Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 28 de maio de 2016

Flamengo vence Bauru em jogão e fica a uma vitória do título

Num duelo cheio de emoção até os segundos finais e com um grave erro de arbitragem em momento decisivo, o Flamengo bateu o Bauru por 89 a 84 (46 a 41), na Arena Carioca 2, dentro do Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Com bom desempenho coletivo e destaque para o cestinha Ronald Ramon, com 21 pontos, a equipe carioca fez 2 a 1 na série melhor de cinco da final do NBB. Nos segundos finais, uma marcação errada de bola presa da arbitragem gerou muitas reclamações do Bauru, quando Hettsheimeir já tinha o rebote, e Rafa Luz tentou disputar a bola). A essa altura, o placar era de 85 a 84 para os cariocas, que ficaram com a posse e seguraram a vitória até o fim, após permitir uma incrível reação dos rivais, que começaram o último quarto perdendo por 17 pontos (74 a 57).

- Foi um erro grave. Isso não quer dizer que o Bauru venceria o jogo. Mas é o tipo do erro que, em uma final de campeonato, a arbitragem não pode cometer - afirmou o comentarista de arbitragem Renato Santos, o Renatinho, na transmissão do SporTV.

Depois de ganhar diante do apoio de sua torcida, que encheu a arena com 7.767 presentes (6.125 pagantes), o Flamengo fica a apenas uma vitória do título. O jogo 4 da decisão será no ginásio Neusa Galetti, em Marília, interior de São Paulo, no próximo sábado, dia 4 de junho, às 14h10 (horário de Brasília). Se necessário, o jogo 5 será novamente no Rio, no dia 11 de junho. O SporTV transmite tudo, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

- A gente começou bem, saindo rápido na transição. Acho que deu certo. Conseguimos acabar o jogo e fechar com vitória. Sabemos que Bauru vai lutar para ser campeão, todo jogo vai ser assim. Não tem jogo fácil. Tem que jogar do mesmo jeito - disse Ronald Ramon.

FLAMENDO X BAURU, jogo 3, final NBB (Foto: André Durão) 
Rafa Luz, destaque do Flamengo, vibra durante jogo 3 da final do NBB (Foto: André Durão)

Além da boa atuação do dominicano, o Flamengo contou com uma tarde inspirada de Rafa Luz - 17 pontos, seis rebotes e seis assistências. Marquinhos, com 19 pontos, também foi fundamental para o triunfo. No Bauru, Hettsheimeir foi o grande nome com duplo-duplo de 20 pontos e 10 rebotes. Gigante no último período, Alex deixou o jogo com 19 pontos, e Robert Day, com 15.

FLAMENDO X BAURU, jogo 3, final NBB (Foto: André Durão)Empurrado pela torcida desde o início, o Flamengo, que começou com Rafa Luz, Ronald Ramon, Marquinhos, Olivinha e Meyinsse parecia disposto a mostrar quem era mesmo o dono da casa. E a primeira cesta do jogo, em um arremesso de três de Marquinhos, deixou o barulho na Arena Carioca 2 ainda mais alto. Do outro lado, a formação do Bauru com Paulinho Boracini, Alex, Jefferson, Hettsheimer e Robert Day tentava abafar os cantos dos rubro-negros e repetir a boa atuação da última quinta-feira.

Conduzido principalmente pela mão calibrada e por boas infiltrações de Rafa Luz, o Rubro-Negro liderou placar desde o início. Robert Day e Hettsheimeir buscavam responder para o time paulista, enquanto a massa flamenguista provocava e xingava Alex. Quando o ala do Bauru teve uma falta técnica a seu favor, a pressão  vinda das arquibancadas foi tão grande que ele errou os dois lances livres. No fim do primeiro quarto, o Flamengo terminou com vantagem de 26 a 20.

No segundo período, com JP Batista, Mineiro, Marcelinho e Robinson revezando na equipe, os cariocas chegaram a abrir dez pontos ao fazer 32 a 22 em uma cesta de JP, faltando sete minutos para o fim. Na volta do tempo pedido pelo técnico Demétrius, no entanto, o Bauru se acertou e fez sete pontos seguidos, contando com boas participações de Léo Meindl e principalmente Murilo, que saíram do banco de reservas. Pouco depois, o relógio de contagem regressiva de 24 segundos de um dos lados da quadra apagou e paralisou a partida por cerca de três minutos, mas o problema técnico foi rapidamente resolvido. No intervalo, 46 a 41 para o Fla.

Hettsheimeir tenta a jogada no ataque para Bauru (Foto: André Durão)Marcado por Meyinsse, Hettsheimeir tenta a jogada no ataque para Bauru (Foto: André Durão)

O equilíbrio de até então foi passear terceiro quarto. Enquanto o Flamengo manteve a boa consistência ofensiva e defensiva, o Bauru falhava no ataque e via seu aproveitamento de arremessos despencar, errando muitos chutes de três pontos. Com o nervosismo de um confronto decisivo, o número de faltas também cresceu. Bom para Rafa Luz e Ronald Ramon, que continuaram encestando as bolas que arriscavam e deixaram a vantagem rubro-negra em 17 pontos, 74 a 57, no fim da penúltima parcial. No estouro do cronômetro, o dominicano Ramon converteu de três e fez a torcida vibrar ainda mais. 

