Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Flamengo recua, e renovação de contrato com Márcio Araújo fica indefinida


Márcio Araújo tem situação indefinida no Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
A renovação de contrato com Márcio Araújo parecia questão de tempo. Cerca de dois meses atrás, quando o volante foi homenageado pelos 100 jogos com a camisa rubro-negra, o vice-presidente de futebol Gerson Biscotto e o diretor executivo Rodrigo Caetano o encheram de elogios e deixaram claro que a intenção do Flamengo era estender o compromisso, que termina no dia 31 de dezembro. No entanto, segundo apurou o GloboEsporte.com, o nome do jogador tem enfrentado alguma resistência interna, e a renovação, em vez de caminhar pra frente, ficou indefinida.

O vice de planejamento e futuro vice de futebol caso o presidente Eduardo Bandeira de Mello vença as eleições da próxima segunda-feira, Flávio Godinho, despistou sobre Márcio Araújo e disse que a questão vai depender do futuro treinador - Muricy Ramalho está apalavrado.

- Isso vamos conversar. Passa pela discussão com o novo técnico. Nenhuma atitude será tomada sem a aprovação do novo técnico - declarou Godinho.

Jogador que não aparece muito para a torcida, Márcio Araújo tem como principal característica a regularidade. Ele não brilha, mas também não costuma comprometer as atuações do time. O volante, por outro lado, convive com a implicância dos torcedores. Assim como toda a equipe, Márcio teve queda de rendimento e foi mal na reta final do Campeonato Brasileiro.

Márcio Araújo está com 31 anos e chegou ao Flamengo em 2014. Fez 109 jogos pelo clube e marcou três gols. O momento mais marcante ocorreu na final do Campeonato Carioca do ano passado, onde foi o autor do gol do título sobre o Vasco - em posição irregular.

Além de Márcio, outros sete estão em fim de contrato. Quatro não estão nos planos da diretoria para 2016: Almir, Ayrton, Armero e Marcelo. Dos outros três, Pará tem renovação por dois anos já prevista no papel. E o Flamengo conversa para manter Emerson Sheik e Alan Patrick.

NBB: Flamengo abusa das bolas de três e atropela o Vitória em Salvador


O Flamengo deu show no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras na noite desta quinta-feira, em Salvador. A equipe carioca não tomou conhecimento dos donos da casa, que vinham de três triunfos consecutivos, e derrotou o Vitória pelo placar de 96 a 70. O cestinha da partida foi Marquinhos, que anotou 21 pontos. Destaque para o ótimo público na Bahia: os torcedores esgotaram os 2.090 ingressos colocados à disposição.

Para construir a vantagem de 26 pontos, o Flamengo castigou nas bolas de três. Marquinhos, com três, e Rafael Mineiro e Marcelo Machado, com duas cada, ajudaram o Rubro-Negro a fazer um total de 11 cestas de três, garantindo um aproveitamento de 45,8%. Pelo Vitória, destacou-se o armador Kojo, que anotou 17 pontos e foi o cestinha da equipe.

Vitória x Flamengo - NBB basquete (Foto: Francisco Galvão/EC Vitória) 
Flamengo passa pelo vitória com facilidade em Salvador (Foto: Francisco Galvão/EC Vitória)
 
 
O Flamengo terá apenas alguns dias para descansar. Na próxima terça-feira, a equipe volta a jogar em casa e encara a equipe do Caxias do Sul, na Gávea, em duelo marcado para às 20h (horário de Brasília). Já o Vitória folga na rodada e só volta às quadras no dia 11 de dezembro, quando encara o Rio Claro, fora de casa.
 
Ficha do jogo

VITÓRIA
Titulares: Kojo (17), Jason Smith (3), Calvo (6), Feliz (5), Renan 11). Entraram: Nilson (10), Edu (8), William (2), Rafinha (5), Taddei (3), Diego (0), Tiago (0) e Jairo (0). Técnico: Régis Marrelli.

