Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 7 de novembro de 2015

Torcedores protestam contra diretoria e com gritos de "time de cachaceiros"


As atenções do Flamengo se dividiram em duas frentes na manhã deste sábado. De um lado, no Ninho do Urubu, o último treino do time antes do jogo de domingo contra o Goiás. Do outro, na Gávea, protesto de torcidas organizada contra a equipe e a diretoria.

A torcida soltava fogos de artifício do lado de fora da sede para protestar. Faixas e gritos como "quero de volta meu Flamengo vencedor", "time sem vergonha" e "time de cachaceiros" ecoaram na Gávea. Uma das faixas, mais agressiva, dizia "salários em dia, porrada em falta".

protesto fla (Foto: reprodução)Torcedores se dizem indignados com a fase do time (Foto: Vivi Mariano / Reprodução)

O grupo de torcedores soltou fogos no meio da rua e chegou a atrapalhar o trânsito do local. Uma faixa trazia a seguinte frase: "O ano acabou e a promessa continua". Outra questionava o presidente Eduardo Bandeira de Mello e seus pares, chamados de "estagiários".

Desde esta sexta-feira, integrantes de diversas organizadas se mobilizaram por conta do protesto. O grupo deu a volta na sede da Gávea e, depois, se postou na entrada principal.

Protesto Gávea Flamengo (Foto: Vivi Mariano) 
Grupo de torcedores reunidos na Gávea (Foto: Vivi Mariano / Reprodução)
 
Protesto Gávea Flamengo (Foto: Vivi Mariano) 
Faixas exibidas na Gávea durante protesto na manhã deste sábado (Foto: Vivi Mariano / Reprodução)


Protesto Gávea Flamengo (Foto: Vivi Mariano) 
Outra faixa produzida por torcida organizada do Flamengo (Foto: Vivi Mariano / Reprodução)

Enquanto isso, no Ninho do Urubu...
 
No centro de treinamento, a novidade do dia ficou por conta de Ederson, recuperado de lesão no joelho direito. O meia-atacante, que não joga desde a derrota para o Vasco no dia 27 de setembro, enfim voltou a treinar com o grupo, participando de atividade com bola em campo reduzido. Ainda assim, o técnico Oswaldo de Oliveira já o havia descartado para o duelo contra os goianos, às 17h deste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 10 só estará à disposição para a partida contra o Santos, no dia 19 de novembro.

Quando o treino foi aberto à imprensa, o coletivo comandado por Oswaldo já tinha terminado. Mas deu para ver o show de Kayke nas cobranças de falta. Ele trabalhou o fundamento ao lado de Alan Patrick e Jajá e teve ótimo desempenho. Das oito cobranças que o GloboEsporte.com presenciou, o atacante marcou seis gols.

Ederson voltou a treinar com o grupo neste sábado (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
Ederson voltou a treinar com o grupo neste sábado (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
 
Kayke será titular contra o Goiás na vaga de Guerrero, suspenso por ter sido expulso no último fim de semana. O Flamengo que vai enfrentar o Goiás deve ter Paulo Victor, Pará, César Martins, Wallace e Jorge; Márcio Araújo, Jajá e Alan Patrick; Gabriel, Emerson Sheik e Kayke.


Um mês para o pleito: ataques entre ex-aliados e momentos decisivos

Sem ter disputado uma final de campeonato na temporada e com o time praticamente fora da briga pelo G-4, o Flamengo se concentra na principal decisão de 2015: as eleições presidenciais, marcadas para 7 de dezembro, exatamente daqui a um mês, no dia seguinte à última rodada do Brasileirão. Estão na disputa Eduardo Bandeira de Mello (Chapa Azul), Wallim Vasconcellos (Chapa Verde) e Cacau Cotta (Chapa Branca).

O processo eleitoral, iniciado desde os primeiros meses do ano, é marcado pelo racha no grupo que venceu o pleito anterior. Alheio à cisão, Cacau, conhecido por estilo explosivo, adota discurso mais light e até saiu em defesa de Bandeira quando Luiz Eduardo Baptista, o Bap, figura central do desmanche da "Chapa Fla Campeão do Mundo" e vice de marketing do Fla entre 2013 e fevereiro de 2015, chamou o atual presidente de "burro com iniciativa"

A saída de Bap foi o estopim do início da guerra entre Eduardo Bandeira de Mello e muitos de seus ex-companheiros. O empresário, presidente da SKY, não concordou com o comportamento de Bandeira em reunião (arbitral) na Ferj cuja pauta trava do preço dos ingressos para o Carioca,ocorrida no início do ano. Segundo Baptista, lideranças do grupo não queriam que o mandatário nem marcasse presença no tal encontro. 

Candidatos Flamengo (Foto: GloboEsporte.com) 
Bandeira, Wallim e Cacau: 7 de dezembro as urnas determinarão quem será o presidente (Foto: GloboEsporte.com)


Outro ponto fundamental da briga é que Wallim Vasconcellos, candidato original da Chapa Azul em 2012 - impugnado no pleito passado por não ter cinco anos ininterruptos de vida associativa - e seus correligionários acusam Eduardo de não ter cumprido acordo que determinava a sua não participação nas eleições. O mandatário contesta a existência de tal trato e garante que desde o fim do ano passado já havia sido definido que tentaria a reeleição, apoiado por Wallim e outros cabeças da Chapa Verde.

O racha foi consolidado em julho, quando, em reunião na casa de um dos vice-presidentes, tentou-se novamente um acerto. Wallim, Rodolfo Landim (vice geral do grupo), Bap e Gustavo Oliveira (ex-vice de comunicação) passaram a argumentar que a proposta do grupo vencedor de 2012 era de um governo parlamentarista e não "personalista".
 
Em 4 de agosto, quando lançaram oficialmente a candidatura do ex-vice de futebol, colocaram-se como "situação" , pois consideravam que a maior parte da "Fla Campeão do Mundo" seguia unida, mas agora contra Eduardo. Passavam a ser oposição ao modelo de gestão que hoje contestam.

O contra-ataque de Bandeira foi quase que instantâneo. Durante o evento que apontava Wallim como um dos candidatos, o site oficial do Flamengo comunicou oficialmente as destituições de Wallim Vasconcellos, Rodolfo Landim e Gustavo Oliveira das vice-presidências de patrimônio, planejamento e comunicação, respectivamente.

Cacau Cotta, de temperamento forte e envolvido em acusação de que teria trocado agressões com Clément Izard, diretor-executivo do Fla-Gávea em 2013, não se mete na briga de cão e gato que azuis e verdes vêm travando. Izard sofreu esvaziamento no clube, que acabou deixando meses depois. Em 2015, foi indiciado por injúria, difamação e falsa identidade - divulgou boato no qual jogadores do Vasco teriam relação homoafetiva em matéria falsa que atribuiu a um jornalista. Trata Eduardo Bandeira de Mello e Wallim Vasconcellos como candidatos de "mesmo DNA". Seu discurso é pautado num futebol dirigido por pessoas que tenham experiência no ramo e na aposta em preços populares tanto de ingressos dos jogos e quanto das mensalidades do programa de sócio-torcedor.

"Case de sucesso" de uma gestão que nunca se apresentou estável no futebol, a pasta de finanças do mandato Bandeira de Mello, segundo Cacau Cotta, não é tão bem-sucedida quanto é cantada. Para ele, os atuais administradores trocaram a dívida pública pela privada. Também contesta números apresentados por auditoria feita pela Ernst & Young no início de 2013. Estes apontavam dívida de R$ 750 milhões deixadas pelo gestão de Patrícia Amorim, da qual o candidato da Chapa Branca fez parte como vice do Fla-Gávea e de administração.

Segunda-feira decisiva para Bandeira e Wallim

Eduardo Bandeira de Mello e Wallim Vasconcellos sofreram tentativa da impugnação de suas respectivas candidaturas durante o processo eleitoral corrente. Wallim, pelo mesmo motivo alegado em 2012: tempo insuficiente de vida associativa de forma ininterrupta. Bandeira, por sua vez, foi alvo do desembargador Siro Darlan. Darlan baseou-se em entrevista de Wallim ao "O Globo", na qual acusou o presidente e seus pares de distribuírem camarotes no Maracanã, cargos e materiais do Flamengo dentro do clube.