Nos dez minutos finais, o papel do time carioca seria manter o foco para administrar a distância construída, mas a equipe do técnico José Neto parou. Os paulistas colaram no placar. Hettsheimeir brigava muito dento do garrafão, e Alex passou a acertar tudo ofensivamente, dando emoção ao jogo (85 a 84). Um erro grave da arbitragem nos últimos segundos levou Demétrius à loucura no banco. O juiz apontou bola presa em uma disputa de Hettsheimeir, que já tinha o domínio do rebote, com Rafa Luz. A posse de bola alternada foi do Flamengo, que conseguiu segurar o resultado à base de lances livres: 89 a 84

Equipes e pontuação

FLAMENGO: Marquinhos, Olivinha, Meyinsse, Ramon e Rafa Luz. Entraram: Rafael Mineiro, Robinson, JP Batista, Gegê. Técnico: José Neto

BAURU: Alex, Jefferson, Hettsheimeir, Paulinho Boracini e Robert Day. Entraram: Murilo, Léo Meindl, Gui Santos, Léo. Técnico: Demétrius Ferraciú

A série

Jogo 1: Bauru 77 x 83 Flamengo, em Marília
Jogo 2: Flamengo 80 x 85 Bauru, no Rio
Jogo 3: Flamengo 89 x 84 Bauru, no Rio
Jogo 4: Bauru x Flamengo, em Marília
Jogo 5: Flamengo x Bauru, no Rio (se necessário)

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Estreante duplo, Zé Ricardo vê desafio do "tamanho da torcida" do Flamengo

Zé Ricardo técnico Flamengo sub-20 (Foto: Nicholas Modesto)
O treinador que a torcida do Flamengo vai ver pela primeira vez na beira do campo no domingo tem só 45 anos, mas vem de uma longa estrada. Professor de colégio municipal na Zona Norte do Rio de Janeiro, José Ricardo Mannarino, o Zé Ricardo, é um homem de hábitos simples, próprios de quem convive há mais de 20 anos longe da badalação dos campeonatos profissionais, e poucas palavras. A ponto de ficar tímido quando fala sobre o próprio trabalho.

- É um desafio do tamanho da torcida, e conto com o apoio de todos. Agradeço ao clube por ter me dado essa chance, e espero que o Muricy se recupere o mais rápido possível - disse, em referência a Muricy Ramalho, que deixou o cargo por problemas de saúde.

Educador e formador, o treinador interino do Flamengo já viu muitos jogadores iniciarem trajetórias de sucesso e outros tantos ficarem pelo meio do caminho.

- O futebol é cheio de armadilhas - costuma dizer.
Zé Ricardo terá sua primeira chance nos profissionais em toda a sua carreira. A oportunidade surge no seu melhor momento. O título da Copa São Paulo de Juniores deste ano reforçou a impressão como um dos mais promissores técnicos de toda a base brasileira por vários companheiros. Assumiu o cargo em outubro de 2014, quando o time sofria diversas críticas, efeitos colaterais de um 7 a 0 sofrido contra o Fluminense no primeiro semestre daquele ano. Vinha de um ótimo momento no time sub-15, a "Geração 2000", que chegou a ter seis jogadores na Seleção brasileira da categoria.

Logo em sua primeira final na nova função, Zé Ricardo  conquistou a Copa OPG, torneio disputado só por times cariocas, e chegou a passar mais de 30 jogos invicto com os juniores. No início de 2015, ele disputou a Copa São Paulo e o Flamengo foi eliminado pelo Atlético-MG nas oitavas de final nos pênaltis, após empate sem gols. Em agosto, foi campeão estadual após vencer os dois turnos em cima do Botafogo. Era um título que o Rubro-Negro não conquistava desde 2007.

O título de maior repercussão, no entanto, foi a Copinha de 2016, com uma vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, campeão da Libertadores Sub-20, nas quartas de final. Na decisão, a taça foi conquistada nos pênaltis sobre o Corinthians, após empate por 2 a 2 com o Pacaembu lotado. No intervalo, o Rubro-Negro perdia por 2 a 0.

- Eu achei que o time jogou bem no primeiro tempo, criou oportunidades, então incentivei os jogadores. Fiz apenas duas mudanças táticas: recuei o Trindade para jogar como volante ao lado do Ronaldo e dar mais liberdade para o Lucas Paquetá e inverti os pontas, Matheus Sávio e Cafu - explicou depois do jogo.

Equilíbrio, estudo e facilidade com jovens

Uma das características mais visíveis de Zé Ricardo para quem acompanha os jogos do Flamengo é a tranquilidade em campo. Dificilmente o técnico é visto se esgoelando na beira do campo, gritando com os comandados. Atento, ele busca observar sempre os jogos e orientar. Como, por exemplo, na final da Taça Brasil-Japão Sub-15 de 2014, em que o Rubro-Negro goleava o Corinthians por 4 a 0 e ele dizia.

- Vamos respeitar! Tem colega de profissão de outro lado.

O estudo do jogo é algo que também está presente em todas as conversas sobre o técnico, que tentou a carreira de jogador como zagueiro do São Cristóvão e do Olaria, mas se aposentou precocemente. Apontado como referência no futsal carioca, ele passou por Flamengo, Vasco e Botafogo na década de 90. No Cruz-Maltino, foi técnico dos meias Felipe e Pedrinho em 1993, no infanto-juvenil.

