino após desavenças com a diretoria, Fernando ganhou espaço desde que chegou ao Massa Bruta. Foi um dos poucos remanescentes após a reformulação do elenco no início deste mês. Na estreia da equipe na Série B do Brasileiro, foi titular.

No início de maio, atuou pelo Bragantino em um jogo-treino contra o Flamengo, em Atibaia. Na ocasião, encontrou alguns ex-companheiros da base rubro-negra e ainda tirou foto com o presidente do Fla, Eduardo Bandeira de Mello. O jogador tem contrato com o clube carioca até dezembro deste ano e não deve ter o vínculo renovado.

Canteros não se surpreende com cobranças ao Flamengo: “Time grande"


Canteros (Foto: Richard Souza/ GloboEsporte.com)
O Campeonato Brasileiro não é mais novidade para o argentino Héctor Canteros. Contratado pelo Flamengo na temporada passada, disputou a edição 2014 quase toda. Sofreu com a “confusão” que o time viveu no nacional e tirou uma conclusão simples do que é preciso fazer para que o cenário seja outro em 2015. A leitura que ele faz da competição é simples.

- Tem que ganhar (risos). E estar com o elenco à disposição do treinador, brigar em cima e não perder pontos nossa casa – resumiu.

E foi esse justamente o problema do Rubro-Negro na segunda rodada. No Maracanã, a equipe de Vanderlei Luxemburgo não passou de um empate suado por 2 a 2 com o Sport. Resultado que não agradou, já que a estreia foi com derrota para o São Paulo, por 2 a 1, no Morumbi. A pressão chegou cedo ao Ninho do Urubu, e Canteros não foi pego de surpresa.

- Não. Acho que quando você joga em alto nível, tem que saber que a crítica vai ser jogando bem ou jogando mal. Tem que estar preparado para tudo. O Flamengo é um time grande. Temos muita responsabilidade, a gente está trabalhando, sabemos que podemos mudar.

A necessidade de reação é tema das entrevistas dos jogadores. Na terça, o goleiro Paulo Victor prometeu que o mau momento não vai durar. Nesta quarta, Canteros ratificou.

- Precisamos de vitória para ganhar moral e começar a escalada. Próximo jogo será difícil, duro, temos que impor nosso jogo e buscar os três pontos.

O Flamengo enfrenta o Avaí no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Ressacada.

Receitas do futebol: compare quanto 150 clubes de 15 países faturaram em 2014

Infográfico: as 150 receitas do futebol

Que Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique e Manchester United ganham muito mais dinheiro que Flamengo, todo torcedor sabe ou, pelo menos, imagina. Mas a discrepância é maior do que a imaginação sugere. Em relatório produzido pelo blog com as receitas de 150 clubes de 15 países diferentes, o Flamengo, melhor exemplo brasileiro de gestão na atualidade e responsável pelo maior faturamento do país, é só o 40º colocado. Não só fatura um quinto do que faturam os primeiros lugares do ranking, está atrás de clubes que brasileiro nenhum dá valor: Cardiff City, Hull City, Crystal Palace.

O Corinthians, segundo brasileiro melhor colocado, aparece na 47ª posição, com menos receita do que Athletic Bilbao, Lille e Sevilla. O São Paulo, em 49º, está atrás do Bordeaux. Cruzeiro e Palmeiras, em 52º e 54º, estão no mesmo patamar do suíço Basel. Mais para baixo, o Grêmio está colado no Saint-Etienne, o Botafogo, no Wolverhampton, e o vasco, na Cagliari. São números que colocam à prova a noção coletiva de que há 12 “grandes” clubes no Brasil. A realidade é que muitos dos maiores brasileiros teriam sérias dificuldades financeiras para ficar na Premier League, a primeira divisão inglesa, se nela jogassem.

Baixe o relatório Receitas do Futebol e compare faturamentos, gastos com salários, lucros e prejuízos de 150 times. Finanças dos 20 principais brasileiros foram detalhadas nos últimos cinco anos. São números que explicam por que certos clubes sempre disputam títulos e por que outros não vencem nunca.

Relatório: as 150 receitas do futebol

Remadores rubro-negros convocados para Seleção Junior


Na última semana, nove atletas junior do Flamengo foram convocados pela Confederação Brasileira de Remo (CBR). O Rubro-Negro é o clube com maior número de remadores na lista, que reúne 24 selecionados para um treinamento no box de barcos da CBR, do dia 18 ao dia 30 de maio deste ano.

Além dos atletas, Leonardo Cunha também representa o Flamengo na comissão técnica da Seleção Brasileira.

Confira os nomes:

ANDRÉ LUIS MARTINS ABREU

ITALO BARBOSA DE MIRANDA

RENATO CARDEAL DAMASCENO

NEEMIAS MARQUES AGUIAR

MATHEUS RODRIGUES NOGUEIRA DA SILVA

ISABELLE FALKS CAMARGOS

MILENA MATIAS VIANA

IGOR NUNES CUNHA

JULIANA ALIPIO

COMISSÃO TÉCNICA: LEONARDO CUNHA

terça-feira, 19 de maio de 2015

PV aceita cobrança e promete reação do Flamengo: “Preocupação é zero”


Paulo Victor, Ninho do Urubu, treino, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/ Fla Imagem)

O Campeonato Brasileiro nem bem começou e o Flamengo já se vê cercado por cobranças. Passadas duas rodadas, derrota para o São Paulo e empate em casa com o Sport, o Rubro-Negro começa a ser questionado. Pressão justa, segundo o goleiro Paulo Victor.

- A gente tem que saber que os resultados não têm acontecido, as cobranças são justas. Quero garantir ao torcedor que isso vai mudar. Estamos nos esforçando, mas as coisas não têm acontecido. Temos que buscar contra o Avaí para que a desconfiança acabe. Temos consciência de que não estamos rendendo. Estão nos cobrando com razão. Tenho total confiança no grupo e sei que isso vai mudar.

PV foi firme durante toda a entrevista. Repetiu várias e várias vezes que o cenário não será como o do ano passado, quando o time ficou na parte de baixo da tabela e correu riscos. Um dos líderes do grupo, o goleiro é contundente ao afirmar: tudo será diferente.

- A preocupação é zero. Confio no meu elenco, confio no grupo. Sei que isso vai mudar, temos feito um bom trabalho, temos nos dedicado. A cobrança é dos dois lados, temos de dar respaldo para o professor Luxemburgo e fazer nosso trabalho dentro de campo. É o momento. Temos que diminuir a diferença para os times que estão na frente já a partir da próxima rodada. Não vamos ficar correndo como no ano passado. Vai ser diferente – frisou.

Paulo Victor também foi questionado sobre a necessidade de reforços. E não fugiu de uma resposta sincera.

- Todas as equipes querem se reforçar. As 20 do campeonato. O Flamengo precisa também. Quem vier vai chegar para somar. Temos elenco para estar com mais de um ponto no campeonato. O Flamengo tem que se reforçar, é uma grande equipe. A diretoria está buscando reforços que vão mudar a história do Flamengo. Não vai ser só para somar.

O Rubro-Negro treina nesta quarta-feira em dois períodos, às 10h e às 16h. O próximo jogo será no domingo, contra o Avaí, na Ressacada, às 16h.