No último dia para o registro de chapas, em 20 de outubro, a Comissão Permanente Eleitoral considerou improcedente os pedidos de impugnação, e os antigos aliados passaram ilesos.

Siro Darlan não desistiu de impugnar Bandeira e pretende "barrar" a Chapa Azul de forma integral. No último dia 3, fez novo peticionamento com base no artigo 8º da Lei 12.527/2011, que dispõe sobre a garantia do acesso a informações previsto no art.5º, inc, XXXIII, art. 37, §3º, inciso II e no art. 216, §2º da Constituição da República Federativa do Brasil.

Com o requerimento, Siro reiterou o pedido de informações sobre as denúncias feita por Wallim contra Bandeira.

A decisão final sai no plenário do Conselho de Administração, marcado para a próxima segunda-feira. A data em questão decide a homologação ou não das três candidaturas.

Show dos Rolling Stones no Maracanã coincide com Fla x Flu e Fla x vasco sanitário


O Campeonato Carioca de 2016 não deverá ter Fla-Flu, tampouco "clássico dos milhões" no Maracanã. Além da possibilidade de o estádio estar fechado para a organização das Olimpíadas, a banda inglesa Rolling Stones anunciou que tocará no local no mesmo fim de semana em que a tabela do torneio prevê o duelo entre os clubes da Gávea e de Laranjeiras. A apresentação está marcada para 20 de fevereiro (sábado), e a quinta rodada da primeira fase para os dias 20 e 21. Já o clássico entre Flamengo e Vasco é também afetado pelas datas de montagem do palco para o espetáculo.

O jogo está previsto para a quarta rodada, disputada nos dias 13 e 14. A concessionária que administra o Maracanã informou que o estádio estará indisponível para jogos por conta do show entre os dias 13 e 23 de fevereiro:

- Maracanã confirma que fechou contrato para o show dos Rolling Stones no dia 20 de fevereiro de 2016. Desta forma, o estádio estará indisponível para jogos de futebol no período de 13 a 23 de fevereiro, devido aos serviços de montagem, desmontagem, e manutenção do gramado e instalações - comunicou a empresa.

O Comitê Rio 2016 trabalha com uma janela entre fevereiro e outubro para fechar Maracanã e Engenhão por conta das Olimpíadas - e possui um estudo para permitir partidas do Carioca na arena administrada pelo Botafogo até a final do torneio. Ainda não há um anúncio oficial sobre as datas de entrega dos estádios para a organização dos Jogos. Pessoas consultadas na concessionária que administra o Maracanã asseguraram que o show da banda inglesa acontecerá independente da data decidida pelo comitê.

Sem contar os problemas em relação às datas, o Carioca de 2016 enfrenta outros obstáculos. O maior deles é a briga de Flamengo e Fluminense com a Federação de Futebol do Rio (Ferj), que ainda parece longe de um fim. Os dois clubes já acenaram com a possibilidade de disputar o Estadual com times alternativos. O presidente da Ferj, Rubens Lopes, contudo, em recente entrevista ao blog, afirmou não acreditar que isso irá acontecer por conta de outros fatores como pressão das próprias torcidas por resultados.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Jorge, do Fla, é chamado para seleção olímpica na vaga de Douglas Santos


Jorge coletiva 03/11 (Foto: Chandy Teixeira)
O lateral-esquerdo Jorge, do Flamengo, foi convocado para a seleção olímpica. O jogador será o substituto de Douglas Santos, do Atlético-MG, que vai servir a equipe principal nos jogos contra a Argentina, na próxima quinta-feira, em Buenos Aires, e diante do Peru, no dia 17, em Salvador, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Jorge participará dos dois amistosos diante dos Estados Unidos. O primeiro será em Recife, no dia 11, e o outro, no dia 15. O grupo será comandado por Rogério Micale. A principal novidade da lista, divulgada na semana passada, é a presença de Gustavo Scarpa, do Fluminense.

Os atletas que atuam no futebol brasileiro não vão desfalcar suas equipes na reta final da competição nacional. Nova jogadores jogam na Europa.

Confira a lista de convocados: 
 
GOLEIROS
Ederson - Benfica
Uilsson - Atlético-MG

ZAGUEIROSLucão - São Paulo
Marlon - Fluminense
Doria - Granada
Rodrigo Ely - Milan

LATERAIS
Jorge - Flamengo

Fabinho - Mônaco
Zeca - Santos
Wendell - Bayer Leverkusen

MEIO-CAMPISTASFred - Shakhtar Donetsk
Lucas Silva - Olympique
Rodrigo Caio - São Paulo
Valdivia - Internacional
Gustavo Scarpa - Fluminense
Walace - Grêmio
Felipe Anderson - Lazio

ATACANTES
Gabriel - Santos
Luan - Grêmio
Gabriel Jesus - Palmeiras
Vinícius Araújo - Cruzeiro
Kenedy - Chelsea

Jorge é chamado para a Seleção olímpica

O lateral-esquerdo Jorge foi convocado para a seleção brasileira olímpica. Ele foi chamado para a vaga de Douglas Santos, que foi para a Seleção principal. O Brasil Sub-23 enfrentará os EUA em amistosos no Recife e em Belém na próxima semana.
Jorge Brasil Uruguai Mundial Sub-20

Oswaldo repete time com Alan Patrick e Pará; Cirino volta a correr no campo


Marcelo Cirino corre em volta do campo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Oswaldo de Oliveira voltou a mostrar na manhã desta sexta-feira o Flamengo que vai enfrentar o Goiás neste domingo, às 17h, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico repetiu a escalação com dois dos cinco reintegrados no time titular: o meia Alan Patrick e o lateral-direito Pará. A equipe, portanto, vai a campo com Paulo Victor, Pará, César Martins, Wallace e Jorge; Márcio Araújo, Jajá e Alan Patrick; Gabriel, Emerson Sheik e Kayke.

Marcelo Cirino, outro reintegrado, voltou a correr em torno do campo. Ele se recupera de lesão no menisco do joelho direito. Completando o quinteto que havia sido afastado na semana passada por ter participado de uma festa, Everton e Paulinho treinaram no time reserva.

O coletivo realizado no Ninho do Urubu ficou aberto à imprensa somente por três minutos. Após a atividade, houve treino de finalizações para alguns jogadores. Enquanto isso, Ederson fazia trabalho físico-técnico intenso sob comando da preparação física no campo 2 do Ninho do Urubu. O meia-atacante está em fase final de recuperação de lesão no joelho direito e deve voltar a treinar com o grupo na próxima semana.

Vale lembrar que Paolo Guerrero está fora do duelo contra os goianos porque foi expulso na derrota para o Grêmio no último fim de semana. Por isso, está treinando entre os reservas.

Alan Patrick será titular contra o Goiás (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
Alan Patrick será titular contra o Goiás (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Com 44 pontos, o Flamengo ocupa a 11ª posição do Brasileirão e tem chance matemática muito remota de alcançar o G-4, faltando cinco rodadas para terminar a competição. O Goiás, por sua vez, tem 34 pontos e abre o Z-4, lutando contra o rebaixamento.

Flamengo hesita e transforma “afastamento indeterminado” em puxão de orelhas


Diante de quase uma dezena de microfones, o diretor-geral do Flamengo, Fred Luz, leu um pronunciamento, ignorou os nomes dos jogadores punidos e anunciou, no dia 28 de outubro, o afastamento indeterminado do quinteto Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho por indisciplina. A sugerida punição vigorosa chegou ao fim sete dias depois sob questionamentos. Afinal, o que está por trás do perdão repentino? A resposta traz à tona dúvidas sobre a eficácia do castigo e os motivos que fizeram a diretoria recuar.

As punições começaram a ser definidas em troca de mensagens por Whatsapp, e o vice de planejamento, Flávio Godinho, teve forte influência no resultado final. Antes mesmo do anúncio, ele garantiu que as decisões tomadas competem somente ao departamento de futebol. Mas a postura agressiva contra o “Bonde da Stella” evidenciou as tensões políticas de uma eleição que se aproxima.