Além do futsal carioca, Zé Ricardo comandou equipes adultas na Itália, antes de migrar para o campo em 2005, para assumir o time mirim do Flamengo. Nesse meio tempo, ele conviveu muito com jogadores entre 14 e 19 anos, o que faz com que, além dos aspectos táticos do jogo, tenha também uma boa capacidade de comunicação com garotos.

- O que me impressiona nele há muito tempo é que ele sempre consegue convencer os jogadores dele a fazerem o que ele quer, e tem os grupos na mão. No futsal, quando ele mudava de clube, os jogadores queriam ir com ele. E acho que, mesmo depois de ter migrado para o campo, ele continuou com essa metodologia, de trazer sempre o jogador para o lado dele. Além disso, sempre monta os times muito bem - elogia Rafael Marques, repórter da Rádio Globo, que foi supervisor de futsal do Fluminense no final da década de 90.

No mirim, em 2005, Zé Ricardo aprovou jogadores como Thomas, e comandou parte dos campeões da Copa São Paulo de 2011. Ele saiu do clube em 2008 para comandar o Audax-RJ, e retornou em 2012, já no sub-15. Foi, por exemplo, o responsável pela indicação do centroavante Felipe Vizeu, a quem viu jogar em uma competição em Belo Horizonte pelo América-MG. 

Convite para a Seleção recusado
Em março de 2015, o telefone de Zé Ricardo tocou. Era Erasmo Damiani, coordenador de base da CBF, que o convidava para assumir a Seleção brasileira sub-15. Recém-promovido para o sub-20 na época, o treinador conversou com os dirigentes da base rubro-negra e, depois de pensar muito, decidiu ficar. 

- Foram as 48 horas mais difíceis da minha carreira profissional. Não é nenhum demérito à categoria sub-15, até porque é e continua sendo um sonho. Mas pela confiança que o Flamengo me deu, e a percepção de que o clube evolui em todos os setores, decidi ficar. Foi uma escolha complicada, e eu decidi com meu coração - contou.

A aposta, ousada, tem dado certo até agora. E o primeiro jogo de Zé Ricardo como técnico do Flamengo é contra a Ponte Preta, neste domingo, às 11h, em Campinas.

CAS remarca para julho decisão de caso Hernane em ação do Flamengo


hernane flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Fla Imagem)
A ação de cobrança do Flamengo contra o Al Nassr na Fifa parece estar longe de ter um desfecho. Nesta sexta-feira, o advogado Marcos Motta, contratado pelo clube para representar o Rubro-Negro no caso, divulgou que a da Corte Arbitral do Esporte (CAS) adiou mais uma vez a data da publicação da decisão sobre o caso. Novo julgamento está marcado para o dia 1 de julho. Em 2014, os sauditas deixaram de pagar os 4,5 milhões de euros relativos à compra de Hernane. A dívida não foi quitada até hoje.

O Flamengo planeja contratar novamente Hernane e já abriu negociações com os representantes do jogador. O novo adiamento deve interferir nas tratativas. O atacante é jogador do Bahia e tem contrato com o clube até o fim do ano.

O Rubro-Negro deve esperar a definição do caso na Fifa antes de prosseguir a negociação.

Rodinei sobre reunião com torcedores no CT: "Ninguém quer passar por isso"


Rodinei Flamengo (Foto: Raphael Zarko/ Globoesporte.com)
O sorridente e bem-humorado Rodinei estava mais sério do que o habitual nesta sexta-feira. Acostumado a arrancar risadas nas coletivas, o jogador foi o porta-voz de um elenco que teve encontro surpresa com cerca de 20 integrantes de torcida organizada. O clube divulgou versão de que havia "visita agendada" com os torcedores uniformizados, embora Rodinei e muita gente tenha ficado sabendo do encontro quando chegou ao clube. Apesar de tentar minimizar o encontro, o lateral admitiu, visivelmente constrangido, que a reunião era dispensável.

- Ninguém quer passar por isso. Mas foi uma coisa agendada pela diretoria. Tenho que pensar na Ponte Preta - disse o jogador do Flamengo.

Um dos mais jovens do elenco, o lateral se esquivou das perguntas na coletiva de imprensa. Disse que a agressão à família de César Martins, na noite dessa quinta-feira, já estava superada e não influiu no encontro. Segundo o jogador, a reunião foi para passar apoio.

- Não teve crítica nem colocaram dedo na cara de ninguém - afirmou.

Reconhecido por torcedores, César Martins tem vidro do carro quebrado


Tata auxiliar Flamengo e César Martins treino (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Reintegrado às pressas ao elenco profissional do Flamengo após a lesão de Juan, o zagueiro César Martins foi hostilizado por torcedores do Flamengo na noite desta quinta-feira, no estacionamento de um supermercado, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Reconhecido, ele teve o vidro do carro quebrado, mas conseguiu sair do local sem sofrer maiores problemas.

Pessoas próximas ao jogador, confirmaram que os torcedores foram cobrá-lo e, mesmo vendo que ele estava com a esposa Keadyla Louise e o filho de apenas quatro meses, correram atrás do veículo chutando e jogando objetos para tentar atingi-los. Apesar do ocorrido, César Martins não vai prestar queixa na polícia e se reapresentará para treinar normalmente na manhã desta sexta-feira, no Ninho do Urubu.

Um uma rede social, o zagueiro lamentou o ocorrido e disse que vai honrar seu contrato com o Flamengo e respeitá-lo como sempre fez até o final.

