Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 4 de julho de 2015

Flamengo empresta Welinton para time do Catar, e zagueiro deixa o Coxa


Welinton zagueiro Coritiba (Foto: Ana Helena Goebel)
O empate por 0 a 0 com o Joinville neste sábado foi o último jogo do zagueiro Welinton pelo Coritiba. Ele assinou a rescisão de contrato porque o Flamengo, detentor de 90% dos direitos econômicos, o emprestou para o Umm Salal, do Catar.

A cessão por um ano é gratuita. O time do Oriente Médio tem a opção de compra no valor de US$ 1 milhão de dólares (cerca de R$ 3,1 milhões) - o contrato de Welinton com o Flamengo termina no fim de 2016.

Aos 26 anos, o defensor é cria das divisões de base da Gávea e, antes do jogar no Coritiba, jogou no Alania, da Rússia. O Umm Salal terminou em sexto lugar o último Campeonato do Catar e tem no elenco o atacante Victor Simões.

Guerrero é artilheiro pela segunda vez seguida da Copa América


Guerrero gol peru paraguai (Foto: Reuters )
O atacante Paolo Guerrero chegará ao Flamengo, na próxima semana, ostentando uma marca no futebol sul-americano. Com quatro gols marcados em seis partidas, o peruano foi artilheiro da Copa América pela segunda edição consecutiva e igualou um recorde de 91 anos na competição. Ele dividiu o posto de goleador da edição deste ano com o ex-gremista Vargas, do Chile.

O último atleta a ser goleador de duas Copa Américas consecutivas foi o uruguaio Petrone, que brilhou nas edições de 1920 e 1924. Em 2011, Guerrero também levou o troféu de artilheiro, também com quatro gols. Ao todo, ele tem 25 gols marcados em 62 partidas oficiais pela seleção peruana.

Terceiro colocado da Copa América com sua seleção, após marcar um gol decisivo contra o Paraguai, Guerrero não pôde receber pessoalmente o troféu de artilheiro na premiação no Estádio Olímpico de Santiago, neste sábado. O peruano tem sua apresentação no Flamengo marcada para a próxima terça-feira, na Gávea.

Atacante Rafinha será emprestado ao Daejeon Citizen, da Coreia


RAfinha Flamengo Fabio Santos corinthians brasileirão (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)
O atacante Rafinha será emprestado pelo Flamengo ao Daejeon Citizen, da Coreia do Sul. Com contrato até janeiro de 2018 com o Rubro-Negro, ele fica por uma temporada na equipe asiática. Ao fim do período de cessão, os coreanos têm a possibilidade de exercer a opção de compra.

Campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2011, Rafinha apareceu bem no Flamengo dois anos depois, na disputa do Carioca. O ápice deu-se em vitória por 4 a 2 contra o Vasco, jogo no qual marcou um belo gol. Na mesma competição, ainda fez um de cobertura na goleada por 4 a 0 sobre o Friburguense.

O brilho foi efêmero e, durante o Brasileiro do mesmo ano, caiu muito de produção. Na temporada seguinte, foi emprestado ao Bahia, onde não vingou. Em 2015, transferiu-se para o Atlético-GO, estreou com gol, mas também esteve longe de se destacar.

Flamengo fecha preparação para o jogo sem rachão; Samir não joga


Flamengo treino (Foto: Fred Gomes/ GloboEsporte.com)Cristóvão Borges não mostrou nada de especial no treino do Flamengo na manhã deste sábado, véspera da partida contra o Figueirense. Pelo menos no período em que a atividade foi aberta à imprensa.

Parte do time treinou em campo reduzido e alguns dos titulares treinaram faltas, finalizações e pênaltis. A novidade foi o fato de o rachão, tradicionalmente disputado nas vésperas dos jogos, não ter sido realizado.

O zagueiro Samir, que deixou a partida contra o Joinville aos três minutos com uma lesão na coxa, não treinou e está fora. Marcelo o substituirá.

Lucas Mugni, que já aceitou proposta do Newell's Old Boys, treinou com os reservas. Rodrigo Caetano, diretor executivo rubro-negro, explicou que faltam "detalhes" para o acerto com o clube argentino. A transferência deve ser comunicado oficialmente pelo Flamengo em breve.

Lucas Mugni treino Flamengo (Foto: Fred Gomes/ GloboEsporte.com) 
Lucas Mugni faz um dos últimos treinos com a camisa do Rubro-Negro (Foto: Fred Gomes/ GloboEsporte.com)

O Flamengo, 15º colocado com 10 pontos, enfrentará o Figueirense neste domingo, às 18h30, no Maracanã, com: César, Ayrton, Marcelo, Wallace e Jorge; Jonas, Canteros, Gabriel e Everton; Marcelo Cirino e Emerson Sheik. 

Veja os clubes com maior contrato de material esportivo no Brasil



Flamengo recebe R$ 36,5 milhões por ano da Adidas

Corinthians recebe R$ 30 milhões por ano da Nike

São Paulo recebe R$ 27 milhões por ano da Under Armor

Palmeiras recebe R$ 19 milhões por ano da Adidas

Fluminense recebe R$ 17 milhões por ano da Adidas

vasco recebe R$ 16 milhões por ano da Umbro

Santos recebe R$ 15 milhões por ano da Nike

Internacional recebe R$ 15 milhões por ano da Nike

Grêmio recebe R$ 15 milhões por ano da Umbro

Cruzeiro recebe R$ 15 milhões por ano da Penalty

Vamos fazer o maior programa sócio torcedor do mundo



Ajude o Flamengo optando por uma das opções de planos:

+Paixão, Paixão, +Amor, Amor, +Raça, Raça, Tradição

Acesse, http://www.flamengo.com.br/site/


De olho em situação do Flamengo, Guerrero projeta estreia na 4ª: "Está precisando"


Guerrero, Flamengo (Foto: Divulgação / Flamengo)
Paolo Guerrero havia acabado de ajudar o Peru a conquistar o terceiro lugar da Copa América. Marcara um dos gols da vitória de sua seleção por 2 a 0 sobre o Paraguai. Passava pela zona mista do Estádio Ester Roa, em Concepción, com o troféu de melhor jogador da partida em mãos e, ao ouvir as primeiras questões sobre a sua chegada ao Flamengo, abriu um largo sorriso.

- Esse chip ainda não virou na minha cabeça (risos). Nesses dias vai estar trocado. Espero que seja uma apresentação muito boa. Espero ganhar no primeiro jogo para ganhar a confiança do grupo e dos torcedores para seguir lutando.

A apresentação de Guerrero está marcada para a próxima terça-feira, a partir das 10h30 (de Brasília), na Gávea. Com sócios convocados pela diretoria para lotar a sede social do clube rubro-negro, o jogador, que marcou quatro gols na atual edição da Copa América e pode tornar-se artilheiro pela segunda vez consecutiva caso Eduardo Vargas, do Chile, não marque contra a Argentina, sabe muito o que o espera em sua nova casa.

- Estou bem feliz de ser jogador do Flamengo. Sei que tem a maior torcida do Brasil. Quero chegar lá, quero jogar. Vai ser importante eu me entrosar rápido porque o time está precisando. Espero que tudo dê certo. Vou trabalhar muito e dar o meu melhor pelo clube - afirmou o jogador, disposto a entrar em campo nesta quarta-feira, contra o Internacional, em Porto Alegre.

Guerrero gol peru paraguai (Foto: Reuters ) 
Guerrero comemora o gol marcado sobre o Paraguai, nesta sexta-feira: o seu quarto na competição (Foto: Reuters )
 
Guerrero mostrou estar por dentro da situação do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Atualmente, o Rubro-Negro ocupa a 15ª colocação, com dez pontos. Respirou após a última rodada por ter derrotado o Joinville, fora de casa, por 1 a 0, com um gol de Emerson Sheik. E um rival no jogo desta sexta-feira, pelo terceiro lugar da Copa América, será o seu companheiro no clube. Trata-se do paraguaio Víctor Cáceres.

- Não falamos sobre o Flamengo, mas eu joguei contra ele várias vezes. A partir de agora, nós vamos nos encontrar e conversar muito.

Fora de campo, Guerrero tem um hobby. O peruano gosta de cavalos. No período em que atuou no Corinthians adquiriu um animal e o batizou de Pacaembu. Agora, próximo de chegar ao Flamengo, o goleador fez uma revelação caso decida comprar mais um para a coleção.  