FLAMENGO
Titulares: Rafael Luz (6), Marquinhos (21), Mineiro (15), Robinson (5) e Meyinsse (5). Entraram: Marcelinho Machado (19), JP Batista (16), Gegê (6), Danielzinho (2), Mingau (2) e Jorge(3). Técnico: José Neto.



quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Destruído por incêndio em 2012, ginásio do Flamengo é reinaugurado


A primeira vez que pisou no ginásio do Flamengo, em 1997, é lembrada com riqueza de detalhes. Jade Barbosa recorda o que sentiu ao ver os irmãos Daniele e Diego Hypolito treinando naquele espaço que acabou ganhando um quê de sagrado para ela. Em 29 de novembro de 2012, um incêndio deixou toda a equipe desnorteada e sem casa. Cada um foi obrigado a tomar um novo caminho. Nesta quinta-feira, Jade não escondia a satisfação de ver sua velha casa com cheiro de nova ser reinaugurada. Numa das paredes, uma placa com seus nome repousa ao lado das que homenageiam os Hypolito, Sergio Sasaki, Luisa Parente e mais outros quatro ginastas que representaram o clube em Mundiais e Olimpíadas. 

Ginásio de ginástica do Flamengo é reinaugurado (Foto: Danielle Rocha) 
Ginásio de ginástica do Flamengo é reinaugurado (Foto: Danielle Rocha)

As obras de recuperação foram um investimento do Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC, sigla em inglês) e contaram também com "um dinheirinho" do Flamengo, como diz o presidente Eduardo Bandeira de Mello. A Confederação Brasileira de Clubes (CBC) ajudou na compra de equipamentos que ainda estão para chegar, além dos doados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). O local ganhou um sistema de climatização capaz de diminuir em 10 graus a temperatura ambiente, além de sala de fisioterapia e outra para técnicos.

- Foram três anos superlongos. Quando tudo aconteceu a gente ficou muito triste por ser a nossa segunda casa. E ver tudo de pé de novo, ver que esse ginásio tem um clima bom não tem alegria maior. Está todo mundo animado. Está tudo bem feito, tem aparelhagem, está com banheiro... a gente tinha uma situação difícil aqui. Só em saber que temos nosso canto de volta, não tem preço - disse Jade.   

Equipe de ginástica do Flamengo na reinauguração do ginásio (Foto: Danielle Rocha) 
Equipe de ginástica durante evento no reformulado ginásio (Foto: Danielle Rocha)

Os cuidados são seguidos por todos. Para preservar o tablado do solo, plásticos foram colocados para evitar que a água de três pequenas goteiras pudessem danificá-lo. Assim que a chuva der uma trégua, o problema será reparado. Logo ali ao lado, Georgette Vidor exibia uma largo sorriso. Mostrava satisfação por ver de novo o ginásio onde passou boa parte da carreira "vivo". Ele deverá ser o endereço da equipe brasileira feminina do Brasil depois que o CT da Arena da Barra for entregue ao Comitê Organizador dos Jogos, possivelmente em abril. As conversas estão bem encaminhadas, de acordo com a coordenadora da seleção. 

- Quando esse ginásio pegou fogo a gente não sabia se ia ser possível resgatá-lo. Ainda bem que na época nós conseguimos o apoio da prefeitura de Três Rios para que as meninas pudessem treinar lá. O Flamengo tem metade da seleção. Agora temos ele recuperado, fresco, e o Rio vai poder continuar formando atletas, o Flamengo é o maior formador do país. Esse ginásio pronto também nos dá tranquilidade para ter essa casa para treinar quando sairmos do CT. É provável. A negociação entre Federação Internacional (FIG), Comitê Olímpico Internacional (COI) e Comitê Rio 2016 está bem encaminhada. Acredito que levará mais uma semana - afirmou Georgette, que agora dá nome à sala de força do clube. 

Jajá e Marcelo treinam no time titular e devem ser as novidades para domingo

O Flamengo deverá ter mudanças para a última partida do Campeonato Brasileiro, domingo, às 17h (de Brasília), contra o Palmeiras, no Maracanã. No treino da manhã desta quinta-feira, no Ninho do Urubu, o técnico Jayme de Almeida ministrou um coletivo com três equipes e escalou Marcelo e Jajá no time titular nos lugares de César Martins e Canteros, respectivamente. 