Afastados, jogadores do Flamengo treinam no ninho do Urubu (Foto: André Durão) 
Antes afastados, jogadores do Flamengo ganharam anistia da direção rubro-negra (Foto: André Durão)


Um dos discursos chaves de Eduardo Bandeira de Mello durante a campanha em 2012 era combater a indisciplina reinante na gestão antecessora, comandada por Patricia Amorim, que revezou o Flamengo entre as manchetes esportivas e policiais com Bruno, Adriano e Vagner Love. A festa vespertina do quinteto incomodou, revoltou e gerou subsídios para uma medida dura. Mas vieram os efeitos colaterais.

Embora haja uma cláusula nos contratos dos atletas que gere punições para comportamentos que denigram a imagem do clube, a simples aparição em um evento no momento de folga não configura tal infração e a diretoria recebeu cartas formais de representantes dos atletas que questionavam o afastamento e a multa de 30% no próximo salário. Os jogadores foram avisados sobre a multa, mas até o momento não assinaram documento sobre a sanção. A diretoria baseou-se substancialmente nos relatos da imprensa, sem aprofundar o que de fato ocorreu no evento e a foto divulgada, com algumas garrafas de cerveja, outras de água espalhadas pelas mesas em nada contribuiu para incriminar o grupo.

O técnico Oswaldo de Oliveira, embora, em entrevista coletiva tenha dito que considerou a punição justa, não concordou com o afastamento. Ele e o diretor-executivo Rodrigo Caetano eram favoráveis à multa e desaprovaram o pronunciamento de Fred Luz na Gávea.

Jogadores do Flamengo (Foto: Reprodução/Twitter) 
O "Bonde da Stella" foi reintegrado e está à disposição de Oswaldo de Oliveira (Foto: Reprodução/Twitter)

A decisão de reintegrá-los foi uma defesa da diretoria do Flamengo e teve como protagonista o presidente Eduardo Bandeira de Mello, escaldado após anúncios de dispensas prematuros e sem consentimento do outro lado da questão, como aconteceu nos casos do meia Renato Abreu, em 2013, e do goleiro Felipe, em 2014. Ambos ocorreram durante a atual gestão.

Ao contrário do divulgado, os jogadores afastados não pediram desculpa. Embora reconheçam o erro na festa fora de hora, eles consideraram a punição desproporcional. O tratado de acordo teve como um dos vértices o meia Alan Patrick, que teve a consultoria de seu empresário, Eduardo Uram.

Ele convenceu os outros quatro jogadores a participarem de um encontro com um líder de torcida organizada em um apartamento na Barra da Tijuca na tarde da última quarta-feira e responsabilizou-se por participar da entrevista coletiva na quinta – a participação transformou-se em um curto pronunciamento.

No primeiro treino depois do perdão, o técnico Oswaldo de Oliveira confirmou que Alan Patrick e Pará serão titulares na partida contra o Goiás, domingo, no Maracanã. Paulinho e Everton ficam no banco e Marcelo Cirino está fora, recuperando-se de uma cirurgia no joelho.

'Disputa' por maior receita do futebol brasileiro fica entre Flamengo e Palmeiras

Balanços parciais, até o terceiro trimestre, mostram flamenguistas  e palmeirenses bem à frente dos demais adversários no país 


Passados três quartos do ano, Flamengo e Palmeiras são os dois clubes que ainda disputam o status de maior receita do futebol brasileiro. No acumulado de janeiro a setembro, os cariocas arrecadaram R$ 265 milhões. De janeiro a agosto, com um mês a menos, os paulistas faturaram R$ 243 milhões. Ambos os números estão em balanços parciais divulgados pelos times. O que o Flamengo, maior faturamento de 2014, tem a mais pode ser compensado pelo Palmeiras, que não figura como a maior receita pelo menos desde 2003, com bilheterias da final da Copa do Brasil.


 O Internacional, também até agosto, aponta R$ 217 milhões em faturamento. O Corinthians, quase campeão nacional, foi prejudicado por destinar todas suas receitas com ingressos para o pagamento da construção da Arena Corinthians. O clube registrou R$ 171,1 milhões em receita de janeiro a agosto. O Fluminense conseguiu R$ 143 milhões de janeiro a setembro. Outros clubes não publicaram balanços para o terceiro trimestre. O Grêmio, apurou ÉPOCA com um dirigente do clube gaúcho, arrecadou R$ 164,4 milhões de janeiro a setembro. Nenhum aparenta ter potencial para fechar a temporada acima de Flamengo e Palmeiras nesta lista.

A liderança provisória do Flamengo frustra a torcida. Afinal o clube convive com o discurso de austeridade desde que Eduardo Bandeira de Mello assumiu a presidência, em 2013, e os bons resultados financeiros obtidos em 2014 não foram convertidos em esportivos em 2015 – o time ocupa o meio da tabela, não joga mais a Copa do Brasil e tem chances mínimas de classificação para a Copa Libertadores de 2016. O Palmeiras, se não estivesse na final da Copa do Brasil deste ano, talvez causasse a mesma frustração aos palmeirenses. O sentimento é compreensível, mas acabará logo. Leva tempo até que o dinheiro comece a ser convertido em vitórias. Mas elas vêm.

Com receitas insuficientes no estádio, Flamengo ainda deve R$ 26 milhões ao Maracanã

Sem faturar o que calculava quando assinou contrato com o Maracanã, o Flamengo vai deixar para o próximo presidente – Eduardo Bandeira de Mello tentará a reeleição contra o ex-aliado Wallim Vasconcelos e Cacau Cotta em 7 de dezembro – dívida de R$ 26,4 milhões com o consórcio que administra o estádio. É o resultado de um empréstimo feito no momento da assinatura, em setembro de 2013, e de receitas com os jogos insuficientes até para pagar os juros.

Quando assinou com o Maracanã, em 2013, o contrato que valeria de janeiro de 2014 a dezembro de 2016, o Flamengo tomou com o consórcio um empréstimo de R$ 27 milhões. Era um momento delicado para as finanças no primeiro ano da gestão de Bandeira de Mello. O dinheiro seria pago com 35% das receitas líquidas dos jogos do time. A garantia é o contrato de direitos de transmissão firmado com a Globo. Há juros de 165% do CDI – taxa adotada por bancos só para negociações entre eles que norteia outras taxas no mercado.

O dinheiro gerado pelas partidas, no entanto, não foi suficiente para quitar a dívida. Na realidade, não deu nem para pagar os juros, porque, mesmo com os pagamentos do clube dentro do prazo combinado, a dívida aumentou ao longo dos meses. O valor devido pelo Flamengo ao Maracanã subiu de R$ 24,7 milhões em 31 de dezembro de 2014 para R$ 26,4 milhões em 30 de setembro de 2015.

"As projeções de venda de camarotes e outros ativos não se confirmaram. Porém essas vendas eram de responsabilidade do Consórcio Maracanã", informou a diretoria do Flamengo a ÉPOCA.

O problema é que, se o empréstimo não for pago, o contrato será estendido automaticamente. O futuro presidente, em 2016, terá de pagar em um ano uma dívida que não pôde ser quitada em dois. O Flamengo afirmou que "projeta liquidar o restante do empréstimo nos prazos de vencimento, logo, sem a necessidade de renovação automática do contrato". Se a verba levantada com o próprio Maracanã não for suficiente, a cota de televisão poderá ser usada.

Procurado, o Maracanã afirmou que, "por força da cláusula de confidencialidade, não pode comentar nenhum aspecto do contrato."

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Flamengo atropela Franca no terceiro quarto e vence a primeira no NBB


Com uma excelente atuação no terceiro quarto, o Flamengo conseguiu uma importante e convincente vitória no Novo Basquete Brasil (NBB), a sua primeira nesta temporada, defendendo o tricampeonato da competição. Nesta quinta-feira, o time venceu por 89 a 65 Franca e se recuperou da derrota para Bauru na rodada de abertura da competição, com a apresentação de um basquete coletivo, somando 21 assistências, oito de Rafa Luz, para 31 arremessos de quadra convertidos contra apenas 10 para 22 do adversário.

Reforço do Flamengo para esta temporada, o americano Jason Robinson marcou nove dos seus 14 pontos no terceiro quarto, com a mão certeira nas bolas de três pontos, acertando um total de quatro em sete tentativas. Com 18 pontos, JP Batista foi o cestinha do jogo, com um aproveitamento de 75% nos arremessos de quadra, e ainda pegou cinco rebotes. Por Franca, Isaac liderou, com 14 pontos.