- Estava pensando nisso nos últimos dias. Com certeza vai ter um nome relacionado. Mas será mais para frente porque eu não tenho um cavalo ainda. Quando eu comprar, vou chama-lo de Flamengo ou ver outro nome – contou o jogador, que foi regularizado pelo Flamengo na CBF nesta sexta-feira.

Recordes e desafio na seleção peruana

Com o gol marcado diante dos paraguaios, Guerrero chegou aos 25 com a camisa do Peru e ficou a um de Teófilo Cubillas, maior artilheiro da história da seleção nacional. Apesar da possibilidade de atingir uma marca pessoal importante, o novo reforço do Flamengo preferiu exaltar o esforço da equipe na campanha do terceiro lugar da Copa América.

- Acredito que seja algo importante, mas eu não vivo contando os meus gols. O meu objetivo final era ser campeão da Copa América. Não deu, mas ficamos em terceiro. Agora, o meu objetivo é conseguir classificar o Peru para a Copa do Mundo.

Guerrero gol peru bolívia (Foto: Reuters ) 
Guerrero aprova desempenho do Peru na Copa América. Equipe ficou na terceira colocação (Foto: Reuters )

Guerrero aproveitou também para analisar o desempenho do Peru. Para o jogador, o feito de atingir o terceiro posto foi importante para mostrar como o trabalho desenvolvido por Ricardo Gareca foi bem feito em tão pouco à frente da seleção.

- Olhando de maneira racional, nós tivemos pouco tempo de trabalho e chegamos até essa fase da Copa América. Algumas seleções que jogaram o Mundial, com mais experiência, não estão aqui. Creio que tenha sido um passo à frente nosso. Estamos captando a ideia do professor e temos que seguir em frente.

O atacante aproveitou para dar o seu palpite em relação à final da Copa América. Diferentemente de Ramón Díaz, técnico do Paraguai, que afirmou que o Chile não teria chances contra a Argentina, Guerrero crê numa partida dura, com poucas chances de gols.

- Vai ser um grande jogo. Vou torcer por um grande espetáculo e espero que vença o melhor. Será uma partida difícil. Creio que seja uma partida fechada, com poucas oportunidades.


Flamengo ganha quase 10 mil sócios em dois meses e crê em boom com Guerrero


Depois de atingir seu ápice em número de sócios-torcedores (64.019) em abril de 2014, quando o clube estava envolvido na disputa da Libertadores, o Flamengo viu o programa perder força já no mês seguinte ao recorde - caiu para 58.158. A partir daí, muitas oscilações, e o Nação Rubro-Negra não conseguia voltar à casa dos 60 mil. Conseguiu nesta semana, com 5.818 associações, chegando a 62.798 (até 21h30 de sexta-feira). Foram quase 10 mil adesões nos últimos dois meses, certamente impulsionados pelas contratações de Guerrero e Emerson Sheik.

Bruno Spindel gerente de marketing do Flamengo (Foto: Vicente Seda) 
Bruno Spindel gerente de marketing do Flamengo, acredita em mais sócios com Guerrero em campo (Foto: Vicente Seda)


O Flamengo é o líder em adesões em julho, com 3838 novos sócios-torcedores - média de 1279,3 por dia (os números foram retirados do site (historicofutebolmelhor.com.br). Questionado se o anúncio do nome do peruano causou a guinada observada nos dois últimos meses, o diretor de marketing do Rubro-Negro, Bruno Spindel, confirmou, mas enumerou outros fatores que considera fundamentais para esse crescimento.

- O anúncio da contratação do Guerrero teve sim um impacto no crescimento, que acreditamos que será ainda maior quando ele começar a jogar. Mas o programa vem com tendência de crescimento desde o início do ano, em janeiro, com o início da temporada. Tivemos diversas iniciativas para isso, desde a reformulação do site oficial no final de 2014, passando pelo Kit Sócio-Torcedor em bancas de jornal, ampliação das experiências exclusivas para os sócios-torcedores e da rede de parceiros de descontos, ações de venda nas dezenas de lojas oficiais do clube, trabalho de telemarketing, mídia mobile e campanhas em redes sociais e outros canais do clube. Tudo isso, junto ao ganho de credibilidade que o Flamengo vem tendo nos últimos anos, somou-se para a consolidação do programa, que mantém seu bom resultado mesmo em momentos mais complicados em campo. E é claro que, quando o torcedor se anima com o time, o impulso é ainda maior - disse Spindel.

O Flamengo não disponibiliza a torcedores ou imprensa o número de adesões diárias. Entretanto, Spindel confirmou que o dia 29 de maio, quando a contratação de Guerrero foi oficializada, gerou um dos maiores picos de associações na temporada.

Paolo Guerrero; Flamengo (Foto: Reprodução/SporTV) 
Dia do anúncio de Guerrero teve pico de adesões ao programa de sócios do Flamengo (Foto: Reprodução/SporTV)

 Em recente entrevista ao site oficial do Flamengo, o novo vice de marketing rubro-negro, José Rodrigo Sabino, colocou em segundo plano o fato de o Fla ser o sexto colocado no ranking de sócios-torcedores devido ao fato de o clube ser um dos líderes em termos de receita oriunda de sócios. 

A sexta colocação, abaixo de Inter, Palmeiras, Corinthians, Grêmio e Cruzeiro não seria, no mínimo, intrigante? Spindel afirma que os objetivos do clube são grandiosos, mas, segundo ele, a medição geral apresenta falhas, como clubes contando associados inadimplentes.

- O objetivo é ter o maior programa do mundo e não há dúvidas de que quanto mais rubro-negros tornarem-se sócios-torcedores, mais forte será o time em campo. É importante que o torcedor perceba isso. Mas entendemos também que esta comparação não é tão simples. Os programas do gênero no Brasil são produtos diferentes, com características diferentes, preços diferentes, objetivos diferentes e graus de maturidade diferente. Entre os grandes clubes do país, temos o sócio-torcedor mais recente, por exemplo. E há também critérios muito diferentes para manter os sócios-torcedores contando no ranking divulgado, em especial quanto à inadimplência. O mais importante é conseguirmos que o programa contribua o máximo possível para o objetivo de todos os rubro-negros, que é ter um time vencedor no gramado. Hoje já conseguimos com o Nação Rubro-Negra uma receita no nível de um patrocinador master, mas se toda a torcida comprar esta ideia, o céu é o limite.

Desde a saída de Ronaldinho Gaúcho o Flamengo não dispunha de jogadores midiáticos em seu elenco. Indagado se Guerrero e Sheik podem ser potenciais garotos-propagandas para se aproximar da marca dos 100 mil, número que só Corinthians, Palmeiras e Internacional superam, Spindel disse que os dois já estão colaborando para alavancar o programa. Vale destacar que chegar a pelo menos 80 mil sócios-torcedores é meta antiga da atual gestão.

- Não só Sheik e Guerrero, mas todo o time e todo o clube estão engajados na ideia de trazer mais sócios-torcedores. No que puderem colaborar, vão colaborar e já estão colaborando. Eles já apareceram também em algumas peças de divulgação enviadas por e-mail, por exemplo. E tudo em torno da chegada do Guerrero já está sendo pensando para divulgar e privilegiar os sócios-torcedores. Na verdade, cada gol que fizerem em campo já será uma publicidade bastante eficiente para o sócio-torcedor.

Técnico de César admite ansiedade e diz que sequência lhe dará segurança


César abraça Wagner Miranda (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Reserva de Paulo Victor e visto como promessa de grande goleiro para o futuro, César viu sua oportunidade chegar quando o titular fraturou a fíbula da perna direita durante um treino há pouco mais de duas semanas. Desde então foram três jogos do jovem de 23 anos na meta rubro-negra: derrotas para Atlético-MG (0x2) e vasco (0x1), e por último vitória sobre o Joinville (1x0). Com destaque na base, mas pouca experiência no profissional, César demonstrou nervosismo em campo principalmente no clássico carioca, onde errou diversas vezes a reposição de bola. Algo normal, segundo o treinador de goleiros do Flamengo, Wagner Miranda, que admitiu ansiedade do pupilo e disse que a segurança virá com o decorrer das partidas.

- Como o César ficou muito tempo sem jogar, é normal que ele precise de um número de jogos para se sentir um pouco mais seguro. Fez três partidas, e em uma delas achei que ele estava um pouco ansioso, principalmente na reposição de bola, contra o vasco. Aí acabou cometendo alguns erros. Mas isso não chegou a comprometer, não interferiu diretamente no resultado. Entendo isso como uma situação normal de um goleiro, que depende de um número de jogos maior para se sentir seguro para realizar alguns tipos de fundamento. Achei que ele foi muito bem no último jogo, contra o Joinville. Já se sentiu muito mais à vontade para jogar, não errou nenhuma reposição, e tenho certeza de que ele vai se sentir cada vez mais à vontade. Sendo assim, o futebol dele vai aparecer ainda mais.