Jajá entrevista Flamengo (Foto: Felippe Costa) 
Jajá treinou entre os titulares nesta quinta-feira (Foto: Felippe Costa)
 
A novidade na atividade foi a volta do goleiro Paulo Victor, que não treinou na quarta-feira depois de reclamar de dores musculares. Por outro lado, Emerson Sheik não apareceu no campo. O atacante ficou na sala de musculação, mas não deve ser problemas para a partida de domingo. A dúvida continua em relação a Paolo Guerrero, que continua sentindo o tornozelo esquerdo e também foi ausência no gramado.

Jajá Flamengo gelo tornozelo (Foto: Felippe Costa)Jajá apareceu para coletiva com gelo no tornozelo esquerdo (Foto: Felippe Costa)
 
Durante o treinamento, Jorge chegou a preocupar ao colocar as mãos na lombar por diversas vezes. O lateral foi atendido, mas voltou a trabalhar normalmente. Jajá também reclamou de uma pancada no tornozelo e saiu de campo mancando bastante. Tanto que apareceu na coletiva com uma proteção de gelo no local, mas disse estar à disposição para domingo. 

 - Foi apenas uma pancada. A temporada para mim foi importante e agora estou podendo jogar no Flamengo e quero aproveitar - disse.

Com isso, o provável time para enfrentar o Palmeiras dever ter: Paulo Victor, Pará, Marcelo, Wallace e Jorge; Márcio Araújo, Jajá, Alan Patrick e Gabriel; Sheik e Kayke. O Flamengo está com 49 pontos e na 12° colocação no Campeonato Brasileiro.

Flamengo confirma retorno ao vôlei com equipe masculina na Superliga B


O Flamengo confirmou nesta quinta-feira o retorno às competições adultas de alto rendimento. Em comunicado enviado aos sócios-torcedores por e-mail, o vice-presidente de Esportes Olímpicos, Alexandre Póvoa, informa que terá uma equipe masculina inscrita na Superliga B de 2016, competição considerada a segunda divisão do vôlei nacional e que garante ao campeão  acesso à elite do vôlei nacional na temporada seguinte.

No documento encaminhado à torcida, Póvoa ressalta que o projeto é fruto de um trabalho consistente e simboliza uma volta gradual e consistente do projeto olímpico do Flamengo, agradecendo ao governo do estado e à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) pelo apoio. Na carta, o dirigente refere-se ao vôlei como segundo esporte na preferência nacional, à frente do basquete, carro-chefe dos esportes olímpicos do clube.

Em maio o Flamengo havia ventilado a possibilidade de retornar à Superliga em um projeto conjunto com a UFJF, mas a parceria não vingou, e a equipe mineira disputa atualmente a competição de elite por conta própria.

Apesar de manter equipes de base e possuir destaque no cenário estadual em algumas categorias, o Rubro-Negro não tinha uma equipe de alto rendimento desde a temporada 1996/1997. A última vez que a cidade do Rio de Janeiro foi representada na competição foi em 2013/2014. O Rio, então campeão nacional, perdeu seu principal patrocinador, viu os atletas debandarem e encerrou suas atividades.

Confira o comunicado na íntegra
 
vôlei flamengo comunicado alexandre póvoa (Foto: Reprodução / Flamengo)

Flamengo e Flu negociam compra do consórcio que administra o Maracanã



Unidos por melhorias no futebol carioca, unidos na Primeira Liga e unidos na tentativa de comprar o consórcio que administra o Maracanã. Em conjunto com a empresa CSM, especializada em marketing esportivo, Flamengo e Fluminense negociam a aquisição da operação do estádio – em condições de igualdade. Tratativa que envolve a construtora Odebrecht e o governo do estado do Rio de Janeiro.

 
A ideia surgiu durante a aproximação das gestões de Eduardo Bandeira de Melo e Peter Siemsen. E se baseia na possibilidade de lucrar mais os jogos - atualmente, os clubes têm acordos individuais para a exploração de bilheteria. Passou a ganhar corpo, porém, após a Odebrecht, comandante do consórcio, não conseguir renegociar o contrato de exploração com a administração do governador Luiz Fernando Pezão. Em dificuldades financeiras, a Maracanã SA, nos dois primeiros anos de funcionamento, teve prejuízo: R$ 48 milhões em 2013 e R$ 77 milhões em 2014, conforme balanço financeiro. Existe, então, a possibilidade de negociação da empresa.   