 O Flamengo, agora, só volta a jogar no dia 13, contra Rio Claro, no Rio de Janeiro. Depois de jogar duas vezes seguidas em casa, o Franca vai enfrentar o Minas, terça-feira, em Belo Horizonte.

Rafa Luz comanda o ataque do Flamengo na vitória sobre Franca (Foto: Newton Nogueira/Divulgação) 
Rafa Luz comanda o ataque do Flamengo na vitória sobre Franca (Foto: Newton Nogueira/Divulgação)

Apesar da vitória com boa margem do Flamengo, Franca chegou a se impor no começo, abrindo seis pontos de vantagem, muito pela atuação de Schneider. No entanto, a reação do atual campeão foi rápida. Os anfitriões ainda conseguiram terminar o primeiro quarto na frente, mas liderando por apenas 22 a 21.

No segundo quarto, com mudanças no time, o Flamengo se recuperou. Olivinha, que chegou a ser dúvida até a véspera, marcou nove pontos no período. O Franca manteve o confronto equilibrado, mas não conseguiu retomar a vantagem. O clube carioca terminou à frente: 45 a 41.

O momento decisivo do jogo foi o terceiro quarto. Até então discreto, o americano Jason Robinson, um dos reforços do Flamengo para a temporada, apareceu. Ele marcou nove pontos, acertando a mão nas bolas de três e comandou a vitória no período por 22 a 7. O time passou a liderar por 67 a 48.

O desânimo parece ter tomado conta de Franca no último quarto. O time não teve força para reagir. O Flamengo chegou a estar vencendo por 27 pontos de vantagens e se deu ao luxo de colocar jovens jogadores das categorias de base na reta final. No fim, vitória do atual campeão do NBB por 89 a 65.


Escalações

Franca: Nezinho (11), Antonio (13), Schneider (7), Bruno (5) e Mathias (6). Entraram: Thiaguinho (4), Matheus, João Pedro (2), Isaac (14), Kurtz (3), Pedro e Cauê.
Técnico: Lula Ferreira

Flamengo: Rafa Luz (8), Marquinhos (15), Robinson (14), Rafael Mineiro (8) e Meyinsse (7). Entraram: JP Batista (18), Olivinha (11), Gegê (6), Pedro (2), João Felipe e Mingau.
Técnico: José Neto

Destaques

Cestinhas
Isaac: 14 pontos
JP Batista: 18

Rebotes
Bruno e Mathias: 5
Rafa Luz: 6

Assistências
Nezinho: 7
Rafa Luz: 8


A vez de Jajá: Canteros volta a perder espaço, e jovem permanece no time


Samir, Kayke e Jajá - Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
A reintegração do quinteto afastado e o retorno imediato de Alan Patrick e Pará ao time titular ofuscaram outra mudança importante feita pelo técnico Oswaldo de Oliveira no treinamento desta quinta-feira, no Ninho do Urubu: a manutenção de Jajá no time titular desbancando Jonas e Canteros, relegado para a equipe reserva. E a alteração tem uma razão de ser. Além do mau momento do argentino, o jovem é bem visto pelo técnico Oswaldo de Oliveira.

- Eu gostei do muito do Jajá no último jogo (contra o Grêmio) e vai continuar iniciando a partida. Não tem nenhum senão, não tem nada especial. É apenas a continuidade do trabalho - disse Oswaldo de Oliveira.

Depois de sucessivos erros e muitas críticas da torcida, Canteros perdeu a condição de titular pela primeira vez na partida contra o Corinthians, há duas rodadas. Jonas, escolhido para ser o substituto, acabou sendo expulso na derrota por 1 a 0. No jogo seguinte, contra o Grêmio, Canteros voltou ao time inicial, principalmente por conta da suspensão do companheiro e ainda do afastamento do quinteto jogadores por indisciplina. Novamente não agradou. Agora, com todo o setor à disposição, Jonas e Canteros acabaram perdendo a disputa para o jovem volante.

Canteros flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
Canteros perdeu espaço para o jovem volante (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Hugo Gomes dos Santos Silva, o Jajá, tem apenas 20 anos e é um jogador formado na base do Flamengo. Sua estreia pela equipe profissional aconteceu em março deste ano no amistoso comemorativo contra o Nacional-URU. A partida marcava a despedida do lateral Léo Moura. De lá para cá, o volante fez mais cinco jogos na equipe principal. Será apenas a segunda vez de Jajá como titular neste Campeonato Brasileiro.

Exemplo do terreno que Jajá ganhou neste semana foi a postagem feita pelo perfil oficial do clube na quarta-feira. Momentos antes de Oswaldo de Oliveira abrir o treino e revelar a titularidade do garoto, o Twitter do Flamengo o exaltou publicamente.

- Com trabalho duro, se chega lá. A Nação deseja um futuro brilhante e repleto de conquistas com o Manto, @MlkJaja - diz a postagem em referência ao perfil do jovem na rede social.

Com Jajá confirmado no time titular, o Flamengo recebe o Goiás, neste domingo, no Maracanã. O Rubro-Negro é o 11º colocado no Brasileirão e não vence há quatro jogos.

Quarteto do Flamengo volta a treinar com Pará e Alan Patrick entre os titulares


Pará treino Flamengo (Foto: Fred Gomes)
Alan Patrick, Everton, Pará e Paulinho voltaram a treinar nesta quinta-feira juntamente com os demais companheiros no Ninho do Urubu - Marcelo Cirino, recuperando-se de artroscopia no joelho direito, está na sala de fisioterapia do CT. Os quatro primeiros foram a campo ao lado do restante do elenco.

O quinteto foi afastado no último 28. A participação em uma festa após treinarem no Ninho do Urubu motivou a punição, que também contou com multa de 30% do salário dos atletas. A recolocação dos cinco no grupo acabou definida na quarta-feira, após se reunirem com comissão técnica e diretores. 

No treinamento desta quinta, dois dos afastados estavam na equipe titular: Pará e Alan Patrick, que inclusive marcou um gol com categoria na saída do goleiro César. Paulinho e Everton ficaram entre os reservas. Ayrton e Jonas, que estavam no time principal na atividade de quarta-feira, também foram para a reserva. 

Dessa forma, o time titular ficou com: Paulo Victor, Pará, César Martins, Wallace e Jorge; Márcio Araújo, Jajá e Alan Patrick; Gabriel, Sheik e Kayke. Já o reserva: César, Ayrton, Marcelo, Samir e Armero; Jonas, Luiz Antonio, Canteros e Everton; Paulinho e Guerrero.

Ao fim do treinamento, os jogadores treinaram finalizações. O técnico Oswaldo de Oliveira os incentivava com gritos e aplausos. No outro lado do campo, os zagueiros Rafael Dumas, Samir, Marcelo e Dener treinavam sob as orientações de Jayme de Almeida.

Everton treino Flamengo (Foto: Fred Gomes) 
De volta, Everton ficou entre os reservas (Foto: Fred Gomes / GloboEsporte.com)
 
Paulinho treino Flamengo (Foto: Fred Gomes) 
Paulinho participou da atividade também entre os reservas (Foto: Fred Gomes / GloboEsporte.com)
 
 
 
 

Na China, Luxa e ex-gerente do Flamengo finalizam negociação por Everton


everton flamengo (Foto: gilvan de souza/flamengo)
O meia Everton muito provavelmente será o primeiro com destino definido dentre os cinco atletas afastados pela diretoria após participação em festa, realizada no último dia 27 - a reintegração foi definida nesta quarta. O Tianjing Songjiang, da Segunda Divisão chinesa, pretende finalizar a contratação do atleta no máximo até o início da semana que vem. O Tianjin é dirigido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Proposta oficial na ordem de US$ 2,5 milhões (cerca de R$ 9,5 milhões) chegará às mãos da diretoria rubro-negra nos próximos dias, e o desfecho positivo está na iminência de acontecer.

Vanderlei Luxemburgo e o manager do Tianjin, o também brasileiro Gabriel Skinner, chegaram à China na última terça-feira com o intuito de concentrar esforços na conclusão do negócio e também para planejar a temporada. A meta principal do clube é subir para a Série A local.