Após os erros contra o Vasco, Wagner Miranda treinou em Joinville a reposição de bola de César com os pés, pois acredita que a repetição do fundamento dá confiança ao atleta. Esse quesito não foi problema no duelo, na visão do preparador, mas o camisa 37 cometeu um erro na saída do gol em cobrança de escanteio logo no começo da partida e assustou a torcida rubro-negra. Mais um episódio de ansiedade, segundo "Wagão", como é conhecido.

- Atribuo o erro que ele cometeu naquele escanteio a uma ansiedade. É um garoto muito jovem, está começando a jogar agora. A ansiedade dele o fez projetar o corpo pra frente antes da batida do escanteio do Joinville. Isso atrapalhou o César, porque ele perdeu o tempo da bola. A bola acabou encobrindo o César. Conversei com ele no intervalo, para que tenha frieza na hora desse movimento. Sempre falo para os meus goleiros: saber o tempo de bola é você saber para onde ela vai. Conversei com ele, que ajustou isso.

César, goleiro do Flamengo, em ação no treino (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
César, goleiro do Flamengo, em ação no treino (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

A confiança de Wagner Miranda em César é grande há tempos. Foi o preparador quem levou o goleiro para o Flamengo no fim de 2009, contratado junto ao Sendas, que atualmente se chama Audax-RJ. Wagner bancou a chegada de César após vê-lo em ação em algumas partidas. E deu resultado. O jovem foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2011, da qual foi um dos grandes destaques, e campeão mundial com a seleção brasileira sub-20 no mesmo ano - era reserva de Gabriel, ex-Cruzeiro. "Paizão", o preparador define César como um garoto bem centrado, religioso e de família, e que nunca lhe trouxe qualquer tipo de problema.

Com 10 jogos entre os profissionais, César vai para o 11° neste domingo, quando o Flamengo enfrenta o Figueirense, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã. O confronto será válido pela rodada número 11 do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro atualmente é o 15° colocado da competição, com 10 pontos, enquanto o time catarinense é 12°, com 12 pontos.

Mugni aceita proposta e vai para o Newell's Old Boys por empréstimo

Lucas Mugni treinou juntamente com o elenco do Flamengo nesta sexta-feira, mas ele não enfrentará o Figueirense, no domingo. O meia já escolheu qual time defenderá: o Newell's Old Boys. Ele aceitou a proposta do clube de Rosário, onde ficará - por empréstimo - até julho de 2016. O jogador, de 23 anos, tem contrato com o Fla até dezembro de 2017.

- Faltavam alguns detalhes, mas o Newell's fez a proposta que o Mugni desejava à tarde, e ele aceitou agora à noite - afirmou Rafael Beys, sócios da Manenti Sports, empresa que agencia o atleta.


Mugni Flamengo (Foto: Fred Gomes / GloboEsporte.com) 
Mugni chegou a treinar no Flamengo nesta sexta-feira, mas está de malas prontas para Argentina (Foto: Fred Gomes)


Mugni tem 51 jogos pelo Flamengo e cinco gols. Em 2015, porém, atuou 12 vezes, apenas três iniciando como titular.

O Flamengo não terá qualquer ônus durante o período de empréstimo ao Newell's, que, com os prêmios incluídos nos vencimentos do jogador, chegará muito perto dos R$ 130 mil mensais pagos atualmente pelo Rubro-Negro.

Pesou para a escolha de Mugni a proximidade da família. Rosario fica a 170km de Santa Fé, cidade natal do argentino. Outros agentes cruciais para o acerto foram Roberto Sensini e Lucas Bernardi, diretor executivo e técnico do Newell's, respectivamente.

Bernardi, inclusive, espera contar com Mugni já para o jogo contra o Racing, no próximo dia 12, quando o Campeonato Argentino será reiniciado.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Armero não é regularizado a tempo e desfalca o Flamengo diante do Figueirense


Armero treino Flamengo Ninho do Urubu (Foto: Pedro Martins/Agif/Estadão Conteúdo)
O lateral-esquerdo Armero está fora do jogo contra o Figueirense, domingo, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã. Após a rescisão contratual referente ao primeiro empréstimo feito ao Flamengo ter sido publicada no BID (Boletim Informativo Diário da CBF) nesta sexta-feira, havia a expectativa de que a homologação do segundo período de cessão ao Rubro-Negro fosse oficializada até às 19h também desta sexta, algo que não aconteceu. Um documento deveria chegar ao Fla via Fifa, mas isso não ocorreu e inviabilizou a inscrição do atleta. Jorge, um dos destaques do time na vitória sobre o Joinville, segue como titular.

Armero é jogador do Udinese, da Itália, mas havia sido emprestado ao Milan, com quem tinha contrato até o último dia 30. Porém, durante o período de cessão, o Rubro-Negro italiano abriu mão do jogador, que foi transferido ao Flamengo.
Foi apresentado na Gávea em 10 de abril e já atuou três vezes pelo Fla: contra Avaí, Náutico e Fluminense. Diante o Tricolor, deu assistência para Alecsandro marcar um gol de cabeça. Com o fim do vínculo com o Milan, ficou sem condições de jogo e agora aguarda a regularização contratual para que volte a atuar.


Defensivo na estreia, Ayrton aposta nas bolas paradas para dar alegrias


Ayrton Flamengo (Foto: Fred Gomes / GloboEsporte.com)
 Ayrton teve estreia segura pelo Flamengo sob o ponto de vista defensivo, contra o Joinville, na quarta-feira. Conteve os avanços dos adversários pelo lado direito da retaguarda rubro-negra e salvou um gol que parecia certo após cabeçada de Douglas Silva. Mostrou-se contente com seu desempenho, mas ressaltou que precisa avançar mais.

- Sei que tenho de melhorar muito, no jogo (contra o Joinville) fiquei mais na marcação dos jogadores rápidos que eles tinham pelas beiradas. Não deu para fazer ultrapassagens. Sei onde posso melhorar. Temos que marcar mais, não dar espaço para os adversários e chegar mais na frente com ultrapassagens e jogadas - disse.

Embora reconheça a necessidade de ser também ofensivo, não esconde: defender é sua tarefa predileta. Isso, todavia, não o impede de ir às redes. É especialista em cobranças de faltas, e ele aposta nesse fundamento para conquistar espaço numa posição que não tem dono desde a saída de Léo Moura.

- Meu grande ponto forte é a bola parada. Não tenho dúvidas que vou dar alegria para esse clube e essa torcida e até para o elenco com um bom desempenho nas bolas paradas, mas o que me deixa mais contente é ajudar ali na zaga - completou.

Ayrton ainda comemorou a regularização de Guerrero, falou de suas expectativas com a camisa rubro-negra e da pressão que sofrem os aspirantes à vaga de lateral-direito do Fla. Confira esses e outros temas abaixo:

Estreia fora de casa aliviou a pressão?

Acredito que, mesmo estreando fora, estamos sempre no alvo. Existe cobrança, realmente todo clube tem, ainda mais na grandeza que tem o Flamengo. Mas temos que suportar a pressão.

Expectativa pelo primeiro jogo como rubro-negro no Maracanã, domingo, contra o Figueira

Em relação à torcida, em casa é sempre melhor. Com a torcida apoiando e ainda mais essa torcida maravilhosa. O que fazem em campo ajuda muito, empurra a gente para o jogo. Diante da nossa torcida, vamos correr ainda mais pela comissão, jogadores e por ela.

Guerrero

Sem comentários, excelente jogador. Ele, o Emerson. Jogadores muito experientes, que agregam muito à equipe. Tenho certeza que vai ser muito boa a chegada dele. Já joguei contra ele. Jogador diferente, com presença de área muito forte ali na frente. Segura a bola, é um ponto de referência que a gente vai ganhar ali na frente. Grande ganho para a equipe.

Metas no Fla

Minha meta é ajudar a equipe a vencer, fazer bom campeonato, disputar títulos e chegar em Libertadores. Essa é a meta de todos os jogadores: de botar o Flamengo lá em cima na tabela, que é onde o Flamengo deve estar.