- Hoje um grupo de marginais, pois não podem ser chamados de torcedores, cercaram meu carro onde estavam minha família e eu, na saída de um supermercado. Além de xingamentos, tacaram latas de cerveja e tive o vidro do carro quebrado. Minha esposa e meu filho ficaram bastante

assustados.Tenho contrato em vigor com o Flamengo e jamais disse que não jogarei mais pelo clube. Estou à disposição como sempre estive para defender as cores do Flamengo. Aceito as cobranças que são feitas dentro de campo e de forma saudável. Mas infelizmente ainda existem pessoas desse tipo, que usam o futebol para cometer crimes. Obrigado pelas mensagens de apoio!!! - escreveu.

No site oficial do clube, o Flamengo disse repudiar a tentativa de agressão ao zagueiro e classificou o episódio como um "ato de covardia". O comunicado diz ainda que o esse tipo de atitude "não condiz com a natureza democrática rubro-negra" e que o "Flamengo espera que as autoridades identifiquem e punam os responsáveis".

Com mais de um mês de contrato de empréstimo pela frente - Cesar Martins tem reapresentação ao Benfica marcada para 27 de junho -, ele estava dispensado praticamente desde a derrota por 2 a 0 para o Vasco em Manaus, no dia 24 de maio.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo visita a Ponte Preta, ás 11h, de domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A equipe tem quatro pontos e está na décima primeira posição.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Rapidinhas do Mengão


Hernane
"Decisão da Fifa não vai sair amanhã e isso já responde qualquer interesse sobre Hernane. Com Muricy, a gente tinha intenção de buscar um reserva para o Guerrero e fazer companhia para o Vizeu. Temos Vizeu, Nixon e o Ederson, que também joga por ali. Talvez essa conversa fique para ser tratada com a nova comissão técnica".

 Flamengo confirma saída de Muricy, e Zé Ricardo, do Sub-20, assume interinamente

Bandeira: "Estamos aqui para comunicar a decisão do nosso treinador Muricy Ramalho de não permanecer no momento devido à incerteza em relação ao seu estado de saúde".

"No jogo de domingo, o nosso técnico interino será o Zé Ricardo, que está chegando de Recife com os juniores. Será auxiliado pela turma de casa".

Agora vai? Antes descartado, zagueiro argentino volta à pauta no Flamengo

 

A longa novela da busca rubro-negra por zagueiros está próxima do fim. O clube encaminhou acordo com Rafael Vaz, ainda no Vasco, e concentra esforços na contratação de Alejandro Donatti, do Rosario Central. O argentino, de 29 anos, já esteve na mira do clube da Gávea nos primeiros meses do ano, mas foi descartado, na época, devido os valores pedidos na negociação.

Agora, o Flamengo está disposto a pagar dois milhões de dólares (cerca de R$ 7 milhões) por Donatti. A quantia é referente à multa rescisória do defensor. Eliminado da Libertadores, o Rosario não vai mais dificultar a negociação e o caso depende apenas de um acordo na forma de pagamento. Como em outras investidas feitas neste ano, o Rubro-Negro se compromete a parcelar parte deste valor.

O zagueiro Arturo Mina foi oferecido ao clube recentemente. No entanto, há quem diga que o suposto interesse do Flamengo pelo jogador não passe de especulação. Em meio a tantas idas e vindas e diferentes capítulos na longa novela pela contratação de zagueiros, é difícil confiar que o equatoriano esteja, de fato, descartado.


Em meio à crise, torcedores protestam em frente à sede do Flamengo

Após a delegação rubro-negra deixar Volta Redonda, nesta madrugada, escoltada pela polícia, novos protestos marcaram o dia do Flamengo. Na Gávea, sede do clube, na Zona Sul do Rio de Janeiro, cerca de 60 torcedores manifestaram, no início da tarde desta quinta-feira, contra a má fase do futebol rubro-negro.

protesto flamengo gavea (Foto: @iFlamengoNews) 
Protesto na sede do Flamengo, no início da tarde desta quinta-feira (Foto: @iFlamengoNews / reprodução Twitter)

O policiamento foi reforçado no local. Aos gritos de "time sem vergonha", os principais alvos foram o atacante peruano Paolo Guerrero, que sequer enfrentou a Chapecoense, e o diretor de futebol, Rodrigo Caetano. Sobrou até para o técnico Abel Braga. O treinador é o favorito para assumir no lugar de Muricy Ramalho, que terá sua saída oficializada nesta quinta-feira.

Diretor-executivo de futebol, Rodrigo Caetano vem sendo o principal alvo das críticas desde o início da crise rubro-negra. Com duas passagens pelo Vasco, o dirigente ganhou até música da torcida durante o protesto.

- Doutor, eu não me engano, é vascaíno o Caetano - gritavam os torcedores, em ritmo de marchinha de carnaval. 

Durante a manhã, o presidente Eduardo Bandeira se reuniu no Ninho do Urubu com Rodrigo Caetano, com o vice de futebol, Flávio Godinho, e com o diretor-geral Fred Luz. Ainda nesta quinta a direção se pronunciará em coletiva de imprensa. A tendência é que o Flamengo anuncie mudanças no departamento. 

O Flamengo volta a treinar na tarde desta quinta-feira, no centro de treinamento do Ninho do Urubu. No fim de semana, o time enfrenta a Ponte Preta em Campinas, no estádio Moisés Lucarelli.