O tema foi discutido, pela última vez, com todas as partes, na semana passada. Na sexta-feira, em encontro com Pezão, representantes de Fla e Flu, reunidos no Palácio Guanabara para tratar da reforma do estádio Luso-Brasileiro, a alternativa ao fechamento de Maracanã e Nilton Santos para os Jogos 2016, trocaram informações. O Estado deverá dar o aval à negociação, afinal, a Odebrecht teria investimentos a serem feitos no parque aquático Júlio Delamare e do estádio de atletismo Célio de Barros, mantidos no complexo em detrimento à construção de estacionamento e de shopping.   

- O consórcio, aparentemente, tem interesse em deixar o negócio. O governo do Estado não pretende receber a operação de volta tendo em vista as dificuldades da área pública. Então, Fluminense e Flamengo estão conversando entre si e falando com o consórcio para avaliar a viabilidade de adquirir o negócio - confirmou o presidente tricolor Peter Siemsen, que ainda negou a possibilidade de o Flu ser inquilino do Fla, como divulgado nesta semana:  

- Não existe a possibilidade de eu aceitar uma coisa dessas. De jeito nenhum. Este tipo de informação, em um contexto de disputa eleitoral do Flamengo, não tem procedência fidedigna.  

Fred Luz, diretor geral do Flamengo, Fred Luz, confirmou a intenção dos clubes. Para ele, o momento é de esperar uma definição do consórcio:   

- A preocupação de Flamengo e Fluminense é o que vai acontecer com o Maracanã. Se o consórcio ficar lá, está tudo certo. Um está mais satisfeito, outro menos, mas temos contrato com eles em andamento. A gente acha que é melhor que um dia os clubes sejam os donos dos contratos, ou protagonistas dos contratos. A gente prefere que não tenha uma empresa intermediária querendo se apropriar daquele negócio. Nós até admitimos ter uma empresa prestadora de serviços na operação, o que é outra coisa. Então, se houver perspectiva de (o consórcio) sair ou ser sucedido no contrato, o Flamengo e o Fluminense desejam estudar isso. Estamos estudando os números para ver se a gente tem um projeto economicamente viável. Estamos analisando para ver se conseguimos alguma equação que seja interessante do ponto de vista econômico para que Flamengo e Fluminense venham um dia a tomar conta do estádio.

O consórcio formado por Odebrecht Participações e Investimentos S.A. (empresa líder, com 90%), IMX Venues e Arena S.A (de propriedade de Eike Batista, com 5%) e AEG Administração de Estádios do Brasil LTDA (também com 5%) venceu a licitação para administrar o Complexo do Maracanã por 35 anos, a partir do final da Copa das Confederações (30 de junho de 2013). Pelo edital, a previsão inicial de gasto no investimento total no Complexo do Maracanã era de R$ 594.162.148,71.

Flamengo se aproxima de Chiquinho; veja como anda o mercadão rubro-negro

De olho na próxima temporada, o Flamengo é um dos times brasileiros mais ativos no mercado neste momento. Insatisfeita com o péssimo desempenho do elenco ao longo do ano, a diretoria rubro-negra planeja grande reformulação e está na busca por novos jogadores. E o último nome com quem o clube deixou bem encaminhado o acerto foi Chiquinho. O lateral-esquerdo tem contrato com o Santos até o fim de dezembro e, com poucas chances, não deve renovar por lá. As conversas com o Rubro-Negro andaram bem e estão adiantadas.

Chiquinho está com 26 anos e teve passagem pelo futebol do Rio de Janeiro em 2014, quando defendeu o Fluminense. Na época, era reserva de Carlinhos. O Flamengo pensa na contratação do lateral para compor elenco e ser o reserva do jovem Jorge, que se destacou nesta temporada. O colombiano Armero, por sua vez, está de saída do Ninho do Urubu.