Briga por posição com Pará, que vem sendo perseguido

Acho que quando se tem grandes jogadores e acabam saindo, como foi caso do Léo Moura, jogadores que vêm pra posição são sempre cobrados pelo passado, mas temos que ficar focados e buscar o nosso espaço.

O Flamengo é como um "recomeçar" aos 30 anos?

Estou um pouco mais velhinho, mas estamos aí. Todo mundo tem que sonhar, independentemente de estar com 29, 30, 35 ou 20. Eu não sou diferente. Sonho com título, em conquistar meu espaço, e tenho certeza que vou buscar isso.

Treino indica que Cristóvão manterá time no domingo; Samir é a exceção



Cristóvão Borges dividiu o treino do Flamengo nesta sexta-feira em duas atividades – isso durante o período em que a imprensa teve acesso ao gramado do Ninho do Urubu. Na primeira, dois grupos trabalharam em campos reduzidos. Depois, uma amostra de que o time que venceu o Joinville por 1 a 0 na quarta será mantido: César, Ayrton, Marcelo, Wallace e Jorge; Jonas, Gabriel e Everton; Emerson e Marcelo Cirino deixaram o gramado – Canteros, poupado, não foi a campo.

A única diferença é que Samir, titular contra o Joinville, não treinou com o elenco. Exame de imagem realizado nesta sexta-feira apontou lesão na coxa direita do zagueiro, mas nenhuma previsão de retorno foi passada pelo departamento médico do clube.

Com propostas de Newell's Old Boys e Atlético-PR, Lucas Mugni voltou a treinar com o grupo. Armero, ainda aguardando regularização, fez seu primeiro trabalho com o elenco após a Copa América. Quem também voltou às atividades com os demais companheiros foi Almir, que fraturou o cotovelo esquerdo no empate em 1 a 1 com o Náutico, em 27 de maio, pela Copa do Brasil.

O Flamengo, 15º colocado com 10 pontos, volta a campo neste domingo, às 18h30 (de Brasília), para enfrentar o Figueirense.

Guerrero será apresentado nesta terça-feira pelo Flamengo na Gávea

Paolo Guerrero - Peru - Copa América (Foto: EFE)
O Flamengo anunciou que o atacante Paolo Guerrero será apresentado nesta terça-feira, às 13h30, no gramado da Gávea. A diretoria rubro-negra, inclusive, convoca sócios-torcedores a participarem de uma campanha para estarem presente à chegada do jogador ao campo principal da sede. Haverá um jogo do time master do Fla no dia e o evento para receber o centroavante peruana começa à 10h30. 

Guerrero se despede nesta sexta da seleção peruana, na disputa pelo terceiro lugar na Copa América contra o Paraguai, e terá o fim de semana de folga. O atacante foi regularizado na CBF e tem chances de estrear na quarta-feira, diante do Internacional, no Beira-Rio.

No Maracanã, a primeira partida do jogador ainda é uma incógnita. O próximo compromisso do Fla no estádio é justamente contra o Corinthians, ex-time de Guerrero, no dia 12 de julho. À época em que o jogador foi liberado de seu contrato com o Timão, foi costurado um acordo entre os dois presidentes dos clubes, o rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello e o alvinegro Roberto de Andrade, para que ele não entrasse em campo nesta data.

No entanto, como vive situação complicada na tabela, o Flamengo tenta viabilizar uma maneira de ter Guerrero na partida – o mesmo acontece com Sheik, e o caso também está sendo negociado.


Seguidores pedem "calma" a Cáceres em duelo contra Guerrero, e volante brinca


Na noite desta sexta-feira, Paraguai e Peru vão se enfrentar pela disputa do terceiro lugar da Copa América.

No duelo estarão dois jogadores do Flamengo: o paraguaio Cáceres e o peruano Guerrero. O atacante,  principal contratação do Rubro-Negro para o Brasileiro, deve estrear na semana que vem pelo clube.

Com medo que Guerrero se machuque, alguns torcedores flamenguistas pediram, em um perfil de Cáceres em uma rede social, para que o volante pegue leve na marcação. O paraguaio entrou na brincadeira.

- Vai com calma, Cáceres. Guerrero é amigo! - disse um internauta.

- Calma. Depois de hoje estaremos juntos na seleção de Fla - respondeu Cáceres de forma bem humorada.





Cárceres Guerrero - foto




Cárceres Guerrero - comentários






Regularizado, Guerrero pode estrear pelo Flamengo contra o Internacional


A sexta-feira começou com boa notícia para o Flamengo. O nome de Paolo Guerrero apareceu no Boletim Informativo Diários (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no fim desta manhã, e o peruano está regularizado para entrar em campo com a camisa rubro-negra, o que deve acontecer na próxima quarta-feira, contra o Internacional, no Beira-Rio – antes, neste domingo, a equipe recebe o Figueirense no Maracanã.

O atacante ficará livre para o Rubro-Negro depois de o Peru enfrentar o Paraguai na disputa pelo terceiro lugar da Copa América, nesta sexta-feira. Guerrero terá o fim de semana de folga, e o Flamengo trabalha para apresentá-lo oficialmente na segunda-feira. Enquanto a estreia diante do Inter é dada como certa na Gávea, a dúvida que fica é em relação à primeira partida do novo camisa 9 no Maracanã.

Paolo Guerrero Flamengo BID CBF (Foto: Reprodução)Registrado na CBF, Paolo Guerrero já tem condições legais de entrar em campo pelo Flamengo (Foto: Reprodução)

No último dia 17, quando o peruano recebeu uma comitiva do Fla no Chile, onde está sendo realizada a Copa América, e vestiu pela primeira vez a camisa rubro-negra, o departamento de marketing incentivou sócios-torcedores a comprarem ingresso para o jogo do dia 20, contra o Atlético-MG – derrota por 2 a 0 –, a fim de ganharem prioridade na compra de bilhetes para a estreia do atacante no Maracanã.

Negociação com Corinthians por Guerrero e Sheik

O próximo compromisso do Fla no estádio é justamente contra o Corinthians, ex-time de Guerrero – a partida está marcada para 12 de julho. À época em que o jogador foi liberado de seu contrato com o Timão, foi costurado um acordo entre os dois presidentes dos clubes, o rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello e o alvinegro Roberto de Andrade, para que ele não entrasse em campo nesta data.

No entanto, como vive situação complicada na tabela, o Flamengo tenta viabilizar uma maneira de ter Guerrero na partida – o mesmo acontece com Sheik, e o caso também está sendo negociado. Sobre o peruano, os rubro-negros querem sugerir aos alvinegros que o atacante, em vez de não jogar no dia 12, fique fora do duelo do returno, na Arena Corinthians, em outubro.

Do lado corintiano, Andrade ressalta que há uma multa a ser paga caso os dois jogadores entrem em campo.

– Essa questão estava definida com os atletas. Por mim está definido. Existe multa no meu contrato com o atleta, não é entre Corinthians e Flamengo. Entre Corinthians e Flamengo é acordo de cavalheiros. No contrato de rescisão dos dois atletas, aí sim existe multa – disse o mandatário do Timão..

Bandeira de Mello comentou a situação.

– Não tem nada definido. Se pudermos fazer uma coisa que seja boa para o Flamengo e para o Corinthians, e se eles aceitarem, faremos. Se não quiserem, vamos compreender também.

Caso não consiga refazer o acordo com o Corinthians, o Flamengo poderá ter Guerrero pela primeira vez no Maracanã na rodada seguinte, dia 18 de julho, sábado, contra o Grêmio.

Sem Luxa e outras testemunhas, Flamengo pede, e audiência com R10 é adiada


Ronaldinho Gaúcho audiência contra Flamengo (Foto: Felippe Costa)
Não foi dessa vez que Flamengo e Ronaldinho Gaúcho chegaram a um acordo referente à briga na Justiça. A audiência marcada para a manhã desta sexta-feira, na 9ª Vara do Trabalho, foi adiada a pedido do clube carioca que não teve sua principal testemunha na ocasião: Vanderlei Luxemburgo, atual técnico do Cruzeiro. Zinho também não compareceu. O novo encontro está marcado para 4 de setembro.

Ronaldinho chegou por volta das 9h ao lado do irmão Assis e seis seguranças. A audiência durou cerca de 30 minutos. Logo após, o jogador saiu da sala e foi muito assediado por funcionários do Tribunal Regional do Trabalho.