Everton considera os valores interessantes e ficou descontente com a forma como ele e seus companheiros foram tratados - foram afastados no último dia 28, punição que foi interrompida nesta quarta, e ainda sofreram multa de 30% de seus respectivos salários. Sentiu-se desprotegido e manifestou a pessoas próximas que não quer permanecer no Flamengo. Diretores rubro-negros garantem ainda não ter recebido uma oferta no papel, mas admite que o acerto é possível.

O jogador, que completa 27 anos em 11 de dezembro, defendeu o Flamengo entre 2008 e 2009 e teve participação importante no hexacampeonato, embora ainda fosse considerado uma promessa. Acabou negociado com o Tigres-MEX e passou por Botafogo, Samsung Bluewings-COR e Atlético-PR até voltar à Gávea, em janeiro de 2014. Retornou como "realidade" e logo tornou-se um dos principais jogadores do elenco, mas não manteve o nível na temporada seguinte.

São 148 jogos pelo Flamengo, 91 nesta última passagem, e 21 gols marcados (17 entre 2014 e a atual temporada). Em 2009, conquistou o Carioca e o Brasileiro. No ano passado, tornou a ser campeão estadual.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Campeão do Brasileirão levará R$ 10 mi em premiação; confira todos valores


A CBF divulgou, em seu site oficial, os valores das premiações para o Campeonato Brasileiro. Perto de confirmar o título, o Corinthians embolsará R$ 10 mi pela conquista da taça. No ano passado, o Cruzeiro ficou com R$ 9 mi por ter sido o primeiro no Brasileirão. Ao todo, serão R$ 35,8 mi em prêmios.

O Atlético-MG já tem uma motivação para o restante da temporada. O vice-campeão leva R$ 6,3 mi, e o terceiro colocado fica com R$ 4,3 mi. Portanto, o Galo briga com o Grêmio para ter R$ 2 mi no fim do ano. O quarto colocado terá R$ 3,2 mi.

As premiações são fornecidas pela TV Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. Com exceção das equipes rebaixadas, todas receberão prêmios. O menor valor é para o 16º colocado, que terá R$ 350 mil. 

 Confira todos os valores:

Campeão: R$ 10 mi
2º lugar: R$ 6,3 mi
3º lugar: R$ 4,3 mi
4º lugar: R$ 3,2 mi
5º lugar: R$ 2,2 mi
6º lugar: R$ 1,4 mi
7º lugar: R$ 1,3 mi
8º lugar: R$ 1,2 mi
9º lugar: R$ 1,1 mi
10º lugar: R$ 1 mi
11º lugar: R$ 900 mil
12º lugar: R$ 800 mil
13º lugar: R$ 700 mil
14º lugar: R$ 600 mil
15º lugar: R$ 450 mil
16º lugar: R$ 350 mil
17º   -
18º   -
19º   -
20º  vasco: cesta básica e pilhas para lanterna

Alan, Everton, Cirino, Pará e Paulinho são reintegrados ao elenco do Flamengo


Afastados, jogadores do Flamengo treinam no ninho do Urubu (Foto: André Durão)O afastamento de Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho chegou ao fim, e o quinteto será reintegrado ao elenco. Participação em festa no Recreio dos Bandeirantes após o treino do último dia 27 motivou a punição, que também resultou em multa de 30% do salário dos atletas. Membro da diretoria disse que ainda não foi definido se os cinco se juntam ao grupo já nesta quinta, porém admitiu: "a tendência é essa".

O quinteto se reuniu com a comissão técnica e demonstrou arrependimento. Também revelou-se incomodado com a exposição à qual foi submetido. Alan, Pará, Paulinho e Everton são casados e têm filhos. Cirino é noivo. A questão familiar também mexeu com o grupo.

O fato de o quinteto agora voltar a treinar no mesmo horário que o restante do elenco não quer dizer que serão relacionados para o jogo de domingo, contra o Goiás. Oswaldo é quem definirá isso.

Alan Patrick, emprestado pelo Shakhtar Donetsk-UCR até o fim de 2015, tinha a renovação até o meio do ano bem encaminhada, mas as conversas a respeito disso esfriaram. Everton tem boa chance de se transferir para o Tianjin Songjiang, da Segunda Divisão chinesa e time dirigido por Vanderlei Luxemburgo. 

Marcelo Cirino interessa ao São Paulo, mas, de acordo com Renato Duprat, representante do grupo Doyen Sports, que colocou o atacante no Flamengo, o mercado de fora é a prioridade.

Pará, emprestado pelo Grêmio até dezembro e com cláusula contratual que prevê renovação por mais dois anos, tem situação indefinida.

Paulinho, com contrato até fevereiro de 2018, teve propostas no início de 2015, mas quis seguir no Flamengo. O Rubro-Negro, porém, deseja se desfazer do atleta.

Ferramenta repassa parte dos lucros da venda de passagens ao Flamengo


Compre suas passagens na FlaTour!
Detentora da agência de viagens oficial do Flamengo, a Futebol Tour se consolidou como importante parceira do clube, organizando pacotes e eventos para aproximar cada vez mais o torcedor aos ídolos.  E, através de uma ferramenta no site da FlaTour, a empresa deve estreitar ainda mais seu relacionamento com o time rubro-negro.

Entrando no site da agência de viagens do Flamengo, o torcedor tem opção de adquirir passagens aéreas para diferentes destinos. Apesar de os itinerários não necessariamente estarem ligados ao futebol, a empresa repassa ao clube carioca 5% do lucro recebido pelo valor das passagens.

"O torcedor apaixonado busca ajudar seu time de coração de qualquer maneira. Ao comprar tickets aéreos pela Futebol Tour, o cliente faz normalmente a viagem que deseja, tem atendimento personalizado durante sete dias por semana e ainda auxilia financeiramente seu time. O objetivo é manter o lazer das pessoas e fortalecer o clube", afirmou o sócio-diretor da empresa, Bruno Paste.

A Futebol Tour já organizou diversos tipos de ações com o time rubro-negro. Além de disponibilizar semanalmente pacotes para as partidas da equipe, com ingresso e traslado inclusos, a agência também realiza o tour pelo Fla Experience, exposição interativa que narra a história do clube carioca. 

Zico detona Guerrero: 'De vítima não tem nada. Está sendo infantil'



A vitória do Grêmio sobre o Flamengo em imagens (foto:Ricardo Rimoli/LANCE!Press)Maior ídolo da história do Flamengo, Zico fez duras críticas a Paolo Guerrero, que vem em declínio em campo, apresentando nervosismo - o que fica evidente com o número de cartões do atacante ser o dobro do número de gols que ele já fez na equipe. O Galinho de Quintino destacou que o peruano está sendo infantil.

– De vitima ele (Guerrero) não tem nada. Ele está sendo muito inocente e infantil. Atacante como ele não pode ser expulso, não pode ficar reclamando toda hora e levando cartão. Ele não tem que reclamar, isso é problema da diretoria, não dele. Claro que ele é um jogador de nome e naturalmente qualquer gesto dele tem uma repercussão maior. Claro que a fase não estando boa e ele não fazendo o que pode fazer, acaba se desesperando - disse Zico à Rádio Globo, antes de completar:

- Mas ele não tem que se desesperar. Todo mundo sabe da qualidade dele, uma hora a bola via entrar. O que ele não pode é cometer esses atos, as imagens mostram claramente ele fazendo gesto para alguém. Mas acho que alguém dedurou.

Torcedores do Flamengo criam campanha por Michel Bastos, do São Paulo, nas redes sociais


Os torcedores do Flamengo começaram a se mobilizar nas redes sociais sugerindo o primeiro nome de reforço para 2016. Os rubro-negros criaram a hashtag #PedeOMichelBastos para convencer a diretoria a buscar o atleta, que está no São Paulo.

A campanha foi motivada depois que surgiram notícias de que o Tricolor paulista estaria de olho no atacante Marcelo Cirino, um dos jogadores afastados na última semana por participar de uma festa após um treinamento. É provável que a oferta do São Paulo envolva uma troca de jogadores, e os torcedores do Fla já escolheram seu jogador favorito.