Montagem Jogadores Perto do Flamengo (Foto: GloboEsporte.com) 
Chiquinho (E) se junta a Juan, Rodinei e Arão: todos estão perto de reforçar o Flamengo (Foto: GloboEsporte.com)

Antes de Chiquinho, o Fla deixou acerto com outro atleta bem encaminhado: o lateral-direito Rodinei, da Ponte Preta. E mais dois nomes estão apalavrados: o zagueiro Juan, do Internacional, e o volante Willian Arão, do Botafogo. Arão, porém, ainda precisa resolver seu problema com o Alvinegro, uma vez que os dois agora brigam na Justiça por questões contratuais. Se tudo correr conforme a diretoria espera, esses nomes serão anunciados como primeiros reforços para 2016 depois da eleição da próxima segunda-feira, em caso de vitória do atual presidente Eduardo Bandeira de Mello.

O Flamengo está mapeando o mercado com cuidado e já fez várias consultas por jogadores que lhe interessavam, mas a maioria dessas operações esbarra no alto custo. O GloboEsporte.com fez uma lista com todos os nomes que já foram divulgados no site como alvos do Rubro-Negro para o ano que vem e atualizou a situação de cada um deles. Veja a seguir.

Mercado Flamengo 2016 (Foto: GloboEsporte.com)

Flamengo encaminha renovação de contrato com diretor Rodrigo Caetano


Rodrigo Caetano  (Foto: Guilherme Giavoni)Não são só alguns jogadores que terão seus contratos encerrados no fim de dezembro. O diretor executivo de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, também está nesse grupo. O dirigente, que chegou ao Rubro-Negro nesta temporada, tem boa avaliação interna da parte política do clube, apesar do ano ruim do time, e a tendência é que ele renove para 2016.

O vice-presidente de futebol do Flamengo hoje é Gerson Biscotto, mas ele será substituído por Flávio Godinho se o presidente Eduardo Bandeira de Mello se reeleger na eleição do dia 7 de dezembro na Gávea. Godinho, atual vice de planejamento, está à frente de todos os planos para a próxima temporada e afirmou que conta com Rodrigo Caetano. 

- Temos uma parceria muito grande com o Rodrigo, ele já está participando ativamente do planejamento para o ano que vem. Não tem por que ele se desligar do Flamengo - disse ao GloboEsporte.com.

Caetano tem ainda a confiança de um dos dois candidatos da oposição, Wallim Vasconcellos, que já sinalizou que o manterá no cargo no caso de sair vencedor do pleito presidencial.

Ao que tudo indica, a permanência do diretor executivo no cargo em 2016 só dependerá da vontade dele próprio. E Rodrigo também já manifestou o desejo de permanecer.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Fora de casa, Flamengo vence Basquete Cearense: 85 a 67


Rafa Luz se destacou (LC Moreira/divulgação)O Flamengo obteve sua quarta vitória no Novo Basquete Brasil (NBB) 8 na noite desta terça-feira (1.12). Atuando em Fortaleza, no Ginásio Paulo Sarasate, o Rubro-Negro aproveitou a grande vantagem construída no placar logo no primeiro quarto e passou pelo Basquete Cearense por 85 a 67. Com o resultado, a equipe chegou ao quarto lugar da tabela. 

O FlaBasquete iniciou a partida em um ritmo forte. Marquinhos puxou o excelente aproveitamento ofensivo da equipe, que fechou o primeiro quarto com 16 pontos a frente: 25 a 9.

A equipe converteu 10 de 18 arremessos no período e o ala teve sua melhor atuação ofensiva chegando aos 25 pontos na partida (dez apenas no primeiro quarto). Rafa Luz também se destacou com 15 pontos, cinco rebotes e quatro assistências.

                                                                                        

Próxima etapa
O Flamengo continua no Nordeste e enfrenta o Universo/Vitória, na próxima quinta-feira (03/12), em Salvador. O duelo terá transmissão ao vivo pelo site do NBB.