- Tem outra audiência no dia 4 de setembro, tudo depende do comparecimento das testemunhas. O adiamento foi pedido do clube. Não posso falar de valores, mas se virem com valores ridículos aí é da parte do Assis. Ele que determina. Ele (Ronaldinho) nem foi ouvido - disse Gislaine Nunes, advogada de R10.

Além de salários, direitos de imagem e danos morais, Ronaldinho pede cerca de R$ 40 milhões. O Flamengo diz dever apenas salários e direitos de imagem, que fica entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões.

O departamento jurídico do Flamengo se arma com base em um laudo pericial que traz relatório detalhando quanto a exposição negativa causada pelo jogador e, consequentemente, o impacto que isso causou na imagem do clube. Por outro lado, Ronaldinho tem como trunfo a polêmica divulgação pelo clube de um suposto exame que apontaria álcool em seu organismo durante atividades profissionais.

O advogado Bichara Neto, que representa do Flamengo, conta com as testemunhas na próxima ausência para, sendo assim, fazer com que o processo caminhe normalmente.

Flamengo recebe propostas de Atlético-PR e Newell's por Mugni; jogador decidirá


Mugni, Ninho do Urubu, treino, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/ Fla Imagem)
Lucas Mugni está prestes a concretizar sua saída do Ninho do Urubu. O Flamengo recebeu formalmente duas propostas pelo meia argentino, uma do Atlético-PR e outra do Newell's Old Boys-ARG, e deixou a cargo do próprio jogador e de seus representantes a escolha do destino. Ele deverá ser emprestado até o fim do ano. O Independiente-ARG, que também tinha interesse, está fora do páreo.

Neste momento o Newell's aparece um pouco à frente do Furacão. O diretor executivo do time argentino, Roberto Sensini, já treinou Mugni na época do Colón-ARG e tem feito contato por telefone com o meia para convencê-lo a se transferir para Rosário. A cidade, por sinal, fica a cerca de somente 170km de Santa Fé, onde vive a família do atleta. Essa negociação, no entanto, precisaria ser sacramentada até a próxima quarta-feira, data de fechamento da janela de transferências na Argentina.

Apesar disso, o Atlético-PR segue confiante na possibilidade de contar com Mugni. Os paranaenses convidaram o argentino para conhecer a estrutura do clube e lhe apresentarem o projeto na última quarta. Ele também assistiu à vitória de 2 a 1 do Furacão sobre o São Paulo, na Arena da Baixada. O destino de Mugni será definido nos próximos dias.

Flamengo x R10: audiência pode ser adiada, mas partes não descartam acordo

ronaldinho gaucho flamengo (Foto: Alexandre Loureiro / Vipcomm)
Flamengo e Ronaldinho Gaúcho estarão frente a frente novamente na Justiça do Trabalho nesta sexta-feira. A audiência de instrução de provas marcada para 10h na 9ª Vara do Trabalho terá a presença do craque, como confirmou sua advogada Gislaine Nunes, mas pode ser adiada por conta da ausência de Vanderlei Luxemburgo, testemunha chave para o Flamengo, que é representado por Bichara Neto, sócio de Marcos Motta. O técnico, hoje no Cruzeiro, dificilmente comparecerá, já que neste sábado o clube mineiro enfrenta o Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro. A decisão de adiar ou não a audiência será tomada pelo juiz do caso, que corre em sigilo.

As principais armas rubro-negras são, além do depoimento de Luxemburgo, que teve diversos problemas com Ronaldinho no Flamengo, um laudo pericial que seria favorável ao clube. Este laudo, pedido pelos rubro-negros, foi feito por um perito judicial com um assistente técnico indicado por cada parte. Este assistente poderia abastecer o perito com informações para o laudo. O Flamengo usou como assistente uma consultoria especializada em análise de mídia e marcas e a empresa repassou ao perito relatórios com métricas detalhadas sobre exposição negativa supostamente causada pelo jogador e impacto na imagem do clube. O resultado do laudo foi favorável aos rubro-negros.

Ronaldinho Gaúcho, por outro lado, tem no seu "arsenal" fatos como a divulgação pelo clube de um suposto exame que apontaria álcool em seu organismo durante atividades profissionais. A existência do exame, contudo, foi desmentida na época pelo departamento médico rubro-negro.

Outros episódios podem depor contra o craque, como o caso da mulher na concentração em Londrina, que acirrou o clima já ruim entre ele e Luxemburgo na pré-temporada de 2012 - a "guerra" terminaria com a queda do técnico em fevereiro. Também houve a confusão com Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, na loja da fornecedora do clube na Gávea. Na ocasião, ele pegou um total de quase 40 itens, incluindo camisas oficiais, sem pagar, alegando que o Flamengo devia ao seu irmão..

A possibilidade de acordo, pelo que é comentado nos bastidores, ainda está distante. Ronaldinho Gaúcho cobra, entre salários, direitos de imagem e danos morais, um total de cerca de R$ 40 milhões. O Flamengo não considera pagar nada próximo desse valor e só admite acordo com um montante próximo ao que considera dever somente de salários e direitos de imagem - algo entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões.

- O Ronaldinho vai, ele tem de ir. Se será adiada, só saberemos na hora. Sabia que eles fariam isso (tentar adiar) - comentou Gislaine.

A advogada de Ronaldinho Gaúcho não descartou completamente a possibilidade de acordo:

- Não posso antecipar nada, mas não costumo abrir mão do que peço. Mas sou meio, não sou parte. Tenho de ir pelo que o meu cliente decidir. Se o meu cliente decidir fazer acordo, será feito.

Bichara Neto, por sua vez, reconheceu ser difícil contar com a presença de Vanderlei Luxemburgo:

- É pouco provável, o juiz é que decidirá se a audiência terá de ser adiada ou não. Possibilidade de acordo sempre existe.

Ainda sem oferta oficial, Everton garante que quer ficar no Flamengo


Everton, Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Everton não faz um bom Campeonato Brasileiro, e o próprio tem noção disso. Todavia, inegavelmente, foi o principal jogador do time na temporada passada, condição que o valorizou. Em 2015, seu empresário Márcio Bittencourt já recebeu sondagens do Oriente Médio e do FC Krasnodar, da Rússia. A última investida é do Guangzhou R&F, da China, que deve apresentar proposta de 4 milhões de euros.

Enquanto a oferta não chega em papel timbrado - Bittencourt garante ainda não ter recebido uma proposta oficial -, o meia, de 26 anos, evita o tema.

- Estou tranquilo, sou jogador do Flamengo, tenho mais três anos de contrato. Isso aí vou deixar com meus empresários.

Questionado, porém, se seu objetivo principal é - e quer - seguir no clube que lhe deu projeção nacional, a resposta foi assertiva e acompanhada de um sorriso.

- Quero.

Everton tem 125 jogos pelo Flamengo, divididos em duas passagens. A primeira foi compreendida entre 2008 e 2009, período no qual conquistou um Carioca e um Campeonato Brasileiro. De volta ao clube em 2014, venceu mais um estadual.

Flamengo aguarda certificado italiano para registrar Armero e Jorge deve ter sequência; Anderson Pico sobra e pode ser emprestado


Jorge é tietado em desembarque, enquanto Pico entra no carro sem ser assediadoEnquanto torce para que o certificado de transferência internacional chegue da Itália e dê condições de jogo a Armero, o Flamengo encontrou em casa uma solução para a lateral esquerda. O menino Jorge, de 19 anos, agradou e pode ser mantido contra o Figueirense caso o contrato de empréstimo do colombiano com a Udinese não seja publicado hoje.

O departamento jurídico e de registro do clube enviou na quarta-feira à Federação Italiana o novo contrato de Armero e aguarda retorno, mas teme que não haja tempo. O jogador volta a treinar com o grupo hoje e está à disposição de Cristóvão. Assim como Jorge, animado em ser efetivado como titular após boa partida quarta-feira.

— É o cartão de visita. Vou trabalhar para disputar essa vaga, vai ser uma disputa boa e amigável com Armero e Anderson Pico — disse Jorge.

Anderson Pico foi para o fim da fila e hoje se uma proposta razoável chegar ao Flamengo, ele será liberado. O jogador veio a pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, mas sofre com a irregularidade e a dificuldade de manter a forma física. O lateral direito Pará também pode sair.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Goiás recusa R$ 1,2 milhão para levar jogo com Flamengo para Manaus


O Goiás oficializou nesta quinta-feira que recusou proposta de R$ 1,2 milhão para transferir o jogo contra o Flamengo pela 15ª rodada Série A, no dia 26 de julho, para outra cidade. O clube recebeu oferta de empresários para levar a partida para Manaus, mas descartou tal possibilidade por meio de nota oficial em seu site.