Lesão de Juan expõe planejamento; César Martins é chamado de volta


Tata auxiliar Flamengo e César Martins treino (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

De seis zagueiros no elenco em fevereiro, o Flamengo se viu com apenas dois aos 12 minutos do primeiro tempo desta quarta-feira - no empate por 2 a 2 com a Chapecoense, em Volta Redonda. Juan sentiu a coxa e saiu lesionado. No banco, Rafael Dumas foi chamado para fazer sua estreia no futebol profissional. Um jogador de 21 anos, que estava fora dos planos - como dissera Muricy - formou a zaga com Léo Duarte, de 19, que foi apresentado ao torcedor na Copa São Paulo de Juniores. Enquanto Juan lamentava a lesão ainda dentro de campo, o departamento de futebol ligava para César Martins. Com mais de um mês de contrato de empréstimo pela frente - ele tem reapresentação ao Benfica marcada para 27 de junho -, o zagueiro estava dispensado praticamente desde a derrota por 2 a 0 para o Vasco em Manaus, no dia 24 de maio.

A convocação de emergência tirou César de férias antecipadas. Há uma semana nem ao Ninho do Urubu ele ia - fazendo treinamento no Rio de Janeiro por conta própria, longe do clube. O técnico Jayme de Almeida foi perguntando sobre o caso minutos depois do apito final desta quarta-feira e admitia que não sabia responder sobre o jogador, e já planejava até improvisar William Arão ou trazer um garoto da base para compor o grupo. Mas César está de volta. Ele já se apresentou no centro de treinamento esta manhã e vai viajar com o grupo no sábado para enfrentar a Ponte Preta - por coincidência seu ex-time no futebol brasileiro.

A queda progressiva de opções para a zaga se explica - pelo menos com a tentativa de explicação - da seguinte maneira. Na pré-temporada, eram cinco zagueiros. Wallace e César Martins eram os remanescentes de 2015, e Juan e Antônio Carlos, os reforços para o setor, além de Rafael Dumas, promovido em janeiro. Mesmo com o quinteto, o clube buscava e já penava para conseguir um nome de peso para a zaga. E falhou mais uma vez. Com o fim do Carioca e ciente de que o Benfica não renovaria o empréstimo, Muricy resolveu cortar César das partidas. A diretoria, por sua vez, negociou Antônio Carlos com a Ponte. O jogador, apresentado coberto de elogios pelo diretor de futebol Rodrigo Caetano e que se disse escolhido a dedo por Muricy, sequer entrou em campo e ficou uma vez no banco. 

Para completar as falhas de planejamento, no último dia 13, o então capitão do time Wallace, que sofria de imensa rejeição da torcida, pulou fora do barco e iniciou negociação com o Grêmio. O jogador já manifestava descontentamento no clube há tempos e revelou que pediu para ser negociado antes de chegar à véspera da estreia no Brasileiro.

Apenas Vaz confirmadoNão bastasse a dramática situação, classificado como "problema seríssimo nas palavras do ex-zagueiro e técnico interno Jayme de Almeida, o clube segue em dificuldades para contratar zagueiros. Há diversas sondagens e também ofertas, principalmente por jogadores sul-americanos. A diretoria, por enquanto, tem apenas engatilhado o nome de Rafael Vaz, que recebia no vasco cerca de R$ 80 mil e vai ganhar na Gávea R$ 150 mil por dois anos de contrato. O jogador nunca se firmou como titular em São Januário e só pode jogar pelo rival a partir do próximo dia 7, quando encerra o vínculo com o Vasco. 

O clube avalia fazer proposta por Arturo Mina, do Independiente del Valle-EQU, que é semifinalista da Libertadores. O jogador, porém, foi convocado para a Copa América Centenário. O nome preferido sempre foi Alejandro Donatti, do Rosario Central-ARG. Mas o time argentino ainda não definiu se o treinador continua e a situação está em suspenso. Os valores iniciais oferecidos pelos rubro-negros não empolgaram a diretoria argentina. De toda maneira a janela de transferências internacionais só abre dia 20 de junho.



Muricy está fora, e Flamengo espera anunciar Abel já nesta quinta-feira


Flamengo, Muricy Ramalho, Arena Castelão, Copa do Brasil (Foto: JL Rosa/Agência Diário)
Após passar por bateria de exames na última terça-feira, o técnico Muricy Ramalho optou por dar uma nova pausa na carreira e está fora do Flamengo. A decisão partiu de Muricy - foi publicada pelo Uol, com a confirmação do GloboEsporte.com em seguida - e será comunicada nesta quinta-feira. A intenção é já anunciar o novo treinador o mais rapidamente possível, e o nome preferido é o de Abel Braga, que ficou seduzido com a procura do Fla.

Abel tem uma questão a resolver com o Al Jazira-EAU, clube que o demitiu em dezembro e com o qual fez acordo de só assumir novo compromisso após pagamento da rescisão contratual.  O treinador sofrerá uma queda salarial ao assumir o Flamengo, mas isso não é problema e ele aceita ganhar os mesmos R$ 400 mil que Muricy recebe mensalmente.