A equipe de basquete adulto do Clube de Regatas do Flamengo conta com aporte direto de recursos de seus patrocinadores – SKY, Estácio e Peugeot – além de investimentos da Tim  via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte/Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Juventude (ICMS). Você também pode contribuir para a formação de novos atletas do FlaBasquete se tornando um Anjo da Guarda Rubro-Negro. Basta transferir até 6% de seu IR devido, recebendo sua contribuição de volta na restituição do imposto de renda. Participe acessando www.flamengo.com.br/anjodaguarda. Clique aqui e saiba quem já transferiu o seu imposto para os projetos de 2015.


segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Flamengo vai cumprir multa ao bonde

A multa de 30% no salário do quinteto afastado e posteriormente reintegrado - Alan Patrick, Pará, Everton,

Paulinho e Marcelo Cirino - será aplicada no vencimento que vai cair dia 7 de dezembro, quinto dia útil do mês. Claudio Pracownik, vice de finanças, nos garantiu isso.

Não foi aplicada em novembro porque a folha salarial fecha no dia 20 do mês anterior, e a punição ocorreu no fim de outubro.

Jogo das Estrelas será dia 27, no Maracanã; ingressos estão à venda

O fim do ano no futebol nacional se aproxima e algumas coisas são certas: um time é campeão, quatro caem e, após o fim do Brasileirão, jogadores se reúnem para a pelada do Zico. Neste ano, o Jogo das Estrelas vai acontecer no Maracanã, dia 27, e contará com uma das peças mais importantes do título brasileiro do Corinthians: Renato Augusto.

O meia fará sua estreia no evento beneficente. E se mostrou ansioso para interagir com seu ídolo de infância:

- É a primeira vez que participarei do Jogo das Estrelas. Não pude recusar um convite do Zico. Nem nos meus sonhos poderia imaginar fazer uma tabelinha com ele no Maracanã. Praticamente não o vi jogar, eu era muito moleque, mas ele é um ídolo. E é sempre bom jogar no estádio onde dei meus primeiros passos no futebol. Sem falar que é o jogo mais tradicional de fim de ano, quando tempos a chance de reencontrar vários amigos - disse.

zico Jogo das Estrelas   (Foto: André Durão)
Zico, organizador do evento, que acontece desde 2004, marcou presença na edição de 2014 (Foto: André Durão)

O campo, Renato Augusto conhece bem. Revelado no Flamengo, o jogador fez jogo importantes com a camisa do time carioca no Mário Filho. À época, integrava o elenco outra figurinha carimbada do Jogo das Estrelas: Thiago, filho de Zico.

Em 2015, além dos dois, já confirmaram presença o uruguaio Loco Abreu, Alex Teixeira, do Shakhtar Donetsk e Paulo Nunes, que também jogará pela primeira vez a pelada.

Esse ainda ainda conta com outra novidade. O "JDE Business", que acontecerá no auditório do estádio, dez dias antes. O evento abordará alguns dos principais tópicos relacionados à produção do Jogo das Estrelas, com participação de especialistas da organização.

Ingressos podem ser comprados no site do Maracanã (www.maracana.com), por R$20. A venda online segue até 48 horas antes do jogo. As vendas nas bilheterias, onde os sócios-torcedores dos quatro clubes grandes do Rio terão o direito à meia-entrada, só começarão no dia 17. Todo valor arrecadado será revertido para instituições de caridade.

Toma lá, dá cá! Arão devolve dinheiro novamente, e Bota entra na Justiça


Em litígio com o Botafogo, Willian Arão devolveu, nesta segunda-feira, novamente o dinheiro depositado em sua conta pelo clube. Em resposta, o departamento jurídico alvinegro ingressou com ação no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ). Caso não haja acordo, o caso será resolvido nos tribunais. 

Na última sexta-feira, o Botafogo depositou R$ 400 mil na conta do volante. O dinheiro é referente à cláusula no contrato de Arão, que prevê renovação automática por mais dois anos, caso o clube pague esse valor. No mesmo dia, o jogador devolveu o dinheiro. No entanto, o Botafogo enviou novamente.

- Não muda nada. Isso só reforça a má fé de quem o está orientando – disse o vice-jurídico do Botafogo, Domingos Fleury. 