Campanha torcedores Flamengo por Michel Bastos

Muito falante, Oswaldo de Oliveira esboça Flamengo com Jonas e Kayke


Oswaldo de Oliveira abriu a maior parte do treinamento desta quarta-feira, no Ninho do Urubu. E a atividade foi bem diferente do comum, com quatro balizas e mesmo número de goleiros. Inicialmente separou o grupo em três times: branco, laranja e verde. Um deles sempre ficava na "de fora". Com tantas traves à disposição e equipes com sete na linha. Depois disso, realizou um tático de 20 minutos, ainda com os quatro arqueiros em ação. Neste, revelou a formação que deve enfrentar o Goiás, no domingo, às 17h, no Maracanã: Paulo Victor, Ayrton, César Martins, Wallace e Jorge; Jonas, Márcio Araújo e Jajá; Gabriel, Emerson Sheik e Kayke.

Oswaldo treino Flamengo (Foto: Fred Gomes) 
Oswaldo gritou muito durante o treinamento desta quarta e incentivou muito sua equipe (Foto: Fred Gomes)
 
O técnico gritou muito durante a atividade, incentivando seus jogadores a marcarem a equipe adversária incessantemente no campo do rival. No início da atividade que revelou a provável escalação do próximo jogo, o titular (sem colete) só podia dar um toque na bola. "Pressiona, p... Laranja, eles só têm um toque. Vamos lá", gritava Oswaldo. O panorama se inverteu, e o time branco passou a ser cobrado. Lance em que Sheik tentou dar solução mais difícil na frente do goleiro Thiago, o treinador disse: "Também pode fazer o gol". 

Muitos garotos foram utilizados na equipe reserva, que treinou com Ronaldo, Marcelo, Samir e Armero; Canteros, Lucas Paquetá, Matheus Sávio (Thiago Santos) e Almir; Douglas Baggio e Guerrero. 

Luiz Antonio não treina, e Ederson faz trabalho à parte com bola
 
O volante Luiz Antonio não participou do treinamento desta quarta-feira. A sogra do atleta morreu durante a madrugada, e ele acabou liberado. A boa notícia ficou por conta de Ederson, que, após se exercitar na academia, fez trabalho à parte com bola.

Treino Flamengo no Ninho do Urubu (Foto: Fred Gomes) 
Oswaldo utilizou quatro balizas, e os goleiros Paulo Victor, César, Daniel e Thiago (Foto: Fred Gomes)

Ederson tem evolução na recuperação e pode ser até surpresa contra o Goiás


Ederson Flamengo treino Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Ederson está próximo do retorno ao time do Flamengo após pouco mais de um mês afastado por lesão. O meio-campo está em fase final de recuperação de um problema ligamentar no joelho direito e pode ser até surpresa do Rubro-Negro na partida contra o Goiás, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. As chances de estar em campo já no próximo duelo são consideradas remotas, mas não estão descartadas pelo departamento médico do clube. A última vez que Ederson disputou uma partida foi contra o Vasco, no dia 27 de outubro, justamente quando sofreu a lesão.

- Ele tem evoluído bem, dentro da realidade. Está fazendo um trabalho físico neste momento. Ele sente ainda um pouco no movimento de giro, que é normal. Mas a recuperação está dentro do prazo. Nem acelerado, nem lento. Ele já até trabalhou uma parte com bola. Ainda precisa trabalhar com bola com o restante do grupo. Vamos avaliar a evolução dentro da semana - disse Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo.

O retorno de Ederson pode significar uma dor de cabeça a menos para Oswaldo de Oliveira. O técnico tem o desfalque importante no setor de Alan Patrick, afastado junto com outros quatro jogadores (Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho) por ato de indisciplina. Na derrota contra o Grêmio, o Rubro-Negro atuou com quatro volantes, sem um armador de origem.

Nesta terça-feira no treinamento no Ninho do Urubu, Ederson voltou a realizar corridas em volta do campo. Porém, desta vez, o meio-campo fez trabalhos físicos com mais intensidade. Em um deles, inclusive, treinou arrancadas com posse de bola. Contratado em julho deste ano, Ederson fez apenas nove partidas pelo Flamengo. Marcou três gols.

Armero tem condição mais favorável
 
Quem tem mais possibilidades de ser relacionado para domingo é o lateral-esquerdo Armero, que completou 29 anos na segunda-feira. O colombiano, opção para o banco de reservas, treinou normalmente nesta terça no Ninho do Urubu e a liberação está quase sacramentada. O jogador encontra-se em fase final de recuperação de uma ruptura do músculo adutor da coxa direita sofrida no clássico contra o Fluminense, no dia 6 de setembro.

- (O Armero) Evoluiu bem. Ele teve uma lesão bem grave. Estávamos esperando uma recuperação de três meses. Voltou antes disso, e a evolução tem sido satisfatória. Não vou dizer que é surpreendente. Poderia estar demorando mais, sem estar fora do limite. Na nossa cabeça, a gente espera que tenha ele um boa semana e que já esteja a disposição para o próximo jogo - explicou Tannure.

O Flamengo volta a treinar nesta quarta-feira pela manhã, no Ninho do Urubu. Na 11ª colocação, o Rubro-Negro, que perdeu por 2 a 0 para o Grêmio na rodada passada, volta a campo no domingo, às 17h, no Maracanã, onde encara o Goiás, inserido na luta contra o rebaixamento.

Comentarista critica gestão de Rodrigo Caetano no Fla: "Péssimo trabalho"


O Flamengo viveu o alvoroço pela chegada de Guerrero, deu uma arrancada de seis vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro e chegou a vislumbrar a conquista de uma vaga na Taça Libertadores. A boa fase desandou nas últimas rodadas, com sete derrotas em oito rodadas. Na visão do jornalista Paulo Massini, da Rádio CBN, o gerente de futebol do Rubro-Negro, Rodrigo Caetano, vem cometendo erros crassos em sua gestão e é um dos responsáveis pelos problemas do time.

Presente no “Seleção SporTV” desta terça, Massini criticou o excesso de contratações na Gávea sem que a devida atenção fosse dada às categorias de base. O comentarista citou a chegada dos laterais-esquerdos Anderson Pico e Pará quando Jorge já despontava como uma revelação do clube.


- O Rodrigo Caetano fez um péssimo trabalho no Flamengo. Gosto de falar dele, porque é o exemplo crasso do trabalho mal feito no futebol do Flamengo (...) O maior exemplo da ruindade do Rodrigo Caetano e "adjacências" é a seguinte: você tem no elenco Pará e Anderson Pico, mas não tem um departamento que avalie quem está na base. O Jorge só entrou porque os dois estavam machucados. Ainda trouxeram o Armero – disse.

O Flamengo está a nove pontos do G-5, grupo dos cinco primeiros colocados que se classificam à Libertadores caso o Santos seja campeão da Copa do Brasil. São quatro jogos sem marcar um gol sequer. Na era dos pontos corridos, o maior número de derrotas aconteceu em 2004 – 18 – quando 22 equipes disputaram o Brasileirão. Este ano, já são 17.

Na visão de Massini, a a contratação de um técnico estrangeiro também não daria certo no Flamengo em função da conturbada cena política.

- Vamos convidar o Bielsa, por exemplo, para vir ao Flamengo. Maior torcida do Brasil. O cara vai ler a notícia até o final. Vai ver que o time tem quatro, cinco "Flamengos" dentro de uma agremiação. Gostaria de ver, claro, mas acho uma loucura o Flamengo, nesse ambiente, trazer um técnico estrangeiro. Até entender tudo o que está acontecendo, já foi mandado embora.

O Flamengo volta a campo diante do Goiás, no Maracanã, no próximo domingo, às 17h (de Brasília), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time é o 11º colocado na tabela, com 44 pontos.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Flamengo x Goiás: ingressos à venda a partir desta quarta pela internet


Guerrero Flamengo Goiás (Foto: Francisco Stuckert / Agência Estado)
O Maracanã divulgou, na tarde desta segunda, que ingressos para a partida entre Flamengo e Goiás, neste domingo, às 17h, serão vendidos pelo site do estádio a partir das 22h desta quarta-feira. Na quinta, a comercialização nos pontos de venda terão início a partir das 10h. O torcedor poderá comprar ingressos ou carregar seu Cartão Maracanã pelo site até as 12h de domingo. No sábado, a venda na bilheteria do estádio será de 10h às 14h, devido ao jogo entre Fluminense e Chapecoense.