Flamengo sai escoltado, com discussão de Bandeira e ônibus apedrejado



A saída do Flamengo de Volta Redonda - após empate por 2 a 2 com a Chapecoense, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro - foi tensa. Com gritos de torcida, ameaças e muita segurança, o ônibus rubro-negro saiu escoltado por viaturas da Polícia Militar, mas não evitou o apedrejamento do veículo que levou a delegação. Os objetos não atingiram ninguém, mas amassaram a lataria do veículo rubro-negro. Ainda na tumultuada saída o presidente Eduardo Bandeira de Mello foi xingado por dois torcedores e foi até próximo da grade discutir com os flamenguistas. O dirigente depois saiu do local e foi embora para o Rio de Janeiro fora do ônibus da delegação.


Policiais escoltam Flamengo (Foto: Felippe Costa/GloboEsporte.com)
Com carros particulares e muitos homens contratados, a segurança do Flamengo sinalizou aos policiais que havia um ônibus de organizadas estacionado na rua ao lado do estádio Raulino de Oliveira. A PM retirou o veículo do local e disponibilizou um ônibus apenas com policiais militares para fazerem a escolta do time rubro-negro de volta ao Rio.

O time do Flamengo volta a treinar na tarde desta quinta-feira, no centro de treinamento do Ninho do Urubu. No fim de semana, o time enfrenta a Ponte Preta em Campinas, no estádio Moisés Lucarelli. Ainda sem definição de Muricy, Jayme de Almeida segue no comando da equipe.

Policiais escoltam Flamengo (Foto: Felippe Costa/GloboEsporte.com)

Flamengo e Bauru se enfrentam em arena olímpica

Ter a melhor campanha na fase de classificação e ser apontado como favorito ao título muitas vezes não significa tanto em um duelo equilibrado de playoff. Os exemplos no esporte são diversos, e as atuais finais de conferência da NBA deixam isso ainda mais evidente. É justamente com a inspiração do que está acontecendo na liga norte-americana de basquete que Flamengo e Bauru entram em quadra para o segundo jogo da decisão do NBB, nesta quinta-feira às 17h (horário de Brasília), na Arena Carioca 2, dentro do Parque Olímpico do Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo do Sportv.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

FLAMENGO 2 X 2 CHAPECOENSE



FICHA TÉCNICA: 


Data/hora: 25/5/2016, às 21h

Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Cartões amarelos: Juan, Léo Duarte, Jorge e Ederson (Fla); Gil e Marcelo (Chapecoense)
Cartão vermelho: Everton

Público e renda: 2.252 pagantes / R$ 34.270,00

Gols: Felipe Vizeu, 7'/1° T (1-0); Bruno Rangel, 12'/2°T (1-1); Hyoran, 34'/2°T (1-2); Alan Patrick, 50'/2°T (2-2)

FLAMENGOPaulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan (Rafael Dumas, 13'/1°T) e Jorge; Márcio Araújo, Arão, Alan Patrick e Everton; Marcelo Cirino (Emerson, 20'/2°T) e Felipe Vizeu (Ederson, 15'/2°T). Técnico: Jayme de Almeida

CHAPECOENSE: Danilo, Gimenez, Willian Thiego, Marcelo e Dener; Josimar, Gil e Cleber Santana; Lucas Gomes (Hyoran, 31'/2°T), Silvinho (Rodrigo Andrade, 44'/2°T) Bruno Rangel (Kempes, 38'/2°T). Técnico: Guto Ferreira.

Rapidinhas do Mengão


Fla busca contratação de zagueiro equatoriano Arturo Mina, de 25 anos

O Flamengo definiu novo foco para resolver o problema da escassez de zagueiros: trata-se de Arturo Mina, equatoriano de 25 anos que defende o Independiente del Valle-EQU. A Fox Sports noticiou o nome do atleta, e o Globo Esporte .com confirmou que o Mengão está disposto a pagar US$ 2 milhões (cerca de R$ 7,1 milhões).

Vale destacar que o Flamengo não poderá contar imediatamente com Mina, pois ele foi convocado para a disputa da Copa América Centenário, nos Estados Unidos.


 
Interesse do Flamengo seduz Abel, procurado antes da decisão de Muricy

Clube ainda espera posição do atual treinador, mas busca alternativa para não atrasar planejamento para as duas competições restantes: Brasileiro e Copa Sul-Americana







Fla-Flu, no dia 12 de outubro, deve ser na Arena da Amazônia, em Manaus 

A partida entre Flamengo e Flu, válida pela 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, no dia 12 de outubro, deverá ser realizada na Arena da Amazônia, em Manaus. O duelo foi anunciado nesta quarta-feira pelo secretário de esporte do Amazonas e responsável pela manutenção do estádio, Fabrício Lima.

Arena da Amazônia Vasco x Flamengo (Foto: Gabriel Mansur) 
O jogo será o terceiro clássico carioca na Arena (Foto: Gabriel Mansur)





terça-feira, 24 de maio de 2016

Fla basquete - Alguns títulos

 

Alguns títulos

Novo Basquete Brasil: 2009, 2013, 2014, 2015

Campeonato Brasileiro: 2008

Copa Intercontinental: 2014

Liga das Américas: 2014

Liga Sul-Americana de Basquete: 2009

Campeonato Estadual do Rio de Janeiro: 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015











                                Flamengo mandará seus jogos da final do NBB 8 na Arena Carioca 2

Rapidinhas do Mengão


Apesar das boas intenções, falta intensidade ao Flamengo de Muricy.