William Arão, Unefut, Itu (Foto: Guilherme Giavoni) 
Willian Arão participou de evento nesta segunda-feira em São Paulo (Foto: Guilherme Giavoni)

Nesta segunda-feira, o Botafogo apresentou no TRT-RJ o comprovante de depósito e depositou o valor em juízo. A multa, prevista em contrato, passa a ser de R$ 20 milhões. Willian Arão está apalavrado com o Flamengo, que aguarda apenas as eleições presidenciais, em 7 de dezembro, para acertar com o jogador.

Durante todo o fim de semana, o Botafogo aguardou o pai e empresário do atleta, Flávio Arão, para buscar um acordo. Ele havia se comprometido a se encontrar com o vice de futebol, Antônio Carlos Azevedo, mas não apareceu. Com o sumiço, o clube decidiu, na tarde deste domingo, ingressar na Justiça.

Não tem surpresa alguma. A postura do pai dele (Flávio Arão), nesse tempo todo, vem sendo assim. Acho que ele queria apenas ganhar tempo, mas agora está vendo que o Botafogo é de verdade. Eles vão ter que cumprir o que assinaram – disse o  presidente Carlos Eduardo Pereira, neste domingo.

Na manhã segunda-feira, durante encontro da União Nacional das Entidades de Futebol (Unefut), em São Paulo, Flávio Arão desabafou sobre a negociação com o Botafogo e as notícias envolvendo seu filho.

- Esse assunto me dá queimação no estômago, mas está próximo de ser resolvido.

Curiosamente, Rodrigo Caetano, executivo de futebol do Flamengo, também estava no encontro, ao lado de outras personalidades do futebol brasileiro.

Flamengo avança por Rodinei, e empresário vê negociação "bem encaminhada"


Rodinei Lateral Ponte Preta Macaca (Foto: Fábio Leoni / PontePress)
Na busca por um lateral-direito no mercado, o Flamengo avançou na negociação com Rodinei, da Ponte Preta. As conversas estão fluindo bem, e a diretoria rubro-negra acredita que é grande a chance de haver um desfecho positivo.

O GloboEsporte.com entrou em contato com Fernando Garcia, um dos empresários de Rodinei. Ele confirmou as conversas e mostrou otimismo.

- Tem interesse, sim. Está adiantado, bem encaminhado. A chance é boa. O atleta gosta do Flamengo, agrada a ele - disse à reportagem, por telefone.

Rodinei também está nos planos do Grêmio. A negociação com os gaúchos foi iniciada, mas esfriou nos últimos dias, ainda mais com a entrada do Flamengo na jogada. No entanto, o Tricolor do Rio Grande do Sul ainda não está descartado, de acordo com Fernando. O agente não quis dar prazo para definição do futuro.

Rodinei tem 23 anos e vem se destacando pela Ponte Preta desde a Série B do ano passado. O jogador pertence ao SEV-Hortolândia, que, por meio de empresários, adquiriu seus direitos econômicos e o emprestou à Ponte Preta até o fim de dezembro. Depois, ele estará livre para assinar com outro time. A Macaca quer a renovação, mas é improvável que isso aconteça.

Negócio com Pikachu esfria
O Flamengo chegou a manifestar interesse no lateral-direito Bruno, do São Paulo, mas desanimou por considerar a negociação bastante complicada. E o primeiro da posição com quem o clube conversou foi Yago Pikachu, que está de saída do Paysandu. Houve conversas entre as partes, e o empresário do atleta diz que ainda aguarda uma proposta rubro-negra. Mas o interesse da diretoria em Pikachu esfriou, e a tendência é que ele não venha mais.

O Fla conta no elenco atual com dois laterais-direitos: Pará e Ayrton, ambos com contrato terminando. O primeiro tem prevista renovação automática por mais dois anos, até o fim de 2017, e o segundo não está nos planos para a próxima temporada. Outro que pode estar no grupo em 2016 é Léo, cujo empréstimo ao Internacional termina em dezembro.