Portadores do benefício da meia-entrada, deverão portar o comprovante na hora da compra e na entrada ao estádio. O cancelamento das compras online poderá ser feito no próprio site até 24 horas antes do início da partida.

A distribuição das gratuidades garantidas por lei será feita a partir da abertura dos portões, domingo, às 15h, e limitadas à capacidade física do setor. Os setores Maracanã Mais e Leste Inferior têm lugar marcado e não possuem gratuidade.

SERVIÇO 
 
Norte Nível 1 / Norte Nível 2 / Norte Nível 5 (Flamengo)
R$ 50 (Inteira) / R$ 25 (meia-entrada)
Sul Nível 2 (Goiás)
R$ 50 (Inteira) / R$ 25 (meia-entrada)
Leste Inferior (Setor Misto e com lugares marcados)
R$ 70 (Inteira) / R$ 35 (meia-entrada)
Maracanã Mais (Setor Misto e com lugares marcados) – com serviços
R$ 145 (Inteira) / R$ 95 (meia-entrada)

PORTÕES DE ACESSOS
Os portões abrem às 15h e fecham no início do segundo tempo da partida.

A – Maracanã Mais, Camarotes e Cadeiras Cativas (Setores Mistos) e Setor Norte Nível 5 (Torcida do Flamengo)

B – Setor Sul Nível 2 (Torcida do Goiás)
C – Setor Sul Nível 2 (Torcida do Flamengo) - Bloqueado
D – Setor Leste Inferior (Setor Misto)
E – Setor Norte Nível 1 e 2 (Torcida do Flamengo)
F – Setor Norte Nível 1 e 2 (Torcida do Flamengo)

PONTOS DE VENDA E RETIRADA ANTECIPADA – 10h às 17h
 
Maracanã (Bilheteria 4) - Av. Maracanã, s/nº (Flamengo) – No sábado (7/11), a venda será das 10h às 14h
Estádio Caio Martins - Rua Presidente Backer, s/nº - Icaraí, Niterói
Sede do Flamengo – Av. Borges de Medeiros, nº 997 (Sócio)
Sede do Flamengo – Praça Nossa Senhora Auxiliadora, s/nº
Espaço Rubro Negro – Méier – R. Dias da Cruz, nº 255 – Shopping Méier
Espaço Rubro Negro – Shopping Nova América – Av. Pastor Martin Luther King Jr, nº126 – 1º piso
Espaço Rubro Negro – Via Brasil – Rua Itapera, nº500 – Irajá
Espaço Rubro Negro – Quitanda – Rua da Quitanda, nº87 – Centro
Espaço Rubro Negro – Downtown – Av. das Américas, nº500, loja 114 – Barra
Espaço Rubro Negro – Madureira – Estada do Portella, nº222
Ticket Point Bar e Lanchonete – Av. Atlântica, quadra 12

* No dia do jogo, só haverá venda de ingressos na sede do Flamengo, na Gávea (10h às 13h), além das bilheterias do Maracanã até o término do primeiro tempo e no site www.maracana.com até as 12h.


Mesmo com Flamengo a nove pontos do G-5, Jorge se recusa a jogar toalha


O Flamengo está a nove pontos do quinto colocado, São Paulo - que soma 53 -, e a possibilidade de um G-5 ser aberto no Campeonato Brasileiro não está nem confirmada. Mesmo assim, é padrão na Gávea afirmar que o Rubro-Negro não está a passeio na competição. Jorge engrossa o coro e promete lutar até o fim.

Jorge concede coletiva no Ninho do Urubu (Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com) 
Jorge concede coletiva no Ninho do Urubu (Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com)
 
- A gente sempre vai jogar com responsabilidade no Flamengo. Nosso objetivo é a Libertadores. Não desistimos ainda. Pode ter um G-5 pela frente. O Santos vencendo (a Copa do Brasil) ajuda a gente. Mas temos que pensar nestes cinco jogos que restam. Condições acho que temos, sim. Mas o objetivo é focar nessa etapa final do campeonato e tentar somar o máximo possível pontos - afirmou o camisa 36, que adotou tom ameno e não polemizou na entrevista coletiva.

As sete derrotas nos últimos oito jogos e o acúmulo de recordes negativos (clique e leia algumas das marcas registradas após o revés diante do Grêmio), segundo Jorge, são fruto da falta de concentração do elenco. Para ele, é preciso mostrar que o grupo pode se reerguer.

- A grandeza que o Flamengo tem é difícil até de falar de tantas derrotas, mas sabemos das dificuldades que estamos passando. É concentrar bastante nessa etapa final para tentar vencer esses jogos. É a fase (jejum de quatro jogos sem marcar). Nesses cinco jogos temos de mostrar a força que o elenco tem.

Confira outros pontos abordados:
 
Possíveis propostas para 2016
Ser mais feliz do que estou sendo aqui dentro. Sobre propostas e clubes de fora deixo com meu empresário e meu pai resolverem. Vivo momento maravilhoso. Até pouco tempo ficava ali atrás vendo os treinamentos e estou vivendo o meu sonho.

Afastamento de Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho
Deixo o assunto com a diretoria, mas é triste. Não tive oportunidade de conversar com os afastados. O clube fica triste pela perda, sabemos da qualidade deles. Mas agora temos de mostrar a força do grupo. É triste, sim, mas isso é para a diretoria resolver.

Principal motivo para o momento ruim
Falta de concentração. Sabemos da capacidade que temos. Primeiro tempo a gente começa bem, só que temos de concentrar mais na parte final para concluir as jogadas. Incomoda não conseguir concretizar o que queremos. Conversamos, nos cobramos bastante, mas é treinar e ver o que o professor tem para acertar isso.

Conversa com jovens
Até pouco tempo eu estava no time de baixo. A capacidade que cada um tem na base é grande demais, eu sei da qualidade de cada um. Ronaldo, Sávio, Baggio, Dumas. O clube sabe da força da base e é sempre bom estar contando com eles. O que eu puder passar para eles do que estou vivendo aqui vai ser importante. Subi, escutei bastante. Quero passar para eles que é honrar a camisa e dar o melhor. Contato com eles é maravilhoso. Estou sempre com eles no dia a dia e em contato por celular.

Ausência do Guerrero
Nesse momento é mostrar a força do elenco e a qualidade dos jogadores que vão entrar no lugar do Guerrero e dos cinco afastados. Nos treinamentos, eles mostram muita força.

Pressão
Eu gosto dessa pressão que os torcedores botam em cima da gente. Sabemos que quando perde é assim mesmo. Tem que estar preparado para tudo, críticas ou elogios. Já temos experiência para encarar. É saber lidar com isso e ter calma.

Volta de Sheik
Passa muita experiência da vida dele para nós que estamos começando. Sempre procuro conversar muito com ele e escutar o que ele tem para dizer. Sempre passa muita confiança. Dizia que estava com o grupo para tudo. Todos sabemos da qualidade que ele tem e da experiência em campo.

Sentimento
Sentimento ruim, nenhum jogador fica feliz com a situação que a gente está. Futebol vive disso: vitórias e derrotas. Sabemos das dificuldades do Brasileiro e temos de procurar recuperar todas essas derrotas.

Armero é novidade do treino do Flamengo e Emerson deixa atividade após pisão


Armero 03/11 (Foto: Fred Gomes)
A terça-feira rubro-negra teve como principal novidade a participação de Armero no treinamento dos reservas, no Ninho do Urubu. Recuperado de lesão no adutor da coxa sofrida no início de setembro, o colombiano treinou com desenvoltura e, numa atividade realizada em campo reduzido, fez gols típicos de centroavante, pegando rebotes na pequena área.

Emerson Sheik e Paulo Victor foram os únicos titulares que participaram do treino no campo - o restante trabalhou na academia. Sheik, porém, levou um pisão no pé direito e deixou o gramado antes que os demais companheiros. Juntou-se ao time principal na sala de ginástica do CT.

Ederson novamente fez atividade física no Ninho do Urubu. O meia realizou corridas em volta do campo e ainda arriscou arrancadas com posse de bola. Ele está em fase final de recuperação de uma lesão no joelho direito. Muitos jovens como Ronaldo, Matheus Sávio, Cafu e Douglas Baggio também participaram do treino.