De acordo com Sergio Rassi, presidente esmeraldino, a proposta chegou a ser discutida internamente no início desta semana. O clube consultou sócios-torcedores, mas, diante da recepção negativa, resolveu não aceitar e mandará o confronto com o time carioca no estádio Serra Dourada. O Alviverde tem a pior média de público do Brasileirão: apenas 2.458 pagantes por jogo como mandante.

Veja trecho da nota oficial publicada pelo clube:

É de conhecimento público a precária situação financeira do Goiás, por isso tais recursos poderiam ser importantes para que o clube continuasse honrando seus compromissos. Porém, o presidente garante que uma mudança de local de qualquer partida do Goiás somente poderia ocorrer mediante um consenso entre TODOS os Torcedores Oficiais. O clube esclarece que, em respeito a vocês esmeraldinos, em especial aos torcedores oficiais do programa Nação Esmeraldina, Sérgio Rassi recusou e recusará as propostas de atuar fora de Goiânia.

Flamengo anula no Pleno multa de R$ 20 mil por cusparada de torcedor

Em julgamento realizado nesta quinta-feira no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o Flamengo conseguiu reverter a punição de R$ 20 mil pela cusparada de um torcedor na partida do dia 17 de maio, contra o Sport, no Maracanã. Os auditores divergiram na votação, com empate de 4 a 4, mas como a igualdade favorecia o réu, o clube não vai precisar pagar a multa pelo mau comportamento do torcedor flamenguista.

Quatro auditores, incluindo o relator do caso Flavio Zveiter, votaram pela absolvição do rubro-negro, com três votos pela diminuição da multa para R$ 2,5 mil e um outro pela manutenção do valor definido em julgamento anterior - R$ 20 mil.

- Vejo essa reversão do caso como ponto muito importante dentro do direito desportivo. O tribunal entende que é impossível prevenir ou reprimir a atitude isolada de um torcedor. Como se pode revistar a boca de um torcedor? Prevenir ou reprimir um ato desse? Óbvio que não dá. Todos nós queremos educação do torcedor, mas nesse caso era um torcedor num dos locais mais caros do estádio, no Maracanã Mais - lembrou o advogado do Flamengo, Marco Aurélio Assef.

cusparada, flamengo, torcedor, arbitro (Foto: Reprodução SporTV) 
Torcedor do Flamengo em destaque tenta acertar cuspe no árbitro, mas atinge policial (Foto: Reprodução SporTV)
 
Após a divulgação da multa de R$ 20 mil, em primeira instância, o torcedor autor do cuspe - que tinha como alvo o juiz da partida, mas terminou atingindo um policial - ficou "transtornado", segundo o advogado do Flamengo, e chegou a procurar o clube se colocando à disposição para ajudar a pagar a quantia. A nova decisão do tribunal - com a anulação da multa - provocou protestos do procurador geral do tribunal Paulo Schmidt, que ironizou contra o voto dos auditores que absolveram o rubro-negro: "agora está liberado cuspir no árbitro".

Relembre o caso

A cusparada foi flagrada pelas câmeras do SporTV. O Flamengo foi denunciado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que responsabiliza o mandante por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir" casos como desordens em praça de desporto, invasão do campo ou local da disputa do evento, lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento esportivo.

Na partida do dia 17 de maio, no Maracanã, o Flamengo saiu perdendo por 2 a 0 para o Sport, mas conseguiu empatar no fim do jogo. O meia-atacante Diego Souza terminou a partida no gol, após as três substituições do time pernambucano e a lesão do goleiro Magrão.

Flamengo tem 24 horas para pagar dívida de R$ 1 milhão a Adriano sob risco de ter contas penhoradas



A Justiça determinou que o Flamengo pague em 24 horas a dívida de aproximadamente R$ 1 milhão que tem com o atacante Adriano e seus representantes, referente ao período entre 2009 e 2010.

O clube tem até esta sexta-feira para fazer o depósito após a juntada do mandado de execução pela 47 Vara Civil datada da última terça-feira, ou embargar a ação.

O processo tem como garantia uma confissão de dívida assinada em 2012 pela ex-presidente Patricia Amorim, que garante a quitação de débitos do período em que o jogador defendeu o Flamengo. Se não pagar no prazo, o clube pode ter seus bens e contas penhorados.

O advogado do jogador, Márcio Salabert, ainda não foi procurado pelo clube para um possível acordo. O Flamengo colocou uma equipe para encontrar uma brecha e contestar a ação e a confissão de dívida. Mas ainda não se manifestou nos autos do processo.

Com Alerj em recesso, abertura de CPI da Ferj só será votada em agosto: fim do vasco



A votação em plenário da resolução já publicada pela abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Ferj levará pelo menos mais um mês para acontecer. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) entrou em recesso, que só terminará no dia 3 de agosto. A CPI foi proposta pelo deputado Jorge Felipe Neto (PSD-RJ). O deputado pretende investigar supostas irregularidades na entidade, no embalo da CPI da CBF, no Senado. Entre os fatos que chamaram a atenção do deputado, possível maquiagem de público no Campeonato Carioca, rubricas obscuras no balanço da Ferj, empréstimos não detalhados e uma dívida de R$ 17 milhões com a União.

Aprovado pela torcida, Ayrton critica a própria atuação: "Posso dar mais"


Ayrton Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo Oficial)As laterais do Flamengo tiveram novos donos na partida contra o Joinville. Em meio à enorme pressão por resultados do time, Ayrton e Jorge assumiram a direita e a esquerda, respectivamente, e mostraram segurança em campo, ajudando o Rubro-Negro a obter a importante vitória por 1 a 0, que tirou a equipe da zona de rebaixamento. Jorge estava animado na saída do vestiário, mas não se pode dizer o mesmo de Ayrton. O lateral-direito, apesar de ter sido aprovado pela torcida, que se manifestou nas redes sociais, não ficou satisfeito com sua atuação.

- Sinceramente não gostei muito da minha performance. Sei que posso dar mais. Foi um jogo muito truncado, não deu para fazer as ultrapassagens que gosto, até mesmo porque eles colocaram um ponta de velocidade (Lucas Crispim) em cima de mim. Ficou um jogo de muita marcação. Agora, no decorrer do campeonato, vou me afirmando com os caras, vendo como eles gostam de jogar, pegando entrosamento e até um pouco mais de preparo. Acho que ajudei bastante na marcação e quero continuar fazendo isso. Falta um pouco de ritmo, então vou pegar isso para também chegar no ataque e ajudar meus companheiros - disse ao GloboEsporte. com.

Ayrton ainda foi fundamental no começo do jogo ao salvar uma bola em cima da linha, evitando que o Joinville abrisse o placar e dificultasse a vida do Flamengo. O jogador foi humilde ao analisar o lance.

- Eu estava na hora certa no lugar certo. Graças a Deus consegui contribuir para evitar o gol, mas é mérito da equipe toda.

A pressão não pareceu incomodar Ayrton, que voltou a prometer evolução. Após a boa performance, ele deve seguir no time titular na partida deste domingo, às 18h30, contra o Figueirense, no Maracanã.

- O Ayrton é desse jeito, bastante aguerrido. Acredito que a torcida tenha gostado, mas no meu ponto de vista posso melhorar muito mais, sei o que posso render. Posso ajudar muito mais a equipe e o professor. No decorrer do campeonato a torcida vai me conhecer melhor. Se Deus quiser vamos dar a volta por cima. Temos que parabenizar a equipe pela vitória.

Flamengo desembarca com Sheik em silêncio e Marcelo Cirino desabafando


Marcelo Cirino Flamengo (Foto: Fred Gomes/ GloboEsporte.com)
Havia promessa de protestos e organizadas no Aeroporto Santos Dummont, mas a vitória por 1 a 0 sobre o Joinville, na quarta-feira, permitiu ao Flamengo desembarcar sem qualquer tipo de incômodo nesta quinta-feira, pouco antes das 15h (de Brasília). Herói do triunfo, Sheik, por estar "cansadão", pediu desculpas à imprensa e preferiu não falar. Quem não economizou nas palavras foi Marcelo Cirino, bem na partida. Tratou como mentirosas as acusações de que é figura constante na noite carioca.