Falta apoio, intensidade e infiltrações para que essa posse de bola se transforme em situações de perigo, com o adversário desorganizado. Pior: falta intensidade. Tudo no Fla parece acontecer numa velocidade e concentração abaixo do normal: os passes não se transformam em gols, o adversário se fecha, a recomposição defensiva é lenta e a linha de defesa fica vulnerável.
- eliminações no Carioca, Primeira Liga e vexame na Copa do Brasil. Cenário perfeito para mais uma crise na Gávea.

Bandeira prepara pacotão anticrise com reforços dentro e fora de campo
Presidente quer mudanças "sem efeito midiático". Além de Vaz, estrangeiros na mira e ex-lateral Alessandro, hoje no Corinthians, está cotado como gerente

Sem Guerrero, seleção peruana goleia Trinidad e Tobago em duelo amistoso
Já integrado à delegação, atacante do Flamengo fica fora da vitória por 4 a 0; Los Incas integram grupo do Brasil na Copa América Centenária de junho nos EUA

vasco sanitário, ''a merda'' encerra negociação por Rafael Vaz e abre caminho para o Flamengo
Rafael Vaz não viajou com a delegação cruz-maltina na noite desta segunda-feira, para Brasília, local do confronto com o Vila Nova, terça-feira, pela Série B. Autor do gol do título Carioca, o zagueiro cumprirá seu contrato até o dia 6 de junho e depois se despedirá do Cruz-Maltino. O fim das negociações abrem caminho para o rival Flamengo contratá-lo. Nesta segunda-feira já houve evolução nas conversas com o Rubro-Negro, e o negócio é tratado como "quente" nos bastidores da Gávea.


Flamengo x Bauru: entradas estão esgotadas para os setores inferiores e superiores






A promessa é de casa cheia na Arena Carioca 2, dentro do Parque Olímpico da Barra, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, para os jogos 2 (quinta-feira, às 18h) e 3 (sábado, às 14h10) da decisão melhor de cinco do Novo Basquete Brasil (NBB), disputada entre Flamengo e Bauru. Estão esgotados todos os ingressos dos setores inferiores e superiores das duas partidas. Em contato com o GloboEsporte.com, a assessoria de comunicação do Rubro-Negro informou ainda que só restam bilhetes disponíveis para as cadeiras de quadra. Ao todo, oito mil ingressos foram colocados à venda e a expectativa é que nesta terça-feira, às 14h, alguns ingressos adquiridos online e cancelados, sejam disponibilizados para nova venda.

Para as cadeiras de quadra que ficam no fundo, o valor total é de R$ 330 (R$ 300 do ingresso e R$ 30 da taxa de conveniência), sendo que a meia fica R$ 165 (R$ 150 do ingresso e R$ 15 da taxa de conveniência). Já as cadeiras de quadra que ficam nas laterais custam R$ 440 (são R$ 400 do ingresso e R$ 40 da taxa de conveniência. A meia fica em R$ 220). 
Inauguração da Arena Carioca 2, Olimpíadas Rio 2016 (Foto: PAULA JOHAS / PREFEITURA DO RIO)
Arena Carioca 2 será palco dos jogos 2 e 3 de Flamengo e Bauru (Foto: PAULA JOHAS / PREFEITURA DO RIO)


O torcedor que ainda quiser garantir seu lugar para prestigiar as partidas 2 e 3 da final do NBB no Rio de Janeiro deve realizar a compra pela internet, através deste link. Só é permitida a compra de quatro ingressos por CPF para cada partida de Flamengo e Bauru.

As partidas da final na Arena Carioca 2 servirão também como uma espécie de evento-teste para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, que serão realizados em agosto. O Comitê Rio 2016 entrou em acordo com o Rubro-Negro e cedeu o espaço para a decisão.

O Flamengo saiu na frente na decisão neste sábado ao derrotar o Bauru por 83 a 77 em Marília. Confira aqui a programação da final do NBB.

domingo, 22 de maio de 2016

Bandeira adia viagem para os EUA e anunciará mudanças no futebol do Flamengo


Eduardo Bandeira de Mello adiou sua viagem para os Estados Unidos (Foto: Eduardo Deconto/GloboEsporte.com)Antes de a partida deste domingo entre Grêmio e Flamengo ser iniciada em Porto Alegre, o presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello anunciou que sua viagem para o Estados Unidos, onde o Brasil disputará a Copa América Centenário, foi adiada. Bandeira foi eleito pela CBF como chefe de delegação da Seleção. Parte da mesma, aliás, inicia o deslocamento para os EUA já neste domingo. O mandatário justificou que teve de alterar sua programação em função de mudanças que anunciará no departamento de futebol do Fla até o fim desta semana. 

- Na verdade eu já adiei a viagem, porque a Seleção está indo viajar hoje, e eu comuniquei à CBF que devo ir na quinta-feira. Mas isso ainda está em aberto, porque eu também expliquei à CBF que não posso me ausentar nesse momento. Então só vou viajar quando a gente tiver concretizado as mudanças no departamento de futebol que nós pretendemos anunciar até o final da semana - avisou.

Questionado se uma das mudanças é referente à saída de Rodrigo Caetano, ameaçado no cargo de diretor executivo, e se também atinge o grupo de jogadores, Bandeira evitou qualquer tipo de declaração oficial.

- Não posso falar em nomes agora porque seria uma indelicadeza, uma precipitação, e isso só levaria a resultados que não são bons para ninguém. Não vamos fazer nada de forma precipitada, e não vai ser o resultado desse jogo que vai antecipar ou determinar as mudanças. Nosso regime é profissional, então não vamos nos precipitar - insistiu.