Nesta quarta-feira, o treinamento novamente será no período da manhã. Na 11ª colocação, o Flamengo, que perdeu por 2 a 0 para o Grêmio na rodada passada, volta a campo no domingo, às 17h, no Maracanã, onde encara o Goiás, inserido na luta contra o rebaixamento.

                                                                                                     Armero é vigiado por Jonas(foto)

Flamengo prevê aumento de receita e espera gastar R$ 182 mi com futebol em 2016


Info FINANCAS DO FLAMENGO (Foto: infoesporte)Enquanto o departamento de futebol do Flamengo traça o planejamento e analisa peças para a próxima temporada, a área de finanças do clube trabalha para fechar os números do orçamento para 2016. E o clima é de otimismo no setor. O Rubro-Negro espera um crescimento de 18% da receita bruta, com uma arrecadação de R$ 425 milhões. Para o principal departamento, o futebol, a projeção aponta uma verba de 182 milhões para gastos gerais. O montante para contratações vai partir de R$ 20 milhões - podendo aumentar caso algum jogador seja negociado. Cabe ressaltar que os números são preliminares e ainda carecem de aprovação do Conselho Administrativo do clube.

O crescimento da receita é proveniente principalmente do aumento de R$ 70 milhões na verba cota de TV, que vai atingir o valor de R$ 182 milhões em 2016. Há também grande otimismo com o programa sócio-torcedor. O Fla espera um salto de 59 para 80 mil sócios no próximo ano e uma arrecadação neste quesito de R$ 41,5 milhões.

- Vamos ter um aumento grande na cota de televisão. Daí vem boa parte do nosso otimismo. Mais R$ 70 milhões, e isso já está acordado. É um valor relevante. O ano é desafiador para todo o brasileiro, diante do contexto econômico. Apesar disso, o Flamengo hoje tem condições maiores do que os rivais. Se o ano é desafiador para o Flamengo, imagina para os outros. O Flamengo tem a maior torcida, tem uma dívida quase equacionada. Num critério relativo, eu acho que vai ser um ano ótimo - disse o vice de finanças do Fla, Cláudio Pracownik.

As projeções apresentadas neste relatório preliminar são baseadas em previsões base, ou seja, sem otimismo ou pessimismo exagerado. O crescimento de orçamento para a pasta do futebol vai acompanhar o aumento de receita. Ou seja, pouco menos de 18% de avanço. Ao todo, o departamento terá R$ 182 milhões para gastos com folha salarial (R$ 100 mi), direitos de imagem e despesas com jogos. A pasta deve este ano fechar com um gasto de R$ 155 milhões. Portanto, o Fla terá mais R$ 27 milhões para utilizar com futebol na próxima temporada.

A verba para contratações deve ganhar um significativo aumento, acima da margem de aumento de receita. Este ano, a pasta gastou todo o orçamento de R$ 12 milhões com a aquisição de Guerrero - Marcelo Cirino, inicialmente, teve a sua aquisição custeada por investidores. Para 2016, porém, o montante deve ser de R$ 20 milhões, crescimento de 66% em relação a 2015. O valor leva em consideração que o clube receberá no próximo a indenização de € 3 milhões (R$ 12,7 milhões na cotação atual) pela venda de Hernane ao Al-Nassr, da Arábi Saudita. Este valor ainda poderá sofrer acréscimos com venda de atletas, uma vez que toda a arrecadação com negociações é revertida para contratações. Vale lembrar que o clube vê com bons olhos as vendas de Everton, Paulinho e Marcelo Cirino, todos envolvidos em ato de indisciplina.


 

Guerrero apresentação Flamengo (Foto: André Durão)Aquisição de Guerrero respondeu pelo gasto total de R$ 12 milhões com contratações este ano (Foto: André Durão)

Receita com patrocinadores estável
O único número que é visto com cautela pelo Flamengo é a arrecadação com patrocinadores. A crise financeira que vive o país obrigou o Rubro-Negro a projetar apenas uma manutenção na receita com patrocinadores: R$ 95 milhões. O clube tem hoje quatro investidores. Destes, apenas a Adidas tem contrato longo: até 2023. Caixa Econômica Federal (master) e Jeep expiram no fim do ano. Por fim, o vínculo da Tim termina em março de 2016.

Nenhum patrocinador com contrato perto do fim acertou a renovação até o momento. A Caixa já abriu conversas, mas os valores ainda não foram acertados. Quanto aos outros, o Fla mantém o otimismo com possíveis renovações.

- Nosso cenário base é de manutenção dos valores atuais que temos. Claro que sempre estamos querendo melhorar, crescer os números dos investidores. Mas o cenário econômico que está aí e não é dos melhores. Pretendemos manter. É um dinheiro bom. Este valor me permite investir. Todos estão conversando. Ninguém acenou para um encerramento de parceria. Temos outros nomes interessados também - afirmou Pracownik.

Base: benefício indireto
O investimento com o futebol de base ficará praticamente estável. Pouco mais de R$ 300 mil de crescimento, totalizando R$ 9 milhões para o próximo ano. Entretanto, o grande "benefício" das categorias inferiores será o investimento com a conclusão do módulo profissional do centro de treinamento - viabilizado com o alívio de caixa com a inclusão no Profut. A estrutura provisória atualmente utilizada pelo time principal ficará para a base até o fim das obras gerais do Ninho do Urubu.

Apesar do crescimento tímido em montante financeiro, o Flamengo trabalha com a meta de ter 30% do elenco profissional oriundo da base na próxima temporada. O benefício neste caso é duplo: o clube deixa de despender valores com negociações e ainda tem um alto lucro de venda. 

- A base terá o atendimento do módulo que hoje é profissional. Vamos ter um cenário mais positivo para a base do Flamengo no próximo ano. Nós compreendemos a importância da base no futuro do Flamengo. Planejamos ter 30% do time profissional formado com jogadores formados no clube - finalizou o vice de finanças.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Em jogo disputado, Flamengo estreia com derrota no NBB 8



Marquinhos foi o cestinha do jogoEm uma partida com muita marcação e pouco espaço, o FlaBasquete foi superado pelo Bauru na noite desta segunda-feira (2.11). A estreia no NBB 8 marcou também a reedição da final do último torneio, mas desta vez a equipe paulista venceu em casa, contando com o apoio de sua torcida. Foi a primeira vez que o Flamengo perdeu uma estreia no Novo Basquete Brasil.

"Vai ser sempre assim Bauru x Flamengo. Jogo disputado. Infelizmente, o nível de entrosamento da nossa equipe ainda não está ideal. Muitos jogadores novos. Mas temos o campeonato todo para melhorar o entrosamento", analisou o ala Marquinhos. O FlaBasquete enfrenta o Franca na próxima quinta-feira (5.11).

A equipe de José Neto começou equilibrando a partida e terminando o primeiro quarto na frente por dois pontos (19 x 21). Porém nos dois quartos seguintes o Bauru aproveitou o fator casa e terminou na frente. O Mais Querido se recuperou na etapa final, mas o adversário conseguiu usar a diferença e a torcida local ao seu favor. Pelo Flamengo, Marquinhos foi  o cestinha com 17 pontos. Meyinsse fez 16 e JP Batista fechou o jogo com 13.

Você pode garantir seu lugar em todos os jogos com mando rubro-negro para empurrar o time rumo ao penta! Compre o FlaPasse, o season ticket do FlaBasquete, e garanta sua presença.

Parciais:
1º quarto: Bauru 19 x 21 Flamengo
2º quarto: Bauru 17 x 13 Flamengo
3º quarto: Bauru 26 x 17 Flamengo
4º quarto: Bauru 15 x 22 Flamengo
Placar total: Bauru 77 x 73 Flamengo

A equipe de basquete adulto do Clube de Regatas do Flamengo conta com aporte direto de recursos de seus patrocinadores – SKY, Estácio e Peugeot – além de investimentos da Tim via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte/Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Juventude (ICMS). Você também pode contribuir para a formação de novos atletas do FlaBasquete se tornando um Anjo da Guarda Rubro-Negro. Basta transferir até 6% de seu IR devido, recebendo sua contribuição de volta na restituição do imposto de renda. Acesse www.flamengo.com.br/anjodaguarda e participe!