- Muita coisa que anda saindo sobre mim é mentira, mas sempre tive cabeça no lugar, estou muito tranquilo. E quando entro em campo, entro para fazer meu melhor. Não temos que conversar sobre isso (sobre o comportamento fora de campo), porque não acontece e não tem prova nenhuma. É fácil escrever uma coisa, difícil é provar. Falaram de mim, do Samir, mas não tem prova nenhuma. Enquanto eu puder jogar, eu vou honrar a camisa do Flamengo da melhor forma - garantiu.

Perguntado sobre o que influenciou na mudança de postura do Flamengo, sobretudo a própria atuação individual dele, afirmou ser "do jogo". Não atribuiu a qualquer tipo de conversa com treinador, grupo ou diretoria.

- É do jogo. Tem jogo que proporciona isso, tem jogo que não. Esse jogo com o Joinville proporcionou essa marcação pressão e essa movimentação. Eu mesmo reconheço que tive uma boa atuação, que procurei ajudar da melhor maneira. O gol não saiu, mas minha movimentação e marcação ajudaram. 

Samir confiante

Substituído aos três minutos da partida contra o Joinville por conta de dores na parte posterior da coxa direita, o zagueiro Samir desembarcou cheio de confiança. Isso baseado na própria sensibilidade, mas também da resposta dada pelo departamento médico. De acordo com o médico rubro-negro Márcio Tannure, a evolução clínica do jovem foi melhor do que esperava, mas um diagnóstico definitivo só será passado após exame de imagem.

- Deus é tão bom comigo, que, de ontem para hoje, eu não estou sentindo nada. Estou me sentindo tão bem, mas não posso dizer se foi alguma coisa grave ou não, porque eu não fiz exame. Mas pelo jeito que estou sentindo as coisas aqui, acho que está tudo dentro dos conformes - disse Samir, que deve ser submetido ao exame nesta sexta-feira - há, no entanto, a possibilidade de a prova ser tirada ainda nesta quinta.



Ao deixar o campo, Samir enfileirou palavrões e mostrou-se consternado com a possibilidade de ficar parado por novo longo período. Em 2015, por exemplo, lesão na mesma coxa direita o afastou dos gramados por três meses.

- É complicado, querendo ou não tenho um histórico muito ruim de lesões. Venho numa sequência boa de jogos. Machucar é muito ruim, ainda mais na minha idade. Eu não posso ficar passando por isso, mais uma vez fiquei chateado por ter acontecido isso. Mas, conforme falei, acordei muito bem. Estou confiante de que não seja nada demais, até porque já estou conseguindo fazer coisas que uma pessoa com lesão não estaria fazendo, então estou super confiante e vou fazer exame para poder constatar o que houve realmente.

O Flamengo, 14º colocado com 10 pontos somados, volta a campo neste domingo, no Maracanã, às 18h30 (de Brasília), para enfrentar o Figueirense.

Jorge não sente pressão no Flamengo: "São oito anos de casa. Estou acostumado"


Jorge, Joinville x Flamengo (Foto: Carlos Jr / Agência Estado)
Aos 19 anos, o lateral-esquerdo Jorge recebeu a difícil missão de assumir a lateral esquerda do Flamengo no jogo contra o Joinville, fora de casa, com o time em crise e precisando desesperadamente da vitória para deixar o Z-4 do Brasileirão. Mas missão dada é missão cumprida. O jogador mostrou estar à vontade e seguro no setor, foi bem tanto na defesa quanto no ataque e acabou considerado um dos destaques do Rubro-Negro na partida. Pressão? Não com ele.

- São oito anos de casa, né? Estou acostumado com isso (pressão). O Flamengo vive disso. A gente tem que lidar e saber jogar o futebol dentro de campo. Quero agradecer à torcida, que está nos apoiando a todo momento. Vamos descansar bastante e focar no próximo jogo para pensar em mais uma vitória - disse ao GloboEsporte. com na saída do vestiário.

Também sobraram agradecimentos ao treinador que lhe deu a chance, Cristóvão Borges.

- Primeiramente agradeço a oportunidade. Me sinto à vontade porque venho jogando aqui há anos. Então, me senti muito à vontade pela oportunidade que o Cristóvão me deu. Antes do jogo ele veio falar comigo para ficar à vontade como jogava no sub-20 do Flamengo e na seleção brasileira. Agora é aproveitar da melhor forma. Sempre que eu puder entrar, vou ajudar a equipe.

No lado esquerdo do campo, Jorge fez boa parceria com Everton, que talvez tenha sido o melhor do jogo. A dupla funcionou muito bem e mostrou entrosamento.

 - Eu tinha entrado com ele contra o Bangu (pelo Carioca deste ano). A gente é bem entrosado e se fala bastante. Ele me ajuda bastante, é muito bom isso.

Com Pico e o improvisado Pará em baixa e Armero na Copa América, o nome de Jorge passou a ser pedido pela torcida, que conhece o jogador desde as categorias de base. Após a derrota para o Vasco, no domingo, Cristóvão foi questionado sobre o garoto e disse que estava tendo cuidado para não queimá-lo. Acabou lançando-o contra o Joinville. E deu resultado. Armero, que poderá voltar a jogar pelo Fla nos próximos dias, terá que ralar.

- Ele é um jogador promissor, de seleção. Aquele momento é muito difícil, estávamos bastante pressionados. Nesse momento não dá para dividir com o garoto. Ele tem capacidade para isso, mas, se a gente pode colocar num momento melhor, é a melhor escolha. Sabia que depois daquele jogo não teria problema. Hoje ele jogou como sabe, jogou tranquilo e fez grande partida. Ficamos muito contentes com isso. É muito importante ele entrar com personalidade, como se estivesse jogando na seleção ou com os companheiros de Flamengo nas categorias de base. A gente fica bastante feliz - disse o comandante.

Jorge tem agora quatro partidas pelo Flamengo, sendo que essa foi sua primeira por um torneio nacional. Ele foi titular no vice-campeonato do Mundial sub-20 com a seleção brasileira e, quando retornou ao Ninho do Urubu, foi promovido ao grupo profissional. Para o duelo contra o Figueirense, às 18h30 deste domingo, o técnico deve ter Armero de volta. Mas, do jeito que o garoto jogou, não vai ser surpresa se o colombiano ficar no banco.

Presidente elogia raça da equipe em Joinville e apoia Cristóvão: "Merece"


Bandeira de Mello Flamengo (Foto: Marcelo Braga)
O semblante no vestiário mudou completamente. Da tristeza em Cuiabá após a derrota de 1 a 0 para o Vasco, à alegria em Joinville depois da vitória pelo mesmo placar sobre o time da casa. A boa atuação da equipe, que melhorou sensivelmente em relação à péssima performance diante do rival carioca, animou jogadores e dirigentes, que comemoraram também a escapada da zona de rebaixamento do Brasileirão. Entre eles estava o presidente Eduardo Bandeira de Mello. O principal mandatário do Flamengo elogiou a raça demonstrada em campo pelos atletas e o trabalho do treinador Cristóvão Borges, que chegou a balançar no início da semana por conta da grande pressão por resultados, mas enfim conseguiu fazer o time ter uma performance equilibrada.

- Eu gostei, principalmente da dedicação dos jogadores, da raça com que honraram o manto sagrado. Praticamente não perderam bola dividida. Os jogadores voltando, marcando saída de bola, entusiasmados. Gostei muito da comemoração do gol, todos indo abraçar o Cristóvão. Ele merece mais do que ninguém a homenagem - disse ao GloboEsporte. com.

Questionado se achava que os jogadores pareciam estar sem vontade nas partidas anteriores, Bandeira de Mello disse que isso muitas vezes é só impressão. Ele ainda elogiou o trabalho de motivação feito por Cristóvão e pelo diretor executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano.

- O que passa de repente é isso, mas muitas vezes não é que o jogador não esteja interessado. Acho que nós trabalhamos bem. O Cristóvão e o Rodrigo trabalharam bem a motivação do time. Apesar de ainda termos um longo caminho pela frente, tenho certeza que foi um excelente ponto de partida para nossa recuperação.

Reforços ainda em pauta

Sobre contratações, o presidente afirmou que o Flamengo segue buscando se reforçar, mas não deu maiores pistas nem falou em nomes.

- Continuamos trabalhando. Vamos ver se a gente consegue mais alguma coisa.

O principal alvo do Rubro-Negro era Elias, mas o Corinthians decretou na quarta-feira a permanência do jogador, segundo o técnico alvinegro Tite. Bandeira deixou claro que a negociação pelo volante esfriou, mas ainda não quis descartar o nome.