Em relação ao futuro de Muricy Ramalho, afastado por conta da fibrilação atrial (arritmia) apresentada na última terça-feira, o presidente do Flamengo informou que o treinador será submetido a exames na próxima terça.

- A gente tem informação de que na terça-feira ele será submetido a uma série de exames, mas estamos dando toda tranquilidade ao Muricy para que ele avalie sua condição. Nossa principal preocupação no momento é com o ser humano.


Flamengo x Grêmio



Ficha técnica    
                                 

Data:22/05/2016
Hora:  16h.
Local: Porto Alegre.




Flamengo:Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Marcio Araújo, Cuéllar, Alan Patrick e Everton; Gabriel e Guerrero
Técnico: Jayme de Almeida

Escalação provável Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson (Ramiro), Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Luan e Bolaños; Bobô
Técnico: Roger
 

A TV Globo transmite para RJ, SC, PR (Foz do Iguaçu e Cascavel), MG, ES, GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF. O Premiere exibe para todo o Brasil, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

O árbitro da partida é Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).

Muricy se isola com família, e aumenta apreensão para retorno no Flamengo


Muricy Ramalho, Flamengo (Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com)
Afastado do trabalho desde a última terça-feira por conta de uma arritmia, Muricy Ramalho está isolado com a família em São Paulo para decidir se volta dirigir o Flamengo ou não. A decisão do treinador vai passar, claro, pela opinião do médico particular, mas também da reflexão com a família. No que pese o mau futebol e os resultados ruins do time no ano, a diretoria do Flamengo ainda aguarda o técnico e deixa o profissional à vontade para definir o futuro.

Ao lado da esposa Roseli e dos dois filhos, Muricy está recluso e até amigos mais próximos evitam contato para "dar tempo" ao treinador, que não vem atendendo ligações e nem respondendo mensagens. O técnico ainda deve fazer mais exames e conversar novamente com Bernardino, médico que o atende desde o primeiro problema de saúde em São Paulo.

A situação, porém, provoca apreensão nos bastidores do futebol rubro-negro. Há um grande ponto de interrogação sobre a continuidade de Muricy no futebol e, ainda mais, neste momento de Flamengo, debaixo de forte pressão. Muricy chegou a comentar que estava muito satisfeito com a preocupação e o tratamento do presidente Eduardo Bandeira de Mello, do diretor de futebol Rodrigo Caetano e do chefe do departamento médico Márcio Tannure, em constante contato com o treinador.

Depois da internação, o treinador chegou a conversar normalmente com amigos já projetando o retorno ao clube. Após a derrota para o Fortaleza e a ebulição dos bastidores rubro-negros, com críticas internas, de dirigentes a jogadores, ao trabalho do treinador, os prognósticos de retorno ficaram suspensos - assim como os comentários mais otimistas dos amigos.

O ex-auxiliar e amigo Milton Cruz e Marco Aurélio Cunha, médico ex-dirigente do São Paulo, atualmente na seleção feminina de futebol, evitaram mais comentários. Apesar da preocupação, Cunha não via chances de Muricy se ausentar por muito tempo, mostrando tranquilidade com a recuperação.

- Falei com ele no dia (quarta-feira) que ele teve alta. Ele estava muito bem, já estava reclamando e para quem conhece o Muricy sabe o que isso quer dizer (risos). Estava tendo um campeonato de surfe em frente à casa dele, na praia da Barra, e ele estava reclamando que saiu do hospital para descansar em casa e estava uma barulheira danada - contou, bem-humorado, o ex-dirigente do São Paulo.


Ingressos para jogos da final entre Flamengo e Bauru no Rio são colocados à venda

O torcedor que quiser prestigiar as partidas da final do NBB no Rio de Janeiro já pode realizar a compra pela internet. O Flamengo abriu as vendas para os jogos 2 e 3 da decisão melhor de cinco do NBB. Os dois confrontos estão marcados para as próximas quinta-feira e sábado, na Arena Carioca 2, dentro do Parque Olímpico da Barra.

Estão disponíveis ingressos que variam de R$ 33 a R$ 220 (meia) e de R$ 66 a R$ 440 (inteira), já incluídas taxas. Os bilhetes podem ser adquiridos neste link. Só é permitida a compra de quatro ingressos por CPF para cada partida.

ingressos, final, Flamengo x Bauru, NBB (Foto: Reprodução)
 
Tabela de preços dos jogos 2  e 3 da final do NBB no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)
 
As partidas da final na Arena Carioca 2 servirão também como uma espécie de evento-teste para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, que serão realizados em agosto. O Comitê Rio 2016 entrou em acordo com o Rubro-Negro e cedeu o espaço para a decisão.

- Para o Flamengo, será uma grande honra inaugurar uma arena olímpica. Queremos agradecer ao Rio 2016 pela parceria e brindar com a nossa cidade este momento olímpico tão especial. Que toda essa sinergia tipicamente carioca, em vermelho e preto, ilumine nossa caminhada. Contamos com a torcida do Flamengo para conhecer e lotar a Arena 2 e jogar junto com o Orgulho da Nação, rumo a mais um título - declarou o vice-presidente de esportes olímpicos do clube, Alexandre Póvoa.

O Flamengo saiu na frente na decisão neste sábado ao derrotar o Bauru por 83 a 77 em Marília. Confira aqui a programação da final do NBB.