Últimos colocados e risco de rebaixamento: fim do vasco sanitário




Tabela chances Série B 37ª rodada (Foto: GloboEsporte.com)Fonte: InfoBola

Jayme se diz envergonhado e detona time: "Falta de interesse e de respeito"


Jayme de Almeida incrédulo com a atuação do Flamengo (Foto: HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO)
De volta ao comando do Flamengo, após a saída de Oswaldo Oliveira, para os dois últimos jogos do Campeonato Brasileiro, Jayme de Almeida certamente preferia ter ficado bem longe do que viu neste domingo em Curitiba. O Rubro-Negro teve péssima e apática atuação e perdeu com facilidade para o Atlético-PR por 3 a 0. Após a partida, o técnico interino se disse envergonhado, detonou a postura do time e disse que houve falta de interesse e de respeito por parte dos jogadores que estiveram em campo.

- Como profissional e ex-atleta do clube, estou envergonhado pelo que aconteceu hoje. Perder ou ganhar faz parte do esporte, mas a forma como perdeu não é digna. Foi muito triste, uma coisa que eu não esperava, porque esse time bem ou mal vem jogando o campeonato inteiro. A forma como o time entrou e jogou foi decepcionante. Não é jogar bem ou mal, foi a falta de interesse, a falta de respeito com a camisa de um clube que é fantástico. Não sou garoto-propagada do Flamengo, mas é um clube fantástico e tem que ser respeitado. Não é vergonha nenhuma perder do Atlético-PR aqui, mas não dessa maneira. É um dia duro para mim e para a torcida do Flamengo ter visto isso. Comecei a jogar no Flamengo com 13 anos e nunca tinha visto isso. O que posso fazer é pedir desculpa. Sou o comandante, a responsabilidade cabe a mim, mas estou envergonhado - afirmou Jayme.

Jayme disse que é a favor do aproveitamento de jogadores do sub-20 na última rodada do Brasileirão, contra o Palmeiras no Maracanã, às 17h do próximo domingo. O Flamengo está na 12ª colocação, com 49 pontos, e não briga por mais nada no torneio.

- A gente não pode falar sem ter uma conversa. Temos que ver, a diretoria tem os projetos para o ano que vem. Mas a princípio alguma coisa tem que ser feita. Depois de hoje, de repente podemos pensar nisso, a ideia é interessante. Aproveitar esse último jogo para ver os juniores, algumas coisas para o ano que vem. Acredito que seja interessante fazer modificações para ter uma noção boa para o ano que vem. Fazer uma avaliação com jogadores que não estão sendo utilizados e que estão subindo da base.

Não foi apenas o técnico Jayme de Almeida que deixou a Arena da Baixado frustrado. De volta ao time após se recuperar de lesão no joelho, Marcelo Cirino reconheceu que a campanha do Flamengo ficou muito aquém do esperado e frisou que o time deve ter as derrotas como aprendizado.

-Infelizmente nossa campanha não é das melhores. Sabemos disso. Trabalhamos para tentar melhorar. Jogar aqui é complicado, por muitos anos estive do lado do time de Curitiba. Sei como é. Vamos continuar trabalhando, ainda temos um jogo perto da torcida para terminarmos com dignidade. Pelo elenco que temos, essa situação não é digna pelo que é o Flamengo. Ficamos chateados. O campeonato é muito difícil e tem que servir de aprendizado.

domingo, 29 de novembro de 2015

Atlético-PR 3 x 0 Flamengo


Ficha técnica


Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data/hora: 29/11/2015 - 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Fabio Rogerio Baesteiro (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)

Renda/público: R$ 340.970,00/23.975 pagantes

Cartões amarelos: Weverton (CAP) e Everton, Paulinho, Alan Patrick (FLA)

Gols: Roberto 12'/1ºT (1-0), Cleberson 32'/1ºT (2-0) e Cleberson 22'/2ºT (3-0)

ATLÉTICO-PR: Weverton, Alessandro (Eduardo 47'/1ºT), Vilches, Cleberson e Roberto; Otávio, Deivid, Marcos Guilherme (Daniel Hernández 10'/2ºT), Sidcley, Nikão (Marco Damasceno 23'/2ºT) e Walter. Técnico: Cristovão Borges.

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, César Martins, Wallace e Everton; Márcio Araújo, Canteros (Luiz Antonio intervalo) e Alan Patrick; Gabriel (Marcelo Cirino 27'/2ºT), Paulinho (Jajá 28'/2ºT) e Kayke. Técnico: Jayme de Almeida.