- Temos que respeitar o jogador e o Corinthians. Se houver algum tipo de possibilidade, é claro que a gente não descarta. Mas não gostaria de ficar me adiantando num assunto que não depende de nós. Temos que respeitar o Corinthians, e também não sei se é desejo do jogador trocar o Corinthians pelo Flamengo neste momento.

O Flamengo volta a campo neste domingo, contra o Figueirense, no Maracanã, às 18h30.


Sheik coloca vitória na conta do técnico: "Parabéns para o Cristóvão"


Emerson, Flamengo x Joinville, Arena Joinville (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
Emerson Sheik e Cristóvão Borges se conhecem desde 2009, ano no qual trabalharam juntos no Al Ain, dos Emirados Árabes. Após sua primeira vitória no retorno à Gávea, o atacante tratou de creditar o 1 a 0 sobre o Joinville ao trabalho do treinador.

- Mais que os três pontos, o que nos deixa extremante feliz é a ter a certeza de que o trabalho do Cristóvão todos nós confiamos e acreditamos. Brasileiro é difícil e competitivo, clubes de alto nível que jogam há muito tempo junto. É um tempo de ajustes. O Cristóvão está identificando as melhores peças e fazendo os ajustes. Acho que mais importante que os três pontos, do que trazer o torcedor para o nosso lado, e é essa confiança, a certeza de que é o caminho. Parabéns pro Cristóvão, que montou a equipe de forma curta, em dois dias mudou quatro jogadores e fez os ajustes para essa partida. Méritos dos jogadores e do Cristóvão - elogiou o autor do gol rubro-negro na Arena Joinville, feito aos nove minutos do segundo tempo

 O camisa 11 reconhece que estava abatido com os resultados negativos - perdeu para Atlético-MG e vasco em seus dois primeiros jogos na segunda passagem pela Gávea - e também apontou a insistência dos companheiros como característica fundamental para a vitória.

- Acho que é particularmente persistência, tentar fazer as coisas corretas, da melhor maneira, trabalhar, se dedicar, acreditar no que está fazendo. Eu estava triste. Perdi na estreia e na segunda partida. Tenho minha autoanálise, acho que fui bem, mas foi pouco para que a torcida saísse com as vitórias que precisava. Triste pelas derrotas. Hoje foi merecido por tudo que vivemos nas últimas duas semanas. A saída do Rio, dedicação dos atletas nos treinamentos... Comissão foi inteligente para fazer os ajustes, trabalhar a cabeça dos atletas, mostrar que está no caminho certo. Essa vitória tem um significado muito importante. Lugar do Flamengo não é na zona do rebaixamento, Flamengo é grande e não é pra ficar lá.
 Marcelo Cirino celebrou a mudança de postura do Flamengo e a atuação individual no Sul.

- Muita determinação, muita raça e vontade. Hoje mostramos o que é o Flamengo, o que é o nosso grupo. É importante estar voltando ao time, voltando ao meu bom futebol, que é o que venho buscando sempre - afirmou.

O lateral-esquerdo Jorge, de apenas 19 anos, também foi bem e mostrou-se pronto para brigar pela vaga com Armero, titular da posição.

- Primeiramente agradecer pela oportunidade que o Flamengo me deu. Não é a primeira, mas a é a mais importante. Estou há oito anos nesse clube maravilhoso com essa torcida maravilhosa. Agradecer a Deus por fazer uma partida dessa contra um time difícil e em um campo apertado. Estou em condições. Vai ser briga boa. Armero é jogador de seleção, assim como eu, fui considerado um dos melhores mundial. Venho buscando meu espaço. Vou fazer o melhor sempre pelo Flamengo e pela torcida - finalizou o jovem.
 
 
 

Flamengo trabalha para apresentar Guerrero segunda e estrear reforço na quarta


Guerrero gol peru bolívia (Foto: Reuters )
A vitória sobre o Joinville fora de casa e a saída da zona de rebaixamento do Brasileirão ajudaram a aliviar o ambiente no Flamengo, que era de muita tensão após a derrota do fim de semana para o Vasco. Agora o departamento de marketing e a diretoria de futebol podem pensar com mais tranquilidade nos preparativos para receber Paolo Guerrero, novo camisa 9 da Gávea.

O atacante peruano, já contratado pelo Flamengo, ficará livre para o Rubro-Negro na sexta-feira, depois de o Peru encarar o Paraguai na disputa pelo terceiro lugar da Copa América. Terá o fim de semana de folga, e o clube trabalha para apresentá-lo oficialmente na segunda-feira. Já o primeiro jogo dele pelo novo time deve ser contra o Internacional, na quarta-feira, às 22h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

- A gente está tendo algumas dificuldades burocráticas, mas tem grande chance de ele jogar contra o Inter - admitiu o treinador Cristóvão Borges, reforçando o discurso do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano e do diretor geral Fred Luz.

A dúvida que fica é em relação à primeira partida de Guerrero no Maracanã. No último dia 17, quando o peruano recebeu uma comitiva do Fla no Chile, onde está sendo realizada a Copa América, e vestiu pela primeira vez a camisa rubro-negra, o departamento de marketing incentivou sócios-torcedores a comprarem ingresso para o jogo do dia 20, contra o Atlético-MG - derrota por 2 a 0 -, a fim de ganharem prioridade na compra de bilhetes para a estreia do atacante no Maracanã.

O problema é: quando Guerrero fará sua estreia no Maracanã? Teoricamente seria contra seu ex-time, o Corinthians, no domingo da próxima semana, dia 12 de julho. No entanto, na época em que o jogador foi liberado de seu contrato com o Timão, foi costurado um acordo entre os dois presidentes dos clubes para que ele não entrasse em campo nessa data. No entanto, como vive situação complicada na tabela, o Flamengo quer reagir logo na competição e tenta viabilizar uma maneira de ter Guerrero na partida. O mesmo acontece com Sheik, e o caso também está sendo negociado. Especificamente sobre o peruano, os rubro-negros querem sugerir aos alvinegros que ele, em vez de não jogar no dia 12, fique fora do duelo do returno, na Arena Corinthians, em outubro. O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, comentou a situação.

- Não tem nada definido. Se a gente puder fazer uma coisa que seja boa para o Flamengo e para o Corinthians, e se eles aceitarem, a gente faz. Se não quiserem, vamos compreender também.

Caso não consiga refazer o acordo com o Corinthians, o Flamengo poderá ter Guerrero pela primeira vez no Maracanã na rodada seguinte, dia 18 de julho, sábado, contra o Grêmio.

Comentarista diz que vitória do Fla foi "prêmio à grande atuação de Sheik"

Emerson Sheik marcou seu primeiro gol desde o retorno ao Flamengo, e valeu a vitória sobre o Joinville, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, em Santa Catarina. Após a partida, o atacante dedicou o feito ao técnico Cristóvão Borges, que estava pressionado. Para o comentarista Gil Rocha, o jogador foi o "diferencial técnico" dos cariocas no duelo e o gol marcado dá confiança ao treinador.

- A vitória foi um prêmio à grande atuação do Emerson Sheik. Ele foi o diferencial técnico da equipe do Flamengo nesse jogo aqui em Joinville. Realmente fez uma belíssima partida, correndo muito, chegou com disposição. O gol que ele fez, não só a vitória, deu mais confiança ao trabalho que o Cristóvão vem fazendo. É importante para o técnico ter o apoio de um jogador desse peso - afirmou.

Emerson Sheik comemora gol contra o Joinville (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo) 
Emerson Sheik comemora gol da vitória contra o Joinville (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Da parte do Joinville, Gil Rocha destacou individualmente o goleiro Agenor. Entretanto, do lado rubro-negro, além de Sheik o comentarista também elogiou Marcelo Cirino, Gabriel e Everton. 

- No segundo tempo, o Agenor continuou sendo a melhor figura individual do time do Joinville. Mostrou segurança e foi muito importante na saída de bola para o Joinville. O Flamengo foi mais preciso, tem jogadores mais qualificados tecnicamente e começou a aparecer melhor no segundo tempo. O Marcelo Cirino e o Everton melhoraram na segunda etapa, até que saiu o gol. Tinha começado com a jogada do Marcelo, passou por praticamente todos os homens de frente, Everton, Gabriel, que também jogou bem, e depois o Emerson Sheik - disse.

O JEC, ainda lanterna, volta a campo no próximo sábado, às 15h (de Brasília), para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira. O Rubro-Negro, 14º colocado com 10 pontos, recebe o Figueirense um dia depois, às 18h30, no Maracanã.